Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Cometa Siding Spring chega a Marte …

Cometa Siding Spring em voo rasante sobre o planeta Marte deixa os cientistas alvoroçados.

Posted by Thoth3126 on 19/10/2014

 



cometa-siding_spring_marteA passagem de um cometa em voo rasante com Marte neste fim de semana poderia revelar alguns insights importantes sobre o Planeta Vermelho e os primórdios do sistema solar, dizem os pesquisadores. “Em 19 de outubro, vamos observar um evento que acontece talvez uma vez a cada milhão de anos”, declarou Jim Green, diretor da divisão de ciência planetária da Nasa, em uma coletiva de imprensa no início deste mês. “Este é um evento absolutamente espetacular.”

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

A passagem do Cometa Siding Spring em voo rasante sobre o planeta Marte deixa os cientistas alvoroçados:

Por Mike Wall, escritor sênior | 17 out 2014 07:30 ET

Fontehttp://www.space.com/ – NASA

Cometa Siding Spring vai passar “roçando” Marte dentro de 87.000 milhas (139,5 mil quilômetros) de distância às 02:27 pm EDT (18:27 GMT-às 14:27 horas de Brasilia), no domingo, dia 19 de outubro. Os cientistas vão observar o voo rasante utilizando a frota de naves espaciais que esta em Marte, estudando o cometa e quaisquer efeitos que suas partículas causem na fina atmosfera do planeta vermelho.

cometa-siding-spring-111014

“Em 19 de outubro, vamos observar um evento que acontece talvez uma vez a cada milhão de anos”, declarou Jim Green, diretor da divisão de ciência planetária da Nasa, em uma coletiva de imprensa no início deste mês. “Este é um evento absolutamente espetacular.” [Veja fotos do cometa Siding Spring]

O Siding Spring, cujo núcleo é de 0,5 a 5 milhas (0,8 a 8 km) de largura, provavelmente foi formado em algum lugar entre Júpiter e Netuno a cerca de 4,6 bilhões de anos atrás – apenas alguns milhões de anos após o sistema solar começar a aparecer.

Muitos dos objetos na região onde o cometa nasceu foram incorporados por  planetas recém-formadas, mas um destino diferente aguardava o enorme pedaço de rocha que forma o Siding Spring, os pesquisadores disseram: Ele aparentemente teve um encontro com um desses planetas e foi expulso para a Nuvem de Oort, um repositório gelado de cometas e detritos em distância muito exteriores do sistema solar.

Durante bilhões de anos, o Siding Spring chegou mais perto do Sol do que o reino dos planetas gigantes (Saturno, Júpiter, Urano e Netuno). Mas um milhão de anos atrás mais ou menos, uma provável estrela (n.t. uma Anã Marrom?) passando pela Nuvem de Oort sacudiu a órbita do cometa novamente, enviando-o em sua primeira viagem ao interior do sistema solar.

A história do cometa ajuda a explicar por que os cientistas estão tão animados com sua viagem atual: na medida em que o cometa Siding Spring nunca foi “tratado termicamente” pelo sol antes, é um objeto primitivo que se parece muito o mesmo hoje como o era a cerca de 4,6 bilhões de anos atrás.

“Se estudarmos o cometa - a sua composição, estrutura – isso vai nos dizer muito sobre como pensamos do modo como os planetas se formaram”, disse Carey Lisse, astrofísico-sênior do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins em Laurel, Maryland.

cometa-siding-spring-marte-infographic

Enquanto várias missões da NASA – como Deep Space 1 e Impacto Profundo – visitaram cometas de perto, ninguém havia conseguido uma boa olhada em um cometa intocado (“virgem”) vindo direto da Nuvem de Oort  antes, disse Lisse.

“Nós não podemos chegar a um cometa na Nuvem de Oort com os nossos foguetes atuais. Estas órbitas são muito longas, prolongadas e distante, em velocidades muito grandes”, disse ele. “Então este cometa está vindo para nós. É um sobrevôo livre, se quiser, e isso é um evento muito fantástico para nós estudarmos.”

A interação entre a atmosfera superior de Marte e as partículas derramadas pela poeira e gelo do Siding Spring também deve revelar insights sobre o ar do planeta vermelho, disseram os pesquisadores.

Uma campanha coordenada


Todas as espaçonaves operacional atualmente em Marte vai tentar observar o sobrevôo de domingo. A Mars Odyssey da NASA, Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) e a sonda MAVEN recém-chegada, vão assistir a partir da órbita de Marte, assim como  nave espacial da Índia Mangalyaan e a espaçonave Mars Express da Europa. E ainda temos o Curiosity e o Opportunity, dois veículos rovers da NASA no solo do planeta vermelho, que irão apontar suas câmeras para o céu a partir da superfície do Planeta Vermelho.

O MRO pode capturar as primeiras imagens com resolução do núcleo de um cometa vindo da Nuvem de Oort, disseram os pesquisadores. Os rovers poderiam fazer um pouco de história, se o clima marciano cooperar.

cometa-halley
Foto do cometa Halley em sua passagem pelo interior do sistema solar em 1986.

“Esta é uma espécie de estação da poeira em Marte, também, e de modo que o pó vai fazer o cometa ainda menos brilhante” visto a partir da superfície do Planeta Vermelho, disse Kelly Fast, cientista do programa da divisão de ciência planetária da NASA. Mas, acrescentou, “nós certamente manteremos os dedos cruzados para as primeiras imagens de um cometa a partir da superfície de um outro mundo.”

O risco de danos às sondas marcianas de poeira do cometa é mínima, os operadores da nave espacial dizem, especialmente porque as sondas têm sido movimentadas de modo que o planeta vai protegê-las durante o período de maior exposição. As sondas não têm nada para se preocupar, uma vez que a atmosfera de Marte irá protegê-las.

A campanha de observação do cometa Siding Spring não se limita ao sobrevôo de domingo. Os pesquisadores já têm estudado o cometa com uma variedade de instrumentos subterrâneos e espaciais, e eles vão continuar a assistir depois que o cometa Siding Spring deixar Marte para trás rumo ao interior do sistema solar. (a maior aproximação do cometa para o sol será no dia 25 de outubro, após o que ele vai voltar para a Nuvem de Oort.)

marte-cometa-sidingspring

“Assumindo que ele sobreviva ao encontro com o planeta Marte, estamos realmente indo para assistir e ver se haverá quaisquer alterações por causa dessa passagem pelo sistema [energia solar] interior”, disse Lisse. “Seguir a trajetória após este cometa novamente rumar para fora do sistema solar será muito importante, assim como o sobrevoo por Marte.”

Siga Mike Wall no Twitter  michaeldwall  e  Google+ . Siga-nos Spacedotcom , Facebook  ou Google+ . Originalmente publicado em Space.com.

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original, e mencione as fontes.


www.thoth3126.com.br


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária
 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media *   North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands  * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government  
** by Steve Beckow: 9/11 Truth, Abundance Program, Accountability, Disclosure, end times, Extraterrestrials, financial crash, Golden Age, Illuminati, Mayan Predictions, NESARA, New Paradigm, Spiritual Hierarchy, Spiritual Teachers, UFO Cover-up, Wisdom Economy   
ES: LLAMA VIOLETA