Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

"Experiência" e Transcendendo a Mente Condicionada ~ Wes Annac

"Experiência"e Transcendendo a Mente Condicionada

 Por WesAnnac,

A Culturada consciência

19 de julhode 2015 

Tradução de Maria Dantas


 Crédito: integralactive.caseycapshaw.com

Aqui, eugostaria de examinar algum material de Jiddu Krishnamurti sobre a experiência ea transcendência da mente condicionada, a qual tem impedido a todos nós de nosconectarmos com nossa essência de um modo ou de outro. Conforme ele nos diz aqui:
A experiência externa é uma das muitas coisas que reforça o nosso sentimento deseparação da nossa consciência superior, e nós temos que acabar com o nosso apego à isso, se quisermos deixar o reino da mente.

Não temosde ser governado pelo desejo de ganhar experiências; e a mente condicionadaparece exigir certas experiências antes que ela possa encontrar a paztemporária.
Ela nuncaestá realmente em paz, mas é pacífica por um momento, quando temos experiênciasdivertidas ou agradáveis.

Dependendo doque estamos fazendo, a mente não parece muito ativa quando nos divertimos.Naquele momento, nós não estamos sendo condicionados a querer ou precisar dealgo antes que possamos ser felizes; porque nós já estamos nos divertindo. Nomomento em que nosso prazer é retirado, a mente volta exatamente à necessidade de coisas ou experiências para ser feliz.

Nóscontinuaremos a lutar com desejos intermináveis até que possamos transcender anecessidade de ganhar certas experiências, que é um dos muitos instrumentos damente que nos mantêm presos em limitações. Não estou me referindo ao tipo dedesejo que nos encoraja a fazer coisas construtivas que ajudem o mundo - euestou falando sobre o tipo de serviço egoístico que nos impede de nos conectarmos com nossa essência e explorarmos nossa Verdadeira Realidade, que é muito diferenteda realidade limitada e ilusória que fomos condicionados a aceitar.

 
 Krishnamurti

Primeiramente, Krishnamurti compartilha a ligação entre a crença e a experiência. Nossasexperiências são formadas em torno de nossas crenças, ele nos diz então quefortalecer nossas crenças nos oferece experiências que nos capacita a terresultados relacionados a elas.

"Crenças,condições da experiência; e a experiência então fortalece a crença. O que você acredita,você experimenta... A crença é outro manto do desejo. O conhecimento, a crença, a convicção, a conclusão e a experiência são obstáculos à verdade; elessão a própria estrutura do ser... O desconhecido nunca pode ser experimentadopelo conhecido; o conhecido, o experimentado deve cessar em prol dodesconhecido, a fim de se fazer conhecer.

Ele nosdiz, que a mente sabe que não consegue experimentar uma consciência mais elevada,porque esta consciência existe bem fora da mente e qualquer tentativa quefaçamos a fim de definir mentalmente será em vão.

"Amente é consciente de que não pode capturar pela experiência e pela palavraaquilo que permanece atemporal e imensurável."

Ele tambémexplica como as experiências nos condicionam para que estejamos separados danossa essência.

"Aexperiência é a resposta ao desafio. Esta resposta é condicionada pelo passado,pela memória; tal resposta só fortalece o condicionamento. Experiência nãoliberta, ela reforça a crença e a memória, e é esta memória que responde aodesafio; uma vez que a experiência é o condicionador.”

A nossaresposta ao desafio vem de nossas memórias e experiências anteriores, e isso automaticamente se torna mais difícil de controlar. Se pudéssemos nosabrir e chegar a um espaço além da mente que permitisse que a nossa essência sefizesse conhecer, nós poderíamos encontrar maneiras novas e criativas paracompletar os nossos desafios e, gradualmente, eles se tornariam mais fáceis.

Estesproblemas são mais difíceis quando estamos presos na mente; mas quando nós pudermoschegar a esse espaço fundamental além da mente, nós deixaremos de abordá-los apartir da perspectiva de alguém que está separado de sua essência e só tem assuas memórias e experiências para passar.

 
Crédito: enlight8.com
 
Eles vãoficar mais fáceis quando deixarmos de lidar com eles a partir de um espaçocondicionado. E, lentamente, mas com segurança, vamos descobrir que eles já não nosparalisam em absoluto. Eles vão parar de se apresentar num certo ponto, porque elesnão serão mais necessários. Nós vamos ter encontrado todo o amor, a força e a perseverança que usamos para buscar além dos limites da mente, e todos osdesafios que enfrentarmos serão tão simples quanto respirar ou andar.

Em nossaúltima citação, Krishnamurti explica por que viver na mente e estar focado em experiênciasexternas nunca nos permitirá vislumbrar o desconhecido. Esta citação podeparecer confusa, mas tenha em mente que ele usa a palavra"experiência" ao se referir as experiências externas que nos impedem de“experimentar” quando se refere a estar conectado com a nossa realidadesuperior.

A parte maisimportante desta citação, em minha opinião, é a frase: "A vida é o momentopresente, não é a experiência".

"Aexperiência já está na rede de tempo, já está no passado e se tornou umamemória que vem para a vida apenas como uma resposta ao presente. A vida é opresente, não é a experiência. O peso e a força da experiência obscurecem o presente, e assim experimentar se torna a experiência.

"Amente é a experiência, o conhecido; ela nunca pode estar no estado deexperimentar; pois o que ela experimenta é a continuação da experiência. Amente só conhece a continuidade, e ela nunca pode aceitar o novo, enquanto mantiver a sua continuidade. O que é contínuo nunca pode estar em um estado deexperimentar, que é um estado sem experiência. A experiência deve cessar paraexperimentar a ser.

À medidaque continuamos a abrir (ou sair) da mente, nós compreenderemos todos osmecanismos psicológicos que têm nos reprimido conforme nos preparamos paradeixar a mente e abraçamos o “experimentar”, que, como disse Krishnamurti;  é um estado sem experiência. As experiências da mente, que se repetemsempre em nossas cabeças em uma espiral infinita são quem bloqueiam a nossa percepçãoda realidade não-dual que podemos acessar, e, transcender a influência damente e a necessidade de ganhar experiências externas é a melhor maneira de seconectar com esta nova realidade e permitir que nossa sabedoria flua através denós.

 Crédito: ashtarcommandcrew.net

A próximavez que você lutar, tente sair da mente e separe os caminhos com quaisquerapegos que estavam fazendo com que você lutasse. Tente se aproximar de qualquercoisa que você esteja fazendo com uma mente clara e desapegada, uma conexão coma realidade sem forma e desconhecida; você vai redescobrir e observar como suaslutas se tornam mais fáceis. Você não se apegará mais a elas; e seus apegospara experimentar o sucesso vão ter desaparecido junto com todos os outrosapegos que nos mantém trancados na mente e entravam o nosso progresso.

Quando anecessidade de experiência deixa de existir, ficamos apenas com o silêncio,quietude e calma do momento presente, onde tudo é possível. Somos basicamenteinfinitos quando estamos neste espaço, e o engraçado é que nós podemos nãoquerer fazer nada, exceto explorá-lo e ver o quão profundo nós podemosir.

Com todosos não-esforços, cada partida a partir dos limites da mente, irá mais e maisprofundo até que, finalmente, perceberemos a realidade da nossa ligação comDeus. Neste espaço, seremos verdadeiramente livres das distorções e distraçõesda mente, e como resultado, nós vamos finalmente conhecer a paz.


Notas derodapé:
J.Krishnamurti, Comentários sobre Viva. Primeira Série. Bombaim, etc .: B.I.Publicações, 1972; c1974, 89.
J.Krishnamurti, Comentários sobre Viva. Segunda Série. Wheaton, IL:Theosophical Publishing House, 1967; c1958, 242.
J.Krishnamurti, Comentários sobre Viva. Primeira Série. Ibid., 139.
Ibid., 32.

Compartilhelivremente.

Eu sou um escritor de  blog espiritual de 21 anos de idade e canal para a expressão criativa do universo interior, e, eu criei o site diário de noticias  A Cultura da Consciência.
A Cultura da Consciência apresenta notícias diárias espirituais e alternativas, artigos que eu escrevi, e muito mais. Sua finalidade é despertar e elevar, fornecendo o material sobre a queda da elite planetária e um novo paradigma de unidade e de espiritualidade.
Eu já contribuiu para alguns sites espirituais diferentes, incluindo The Shift Máster, Waking Times, Golden Age of Gaia, Wake Up World e Expanded Consciousness. Eu também posso ser encontrado no Facebook (Wes AnnaC and The Culture of Awareness) e Twitter, e, eu escrevo um boletim informativo semanal remunerado que você pode se inscrever por 11,11 dólares por mês aqui.
Agradecimentos a Maria Dantas mariadantas2@hotmail.com

http://rayviolet.blogspot.com/2015/07/experience-and-transcending-conditioned.html


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=wes+annac


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA







ARCANJO GABRIEL, 19 DE JULHO DE 2015 ~ Shelley Young

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL 

Canalizado por Shelley Young 

 Tradução: Blog SINTESE





Queridos, a cura é um processo que ocorre naturalmente.
Vocês ficarão cientes de qualquer coisa que precisa ser tratada.

Pensem em seu carro.
Se vocês tivessem um pneu furado, vocês reconheceriam que houve um problema, cuidariam dele e iriam em frente.
Vocês não manteriam seu carro num guincho pelo resto do tempo checando e rechecando os pneus para garantir que estavam bons, manteriam?

São muitos os humanos, em seu desejo de ser diligente, que ficam presos no loop de cura, procurando e procurando por sinais de problema.
A ação de cura deve ser objetiva.
Ah, vejo que está acontecendo alguma coisa.
Que maravilha meu veículo me avisar do que ele precisa!
Vou cuidar disso e voltar à minha jornada, seguro no fato de que se houver alguma coisa mais que eu preciso cuidar, eu saberei.
Vocês entendem que tal atitude os manteria no fluxo do bem-estar e se movendo em um ritmo que é perfeito para você?

Vocês não ficam arrancando uma casca para ver se a cura está ocorrendo por baixo.
Confiem no sistema.
Saibam que seu corpo, seu corpo de luz, sua alma sabe tudo que vocês precisam e irá lhes fornecer com 100% de precisão, com um universo inteiro assistindo vocês nesse processo.

Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric



Agradecimentos a Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Shelley+Young


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA







Hierarquias Espirituais ~ Vídeo: Lee Carroll - Gustavo Amorim

"Hierarquias Espirituais"

Gustavo Amorim / Lee Carroll 



Olá pessoal,

A palestra "Kryon e a Multidimensionalidade" feita por mim para o Congresso das Hierarquias de Luz está agora disponível para todos online. Agradeço ao amigo Alryon por disponibilizá-la.

Nesta palestra você encontrará uma entrevista exclusiva com Lee Carroll, canal original de Kryon, a respeito da "Orientação Espiritual"!

Além disso falo sobre minhas experiências com dois de meus "Guias Espirituais", o Anjo Branco, personagem da estória "A Jornada para Casa" de Kryon e a Deusa Grega Hécate.

Para finalizar você assistirá a uma bela mensagem de Kryon.

Abraços farolescos,

Gustavo Amorim



Youtube Aqui
Autores: Gustavo Amorim e Lee Carroll 
Website "O Farol" de Gustavo Amorim Aqui
Site Oficial de Kryon em Português: KryonPortugues.com
Site Oficial de Kryon (Inglês): Aqui

Magia Negra em Brasilia … ~ Bruno Góes

Está na hora da COLHEITA. 

Cada um vai COLHER o que SEMEOU !!!






“NÓS ÍAMOS AO TERREIRO mais ou menos uma vez por mês, mas, sempre que queria algo, FERNANDO COLLOR ligava para a mãe de santo e ela dizia o que precisava ser feito para atingir seus objetivos. Dali até a eleição para a presidência, Fernando não vivia sem as orientações daquela mulher. A “Mãe Cecília” também passou a frequentar o Palácio, aonde ia para receber as entidades (os espíritos) que falavam com o presidente.

Anos depois, em uma entrevista, ela contou que, aos poucos, os “santos” foram se acostumando com o bom e o melhor. Só queriam champanhe e uísque importado e faziam questão de fumar charuto cubano. Fernando bancava tudo isso, para que os “trabalhos espirituais” (magia negra) tivessem efeito.”


Na Era de Ouro, as pessoas não estavam conscientes de seus governantes.
Na Era de Prata, elas os amavam e cantavam.
Na Era de Bronze, elas os temiam.
E por fim, na Era do Ferro, elas os desprezavam.
Quando os governantes minam a confiança popular, as pessoas comuns (e Deus) perdem sua fé nos governantes. Retirado do Tao Te Ching

Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Em livro, Rosane conta sobre vida com Collor: do impeachment a ritual macabro de magia negra com fetos humanos abortados. Ex-primeira-dama conta o que viu e viveu com ex-presidente da República Fernando Collor:

Por Bruno Góes – http://oglobo.globo.com

RIO — Cortejada pelo então prefeito de Maceió Fernando Collor de Mello, a menina que ainda usava uniforme escolar, aos 15 anos, e vivia sob ordens severas do pai não imaginava que seria a futura esposa do 32º presidente da República do Brasil. Envaidecida e animada com os elogios, ela levou adiante o flerte, consumado anos mais tarde, após um telefonema surpresa. 



As últimas manchetes demonstram que a hora de muitos “poderosos” de Brasilia se aproxima do FIM

O roteiro que poderia ser apenas de uma garota apaixonada esbarrou no destino atribulado de Rosane. Ela enfrentou, no centro do poder, crises de depressão, medo do suicídio do marido e “humilhações públicas”, segundo diz no livro lançado em Maceió. “Tudo o que vi e vivi” (R$ 39,90, editora LeYa) é a versão de Rosane Malta (agora com o nome de divorciada) sobre a sua relação com o ex-presidente que foi apeado do poder pelo impeachment.

— É uma história dolorosa e triste. Mas uma história bonita que poderia terminar da melhor forma possível. Eu aprendi desde criança a falar a verdade. Se não pudesse, não falava nada. Então, tudo o que digo no livro é verdade — afirma ela ao GLOBO.

Mesmo vivenciando a conturbada rotina de primeira-dama, com muitas brigas conjugais, Rosane subiu a rampa do Palácio do Planalto após o impeachment, apertou a mão de Collor, e disse: “Levante a cabeça. Não abaixe, não. Seja forte”. Collor é, segundo ela, o maior amor e a maior decepção de sua vida. Em 288 páginas, Rosane relata intrigas familiares, os rituais macabros de magia negra que eram realizados na Casa da Dinda, os esquemas do ex-tesoureiro de campanha de Collor, além da morte de PC Farias e do destino do dinheiro do esquema de corrupção.

Durante a Presidência da República, ela conta que Collor usava a Casa da Dinda para rituais de magia negra que pudessem “fortalecê-lo” politicamente. O relato mais forte sobre as sessões realizadas pela Mãe Cecília, de confiança do ex-marido, envolveu o sacrifício de fetos humanos.


“Cecília (“Mãe Cecília”) me contou que, certa vez, fez um trabalho para Fernando envolvendo fetos humanos. Ela pegou filhas de santo grávidas, fez com que abortassem e sacrificou os fetos para dar “às entidades”. Uma coisa terrível, da qual ela obviamente se arrepende. Quando eu soube disso, chorei copiosamente”.

Um dos primeiros “trabalhos” dos quais Rosane teve notícia ocorreu quando Collor ficou enfurecido com a decisão de Silvio Santos de se candidatar à Presidência em 1989. E ainda mais com o apoio de José Sarney, seu inimigo político. O dono do SBT havia dito a Collor que não concorreria ao cargo, mas descumpriu o acordo. O candidato do PRN, então, encomendou um “trabalho”. Pouco depois, a candidatura de Silvio foi impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral.



Perguntada se tem medo da repercussão e de possíveis processos judiciais por conta das revelações do livro, Rosane responde de forma tranquila:

— Estamos muito bem documentados. E não temos preocupação em relação isso. Tudo o que eu falei eu vi e vivi, como diz o título do livro. É realmente isso.

COLLOR E A CUNHADA

“O grande problema de Fernando era com Pedro. E o meu, com Thereza, a mulher dele”. Rosane diz que o irmão caçula do ex-marido tinha ódio do ex-presidente. Segundo ela, Pedro sustentava que Fernando cantava Thereza.

“Acredito na tese de que os dois tiveram algo antes do meu casamento e Thereza continuou apaixonada. Eu também não duvido que tenha sido por Thereza, por essa obsessão que ela tinha pelo cunhado, que Pedro resolveu destruir o próprio irmão”, diz ela.

Pedro Collor denunciou à revista “Veja”, em 1992, que PC Farias era testa de ferro do então presidente, e que o jornal Tribuna de Alagoas, que PC queria lançar em Maceió, na verdade pertenceria a seu irmão.

No período mais agitado da República desde a redemocratização, ela diz que não tinha dúvidas de que Collor era inocente. “Eu era muito nova, pouco experiente e acreditava no meu marido. Eu achava normal que as pessoas ajudassem Fernando espontaneamente, como fazia PC Farias”. Depois, no entanto, ela mudou de opinião e relatou que “algumas dúvidas foram surgindo”.



Rosane descreve o deslumbramento da jovem que desfrutou do poder: a dedicação ao figurino e as palavras elogiosas que trocou com a princesa Diana, além da amizade com Cláudia Raia e outras pessoas famosas. Conta que foi elogiada por Fidel Castro:

“Esse presidente do Brasil é “muito esperto”. Arrumou uma esposa novinha e linda” teria dito o ditador cubano a Collor. Segundo Rosane, mesmo após o impeachment, Fidel continuou a enviar charutos da ilha caribenha ao ex-presidente.

AMIGA DE ROGER ABDELMASSIH

Em busca por tratamento para a gravidez, Rosane, que abortou naturalmente filhos de Collor, procurou Roger Abdelmassih, hoje condenado a 181 anos, 11 meses e 12 dias de reclusão por abusar sexualmente de pacientes. Ele era amigo do casal.

“O doutor Roger era nosso amigo. Frequentávamos a casa dele, e ele, a nossa. Houve até um Natal em que assistimos a uma missa em sua casa antes de ir para a festa na residência de Patsy Scarpa (falecida em 2012,aos 82 anos), mãe do Chiquinho Scarpa, onde comemorei a data por três anos. (…) Fiquei muito assustada quando vieram à tona as histórias de mulheres que dizem ter sido abusadas por Roger durante as consultas”.

COLLOR NÃO TEM CARÁTER

Nos últimos oito anos, Rosane briga com Collor no tribunal para que seja reconhecido o direito de ser compensada pelo fato de ter deixado de lado a sua própria vida profissional para acompanhá-lo. Recentemente conseguiu que ele fosse condenado, mas o processo ainda não terminou.

— Muitas coisas que aconteciam, como abandonar a carreira, não concordava, com certeza. Mas não ia largá-lo. A mesma dignidade que eu tive com ele, ele não teve comigo. Ele não teve caráter — diz ela, que acrescenta:

— Eu amenizei muitas coisas que estão no livro, não passei ódio. Passei, sim, decepção. Eu não guardo ódio. Guardo decepção. Eu lutei para que a Justiça me desse os meus direitos. Procurada pelo GLOBO sobre os assuntos descritos no livro, a assessoria de Fernando Collor ainda não retornou. 



Rosane Malta e seu livro em que conta sua história com Collor.

PRIMEIRA-DAMA EM APUROS

Enquanto o marido era presidente, Rosane estava à frente da Legião Brasileira de Assistência (LBA), um órgão assistencial público. À época, ela foi acusada de envolvimento na compra superfaturada de 1,6 milhão de quilos de leite em pó: com custo cerca de 25% a mais pelo quilo do leite. Além disso uma cunhada sua, que ocupava uma superintendência do órgão, foi acusada de dirigir projetos que nunca saíram do papel.

No livro, ela diz que “sequer precisava assinar a autorização para esses projetos nos Estados. Cada superintendente estadual era indicado por uma “liderança política da base aliada do governo”. Sobre o escândalo do leite, diz que “não tinha nada a ver com aquilo, como ficou comprovado depois na Justiça”. Ela relata que Collor ficava preocupado que o escândalo o atingisse.

Rosane também conta que foi acusada pela imprensa de dar uma festa de aniversário para a amiga com dinheiro público. Ela sustenta, no entanto, que apenas convidou-a para um evento de embaixatrizes na mesma data de comemoração.

Além dos fatos noticiados sobre a primeira-dama, Collor preocupava-se com irmão de Rosane, “Joãozinho”, que poderia atingir a imagem do presidente. Após saber que o prefeito de Canapi, Mauro Fernandes da Costa, havia falado mal de Rosane, Joãozinho foi atrás dele em um bar, sacou um revólver, e atirou contra o prefeito. “Os Malta não levam desaforos para casa e, quando alguém provoca um parente, toda a família se sente atingida”, escreve Rosane.

PC FARIAS E CONTA SECRETA

No início das investigações contra o governo, abertas em 1992 para investigar o chamado esquema PC Farias, o secretário particular de Collor, Cláudio Vieira, afirmou que os gastos pessoais do presidente vinham de um empréstimo para a campanha de US$ 5 milhões feito no Uruguai. A versão foi desmentida após uma secretária relatar que o empréstimo ocorreu depois das eleições, apenas para encobrir o pagamento das contas da Casa da Dinda.


“Quando eu ouvia de Fernando que os depósitos que recebíamos não eram fruto de negócios escusos, mas simplesmente de doações de empresas que não foram usadas na campanha, eu não tinha por que duvidar. Parecia normal para mim, talvez por inexperiência, ter recursos de campanha, e que usufruir disso não era errado”, conta Rosane.

Sobre a conta no exterior dos restos de campanha, no montante de US$ 50 milhões, como admitiu Collor em 2009 à Globonews, Rosane diz que ouviu “algumas conversas de que essa bolada realmente existia”. A versão não oficial era a de que seu irmão, Augusto, a movimentava.

Na segunda metade da década de 1990, Collor teria dito a Rosane que estava tendo dificuldade para acessar uma conta gerida pelo irmão. Ela sugere no texto que era a tal conta do escândalo. “Além do mais, eu conheci o suíço Gerard”. Aos 50 anos, Rosane diz que ainda tem muito a contar. Outras histórias podem ficar para um segundo volume.

— Quem sabe? Vamos ver como me saio com esse livro. Depois a gente vê.



Leia alguns trechos do livro cedidos pela editora LeYa:

“O grande problema de Fernando era com Pedro. E o meu, com Thereza, a mulher dele. Em seu livro cheio de rancor ‘Passando a Limpo – A Trajetória de um Farsante’, publicado em 1993, sobre a rivalidade entre ele e o irmão, Pedro defende a tese de que Fernando dava em cima da cunhada. Eu não acredito nisso. Acredito na tese de que os dois tiveram algo antes do meu casamento e Thereza continuou apaixonada. Eu também não duvido que tenha sido por Thereza, por essa obsessão que ela tinha pelo cunhado, que Pedro resolveu destruir o próprio irmão”.

“Logo depois de Fernando assumir a presidência, comecei a ser alvo de críticas porque meus gastos aumentaram. Isso é uma bobagem tremenda. É claro que eu estava gastando mais! Afinal, eu passei a ter certas obrigações que não tinha como primeira-dama do Estado ou como esposa de um deputado federal. Uma primeira-dama do país gasta mais do que todas as outras, é óbvio! Até mesmo as roupas do dia a dia têm que ser muito alinhadas. Não se pode, por exemplo, comparecer a uma entrevista com um traje simplesinho. Para cada um dos eventos, é preciso pensar em um figurino diferente. E tem ainda as viagens… Um país diferente requer roupas específicas. E eu sempre gostei de boas marcas”.

“Pela péssima execução daquilo que ficou conhecido como Plano Collor, Zélia Cardoso, para mim, está associada ao primeiro grande erro de Fernando como presidente. Na minha opinião, ela não estava preparada para o cargo de ministra, apesar de ser uma mulher muito inteligente e de ter ajudado muito na elaboração do programa de governo. Ali eu acredito que o governo perdeu muita credibilidade e tornou-se uma vitrine muito frágil para todas as pedras que foram atiradas depois”.

“Aliado a PC Farias, Fernando começou a criar a Tribuna de Alagoas. Na época, ninguém sabia que se tratava de um jornal do presidente. O que se sabia era que PC e seus irmãos estavam montando um diário que, em teoria, concorreria com o jornal da família Collor. E que, por mais estranho que fosse, Fernando apoiava a iniciativa. Só isso. Mas Fernando estava, sim, envolvido no negócio. Tanto é que discutiu com Pedro diversas vezes por causa disso. Pedro temia que a Tribuna tomasse o mercado e os funcionários da Gazeta, e cobrava do irmão uma postura enérgica, pois sabia que PC era seu braço direito. Fernando se negou a fazer qualquer coisa, o que deixou Pedro furioso.” 



A Casa da Dinda voltou às manchetes na semana passada quando a PF apreendeu carros luxuosos, como a Ferrari vermelha, de Fernando Collor, por suspeita de participação no escândalo da PETROBRAS

“Lembro apenas que, depois de um tempo de governo, Fernando começou a se incomodar um pouco com Itamar. Segundo meu marido, seu vice era uma pessoa demasiadamente sensível, que tem um ego dependente de elogios, de afago. Por qualquer coisinha, Itamar se chateava e, para que isso não acontecesse, alguém precisava sempre elogiá-lo, valorizá-lo. Fernando odiava tal comportamento.”

“Dizem que Fernando ficou devendo meses de aluguel da Casa da Dinda para a mãe, dona Leda, quando era deputado. Não duvido. Ele gastava sem saber se tinha dinheiro para bancar e, depois, tinha que fazer essas maluquices para cobrir a conta.”

“Em 12 de outubro de 1992, um helicóptero que fazia um voo entre São Paulo e Angra dos Reis (RJ) caiu e desapareceu no mar. Dentro dele estavam o deputado Ulysses Guimarães e sua mulher, além de outros passageiros e, claro, o piloto. Apesar de todas as buscas, o seu corpo nunca foi encontrado. Era a primeira manifestação do que ficou conhecido como “a maldição do impeachment”, uma série de mortes estranhas e trágicas de pessoas ligadas a Fernando ou ao seu afastamento da presidência.

Além do deputado Ulysses, também Pedro Collor, PC Farias e sua mulher, Elma, supostamente haviam sido atingidos por tal maldição. Todos eles morreram poucos anos depois do impeachment. Todos vítimas de magia negra? Eu não sei quem espalhou esse boato, só sei que ele faz algum sentido.”

“Íamos ao terreiro mais ou menos uma vez por mês, mas, sempre que queria algo, Fernando ligava para a mãe de santo e ela dizia o que precisava ser feito para atingir seus objetivos. Dali até a eleição para a presidência, Fernando não vivia sem as orientações daquela mulher. A “Mãe Cecília” também passou a frequentar o Palácio, aonde ia para receber as entidades (os espíritos) que falavam com o presidente.


“Anos depois, em uma entrevista, ela contou que, aos poucos, os santos foram se acostumando com o bom e o melhor. Só queriam champanhe e uísque importado e faziam questão de fumar charuto cubano. Fernando Collor bancava tudo isso, para que os “trabalhos espirituais” tivessem efeito.”



“O fato é que Fernando foi meu grande amor e também minha grande decepção. Não só por tudo o que ele me fez até hoje, mas por não me deixar viver em paz depois da separação. É claro que só vou conseguir deixá-lo no passado quando essa situação se resolver e eu encontrar um outro amor verdadeiro. Já tive alguns namorados desde a separação, pessoas muito queridas, mas nenhum conseguiu ocupar esse lugar. Mesmo assim, sinto-me bem resolvida no campo do coração.”

“Em 2014, 22 anos depois do impeachment, ele foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal, por falta de provas, das acusações restantes referentes aos anos em que esteve na presidência do país (peculato, falsidade ideológica e corrupção). O que mais ele queria da vida? Por que nada disso lhe deu a tranquilidade para conseguir me deixar em paz, dando-me uma oportunidade para que eu também pudesse reconstruir minha vida?

Ele não parecia querer me ver livre. Eu, pelo contrário, não vejo a hora de essa novela acabar. Também escrevi uma carta pedindo a ele, por favor, que parasse, refletisse, que eu aceitava a proposta irrisória só para ter um ponto final, mas não adiantou. Então não me sobrou outra opção a não ser seguir tentando, para ter o que é meu de direito.”

“Enquanto esse problema não se resolve, eu não quero parar minha vida. E este livro é a prova de que a fila anda. Há anos recebo convites para me candidatar à deputada, vereadora e outros cargos, mas não era a hora, ainda. Outros desafios podem surgir, e estou preparada para enfrentá-los. Já venci tantos problemas… Meu futuro promete!”

SOBRE O ATUAL SISTEMA POLÍTICO EXISTENTE:


Estes líderes corruptos cairão. Vocês terão uma liderança política nova se desenvolvendo lentamente, chegando até vocês por toda a Terra, onde há uma nova energia de consideração com o público. “Isto é muito para pedir na política, Kryon.”




Mas observem isto. Este é apenas o início desta última fase. Assim muitas coisas estão chegando. O próximo está relacionado a isto, pois um país enfermo não pode sustentar uma liderança de elevada consciência. Há muita oportunidade para o poder e a ganância“- KRYON.

Mais informações sobre o momento do BRASIL em:
  1. http://thoth3126.com.br/brasil-e-o-mapa-de-piri-reis/
  2. http://thoth3126.com.br/terra-de-ofir-o-rei-salomao-no-brasil/
  3. http://thoth3126.com.br/pedra-da-gavea-uma-esfinge-no-brasil/
  4. http://thoth3126.com.br/brasil-o-territorio-sagrado-para-a-deusa-e-seus-filhos/
  5. http://thoth3126.com.br/brasil-portugal-e-os-cavaleiros-templarios/
  6. http://thoth3126.com.br/brasil-512-anos-de-misterios/
  7. http://thoth3126.com.br/brasil-o-gigante-desperta/
  8. http://thoth3126.com.br/muda-brasil-congresso-reage-a-operacao-da-pf-entre-o-medo-e-a-perplexidade/
  9. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  10. http://thoth3126.com.br/a-grande-mudanca/
  11. http://thoth3126.com.br/muda-brasil-lula-passa-a-ser-investigado-pelo-mpf-por-trafico-de-influencia/
  12. http://thoth3126.com.br/o-fim-da-era-lula/
  13. http://thoth3126.com.br/muda-brasil-clima-esquenta-e-opoe-camara-contra-o-governo-de-dilma/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

13Share on Facebook (Opens in new window)13
1Click to share on Twitter (Opens in new window)1
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)


Posted by Thoth3126 on 20/07/2015

Agradecimentos a URL: http://wp.me/p2Fgqo-8KD



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Bruno+Góes


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA







As mais antigas cidades na Terra foram construídas pelos Anunnakis-Nefilin

As mais antigas cidades na Terra foram construídas pelos Anunnakis-Nefilin

Cidades construídas há mais de 200 mil anos foram descobertas no sul da África

Posted by Thoth3126 on 05/01/2015

 

 

piramides-subterraneos
Estas construções sempre estiveram lá. As pessoas já as haviam notado antes, mas nunca as valorizaram. Pois ninguém podia se lembrar delas, ou por quem e do por que foram feitas? Até há pouco tempo, ninguém sequer sabia quantas eram. Agora, elas estão por toda parte – aos milhares, não, centenas de milhares delas! E a história que contam é a história mais importante da humanidade. Mas é uma história que voce pode não estar preparado para ouvir.

Tradução, edição e imagens: 
Thoth3126@gmail.com

As mais antigas Metrópoles na Terra foram construídas pelos Anunnakis-Nefilins !!!

Fontes: http://www.exohuman.com/ e http://humansarefree.com/

A seguinte descoberta é de grande importância em nossa busca para encontrar a história humana VERDADEIRA. O autor do artigo, Dan Eden, fez um trabalho muito bom apresentando esse aspecto da verdade sobre nosso passado, por isso vou principalmente mantê-lo como está.

Claro, eu vou fazer alguns acréscimos e ligar os pontos. Esta história vai levá-los em uma longa viagem, abrangendo os últimos 450 mil anos, interconectando intrigantes eventos e todos juntos contando a nossa história. Por favor, relaxe e divirta-se! Michael Tellinger desenrola a história:


Acima: sacerdotes e a Árvore da Vida e sobre ela o símbolo do círculo alado do planeta Nibiru, ambos usados na Suméria antiga.


Por Dan Eden para viewzone.com e Alexander Light para HumansAreFree.com

As mais antigas Metrópoles na Terra foram construídas por uma raça de extraterrestres chamada de Anunnaki!

Algo surpreendente foi descoberto em uma área da África do Sul, a cerca de 150 milhas da costa, a oeste do porto de Maputo, a capital e maior cidade de Moçambique. São os restos de uma grande metrópole, que mede, em estimativas conservadoras, cerca de 1.500 quilômetros quadrados. É parte de uma comunidade ainda maior, que é de cerca de 10.000 quilômetros quadrados e parece ter sido construída, você está pronto para ouvir que foi entre 160.000 a 200.000 a.C.!?!?

A região é um pouco remota e os “círculos” têm sido freqüentemente encontrados por agricultores locais que assumiram que foram feitos por alguns povos indígenas no passado. Mas, estranhamente, nunca ninguém se preocupou em perguntar sobre quem poderia tê-los feito, ou quantos anos eles tem.


Isso mudou quando o pesquisador e escritor, Michael Tellinger, se juntou com Johan Heine, um bombeiro e um piloto local de aviões que tinha estado a olhar para estas ruínas durante muitos anos sobrevoando a região. Heine tinha a vantagem única de ver do ar o número e a extensão destas estranhas fundações de pedra e sabia que seu significado não estava sendo apreciado devidamente.

“Quando Johan primeiro me apresentou às antigas ruínas de pedra da África do sul, eu não tinha ideia das descobertas incríveis que faria no ano ou dois que se seguiram. As fotografias, artefatos e evidências que se acumularam, sem dúvida, demonstram uma civilização perdida e nunca antes vista que antecede todas as outros civilizações registradas (“oficialmente”), não por apenas algumas centenas de anos, ou alguns milhares de anos … mas por muitos (dezenas) milhares de anos.

Essas descobertas são tão surpreendentes que não serão facilmente digeridas pela fraternidade histórica e arqueológica da corrente de eruditos e acadêmicos, como já foi experimentado. Isso vai exigir uma mudança completa de paradigma na forma como vemos (e contamos) a história humana. “ – Palavras de Michel Tellinger


Onde foram encontradas as ruínas?

A área é significativamente importante com um fato por si só muito impressionante – a mineração de OURO!

“As milhares minas de ouro antigas descobertas nesta região, ao longo dos últimos 500 anos, apontam para uma civilização desaparecida que viveu e explorou ouro nesta parte do mundo durante milhares de anos”, diz Tellinger. “E se este é de fato o berço da humanidade, podemos estar olhando para as atividades da mais antiga civilização na Terra.”

Para que isso faça sentido teremos que nos voltar para a Cronologia Anunnaki dos acontecimentos:


Cronologia Anunnaki


450.000 a.C.: Depois de longas guerras, a atmosfera de Nibiru começou a se deteriorar e se tornou hostil à vida. Anu destrona Alalu e seu filho Enki vem até a Terra com uma espaçonave. Ele estava à procura de OURO, que poderia ser usado para reparar o ambiente danificado de Nibiru.

(Nossa ciência chegou às mesmas conclusões sobre o ouro sem conhecer as histórias sumérias. pois de acordo com os nossos cientistas podemos usar nanopartículas de ouro para reparar a camada danificada de ozônio da Terra ).

445.000 a.C. – Os extraterrestres Anunnaki pousaram na Terra e estabeleceram sua base na Mesopotâmia, em Eridu, querendo extrair ouro do Golfo Pérsico. Eles eram liderados por Enki , um dos filhos de Anu.

416.000 a.C. – A produção de ouro declina muito no Golfo Pérsico, o que provocou a vinda de Anu para a Terra. Junto com ele veio seu outro filho, Enlil. Anu decidiu que se devia prospectar ouro na África e promoveu Enlil como encarregado da missão Terra. Enki foi enviado para o sul da África, o ABZU!

400.000 a.C. – No sul da Mesopotâmia foram construídas sete cidades pelos Anunnaki. As mais importantes foram: “Sipar“, o espaçoporto, “Nippur“, o centro de controle da Missão e “Shuruppak“, como o Centro de Metalurgia de minério de ouro que era transportado desde o sul da África por espaçonaves. Depois do metal ser refinado ele era enviado para estações em órbita da Terra. De lá, o ouro era carregado em espaçonaves de transporte, que estavam constantemente vindo de Nibiru para levar o ouro extraído. Os Igigi eram responsáveis com a entrega do produto acabado em Nibiru.

300.000 a.C. – Os trabalhadores Anunnaki se revoltaram contra seus mestres, porque o trabalho de extração de minério de ouro nas minas era muito difícil. ( Nota: por favor leia ” A nossa verdadeira história . “Os Anunnaki realmente usaram outra raça reptiliana como escravos nas minas de ouro – de um planeta chamado Inua, perto de Orion ).

Enki e Ninhursag desenvolveram geneticamente um ser que se transformaria em outros trabalhadores nas minas. Eles coletaram amostras de DNA a partir de um primata terrestre em desenvolvimento e depois de manipulações genéticas o primeiro Homo Sapiens foi criado. Eles foram colocados para trabalhar nas minas e substituíram os Anunnakis. Ao mesmo tempo, Enlil levava esses trabalhadores primitivos para o Edin, na Mesopotâmia. O Homo Sapiens poderia procriar para que eles começassem a proliferar e gerar mais trabalhadores.


Palavras de Michel Tellinger sobre a pegada de “deus” fossilizada: “Eu gostaria de compartilhar com vocês o que poderia ser uma das melhores peças de evidência de que havia gigantes na Terra há muito, muito tempo atrás. Os geólogos têm se maravilhado com esta cópia de pé gigante em granito bruto, com cerca de 4 metros de comprimento. Este é um lugar profundamente sagrado, místico e espiritual entre os guardiões do conhecimento africano e por isso deve permanecer intocado. Essa marca de pé é carinhosamente conhecida como a pegada de Deus. Tem cerca de 1,20 metros de comprimento, a pessoa que a teria deixado para trás deve ter sido de cerca de 24 pés ou 7, 5 m de altura. Este local na África se apresenta a nós com um dilema real e um profundo mistério que precisa ser resolvido”.

Para ver o número e o tamanho das ruínas ancestrais construídas pelos Anunnaki, ainda muito antes do dilúvio de Noé, sugiro que você use o google-earth e comece a sua procura utilizando as seguintes coordenadas:

Carolina: 25.55.53.28 Sul / 30.16.13.13 Leste

Badplaas: 25.47.33.45 S / 30.40.38.76 L

Waterval: 25.38.07.82 S / 30.21.18.79 L

Machadodorp: 25.39.22.42 S / 30.17.03.25 L

Em seguida, faça uma pesquisa voando baixo dentro da área formada por este retângulo. É simplesmente incrível! Lembre-se, estamos falando de mais de 200.000 anos atrás!

As ruínas individuais [ver fotos abaixo] que restaram consistem principalmente em círculos de pedra. A maioria foi enterrada na areia e só são observadas por satélite ou avião. Algumas foram expostas quando pelas mudanças climáticas provocou ventos movimentando a areia, revelando as paredes e as fundações há muito enterradas.

“Eu me vejo como um indivíduo com a mente bastante aberta, mas vou admitir que me tomou bem mais do que um ano para a ficha cair, e para mim vir a perceber que estamos realmente lidando com as mais antigas estruturas já construídas pelo homem (extraterrestre) na Terra.


A principal razão para isso é que nós fomos ensinados de que nada de importância tenha vindo do sul da África. Que as poderosas civilizações todas elas surgiram na Suméria e no Egito e em outros lugares (Vale do Rio Indus, hoje no Paquistão). Somos informados de que até a liquidação do povo banto do norte da África, que deveria ter começado em algum momento do século 12, esta parte do mundo foi preenchida por caçadores e os chamados bosquímanos, que não fizeram nenhuma grande contribuição em tecnologia ou para o surgimento da civilização”. -Michel Tellinger

Uma história rica e diversificada

Quando os primeiros exploradores europeus encontraram estas ruínas, eles assumiram que elas foram feitas por tribos nômades, como os povos nativos da nação banto, na medida em que eles se mudavam para o sul e se estabeleceram naquela terra desde o século 13. Não houve registro histórico anterior de qualquer velha civilização capaz de construir uma comunidade tão densamente povoada. Pouco esforço foi feito para investigar o local, pois o escopo das ruínas nunca foi totalmente conhecido.

Ao longo dos últimos 20 anos, pessoas como Cyril Hromnik, Richard Wade, Heine Johan e um punhado de outros descobriram que estas estruturas de pedra não são o que parecem ser. Na verdade, essas ruínas são acreditadas para serem os restos de antigos templos e observatórios astronômicos de civilizações antigas perdidas que remontam há milhares de anos.

Estas ruínas circulares estão espalhadas por uma área enorme. Elas só podem ser verdadeiramente apreciadas pelo ar ou através de imagens de satélites modernos. Muitas delas estão quase totalmente erodidas ou foram encobertas pelo movimento do solo pela agricultura e pelo clima ao longo de dezenas de milhares de anos. Algumas áreas sobreviveram o suficiente para revelar seu grande tamanho, ainda restando algumas paredes ciclópicas com quase 5 metros de altura e mais de um metro de largura em alguns lugares.


Olhando para toda a região da “metrópole“, torna-se evidente que ela era uma comunidade bem planejada, desenvolvida por uma civilização altamente evoluída. O número de minas de ouro antigas sugere a razão da existência para a comunidade neste local. Encontramos algumas estradas se estendendo cem milhas – que ligavam a comunidade e a agricultura em terraços, muito semelhantes às encontradas nos assentamentos dos Incas, no Peru.

Mas uma pergunta implora por uma resposta, como isso poderia ter sido feito por seres humanos 200.000 anos atrás?

Isto é o que você vai ver no google-earth na imagem acima nas coordenadas: 25:37’40.90 Sul / 30:17’57.41 Leste [seta A]. Estamos vendo a cena a partir de uma altitude de 357 metros.

Este não é uma “localização especial”, apenas escolhemos ao acaso, dentro da área descrita anteriormente. Ela mostra artefatos que estão em toda parte e nós encorajamos você a procurar a área com esta grande ferramenta tecnológica da Internet.

As estruturas circulares de pedra são evidentes a partir deste ponto de vista, mesmo que elas não possam ser visíveis a partir do nível do solo. Observe que há muitos caminhos muito longos [seta B e D] que conectam grupos de estruturas circulares. Se você diminuir o zoom e seguir estas “estradas” terá que viajar por muitos quilômetros.


O fato de que podemos ver essas estruturas é principalmente por causa da erosão natural provocada pelo clima, a passagem do tempo e o vento que soprou a sujeira e os detritos que encobria tudo nos últimos milhares de anos. Uma vez exposto ao vento, as rochas são desengorduradas, limpas e podem parecer enganosamente novas.

Se você olhar atentamente para o que à primeira vista parece ser terra vazia [seta C], você vai notar muitos círculos fracos, indicando mesmo que há mais moradias que se escondem abaixo da superfície. Na realidade, toda a área está cheia com essas estruturas e estradas de ligação.

Como a idade do local foi datada

Uma vez que as ruínas foram examinadas, os pesquisadores estavam ansiosos para colocar a civilização perdida em uma perspectiva histórica. As pedras estavam cobertas com uma pátina que parecia muito antiga, mas não havia itens suficientes para análise de datação pelo carbono-14. Foi então que a descoberta da possibilidade de datação revelou a idade do local, e provocou um arrepio na espinha dos arqueólogos e historiadores!

Descoberta surpreendente: Um calendário de pedra maciça alinhado com o cinturão da Constelação de Órion

Encontrar os restos com milhares de anos de uma grande comunidade, para cerca de 200 mil pessoas que viveriam e trabalhariam juntas, foi uma grande descoberta em si mesmo. Mas a datação da época em que o local foi construído era um problema. A pátina pesada nas paredes de rocha sugerem que as estruturas eram extremamente antigas, mas a ciência de datação com pátina está apenas ainda sendo desenvolvida e é controversa. A datação por carbono 14 de coisas como madeira queimada introduz a possibilidade de que os espécimes podem ser provenientes de recentes incêndios naturais que são comuns na área.

A descoberta veio de maneira inesperada. Como Tellinger descreve:

“Johan Heine descobriu o Calendário de Adão, em 2003, quase por acidente. Ele estava em voo para encontrar um de seus pilotos que caiu com o seu avião à beira de um precipício. Próximo ao local do acidente Johan notou um arranjo muito estranho de grandes pedras saindo da terra. Enquanto resgatava o piloto ferido distante cerca de 20 metros para o lado do penhasco, Johan caminhou até os monólitos e imediatamente percebeu que eles estavam alinhados exatamente com os pontos cardeais da Terra – norte, sul, leste e oeste. Havia pelo menos três monólitos alinhadas em direção ao nascer do sol, mas no lado oeste dos monólitos alinhados havia um buraco misterioso no chão, algo estava faltando.

Depois de semanas e meses de medição, cálculos e observações, Johan concluiu que todo o conjunto estava perfeitamente alinhado com a ascensão e queda do sol. Ele determinou os solstícios e os equinócios. Mas o misterioso buraco no chão continuou a ser um grande quebra-cabeça. Um dia, enquanto contempla a busca pela razão para o buraco existir, o cavaleiro especialista em trilha de cavalos do local, Christo, chegou andando ao local. Ele explicou rapidamente a Johan que havia uma pedra de formato estranho que tinha sido removida daquele lugar já há algum tempo. Aparentemente, ela estava em algum lugar perto da entrada da reserva natural.

Após uma extensa pesquisa, Johan encontrou a pedra antropomórfica* (de forma humanoide). Ela estava intacta e orgulhosamente com uma placa presa a ela. A pedra humanoide havia sido utilizada pela fundação Andorinha Azul para comemorar a abertura da reserva Andorinha Azul em 1994. A ironia é que ela foi removida do mais importante sítio arqueológico encontrado até hoje e misteriosamente voltou pelas razões ligeiramente diferentes da reserva”.

{* Para mim, a pedra antropomórfica indica claramente um ser não-humano mamífero. Sabemos de muitas culturas (incluindo a cultura africana que se desenvolveu a partir desses lugares) que os seres humanos não foram autorizados a retratar os (deuses) reptilianos em sua verdadeira forma. Então esta é a descrição perfeita de um ser réptil ao lado / olhando para o cinturão de Orion. Ele claramente é um ser não-humano mamífero pertencente às estrelas.}


A localização exata do calendário está listado no www.makomati.org. Os primeiros cálculos da idade do calendário foram feitas com base no cinturão de Orion, uma constelação conhecida por suas três estrelas brilhantes que formam o “cinturão” do caçador mítico dos céus noturnos.

A Terra oscila em seu eixo (movimento de precessão dos equinócios) e por isso as estrelas e constelações mudam de ângulo de inclinação no céu à noite em uma base cíclica. Esta rotação, chamada de precessão, completa um ciclo total (uma era completa) a cada 25.920 anos. Ao determinar quando as três estrelas do cinturão de ÓRION foram posicionadas no plano horizontal contra o horizonte terrestre, podemos estimar o tempo em que as três pedras no calendário estavam em alinhamento com estas estrelas visíveis no cinturão de Órion.

O primeiro cálculo aproximado foi de pelo menos 25.000 anos atrás. Mas medidas novas e mais precisas mantiveram o aumento da idade. O cálculo seguinte foi apresentado por um arqueoastrônomo, um mestre que deseja permanecer anônimo por medo do ridículo pela fraternidade acadêmica (os mesmos eruditos de sempre prisioneiros do paradigma atual).

Seu cálculo também foi baseado na inclinação de Órion e sugeriu uma idade de pelo menos 75.000 anos. O cálculo mais recente e mais acurado, feito em junho de 2009, sugere uma idade de pelo menos 160 mil anos, com base na inclinação das estrelas do cinturão de Órion no horizonte, mas também sobre a erosão pelo tempo das pedras de dolerito encontradas no local.

Algumas peças das pedras marcadas tinham sido quebradas e estavam espalhadas no chão, expostos à erosão natural. Quando as peças foram colocadas de volta em seu conjunto cerca de 3 cm de pedra já havia sido desgastado. Estes cálculos de erosão permitiu avaliar a idade do local por meio do cálculo da taxa de erosão do dolerito.


Acima, no canto esquerdo podemos ver a pedra antropomórfica representando o ser réptil próximo ao cinturão de Orion. (Note também como ele é alto).

Se você prestou atenção a todos os meus artigos anteriores você vai notar uma tendência. Não importa qual a antiga cultura que estudamos, tudo sempre retorna a este trio recorrente em todas as culturas antigas:
Os Anunnaki, seres reptilianos ou outros deuses reptilianos / serpentes / dragões;
A constelação e o Cinturão de Órion;
O Aglomerado Estelar das Plêiades.

Este trio forma uma cadeia mais complexa de entrelaçamento: Nibiru – Anunnaki – O antigo Egito – (agora) a África – adoração aos Illuminati – religiões – Vaticano – Jerusalém – Orion – Plêiades – adoração aos rituais – templos e pirâmides.

As verdades na África do Sul são preservados pelos Shamans Zulus (o mais famoso deles e um verdadeiro ancião é Credo Mutwa, que completa 92 anos em 21 de julho que conta uma história incrível que pode ser lida AQUI) e são passadas de geração em geração.

Uma destas maravilhosas pessoas conta a história dos primeiros deuses africanos. Eles eram extraterrestres reptilianos que vieram para a África para mineração de ouro. Porque eles precisavam de trabalhadores, eles geneticamente criaram os primeiros seres humanos como seus escravos.Tinham também cruzado com as mulheres humanas para criar uma raça superior de líderes. Esses líderes (reis com metade do sangue alienígena) eram a ponte entre os ETs reptilianos e os povos africanos.

Credo Mutwa também tinha um colar muito velho contando a história de seus primeiros dias na Terra. No colar há um ser reptiliano que intercruza com uma mulher, um disco voador (genericamente conhecido como UFO), a Estrela de David (a possível explicação de Wayne Herschel é que a estrela de David significa, Assim na Terra como no Céu. E refere-se à chegada dos reptilianos na Terra.), o cinturão de Órion e muitas outras figuras.

Você pode ver Credo Mutwa abaixo, com uma representação de répteis (como ele os vê) e o colar herdado de seus ancestrais:


Após as entrevistas concedidas para David Icke, Credo Mutwa foi assaltado, torturado e teve roubado o colar. Por trás dos criminosos estava um homem branco que Credo Mutwa nunca vira antes.

Este venerável ancião, shaman dos Zulus e uma pessoa maravilhosa também conta a história já conhecida (de todas as outras civilizações), de que o povo africano não tinha o direito de representar os reptilianos em sua forma de réptil. Aqueles que quebravam esta regra eram mortos pelos reptilianos.

Mais uma vez, todas as civilizações têm quase sempre a mesma história ancestral. Como poderiam, com milhares de quilômetros de distância entre si, diferentes civilizações sem contato, terem as mesmas histórias da nossa criação e os mesmos “deuses” reptilianos?

Sobre reptilianos saiba mais em:
http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-sistema-estelar-de-draco/
http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-interior-da-terra-os-arquivos-lacerta-parte-i/
http://thoth3126.com.br/category/reptilianos/

Antigas minas de OURO-Há quanto tempo?

Há evidências de que a mineração de ouro teve lugar, no sul da África, durante a Idade da Pedra? Estudos arqueológicos indicam que de fato foi assim. Percebendo que os locais de antigas minas abandonadas podem indicar onde o ouro poderia ser encontrado, a empresa de mineração líder da África do Sul, a Anglo-American Corporation, na década de 1970 contratou arqueólogos para procurar por essas minas antigas.

Os relatórios publicados detalham a descoberta em Suazilândia e outros locais na África do Sul de extensas áreas de mineração com poços a profundidades de 50 pés (15 metros). Objetos de pedra e carvão encontrados dão datas estabelecidas de 35.000, 46.000 e 60.000 anos a.C. para estes locais. Os arqueólogos e antropólogos que se juntaram para datar os achados acreditam que a tecnologia de mineração foi usada no sul da África “, durante grande parte do período anterior a 100.000 a.C.“


Em Setembro de 1988, uma equipe de físicos internacionais chegou à África do Sul para verificar a idade de habitats humanos em Suazilândia e Zululândia. As técnicas mais modernas indicaram uma idade de 80.000 a 115.000 anos. Em relação às mais antigas minas de ouro de Monotapa no sul do Zimbabwe, lendas zulus afirmam que nesses locais trabalhava “carne (escravos humanos) produzida artificialmente e escravos sanguíneos criados pelos primeiros povos.” Esses escravos, as lendas Zulus contam, “entraram em batalha com o homem macaco “quando” a grande estrela da guerra apareceu no céu (Nibiru?) “.

(Ver Indaba My Children, escrito pelo Shaman Vusamazulu Credo Mutwa). [Genesis Revisited]

Eu acho muito interessante as seguintes afirmações do artigo de Dan Éden: “Parece que os seres humanos têm sempre valorizado o ouro. Ele é mencionado na Bíblia, descrevendo os rios do Jardim do Éden:

Gênesis 02:11 – O nome do primeiro [rio] é Pishon, que flui ao redor de toda a terra de Haviláh, onde há ouro”

E mais:

“Por que as pessoas antigas trabalhavam tão duro para encontrar ouro? Você não pode comê-lo. É um metal muito macio e suave para usar para fabricação de ferramentas e armas. Não é realmente útil para nada, exceto ornamentos e sua beleza física esta em pé de igualdade com outros metais, como o cobre ou a prata. Exatamente por que o ouro era tão importante para o homo sapiens inicial? “

Eu sempre quis escrever um artigo para explicar por que os seres humanos sempre apreciaram tanto o ouro, mas o artigo teria sido muito grande e teria envolvido aulas de história demasiado alucinantes. Mas agora, neste contexto, a resposta é bastante simples e atinge o centro do olho do furacão:

“O ouro sempre foi importante para nós, humanos, porque os “deuses” consideravam ser muito valioso esse metal! Se eles sacrificaram tanto para extraí-lo, então ele tem que ser precioso! “

Este foi o conceito base que deu ao ouro tanto valor em nossas mentes primitivas, algumas centenas de milhares de anos atrás. Os Anunnaki precisavam de ouro para curar a atmosfera de seu planeta natal, queríamos ouro por considerá-lo valioso para os “deuses”.

Eu ainda ouço com bastante freqüência hoje a expressão: “! ouro, o metal dos deuses”, mas esta foi, provavelmente, uma coisa muito comum para se dizer na passagem das eras. Podemos especular que, após os Anunnaki se mudaram para as suas cidades subterrâneas e ou voltarem para Nibiru, os humanos começaram a usar o ouro como moeda suprema. Mas olhando para a nossa história moderna, o ouro ainda tem um papel muito importante nos planos da elite global.


Primeiro de tudo, os banqueiros mudaram a regra que afirma que a moeda de um país deve ser apoiada por ouro colocado na tesouraria. Após esse movimento, o nosso dinheiro tornou-se pedaços de papel sem valor REAL, sem nenhum lastro (ou dígitos na tela do computador) e os banqueiros tinham acesso claro para as reservas de ouro, sem que ninguém seja capaz de mantê-los sob vigilância.

Mas a coroa do maior assalto de ouro na história vai para o World Trade Center (no pseudo atentado terrorista em New York), cerca de US$ 300 bilhões de dólares em barras de ouro (lingotes) foram roubados em 11/09/2001 durante o falso ataque terrorista:

Para esse fato (roubo), podemos adicionar todos os tesouros em ouro que foram roubados após a Primeira e segunda Guerra Mundial. Mas onde está esse ouro? Podemos especular que os reptilianos ainda enviam o ouro da Terra para o seu planeta de origem?

Se for este o caso, então, elas têm o esquema final para fazê-lo. Nós o extraimos, porque isso é importante para nós como riqueza, para se usar como uma jóia, mas não consumi-lo de forma alguma. As mesmas quantidades extraídas de ouro são encontradas no mundo, mas se espalharmos entre as pessoas em todo o planeta, que os usam como jóias. Tudo que eles precisam fazer é retirá-lo de nós.

Após a Primeira Guerra Mundial, os civis alemães foram convidados pelo nazismo a provar o seu patriotismo doando para o estado todo o ouro que ainda tinham, para que a economia fosse ajudada a se recuperar. E eles fizeram isso! Depois, na Segunda Guerra Mundial, Hitler confiscou todo o ouro que os judeus possuíam e todas as reservas de ouro de todos os países invadidos, amealhando um TESOURO INCOMENSURÁVEL. Esses despojos de guerra foram divididos entre os EUA (que faturou um trem com dezenas de vagões carregados com lingotes de ouro), Reino Unido e a Rússia.


Após o auto-infligido e pseudo ataque terrorista de onze de setembro, com a posterior invasão do Iraque para derrubar o “terrorista” Saddam Hussein, o exército dos EUA confiscaram todo o ouro de Saddam. O mesmo aconteceu com o ouro de Kadafi na Líbia e mais recentemente com toda a reserva de ouro da UCRÂNIA.

Então, no final, todo o ouro do planeta, eventualmente, esta acumulado em um só lugar. Mas onde é mesmo que ele esta escondido?

Em Junho de 2011: a Reserva Federal dos EUA admitiu: “Não temos nenhum ouro!”


Fonte: humansarefree.com | Também: Michael Tellinger | Anunnaki-O Livro Perdido de Enki

“DESPERTA, TU QUE DORMES, e levanta-te dentre os MORTOS (Inconscientes), e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como NÉSCIOS, mas como SÁBIOS” Efésios 5:14,15

Mais informações sobre arqueologia em:
http://thoth3126.com.br/geometria-sagrada-a-flor-da-vida-e-a-linguagem-da-luz/
http://thoth3126.com.br/antartica-com-o-degelo-aparecem-piramides/
http://thoth3126.com.br/as-piramides-de-gize-egito-e-de-teotihuacan-mexico/
http://thoth3126.com.br/a-conexao-terramaldekmarte-em-gize-cydonia-e-teotihuacanmirador/
http://thoth3126.com.br/piramides-na-europa-na-bosnia-herzegovina/
http://thoth3126.com.br/piramides-no-egito-a-sua-historia-dos-subterraneos-perdida-e-secreta/
http://thoth3126.com.br/piramides-no-egito-a-historia-perdida-e-secreta-dos-subterraneos-em-gize-final/
http://thoth3126.com.br/piramide-na-china-uma-base-alienigena/
http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/

A verdadeira história dos construtores das Pirâmides:
http://thoth3126.com.br/category/maldek/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

www.thoth3126.com.br


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Pode o mundo sobreviver aos LOUCOS de Washington?

O mundo pode sobreviver aos LOUCOS de Washington? 

O (des) Governo dos EUA (hoje Obama) tem a RÚSSIA e a CHINA como alvo final.

Posted by Thoth3126 on 25/01/2015

loucos



A evidência é simplesmente avassaladora de que Washington – ambos os partidos (n.t. Não importa se democratas ou republicanos, pois essa meta é parte da agenda da NWO) – mira a RÚSSIA e a CHINA como alvos. Se o objetivo é destruir os dois países ou simplesmente torná-los incapazes de se oporem a hegemonia de Washington no mundo não é clara neste momento. Independentemente do objetivo, uma guerra nuclear SERÁ o resultado provável.

“Então não é que os loucos tomaram conta do hospício (a civilização), o fato é que o lugar maldito foi projetado e construído por eles” Anônimo.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fontes: http://globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=31669

A Administração dos EUA (hoje o marionete Obama) tem a RÚSSIA e a CHINA como alvo final.

Global Research – Pelo Dr. Paul Craig Roberts

Quando o presidente Reagan me nomeou como secretário assistente do Tesouro para Política Econômica, ele me disse que tínhamos que restaurar a economia dos EUA, para resgatá-la da estagflação, a fim de trazer todo o peso de uma economia forte para fazer frente à liderança soviética a fim de convencê-los a negociar o fim da guerra fria. O Presidente Reagan me disse que não havia razão para vivermos por mais tempo sob a ameaça de uma guerra nuclear.

A administração do presidente Reagan atingiu ambos os objetivos, só para ver essas realizações serem descartados pelas administrações sucessoras. Foi o próprio vice e sucessor do presidente Reagan, George Herbert Walker Bush, que primeiro violou os entendimentos e acordos Reagan-Gorbachev, incorporando na OTAN países antes constituintes do ex-império soviético e instalando bases militares ocidentais junto à fronteira da russa.

O processo de cercar a Rússia com bases militares continuou inabalável através das sucessivas administrações dos EUA, patrocinando várias “revoluções coloridas”, financiadas pelo National Endowment for Democracy dos EUA, considerado por muitos como uma organização de fachada para a CIA.

Washington ainda tentou instalar um governo sob seu controle na Ucrânia e foi bem sucedido em seu esforço na ex soviética república da Geórgia, a terra natal de Joseph Stalin. O Presidente da Geórgia Mikhail Saakashvili, um país localizado entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, na região do Cáucaso, é um fantoche de Washington (n.t. O mais correto seria dizer da NWO/ILLUMINATI). Recentemente, ele anunciou que a ex-república soviética da Geórgia está no cronograma para se tornar um membro da OTAN em 2014.

Aqueles com idade suficiente para lembrar sabem que a OTAN, a Organização do Tratado do Atlântico Norte, foi uma aliança entre a Europa Ocidental e os EUA/Canadá contra a ameaça vermelha do exército comunista da URSS invadir a Europa Ocidental. O Atlântico Norte esta distante, muito longe dos mares Negro e Cáspio. Então qual é o propósito da Geórgia ser um país membro da OTAN, exceto para receber a instalação de mais uma base militar de Washington bem no baixo-ventre da Rússia?





A evidência é simplesmente avassaladora de que Washington – ambos os partidos (n.t. Não importa se democratas ou republicanos, pois essa meta é parte da agenda da NWO) – mira a RÚSSIA e a CHINA como alvos. Se o objetivo é destruir os dois países ou simplesmente torná-los incapazes de se oporem a hegemonia de Washington no mundo não é clara neste momento. Independentemente do objetivo, uma guerra nuclear SERÁ o resultado provável.

A presstitute (n.t. Jogo de palavras do autor chamando a imprensa dos EUA de “prostituta”, no que esta muito correto) imprensa americana finge que um mau governo na SÍRIA está assassinando cidadãos inocentes que só querem a democracia e que se a ONU não intervir militarmente, os EUA precisam salvar/garantir os direitos humanos naquele país. A RÚSSIA e a CHINA são vilipendiados por funcionários norte-americanos por se oporem contra qualquer pretexto para uma invasão da OTAN da SÍRIA. Os fatos, é claro, são muito diferentes dos apresentados pela mídia americana (controlada) prostituída e pelos membros do governo dos EUA. Os “rebeldes” sírios estão muito bem armados com armas militares. Os “rebeldes” estão lutando contra o exército sírio. Os pretensos “rebeldes” sírios massacram os civis relatam para as prostitutas dos seus seus meios de comunicação no Ocidente de que o ato foi feito pelo governo sírio, e a presstitutes ocidental espalham a falsa notícia e a propaganda.

“Alguém” ESTA armando os ‘rebeldes‘, porque obviamente, as armas não podem ser compradas em mercados locais da SÍRIA. A maioria das pessoas inteligentes acredita que as armas são provenientes dos EUA ou de procuradores dos EUA. Assim, Washington começou uma guerra civil na SÍRIA, exatamente como fez na Líbia, mas desta vez os crédulos russos e chineses se recusaram a permitir uma resolução da ONU nos moldes como o Ocidente atuou contra Gaddafi e a Líbia. Para contornar esse obstáculo (um motivo para a intervenção aberta na SÍRIA), saque uma isca de peixe como um caça antigo F-4E Phantom II, da Turquia derrubado pela SÍRIA, um fantasma da década de 1960, da era da Guerra do Vietnã, e faça a Turquia voar em espaço aéreo da SÍRIA.

Os sírios vão derrubá-lo, e depois a Turquia então (como um país membro da OTAN) pode apelar para os seus aliados da OTAN para virem em seu auxílio contra a SÍRIA. Negada a opção da ONU, Washington pode invocar a sua obrigação decorrente do tratado da OTAN, e ir à guerra em defesa de um membro da OTAN, a Turquia, contra a demonizada SÍRIA. A mentira neoconservadora de Washington por trás das guerras por hegemonia (n.t. e controle do planeta inteiro) é a de que os EUA estão a levar a democracia aos países invadidos e bombardeados. Parafraseando Mao, “a democracia vem pelo cano de uma arma.” No entanto, a Primavera árabe veio à tona com muito pouca democracia, assim como o Iraque e o Afeganistão, dois países “libertados” por invasões americanas “democráticas”.

O que os EUA estão trazendo são guerras civis sangrentas e o desmembramento de países, como o regime do Presidente Bill Clinton alcançou na ex-Yugoslávia. Quanto mais os países podem ser desmembrados, despedaçados e dissolvidos em facções rivais, o mais poderoso país será os EUA e os governantes em Washington.



{n.t. – As máximas divide et impera e dividir regnes ut foram utilizadas pelo governante romano Júlio César, general e Ditador de Roma entre 49 a.C. a 44 a.C. quando foi assassinado. Em Política e Sociologia, dividir e governar é a regra derivada do latim: divide et impera também conhecido como dividir e conquistar, é uma combinação de estratégia política, militar e econômica de obter e manter o poder através da quebra de concentrações maiores de poder em pedaços que individualmente têm menos poder do que a parte (invasora) que esta implementando a estratégia. O conceito refere-se a uma estratégia que rompe as estruturas de poder existentes e impede que pequenos grupos de poder de unirem-se, enfraquecendo qualquer movimento de resistência.}

Putin na Rússia entende que a própria Rússia está sendo ameaçada não só pelo financiamento de Washington da “oposição russa” em seu país, mas também pela disputa entre os muçulmanos desencadeada por guerras de Washington contra os países muçulmanos seculares, como o Iraque e a Síria. Esta discórdia se espalha para regiões de povos muçulmanos dentro da própria Rússia e o país se vê às voltas com problemas internos como o terrorismo na região da Chechênia. Quando um Estado laico é derrubado, as (radicais) facções islamitas se tornam livres para atacar o pescoço umas das outras. O conflito interno torna os países impotentes. Como escrevi anteriormente, o Ocidente sempre prevalece no Oriente Médio porque as facções islamitas se odeiam uns aos outros mais do que eles odeiam seus conquistadores ocidentais.

Assim, quando Washington destrói governos não islâmicos seculares, como no Iraque e agora com o alvo na Síria, os islamistas surgem e uma outra batalha pela supremacia acontece. Isto serve aos propósitos de Washington e ISRAEL na medida em que estes estados deixam de ser seus adversários coerentes. A Rússia está vulnerável, porque Putin é demonizado por Washington e a imprensa prostituida dos EUA e também por causa de que a oposição russa interna à Putin é financiada por Washington e serve aos interesses (de quem controla os EUA) de Washington, e não da Rússia. O caos e as revoltas que Washington está desencadeando em estados muçulmanos esta refletindo de volta para as populações muçulmanas internas na Rússia.




A Marcha da Tirania: não importa quem esta no “governo dos EUA” o objetivo é um só, seguir a agenda da implantação da NWO-Nova Ordem Mundial

Esse padrão de interferência provou ser mais difícil para Washington interferir em assuntos internos da China, apesar de discórdia ter sido semeada em algumas províncias. Daqui a alguns anos a partir de agora, a economia chinesa deverá ultrapassar em tamanho a economia dos EUA, com essa potência asiática, a CHINA, deslocando uma ocidental, os EUA, como a economia mais poderosa do mundo.

(Os loucos marionetes da NWO em) Washington estão profundamente perturbados com essa perspectiva. No escravidão e sob o controle de intere$e$ de Wall Street e de outros grupos empresariais de interesse especial, Washington não é capaz de resgatar a economia dos EUA e retirá-la de seu declínio. O cassino de jogo de Wall Street quer os lucros fáceis de curto prazo, os lucros de guerra do complexo industrial de segurança/militar, os lucros do deslocamento da produção de bens e serviços para os mercados norte-americanos têm uma representação muito maior em Washington do que o bem-estar dos cidadãos dos EUA. Na medida que a economia dos EUA afunda, a economia chinesa cresce.

A resposta de Washington é a militarizar a região do Pacífico. O Secretário de Estado da Defesa dos EUA declarou que o Mar da China Meridional passa a ser uma área de interesse nacional americano. Os EUA estão cortejando o governo das Filipinas, jogando uma clara carta de ameaça no quintal da China, e trabalhando para conseguir que a Marinha dos EUA seja convidada a voltar a ocupar à sua antiga base naval de Subic Bay. Recentemente, houve exercícios militares navais conjuntos EUA / Filipinas contra a “ameaça chinesa”.

A Marinha dos EUA esta realocando suas frotas para o Oceano Pacífico e a construção de uma nova base naval em uma ilha sul-coreana. Marines dos EUA que agora estão baseados na Austrália estão sendo realocados entre Japão e outros países asiáticos. Os chineses não são estúpidos. Eles entendem e sabem que (alguém em) Washington está tentando encurralar a CHINA.

Para um país incapaz de ocupar o Iraque depois de 8 anos e incapaz de ocupar o Afeganistão depois de 11 anos de guerras, ao mesmo tempo, assumir o controle de duas potências nucleares (e um enorme território como os da CHINA e a RÚSSIA) é um ato de insanidade.




Os “TRÊS RAMOS” do (des) governo dos EUA: Conselho de Relações Exteriores-CFR, o sistema do Federal Reserve (o Banco Central dos EUA que de federal não tem nada pois é controlado por 12 bancos privados) e àqueles que pertencem a inúmeros grupos: Illuminatis, maçonaria, sionistas, nazistas, Grupo Bilderberg, Skull & Bones, etc ….

A arrogância (e a LOUCURA) em Washington, alimentada diariamente pelos neocons enlouquecidos, apesar da falha extraordinária no Iraque e no Afeganistão, visa agora dois alvos com poderes formidáveis – nada menos do que a RÚSSIA e CHINA. O mundo nunca antes em toda a sua história testemunhou tal idiotice (e insanidade total). Os psicopatas, sociopatas e idiotas que prevalecem em Washington estão levando o mundo à beira da destruição.


O governo criminalmente insano em Washington, independentemente de democratas ou republicanos, independentemente do resultado da próxima eleição, é a maior ameaça que já existiu à vida na terra. Além disso, o único apoio dos criminosos em Washington é a imprensa. Em uma coluna posterior vou analisar se a economia dos EUA vai completar o seu colapso antes de os criminosos de guerra em Washington poderem destruir o mundo.



Paul Craig Roberts é um colaborador freqüente do Global Research.

Paul Craig Roberts (nascido em 03 abril de 1939) é um economista americano e colunista do Sindicato de Criadores. Ele serviu como Secretário do Tesouro na administração do Presidente Ronald Reagan ganhou fama como um co-fundador da politica econômica Reaganomics. Ele é um ex-editor e colunista do Wall Street Journal, Business Week , e Scripps Howard News Service que testemunhou perante as comissões do Congresso em 30 ocasiões sobre questões de política econômica. Roberts é um crítico de ISRAEL, chamando a Faixa de Gaza de“o maior campo de concentração do mundo“ povoada por pessoas que foram “expulsas da Palestina, para que ISRAEL pudesse roubar as suas terras.”

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

A Revelação Templária – 6B – A Herança dos Templários

 A Revelação Templária

Capítulo VI 

 A HERANÇA DOS TEMPLÁRIOS

Posted by Thoth3126 on 17/02/2015



Certamente que Leonardo viveu numa época em que os grandes movimentos intelectuais e místicos representavam um ímã para os que estavam ávidos de conhecimento e de poder.

Devido às hostilidades e perseguição da Igreja romana, estes movimentos tiveram de se manter secretos, mas os três principais ramos, que floresceram secretamente, foram a alquimia, o hermetismo e o gnosticismo. O hermetismo, que foi um impulso tão importante para o iluminismo renascentista/rosacruz, e o gnosticismo, que deu origem aos cátaros, são dois desenvolvimentos das mesmas idéias cosmológicas.

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Capítulo 06B – A HERANÇA DOS TEMPLÁRIOS – Livro “The Templar Revelation – Secret Guardians of the True Identity of Christ”, de Lynn Picknett e Clive Prince.

http://www.picknettprince.com/

CAPÍTULO VI – A HERANÇA DOS TEMPLÁRIOS

O mundo da matéria é o mais inferior de uma hierarquia de «mundos» – «esferas», em termos cosmológicos, «planetas» ou «dimensões», na terminologia atual – na qual o grau mais elevado e final é Deus.

O homem é um ser, outrora divino, que está «prisioneiro» do seu corpo material mas ainda retém uma centelha divina. (Uma frase hermética muito citada era: «Não sabeis que sois deuses?») É possível – na verdade é o dever do Homem – tentar a reunião com o divino. Os gnósticos expressavam esta ideia em termos religiosos (considerando a reunião com o divino como a salvação), ao passo que os herméticos a consideravam em termos mágicos, mas a idéia básica é a mesma.


A Rosacruz Hermética

É impossível traçar uma linha entre o gnosticismo e o hermetismo, tal como é impossível traçar uma linha divisória entre religião e magia. Além disso, tanto o gnosticismo como o hermetismo remontam à mesma época e lugar – o fermento de ideias que se verificou no antigo Egito, e mais próxima e particularmente em Alexandria, no primeiro e segundo séculos antes de Cristo.

Este enorme cadinho de ideias religiosas e filosóficas valeu-se de crenças de muitas culturas – grega, persa, hebraica, do antigo Egito, e mesmo de religiões do Extremo Oriente – para criar ideias que sustentam toda a nossa cultura. (A estreita relação entre gnosticismo e hermetismo é ilustrada pelo fato de os «Evangelhos gnósticos», encontrados em Nag Hammadi, incluírem tratados que contêm diálogos de Hermes Trismegisto – Thoth).

A cosmologia de Pistis Sophia – o Evangelho gnóstico, em que Maria Madalena tem um papel tão importante – não difere, no essencial, da cosmologia dos magos renascentistas, como Marsílio Ficino, Cornélio Agripa ou Robert Fludd. As mesmas ideias, a mesma cultura, época e lugar deram origem à alquimia. Embora também se valesse de conceitos muito mais antigos, a alquimia era – no sentido em que é, atualmente, entendida – um produto do Egito dos primeiros séculos da era cristã. As raízes da alquimia e os seus paralelos com o hermetismo e o gnosticismo são explorados em The Origins of Alchemy in Graeco-Roman Egypt (1970) de Jack Lindsay.

Não é difícil compreender o fascínio do gnosticismo, embora ele não fosse uma opção fácil – dada a ênfase na responsabilidade pessoal das ações individuais -, mas a ameaça para a Igreja de Roma é óbvia. Como supostamente Hermes Trismegisto escreveu: «Oh! Que milagre é o Homem!», uma exclamação que encerra a ideia de que a Humanidade contém a centelha divina. Nem os gnósticos nem os herméticos se humilhavam ante o seu deus. Ao contrário dos católicos, eles não se consideravam criaturas inferiores e perversas destinadas ao Purgatório, se não mesmo ao Inferno.

O reconhecimento da sua centelha divina conferia-lhes, automaticamente, o que hoje chamaríamos «auto-estima» ou confiança – o ingrediente mágico do processo de realização do potencial individual. Esta foi a chave no período do Renascimento no seu todo, e a coragem, que ela motivou, pode ser constatada na súbita abertura ao mundo através das explorações marítimas e da exploração de novas terras.

Pior ainda, no que diz respeito à Igreja, esta ideia de potencial individual de divindade implicava que as mulheres estavam em pé de igualdade com os homens, em todos os sentidos. As mulheres gnósticas sempre tiveram voz e celebravam mesmo cerimônias religiosas: esta foi uma das maiores ameaças que o gnosticismo colocou à ortodoxia patriarcal da Igreja Católica. Além disso, a ideia do status essencialmente divino da Humanidade (homem e mulher) não estava de acordo com a ideia católica de «pecado original» – a ideia de que todos os homens e mulheres nascem pecadores, devido à queda de Adão e Eva (especialmente da última).


O homem e a mulher são iguais, mas partes distintas (positivo – Negativo) de um ser divino sem polarização …

Porque todas as crianças são resultado do ato sexual «indigno», esta ideia associava as mulheres e as crianças, de forma inextricável, a uma espécie de conspiração perpétua contra os homens puros e um deus vingativo. Os gnósticos e os herméticos, de modo geral, não tinham nada a ver com «pecado original».

Cada indivíduo era encorajado a explorar os seus mundos interior e exterior por si próprio – experimentando a gnosis, conhecimento do divino. Esta insistência na salvação individual era totalmente contrária à insistência da Igreja de que apenas os sacerdotes eram os canais através dos quais Deus podia se comunicar com a Humanidade. A ideia gnóstica de uma ligação direta com Deus, por assim dizer, ameaçava a própria existência da Igreja romana.

Sem o domínio sacerdotal sobre o rebanho, que possibilidade tinha a Igreja de manter o seu controle sobre tudo e todos? Como no caso da alquimia, foi prudente manter o gnosticismo e o hermetismo ocultos dos olhos da Igreja romana. A combinação de ciência proibida e de filosofia (conhecimento verdadeiro) excomungada significava que os praticantes destas crenças estavam para além dos limites aceitáveis, e foi inevitável a sua associação em sociedades e redes secretas.

Muitas destas pessoas (e os alquimistas renascentistas incluíam mulheres) tinham crenças invulgares relativamente a questões como a arquitetura e a matemática, além de alimentarem idéias teológicas, excepcionalmente heterodoxas. Estas pessoas eram perigosas e tornadas duplamente perigosas pelo poder do segredo que é hábito das heterodoxias. Uma manifestação importante desta heresia foi o movimento da Ordem Rosacruz.

O termo «rosacruz» data apenas do início do século XVII, mas foi certamente criado para descrever um movimento que, nessa altura, já estava bem implantado. O seu primeiro florescimento importante, como o de tantos outros movimentos relevantes, verificou-se durante a Renascença – de fato, não é exagero dizer que a Ordem Rosacruz era a própria Renascença. A segunda metade do século XV conheceu uma explosão de interesse no hermetismo e nas ciências ocultas em toda a Europa.

Muito pouco da verdadeira informação envolvida era, de fato, nova, embora existissem muitas influências e personalidades contemporâneas, e esta época conheceu um desejo sem precedentes de explorar as implicações mais vastas do hermetismo. Subitamente, este foi considerado como tema de debate intelectual, para além dos enclaves secretos que, até então, tinham sido os seus guardiães. Se dependesse dos entusiastas renascentistas, o hermetismo deixaria de ser secreto.


Templo da AMORC, Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz, sede nacional, em Curitiba, cidade com cerca de mil metros de altitude. Antigamente a sede da AMORC se situava no RIO DE JANEIRO, cidade ao nível do mar …

O aumento súbito do fascínio por tudo o que era hermético centrava-se, nesta época, na corte dos Médici, em Florença (onde teve uma poderosa influência sobre Leonardo da Vinci, entre muitos outros grandes pensadores). Sob o patrocínio dos Medici – especialmente, Cosimo, o Velho (1389-1460) e seu neto Lourenço, o Magnífico (1449-1492) – empreendeu-se a primeira grande síntese de muitas e diversas ideias ocultistas.

Não só Cosimo enviou emissários em busca de pergaminhos, escritos e tomos lendários, como o Corpus Hermeticum, alegadamente escrito pelo próprio Hermes (Thoth) Trismegisto, como também patrocinou a sua tradução. A corte dos Medici era um salão para famosos – e talvez com má reputação – pensadores ocultistas, como Marsilio Ficino (1433-1499), tradutor de Corpus Hermeticum, e Pico della Mirandola (1463-1494). A maior contribuição deste último foi a introdução da teoria e da prática cabalística neste cadinho de ideias ousadas.

Mirandola, talvez devido a um falso sentido de segurança que lhe oferecia o seu aristocrático patrono, foi demasiado explícito nas suas ideias ocultistas e, em breve, viu os seus livros incluídos no Index papal, e a si próprio sob a ameaça do papa Inocêncio VIII. Durante algum tempo, pareceu que Mirandola seguiria o caminho dos que se opunham ao Vaticano, mas aconteceu uma coisa estranha.

O novo papa, Alexandre VI – membro da família Bórgia -, misteriosamente, deixou cair todas as acusações e ameaças contra ele, dirigindo-lhe uma carta pessoal de apoio – mas por quê? Talvez uma pista resida no fato de este papa ter decorado o seu apartamento privado do Vaticano com murais representando antigos temas egípcios, incluindo a deusa ÍSIS.

Os “historiadores (eruditos) modernos” tendem a menosprezar o poder e a influência do oculto. Se chegam a discuti-lo, é apenas para sublinhar, por comparação, o triunfo da Idade das Luzes, quando estes «absurdos supersticiosos» foram rejeitados por todos os que tinham o sentido da razão. Mas o ocultismo sobreviveu e, de fato, tomou-se a força que maior influência exerceu sobre a Renascença. O fascínio com o ocultismo não foi apenas um sintoma da nova abertura às ideias, mas foi, de fato, a causa.

D. Frances A. Yates, numa série de livros, fez o levantamento da história do verdadeiro papel do ocultismo no surgimento da Renascença. Como ela demonstra, a nova filosofia ocultista expandiu-se do norte da Itália para o resto da Europa, culminando na campanha européia do grande pregador hermético Giordano Bruno (1548-1600), queimado pela igreja romana por heresia. Fazendo largas viagens por países como a Alemanha e a Inglaterra, ele pregava um retorno ao que era essencialmente a antiga religião egípcia e foi caracteristicamente explícito em relação ao que ele considerava o mal da corrente dominante do catolicismo romano.


Como vimos, pensava-se que o hermetismo tinha sido fundado pelo próprio «Hermes três-vezes-grande», via fragmento da Tábua da Esmeralda, na qual estavam inscritos vários e profundos segredos. Embora poucos herméticos acreditassem, de fato, neste mito, eles acreditavam no continuado significado do panteão egípcio. Mas, apesar de a maioria dos herméticos acreditar que os seus segredos provinham do Egito faraônico anterior à época de Moisés, eles provinham de uma época mais próxima da era de Jesus.

