Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Atlântida: Um habitante de dois planetas, partes 9 e 10 ~ Philos, o Tibetano


Atlântida

Um habitante de dois planetas, 

partes 9 e 10

ATLÂNTIDA, A RAINHA das ONDAS dos OCEANOS


“O propósito desta história é relatar o que conheci pela experiência, e não me cabe expor idéias teóricas. Se levares alguns pontos pequenos deixados sem explicação para o santuário interior de tua alma, e ali meditares neles, verás que se tornarão claros para ti, como a água que mitiga a tua sede. . . “Este é o espírito com que o autor propõe que seja lido este livro. E chama de história o relato que faz de sua experiência. Que é história?. . . Ao leitor a decisão.

“Nunca pronuncies estas palavras: “isto eu desconheço, portanto é falso“. Devemos estudar para conhecer; conhecer para compreender; compreender para julgar“. – Aforismo de Narada.

“Em época por vir, uma glória refulgente,
A glória de uma raça feita livre e pujante.
Vista por poetas, sábios, santos e videntes,
Num vislumbre da aurora inda distante.
Junto ao mar do Futuro, uma praia cintilante
Onde cada homem seus pares ombreará,
em igualdade, e a ninguém o joelho dobrará.
Desperta, minh’alma, de dúvidas e medos te desanuvia;
Contempla da face da Manhã toda a Magia
E ouve a melodia de prodigiosa suavidade
Que para nós flutua de remota e áurea graça —
E o canto como um coral da Liberdade
E o hino lírico da vindoura Raça.” (Philos, o Tibetano)

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: http://www.sacred-texts.com

Capítulos anteriores:
http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas/
http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas-parte-2/
http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas-parte-3/
http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas-parte-4/
http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas-parte-5/

Livro: “Um Habitante de Dois Planetas”, de Philos, o Tibetano – Livro Primeiro, CAPÍTULOS 9 e 10:

CAPITULO IX – A CURA DO CRIME

Nos quatro anos que se seguiram ao meu estranho encontro com o homem alto e ereto, de cabelos brancos, que havia profetizado acontecimentos a mim ligados, estes se sucederam em harmonia com sua predição. Nunca mais nos havíamos visto, a não ser uma vez, antes de minha morte. Antes de continuar, devo lembrar e em seguida tirar de cena meus sócios na mina de ouro e o homem que comprou o ouro sabendo que esse ato era ilegal.

Vários meses tinham se passado desde minha entrevista com o Rai Gwauxln em seus aposentos particulares, quando um jovem usando um turbante de cor laranja com um alfinete de ouro e uma granada nele engastada, o que o distinguia como um guarda do serviço imperial, entrou na sala de geologia do Xioquithlon e, dirigindo-se ao instrutor-chefe, falou com ele em voz baixa. Batendo na mesa para chamar a atenção dos noventa ou mais alunos que assistiam à aula sobre minerais, o chefe perguntou se um Xioquene de nome Zailm Numinos estava presente.



Levantei em resposta à pergunta, apresentando-me. “Vem até aqui.” Os outros Xioquene observaram com interesse quando me dirigi à frente da sala, não sem alguma agitação pois eu sabia muito bem qual serviço era representado pelo mensageiro, e o instrutor falara num tom severo nada agradável. “Este mensageiro deseja que o acompanhes à presença do Rai, pois este assim ordenou. Ele está nas Tribunas da Corte Criminal e precisa de ti como testemunha.” Lembrando o que o Rai havia dito, fiquei mais confiante pela importância das palavras a mim dirigidas e, já não estando tão apreensivo, fiz o que pediam. Chegando à Corte dos Tribunos, vi meus sócios na mina de ouro ali, sob custódia, junto com o comprador do ouro que também havia sido indiciado.

O juiz estava sentado no divã judicial em sua plataforma elevada e ao seu lado estava sentado, com simples dignidade, o Rai Gwauxln, Rai (o rei) da maior nação da Terra de então, apesar de sua posição, ele observava respeitosamente o feito de que o juiz tinha a precedência enquanto na corte. Vários espectadores estavam sentados nos assentos providenciados para o público no auditório. Só podia ser dado um veredito relativo aos contraventores: “Culpados”. Esta decisão foi tomada rapidamente e os réus admitiram esse fato. Imediatamente um dos funcionários judiciais levou os prisioneiros a outra parte do edifício onde havia um aposento bem iluminado, aparelhado com vários instrumentos portáteis e fixos. Ele foi acompanhado por todos os presentes.

Uma cadeira com encosto para a cabeça, com presilhas, e outros encostos com presilhas e tiras de couro para prender os membros e o corpo do ocupante estava no centro da sala. Um guarda fez sentar um dos prisioneiros e prendeu-o firmemente na cadeira. Tendo sido tomada essa medida preliminar, um Xioqa se aproximou, trazendo nas mãos um pequeno instrumento que percebi ser de natureza magnética, por sua aparência. Ele colocou os dois pólos do mesmo nas mãos do homem condenado e, após uma breve manipulação, ouviu-se um som leve e ronronante. No mesmo instante os olhos do prisioneiro se fecharam e sua aparência denotou um profundo estupor.

Na realidade, ele fora magneticamente anestesiado. Então o operador apalpou cuidadosamente todo o crânio do homem inconsciente; concluído o exame, ordenou ao seu atendente que raspasse todo o cabelo. Quando essa ordem tinha sido cumprida, ele fez uma marca azul na superfície raspada, na frente e acima das orelhas. Continuando a apalpar, escreveu o numeral poseidano 2, acima e um pouco atrás de cada orelha. Feito isso, voltou a atenção para os espectadores mas, ouvindo as palavras do Rai Gwauxln, fez uma pausa antes do discurso que se propusera fazer aos presentes e me chamou para o seu lado, para onde me dirigi, deixando o local onde estava, além da grade. Então ele falou:

“Neste prisioneiro, verifiquei que as faculdades dominantes e mais positivas são as que marquei um e dois; o número um é um ambicioso desejo de ter propriedades, e sua disposição é fazer todas as coisas secretamente, como se pode ver pela proeminência excessiva dos órgãos do sigilo. Como o crânio não se alongasse muito para cima, mas é bastante largo entre as orelhas, no número dois, concluo que temos aqui um indivíduo muito ganancioso a quem faltam consciência e espiritualidade e, por conseqüência, uma natureza moral, quase que totalmente. Como ele também possui um temperamento muito destrutivo, temos aqui uma pessoa muito perigosa e me surpreende que ainda não tenha vindo a este lugar para ser corrigido.

Por que alguém hesitaria em se submeter a um tratamento corretivo voluntário, causa-me estranheza. Suponho que seja algo explicável pela teoria de que alguém que esteja no baixo plano moral deste pobre homem é incapaz de perceber a vantagem de se encontrar num plano superior, mas é capaz de ver as vantagens imediatas de seguir métodos execrâveis para atingir seus objetivos. Em resumo, trata-se de um homem que não hesitaria em cometer um assassinato se isso lhe desse um ganho imediato, sem ter ideia das conseqüências futuras de seu ato. Isto é verdade, Zo Rai?” “Sim”, respondeu o Rai. “Tendo meu diagnóstico deste caso”, continuou o Xioqa, “sido confirmado por tão alta autoridade, farei a aplicação da cura”.



Ele chamou um atendente, que se aproximou com outro aparelho magnético sobre rodas, contido numa pesada caixa de metal, tendo colocado o mesmo em atividade de forma satisfatória. O Xioqa aplicou seu pólo positivo no ponto marcado pelo número um na cabeça do prisioneiro e o outro pólo na nuca. Então pegou seu marcador de tempo e colocou-o sobre a caixa de metal do instrumento, perto de um dial cujo ponteiro ele ajustou. Houve silêncio geral, a não ser por conversas em voz muito baixa em várias partes da sala, durante a meia hora seguinte. Ao fim desse período o Xioqa se levantou de sua cadeira e mudou o pólo positivo para o lado oposto da cabeça do réu, onde estava a duplicata do número um.

Houve outra meia hora de espera silenciosa, só interrompida pela saída de alguns espectadores e entrada de outros. Quando a segunda meia hora passou, o operador passou o pólo para o local marcado “dois”. Desta vez só meia hora foi dada para os dois lados da cabeça. O imperador tinha me ordenado que ficasse na sala. Ele só havia ficado alguns instantes após o início da operação que não tinha novidades para ele. Ao final da sessão com o primeiro homem, este foi tirado da anestesia pela influência do aparelho magnético, cuja operação foi invertida numa segunda aplicação. O Xioqa fez uma preleção sobre o tema da operação enquanto o primeiro paciente era removido do local. Ele disse o seguinte ao grupo de espectadores que tinha aumentado bastante:

“Vistes o tratamento das qualidades mentais que tendiam, por sua proeminência, a distorcer sua natureza moral apenas parcialmente desenvolvida. O processo consistiu em atrofiar parcialmente os canais vasculares que irrigam a parte do cérebro onde se localizam os órgãos da ganância e da destruição. Mas dito isso, deveis observar que a alma é superior ao cérebro físico e é na alma, na natureza do homem, que residem essas tendências criminosas (sendo o cérebro e outros órgãos apenas a sede da expressão psíquica) – o escritório administrativo, por assim dizer. Portanto, a mera hipnotização desse homem não cumpriria nosso propósito.

No estado hipnótico há uma atração para dentro, e os vasos sangüíneos do cérebro se contraem e ficam parcialmente sem sangue; podem, inclusive, tornar-se fatalmente esvaziados. Esta arte é verdadeiramente muito perigosa. Mas o efeito oposto é produzido no afaísmo (o equivalente poseidano de “mesmerismo”). O cérebro fica cheio de sangue e a reversão do instrumento inicia o processo (hipnótico) afáico. Nesse momento a mente do operador pode assumir o controle da mente do paciente e sugerir à alma pecadora uma permanente cessação do pecado. Este homem foi tratado dessa forma, duplamente, porque o suprimento de sangue foi parcialmente interrompido para os órgãos que sediam sua fraqueza, mas também, através de minha vontade, comuniquei à alma que deixasse de errar e incumbi-a de executar um trabalho que terá uma ação contrária.

Ele poderá se sentir adoentado por alguns dias, mas suas tendências pecaminosas terão desaparecido. É preciso uma mente superior, que tenha cometido erros de diferentes espécies, para termos um malfeitor bem-sucedido, e onde estiver a natureza mais baixa, principalmente uma natureza sexual pervertida, estará o criminoso. Na Atlântida ele não tem saída, pois, se uma pessoa denota essa disposição, o Estado a toma pela mão e age sobre os órgãos pertinentes. Mas creio que não é necessário que eu me alongue mais sobre este assunto.” Tendo o primeiro homem sido levado para receber cuidados, o segundo dos meus sócios foi colocado na cadeira.

O exame do desenvolvimento cerebral revelou que ele era mais um fraco que um malvado: um prevaricador habitual e com tendências libertinas; tinha um crânio que estava colocado principalmente para trás e para cima das orelhas. Não acho necessário descrever seu tratamento, que seguiu as mesmas linhas do anterior; a sugestão (hipnótica) mesmérica foi o principal método de cura. Ao voltar para casa aquela tarde, decidi acrescentar a ciência da frenologia profilática ao meu currículo. E assim fiz.



Pela prática do conhecimento dos homens, que então eu adquiri, eu interferi com o carma de não poucos indivíduos, mas, como o resultado provou, a interferência não foi em nenhum, prejudicial, de modo que eu não tenho para responder por nenhum dano provocado. De vez em quando eu desejei que eu mesmo tivesse me submetido para tratamento nas mãos do Estado, por que se isso tivesse sido feito, no mínimo, eu teria evitado o cometimento de erros que causaram muita miséria mais tarde, para mim, e para os outros, por mim provocado.

Que eu não o tivesse feito, foi assim, melhor, mas também porque ninguém pode de qualquer forma que seja, fugir das suas próprias responsabilidades com seu personagem, com o carma de todas as suas encarnações anteriores. Pois ter assim eu mesmo me submetido à correção teria sido uma evasão do calvário (do carma e consequente aprendizado) que me esperava, uma espécie de tentativa covarde semelhante ao ato de um suicida que procura evitar problemas na terra praticando o suicídio, e que em cada vida assim terminada não se escapa de nada, nem um jota ou til da lei de Deus. Em vez disso, ele acumula suas montanhas de misérias e penalidades mais alto e prolonga através do karma inexorável, em mais outras encarnações terrenas, a sua própria angústia.

Assim é com os que morrem pela auto-destruição (suicídio); mas aqueles que morrem por causas inevitáveis ??involuntariamente, não são visitados por essas sanções. Então, os culpados Poseidanos que não poderiam evitar o tratamento foram sabiamente beneficiados, enquanto que para mim a submissão voluntária teria semeado dentes de dragão para o meu caminho futuro. As penalidades, aos que observam a Lei, não preocupam aqueles que a conhecem e, assim sabendo, se submetem à vontade de Deus, a aceitam, enfrentam e aprendem com o seu próprio carma.

CAPITULO X – REALIZAÇÃO

O governo estava acostumado a fiscalizar sistematicamente os mais proeminentes Xioqueni (estudantes) a quem concedia bolsas de estudo, mas a supervisão não era ostensiva; na verdade mal era percebida pelos que estavam sob sua paternal vigilância. Aqueles que além de serem inteligentes e estudiosos, aproximavam-se do final do seu termo colegial, eram admitidos às sessões do Conselho dos Noventa que não fossem de caráter executivo ou secreto. Havia alguns Xioqueni favoritos especiais que, mediante votos estritos, não eram excluídos de qualquer reunião dos conselheiros. Nenhum dos muitos milhares de estudantes deixava de dar valor ao menor «desses privilégios, pois além da honra que eles conferiam, as lições sobre a arte de governar que eles aprendiam representavam uma incalculável vantagem em sua formação.

Na segunda metade de meu quarto ano de freqüência à escola, procurou-me um certo Príncipe Menax que desejava saber se eu aceitaria o cargo de Secretário dos Registros, o qual me daria a oportunidade de me familiarizar com todos os detalhes do governo de Poseid. Ele assim falou: “Este é um privilégio verdadeiramente importante, que estou feliz em te oferecer porque tens capacidade de desempenhá-lo de modo a satisfazer o conselho. Esse cargo te colocará em estreito contato com o Rai e todos os príncipes, e também te dará certo grau de autoridade. Que me respondes?”

“Príncipe Menax, estou ciente de que esta é uma grande honra. Mas permite-me perguntar por que ofereces tão grande oportunidade a alguém que se considera um quase completo estranho para ti?” “Porque, Zailm Numinos, decidi que és digno e agora te dou ocasião para provar isso. Não és desconhecido para mim, embora eu o seja para ti; tenho confiança em ti; não queres me provar que essa confiança está bem fundamentada?” “Certamente.” “Pois então ergue tua mão direita para o fulgurante Incal e por esse símbolo sublime declara que em caso algum revelarás coisa alguma que se passe nas sessões secretas, e nenhum dos atos acontecidos no Salão Nobre das Leis.”

Fiz o voto e, ao fazê-lo, fiquei obrigado por um juramento inviolável aos olhos de todos os poseidanos. Dessa forma tornei-me um dos sete secretários não eleitos e não oficiais, que eram incumbidos de escrever os relatórios especiais e cuidar de muitos documentos de estado importantes. Certamente não era pequena essa distinção conferida a um dentre nove mil
Xioqueni, um homem ainda sem direito a voto numa nação de cerca de trezentos milhões de habitantes. Se por algum motivo eu pudesse atribuir esse fato ao meu mérito, nem por isso me consideraria melhor que cem dos meus colegas. O oferecimento se deveu em grande parte à minha popularidade pessoal junto aos poderosos, uma popularidade, entretanto, que eu não teria se não tivesse demonstrado em todos os campos a mesma sólida determinação que havia regido minhas ações no solitário pico do (Pitak) Rhok, a grande montanha.



O Príncipe Menax continuou, dizendo: “Gostaria de ver-te esta noite no meu palácio, se te for conveniente, pois tenho algumas coisas para te dizer. Agradar-me-ia provar teu erro em acreditar que me és desconhecido, apenas porque és um entre os muitos estudantes Xioqueni, cada um deles perseguindo igualmente o conhecimento. Partiu de mim e não do teu Xioql (preceptor-chefe), como imaginaste, o convite para assistires às sessões do conselho ordinário. Os Astiki (príncipes de estado) estão sempre muito interessados nos Xioqueni de maior mérito; por isso tantos pequenos deveres te foram dados a cumprir. Mas nada mais direi agora, para não atrapalhar tuas aulas. Lembra-te da hora marcada, a oitava.”

Menax exercia o mais alto cargo ministerial de todos os Astiki, pois era o primeiro-ministro e, como tal, principal consultor do Rai. Minha autoestima aumentou quando percebi que era contemplado com tão elevado favorecimento, mas isso me encheu de gratidão e não de convencimento. Tratava-se realmente de auto-estima, não de vaidade. Embora aquela não fosse minha primeira visita ao palácio desse príncipe, de forma alguma eu poderia dizer que estava familiarizado com o interior de seu astikithlon. Enrolando o meu melhor turbante verde em volta da cabeça e fechando-o com um alfinete que trazia uma pedra de quartzo cinzento com veios verdes como azinhavre nele engastada, o que denotava minha categoria social, entrei no naim e chamei um vailx citadino, como chamarias um taci.

O veículo logo chegou; embora pequeno, era amplo o bastante para acomodar dois, três e até quatro passageiros. Dando boa noite à minha mãe, logo me pus a caminho. O condutor me deixou sossegado e eu fiquei ouvindo a furiosa arremetida das torrentes de chuva que faziam a noite inclemente ao extremo. O palácio de Menax não ficava distante do cais interior do canal, no ponto mais próximo entre este e minha casa suburbana. A distância era de dez milhas e por isto a viagem aérea de lá até o canal durou o mesmo tempo que durou para o vailx encostar no amplo piso de mármore da estação, arrastando um pouco o fundo, anunciando assim a sua chegada.

Um sentinela se aproximou para saber o que eu queria e, tendo sido atendido, chamou um servidor para me escoltar até onde estava o príncipe Menax. Vários funcionários categorizados do séquito do príncipe estavam no grande aposento, laboriosamente ocupados em fazer nada em particular, ocupação na qual estavam sendo auxiliados por várias damas que residiam no palácio. O Príncipe Menax estava deitado num diva colocado na frente de uma grade cheia de pedaços de alguma substância refratária aquecida pela força universal.

No tempo que levou para o atendente me conduzir à presença do príncipe e anunciar minha chegada, tive oportunidade de notar um grupo de funcionários e senhoras reunidos no espaço ao redor de uma mulher de tão grande graça e beleza que nem sua evidente tristeza e aflição nem a distância entre a entrada e o canto onde ela estava sentada conseguiram ocultá-la completamente. Suas roupas, suas feições e sua tez mostravam que ela não era filha de Poseid, pois não tinha os olhos e cabelos escuros, e a pele clara mas distintamente acobreada. Aquela mulher triste e aflita era ao contrário disso tudo, pelo que minha rápida vista de olhos pôde discernir na distância que nos separava.

O príncipe Menax disse, saudando-me: “Sê bem-vindo. Senta-te. A noite está tempestuosa mas eu te conheço bem. Como prometeste vir, viestes.” Ele ficou em silêncio por algum tempo, olhando fixamente para a grelha que ardia, e então perguntou: “Zailm, tu participarás na competição em Xio nos nove dias reservados para o exame anual dos Xioqueni?” “Tenho essa intenção, meu Astika.” “Tens o direito de adiar o exame até o último ano do seu termo.” “É assim para todos os Xioqueni?” “Aprovo enfaticamente tua determinação. Eu mesmo agi assim, quando era estudante. Espero que sejas aprovado, para que te alegres com teu êxito, embora isso não diminua o número de teus anos de estudo. Mas o que acontecerá após o exame?

Terás um mês para fazer o que tiveres vontade. Quisera eu ter trinta e três dias de descanso dos meus deveres!” Menax fez uma pausa meditativa e continuou: “Zailm, tens algum plano especial para estas férias?” “Nenhum, meu príncipe.” “Nenhum. . . Muito bem. Agradar-te-ia me prestar um serviço, indo para um país distante para fazer-me esta gentileza? Após completares esse rápido dever, poderás ficar lá pelo tempo que quiseres, ou ir para onde a fantasia te chame.” Não vi razão para me negar a fazer o que ele queria, e como o serviço solicitado me levou a uma terra até aqui só de passagem mencionada, considero justificado prefaciar meu relato sobre aquela longínqua viagem com uma descrição de Suernis, hoje chamada como ÍNDIA, e de Necropan ou hoje o EGITO, as mais civilizadas nações que não estavam sob a supremacia E O GOVERNO de Poseid.



Quando as nações tentam tornar a religião absolutamente dominante em seus assuntos, o resultado não pode deixar de ser marcado pelo desastre. A política teocrática dos israelitas é uma ilustração disso e, como o leitor deve ter percebido há muito, Suernis (ÍNDIA) e Necropan (EGITO) foram exemplos ainda mais antigos na história do mundo. A razão disso não é a de que a religião seja um fracasso; a força deste registro de minha vida deve transmitir a verdade de que julgo nada haver de melhor do que a religião pura, sem máculas. Não, a razão por que uma teocracia bem-sucedida não pode durar é que a atenção de seus dirigentes deve ser dada às coisas espirituais para que o espiritual tenha êxito, e as coisas do Reino de Deus nunca podem ser as coisas da terra. Pelo menos não até que o homem esteja totalmente desenvolvido em seu sexto ou o princípio psíquico e tenha se purificado de toda mancha de animalidade, pelo fogo do Espírito.

Suernis e Necropan tinham uma civilização que hoje percebo ter sido tão adiantada quanto a nossa, embora diferente. Mas, porque não tinha quase nenhum ponto em comum com a de Poseid, o povo deste país a considerava com certo desprezo quando a ela se referia entre seus iguais. Entretanto, os poseidanos eram muito respeitosos em seus contatos com aqueles povos, por razões que ficarão claras no decorrer da narrativa.

As diferenças entre essas duas civilizações contemporâneas se encontravam no fato de que Poseid tendia para o cultivo das artes mecânicas (desenvolvimento e endeusamento da TECNOLOGIA), para as ciências ligadas às coisas materiais, e se contentava em aceitar sem questionamento a religião de seus ancestrais, enquanto que os suernis e necropanos davam grande importância a tudo que fosse oculto e tivesse significação religiosa - princípios verdadeiramente práticos, pois as leis ocultas têm influência sobre a materialidade – mas descuidavam-se dos assuntos materiais, salvo quanto à adequada manutenção da existência física.

Sua regra de vida estava resumida no princípio de não tomar grande conhecimento da existência presente e preocupar-se com o futuro. O princípio vital de Poseid era estender seu domínio sobre todas as coisas naturais (e se possível sobre todo o planeta). Havia os que filosofavam a respeito do espírito; eram os teóricos poseidanos, que desenhavam o quadro do destino da Atlântida. Eles apontavam para o fato de que nossos esplêndidos triunfos materiais, nossas artes, ciências e progresso, dependiam absolutamente da utilização do poder oculto extraído do Lado-Noite (feminino) da Natureza. Este fato era comparado com a verdade de que os misteriosos poderes dos suernis e necropanos deviam sua existência ao mesmo reino oculto, concluindo que com o tempo também daríamos menos importância ao progresso material e empregaríamos nossa energia em estudos ocultos.

Seus presságios (sobe o futuro de Atlântida-Poseid), por conseguinte, eram extremamente sombrios; mas, embora o povo os ouvisse com respeito, a incapacidade desses profetas para sugerir uma solução os tornava objeto de um secreto desprezo, a algum grau. Qualquer um que encontre defeitos no estado de coisas existente e se mostre obviamente incapaz de oferecer um substitutivo superior, não pode deixar de ser publicamente ridicularizado. Nós, poseidanos, sabíamos que as duas misteriosas nações de além-mar possuíam capacidades que virtualmente superava de longe nossas realizações, como o nosso poder de navegar pelo espaço aéreo e nas profundezas das águas, nossos velozes carros, nossas embarcações submarinas.

Não, eles não se jactavam de tais conveniências, pois não precisavam delas para levar adiante sua existência, não tendo o desejo, como supúnhamos, de terem tais aparelhos, talvez nosso desprezo fosse mais uma afetação que uma realidade, pois em nossos momentos de pensar mais sobriamente nós reconhecíamos sua supremacia com grande admiração. Mas com quem falaríamos, quem veríamos e ouviríamos, sendo vistos e ouvidos, no desejo de nos comunicarmos a qualquer distância e sem fios, por meio das correntes magnéticas do globo? Verdadeiramente, nunca conhecemos a dor da separação de nossos amigos; podíamos atender as demandas do comércio e transportar nossos exércitos em tempo de guerra em um dia para qualquer lugar do mundo, tudo isso enquanto nossos dispositivos mecânicos e elétricos estivessem disponíveis.

Mas de que valia toda essa esplêndida capacidade? Se um dos mais competentes Xioqueni fosse encerrado numa masmorra, todo o seu conhecimento seria nulo; privado de todos os implementos e meios costumeiros, ele não poderia ter a esperança de ver, ouvir ou escapar sem ajuda externa. Suas maravilhosas capacidades dependiam das criações de sua inteligência. Não era assim no caso dos suernis e necropanos. Nenhum poseidano saberia a maneira de aprisionar qualquer desses cidadãos. Se um suerni ou necropano fosse encerrado numa masmorra, simplesmente se levantaria e iria embora como Paulo de Tarso; podia ver e ouvir a qualquer distância, sem o naim (telefone); andar entre inimigos sem ser visto. De que valiam então nossos triunfos tecnológicos diante desses poderosos suernis e necropanos?



Que utilidade teriam nossos instrumentos de guerra contra esse tipo de povo, se um só de seus homens, olhando com olhos em que queimava a terrível luz do poder da vontade e usando contra nós as forças invisíveis do Lado- Noite (feminino da Natureza), poderia nos destruir como o faz o hálito ardente do fogo com as folhas verdes num campo incendiado? Nossos mísseis teriam alguma utilidade nesse caso? Se a pessoa contra quem fossem atirados poderia impedir seu trajeto rápido como um raio, fazendo-os cair a seus pés como a lanugem do cardo? E os explosivos mais poderosos que a nitroglicerina, atirados do céu de vailxes planando várias milhas acima no domo azul do firmamento? Seriam inúteis, pois o inimigo, com seu presciente olhar e perfeito controle de forças do Lado-Noite que desconhecíamos, poderia deter o petardo em sua queda e, ao invés de sofrer danos, poderia aniquilar a aeronave vailx e toda a sua tripulação.

A criança que já se queimou teme o fogo, pois em tempos passados tínhamos tentado conquistar aquelas nações, com desastroso fracasso (n.t. Fato histórico narrado no épico Ramayana, que narra um conflito entre Suerni (ÍNDIA) e Atlântida). Eles só se preocuparam em repelir nossos ataques, e tendo sido vitoriosos, deixaram-nos partir em paz. (Foram os anos se transformando em séculos e milênios, e a nossa atitude também se tornou apenas defensiva, deixando de ser ofensiva e, por causa dessa mudança de comportamento por parte de Poseid, desenvolveram-se relações amigáveis entre as três nações.

A Atlântida tinha finalmente aprendido uma boa parte do segredo do uso de forças magnéticas para destruir inimigos, dispensando mísseis, projéteis e explosivos como meios de defesa. Ainda assim, o conhecimento de Suerni (ÍNDIA) continuava a ser muito superior. Superior porque nossas armas magnéticas só espalhavam a morte numa área restrita, próxima ao operador; as deles atingiam qualquer ponto desejado por eles, por mais longínquo que fosse. Nossas armas destruíam indiscriminadamente todas as coisas existentes no alvo – inanimadas e animadas – todas as pessoas, amigas ou inimigas; animais e árvores, tudo ficava condenado. O poder das armas deles era controlado, atingindo o âmago da força oponente, e não destruía vidas desnecessariamente; aliás, não causava danos ao inimigo em geral, só aos OFICIAIS, GENERAIS e GOVERNANTES do lado contrário.

Eu havia tomado conhecimento desses fatos relativos aos suernis muito tempo antes. O Príncipe Menax tinha me pedido para cumprir uma missão junto àquele povo. Eu nunca tinha visitado Suerni e, como tinha o desejo de fazê-lo, fiquei satisfeito porque esse desejo seria gratificado. Após consentir em atender o pedido, perguntei ao príncipe qual seria a missão com as seguintes palavras: “Se o Astika disser a este filho o que deseja, satisfará sua crescente curiosidade”. “Eu o farei”, respondeu o príncipe. “Quero mandar um presente ao Rai de Suerni como retribuição de certas dádivas enviadas por ele ao Rai Gwauxln.

Embora tenhamos poucas dúvidas de que essas dádivas foram enviadas para nos induzir a aceitar cento e quarenta mulheres, prisioneiras do Rai Ernon de Suern, não podemos aceitar que eles de certa forma nos imponham uma espécie de suborno; embora as mulheres possam receber permissão para ficar ou ir para onde quiserem a não ser para onde os suernis as proíbam, decidimos considerar as jóias e o ouro que eles nos deram como um presente, e retribuí-lo adequadamente. Assim resolveu o conselho em assembléia. Parece que essas mulheres são membros de certas poderosas forças de imprudentes invasores cujo país se encontra a oeste de Suern. Esses grupos insensatamente guerrearam contra a terrível Suern.

Eles nunca tinham experimentado, nem visto outros experimentarem, a ira e o PODER com que Incal reveste Seus filhos de Suern, uma ira que devasta os inimigos como a foice sega o trigo. Ora, Ernon tem um país fértil, e esses selvagens ignorantes ambicionavam possuí-lo, e por isso declararam guerra a Ernon. A isso Ernon respondeu que não aceitava; que aqueles que o atacassem com arcos e viessem vestidos de couraças seriam enfrentados por ele e muito se arrependeriam, visto que Jeohvah como os Suerni preferiam chamar Aquele que denominamos Incal, o protegeria e ao povo de Suern, sem luta e sem derramamento de sangue. Diante disso os bárbaros responderam com linguagem arrogante, declarando que invadiriam aquela terra e destruiriam seu povo pela espada.

Então eles reuniram um grande exército, de muitos milhares de combatentes e acompanhantes, os quais, liderados por um destemido Astiki (Príncipe), arremeteram para o leste vindos pelo sul, para devastar o reino de Suern. Mas espera – há alguém nesta sala que sem dúvida poderá te dizer mais e melhor do que eu. Mailzis!” – disse ele ao seu criado particular - “traz à minha presença aquela estrangeira de pele clara”. Mailzis obedeceu e a estrangeira que eu tinha visto ao entrar no salão do príncipe levantou-se com uma atitude leve e graciosa que despertou minha admiração. Alisando a roupa calmamente, sem absolutamente se comportar como alguém que obedece a ordem de um superior, aproximou-se de Menax.

Levantando-se com deferência, o príncipe disse: “Senhora, farieis a gentileza de repetir o que narraste ao meu soberano? Sei que tua história é muitíssimo interessante”. Enquanto ouvia essas observações a estrangeira não olhou para o príncipe e sim para mim. Seus olhos tinham se fixado em meu rosto, não ousadamente mas com profunda atenção, embora sem ter consciência da fixidez de seu olhar. Seja como for, havia nele um tão grande poder magnético que tive de desviar os olhos, estranhamente intimidado, sentindo que continuava a ser observado a despeito disso. Ocorreu-me que ter respondido na língua poseidana indicava que ela possuía uma boa educação.

“Se te for agradável, Astika, que eu o faça, então será agradável para mim também”, disse ela. “Terei prazer em repetir a história para o jovem a quem tratas com favor. Entretanto preferiria que tua jovem filha não permanecesse aqui” – disse ela a meia-voz, com um olhar de antagonismo para Anzimee que estava sentada perto de nós, aparentemente ocupada em ler um livro, mas sem fazê-lo realmente, em minha opinião. O laivo de ciúme na voz da estrangeira não foi percebido por Menax, mas o foi por Anzimee, que se levantou e deixou o salão.



Desgostou-me esse ato e me ressenti do que o causara, o que a Saldu (n.t. da tribo Saldeia, que mais tarde na história humana seria conhecida como Caldeus) percebeu de imediato, mordendo o lábio, vexada. “Não deve ser agradável ficar de pé; senta-te aqui à minha direita e tu, Zailm, muda de lugar e senta à minha esquerda”, disse Menax, voltando a se acomodar no divã. Quando todos estavam devidamente sentados, mostramo-nos prontos para ouvir a narrativa. Nesse momento Mailzis, o criado, aproximou-se respeitosamente e, quando perguntado sobre o que desejava, disse: “É da vontade de teus oficiais e das senhoras do astikithlon também ouvir o relato.”

“Concedido; podes também conduzir o naim até aqui, perto de nós, para que o escriba dos Registros anote tudo.” Tendo recebido permissão, os peticionários logo estavam acomodados à nossa volta, alguns em assentos baixos e os mais altos oficiais que tinham mais familiaridade com o príncipe se estenderam de lado, apoiando-se no cotovelo, nos ricos tapetes de veludo que cobriam o chão, na frente de Menax. (…)

Continua no XI Capítulo…


Mais informações sobre ATLÂNTIDA em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-vida-em-atlantida/
  2. http://thoth3126.com.br/atlantida-restos-de-uma-imensa-cidade-encontrada-na-costa-de-cuba/
  3. http://thoth3126.com.br/a-historia-secreta-do-planeta-terra/
  4. http://thoth3126.com.br/atlantida-o-continente-perdido/
  5. http://thoth3126.com.br/bimini-road-atlantida-misterios-nao-resolvidos-do-mundo/
  6. http://thoth3126.com.br/atlantida-triangulo-das-bermudas/
  7. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade/
  8. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade-parte-2/
  9. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade-parte-3-final/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

39Share on Facebook (Opens in new window)39
2Click to share on Twitter (Opens in new window)2
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

URL: http://wp.me/p2Fgqo-6ph
Posted by Thoth3126 on 19/05/2015 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Philos, o Tibetano


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Pensamento do Dia, 19 de Maio de 2015

Pensamento do Dia, 19 de Maio de 2015

Sathya Sai Baba 



Embora as religiões tenham nomes e doutrinas distintas, em essência todas são uma só. 
Elas enfatizam o núcleo comum. Infelizmente, as diferenças aparentes entre as religiões têm subvertido a amizade de todos os homens. 
Todos os dogmas religiosos, exceto alguns, podem facilmente ser harmonizados e reconciliados. 
A experiência e a sabedoria dos grandes videntes que expuseram o amor universal não são apreciadas, aceitas e respeitadas. 
O mesmo Deus é louvado e adorado em vários nomes através de rituais cerimoniais variados. 
Em todas as épocas, para cada raça ou comunidade, Deus enviou profetas para estabelecer a paz e a boa vontade. Todas as grandes pessoas são imagens de Deus. 
Elas formam uma única casta no reino de Deus; elas pertencem a uma nação, a comunhão divina. 
O princípio da harmonização é o coração de todas as religiões e credos. 
Interesse-se pela compreensão das práticas e crenças dos outros. Isso limpa sua mente. Então, com um coração amoroso, você alcançará a Presença Divina. 
(Sutra Vahini, capítulo 4)

Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um de nós.
Atualização diária
 


EN: Violet Flame
PT: A Chama Violeta

Você tem grande força interior ~ Os Anjos via Sharon

Você tem grande força interior

 SABEDORIA DOS ANJOS 

com Sharon Taphorn

18 de Maio de 2015. 

Tradução: Regina Drumond


Você é mais forte do que, algumas vezes, percebe e quando procura interiormente a sua força interior e toma uma decisão, você tem mais fé em si mesmo e no resultado positivo que deseja. Quando você acredita realmente que as coisas irão dar certo, esta fé lhe dá a confiança e a força para ver isto através dos desafios e das tempestades que são uma parte do ser humano.
A Orientação dos Anjos é que se interiorize profundamente em seu eu interior. A força está dentro de você. Embora você nem sempre possa se sentir assim no momento, você é capaz de superar e ir além de sua atual experiência. Acredite em si mesmo e saiba que você tem o poder dentro de você, de ver isto até a sua conclusão. Os Anjos estão com você, apoiando-o e cuidando de você. Invoque-os para fortalecer a sua fé e a sua força e saiba que você pode fazê-lo.
Afirmação: “Eu observo a minha força interior e me determino a me ajudar quando precisar ser forte e confio que quando eu tenho fé e acredito que as coisas irão dar certo, isto acontecerá.”
E assim é.

Você é ternamente amado e apoiado, sempre

Os Anjos e Guias

Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie,Спасибо,Obrigado,谢谢,
Dank, 謝謝,Chokran,Děkuji,Kiitos

Direitos Autorais Universais©2014 por Sharon Taphorn

Todos os direitos reservados.

Por favor, compartilhe os artigos, contanto que o autor e as informações de
contato sejam sempre incluídos, a mensagem esteja completa e os créditos
dados a autora.

http://wwwplayingwiththeuniverse.com/

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br.
Foto de Angel Wisdom with Sharon Taphorn.


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Sharon Taphorn


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

A MÚSICA DO LAR - OS RITMOS DA VIDA ~ o grupo via Steve

A MÚSICA DO LAR
OS RITMOS DA VIDA

Mensagem do grupo, 

canalizada por Steve Rother

18 de Maio de 2015

Traduzido por: Regina Drumond


Saudações a todos, queridos. Vocês estão muito vibrantes neste dia! É mágico vê-los a partir desta perspectiva e percebermos algumas mudanças energéticas que estão ocorrendo com todos vocês. A magia começou no planeta Terra e todos vocês estão mudando de uma forma muito mágica. Desde que isto surgiu várias vezes durante o curso de progressão de hoje, queremos falar sobre a música. Qual é o papel que esta desempenha na sua vida?

DOMÍNIO DA MÚSICA

Bem, na maioria dos lugares, as pessoas consideram a música um pouco em segundo plano. A maior parte de vocês colocou a música na área do entretenimento em seu cronograma. A parte interessante é que a música é muito mais do que isso. Muitos de vocês se consideram músicos, no entanto, outros ainda não. Alguns de vocês dizem: "Eu não posso segurar um tom, por isso eu desfruto da música a partir de uma distância, mas não irei cantar em voz alta." Bem, vocês já consideraram que, se vocês fossem insensíveis aos tons, ou não conseguissem entoar nesta vida , talvez vocês já tivessem dominado o que vocês precisavam em termos de música? Aqui está a parte interessante sobre a música, ela é cumulativa entre as vidas. Não há certo ou errado sobre qualquer coisa, pois a realidade é que se você pegarem um instrumento e ele se ajustar ao seu espírito, então, imaginem que vocês terão uma expressão para criar a vibração do Lar.

OS RITMOS INTERIORES – A MÚSICA INTERIOR DO LAR

Muitos de vocês estão criando a música quando falam, embora não estejam cientes disso. Vocês pensam: "Eu não faço isso porque não tenho ouvidos para a música. Eu não posso segurar uma nota, então, obviamente, eu não irei cantar.” A verdade é que todos vocês têm ritmos dentro de vocês que estão começando a mudar, o que está abrindo as habilidades para que a humanidade se veja de uma forma totalmente diferente. A magia começou, queridos.

Agora imaginem em tempos antigos, muito antes do registro de sua história, como os primeiros seres humanos, vocês estavam criando sons.No início, um par de ossos serviria muito bem para os instrumentos de ritmo.Vocês aprenderam a se comunicar através dessa forma de ritmo e a usaram em várias culturas diferentes,enquanto a humanidade evoluía. Então, vocês começaram a trabalhar com as notas e tornaram-se cientes de que a sua própria voz tinha um alcance. Você iriam encontrar ou fazer os instrumentos que poderiam ter pelo menos um pouquinho da réplica da energia do Lar. A música que cada um de vocês ouve o tempo todo é do Lar. Essa é a parte bonita e tudo o que vocês estão fazendo é tentar replicar essa conexão interna, a música interior do Lar. É apenas quando dois ou mais se uniram que eles criaram uma harmonia, o que foi realmente o início do processo harmônico; harmonizar a sua música com outros seres, tornou-se o início das escalas. Queridos, as escalas não existiam antes de vocês tentarem se unir. Essa foi a razão pela qual elas foram feitas em primeiro lugar, para que vocês fossem capazes de atingir a harmonia de vez em quando. Isto evoluiu para toda a música que vocês ouvem de maneiras diferentes. Nós lhes dizemos isto agora, porque em seu planeta, grande parte da sua música está prestes a mudar.

ALTERANDO OS RITMOS E AS ESCALAS IMPERFEITAS

Vocês estão evoluindo muito rapidamente como seres espirituais que fingem jogar este jogo da humanidade. À medida que evoluem, seus gostos e aversões em torno de vocês também irão começar a mudar rapidamente. É um processo muito bonito de ver e iremos compartilhar um pouco disto com vocês, à medida que avançamos ainda mais nisto. Vocês irão começar a ouvir coisas que podem parecer um pouco dissonantes, especialmente tendo a ver com ritmo. Se vocês trabalharem com uma música que tem quatro compassos, mas em seguida, iniciam um outro ritmo com quatro compassos, que de repente vem com cinco, isto irá atrair a atenção de uma forma que é quase uma distração. Vocês não pensam nisso como música; vocês pensam nisso como algo errado. Bem, isso irá mudar em breve, quando vocês irão ver uma variedade de ritmos que irão começar a se tornar a norma. Não só os ritmos, mas a sua música, em geral, irá mudar, e, eventualmente, suas escalas irão começar a encontrar uma nova base.

As escalas são a parte mais difícil. Agora que vocês têm a tecnologia para fazer isso, vocês podem tirar as notas mais altas e mais baixas que podem criar e dividi-las perfeita e igualmente em segmentos. Se vocês tocarem, isto parecerá horrível, mas por quê? Por que soa terrível se vocês dividem tudo em segmentos perfeitos? Bem, na verdade não soa terrível, meus queridos, isto simplesmente não tem toda a riqueza da harmonia dos sons secundários de um instrumento, adicionado aos sons secundários e a parte final de outra mistura juntos. Porque, a fim de fazer isso, suas escalas têm que ser imperfeitas.

Observem o teclado do seu piano e vocês verão que falta uma nota – pelo menos uma. Notarão que há outros lugares onde a perfeição das escalas teve que ser trazida à imperfeição. Só então poderiam seus ouvidos humanos captá-las e fazê-las semelhantes à energia e à luz que vocês sempre ouvem na música do Lar. Portanto, estes são tempos muito fascinantes para aqueles de vocês que têm se considerado como não-musicais nesta vida. Nós lhes pedimos que compreendam que, embora vocês não possam estar começando uma carreira de gravação ou sairem pela estrada com sua banda, até mesmo o ritmo e o tom de sua voz imitam esta música que vocês ouvem interiormente. Queridos, isto ajuda a fazer as conexões com todos ao seu redor.

HABILIDADES MUSICAIS CUMULATIVAS

Agora a outra parte disto, é que as habilidades musicais são cumulativas ao longo de muitas vidas. Se vocês trabalham e estudam muito como um músico e, então, morrem subitamente, vocês deixam esta vida. Quando retornam, vocês ainda têm que treinar o seu corpo e seus dedos onde as coisas estão, mas o resto vem muito rapidamente. Em geral, vocês, basicamente, captam de onde pararam na última vida com a música e a sua expressão da música. Vocês a chamam de “música”, mas no Lar nós nem mesmo a identificamos, porque ela é uma parte de nossas vidas cotidianas. Nós nem mesmo temos uma palavra para identificá-la, como separada de nós mesmos, porque é uma parte de cada um de nós. Isto, também, irá acontecer aqui.

REDEFININDO O ESPAÇO DA MÚSICA EM SUA VIDA

Com as muitas mudanças na tecnologia, vocês encontraram novos sistemas de distribuição e habilidades para a música. Por causa da crença de que tudo em sua Internet deve ser gratuito, muitos dos seus músicos estão passando fome no planeta Terra agora. Alguns deles simplesmente não podem se dar ao luxo de estar no negócio da música, porque eles não podem sobreviver desta forma. Esta é realmente uma mudança na forma com que a sua sociedade vê as coisas e é muito fascinante. No início, vocês acessaram a sua Internet e tudo em sua Internet era gratuito. Mas é realmente "gratuito"? Não é frustrante quando vocês baixam uma coisa simples e acabam com um vírus em seu computador? Isso acontece o tempo todo, meus queridos, assim nada é realmente gratuito, mesmo na Internet, porque há uma razão pela qual eles estão fazendo isso. Eles ou estão anunciando algo ou baixando um programa que vocês, particularmente, não querem em seu computador. Isto é um desafio que toda a humanidade está passando, enquanto vocês estão re-definindo o espaço da música em sua vida.

Atualmente, vocês têm muitos sistemas de distribuição e é muito fácil se ligar a uma ampla variedade de músicas. Vocês estão se acostumando a receber isto e recebendo a energia dentro de vocês. Vocês também irão encontrar maneiras de redistribui-la, ancorando esta luz. Não há nada mais triste para nós do que um músico que, finalmente, grava a sua obra, mas ela nunca é ouvida. As mudanças em seu modo de pensar sobre a música estão começando, o que é belo de assistirmos. Isto é de algum modo um desafio para muitos de vocês, especialmente para aqueles que ganham a vida com a música. A bela parte é que a música está muito integrada em cada ser. É a música que irá lembrá-los do Lar e eles se inspirarão quando a ouvirem. Vocês podem mudar a sua energia interior simplesmente ao ouvirem a música – é mágico! Vocês enviaram o chamado e uma ampla variedade de música estará disponível em um curto espaço de tempo. Agora, queridos, vocês têm meios de curarem uns aos outros com a música.

TODOS VOCÊS SÃO MÚSICOS

Agora, e quanto aqueles que se consideram como não tendo ouvidos para a música? Bem, nós gostamos disto, pois é verdadeiramente mágico. Simplesmente, isto significa que vocês não serão capazes de se harmonizar da mesma maneira que outras pessoas. Isto não significa que vocês não tenham ouvidos para a música, ou que não tenham este cordão interior da música vibrando através de vocês, do Lar, o tempo todo. Agora, quem cria a música no Lar? Esta é a parte interessante. Ninguém. É parte da estrutura global do coletivo e criada da mesma maneira que muitos de vocês criarão. Vocês já passaram pelo processo de trabalhar sozinhos com suas escalas e encontraram as imperfeições perfeitas. Estão agora mesmo jogando com elas, dividindo-as igualmente nas escalas Solfeggio e muitas das escalas de número mestre que também estão disponíveis. Vocês irão começar a tocar de maneiras novas e iremos torcer por vocês. Quando vocês ouvirem essas melodias que, à primeira vista, podem soar dissonantes, abram o seu coração e simplesmente absorvam tudo. Não é que vocês devam gostar de todas as formas de música, pois esta é tão personalizada quanto vocês. Encontrem aquela parte que os ajuda a despertar do sonho, aquele acorde que pode rejuvenescê-los e lembrar ao seu espírito constantemente deste fluxo da linda música que vem do Lar. Todos vocês são músicos, pois vocês não estariam aqui se não o fossem. Todos vocês tiveram encarnações diretamente associadas à expressão da música no planeta Terra. Procurem-na agora, amem a música e se lembrem do Lar. Esta é a beleza que pode ser compartilhada por todos vocês neste momento. É com a maior honra que nós os saudamos desta maneira e lhes damos lembretes ... não para lhes dizer para onde olhar, mas para ajudá-los a relembrar o que vocês já sabem. A beleza dentro de cada um de vocês começou a crescer; é mágico de vermos.

Nós lhes pedimos que se tratem com respeito, cuidem-se a cada oportunidade que tiverem e joguem bem juntos. Vocês são mais belos do que imaginam.
Espavo, queridos.

O grupo

A palavra Espavo é uma antiga saudação Lemuriana que significa: “Obrigado por assumir o seu Poder.”

Direitos Autorais Steve Rother. Esta informação pode ser livremente disseminada, no todo ou em parte, desde que esta nota seja incluída. Se a matéria for editada devido à limitação de espaço, solicitamos que incluam uma nota informando que o material foi editado e que caso os leitores queiram consultar a versão completa, poderão encontrá-la no site: http://www.lightworker.com/beacons/. Maiores informações de Steve Rother e do Grupo podem ser encontradas no site: http://www.lightworker.com/ ou através do telefone do Lightworker: (858) 748 5837.


Traduzido por: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Steve Rother


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

ARCANJO GABRIEL, 17 DE MAIO DE 2015 ~ Shelley Young

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL

Canalizado por Shelley Young






Gratidão é uma ferramenta de criação poderosa.

Ela dá um feedback (retorno) claro ao universo, o que permite que ele entregue o que vocês realmente desejam criar.

Se vocês não fizerem nada mais do que praticar gratidão já é mais do que suficiente para transformar qualquer situação.

É pela gratidão que vocês desenvolverão a verdadeira mestria de estar em movimento empoderado.

É a diferença entre adernar loucamente num bote sem remos ou tomar um barco confortável com sistema avançado de navegação para descer o rio do fluxo.

Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric


Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Shelley Young


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Escolha viver pelos seus sonhos ~ Vinícius Francis

Escolha viver pelos seus sonhos

Vinícius Francis 

 14.05.2015





Sonhos não morrem, se transformam. E toda essa transformação flui de acordo com a mudança que ocorre em nós. A verdade é que somos feitos de sonhos e graça a Deus que eles existem. Porque ter objetivos é fundamental para construir uma vida feliz, eles nos motivam a aprender, crescer, evoluir, a expandir quem somos com o fim de alcançar a realização.

Tenho visto em minha própria vida que os sonhos de fato são iscas do Criador para nos atrair à evolução. E não tem melhor maneira de evoluir do que num caminho rumo aos sonhos. Melhor que evoluir através das dores, não é? E assim funciona o Universo, quanto mais em nós estamos, quanto mais procuramos viver uma vida pautada naquilo que faz sentido pra nós, nas coisas que têm significado e realmente nos preenchem de alegria, menos precisaremos sofrer para amadurecermos.

No entanto, quando negamos os nossos sonhos, quando negligenciamos a identidade do nosso espírito e abandonamos os projetos da nossa alma entramos numa trilha onde as decepções, desilusões e infortúnios terão de nos acordar pra vida, para a nossa vida. Você pode dispensar esses “tapas” e dolorosos empurrões  no momento em que fizer uma acordo consigo mesmo de: Vou viver por mim e farei dos meus sonhos e ambições do meu espírito a motivação do meu caminho. Olha, eu experimento isso, nada torna a vida mais especial do que acreditar em si mesmo. Então, ponha fé em você hoje, ponha fé nos seus sonhos, porque fazendo isso, cá entre nós, a gente dispensa muito sofrimento desnecessário.

Vinícius Francis 


Fonte: Os Filhos da Alva
Em http://sementesdasestrelas.blogspot.pt/


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Vinícius Francis


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

O ego - queixas e ressentimentos ~ Eckhart Tolle

O ego - queixas e ressentimentos

Por Eckhart Tolle


O ego adora reclamar e se ressente não só de pessoas como de situações.

O que podemos fazer com alguém também conseguimos fazer com uma circunstância: transformá-la num inimigo.

Os pontos implícitos são sempre os mesmos: “isso não deveria estar acontecendo”, “não quero estar aqui”, “estou agindo contra minha vontade”, “o tratamento que estou recebendo é injusto”, “etc”.

E, é claro, o maior inimigo do ego acima de tudo isso é o momento presente, ou seja, a vida em si, o agora.

Não confunda a queixa com a atitude de informar alguém de uma falha ou de uma deficiência para que elas possam ser sanadas. Além disso, abster-se de reclamar não corresponde necessariamente a tolerar algo de má qualidade nem um mau comportamento.

Não há interferência do ego quando dizemos ao garçom que a comida está fria e precisa ser aquecida - desde que nos atenhamos aos fatos, que são sempre neutros.

"Como você se atreve a me servir uma sopa fria?"  - Isso é se queixar, isso é ego.

Nessa situação, existe um "eu" que adora se sentir pessoalmente ofendido pela comida fria e ele aproveitará esse fato ao máximo, um "eu" que aprecia apontar o erro de alguém. A reclamação a que me refiro está a serviço do ego, e não da mudança. Algumas vezes fica óbvio que o ego não deseja que algo se modifique para que possa continuar se queixando e continuar existindo.

Veja se você consegue capturar, ou melhor, perceber, a voz na sua cabeça - talvez no exato instante em que ela esteja reclamando de algo - e reconhecê-la pelo que ela é: a voz do ego, não mais do que um padrão mental condicionado, um pensamento.

Sempre que a observar, compreenderá que você não é ela, e sim aquele que tem consciência dela. Na verdade, você é a consciência que está consciente da voz. Atrás, em segundo plano, está a consciência.

À frente, se situa a voz, aquele que pensa, o ego. Dessa maneira você estará se libertando do ego, livrando-se da mente não observada.

No momento em que você se tornar consciente do ego, a rigor ele não será mais o ego, e sim um velho padrão mental condicionado.

O ego implica inconsciência. Ele e a consciência não conseguem coexistir.

O velho padrão mental, ou hábito mental, pode sobreviver e se manifestar por mais um tempo porque tem o impulso de milhares de anos de inconsciência humana coletiva atrás de si. No entanto, toda vez que é reconhecido, ele se enfraquece.

Só a prática da auto-observação consciente leva ao despertar da consciência e, consequentemente, à eliminação do ego.

Eckhart Tolle 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Eckhart Tolle


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Saul através de John Smallman - 17.05.2015

Tudo o que existe é criação divina de Deus, que é Amor

Saul através de John Smallman - 17.05.2015

Tradução: Candido Pedro Jorge



Aqui, nos reinos espirituais, estamos bem conscientes da sua crescente impaciência, na medida em que parece que a evolução espiritual da humanidade está avançando muito lentamente, ou até mesmo retrocedendo. 

A grande mídia continua a evitar a difusão de relatos sobre as verdadeiras questões que dizem respeito a humanidade, concentrando-se em assuntos que apenas servem para aumentar as energias do medo e ansiedade na população em geral, energias nas quais, aqueles que não têm os melhores interesses na humanidade alimentam seus corações com voracidade.

No entanto, nem tudo é o que parece, com essas energias negativas se enfraquecendo diariamente e aqueles que se alimentam delas morrendo de fome. O Tsunami de Amor está onipresente, se infiltrando em todas as áreas da atividade humana, em todos os continentes e, como resultado direto, uma mudança, de fato, está acontecendo muito rapidamente. 

O Amor é a única Realidade e nada que não esteja em alinhamento com Ele é ilusório, onírico, sendo inevitavelmente dissipado, na medida em que, propositadamente, avançam para o momento do Despertar. O plano divino de Deus para com seus filhos não será adiado ou interferido. Ele será conduzido para uma realização impressionante, precisamente como divinamente planejado.

A vontade de Deus para convosco é a alegria eterna. Foi neste estado que foram criado e para onde voltarão. Claro que, na verdade, nunca saíram desse estado, embora o sonho em que coletivamente escolheram vincular-se pareça muito real, escondendo a Realidade de vocês,através de um fino e efêmero véu que está se dissolvendo. 

O despertar de cada um, menos daqueles que optarem por não despertar - como uma pequena minoria de pessoas pode muito bem fazer - é iminente. Profundamente, sabem que isso é verdade e é por isso que mantem a coragem e a determinação de manterem demonstrando o Amor em ação em suas vidas diárias.

Às vezes, parecem exaustos demais para continuar e ainda assim o fazem! São seres divinos da Luz mais brilhante, mas que, todavia, devido às limitações de seus corpos humanos, seus brilhos são severamente moderados ou restritos, porque, caso contrário, seus corpos simplesmente se queimariam instantaneamente se lhes fosse permitido brilhar com intensidade máxima. 

Qualquer um em suas presenças neste momento, ficaria temporariamente cego e quando recuperado do acontecimento, não teria nenhuma lembrança do ocorrido.

Sabia que uma tarefa tremendamente difícil e importante os aguardaria, quando se ofereceram para uma encarnação humana neste momento evolutivo. Também sabiam que tinham a força e determinação para realizá-la. Além disso, sabiam que seriam divinamente apoiado sem todos os momentos e que o fracasso não seria apenas opção, mas impossível, por causa desse apoio divino e infinito.

Verdadeiramente, a escolha feita para encarnarem foi algo como a compra de um bilhete de loteria oferecendo tudo o que poderiam desejar, com um único bilhete a venda! Estão apenas esperando pelo sorteio. Absolutamente não existe nenhuma dúvida quanto ao resultado. Como sempre, com Deus ao vosso lado, só existem vencedores. Sim, são todos ganhadores do prêmio divino, então preparem-se para recebê-lo. "Como?" Podem perguntar.

Bem, é só continuarem a manter a Luz no alto, lembrando-se frequentemente que são infinitamente amados a todo o momento de suas existências, porque essa é a fonte seus poderes. Embora saibam disso, como seres humanos encarnados, tendem a esquecer, devido aos ensaios e atribulações da vida diária a distraí-los, puxando-os de volta para a ilusão e ansiedades, sofrimento e problemas que constantemente se apresentam a vocês, ou observam nos outros. 

Não irão durar, mas enquanto isso acontece, fortaleçam-se, centrando-se no Amor que os envolve constantemente e que preencherá seus corações, quando optarem por não se concentrarem em preocupações mundanas e ansiedades que parecem tão reais, quando prestam atenção nelas.

Como já comentei, foram criados num estado de alegria eterna que, todavia, em seu estado de sonho se esqueceram disso. Sonhos são irreais, efêmeros, temporários e de duração muito curta. No entanto, parecem muito reais quando os experimentam. 

Sabe que o que estão enfrentando é irreal - como muitas vezes em momentos de choque em que dizem: "Eu não acredito!" Bem, nesses momentos, muitas vezes,estão expressando a verdade, uma vez que o que estão experimentando é inacreditável.

Sabem que Deus é Amor, que não há nada além ou fora Dele, porque não existe nada, exceto Deus. Portanto, qualquer coisa que experimentem que seja falta de Amor, sem dúvida é irreal, ilusória. Não existe, pois tudo o que existe é criação divina de Deus, que é Amor. 

Enquanto se apegarem à ilusão fazendo-a parecer ser a única realidade que possa garantir a continuação de suas existências, só terão vislumbres muito breves de Amor, passando por experiências alucinantes que nunca são esquecidas. 

São breves lembretes de suas verdadeiras naturezas. Caso não tenham, pessoalmente, tido uma experiência edificante, sugiro que leiam livros ou relatos de experiências de pessoas que tenham passado por Experiências de Quase Morte (EQM), porque são relatos que também carregam uma poderosa energia amorosa que irá elevar e inspirá-los.

Finalizando, apenas queria lembra-los, mais uma vez, que estão no caminho de casa, para a casa que nunca deixaram e que quando lá chegarem, serão instantaneamente reconhecidos e calorosamente recebidos com boas-vindas.

Com muito amor, Saul.

John Smallman 
 
 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=John Smallman


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Divulgação ~ COBRA- 16.05.2015

Divulgação

Portal 2012 - 16.05.2015

Por COBRA

Tradução: Candido Pedro Jorge

 


É hora de começar o processo de Divulgação. Portanto, estou liberando duas imagens genuínas relativamente recentes, provenientes das fontes do Dragão e relacionadas com o processo de Divulgação. Fui instruído pelas forças da Luz a ainda não revelar exatamente o significado dessas duas imagens, porque, logo em seguida, a mente humana começaria a especular e intelectualizar. É muito mais importante que as pessoas tenham uma experiência energética direta dessas imagens.



Futuramente, quando liberar imagens genuínas, as explicitarei.

A Ruptura está próxima!



Autor: COBRA 
Quem é COBRA? Aqui
Fonte: Portal 2012   
 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=cobra


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Entrada de Ondas Cósmicas de Energia ~ Gregg Prescott; Peter Deunov

Entrada de Ondas Cósmicas de Energia

Após 70 Anos, Profecia Está se Realizando 

Por Gregg Prescott





O que se segue é a profecia de Pedro Deunov em relação ao fim da nossa civilização tal como a conhecemos e o início da Era de Ouro na Terra.Também conhecido sob o nome espiritual de Beinsa Douno, o mestre búlgaro Peter Deunov (1864-1944) era um ser de um nível muito elevado de consciência, ao mesmo tempo, um músico sem igual, Demonstrou isto durante toda a sua vida como um exemplo de pureza, sabedoria, inteligência e criatividade. Por anos ele viveu perto de Sofia onde estava sempre rodeado por inúmeros discípulos, pelo seu esplendor despertou para a espiritualidade milhares de almas na Bulgária, bem como no resto da Europa.

Alguns dias antes de sua partida para a outra dimensão, ele estava em um profundo transe mediúnico quando fez uma profecia extraordinária em relação à época perturbada que estamos atravessando hoje, uma profecia sobre o “fim dos tempos” e a vinda de uma nova Era de Ouro para a humanidade.

Aqui está este testamento profundamente comovente. É tão atual e vibrante que ficamos em duvida se estas palavras realmente foram ditas há mais de 70 anos atrás.

(Nota do tradutor: Realmente, lendo o texto parece que foi escrito há 70 dias, ou no máximo 70 meses.)

“Durante a passagem do tempo, a consciência do homem atravessou um período muito longo de escuridão. Esta fase que os hindus chamam de “Kali Yuga”, está à beira do seu final. Encontramo-nos hoje na fronteira entre duas épocas: a do Kali Yuga e a da nova Era que estamos entrando.

Uma melhora gradual já está ocorrendo nos pensamentos, sentimentos e atos dos seres humanos, mas todos vão em breve ser limpos pelo “fogo divino”. Para serem purificados e preparados no que diz respeito à nova Era. Assim, o homem vai se elevar a um grau superior de consciência, essencial para a sua entrada na nova Era. Isso é o que se entende por “Ascensão“.

Algumas décadas passarão antes de vir este “fogo”, que irá transformar o mundo, trazendo uma nova moral. Esta imensa onda vem do espaço cósmico e inundará toda a Terra. Todos aqueles que tentarem se opor serão retirados e transferidos para outro lugar.

Apesar dos habitantes do planeta não se encontrarem todos no mesmo grau de evolução, a nova onda será sentida por cada um. E esta transformação não vai tocar só a Terra, mas o conjunto dos cosmos inteiro.

A melhor e a única coisa que o homem pode fazer neste momento é voltar-se para Deus e se aperfeiçoar conscientemente, fazer sua reforma íntima para elevar seu nível vibratório, para ficar em harmonia com a onda poderosa que irá em breve submergi-lo.


O “fogo” de que falo, que acompanha as novas condições oferecidas pelo nosso planeta, vai rejuvenescer, purificar, reconstruir tudo: a matéria será refinada, os vossos corações serão libertados da angústia, dos problemas, das incertezas e se tornarão luminosos, tudo vai ser melhorado e elevado, os pensamentos, sentimentos e atos negativos serão consumidos e destruídos.

Sua vida presente é uma escravidão, uma prisão difícil. Entenda sua situação e liberte-se dela. Digo-vos isto: saia da sua prisão ! É muito triste ver tanto engano, tanto sofrimento, tanta incapacidade para entender onde a verdadeira felicidade se encontra.

Artigo relacionado: Como Sair da Matrix

Tudo o que está em torno de você em breve entrará em colapso e desaparecerá. Nada restará desta civilização nem sua perversidade. Toda a Terra será abalada e nenhum vestígio será deixado da cultura errônea que mantém os homens sob o jugo da ignorância. Os terremotos não são apenas fenômenos mecânicos, seu objetivo também é despertar o intelecto e o coração dos seres humanos, para que eles se libertem dos seus erros, de suas loucuras e para entenderem que não são os únicos seres do Universo.

Nosso sistema solar está atravessando uma região do Cosmos onde uma constelação foi destruída deixando sua marca na poeira. Esta travessia de um espaço contaminado é uma fonte de envenenamento, não só para os habitantes da Terra, mas para todos os habitantes dos outros planetas da nossa galáxia. Apenas os Sóis não são afetados pela influência do ambiente hostil. Esta região é chamada de “zona do décimo terceiro”, também chamada de “zona de contradições”. Nosso planeta está nesta região há milhares de anos, mas finalmente estamos nos aproximando da saída do espaço das trevas e estamos no ponto de atingir uma região mais espiritual, onde os seres mais evoluídos vivem.


A terra está agora seguindo um movimento ascendente e todos devem se esforçar para se harmonizar com as correntes da ascensão. Aqueles que se recusarem a se submeter a esta orientação vão perder no futuro a vantagem das boas condições que são oferecidas agora para se elevarem. Eles ficarão para trás na evolução e devem esperar dezenas de milhões de anos para a vinda de uma nova onda ascendente.


A Terra, o sistema solar, o Universo, estão todos sendo colocados em uma nova direção sob o impulso do amor. A maioria de vocês ainda considera o amor uma força ridícula, mas na realidade, é a maior de todas as forças ! O dinheiro e o poder continuam a ser venerados como se o curso de sua vida dependesse dele. No futuro, todos serão subjugados pelo amor e todos vão servi-lo. Mas será através do sofrimento e de dificuldades que a consciência do homem será despertada.

As previsões do profeta Daniel escritas na Bíblia se relacionam com a época que está chegando. Haverá inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo. Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra. Onde existe terra virá à água e onde existe água virá a terra. Deus é amor, não estaremos recebendo um castigo, mas sim um retorno do carma para os crimes perpetrados pelo homem desde a noite dos tempos contra a sua Mãe Gaia, a Terra.

Após estes acontecimentos, aqueles que passarem pelas provas, conhecerão a Era de Ouro, onde reina a harmonia e a beleza ilimitada. Então, mantenha a sua paz e a sua fé quando chegar a hora das mudanças, porque está escrito que nem um cabelo cairá da cabeça do justo. Não desanime, basta seguir o seu trabalho de aperfeiçoamento pessoal e reforma íntima.

Você não tem ideia do futuro grandioso que o espera. A Nova Terra chegará em breve. Em poucas décadas o trabalho será menos exigente e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas. A questão da relação entre o homem e a mulher será finalmente resolvida em harmonia, cada um terá a possibilidade de seguir suas aspirações. As relações dos casais serão baseadas em respeito e estima recíproca. Os seres humanos viajarão através dos diferentes planos do espaço e avançarão no espaço intergaláctico. Eles vão estudar rapidamente o seu funcionamento e estarão conscientes sobre o mundo Divino, em união com a mente do Universo.


A Nova Era será a da sexta raça. Sua predestinação é se preparar para ela, para recebê-la e vivê-la. A sexta raça vai ser construída em torno da noção de fraternidade. Não haverá mais conflitos de interesses pessoais, a única aspiração de cada um será a de viver na Lei do Amor. A sexta raça será a do AMOR. Um novo continente será formado para ela. Ele vai emergir no Oceano Pacífico, de modo que o Altíssimo possa finalmente estabelecer o seu lugar neste planeta.

Artigo relacionado: As 20 Leis Universais


Os fundadores desta nova civilização serão chamados de “Irmãos da Humanidade” ou também de “Filhos do Amor”, eles vão ser inabaláveis para o bem e representarão um novo tipo de humanidade. Vão formar uma família como um grande corpo, e cada povo irá representar um órgão neste corpo. Na nova raça, o amor se manifestará de uma forma tão perfeita, que o homem de hoje só pode ter uma ideia muito vaga.

Na Terra existirá por algum tempo um terreno onde ocorrerão lutas, mas as forças das trevas vão recuar e a Terra será libertada delas. Os seres humanos vendo que não há outro maneira vão se empenhar para seguir o caminho da Nova Vida, o da salvação. Alguns com seu orgulho sem sentido manterão a esperança até o fim de continuarem a manter na Terra uma vida condenada pela ordem divina, mas cada um vai terminar por entender que a direção do mundo não pertence a eles.

Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção dos direitos da humanidade.

A luz, o bem e a justiça triunfarão, é apenas uma questão de tempo. As religiões devem ser purificadas. Cada uma contém uma pequena partícula do ensino dos mestres da Luz, mas estão obscurecidas pelo desvio incessante do ser humano. Todos os que acreditam terão que se juntar e seguir de acordo com o principal, que é a colocação do AMOR como a base de toda crença, seja ela qual for. O amor e a fraternidade são a base comum !


A Terra em breve será varrida por extraordinárias ondas Cósmicas de energia. Em algumas décadas a partir de agora os seres que são ruins e que levam os outros a se desviarem não serão capazes de suportar a sua intensidade. Eles vão então ser absorvidos pelo “Fogo Cósmico” que consumirá a maldade que eles possuem. Então eles vão se arrepender, porque está escrito que “cada um na carne glorificará o Criador”.

Nossa mãe, a Terra, vai se livrar de homens que não aceitam a Nova Vida. Ela vai rejeitá-los como frutos danificados. Eles logo não terão mais permissão para reencarnar neste planeta, incluindo os criminosos. Só permanecerão aqueles que fizeram do amor a sua crença.

Não há qualquer lugar na Terra onde não foi derramado sangue humano ou animal, portanto, ela deve se submeter a uma purificação. E é por isto que certos continentes serão imersos enquanto outros vão surgir. Os homens não suspeitam dos perigos que os ameaçam. Eles continuam a perseguir objetivos fúteis, buscando o prazer fugaz. Bem ao contrário dos integrantes da sexta raça que estarão conscientes da dignidade da sua função e respeitosos com a liberdade de cada um. Eles vão se nutrir exclusivamente de produtos do reino vegetal. Seus pensamentos terão o poder de circular livremente como o ar e a luz dos nossos dias.


As palavras “Se você não nascer novamente” se aplicam a sexta raça. Leia o capítulo 60 de Isaías onde se refere à vinda da sexta raça, a raça do AMOR.

Depois das tribulações, os homens deixarão de transgredir as leis Divinas e encontrarão novamente o caminho da virtude. O clima do nosso planeta será moderado em todos os lugares e as variações climáticas extremas não existirão mais. O ar vai voltar a ser puro, o mesmo acontecerá com a água. Os parasitas desaparecerão. Todos vão se lembrar de suas encarnações anteriores e sentirão prazer ao perceber que eles estão finalmente livres da sua condição anterior.

Da mesma maneira que procuramos nos livrar dos parasitas e das folhas mortas na videira, assim, agirão os seres evoluídos preparando os homens para servir ao Deus do Amor. Eles mostrarão aos seres humanos as melhores condições para crescerem e se desenvolverem e para aqueles que quiserem ouvi-los, eles dirão: “Não tenha medo ! Em um pouco mais de tempo tudo vai ficar bem, você está no bom caminho. Vamos entrar no estudo de uma Nova cultura, trabalhando e preparando a consciência da Nova Terra”.

Graças ao AMOR e a FRATERNIDADE, a Terra se tornará um lugar abençoado, e isto não vai demorar. Mas antes, grandes mudanças acontecerão para despertar a consciência. Carmas acumulados durante milhares de anos devem ser resgatados. As ondas cósmicas de energia contribuirão para eliminar o carma da humanidade.

A libertação não pode mais ser adiada. A humanidade deve se preparar para grandes provas que são inevitáveis e estão vindo para pôr fim ao egoísmo.

Sob a Terra, algo extraordinário está se preparando. Uma revolução que é grandiosa, completamente inconcebível e se manifestará em breve na natureza. O Criador decidiu corrigir a Terra, e vai fazê-lo !

É o fim de uma época, uma nova Era vai substituir a antiga, uma Era em que o AMOR vai reinar sobre a Terra.”

Peter Deunov

-----------------------------------------------------------------------------------

Adendo Na 5ª Dimensão Embora existam implicações religiosas neste artigo, a mensagem geral é bastante interessante.

Deunov afirmou que haverá “inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo.” Isto já está acontecendo, especialmente terremotos. Há 20 anos era raro ver um terremoto acima de 5.0, mas atualmente 7.0+ são comuns.

Ele acrescentou: “Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra” Revoluções vêm acontecendo desde 2008, quando Plutão entrou em Capricórnio:


Explosões assim foram ouvidas em todo o mundo desde então e foram chamadas de “estrondos sônicos”.


Deunov declarou: “Em poucas décadas, o trabalho será menos exigente, e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas.” Em um pouco mais de duas décadas depois que Deunov fez a profecia em 1944, vimos o “verão do Amor” em 1967, que acendeu o fogo da revolução espiritual.

Outra coisa interessante que Deunov declarou: “A sexta raça será a do amor. Um novo continente será formado para ela. Ele emergirá do Oceano Pacifico” Recentemente nós aprendemos sobre uma nova ilha que se formou no Oceano Pacífico.


Ele menciona que os “Filhos do Amor” vão representar uma nova forma de humanidade, atualmente estas crianças são conhecidas como Crianças Índigo ou Cristal.

Deunov afirmou: “Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção dos direitos da humanidade” Quando ele se refere a “elevação da mulher” ele está se referindo aos ciclos masculino e feminino. De acordo com Drunvalo Melchizedek, estamos no fim do ciclo masculino e estamos iniciando o ciclo do Divino Feminino.

De acordo com Deunov, a religião será uma coisa do passado, bem como, todas as religiões vão seguir a uma única premissa: AMOR. Eu concordo totalmente com isso. Todos os textos religiosos devem ter apenas quatro longas palavras: “Ame a todos. Respeite a tudo.”

Ele fala sobre um “Fogo Cósmico” que limpará aqueles que são injustos, isto enfatiza o fato daqueles que têm trabalhado elevando sua vibração para ficarem prontos para esta transformação, enquanto aqueles que trabalham contra os melhores interesses da humanidade não ficarão mais conosco, eles não terão mais permissão para encarnar novamente neste planeta.


Outra linha interessante aparece onde Deunov diz: “Os parasitas vão desaparecer”, o que parece ser uma referência aos arcontes que se alimentam de energia negativa.

A profecia de Deunov lembra muito o que estava escrito no artigo do David Wilcock – O Sistema Solar está se movendo para uma nova área de vibração:

O que se segue é um trecho de “O Caderno Marrom” Que é uma canalização de Walt Rogers Isso aconteceu na década de 1950.

Muito do que foi canalizado está provando ser verdadeiro na sociedade atual.O homem em seu estado atual no planeta precisa mudar a fim de sobreviver. Muitas coisas acontecerão neste planeta. Portanto, o homem terá de mudar juntamente com o planeta.

Este sistema solar está se movendo para uma área no espaço onde as vibrações são muito mais elevadas. Isto causará muitas mudanças nas características do planeta. Também vai causar mudanças na população.

As vibrações do planeta se tornarão mais elevadas. Portanto, o homem terá que aumentar suas vibrações para poder existir no planeta. Estas vibrações só podem ser elevadas pelo pensamento das pessoas: tendo melhores pensamentos sobre tudo na criação, um pensamento mais espiritual, pensamentos que elevarão as pessoas da Terra para fora da escuridão e da lama em que viveram por tanto tempo.

Este planeta e o sistema solar estão se movendo para uma nova área de vibração no qual as condições que existem atualmente no planeta vão desaparecer.

Muitos, muitos planetas vivem como nós. No entanto, há outros que não são iguais, porque não têm a compreensão da vida como nós temos. Eles estão começando a entender, no entanto, um pouco mais lentamente do que os outros.

Nossa vida é uma maneira perfeita de viver. Temos tudo em abundância. Todo mundo é livre. Nós não tentamos governar um ao outro. Nossos filhos estão autorizados a expressar seus desejos e não os desejos dos pais como vocês os chamam. Cada pessoa não é governada por ninguém a não ser o Criador.

Todos nós seguimos o amor, o amor do Criador, o amor um pelo outro, o amor por tudo na criação. Temos uma maneira muito agradável de viver, não a existência monótona e egoísta mantida pelo seu povo na Terra.

Coincidência ? Talvez… Mas é bem provável que não !Eu definitivamente sinto uma onda de energia entrando em nosso Sistema Solar e é responsável em parte, pelo processo de despertar atual, pois estamos deixando a energia da Era de Peixes e entrando na Era de Aquário.

Muitos de nós já passaram por tanto, ou estão passando pela noite escura da alma, que pode ser emocionalmente devastador, mas pode ter certeza de que o seu crescimento espiritual saltará exponencialmente quando esta fase terminar! 


Gregg Prescott, M.S.



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Gregg Prescott
 
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Peter Deunov

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Atlantida, o Continente Perdido ~ Platão


Atlantida, o Continente Perdido




ATLÂNTIDA, o continente perdido


Milhares de anos após ter submergido (em 10.986 a.C.) nas profundezas frias e escuras do oceano Atlântico, o continente insular da Atlântida continua sendo um dos mistérios mais intrigantes da História.

A história antiga da humanidade em grande parte se constitui um enigma, enigma esse devido à ignorância das pessoas que a escreveram e dataram certos eventos. Podemos perceber isto tendo em vista, por exemplo, o que dizem a respeito da esfinge, pois atualmente estudos provam que ela data de 12.000 a.C. a 10.500 a.C., enquanto a história que divulgam a datam com uma idade de apenas desde 4.000 a.C. …

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com


Do Mito à Realidade (A Magnífica Tróia)

… Outra indagação que deve ser feita diz respeito à distribuição de pirâmides no mundo. Elas são encontradas não somente no Egito, mas também na China e na América Central, mostrando a interligação dessas culturas no passado. O que interliga todas essas civilizações antigas? A única resposta que melhor responde a essas perguntas, e outras a respeito do mundo antigo, é a existência da Atlântida. Mas antes de continuarmos no assunto Atlântida, vamos discorrer rapidamente por Tróia:

Por muito tempo se acreditou que a História de glória e da destruição de Tróia, com suas altas muralhas, não passasse de um mito. As epopéias que descrevem a cidade, llíada e a odisséia de Homero, são anteriores a 700 a.C. Embora os gregos antigos lessem o grande poeta como apenas literatura.

Coube a Heinrich Schliemann, um milionário, um pseudo arqueólogo diletante e sonhador do século XIX, provar que os eruditos estavam errados (e na maioria das vezes eles estão errados…). Obstinado e romântico, o negociante alemão tinha certeza que Homero contara a verdade sobre Tróia. No final da década de 1860, Schliemann convenceu-se de que a aldeia turca de Hissarlik, com suas colinas semelhantes a fortins, lembrava a cidade descrita na llíada. Em 1871 deu início às escavações.



Logo descobriu que realmente havia uma cidade sob as “fortalezas” de Hissarlik. Na verdade, vários estágios de uma antiga cidade estavam enterrados em camadas superpostas. E uma dessas camadas, queimada por fogo, parecia-se muito com a Tróia de Homero. A primeira fonte de informação que chegou ao mundo moderno é sem dúvida os escritos de Platão.

Foi ele quem primeiro falou da existência de uma ilha então submersa à qual foi dado o nome de Atlântida. Platão tomou conhecimento da Atlântida através de Sólon, que, por sua vez lhe foi referido por sacerdotes egípcios, num dos templos da cidade egípcia de Saís. Na verdade a Atlântida data de pelo menos 100.000 a.C., então constituindo não uma ilha e sim um imenso continente que se estendia desde a Groelândia até o Norte do Brasil.

Pressupõem que os atlantes chegaram a conviver com os lemurianos, que viviam num continente no Oceano Pacifico aproximadamente onde hoje se situa o Continente Australiano. Naquele continente Atlante havia muitos terremotos e vulcões e foi isto a causa de duas das três destruições que acabaram por submergi-lo. A terceira destruição não foi determinada por causas naturais. Na primeira destruição, em torno de 50.000 a.C. várias ilhas que ficavam junto do continente atlante afundaram, como também a parte norte do continente que ficava próximo a Groenlândia, em decorrência da ação dos vulcões e terremotos.

A segunda destruição, motivada pela mudança do eixo da Terra, ocorreu em torno de 28.000 a.C., quando grande parte do continente afundou, restando algumas ilhas, das quais uma que conectava o continente Atlante à América do Norte. E a terceira foi exatamente esta onde floresceu a civilização citada por Platão e que por fim foi extinta, em uma só noite, afundando-se no mar restando apenas as partes mais elevadas que hoje corresponde aos Açores descrita por Platão. Para se estudar bem a Atlântida deve-se considerar que esse nome diz respeito a três civilizações distintas, pois em cada uma das destruições os que restaram tiveram que recomeçar tudo do início.



Atlântida 100.000 a.C. a 50.000 a.C.

Sobre a Atlântida antes da primeira destruição (antes de 50.000 a.C.) pouco se sabe. Diz-se haver sido colonizada pelos lemúrios que haviam fugido do continente onde habitavam, também sujeito a cataclismos imensos, quando então se estabeleceram correntes migratórias fugitivas das destruições que ocorriam na Lemúria, algumas delas dirigiram-se para o Sul Atlântida.

Estes primeiros Atlantes julgavam a si pelo caráter e não pelo que tinham e viviam em harmonia com a natureza. Pode-se dizer que 50% de suas vidas eram voltadas ao espiritual e os outros 50% para o lado prático, vida material.

Edgar Cayce afirma que dois grupos diversos tiveram grande poder nessa época, um deles chamados de “Os Filhos de Belial” (os filhos das Trevas). Estes trabalhavam pelo prazer, tinham grandes posses, mas eram espiritualmente imorais. Outro grupo chamado de “As Crianças da Lei do Uno“( os filhos da Luz), era constituído por pessoas que invocavam o amor e praticavam a reza e a meditação juntas, esperando promover o conhecimento divino. Eles se chamavam “As Crianças da Lei Um” porque acreditavam em Uma Religião, Um Estado, Uma Casa e Um Deus, ou melhor, que Tudo é Um.

Logo após essa divisão da civilização atlante, foi que ocorreu a primeira destruição da Atlântida, ocasião em que grande número de imensos vulcões entrou em erupção. Então uma parte do povo foi para a África onde o clima era muito favorável e possuíam muitos animais que podiam servir como fonte de alimentação. Ali os descendentes dos atlantes viveram bem e se tornaram caçadores. A outra parte direcionou-se para a América do Sul onde se estabeleceu na região onde hoje é a Bacia Amazônica.

Biologicamente os atlantes do grupo que foi para a América do Sul começaram a se degenerar por só se alimentarem de carne pensando que com isso iriam obter a força do animal, quando na verdade o que aconteceu foi uma progressiva perda das habilidades psíquicas. Assim viveram os descendentes atlantes até que encontraram um povo chamado Ohlm, remanescentes dos descendentes da Lemúria, que os acolheram e ensinaram-lhes novas técnicas de mineração e agricultura.

As duas partes que fugiram da Atlântida floresceram muito mais do que aquela que permanecera no continente, pois em decorrência da tremenda destruição os remanescentes praticamente passaram a viver como animais vivendo nas montanhas durante 4.000 anos, após o que começaram a estabelecer uma nova civilização.

Atlântida 48.000 a.C. a 28.000 a.C.

Os atlantes que estabeleceram uma nova civilização na Atlântida começaram de forma muito parecida com o inicio da colonização que os Lemúrios fizeram na Atlântida. Eles se voltaram a trabalhar com a natureza e nisso passaram milhares de anos, mas com o avanço cientifico e tecnológico também começaram a ficar cada vez mais agressivos, materialistas e decadentes. Os tecnocratas viviam interessados em bens materiais e desrespeitando a religião. A mulher se tornou objeto do prazer; crimes e assassinatos prevaleciam, os sacerdotes e sacerdotisas praticavam o sacrifício humano.

Os atlantes se tornaram uma civilização guerreira. Alguns artistas atlantes insatisfeitos fugiram para costa da Espanha e para o sudoeste da França, onde até hoje se vêem algumas de suas artes esculpidas nas cavernas. Em 28.000 a.C. com a mudança do eixo da Terra, os vulcões novamente entraram em grande atividade acabando por acarretar o fim da segunda civilização atlante. Com isso novamente os atlantes fugiram para as Antilhas, Yucatan, e para a América do Sul.


Ilustração de Lloyd K. Townsend de como seria Atlântida.

Atlântida 28.000 a.C. a 11.000 a.C.

Esta foi a Civilização Atlante descrita por Platão. Mais uma vez tudo se repetiu, os que ficaram recomeçaram tudo novamente, recriando as cidades que haviam sido destruídas, mas inicialmente não tentando cometer os mesmos erros da florescente civilização passada. Eles unificaram a ciência com o desenvolvimento espiritual a fim de haver um melhor controle sobre o desenvolvimento social.

Começaram a trabalhar com as forças da natureza, tinham conhecimento das hoje chamadas linhas Hartman e Linhas Ley que cruzam toda a Terra, algo que posteriormente veio a ser muito utilizado pelos Celtas (também descendentes dos atlantes) que construíram os menires e outras edificações em pedra. Vale salientar que eles acabaram por possuir um alto conhecimento sobre a ciência dos cristais, que usavam para múltiplos fins, mas basicamente como grandes potencializadores energéticos, e fonte de registro de informações, devido a grande potência que o cristal tem de gravar as coisas. Os Atlantes tinham grande conhecimento da engenharia genética, devido a isso tentaram criar “raças puras”, raças que não possuíssem nenhum defeito. Esse pensamento persistiu até o século XX para ser uma das bases do nazismo e persiste no mito do “Povo Eleito”.

Os Atlantes detinham grandes conhecimentos sobre as pirâmides, há quem diga que elas foram edificadas a partir desta civilização e que eram usadas como grandes condutores e receptores de energia cósmica, o que, entre outros efeitos, fazia com que uma pessoa que se encontrasse dentro delas, especialmente a Grande Pirâmide, entrava em estado alterado de consciência quando então o sentido de espaço-tempo se alterava totalmente. É certo que os habitantes da Atlântida possuíam um certo desenvolvimento das faculdades psíquicas, entre as quais a telepatia, embora que muito aquém do nível atingido pelos habitantes da primeira civilização. Construíram aeroplanos, mas nada muito desenvolvido, algo que se assemelharia mais ao que é hoje é conhecido como “asa delta“.

Isto foi confirmado através de gravuras em certos hieróglifos egípcios e maias. Também em certa fase do seu desenvolvimento os atlantes foram grandes conhecedores da energia lunar, tanto que faziam experiências muito precisas de conformidade com a fase da Lua. A par disto foram grandes conhecedores da astronomia em geral. Na verdade os atlantes detiveram grandes poderes, mas como o poder denigre o caráter daquele que não está devidamente preparado para possuí-lo, então a civilização começou a ruir.

Eles começaram a separar o desenvolvimento espiritual do desenvolvimento científico. Sabedores da manipulação dos gens eles desenvolveram a engenharia genética especialmente visando criar raças puras.

Isto ainda hoje se faz sentir em muitos povos através de sistemas de castas, de raça eleita ou de raça ariana pura. Em busca do aperfeiçoamento racial, como é da natureza humana o querer sempre mais os cientistas atlantes tentaram desenvolver certos sentidos humanos mediante genes de espécies animais detentoras de determinadas capacidades.

Tentaram que a raça tivesse a acuidade visual da águia, e assim combinaram genes deste animal com genes humano; aprimorar o olfato através de genes de lobos, e assim por diante. Mas na verdade o que aconteceu foi o pior, aqueles experimentos não deram certo e ao invés de aperfeiçoarem seus sentidos acabaram criando bestas-feras, onde algumas são encontradas na mitologia grega e em outras mitologias e lendas. Ainda no campo da engenharia genética criaram algumas doenças que ainda hoje assolam a humanidade.

A moral começou a ruir rapidamente e o materialismo começou a crescer. Começaram a guerrear. Entre estas foi citada uma que houve com a Grécia, da qual esta foi vitoriosa. Enganam-se os que pensam que a Grécia vem de 2 000 a.C. Ela é tão velha quanto o Egito e isto foi afirmado a Sólon pelo sacerdote de Sais. Muitos atlantes partiram para onde hoje é a Grécia e com o uso a tecnologia que detinham se fez passar por deuses dando origem assim a mitologia grega, ou seja, constituindo-se nos deuses do Olimpo.

Por último os atlantes começaram a fazer experimentos com displicência de forma totalmente irresponsável com cristais e como conseqüência acabaram canalizando uma força cósmica, que denominaram de “Vril”, sob a qual não tiveram condições de controlá-la, resultando disso a destruição final de Atlântida, que submergiu em um único dia.

Para acreditar que um continente tenha submergido em uma noite não é muito fácil, mas se analisarmos pelo suposto lado tecnológico que utilizavam, veremos até que provavelmente seria mais avançado que o nosso, o poder do cristal é muito maior do que imaginamos, os cristais estão presentes no avanço tecnológico, um computador é formado basicamente de cristais e o laser é feito a partir de cristais.

Mas antes da catástrofe final os Sábios e Sacerdotes atlantes, juntamente com muitos seguidores, cientes do que adviria daquela ciência desenfreada e conseqüentemente que os dias daquela civilização estavam contados, partiram de lá, foram para vários pontos do mundo, mas principalmente para três regiões distintas: O nordeste da África onde deram origem a; para América Central, onde deram origem a; e para o noroeste da Europa, onde bem mais tarde na Bretanha deram origem à Civilização Celta.


No centro do painel o rei sacerdote de Atlântida, depois o sacerdote e escriba dos deuses no Egito chamado de Thoth (o criador dessa civilização, após o Dilúvio – afundamento de Atlântida- obedecendo as instruções dos Mestres da Grande Fraternidade Branca).

A corrente que deu origem a civilização egípcia inicialmente teve muito cuidado com a transmissão dos ensinamentos científicos a fim de evitar que a ciência fora de controle pudesse vir a reeditar a catástrofe anterior. Para o exercício desse controle eles criaram as “Escolas de Mistérios”, onde os ensinamentos eram velados, somente sendo transmitidos às pessoas que primeiramente passassem por rigorosos testes de fidelidade.Os atlantes levaram com eles grandes conhecimentos sobre construção de pirâmides, e sobre a utilização prática de cristais, assim como conhecimentos elevados de outros ramos científicos como, a matemática, geometria, etc.

Pesquisas recentes datam a Esfinge de Gizé sendo de no mínimo 10.000 a.C. e não 4.000 a.C. como a “egiptologia clássica” afirma. Edgar Cayce afirmou que embaixo da esfinge existe uma sala na qual estão guardados documentos sobre a Atlântida, atualmente já encontraram uma porta que leva para uma sala que fica abaixo da esfinge, mas ainda não entraram nela. A Ordem Hermética (Hermes=Thoth) afirma a existência não de uma sala, mas sim de doze.

A corrente que deu origem a civilização maia, foi muito parecida com a corrente que deu origem a civilização egípcia. Quando os atlantes que migraram para a Península de Yucatã antes do afundamento final do continente, eles encontraram lá povos que tinham culturas parecidas com a deles, o que não é de admirar, pois na verdade lá foi um dos pontos para onde já haviam migrado atlantes fugitivos da segunda destruição.

Também os integrantes da corrente que se direcionou para o Noroeste da Europa, e que deu origem mais tarde aos Celtas, tiveram muito cuidado com a transmissão do conhecimento em geral. Em vez de optarem para o ensino controlado pelas “Escolas de Mistérios” como acontecera no Egito, eles optaram por crescer o mínimo possível tecnologicamente, mas dando ênfase especialmente o conhecimento sobre as Forças da Natureza, sobre as energias telúricas, sobre os princípios que regem o desenvolvimento da produtividade da terra.

Conheciam bem a ciência dos cristais, e da magia, mas devido ao medo de fazerem mal uso dessas ciências eles somente utilizavam-nos, mas no sentido do desenvolvimento da agricultura, da produtividade dos animais de criação, etc. Atualmente as pessoas vêem a Atlântida como uma lenda fascinante, como algo que mesmo datando de longa data ainda assim continua prendendo tanto a atenção das pessoas. Indaga-se do porquê de tanto fascínio? Acontece que ao se analisar a história antiga da humanidade vê-se que há uma lacuna, um hiato, que falta uma peça que complete toda essa história.



Muitos estudiosos tentam esconder a verdade com medo de ter que reescrever toda a história antiga, rever conceitos oficialmente aceitos. Mas eles não explicam como foram construídas as pirâmides, como existiram inúmeros artefatos e achados arqueológicos encontrados na Ásia, China, Índia, África e Américas e que estão todos inter-relacionados; e outros monumentos que até hoje são um enigma.

Os menires encontrados na Europa, as obras megalíticas existentes em vários pontos da terra, os desenhos e figuras representativas de aparelhos e até mesmo de técnicas avançadas de várias ciências, os autores oficiais não dão qualquer explicação plausível. Os historiadores não acreditam que um continente possa haver afundado em uma noite, mas eles esquecem que aquela civilização foi muito mais avançada que a nossa.

Foram encontradas, na década de 60, ruínas de uma civilização no fundo do mar perto dos Açores, onde foram encontrados vestígios de colunas gregas e até mesmo um barco fenício. Atualmente foram encontradas ruínas de uma civilização que também afundou perto da China.

As pessoas têm que se conscientizar de que em todas as civilizações em que a moral ruiu, elas começaram a se extinguir, e atualmente vemos isso na nossa civilização, e o que é pior, na nossa civilização ela tem abrangência mundial, logo se ela ruir vai cair todo o mundo.


Ruínas submersas em Yonaguni, no Japão.

Então o mais importante nessa história da Atlântida não é o acreditar que ela existiu e sim aprender a lição para que nós não enveredemos pelo mesmo caminho, repetindo o que lá aconteceu. Segundo Platão, o continente era cercado de ilhas, e era tão grande quanto a Asia e a Líbia juntas, a Atlântida era regida pelo deus Poseidon:

“Atlântida, a ilha, situada a oeste das Colunas de Hércules (o atual Estreito de Gibraltar). “Quando os deuses fizeram a partilha do mundo, a Atlântida coube a Netuno [Poseidon], que ali viveu em companhia de Cleito [ou Clito]. De sua união com a mortal nasceram dez filhos, dos quais o mais velho era Atlas. Atlas recebeu do pai a supremacia da ilha, que dividiu em 10 partes, tomou uma para si e dividiu as restantes entre seus irmãos. “Punida por seus vícios e seu orgulho, a Atlântida foi engolida pelo oceano”.

A capital da nação (Poseidonis) era uma verdadeira maravilha da arquitetura e engenharia, a cidade era composta de uma série de canais e muros concêntricos. Platão pretendia fazer um grande relato sobre Atlântida, uma narrativa digna do relato de Sólon. Porém o filósofo morreu antes que pudesse terminar seu trabalho.

Atlântida, a origem do Antigo Egito

A menção mais conhecida sobre o continente de Atlântida, é a do filósofo grego Platão, que descreveu Atlântida como sendo um reino situado a oeste das colunas de Hércules (hoje, o estreito de Gibraltar no mar Mediterrâneo). Platão tomou conhecimento de Atlântida através de Sólon, que ouviu a história de sacerdotes egípcios num templo na antiga cidade egípcia de Saís.

O filósofo jamais revelou se a história do reino que foi completamente submerso nas profundezas do mar, era real ou não. Usou uma série de personagens para expressar suas idéias, dentre eles, estava Kritias que dizia que Atlântida era uma história que estava em sua família passada de geração para geração.

No centro da capital havia um monte, e no topo, um templo com uma estátua de Posseidon com seis cavalos alados, completamente feitos de ouro. Platão descreve os atlantes como um povo pacífico, mantinham comércio com os povos dos outros continentes, porém, com o passar do templo, se tornaram cobiçosos e corruptos. O deus Posseidon castigou os atlantes jogando o continente inteiro nas profundezas do mar, para que ninguém jamais encontrasse a civilização novamente.

No diálogo de Timaeus, Platão narra que Atlântida iria expandir seus domínios:

“Agora nesta ilha de Atlântida havia um grande e maravilhoso império que governou em toda a ilha e em várias outras, e em partes do continente”

“e depois, os homens da Atlântida dominaram as partes da Líbia dentro das colunas de Hércules até o Egito e a Europa, até a Tyrrhenia (mar que banha a costa oeste da Itália).”

“Mas depois ocorreram ali violentos terremotos e inundações e num único dia e noite de infortúnio, todos os seus guerreiros afundaram na terra e a ilha de Atlântida desapareceu nas profundezas do mar.”


A região do Triângulo das Bermudas é um local onde se vê muitos UFOs mergulhando no oceano, se deslocando submersos na água como submarinos e saindo de dentro do oceano e disparando para fora do espaço terrestre em altas velocidades.

Registros Egípcios

Existem antigos registros egípcios sobre uma nação que foi submersa no oceano por conseqüência de uma catástrofe, Kaftiu. As duas histórias são semelhantes. Kaftiu ficava a oeste do antigo Egito, e Atlântida a oeste no oceano atlântico. Kafkiu era uma ilha enorme que ficava no oceano atlântico, mas não necessariamente a oeste do mediterrâneo. Parece que as ilhas relacionadas (ex. Santorini/Thera que foi parcialmente destruída por erupção vulcânica em 1.650 a.C.) podem ter sido parte da mesma cultura. A nação da lenda egípcia também era pacífica, e possuía elefantes.

Existem registros do povo minóico que poderiam fazer parte da mesma cultura atlante. Os minóicos vendiam marfim para os egípcios 20 séculos antes de cristo. Os mapas da Atlântida feitos por Platão teriam semelhança com a geografia da antiga Creta.

Outros fatos

Antigos escritos Maias e aztecas também falam sobre a destruição de uma nação que foi tragada pelo mar. Os hieróglifos fenícios foram encontrados em numerosas ruínas na América do Sul que são tão antigas que o povo indígena que vive lá não sabe mais quem as construiu.

O historiador grego Timagenus escreveu sobre a guerra entre Atlântida e Europa. Antigas tribos da frança diziam que Atlântida era seu lar original, e pinturas brilhantes em cavernas antigas mostram pessoas usando roupas do século 20. Também existem relatos dos Incas sobre a destruição de Atlântida que possuía uma tecnologia avançada, mas foi destruída por terremotos e gigantescas ondas.

Também existem menções sobre Atlântida em antigas tribos indígenas dos EUA e do México, no Tibete e na ilha de páscoa também existem citações. Os alemães e os escandinavos nórdicos falaram de um continente desaparecido no Oceano Atlântico Norte, chamado Thule.

O médium Edgar Cayce e Atlântida

Cayce foi um sensitivo americano que nasceu em 1877 e morreu em 1945. Ele conseguia dizer para as pessoas o que elas tinham sido em outras vidas, quando era criança, conversava com pessoas que ninguém mais via, inclusive seu falecido avô. Também curava, bastava dar a ele o nome e o endereço que ele medicava e relatava o diagnóstico exato da enfermidade que a pessoa possuía. Muitas vezes durante as sessões, Cayce dizia:

-não posso atender fulano, pois ele não se encontra nesse endereço, e mais tarde se averiguava que a pessoa havia saído naquele exato instante mesmo. Cayce sabia o que as pessoas haviam sido em vidas passadas graças a um estado hipnótico que ele se auto-impunha, só conseguia prever e enxergar coisas quando estava em transe. No dia-a-dia era um homem normal e religioso.

É importante lembrar que Cayce vaticinou com precisão o estouro da bolsa em 1929, o assassinato do presidente Kennedy e muitos outros acontecimentos que realmente ocorreram. Para ele, passado, presente e futuro era uma coisa só. Não se detinha nas coisas que sabemos e conhecemos, ultrapassava as barreiras do tempo, avançando e voltando em mundos dos quais só nos restam conhecimentos fragmentários através de lendas e vagas alusões…

Previu em 1940 que cerca de 28/29 anos depois, ou seja, em 1968/69, um templo da Atlântida viria a superfície próximo a Bimini. Tal não foi a reação da imprensa e dos meios científicos quando em 1968, assim como havia sido previsto por Cayce, diversas construções submarinas começaram a aparecer nas proximidades de Bimini. próximo a cuba, foi encontrada uma estrada que parece ser um antigo muro, que desaparece nas profundezas do mar (Bimini Road, Ver mais em:
http://thoth3126.com.br/bimini-road-atlantida-misterios-nao-resolvidos-do-mundo/.

Ao descrever a Atlântida, Cayce disse que a parte afundada estava localizada no fundo do Oceano perto das Bahamas e que estas constituíam os picos da ilha afundada de Poseidia. Cayce afirmou também que as terras próximas a Bimini, seriam as terras mais altas do continente afundado. A isso se junta o fato de ao sul deste ponto haver um abismo de cerca de 18 mil pés (aproximadamente 5400 metros de profundidade).


Concepção artística do que seria Poseidonis, capital da Atlântida

Outras ruínas submarinas posteriormente encontradas, próximas a outras ilhas do Caribe, incluindo o que parece ser uma cidade inteira submersa perto da costa do Haiti e outra ainda, no fundo de um lago. Ainda em 1968, foi descoberta uma espécie de estrada submarina, ao norte de Bimini, desaparecendo nas profundezas do mar.

Pesquisas estão sendo levadas a cabo, para descobrir se as ruínas são dos Maias ou se fazem parte realmente dos feitos de outra e mais antiga civilização. Segundo Edgard Cayce, o fim da civilização atlante deu-se devido a fatores como descontentamento do povo, escravidão dos trabalhadores e “misturas” (experiências genéticas entre humanos e animais), sacrifícios humanos, adultério, fornicação generalizada e mau uso das forças da natureza, práticas que hoje identificamos como Magia Negra da pior espécie.

Cayce relatou também, que os habitantes de Atlântida possuíam cultura elevada, e sua tecnologia superava em muito a de nossa época. Consta que sabiam enfeixar a luz solar em grandes cristais, empregando essa energia como força motriz, fonte de calor e armamento. Poderia tratar-se de uma espécie de raio laser, inventado após a morte de Cayce. Portanto, ele nada sabia a respeito. Cayce descrevia o cristal:

- A pedra foi ativada pelos raios do sol. Ela enfeixa a luz e o cristal atua sobre instrumentos conectados aos diversos meios de transportes, assim como funciona o telecomando através do rádio.



Construções submersas em Bimini no Mar do Caribe

O rubi, conforme Cayce denominava às vezes o cristal, estava instalado em grandes edifícios, com cúpulas e telhas corrediças. Seus raios atravessavam pedra e aço-Os raios não eram visíveis aos olhos, porém atuavam sobre cristais nos motores. Cayce descreve aeronaves movidas a gás, fala de veículos para recreação, que deslizavam pouco acima do chão, e de veículos submarinos. Ele fala de uma ampla reunião de cúpula de numerosas nações na Atlântida, há cerca de 50.000 anos. Diz que o assunto principal da conferência era estudar medidas preventivas contra os grandes bandos de animais gigantescos que dominavam a terra. A Atlântida os teria eliminado com seus raios da morte.

Como construíram cidades cada vez maiores, os recursos naturais destinados à alimentação começaram a escassear. A exploração predatória das montanhas, vales e depois no mar levou a acelerada degradação das terras e da população. Em sua aflição, o povo da Atlântida aumentava cada vez mais a carga de cristais energéticos. Por fim eles se tornaram excessivamente potentes e desencadearam forças da natureza. O continente foi primeiro despedaçado por violentas erupções vulcânicas, que lançaram pelos ares rochas enormes e por fim mergulhou no mar. Neste mesmo evento cataclísmico houve a inversão dos pólos magnéticos e inclinação do eixo norte/sul de 23° do planeta.

Alguns milhares de pessoas sobreviveram a catástrofe, diz Cayce: -A primeira migração foi para a região dos pireneus. Isto explicaria a existência dos bascos, um povo entre a frança e Espanha, que pouco tem em comum com seus vizinhos. O idioma basco é totalmente estranho na Europa. O povo jamais conseguiu se adaptar e se entrosar. Mais tarde emigraram os que se misturaram a povos negros ou mestiços, constituindo posteriormente a dinastia egípcia e os grupos dos quais descendem os incas.

O famoso triangulo das bermudas fica próximo a Bimini. Exatamente o local onde o médium Edgar Cayce disse que encontrariam parte de Atlântida. O triangulo das bermudas é uma área de 3.950.000 km² (do tamanho da Índia) no oceano atlântico. Existe uma grande anomalia magnética nesta região, muitos navios e aviões perdem-se no triângulo por que suas bússolas, equipamentos de rádio e radares ficam desorientadas. Também é comum navios e aviões desaparecerem por lá. O caso mais famoso do triangulo das bermudas é o desaparecimento do vôo 19.


Provável localização de Atlântida à oeste da África no Atlântico norte.

Curiosidades e coincidências

A famosa história bíblica do dilúvio passa a história de um descontentamento de Deus com os rumos que a civilização humana estava tomando, e conseqüentemente a humanidade foi tragada por águas que cobriram o planeta inteiro (não pode-se deixar de reparar na semelhança com Atlântida). A esfinge, no antigo Egito (estatua colossal, que ninguém sabe até hoje como os egípcios conseguiram construir, ou o quê ela significa) pode ser uma construção derivada da cultura dos atlantes, que era muito presente em muitos povos daquela época.

As próprias pirâmides são construções encontradas nos sete cantos do mundo. Pirâmides podem ser encontradas no Egito, na China e na América Central (recentemente foram descobertas na Europa, na Bósnia-Herzegóvina), provando que todas essas civilizações tinham uma conexão antigamente. Existem construções maias com desenhos de elefantes nas paredes. Como? como poderiam saber sobre a existência de um animal que só pode ser encontrado na África?

“Serão tudo isso coincidências, ou alguma coisa conectava realmente todas essas civilizações?”
 
"Os escritos em sânscrito da Índia antiga contem várias descrições da Atlântida, e até mesmo afirmam que a Atlântida foi destruída como resultado de uma guerra entre os deuses e os Asuras (entre os deuses e os Titãs). O Vishnu Purana, um dos mais antigos, fala de “Atala, a Ilha Branca” … Outro nome, Saka Dwipa, é usado nos Puranas e de acordo com o dicionário sânscrito (1974), Saka Dwipa significa “ilha das pessoas de pele clara.” Embora originalmente descrita no Mahabharata como uma ilha no extremo Oeste (da Índia), em linguagem moderna Atala tornou-se um “inferno”, e seus habitantes originais (Daityas, Danavas, Asuras) “demônios”. Estes eram tribos de pessoas que viviam em Atlântida."

Mais informações sobre Atlântida em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-vida-em-atlantida/
  2. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade/
  3. http://thoth3126.com.br/atlantida-triangulo-das-bermudas/
  4. http://thoth3126.com.br/a-historia-secreta-do-planeta-terra/
  5. http://thoth3126.com.br/atlantida-o-continente-perdido/
  6. http://thoth3126.com.br/bimini-road-atlantida-misterios-nao-resolvidos-do-mundo/
  7. http://thoth3126.com.br/atlantida-um-habitante-de-dois-planetas/
  8. http://thoth3126.com.br/atlantida-restos-de-uma-imensa-cidade-encontrada-na-costa-de-cuba/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.


www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

227Share on Facebook (Opens in new window)227
9Click to share on Twitter (Opens in new window)9
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

URL: http://wp.me/p2Fgqo-oP
Posted by Thoth3126 on 18/05/2015 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Platão


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

História dos Illuminati e da Nova Ordem Mundial (NWO). ~ Thoth3126


História dos Illuminati e da Nova Ordem Mundial (NWO).




“Nós sinceramente damos às boas-vindas a uma divulgação completa dos atos secretos de seu Governo Mundial Oculto (das trevas) a Nova Ordem Mundial, NWO – New World Order, cometidos durante os dois últimos séculos e meio da história da Terra, que têm dificultado o retorno da humanidade à sua plena consciência“- Comando Ashtar – Federação Galáctica

Produção, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

A História da criação dos Illuminati e o desenvolvimento da implantação da Nova Ordem Mundial (NWO-New World Order), desde Frankfurt, na Alemanha em 1773.

30 d.C.: “Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de SATANÁS”. Apocalipse 2:9



“Novamente (SATANÁS) o transportou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto eu te darei se, prostrado, me adorares.

Então lhe disse Cristo Jesus: Vai-te, SATANÁS, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam” Mateus 4: 8-11

Ano 90 : O Apóstolo JOÃO, o discípulo bem amado, relata em suas visões no Livro das Revelações:

“Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta (o acesso a consciência de Cristo), e ninguém a poderá fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Eis o que eu farei aos da sinagoga de SATANÁS, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.” Apocalipse 3:8-10 (e esta hora da tentação/provação já são os nossos dias atuais.)

MAS VAMOS À HISTÓRIA, acelerando um pouco a linha do tempo, mais próximo dos nossos dias atuais:

Ano 1744 – Nasce Mayer Amschel Bauer (ROTHSCHILD): (Frankfurt-Alemanha, 23 de fevereiro de 1744 — morreu em 19 de setembro de 1812) foi um banqueiro alemão de origem judaica Ashkenazi (do hebraico אַשְׁכֲּנָזִי “ashkenazi”; plural אַשְׁכֲּנָזִים ashkenazim) é o nome dado aos judeus provenientes da Europa Central e Europa Oriental, região do antigo Império Khazar, a Khazaria), fundador do império bancário da Família ROTHSCHILD, que ficaria conhecida como a mais bem-sucedida dinastia capitalista da história mundial. Nascido Mayer Amschel Bauer, filho de Moses Amschel Bauer, ele mudou seu sobrenome para ROTHSCHILD, em referência ao escudo vermelho (roth schild, em alemão), que era o logotipo da casa dos negócios da família, um banco fundado por seu pai. O pequeno Mayer desde cedo demonstrou imensa habilidade intelectual e absorvia com grande rapidez tudo o que seu pai lhe ensinava, tudo o que sabia a respeito da usura e de outros assuntos financeiros de importância capital.


Mayer Amschel Bauer (ROTHSCHILD)

Moses queria que seu filho se tornasse um rabino, mas a morte interrompeu os seus planos. Assim que foi possível Mayer foi trabalhar no estabelecimento bancário da família judaica Oppenheimer, em Hannover, Alemanha. As suas habilidades e inteligência foram prontamente reconhecidas e ele se tornou sócio júnior da casa. Retornando a Frankfurt, assumiu a direção do negócio que seu pai havia estabelecido. O velho escudo vermelho ainda se encontrava sobre a porta da casa. Foi então que Mayer mudou seu sobrenome para ROTHSCHILD e, dessa forma, nasceu a poderosa dinastia ROTHSCHILD, a mais poderosa e influente no mundo financeiro internacional.

Muito da ascensão e riqueza precoce de Mayer Amschel Bauer – ROTHSCHILD foi construída em negócios feitos com Guilherme IX, Landgrave de Hesse-Kassel {Landegrave (do alemão Landgraf) um título nobiliárquico usado por vários condes do Sacro Império Romano Germânico desde o século XII.} Guilherme havia herdado uma fortuna que era considerada uma das maiores da Europa e, em muitas ocasiões, veio a depender grandemente de Mayer para administrá-la e controlá-la, particularmente durante e após a invasão e conquista do Hesse-Kassel por Napoleão.

Mayer chegou a Guilherme IX por intermédio do General von Estorff, para quem entregava recados, quando trabalhava na casa dos Oppenheimer, e que estava ligado à côrte do Landgrave Guilherme IX. Quando Mayer descobriu que o general colecionava moedas raras, decidiu tirar vantagem da situação. Oferecendo peças valiosas a preços convidativos, rapidamente se tornou benquisto junto ao general e a outros membros influentes da côrte. Um dia, foi encaminhado à presença do Landgrave Guilherme IX. Sua Alteza adquiriu uma grande partida de moedas e medalhas raras de Mayer. Esta foi a primeira transação entre ROTHSCHILD e um governante. Breve, ele estaria fazendo negócios com outros príncipes da Europa.



A casa de Mayer Amschel Bauer e mais abaixo o Escudo da cidade de Frankfurt à porta, Vermelho (ROTH SCHILD=escudo vermelho em alemão) com a Águia Imperial de ROMA, símbolo e sobrenome adotado pela sua família (como numa continuação do Império de Roma, conforme a visão de Nabucodonosor da estátua com cabeça de ouro e terminando em pés de barro – o império Rothschild – e revelada por Daniel).

Quando Guilherme IX teve que se refugiar na Dinamarca, após a batalha de Jena, na região da Turíngia e a conquista do Hesse por Napoleão, em 1806, o nobre alemão deixou sua fortuna em dinheiro e obras de arte, equivalente a $ 3 milhões de libras esterlinas, sob a administração de Mayer Rothschild.


Escudo da cidade de Frankfurt

Mayer usou de todos os expedientes para expandi-los (no que teve um enorme sucesso, sem dividir um centavo com o dono da fortuna, Guilherme IX), tornando-se então o primeiro banqueiro realmente internacional.

1770 – Em 29 de agosto, Mayer Amschel (ROTHSCHILD) Bauer se casa com Gutlé Schnaper (1753-1849) que já perto do final de sua vida fez uma célebre declaração sobre os seus filhos:


“Se os meus filhos (a dinastia ROTHSCHILD) não quisessem guerras, não haveria nenhuma.” (Gutlé Schnaper Rothschild, a mãe dos cinco irmãos Rothschild).

Tiveram dez filhos, cinco mulheres e os seguintes filhos homens:



Do topo e da esquerda para à direita:

1. Amschel Mayer (12/07/1773 – 6/12/1855)

2. Salomon Mayer (9/09/1774 – 28/07/1855) – fundador do ramo austríaco da Família Rothschild

3. Nathan Mayer (16/09/1777 – 18/07/1836) – fundador do ramo inglês da Família Rothschild

4. Kalmann (Carl) Mayer (24/04/1788 – 10/03/1855) – fundador do ramo napolitano (Itália)

5. Jacob (James) Mayer de Rothschild (1792-1868) – fundador do ramo francês da Família Rothschild

1773 – FRANKFURT, ALEMANHA: Mayer Amschel Bauer reuniu doze de seus mais influentes amigos, e os convenceu de que se eles colocassem todos os seus recursos materiais juntos, eles poderiam governar o planeta inteiro (o núcleo principal e controlador do GRUPO ILLUMINATI DESDE A SUA FUNDAÇÃO É composto por TREZE FAMÍLIAS - Para saber mais veja em: http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/#more-2268).

Esses encontros iniciais sempre aconteceram na cidade de Frankfurt, na ALEMANHA, em 1773. ROTHSCHILD também informou aos seus amigos que havia encontrado um discípulo perfeito, um indivíduo de incrível intelecto e ingenuidade, para “liderar” a organização que ele estava planejando criar, o seu nome: Adam Weishaupt.


A árvore da “Dinastia Rothschild”.

http://www.bibliotecapleyades.net/esp_sociopol_rothschild.htm

1776 – Maio 1, Adam Weishaupt (codinome Spartacus) orientado pelos TREZE integrantes originais, e o Barão Adolph Von Knigge estabeleceram uma sociedade secreta cujo nome adotado foi a Ordem dos ILLUMINATI da BAVIERA em 01 de Maio de 1776, em Ingolstadt, na Baviera, às margens do rio Danúbio. Weishaupt era então um jesuíta e Professor de Lei Canônica na Universidade de Ingolstadt, no estado da Bavária, parte do Sul da hoje atual Alemanha.

O secreto grupo da Ordem dos Illuminati teria como principal objetivo o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial (a semente da atual NWO-New World Order), que estaria sempre sob seu controle. Os seus principais objetivos, a serem atingidos, então primeiramente centrados nos países da Europa, eram (e mais do que nunca CONTINUAM SENDO):

1) Abolição de todos os governos nacionais dos países;

2) Abolição da propriedade PRIVADA;

3) Abolição do direito de herança;

4) Abolição do sentimento de patriotismo;

5) Abolição da família;

6) Abolição das religiões (e de Deus);

7) A CRIAÇÃO DE UM GOVERNO MUNDIAL ÚNICO.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Illuminati e http://www.bibliotecapleyades.net/

1782 – Em julho, a Ordem dos ILLUMINATI junta forças/se infiltra e toma o controle de outra sociedade já não muito secreta naquele tempo, a Maçonaria, em seu Congresso ocorrido em Wilhelmsbad, Alemanha. O Conde de Virieu, um participante da conferência, sai dela visivelmente perturbado. Quando ele foi questionado sobre os ‘trágicos segredos’ a que ele teve acesso, ele replicou: “Eu não posso confiá-los a você. Eu somente posso te afirmar que tudo É MUITO MAIS SÉRIO DO QUE VOCE POSSA sequer imaginar“. Deste ponto em diante, de acordo com o seu biógrafo, ‘o Conde de Virieu somente podia falar da ordem da Maçonaria com muito horror.’

1785 – Um correio dos ILLUMINATI chamado Lanze foi atingido e morto por um raio, enquanto viajava a cavalo pela região da cidade de Ratisbona (Regensburg). Quando oficiais da segurança da Bavária examinaram o conteúdo de sua mala postal, eles descobriram a existência da Ordem dos ILLUMINATI, e encontraram planos detalhados a serem executados para e durante a já próxima e planejada REVOLUÇÃO FRANCESA. Nos documentos foi encontrada uma ordem por escrito de Adam Weishaupt para Maximiliano Robespierre começar a instigar a revolução na França. Esse documento tinha participação de Franz Xavier Von Zwack na sua redação, um associado Illuminati próximo à Weishaupt.

O Governo da Bavária tentou de várias formas alertar o então Governante da FRANÇA, o rei LUIZ XVI e sua corte do iminente desastre sendo organizado contra seu reinado, mas o governo francês não deu ouvidos aos alertas e avisos (e a vários outros avisos vindos de outras fontes do desastre que se aproximava, inclusive avisos feitos por Saint Germain). Na Bavária, com base nos documentos apreendidos, foram presos todos os elementos integrantes da Ordem dos ILLUMINATI que foram identificados e encontrados, mas Weishaupt e os mais importantes membros da ordem sumiram nos subterrâneos, desapareceram e não puderam mais ser encontrados.



1786 – 1789: A REVOLUÇÃO FRANCESA: Os ILLUMINATI como autores da Revolução Francesa: Ernst August von Göchhausen em 1786, em seu livro “Revelações sobre o sistema político cosmopolita“, denunciou uma conspiração maçônica-jesuítica-ILLUMINATI e previu a iminência de uma “revolução mundial inevitável”, três anos antes da Revolução Francesa ACONTECER. No início do século XIX, o padre jesuíta francês Augustin Barruel (parceiro literário de Jacques Lefranc-François também compartilhou desta opinião em um livro, igualmente Pierre-Joseph Clorivière, Antoine de Rivarool) e o estudioso e maçom (Físico) escocês John Robison tentaram mostrar, independentemente uns dos outros, que bem mais do que os fatores tais como a repressão contínua do Terceiro Estado, da fome e da má gestão da crise subsequente do Rei da França Luís XVI, o fator predominante que desencadeou a revolução francesa seria uma preparação metódica do processo revolucionário, cuja execução foi elaborada por um plano anos antes de sua explosão, para que este processo ocorresse, seria necessário principalmente duas coisas:

– Um clima intelectual e cultural adequado que alimentasse as forças potenciais. Como uma situação de grave alteração generalizada que obrigasse a população a reivindicar mudanças. O clima que se necessitava para a Revolução Francesa foi criado ao longo dos anos advindos do enciclopedismo e do Iluminismo, que foi um movimento do pensamento iluminista.

- Um grupo de líderes e agitadores, que será responsável pela organização, revolta e mobilização das massas para alcançar os objetivos desejados (presumivelmente membros dos ILLUMINATI).

Foram propostas, três questões:

- Primeiramente, devemos levar em consideração que todos os ideólogos, os diretores e líderes políticos da Revolução Francesa, sem exceção (Todos já vinham sendo manipulados), teriam sido maçons, dos teóricos propagandistas como Montesquieu, Rousseau, D’Alembert, Voltaire e Condorcet, mesmo os mais proeminentes ativistas da Revolução, do Reino do Terror, do Diretório e os bonapartistas como o Conde de Mirabeau, que criou a Ordem na França e os revolucionários Saint-Just, Camille Desmoulins, Danton, Jacques Hébert, Jean Paul Marat, Robespierre, Filipe de Orleans, Fouché, Emmanuel Joseph Sieyès, François Babeuf (líder da chamada Conspiração dos Iguais e considerado um dos primeiros teóricos do comunismo e um pré-anarquista), Rouget de L’Isle (compositor de “La Marseillaise“), Lafayette (criador do laço tricolor), e até mesmo Napoleão.

O famoso conde de Cagliostro, que participou nas parcelas do processo revolucionário francês, criou a Maçonaria Egípcia e também recebeu iniciação nos alojamentos de Weishaupt. Por outro lado, o fato de que o grito de Liberdade, Igualdade e Fraternidade ter sido o lema da Revolução Francesa, assim como a divisa da Maçonaria, confirma que, na realidade, incluindo ou não os Illuminati, foram os maçons do século XVIII que desenvolveram a revolução. Também o ícone maçônico o gorro frígio, que simbolicamente e iniciaticamente representa um toque maior que a de uma coroa, desempenha um papel importante na Revolução Francesa, como mostrado no trabalho de Eugène Delacroix “A Liberdade guiando o povo“.

- Em segundo lugar, havia na França pouco antes da Revolução Francesa, uma loja de maçons, cujo nome era muito semelhante à original Ordem dos ILLUMINATI de Adam Weishaupt, “Les Illuminati“. Uma vez que este grupo era pequeno e de menor influência, tão pouco como o fato de que os Illuminati franceses eram seguidores de uma tendência mística e uma iluminação radical de Adolph von Knigge, que Weishaupt e seus superiores das TREZE famílias não tinham em mente.

- Finalmente, em fevereiro 1787, foi realizada na França a Assembleia de Notáveis, convocada por Charles Alexandre de Calonne. E nos anos posteriores, 1788 e 1789, uma loja maçônica em Paris, “Amis réunis” recebeu a adesão de alguns indivíduos de posições no topo da Ordem dos ILLUMINATI, como Johann Christoph Bode e o Barão de Busche.

As obras de Barruel e Robison (citadas no início do texto) ganharam popularidade entre os muitos partidários da direita radical e de outros setores. A mencionar, por exemplo, os historiadores ingleses e teóricos da conspiração da década de 1920. Por outro lado, no século XIX, o escritor Charles Louis Cadet de Gassicourt explicou a ação subterrânea das sociedades secretas na Revolução Francesa e o padre Nicolas Deschamps relatou uma conspiração maçônica na Revolução Francesa , igualmente a mesma atitude do historiador Alfred François Nettement. No início do século XX, os livros do historiador francês Augustin Cochin, escrito a partir de um ponto de vista sociológico, assinala a Maçonaria como uma das principais forças a instigar a revolução, igualmente o jornalista Maurício Talmeyr vários anos depois.


A personificação da “Liberdade” guiando o povo e usando gorro frígio, em pintura de Delacroix.

1791- E.U.A.: Os Rothschilds conseguem o controle do dinheiro da nova nação dos EUA, através de Alexander Hamilton (seu agente no gabinete do Presidente George Washington), o primeiro Secretário do Tesouro dos EUA, quando ele organiza, propõe e cria o primeiro Banco Central norte americano chamado: First Bank of the United States (Primeiro Banco dos Estados Unidos)”, que foi criado com carta de 20 anos de contrato. Os Secretários de Estado Thomas Jefferson e James Madison lideraram a oposição da criação do banco, pois alegavam que o banco era inconstitucional, e que beneficiaria os comerciantes e investidores à custa da maioria da população. http://en.wikipedia.org/wiki/First_Bank_of_the_United_States

1796 – Nos EUA, do outro lado do Oceano Atlântico, a Maçonaria infiltrada pelos ILLUMINATI já se transformara na maior organização e com maior influência que atuava nas eleições dos presidentes governantes norte americanos. John Adams venceu as eleições se opondo à Maçonaria, e seu filho, John Quincy Adams, advertiu sobre a grande ameaça que pairava sobre o seu país representada pela então corrompida Maçonaria e suas lojas espalhadas pelos EUA: “Eu conscientemente e sinceramente acredito que a Ordem da Maçonaria (Ordem dos Illuminati), se não for o maior, é um dos maiores MAL, tanto moral e político sob o qual a União americana esta agora trabalhando.”

1797 – John Robison, um Professor de História Natural e Filosofia na Universidade de Edimburgo, na Escócia, publica um livro cujo título é: ’’Provas de uma Conspiração contra todas as Religiões e Governos da Europa”(Proofs of a Conspiracy against all the Religions and Governments of Europe) no qual ele conta que Adam Weishaupt tentou pessoalmente recrutá-lo para a Ordem dos ILLUMINATI. Ele expõe e denuncia os diabólicos planos dos ILLUMINATI para controlar o mundo. http://en.wikipedia.org/wiki/John_Robison_(physicist)

1804 – Expansão dos tentáculos dos Rothschild: Mayer envia Nathan então com 27 anos, à Inglaterra para tomar conta dos negócios da família. Nathan tornou-se banqueiro em Londres. Investiu pesadamente na Companhia das Índias Orientais (Holanda). O ouro obtido foi emprestado ao governo britânico em troca de papel-moeda, comprado a 50% de seu valor nominal e posteriormente resgatados a 1 por 1, um excelente negócio. Os lucros foram investidos na abertura das filiais da Casa Rothschild, POR CADA UM DE SEUS FILHOS, nos principais centros da Europa: Berlim-Alemanha (Amschel), Viena-Austria (Salomon), Paris-França (Jacob), Nápoles-Itália (Calmann-Carl). A sede da Casa Rothschild nesse ano se estabeleceu em LONDRES (Nathan).

1811 - BANCO CENTRAL DOS EUA: A liberação para renovação das operações do Banco de Rothschild dos EUA (donos e operadores do First Bank of the United States, o primeiro Banco Central americano) começa a correr no Congresso dos EUA para aprovação e a votação é contrária para a sua renovação. Nathan Mayer Rothschild não fica nada satisfeito e ameaça: “Ou o pedido de renovação para a Carta do banco é concedido, ou os EUA irão cair envolvidos na mais desastrosa guerra.”Contudo o Congresso dos EUA permanece firme e a renovação não foi concedida, o que causou que Nathan Mayer Rothschild emitisse outra grave ameaça: “Ensinemos àqueles imprudentes americanos uma lição. Vamos levá-los de volta ao estado de colônia.”


First Bank of the United States, na 116 South 3rd Street, Philadelphia, PA 19106.

1812 – Morre o patriarca Mayer Amschel Bauer (ROTHSCHILD). Ele deixou ordens e instruções específicas para a Casa de Rothschild seguir após a sua morte: Todas as posições nos negócios da família são apenas para serem conduzidos pelos homens da família, somente os homens poderiam participar dos negócios familiares, isto incluiu um sexto filho bastardo.

Os casamentos na família deveriam ser apenas entre primos em primeiro e segundo grau para preservar a fortuna da família (dos 18 casamentos pelos netos de Mayer Amschel Bauer-Rothschild, 16 foram entre primos de primeiro grau – uma prática conhecida hoje como endogamia) Nenhum inventário público da família era para ser divulgado. Nenhuma ação legal era para ser tomada relativas a valores de herança, o filho mais velho do filho mais velho deveria se tornar o líder da família (esta condição poderia apenas mudar quando a maioria da família concordasse em uma votação). Estas ordens foram seguidas à risca e Nathan Mayer Rothschild foi eleito o cabeça da família logo após a morte do seu pai, o patriarca Mayer Amschel Bauer- Rothschild.

1814-1815, Viena-Áustria – Na virada do século XVIII para o século XIX, um período de tempo que era conhecido como a “Era dos Rothschilds”, se estima que essa família controlava uma grande parte de toda riqueza da Europa. Contudo alguma coisa não andou bem para os planos dos Rothschilds nesse tempo, que foi o resultado do Congresso de Vienna, no começo do século XIX, o qual começou em Setembro de 1814 e acabou em Junho do ano seguinte (1815) na Áustria. A razão e intenção era a de redesenhar o mapa político do continente europeu após a derrota da França napoleônica na primavera anterior, iniciar a colonização, restaurar os respectivos tronos às famílias reais derrotadas pelas tropas de Napoleão Bonaparte (como a restauração dos Bourbon na França) e firmar uma aliança entre os burgueses. Muitos dos governos Europeus estavam em grande débito com os Rothschilds (que financiavam todos os lados envolvidos nas intermináveis guerras no continente europeu QUE ELES PRÓPRIOS E SEUS AGENTES INSTIGAVAM), então eles imaginaram que poderiam usar esse poder como uma ferramenta de barganha e obter mais controle.

Contudo o Czar Alexandre I da Rússia, que não tinha sucumbido à ideia de criar o Banco Central da Rússia, nos moldes do modelo criado pelos Rothschilds (e por eles controlados), não iria longe aceitando o plano, então a ideia do governo central dos Rothschilds falhou. Nathan Mayer Rothschild se enfureceu com essa recusa e por causa disso jurou que algum dia ele ou os seus descendentes iriam destruir a família Romanov e todos os descendentes do Czar Alexander I. Infelizmente ele foi verdadeiro nesse juramento e 102 anos depois os Rothschilds idealizaram, criaram e patrocinaram a Revolução Bolchevique na Rússia, de cuja trágica história o mundo conhece o desfecho, a criação do Comunismo ateu e sanguinário, que foram usados para cumprir a tal promessa feita por Nathan em destruir a família do Czar Romanov, que foi executada pelos “revolucionários”.

1815, 18 e 19 de junho – Batalha de Waterloo: Na Inglaterra, Nathan Rothschild (o mais esperto, inteligente e astuto dos cinco filhos de Mayer) vê a oportunidade de montar um golpe que lhe permitiria apoderar-se do mercado de capitais ou até mesmo do Bank of England, nas vésperas da batalha de Waterloo. (A Batalha de Waterloo, a 18 de Junho de 1815 em Waterloo, Bélgica, foi um combate decisivo das forças francesas contra as britânicas, e se deu nas proximidades da aldeia belga de Waterloo. Ocorreu durante o Governo dos Cem Dias de Napoleão, entre seu exército de 72 mil homens recrutados às pressas e o exército aliado de 68 mil homens comandados pelo britânico Arthur Wellesley, Duque de Wellington, (com unidades britânicas, holandesas, belgas e alemãs), antes da chegada de 45 mil homens do exército prussiano.)
Nathan Rothschild enviou um espião para Waterloo.

Mal a batalha acabou, com a vitória inglesa das tropas de Wellington seu espião partiu rapidamente de volta a Inglaterra. Entregou a notícia a Rothschild 24 horas antes do próprio correio de Wellington chegar a Londres com as notícias. Rothschild correu para a bolsa em Londres com um ar triste e abatido. Todos no local o seguiam com o olhar. Subitamente, Nathan Rothschild começa a vender seus títulos. Os outros investidores viram que ele tinha começado a vender os seus papéis.

A resposta só poderia ser uma: Napoleão tinha ganho em Waterloo e Rothschild sabia. Em poucos minutos, todos vendiam. Os preços dos títulos caíram como uma flecha em queda. Entretanto, agentes de Nathan Rothschild começaram a comprar secretamente os papéis por uma fração do seu valor real. Numa questão de horas, Nathan Rothschild passou a dominar a bolsa de Londres, assim como, segundo se supõe, também o Bank of England e praticamente toda a economia da Inglaterra. Nathan mais tarde gabou-se de, que em apenas 17 anos que passou na Inglaterra, ter multiplicado as 20.000 libras que recebera do pai para um novo patamar em 2.500 vezes (valiam então 50.000.000 de libras). Graças à cooperação familiar (e a costumeira IGNORÂNCIA HUMANA), os Rothschild tornaram-se rápida e incrivelmente ricos.

Em meados do século XIX, JÁ dominavam o sistema bancário europeu e eram sem dúvida a família mais rica do mundo.Isso apenas 42 anos após a fundação da ORDEM DOS ILLUMINATI.


Georg Wilhelm Friedrich Hegel

1821 – O alemão Georg Wilhelm Friedrich Hegel (Stuttgart, 27/08/1770 — Berlim, 14/11/1831) que foi um filósofo e recebeu sua formação no Tübinger Stift (seminário da Igreja Protestante em Württemberg).Neste ano Hegel formula aquilo que veio a ser conhecido como a “dialética Hegeliana” – o processo e o método pelo qual os objetivos dos ILLUMINATI serão implantados no planeta. De acordo com “essa dialética” de Hegel, “uma tese mais a antítese é igual a síntese” (thesis plus antithesis equals synthesis). Em outras palavras, primeiro você deve fomentar uma crise, e criá-la. Então haverá uma enorme agitação e clamor do público para que algo seja feito para “resolver o problema” (criado artificialmente). Então o seu grupo (nesse caso os ILLUMINATI) oferecem uma solução que trará aquelas mudanças que o seu grupo realmente e verdadeiramente está procurando implantar, mas que a massa pública bovina e ignorante inicialmente não aceitaria se tal solução fosse apresentada antes da “crise”. Essa situação sempre oferece oportunidade, quando ela assim é criada artificialmente, para se implantar mais e melhores sistemas de controle e restringir mais e melhor a já escassa liberdade individual da massa sempre estúpida e ignorante de todo o processo.

1828 – Amschel Mayer Rothschild, que financia os seus associados ILLUMINATI, expressa sua profunda preocupação com os governos nacionais dos países que tentam regular com suas leis os bancos internacionais, como o banco dele próprio, declarou suas intenções nessa célebre frase:
“SE ME PERMITIREM IMPRIMIR E CONTROLAR O DINHEIRO DE UMA NAÇÃO, EU NÃO ME IMPORTO COM QUEM ESCREVE, COM QUEM FAZ ÀS SUAS LEIS” – Mayer Amschel Bauer (ROTHSCHILD)
Continua


Permitida a reprodução desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

318Share on Facebook (Opens in new window)318
9Click to share on Twitter (Opens in new window)9
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

URL: http://wp.me/p2Fgqo-AJ

Posted by Thoth3126 on 18/05/2015


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Thoth3126


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Pensamento do Dia, 18 de Maio de 201


Pensamento do Dia, 18 de Maio de 2015

Sathya Sai Baba 



As escrituras são tão afetuosas como uma mãe. 
 
 
Elas ensinam lições como uma mãe faria por seus filhos, em conformidade com o nível de inteligência e as necessidades de tempo e circunstância. 
 
 
Uma mãe com dois filhos dá ao filho forte e saudável todos os alimentos que ele pede, mas ela toma muito cuidado para não alimentar em demasia o filho doente e dá-lhe apenas os itens que podem restaurar em breve sua saúde. 
 
 
Podemos, por conta disso, acusar a mãe de favorecer um e ser preconceituosa com o outro em termos de amor? 
 
 
As Escrituras também ensinam-lhe o segredo e o valor do trabalho (karma). 
 
 
Todos devem ser instruídos sobre como transformar o trabalho em atividade benéfica. No entanto, o trabalho não é tudo. 
 
 
A vida humana dura só um momento; é uma bolha na água. Sobre esta bolha efêmera da vida, não construa uma estrutura de desejos e apegos. 
 
 
A Sabedoria adverte que ela pode entrar em colapso ou desintegrar-se a qualquer momento. 
 
 
(Sutra Vahini, capítulo 4)
 
 
 

Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um de nós.
Atualização diária
 
 
 
 

Permita que a sua mente se acalme ~ Os Anjos via Sharon

 
Permita que a sua mente se acalme SABEDORIA DOS ANJOS com Sharon Taphorn  17 de Maio de 2015  Tradução: Regina Drumond
 
Você pode ouvir e receber com mais facilidade as mensagens dos seus anjos quando você aproveita o tempo para permitir que os seus desejos se revelem diante de você, como um filme que foi criado apenas por você. Peça aos seus anjos para ajudá-lo a ver as suas intenções e visualize como será a sua vida quando você alcançar um ponto de grande satisfação interior e use este sentimento para inflamar as suas paixões. Saiba que você é uma pessoa mágica que pode manifestar ... mais »
 
 

Uma Rosa deixa de ser botão pra arriscar Florescer ~ Os Anjos via Ann

 
Uma Rosa deve deixar de ser botão, para se arriscar a Florescer... MENSAGEM DOS ANJOS com Ann Albers 17 de Maio de 2015. Tradução: Regina Drumond
 
Às vezes, um salto de fé é necessário para saber tudo o que podemos nos tornar. Quando você honra a orientação do seu coração, é provável que em algum momento de sua vida, seja guiado a se afastar da sua “zona de conforto”. Uma bolota não pode crescer até que ela se abra. Um pintinho não pode amadurecer dentro da sua casca de ovo. Flores devem se abrir do seu botão e os bebês devem sair do ventre. Em algum ponto de sua vida, você se percebe... mais»
 
 

UMA CONVOCAÇÃO DO ALTO ~ Patrícia Cota-Robles

 
UMA CONVOCAÇÃO DO ALTO  Mensagem de Patrícia Diane Cota-Robles  16 de Maio de 2015. Tradução: Regina Drumond
 
Uau, que momento extraordinário estamos vivendo! Realmente, este Momento Cósmico é único e sem precedentes em toda a Criação. Eu sei que isto parece um pouco grandioso, mas os Seres de Luz nos Reinos da Verdade Iluminada disseram que a declaração nem sequer começa a descrever a magnitude do que está acontecendo na Terra neste momento. Porque irei escrever sobre algumas coisas que pode deixar a mente verdadeiramente perplexa, quero lhes afirmar que eu não nunca irei compartilhar... mais »
 
 

Cidades Annunaki encontradas no sul da Africa ~ Michael Tellinger

 
Cidades Annunaki encontradas no sul da Africa Michael Tellinger *Três grandes cidades, 60 x 60 milhas (96×96 quilômetros) cada, uma das quais incluíria a Grande Zimbabwe (Zimbabuè)*
 
Em 15 outubro de 2012 o Editor e Produtor Michael Tellinger (à direita ao lado de uma pegada gigante) discutiu seu estudo de ruínas antigas na ponta sul da África, que ele acredita que estejam associados com uma civilização desaparecida que visitantes Extraterrestres, conhecidos no mundo antigo como Annunakis, criaram há mais de 200 mil anos atrás, quando eles lá estiveram, no sul da África, para extrai... mais »

RESTABELECENDO A NOVA FREQUÊNCIA LEMURIANA ~ Sananda e... via Elsa

 
RESTABELECENDO A NOVA FREQUÊNCIA LEMURIANAALCYON *Mensagem de Sananda, Melquisedeque e Hilarion* Canalizada por* Elsa Farrus* Em 16 de maio de 2015 Amada menina, nós somos os mestres do Sol Central em Alcyon Sananda, Melquisedeque e Hilarion. Uma nova frequência Lemuriana está sendo restabelecida. Por isso a entrada tão intensa dos dias anterior, e que viverão ainda, que fará sair toda a verdade. São muitas as mudanças internas para enfrentar. Mudanças internas e as do DNA... dores fantasmas que duram uns instantes e sem motivo aparente, recordações, melancolia, prantos sem moti... mais »
 
 

ARCANJO GABRIEL, 16 DE MAIO DE 2015 ~ Shelley Young

 
MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL Canalizado por *Shelley Young*
 
São muitos de vocês que colocam expectativas tremendas sobre si mesmos. Vocês estão tentando alcançar um nível de perfeição que é nada menos que aplicar um modelo de amor condicional antes de se darem o amor incondicional e a aprovação que vocês merecem. Queridos, ouçam-nos quando dizemos que a perfeição não é nem de perto uma necessidade para seu crescimento e evolução! Tudo que é necessário é um desejo de evoluir e uma coerência geral com seus esforços. Toda grande mudança vem de uma acumulação de ações que estão e... mais »
 
 

SAIR DO TEMPO ~ Arcturianos via Suzanne

 
SAIR DO TEMPO Os Arcturianos Por Suzanne Lie PhD Em 15 de maio de 2015
 
Muitos de nossos voluntários têm pedido para visitar a Nave. Nós desejamos lembrá-los de que vocês não somente visitam a Nave, mas vocês *também* vivem nela. Entretanto, muitos de vocês ainda não se conectaram totalmente com essa expressão do seu EU. Em breve se conectarão. Então começarão suas experiências conscientes de estar na nave. Vocês começarão não por se lembrar da nave, mas do VOCÊ que vive nela. Assim que vocês se lembrarem dessa realidade, vocês terão seu primeiro trampolim para a sua realidade pentad... mais »
 
 

O Evento tem data para acontecer?

 
O Evento tem data para acontecer? Por Gabriel RL
 
Saudações, mestres! Algumas pessoas me perguntam se "O Evento" tem data para acontecer. A resposta é "Não". Não existe uma data. Eu me baseio pelo que o próprio Mestre Jesus disse: "Eis que daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos, mas somente o Pai sabe." O que sabemos é que sentiremos a aproximação, o que de fato vem ocorrendo com todos nós. A Humanidade tem sentido no seu interior algo a lhe dizer que algo está para acontecer, e de fato é isso, porque também o Mestre Jesus avisou que sentiríamos. Agora uma data fixa, dizer... mais »
 
 

Quem somos? ~ Elohim via Vinícius Francis

 
Quem somos?(Do livro "A arte de viver")ElohimPor Vinícius Francis *Vinícius: *Sempre recebo e-mails de leitores que me pedem para explicar "quem são" ou "o que são" os Elohim.
 
Confesso que nem depois de seis anos de trabalho consegui traduzi-los e compreendê-los segundo as fôrmas da minha consciência humana, até porque sempre os vi como energias maiores do que qualquer forma de compreensão deste mundo. E sempre os perguntei sobre isso e eles, sempre de maneira poética, traduziram a si próprios segundo a essência vibratória de muitas coisas que são boas, sublimes, de componentes ... mais »
 
 

Liberdade ~ O Conselho via Ron


Liberdade O Conselho - 12.05.2015 Através de Ron Head
 
Hoje gostaríamos de discutir o assunto da sua liberdade. E existe muita coisa disponível sobre esse tema agora e a maior parte é uma conversa que vocês têm entre si que envolve questões políticas e sociais. Não é isso que queremos explorar com vocês. A liberdade de que desejamos falar é de uma natureza diferente. Nós temos falado com vocês sobre os julgamentos que vocês faziam e continuam a fazer de si mesmos. Nós temos falado dos julgamentos que vocês acreditam que o Criador faz de vocês e suas ações, pensamentos epalavras. Nós... mais »
 
 

O Livro perdido de Enki – 14ª Tabuleta, Final ~ Zecharia Sitchin


 
O Livro perdido de Enki 14ª Tabuleta, Final O Livro Perdido de ENKI The Lost Book of Enki Memórias e profecias de um ”deus“ extraterrestre:
Faz cerca de 435.000 anos que alguns astronautas de outro planeta e sistema solar chegaram à Terra em busca de ouro. Depois de aterrissar num dos mares da Terra, desembarcaram e fundaram Eridú, “Lar na Lonjura”. Com o tempo, o assentamento inicial se estendeu até converter-se na flamejante Missão Terra, com um Centro de Controle de Missões, um espaçoporto, operações de mineração e, inclusive, uma estação orbital em Marte. Este livro c... mais »
 
 

A Separação Começou ~ Emanuel via Langa


A Separação Começou EMMANUEL: A SEPARAÇÃO COMEÇOU *Emmanuel, canalizado por Langa *
 
Amados Irmãos e Irmãs da Terra, a separação começou. Gaia/Planeta Terra entrou no oitavo segmento de transformação; ela está num ponto em que não há volta. A divisão começou no nível tridimensional e os grupos de frequências presentes no seu plano de existência estão sendo refeitos e reagrupados. De agora em diante, vocês verão mais sinais da divisão e reagrupamento de pessoas manifestando-se na sua realidade. Thoth3126@gmail.com Companhias, empresas dividir-se-ão, amigos pararão de se... mais»
 
 

Base Alienígena descoberta nas Montanhas Bucegi, Romênia, final


Base Alienígena descoberta nas Montanhas Bucegi, Romênia, final Foi descoberta uma BASE ALIENÍGENA dentro das Montanhas Bucegi, na região central da Romênia, parte FINAL
 
*O artigo foi publicado originalmente em 30 de novembro de 2010, às 11:11. Foi melhorado, revisado, corrigido e republicado em maio de 2013. Se trata de uma descoberta épica e monumental, e que se fosse tornada pública poderia mudar completamente a história e o destino da humanidade.Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.comDescoberta uma BASE ALIENÍGENA dentro das Montanhas Bucegi, na região central da ... mais »
 
 

Nazismo: A Sociedade VRIL ~ Jan Van Helsing


Nazismo A Sociedade VRIL A Sociedade VRIL – Capítulo 29 do Livro “As Sociedades Secretas e seu poder no século XX” de Jan Van Helsing, 1998 - A Sociedade VRIL, páginas 172 a 208.
 
À primeira vista, a Sociedade Vril não deveria fazer parte de nosso assunto, que realça mais a política, mas ela é uma das sociedades secretas das mais interessantes que jamais existiu. É por isso que precisamos absolutamente mencioná-la. Não existe nenhum livro na Alemanha sobre essa Sociedade Vril e qualquer documento que poderia relacionar-se com esse nome, ou mesmo lembrar esse nome, foi muito bem s... mais »



EN: Violet Flame
PT: A Chama Violeta
 

Pensamento do Dia, 18 de Maio de 2015


Pensamento do Dia, 18 de Maio de 2015

Sathya Sai Baba 



As escrituras são tão afetuosas como uma mãe. 
Elas ensinam lições como uma mãe faria por seus filhos, em conformidade com o nível de inteligência e as necessidades de tempo e circunstância. 
Uma mãe com dois filhos dá ao filho forte e saudável todos os alimentos que ele pede, mas ela toma muito cuidado para não alimentar em demasia o filho doente e dá-lhe apenas os itens que podem restaurar em breve sua saúde. 
Podemos, por conta disso, acusar a mãe de favorecer um e ser preconceituosa com o outro em termos de amor? 
As Escrituras também ensinam-lhe o segredo e o valor do trabalho (karma). 
Todos devem ser instruídos sobre como transformar o trabalho em atividade benéfica. No entanto, o trabalho não é tudo. 
A vida humana dura só um momento; é uma bolha na água. Sobre esta bolha efêmera da vida, não construa uma estrutura de desejos e apegos. 
A Sabedoria adverte que ela pode entrar em colapso ou desintegrar-se a qualquer momento. 
(Sutra Vahini, capítulo 4)

Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um de nós.
Atualização diária