Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

ENTRANDO NA ESCOLA DE MISTÉRIO DO ASTRAL INFERIOR ~ Suzanne Lie

ENTRANDO NA ESCOLA DE MISTÉRIO DO ASTRAL INFERIOR

Por Suzanne Lie PhD

Em 29 de junho de 2015

Tradução: Blog SINTESE

 


MINHA HISTÓRIA
É preciso grande coragem para olhar para nossos própriosmedos, traumas passados, fracassos e sonhos perdidos. Entretanto, se pudermos encontrara coragem para olhar na frequência mais baixa de nossa consciência e de nossaaura, nós encontraremos muitos mestres.

Nós também perceberemos o quanto crescemos e mudamos denossas expressões “passadas” de nosso EU.

Ainda há “tempo” no Plano Astral, mas ele é muito maisrápido. Eu era uma adolescente quando descobri que o tempo era diferente emlugares diferentes. Na época eu não tinha um termo para “estados deconsciência”.

Eu sei que foi nessa idade que fiz essa descoberta porque eume lembro do quarto como se fosse ontem. Eu estava entrando na puberdade e asmudanças no meu corpo estavam criando alterações emocionais enormes eindesejáveis.

Ao mesmo tempo eu estava percebendo que tudo que eu tinha“imaginado” provavelmente fosse real. Então, eu precisava obter algum controlesobre o que eu imaginava. Na verdade, meus sonhos eram muitíssimoperturbadores, tão perturbadores que eu sabia que tinha que obter algumcontrole sobre eles.

Agora eu sei que era o meu Eu Superior me orientando, mas naépoca eu apenas sabia que se eu não obtivesse algum controle sobre meus sonhoseu iria enlouquecer.

Portanto, eu comecei por aprender a colocar uma tela develudo negro em minha mente e usar minha força de vontade para ver uma imagem.

A primeira imagem que usei foi uma rosa vermelha. Era muitodifícil criar uma imagem de uma rosa em minha imaginação, mas eu continueiminha prática até eu conseguir.

Eventualmente eu até pude escrever palavras, que era muitodifícil não vê-las na imagem de espelho. Finalmente, eu obtive algum controledas imagens que eu permitia entrar em minha mente antes de adormecer.

De alguma forma, eu descobri que se eu permitissepensamentos negativos antes de ir dormir eu teria sonhos ruins. Eu descobriisso porque eu tinha visto um filme de horror em que “A Bolha Assassina” vinhado espaço (ensinando os jovens a odiar e ter medo dos “alienígenas”) e derretiaas pessoas.

Aquelas imagens de ser derretido me aterrorizaram tanto queeu as via sempre que fechava meus olhos para dormir. Depois de muita prática,que eu fiz sozinha, pois não havia uma única pessoa em minha vida com que eupoderia compartilhar meu problema, eu fui capaz de criar imagens agradáveis emminha mente.

Quando eu tirava tempo para criar estas imagens felizes eamorosas, eu ficava livre dos pesadelos. Entretanto, se eu me esquecesse, ospesadelos voltavam.

Gradualmente dormir não era aterrador e eu podia relaxar nosono. Eu também decidi fazer com que meu despertador tivesse música ao invésdaquele ruído chocante. Então, numa manhã eu tive um sonho que foi muito longoe envolvente.

O principal que eu pude me lembrar do sonho foi a música quetocou durante todo o sonho. Foi um sonho bonito, agradável e eu acordeilentamente.

Então, para a minha surpresa, a música que estava tocandopor todo esse sonho tão longo continuou um pouco mais depois de eu teracordado.

Foi aí que eu descobri que o tempo era diferente quandoestávamos dormindo de como era quando estávamos acordados. Eu notei essadescoberta e então me esqueci dela. Esta foi uma das minhas primeiras aventurasnos estados de consciência.

Já moça, nos anos 70, eu aprendi o novo termo “consciênciaalterada”. Antes disso, consciência significava que estávamos acordados emoposição a adormecidos.

Agora, quando olho para trás, eu posso ver que meu estado deconsciência foi muito baixo por muitos anos, pois eu era muito deprimida.

Eu era deprimida porque sentia falta do meu EU, e muitocontrariada por não poder SER eu mesma com qualquer um ou seria julgada.Portanto, eu escolhi recuperar os meus deprimidos.

Eu digo “meus”, pois a depressão me seguiu por muitosestágios da minha vida. Agora eu vejo todos os meus deprimidos estudandoalegremente na linda Escola de Mistério.

Eu fiz uma versão desse exercício muitas vezes, mas elanunca fica antiga e cada vez eu me sinto melhor.

Eu espero que vocês possam recuperar as partes perdidas doseu EU e as levem para essa linda Escola de Mistério.

Elas aprenderão muito e vocês também.

Bênçãos.

Agradecimentos a Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com




Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Suzanne+Lie


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA