Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A MÃE-GUIA.

A MÃE-GUIA.

Mensagem de Maria

Através de Pamela Kribbe. 

Tradução: Vera Corrêa

a  12 de abril de 2020



.
 
 

 
 
Queridos amigos, Eu Sou Maria. 

Trago-lhes uma energia de leveza e confiança, uma energia luminosa de alegria, diversão e vivacidade. Permitam que ela se faça presente e bebam dela, pois ela provém da Fonte, e é a energia que os leva de volta à sua origem, a quem vocês realmente são.

Se voltar à Fonte, é lá que você descobrirá a “água viva” que move, anima e regenera a alma; e essa vida é também o que você é – você dá vida e a recebe. O fluxo natural, do qual você faz parte, faz isso sozinho, sem problemas e livremente.


Pense na natureza da Terra, em como a vida flui continuamente. Mesmo quando há morte e destruição – seja pelas forças da própria natureza ou pelas ações dos seres humanos – a vida sempre começa de novo e encontra uma maneira de florescer.

O desejo de viver é incontrolável. Você sente como é intensa a força da vida? Ela ignora os elementos que a ameaçam e sempre encontra uma forma de ressurgir, de recomeçar. Parece que o passado não se apega a ela. Pense na Primavera, como aparecem novas flores, como nascem jovens animais; é como se nunca houvesse uma história ou um passado que a corrompesse ou restringisse.

E agora identifique uma parte sua que é assim – perceba qual é o aspecto seu que não é afetado pela dúvida; que não é enfraquecido pela dor do passado, mas é sempre novo e fresco; que se lança no desconhecido e não tem preocupações.

Esta é a sua consciência primordial, que está sempre com você. Não importa o que você esteja passando, ela permanece pura e nova. Ela observa, absorve coisas, aprende através da experiência, e finalmente entende a dinâmica da vida. Mas independentemente do que você vivencie – picos ou vales – ela continua sendo a mesma consciência.

Reconheça essa consciência em você. Dedique um momento para descansar, enquanto deixa de lado os afazeres diários que o fazem pensar ou se preocupar, e não permita que eles o atrapalhem. Pensamentos e emoções continuam surgindo, mas você não precisa acompanha-los completamente. Pode haver um espaço em seu interior, onde você permanece curioso e admirado com o que flui por você em forma de pensamentos, emoções e sentimentos.

Perceba, no seu corpo, onde você se sente mais conectado com esse espaço silencioso e aberto… aquela consciência primária e luminosa, dentro de você. Nela, tudo descansa, tudo é bom do jeito que é. Tudo o mais é impermanente e transitório, porque pensamentos, emoções e sentimentos desaparecem.

Aprofunde-se um pouco mais nesse seu centro, que sempre se mantém o mesmo, mas, por outro lado, é dinâmico e cheio de movimento e vida. Assim como uma corrente de água, ele permanece o mesmo e, no entanto, se move – é uma aventura!

Permita que seu corpo também desfrute do prazer dessa Fonte. Deixe a energia fluir pelo seu corpo de modo que todas as células sejam renovadas, recebendo cura e vitalidade da Fonte. Partindo da cabeça, ombros e tórax, deixe que a energia desça para a sua barriga, quadris, coxas, e continue pelos seus joelhos, pernas e pés.

Imagine que você flutua sem esforço nessa correnteza. Você é impulsionado e permite que assim seja; você relaxa e deixa o fluxo leva-lo. Sinta como, quando você se entrega a essa correnteza, ela traz cura e confiança ao seu coração. Deixe que a água o transporte e conforte, levando-o a uma praia de areia macia e aquecida pelo sol.

Nessa praia, há alguém esperando por você. Você se percebe tocando a terra e pisando na areia da praia. E vê uma figura sorridente e amorosa vindo em sua direção – é uma mulher, uma guia. Ao se sentar, ela parece fazer parte da natureza. Fica sentada ali completamente à vontade, enquanto espera por você. E na presença dela, você se sente criança novamente; você quer correr para ela e sentir as mãos dela em seu ombro. E é isto que você faz.

Vocês dois estão sentados na praia, perto da água e, quando você fita os olhos dela, essa guia fala para você: “Eu sou sua mãe. Não sou sua mãe terrena, mas trago a energia da mãe que quer vir do universo para você, para encorajá-lo, trazer-lhe cura e envolve-lo em conforto.”

E continua: “Eu represento essa energia para você. Receba-a.”

Observe como os olhos dela estão cheios de compaixão e compreensão pelo que você está passando em sua vida. Ela entende profundamente as suas emoções, seus medos, sua resistência. E não tem nenhum julgamento a respeito deles, simplesmente observa e enxerga dentro de você.

Sinta como os olhos dela percorrem sua vida interior, que se desenrola para ela como uma paisagem. O jeito que ela o fita faz com que você se sinta profundamente compreendido e aceito. É como se o olhar dela acariciasse essa paisagem, colocando tudo numa luz suave, através da qual tudo fica bem. Tudo é bom exatamente como é.

Você recebe a energia de mãe que ela lhe oferece, e sente que ela o cura e nutre; que lhe é permitido ser criança. Esta mãe o enxerga como seu filho; ela o entende e aceita incondicionalmente. Ao mesmo tempo, esta mãe enxerga algo mais em você.

Ela vê, em você, um botão de flor que eventualmente desabrochará. Ela enxerga o seu potencial – a bolota – mas vê também o carvalho totalmente crescido. Perceba como ela o vê e como, através de seu olhar, ela o convida a tornar-se maior, a despertar, a usar todo o seu potencial.

Então, você vê surgir uma ponte na beira do mar, perto de onde vocês estão sentados, e a mãe-guia o convida a atravessá-la com ela. Diz que existe um novo país para você explorar, com todo tipo de possibilidades e situações que muitas vezes poderão desafiá-lo, mas que também são promissoras.

Você olha para ela e sente vontade de acompanha-la, embora alguma coisa em você ainda o deixe hesitante e o faça vacilar. Você sente uma certa insegurança, porque está tão bom aí, junto dela, onde se sente seguro e pode finalmente relaxar.

Com determinação, ela diz: “Venha! Nós vamos!!!” E você sente que é isso que precisa acontecer, não há nada mais que você possa fazer. Além disso, a mão dela em seu ombro lhe dá uma sensação de conforto e segurança. Agora você decide simplesmente confiar nela, porque isto é uma força do universo que irá ajudá-lo.

Então você toma-lhe a mão e juntos caminham até a ponte. Ao subir na ponte, você sente a resistência aumentando, um medo do que é novo, mas também sente a mão dela e sua emanação, e então segue em frente.

Quando desce da ponte, e está no limiar do novo país, você entende por que sentiu medo e resistência. Percebe que agora é o momento de seguir adiante sozinho. Ela o fita profundamente nos olhos e lhe diz: “Permanecerei com você, pois minha energia faz parte de você.” E continua: “Não sou sua mãe; você é sua própria mãe. Sou uma representante da sua própria energia materna.”

Veja se consegue receber esta mensagem… e dedique o tempo necessário para compreende-la e assimilá-la totalmente. Inicialmente, é provável que se sinta decepcionado, talvez até enganado. Mas sinta também a força que está em você e a confiança que ela tem na sua capacidade e poder de fazer tudo sozinho.

Saiba que o amor dela por você permanece em seu interior – sempre! Então abrace-a carinhosamente, e perceba que ela não é um ser separado de você, mas que vocês se fundem nesse abraço, de modo que ela passa a viver dentro de você, no seu coração e abdome. Acolha esta energia da mãe amorosa.

Com esta história, quero que você entenda uma coisa. Uma das características de um ser divino é que ele é sua própria fonte de criação. Sua missão, seu destino, é viver a partir da sua essência mais profunda, acreditar verdadeiramente em si mesmo, e saber que é sustentado e amparado por forças positivas do universo.

Você nunca está sozinho, está sempre rodeado de guias, energias poderosas e amorosas, mas, ainda assim, está sempre fazendo tudo por si mesmo. É sua missão ser você mesmo, ser sua própria medida e padrão, não se avaliar por outros ou pelo mundo exterior, mas seguir seu próprio caminho.

Uma mãe, no verdadeiro sentido da palavra, é alguém que o ama pelo que você é, mas que, ao mesmo tempo, o conduz para um “novo país”, de modo que você possa revelar ainda mais de si mesmo, desenvolver mais ainda o ser que você verdadeiramente é. Seja essa mãe para si mesmo, seja atencioso e tranquilo, e observe o que está acontecendo na sua vida com o olhar de uma mãe.

Sinta a intensidade das emoções que você vivencia, mas não as julgue. Entenda suas emoções a partir do seu íntimo e permita que uma luz suave brilhe sobre elas, tornando-as muito menos caóticas e turbulentas.

Através do incentivo e consolo que resultam dessa atitude, você entra em harmonia consigo mesmo. Então, a paz e a harmonia se instalam em seu coração, possibilitando que você enxergue seu próximo passo, que você veja aonde a estrada o leva.

Uma mãe o aceita e às vezes lhe oferece ajuda. Recorra a ela quando precisar dessa ajuda. Você pode imaginá-la como uma figura que está do lado de fora de si, mas perceba também que ela vive dentro de você, que essa força é sua própria força, e que você é e se tornará uma mãe curadora, não só para si mesmo, mas também para a vida ao seu redor.

Eu disse que você é um doador de vida e um receptor de vida, então assuma esse conhecimento. Saiba quem você é: um deus em formação.

Obrigada pela sua atenção

Maria.
Pamela Kribbe.

© Pamela Kribbe



Agradecimentos a:  

 




Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


 
 


Recomenda-se o discernimento.

 


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.