Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Benjamin Fulford, 2019/05/06: O Banco do Japão será nacionalizado com o começo de uma nova era


 O Banco do Japão será nacionalizado com o começo de uma nova era.

Relatório completo de Benjamin Fulford,

6 de maio de 2019. 

Tradução: Candido Pedro Jorge

 
 
 .
 
 
 
 

 
Agora, que o Japão tem um novo Imperador, o Banco do Japão será nacionalizado e o Japão será libertado da máfia khazariana, segundo fontes de direita japonesas próximas ao imperador. Este movimento forçará o establishment político de Washington, D.C., à bancarrota, conforme o Capítulo 11 e abrirá caminho para a restauração da República dos Estados Unidos da América, dizem fontes do Pentágono. A libertação do Japão será uma vitória decisiva para a humanidade na contínua batalha, não declarada e secreta pelo planeta Terra, concordam fontes da Sociedade Secreta Asiática e da CIA.
 
Para entender como isso é importante, vamos começar examinando por que o establishment de Washington, D.C. e seus senhores khazarianos Sionistas estão matematicamente condenados.
 
O colapso das negociações comerciais entre a China e o regime norte-americano, liderado por Donald Trump, na semana passada, provavelmente será o gatilho imediato para a falência de Washington, DC. Isso porque, sem o prometido "trilhão de dólares" em compras chinesas de bens, não há forma de como os EUA possam permanecer solventes.
 
 
O governo dos EUA tem tentado fingir que tudo está bem, aumentando o mercado de ações com o dinheiro do Federal Reserve Board, falsificando os números do desemprego e outras medidas. No entanto, negar a realidade não ajudará. Este excelente artigo de Michael Snyder lista 19 fatos que evidenciam a história de que tudo está bem fora dos eixos.
 
 
No início do ano, o Departamento do Tesouro dos EUA conseguiu contornar 35 dias de paralisação do governo, roubando restituições de impostos e saqueando as aposentadorias públicas. Todavia, esses truques só deram tempo suficiente para mantê-lo até Julho. "O Tesouro espera que as medidas extraordinárias sejam esgotadas no segundo semestre de 2019", disse o Subsecretário adjunto do Tesouro, Brian Smith.
 
 
Até então, esperavam por uma grande infusão de dinheiro chinês, no entanto, fontes da Sociedade Secreta Asiática disseram que foi tomada uma decisão para parar com o financiamento do aparelho político sionista, controlado por Sionistas em Washington, D.C.
 
Mesmo que o novo regime japonês continue comprando todos os tesouros dos EUA que possam pagar (porque não deseja que a China domine o mundo), isso não será suficiente, de acordo com fontes de direita japonesas.
 
Enquanto isso, os Sionistas, com seus movimentos para iniciar uma Terceira Guerra Mundial, foram reduzidos a atacar um pequeno gueto de civis, em sua maioria, desarmados, situado na Faixa de Gaza. Tenham certeza de que, também, haverá novas provocações no Irã, na Venezuela e em outros lugares pelos desesperados Sionistas.
 
 
No entanto, mesmo que o governo de Washington use de chantagem de guerra para, mais uma vez, em Julho, retroceder e obter permissão para pedir mais dinheiro, até o fim das contas, em 2024, todos os empréstimos americanos serão usados para pagamento de juros da dívida.
 
 
Esforços de Henry Kissinger, Rothschilds e outros para descontar títulos históricos asiáticos por quantias astronômicas de dinheiro, a fim de salvar a velha estrutura política se transformaram num muro de tijolos. Não haverá uma “reavaliação global de moeda” ou uma reavaliação milagrosa de moedas mortas, como o dólar do Zimbábue, dizem fontes da Sociedade Secreta Asiática.
 
Em vez disso, as fontes dizem: O sistema de petrodólares criado por Henry Kissinger será assumido pelas potências asiáticas e deixará de ser apoiado pelo petróleo para ser apoiado por uma cesta de commodities. Este movimento está sendo realizado porque a Ásia consiste em 60% da população mundial e 46% do PIB, enquanto a Europa mais as Américas e a Austrália têm apenas 25% da população mundial e 43% do PIB, explicam as fontes da Sociedade Secreta Asiática. Esses números deixam claro que é hora da Ásia governar o mundo, afirmam as fontes.
 
A iniciativa “Belt and Road Initiative (BRI)” liderada pela China, no valor de 8 trilhões de dólares, é a visão da China de como o mundo deveria ser administrado. Os chineses dizem que a cooperação ganha-ganha em grandes projetos de infraestrutura que beneficiam a todos é uma alternativa muito melhor do que o perpétuo belicismo do Ocidente, controlado pelos Sionistas e já conseguiram que 126 países, cobrindo grande parte do mundo, participassem. O mapa apresentado no link abaixo ilustra o vasto escopo deste projeto.
 
 
No entanto, apesar desta mudança das marés econômicas e demográficas, o Ocidente ainda pode reverter a situação, dizem fontes do Pentágono. A chave está em  levar a Rússia, a Índia e o Japão a bordo. A entrega de um avião de combate japonês F-35 à Rússia por Kim Jong-un foi um passo fundamental nessa estratégia. Foi um gesto destinado a dissipar a desconfiança russa, muito grande nos Estados Unidos controlados pelos Sionistas, até então, dizem as fontes.
 
Este movimento foi seguido por um telefonema de 90 minutos, na semana passada, pelo presidente dos EUA, Donald Trump ao presidente russo, Vladimir Putin. Como resultado dessa chamada telefônica, o governo russo divulgou um comunicado dizendo: “Os Presidentes confirmaram um compromisso mútuo de ativar o diálogo em várias esferas, inclusive sobre questões de estabilidade estratégica”.
 
 
Este ato será seguido por uma reunião entre o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Russia, Sergey Lavrov e o Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, nos dias 06 e 07 de Maio.
 
 
Por sua vez, Fontes da Família Imperial Manchu, dizem que o homem forte norte-coreano Kim Jong-un foi escolhido para entregar o F-35, porque os japoneses e coreanos querem o apoio russo para a reunificação da Coréia e a recriação de uma Dinastia Manchu. A esperança é cooptar o distrito militar do norte do país dominado pelos Manchus para este renascimento, dizem as fontes. Isso criaria uma aliança russa, americana e mongol para “colocar a China em seu lugar”, dizem elas.
 
Já, A Comunidade Britânica está oferecendo uma alternativa para esse tipo de pensamento de soma zero, em que um lado tem que perder poder para o outro. A proposta da Commonwealth é realizar um projeto massivo de vários trilhões de dólares, em paralelo com o BRI, mas não controlado pela China, para acabar com a pobreza e impedir a destruição ambiental, dizem fontes do MI6.
 
Este plano foi impulsionado pela liberação de um relatório da ONU mostrando que os seres humanos estão à beira de destruir o ambiente planetário a tal ponto que “ameaça a própria humanidade.” Este relatório não usa mais  um falso “aquecimento global” como desculpa para um imposto mundial sobre o carbono controlado pela aristocracia europeia. Em vez disso, descreve que pessoas famintas queimando florestas tropicais e matando animais para alimentação são a principal razão para o maior evento de extinção na Terra, desde que os dinossauros foram exterminados, há 65 milhões de anos. De acordo com o relatório, os seres humanos estão à beira de eliminar um milhão de espécies e poluir tanto, a ponto de tornar o planeta inabitável.
 
 
Seria difícil encontrar líderes mundiais racionais que se opusessem a um plano maciço para acabar com essa destruição planetária e é por isso que ele tem uma maior chance de sucesso do que o plano do império Neo-Manchu.
 
No entanto, um pré-requisito para que esse plano seja executado, será passa pela remoção de líderes mundiais irracionais como o Primeiro-Ministro israelense Benjamin Netanyahu. Este artigo que descreve o racismo judaico mostra a mentalidade dos fanáticos que querem matar 90% da humanidade e escravizar o restante.
 
 
Agora, que esse grupo não conseguiu causar uma III Guerra Mundial nuclear ou matar a humanidade com armas biológicas, parece que está tentando usar a tecnologia 5G para fazer o trabalho. Este esforço secreto é o motivo pelo qual a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, na semana passada, demitiu o Secretário de Defesa, Gavin Williams, “pelo vazamento, de May ter apoiado a tecnologia Huawei 5G”, disseram fontes do MI6.
 
Como resultado, a Primeira-Ministra do Reino Unido, Theresa May, “foi encaminhada para a Unidade Metropolitana de Crimes Graves, em Londres”, por seu papel na promoção da tecnologia 5G, embora esta tenha sido demonstrada ser extremamente prejudicial, dizem fontes do MI6. A fonte diz que isso é “um colapso muito sério em Londres… tão ruim quanto possível. O ponto é que alguém sabia como o 5G era perigosa – não por causa de sua conexão chinesa. O problema real é seu dano causado às estruturas mitocondriais do corpo”, disse a fonte. “O vazamento promovido pelo Ministro da Defesa tinha como objetivo justamente impedir isso”, disse ela. “Theresa May é um desastre e precisa ser removida o mais rápido possível”.  May está sendo controlada por “Ritter von Sedwill”, um agente alemão posando como Mark Sedwill, Chefe de Gabinete do May, disseram as fontes do MI6. Sedwill está usando uma tecnologia da Siemens para espionar todos os ministros do Reino Unido, disse a fonte.
 
Claro, esse problema não se limita ao Reino Unido. Fontes russas do FSB nos dizem que sua pesquisa indica que 20 milhões de americanos já foram atingidos, através, do uso de gerações anteriores de armas de energia dirigida, incluindo torres de celular 4G. Felizmente, o povo americano está acordando para esse fato, sendo este o motivo de haver um esforço para, também, lançar a tecnologia 5G de alta frequência no mercado.
 
Resumindo, o atual regime de governança global, controlado por banqueiros centrais khazarianos, adoradores de Satanás, está destruindo o mundo natural e tentando matar 90% da humanidade, a fim de permanecer no poder. As comunidades militares e de inteligências mundiais estão bem conscientes de suas tentativas bem documentadas de nos matarem com uma guerra nuclear, armas biológicas e, agora, com armas de energia dirigida disfarçadas de “5G”.
 
A única resposta possível é a remoção do controle da principal fonte de seu poder – os bancos centrais privados do mundo. É por isso que nacionalizar o Banco do Japão ajudará a derrubá-los.
 

 
Agradecimentos a: 
 

 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



 
 
 
Free counters!
geoglobe1