Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A China anuncia construção de nova “Rota da Seda”

A China anuncia nova “Rota da Seda” (Silk Road) a ser construída através da China, Rússia e Índia

Posted by Thoth3126 on 09/02/2015

dragão-triad



O Ministro das Relações Exteriores da China anunciou que seu pais está disposto a cooperar com a Rússia e a Índia para criar um corredor econômico que beneficiará todas as partes.

O embaixador chinês para a Rússia Li Hui afirma que a cooperação entre a China, Rússia e Índia complementa acordo entre os países do BRICS, contribuindo para a segurança global e regional.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Em 2013, o governo chinês ratificou a estratégia “One Belt e One Road“, um cinturão econômico e uma rodovia que atravessa os países da antiga Rota da Seda

Rússia, Moscou, dia 02/02/2015/, às 20:54

Fonte: http://sputniknews.com/

MOSCOU, 12 de fevereiro (Sputnik) – A China está pronta para desenvolver uma cooperação econômica com a Rússia e a Índia, como parte da estratégia do “One Belt e One Road“, com a construção de uma nova Rota da Seda, ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi anunciou na segunda-feira (02).


Espetacular vista de parte da antiga rota da seda, em Sikkin, na fronteira da ìndia com a China

“Apelamos para muitos benefícios mútuos, mais do que um jogo de soma zero, que leva ao confronto. A China criou a iniciativa intitulada como ‘One Belt e One Road‘. Queremos continuar a tradição da Rota da Seda e dar-lhe um novo significado agora em um novo século”, ele disse a jornalistas após as conversações trilaterais entre os Ministros de Negócios Estrangeiros da Rússia-China-Índia.

Segundo Yi, a China está disposta a cooperar com todos os países situados ao longo dos corredores econômicos que se conectam desde a China até a Europa.

“Esta não é uma música solo chinesa, esta é uma sinfonia que tocará para todos os nossos parceiros”, Yi observou, afirmando que a China irá cooperar com todas as partes interessadas, sobretudo Rússia e Índia para alcançar benefícios mútuos nesse século 21.


Em 2013, o governo chinês ratificou a estratégia “One Belt e One Road“, um cinturão econômico que atravessa os países da Rota da Seda, que uma vez conectava a China com a Europa desde o Leste através da Ásia Central.

{n.t. “Um cinturão econômico, uma estrada”(One Belt e One Road) é uma estratégia de desenvolvimento iniciado pelo governo chinês em 2013. Trata-se de cinturão econômico e uma nova rota da seda, que ligará a China com a Europa através da Ásia Ocidental e Central, essa estratégia também inclui o 21st Century Maritime Silk Road, (Rota da Seda Marítima do Século XXI) que ligará a China com os países do Sudeste Asiático, a África e Europa.

Nem o cinturão econômico e nem a estrada seguem qualquer linha clara geograficamente falando; eles servem mais como um roteiro como referência de como a China quer se integrar mais na economia mundial e reforçar a sua influência nessas regiões da Ásia Ocidental e Central (Eurásia).


Muitos dos países mencionados têm, tradicionalmente, estreitas relações comerciais e de investimento com a China, a iniciativa diz que eles devem aprofundar a cooperação, especialmente em termos de construção de infra-estrutura e outros projetos de desenvolvimento. A estratégia sublinha a busca do governo chinês para ter mais voz nas questões econômicas e políticas globais, e de exportar tecnologias da China e sua capacidade de produção em áreas com excesso de oferta, como a fabricação de aço.}

A Cooperação entre China, Rússia e Índia fortalece a Estabilidade Global

MOSCOU, 02 de fevereiro (Sputnik) – A Cooperação entre China, Rússia e Índia complementa o formato BRICS, contribuindo para a segurança global e regional, o embaixador chinês na Rússia Li Hui disse à RIA Novosti.

“A cooperação entre China, Rússia e Índia é um fator importante que determina a segurança e a estabilidade tanto na região assim como no mundo. Este formato já existe há mais de 10 anos, em que o tempo tornou-se uma importante plataforma para coordenar posições, desenvolvimento de soluções em consenso e para encontrar formas de cooperação “, disse Li.

“Este formato completa o mecanismo BRICS e é um importante instrumento de cooperação internacional multilateral ativo entre as economias em desenvolvimento que aumenta o seu papel no sistema econômico global”, acrescentou.


Segundo o embaixador, China, Rússia e Índia têm posições semelhantes sobre uma série de questões internacionais e regionais e mantem um diálogo constante que aumenta o nível de confiança nas suas relações.

“A cooperação prática entre os nossos estados contribui para o crescimento real da economia mundial. A nossa parceria estratégica constitui uma contribuição para o reforço do mundo e da estabilidade global e da Eurásia,” salientou Li .

Na segunda-feira, os ministros das Relações Exteriores da Rússia, da China e da Índia vão realizar a 13ª reunião no formato em Pequim. De acordo com Li Hui, o ministro das Relações Exteriores chinês Wang Yi também irá realizar conversações bilaterais com o seu homólogo russo Sergei Lavrov .

A Rússia, China e Índia são os membros fundadores do grupo BRICS das economias emergentes, que também inclui o Brasil e África do Sul. Moscou e Nova Delhi estão pensando em usar as suas moedas nacionais no comércio bilateral para reduzir a sua dependência (n.t. e a manipulação por trás) do dólar norte americano.


No final de 2014, a Rússia e a China concordaram em trocar suas moedas nacionais para minimizar os efeitos da desvalorização do rublo russo e disseram que eles estavam trabalhando para aumentar o número de pagamentos mútuos em rublos e yuan ao mesmo tempo descartando o dólar como moeda internacional.

Mais informações em:
http://thoth3126.com.br/o-brasil-esta-a-venda-e-a-china-compra/
http://thoth3126.com.br/china-investe-pesado-na-a-latina-e-brasil/
http://thoth3126.com.br/russia-e-china-assinam-acordo-de-400-bilhoes/
http://thoth3126.com.br/russia-e-china-abandonam-o-dolar-americano/
http://thoth3126.com.br/canal-na-nicaragua-russia-e-china-desafia-os-eua/
http://thoth3126.com.br/china-um-golpe-de-estado-no-mercado-mundial-de-ouro/
http://thoth3126.com.br/china-passa-a-controlar-campos-de-petroleo-e-gas-dentro-dos-eua/
http://thoth3126.com.br/china-abre-caminho-para-o-oriente-medio-e-europa/
http://thoth3126.com.br/chinag-77-discutem-uma-nova-ordem-mundial/
http://thoth3126.com.br/china-construira-linha-de-trem-de-alta-velocidade-entre-moscou-e-pequim/
http://thoth3126.com.br/china-espiona-e-rouba-segredos-dos-eua/
http://thoth3126.com.br/china-se-prepara-militarmente/
http://thoth3126.com.br/america-latina-prefere-a-china-do-que-eua-e-europa/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

6Share on Facebook (Opens in new window)6
Click to share on Twitter (Opens in new window)
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)


Por favor, respeitem todos os créditos


Arquivos em português:


http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Rota da Seda



Atualização diária


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly