Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Maio 17, 2023

chamavioleta

A função da gratidão na nossa vida

Por Kenneth Schmitt

2023/05/13, traduzido a 15 de maio de 2023

 

 

Todos sabemos o que sentimos quando estamos em sintonia com outra pessoa, ou mesmo com um grupo. Sentimos uma sensação de alegria ao conectarmo-nos. Quando estamos em ressonância com a nossa consciência do coração, podemos sentir essa alegria em cada encontro. O sentimento vem de dentro, e não é em resposta a qualquer situação externa. Está em alinhamento com o nosso conhecimento interior. Quando conseguimos perceber a essência da vida consciente que estamos a viver dentro de nós, podemos reconhecer a luz do Ser em todos. Todos nós estamos a desempenhar os nossos papéis e a ter as experiências que escolhemos e expressamos através da nossa polaridade e níveis vibratórios. 
 
 
Para experimentarmos as nossas vidas terrenas como o fazemos, criámos as pessoas que acreditamos que somos. Através da nossa realização da consciência do coração, podemos desfrutar de cada momento, independentemente de quaisquer energias circundantes. Podemos abrir-nos a uma maior alegria e realização. Desta forma, ressoamos com maior radiância e atraímos experiências e encontros ressonantes. Porque somos os criadores da nossa presença energética, podemos estar gratos por tudo e por todas as experiências. Nós criámos tudo e somos livres de sentir o que quisermos sobre isso. 
 
 
A forma como nos sentimos dentro de nós em cada momento cria as qualidades das nossas experiências. Ao estarmos gratos, mesmo perante uma forte negatividade, podemos entrar em ressonância com a consciência do nosso coração. Uma vez que o nosso estado de ser pode ser sempre uma escolha consciente, podemos alinhar-nos com o nosso conhecimento e compreensão alargados do jogo de energias e da natureza da nossa participação. A gama vibratória do nosso estado de ser pode ser sempre intencional. 
 
 
Podemos perceber o que estamos a fazer com os nossos pensamentos e emoções ao criar a nossa assinatura energética. Se conseguirmos interagir adequadamente no nosso mundo, ao mesmo tempo que estamos conscientes de que estamos constantemente a ser guiados a partir de dentro pela nossa intuição consciente do coração, podemos desfrutar dos milagres e maravilhas que podemos criar nas nossas vidas. Quando nos alinhamos com a gratidão, a compaixão e a alegria, o nosso brilho intensifica-se e o nosso poder criativo fortalece-se. Podemos vir a confiar em nós próprios para sermos benéficos para a vida nos nossos pensamentos e sentimentos.
 
 
À medida que expandimos a nossa percepção dentro da nossa consciência, tornamo-nos capazes de perceber a nossa presença eterna de consciência para além de todas as dimensões. Vivendo dentro da consciência da Fonte da nossa consciência e força vital, estamos ligados à consciência do nosso coração. Quando podemos estar gratos por isto em cada momento, transformamos as nossas vidas em experiências de amor e alegria pela nossa natureza de moduladores de energia.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub