Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Por que você não nasceu para ter um emprego. ~ Gustavo Tanaka

Por que você não nasceu para ter um emprego.

Por Gustavo Tanaka. 




 

Por que você não nasceu parater um emprego


Esse texto não é uma crítica aquem trabalha em uma empresa.

Tampouco é um daqueles textosque exalta quão incrível é o mundo do empreendedor.

É apenas a minha opinião sobrea realidade.

Afinal, por que você não nasceupara ter um emprego?

Resposta: Porque ninguém nasceupara ser empregado.

Talvez você já tenha ouvido poraí, seja dos seus pais, dos seus tios, dos seus professores ou dos seus amigos,que nenhum trabalho pode ser legal. Que trabalho é chato mesmo e é assim que ascoisas funcionam.

É assim que as coisas funcionampara quem?! Quem criou esse modelo?

Eu sempre pensei muito sobreisso. Como é possível a gente aceitar viver em um modelo em que 8 horas do seudia deve ser passado em um lugar que você não gosta, com pessoas que você nãogosta, fazendo atividades que você não gosta, para pessoas que você nemconhece, para ganhar um trocado pra poder viver? E muitas vezes esses trocadosnem são suficientes para o que você precisa.

De onde saiu tudo isso?

Nós nos desconectamos. Nós nosseparamos. Nós aceitamos. Nós paramos de sonhar. Nós nos rendemos. Baixamos acabeça e aceitamos que é isso mesmo. Que a vida é isso aí.

Mas então, Gustavo, você querque todo mundo largue tudo e seja empreendedor?

Também não. Empreender hoje emdia é uma coisa tão absurda quanto ter emprego. É surreal. É quase desumanotambém.

Eu estive dos dois lados.

Já fui funcionário do mundocorporativo. Era jovem, tinha pegada de trabalho, era ambicioso, queria chegarlonge, era um jovem talento de multinacional. Eu até gostava. Mas por no máximo2 meses. 2 meses era o tempo que durava minha motivação quando algo novoacontecia no meu trabalho. Quando era promovido, quando mudava de área, quandome davam um novo desafio. No terceiro mês eu já começava a pensar em fazeroutra coisa.

E desde 2008 venhoempreendendo. Tive diferentes negócios. Já tive negócio que foi purabrincadeira, já tive empresa séria que faturou mais de 7 dígitos e depois jáperdi toda minha grana e me afundei em dívidas.

Assim, eu sei que empreender émuito difícil. Porque é muito absurdo você ter que ir sozinho numa jornadacontra tudo e contra todos. Mesmo com um ou dois sócios.

Você tem que ser quase um serhumano completo pra ser um puta empreendedor. Tem que ser multitasking, ternervos de aço, ser vendedor, estrategista, planejador, bom executor, bomtécnico de informática, especialista em reformas e ar condicionado, produtivo,focado, resiliente.

É desumano.

Mas e aí, então? Se nãonascemos para sermos funcionários e empreender é desumano, que saída nos resta?

Criarmos um novo modelo. Ummodelo de empreendimento em grupo, coletivo, em rede. Juntando pessoas quesabem fazer o que você não sabe. Enquanto você está aí se matando para fazeruma tarefa que vai ficar mais ou menos, uma outra pessoa adora fazer isso, efará incrivelmente bem. Essas pessoas precisam se juntar.

Cada um tem que se unir parafazer o que sabe fazer. E começar a fazer.

Sem desconfiança. Sem achar queo outro vai te passar a perna. Sem definir que minha parte vale x% a mais que asua.

Enquanto a gente desconfiar daspessoas que estão lado a lado com a gente, vamos continuar com esses modelosdefasados e desumanos.

Me empolguei, vou deixar essetexto um pouco mais longo e vou responder a pergunta do título. Por que vocênão nasceu para ser funcionário?

Porque não faz sentidotrabalhar 8 horas por dia em uma única atividade.

Você tem vontade de fazer muitacoisa. Não apenas essa atividade que você faz. E devemos criar um modelo queestimule isso. Que possibilite as pessoas de fazerem mais coisas, diferentesatividades ao mesmo tempo. Você pode ser publicitário e fotógrafo e organizadorde eventos ao mesmo tempo. Você pode ser profissional de TI e dar aulas de yogatambém. Você pode ser adminstrador e escritor e músico se quiser. De onde veioessa regra de que só pode escolher uma coisa?

Porque não faz sentido vocêficar preso num horário de trabalho.

Eu lembro que quando tinha meuemprego, não conseguia encaixar um horário para cortar o cabelo. Bizarro isso.Pense bem. Era quase um regime de escravidão. Você tem hora para entrar, horapara almoçar e hora para sair.

Porque não faz sentido ter quese reportar para outra pessoa.

Você deve satisfação a umaoutra pessoa. Por que? O que ela fez para merecer isso? Chegou antes? Já estáhá mais tempo? Ela gastou mais dinheiro com estudos? Ela é mais inteligente quevocê? Ninguém deveria se reportar a ninguém. Tudo deveria ser feito com base nobom senso e todo mundo deveria ter voz para ajudar nas escolhas.

Porque não faz sentido umapessoa ganhar mais que outra.

O que é meritocracia? Quemmerece mais? E quem merece mais, merece quanto a mais?

Não preciso nem explicar, poissei que essas perguntas já te fazem se sentir mal por dentro. É isso mesmo. Nãotem lógica nenhuma que permita chegar na equação perfeita de justiça que mereserve o direito de ganhar 18% a mais que você.

Porque não faz sentido você seruma pessoa em casa e com seus amigos e outra pessoa no trabalho.

Você é um só. Não é duaspessoas diferentes. Devemos criar um modelo onde cada um pode ser quem é deverdade. Tão simples quanto isso.

Porque não importa se vocêdedicar toda sua vida pela empresa, se a crise bater, ou se você puder sersubstituído, você será.

Essa é auto-explicativa.

Vou parando por aqui pois otexto já está longo. Mas tem mais pontos que não fazem sentido no modelo doemprego.

Se você é daqueles que ama oque faz, ama seu trabalho, excelente. Não quero te convencer de nada. Mas achoque 95% dos seus amigos não sentem a mesma coisa.

Todo mundo quer uma vidamelhor. E é isso que temos que buscar. É isso que temos que construir.

Eu e meus amigos estamoscomeçando um modelo de empresa livre, totalmente horizontal, onde cada um élivre para escolher o que fazer, de onde e por quanto tempo. Tá no comecinho.Mas essa semana já solto um material pra vocês verem. E quem quiser pode meajudar ou mesmo se inspirar pra criar o seu modelo.

Não podemos esperar vir dogoverno ou das pessoas que mandam no mundo. Devemos nós, que temospossibilidade de escolher, nos unirmos para criar essas coisas novas. Já tarolando isso. Não é utopia nem viagem minha.

E tá sendo lindo de ver.

Gustavo Tanaka 
  
Autor de "11 Dias de Despertar"


Agradecimentos a http://sementesdasestrelas.blogspot.pt/



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Gustavo Tanaka


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA