Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

JORNADA PELO DESERTO

JORNADA PELO DESERTO 

Mensagem de Maria Madalena

Através de Pamela Kribbe. 

 

Tradução: Vera Corrêa

a  7 de abril de 2020



.
 
 

 
 
Queridas e lindas pessoas,

Eu Sou Maria Madalena. Faço parte deste grupo; vocês são minha família de alma. Estou aqui entre iguais, entre pessoas afins, e cada um de vocês tem um propósito semelhante ao meu.

Não sou o único ser do lado de cá que está presente aqui. Esta sala está cheia da energia radiante dos seus guias e ajudantes. Eles querem abraça-los. Nós queremos criar um canal aqui, através do qual vocês possam receber o que precisam: amor, conforto e encorajamento.


Recebam tudo isto de braços abertos, pois vocês o merecem. A vida para vocês é uma luta. Estão tentando sobreviver e se manter neste mundo, um mundo que, em muitos aspectos, não ressoa com vocês, não reflete os movimentos mais profundos de suas almas.

Para muitos, a vida aqui na Terra é como uma árdua jornada através de um deserto árido. O que falta é uma direção, um caminho claro, uma visão do que está por vir. Vocês se sentem sozinhos aqui, e eu quero tocá-los, sentir seus corações e lembrá-los de quem vocês são.

Há pouco eu disse que meu objetivo é o mesmo que o de vocês. Estamos todos aqui na Terra para ajudar, apoiar e acelerar os processos de transformação nos quais a humanidade se encontra. Vocês são os professores de uma nova era e se perguntam como podem ajudar a mudar a consciência na Terra. Bem, vocês ajudam quando permitem que a nova consciência nasça em vocês mesmos.

É assim que podem ajudar; vocês levam fertilidade ao deserto, vocês cuidam do deserto com sua consciência recém-nascida. Desta maneira, surge uma nova vida na Terra. Novo desenvolvimento e florescimento surgem em um lugar onde a seca e a aridez reinavam; um lugar onde o medo e o poder prevaleceram por longo tempo, e onde o ânimo e a inspiração foram banidos nas pessoas.

Não pensem, por um instante sequer, que estou pintando um quadro sombrio demais da sua história, porque vocês não sabem o que é vivenciar a leveza e a verdadeira alegria e realização na vida. Vocês se esqueceram o que é ser uma criança humana que se sente segura enquanto vive entre o Céu e a Terra; o que é brincar em liberdade, sabendo que é sustentada pelos elementos da Terra e bem-vinda aqui; o que é ser guiada pelo Céu e sua energia que a ajudam de lá.

Isto, sim, é a verdadeira alegria; é assim que a vida na Terra deveria ser! Entretanto, mesmo assim, ainda há muito a aprender, a descobrir, a experimentar na vida, sabendo, ao mesmo tempo, que se está envolvido em segurança. É isto que muitos de vocês desejam: uma vida envolta em segurança, em amor e carinho. Vejo-os ansiando por isto, e sei que podem tê-lo.

Desejem, sim, esse outro mundo, esse nível de vibração ao qual vocês verdadeiramente pertencem. Acalentem esse desejo, porque ele é como um farol que os guia. Ao mesmo tempo, peço a cada um que perceba as partes de si mesmo que ainda não chegaram tão longe, os aspectos seus que ainda estão presos ao mundo antigo, ainda apegados, por assim dizer, ao deserto, à aridez e à seca.

A verdade é que existem partes suas que estão ligadas ao antigo modo de ser, que ainda não são capazes de abandoná-lo e crescer com o novo. Neste momento, está ocorrendo uma mudança maciça no coração das pessoas, está havendo uma elevação de consciência no mundo. Há um desejo crescente no ser humano de ser natural e espontâneo e, como acabo de descrever, isto deve se desenvolver a partir de um senso de segurança.

Vocês são os precursores deste processo, os pioneiros. Cada um de vocês traz em si o germe do professor, do orientador de outros. Ao mesmo tempo, está mergulhado no abismo mais profundo, conhecido por “noite escura da alma”. Você deseja chegar ao novo território, quer explorar um novo terreno, mas, antes de tudo, precisa despedir-se completamente do seu antigo lugar, com suas energias carregadas de medo, dor e julgamento; um lugar ao qual você ainda se apega.

Então, justamente quando você é um professor, ou está no processo de tornar-se um, você é jogado nas profundezas para descobrir tudo que o conecta com a situação antiga e que precisa ser liberado. Você é literalmente lançado nas profundezas quando passa a se dedicar à abertura da sua consciência ao novo.

É por isto que estamos todos aqui com você: eu e seus guias junto com outros professores. Nós o louvamos por sua coragem, porque você sabia, quando começou sua vida na Terra, que este seria um período de transformação, durante o qual teria que encarar e enfrentar as partes mais sombrias de si mesmo. E esta é justamente a chave que abre a porta para o novo.

O que o torna tão corajoso é que você se aventurou no salto sem saber exatamente que profundidade o esperava. Ao encarnar, ao mergulhar em uma nova vida terrena, você perde a clareza e a visão geral que possui como alma nos reinos além da Terra. Você mergulha na ignorância e no esquecimento, mas com a profunda confiança de que encontrará o caminho de volta ao Lar, de que saberá o que precisa fazer. Este é um ato de muita coragem e quero que você se orgulhe disto.

Se não souber como proceder em sua vida, como lidar com padrões muito persistentes de medo, de dor ou tristeza; se tiver a sensação de estar preso, perceba que você assumiu esta jornada com grande coragem e grande inspiração, com o intuito de contribuir para uma nova consciência na Terra. De certo modo, você se sacrifica, renunciando a tudo o que há de antigo e ansioso em você, para poder experimentar o novo; e, assim fazendo, pode também ser um exemplo para outros.

Mas, é importante entender a natureza desta renúncia. Não é exatamente um sacrifício que você faz pelos outros ou pelo mundo. É uma reverência profunda à sua própria essência, àquilo que transcende seu conhecimento humano e sua vontade humana; é uma reverência à sua própria grandeza como alma.

Nesta vida, seu objetivo é realmente dar prioridade à alma e seu destino, mesmo que isto às vezes faça com que você, como ser humano, se contorça de dor e o encha de desgosto e desespero. Entretanto, peço-lhe que tenha respeito por si mesmo e pelos outros que estão passando por um processo semelhante.

Não julgue, porque a profundidade da “noite escura da alma”, a escuridão pela qual qualquer pessoa esteja passando, não diz nada sobre o ponto em que essa alma, esse ser humano, se encontra, em seu caminho interior. Dispor-se a enfrentar profundamente certos aspectos de si mesmo é um claro sinal de força e coragem; e às vezes, este encontro parece vir de fora.

Digamos, por exemplo, que alguém esteja tendo que lidar com uma doença muito séria, ou com um grande infortúnio no nível humano, e você, vendo isso, pensa: “Eu não quero nada disso para mim! Quero ser poupado disso e viver na luz!”

Entretanto, existem níveis mais profundos em você que dizem “sim” para a escuridão, partes de você que sentem e sabem… “Há algo em mim que precisa dessa experiência de vida. A escuridão quer ser vista, ela tem sentido para mim, e mesmo que eu grite e chore de dor e medo, eu confio nesse processo.” Este é o seu maior desafio… confiar na “noite escura da alma”.

Perder a confiança é algo muito humano. O que você precisa, quando perde a confiança, é de compaixão e compreensão. Quando toda a luz desaparece, a compaixão é a energia que se mantém por mais tempo e alcança mais longe.

Pensar que você sabe o que é melhor para o outro, ou oferecer-lhe conselhos bem-intencionados não é a forma de se conectar com uma pessoa angustiada, ou mesmo consigo mesmo quando você se sente assim. Essa conexão só é possível através da compaixão. Estar junto do outro e realmente ouvi-lo e compreendê-lo, envolvendo-o com calor humano, reverência e respeito… esta é a energia que traz a maior cura para aquele que está passando pela “noite escura da alma”.

Geralmente você não consegue oferecer a si mesmo esta compaixão quando se encontra no mais fundo da “noite escura da alma”, quando está enfrentando as partes mais sombrias de si, as quais rejeita. Você não se ama, talvez até se deteste.

Você tem ideias preconcebidas a respeito da situação em que se encontra, da posição em que deveria estar, o que deveria ter feito… Muitas vezes, se afunda em preconceitos e autocrítica, em arrependimentos e remorsos, que o paralisam. Isto é o oposto da compaixão por si mesmo.

Estes são os níveis mais profundos em que a consciência humana pode mergulhar: as camadas de medo, autonegação, raiva, remorso, resistência, depressão. A chave é atrever-se a estender a mão para mim com um sentimento de igualdade, porque eu o entendo, eu o vejo, eu ouço você.

Criar esse espaço para o outro é o que podemos fazer um pelo outro. Atualmente há muita necessidade disto. Um ser humano que tenha atingido o ponto mais profundo da “noite escura da alma” está sozinho, de certa forma, mas faz uma enorme diferença quando as pessoas o apoiam sem julgamento e numa posição de igualdade.

Veja bem, isto também é essencial na profissão de professor neste Novo Tempo. Não se trata de discursar do alto de um palanque, ou de citar livros cheios de sabedoria ou princípios elevados, mas de realmente ajoelhar-se ao lado de alguém e estender-lhe a mão em igualdade.

Porque o seu saber vem de ter vivenciado essa profundidade, ou da sensação de que poderá estar lá em algum momento futuro. Se conseguir colocar-se nesse espaço com o outro e lhe oferecer aceitação e compreensão, você estará com os dois pés na Nova Terra, pois terá sacrificado seu ego – aquilo que “sabe mais” e quer manter o controle.

No nível da espiritualidade, você também pode ter um ego cheio de ideias elevadas, mas estar muito pouco enraizado em sua condição de ser humano, e em vez de ser fluido e flexível, ser inflexível e rígido demais.

O que acontece durante a “noite escura da alma” é que você é convidado e desafiado a deixar de lado todas as suas ideias rígidas e realmente seguir o que está vivo, o que está acontecendo de fato. Outra pessoa pode ajudá-lo nisso, mas você deve se desapegar em seu nível mais profundo.

Acredite que você está bem como é, que você é um filho inocente da vida, que não precisa se defender; uma criança que está segura na Terra e sob os Céus. A intenção da “noite escura da alma” é justamente leva-lo a sentir isso novamente.

Tudo o que não seja seu, tudo que seja falso, inflexível e rígido – especialmente em relação a você – precisa ser liberado. E isto dói, porque você pode estar apegado à rigidez e à severidade, as quais talvez lhe deem uma falsa sensação de certeza, mas que não são vivas, que não são reais.

Na verdade, você é uma fonte vibrante de luz – uma luz fluida. Imagine que esta fonte de luz está no seu abdome, e dela flui uma energia vibrante para o seu coração e todo o seu corpo. Esta energia é nova e cheia de vida, ela torna a Terra fértil. Sinta essa energia no meio do seu abdome. É uma energia que vem diretamente da sua alma, e é tão poderosa que destrói todas as antigas armadilhas e estruturas que você nutria. Portanto permita que essa energia flua.

Você já conseguiu muita coisa internamente. Orgulhe-se de si mesmo, reconheça sua própria grandiosidade. Não hesite em dar espaço para a luz que brilha através de você. E fazer isto não tem nada a ver com o ego. Trata-se de se desapegar, não mais reter o que deveria fluir através de você: alegria, compreensão, sabedoria, compaixão e luz – uma luz bem fundamenta, que não julga.

Eu saúdo todos vocês de coração. Sintam mais uma vez a energia do poder e da luz. Gostaríamos de presenteá-los com um banho de energia, de luz – simplesmente digam “sim” a isto. Nós os amamos e respeitamos profundamente quem vocês são.

Maria Madalena

Pamela Kribbe.

© Pamela Kribbe



Agradecimentos a:  

 




Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


 
 


Recomenda-se o discernimento.

 


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.