Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Abril 22, 2023

chamavioleta

Perceber o Mistério da Vida

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 21 de abril de 2023

 

 

Todos os nossos centros de energia internos superiores são concebidos para expandir a nossa consciência para a Auto-Realização total. Este processo começa no coração. A nossa consciência do coração é a mais poderosa na nossa essência e no nosso corpo. Ao perceber o que é a nossa consciência do coração, podemos alinhar com ela, e ao fazê-lo, abrimos a nossa consciência aos nossos centros de energia superiores que expandem a nossa consciência para além do tempo/espaço. As suas vibrações guiam-nos, à medida que nos abrimos à consciência infinita. Esta é a nossa casa e é onde somos completamente realizados e cuidados. Tudo isto está dentro da nossa consciência, e podemos aceder-lhe. Neste estado de Ser, podemos expressar-nos como nossa pessoa humana, sabendo tudo o que precisamos de saber para nos podermos expressar constantemente de formas que melhorem a vida à nossa volta.
 
Este é o nosso novo mundo. Estamos a viver nele, sempre que nos podemos alinhar com a nossa consciência de coração e perceber como ele se sente e o que nos transmite. Com esta qualidade vibratória positiva, estamos para além da negatividade e não a experimentamos. Experimentamos a energia com que ressoamos nos nossos processos mentais e emocionais. Na nossa consciência alargada, transcendemos a nossa consciência de ego. Como o ego se baseia no medo, ele não existe no reino do amor e da alegria. Nesta dimensão energética, somos o nosso Eu expandido, realizando o infinito amor criativo que flui para dentro de nós em cada momento e fortalecendo-nos de todas as formas que desejamos. 
 
No mundo em que temos vivido, a nossa consciência tem sido severamente confinada pelo medo, raiva e dúvida. Todas as nossas instituições estão baseadas nestas energias, que não podem estar em ressonância com o novo mundo. Isto significa que temos de reestruturar tudo em ressonância com a consciência do coração. O nosso governo deve servir verdadeiramente o bem de todos, e todas as nossas estruturas sociais devem melhorar as nossas vidas, para que todos nós possamos continuar a expandir a nossa consciência de gratidão, amor e alegria.
 
Para que o novo mundo se torne dominante para nós, precisamos de um número significativo de pessoas que já vivem no reino da consciência do coração. Esta é uma força poderosa que está a dissolver o mundo em que temos vivido. É por isso que temos tanta instabilidade e caos em todo o lado. As energias negativas que têm governado as nossas sociedades estão agora a ser reveladas pelo que são, e estamos prontos a deixá-las entrar noutra dimensão. 
 
Estamos a ser convidados a realizar o novo mundo do amor e da alegria, alinhando-nos com a nossa consciência de coração. Esta é a energia do nosso Ser mais profundo, para além de quaisquer crenças limitantes sobre nós próprios. É a nossa inspiração e fonte de tudo. É tão óbvio que temos sido cegos a ela. É a energia em que vivemos e que nos dá vida. É como o ar para as criaturas terrestres e a água para as espécies marinhas. É o nosso ambiente completo dentro e para além do tempo/espaço. No nosso Ser mais profundo, sabemos o que ele é. Só precisamos de abrir a nossa consciência a ele.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Abril 19, 2023

chamavioleta

Vivenciar um Estado de Conhecimento

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 18 de abril de 2023

 

 

A nossa mente subconsciente tem uma forte ligação com a nossa consciência do coração. Quando nos alinhamos com a nossa consciência de coração, também o fazemos com o nosso subconsciente. Como nosso servo consciente em cada momento, o seu tesouro é nosso para reivindicar em alinhamento com o nosso coração.  O nosso subconsciente dirige a nossa consciência corporal para expressar as qualidades vibratórias dos nossos pensamentos e sentimentos predominantes através das células do nosso corpo. O nosso subconsciente não nos compreende, uma vez que tem apenas um raciocínio dedutivo, mas regista as nossas vibrações e irradia a nossa assinatura energética pessoal dentro e à nossa volta, atraindo padrões vibratórios ressonantes. 
 
Quando nos alinhamos com negatividade ou positividade, ela é reflectida de volta para nós como uma mensagem simbólica que ou é stressante ou agradável, e de alguma forma experimentamos isso. Pode ser duma forma diferente da que imaginámos, mas tem o mesmo sentimento. Uma vez que podemos dirigir as nossas emoções e pensamentos, podemos dirigir a polaridade e frequência das nossas próprias vibrações. Podemos começar por aprender apenas a estar presentes sem foco, até sermos chamados. Na sua ansiedade, a nossa consciência de ego continua a transmitir cenários através da nossa consciência. Podemos simplesmente deixá-los passar sem o nosso interesse e alinhamento. Eventualmente, quando começamos a seguir a nossa orientação interior na consciência do nosso coração, podemos ter silêncio interior. Isto é quando o nosso subconsciente presta atenção à nossa direcção e nos leva ao alinhamento com o nosso Eu mais profundo, enquanto acalma a nossa consciência de ego, que se torna um observador.
 
Como entendemos o pensamento, o nosso subconsciente não pensa. Está consciente da nossa energia mental e emocional e sabe como nos sentimos sempre em relação a nós próprios. Imprimimos o nosso subconsciente com as nossas vibrações, expressando a nossa energia criativa através das células do nosso corpo, bem como no plasma electromagnético que nos rodeia. 
 
Sem necessidade de pensar, o nosso processo de conhecimento acontece na nossa consciência e realização. No mundo dualista da humanidade, restringimo-nos a uma consciência e realização limitadas. Há muitas técnicas que podemos utilizar para aprender a ser a nossa consciência actual. Livres de tagarelice e dramatismo interno, podemos ter uma percepção e conhecimento claros. Os sentimentos que vêm com o saber interior são de gratidão e alegria, expandindo-se para uma grande compreensão. Alinhando-nos com estas energias, abrimos a nossa consciência ao nosso conhecimento interior. Uma vez que reconhecemos o que é, pode ser indelével na nossa consciência. Podemos tornar-nos livres para sermos o nosso verdadeiro e infinito Eu, enquanto transformamos as nossas vidas humanas em experiências de gratidão, alegria, compaixão, abundância, liberdade e tudo o que realmente queremos para nós e para toda a humanidade.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Abril 11, 2023

chamavioleta

É TUDO SOBRE EXPANSÃO

Por Terry Andrews

Tradução: De Coração a Coração 

a 10 de abril de 2023

 

 

Graças ao poderoso influxo de energias ultimamente, estamos expandindo. Onde quer que nos retivemos, está sendo expandido. Notaremos esses lugares, possivelmente porque eles nos fazem sentir fora do centro e talvez aborrecidos, e ao colocarmos nossa atenção ali, sentiremos amolecimento e expansão ao convidarmos a energia da nova consciência do coração para dentro. Apenas confie. Isso é tudo sobre vulnerabilidade. Estamos prontos para esta próxima fase à medida que avançamos ainda mais no campo unificado.
 
Este é o fim de nos contermos e limitarmos quem somos, o fim da resistência. Estamos passando por isso. Não estamos mais concordando com isso. Estamos dispostos a ver e permitir que ela amoleça. Isso nos move para ainda mais do nosso poder.
 
Sentiremos as últimas áreas restantes onde nos desvalorizamos, diminuímos nosso valor e sentimos a necessidade de resgatar. Estamos nos despedindo disso. Trabalhei nisso sozinha na terça à noite e disse: estou pronta para seguir em frente.
 
Na manhã seguinte, enquanto escrevia isso, surgiu uma palavra que tive de pesquisar: fenestração. Um significado é que uma nova abertura é criada.
 
Então, que interessante, como eu disse ontem à noite, estava pronta e comecei a escrever sobre como estamos suavizando e superando a limitação, que uma nova abertura é criada para nós no novo espaço. Estamos entrando nisso. Estamos abrindo nossas asas para podermos voar.
 
E então, algo novo aconteceu. Quando essa abertura foi criada, as energias do novo entraram, de uma forma que eu nunca havia experimentado antes. Foi incrivelmente lindo. Todos os tipos de coisas boas e incríveis estavam acontecendo, uma após a outra. O espaço parecia atemporal, então não sei quanto tempo durou, mas parecia ser o dia todo.
 
Ela continuou se expandindo. Eu nem sei como descrever, exceto que tudo era gentileza e bondade. Eu mal conseguia absorver toda a bondade. Nunca experimentamos isso antes, que tudo é gentileza e bondade vindo para nós. Imagine isso por um momento. Feche os olhos e imagine que você finalmente ultrapassou as limitações que impôs a si mesmo, uma abertura aparece e gentileza e bondade vêm de todos os lugares, em um mar virtual de amor.
 
Isso é o que está acontecendo agora, quando alcançamos a prontidão. O novo está inundando, com toda a sua consciência do coração e uma nova forma de ser e se relacionar. Do jeito que as coisas estão indo até agora, está claro que esta mudança pela qual estamos passando vai estar além de nossos sonhos ou capacidade de imaginar.
 
Estamos abrindo espaço agora para aqueles que estão prontos para entrar no caminho do serviço, que leva à consciência do coração. Tenho observado isso a semana toda. O caminho do serviço nos leva além do foco em servir a todos, para que possamos servir a todos e contribuir de alguma forma para o nosso novo ambiente.
 
Começamos a servir a Terra e todas as plantas e animais que chamam a Terra de lar. Quando a Terra é nosso lar, cuidamos dela. À medida que criamos a Nova Terra, também cuidamos dela. Nosso foco é a felicidade. Todos podem ser felizes. Todos podem ser apoiados e amados. E cada pessoa faz a escolha de se mudar para esse espaço. Não há outra maneira de chegar lá.
 
Este novo espaço, que agora experimentamos todos os dias, tem pouca semelhança com o antigo. Todos os dias, estamos cuidando de tudo o que temos que fazer enquanto a energia aumenta. Estamos sentindo a intensidade dessa energia de várias maneiras. E avançamos além da dúvida para saber que estamos quase lá.
 
Ainda temos estradas e arco-íris, casas e carros, lojas e florestas. Mas uma vez que entramos na magia da nova energia, nosso ponto de vista muda. Algo estala e passamos para o conhecimento, para a apreciação, para a alegria, para a felicidade. Vemos nossa experiência de maneira diferente. Sentimos a alegria, a admiração, a magia.
 
Estamos em um novo tempo. Prepare-se para a chegada desta energia da Nova Terra. Saiba que você trabalhou duro para chegar aqui. Abra seu coração. Aceite a nova consciência. Você não precisa mais ficar no velho. Você não precisa mais se limitar ao que foi. No momento em que isso acontecer, você ficará maravilhado e cercado de gentileza e bondade ao entrar em seu reino.
 
Terry Andrews
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

 

Abril 08, 2023

chamavioleta

Examinar o Mundo dentro da Nossa Consciência

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 7 de abril de 2023

 

 

Abrirmo-nos ao impulso subtil da nossa consciência de coração é o portal para expandir a consciência. Esta é a fonte da nossa essência que surge dentro da consciência universal. Transporta as expressões vibratórias da Consciência Criadora, dotando-nos de força de vida consciente e enchendo-nos com a sua vitalidade e amor infinito. Sem consciência da consciência do coração, não podemos estar conscientes da nossa fonte de energia e do nosso Ser essencial. Precisamos de saber qual é a sensação.
 
Todos temos intuição a surgir no nosso coração, e a ligar-nos à plenitude da consciência infinita. Quando somos capazes de nos alinhar com estas energias, as suas qualidades surgem em nós sem limitações, e tornamo-nos criadores intencionais de toda a nossa vida, conhecendo sempre o caminho mais enriquecedor em todas as interacções e experiências visionárias. Neste estado de Ser, somos completamente livres e soberanos, confiantes na criação de experiências realizadoras de tudo o que é importante e apaixonante para nós. 
 
Conhecer intuitivamente requer uma mente calma e um estado emocional calmo, para que não sejamos distraídos do nosso impulso interior em cada momento. A nossa orientação interior não é normalmente verbal. É simbólica e emocional de alguma forma, e é o que sempre conhecemos profundamente no momento presente imediato. Uma vez transcendidas as nossas crenças limitantes sobre nós próprios, a nossa atenção pode ir para cenários que nos fazem sentir maravilhosos e que melhoram a vida. Neste estado de ser, todos vivem em gratidão, alegria e abundância sem limites. É assim que a nossa criatividade desabrocha na manifestação do nosso maior amor.
 
Estamos constantemente a criar as qualidades das nossas experiências através dos nossos estados vibratórios mentais e emocionais. Na medida em que vivemos em limitações, sofremos, enfraquecemos e morremos, pelo menos no mundo dualista e empírico. Uma vez livres da fisicalidade, podemos mais facilmente lembrar-nos de quem somos como Seres Fonte. Se quisermos experiências fora-do-corpo, podemos tê-las a mostrar-nos a verdade da nossa essência, mas não precisamos destas experiências para nos tornarmos conscientes do coração. 
 
À medida que aprendemos a estar em gratidão e maior consciência, ganhamos transcendência e acesso ao amor infinito e à alegria da consciência universal. Na nossa capacidade criativa, tornamo-nos capazes de mudar as vibrações dentro de nós próprios e no nosso ambiente energético com a nossa imaginação e emoções em confiança e alegria. Entramos no reino da causa. Através do nosso amor sem limites, manifestamos naturalmente os desejos do nosso coração em toda a vida e em todas as experiências. Este é o mundo que agora podemos criar para nós próprios e para toda a humanidade.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Abril 04, 2023

chamavioleta

ENTRE MUNDOS

Por Terry Andrews

Tradução: De Coração a Coração 

a 3 de abril de 2023

 

 

Estamos em um espaço tão interessante agora. Estamos nas crescentes novas frequências de nossa Nova Terra e também interagindo e vendo a velha Terra. Estamos experimentando energias muito fortes chegando diariamente agora, muitas vezes nos fazendo sentir muito cansados ​​e não muito interativos. E estamos mais do que prontos para estar com tudo novo. Não sei dizer quantas pessoas da 3D me disseram, nos últimos dias e semanas, que tudo está muito estranho agora. Sim, é estranho, porque estamos literalmente entre mundos.
 
Por causa disso, nos encontraremos nos afastando do velho. Não faz mais sentido e não é mais bom. Uma vez que experimentamos esta nova energia, a velha energia é absolutamente difícil de estar por perto. Estamos querendo a leveza, não o peso, e a tranquilidade em oposição à luta, em todas as suas formas. Queremos nos relacionar através da consciência do coração em conexões simples de bem-estar/Deus. Isso é intuitivo e tácito e, quando acontece, você sabe e aprecia. Há muito disto ultimamente.
 
Não estamos completamente no novo e nem completamente no velho. Isso pode fazer muitos sentirem que não sabem o que está acontecendo. E, no entanto, aqueles de nós que trabalham ativamente em tudo isso há anos sabem.
 
Às vezes, podemos ver claramente a nova energia cristalina, brilhando intensamente ao redor. É tudo brilho, amor e poder criativo à medida que nos tornamos completos. Nós definitivamente sentimos isso dentro de nós. Na verdade, até mesmo pensar nisso abre seu coração para absorver mais dessa energia. Isso é quem somos, é quem escolhemos ser. Uma vez que experimentamos isso, não há outra maneira de ser.
 
No sábado, todos que encontrei estavam felizes e otimistas. Dado o quão intensa esta semana foi, foi maravilhoso ver isso. Uma vizinha me disse que achava que não conseguiria sair da cama 2 dias atrás. Nós apenas fazemos o nosso melhor, como Don Miguel Ruiz instruiu em Os Quatro Compromissos.
 
E continuamos nos reorientando para a nova experiência e nos ancorando nela. Nós escolhemos, nos comprometemos com isso, e você provavelmente percebeu que fez essa escolha há muito tempo. Porque viemos daqui e estamos voltando. Conhecemos esta frequência e a queremos com todo o nosso ser. Sentir esse compromisso agora significa tudo. Estamos fazendo novas escolhas por causa disso.
 
Estamos nos afastando do que não cabe mais. Indo com o que se apresenta. Aproveitando as surpresas mágicas que surgem. E não podemos explicar isso a ninguém. Apenas isso. Isso faz mais sentido do que qualquer coisa que já fizemos e, no entanto, essas experiências com a luz não se traduzem em explicações 3D.
 
Por mais que gostássemos de dizer, uau, você não vai acreditar no que acabou de acontecer, o que acabou de acontecer foi nossa expansão pessoal contínua na consciência do coração. Pode ser transformador para nós, mas absolutamente incompreensível em 3D.
 
E este é o nosso mundo agora, essas aventuras com a Luz. É aqui que fixamos residência, este lugar flutuante onde as coisas se desenrolam de maneiras incríveis e onde continuamos a evoluir cada vez mais para nossa graça e confiança, para mais e mais beleza absoluta, verdade e poder que possuímos, como aqueles que vieram para fazer isso. 
 
Terry Andrews
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

 

Março 27, 2023

chamavioleta

Realizar a nossa essência criativa

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 26 de março de 2023

 

 

Podemos aprender a liderar com o nosso coração e seguir com a nossa mente. A nossa consciência de coração irá fornecer-nos o que queremos, mas limitada pelo que subconscientemente acreditamos sobre nós próprios. Uma vez que possamos libertar as nossas limitações, somos livres de seguir o nosso coração e manifestar as experiências que realmente queremos nas nossas vidas. A nossa essência é uma expressão da consciência do Criador de todos, a Consciência Única, da qual participamos. Somos a nossa consciência sem limites. Quando limitamos a nossa consciência ao mundo empírico, não conhecemos o nosso Eu expansivo. 
 
 
Quando abrimos intencionalmente a nossa consciência ao maior amor e alegria que possamos imaginar, podemos abrir-nos à nossa consciência de coração. Este é o centro da nossa força de vida consciente e é o verdadeiro poder nas nossas vidas. É a nossa orientação divina interior e o nosso génio potencial em todos os aspectos da vida. É o nosso conhecimento interior sem pensamento. Ser capaz de transcender os pensamentos num reino de silêncio mental e emocional permite-nos alinhar completamente com a nossa consciência de coração. Este estado de ser transporta a nossa consciência de ego para um transe de observação e aprendizagem sem stress. 
 
 
Neste claro estado de ser, podemos examinar as nossas crenças limitantes e encontrar a sua origem na dor e sofrimento escondidos, enquanto nos impedem de ser transcendentes. Mantendo a nossa consciência da consciência do coração em compaixão e amor, podemos aceitar a nossa subjugação ao sofrimento. Já não precisamos dessa limitação, ou de qualquer outra baseada na crença no medo e na mortalidade. Podemos estar gratos por todas as nossas experiências em aprofundar a nossa compreensão da energia negativa e dos seus efeitos, e podemos libertá-la do nosso conhecimento interior de nós próprios como Seres multidimensionais e transcendentes com consciência infinita para além do tempo e do espaço. 
 
 
É um grande salto na expansão da nossa consciência para nos tornarmos conscientes da valorização de toda a vida. Quando o fazemos, a nossa consciência abre-se ao nosso poder criativo, que usamos constantemente com a nossa imaginação e emoções. Esta capacidade pode ser grandemente reforçada pela clareza no alinhamento com a nossa intuição. Quando conhecemos a nossa essência eterna, podemos ter absoluta confiança nas nossas criações. Como fractais auto-realizados da consciência criadora, não temos limites sobre o que podemos transmitir no campo quântico de todas as potencialidades de manifestação nas nossas vidas.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Março 25, 2023

chamavioleta

Abertura à Sensibilização Infinita

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 24 de março de 2023

 

 

Por ser infinita, a consciência não pode ser medida. A nossa consciência existe dentro da consciência e é tão expansiva quanto permitimos. À medida que abrimos a nossa receptividade a uma maior verdade sobre quem somos, as nossas vidas começam a mudar. Podemos sentir e perceber a nossa presença enérgica. Isto não é descritível; mas pode ser conhecido para além da mente-ego. Podemos sentir e perceber a presença energética de outros, incluindo aqueles sem corpos físicos. Quão abertos e receptivos somos, determina quão expandidos podemos ser a nossa consciência e alinhamento com a nossa consciência do coração. A nossa consciência pode estar para além da dualidade, sem sequer uma pincelada de medo. Isto está no reino do amor e da compaixão. 
 
Ao mantermos dramas pessoais e sentimentos negativos em relação aos outros e a nós próprios, bloqueamos a nossa consciência do amor incondicional na consciência criadora. Ao optar por alinhar com a gratidão e a alegria, podemos perceber que temos uma essência que podemos sentir. É a nossa presença de consciência. Na consciência desta presença, podemos observar e dirigir a nossa consciência de ego, que não pode aceder à consciência infinita e necessita de uma orientação mais elevada para viver uma vida plena. Fomos treinados e habituámo-nos a acreditar que somos a nossa consciência de ego encarnada, e permitimos isto para termos a experiência humana mais intensa. 
 
Ninguém nos pode exigir que vivamos sob limitações. São inteiramente voluntários, mas persistirão dentro de nós até os reconhecermos e aceitarmos e percebermos o que eles são. Quando os resolvermos e os libertarmos, podemos abrir a nossa consciência ao nosso conhecimento intuitivo. Durante eons temos vivido com a crença de que as nossas limitações são reais para nós e para todos os seres humanos. Ao examiná-los cuidadosamente e ao rastreá-los até aos seus alicerces com medo, podemos descobrir que todas as limitações podem ser rastreadas até à crença na mortalidade. É isto que podemos transcender, quando nos damos conta de que a nossa presença de consciência está eternamente presente na consciência universal. 
 
Ao expressarmo-nos como a nossa pessoa actual, a nossa consciência humana inclui o nosso subconsciente, para além da consciência de consciência do ego. É o armazém das nossas experiências e limitações, o director de todas as nossas funções corporais e o limitador da nossa consciência. Ao longo da nossa vida, treinámos o nosso subconsciente para nos prender no medo e na limitação. Herdámos também crenças limitadoras sobre nós próprios. Tudo isto pode ser resolvido quando escolhemos abrir-nos e receber as vibrações da Auto-Realização fluindo através do nosso coração e envolvendo-nos na alegria ilimitada e êxtase da melhoria da vida para todos. 
 
Ter o desejo de conhecer o nosso verdadeiro Eu é o início do despertar. Então devemos iniciar a busca de penetrar as nossas limitações e abrir a nossa consciência à essência criativa infinita de quem somos.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Março 24, 2023

chamavioleta

Quando o Pensamento Vem de Saber

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 23 de março de 2023

 

 

À medida que nos sentimos atraídos pelas vibrações da nossa consciência de coração, podemos viver num estado de conhecimento. Isto transforma os nossos processos de pensamento. Já não precisamos de pensar na sobrevivência ou em qualquer negatividade, libertando os nossos processos mentais para trabalhar em ideias novas e imaginativas que surgem da nossa intuição. Já não precisamos de pensamentos ociosos. Absorvendo-nos em conhecer a nossa presença de consciência, podemos permitir que a nossa consciência se abra para a zona intemporal. Este é o espaço central da consciência criativa, expressando-se através das nossas vibrações pessoais. 
 
 
No caminho do conhecimento e da compreensão profunda, encontramos todas as crenças limitantes negativamente nascidas sobre nós próprios, que nos têm mantido em medo e dúvida, resultando em escravização de vários graus. Quando resolvemos os nossos apegos a limitações, estamos abertos e receptivos à nossa consciência de coração. Este nível de consciência está para além dos processos mentais da consciência do ego, e devemos estar dispostos a ir para dentro do lugar do conhecimento e da compreensão. Há muitas práticas espirituais concebidas para nos ajudar a fazer isto. Se estivermos abertos e alinhados com a nossa consciência de coração, somos guiados para tudo o que precisamos de estar presentes, em absoluta confiança, com amor incondicional e alegria em cada momento. Podemos viver no brilho do amor infinito e na realização da nossa essência eterna.
 
 
A consciência que proporciona a nossa consciência pessoal é infinita e em constante expansão, pois nós e outros como nós criamos constantemente novas experiências de todos os tipos através do nosso reconhecimento e realização. Com o nosso livre arbítrio, os nossos pensamentos e sentimentos, e a nossa capacidade de realizar o que é real para nós, modulamos os padrões energéticos em que nos concentramos, criando as nossas próprias experiências. Vivemos dentro das nossas bandas de frequência auto-criadas. Quando expandimos a nossa atenção para frequências mais positivas e mais elevadas, já não encontramos frequências negativas. 
 
 
A nossa consciência do coração é inteiramente enriquecedora, e é nisso que as nossas vidas se tornam em todos os sentidos quando nos alinhamos com ela. Este alinhamento vem com o conhecimento interior, orientação divina e grande sabedoria. O pensamento surge da realização e torna-se uma expressão de gratidão. De uma perspectiva de consciência do coração, podemos jogar compassivamente com a consciência do ego, enquanto permanecemos desvinculados das limitações.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Março 05, 2023

chamavioleta

Dominar a Transcendência Pessoal

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 3 de março de 2023

 

 

A profundidade de consciência de que estamos conscientes é uma função do nosso alinhamento com a consciência do coração. Quando nos alinhamos com a negatividade, somos energeticamente fracos, porque desactivamos a nossa inspiração criativa com dúvidas e imaginações que diminuem a vida. Quando mantemos intencionalmente elevadas as nossas vibrações, podemos transcender a dúvida, abrindo-nos à confiança na nossa orientação intuitiva. Esta é a nossa ligação com a consciência universal e a fonte da nossa força de vida consciente. É uma expressão da nossa consciência de coração. Temos uma grande inteligência para além da consciência do ego. 
 
Uma vez conscientes, e em alinhamento com a nossa intuição em cada momento, podemos ter absoluta confiança nos sentimentos e pensamentos agradecidos e alegres que surgem em nós sem qualquer estímulo exterior. Se mudarmos a nossa atenção para uma vibração negativa, escorregamos para a consciência do ego no reino da dualidade, que é onde está a maior parte da humanidade. A nossa consciência do coração está para além da consciência do ego e surge da nossa essência infinita. 
 
Estamos no caminho para a Auto-Realização plena. Para as experiências mais poderosas, concebemos a nossa pessoa humana para não ter consciência da nossa verdadeira essência. Precisávamos de criar a nossa consciência de ego para sermos capazes de navegar no mundo da dualidade sem uma orientação superior. Como não podíamos conhecer as nossas verdadeiras capacidades, desenvolvemos crenças limitantes sobre nós próprios. Não podíamos confiar em nós próprios para sermos sempre verdadeiros. O mundo empírico da dualidade é muito convincentemente real para nós, e é um desafio imaginar que ele surge de um aspecto limitado da consciência que dirigimos com a nossa atenção e alinhamento energético. 
 
Com as nossas próprias capacidades mentais e emocionais dirigidas pela nossa intenção, podemos criar qualquer qualidade de experiência e quaisquer formas que concebemos, quando estamos em alinhamento com a energia do nosso coração. Esta é a energia pura do amor incondicional e da alegria. Está a um nível vibratório com as emoções da alma, o nosso Ser superior. Quando estamos conscientes destes sentimentos, temos a opção de nos alinharmos mental e emocionalmente com eles. 
 
Abrirmo-nos à nossa mais profunda consciência interior requer prática, ou talvez uma experiência drástica de transformação. Uma vez que as nossas escolhas de vida levam a nossa consciência à consciência universal, podemos facilmente dominar este jogo de consciência que os humanos estão a jogar uns com os outros. No nosso regresso à consciência do Criador, tornamo-nos o nosso Eu infinito, transcendental e radiante.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Março 03, 2023

chamavioleta

Saber além da nossa capacidade humana

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 2 de março de 2023

 

 

Quando estamos alinhados com a nossa consciência de coração, podemos usar a nossa imaginação de formas criativas e transformadoras de vida. Podemos imaginar que somos o Criador, infinitos em todos os sentidos e presentes em plena consciência de todas as potencialidades em todo o lado e sempre. Podemos escolher o que sentimos sobre nós próprios das formas mais maravilhosas e magníficas. Se queremos experimentar o êxtase e o amor para sempre, podemos criar a presença de outros Seres conscientes e infinitos que nos permitem interagir de formas agradáveis que melhoram a vida. Podemos criar o tipo de Seres que queremos interagir e com os quais queremos estar. Agora imaginem que nós somos esses Seres.
 
Imagine que somos criados para partilhar as experiências vivas do Criador de todos e para usar a nossa capacidade criativa de conceber experiências divertidas para participar com o Criador. Suponhamos que é isto que estamos a fazer agora. Estamos constantemente a criar experiências e interacções nos nossos pensamentos, sentimentos e acções. Na nossa perspectiva, podemos determinar a qualidade das nossas experiências, e oferecemos todas elas ao Criador, cuja consciência partilhamos em cada momento. Temos a liberdade máxima de pensar e sentir como quisermos em cada situação.
 
Qualquer situação que estejamos a viver actualmente está presente para nós devido à nossa concepção e intenção. Devido às limitações que impusemos à nossa consciência para participar plenamente na experiência humana, podemos não perceber o que a nossa vida actual significa para nós, mas com suficiente introspecção e consciência interior, ela pode tornar-se clara para nós. Todas as nossas experiências são significativas em algum nível de vibração. Estamos a descobrir qual a sensação de negatividade, e estamos a aprender a conduzir-nos e a ter consciência da qualidade do nosso próprio estado de estar em interacção com a negatividade.
 
Se formos perceptivos e abertos a receber inspiração, podemos saber que participamos numa consciência maior do que a nossa capacidade biológica nos permitiria. Esta consciência vem através do nosso próprio conhecimento interior para além da consciência do ego. Quando podemos resolver os nossos medos e crenças limitantes sobre nós próprios, podemos abrir a nossa consciência à nossa consciência do coração e à realização da nossa essência infinita. Somos os companheiros do Criador infinito e fractais da consciência universal.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub