Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

FRAGMENTOS – III / III

 

FRAGMENTOS – III / III

Por AarayA de Siriús

O Mensageiro Siriano.

Através de Dinnho Beduzupo.

a 4 de Junho de 2020


.
 


(Continuação… da Parte II)


Amadas Almas, Saudações!

Dinnho Beduzupo: — Durará muito ainda esse movimento de rebelião social contra o Sistema que ainda oprime as chamadas “minorias”?

AarayA de Sírus Real: — O tempo que levar para que cada um, cada ser, cada criatura legitimamente desperta para quem é e seu real papel nesse Agora para reconhecer-se no outro como um fractal de si mesmo, e claro, portar-se de acordo. Ou seja, não espere por datas de calendário, como tantos de vocês ainda se distraem fazendo; a coisa toda segue por via muito à parte disso.

DB: — Bem, do lado de cá*, a gente fica torcendo para que todos possamos atingir esse ponto de elevação consciencial o quanto antes. Perdemos muito tempo e dispensamos muita energia nessa vala rasa do preconceito.

Aa: — De fato, trata-se de um processo bastante desgastante que densifica o lado mais sombrio e egoísta do Homem invigilante, do Servidor da Luz desativado de sua melhor versão. Mas, folgamos em lhe dizer, mais querido, que essa aparente desordem que sua mídia insiste em lhes exibir como algo capaz de deslegitimar o todo do movimento, já precipita no florir dos primeiros frutos. Nada disso passará em vão. Mesmo entre os racistas e separatistas em geral, a mensagem oculta está sendo entregue: “Não passarão!”. E eles sabem o que isso quer dizer, porque bate de frente com um dos pilares da Densidade que comanda a centralização do poder e manutenção dessa ordem velada, que se alimenta da opressão, da segregação, do medo – e você já aprendeu o quanto tudo isso pode ser danoso, seja para o indivíduo, seja para a célula social à qual pertença.

DB: — Verdade. O que aconteceu com aquele homem… a cena do policial apoiando o joelho sobre seu pescoço, que agonizava suplicando para que o deixasse respirar… Toda vez que passa, fico mal. E nada, nada justifica àquilo.

Aa: — Bem, pois saiba que para muitos, àquilo não foi nada demais. Entendem que o homem estava envolvido com práticas ilícitas e que, se tivesse tido uma conduta “correta”, jamais passaria por nada daquilo. Dizem que ele escolheu aquele destino, assim como tantos outros, e que mereceu o fim que teve. Alegam ainda que homens brancos também sofrem “injustiças” através de autoridades negras, e que o destaque jamais é o mesmo. Então verifica-se o quão disperso de seu Eu Sou cada centelha ainda pode estar, e debate-se entre a realidade que lhe agride e a ilusão que lhe conforta.

DB: — Conheço casos. A questão de se colocar no lugar do outro ainda é assunto sem um acabamento mais polido, daí as “pérolas” racistas travestidas de justificativa brotam por todos os lados.

Aa: — E alguns desses ainda se auto-intitulam “Guerreiros da Luz”, amiguinho! Não nos cabe contar à eles com que destino estão se alinhando através desses conceitos pobres em bom senso e empatia, amor e fraternidade legítimos. Quando derem-se conta com que espécie de vibração de baixa densidade se permitiram envolver, lamentarão muito. Porque vieram ao planetinha azul para trabalhar essa possibilidade de expansão, de respeito por si e pelo próximo, e cabularam aula. Muito embora todas as provocações para que revissem seus próprios conceitos de vida e conduta lhes fosse ofertado pelo tempo de suas experiências sobre Gaia.

DB: — Deve ser difícil para eles a compreensão de que todos somos um (1) com o Todo, suponho.

Aa: — De fato, mas sequer isso justifica apoiar ou tentar justificar qualquer ação violenta, e que ainda culmine com a morte de um seu irmão. Nada disso é energia da Nova Terra, do Novo Homem, e pobre de quem ainda resiste à isso – porque a probabilidade de vir à sofrer na própria pele o que hoje julga “normal”, é grande. E não por efeito de alguma espécie de castigo externo ou algo que lhe valha, e sim porque a energia que você emana é a mesma da qual o Universo lhe cobre, assim como causa e consequência. Tenha essa percepção objetiva ou não, é assim que as coisas são.

DB: — Dia desses vi um cometário triste de um amigo… Em linhas gerais, insinuava que relacionamentos inter-raciais era algo indevido. Ou seja, que brancos tinham que se relacionar com brancos, negros com negros, e coisas assim… Não compreendeu o que aquilo queria dizer, sobretudo nos dias de hoje, onde tudo se questiona e transforma.

Aa: — Você não conversou com ele?

db: — Não. Mas houveram insights sobre a questão tomando quase que o dia inteiro sobre o tema, compartilhado no grupo (Facebook: AarayA de Sírius – Insights). Também não sei se ele viu, mas sinto que o recado para quem pensa e sente daquele modo, foi dado de acordo.

Aa: — Fez bem. Muitos que pensam de maneira tão simplista assim raramente recebem bem críticas. E você não está no planeta para catequizar ninguém, já conversamos muito sobre isso. Quem entende que cor de pele é fator determinante para que alguém se relacione de acordo com outro alguém, ainda adormece para os valores fundamentais de uma legítima coexistência mais elevada e feliz. Quem tenta justificar um excesso, um desmando, um assassinato, e seja nas bases em que se apresentem, idem. São Servidores da Luz letárgicos, que ainda haverão de ser ativados em outra esfera de entendimento e postura efetiva. Não se desgaste com nada disso. Estágios evolutivos distintos tem dessas coisas!

DB: — Fico pensando, mentor: Se sofrem na hora de encarar que o que vale, que o que deve prevalecer é o respeito pelo significado da essência que cada um de nós somos, o que lhes restará quando os irmãos galácticos com sua diversidade de cores e formas se apresentarem publicamente?!

Aa: — Belíssimo, como já pontuamos em nossos apontamentos, um desafio por vez! [sorriso] Porque a questão é um pouco mais complexa do que isso, saiba.

DB: — Por que, mentor?

Aa: — Porque quem sofre para se abrir para a infinitude de outros seres, sequer se precipitou em se abrir e reconhecer-se a própria, e isso é um processo absolutamente indispensável para qualquer Pozinho de Estrelas que esteja engajado em acessar sua melhor versão. Muitos já carimbaram sua passagem para a auto-transcendência de tudo isso para novas experiências e contatos mais elevados, mas muitos outros, não. E tudo isso faz parte de um Todo bem maior que os terranos ainda não possuem sentidos para compreender, muito menos absorver em toda a sua extensão. Até lá, o que é possível e recomendável que se faça, é permanecer na senda do bem, do respeito irrestrito, do amor incondicional – sem julgamentos. [sorriso]

Selamat Matah! (A Paz esteja convosco!)


Amorosamente,

AarayA de Sírius

Dinnho Beduzupo


NOTA DO CANAL:
É mais do que tempo para que cada qual permita-se viver bem consigo tanto quanto com o outro, porque o princípio de nossa natureza é o mesmo, indivisível diante do Cosmos e aos olhos de Deus. Enquanto resistimos à isso, mais dessas energias ralas nos cobriremos porque é isso que invocaremos. Não posso responder por vocês, mas EU quero mais do que virar essa página – eu quero é queimar essa publicação inteira! 😊

 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos
 

Recomenda-se o discernimento.

 

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


geoglobe1