Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

O Despertar está no Ar. ~ Sabedoria dos Anjos, Sharon Taphorn

Despertar.

O Despertar está no Ar.

SABEDORIA DOS ANJOS

canalizada por Sharon Taphorn

16 de fevereiro de 2017.

Tradução: Regina Drumond 

 

 

 

 

Abra o seu coração e a sua mente para aqueles ao seu redor. Você apenas pode ser surpreendido para onde isto o conduz. Liberar e apenas seguir as tramas da vida pode trazer a mudança estimulante de maneiras inimagináveis. Deixe o Espírito assumir o comando por algum tempo e guiá-lo a novos lugares.

Há uma nova era começando e você está perto de uma grande mudança. Embora você esteja preparado para agir agora, o espírito ainda está colocando as coisas em jogo. Aproveite para rever cuidadosamente as suas opções, pois você queria algo mais desafiador e boas notícias estão a caminho.

O Mantra para hoje é: “A energia ao meu redor está propícia para um novo despertar.



E assim é.

Você é muito amado e apoiado, sempre

Os Anjos e Guias.

Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie, Спасибо, Obrigado, 谢谢, Dank, 謝謝, Chokran, Děkuji

Sharon Taphorn

 
 
 
 



Agradecimentos a: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
NR: Mantra (originalmente no hinduísmo e no budismo) uma palavra ou som repetido para ajudar a concentração na meditação.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

 

Pensamento do dia, 16 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba.

 

Manifestações do Amor Divino!

 

Pensamento do dia.

Por Sathya Sai Baba.

16 de fevereiro de 2017



 
 
 
 
Ação encontra realização quando a sabedoria nasce. 
 
A ação santificada (Karma) é o caminho para alcançar a sabedoria espiritual (Jnana). 
 
Toda atividade valiosa deve resultar na purificação da mente. 
 
Portanto, ninguém, nem mesmo um recluso ou monge pode desistir de se engajar em boas ações. 
 
Essas ações devem se originar espontaneamente e não devem deixar qualquer vestígio de orgulho na mente. 
 
Nem devem deixar qualquer apego ao resultado da ação que leva a um desejo de reivindicá-lo para si mesmo. 
 
A renúncia deve ser a única fonte de alegria. 
 
A Gita recomenda a "inação na ação" e afirma que a "inação" é a "ação" mais gratificante para aqueles que lutam pela paz suprema. 
 
Esta atitude é chamada Karma Sanyasa (não-apego à ação). 
 
A ação ou atividade é geralmente associada apenas ao corpo, mas a mente também está ocupada com o mundo. 
 
penas o Atma é a testemunha não afetada. 
 
Assim, o segredo da "inação na ação" consiste em buscar refúgio no Atma e em reconhecer todos os seres vivos como fundamentalmente o Atma. 
 
 
(Discurso Divino, 2 de janeiro de 1987)
 
 

Sathya Sai Baba


 
 
 


Sabedoria em ação é o Karma mais elevado. – Babaa


 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Pensamento do dia, 9 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba

O Tanque Vazio. ~ O Criador via Jennifer Farley

O Tanque Vazio.

Escritos do Criador

Transcrito por Jennifer Farley

14 de fevereiro de 2017

 

 

 

 

 


 


Nas próximas semanas, poderá haver momentos em que você se sentirá como se seu tanque estivesse quase vazio. Vai se engasgar, saltar e sentir como se estivesse com o motor a falhar.


Este, meu amor, é o momento de parar, aterrar e definitivamente respirar! Enquanto descança, faça a si mesmo estas perguntas:


Estou tomando conta de mim mesmo fisicamente, mentalmente e emocionalmente?


Estou permitindo que as situações tóxicas e as pessoas afetem quem Eu Sou?


O que estou fazendo atualmente que está drenando ao invés de encher o meu tanque?


Como posso me colocar de volta em um espaço para co-criar e ajudar-me a seguir em frente?


Procure ouvir, e as respostas a estas perguntas irão colocá-lo em um espaço melhor para reavaliar onde você está, e o que você precisa mudar.

Lembre-se....um tanque nunca está verdadeiramente vazio, há sempre uma reserva à mão


O Criador.
 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

 

Pensamento do dia, 17 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba.

 

Manifestações do Amor Divino!

 

Pensamento do dia.

Por Sathya Sai Baba.

17 de fevereiro de 2017



 
 
 

A divindade é inerente e imanente em todo ser vivo e o processo de lembrar o homem desse fato começou com o próprio alvorecer da história humana. 
 
O que deve ser feito para se levar uma Vida Divina é somente a remoção do nevoeiro que esconde a Verdade e faz imaginar que a pessoa é outra coisa - algo inferior, evanescente, material e momentâneo. 
 
Todos são santos, puros e parte da eternidade. 
 
Mas estas coisas brilham em cada um na proporção de suas práticas espirituais, assim como lâmpadas espalham luz de acordo com sua potência. 
 
Não há corpo que não seja sustentado pelo Absoluto; não há nome que não indique o Universal. 
 
Todos os objetos são inundados por esse princípio; todos os nomes são atributos de sua Glória. 
 
A Vida Divina baseia-se na qualidade da serenidade calma (satwa guna) que deve ser cultivada. 
 
 
(Discurso Divino, 14 de dezembro de 1958)
 

Sathya Sai Baba


 
 
 


Assim como há óleo na semente de gergelim, manteiga no leite, fragrância em flor, suco saboroso no fruto e fogo na madeira, há Divindade no vasto universo. – Baba


 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Pensamento do dia, 9 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba

Pensamento do dia, 16 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba.

 

Manifestações do Amor Divino!

 

Pensamento do dia.

Por Sathya Sai Baba.

16 de fevereiro de 2017



 
 
 
 
Ação encontra realização quando a sabedoria nasce.
 
A ação santificada (Karma) é o caminho para alcançar a sabedoria espiritual (Jnana).
 
Toda atividade valiosa deve resultar na purificação da mente.
 
Portanto, ninguém, nem mesmo um recluso ou monge pode desistir de se engajar em boas ações.
 
Essas ações devem se originar espontaneamente e não devem deixar qualquer vestígio de orgulho na mente.
 
Nem devem deixar qualquer apego ao resultado da ação que leva a um desejo de reivindicá-lo para si mesmo.
 
A renúncia deve ser a única fonte de alegria.
 
A Gita recomenda a "inação na ação" e afirma que a "inação" é a "ação" mais gratificante para aqueles que lutam pela paz suprema.
 
Esta atitude é chamada Karma Sanyasa (não-apego à ação). A ação ou atividade é geralmente associada apenas ao corpo, mas a mente também está ocupada com o mundo.
 
Apenas o Atma é a testemunha não afetada. Assim, o segredo da "inação na ação" consiste em buscar refúgio no Atma e em reconhecer todos os seres vivos como fundamentalmente o Atma.
 
 
(Discurso Divino, 2 de janeiro de 1987
 

Sathya Sai Baba


 
 
 


Sabedoria em ação é o Karma mais elevado. – Baba

 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Pensamento do dia, 9 de fevereiro de 2017 ~ Sathya Sai Baba

Arcanjo Gabriel, 2017-02-13~ Shelley Young: COMO FAZER?


COMO FAZER?

Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel.

Através de Shelley Young.

13/02/2017

Traduzido por Adriano Pereira






Cada vez que você se julga, você nega a sua própria divindade e perpetua a dor da separação em si mesmo. Queridos, pedimos a vocês que comecem a se tratar com o Amor, respeito e honra que merecem.

 

Você pode se comprometer a ver a sua bondade inata? Você pode ver a sua inocência e desejo de fazer o seu melhor? Você pode perdoar a si mesmo se você fizer o que você considera ser um erro e simplesmente incentivar-se a fazer melhor na próxima vez, em vez de repreender-se?

 

Quão mais fácil seria para você florescer e crescer em seu pleno potencial se você criasse um ambiente que o apoiasse, finalmente, dando-se o Amor que você está ansiando por si mesmo há muito tempo?

 

Como você fazer isso? Pensando em como você gostaria que uma criança amada, o Amor de sua vida, ou como gostaria que seu melhor amigo fosse tratado, e aplicar isto a si mesmo.

 

Ao fazê-lo, você terá o poder, imediatamente, de começar a se mover para a cura profunda que somente que você poderia se dar.



Arcanjo Gabriel.
 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:



Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.
Atualização diária.

2017-02-14PERGUNTEM AOS MESTRES, 2017-02-14 ~Toni e Peter.


PERGUNTEM AOS MESTRES

Através das Vozes Celestiais

Mensagem canalizada por Toni e Peter.

Tradução: Regina Drumond 

a 15 de fevereiro de 2017.

 

 

UMA APRESENTAÇÃO PRÉVIA DOS ENSINAMENTOS DOS MESTRES.

 

Uma mulher Britânica que tinha medo de aceitar o conselho dos Mestres antes, teve uma mudança de impulso e pergunta como ela falhou. Os Mestres lhe mostram o que aconteceu e por quê. Alguma vez você já quis ser um gêmeo? Uma mulher Finlandesa quer saber por que ela é uma gêmea, e os Mestres fornecem algumas informações interessantes. Um correspondente do Brasil está em conflito em encontrar a espiritualidade diante da natureza difícil e das responsabilidades mundanas de um amigo. Os Mestres explicam os problemas do amigo e o que é necessário para encontrar o eu espiritual.

Vocês podem ler estas perguntas e respostas na página de Mensagens do site dos Mestres: http://www.mastersofthespiritworld.com/. (Ou abaixo).

Para traduções do Manual dos Mestres sobre a Reencarnação, cliquem neste link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24 – ou na guia Livraria, no site dos Mestres. Façam o download do seu manual gratuito dos Mestres em qualquer dos DEZ idiomas listados (até agora).

Amor, Luz e Risos,

Toni e Peter.

Celestial Voices, Inc <contact@ mastersofthespiritworld.com>


AS PERGUNTAS

 

RECORDANDO

PERGUNTA: Mestres, tendo estado em meu casamento emocionalmente abusivo por 12 anos, a sua orientação anterior sugeriu que o meu marido estava confuso com a sua própria vida e que eu deveria me afastar se ele não pudesse me honrar. Com medo de partir, com a estima baixa e os filhos, continuei a tolerar um relacionamento doentio, querendo ir embora, mas sempre tendo uma desculpa. Ele optou por partir antes do Natal e eu cheguei ao fundo do poço. Será que falhei em uma lição de adquirir coragem e força e me amar o suficiente para deixá-lo, quando sabia que deveria tê-lo feito? – Debbie, Reino Unido.

 

RESPOSTA: Este é um exemplo do que dissemos muitas vezes: o Universo lhe traz o que você precisa experienciar. Por medo, você não saiu de uma situação insustentável, o que a teria ajudado a crescer mais rapidamente, assim a ação foi tirada de suas mãos pelo seu marido, que a deixou. O fundo do poço que você atingiu chama-se a noite escura da alma, onde tudo em que você acreditava é arrancado e você tem que começar tudo de novo. Você pode ver isto como um fracasso, mas é realmente apenas uma maneira alternativa de realizar o que precisava ser feito. Quando você escolheu lidar com as suas lições de autoestima e autoconfiança, em vez de amor próprio, elas continuaram firmemente plantadas no casamento. Seu eu superior e o Universo lhe disseram que você precisava de um empurrão para continuar avançando e aceitar a realidade da traição do seu marido, assim eles o “incentivaram” a seguir em frente. Uma vez que você está no fundo, você não tem nenhum lugar para ir, a não ser para cima. Você pode criar o tipo de mundo que deseja. E não pense que isto tem que ser sozinha, porque não tem que ser. O que você precisa decidir é se precisa de mais tempo para lidar com o tipo de abuso que o seu marido lhe deu, ou se você compreende que não tem mais nada a aprender com isto e que é o momento de seguir em frente. Não há respostas certas ou erradas para o modo como uma alma aprende as suas lições. Pode ser por sua ação ou pelas circunstâncias que a lança em um caos que ela tem que sobreviver. Não deixe que a sua mente, alertada pelo ponto de vista da sociedade, convença-a de que você precisa saltar em um relacionamento. De agora em diante, faça apenas o que parece certo para você.

 

GÊMEOS HUMANOS

PERGUNTA: Mestres, eu gostaria de saber mais sobre os gêmeos em geral, e o meu relacionamento com o meu gêmeo agora. Tenho uma pequena pista sobre o porquê eu escolhi ser uma gêmea nesta vida, mas gostaria de alguma confirmação sobre isto. Somos uma alma em dois corpos e, portanto, reflexos uma da outra? – Anna, Finlândia.

RESPOSTA: Quando as almas decidem vir à Terra, elas pensam em todas as circunstâncias com as quais elas desejam aprender. Elas escolhem o seu sexo, sua raça, seus pais, o ambiente, e, ocasionalmente, uma alma gêmea para lhe dar informação adicional imediata. Um contrato é feito entre duas almas separadas de que elas irão compartilhar o mesmo útero, ao mesmo tempo, e ser uma parte de um nascimento múltiplo para melhorar as suas vidas. Os gêmeos podem ter intenções idênticas para a vida, ou podem ter concordado em ser o instigador de experiências contrastantes. Desta forma, eles vivem um lado de um evento, mas, também, são capazes de observar o oposto, o que o seu gêmeo está realizando – obtendo, assim, duas vezes o aprendizado de uma situação. Um gêmeo pode ser dominante ou eles podem compartilhar a tomada de decisões. A experiência de gêmeos é a experiência final de compartilhamento, nunca ficando sozinho, mesmo quando o deseja, tendo sempre o apoio e/ou crítica, e uma plataforma para a busca pela individualidade para identificar quem você é realmente como uma única pessoa. Embora vocês se compreendam muito bem a partir do contato constante, vocês têm a oportunidade de ver os dois lados de um problema. Você e a sua gêmea encarnaram em muitas ocasiões, mas esta é a primeira vez como uma gêmea. Você desejava experienciar lidar com a autoconfiança, o amor próprio e a autoestima, enquanto vivia em um aquário, com uma imagem de si mesma que se equiparava, mas que também se contrastava. Sendo sempre consideradas como um par, pesa como cada uma destas características aparece para você. Embora como uma parte de algo, você está em sua jornada espiritual, sozinha. Você tem o livre arbítrio para considerar as coisas como elas se relacionam apenas com você, ou como elas afetam vocês duas. A experiência de ser um gêmeo é sempre uma escolha interessante para uma vida humana.

 

EQUILIBRANDO CORPO E ALMA

PERGUNTA: Mestres, eu gostaria de saber como despertar a minha alma, minha consciência cósmica, porque sinto uma grande parede entre a minha vida presente, com todas as responsabilidades, compromissos e a minha verdadeira realidade espiritual, minha verdadeira liberdade. Às vezes, fico confuso, dividido e sinto que não há um caminho definitivo que possa mudar completamente a minha vida desde o meu ponto de vista sobre tudo, até mesmo os meus sentidos e percepções sobre o mundo espiritual. Meus relacionamentos com as pessoas são geralmente bons, embora com a minha namorada seja difícil, pelo seu modo de ser, sem falar, escondendo sempre os seus sentimentos, lutando quando ela quer fazê-lo. Com tudo isto que eu expus, o que seria certo fazer? Que caminho seguir? – Costasant, Brasil.

RESPOSTA: Você é uma alma espiritual, uma essência incondicionalmente amorosa, que não julga, que optou por entrar na dualidade da terceira dimensão, onde tudo é classificado e julgado, controlado completamente por uma mente do ego. Para se unir ao seu eu espiritual, você tem que desistir do ego e aceitar o amor. Libertar-se do julgamento, fugir de energias negativas e se tornar uma testemunha para as lições dos outros. Sua namorada é um exemplo de alguém totalmente envolvida em existir dentro do seu ego. Ela está lutando constantemente com todas as energias negativas ao redor dela. Ela modela o seu comportamento na sociedade ao redor dela que acolhe a negatividade crítica. Sua vibração (iluminação) nem sequer começou, e em sua presença, você sente um impulso para a agitação do mundo físico negativo. Pode ser difícil se desprender de todas as imagens do ego quando você está no mundo humano, mas é uma escolha que pode ser feita. Desde que a união com o seu eu espiritual nunca será alcançado na presença da negatividade, em que o ego prospera, é imperativo identificar todas as energias negativas ao seu redor, e buscar a alternativa positiva e amorosa. A parede que você sente é a energia negativa que bloqueia a positividade. Libertar-se da negatividade da terceira dimensão lhe permite flutuar na consciência cósmica positiva, unindo-se ao amor incondicional. Este é o caminho que você busca. A escolha é sua. Isto exige trabalho porque você tem que reconhecer em primeiro lugar as crenças com as quais tem vivido, ao aceitar os ideais negativos, e, então, voltar-se apenas para as ações e pensamentos positivos.


 
Para enviar uma pergunta:

GUIA DE REENCARNAÇÃO

 

Luana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Há muitos anos eu conheci um jovem. A ligação foi incrível, rápida e apaixonada. Mas a vida nos separou e eu nunca o vi novamente. No entanto, tenho sentido a sua presença muito forte, como se nunca tivéssemos nos separado. Lembro-me da doçura da sua alma e de sua bondade. Será que ainda nos veremos novamente? Somos almas gêmeas?

RESPOSTA: Vocês eram velhos amigos, companheiros de alma, passando na noite. Vocês não fizeram quaisquer planos para ficarem juntos nesta vida, mas a atração energética não poderia ser negada quando se encontraram. Vocês não têm nenhum plano adicional de se verem, mas nada é impossível. Apenas não fique esperando que isto aconteça, com a exclusão de viver a sua vida.

 

Isa, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou me sentindo infeliz com a minha vida agora. Gostaria de entender o motivo e, também, compreender melhor o relacionamento com a minha mãe que sempre esteve em conflito.

RESPOSTA: Você está infeliz porque escolhe ser. Há muitas pessoas negativas ao seu redor e é mais fácil deixar que esta energia se infiltre em você do que mantê-la afastada. Você é uma pessoa passiva que constantemente procura em outros a direção, em vez de assumir a responsabilidade por si mesma. Em todos os relacionamentos, você recebe da união o que está disposta a colocar nela. Não lute, até que compreenda o que a está irritando.

 

Luiza, do Brasil, pergunta aos Mestres: Minha vida amorosa foi sempre complicada. Sinto-me rejeitada, desconectada, desorientada, desde criança. Em meus relacionamentos amorosos eu sempre tive a impressão de que a minha bondade e amor me tornam uma tola. Meu último relacionamento foi com um dependente químico, que está em crise. Será que um dia encontrarei alguém que me faça sentir amada e não me faça de tola? Serei capaz de amar e de ser amada?

RESPOSTA: Você quer desesperadamente ser amada, e acha que a maneira de conseguir alguém para amá-la é amá-lo incondicionalmente. Isto nunca irá funcionar porque eles veem o seu desespero e, então, tiram proveito de você. Quando você deixa de dar e quer receber deles, eles fogem. As pessoas em crise sempre vêm correndo porque você não as julga. Elas nunca estão em uma posição de amá-la, desde que elas estão lidando com os próprios problemas. Entenda que você traz para si mesma o que precisa experienciar, e agora você precisa aprender a ser você mesma e estar aberta para outras pessoas que lhe dão amor, sem que você primeiro se sacrifique as suas necessidades.

 

Giselle, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sempre senti que há um companheiro esperando por mim, que ainda nos encontraremos nesta vida. Fui casada, mas sempre senti que ele era este homem há muito aguardado. Será que ainda nos encontraremos nesta vida? Isto é real ou apenas coisas na minha cabeça e a minha sensação de necessidade?

RESPOSTA: Você é impedida por suas expectativas fantasiosas de um companheiro “perfeito”. Eles raramente existem, desde que as pessoas estão neste planeta para experienciar a negatividade e aprender com as suas escolhas para tornar a vida uma experiência positiva. Há outras situações esperando por você, mas nenhuma irá preencher completamente o “sonho de perfeição” que você criou.

 

Claudia, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou casada atualmente e dependo do meu marido para a minha subsistência. Apesar de não ter problemas financeiros, gostaria de ser independente, financeiramente. Que dom poderia usar para me proporcionar isto?

RESPOSTA: Você sofre de mentalidade de pobreza em que constantemente se preocupa com dinheiro, ainda que não tenha que se preocupar. Entre em seu inconsciente e se pergunte por que isto é assim. Uma vez que compreenda de onde vêm estes pensamentos, você será capaz de lidar com eles. Você tem muitos talentos. Use-os se isto fizer com que se sinta melhor, ou saia e trabalhe como uma voluntária, desde que você não precisa de dinheiro.

 

Lid, do Brasil, pergunta aos Mestres: Tenho 22 anos e encontrei um homem mais jovem e ele diz que me ama e quer um relacionamento. Só de pensar sobre isto, eu me encontro cercada por pensamentos negativos. Eu sempre tive medo de começar relacionamentos. Gostaria de saber a razão para este bloqueio. É minha intuição que ele não é a pessoa certa, ou o problema sou eu?

RESPOSTA: A idade é uma barreira somente se você acreditar que seja. Não existe uma única pessoa para uma alma. Você teme os relacionamentos porque foi traída e abandonada no passado. Quando você começou algumas uniões, você se tornou na pessoa que você pensava que o seu companheiro queria. Um relacionamento que começa com base em uma mentira é raramente bem sucedido. Seja fiel aos seus sentimentos e veja se você deve tentar.

 

Joan, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Poderiam, por favor, comentar sobre as mensagens canalizadas através de Kim Michaels? Elas são verdadeiras? Será que elas se alinham em geral com os seus próprios ensinamentos? Elas incluem discussões de Karma, mas vocês afirmaram que não há Karma.

RESPOSTA: O material canalizado do reino espiritual para o reino físico tem vários níveis de compreensão. Cada alma cria uma realidade para si mesma que a faz se sentir confortável e é útil para o estágio da iluminação que ela alcançou. Viemos do nível onde nada existe, senão o amor incondicional. Não temos julgamento sobre as crenças dos outros. Não há nem um pouquinho de negatividade aqui. É por isto que não há Karma, porque isto implica em negatividade e julgamento sobre coisas que se decidiu aprender através da experiência. Somos seres não físicos, não envolvidos em empreendimentos físicos terrestres.

 

Maria, do Brasil, pergunta aos Mestres: Conheci um homem em Novembro de 2015 e me apaixonei. Sou romântica e nele vi um príncipe encantado. Um mês mais tarde descobri que ele era casado. Tivemos um relacionamento de um ano, de forma conturbada. Sinto amor por ele. Algumas entidades enviaram a palavra de que ele é o homem de minha vida. Procurei a ajuda de videntes que disseram o mesmo. Faz 21 dias desde que o deixei, mas sinto uma forte conexão. Não desisti de ser feliz e procuro alguém com uma vida estabelecida, mas eu sinto este homem em minha vida com muita força. O que é isto?

RESPOSTA: Seu “príncipe encantado” oportunista brincou com as suas emoções e fantasias românticas. Ele a usou porque você lhe permitiu que fizesse isto. Ele tem um componente de negatividade e tem lealdade com algumas entidades negativas. Estes “amigos” dele são aqueles que estão influenciando a ideia de que ele é o homem de sua vida. O que você faz com a sua vida cabe a você. Você deve decidir se quer ter um relacionamento duradouro onde você é a única que o homem ama, ou ser parte de um rebanho que segue um manipulador. Siga os seus sentimentos sobre os homens – não as suas fantasias românticas.

 

Rakhi, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Estou sempre me esforçando para me conectar com os meus guias e mestres espirituais. Sou incapaz de fazer isto e não sei por que. Os Mestres podem me ajudar?

RESPOSTA: Você está se sabotando pelas suas expectativas específicas sobre como tal contato ocorreria. Você quer comunicações verbais que possam acontecer enquanto a sua mente está totalmente envolvida no contato. Isto não pode acontecer porque a sua consciência tenta moldar os comentários e responder como você anteriormente trabalhou em seus pensamentos. Relaxe. Tenha paciência. Limpe a sua mente depois de escolher uma pergunta com a qual deseja uma resposta. Então, espere e veja o que acontece.

 

Daniel, do Brasil, pergunta aos Mestres: Vocês me disseram através deste canal que eu tive vidas passadas com a pessoa que eu gosto, mas, anteriormente, através de outro canal, vocês me disseram que isto não tinha ocorrido. Por que o desacordo do outro canal? Sinto realmente que ele é familiar, mas ainda sinto que tenho algo mais do que vidas passadas na Terra com ele. Somos colegas Pleiadianos?

RESPOSTA: A diferença nas respostas tem a ver com as interpretações das questões iniciais. Considerou-se que você estava preocupado somente com as vidas Terrestres, e a resposta a isto é que vocês não compartilharam vidas Terrestres. A segunda diz respeito a qualquer vida, e vocês estiveram juntos em outro planeta que não este. A resposta, como você sabe, é que isto ocorreu nas Plêiades.

 

Monica, do Brasil, pergunta aos Mestres: Tenho problemas financeiros? Faço visualizações, tenho bons pensamentos e bons sentimentos. O que está errado? Às vezes, eu tenho dinheiro, mas depois de um tempo, eu tenho problemas novamente.

RESPOSTA: Você acha que a sua vida está seguindo em círculos porque você não é consistente com os seus pensamentos a respeito do dinheiro. Às vezes, você valoriza o dinheiro e, em outros momentos, você o gasta irresponsavelmente, porque tem algum. Faça anotações de quando você tem dinheiro e o que fez com ele, e será capaz de ver como o seu pensamento muda quando o dinheiro está presente.

 

Maria, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou imensamente feliz por tê-los perto de mim e por me guiarem na luz. Quero realmente ter um bom emprego e ter o meu dinheiro para viver melhor, e em paz. Grata. Terei prosperidade e receberei a graça brevemente?

RESPOSTA: Cada pessoa cria a sua própria realidade e traz para ela aquilo que ela precisa experienciar. Você tem a capacidade de manifestar um futuro como deseja – apenas aceite que pode e, então, faça-o.



Por favor, respeitem todos os créditos.
 


Agradecimentos a: http://violetflame.biz.ly/

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

AMOR E VALOR E OBTENDO O QUE QUEREMOS ~ Jennifer Hoffman


AMOR E VALOR E OBTENDO O QUE QUEREMOS

Mensagem de Jennifer Hoffman

15 de Fevereiro de 2017.

Tradução: Regina Drumond

 

 
 
Feliz Dia dos Namorados. Este pode ser um dia que você comemora ou tenta ignorar, mas é uma oportunidade maravilhosa para comemorar o amor ou uma lembrança dolorosa de amor que saiu errado ou foi desagradável. Embora o foco esteja no amor dos outros, é uma oportunidade de preencher as nossas lacunas de amor próprio que tendem a surgir, especialmente quando o foco no romance nos lembra de que não temos nenhum. Mas o foco de Fevereiro está no realinhamento do masculino e do feminino divino, e nos amantes cósmicos, Marte e Vênus, que estão de mãos dadas durante todo o mês. Mas esta história de amor está focada em nós e precisamos aprender a nos amarmos, em primeiro lugar, para que outros possam nos amar, também.

Nossa busca pelo amor é, na verdade, uma busca de valor – queremos que outros nos valorizem, que nos vejam como dignos de amor, para que possamos saber que somos amados. Ainda que isto venha de pessoas cujo amor não valorizamos, ou sabemos que não é adequado para nós, trata-se de valor e de ser valioso. Este é o tema da mensagem desta semana.

VENDENDO VALOR E COMPRANDO AMOR

 

Por que, com frequência, sentimos que temos que nos vender a outros, e convencê-los de que somos “suficientemente bons” para eles, quando tudo o que temos a fazer é sermos “suficientemente bons” para nós mesmos, e deixá-los fazer as suas próprias escolhas? Entramos em relacionamentos acreditando que devemos provar o nosso valor para que possamos obter o amor que queremos. E isto é geralmente com pessoas que não nos valorizam. Podemos ser tão seguros e confiantes sobre o nosso próprio valor que não tentamos “nos vender” a pessoas que não nos valorizam (porque não podem), e, em vez disto, criamos conexões amorosas com pessoas que nos amam e elas fluem sem esforço em nossas vidas porque refletem o nosso valor?

Eu estava ajudando um cliente a se preparar para uma importante reunião de negócios e ele disse: “Eu estou pronto, agora eu tenho apenas que me vender para eles.” Isto trouxe outra discussão sobre o porquê ele sentia que ele tinha que convencê-los de seu valor e mérito, e vende-los sobre o que ele tinha a oferecer. Por que ele não poderia apenas fazer o seu melhor e deixar que isto fosse o ponto decisivo? Se ele vende demais, ele corre o risco de fazer promessas que ele pode ter problemas para manter, ou entrar nesta reunião importante sentindo como se estivesse perdendo, e criando isto como uma profecia autorrealizável.

Finalmente, o meu cliente ficou confortável com os seus preparativos para a reunião, que incluía uma lista de ofertas e, o mais importante, um lembrete de coisas com que ele não iria concordar. Desta forma, ele não se sobrecarregaria, fazendo promessas que refletiriam o seu desejo de ser valorizado, o que ele não poderia manter.

Será que não fazemos isto quando tentamos nos conectar com os outros, especialmente em situações onde realmente queremos ser valorizados ou conectados, ou que achamos que são importantes? 

Nós nos vendemos, curvamo-nos (por assim dizer), acreditando que temos que convencer os outros de que somos suficientemente valiosos para que eles nos amem, e, então, o que acontece? Concordamos com coisas que não podemos ou que não queremos fazer mais tarde, ou achamos que entramos em uma situação que não está nos servindo. Mas temos investido tanto na situação que sentimos que não podemos voltar atrás, ou queremos ser valorizados, não importa o quê, e faremos muito para obtê-lo. Nosso desejo de sermos o “suficiente” para os outros nos faz pensar que temos que “nos vender”, para convencê-los de que eles gostem e nos valorizem, que queiram passar algum tempo conosco, estar conosco ou criar uma ligação. E acima de tudo, queremos que eles nos amem. Temos medo de sermos rejeitados, ignorados e achamos que estes são sinais de que não somos suficientemente bons. No entanto, na realidade, a pessoa que nos rejeita não está fazendo isto por causa de quem nós somos, é por causa de quem eles têm que ser, a fim de estar conosco.

Eles têm que estar em nosso nível e frequência energética para criar uma conexão significativa e valiosa conosco, e isto pode ser demais para eles. Quando visto a partir desta perspectiva, compreendemos que não podemos nos vender para alguém que sabe que o preço desta conexão é muito alto para eles pagarem. A melhor e única coisa que podemos fazer é sermos nós mesmos, em todos os sentidos, sermos o melhor e brilharmos intensamente a nossa luz. Quando estamos alinhados dentro de nós mesmos, desta maneira, podemos nos alinhar ou estarmos alinhados com outros que possam estar alinhados conosco. Não temos que “nos vender” a estas pessoas; elas já sabem quem nós somos. Não temos que convencê-las de nosso valor ou mérito; elas mesmas podem ver isto.

Com aqueles que estão alinhados com o nosso amor e o nosso valor, refletimos o valor neles e eles espelham o valor em nós. As pessoas que podem se alinhar conosco, que veem e reconhecem o nosso valor, não esperam ou querem que façamos promessas extravagantes, ou que comecemos a partir do ponto de que não somos suficientes, porque eles sabem que somos, assim como eles, perfeitos, íntegros e completos, em todos os sentidos. E se tivermos que fazer muita venda para encontrar o amor e o valor que queremos, estamos falando com as pessoas erradas.
 

 



Agradecimentos a: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

SEJA UMA PARTE DA SOLUÇÃO ~ Louise Hay

 

 

SEJA UMA PARTE DA SOLUÇÃO

Mensagem de Louise Hay

15 de Fevereiro de 2017.

Tradução: Regina Drumond

 

“Eu faço o que for preciso para manter o meu mundo interior em paz. Minha paz interior é essencial para a minha saúde e o meu bem-estar.” – Louise Hay

Mais do que nunca parece haver muito no mundo a temer. Nas notícias, na vida e na própria estrutura de nossa existência. Eu entendo, é humano temer o que não conseguimos controlar e não compreendemos. A coisa maravilhosa sobre o medo é que podemos mudar este medo para a fé. Embora isto possa parecer difícil, é realmente uma mudança simples de nossa própria intenção e perspectiva. Ao entendermos que não podemos controlar tudo ou qualquer coisa, além de nós mesmos, isto em si mesmo se torna a nossa força. Cada um de nós tem a capacidade de influenciar o mundo, ver a beleza na vida, e difundir a fé através de nossas atitudes e ações.

“As coisas que eu escolho acreditar se tornam verdadeiras para mim.” – Louise Hay

A psicóloga e autora Susan Jeffers afirmou uma vez: “Todos sentem medo quando algo totalmente novo se aproxima na vida – no entanto, muitos lá fora estão atuando, apesar do medo – assim, devemos concluir que o medo não é o problema.”

O Amor é o oposto do medo. Quanto mais estivermos dispostos a amar e a confiar em quem somos, mais nós atraímos estas qualidades para nós mesmos. Quando estamos realmente ficando assustados, perturbados, preocupados, ou não gostamos de nós mesmos, não é surpreendente como tudo sai errado em nossas vidas? É o mesmo quando realmente nos amamos. Tudo começa a seguir um caminho de sucesso, e encontramos os faróis verdes e os espaços nos estacionamentos. Levantamos pela manhã e o dia flui maravilhosamente.

“Ao acolhermos a fé, em vez do medo, tornamo-nos um exemplo do amor e força necessários para ajudar a mudar o mundo. A Paz nunca foi conquistada com violência e a fé nunca foi encontrada com a escuridão. Sejamos os libertadores da esperança através de nossa intenção, para tornar o mundo um lugar melhor, um momento e uma ação de cada vez.”

Precisamos nos amar, para que possamos cuidar de nós mesmos. Temos que fazer tudo o que pudermos para fortalecer os nossos corações, nossos corpos e nossas mentes. Devemos nos voltar para o Poder interior, encontrarmos uma boa conexão espiritual e realmente trabalhar em mantê-la.

Façamos algumas afirmações agora para ajudar a irmos além de nossos pensamentos negativos:

“Estou disposto a liberar os meus medos. Vivo e me movo em um mundo protegido e seguro. Eu me liberto de todas as dúvidas e medos destrutivos.”

Então, estejamos na fé e não no medo.

Com Amor,

Louise Hay
 
 



Agradecimentos a: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

ATRÁS DE UM TRIO ELÉTRICO, TAMBÉM VAI QUEM JÁ MORREU ~ Manoel Philomeno de Miranda

ATRÁS DE UM TRIO ELÉTRICO, TAMBÉM VAI QUEM JÁ MORREU

! Cuidado com os Excessos !!!

Por Manoel Philomeno de Miranda.

 
Foto de Suely Dos Anjos.

Essa massa de espíritos cresce sobremaneira nos dias de realização de festas pagãs, como é o Carnaval. Nessas ocasiões, como grande parte das pessoas se dá aos exageros de toda sorte, as influências nefastas se intensificam e muitos dos encarnados se deixam dominar por espíritos maléficos, ocasionando os tristes casos de violência criminosa, como os homicídios e suicídios.

Além dos desvarios sexuais que levam à paternidade e maternidade irresponsáveis. Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu... não quero saber se o diabo nasceu foi na bai, foi na Bahia... Se antes de compor sua famosa canção o filho de Dona Canô tivesse conhecido o livro “Nas Fronteiras da Loucura”, ditado ao médium Divaldo Pereira Franco pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda, talvez fizesse uma letra diferente e, sensível como o poeta que é, Cuidaria de exortar os foliões “pipoca” e aqueles que engrossam os blocos a cada ano contra os excessos de toda ordem. Mas como o tempo é o senhor de todo entendimento, hoje Caetano é um dos muitos artistas que pregam a paz no Carnaval, denunciando, do alto do trio elétrico, as manifestações de violência que consegue flagrar na multidão. No livro citado, Manoel

Philomeno, que quando encarnado desempenhou atividades médicas e espiritistas em Salvador, relata episódios protagonizados pelo venerando Espírito Bezerra de Menezes, na condução de equipes socorristas junto a encarnados em desequilíbrios.

Philomeno registra, dentre outros pontos de relevante interesse, o encontro com um certo sambista desencarnado, o qual não é difícil identificar como Noel Rosa, o poeta do bairro boêmio de Vila Isabel, no Rio de Janeiro, muito a propósito, integrava uma dessas equipes socorristas encarregadas de prestar atendimento espiritual durante os dias de Carnaval. Interessado em colher informações para a aprendizagem própria (e nossa também!), Philomeno inquiriu Noel sobre como este conciliava sua anterior condição de “sambista vinculado às ações do Carnaval com a atual, longe do bulício festivo, em trabalhos de socorro ao próximo”. Com tranquilidade, o autor de “Camisa listrada” respondeu que em suas canções traduzia as dores e aspirações do povo, relatando os dramas, angústias e tragédias amorosas do submundo carioca, mas compreendeu seu fracasso ao desencarnar, despertando “sob maior soma de amarguras, com fortes vinculações aos ambientes sórdidos, pelos quais transitara em largas aflições”. No entanto, a obra musical de Noel Rosa cativara tantos corações que os bons sentimentos despertados nas pessoas atuaram em seu favor no plano espiritual: “Embora eu não fosse um herói, nem mesmo um homem que se desincumbira corretamente do dever, minha memória gerou simpatias e a mensagem das músicas provocou amizades, graças a cujo recurso fui alcançado pela Misericórdia Divina, que me recambiou para outros sítios de tratamento e renovação, onde despertei para realidades novas”. Como acontece com todo espírito calceta que por fim se rende aos imperativos das sábias leis, Noel conseguiu, pois, descobrir: “Que é sempre tempo de recomeçar e de agir”... E assim ele iniciou a composição de novos sambas: “Ao compasso do bem, com as melodias da esperança e os ritmos da paz, numa Vila de amor infinito...”. Entre os anos 60 e 70, Noel Rosa integrava a plêiade de espíritos que ditaram ao médium, jornalista e escritor espírita Jorge Rizzini a série de composições que resultou em dois discos e

apresentações em festivais de músicas mediúnicas em São Paulo. O entendimento do Poeta da Vila quanto às ebulições momescas, é claro, também mudou: “O Carnaval para mim, é passado de dor e a caridade hoje, é-me festa de todo, dia, qual primavera que surge após inverno demorado, sombrio”. A carne nada vale: "O Carnaval, conforme os conceitos de Bezerra de Menezes, é festa que ainda guarda vestígios da barbárie e do primitivismo que ainda reina entre os encarnados, marcado pelas paixões do prazer violento". Como nosso imperativo maior é a Lei de Evolução, um dia tudo isso, todas essas manifestações ruidosas que marcam nosso estágio de inferioridade desaparecerão da Terra. Em seu lugar, então, predominarão: A alegria pura... A jovialidade, A satisfação, 0 júbilo real. ... Com o homem despertando para a beleza e a arte, sem agressão nem promiscuidade. A folia em que pontifica o Rei Momo já foi um dia a comemoração dos povos guerreiros, festejando vitórias; foi reverência coletiva ao deus Dionísio, na Grécia clássica, quando a festa se chamava bacanalia: "Na velha Roma dos césares, fortemente marcada pelo aspecto pagão, chamou-se saturnalia e nessas ocasiões se imolava uma vítima humana". Na Idade Média, entretanto, é que a festividade adquiriu o conceito que hoje apresenta: ▬ O de uma vez por ano é lícito enlouquecer, em homenagem: Das orgias, Dos desvarios, Dos excessos, em suma, Aos falsos deuses do vinho. Bezerra cita os estudiosos do comportamento e da psique da atualidade: “Sinceramente convencidos da necessidade de descarregarem-se as tensões e recalques nesses dias em que a carne nada vale, cuja primeira silaba de cada palavra compõe o verbete carnaval”. Assim, em cinco ou mais dias de verdadeira loucura, as pessoas desavisadas, se entregam ao descompromisso, exagerando nas atitudes, ao compasso de sons febris e vapores alucinantes. Está no materialismo, que vê o corpo, a matéria, como inicio e fim em si mesmo, a causa de tal desregramento. Esse comportamento afeta inclusive aqueles que se dizem religiosos, mas não têm, em verdade, a necessária compreensão da vida espiritual, deixando-se também enlouquecer uma vez por ano. Processo de loucura e obsessão: "As pessoas que se animam para a festa carnavalesca e fazem preparativos organizando fantasias e demais apetrechos para o que consideram um simples e sadio aproveitamento das alegrias e dos prazeres da vida, não imaginam que, muitas vezes, estão sendo inspiradas por entidades vinculadas às sombras". Tais espíritos, como informa Manoel Philomeno, buscam vitimas em potencial: “Para alijá-las do equilíbrio, dando inicio a processos nefandos de obsessões demoradas”. Isso acontece tanto com aqueles que se afinizam com os seres perturbadores, adotando comportamento vicioso, quanto com criaturas cujas atitudes as identificam como pessoas respeitáveis, embora sujeitas às tentações que os prazeres mundanos representam, por também acreditarem que seja lícito enlouquecer uma vez por ano. Esse processo sutil de aliciamento esclarece o autor espiritual, dá-se durante o sono, quando os encarnados, desprendidos parcialmente do corpo físico, fazem incursões às regiões de baixo teor vibratório, próprias das entidades vinculadas às tramas de desespero e loucura. Os homens que assim procedem não o fazem simplesmente atendendo aos apelos magnéticos que atrai os espíritos desequilibrados e desses seres... Mas porque a eles se ligam pelo pensamento: “Em razão das preferências que acolhem e dos prazeres que se facultam no mundo íntimo”. Ou seja, as tendências de cada um, e a correspondente impotência ou apatia em vencê-las, são o imã que atrai os espíritos desequilibrados e fomentadores do desequilíbrio, o qual, em suma, não existiria se os homens se mantivessem no firme propósito de educar as paixões instintivas que os animalizam. Há dois mil anos. Tal situação não difere muito dos episódios de possessão demoníaca aos quais o Mestre Jesus era chamado a atender, promovendo as curas “milagrosas” de que se ocupam os evangelhos. Atualmente, temos, graças ao Espiritismo, a explicação das causas e consequências desses fatos, desde que Allan Kardec fora convocado à tarefa de codificar a Doutrina dos Espíritos. Conforme configurado na primeira obra da Codificação – O Livro dos Espíritos, estamos, na Terra, quase que sob a direção das entidades invisíveis. Pergunta o Codificador “Os espíritos influem sobre nossos pensamentos e ações?”. a influência é maior do que credes porque, frequentemente, são eles que vos dirigem”. Pode parecer assustador, ainda mais que se se tem os espíritos ainda inferiorizados à conta de demônios. Mas, do mesmo modo como somos facilmente dominados pelos maus espíritos, quando, como já dito, sintonizamos na mesma frequência de pensamento... ... Também obtemos, pelo mesmo processo, o concurso dos bons, aqueles que agem a nosso favor em nome de Jesus. Basta, para tanto, estarmos predispostos a suas orientações, atentos ao aviso de “orar e vigiar” que o Cristo nos deu há dois mil anos, através do cultivo de atitudes salutares, como a prece e a praticada caridade desinteressada. Esta última é a característica de espíritos como Bezerra de Menezes, que em sua última encarnação fora alcunhado de: “O médico dos pobres”. E hoje é reverenciado no meio espírita como: “O apóstolo da caridade no Brasil”. 
 
Fonte:

Fonte: Revista Visão Espírita Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest

 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

RECONEXÃO DO DNA vs. LIMPEZA DAS IMPRESSÕES GENÉTICAS ~ Natalia Alba

RECONEXÃO DO DNA vs. LIMPEZA DAS IMPRESSÕES GENÉTICAS 

Por Natalia Alba

14 de fevereiro de 2017


O período entre Eclipses é uma época muito intensa, pois estamos sempre navegando entre diferentes linhas de tempo - onde não apenas estamos mudando constantemente interiormente, mas também os nossos veículos físicos. É precisamente nessa fase de transição que temos a oportunidade de trazer o invisível para à luz, queimar antigas pontes e despedir tudo o que não for Um com a nossa Vontade Superior, ficando livre dos velhos fardos, que impedem-nos de nos expandir para novas criativas formas de ser.
 
Enquanto estamos imersos nesta fase entre eclipses, é fundamental que, ao mesmo tempo em que continuamos com o trabalho interno de reconexão do DNA, também nos concentremos na cura genética, pois as frequências dos eclipses estão nos ajudando a liberar as velhos Impressões/implantes, ao mesmo tempo em que continuamos a reconectar os fios de DNA que antes estavam desabilitados. Durante esse período, poderíamos nos sentir fisicamente exaustos, confusos e até mesmo experimentar mudanças em nosso corpo físico. Tudo isso é natural a medida em que conscientemente nos elevamos, e nossos corpos começam a recuperar a sua verdadeira essência cristalina.
 
Liberar padrões ancestrais cármicos é vital, pois todos nós os possuímos em nossas impressões genéticas de DNA provenientes de todas as nossas gerações anteriores. Isso é algo que, como seres humanos, todos nós temos codificado dentro de nossos corpos, independentemente de onde nossa alma vem e da natureza de nossa missão na Terra. No entanto, não deve ser tomado como algo sem sentido, pois todos nós escolhemos quando estávamos em um plano da alma, os desafios, mesmo os nossos genes, que nos ajudarão a evoluir uma vez encarnados.
 
Algumas das almas ascendentes, iniciaram o trabalho de reconexão do DNA, sem terem feito a primeira e mais importante obra de todos - a libertação consciente das velhas impressões genéticas/cármicas e cármicas coletivas do seu eu inferior e da incorporação dos chakras superiores, que substituirão os nossos inferiores 3D (se você for capaz de ver além destas camadas áuricas principais, você poderá ver como as cores e vibrações dos chakras inferiores, uma vez que encarnamos os superiores, também mudam).
 
Este é um processo de cura muito desafiador e constante, mas essencial, se realmente desejarmos configurar corretamente o nosso DNA para que ele possa comandar as células do nosso corpo para se reprogramarem das velhas crenças que foram implantadas através de vários métodos e por vários seres, éons atrás, e iniciar o processo de ascensão pelo rejuvenescimento. Não é apenas uma questão de curar os nossos corpos físicos, mas também o nosso etérico, pois este é o corpo duplo de nosso corpo físico, ele também contém todas essas impressões genéticas.
 
Outro assunto que algumas almas ascendentes tendem a evitar, pois tenho a oportunidade de ver as almas evoluídas que co-criam sessões comigo, é acreditar que apenas porque não existem sintomas aparentes de problemas herdados, que eles devem pular este primeiro passo de limpar todas as impressões genéticas. Não importa se você esteja consciente dos padrões ancestrais cármicos ou não, eles estão lá, como uma parte de seu ser humano e devem ser tratados também.
 
Vou colocar meu próprio exemplo para os outros entenderem por que é tão importante ter tempo para curar nossa linhagem ancestral. Sou adotada. Então, durante a maior parte da minha vida, especialmente quando eu era adolescente, as questões físicas começaram a aparecer juntamente com as emocionais. Eu não sabia de onde elas estavam vindo. Eu costumava repetir impulsivamente certos padrões e me identificava com eles, quando isto não era a minha verdadeira identidade e desejo da alma de fazer certas coisas.
 
Depois de algumas pesquisas, descobri que estava me identificando com minha mãe biológica, repetindo os velhos padrões que ela criou para si mesma, e que surgiram novamente, na minha adolescência. É por isso que é tão importante limpar nossas impressões genéticas - para nos capacitar a agir, pensar e sentir a partir de um estado livre de ser, e se novos desafios vierem à tona, pelo menos saberemos que eles vêm de nós mesmos e não dos fardos humanos que carregamos.
 
Quando comecei meu processo de ascensão, também tendia a evitar essas questões, pois negava que elas vinham do meu próprio ser. Continuei fazendo isso até que o aspecto humano de mim despertou para a verdade de que todos nós temos questões cármicas para lidar com nossos corpos físicos, quer nossa alma esteja altamente evoluída ou não. Em vez de culpar as condições, devemos assumir a responsabilidade pelo que está acontecendo, quer venha de nós mesmos ou não, e começar a agir como seres soberanos que somos em vez das vítimas que fomos programados para ser.
 
Se você não tem a oportunidade por qualquer motivo, de saber de onde todos os seus problemas emocionais e físicos estão vindo, saiba que não importa muito de onde eles vêm, mas a necessidade é se mover para dentro e começar a observar conscientemente a si mesmo. Fale com seu DNA para começar a mudar os padrões antigos. Escusado será dizer que, a fim de curar todas as nossas impressões genéticas, existem infinitas outras técnicas necessárias para ajudar neste processo de limpeza. Apesar de eu considerar cada um de vocês como seus próprios curandeiros e mestres, isso é algo que eu não posso falar, pois cada um de vocês é único, e tem sua própria orientação para trabalhar com essas memórias impressas passadas, e o que é bom e funciona para mim, talvez não seja bom para você, e vice-versa.
 
Em minha jornada pessoal, usando sons (tibetano/vasos de quartzo, canto/linguagem falante, cura teta etc) entre outras técnicas - como uma maneira de liberar as células de memória - é muito terapêutico, pois a vibração desloca e purifica todas as frequências mais baixas que mantemos interiormente dentro e em nossos veículos físicos. Eu também uso comandos conscientes para as células do meu corpo e DNA para dissolver programas antigos e, em seguida, eu os substituo-os por novos, mas existem mais terapias para ajudá-lo neste processo, embora, como eu sempre digo, a cura ocorre dentro de nós, e ao fazermos isso, nós mesmos, pois não se trata de objetos externos, mas da intenção que colocamos no que fazemos é o que realmente traz a cura.
 
A cura de impressões genéticas é uma das coisas mais importantes quando começamos a caminhar nesse caminho evolutivo, a dissolver programas antigos que ainda temos dentro de nós, que nos fazem repetir os mesmos antigos cenários ancestrais e começar a abraçar nossa verdadeira soberania. É por isso que é essencial estar constantemente observando seu eu inferior, pois podemos notar que os velhos sentimentos emergem novamente, impedindo-nos de estar plenamente presentes no Agora. Também é essencial trabalhar no perdão, especialmente em nossos relacionamentos, enquanto curamos toda a família ou questões cármicas antigas que possam surgir, e lembremos que sob a nossa perspectiva humana de ser ferido ou estar sozinho, a verdadeira natureza e o significado de nossas reuniões de alma foi sempre de nos ajudar a lembrar o que nosso ser humano esqueceu.
 
À partir das minhas experiências, e se você se sentir guiado, trabalhar com Arcturus abriu uma visão totalmente diferente sobre a cura para mim, e as muitas ferramentas infinitas disponíveis para nós para curar os padrões antigos, ferramentas que não estão fora de nós mesmos, mas dentro de nós. Os Arcturianos estão trabalhando de perto com alguns de nós, se este for o nosso acordo de vontade e alma, sobre novas formas de cura, pois eles são mestres cósmicos cuja principal missão é a cura, ajudando-nos também em transições importantes e reconectar-nos com a nossa essência cristalina.
 
Conectar-se com os Arcturianos pode ser feito entrando em um profundo estado de meditação, e quando nos sentirmos Um com nossa alma, visualizamos sua estrela alaranjada quando começamos a respirar sua energia purificadora da coroa para nosso primeiro chakra, e visualizando também, ao nós expirarmos, dissolver todos os detritos emocionais e velhas energias estagnadas. Depois disso, diga em voz alta, ou como você for guiado, da sua pura intenção de curar-se antes de entrar no caminho da assistência desinteressada aos outros, e proclamar o seu compromisso de servir apenas a Lei de Um, bem como Todos os seres dentro da Criação de um lugar de neutralidade e Amor para com todos. Não é necessário que você os veja ou os ouça, pois somos todos únicos, e todos temos os nossos caminhos. Em qualquer caso, sua essência de cura será fortemente sentida ou mostrada em qualquer situação de sua experiência de vida e/ou ser que precisa de cura.
 
Uma das principais razões pelas quais nós decidimos vir aqui foi precisamente curar as velhas questões cármicas para poder entrar neste caminho de ascensão enquanto somos purificados e libertados de todo o velho. Entretanto, dominar o criador interior dentro de um plano físico é vital, e é a primeira coisa que todos nós devemos fazer, pelo nosso desejo humano de estar constantemente se manifestando e ascendendo, é aprender a nos curar, o que só pode ser feito estando completamente presente no momento do agora, em vez de perseguir os tempos futuros que ainda não estão acontecendo, ou os passados ​​que já não existem mais.
 
Quando abraçamos o momento do agora, não temos mais a necessidade de manter as antigas frequências, situações e experiências, pois entendemos que elas são apenas ilusões que só ocorrem em nossas mentes humanas, nunca no Agora. Portanto, nós permitimos que a cura ocorra, lembrando que quando nos curamos, os fios invisíveis que nos conectam com Tudo dentro da Criação, ajudam ela a curar tudo também.
 
A escolha é vossa, concentre-se na vossa jornada única e comece a curar dentro do Amor Divino e da compaixão tudo o que o vosso ser humano tem negado, ou escondido por um longo tempo, só porque teme a verdade, só porque sente dor. A cada momento de sua preciosa existência, você tem o dom de escolher o que deseja fazer com o momento que segura em suas mãos. Você pode usá-lo para curar e evoluir, ou para contratar e permanecer com medo.
 
Quando escolhemos a liberdade como nossa principal escolha, surgirão desafios e dor, pois é assim que transformamos o que nosso ser humano luta para reter. Mas, no momento em que nós nos entregamos e nos lembrarmos do nosso verdadeiro estado natural de ser - permitindo-nos sentir cada sentimento e situação tal como eles são, sem qualquer julgamento ou negação - é quando nos tornaremos Um com nossa alma, e seremos capazes de agir como seres soberanos, e cumprir a nossa missão da alma, pore estar inteiro/curado, de um lugar da unidade e Amor com tudo.
 
Em Amor, luz e serviço ∞
 
Natalia Alba
 
 
Direitos Autorais:
Natalia Alba
 
Tradução de Adriano Pereira
Manaus/Amazonas



 
Agradecimentos a:  http://blogluzevida.blogspot.ca/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Mensagem de SaLuSa – 2017-02-02 ~ Dani

Mensagem de SaLuSa

Canalizada via Dani

2 de fevereiro de 2017

 

 
 
 
 
 
Em nossa constante busca da Verdade, estamos acumulando a compreensão, que está nos movendo para a frente. Em cada nossa ação há o desejo de saber, de ir além de nossos próprios limites. Experimentamos muitas coisas que estão nos guiando para uma certa compreensão, e só depois que as entendemos é que elas podem ser liberadas. Portanto, pode parecer que você está experimentando algumas coisas repetidamente até que você veja a razão principal. Quando você olha para determinada experiência como alguém que está tendo essa experiência, você pode vê-la de ângulo diferente, e isto pode lhe trazer informações valiosas que irão ajudá-lo a entender, porque às vezes, é difícil separar verdadeiramente os sentimentos internos que surgem a cada vez que certa coisa está acontecendo com você. Esses sentimentos são sua reação natural, e eles são o seu sinal de que algo precisa ser limpo, ponderado e compreendido. Na maioria das vezes, eles não são muito agradáveis, ​​e fazem você pensar menos sobre si mesmo, o que naturalmente, causa um bloqueio do fluxo de energia.
 
Portanto, é útil você olhar para um assunto "com os olhos do observador", e deixar-se envolver como um outro ouvinte. Você sabe que isto sempre o ajudou quando você falava com alguém que o compreendia, e o fato de que, alguém que apenas escutou permitiu que você processasse essa difícil experiência. No entanto, por questões individuais internas, ninguém é capaz de compreender verdadeiramente a si mesmo, na maioria dos casos, e você não pode simplesmente falar as coisas ao redor, e então, você deve se separar dessa experiência, e visualizá-la e olhá-la por diferentes perspectivas, e isto poderia ser uma grande ajuda . Basta permitir-se pensar nisso sem julgamento, enquanto você vai ponderando por experiências semelhantes dos outros.
 
O mais difícil não é julgar a si mesmo, mesmo se você entender claramente o ponto de todas as suas experiências ao olhar para elas como um todo, você sabe que todas elas foram necessárias, e lhe permitiu se mover até aqui, no Agora. Queridos amigos, compreendam que cada um de nós experimentou altos e baixos, escuridão e Luz, guerra e paz - interior e exterior também – e o Criador nos fez perfeitos dentro e fora do Amor. E este Amor está em toda parte, em todos nós.
 
SaLuSa
 
Dani
 
Website: SaLuSa New Messages
 
Traduzido por Adriano Pereira
Manaus/Amazonas



 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 



Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Arcanjo Gabriel, 2017-02-12 ~ Shelley Young: TODAS AS GRANDES MUDANÇAS ACONTECEM UM POUCO DE CADA VEZ.


TODAS AS GRANDES MUDANÇAS ACONTECEM UM POUCO DE CADA VEZ.

Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel.

Através de Shelley Young.

12/02/2017

Traduzido por Adriano Pereira






Todas as grandes mudanças acontecem um pouco de cada vez. Se você encontrar uma área de sua vida muito fora de equilíbrio, (exemplos comuns são as áreas de amor próprio, dar/ receber, dinâmica de relacionamento e limites apropriados, ou qualquer outra área onde você consistentemente dá aos outros o seu poder), é muito estressante, assustador e, muitas vezes, irrealista, esperar que você de repente mude para uma expressão perfeitamente saudável desta área em particular.


Isto o manteve muito tempo fora de equilíbrio, então, provavelmente, será demais se esperar que tudo seja corrigido de uma só vez.


Mas o que você pode fazer é, começar a integrar escolhas saudáveis ​​e conscientes, pouco a pouco, enquanto se move para o seu objetivo. Isso irá ajudá-lo a tornar-se gradualmente mais confortável com a movimentação e assimilação dessas energias, e antes de conhecê-las, você terá criado hábitos mais saudáveis ​​que se acumulam em profundidade e capacitam a cura e a mudança, o que está muito mais em linha com o que você deseja e merece.


A evolução é um processo, Queridos, e as coisas dever ser feitas pouco a pouco, para garantir o seu conforto e sucesso.


Ao fazer um pouco de cada vez, você vai ganhar prática e experiência, o que, por sua vez, cria um impulso positivo.

Quais as pequenas mudanças que você poderia começar a incorporar em sua vida em uma base mais consistente, que iriam honrar o concurso de sua alma e suas intenções mais elevadas?


Arcanjo Gabriel.
 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:



Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.
Atualização diária.

PERGUNTE AOS MESTRES (31) ~ Thiago Strapasson, Michelinha OM


 

CORAÇÃO AVATAR E VERDADE TRANSMUTADORA

 

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

 

PAZ, TRANSFORMAÇÃO E AMOR.

Pelos Mestres: Rowena, Nada, Serapis Bey e Maha Chohan

14 de fevereiro de 2017 

 

BUSCANDO O SILÊNCIO

Tenho muitas perguntas, mas sei que todas nascem da mesma fonte. Preciso que vocês clareiem por onde começar de novo. Posso confiar na minha intuição, estou seguindo minha missão? Como identificar se estou sendo guiada pelo ego ou pelo coração? Ainda tem os lutos. Assim, o que fazer em relação a morte do meu irmão? O que fazer em relação ao amor que se foi, devo ainda buscá-lo? Suas mensagens têm sido bálsamos em minha jornada, Amo vocês, e   sou muito grata!

Resposta:

Minha amada filha, quantas perguntas para poucas respostas. As perguntas são tão singelas, mas são elas que nos levam ao caminhar, ao buscar, ao procurar. Mas para respondermos precisamos trazê-las ao nosso coração, ao nosso centro de amor, onde entendemos a vida a partir de uma facilidade maior. Eu queria te dizer filha, que precisa buscar seu silêncio, pois sua mente está inquieta e, por isso, se afasta daquilo que é seu propósito. Nós apenas nos encontramos quando nos silenciamos e, assim, permitimos que o amor de nosso coração irradie ao mundo. Busque seu silêncio diariamente, vá se silenciando para que se encontre. Esse é o primeiro passo para nos compreendermos, quando já somos capazes de estar em silêncio dentro de nós mesmos e podemos sentir o que somos. É um processo que no início não surtirá tantos efeitos, mas progressivamente você verá o resultado que se manifestará em sua vida. Silencie-se! Aquiete-se! E dentro desse silêncio se expanda. Encontre sua paz a partir de seu silêncio, que é quando todas as respostas serão trazidas até ti, mas não em palavras, mas pela paz de seu coração. Da paz, a respostas virão através do sentimento de fé e esperança, onde o agora será belo.

Sou Maha Chohan

 

PREOCUPAÇÃO COM OS FAMILIARES E DEPRESSÃO

Tenho 76 anos, casada e tenho 05 filhos e 10 netos. Sou muito preocupada com todos e também me preocupo com as pessoas ao meu redor e até pelas pessoas que não conheço. Tenho muita preocupação na parte financeira, pois os negócios e rendas do meu marido são pequenos, e mesmo os negócios que aparecem não se concretizam. Tenho depressão e às vezes falta de ânimo diante das situações que a vida me apresenta.

Resposta:

Filha, hoje gostaria de te contar algo. De dizer algumas coisas que precisa compreender. A vida na terra é uma busca incessante por nossa felicidade e pela daqueles que estão ao nosso redor. Mas em razão da aparente separação que se incluíram, vocês buscam a felicidade, apenas para si próprio, que reflete na preocupação pela felicidade daqueles que estão próximos. Mas no fundo toda a felicidade é buscada para si mesmo, porque dentro dessa ilusão, vocês não conseguem ver-se em unidade com o todo, ainda. Nessa visão parcial, humana, diria, sem o panorama da situação, vocês acabam entrando nessa busca e se preocupam com a própria felicidade, bem como de seus familiares. Mas veja que não é uma preocupação que demonstra o amor genuíno, que libera e que permite que cada um siga seu caminho. Vocês se esquecem de que todos são igualmente filhos de Deus protegidos pelo Pai. Então observem que muito daquilo que compreendem por amor no fundo é apego. Porque vocês não amam verdadeiramente a ponto de liberar e confiar, se necessário for, mas querem a pessoa para si, vivendo a sua própria felicidade, porque ali veem uma oportunidade de felicidade pessoal a partir do outro. Nessa experiência terrestre, então, vários conceitos foram sendo modificados. Veja que o amor que sentem não é o amor verdadeiro que parte do interior ao exterior, é um amor que vê no objeto externo, no irmão, uma possibilidade de ter um pouco de felicidade. Então vocês vivem seus dias pensando amar, pensando sentir, emocionar-se, mas são pensamentos e não sentimentos. Os reais sentimentos que partem da essência não necessitam de qualquer condição externa. Eles são puros e irradiam do interior. Veja que o pensamento projeta a felicidade em algo exterior (seus filhos, netos, marido, dinheiro), mas o verdadeiro sentimento independe do objeto que o gera, porque é uma conquista, algo que parte de dentro e se internaliza. Vocês não amam um objeto exterior ou uma pessoa, mas a sensação que lhes traz. Se não concordam liberem seus irmãos, seus parentes, à vida, pois quem ama deixa ir e confia, não prende. Mas digo isso apenas para que compreenda que muitas vezes lançamos nossa felicidade a algo externo a nós, o dinheiro, uma companhia, os bens da vida, e pensamos somente sermos capazes de ser felizes e amar se estivermos em posse da pessoa ou daquilo que pensamos necessitar para encontrar a felicidade. Mas a real felicidade é justamente a ausência de dependência de tudo que for externo a nós. Por esse motivo a vida na matéria nos leva a situações de grande desafio interior, pois isso nos conduz ao nosso interior, pois quando já não temos o objeto de nosso desejo descobrimos que esse sentimento sempre esteve em nosso interior. Ele sempre esteve ali, mas entendíamos sermos dependentes de algo externo que nos gerava aquilo que era um pensamento, e não um sentimento. Nessa situação que vivencia você acredita que sua paz depende da forma como seus filhos, netos, e marido estejam, se estiverem no que entende por conforto, você é feliz. Mas quando tudo foge ao controle a felicidade se esvai. Mas se compreendesse que a paz e o amor que tem dentro de si é seu estado natural, essa é você, você veria que sempre teve tudo em sua vida, independentemente de qualquer coisa que te conduza à insegurança ou te desestabilize. Você tem essa paz por si só. Tudo que está ao seu redor, então, são experiências que te mostram o quão forte é o sentimento de paz dentro de ti, de amor. Muito fácil é irradiar sua paz e seu amor em um ambiente seguro e protegido. Mas a prova é descobri-la independentemente de algo externo, pois ela é sua essência mais pura. O dia que descobrir essa paz, esse estado de ser, encontrará grande alegria em sua vida. Persevere minha irmã, busque em seu interior sua paz, que você verá o que é capaz de realizar a partir desse estado interior. Esteja nessa paz minha irmã.

Sou Serapis Bey 

 

QUERER GANHAR O MESMO SALÁRIO DO COLEGA

Queridos Mestres, é com muita gratidão que espero ter uma luz para a minha pergunta. Eu, Mestres, nesta minha encarnação, tenho a sensação de ter escolhido vir resolver tudo de uma vez, pois já passei por sofrimentos muito dolorosos, mas apesar disso mantive sempre o meu coração em pedido de ajuda e superação, não foi fácil, mas realmente, a força que eu pensei muitas vezes não ter, fui conseguindo superar muito devagar. Houve momentos da minha vida que até o paraíso ou o céu essa quietude eu queria que não existisse, pois nem isso me dava alegria, mas com a ajuda de toda a família de luz hoje estou em paz, consegui superar a parte emocional dos relacionamentos, estou sozinha há muito tempo. Não sei se ficarei sozinha, mas não é uma questão que me incomode, aceito o que tiver que ser. Mas há uma questão que eu não sei como resolver, que é a nível financeiro. Eu já estive no fim do poço, sem trabalho, com contas para pagar, e hoje estou empregada, faço o que gosto e tenho uma gratidão imensa por tudo que tenho e até mesmo por tudo o que passei, mas a minha questão é que: estou numa empresa e tenho um colega que entrou na mesma altura que eu, e ganha mais que eu, gostava de poder ter o mesmo ordenado que ele, não sei se devo falar diretamente com o meu patrão, porque já falei com o meu chefe e ele não me liga, ou se devo deixar fluir e esperar? Esta parte do dinheiro é a que eu sinto ainda existir algum medo e alguma resistência, pois continua a repetir. Se o ciclo da falta, da carência, eu peço uma luz uma orientação para conseguir limpar e transmutar esta minha repetição, agradeço de todo o meu coração está oportunidade. Namastê!

Resposta:

Amada, veja o quanto sofre hoje devido apenas à sua insatisfação interior diante do que a vida pode lhe oferecer. Passou por situações que foram difíceis para ti, e hoje vive uma situação agraciada por Deus, mas ainda assim, queres mais, minha amada? Não há mal nesse sentimento, minha querida, ele é muito comum na sociedade que vivem hoje, mas esse sentimento de insatisfação é simplesmente a falta da busca interior. A busca pela satisfação externa, pelas companhias amorosas, pelo salário melhor, é apenas algo que falta dentro de si mesma, mas que em nenhum momento optou em buscar, minha querida. A vida sempre lhe apresentará as repetições, pois na verdade a vida simplesmente está repetidamente lhe agraciando com muitas bênçãos que tu somente consegues perceber como dificuldades. Percebe minha amada? É muito simples, minha flor querida. Apenas precisa buscar a sua verdade interior. Focar na sua elevação espiritual não para atingir patamares de elevação, mas sim para que encontre essa alegria e sentimento de completude que já está presente em sua vida, mas que não consegue perceber. A meditação, a busca pela tua verdade, trará as suas respostas, minha querida. Apenas digo a ti que a tua busca é apenas interna. Fique bem. Com amor.

Mestra Rowena

RELACIONAMENTO COM TRAIÇÕES

Queridos Mestres, há nove anos vivo um relacionamento complicado, na verdade este homem se manteve durante esses anos todos, se relacionando comigo e outras mulheres.  Já tentei sair desta relação por diversas vezes, mas esse homem sempre consegue nos convencer de ficar com ele, nos envolve com suas mentiras e falsas promessas. Há poucos dias atrás decidi terminar de vez com isso, porém ele ficou atrás de mim insistentemente dizendo que se arrependeu de tudo que já me fez e que quer ter um relacionamento sério comigo e que promete mudar e ser diferente. Sinceramente eu estou na corda bamba, pois sei que gosto muito dele, mas sinto medo de dar esta chance e me arrepender amargamente outra vez.  Por favor, me ajudem, eu não sei o que fazer. Gratidão!

Resposta:

Minha amada irmã. Precisa se perguntar por que se submete a algo que não a faz feliz, porque aceita algo menor do que poderia ter? Sente-se incapaz de ser amada, de ser feliz? Busque dentro de ti a insegurança de estar só, a dificuldade de ser plena e de encontrar seu autoamor. Você não necessita aceitar, deixar-se enganar, viver uma irrealidade apenas para que tenha alguém ao seu lado. Você tem tudo que precisa dentro de ti e poderá se sentir amada se se permitir estar só pelo tempo necessário a se fortalecer. Jamais diremos a ti qual a atitude que deve ter, mas acredito que aqui há uma indicação do caminho, que é o de se fortalecer primeiro antes que aceite algo que te conduza novamente ao ciclo de sofrimento. Você precisa romper com esse ciclo, minha irmã, e o caminho é de se compreender como autosuficiente, de aprender a estar bem consigo mesma. A partir desse sentimento interior poderá então construir relações de empoderamento mútuo, onde então possa doar e receber o amor que guardas em seu coração. Mas isso somente será possível quando der o tempo necessário para que aprendas a estar bem consigo mesma.

Sou mestra Nada.

TRABALHO COM ARTESANATO

Bom dia. Tenho 53 anos, casada, três filhos. 1- cadeirante, 2- advogado, 3- casado economista. Minha vida não é fácil, tudo que faço não vai pra frente, atualmente faço artesanato, mas não vende, está muito difícil. Tenho depressão e há muitos meses estou travada sem conseguir costurar nada. Será que é este o caminho que devo seguir para ser independente financeiramente, pois esse é o meu maior desejo. Por favor, me dê uma luz, um caminho. Obrigada, gratidão!

Resposta:

Amada irmã. Vejo você envolvida em situações, onde não encontra morada para o seu coração e para as lágrimas que caem, ao observar a vida seguindo para os seus filhos e, para ti, que tem o coração de mãe, começa a se ver só. Vocês estão cada um seguindo a sua jornada de vida minha filha, não a deixarão desamparada. Por isso, minha irmã, foque em fazer o que ama, mas fazer verdadeiramente colocando amor no seu trabalho, mesmo sem esperar retribuição financeira. Essa jornada, filha, mostra muitos caminhos alimentados pelo medo e pela dor. Mas tu, permanecendo firme no trabalho com amor, perseverar. Apenas, minha querida, seja verdadeira consigo mesma e permita que a sua vida seja levada sempre de forma transparente, pois o trabalho realizado com amor sempre renderá bons frutos. Siga seu coração minha irmã.

Mestra Rowena

 

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 

http://coracaoavatar.blog.br/ 

http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/

 

Colaboração: Ale Sunshine e Ilza Barreto

 



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.