Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Blossom Goodchild - Janeiro 10, 2015

 A Federação da Luz

Através de Blossom Goodchild






Blossom: Olá, amigos, bem-vindos ao ano de 2015. Estava a perguntar a mim mesma, se desejariam dar-nos uma mensagem de como vêem o que este ano nos traz? 
A Federação da Luz: Queridíssimas Almas, mais uma vez, juntamo-nos em comunhão convosco, em grande Energia de Amor. Na passagem do ano transacto para o novo, houve uma troca de Energia entre o que já não servia ... e que trouxe esta Energia Nova. Uma Energia Superior que ireis descobrir ... para vosso deleite ... que vos ajuda enormemente a erguer o vosso espírito, para um lugar que vos traz muita alegria.

Juntamente com as celebrações da época do Natal ... que pode criar fadiga, devido a uma possível indulgência de muitas coisas ... esta Energia também trouxe uma fadiga, pois fá-la ‘permutar’. Ao deixar partir o antigo ... está a permitir que o corpo se liberte de toxinas e de certas deformidades biológicas, que devem ser imediatamente libertadas das vossas funções internas.

Blossom: Quando dizem ‘permutar’ … o que querem significar precisamente com isso?

A Federação da Luz: Queremos significar que vocês estão a ‘permutar’ esta Energia pela que vos serve ... para obter um benefício Superior.

Blossom: Então, quem, o quê, onde e quando estamos a permutar esta Energia?
A Federação da Luz: Estais a enviá-la para um lugar onde ela pode ser renovada e transformada numa matéria mais refinada. Por esta razão, não está a ser descartada ... está, simplesmente, a ser reciclada para que possa ser usada de novo.

Blossom: Como é que é feito?
A Federação da Luz: É uma mistura com Energias que são Superiores a ela. Uma mistura gradual. Muito parecido com a mistura de ingredientes num bolo ... um pouco de cada vez, de maneira a obter a consistência desejada para que possa crescer.

Blossom: Então, com essas Energias … o que podemos esperar?
A Federação da Luz: Podem esperar uma SENSAÇÃO de júbilo que ainda não foi experimentada. Este ano, estais a dirigir-vos para a próxima fase. Foi feita muita preparação e muito empenho da mente, do corpo e da alma, que vos conduziu para a entrada de uma porta Superior ... na qual sereis capazes de entrar, num dado momento ... quando se sentirem preparados para fazê-lo.

Blossom: Podiam alargar as vossas considerações sobre este ponto? Ainda estou no caminho certo? Deixada sozinha na porta certa?
A Federação da Luz: Essa porta levar-vos-á a uma compreensão mais Elevada de si próprios. É um grau mais Brilhante de Luz e de Amor ... acessível apenas, ATRAVÉS dessa porta.

Blossom: Para entrarmos … é através da meditação?
A Federação da Luz: Certamente. Mas, ao fazê-lo … vereis que VOCÊS, QUE SE TORNAM … permanecem convosco ... até certo ponto ... do que vocês estão a fazer ‘sem’ isso. Será que o que dizemos, fará sentido?
Blossom: Sim, para mim fazem. Quero dizer, iremos ‘trazer de volta’, ao nível da alma, algo do que experimentamos quando ESTAMOS do outro lado da porta. Necessitamos de fazer uma meditaqção especial para conseguirmos isso?A Federação da Luz: Não. Precisam apenas CONFIAR EM QUEM SÃO. A intenção é a chave do processo. A vossa intenção, em TODAS as coisas, é a chave para descobrir a ‘integridade’ da vossa experiência na Terra.

A experiência desta meditação, quando é repetida muitas vezes … irá fluir para lugares mais profundos em que a pessoa entra inúmeras vezes.

Blossom: Que espécie de coisa (experiência) podemos esperar?
A Federação da Luz: Encontrar-se com muitas almas afins, quer na Terra , quer fora da Terra … e para muitos, encontrar-se com a próxima fase de si próprios.

Agora estais prontos para ‘ABRIR O ENVELOPE’ e receber as instruções!

Blossom: UAU! É muito emocionante. White Cloud falou muitas vezes disto. Podemos falar agora sobre este assunto? ... para os que estão a dizer ‘Envelope’? Que envelope? Vem pelo correio? Terei recebido o meu? Etc.
A Federação da Luz: Compreendemos o teu ponto de vista. Vamos explicá-lo desta maneira:

A cada um que se voluntariou, nesta época, para esta expressão única do Eu no plano Terra ... que SABIAM que ao chegar AGORA à Terra ... seria a maior missão que poderiam experimentar ... e acrescentaríamos ‘Sofrer/Suportar’ ... foi-vos dado um certo ‘papel’ para desempenhar. Ele seria ‘Representar’ certas experiências que iriam conduzir ao desenrolar de dádivas particulares ... que, por sua vez, iriam permitir que ocorresse o desenvolvimento de dádivas para muitos mais.

Por outras palavras … instruções … de como ajudar a Despertar muitos, que estão sobre o planeta.

Cada envelope é recebido por cada indivíduo, para interpretá-lo e fazer uso dele.

Muitas vezes, muitos disseram SABER que estão aqui para fazer algo ... com algum propósito ... mas não sabem qual é. Ao aceder a estes envelopes ... atingem uma clareza muito maior.

Blossom: Então, estais a dizer … uma pessoa medita e ‘Bum’ ... Aqui está! A resposta ao nosso objectivo individual na Terra, nesta ocasião.
A Federação da Luz: Sim … estamos.

Blossom: Fixe. Honestamente … pensei que, de certa maneira, para não criar problemas, vocês iam dizer ‘possivelmente’. Mas, não! Foram directos ao assunto ... óptimo! Estou a sentir que poderão ajudar a elaborar esta meditação ...

(Então senti que era esse caso, liguei o meu gravador e fui encaminhada para uma meditação guiada. Como surgiu espontaneamente, por favor abstraiam-se dos sons secundários como aviões, pássaros, rãs, etc., para melhorar a experiência! Tentei colocar uma música de fundo, mas pareceu-me que distorcia a voz. Então, ei-la. Tal e qual como foi recebida! (17 minutos)

Clique aqui Meditação

Obrigada. Foi belíssimo. Que Paz trouxeram ao meu Ser! Para terminar, têm mais alguma coisa a dizer?
A Federação da Luz: Sim, temos. Exprimimos a nossa Gratidão por permitires que isto acontecesse. Diríamos apenas ... que a ‘absorção’ das ‘instruções’ dentro do envelope, demorará a ‘surgir’ ao CONHECIMENTO. Tenham também em mente ... que embora usemos a palavra ‘instruções’ ... são ‘planos’ feitos por VÓS, para VÓS. Sabendo que CADA UM pode ajudar plenamente a fazer surgir as suas dádivas de forma criativa, o que será uma chave para abrir muitas portas ... para muitas almas.

Na verdade, é uma época muito emocionante para AS COISAS SE ENCAMINHAREM.

É uma altura, em que tudo o que foi falado no passado, irá ‘encaixar-se’.

É uma ocasião em que VOCÊS irão COMPREENDER a VOSSA constituição e compreender ao nível mais profundo, a razão de ter vindo e porque motivo vieram.

Queridíssimas almas ... Estejam na maior alegria.

Estais a caminhar profundamente na floresta da Luz e do Amor, e as árvores exalam uma energia Maior do que antes ... pois o próprio oxigénio que fabricam ... é do mais alto nível ... para acomodar o nível Superior de Amor, em que vocês estão a permitir tornar-se.

AMAMOS TODOS VÓS.

ESTAMOS EMOCIONADOS COM TUDO QUE IREIS DESCOBRIR DE VÓS E PARA VÓS ...

E ao fazê-lo … observem, observem apenas, como as mudanças no interior e no exterior irão processar-se. Elas irão deliciar a alma ... como uma criança a abrir um presente, sob a árvore ... e ao descobrir o ‘presente’ ... o AGORA QUE VOCÊS SÃO, irá ‘apresentar-se’ a vós de uma maneira que não podia ser nem mesmo sonhada.

Com a mais profunda Gratidão a Todos da Terra, que permanecem firmes na fé e têm continuado, apesar das circunstâncias que, por vezes, têm sido tudo menos agradáveis.

RESPEITAMO-VOS …

DESFRUTEM/DIVIRTAM-SE…

Blossom: Oh, fá-lo-emos. Em Amor e agradecimento a vós, meus Amigos.


Transcrição da Meditação de 10 de Janeiro de 2015
Pedimos que façam 3 inalações profundas

Pedimos que libertem toda a tensão do corpo ... simplesmente, pela exalação de toda a negatividade ... do stress ... dos pensamentos que não servem.
Com os vossos olhos fechados, pensem ... em olhar para cima. Recordem respirar profundamente enquanto escutam as nossas palavras.
Imaginem-se agora … a percorrer um caminho … Não há nada para ver de ambos os lados ... concentrem-se simplesmente no que está à vossa frente ... que parece ser nada.
Continuem a caminhar de maneira descontraída e em Paz, em direcção a esse nada.
Como se mantêm concentrados ... vocês vêem um ponto de Luz Dourada ... Ao chegar mais perto ... a Luz torna-se maior e mais brilhante ... e ao fazê-lo ... penetra através do vosso Ser. Preenchendo-vos de Amor ... e de Alegria.
Ao olharem para a Luz … aparece uma entrada com uma porta ... Notem o tamanho, a cor e a forma.
Continuem a seguir em frente em direcção à porta de entrada ... e ao olhá-la ... ela


apresenta-se com a forma de um arco-íris de cristal líquido.
Vocês compreendem que a porta não está aberta … mas quando estiverem prontos, entram através dela.
Ao fazê-lo, sentem diferença na vossa fisicalidade. Sentem-se mais leves. Sentem mais alegria ... pois estão a sentir mais o vosso Verdadeiro Eu.
Têm a sensação de muitos seres a entrar nesse espaço, juntamente convosco. Há um burborinho de emoção. Uma conversinha/bate-papo.
Ao continuarem a caminhar … sentem-se como se estivessem a deslizar. Como se caminhassem no ar.
Também sentem a sensação de subir ... e ao fazê-lo ... a vossa alma sente-se cada ves mais leve.
Lentamente, o vosso ser começa a girar ... enquanto se dirige para cima ... até que se encontram ... a entrar na cor da Energia do Céu Azul.
À vossa frente está uma mesa ... feita de mármore ... e sobre essa mesa ... está um envelope.
Caminhem até ele ... agarrem-no ... e mantenham-no junto ao coração.
Podem sentir a Energia que está dentro do envelope. Porque está intimamente ligado à vossa alma, espírito, ao vosso Eu.
Começam a sentir-se levitar … e o vosso corpo a permanecer no ar ... em posição horizontal ... com esse envelope contra o vosso coração.
Respirem, suave e delicadamente, enquanto flutuam.
Permitam que as cores entrem na vossa visão ... a desvanecer-se e a pulsar para a frente e para trás ... e poderão sentir o vosso coração bater mais rapidamente ... pois a sabedoria e o conhecimento do vosso VERDADEIRO propósito no plano da Terra, nesta época ... é absorvido pelo vosso ser.
Tudo que necessitam é sentir e dar Gratidão.
Permaneçam nesse lugar em Paz ... e pouco a pouco ... o envelope desmaterializa-se ... e a Energia dele ... entra no espaço do vosso coração. Ao fazê-lo ... inalem uma ou duas respirações profundas.
Fiquem cientes do sorriso no vosso rosto.
Tomem conhecimento da Energia que sentem agora ... uma Energia de Amor, Superior e renovada. Tornem a agradecer, enquanto caem em espiral em direcção à Terra ... encontrando-se no exterior da porta de cristal e a percorrer o caminho desde onde começaram ... mas, notando que, cada lado do mesmo, está cheio de Luz Branca muito Brilhante.
Agradeçam mais uma vez, e inclinem a vossa cabeça, talvez em reverência a vós e a Tudo.
Enviamos o Amor mais Profundo para todos.
Em Amor.
SOMOS TODOS UM.

Website: Blossom Goodchild
Tradução: Maria Luisa de Vasconcellos 

(luisavasconcellos2012@gmail.com)




Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Mensagem da Mãe Terra - ANJOS DA TERRA via Pamela


Mensagem da Mãe Terra

ANJOS DA TERRA

Através de Pamela Kribbe

Tradução: Vera Corrêa




Querido filho humano,

Eu sou a voz da Terra, e o conheço desde sempre. Todos os seus passos são sentidos e reconhecidos por mim. Em um nível mais profundo, nós somos um. Existe uma consciência que nos envolve. Esta consciência é majestosa e inominável. É o espírito de Deus. Ele é misterioso e, ao mesmo tempo, profundamente familiar.

Nas mãos desta Consciência criativa se desenrola o jogo do companheirismo. Nós dois participamos de um jogo: somos parceiros num relacionamento que tem evoluído com o tempo. Este relacionamento agora está pronto para transformação. Estamos entrando em uma nova era. Mas primeiro lhe contarei mais sobre o começo deste processo da nossa cooperação. É diferente do que você pode ter imaginado.

A primeira vez que nos reunimos, você ainda não era humano. Você não possuía um corpo físico; não estava encarnado na Terra. Você era um anjo. E não era apenas um anjo qualquer! Você pertencia a uma família de anjos que pretendia abrir caminho para uma nova aventura no cosmos. Do que se tratava essa aventura?

Colocarei esta questão em termos bem simples. No cosmos, existe uma lei segundo a qual semelhante atrai semelhante. Por exemplo, ao morrer na Terra, você é automaticamente atraído para uma área no mundo espiritual que reflete o seu estado de consciência. Seu entorno é um reflexo direto de como você se sente por dentro. Existe uma unidade entre o interior e o exterior. No mundo espiritual, existem reinos de luz e reinos de relativa escuridão. Estes reinos são separados. Este não é o caso da Terra, ou parece que não é. Na Terra muitos tipos diferentes de consciência estão presentes juntos e interagem uns com os outros. Há uma grande diversidade, e assim a Terra é como um enorme caldeirão onde se misturam diferentes reinos de consciência. (Veja também "Os atributos particulares do ser e a grande Sopa de Deus" Aqui

Mas, mesmo aqui, você também cria sua própria realidade através do seu estado interior de consciência. Entretanto, isto é algo que você vem a compreender gradativamente, no decurso de uma profunda busca espiritual. No começo, você fica muito distraído, na Terra, por um mundo externo que absolutamente não parece ser criado pela sua própria mente. Pelo contrário, você parece ser o produto dessa realidade e não seu criador. No mundo espiritual, a unidade entre o interior e o exterior é simplesmente um dado concreto e palpável. Na Terra, é preciso ter uma consciência altamente evoluída para entender essa unidade e assumir a responsabilidade por si mesmo como criador.

Na Terra ocorre um experimento especial. Quando você está aqui em forma física, é colocado um véu sobre você para que não reconheça seu próprio poder criativo divino. Ele permanece aí até que você desperte e perceba que é Deus, no âmago do seu ser. Então o véu cai e você também reconhece a profunda unidade subjacente que permeia todas as criaturas vivas da Terra. O processo de despertar na Terra é intenso, e a própria existência da Terra oferece um impulso evolucionário poderoso a todo o mundo espiritual. No mundo espiritual, especialmente, pode haver uma falta de dinamismo e mudança. Na verdade, houve uma estagnação porque todas as esferas são impecavelmente separadas. Mudança, crescimento e evolução acontecem quando se encontra e defronta com a diversidade. Quando falo de se encontrar com a diversidade, não quero dizer ter uma conversa polida com ela, mas realmente mergulhar dentro dela. Você aprende e cresce a partir de diversas formas de consciência, não as estudando “de cima”, mas transformando-se nelas.

Isto é exatamente o que acontece quando você mergulha numa encarnação na Terra. Você mergulha fundo e, ao encarnar, conecta-se com diversos reinos de consciência. É assim que você constrói uma ponte entre reinos do ser que, de outro modo, não construiria.

Ser humano significa ser uma ponte entre reinos amplamente variados de consciência. Na construção dessa ponte encontra-se a esperança de uma expansão de consciência em todos os reinos do mundo espiritual. Mesmo o reino mais altamente evoluído do mundo espiritual ganha um impulso de crescimento e renovação com o grande experimento da Terra. Os seres humanos são capazes de explorar os extremos da luz e das trevas e, finalmente, reconhecer a unidade por trás de todas as formas e aparências. Quando o ser humano começa a adquirir esta consciência da unidade interior, passa a ser um criador consciente sobre a Terra, e sua presença passa a ter um efeito transformador e curador nas criaturas vivas com as quais ele entra em contato. Criar a consciência de unidade é o objetivo da sua aventura na Terra.

Comecei esta conversa, comentando que quando nós iniciamos este processo de cooperação, você não era humano, mas anjo. Sua consciência ainda não havia se ligado a nenhuma forma material, e você se sentia fortemente conectado com os outros anjos à sua volta, seus irmãos e irmãs. Havia uma ligação tão forte entre vocês que se sentiam e viviam como se fossem células de um único organismo. Trabalhavam pelo bem comum de uma forma altruísta e óbvia, como se fossem uma só mente e um só coração. Num certo momento, vocês ouviram um chamado da Terra e foram convidados a embarcar numa viagem neste planeta. Por que vocês? Para encurtar a história, vocês eram os mais ousados entre os anjos. Eram os destemidos, apaixonados e, sim, um tanto teimosos e obstinados. A alegação era que vocês deveriam ser banidos do Paraíso devido ao seu desejo de conhecimento e sua obstinação. E, sim, vocês eram realmente curiosos e um pouco rebeldes também. Mas isto era exatamente como deveria ser! Você pensou que Deus cometeu um erro quando criou vocês? Não, Deus sabia exatamente o que estava fazendo e, a propósito, Deus não julga nada errado nem pecaminoso facilmente. Deus é perfeitamente capaz de conviver com os seus “pecados”. Vocês é que sofrem mais com isso.

Embora seja compreensível que você, como ser humano, possa se arrepender dos seus próprios atos, não é sábio manter-se eternamente sob o peso deles. Neste aspecto, você tem sofrido muito devido as religiões que enfatizaram demais a culpa e o castigo. Deus é mais bondoso e compassivo do que você jamais imaginaria que fosse possível. Você é perdoado antes mesmo de transgredir. De todo o coração, Deus lhe concede o espaço para cometer enganos. Ele/Ela prefere que você olhe para seus próprios erros com serenidade em vez de se bater com isso. Todos esses “erros” são passos na sua jornada interior, a jornada na qual você vai conhecer a si mesmo completamente. Esta jornada não precisa ser em linha reta, ela é destinada a ser irregular. Sem curvas e reviravoltas não existe nenhuma experiência, e sem experiência não há despertar. Primeiro você tem que “se perder” para depois ser capaz de voltar ao Lar conscientemente. Você é um daqueles que assumiram totalmente a experiência de “se perder”, com a paixão e a perseverança que o próprio Deus plantou em seus corações. Estoume desviando um pouco do meu assunto!

Ao ouvirem o chamado da Terra, vocês entraram na minha dimensão. E encontraram um planeta rico em vegetação, com verdes florestas, oceanos sem fim e um reino animal florescente. Vocês ficaram tocados com a beleza e a riqueza da vida que existia sobre mim. Sentiram-se convidados a participar desta vida, para inspirá-la e sustentá-la com a energia angélica que estava à sua disposição. Fiquei contente com sua chegada! Vocês foram os meus pastores; vocês ajudaram a tomar conta da vida e até implantaram sementes de mudança e inovação nas formas de vida existentes. Como fizeram isto? Estavam tão próximos da Fonte do poder criativo, que possuíam poderes mágicos, como diriam hoje. Vocês se permitiam imaginar novas e interessantes formas de vida e estas fantasias se transformaram em sementes espirituais, que se ligaram às formas de vida já existentes. Vocês impregnaram a vida com novas idéias. Foi assim que ocorreu a evolução biológica. Todas as formas de vida nasceram do Espírito. As formas físicas, materiais são manifestação de forças espirituais. O espírito é muito mais forte do que vocês imaginam. Vocês foram educados dentro de uma estrutura mental materialista, que lhes diz que o físico – conforme é descrito pela física – é a base da realidade. Na verdade o oposto é a verdade. O espírito não é o produto da matéria inanimada. Toda a matéria é permeada por uma consciência criativa que a sustenta.

Deixe-se levar pela sua imaginação por um instante. Lembre-se quem você era naqueles tempos remotos. Isto é possível! Sua alma é aberta e ilimitada. Ela não conhece espaço nem tempo. Imagine que você flutua acima dos oceanos e florestas num corpo muito sutil e etéreo, e está encantado com a beleza que vê, com a aventura que está prestes a ocorrer aqui. Veja-se como um ser angélico sendo guiado pela alegria e a paixão, sentindo-se livre como uma criança que pode fazer o que quiser. Agora imagine que você junta os seus poderes para expressar sua sensação de alegria e respeito pela vida através de uma flor magnífica. Permita que surja a imagem de uma flor que o atrai particularmente. Veja suas cores e sinta-as dentro de si mesmo. Ouça a risada da flor brotando do coração dela como pequenos sinos tocando – isto é como uma música para a sua alma. Agora passe esta imagem para mim, a Terra. Imagine como ela cai no meu ventre e é nutrida ali pelos poderes físicos e etéreos que ajudam esta semente espiritual a adquirir forma material. Foi isto que você e seus companheiros fizeram naqueles tempos antigos. Vocês se deixaram levar pelo fluxo da inspiração e me impregnaram com ele. E eu fui receptiva. Eu, a consciência presente neste reino material, queria ser impregnada e absorver suas formas-pensamentos.

Nossa parceria e cooperação tiveram origem naquele tempo. É por isso que você pode se comover tanto com a beleza da natureza e a inocência de formas de vida não- humanas. Você não apenas fica tocado por sua beleza física, mas também se lembra da conexão antiga que existe entre você e a vida na Terra, e do alegre jogo do qual participou um dia. Você deu sua contribuição para a criação de muitas formas de vida na Terra. Como um anjo, você foi pai/mãe espiritual da vida na Terra. Veja como o seu poder criativo pode chegar longe!

Nesse tempo do qual estou falando, também havia a presença de poderes sombrios presentes no universo, e estes ficaram fascinados com o desabrochar da consciência na Terra. Poderes sombrios nada mais são do que energias que não têm consciência de sua própria natureza divina e assim acreditam que precisam de algo externo a elas para se tornarem inteiras e completas. Estes poderes sombrios queriam se alimentar da vida na Terra, que irradiava tanta vitalidade e energia. Como reação à intromissão desses poderes sombrios, você e os outros anjos quiseram proteger a vida na Terra. Suas emoções eram muito parecidas com as dos pais que desejam proteger seu filho do perigo. Para encontrarem e se confrontarem com os invasores, você precisavam ter corpos mais densos e viver numa vibração mais densa, menos refinada e sutil do que a do reino angélico. Essencialmente, a invasão das trevas acendeu uma paixão e um espírito de luta em vocês, e isto, por sua vez, levou-os mais profundamente para dentro da matéria. O passo seguinte de suas jornadas foi abandonarem a condição de anjos e assumirem o caminho da encarnação.

Com este passo, num certo sentido vocês perderam a inocência. Um pouco antes de darem este passo, houve um momento de hesitação, em que perceberam que ao se tornarem mais materiais, iriam abandonar algo muito precioso. Vocês perderiam as asas de anjo, que simbolizam independência de tempo e espaço, independência de nascimento e morte, independência de medo e ilusão. Entretanto, havia algo que os atraía profundamente à aventura da encarnação. Vocês eram anjos apaixonados e ousados, como eu disse. E era assim que devia ser. Aparentemente, sua jornada tomou um rumo negativo quando vocês abandonaram a condição de anjo e se engajaram numa batalha com as forças das trevas. Vocês se envolveram em vários conflitos e guerras por longo tempo. Por outro lado, este mergulho nas profundezas permitiu que suas energias angélicas se espalhassem pelos recantos mais longínquos do universo. A energia angélica é uma parte inalienável de vocês que, mesmo estando temporariamente oculta, nunca poderá ser tirada de vocês.

Seus primeiros corpos mortais não eram feitos de matéria física, como a conhecem na Terra. Eles eram muito menos densos e compactos. Não era possível enxergá-los com olhos humanos. Sua consciência era menos focada do que é agora. Vocês ainda entravam e saíam de suas formas físicas com facilidade e vivenciavam a realidade de uma forma semelhante à que experienciam no estado de sonho. Vocês eram menos conscientes de si mesmos como entidades separadas, tinham menos consciência da sua individualidade em oposição ao mundo exterior. Atualmente vocês estão muito mais ligados à sua forma física. Muitos de vocês pensam que são essa forma física e que perecerão com o corpo físico. Isto não acontecia nas suas primeiras encarnações; de certo modo, vocês eram muito mais livres para ir e fazer o que desejassem. Entretanto, vocês realmente se sentiam confusos. Embora guiado pela intenção de lutar pela luz e proteger a vida, cada um de vocês começou a ter que lidar também com suas próprias emoções sombrias, como medo, desolação e dúvida. No momento em que você começa a lutar contra alguém ou alguma coisa, não pode deixar de absorver parcialmente a vibração do adversário. Se não fosse assim, não haveria um campo em comum para iniciar a batalha, e você simplesmente abandonaria o outro completamente.

Como anjo, você realmente só tinha sentimentos elevados. Havia alegria, entusiasmo e um forte sentido de conexão. Quando desceu para a estrada da encarnação, formou-se um corpo emocional ao redor da sua alma. Este corpo energético contém respostas emocionais que vêm à tona quando você não percebe a realidade do ponto de vista da unidade e conexão. Os sentimentos dos anjos têm sua sede no coração. As emoções que você experiencia quando encarnado estão relacionadas com os três centros de energia (chacras) inferiores, que, no seu corpo, estão localizados ao redor do estômago, ventre e cóccix. Estes três chacras formam a escada para a encarnação: através deles você troca a experiência da unidade pela da dualidade. É também através deles que você sobe a escada e se eleva da dualidade para a unidade. Seu corpo emocional representa o maior obstáculo à paz interior e liberação, porque contém medo, tristeza e raiva. Ao mesmo tempo, o caminho para a liberdade e a iluminação passa pelo corpo emocional e não ao lado dele nem ao seu redor. Falaremos sobre isto mais adiante.

À medida que seu corpo emocional tornou-se mais pesado e denso, você perdeu de vista a sua origem, e surgiu a oportunidade de encarnar como um ser humano. Nesse meio-tempo, você tinha se tornado uma alma amplamente viajada, com experiência tanto nos aspectos luminosos quanto nos aspectos sombrios da vida. As energias da dualidade tinham tomado conta de você, o que significa que, durante muito tempo, você acreditou nas ilusões que ela cria. Se você vive na dualidade, acredita profundamente que está sozinho, que tem medo e é impotente, e que precisa de algo externo a si mesmo para protegê-lo, alimentá-lo e reconhecê-lo. A partir desta idéia, você começa a exercer poder sobre os outros, escondendo sua vulnerabilidade. Ou pode tornar-se vulnerável demais e entregar seu poder a outro que queira se alimentar da sua energia. Quer você seja o agressor ou a vítima nesse jogo, o erro fundamental que você comete é pensar que não pode experimentar a plenitude dentro de si mesmo. Há um buraco que você deseja preencher, tanto sendo patrão quanto sendo escravo. Esse jogo é muito penoso, como sabe. Naquele passado distante, houve um momento em que você percebeu isso. Esse foi um momento de mudança. Você havia experimentado os dois extremos do jogo e sabia que não havia nenhuma solução real em nenhum deles. Sabia que algo deveria mudar, mas não sabia como. Você já estava muito distante da liberdade e alegria originais do anjo em seu interior. Entretanto, seu corpo emocional guardava a lembrança, uma saudade de casa. Você sabia que havia algo para onde desejava voltar, algum Lar, um estado de ser que lhe parecia um êxtase celestial. Então, seu corpo emocional embarcou em um novo caminho. Tendo explorado os extremos da dualidade, ele começou a se voltar para dentro. Esta mudança de consciência criou o impulso para encarnar na Terra como um humano.

Nesse momento, o ser humano já existia na Terra como uma forma de vida biológica. Entretanto, quando você entrou nessa forma de vida, acrescentou algo a ela, algo que fez com que o ser humano fosse menos animal e mais autoconsciente. A biologia humana está relacionada com o reino animal, mas o ser humano foi forjado por poderes que não se originam apenas da evolução natural da Terra. O que separa o homem do animal é a sua capacidade de ser autoconsciente. Através desta capacidade, o ser humano tem condições de transformar seu corpo emocional e espalhar conscientemente a energia do coração sobre a Terra. Como os reinos não-humanos da natureza irradiam a alegria e conexão dos anjos inconscientemente, é missão da humanidade transformá-las em uma energia consciente.

Ao encarnar no ser humano, da forma que ele existia na Terra, você acrescentou algo ao desenvolvimento dele, e este acréscimo tem sido controvertido. Por um lado, a autoconsciência traz consigo uma grande promessa; por outro lado, ela pode desviá-lo do caminho. Ao se tornar um ser humano na Terra, você desejava reconectar-se com toda a vida deste planeta e ser o criador e guardião bondoso que uma vez você foi. Ser humano é uma realidade rica e complicada. Muitos aspectos da realidade se juntam no ser humano: você é parcialmente animal, planta e mineral; e parcialmente um ser cósmico com uma longa história galáctica. Os seres humanos são trevas e luz, os perdidos e os salvadores, a causa de sofrimento e destruição, e ao mesmo tempo, os mensageiros da esperança, do amor e do poder criativo. No ser humano, muitos poderes convergem com o propósito de reconexão e cooperação. A consciência do homem traz em si a possibilidade de se conectar com reinos de existência amplamente divergentes e restabelecer a noção de unidade subjacente. Devido à possibilidade de realizar este belo ideal, é dada à humanidade a oportunidade de cometer erros graves. O objetivo ainda pode ser alcançado. A esperança ainda não está perdida.

Nesta era, a esperança surge como nunca antes. Grandes mudanças estão ocorrendo na consciência coletiva da humanidade. Há pouco eu falei de um momento no passado em que vocês perceberam que a salvação não podia vir do jogo de roubar ou entregar energia, mas que a solução estava em encontrar a totalidade dentro de si mesmos. Esta percepção agora está germinando na consciência da humanidade. Ela é apenas uma semente, não é uma planta ainda. Mas uma mudança está à mão e algo está despertando nos corações dos seres humanos. O coração é a força de ligação entre os diversos reinos de consciência representados no homem: o terreno, o galáctico e o cósmico. O apelo por paz e companheirismo ressoa agora através de todos esses reinos e este apelo coletivo cria uma onda de energia que envolve a mim, a Terra.

Se você se sentir tocado por minhas palavras e se reconhecer nelas, você é um dos que ouviu este chamado do coração. Você é alguém que deseja contribuir para a transformação da consciência na Terra. Eu o acolho com prazer e desejo ajudá-lo. Estou lhe contando esta longa história para que se conscientize de quem realmente é: você é um anjo, no âmago do seu ser. Sua autoconsciência crescente me ajuda. Se você se lembrar quem é, podemos voltar a fazer uma parceria.

Eu percebo o seu desejo, eu sinto a sua saudade. Vejo-o buscando o estado alegre e despreocupado que, por um lado, lhe foi tão familiar um dia e, por outro lado, hoje está tão longe e distante. Agora é o momento de voltar a ser quem você é. É hora de subir a escada e abraçar seu corpo emocional com seu coração. Envolva sua dor, sua sensação de peso, sua tristeza com a consciência angélica de doçura e compaixão que lhe é natural. Você pode curar a si mesmo.

Agora você está se tornando um anjo que é capaz de manter sua luz nos reinos mais densos da realidade. Está se tornando um criador consciente, que aprendeu a se manifestar tanto nos reinos da luz quanto no das trevas, sem se perder nele. Você está carregando uma semente da consciência que está transformando o seu meio-ambiente. Você está se tornando um professor espiritual. Um professor espiritual não é alguém que desce dos reinos superiores para explicar ao ignorante o que é a vida. O verdadeiro professor passou, ele mesmo, pelas trevas e estendeu sua mão para você, não do alto, mas a partir de uma unidade profundamente sentida.

A aventura que você começou há muito tempo, como um anjo criativo está chegando ao fim. Neste capítulo final da sua viagem, especialmente, você é convidado a se reconectar comigo, a forma de vida na qual sua experiência teve lugar. Permita-se viajar em sua imaginação, transforme-se no sonhador e visionário que você foi um dia. Assuma a grandiosidade que quer se manifestar através de você na Terra. Torne-se novamente o anjo que graciosamente se entregou à magia da vida. Deixe-se ser guiado por aquilo que lhe dá alegria e inspiração. O anjo no seu interior não deseja nada além de se tornar totalmente humano. Ao se sentir como um ser com um anjo em seu interior, você traz a paz do Céu para a Terra.
 
Pamela Kribbe        
   


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Comunicando-se com sua alma -- Jeshua via Pamela

Por Jeshua(1)

Através  de Pamela Kribbe

Tradução: Vera Corrêa



Querido amigo, eu sou Jeshua. Estou com você. Minha energia se conecta com a sua; sinta-a ao seu redor e através de você. Não lhe sou estranho. Somos familiares um para o outro, então sinta essa familiaridade. A energia Crística não lhe é estranha. No seu coração existe uma chama, uma inspiração, um desejo e, inclusive, um conhecimento de que esta é a vida e o momento nos quais você quer incorporar sua Luz Crística aqui na Terra.

Você esperou um longo tempo por esta oportunidade. Você vem carregando esta pequenina centelha dentro de si através de inúmeras vidas, e agora sente que uma nova oportunidade chegou. Um dos motivos de você ter desejado nascer na Terra nesta época foi a promessa de que a centelha se tornaria uma chama claramente visível para você mesmo e para os outros. O desejo que o traz aqui é o de formar, de algum modo, um canal para que a energia divina da sua alma possa se expressar nesta vida na Terra. Você deseja ser transportado pelo canto da sua alma; deseja lembrar quem você é além daquilo que moldou sua vida na Terra a partir do exterior.

Você, como todo ser humano, adquire opiniões e crenças sobre si mesmo durante sua criação; absorve ideias e imagens dos seus pais, familiares, colegas, escola, etc… E começa a desempenhar determinados papéis sem questioná-los, e logo desenvolve algo chamado “personalidade”, um conjunto de hábitos, comportamentos e pensamentos. Mas, em algum ponto no decorrer do seu crescimento, alguma outra coisa o desperta. No começo não é nada além de um sussurro, uma lembrança que você não consegue localizar; um conhecimento de que você é mais do que é determinado pelo mundo exterior a você. Existe algo mais profundo, uma camada que não pode ser contida e compreendida pelo intelecto humano. Aí se encontra a sua essência, aquilo que precede e sobrevive à esfera terrena – sua alma.

Quando sua alma encarna na Terra, ela já adquiriu uma história. A alma carrega em si todo tipo de impressões de outras vidas e experiências no Cosmos. Ao nascer, você não é uma página em branco; você já desenvolveu sabedoria através de suas experiências prévias; você vem a esta vida com algo para doar. Ao nascer, você já é uma flor única. E o propósito da vida é realmente tornar essa flor viável e visível; é levá-la ao desabrochar pleno e radiante. Entretanto, devido às influências adquiridas durante sua juventude, você pode ser afastado desse progresso por muito tempo. Você tenta se ajustar ao que é exigido de você, e essa adaptação geralmente traz dor porque com isso você se priva do seu desenvolvimento natural. Forças externas podem ser muito coercivas e decisivas para você. Todos que estão presentes aqui ou lendo isto agora desejam se libertar dessas forças.

Pressões vindas do ambiente em que você vive tentam influenciá-lo, defini-lo e mantê-lo sob controle, mas como uma borboleta emergindo do seu casulo, você procura se libertar dessas forças externas. E o que o leva a fazer isso? Uma lembrança, um sussurro, uma sabedoria, que no começo são muito sutis e não conseguem encontrar realização no mundo visível, apenas nas profundezas do seu ser.

Lá dentro, você ainda ousa sonhar; lá dentro, você às vezes sabe claramente quem você é. Algumas vezes, você literalmente viaja para o Lar nos seus sonhos durante a noite, para beber de uma fonte tão viva, tão familiar e tão pura. Quando está lá, você não pode imaginar como pôde ter se esquecido… entretanto é assim que é. Você se perdeu na sua vida na Terra principalmente porque o medo, o julgamento e a negatividade ainda prevalecem no mundo.

Devido à sua própria impotência, os pais e professores geralmente não ensinam suas crianças a ter confiança em si mesmas e nos seus recursos internos – perdoe-os por isso. Eles também foram presas dessas influências mundanas; eles sucumbiram, em parte, às ilusões que prevalecem na Terra. Mas você veio aqui para destruir essas ilusões, e isto faz de você um Trabalhador da Luz, um indivíduo que deseja ajudar a mudar a consciência na Terra, para que as pessoas possam voltar a acreditar em sua própria força exclusiva – a alma, que transcende sua personalidade terrena – e transformá-la numa canção.

Você é corajoso! Por um lado, você foi ferido pela perda do seu caminho nesta realidade, e esta experiência dolorosa tornou-se parte do seu caminho na vida. Mas, por outro lado, você também encontrou o caminho para o seu interior, ao ouvir os sussurros da sua alma. Às vezes é difícil confiar realmente, porque você é influenciado pelos velhos pensamentos que o fazem sentir-se pequeno; e pelos sentimentos de incerteza e dúvida. De fato, quando criança, você aprendeu que esses sentimentos eram corretos e verdadeiros: “mantenha-se pequeno; não se destaque; não aja de forma estranha; não pense além das normas; adapte-se; seja um bom cidadão; seja um bom parceiro e um bom pai ou mãe; seja responsável…”

Todos esses valores, supostamente elevados, muitas vezes o mantêm pequeno e exigem que você esconda a sua originalidade. Mas, uma vez que comece a dirigir-se para o seu próprio interior, você não pode mais voltar atrás, não consegue mais ignorar sua singularidade, sua força, o fato de ser diferente, e isto lhe inspira medo: “Se eu seguir a voz do meu coração, o grito da minha alma, não me tornarei um marginal? As pessoas não se afastarão de mim? Quem me amará, quem desejará aceitar-me então? Será que ainda serei bem acolhido?”

Eu vejo essa dúvida no seu coração e lhe peço que reflita primeiro sobre quem você é: essa outra parte que deseja se mudar do caminho batido, que continua a querer voltar-se para dentro, que se lembra de algo, que sente uma saudade, um anseio… sinta a energia desse “Eu”, dessa outra parte de você. Dê-lhe as boas-vindas à Terra e sinta o poder e a sabedoria dessa sua parte. É a sua alma que fala e que tem dado tapinhas no seu ombro durante toda a sua vida, implorando por sua atenção. A alma nunca fala com coerção ou julgamento, com severidade ou ameaças, como falam as vozes das autoridades. A alma sussurra, convida, fala com alegria: “Isto não seria bom? Não seria maravilhoso e inspirador fazer isto?” Muitas vezes você tem medo de ouvir essa voz: “Será que pode mesmo ser assim? Será então que eu posso simplesmente fazer e aproveitar o que eu realmente gosto?” A alma fala uma linguagem totalmente diferente daquela com a qual você está acostumado.

A alma não é nenhum poder externo lhe fazendo exigências; a alma lhe serve. Isto parece estranho aos seus ouvidos, porque você está acostumado a pensar: “Eu devo servir minha alma, a minha parte mais elevada.” Mas sua alma lhe serve também; ela quer brilhar através de você, elevá-lo, trazê-lo para o Lar, inspirá-lo a fazer o que você realmente quer para ser feliz na Terra como ser humano. Convide a energia alegre da sua alma para si. Faça isto agora. Permita que ela o envolva, sinta a suavidade dela – nada de compulsão, nada de exigências – apenas o sentimento de ser acolhida de um modo muito profundo. Permita-se ser recebido pela sua alma, e sinta a presença dela no seu corpo como uma capa de Luz radiante.

Então, pergunte à sua alma: “O que é importante que eu saiba agora? O que eu preciso saber de você neste momento?” E sinta sua resposta. Não é preciso escutá-la com palavras. Perceba que tipo de sentimento, que tipo de humor sua alma deseja lhe transmitir. Abandone todos os pensamentos sobre como uma alma deveria falar e suas ideias sobre superior e inferior. Sua alma é a própria vida! É a força vital natural, e sabe onde o equilíbrio é necessário… ou um ritmo diferente… e quer lhe oferecer isso de bom grado.

Se você sentir essa energia da alma fluir ao seu redor e através do seu corpo, observe também o que pode estar bloqueando esse fluxo em determinados pontos. Existe algum lugar na sua aura, ou no seu corpo, onde a Luz não consegue fluir livre e completamente? Então, vá para o local que se sobressai como sendo o mais bloqueado. Não faça julgamentos sobre isso; seja como a alma, observe simplesmente, levemente, com suavidade e abertura. Veja a necessidade nesse ponto do seu campo energético ou do seu corpo, e saiba que não é preciso falar sobre isso nem explicá-lo em palavras; simplesmente permita que o que for necessário flua para esse local.

Você está aqui hoje [ou lendo este texto] porque, por algum motivo, deseja se conectar com um ser canalizado. Mas eu lhe digo que, por traz desse desejo, está um desejo maior de estar no Lar – o lugar onde você pode sentir a realidade de quem você é – e trazer esse Lar para a Terra. É para isto que você está aqui! Sinta como é boa e verdadeira essa intenção! Como você vai fazer isso e que forma ele terá exatamente é secundário. Esse desejo é a voz da sua alma. Sua alma deseja manifestar-se mais clara e plenamente na sua vida.

Sinta como sua alma lhe é familiar – a leveza e a tranquilidade dela. Essa é a voz do amor. Os “deves”, o peso, a pressão, o dever, são as vozes do medo, as vozes que vêm de fora de você mesmo. A voz da sua alma vem do seu interior e, algumas vezes, fala tão baixinho e suavemente, que você não a escuta. Ou sussurra gentil e serenamente: “É tão simples, não é?” E é simples assim! A essência da vida é descomplicada e leve.

Finalmente, peço a todos que sintam nossa energia em comum; a energia de todos nós juntos. Aqui e agora, nós criamos um canal para todos nós também. E isto significa que nós somos nós mesmos completamente e sem coerção; tudo é permitido ser como é, inclusive os lugares escuros e temíveis. E ao mesmo tempo, uma Luz brilha nesses lugares, a Luz de suas almas.

Gostaria de encerrar dizendo a cada um de vocês: tenha respeito por si mesmo, por sua força, pela coragem que você tem demonstrado até agora. Não lhe convém julgar a si mesmo, fazer-se pequeno nem se criticar, embora tenha aprendido que fazer essas coisas é bom ou sensato. Tente aprender a ter respeito por si mesmo e a valorizar sua própria coragem e força. Isto lhe convém; isto abre seu canal para quem você realmente é.

Pamela Kribbe   
        
Tradução: Vera Corrêa
Ver mais mensagens via
Pamela Aqui


(1) NR: Também é conhecido por Issa (Islão), Esu, Emanuel, Sananda, etc. (Espiritualidade) e Yeshua ou Jesus.


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Crenças limitadoras / Fluindo suavemente -- Abraham Hicks

Crenças limitadoras / Fluindo suavemente

Abraham Hicks

Através de Esther e Jerry Hicks

 

Tradução: Oliveiros Costa e Cláudia Giovani

 

                                                                    
Vocês estão entre os raros seres humanos que vieram apreciar o contraste do seu tempo e lugar?

Vocês compreendem que quando um desejo nasce dentro de vocês, ele surge do mesmo contraste que, às vezes, vocês gostariam de manter afastado?

Estão conseguindo perceber que o desejo, que é tão estimulante, não poderia existir sem a variedade? Vocês conseguem perceber que a variedade diz respeito a escolhas?

Isto não é diferente de um bufê ou de uma loja do centro comercial onde você aprecia a variedade. Você não anda por uma loja de roupas reclamando das roupas feias.

É bom e até confortável saber que outras pessoas podem escolher aquelas roupas, enquanto você não precisa fazê-lo.

Você sabe que ninguém vai obrigá-lo a usar aquelas roupas bem como ninguém vai encher o seu prato e obrigá-lo a comer uma comida que não queira.  Entretanto, isso já lhe aconteceu.

Talvez até tenha sido ai que começou o seu medo do contraste, com aquelas pessoas grandes que certamente sabiam o que era certo, forçando você a aceitar a opinião delas até que você cresceu e ficou suficientemente grande para poder, no mínimo, fugir delas.

Através da poderosa Lei da Atração, tudo que você emite nas suas vibrações, regressam para você.

Queremos que compreendam que além do que seus pais tentaram impor, não existe mais nenhuma imposição.  Em outras palavras, só existe a Lei da Atração (Semelhante atrai semelhante.)

E quando você percebe que ao emitir uma vibração, ela é respondida imediatamente, e que, pela poderosa Lei da Atração, tudo que você emite vibracionalmente, regressa a você, então esta coisa de imposição deixa de ser algo com que se preocupar.

Porque (a imposição) não existe, de fato.

Você envia sinais (vibratórios)  a todo instante, que vão na sua frente e que estão sendo respondidos, e as manifestações que vão ocorrendo estão em perfeita sintonia vibratória com a energia que você é e emite.

É bom saber que o que você está sentindo é um sinal verdadeiro daquilo que você está  oferecendo com sua vibração.

E quando for capaz de entender a base de seus sentimentos ou emoções, então poderá entender consciente e exatamente o que significa emitir uma vibração, de forma que você possa ajustar sua vibração, se você assim o quiser, antes de ocorrer a manifestação que sempre responde a ela.

Não existe tal coisa como um "NÃO" neste Universo de Vibrações. Tudo é "SIM". (Nota: No sentido de que tudo que você pede, por meio de vibração, você tem um "SIM" como resposta. Você recebe tudo que você deseja. Ou seja, você tem sempre um "SIM". Não são as palavras, é a vibração que você emite. Você vai receber sempre na mesma proporção do que emitir. Claro, se você pede algo e não sustenta aquela vibração a "coisa" não acontece. Se emite uma energia ruim, um pensamento ruim você vai receber o "SIM" e isso vai voltar pra você. Se você emite uma coisa boa, um pensamento positivo você vai receber um "SIM" e isso vai voltar pra você. Simples assim.)

Assim quando você olha para algo desejado e você diz sim a isso, você está incluindo a coisa desejada na sua vibração.

E quando você olha para algo que não quer e diz Não a isto, você também está incluindo algo que não quer na sua vibração.

Saber  Isso pode (e como) ser muito útil.

Abraham,

Fluindo suavemente por Esther e Jerry Hicks


Fonte: http://www.abrahamhicks.com
Tradução: Oliveiros Costa e Cláudia Giovani


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

A quinta dimensão não é um espaço, é um estado de consciência - Melquisedeque via Elsa

Mestre Melquisedeque  

Através de Elsa Farrus

06.01.2015




Amada menina, é hora de tirar a tampa dos sentimentos humanos, é hora de unificar a mente e o coração. A quinta dimensão não é um espaço, é um estado de consciência de livre manifestação, então, como vocês a vivem é como se manifestará. Muitos de vocês acreditam que um dia se alcançará a quinta dimensão e tudo se solucionará por arte da magia.

Realmente não é assim, vocês sempre estão na quinta ou qualquer dimensão, mas não conseguem perceber por causa de sua realidade. Durante anos vocês se esqueceram da possibilidade de manifestar sua vida por vocês mesmos, por isso sua realidade era absolutamente linear, sujeita a um destino imutável geração após geração.

Agora, com o processo solar de ascensão planetária, todos vocês compreenderam a possibilidade de estabelecer novos desafios ou soluções para suas manifestações, de cancelar seu passado, de criar novas realidades, tudo isso sujeito à sua certeza de coração.

Agora, em plena abertura do coração, tais realidades se intensificam, tais manifestações são quase imediatas, são as mais lindas e sincrônicas ou as mais duras até que atendam algo pendente em seu ser através da consciência, mas, sim, ambas as manifestações são imediatas.

Tal qual vocês vibram, tal qual se manifesta a realidade em absolutamente todas as dimensões.

A quinta dimensão é tão somente um estado de consciência, em que vocês tomam consciência de seu “poder de manifestação à vontade”. Em nenhum momento é um lugar em que tudo fica para trás. Ao contrário, é um lugar onde tudo toma importância e relevância por ser a manifestação divina através de nós, do nosso fluir, dos nossos atos, de nossas palavras, de nossa vibração. É um lugar da alma.

Vocês tiveram esses anos para cancelar seus nós energéticos pessoais e não tiveram, talvez, a oportunidade de terminar, mas não importa: o tempo não existe, o tempo é outra criação de sua mente humana, ele não é linear, é esférico. Por isso, vocês podem ainda mais rápido do que antes encerrar seus processos físicos, equilibrar-se, respeitar-se, amar-se e vibrar.

Vibrar mais do que nunca, mais do que antes, não porque ascenderam, porque há mais luz na Terra ou mais outras mil coisas. Vibrar mais intensamente pela unificação de todas as realidades em UNIDADE. Isso é o que permite, a partir da quinta dimensão, a totalidade, o fluir livremente das almas, a UNIDADE com o todo a partir da unidade consigo mesmo.

Atendam suas emoções, atendam seus desafios (os problemas diários por equilibrar). Por atender seu ser vocês não estão sendo menos espirituais que os outros, ao contrário, se o seu ser consegue um equilíbrio, um fragmento universal brilha de novo, alimentando todo o universo de Luz.

A consciência fractal é aquela em que cada um é consciente de ser parte do todo e vive em unidade. Se há divisão interna, falta de perdão (inclusive de si mesmo), tristeza, pesar, ausência da realidade, tudo isso não permite que o cristal interno de seu coração adquira vibração suficiente para ser um fractal universal, para ser você mesmo em um universo infinito.

A autêntica revolução e a luz, que chamam vocês, a autêntica unidade começa por SER E ESTAR, por PERMANECER... Três condições do silêncio interno, três estados de consciência que movem o mundo ao equilíbrio externo pelo aumento da vibração em mais um ponto do universo.

Querem enviar luz para Gaia? Iluminem-se... Não como seres iluminados, e sim como corações compactados em silêncio que vibram sem expectativas, sem temor, apenas estejam, apenas permaneçam... Então nascerá a autêntica luz de Gaia, que brilhará mais além das estrelas e de sua vida em Gaia, porque os estados de consciência se consolidam em suas almas e percorrem vidas após vidas nessa consciência, plano após plano.

Renunciem ao menos a um estado de consciência à vontade para realizar uma encarnação concreta, mas depois o recuperam.

Vocês são uma fonte de luz infinita que vida após vida tem soltado um pouco dessa luz e os leva a uma experiência que vocês mesmos desenharam, que vocês mesmos planejaram para alcançar uma nova visão, conhecimento ou criação da realidade.

Amados, são vocês os grandes escritores de suas vidas e estas podem ser transformadas desde o presente, e para estar no presente é imprescindível o silêncio interno.

Enquanto continuarem buscando fora, impregnando suas realidades de sentimentos externos, buscando maldade que justifique sua realidade que não lhes satisfaz, não haverá mudança. Sim, haverá quinta dimensão, claro que sim, mas ainda mais estreita e asfixiante até que tomem consciência de sua autêntica responsabilidade no que acontece, seja por suas expectativas de outra realidade e as frustrações consequentes, seja por solidão, por raiva... Revisem bem seus padrões mentais porque eles são os criadores das realidades, eles são o seu desenho do real no dia a dia.

A consciência da realidade e a responsabilidade do que acontece, ainda que não entendam por onde, são os motores da quinta dimensão. Perdão e aceitação é a chave que encerra o passado e lhes permite equilibrar inclusive o que não chegam a entender.

Ninguém é imprescindível na vida de ninguém, somente vocês são o motor da realidade, nem sequer nós, a Irmandade, os seres de luz, podemos alinhar ou aliviar suas criações até que vocês nos peçam intervenção, porque no momento que nos pedem para intervir, com orações, petições, etc., aí sim podemos fazer parte de suas ferramentas para transformar o caos em equilíbrio. Vocês são os autênticos arquitetos de sua realidade.

Um abraço,

Melquisedeque.

--------------------------------------------------------------------- 

Obrigada a todos por compartilhar esta canalização quando sentirem.

Feliz dia a todos.

Elsa



Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/  
Veja mais mensagens de Elsa Farrus Aqui



Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Robôs com vontade própria para MATAR (Planos da NOM)

ONU questiona o desenvolvimento e uso de ‘robôs assassinos’ em guerras

Posted by Thoth3126 on 12/01/2015


NR: Isto está de acordo com os planos da NOM (NWO) para eluminar 90% da população.


Acredita-se que os países Estados Unidos, Grã-Bretanha e Israel (coincidentemente aliados na implantação de uma agenda estilo NWO-Nova Ordem Mundial) estejam desenvolvendo esse tipo de robô, no entanto, esses países não mostraram nenhum interesse em se comprometer com a moratória proposta pela ONU.

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: http://www.bbc.co.uk

Atualizado em 31 de maio, 2013 – 09:03 (Brasília) 12:03 GMT

A Organização das Nações Unidas (ONU) está preocupada com o desenvolvimento dos robôs LARs (Robôs Autônomos Letais, na sigla em inglês) que tem autonomia de decidir quem ou o que destruir.

Pode um robô fazer a distinção entre alvos militares e civis? Entre soldados lutando e os que querem se render?

Quem será responsabilizado por erros, já que robôs não podem ser julgados por crimes de guerra?

Essas são algumas das questões que estão sendo levantadas pela organização, que propõe uma moratória no desenvolvimento desse tipo de armamentos, uma nova geração de máquinas que atacam de forma independente, com autonomia de decisão – ao contrário dos ‘drones’, por exemplo, os aviões não tripulados usados pelos EUA nos Afeganistão, que respondem a comando humano.



Segundo Christof Heyns, relator especial da ONU para execuções extrajudiciais, essa suspensão permitiria um envolvimento internacional significativo no debate sobre a ética do uso dos Robôs Autônomos Letais em conflitos armados.

Acredita-se que os Estados Unidos, Grã-Bretanha e Israel estejam desenvolvendo esse tipo de robô, no entanto, esses países não mostraram interesse em se comprometer com a moratória proposta pela ONU.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Pensamento do Dia, 12 de Janeiro de 2015



  Sathya Sai Baba





Evite gastar tempo precioso em atividades inúteis e esteja sempre vigilante. 
 
Ocupe os sentidos de percepção e ação, e o corpo, em tarefas agradáveis, mas nobres, para mantê-los ocupados. 
 
Não deve haver nenhuma chance para a preguiça (tamas) rastejar para dentro de você. 
 
E, toda ação deve promover o bem dos outros. 
 
Enquanto limitar-se a atividades que reflitam os deveres naturais (swa-dharma), é possível sublimá-las em práticas espirituais para o corpo e os sentidos. 
 
Você também deve se afastar dos objetos sensoriais. 
 
Isto implica em ter um estado de espírito que está além de todas as dualidades que o agitam e afetam, como alegria e tristeza, gostar e não gostar, bom e mau, elogios e críticas. 
 
Tais experiências podem ser superadas ou negadas por meio de exercícios espirituais ou investigação intelectual. 
 
Esforce-se para escapar dos opostos e dualidades, e atinja equilíbrio e estabilidade.



Canal Youtube: Sai Love