Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

ENTREVISTA COM NEALE DONALD WALSCH ~ CLARA SOARES




 ENTREVISTA COM NEALE DONALD WALSCH.


Por CLARA SOARES

Jornalista.

11 de dezembro de 2018.

 
.
 
 
 
 

O próximo grande avanço na medicina será compreender que a vida espiritual está ligada com a física.

Neale Donadl Walsch, autor bestseller de 29 livros traduzidos em 37 línguas, quer acelerar a evolução espiritual da espécie humana. Em entrevista à VISÃO, o norte-americano explica porque acredita que será da combinação entre a cura física e a espiritual que nasce “a cura maior de todas”
 
Tudo começou há mais de duas décadas, quando iniciou as suas Conversas com Deus (Sinais de Fogo), série de livros que esteve no top do The New York Times durante mais de 130 semanas e que por cá vendeu 109 500 exemplares, a que se somam mais 41 200 de outros títulos.
Neale, que esteve há dez anos no Centro de Congressos do Estoril, voltou ao nosso país, a 24 de junho, desta vez no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, para dar uma conferência sobre Despertar a Espécie, tema do quarto livro da série (não traduzido ainda).
Neale passou a adolescência a estudar religiões e alcançou o sucesso na vida adulta até entrar numa crise profunda, perder a saúde, o emprego e o casamento. Foi sem abrigo durante um ano. Chegou a pensar em suicídio. Mas depois viveu a experiência marcante que o tornaria num autor famoso.
Pai de nove filhos (com idades que vão dos 21 aos 49 anos) e casado pela sétima vez, vive com a poetisa americana Em Claire, no Oregon, e nem a cirurgia ao coração, a que se submeteu no final do ano passado, o fez parar de escrever e dar palestras pelo mundo.
Aos 73 anos, desafia os leitores a “relacionarem–se com o divino numa perspetiva moderna” com um postulado simples: tudo está ligado e todos somos um.
Começo por uma citação sua: “98% das pessoas gasta 98% do tempo em coisas que não têm importância”. O que quer dizer ao certo?
Exatamente isso. Muitos desconhecem a sua verdadeira identidade espiritual, ficam-se pelo “ter o emprego, o carro, a casa, o cônjuge, os filhos”. Nem eu fazia ideia, até começar a escrever, das quatro coisas que interessam: quem sou, onde estou, porquê e o que faço acerca disso.
Desde quando começou a pensar no sentido da vida?
Tinha sete anos. Questionei o padre da paróquia. O que queria Deus? Porque estava eu ali? Respondeu-me: “Filho, nem eu estou certo de saber quem sou nem de nada em concreto, a não ser da minha fé.” Eu ia para casa e interrogava-me: “Porque não podemos dar-nos todos bem na minha família?” Ou “Porque é que as coisas não são mais simples?”
Quem era o Neale adulto, antes de ser o autor das Conversas com Deus?
Eu achava que era um homem realizado. Primeiro na comunicação social, depois como diretor do departamento de relações públicas numa grande escola. Aos 35 anos deixei o cargo por sentir-me vazio, apesar do salário elevado, do carro, da casa, dos filhos, dos casamentos.
Como explica isso?
Eu não sabia o que era o amor: Acreditava que as mulheres deviam fazer-me feliz, que tinham essa função. Também não tinha a noção do que andava cá a fazer. Procurava respostas nos relacionamentos e não em mim, ou em Deus.
Ver-se na pele de sem abrigo pode acontecer a todos nós. A si, foi no meio da vida, antes da primeira conversa com Deus. O que aconteceu?
Vivi na rua durante um ano. Aos 49 tive um acidente de viação e fraturei o pescoço. Sobrevivi sem ficar paraplégico mas perdi a saúde e o emprego. O meu casamento acabou.
Tudo corria mal. Uma noite dei por mim indignado, a lançar um repto a Deus: “Há alguma coisa que esteja a escapar-me? Diz-me o que é para fazer, por favor!”
Fê-lo por desespero ou por acreditar que Deus respondia? Achou que estava a ser um canal da presença divina?
Eu não canalizo Deus! Prefiro chamar-lhe escrita inspirada. Limitei-me a reproduzir perguntas e respostas e a voz que ouvia dentro de mim.
Tinha um género?
Não, era uma voz sem som, como a dos pensamentos que ouvimos na nossa mente.
Porque lhe chamou Deus?
Pela natureza das respostas que eu estava a receber, que nunca tinha ouvido ou imaginado antes. Depois, pelo estado emocional em que fiquei: calmo, com uma grande paz e as lágrimas a deslizar pela face, à medida que as respostas vinham.
Pode dar um exemplo?
Dou-lhe dois. Perguntei porque é que, seguindo as regras [os dez mandamentos] a minha vida não estava a funcionar. Ouvi isto: “Pensas que a vida gira à volta de ti e ela nada tem a ver contigo, mas com as vidas de todos aqueles que tocares e da forma como o fizeres.” Os mandamentos eram uma invenção humana.
Como olhar então para os ensinamentos de Cristo, Moisés, Buda?
Não estamos na posse de toda a história por trás das religiões. Pense numa criança que acredita que há só contas de somar e de subtrair. Depois descobre a multiplicação, a indivisibilidade, a trigonometria, a geometria, a matemática aplicada… Na sua húbris, os humanos têm a arrogância de presumir que sabem tudo. Não sabem.
Como é que a Igreja tem reagido aos seus livros, palestras e workshops?
Na ciência, na tecnologia e na medicina, fazemos perguntas. Por que não o fazemos também na religião? Estamos congelados no tempo e a seguir preceitos incompletos sem explorar o que há mais para saber. Não admira que haja guerras e se mate, ainda, em nome de Deus!
O que podemos fazer, de acordo com a sua visão?
Explorar crenças fundamentais sobre a vida, sobre nós e o que achamos ser Deus.
Sabe que ao longo da próxima hora 655 crianças morrerão à fome, 1,8 mil milhões de pessoas estão sem água potável, 1,7 mil milhões não tem eletricidade e 2,6 mil milhões vivem sem saneamento básico?
Vivemos como primitivos! No meu livro proponho que nos comportemos como uma espécie desperta e altamente evoluída, a fim de mudar as crenças sobre quem somos, e o nosso papel aqui.
Quando fala de seres altamente evoluídos refere-se a seres extraterrestres?
Hoje sabemos que o cosmos é 100 vezes maior do que os físicos pensavam e provavelmente haverá vida inteligente nele.
Das 16 condutas que caracterizam estes seres, quais são as prioritárias?
Destaco quatro. Um ser altamente evoluído vê a unidade da vida. Cultiva a coerência e diz sempre a verdade. Partilha tudo o que tem. E faz apenas o que funciona.
Pode explicar melhor?
Imagine que quer ver os seus filhos livres de raiva e de violência. Educa-os colocando-lhes à frente imagens de bater, disparar e matar, seja na TV ou nos videojogos dos tablets. É claro que aos 24, aos 30, vão resolver problemas dessa forma.
Outro exemplo [simula que está a fumar um cigarro e tosse]: quer ser saudável, sabe que o cigarro intoxica, mas continua a fumar.
O que mudou na sua vida após ter sido operado ao coração?
Depois de eu ter concluído este livro (Conversas com Deus 4: Despertar a Espécie, sem tradução portuguesa), que foi escrito entre agosto e setembro, chamaram-me para fazer um bypass quíntuplo, cirurgia de coração aberto. Isto foi o resultado de uma série de erros meus: não ter cuidado a comer, não fazer exercício, não tomar conta do meu corpo enquanto era jovem.
Desde então, como é um dia seu?
Faço o melhor que posso! Estou mais atento às decisões que tomo, das mais pequenas “o que vamos jantar?” às maiores “devo mudar de emprego? De país?”. Levanto-me às 4h30 ou cinco da manhã, escrevo, trabalho e acabo o dia por volta das nove da noite.
Como lida com os seus opositores, dos católicos aos ateus?
(faz uma pausa, fecha os olhos e suspira)
Não tenho qualquer problema em relação às pessoas que discordam de mim. A mensagem que ofereço não é infalível, eu posso estar errado em toda a linha.
Digo isso nas conferências: se experimentarem aplicar isto às vossas vidas e nada mudar com os princípios que apresento nos meus livros, deitem fora e não os partilhem com mais ninguém!
“Vivam e sejam a vossa própria autoridade.”
Quero que leiam o que escrevi com uma mente aberta.
O que pretendeu dizer com o livro escrito com a médica e cientista Brit Cooper?
O próximo grande avanço na medicina será compreender que a vida espiritual está ligada com a física e, se combinarmos ambas, descobrimos a cura maior de todas, que é metafísica.
Admitindo que escolhemos o nosso caminho, isso inclui, por exemplo, o poder optar pela eutanásia.
As nossas decisões são nossas. Um assunto entre nós e Deus, nós e a nossa alma, nós e a nossa mente. Não devemos dar ouvidos a ninguém nessa matéria. Desde que não se cause danos, nenhum governo tem o direito de interferir nessas escolhas.
Está na altura de fazer a tal pergunta: como define Deus?
Energia pura. A fonte de tudo o que existe. Não há nada que Deus não seja: Deus é tudo o que é, foi e será. É a unidade, a que chamo Deus ou a Vida ela mesma. É a fonte de inteligência e de sabedoria que podemos usar e com isso transformar radicalmente as nossas vidas.
Aponta-se o dedo à Nova Espiritualidade por envolver o pensamento mágico: se criamos a nossa realidade, somos “culpados” pelas condições que levam ao acidente, ao cancro, ao ser mendigo ou refugiado.
Essa ideia é perigosa, presta-se a equívocos. A nossa experiência pessoal cria-se a partir de circunstâncias externas e coletivas, mas não vejo como uma guerra ou um tsunami possam resultar dessa realidade interna. Nem que tenha sido ela a determinar a morte, por cancro, do meu tio Joe, há duas semanas.
Considera-se um guru?
(solta uma gargalhada)
Oh Deus, não! Um guru é alguém que vive o que prega. Eu não faço isso. Ainda estou a (pausa)… a lembrar-me de como se faz.
Lembrar?
Acredito que, como a árvore que já traz o seu código na semente, também nós já vimos apetrechados com tudo o que precisamos, só precisamos de recordar quem realmente somos.
Está a referir-se à reencarnação? Despertar a espécie é também sobre isso?
Sim. Acredito que a vida nunca acaba. E que a melhor forma de despertar é ajudar outros a despertar. Buda, Lao Tsu, Jesus, eram mestres espirituais. Ao ensinarem, ativavam o processo de lembrar a sua sabedoria.
É possível haver fé sem inteligência?
Dou entrevistas por isso: se facilitar o despertar de alguém, cumpri a minha intenção, a de experienciar o meu próprio despertar.
Como é estar no programa Conversas com Neale [série disponível na Amazon Prime]?
As pessoas trazem problemas, eu ajudo-as a passar por eles e a seguir em frente com os princípios das Conversas com Deus. Vou passar o resto da vida a fazer o que puder para passar a mensagem ao maior número de pessoas.
É esse o objetivo do site CWG Connect?
O site tem recursos gratuitos com perto de três mil páginas de diálogos. A prioridade é fazer chegar a mensagem de que todos somos um e devolver as pessoas a si mesmas, lembrando-as de quem realmente são, qual o seu propósito de vida e formas de alcançá-lo.
É uma das três missões que recebi de Deus: a primeira é mudar o que as pessoas pensam sobre Ele e a terceira é despertar a espécie. Se aplicar isto na política, na economia e nos sistemas sociais, teremos grandes mudanças.
Diz que desconhecia o amor até chegar ao sétimo casamento. Alguma sugestão?
Quando se compreende o significado da unidade deixa de ser preciso esperar algo em troca. Amar é isto: “Quero para ti o que queres para ti, sem te barrar o caminho ou dizer-te o que não podes fazer.”
 
O amor genuíno proporciona a liberdade plena, sem nada esperar de volta.

Se vivêssemos assim os nossos casamentos, não haveria divórcios.
Entrevista publicada em: VISÃO 
Foto: Christopher Briscoe



artigo anterior




 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



Free counters!
 
 
 
geoglobe1
 




Porque o Google está censurando alguns artigos, estamos a mudar para:


Nossas desculpas pelo incidente.


Se se lembrar do nome do autor ou a palavra-chave, tente o elo abaixo em letras minúsculas.
  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=


examplo: 

Se o nome for José Freeman = jose freeman ou jose+freeman

http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=jose freeman

Cole uma cópia na barra de endereço do seu navegador e digite.
 
 

Arcanjo Gabriel via Shelley Young, 2018/12/11 e 12: EMOÇÕES ~ SEJA VOCÊ


SEJA VOCÊ.

Mensagem do Arcanjo Gabriel.

Através de Shelley Young.

12 de dezembro de 2018.

Tradução: DE CORAÇÃO A CORAÇÃO

 
 
 
 




Muitos de vocês escolhem não mostrar o seu verdadeiro eu, porque temem que os outros não gostem de você se eles o virem em sua verdade. O que você não percebe é que essa abordagem, na verdade, impede que as pessoas vejam sua verdadeira beleza.
 
 
Permitir que a sua verdade e autenticidade sejam mostradas, honrando os seus interesses e paixões deixando o seu amoroso coração guiar o caminho, é como a sua beleza brilha mais forte porque se torna livre de filtros.

E é assim que outras lindas almas, com energias semelhantes, podem encontrá-lo e celebrá-lo porque são elas que podem ver você como você realmente é!
Quanto mais você se aceita em sua autenticidade e permite que ela apareça, mais você dá ao mundo a oportunidade de ver sua verdadeira beleza e de amá-lo, exatamente como você é.

Arcanjo Gabriel


Shelley Young


 


 

 
 
  •  

EMOÇÕES


 

Mensagem do Arcanjo Gabriel


Através de Shelley Young

11/12/2018



Não tenha medo de experimentar a profundidade de suas emoções, Queridos, pois elas são as muitas coisas que demonstram sua humanidade, sua divindade e ambos os aspectos de você são igualmente gloriosos de se ver. É a combinação de tudo isso que faz você tão belo e único.

Arcanjo Gabriel

 



Shelley Young
 


 


 
 
 
Agradecimentos a:

Recomenda-se o discernimento.
 
 

geoglobe1esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo
 


Free counters!
 


 
 



Porque o Google está censurando alguns artigos, estamos a mudar para:


Nossas desculpas pelo incidente.


Se se lembrar do nome do autor ou a palavra-chave, tente o elo abaixo em letras minúsculas.
  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=


examplo: 

Se o nome for José Freeman = jose freeman ou jose+freeman

http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=jose freeman

Cole uma cópia na barra de endereço do seu navegador e digite.

 

CURANDO A SI E AO SEU MUNDO. - RESPOSTAS 11 ~ O Conselho, Ron Head


EM RESPOSTA A ALGUMAS PERGUNTAS.

(Parte 10)

O Conselho via Ron Head.

28 de outubro de 2018

Traduzido por Adriano Pereira

a 13 de dezembro de 2018.




Em um mundo onde o mal está se tornando cada vez mais maligno e o bem está se tornando cada vez melhor, a divisão parece estar crescendo. Qual é o ponto?
 
Você fez outra pergunta que precisaria de um livro ou, de vários livros para responder. De fato, muitos desses livros foram escritos ao longo dos séculos. Vamos apenas abordar algumas das ideias mais necessárias que devem ser entendidas.

 
 
 



Em grande parte do seu mundo, você passou a ver as coisas como ou/ou. Qualquer coisa é assim, ou não é. É boa ou é ruim. É preto ou branco. É bom ou é mal. Você construiu, ou recebeu, parâmetros internos pelos quais você mede e julga a tudo. A maior parte desses parâmetros foi dada a você por outros. Entenda que, quando você começou a explorar o mundo, seu único critério era se você gostava de algo ou não, se doía ou não. Todo o resto foi ensinado a você pelos outros. Nós não dissemos que isso é bom ou ruim. Nós dissemos que é assim.
 
Agora, isto te deixou com um problema que seria bom você abordar, e ele é, 'qual destes juízos de valor que eu determino me servem, e quais não?' Esta simples pergunta lhe trará respostas que irão servir para livrá-lo de uma grande quantidade de bagagem. E, ao respondê-lo, você começará a recuperar muito do poder que abandonou/entregou aos outros.
 
A questão acima afirma que, “o mal está se tornando mais mal e o bem se tornando ainda melhor”. Nós explicaríamos o que você está vendo sob uma luz diferente. As partes mais desagradáveis ​​da psique da humanidade não estão se tornando mais malignas. Eles existem há milhares de anos. Elas ficaram bem escondidas de vista por muito tempo. Mas lembre-se que, por muito tempo antes disso, em muitos lugares, eles foram aceitos como "o modo como as coisas eram". O que está realmente acontecendo agora, é que as pedras e troncos estão sendo rolados e as coisas feias estão aparecendo à vista. Elas foram enterradas, negadas e evitadas. Mas elas sempre estiveram fora da vista.
 
Da mesma forma, o bem não está melhorando. Suas percepções de quem você é e do que você é capaz de se tornar começaram a mudar. Você começou a ver além dos limites que lhe foram ensinados, os quais você aceitou. Mas você (a humanidade) estremece quando vê os pedaços esguichados que estavam escondidos. A partição que você vê se desenvolvendo, é o reflexo de suas tentativas de afastá-la e de negar a sua existência.
 
Precisa ser curado. A humanidade precisa ser curada.
 
Sua mente provavelmente pergunta: "Mas como fazemos isso?" E essa pergunta provavelmente o levará a um sentimento de desamparo e frustração, porque, afinal, você é apenas você, e não pode mudar a humanidade. Certo?
 
O "como" que você pergunta, é facilmente respondido, embora a mente provavelmente se rebelará contra isso. Nós lhe diremos que você não pode afastá-lo, não pode enterrá-lo, isso não resolverá nada. Não tem. Não vai. É uma parte do seu ser. Vocês são criadores fantásticos. Você é poderoso muito além do seu conhecimento. O problema, é que você pode criar danos tão facilmente quanto você pode criar benefícios. E você pode optar por beneficiar apenas a si mesmo, ou pode optar por beneficiar a todos, inclusive a si mesmo.
 
Agora, a segunda dessas escolhas, escolhendo servir a todos, leva a uma expansão da consciência e, a partir daí um horizonte de possibilidades muito mais amplas torna-se visível. MAS ... essas possibilidades não podem ser alcançadas enquanto você arrastar aquelas partes escondidas e contorcidas atrás de você, escondidas. Você deve curá-las.
 
Você não as curará se as vir como "o mal dessas pessoas". Somente ao oferecer essas coisas de dentro de si para o Divino, você as curará. Quando você se cura, você dá permissão para aqueles ao seu redor fazerem o mesmo. Um pode inspirar um. Dois podem inspirar dois. Então serão quatro. Então oito. Faça você as contas. Não demorará quase tanto quanto você pode ter pensado. E nós lhes dizemos que você já está bem a caminho.
 
Mas, nesse meio tempo, todos os fragmentos devem ser desenterrados. E alguns deles serão muito mais feios do que você se permite considerar. Você será repelido. Você vai querer entrar em negação. Mas você, a humanidade, fará o que for necessário. Você tomou a decisão de dar o próximo passo em seu crescimento, e seu mundo e seu Universo estão respondendo.
 
Você decretou isso. E assim é.

O Conselho.

Ron Head.

 
 
Há dois livros publicados e disponíveis na loja da Amazon que contêm as mensagens coletadas e recebidas por Ron Head (que sou eu). O primeiro é The Wisdom of Michael, disponíveAQUI, e o segundo é It Rings True, Disponível AQUI. Um terceiro livro está sendo compilado agora.
 
 
Copyright © Ronald Head

Todos os Direitos Reservados. 

Você pode copiar e redistribuir este material, desde que você não o altere de qualquer forma, o conteúdo permaneça completo, e você inclua este aviso de direitos autorais link: http://ronahead.com/
 
Oracles and Healers
A Place to Share Insights and News
 

 
 


Por favor, respeitem todos os créditos

Recomenda-se o discernimento.





Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.


Free counters!
 
 
 
geoglobe1
 




Porque o Google está censurando alguns artigos, estamos a mudar para:


Nossas desculpas pelo incidente.


Se se lembrar do nome do autor ou a palavra-chave, tente o elo abaixo em letras minúsculas.
  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=


examplo: 

Se o nome for José Freeman = jose freeman ou jose+freeman

http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog?tags=jose freeman

Cole uma cópia na barra de endereço do seu navegador e digite.