Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Outubro 05, 2023

chamavioleta

COMUNICANDO-SE COM SEU CORPO

 

Mensagem da Mãe Terra

Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração [br]

a 4 de outubro de 2023

 

 

 
Queridas pessoas,
 
Eu as saúdo de coração. Sou sua mãe, a Terra, e me alegro com a presença de vocês aqui comigo.
 
Eu englobo todos vocês. Sintam a minha presença como uma consciência que permeia tudo que vive na Terra. Essa consciência está em vocês e em tudo que os cerca: os minerais, as plantas, os animais. Estou em tudo que vive. Tudo o que assumiu forma material é estimulado e vivificado pela consciência interior, e eu vivo nessa consciência e a sustento.
 
Eu sou a presença básica, constante, por trás de todas as coisas, que possibilita o desenvolvimento da consciência da alma em cada mineral, planta, animal e ser humano. Eu sou a mãe que dá vida a todas e cada uma das formas de consciência. 
 
No final, tudo – cada partícula ou forma material – se mantém vivo por meio da consciência. E na minha essência, eu também sou essa consciência. O que se pode perceber é a matéria, a forma material, mas a essência de todas as formas é a consciência subjacente à matéria.
 
Quero lhes contar mais uma coisa a respeito dessa consciência que eu sou… Sou uma consciência feminina. Sou fluida e fluente, e não conheço nenhuma limitação. E sendo eu a alma por trás de toda a vida na Terra, eu sou um fluxo de unidade que permeia tudo. Em contraposição a essa unidade, estão todas as almas individuais únicas.
 
E como você é um indivíduo único, há uma dança entre nós, assim como entre todos os indivíduos e a corrente única que eu sou. Mas essa dança só funciona, só é criativa e produtiva, se as almas individuais estiverem cientes da sua conexão comigo. É como no caso de um grande rio: você só pode relaxar e fluir com ele se souber que faz parte desse rio, se puder sentir essa corrente e confiar nela.
 
Mas a maioria das pessoas da sua sociedade está em conflito com o fluxo de vida que eu sou. Elas não confiam nessa corrente: resistem, tentam sair dela, agarram-se às margens do rio, porque sentem que essa corrente é turbulenta e incontrolável.
 
Na verdade, essa corrente é o fluxo da sua própria natureza terrena – os seus sentimentos, seus instintos, sua paixão – mas vocês não foram ensinados a confiar na sua natureza. Em geral, as pessoas sentem uma grande desconfiança em relação à sua natureza terrena, bem como uma certa suspeita em relação à corrente de vida que flui na Terra.
 
O resultado dessa desconfiança é que a camada fundamental que eu sou, e que eu posso me tornar para a humanidade, não é explorada… ou não é suficientemente explorada. É como se eu estivesse aguardando para dançar com você, mas você, como o ser humano em geral, afastou-se de mim, tentando criar sua vida independente de mim. 
 
Acima de tudo, o ser humano quer ser o mestre da vida, usando a energia mental da cabeça em vez de mover-se com a corrente da vida, que é natural, leve e fluida – se não se resistir a ela.
 
Mas como as pessoas, coletivamente e em grande escala, voltaram suas costas para o fluxo vivo que permeia tudo, as coisas não estão indo bem na Terra. Formou-se um vazio entre os seres humanos e a natureza, que causou a destruição de grande parte dela, no reino vegetal e animal. 
 
Além disso, existe uma devastação no mundo interior das próprias pessoas… elas ficam deprimidas e inquietas se não conseguem mais encontrar sua própria conexão com o poder da Terra.
 
Então, por que estou dizendo-lhes isto? Porque vocês, que estão aqui, estão cientes da importância do relacionamento comigo, a Terra; e entendem, inclusive, que eu tenho consciência, que não sou simplesmente matéria morta.
 
Só quando o ser humano entrar em contato comigo, e sua própria energia começar a fluir de dentro dele mesmo – sua criatividade, sua autoconfiança, sua entrega à vida – só então eu poderei cumprir a minha tarefa; só então, eu poderei cuidar e apoiar vocês, de modo que a dança entre seres humanos e a Terra possa finalmente acontecer e tomar forma – uma dança criativa, da qual toda a vida se beneficiará, inclusive eu mesma.
 
Vocês são, essencialmente, canais que ajudam a moldar uma nova energia, uma nova unidade entre seres humanos e a Terra, uma nova consciência. Gostaria que vocês estivessem cientes das suas próprias qualidades relacionadas com esse processo.
 
Mas, às vezes, vocês duvidam muito de si mesmos, e isto bloqueia parcialmente o canal, mesmo que já estejam bem adiantados nesse processo. Entretanto, vocês não precisam ser perfeitos; não é imprescindível que tenham resolvido todos os seus problemas para entrar em contato comigo e contribuir, de alguma forma, com o contexto geral, no nível universal e não apenas no individual.
 
Peço, então, que cada um de vocês se conecte agora, conscientemente, com o meu coração. Imagine que há raízes na sola dos seus pés, que penetram profundamente no meu âmago, no meu coração. Sinta como você é sustentado por mim e como eu o encorajo a se entregar a esta vida e confiar em mim.
 
A vida no mundo humano, na sociedade, com todas as suas regras e padrões, e com tantos medos que foram impressos em você quando criança… essa vida social despertou medo em você e criou um certo vazio entre a sua cabeça e a própria vida. 
 
É difícil você se entregar ao seu coração, aos seus sentimentos, à sua intuição. Mas é possível. E assim que você se conectar conscientemente comigo, poderei ajudá-lo; você poderá, então, sentir como a minha energia flui através de suas pernas, desde as raízes sob seus pés.
 
Imagine que você está flutuando de costas em um rio grande e largo, e que se deixa levar pela correnteza, sentindo-se calmo. Você está seguro, embora não veja para onde está indo. Imagine essa situação de uma forma muito real. 
 
Enquanto está à deriva nesse grande rio, você olha para o céu, e sente e ouve os sons da natureza ao seu redor. Sinta como eu o carrego, e simplesmente deixe de lado os pensamentos que surgem na sua cabeça.
 
Dirija sua atenção para o seu abdome. Nas suas entranhas vive um sentido instintivo do que é verdadeiro. É a partir desse instinto que você consegue saber ou sentir algo imediatamente, antes mesmo de ter pensado nele. 
 
Este é o nível que você está buscando, e é aquele que o torna livre – sentir sem pensar. Conecte-se silenciosamente com esse ponto do seu abdome. Respire dentro dele e sinta como o canal que você é se abre.
 
Com pureza, tranquilidade e silêncio, sinta qual é a sua contribuição na Terra, o que você tem para oferecer à humanidade, à natureza. Sinta a energia das suas dádivas exclusivas e confie nessa energia, e nos sentimentos que a acompanham.
 
Você veio aqui para trazer um fluxo que conecte sua alma única com a alma da Terra, comigo; e é nesse ponto tranquilo de conexão que nossos destinos se encontram e nós trabalhamos juntos. Eu receberei seus sentimentos profundos e sua inspiração; e você, por sua vez, receberá meu apoio e nutrição, e a minha base de força e segurança. É isto que eu quero ser para você.
 
Muito obrigada pela sua presença aqui e agora.
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub