Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

CONSTRUINDO UMA “CASA” NOVA PARA A NOSSA ALMA -- Arcturianos via Suzanne

EM TRANSIÇÃO – PARTE 1

CONSTRUINDO UMA “CASA” NOVA PARA A NOSSA ALMA

Suzanne Lie e os Arcturianos

Em 02 de abril de 2015







Saudações, eu sou Suzanne Lie!
Estou dando início a uma série chamada “Em Transição”.
Há tantas coisas mudando tão rapidamente em nossas vidas.
E nossa consciência e nossos corpos passam por um período difícil para se atualizar com todas essas mudanças.

Quando eu era pequena, meu pai era um empreiteiro.
E eu costumava ir com ele às obras, e eu via casas em todos os diferentes estágios de construção.
Lembro-me de que o primeiro estágio era quando havia apenas um concreto no chão, e parecia tão pequeno.
Eu olhava o concreto e dizia: “isso não pode ser uma casa, é pequeno demais”.

Então colocavam uma estrutura de madeira e eu podia ver a estrutura ou cada cômodo.
Aí a casa parecia menor ainda e parecia um labirinto.
A parte divertida era que eu podia atravessar as paredes.
Não existiam barreiras entre os cômodos.
Só havia tábuas altas que saíam do alicerce.

Como criança eu atravessava todas essas passagens diferentes e tentava imaginar como ficariam quando fosse uma casa porque nem parecia como uma casa, ainda.
Então vinha o telhado.
As paredes viriam e começaria a parecer mais com uma casa.

Nesse ponto eu começava a me conscientizar de que mesmo que não parecesse uma casa no início – começava a parecer uma casa quando começava a ter paredes e um telhado.
Mas o telhado não protegia porque eram apenas fileiras de madeira, o potencial para alguma coisa que iria acontecer.

Inicialmente eu não sabia o que ia acontecer.
Mas eu sabia que tinha que ser cuidadosa porque havia todos os tipos de coisas em que eu não podia subir, coisas que eu não podia tocar e coisas que eu tinha que ter cuidado, pois podiam cair.

Estou contando isso porque é igual à nossa trajetória para a Ascensão.
Quando estamos no físico, nós nos percebemos muito pequenos e apenas um humano pequeno.
Então, conforme começamos a passar por esse processo de transformação para o nosso Eu Corpo de Luz, as coisas começam a mudar.
Mas nós não sabemos quais são essas coisas.

De repente nós sabemos que nossos alicerces antigos não funcionam mais e que precisamos construir um novo alicerce.
Tantos de nós estamos deixando empregos antigos e trabalhando por nós mesmos.
Nós percebemos que não temos que fazer o que não queremos fazer, e não vamos fazer o que não queremos fazer.

Mas nós realmente não sabemos exatamente o que queremos fazer, apesar de estar bem claro o que nós não queremos fazer.
Então, portanto, temos de estar dispostos a passar pelo processo de apenas definir o projeto.
Eu também me lembro de observar os projetos do meu pai.
Eu os considerava muito interessantes porque eles eram azuis com linhas brancas impressas.

Eu estava acostumada com tudo ser branco com linhas azuis ou pretas impressas nos projetos.
Esses projetos para a nossa Ascensão são assim.
Eles são diferentes.
São impressos com Luz – Luz Branca.
Então, ao invés de fazer o alicerce com concreto, nós estamos fazendo um alicerce com Luz Branca.

Primeiro precisamos começar pelo alicerce e saber que o alicerce provavelmente irá parecer muito pequeno.
Portanto, nós temos que ter cuidado para não exagerar no início.
Nós podemos pensar que podemos fazer tudo, mas então construir essa casa pode sair bem caro e demorar muito.

Então é melhor nós construirmos um alicerce em que nos sintamos confortáveis porque sempre podemos acrescentar à nossa nova casa, nossa nova vida.
Desta forma temos a chance de estabilizar cada alteração que estamos fazendo, pois estamos fazendo muitas alterações agora.

Ao invés das paredes serem algo que não se pode ver através – feitas de madeira, essas paredes são algo que se pode ver através – feitas de Luz.
Então estamos definindo nosso projeto, mas é um projeto virtual porque ele envolve nossa realidade de vida.
Tal como eu podia andar na casa e olhar através das paredes e caminhar pelo que seriam os cômodos.

Este é um estágio da “construção” em que estamos agora.
Estamos no estágio em que estamos construindo nossa vida com uma estrutura de alicerce de Luz, paredes de Luz, cômodos de Luz.
Até aqui nós podemos caminhar entre todos esses cômodos.
Nada é feito de pedra.
Tudo é uma ótima ideia.

Entretanto, quando vamos pôr o telhado precisamos realmente ter certeza de como queremos os cômodos na nossa casa.
Os cômodos representam as áreas de nossa vida em que desejamos estar.
Há áreas de nossa vida como nossa cozinha.
Em nossa cozinha, nós temos que encontrar um modo de nutrir nosso corpo físico.
Nosso corpo físico está em grande transição, pois está sendo reconstruído enquanto nós ainda estamos nele.

Portanto, nós temos que pensar sobre o que comemos, quando comemos, onde comemos, como comemos.
Não podemos mais enfiar um monte de comida sem qualidade (junk food) em nossa casa, nossa cozinha e nosso corpo porque estamos com pressa e queremos ganhar tempo.
Não – agora nós temos uma nova “cozinha” em nossa “nova casa” que NÓS estamos criando.

Nós queremos ter comida boa em nossa casa nova, alimento que nos nutre.
Agora, nós não sabemos qual é esse alimento até realmente entendermos nosso corpo.
Então, a nossa “cozinha” tem muito a ver com entender o que nosso corpo quer comer em cada AGORA porque todos nós somos feitos de uma estrutura diferente e todos nós temos seres galácticos diferentes dentro de nós.
Todos nós temos culturas diferentes e hábitos diferentes.

Nós teremos que nos nutrir diferentemente.
Nosso corpo, se nós perguntamos, definitivamente nos diz: “Não, não posso mais comer isso. Olhecomo eu me sinto”.
Então nosso corpo nos mostrará exatamente como ele se sente quando nós lhe damos essa comida.
Portanto nós temos que abandonar essa comida porque ela é densa demais para o nosso corpo em transmutação.
Nós temos que largartodos os tipos diferentes de comida que nós gostávamos de comer porque nós apenas não podemos mais comê-las.
Este é um dos nossos primeiros sacrifícios.

Agora vamos para o nosso novo quarto.
Nosso quarto novo é onde dormimos.
Dormir está totalmente diferente agora.
Como estamos transmutando em nosso Corpo de Luz, estamos começando a ter sonhos que ao acordamos nos lembramos deles.
Então nos é pedido para anotar esses sonhos assim que acordamos porque há uma mensagem interdimensional que iremos esquecer quando baixarmos nossa consciência de volta à nossa vida 3D.

De fato, eu acordei esta manhã com a mensagem de estar em transição e pensando nas idas às casas que meu pai estava construindo quando eu era pequena.
Então eu ouvi: “Todos vocês estão em transição”.

Dormir é uma transição importante, novamente, nós teremos que ouvir ao nosso corpo.
Nada mais de nos forçarmos para a real margem virtual de exaustão completa porque nossos corpos já estão sobrecarregados com o processo de transmutaçãopara uma frequência mais alta.
Então quando nosso corpo diz: “Estou cansado, preciso descansar”, nós precisamos dizer: “Certo, vou me sentar um pouco. Vou descansar. Vou deixar essa coisa importante fazer uma pausa e essa coisa importante faz uma pausa porque AGORA a coisa mais importante em minha vida é que Eu Estou transmutando para a minha expressão pentadimensional do eu”.

Nós podemos fazer assim, basta nos lembrarmos de: “Eu tive tantas encarnações na Terra, mas esta é a minha última encarnação na Terra física. Eu estou pronta para Ascender com Gaia. Eu estou pronta para ser uma dos que irão povoar a versão pentadimensional da Terra com meu Corpo de Luz pentadimensional. Então eu estououvindo as instruções que escuto dentro de mim”.

Agora, ao irmos para a sala, como nós queremos viver?
Agora, nós sabemos que não queremos mais viver na pressa, na correria de:
“Sim, eu devo.”
“Ah, eu deveria.”
“Estou atrasada.”
“Fulano me disse que eu tinha que...”
“Se eu não faço isso, então fulano ficará nervoso comigo.”

Nós sabemos que já chega de viver desta maneira.
Nós não queremos que alguém externo a nós seja a pessoa que nos diz como viver nossas vidas.

Nós queremos viver nossas vidas do modo como sentimos dentro – dentro de nosso corpo.

Nós sabemos quando estamos fazendo algo que amamos porque estamos alegres.
Nós ficamos felizes quando somos criativos.
Nós podemos fazer algo criativo por horas e simplesmente parecer maravilhoso.
Nós sabemos quando estamos fazendo algo que não queremos mais em nossa vida porque nós ficamos cansados, entediados e distraídos.
Portanto, nós adiamos e adiamos e finalmente no último minuto – nós relutantemente fazemos.

Agora nós precisamos encontrar meios de recriar nossa vida para que possamos delegar tudo que não gostamos de fazer.
Se nós não podemos absolutamente delegar para outro fazer, então nós precisamos abandonar o drama e ouvir aos nossos corpos.

Nossos corpos dirão: “Certo, tudo bem, creio que posso fazer essa coisa agora. Não estou feliz por fazer, mas eu sei que ainda é um componente da minha vida e com disposição e felicidade vou liberar no primeiro momento que eu puder. Mas no AGORA ainda é um componente da minha vida. Portanto ao invés de ficar nervoso, resmungão e triste, vou dizer: ‘Abençoado SEJA e ESTOU feliz o bastante para ser capaz de, de vez em quando, fazer alguma coisa que não me deixa feliz. Eu sei que vim aqui para a Terra não apenas para construir a minha própria casa nova. Eu sei que essa minha casa nova representa o processo de construir NOSSA Nova Terra’”.

Agora, não vamos nos esquecer do banheiro.
O banheiro é onde nós deixamos ir e onde nós nos limpamos.
Agora vamos deixar ir mais e mais coisas.
Coisas que pensávamos que TÍNHAMOS que fazer e dizíamos: “Como eu poderia sobreviver sem fazer isso?”.

Vamos considerar o nosso novo telhado, não o telhado antigo que excluía o mundo, mas o novo telhado que é um telhado de Luz que nos conecta com os nossos novos mundos dimensionalmente superiores, e então, quando formos ao nosso banheiro nós saberemos que:

“Eu posso DEIXAR IR isso, posso DEIXAR IR aquilo, eu posso DEIXAR IR muitas coisas.”

“Toda vez que faço mais um serviço pequeno na minha casa nova, eu entendo para onde estou indo, quem estou me tornando. Agora eu sei que esse processo é um que esperei por inúmeras, incontáveis encarnações e um que planejei por incontáveis vidas. Portanto: Eu vou me permitir SER paciente porque estou construindo uma casa sem um projeto. O único projeto que eu tenho para essa casa é o meu Coração Superior e eu preciso abrir meu Terceiro Olho para ser capaz de conscientemente entrar no meu Coração Superior.”

“AGORA eu me lembro de que: dentro do meu Coração Superior está toda a Sabedoria que sempre obtive em cada uma e todas as minhas encarnações. Dentro do meu Coração Superior está todo o Poder Multidimensionalque eu obtive em todas as minhas jornadas ao amado planeta de Gaia. E dentro do meu Coração Superior está o meu Amor Incondicional que eu obtive em todas as minhas realidades no Corpo de Gaia.”

“Eu sei que o segredo de construir minha casa nova é este: eu preciso coletar toda a Sabedoria Infinita que eu reuni em todas as minhas encarnações no corpo de Gaia. Eu preciso coletar todo o Poder Multidimensional que eu obtive das inúmeras lições de minhas vidas incontáveis. E eu preciso usar todo o Amor Incondicional que me é enviado das minhas expressões superiores do EU e também de todos os meus amados guias dos mundos Galácticos, Angélicos e Celestiais.”

“Eu sei que estou preparada para construir minha casa nova. Eu sei que deixar ir aquilo que preciso deixar ir para construir essa casa nova não será fácil. Eu também sei que eu terei que fazer muitas, muitas transições.”

“Felizmente eu me lembro do poder do Amor Incondicional e do Fogo Violeta. Portanto, eu me lembro de que eu não tenho que ter uma transição dolorosa. Tudo que eu preciso fazer é me enviar Amor Incondicional e chamejar qualquer desafio com o Fogo Violeta para transmutá-lo em Luz.”

Que a bênçãos SEJAM para TODOS vocês e lembrem-se de se enviar
          Amor Incondicional e Fogo Violeta.

Sue e os Arcturianos

Como vai sua transição?
Como seu EU Superior está assistindo você?
Por favor, compartilhe.
Sua contribuição é MUITO importante.
VOCÊ é muito importante.




Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Suzanne Lie
 
Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

ARCANJO GABRIEL, 24 DE ABRIL DE 2015 -- Shelley Young

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL 

Canalizado por Shelley Young






Há um condicionamento que existe em muitos de vocês que foi reforçado por muitas gerações de seus ancestrais.
Era a mentalidade de nós versus eles, que foi criada pelo sofrimento das massas e era perpetuada por aqueles que usavam o poder para manter as pessoas desempoderadas.
As pessoas se uniam por sua carência, por sua consciência de vítima, pelo seu desconforto.
Tornou-se um meio de unidade na separação, um modo de conexão, no qual elas procuravam encontrar conforto.


Isso ainda é continuado por muitos seres humanos até hoje.
As pessoas se conhecem e a primeira coisa que elas fazem é começar a compartilhar como sua vida é dura para elas.
Elas fazem isso para obter aceitação e para se unificar com os outros, para não parecerem iguais àqueles que procuram manter as massas pequenas e desconfortáveis.
Até hoje esta é uma das razões principais de as pessoas relutarem para compartilhar suas alegrias e sucessos com os outros.


Queridos, e se vocês vissem os sucessos dos outros como um sinal garantido de que o sucesso está vindo para vocês também?
E se vocês comemorassem o crescimento e alegria dos outros como se fossem seus?
E se vocês compartilhassem o que está certo e é maravilhoso em suas vidas no segundo em que um vê o outro?
E se vocês vissem o universo como completamente abundante com mais do que suficiente para todos?


Nós lhes diremos o que aconteceria.
Vocês finalmente estariam entrando em seu poder autêntico e consciência de unidade que é baseada na criação e no que vocês desejam experimentar mais.
Vocês sairiam do julgamento e entrariam no amor incondicional, vivenciando a alegria do outro como a sua própria alegria.
Todos vocês estariam encorajando e elevando uns aos outros, e finalmente, finalmente largariam o hábito de se considerar pequeno e de viver na preocupação e carência.
Vocês brilhariam sem medo, o que permitiria que suas vidas melhorassem e evoluíssem de modos maravilhosos.


Não é hora?
Não é hora de vocês criarem um lugar seguro para compartilhar entre si e brilhar, finalmente demonstrando que o sucesso de um é o sucesso de todos?


Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
 

-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Shelley Young

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Mateus, 22.04.2015

Matthew Ward - 22.04.2015

Através de Suzanne Ward

Tradução:  Melk Sales


Germanwings Vôo 9525 / Livre Arbítrio



Com saudação amorosa de todas as almas nesta estação, este é o Matthew. Acontecimentos durante os últimos meses têm solicitado numerosos trabalhadores da luz a perguntar e muitos outros a refletir: por que o livre-arbítrio das pessoas que fazem coisas terríveis, tem prioridade sobre o livre-arbítrio das pessoas que não querem ser aterrorizadas ou mortas?

Família amada, nunca foi dada prioridade a ninguém, nem nunca será. Governantes dos universos são obrigados a honrar o dom do criador do livre-arbítrio para cada alma, e Deus incorporara o decreto em leis que regem a vida neste universo. Como tudo na existência, as leis são energia e energia não tem nenhuma capacidade de raciocínio, não tem capacidade de priorizar ou de tomada de decisão sobre qualquer coisa. O que toda energia pode fazer é vibrar em uma freqüência ou outra, de acordo como ela é usada, e em nossa explicação, é como as pessoas que vivem na terra a usam.

O funcionamento ordenado do universo requer um ato contínuo de equilíbrio para manter a frequência vibracional equilibrada, então quer dizer; como o microcosmos do universo que, em cada momento, afeta seus estados, almas têm seus próprios atos de equilíbrio. Antes do nascimento, eles — ou melhor dizendo, todos nós! — entramos em acordos com outras almas, e dentro dos acordos, são todos contratos individuais dos participantes que incluem tudo o que eles precisam para equilibrar outras vidas. Que é o Karma.

No entanto, como Criador decretou que o livre-arbítrio tem toda a prioridade, tudo nos contratos - que há mesmo um contrato - deve ser esquecido quando as almas encarnam. Na verdade, este é um bom negócio — caso contrário cada vida estaria apenas seguindo uma programação em vez de tomar decisões livremente e aprender com os resultados. E, orientação em consonância com os contratos é permitida através de mensagens da alma para a consciência, mas todos tem o livre arbítrio para atender aquela orientação ou desviar-se para longe. De qualquer forma, as almas ficam sujeitas ao carma e não é "bom" nem "mau"—é o meio pelo qual a vida passada pode ser equilibrada na próxima através do preenchimento do karma, ou lições cármicas, no contrato de alma.

Às vezes, a vida termina antes que os contratos possam ser completados. Tal foi o caso em duas ocorrências recentes, e deveremos partilhar com o que aprendemos sobre eles com colegas no Nirvana. Das 150 pessoas a bordo Germanwings vôo 9525, apenas três chegaram a janela de flexibilidade na cláusula de longevidade dos seus contratos — ou seja, aqueles indivíduos que completaram a sua seleção de lições cármicas, missões e outras experiências,e eles teriam que fazer a transição para a vida espiritual de alguma maneira dentro de dias ou semanas.

Ao chegar no Nirvana, cada pessoa foi carinhosamente recebido e saudado por nome, corpos etéricos foram reforçados, cuidado personalizado foi dado para tratar todo o trauma psíquico que ocorreu a qualquer momento antes do acidente. Durante todo o período de cicatrização, membros da equipe médica no campo de transição de alma fizeram presença constante.

Como estes recém-chegados tornaram-se prontos para juntar-se a outros no seu mundo espiritual, a cada um foram dadas as opções da residência e atividades diversas, e todos os que ainda não tinham concluído seus contratos também foram oferecidos três opções. Termine as lições cármicas no Nirvana, onde viver e aprender são muito é alegre do que na terra. Receber todo o crédito para lições aprendidas parcialmente e, em um novo acordo com outras almas, encarnar-se relativamente rápido para acabar com o resto do contrato original e adicionar tudo o que é desejado no tempo de vida novo. A terceira opção é, em um acordo com alguém na terra, providenciar uma transferência de alma, ou "entrar" — a vantagem é está "salvando" anos, inserindo-se num corpo adulto em vez de um recém-nascido(*), mas porque existem sérios desafios, também, raramente é escolha de uma alma.

Queremos falar sobre outro aspecto da queda do avião. O consenso de seus analistas é que o co-piloto, Andreas Lubitz, planejava cometer suicídio por bater deliberadamente o avião, desconsiderando as vidas de todos os outros a bordo. Isso não é assim, de acordo com a equipe médica dando atendimento personalizado para tratar a psique traumatizada de Andreas, que está se recuperando lentamente devido a profundidade de desespero quando soube o que tinha acontecido.

O que foi usado como prova para fundamentar o consenso, foram os esforços determinados do jovem a superar sua fragilidade emocional, incluindo informações de Internet que ele sentiu que poderia usar de maneira positiva para fortalecer os processos de pensamento saudáveis, especialmente durante os voos. Momentos depois que o piloto saiu do cockpit, a consciência de Andreas "estalou" — ele não tem memória do instante ou o que aconteceu depois. Se isso pudesse ser conhecido, embora isso não consolaria aqueles que amam as pessoas que caíram com o avião, ao menos pode dar um pouco de paz de mente e coração  aos familiares e amigos de Andreas. Nós devemos acrescentar que ele não era uma das três pessoas que tinham completado seus contratos.

A segunda ocorrência é o massacre em uma Universidade queniana pelos terroristas do al-Shabaab, onde quase o mesmo número de vidas foram perdidas como na queda do avião. No entanto, nenhum dos contratos de pessoas que morreram na carnificina universitária tinha uma expectativa que suas vidas iriam terminar naquele momento, e todos têm as mesmas três opções acima mencionadas. Desejamos que todos pudessem conhecer a recepção carinhosa e atendimento personalizado dado a cada pessoa cuja vida foi encerrada, mas suas famílias e amigos queridos conhecem apenas o desgosto da perda chocante e seus mundo de bobinas de comportamento bárbaro que é incompreensível.

Alguns dos contratos dos sobreviventes incluem uma "experiência traumática, não-letal" com flexibilidade quanto ao tipo e tempo — duradouro que teve lugar na Universidade cumpre essa disposição. Sobreviventes que não precisavam desta experiência para  o equilíbrio pode colocá-lo em segurança, de certa forma, para o "crédito" em uma vida diferente ou dar para alguém no grupo de acordo, cuja luta com lições cármicas foi mais difícil do que o previsto; em ambos os casos, o desejo de sobrevivência iria impulsionar uma serpentina de energia na direção apropriada. Se os sobreviventes cujas feridas têm resultados de mudança de vida fora de seus contratos, alterações serão feitos a nível de alma para fornecer outras experiências que farão suas vidas tão significativas como elas escolheram a cumprir.

Porque os autores do ataque excederam em muito suas disposições contratuais que iria ter equilibrado as experiências anteriores, ficaram sujeitos a carma que pode exigir várias vidas antes do equilíbrio ser alcançado. No Nirvana, assim como na Terra, sempre aumentando as vibrações, seria energeticamente barradas psíquico e padronização celular com carma desta gravidade; Quando estas pessoas morrem, sua energia de vida automaticamente irá atraí-los para o mundo espiritual de uma civilização de baixa  terceira densidade e sua próxima encarnação será nessa população.

Há um outro aspecto dos acordos pré nascimento, que são projetados para o crescimento espiritual e consciente de todos os participantes da vida compartilhada: quando a vida de uma pessoa termina antes da conclusão do contrato, ela afeta todos os outros no grupo, além de profundas emoções. Para adultos, isso pode incluir o cônjuge, crianças, pais, irmãos, outros parentes, amigos, colegas, todos os outros com quem a pessoa tinha laços próximos e aqueles com os quais laços teriam se desenvolvido nos últimos anos. Quando uma transição "prematura" acontece a uma criança, além de família, pode haver colegas, professores e amigos, bem como todos os outros que se tornaram importantes na vida do jovem durante todo o tempo escolhido. Os contratos de cada pessoa que teve ou teria tido um papel significativo no tempo de vida que foi interrompido devem ser alterados para proporcionar a todos aqueles indivíduos oportunidades equivalentes para completar suas lições cármicas. O original e subseqüente combinar-se das almas acontece no continuum, onde tudo está acontecendo simultaneamente.

Parte de todos em um acordo é importante; no entanto, os contratos dos indivíduos e sua finalidade podem variar consideravelmente. Por exemplo, uma alma pode concordar em ser o "Capitão", assim por dizer, para dar a outros participantes a oportunidade de fortalecer seus pontos fracos em uma ou mais áreas que esta alma dominou como paciência, generosidade, humildade, perdão, compaixão, autodisciplina, honestidade, bondade, ser sábio pai, diligência. Nestes casos, o "Capitão" serve a outros não por criticar suas falhas, mas por exemplificando admiráveis atitudes e comportamento que os outros podem ser inspirados a imitar.

Ou, uma alma pode concordar em expor as características que são indesejáveis, talvez ciúme, raiva descontrolada, egocentrismo, preguiça, arrogância, mesquinhez, ressentimento ou deslealdade. Se ao observar que essa pessoa esteja magoada, ofensiva ou nociva aos outros, no acordo aprendem a não agir dessas formas, eles podem equilibrar outras vidas em que um ou mais desses traços eram dominantes.

Se um indivíduo tornar-se amplamente conhecido e respeitado, o acerto de “Capitão de equipe" pode ser revertido e incluem um pequeno número de participantes cujos valores, realizações, encorajamento e assistência são fortes incentivos para que o indivíduo designado possa aderir aos padrões elevados, perseverar apesar da oposição e contratempos e continue se esforçando até notáveis realizações sejam atingidas. Isso pode ser o caso mesmo se o indivíduo credita a uma pessoa específica como a fonte de inspiração para o seu sucesso.

Geralmente as almas escolhem viver em circunstâncias pobres para equilibrar uma vida de riquezas e facilidade, com pouco ou nenhum interesse em ajudar as pessoas em extrema necessidade.

Quando uma alma encarna numa região devastada pela guerra e pobreza e é órfão como um jovem que deve fazer seu próprio caminho, a partir daí, é possível experimentar o medo e as dificuldades graves que tinham acontecido a criança devido a ações desta alma em uma vida diferente.

Uma alma pode escolher uma vida breve, em uma família amorosa, em um ambiente tranquilo para descansar após uma longa e cansativa vida de labuta e para servir a outros propósitos, também. A perda de um filho oferece aos familiares a oportunidade de canalizar a dor em esforços significativos; também pode fortalecer os laços familiares ou separá-los, consoante o que os outros podem ser necessário para o equilíbrio.


Como nossos exemplos mostram, acordos podem conter muitos participantes ou apenas alguns, e nenhum deles sabe o que foi acordado. Se sua consciência está confortável com as decisões que afetam a vida dos outros, isso é uma indicação de que você está agindo em conformidade com o seu papel de contrato, mas não há nenhuma maneira de saber se as pessoas primárias em sua vida estão a seguir ou seriamente partem delas — é por isso que a orientação espiritual é, não julgar os outros. Não que isso significa tolerar ações que considerem injustas ou repreensível, mas sim que não julgue as pessoas.

Se a luz realmente está aumentando no planeta, por que há ainda muita violência e brutalidade? Em mensagens anteriores, dissemos que um efeito de aumentar a intensidade da luz é a ampliação das características humanas e, comportamentos — "bom" torna-se melhor, "mau" torna-se pior. A maioria das pessoas no seu mundo está respondendo positivamente por serem mais amáveis, mais atenciosas, generosas, cooperativas, úteis e mente aberta. Isso não gera audiência, por isso não ouve sobre elas.

No entanto, mesmo que o foco principal da mídia ainda é sobre os indivíduos e grupos organizados, cujas ações são violentas e brutais, a cobertura também tem incluído  desenvolvimentos positivos. Você está ouvindo sobre inovações em fontes de energia renováveis e avanços na pesquisa médica; cidadãos revitalizando suas aldeias, vilas ou cidades; expandindo os esforços de preservação ambiental e restauração; e, ocasionalmente, multimilionários que estão compartilhando sua riqueza abundante.

Na verdade muito mais deve ser feito e será, mas por favor honrai vos a si mesmos como nós fazemos e celebrem conosco seu progresso esterlino até o momento. Vocêsque sabem que são trabalhadores da luz e os muitos milhões que também são, mas que não  se quer conhecem essa palavra, são a vanguarda da sua sociedade, aqueles que estão constantemente movendo seu mundo em direções positivas.

Deixe-nos dar um exemplo dos aspectos positivos e negativos da ampliação da luz. Depois de anos de medidas punitivas contra o Irã por seu programa de desenvolvimento nuclear, uma série de conversações entre os líderes do país e outros produziu recentemente um quadro para uma solução diplomática, com ambos os lados fazendo concessões para chegar a esse estágio inicial da cooperação. A maioria em seu mundo saudou-a como positiva, embora o primeiro passo tenha sido tênue, mas foi profundamente denunciado pelo aumento da negatividade das pessoas dentro das fileiras dos Illuminati ou sob sua influência que querem esta questão tratada com poderio militar. Apenas o topo dos Illuminati ainda estão segurando a ilusão de que desestabilizar ainda mais o Oriente Médio vai deixá-los ganhar o controle da região e continuar a sua marcha em direção a dominação global.

Os leitores tem perguntado se as seguintes afirmações são verdadeiras: um asteróide vai destruir a terra em setembro. Uma força de polícia militarizada irá reunir dissidentes nos Estados Unidos e prendê-los em acampamentos FEMA-operado. Tropas estrangeiras foram trazidas para matar americanos, porque o exército americano não vai atirar em seus próprios cidadãos. Muitos milhões se afogarão com os mares subindo e inundando zonas costeiras bem afastadas. A cabala está controlando a mente das pessoas através de inoculações contendo “microchips"programados. Os illuminati causarão caos global através da criação de um holograma de ETs invasores que eles vão alegar que são as forças do anti-Cristo. Este ou aquele ato terrorista “bandeira vermelha" vai ser a desculpa para impor a lei marcial. Uma civilização escura fingindo ser benevolente está em torno do planeta Terra. Terceira Guerra Mundial será iniciada pelo lançamento de um míssil nuclear intencional ou acidental. A cabala está preparando áreas sob um número de edifícios para habitação temporária, rotas de fuga e/ou arsenais.

Esses são exemplos de informações distorcidas, desinformações ou interpretações distorcidas, planos de contingência desatualizados, possíveis alterações de terra/mar, tática de medo, mentiras ou falsidades em mensagens canalizadas por base entidades que afirmam ser respeitadas fontes de luz. E, assim como nem todas as informações na Internet são válidas, nem tudo o que médiuns dizem aos seus clientes também é. Um leitor escreveu que um amigo disse-lhe que um médium lhe tinha dito: as pessoas na Terra iriam ser transportadas para um planeta muito grande que é suficientemente grande para conter a população da terra. Seria uma viagem de várias semanas para nos salvar, porque o ambiente na terra tornou-se inabitável. É um grupo mais avançado amigável, que disse que eles estavam oferecendo a sua ajuda para uma experiência melhor, pacífica e amorosa que parecia agradável. O leitor acrescentou a pergunta: "Você sabe se as pessoas serão movidas para fora do planeta Terra em um ano, terminando em nove?”

Dizemos isto, meus queridos, porque vocês são inundados com informações, algumas delas chocantes ou assustadoras, muitas delas conflitantes, e nós sabemos que às vezes é difícil de discernir o que é verdade e o que não é. Quando seus pensamentos não são claros sobre um problema que você sente é importante, pedir a resposta dentro, então acalmar sua mente e ouça o que vem do seu coração e alma. Deus disse: "o coração é a sede da alma", e a alma sabe a verdade. (Gabriel: Recomendo que leiam também a mensagem do Ashtar onde ele fala sobre o discernimento Aqui - E um áudio que gravei recentemente sobre o mesmo tema Aqui)

Alguém que sabia que a recente viagem da minha mãe, incluída a visitar a nossa família no Peru perguntou se extraterrestres estiveram envolvidos no desaparecimento dos Incas de Machu Picchu ou os edifícios antigos com pedregulhos precisamente encaixados que pesam mais de cem toneladas. Você pode estar interessado nas respostas.

Quando os moradores de Machu Picchu sabendo que forças espanholas chegaram a Cusco e continuavam sua conquista sangrenta de queda a partir dessa altitude, eles começaram a construir uma trilha até o outro lado de sua Comunidade Andina inferior; Quando ficou pronto, eles começaram sua jornada para a segurança e o último da fila disfarçava o início da trilha. Apesar de que foi descoberta junto com as ruínas, pouca ou nenhuma conexão foi feita entre a trilha e o seu propósito.

Para acomodar o desejo dos peruanos por muros altos, fortes e monumentos, membros de civilizações avançadas, vivendo entre eles usou tecnologia de teletransporte, levitação e laser. Assistência semelhante foi dada em outras áreas onde rochas gigantescas também tiveram que ser transportados muitas milhas para os locais de construção, para pirâmides ou estruturas como Stonehenge e as cabeças da ilha de Páscoa.

As pessoas que viveram nesses tempos foram gratos pela amizade e ajuda dos extraterrestres. Queridos, vocês tem infinitamente mais uma razão para sentir-se gratos — sua família universal salvou a vida de seu planeta Terra há cerca de 80 anos e eles têm ajudado vocês de maneiras vitalmente importantes desde então. Seres iluminados por todo este universo estão aguardando ansiosamente o dia quando pessoas de outras civilizações em naves acima de você, que residem entre vós, ou vivendo no interior da terra podem recebê-lo como amados membros da família, que você é.

(*) Matthew está falando do processo Walk-In / Walk-Out. Leia sobre isso Aqui.


AMOR e PAZ. 

Suzanne Ward. 
 
suzy@matthewbooks.com
Em: Sementes das Estrelas 


-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Suzanne Ward

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

O Retorno de Inanna: Marduk e a Guerra – 09 -- V.S. Ferguson

O Retorno de Inanna 

 Marduk e a Guerra 

 09


Posted by Thoth3126 on 25/04/2015

inanna-maça-serpente-direita
“Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento?” – Provérbios 1:22


O Retorno de Inanna: IX – Marduk e a Guerra


“Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”…

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Capítulo I do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

… “Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução.

Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.



Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER)“.

Partes anteriores:
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-ninhursag-03/

IX.- MARDUK E A GUERRA

Marduk, o filho mais velho de Enki, é o último homem na galáxia a quem eu quereria ter como marido. Enki amava a vida e às mulheres de todas as raças e por isso engendrou muitos, muitos filhos, os quais competiam entre si por terras, reino, exércitos, poder e riqueza.

Meu marido Dumuzi era o mais jovem dos filhos principais, mas já estava morto e não representava uma ameaça para nenhum dos outros. Nergal, casado com minha meia-irmã Ereshkigal, era o segundo na linha do poder. Enki chegou até a engendrar um filho com sua nora Ereshkigal. Possivelmente foi assim como ela recebeu o comando das terras Antípodas, onde Nergal reinava com ela. Enki teve muitíssimos outros filhos que chegaram a ser um verdadeiro ninho de víboras de irmãos e irmãs.

Então aparece em cena Marduk, que reclamava tudo para si mesmo. Alguns poderiam pensar que Marduk era de Marte, mas quaisquer que fossem seus gens reais, nasceu como um tirano réptil inato. Saiu da matriz de sua mãe calculando como ia controlar cada coisa e a cada pessoa. Todos os rasgos répteis clássicos convergem em um grande Marduk.



É muito alto, de olhos vermelhos penetrantes e pele amarela olivácea que é um pouco escamosa. Tem vestígios de guelra nas bochechas. Nasceu com uma cauda como seu pai Enki, mas mais tarde a fez tirar por meio de cirurgia laser. Ele alegava que a cauda lhe estorvava, mas todos sabíamos que sua vaidade o tinha obrigado a corta-la. A muitos parece que Marduk é esquisitamente belo, friamente magnífico e que tem uma mente brilhante e a concentração de uma serpente. Ele possui sim uma espécie de beleza, para quem gosta dessa espécie reptiliana.

Os filhos de Enki sempre estavam discutindo e brigando entre si, inclusive quando eram meninos. Quando Enki e seu irmão Enlil lutavam pelo poder, também assim o faziam seus filhos. Poderia haver alianças temporárias, mas cedo ou tarde um queria impor-se sobre os outros e os irmãos chegavam aos golpes e abriga recomeçava. Quando eram meninos, alguns dos moços receberam horríveis feridas das armas de plasma.

Algumas das mães rivais ensinavam a seus filhos a colocar formas de pensamento de demônios imaginários nos sonhos dos outros pequenos. As mulheres aprenderam que se os filhos se mantinvessem no poder, também elas obteriam vantagens. Começaram a descuidar de suas filhas e só se preocupavam com procurar matrimônios poderosos para as pobres garotas.

Uma reunião familiar freqüentemente era um desastre e às vezes chegava a converter-se em um motim. Os homens brigavam e suas mães os açulavam. Normalmente Enki se retirava no meio do embate, com temor e desespero. Ele nunca gostou de disciplinar a ninguém, especialmente seus filhos.

Depois de muitos conflitos e enganos, Marduk recebeu o Egito para que o governasse. Enki preferiu ficar no Abzu trabalhando em seus projetos genéticos, de modo que lhe entregou o domínio do rio Nilo e os territórios adjacentes ao Senhor Marduk. Imediatamente Marduk começou a construir enormes estátuas monolíticas de si mesmo por toda parte. Estas obras de arte aumentavam sua beleza e tinham como fim intimidar ou aterrorizar aos Lulus. O mandato por meio da intimidação era o código de Marduk. Todos os tiranos da história da Terra de um modo ou outro se inspiraram no primogênito de Enki.


O livro perdido de Enki, conta a saga do deus de Nibiru da criação do Lullu (Adapa, Adão) o homem de “barro” como trabalhador escravo dos “deuses”.

Como o Egito era o domínio de Enki, sua prole ficou encarregada de regular os padrões climáticos ao redor do Nilo. Deste modo se controlava o fornecimento de água e se evitavam as inundações. Em Nibiru o controle do clima se faz por meio de reguladores de freqüência. Na Terra um satélite em forma de disco de eletroprata e ouro cruzava os céus e, por meio de emissões magnéticas que vocês ainda não conhecem, regulavam-se as quantidades de água e a formação de nuvens.

Este procedimento fez que os Lulus pensassem que nós controlávamos o sol e que nós éramos deuses que eles deveriam adorar. Marduk adorou esta idéia e se autodenominou o Deus do Sol, Ra, e por todo o Egito fundou templos onde lhe adoravam. Ele era extremamente vaidoso e sempre queria impor-se com a sua vontade.

Denominado como o Deus Sol, o Brilhante, o Possuidor do Céu e da Terra e quase todo título que se dava aos outros deuses, Marduk o apropriaria cedo ou tarde. Até mesmo seu pai Enki o temia. Parecia que Marduk tinha o poder de submeter a mente de Enki; exercia uma espécie de controle mental sobre seu pai. De algum modo toda a força de Enki se transferia a Marduk, o que deixava a Enki impotente.

A grande pirâmide de Gizé era chamada de Ekur, uma palavra que quer dizer “a casa que é como uma montanha”. Enki e seus filhos construíram este Ekur em Gizé. Marduk escolheu o lugar e Ningishzidda, o filho de Enki e Ereshkigal, instalou a tecnologia nibiruana lá dentro da imensa construção.

A pirâmide era o gerador principal de poder que usávamos em todos nossos veículos espaciais, os discos que controlavam o clima e os sistemas de comunicação. Nessa época as transmissões das Pléyades, de nosso planeta Nibiru e da estação de órbita, chegavam ao Ekur. Aquele que controlava a grande pirâmide exercia o poder na família de Nibiru que controlava a Terra.

Marduk e Nergal começaram a lutar pelo controle das pirâmides. Marduk fez clones de si mesmo e formou um exército de guerreiros ferozes e valentões, grandes de estatura e facilmente substituíveis. Com estas legiões de clones atacou os exércitos de Nergal e começou uma enorme guerra. Quando os filhos de Marduk conseguiram se apoderar do Ekur, dominou-os a ambição e a avareza.

Começaram a brigar entre eles mesmos e moveram suas legiões para o portal espacial que pertencia a Enlil, o irmão de Enki. Esta briga provocou Enlil e a todos os demais membros da família e deu origem a uma larga e sangrenta guerra fratricida que finalmente terminou dividindo a família de Anu em dois grupos definidos, os Enlilitas e os Enkitas.

Enlil não aceitava que os filhos de seu irmão rival Enki controlassem o Ekur e o porto espacial. Não queria lhes entregar o controle e manejo das comunicações entre as Plêiades, Nibiru e a estação orbital aos Enkiitas. Enlil e seus filhos ficaram à altura das circunstâncias. Escolheram Ninurta como chefe das forças Enlilitas para lutar contra Marduk. Ninurta sendo o filho de Enlil e Ninhursag, vivia para agradar a seu pai, executava suas ordens de uma maneira obsessiva e usualmente tinha êxito. Sempre me pareceu que Ninurta era uma pessoa muito estranha, excessivamente egocêntrico e ressentido, uma espécie de menino mimado.



Como era o centro de atenção de sua mãe, cresceu com algumas características insuportáveis. Quando fomos meninos Ninurta e eu brigávamos violentamente. Mas desta vez estávamos brigando juntos no mesmo bando contra nossos parentes descendentes de Enki. Como neta de Enlil, eu sou enlilita de nascimento. Vi com agrado que o filho de Ninhursag saísse vitorioso nas batalhas para o grupo de minha família.

Meu próprio pai Nannar também comandava exércitos. Eu insisti em ir para a batalha. Tinha alcançado o nível de Falcão Dourado no conhecimento das armas. Lutei ao lado de Ninurta e uma vez lhe levei uma arma que ele necessitava com urgência. Suspeito que foi a única vez que se alegrou comigo!

A guerra foi inefavelmente espantosa e usamos os Lulus como nossos soldados. De vez em quando as grandes ondas de radiação chegavam a povos inteiros e Lulus inocentes morriam em quantidades enormes. Muitos mais morreram de fome no domínio africano de Nergal porque Ninurta evaporou todas as águas nos rios e chamuscou as terras com fogo de plasma. Ninurta também usou o que vocês chamariam guerra química; o terrível míssil Madhava envenenava tudo o que encontrava pela frente.

Havia muitos tipos de armas destrutivas, mas a mais engenhosa de todas era a arma Ruadra. Esta produzia um holograma de enormes exércitos de monstros e demônios que atacavam armados com pistolas de plasma e que emitiam gritos horripilantes de guerra. Os Lulus de Marduk nunca imaginaram que se tratava somente de uma aparição, de modo que davam a volta e fugiam desesperados deixando que os clones sozinhos enfrentassem às legiões de Ninurta.

Ao final da guerra, Ninurta conseguiu inundar o Abzu, obrigando a Enki e a seus filhos a se retirarem da grande pirâmide. Empregando o amparo do Ekur, os enkitas geraram uma violenta parede de luz ao redor do complexo piramidal. Esta parede era um campo energético estimulado pelas enormes capacidades da grande pirâmide. Nenhuma arma das nossas podia penetrá-la.



Ninurta convocou a meu irmão gêmeo, Utu, e lhe ordenou que lhe cortasse todos os fornecimentos de água ao Ekur. Sem água não poderiam sobreviver por muito tempo. O desespero obrigou a um dos filhos menores de Enki a escapar para procurar água, mas em seu ousado intento a arma engenhosa de Ninurta o deixou cego. Assim um membro da família agrediu muito a outro, o que até então não havia ocorrido antes. Até Marduk tinha utilizado assassinos para matar a meu marido Dumuzi.

Então interveio Ninhursag. Ela já tinha visto muito. Era algo muito vil que estivéssemos degolando seus Lulus, mas matar e aleijar os membros de nossa própria família era algo intolerável. Ordenou a seu filho Ninurta que lhe desse uma roupa protetora contra a radiação e lentamente se aproximou do Ekur. Ninguém se atrevia a agredir Ninhursag, nem sequer Marduk. Ela é a filha de Anu e podem estar seguros de que Enki se sentiu muito nervoso quando lhe ordenou que baixasse a parede venenosa.

Começaram as negociações de paz. Ninhursag informou a Enki e a seus filhos que Anu lhe tinha dado autoridade para pôr fim a esta loucura. Ordenou a Enki que imediatamente se rendesse ante Enlil. Enki procurou Marduk para lhe pedir conselho e este aceitou. Nesses tempos Marduk ainda tinha medo de Anu.

Continua…

“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE”  Sidhartha Gautama (o Buddha)

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  3. http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
  4. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  6. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  7. http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
  8. http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
  9. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  11. http://thoth3126.com.br/baalbek-antiga-plataforma-de-pouso-para-espaconaves-extraterrestres/
  12. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  13. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
  14. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione autor e fontes.


www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

5Share on Facebook (Opens in new window)5
1Click to share on Twitter (Opens in new window)1
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

URL: http://wp.me/p2Fgqo-8rm

-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=V.S. Ferguson

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Automóveis e agricultura em disputa pela Terra … -- Lester R. Brown

Automóveis e agricultura em disputa pela Terra …

Posted by Thoth3126 on 25/04/2015



Pavimentando o planeta: automoveis e agricultura em disputa pela Terra Worldwatch Institute:

No início de um novo século, o século XXI, a competição pela terra entre o automóvel e a agricultura se intensifica. Até agora, a pavimentação de terras cultiváveis vem ocorrendo principalmente nos países industrializados, onde circulam quatro quintos dos 550 milhões de automóveis mundiais (o planeta já ultrapassou a marca de 1 bilhão de veículos – de todos os tipos – em 2008) …



Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

PAVIMENTANDO O PLANETA: AUTOMÓVEIS E AGRICULTURA EM DISPUTA PELA TERRA

Worldwatch Institute - http://www.wwiuma.org.br/

Copyrights © WWI-Worldwatch Institute

Por Lester R. Brown*

… Mas hoje, mais e mais terras agrícolas estão sendo sacrificadas nos países em desenvolvimento com populações famintas, colocando sob um enorme questionamento o papel futuro do automóvel. Milhões de hectares de terras agrícolas no mundo industrializado foram pavimentadas para construção de rodovias e estacionamentos. Nos Estados Unidos, por exemplo, cada veículo requer, em média, 0,07 hectares de terra pavimentada para circular e estacionar.



Para cada cinco carros acrescidos à frota norte-americana, cobre-se com asfalto uma área do tamanho de um campo de futebol. Com muita freqüência, as terras agrícolas são pavimentadas simplesmente porque os solos planos, bem drenados, muito adequados para o cultivo, também são ideais para a construção de estradas. Uma vez pavimentada, a terra não será facilmente recuperada. Como observado há tempos pelo ambientalista Rupert Cutler,“O asfalto é a última colheita da terra.”

Os Estados Unidos, com seus 214 milhões de veículos motorizados, pavimentou 6,3 milhões de quilômetros de estradas, o suficiente para dar a volta ao Mundo ao longo do Equador 157 vezes. Além das estradas, os carros demandam espaço para estacionamento. Imaginemos um estacionamento para 214 milhões de automóveis e caminhões. Se for muito difícil, tentemos visualizar um estacionamento para 1.000 automóveis e então imaginemos como seriam 214.000 deles. Seja qual for o modo de visualizarmos, a área norte-americana destinada a estradas e estacionamentos cobre cerca de 16 milhões de hectares, uma extensão que se aproxima aos 21 milhões de hectares de trigo cultivados pelos agricultores norte-americanos no ano passado.


“Trânsito” em São Paulo (!!!!)

Entretanto, essa pavimentação de terras nos países industrializados está se desacelerando, à medida que os países atingem a saturação de veículos. Nos Estados Unidos, existem três veículos para cada quatro pessoas. Na Europa Ocidental e Japão, há um para cada duas pessoas. Nos países em desenvolvimento, todavia, onde as frotas de automóveis ainda são pequenas e onde há carência de terra cultivável, a pavimentação está começando a se desenvolver.

Parcelas cada vez maiores dos 11 milhões de veículos adicionados anualmente à frota mundial de 520 milhões estão no mundo em desenvolvimento. Isto significa que a guerra entre o automóvel e a agricultura está sendo travada pelos campos de trigo e arrozais, em países onde a fome é comum. O resultado deste conflito na China e na Índia – dois países que, conjuntamente, abrigam 38 por cento da população mundial – afetará a segurança alimentícia global.

As sociedades industriais, centradas no automóvel e densamente habitadas, como Alemanha, Reino Unido e Japão, pavimentaram cerca de 0,02 hectares por veículo. E, neste processo, perderam parte de suas terras agrícolas mais produtivas. Igualmente, China e Índia também enfrentam pressão aguda sobre sua base agrícola decorrente da industrialização. Embora a China tenha aproximadamente a mesma área territorial que os Estados Unidos, sua população de 1,3 bilhões está concentrada em apenas um terço do país – uma faixa de 1.600 quilômetros no litoral leste e sul, onde se localizam as terras agrícolas.


Um dia de “tráfego” na rodovia 101 entre LOS ANGELES e San Francisco, na Califórnia!!

Caso a China, algum dia, atinja o índice japonês de propriedade de veículo de um carro para cada duas pessoas, terá uma frota de 640 milhões de veículos, comparada com os apenas 13 milhões hoje. Embora a ideia de uma frota de tamanha magnitude possa parecer improvável, basta relembrarmos que a China já suplantou os Estados Unidos na siderurgia, uso de fertilizantes e produção de carne vermelha. É uma economia imensa e, desde 1980, também a de maior crescimento mundial. Baseando-se na premissa de 0,02 hectares de terra pavimentada por veículo na China, como ocorre na Europa e no Japão, uma frota de 640 milhões de automóveis exigiria a pavimentação de MAIS quase 13 milhões de hectares de terra, cuja maior parte seguramente seria agrícola.

Esta cifra representa mais da metade dos 23 milhões de hectares dos arrozais chineses, parte dos quais é destinada ao cultivo duplo na produção de 135 milhões de toneladas de arroz, sua principal base alimentícia. Quando os agricultores do sul da China perdem, para o automóvel, um hectare de arrozal sob cultivo duplo, sua produção é duplamente atingida. Até mesmo um carro para cada quatro pessoas, metade do índice japonês, consumiria uma área substancial de terras agrícolas.



A situação na Índia é parecida. Embora a Índia seja, geograficamente, apenas um terço do tamanho da China, tem também mais de 1 bilhão de pessoas e, atualmente, possui 8 milhões de veículos motorizados. Suas vilas e cidades em rápida expansão já invadem suas áreas agrícolas. Acrescente-se a isto a terra pavimentada para os automóveis e a Índia, também, enfrentará uma perda considerável de terras agrícolas. Um país projetado a a crescer mais 515 milhões de pessoas à sua população até 2050 não pode se dar ao luxo de asfaltar suas valiosas áreas de cultivo para estradas e estacionamentos.

Não há terra fértil o suficiente na China, Índia e outros países densamente habitados como Indonésia, Bangladesh, Paquistão, Irã, Egito e México para sustentar sistemas de transportes centrados no automóvel (eu ainda incluiria o Brasil), e alimentar suas populações. A disputa pela terra entre o automóvel e a agricultura está se transformando numa competição entre o rico e o pobre, entre aqueles que podem adquirir carros e aqueles que lutam para conseguir alimento suficiente.

Os governos que subsidiam a infra-estrutura automotiva com a receita recolhida da população estão, na realidade, tirando dos pobres para sustentar os carros dos ricos. Ao subsidiarem o desenvolvimento de um sistema de transporte centrado no automóvel, os governos também, inevitavelmente, subsidiam a pavimentação das terras agrícolas. Como hoje parece provável, caso a propriedade de veículos nunca vá além da minoria afluente nos países em desenvolvimento, isto se tornará uma contínua, e em grande parte invisível, transferência de renda dos pobres para os ricos.


Já há excesso de carros em algumas cidades da CHINA, como em PEQUIM.

Num mundo ávido por terras férteis, é hora de reavaliar o futuro do automóvel, projetar sistemas de transportes que promovam mobilidade para populações inteiras, e não apenas para minorias afluentes, e que o faça sem ameaçar a segurança alimentícia. Quando Beijing (Pequim) anunciou, em 1994, que pretendia transformar a indústria automobilística num dos setores de crescimento das próximas décadas, um grupo de cientistas eminentes – muitos dos quais membros na Academia Nacional de Ciência da China– publicou um manifesto contestando esta decisão.

Identificaram várias razões para a China não desenvolver um sistema de transporte centrado no automóvel, porém a primeira foi que o país não dispunha de terras agrícolas suficientes para alimentar sua população e proporcionar espaço ao automóvel. A equipe de cientistas recomendou que, ao invés de construir uma infra-estrutura automobilística de estradas e estacionamentos, a China deveria concentrar-se no desenvolvimento de sistemas ferroviários leves de última geração, incrementados por ônibus e bicicletas.

Isto não apenas proporcionaria mobilidade para muito mais pessoas do que um sistema congestionado, centrado no automóvel, mas também protegeria as terras agrícolas. Há muitas razões para se questionar o objetivo global da construção de sistemas de transportes centrados no automóvel, inclusive mudança climática, poluição atmosférica e congestionamento de trânsito. Porém apenas a perda das terras agrícolas já seria mais do que suficiente.



Quase todas as 3 bilhões de pessoas a serem adicionadas à população mundial atual de 6 bilhões até meados do século nascerão nos países em desenvolvimento, onde não há terra suficiente para alimentá-los e ao mesmo tempo acomodar o automóvel. A segurança alimentícia do futuro depende hoje da reestruturação dos orçamentos dos transportes – investir-se menos em infra-estrutura rodoviária e mais em infra-estrutura ferroviária e ciclista.

*Lester R. Brown é fundador do WWI-Worldwatch Institute e do EPI-Earth Policy Institute

Copyrights © WWI-Worldwatch Institute / UMA-Universidade Livre da Mata Atlântica. Todos os direitos reservados. Autorizada a reprodução do todo ou em parte citanto copyrights, fonte e o site http://www.wwiuma.org.br/



“Depois que a última árvore tiver sido derrubada. Depois que o último rio tenha sido envenenado. Depois que o último peixe tenha sido capturado. Então, o homem descobrirá que o dinheiro não pode ser comido”. Standing Elk, um sábio pele vermelha da nação Lakota

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.
www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

75Share on Facebook (Opens in new window)75
6Click to share on Twitter (Opens in new window)6
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)


URL: http://wp.me/p2Fgqo-2tN

-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Lester R. Brown

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Monte Shasta – outra visita à Terra Interior, parte 3, final

Monte Shasta 

 outra visita à Terra Interior, 

parte 3, final


Posted by Thoth3126 on 25/04/2015



Dentro do Monte Shasta, em Sacramento, Califórnia, EUA, em uma visita ao reino da Terra Interior, à cidade de Telos, no reino de Agharta.


Nosso movimento orbitando ao redor da superfície do planeta Terra parecia estar diminuindo e então fomos para baixo. Eu era capaz de discernir cada vez mais detalhes e movimento na superfície planetária durante a descida. Nós finalmente paramos completamente e então as imagens se apagaram da minha vista.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Uma mulher descreve a sua mística visita ao interior da terra sob a montanha do Monte Shasta, em Sacramento, na Califórnia, EUA.

http://onelight.com/telos/vishasta.html

TERCEIRA PARTE – FINAL

Dentro do Monte Shasta,em Sacramento, Califórnia, EUA, em uma visita ao reino da Terra Interior, à cidade de Telos, no reino de Agharta.

Eu percebi uma queda em meu nível de energia em função da vasta gama de emoções que eu tinha acabado de experimentar, mas senti que essa não havia sido a primeira vez que eu tinha estado neste tipo especial de arena emocional. Muito do que eu tinha visto e experimentado me fez sentir uma conexão familiar para com o que eu havia visto. Era quase uma daquelas experiências de “Déja vu”, de sensações de familiaridade com o que eu havia visto, mas sem sentido aparente de perda, culpa ou de arrependimento.

Foi neste momento que tentei falar e fazer milhões de perguntas para Mikel sobre o que havia se passado. Eu me sentia como o repórter inexperiente no meu primeiro grande trabalho e comecei quebrando a cabeça para encontrar as palavras para fazer as perguntas certas (inteligentes?) para Mikel. Eu não precisava ter me preocupado tanto, pois antes que eu pudesse limpar minha garganta suficientemente e abrir minha boca para fazer perguntas, Mikel passou a explicar alguns dos motivos para os quais esta viagem no tempo com a máquina tivesse acontecido.

A essência da explicação de Mikel para a viagem era de que, para que os trabalhadores da Luz no futuro (n.t. Cerca de 50 anos à frente desde o momento em que os fatos narrados por M aconteceram, nos anos de 1960, portanto O NOSSO PRESENTE) pudessem ter uma compreensão mais clara quando determinados eventos começassem a acontecer no futuro (isto é, OS DIAS DE HOJE), seria muito útil a impressão de experiências de fatos vividos no passado para ser reforçado e despertado na psique dos mesmos. Ele começou a dizer que aqueles que são trabalhadores da Luz e que estariam trabalhando para os desígnios da Luz naquele momento (os dias de HOJE), encontrariam um reforço e motivação benéficos para o próprio despertar no seu processo de recordação de quem são e para que estão vivos, ganhando compreensão e soluções para os eventos que enfrentarão no futuro (nosso presente).

Mikel explicou ainda que o processo de revisitação que eu tinha experienciado não seria necessariamente o mesmo processo usado para trazer de volta a memória para todos, (referente a eventos que estavam sendo preparados para que cumpríssemos com a missão), para todos os que estiveram envolvidos ou que se envolveriam. Ele explicou ainda que alguns daqueles destinados a trabalhar para a Luz durante as próximas mudanças planetárias ainda não haviam chegado (nascido) no Planeta Terra (a história se passou na década dos anos de 1960).

Ele falou de livros que foram escritos e experiências que seriam compartilhadas e teorias de expansão da consciência (teorias que mais tarde provariam ser factuais) não só na tentativa de despertar a memória, mas para facilitar aos cidadãos do Planeta Terra sentir com padrões de pensamento que lhes permitiriam aceitar mais facilmente o que estava para surgir à sua frente. Ele disse que muitos filmes seriam produzidos em um esforço para sugerir ou implantar na consciência de massa não só a possibilidade, mas a probabilidade futura de encontros com aqueles que poderiam parecer ser “diferentes” da humanidade da superfície.

Enquanto ele falava, eu voltei para trás relembrando ter visto o que eu achava que era o planeta Saturno no início da viagem. Eu me perguntava por que a viagem no tempo começou daquele modo, lá fora, e quais eram as implicações. Ele então me levou de volta para a idade que tinha entre 5 e 6 anos, quando eu estava vivendo com uma tia e um tio em uma fazenda em Iowa. Os nossos quartos estavam todos no andar de cima e, durante os meses de verão a minha tia colocaria minha cama contra uma janela para que eu pudesse pegar um pouco da brisa que havia. Lembro-me de que ali, noite após noite, olhando para o céu e me perguntando o que eu estava fazendo aqui embaixo na Terra e quando “Eles” viriam para me levar para casa. Eu mesmo, às vezes, ouvia uma suave voz que me dizia que isso aconteceria em breve.

Mikel ficou calado e tranquilo enquanto eu caminhava pela estrada rebuscando minhas memórias e quando eu tinha terminado, ele pegou a minha mão e me disse que ainda não era hora de eu voltar para casa – mas que era hora de eu começar a me lembrar do trabalho que estava por vir. Naquele momento eu percebi que havia muito mais em minha conexão com Mikel e o Monte Shasta do que eu jamais havia imaginado. Não tinha noção de que tipo essa conexão poderia ser, mas sabia que estava lá enraizada profundamente em meu interior. Eu mantive meus flashes de memória em minhas encarnações passadas que estiveram correlacionados com os eventos que foram mostrados para mim na medida em que orbitamos o planeta e me vi emergindo incontáveis vezes da escuridão do espaço para a radiação emitida pela Mãe, o Planeta Terra, numa sucessão interminável de vidas…

Eu era uma visitante ou, talvez, uma imigrante a quem tinha sido dada uma folga, eu era uma trabalhadora da Luz residindo e trabalhando neste planeta, nesta dimensão. Talvez isso explicasse a sensação que sempre tive de pertencer a outro lugar, que eu não pertencia à Terra. Eu queria falar mais sobre esses meus sentimentos e de uma centena de perguntas que ficavam pulando na minha cabeça em tal velocidade que elas estavam colidindo umas com as outras, mas Mikel pegou meu braço e me dirigiu em direção à porta pela qual entramos. Seguimos para fora do tubo e voltamos para o que eu vou chamar de o salão do tubo. Olhei para o relógio e descobri que tinha estado no tubo um pouco menos de uma hora.

Meus joelhos se sentiram fracos e eu experimentei uma leve tontura quando saímos do tubo. Mikel explicou que o mal estar passaria e me instruiu a fazer algumas respirações profundas e lentas. Ele colocou sua mão direita na minha barriga (que mais tarde descobri é o local do Chakra do Plexo Solar- o Manipura, o das emoções) e a mão esquerda na parte de trás do meu pescoço. Ele, então me curvou para à frente pela cintura e me disse para inspirar enquanto eu lentamente voltava à posição ereta.

Ele me fez repetir o exercício várias vezes. Quando ele tirou as mãos, Eu não estava mais sentindo as tonturas. Ele disse que sabia que a tontura tinha sido desconfortável para mim em minhas visitas, mas me garantiu que eu não iria mais experimentá-las. Ele me avisou que eu poderia agora experimentar alguns ligeiras reações físicas quando voltasse para o mundo exterior – ele estava certo – pois assim foi..

Saímos do salão do tubo e lá estava um dos veículos pequenos de dois lugares que nós havíamos usado antes, aguardando por nós. Mikel me indicou um assento e nós começamos a buscar o nosso caminho. Ele nos levou através de uma miríade de túneis que quase me deixou tonta novamente. Viramos a partir de uma passagem para outra, e às vezes eu me perguntava se estávamos andando em círculos. Tenho certeza de que não, nós apenas fizemos muitas voltas e um túnel se parecia muito com outro, exceto pela largura e altura e alguns eram úmido e frio ao mesmo tempo enquanto outros apresentavam ar muito quente.

Ele finalmente parou o pequeno veículo para descansar e eu estava feliz por isso porque o meu estômago estava ficando um pouco enjoado. Nós descemos do veículo e nos dirigimos para uma pequena abertura que eu assumi levar a outra passagem. Mikel se afastou para me permitir entrar antes dele. Entrei em uma pequena área, uma passagem que parecia ser um pequeno beco sem saída. Mikel veio ao meu lado e tocou uma área na parede distante e outra entrada apareceu. No meio dessa nova passagem eu engoli em seco e parei sobre os meus calcanhares.

Por um momento eu senti como se nós tivéssemos surgido a partir das entranhas da montanha e entrado num belo vale verde dentro da montanha que estava à nossa frente. Mas como eu fiquei ali, olhando (eu tenho certeza que minha boca estava entreaberta) eu percebi que havia edifícios e pessoas e muito movimento e agitação e percebi áreas que pareciam ser cultivadas. Não havia nenhum sinal dos sempre presentes pinheiros existentes no mundo exterior da montanha, mas em seu lugar havia enormes árvores de sombra e que me pareceram ser de árvores frutíferas e eu podia ver todas elas balançando suavemente ao ritmo de uma ligeira brisa que estava se movendo mansamente através do vale. Havia luz e calor do sol em toda parte e eu podia ouvir pássaros cantando.

Minha família, amigos e eu tínhamos feito um monte de exploração na montanha ao longo dos últimos meses, mas nunca tínhamos encontrado qualquer local sequer parecido com este em qualquer lado da montanha. Virei-me para Mikel e percebi que ele estava sorrindo para mim. Eu já tinha visto o rosto de Mikel expor o que eu considerava ser um sorriso, ao longo do tempo que o conhecia, mas Eu nunca tinha visto ele sorrir assim abertamente. Ele abriu os braços para mim e disse: “Eu esperei muito tempo, minha irmã, para recebê-la de volta.” Eu não tinha ideia do que ele estava falando, mas com o seu abraço me senti maravilhosa.

Nós nos sentamos no topo do vale para o que me pareceu serem horas falando sobre “as coisas“. Ele me disse que ainda não era a hora de eu me juntar a eles. Havia ainda muita coisa para as quais eu ainda não tinha sido exposta no mundo exterior e muitas outras coisas para aprender sobre as funções do mundo exterior e as áreas em que poderiam ser de ajuda quando as grandes mudanças profetizadas para o mundo da superfície do Planeta Terra se tornassem realidade (EM ABRIL de 2018). Ele ressaltou que eu iria, com o tempo, ser capaz de discernir QUEM faria este caminho comigo (de prestar serviço no momento da transição que se aproxima rapidamente).

Que antes da virada do século – milênio (o ano 2000), aqueles que estavam a serviço no planeta trabalhando pela Luz se uniriam em espírito energeticamente, antes e durante as “alterações planetárias” para ajudar aos cidadãos do Planeta Terra durante os períodos de reajuste (n.t. Voce que esta lendo este texto É um de nós ??? Olhe para dentro de si mesmo e encontrarás a resposta.)

Ele indicou que a ajuda viria dos cidadãos do mundo interior (Agharta) tão próximos à nós. Eu olhei para o vale e me perguntei quantos pessoas moravam lá e que poderiam vir a nos ajudar quando o chamado for feito. Mikel, sentindo minha pergunta, disse: “Ah, irmã, mas o que você vê aqui é apenas um de nossos locais de agrupamento. Existem muitos locais (cidades) como este no mundo interior, muito conhecimento e acima de tudo, um grande amor, dedicação e preocupação para com quem vive no mundo exterior. Na superfície do planeta, o amor é uma mercadoria muito difícil de ser encontrada, mas aqui ele É a nossa luz orientadora.

O amor é a força da vida do nosso ser. “Pelo que pude reunir, enquanto escutava Mikel continuar a falar, em nosso planeta, e talvez até mesmo no nosso sistema solar, se passou por processos de involução e evolução inúmeras vezes. O nosso Planeta Terra tem sido visitado e revisitado, colonizado e re-colonizado. Deixado sozinho e nutrido. Amaldiçoado e amado. Cruzamentos inter-raciais ocorreram. Os “ajudantes” vindo de muito longe andaram lado a lado com a gente em admiração total de que nós conseguimos sempre sobreviver a tudo. Os cidadãos do Planeta Terra tem, em várias ocasiões, enfrentado tamanhos e raros desafios (como o próximo que se avizinha rapidamente) que a atenção pessoal de grande (seres) magnitude foi necessária para preservar a própria integridade do planeta, da Terra em si mesma.



John, a maioria das coisas que Mikel me disse naquela distante tarde no interior do Monte Shasta foram dirigidos para o meu crescimento pessoal. Infelizmente, a minha memória não é boa o suficiente para citá-lo palavra por palavra, mas eu vou oferecer alguns de seus pensamentos para você, em minhas próprias palavras. Tenho certeza que todos nós percebemos que estamos trabalhando simultaneamente em vários níveis de existência em direção ao progresso da nossa alma, do nosso SER REAL, do nosso ser físico e para a preservação da escola da Terra para aqueles que seguem seu caminho de despertar.

Nós estamos trabalhando em direção rumo ao nosso crescimento espiritual e das massas, individual e coletivamente no sentido de preservar nossa espécie, para proteger e preservar a nossa residência física (o Planeta Terra), para ir além do mundo da forma e da dualidade, criados neste Plano e feitos para nos reunirmos novamente com o Ser Uno e a Fonte Criadora de tudo que existe. Sabemos que há apenas um poder no Universo, aquele que emana da Fonte Criadora Universal (qualquer que seja o nome que você escolha para o (a) identificar).

Existem vários graus de energia dentro desse poder, que são identificados como negativo (trevas, negro, preto ou para o mal, o feio, falso e ilusório) para o positivo (luz, branco ou o bem, o bom, belo e verdadeiro). Mas que sempre é a mesma energia e somente a intenção (e atitude) é que faz a diferença entre haver luz e trevas. Nós escolhemos a partir de uma vida para outra que parte da linha de energia que melhor irá continuar a nossa própria evolução de nossa alma rumo ao crescimento espiritual e daqueles com quem escolhemos trabalhar neste plano em conjunto. Assim passamos pelo rito da reencarnação, vida após vida deixamos o ventre de proteção e entramos na vida humana, em uma arena que é um desafio, para dizer o mínimo. Nós raramente trazemos claro a memória junto conosco em um nível consciente e por isso estamos sempre por nossa conta, onde o nosso desenvolvimento esta em causa.

Muitas distrações existem que nos afastam de nosso crescimento espiritual e que são apresentadas pelos nossos professores e as distrações se tornam mais atraentes na medida em que a tecnologia e a sociedade progride. Estamos assistindo filmes e vídeos através dos quais podemos viver vicariamente e experimentar as emoções que não encontramos em nossas vidas pessoais. Buscamos a satisfação imediata de todos os prazeres tanto quanto nós buscamos por reportagens instantâneas.

Buscamos a fuga do nosso processo evolutivo através do uso e abuso de drogas legais e ilegais e não através da busca pelo conhecimento e o crescimento espiritual. A tendência para a auto adoração e a auto indulgência tornou-se um fim egoísta em que a maioria dos nossos desejos giram em torno dos prazeres físicos e o acúmulo de bens materiais e de muita (e superficial) atividade. Cortinas de fumaça de todos os tipos são jogadas para cima para ocupar as nossas mentes (na busca de cada vez mais PÃO e CIRCO). A lista vai longe, longe, mas tenho certeza que você entende o que estou dizendo (n.t. Isto foi dito a mais de 50 anos atrás, quando ainda não havia distrações como a Internet, Facebook, a TV – com novelas, Big Brother, esporte, shows e mais um monte de lixo – ainda era incipiente, etc…)



Mikel me disse para visualizar o Universo como um imenso quebra-cabeças com apenas as suas fronteiras, os seus limites existindo (mas em expansão). Há uma grande caixa colocada ao lado do quebra-cabeças com todas as peças necessárias nela. Cada peça representa uma alma. Para mim (para cada um de nós) é necessário descobrir qual a peça que me representa (nos) e onde esta peça se encaixa no esquema geral do quebra-cabeças. Somente quando todos as peças foram corretamente colocadas no quebra-cabeças a paz virá para o Universo. Se eu tentar colocar ou forçar a minha própria alma ou a alma de alguém para a posição errada, um desequilíbrio ocorre naturalmente.

Esse desequilíbrio provoca uma reação, como as ondulações provocadas por uma pedra jogada na água, que não só me afeta, mas viaja em uma forma não-final e, direta ou indiretamente afeta a tudo e a todos por todo o quebra-cabeça (por todo o Universo). A busca por nossa identidade ou lugar no esquema geral das coisas, deve começar no início de nossa própria alma se quisermos encontrar o nosso próprio nicho no quebra-cabeça. Seria muito benéfico para cada individuo encarnado se aprofundar no estudo do que somos, por que estamos aqui e quais as lições que escolhemos viver (n.t. Ninguém esta vivo no planeta neste momento final sem um propósito).

Mas, a menos que possamos ver ou visualizar toda a imagem, a menos que possamos traçar o nosso progresso (ou a falta dele), desde o início, não só encontraremos (e criaremos) dificuldade em encontrar o nosso nicho no quebra-cabeça, mas teremos alterado a forma da nossa peça que então não irá se encaixar no seu local específico do quebra-cabeça de maneira adequada, o que também vai se refletir nas peças que cercam o seu espaço no contexto geral. Pelo contrário, isso vai causar mais discórdia e desequilíbrio crescentes.

Em outro nível, estamos nos aproximando do momento da apresentação e introdução da nossa própria alma a outros daqueles com que compartilhamos com a vida existente no Planeta Terra. (Você deve se lembrar disso pois isso me foi proporcionado a mais de 30 anos atrás, quando Eu tive a minha apresentação a algumas dessas outras almas por George Van Tassel no Aeroporto Giant Rock como meus “irmãos do espaço”.) Mais uma vez, aqueles que não estão envolvidos ou abertos para com o seu próprio crescimento vão vomitar e criar imensas barreiras contra a união com os novos grupos de alma que estão chegando.

Estes “outros grupos de alma” ou os nossos “irmãos do espaço” sempre estiveram muito próximos de nós e do planeta como nossos Guardiões. Os anjos e os nossos Mestres Ascensos são eles. Trata-se simplesmente de uma outra camada do véu de ilusão que está sendo levantado e com esse véu sendo retirado, aqueles que não querem concordar de modo algum com qualquer mudança no planeta vão introduzir o medo pelos novos grupos de alma que chegam. Cabe a cada indivíduo procurar administrar e transcender o seu medo para determinar se ele é válido ou não. Estes são alguns dos pensamentos que Mikel deu para mim. Eu não sei se você tem algum interesse em outras coisas do que ele me disse. Se você quizer saber mais, me avise e eu vou dar-lhe mais informações do que ele me falou.

Eu sabia que já estava ficando tarde e que eu precisava voltar para o vale no exterior da montanha. Mikel, sentindo o meu desejo de voltar para a minha família, pegou minha mão para levar-me de volta para o túnel. Quando viramos, dei mais uma olhada acenando para o vale. Havia uma parte de mim que desejava permanecer nessa vale e para florescer novamente em um ambiente de amor. Mas os meus filhos chamavam por mim e eu sabia que não era a minha hora de estar com aqueles que viviam abaixo do Monte Shasta.

Quando saí mais uma vez da Montanha vi a noite descendo sobre nós. Eu dei adeus a Mikel e parti no caminhão para encontrar a Mãe Maria e seu grupo mais abaixo na montanha. John, eu sei que este é um curto relato, mas me lembrar de todas estas coisas mexeu comigo bastante e eu estou encerrando esta seção, por enquanto. Espero ter explicado as coisas bem o suficiente para que a história pudesse ser compreendida. Enquanto a informação esta muito clara em minha mente, mas às vezes é difícil para mim passar estas recordações para o papel.

A incrível “História de M” foi dada a John Winston juntamente com a permissão para disponibilizá-la a todos os visitantes do site Onelight.com e agora também aos visitantes do blog Thoth3126.com.br

Partes 1 e 2 em:
  1. http://thoth3126.com.br/monte-shasta-outra-visita-a-terra-interior/
  2. http://thoth3126.com.br/monte-shasta-outra-visita-a-terra-interior-parte-2/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

32Share on Facebook (Opens in new window)32
3Click to share on Twitter (Opens in new window)3
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)



URL: http://wp.me/p2Fgqo-50D

-- *** --

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Monte Shasta

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Pensamento do Dia, 25 de Abril de 2015

Pensamento do Dia, 25 de Abril de 2015

Sathya Sai Baba

 

Muitas pessoas difamam o culto às imagens, mas sua base é realmente a capacidade da pessoa em ver o macrocosmo no microcosmo. 
O valor da adoração de imagens é testemunhado pela experiência; ela não depende de uma faculdade imaginativa.
O que é encontrado na forma do Senhor (Virat-swarupa) também é encontrada, intacta e pura, sob a forma da imagem (Swarupa). 
Imagens servem ao mesmo propósito que metáforas e comparações em poesia. 
Elas ilustram, ampliam e esclarecem. 
A alegria não vem através da forma das coisas, mas através da relação estabelecida. 
Não é qualquer criança, mas seu filho que faz a mãe feliz. 
Isso é assim com todas as coisas! Com cada coisa no universo, se alguém estabelece esse parentesco, esse Amor Divino (Iswara prema), então uma alegria avassaladora pode realmente ser vivida! Só quem já sentiu isso pode entender.



Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um.
Atualização diária

Pensamento do Dia, 25 de Abril de 2015

Pensamento do Dia, 25 de Abril de 2015

Sathya Sai Baba

 

 

Muitas pessoas difamam o culto às imagens, mas sua base é realmente a capacidade da pessoa em ver o macrocosmo no microcosmo.
 
O valor da adoração de imagens é testemunhado pela experiência; ela não depende de uma faculdade imaginativa.
 
O que é encontrado na forma do Senhor (Virat-swarupa) também é encontrada, intacta e pura, sob a forma da imagem (Swarupa).
 
Imagens servem ao mesmo propósito que metáforas e comparações em poesia.
 
Elas ilustram, ampliam e esclarecem.
 
A alegria não vem através da forma das coisas, mas através da relação estabelecida.
 
Não é qualquer criança, mas seu filho que faz a mãe feliz.
 
Isso é assim com todas as coisas! Com cada coisa no universo, se alguém estabelece esse parentesco, esse Amor Divino (Iswara prema), então uma alegria avassaladora pode realmente ser vivida! Só quem já sentiu isso pode entender.

 


Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um.
Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Sai+Baba
http://achama.blogs.sapo.mz/tag/Sai Baba
Atualização diária
 

Permaneça em sua jornada atual, pois ela o levará longe, realmente. -- Os Anjos via Sharon

 
Permaneça em sua jornada atual, pois ela o levará longe, realmente. SABEDORIA DOS ANJOS com Sharon Taphorn24 de Abril de 2015.
 
Ultimamente, houve um aumento nas oportunidades para a expansão de sua alma e este é um momento em que você deseja liberar a um nível espiritual, mental e emocional, e o seu corpo físico precisa de tempo para se ajustar. Os Anjos lembram que beba mais água, pois isto ajuda a liberar as toxinas e a energia que o seu corpo físico não mais precisa ou quer. Passe algum tempo em meditação e se for capaz, saia e esteja na natureza, próximo a um lago ou do mar, se ... mais »
 
 

PERGUNTEM AOS MESTRES - 21 de Abril de 2015

 
PERGUNTEM AOS MESTRES Através das Vozes Celestiais Por Toni e PeterTradução: Regina Drumonda 24 de Abril de 2015
 
CONTROLANDO O SEU PRÓPRIO DESENVOLVIMENTO Nosso primeiro correspondente, dos Estados Unidos, nos alerta sobre a importância de examinarmos os motivos das organizações de auto-ajuda. Os Mestres mostram como o grupo em questão alcança resultados de tal forma, que criam dependência, em vez de auto-suficiência. Uma mulher da Finlândia, que tem passado por muitas coisas em sua vida, é ainda atormentada por dificuldades e está fatigada com tudo isto. Os Mestres explicam a de... mais »
 
 

Brasil: A corrupção na Petrobras traz demissões e fome à cidade ‘eldorado’ do petróleo - Jefferson Puff


Corrupção na Petrobras traz demissões e fome à cidade ‘eldorado’ do petróleo Posted by Thoth3126 on 24/04/2015 [image: corrupção-reptil-petrobras]
 
Impasse na Petrobras provoca demissões e fome na cidade do ‘eldorado’ do petróleo De volta ao noticiário por conta da crise da Petrobras e de protestos de trabalhadores, as obras do complexo petroquímico Comperj, que chegaram a empregar 35 mil pessoas e prometiam mais de 200 mil postos de trabalho quando finalizadas, têm deixado uma herança amarga para a pequena cidade de Itaboraí, no leste do Esta... mais »
 
 

ARCANJO GABRIEL, 22 e 23 DE ABRIL DE 2015


MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL 23 DE ABRIL DE 2015 Canalizado por *Shelley Young*
 
E se vocês transformassem seu crítico interno em seu líder de torcida interno? E se vocês se encorajassem a brilhar e prosperar? Quanto mais vocês experimentariam? Quanto mais satisfação vocês teriam em sua vida? Queridos, simplesmente é tão fácil ser seu próprio pai amoroso, seu próprio guia amoroso, seu próprio animador como é ser seu próprio agressor, mas os resultados são muito mais gratificantes e muito mais alinhados com a verdade de quem vocês realmente são. É tempo de se tornar a pessoa m... mais >>
 
 

Mestre Hilarion, 19.04.2015


HILARION 2015A Terra está sendo preparada para outra mudança.Através de Marlene Swetlishoff Tradução Helena Renner
 
Amados, Desde os tempos imemoráveis, cada um de vocês esteve visitando e revisitando o seu maravilhoso planeta, através de uma sucessão de encarnações do mundo do espírito para a forma humana. Os seus corações estão entrelaçados com o coração da Terra e vocês buscam trazer cura e restauração para ela, por qualquer forma que vocês como pessoas individualmente conseguem, mas, o que vocês possivelmente não sabem ou não estão cientes de, é o quanto fazem um impacto atrav... more »
 
 

Arcanjo Gabriel, April 16, 2015 via Marlene


As Qualidades do Amor: Respeito Pelo Arcanjo GabrielAtavés de Marlene Swetlishoff Image Source
 
Amados, Vamos lhes fazer um discurso sobre a qualidade do amor conhecida como respeito. Alguém demonstra respeito para si e para os outros ao falar ou agir com cortesia, honrando e tendo dignidade em cada uma das situações. Quanto mais esse alguém entende a cerca do seu próprio eu, tanto mais ele começa a ver e apreciar quão verdadeiramente único e digno ele é, e isso conduz para um respeito saudável para si e para os outros. Isso ajuda o individuo a preencher o seu potencial pessoal, ta... mais »
 
 

100 esferas do tamanho de Júpiter e Netuno entraram no sistema solar nos últimos 2 anos


100 esferas do tamanho de Júpiter e Netuno entraram no sistema solar nos últimos 2 anos David Wilcock David Wilcock http://www.divinecosmos.com/
 
Cem ( 100 ) esferas do tamanho de Netuno ou Júpiter entraram em nosso sistema solar nos últimos 2-3 anos. Muitas outras do tamanho de nossa Lua entraram entre 1999 e 2001. David Wilcock A parte negativa do Pentágono e o grupo cabal ficaram enormemente animados e encorajados com esta noticia, achando que era o retorno de seus deuses sumerianos Anunnakis. No entanto as esferas se colocaram em / e permaneceram invisíveis e não responde... mais »
 
 

O Livro perdido de Enki – 6ª Tabuleta -- Zecharia Sitchin


O Livro perdido de Enki 6ª Tabuleta Posted by Thoth3126 on 24/04/2015 O Livro Perdido de ENKI – The Lost Book of Enki –
 
Memórias e profecias de um ”deus“ extraterrestre: Fazem cerca de 435.000 anos que astronautas de outro planeta e sistema solar chegaram à Terra em busca de ouro. Depois de aterrissar num dos mares da Terra, desembarcaram e fundaram Eridú, “Lar na Lonjura”. Com o tempo, o assentamento inicial se estendeu até converter-se na flamejante Missão Terra, com um Centro de Controle de Missões, um espaçoporto, operações de mineração e, inclusive, uma estação orbital em Ma... more »
 
 

Historias de Maldek – Nisor de Moor, Parte 3 -- Wesley H. Bateman

 
Historias de Maldek Nisor de Moor, Parte 3 Posted by Thoth3126 on 24/04/2015 Nisor de Moor – Parte 3,
 
Histórias de Maldek, da Terra e do Sistema Solar. Traduzido do Livro “THROUGH ALIEN EYES – Através de Olhos Alienígenas”, escrito por Wesley H. Bateman, Telepata da FEDERAÇÃO, páginas 195 a 235. “Eles são como as mais frágeis flores em forma humana. Suas canções e palavras de amor expressam mais realidade sobre a grande emoção do que qualquer canção ou palavra por mim ouvida ou sentida, oferecida com o máximo de sinceridade por habitantes de qualquer outro mundo. Tenho certeza d... mais »
 
 

A Via Láctea pode ter bilhões de ‘Terras’ … -- Jason Palmer


A Via Láctea pode ter bilhões de ‘Terras’ … Posted by Thoth3126 on 24/04/2015
 
Até uma em cada seis estrelas (sóis) pode abrigar em sua órbita um planeta do tamanho da Terra, segundo uma pesquisa divulgada pela Sociedade Astronômica Americana, na Califórnia-EUA. Com base nesses dados, os autores da pesquisa afirmam que pode haver um total de 17 bilhões desses planetas em toda a nossa galáxia, chamada de VIA LÁCTEA. Desde seu lançamento, em 2009, o telescópio Kepler vem observando uma parte fixa do céu, captando mais de 150 mil estrelas em seu campo de visão. Ele detecta a diminu... mais »
 
 

HSBC: tráfico de drogas (ópio) a origem do banco -- Jean-Louis Conne


HSBC: tráfico de drogas (ópio) a origem do banco Posted by Thoth3126 on 24/04/2015 H.S.B.C.: ÓPIO e DROGAS, a origem do banco inglês.
 
No outono europeu de 2009, quatro letras − H, S, B e C − lideravam as principais manchetes dos jornais quando um antigo funcionário desse célebre banco enviou ao fisco francês uma lista de clientes suspeitos de fraude. A mesma sigla apareceu de novo em 2011, dessa vez no contexto da demissão anunciada de cerca de 30 mil pessoas. E novamente o nome saiu nas manchetes dos jornais em Julho de 2012 com uma dura e contundente investigação do Senado dos ... mais »
 
 
EN: Violet Flame
PT: A Chama Violeta