Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Quer o Evento? O que está a fazer para o criar? É Tempo de Decretar! ~ Therese Zumi


Quer o Evento? 

O que está a fazer para o criar? 

É Tempo de Decretar! 

Publicado a 21 Novembro, 2017 por Therese Zumi Sumner

 


O que está a observar agora à sua volta e na sua própria vida é um espelho do que está a ocorrer ao nível colectivo. O que estou a ver, e não tenho dúvidas de que poderá ver algo semelhante, é que as pessoas em todos os lugares, de uma forma ou de outra, estão a dizer “basta”!
Quando os suficientes de nós {nós = os ‘uns’ do UM e da Fonte Única, o Ser, o Criador} disserem “basta” e agirem de alguma forma sobre essa decisão de “basta” para realmente mudarem a realidade em que nos encontramos de alguma forma, para melhor, então um dos “UNS” decidirá que é hora da Divulgação Completa e o UM pressionará o botão. Na sua última actualização, “Intervenção Física”, Cobra disse:
Recentemente, fontes dos Dragões comunicaram que “entre Novembro de 2017 e Fevereiro de 2018 alguém vai finalmente dizer “basta!” e desencadear a Divulgação Integral”. É interessante notar que esse período coincide com uma grande operação das Forças da Luz.
Então, se quiser que “alguém” accione – desencadeie o Evento = Reset = Divulgação Completa, etc. – então pode ser que uma decisão que tome para “decretar” o que deseja possa ser o factor decisivo que realmente vire o jogo!
Recentemente eu escrevi uma pequena mensagem em que mencionei a sublevação das mulheres suecas relativamente aos abuso sexuais [hashtag #MeToo] e como isso imediatamente teve grandes repercussões aqui.
Esta manhã, duas semanas depois, 456 actrizes do Teatro Estatal Sueco, da Ópera, etc., uniram-se e falaram sobre décadas de assédio sexual e outras coisas piores que sofreram sob o #Tystnad-Tagning (que literalmente significa “silêncio enquanto as camaras filmam”). [A 15 de Novembro haviam 4445 advogados que disseram “basta!”].
Como eu disse no artigo anterior, isso irá continuar e extender-se a todas as áreas de abusos suprimidos até que tudo venha ao de cima. A coisa fantástica deste tsunami do “basta” é que aliviará algumas das enormes reacções emocionais que podemos esperar no momento do Evento. A investida que deverá ocorrer depois emergirem tantas verdades desconhecidas (para a maioria das pessoas) sobre a nossa realidade, certamente vai criar fortes reacções emocionais pelo que a libertação de frustrações ou sentimentos reprimidos agora é algo muito positivo.
Muitos de nós agora estão conscientes do enorme abuso maligno de poder que tem ocorrido, desconhecido para a maioria das pessoas, pelos círculos das elites, psicopatas e hierarquias patriarcais. Este mal propagou-se para todos os cantos deste planeta através dos meios de comunicação controlados e doentios, produzindo uma programação mental doentia através dos filmes, etc., para infectar a Humanidade e fazê-la aceitar uma “norma” que não é normal.


Mantenha a Calma e Sustenha a LUZ!

O Verdadeiro Amor é o maior inimigo deles

Um dos principais objectivos dos controladores nos bastidores foi o de dividir as pessoas a todos os níveis possíveis, com o objectivo de arruinar os relacionamentos amorosos de todos os tipos. A degradação das mulheres tem sido uma grande parte desse plano. Eles escravizaram-nos neste planeta criando, por todo o mundo, uma sociedade baseada em consumidores que se comportam como ratos para manter cerca de 90% da Humanidade ocupada na busca da “segurança”, ou seja, de obter e de protegermos aquilo que temos por medo de acabarmos fora do “sistema” . Nós todos nos tornamos escravos dentro desse sistema da matriz, que basicamente não é diferente quer faça parte de uma família pobre nalguma parte menos desenvolvida do globo ou viva numa família de classe média num país como a Suécia. A corrida dos ratos consumidores que faz com que ambos os pais trabalhem e tenham de deixar as crianças na creche, juntamente com todo o stresse e caos diários que este estilo de vida implica, coloca uma enorme pressão sobre qualquer relacionamento. Terá de admitir que eles fizeram um maravilhoso trabalho ao manter-nos todos escravizados enquanto minam a Confiança, o Amor e Alegria na vida de todos, até certo ponto.

E quanto ao Amor – E quanto à Confiança? – E quanto a Nós?

Recentemente, no “Uma Hora com um Anjo” o Arcanjo Miguel falou sobre os sem-abrigo e quantas dessas Almas são pessoas empáticas, ou seja, pessoas com corações carinhosos e amorosos que simplesmente não conseguem lidar com a energia da realidade deste mundo.
O meu tio Joey costumava dizer, quando eu tinha cerca de 13 anos,
“Theresa, se quer aprender a verdade sobre a vida, vá ao parque e fale com os sem-abrigo que dormem nos bancos lá.”
Pink canta “e quanto ao Amor, à Confiança, e nós?”
Miguel falou sobre como a confiança foi quebrada aqui, colectivamente:
“…ter vindo a este belo planeta num tempo de enorme revolta e caos… Porque é que isso o incomoda? Porque é que isso parte o seu coração? Porque é que isso o faz encolher-se e resguardar-se nesse casulo protector e faze-lo dizer, ou sentir, ou viver como “Eu não vou confiar em ninguém. Olhe ao meu redor, em quem é que eu posso confiar?”
Se não fosse a sua essência embutida com as qualidades Divinas, a essência da Confiança e de Saber que esse é o seu GPS, não o incomodaria. Simplesmente não o incomodaria. Pensaria: “Bem, essa é a forma como este planeta ou este universo funciona”. E continuaria nesse sentido. Mas isto rompe com tudo porque sabe que isto não é mera inspiração. Esta é a profundidade do conhecimento da Alma. Esta não é a forma como você e o colectivo foram criados. Não é a sua base. Não é a sua essência. E, portanto, parece anátema, parece abominável…
O objectivo é romper mesmo. Porque isso diz-lhe, isso informa-o, isso é catapulta-o para um estado de Ser, de saber que isso NÃO é Amor. Então, porquê prosseguir? Porque é um pioneiro. Porque está a desenhar o novo paradigma, e não apenas no sentido esotérico ou teórico.
Quero falar com cada um de vós que teve a sua confiança e o seu coração rasgado e exposto. Porque vocês são os mais valentes e cheios de valor. Quem enterrou a cabeça na areia e disse: “Não, este não é o caminho. Porque eu sei que isto está errado… que não está de acordo… não está de acordo com o meu Plano, e certamente não está de acordo com o Plano da Mãe”.
Então, a determinação e a Cura não são para deixar de confiar – são para ressuscitar a confiança. Para adicionar, para ser, para se envolver consigo mesmo e confiar nas situações e pessoas de confiança.
…Vocês são as forças rebeldes que dizem: “Não, não vamos continuar a promover e a produzir, seja em famílias ou em relacionamentos pessoais, ou como sociedade, aquilo que actue no pressuposto do poder abusivo e da quebra de confiança. Não vou viver isso.” Isso não significa que esteja em negação. Isso não significa que não envie a Cura e Criação de algo novo, mas isso significa que está a afastar-se desse paradigma, porque isso só irá destruí-lo”.
Para ler a transcrição completa use este link:

Encontrar e viver o nosso verdadeiro propósito

Fui recentemente inspirada por um vídeo de Bentinho Massaro. Nesta conversa, Bentinho explica como podemos encontrar o nosso verdadeiro propósito e .... continue a ler
 
Therese Zumi, 19 de Novembro de 2017



 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 




Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Pensamento do dia, 21 de novembro de 2017 ~ Sathya Sai Baba.


 

Manifestações do Amor Divino!

 

Pensamento do dia.

Por Sathya Sai Baba

21 de novembro de 2017

 

 
 
 
 
 
 



Santifique sua vida ao desenvolver o controle dos sentidos. 
 
É apenas porque as pessoas não têm controle sobre seus sentidos e não têm limites para seus desejos que há muita agitação e inquietação na sociedade. 
 
Muitas pessoas vagam pela sociedade como animais. 
 
Você não deveria ficar assim. 
 
Sempre que surgirem alguns pensamentos maus, você deve lembrar-se de que é um ser humano e não um animal. 
 
A raiva é uma característica animal. 
 
Quando os animais se irritam, eles lutam uns com os outros. Infelizmente, hoje em dia, os seres humanos também estão lutando entre si como animais. 
 
Os animais têm um motivo e uma estação, mas os seres humanos não têm motivo, nem temporada e se comportam pior que os animais. 
 
Sendo um ser humano, você deve cultivar qualidades humanas e não ficar com raiva! 
 
Mesmo se a raiva o dominar, você deve tentar se tornar calmo e quieto. 
 
Não perca a calma. 
 
Quando você cultiva a calma, você nunca se agitará e ficará inquieto. 
 
(Discurso Divino, 2 de maio de 2006)
 
 
Sathya Sai Baba.
 


 

 
 


O dever deve ser feito com habilidade, sinceridade e amor desinteressado. – Baba.


 



Agradecimentos a: https://www.sathyasai.org.br/

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:

Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
http://achama.biz.ly/




Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

 
 
 
geoglobe1