Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

CUIDE DO SEU JARDIM, E AS BORBOLETAS COLORIDAS HÃO DE APARECER ~ GABRIELUS, Gabriel RL

CUIDE DO SEU JARDIM, E AS BORBOLETAS COLORIDAS HÃO DE APARECER 

 

Por Gabrielus via Gabriel RL

20 de julho de 2017

 
 
 
 
Querido, você sempre está dando ao outro tudo de melhor. Você é atencioso, gentil, amoroso, prestativo, encorajador e sempre tem uma palavra de carinho e empoderamento. Todos sabem que podem contar com você. Agora, uma pergunta simples: você tem dado tudo isso a si mesmo? Você é, no mínimo, atencioso consigo mesmo, com os seus sentimentos em particular? Senão, talvez esse seja o motivo por que algumas coisas não dão certo em sua vida, principalmente nas questões amorosas. Dar tudo de si ao outro e a si mesmo nada, nem mesmo um pouco de atenção é um imenso contrafluxo. 
 
Doar-se inteiramente aos outros sem dar o mínimo a si mesmo, acaba sendo muito doloroso para você, porque em muitos momentos você faz isso esperando um retorno imediato e, quando não o recebe, entra em frustração. Entenda, nós não estamos criticando-o; nós apenas queremos que você dê um pouco mais a si. Que você possa reconhecer que a fonte de felicidade plena jorra de si mesmo, e que você é o único capaz de se suprir disso. Esperar que o outro supra suas carências é semelhante a estar no meio do deserto com outra pessoa, ambos perdidos e com um único copo com água. Você tem esse copo. Ambos estão com muita sede. Você dá todo o copo com água para o outro e nem um gole a si mesmo e espera que, ao dar ao outro, a sede passe em você. 
 
Querido, pense um pouco mais em si. Isso não é egoísmo, mas saber que você é tão importante e merecedor de bênçãos quanto qualquer outro, em qualquer lugar no universo. Você não é mais nem menos que nenhum outro; você É. Quando presta o mínimo de assistência a si mesmo, você se conecta com a sua fonte infinita de bênçãos, e atrai sempre mais bênçãos para si. A maioria de vocês procura um relacionamento perfeito, mas deixem-me lhe dizer-lhes: um verdadeiro e genuíno amor só chegará até você quando você der, no mínimo, um pouco mais de amor a si mesmo. Lembrem-se sempre: o outro nunca poderá vir para suprir suas carências, mas para somar à sua inteira plenitude. 
 
Saiba, você é um ser maravilhoso e portador de um poder grandioso que cria universos. Sim, você é um criador de universos. Ainda que a sua mente tente convencê-lo do contrário, você é. Então, ao saber disso, tome medidas para criar em si o altar de auto-amor, capaz de movê-lo dos mais tristes desapontamentos ao mais sublime estado de plenitude, onde você estará feliz e pleno na sua própria presença. É por aí que os laços gêmeos são novamente atados. Almas Gêmeas só se encontram quando já transcenderam qualquer tipo de exploração afetiva. Não há espaço para elas senão num amor puro e genuíno. Então, é hora de você cuidar mais de si. Usarei aqui uma frase que meu querido canalizador, Gabriel, gosta de usar: cuide do seu jardim, e as borboletas coloridas hão de aparecer. (Sorriso). 
 
Comece a equilibrar as coisas. Tome um pouco da água que está no copo e só depois dê. Ninguém ficará com sede. Comece equilibrando isso e sua vida também entrará em equilíbrio. Pense nisso! 
 
Você é muito amado! 
 
Gabrielus 
 
Gabriel RL
 
 
Revisão de texto: Marilene P. Costa e Solange Yabushita 
 
 



 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 




Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.