As raízes das suas idéias podem ser reconstituídas até ao Egito dos séculos I-III: para além dessa época, temos de admitir a influência de muitas culturas. Contudo, estudos recentes reconheceram que, enquanto gerações anteriores tinham tendência para acentuar a influência da filosofia grega, as ideias, que acabaram por fazer remontar essa influência aos antigos egípcios, tiveram mais influência no desenvolvimento das ideias herméticas do que se pensava até então.

Os herméticos reconheceram que, embora a antiga Grécia tivesse muito a oferecer aos pensadores, era sobretudo o Egito que (sempre) detinha as chaves do conhecimento que eles procuravam. Também perceberam que esse conhecimento não estava lá pronto a ser apreendido: o sistema egípcio fora codificado numa escola de mistério, e os segredos exigiam que o estudante dedicado os adquirisse pelo esforço e dedicação nos estudos, através de fases árduas de iniciação progressiva.

Giordano Bruno chegou a Inglaterra em 1583 e, rapidamente, travou conhecimento com pessoas ilustres como Sir Philip Sidney, autor – entre várias obras – de Arcadia. Sidney, que fora aluno do grande ocultista inglês Dr. John Dee (1527-1606), que era uma figura importante deste mundo misterioso porque Bruno dedicou-lhe duas das suas obras, enquanto esteve na Inglaterra.

Também é possível que uma outra figura destes círculos entrecruzados da sociedade isabelina e do ocultismo estivesse presente, quando Bruno e Sidney se encontraram – um certo William (n.t. Francis Bacon-Saint Germain) Skakespeare. (É significativo que o original Globe Theatre de Londres fosse construído segundo os princípios da geometria sagrada e também que o último drama de Shakespeare, The Tempest, seja considerado relativo ao Dr. Dee, encarnando muitos conceitos rosacruzes.)

Em Bruno, temos uma figura de estatura semelhante a Lutero ou a Calvino, mas o seu nome raramente é mencionado na história que é ensinada nas escolas. Como eles – e, na verdade, como os grandes nomes da Contra-Reforma -, ele foi intransigente e implacável, à maneira da sua época. Mas, ao contrário deles, Bruno não pregava qualquer versão de um cristianismo oficial, e, apenas por essa razão, os seus dias estavam contados.

Acrescentemos a isto a sua natureza bombástica, e é demasiado fácil prever o seu destino. Bruno foi condenado à fogueira em 1600, em Roma, depois de ter sido traído e denunciado à Inquisição por um discípulo desencantado. Bruno fundou a sua sociedade secreta, a Giordanisti, na Alemanha. Pouco se sabe sobre ela, mas ela tornou-se uma das principais influências no desenvolvimento da Ordem Rosacruz na Europa.

Mas igual crédito deve ser concedido ao já citado Dr. John Dee, um verdadeiro mago galês. Homem de muitos talentos, não foi apenas astrólogo e conselheiro de Isabel I (n.t. mãe de Francis Bacon) mas também chefe de espionagem – além de alquimista e necromante. (É um fato que não é muito conhecido: o número de código do Dr. Dee, como espião, era 007 !). Destas raízes ocultistas nasceu a Ordem Rosacruz, um dos movimentos mais misteriosos da história.


A sua existência tornou-se conhecida quando dois panfletos anônimos, Fama et Fraternitatis, ou Uma Descoberta da Fraternidade da Muito Nobre Ordem da Rosacruz e Confessio Fraternitatis, ou A Confissão da Louvável Fraternidade da Honorável Ordem da Rosacruz, circularam na Alemanha, em 1614 e 1615. Estas publicações anunciavam a existência de uma irmandade secreta de conhecedores de magia – os rosacruzes, que tomaram o nome do seu mítico fundador, Christian Rosenkreutz (Cristão Rosa Cruz).

Supostamente, este herói viajou pelo Egito e pela Terra Santa, coligindo conhecimento secreto e ocultista, que transmitiu a uma nova geração de adeptos na Europa. Mas se a sua vida foi invulgar, a sua morte e enterro ainda foram mais bizarros. Diz-se que Rosen Kreutz morreu aos 106 anos, em 1484, e foi enterrado num lugar secreto que se mantinha iluminado por um «sol interior». Também se dizia que o corpo se manteve incorrupto – permaneceu com o aspecto de vivo e não se decompôs (um fenômeno que parece acompanhar os estados pós- morte de um número surpreendente de pessoas, principalmente de santos católicos).

Estes manifestos rosacruzes, como as publicações se tornaram conhecidas, não revelavam qualquer segredo novo, mas, ao anunciar a existência da irmandade, eles também sugeriam que qualquer pessoa que desejasse obter mais informações entrasse em contato com eles. Provavelmente, este era um tipo de teste de iniciativa, porque não se indicava qualquer endereço para a correspondência. Este processo foi suficiente para que os manifestos merecessem o desprezo de todos os “historiadores (os “eruditos”) importantes”, que os consideraram um gênero de mistificação incompreensível.

Mas, como demonstrou Frances Yates, os autores dos manifestos revelaram um profundo e genuíno conhecimento da sabedoria hermética, ocultista e alquímica. Curiosamente, os manifestos consideravam a alquimia como uma disciplina espiritual, de modo algum relacionada com a criação de ouro, que eles designaram de «ímpio e maldito». 



Francis Bacon, (Londres, 22 de janeiro de 1561 — Londres, 9 de abril de 1626) foi um político, filósofo e ensaísta inglês, barão de Verulam (ou Verulamo ou ainda Verulâmio), visconde de Saint Alban. É considerado como o fundador da ciência moderna. Desde cedo, sua educação orientou-o para a vida política, na qual exerceu posições elevadas. Em 1584 foi eleito para a câmara dos comuns. Foi um dos mais conhecidos e influentes rosacruzes e também um alquimista, tendo ocupado o posto mais elevado da Ordem Rosacruz, o de Imperator. Estudiosos o apontam como sendo o real autor dos famosos manifestos rosacruzes, Fama Fraternitatis (1614), Confessio Fraternitatis (1615) e Núpcias Alquímicas de Christian Rozenkreuz (1616).

Seja qual for a verdade relativamente às origens dos rosacruzes, eles influenciaram muitos pensadores famosos, como Robert Fludd (1574-1637) e Sir Isaac Newton. Mesmo, surpreendentemente, o famoso racionalista Francis (Saint Germain) Bacon foi, essencialmente, um rosacruz. No entanto, isto faz sentido porque o movimento Rosacruz era uma síntese de todos os conceitos herméticos e ocultistas: a única coisa verdadeiramente nova era o fato de agora terem um nome.

E Francis Yates não tem escrúpulos em descrever Leonardo – precisamente ele – como «um rosacruz precoce». Como vimos, o nome de Leonardo figura na lista dos grão-mestres do Priorado de Sião, mas ele não se teria intitulado um rosacruz porque, na sua época, o termo ainda não fora criado. Contudo, outros nomes daquela lista não têm esse problema – como Johann Valentin Andraea (1586-1645), o dramaturgo e poeta alemão que fora também pastor luterano. Os Arquivos Secretos afirmam que ele esteve ao leme do Priorado de Sião entre 1637 e 1654, mas é muito mais largamente aceito que foi ele o autor dos manifestos rosacruzes ou, pelo menos, o seu inspirador.

Em definitivo, Andrea escreveu o que, essencialmente, foi o terceiro manifesto, O Casamento Químico de Christian Rosenkreutz, em 1616, muitos anos antes de, alegadamente, se ter tornado mestre do Priorado. Talvez fosse o seu papel de líder da Ordem Rosacruz que lhe assegurou o cargo. Parece que o tema da Rosacruz era o fio comum que uniu os quatro alegados grão-mestres, cujo exercício do cargo abrangeu todo o século XVII. Em certo sentido, este fato aumenta a credibilidade da lista porque foi apenas a partir de 1970 que Frances Yates provou a existência e a influência do legado rosacruz.

A sucessão rosacruz entre os grão-mestres do Priorado começou, no mínimo, com Robert Fludd, o alquimista inglês que exerceu o cargo entre 1595 e 1637. Fludd afirmou que tentara encontrar os rosacruzes depois de ler os manifestos, mas não conseguira. No entanto, ele escreveu muito sobre o tema e incorporou ideias dos manifestos nas suas obras extremamente influentes, como Utriusque Cosmi Historia (História de Dois Mundos) (1617) . (Curiosamente, o comentador ocultista Lewis Spencer observou que Robert Fludd, escrevendo por volta de 1630, usa «linguagem que sugere fortemente a Maçonaria» e que organizou a «sua sociedade» em graus.) A Fludd sucedeu o próprio Andraea, que foi grão-mestre até à morte, em 1654, a quem, por sua vez, sucedeu Robert Boyle, o químico de Oxford. 



Existe uma centelha e um potencial divinos em cada ser humano, homem e mulher …

Tanto quanto se pode averiguar, Boyle nunca mencionou a palavra «rosacruz» nos seus escritos, mas eles revelam mais do que uma familiaridade passageira com o conteúdo dos manifestos. E quando Boyle fundou o que se tornaria a Royal Society, sob o nome de «O Colégio Invisível», este foi uma referência irônica à descrição comum que os rosacruzes faziam de si próprios: uma sociedade «invisível».

Depois surgiu Isaac Newton, alegado grão-mestre do Priorado entre 1691 e 1727. Há muito conhecido como praticante de alquimia, também possuía um exemplar da tradução inglesa dos manifestos, embora haja provas de que reconhecia a história de Rosenkreutz como o mito que se destinava a ser. (Os comentadores esotéricos, pelo menos, sempre compreenderam que ele não se destinava a ser considerado como verdade literal.) Só recentemente foi reconhecido o grau de envolvimento de Newton com o ocultismo: mais de 10% dos seus livros eram tratados alquímicos. E o mais significativo, talvez, é que ele também desenhou uma planta reconstruída do Templo de Salomão.

A Ordem Rosacruz também teve uma forte ligação com o florescimento da Maçonaria. Os primeiros dois maçônicos ingleses conhecidos – Elias Ashmole e o alquimista Sir Robert Moray – estavam ligados ao movimento Rosacruz. Ashmole, em particular, era um conhecido rosacruciano, enquanto Moray, segundo Frances Yates, «fez mais, provavelmente, do que qualquer outro indivíduo para encorajar a fundação da Royal Society».

Também existem várias referências na primitiva literatura maçônica que, explicitamente, associam «os Irmãos da Ordem Rosacruz» aos maçônicos, embora elas pareçam indicar que as duas irmandades se mantinham sociedades relacionadas – mas distintas. A interligação entre Rosacruz, Maçonaria, hermetismo e alquimia – prévia e cuidadosamente reconstruída por historiadores como Frances Yates – foi dramaticamente confirmada, em anos recentes, pela descoberta de uma colecção de documentos que ilustram o grau de interligação destes movimentos e temas.

Em 1984, Joy Hancox, uma professora de Música de Manchester, em consequência da investigação da história da casa em que vivia, deparou com uma coleção de papéis, sobretudo diagramas e desenhos geométricos, que tinham sido reunidos por John Byrom (1691-1763) e conservados pelos seus descendentes, que desconheciam a sua importância. Estes documentos, que são mais de 500, estão relacionados, principalmente, com geometria sagrada, arquitetura e símbolos cabalísticos, maçônicos e alquímicos.

A importância da «Coleção Byrom» reside na luz que lança sobre a relação entre estes temas e sobre os indivíduos – a nata da comunidade intelectual e científica da época – que se preocupavam com eles. Byrom, uma figura importante do movimento jacobita, que pretendia repor os Stuarts no trono de Inglaterra, era membro da Royal Society e um maçônico. Fazia parte do «Cabala Club», também conhecido por «Sun Club», que se reunia num edifício de St. Paul’s Churchyard e que também albergava uma das quatro primeiras lojas maçônicas da Grande Loja da Maçonaria Inglesa. O seu diário revela que ele estava em contato com os mais importantes intelectuais da sua época.


O trabalho, incorporado na sua coleção, foi deduzido a partir de todas as sociedades e indivíduos que já discutimos, incluindo os rosacruzes John Dee (com quem Byron estava relacionado pelo casamento), Robert Fludd, Robert Boyle – e mesmo os Cavaleiros Templários.

A coleção inclui diagramas que especificam a geometria sagrada de numerosos edifícios de muitas épocas e, por conseguinte, revela a continuidade do conhecimento dos princípios subjacentes a estes edifícios. Por exemplo, um diagrama mostra que o desenho da capela de King’s College, em Cambridge, de meados do século XV – «uma das últimas grandes estruturas góticas deste país» – era baseado na Árvore da Vida cabalística (uma conclusão a que Nigel Pennick, uma autoridade em simbolismo esotérico, já chegara).

Aparentemente, o desenho da capela foi inspirado na catedral de Albi, do século XIV, no Languedoc, um antigo centro cátaro. A coleção também inclui um diagrama da Temple Church de Londres, assim como de outros edifícios dos Cavaleiros Templários, demonstrando que todos estes edifícios faziam parte de uma tradição contínua e que os membros das irmandades rosacruz/maçônica do século XVIII tinham consciência dela. A coleção Byrom inclui também elementos relativos ao Templo de Salomão e à Arca da Aliança.

Se, como parece ser o caso, os maçônicos são descendentes dos Templários, seria possível que os rosacruzes também pertencessem à mesma linhagem? O próprio nome «rosacruz» transmite uma forte sugestão daqueles cavaleiros, com o seu emblema de uma cruz vermelha ou rosa. Em Chemical Wedding de Andraea, a cruz vermelha sobre fundo branco é um tema recorrente e a sua obra, de modo geral, transmite fortes conotações com as histórias do Graal – e, por conseguinte, com os Templários. E a presença de elementos templários nos documentos de Byrom, predominantemente rosacruz, sugere que esta fraternidade e os maçônicos partilhavam uma origem comum, a Ordem dos Cavaleiros Templários.


Contudo, enquanto os maçônicos eram, e são, uma organização definida, com membros e lugares de reunião conhecidos, a Ordem Rosacruz tem sido considerada bastante mais elusiva, a ponto de a palavra «rosacruz» ser tomada mais como referência a um ideal do que à descrição da qualidade de membro daquela associação – na verdade, os próprios manifestos referem a Ordem Rosacruz como uma «sociedade invisível».

Mas a primeira sociedade rosacruz «concreta e visível» foi a Ordem da Cruz Ouro e Rosa, fundada na Alemanha, em 1710, por Sigmund Richter, cujo principal objetivo era a investigação alquímica. Contudo, sessenta anos mais tarde, esta ordem transformou-se numa loja maçônica da Estrita Observância Templária, embora conservasse a sua natureza alquímica. Sob esta forma, teve membros muito influentes, incluindo Franz Anton Mesmer (1734-1815), que descobriu o «magnetismo animal» (embora não fosse, como é frequentemente afirmado, o pioneiro do hipnotismo). O próprio fato de uma sociedade rosacruz se poder transformar, tão facilmente, numa loja da Estrita Observância Templária revela a sua herança comum.

Depois de 1750, a história torna-se irremediavelmente confusa. Onde outrora existiam claras distinções entre maçônicos, rosacruzes e outras organizações que reclamavam ser de origem templária, subitamente, todos estes grupos se tornam tão intimamente entrelaçados que parecem virtualmente idênticos. Por exemplo, nalgumas formas de maçonaria, os iniciados tomam o título de «Cavaleiro Templário» e de «rosacruz», e é impossível concluir se isto acontece porque existia uma genuína linha de descendência ou, simplesmente, porque estes títulos tinham para eles uma ressonância grandiosa. Calcula-se que mais de 800 graus e rituais foram acrescentados à Maçonaria entre 1700 e 1800.

As tentativas para encontrar uma linha direta de sucessão templária na Maçonaria e na Ordem Rosacruz, depressa se malograram devido à enorme proliferação de ritos e sistemas maçônicos. Esta situação é particularmente confusa porque, em muitos casos, é impossível determinar quais os sistemas que são inovações do século XVIII e quais são os genuinamente mais antigos.

Contudo, é possível encontrar um fio comum entre certos sistemas maçônicos, que foram renegados ou rejeitados pela Maçonaria oficial. Existem variações da Maçonaria «ocultista», e todas remontam à Estrita Observância Templária do barão Von Hund, cujo desenvolvimento ocorreu principalmente na França. A chave desta situação é um sistema maçônico, conhecido por Rito Escocês Retificado, que se dedica especificamente a estudos ocultistas e que atribui maior importância às suas origens templárias. É também esta a forma de Maçonaria que tem ligações mais próximas com as sociedades dos rosacruzes.


O uso da palavra «Templário» tornou-se um problema para esta escola de Maçonaria. Existe um atrito entre os seus membros e a corrente dominante dos maçônicos, que, oficialmente, rejeitam a sugestão de origens templárias – ficando especialmente irritados com a seguinte declaração de Von Hund: «Todo maçônico é um Templário.» Mais preocupante era a suspeita que eles despertavam às autoridades, porque corriam numerosos rumores sobre o plano secreto dos Templários para se vingarem da monarquia francesa e do papado pela extinção da sua ordem e pela excomunhão e queima na fogueira de seu último Grão Mestre conhecido, Jacques de Molay.

Por isso, realizou-se em Lyons, em 1778, uma convenção de «maçónicos templaristas» na qual foi criado o Rito Escocês Retificado, com uma ordem interior chamada o Chevalier Bienfaisant et la Cité Sainte. Esta ordem, no entanto, era apenas outra designação de «Templários».

Continua …

Links partes anteriores:
http://thoth3126.com.br/o-codigo-secreto-de-leonardo-da-vinci/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-02a-no-mundo-secreto/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-02b-no-mundo-secreto/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-03a-no-rastro-de-madalena/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-03b-no-rastro-de-madalena/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-03c-no-rastro-de-madalena/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-4a-a-patria-da-heresia/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-4b-a-patria-da-heresia/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-5a-os-guardioes-do-graal/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-5b-os-guardioes-do-graal/
http://thoth3126.com.br/a-revelacao-templaria-6a-a-heranca-dos-templarios/

Permitida a reprodução desde que mencione as fontes e respeite a formatação original.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

2Share on Facebook (Opens in new window)2
1Click to share on Twitter (Opens in new window)1
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)





Por favor, respeitem todos os créditos


Arquivos em português:

http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Templários



Atualização diária


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Pensamento do Dia, 20 de Julho de 2015




Pensamento do Dia, 20 de Julho de 2015

Sathya Sai Baba 



As pessoas estão empenhadas em explorar o espaço, mas não fazem o menor esforço para explorar o Divino interior. 
 
Qual a utilidade de experimentos no espaço quando não há cultivo genuíno de qualidades humanas e de prática de virtudes básicas, tais como agir em reverência à mãe, ao pai e ao professor? 
 
As pessoas de hoje vivem em forma humana, mas estão cheias de características bestiais! 
 
As escrituras declaram que as pessoas podem alcançar a imortalidade somente pela renúncia (tyaga) e não por meio de ações, riqueza ou progênie. 
 
O que deve ser renunciado? Renuncie a suas más características. 
 
Para manifestar a sua natureza divina inerente, cultive o amor a Deus e a aversão ao pecado e devote-se à conduta correta (sangha niti). 
 
Quando temer o pecado e amar a Deus, você não poderá desfrutar de atos imorais, garantindo automaticamente moralidade na sociedade. 
 
Deus pode ser conhecido somente pela experiência e não por experimentos. 
 
Portanto, siga suas práticas espirituais escolhidas de forma diligente e sincera. 
 
(Discurso Divino, 05 de junho de 1994)
 

Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um de nós.
Atualização diária

Encontre um lugar de Paz ~ Os Anjos via Sharon Taphorn

 
Encontre um lugar de Paz SABEDORIA DOS ANJOS com Sharon Taphorn19 de Julho de 2015. [image: Foto de Angel Wisdom with Sharon Taphorn.]
 
Encontrar a paz dentro de si mesmo e em sua vida, é uma das mais importantes tarefas que você pode realizar para ajudá-lo a permanecer no caminho, na tarefa, e fazer o que você veio aqui criar e experienciar. Invoque os anjos da paz para lhe trazer um novo fluxo da energia da paz. Isto irá ajudá-lo a encontrar uma nova tranqüilidade e um caminho mais suave para percorrer. Procure resoluções para argumentos ou mal-entendidos, especialmente aqueles... mais »
 
 

ONDE VOCÊ ESTAVA HÁ 14 BILHÕES DE ANOS? ~ Owen K. Waters

 
ONDE VOCÊ ESTAVA HÁ 14 BILHÕES DE ANOS? Mensagem de Owen K. Waters 19 de Julho de 2015. Tradução: Regina Drumond
 
Antes que existisse o tempo e o universo material fosse formado, você existia em um mundo extático e criativo de luz e som. Hoje, nós chamamos a este nível de existência de reino das almas. A Terra já existia, embora não ainda na forma material. Ela era uma filha do Sol, existindo em seu próprio reino cósmico e também em dois reinos mais densos. Nestes reinos do nível da alma, você aguardava com grande expectativa a possibilidade da próxima aventura. Tenha em mente que o ... mais »
 
 

Sussurrando ~ Criador via Jennifer Farley

 
O Sussurro Os Escritos do Criador transcritos por Jennifer Farley, 19 de julho de 2015 [image: images]
 
Mesmo em seus momentos mais sombrios, se você ouvir atentamente o suficiente, o universo está sussurrando de tudo de bom que virá quando tudo estiver resolvido. Pode ser feito um desafio para realizar, especialmente quando as emoções tomaram conta, mas isso pode ser feito. Permitir a confiança e saiba que você está bem cuidado, mais do que você imagina. O Criador
 
Tradução d'achama.biz.ly *Agradecimentos a * http://rayviolet.blogspot.com/2015/07/whispering-creator-via-jennifer... mais »
 
 

CURA DE TECIDOS E LEMBRANÇAS COM O MANTO ESTELAR ~ Kuan Yin via Elsa Farrus

 
CURA DE TECIDOS E LEMBRANÇAS COM O MANTO ESTELAR *Mensagem de Kuan Yin* Canalizada por *Elsa Farrus* Em 19 de julho de 2015 Tradução: Blog Sintese
 
Amada filha, sou Kuan Yin. A abertura do chakra interno do coração está resultando em alguns de vocês em um pouco de mal-estar. Isso é devido ao cansaço de tempos anteriores e do bloqueio do chakra do timo. Nós propomos este exercício que os ajudará a curar e restaurar as fibras internas do esterno e para que a energia flua muito melhor. *Meditação ou protocolo:* Amados seres de luz, respirem três vezes e sintam como uma magnífica ... mais »
 
 

ARCANJO GABRIEL, 17 e 18 DE JULHO DE 2015 ~ Shelley Young

 
MENSAGENS DIÁRIAS DO ARCANJO GABRIEL Canalizado por *Shelley Young * Tradução: Blog SINTESE 18 DE JULHO DE 2015
 
Você já considerou simplesmente perguntar à sua criança interior o que ela gostaria de fazer hoje? Ela sempre irá procurar por amor, nutrição e diversão quando receber toda a sua atenção e é simples assim você se dar o amor incondicional e a alegria que você deseja experimentar mais. Arcanjo Gabriel 17 DE JULHO DE 2015 Todos vocês têm a capacidade de serem classificadores energéticos muito competentes. E vocês são tão poderosos que podem fazê-lo com apenas o seu... mais »
 
 

Conjunção Vênus, Regulus, Júpiter e a Lua crescente

 
*Uma Cruz formada pela lua crescente, planetas Vênus e Júpiter e a estrela Regulus (Alfa da Constelação do Leão) é vista no céu do Brasil.**(E em todo o emifério sul) * [image: conjunção-venus-jupiter-lua-regulus-julho]
 
O evento acontece porque Júpiter e Vênus, os dois planetas mais brilhantes do firmamento, estão em conjunção desde 29 de junho. O fenômeno faz com que dois corpos celestes, que estão distantes, pareçam estar próximos quando observados da Terra. Alinhados também com a lua, o conjunto formou um “falso Cruzeiro do Oeste”, segundo astrônomos. A cruz pôde ser vista l... mais »

Aprendendo a dominar a mente ~ Osho

 
Aprendendo a dominar a mente Por Osho Publicado: 18 Jul 2015
 
Embora a palavra dominar a mente seja usualmente empregada, a verdade é que ela não expressa totalmente a realidade. A mente não pode ser dominada, o que podemos fazer é aprender a não dar a ela energia suficiente para que nos mantenha aprisionados. Quanto mais atenção e foco mantemos nos conteúdos da mente, maior poder lhe atribuímos e, consequentemente, tornamo-nos seus escravos. Para que possamos assumir o pleno controle de nossas vidas, é imprescindível que nos mantenhamos sempre alertas sobre a qualidade dos pensame... mais »
 
 

O Brasil, definitivamente, não é para amadores ~ Thoth3126

.
O Brasil, definitivamente, não é para amadores, ou: Esqueçam House of Cards!
 
A vida imita a arte ou seria o contrário, a arte imita a vida? Não sei ao certo. Só sei que quem busca emoção em seriados da Netflix já pode economizar o suado dinheiro (até porque a inflação da Dilma não está brincadeira): basta, agora, acompanhar o noticiário político brasileiro. Tem muito mais emoção. Tem “atores” melhores até do que Kevin Spacey. Tem muita intriga, jogo sujo de bastidores, lobistas poderosos para todo lado, ex-presidentes sendo investigados por corrupção e tráfico de influência, ... mais »
.
.

Templários: Jacques de Molay, 701 anos de sua morte em Paris….

.
Jacques de Molay, último Grão Mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários, morto em Paris, no dia 18 de Março de 1.314, há 701 anos.
.
Em 1298, Jacques de Molay foi nomeado grão-mestre dos Cavaleiros Templários, uma posição de poder e prestígio. Assumiu o cargo após a morte de seu antecessor Thibaud Gaudin, no mesmo ano de 1298. De Molay veio a falecer morto na fogueira aos seus 70 anos de idade no dia 18 de março de 1314 condenado pelo rei da França, Felipe o Belo e pela igreja de Roma, o papa Clemente V. Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com Mais informações sobre os Templários:... mais »


EN: Violet Flame
 
 
 

Pensamento do Dia, 20 de Julho de 2015




Pensamento do Dia, 20 de Julho de 2015

Sathya Sai Baba 



As pessoas estão empenhadas em explorar o espaço, mas não fazem o menor esforço para explorar o Divino interior. 

Qual a utilidade de experimentos no espaço quando não há cultivo genuíno de qualidades humanas e de prática de virtudes básicas, tais como agir em reverência à mãe, ao pai e ao professor? 

As pessoas de hoje vivem em forma humana, mas estão cheias de características bestiais! 

As escrituras declaram que as pessoas podem alcançar a imortalidade somente pela renúncia (tyaga) e não por meio de ações, riqueza ou progênie. 

O que deve ser renunciado? Renuncie a suas más características. 

Para manifestar a sua natureza divina inerente, cultive o amor a Deus e a aversão ao pecado e devote-se à conduta correta (sangha niti). 

Quando temer o pecado e amar a Deus, você não poderá desfrutar de atos imorais, garantindo automaticamente moralidade na sociedade. 

Deus pode ser conhecido somente pela experiência e não por experimentos. 

Portanto, siga suas práticas espirituais escolhidas de forma diligente e sincera. 

(Discurso Divino, 05 de junho de 1994)


Canal Youtube: Sai Love



MAIS PENSAMENTOS AQUI

Por favor, respeitem todos os créditos


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente em cada um de nós.
Atualização diária



EN: Violet Flame