Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

O QUE VOCÊ QUER VER? ~ O Criador, Jennifer Farley


O QUE VOCÊ QUER VER?

 Escritos do Criador

Transcrito por Jennifer Farley

22 de novembro de 2018

Tradução – Adriano Pereira

blogluzevida@gmail.com

 
 
 
 


 

Agora que suas habilidades de manifestação cresceram, é hora de começar a criar algo realmente incrível!

Seu novo ano está se aproximando rapidamente, e é melhor começar a pensar no que você gostaria de ver em seu mundo.

Você chegou a um ponto em seu desenvolvimento onde sabe o que vale a pena e merece ... use essa oportunidade!

Agradeça antecipadamente por tudo o que está por vir!
 
 
Criador.

 
Agradecimentos a:

 
Por favor, respeitem todos os créditos
 
Recomenda-se o discernimento.
 



Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.
 


Atualização diária.
 
Free counters!

geoglobe1
 


 



Porque o Google está censurando alguns artigos, estamos a mudar para:


Nossas desculpas pelo incidente.


Se se lembrar do nome do autor ou a palavra-chave, tente o elo abaixo em letras minúsculas.
  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=


examplo: 

Se o nome for José Freeman = jose freeman ou jose+freeman

http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=jose freeman

Cole uma cópia na barra de endereço do seu navegador e digite.
 

AS CORES DA VIDA ~ Momento


AS CORES DA VIDA.

Momento Espírita.

23 de novembro de 2018. 

 
 
.
 
 
 

 
 
Quando observamos o pôr do sol e as múltiplas tonalidades das flores, o azul do céu, o verde da vegetação, nem sempre nos lembramos de agradecer a Deus por termos a capacidade de enxergar e de distinguir diferentes cores e tons.
 
Pessoas com daltonismo apresentam uma incapacidade para diferenciar cores, em especial o vermelho, donde a impossibilidade de distinguir, por exemplo, o vermelho do verde.
 
O sonho de muitas delas é poder distinguir as cores como elas são, encantar-se com matizes, degradês e tonalidades que ouvem falar, mas não conseguem perceber.
 
Atualmente, foram desenvolvidos nos Estados Unidos, óculos especiais que possibilitam aos daltônicos ver as cores. Mas eles têm um alto custo e ainda não estão disponíveis no Brasil.
 
Um jovem daltônico de quinze anos, que sonhava enxergar as cores, recebeu de um professor e de seus colegas de classe a oportunidade de realizar esse sonho.
 
Eles se cotizaram e importaram os óculos para presentear o rapaz.
 
No dia da entrega do presente, os colegas usavam roupas e seguravam balões de festa nas cores primárias, justamente as que ele não conseguia distinguir.
 
Quando o estudante entrou na sala de aula, recebeu das mãos do professor o valioso presente.
 
Assim que colocou os óculos, se emocionou. Os colegas foram, então, apresentando a ele as cores que antes não lhe eram perceptíveis.
 
*  *  *
 
A capacidade de perceber as sutilezas das cores, dos traços, das formas, nem sempre é valorizada.
 
Quantas vezes olhamos para o céu, ao amanhecer ou entardecer, e nos encantamos verdadeiramente com as nuvens tingidas de cores e matizes que nem todos os pintores da História conseguiram reproduzir?
 
Quantas vezes erguemos o olhar para observar os inúmeros tons de verde que compõem a copa de uma árvore?
 
E quando chega o outono, olhamos com vagar aquela profusão de cores em que se misturam o amarelo, o marrom, o verde, o dourado?
 
Já paramos para prestar atenção às cores das penas de um beija-flor?
 
E de que vale tudo isso? - Alguns podem perguntar. São apenas cores.
 
Quando as coisas não vão bem, costuma-se dizer, simbolicamente, que estão cinzentas. Isso também pode indicar uma postura diante da vida.
 
Há pessoas que parecem usar óculos com lentes cinzentas, que tiram o brilho e a cor de tudo ao seu redor. São pródigas em reclamar e se queixar, por motivos tolos e superficiais.
 
Parecem possuir um daltonismo moral que lhes faz ver as coisas de maneira distorcida por seu orgulho e egoísmo.
 
E há pessoas que vivem com limitações de diferentes ordens, sem, no entanto, se transformarem em seres amargos, destilando veneno e críticas.
 
Veem as coisas com um olhar para o futuro, que compreende a brevidade desta vida. Suas lentes para o mundo são luminosas e coloridas.
 
O daltonismo físico conta com óculos que permitem a correção da deficiência.
 
Entretanto, o daltonismo moral só pode ser corrigido com uma postura transformadora, de amor e respeito ao próximo, humildade e gratidão a Deus pelo que temos.
 
Redação do Momento Espírita,
com base em reportagem do site www.sonoticiaboa.com.br,
de 18.8.2018.
Em 14.11.2018.
 

artigo anterior






 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



Free counters!
 
 
 
geoglobe1
 




Porque o Google está censurando alguns artigos, estamos a mudar para:


Nossas desculpas pelo incidente.


Se se lembrar do nome do autor ou a palavra-chave, tente o elo abaixo em letras minúsculas.
  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=


examplo: 

Se o nome for José Freeman = jose freeman ou jose+freeman

http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=jose freeman

Cole uma cópia na barra de endereço do seu navegador e digite.