Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

LIMPEZA ENERGÉTICA NO SEU OLHAR.


Maria Padilha.

Por Maria Silvia P. Orlovas

 
publicado a 13 de setembro de 2019

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.


 
Olhe o seu mundo interior.
 
O seu mundo interior define aquilo que você verá no mundo externo.
Se você olha a si mesmo como um ser sofredor, assim você será.
Se você olha a si mesmo como um filho amado de Deus, assim você será.
 
Eu sempre me senti uma pessoa perdida, me sentia muito culpada dos meus erros.
E me sentia muito culpada pelos meus desejos. E, ao mesmo tempo, abandonada pelas coisas que não davam certo, pelos amores que não se consumavam.
Quem olhasse de fora minha aparência, os belos vestidos, as joias, os lugares cheios de luxo, jamais poderia imaginar o que se passava no meu coração.
 
O meu coração era triste, então não adiantavam adornos externos, porque a tristeza estava em mim, nascendo em mim.
Eu me achava um erro e, por mais coisas que eu pusesse em mim para me preencher, eu acreditava que apenas o amor de um companheiro pudesse ser capaz de me trazer a felicidade.
O meu coração sofria, apertado dentro de mim.
E quantas mais experiências eu ganhava nos meus relacionamentos, mais histórias, mais pessoas, isso só servia para me colocar mais amarrada às minhas crenças de que eu não era honrada, de que eu não tinha reciprocidade no amor, de que eu não era entendida, querida, suportada.
E isso me trazia cada vez mais solidão.
E eu atraía pessoas igualmente solitárias, que igualmente queriam receber coisas, e igualmente infelizes.
 
E somente quando eu acessei a conexão com a Chama Violeta, e a luz de cura da Chama Violeta transmutando os meus pensamentos, é que eu pude ver que a minha vibração me deixava exatamente nesse mundo sem luz.
E o amado Mestre da Chama Violeta me ensinou em suas palavras sábias que o erro é um grande desenho de Deus: um grande traço numa tela branca que, enquanto está acontecendo, se parece apenas com um rabisco. E esse desenho só vai tomar forma, significado, com a passagem do tempo e com o preenchimento que o artista vai oferecer à sua obra.
 
Você é o artista.
Olhe as coisas da sua vida com bons olhos.
Tire a tristeza de seu olhar.
E tudo o que você passa, e tudo o que você já viveu vai tomar outro colorido, vai ganhar uma nova luz.
Para isso, você precisa da conexão espiritual.
Você precisa estudar, abrir a sua mente, conhecer outras pessoas, ouvir outras músicas, fazer outros caminhos, experimentar outros sabores.
Só você, abrindo a sua energia, poderá sair da sua rotina e se conectar a novos lugares, novas pessoas.
 
Na minha experiência, eu tive acesso a muitas coisas bonitas.
Eu tive acesso a muitas belezas: lugares, palácios, mesas, festas.
Mas, enquanto eu tive em mim o olhar da tristeza, eu não conseguia ver beleza alguma.
Então não são os cenários externos que fazem a cura.
A cura vem de uma mente, de um coração curado, harmonizado, pacificado, para que a pessoa possa ser um verdadeiro receptor de belezas, luz e amor.
É um processo interior, é o processo da evolução.
 
Hoje, e a cada dia que tem se passado na minha existência, depois do meu despertar, a minha visão me traz amor, perdão, oração.
Por tudo o que eu já fui, por tudo o que eu já fiz, e pelas pessoas que cruzaram o meu caminho.
Hoje eu sei aquilo que você também precisa saber. Que, quando eu evoluo, carrego comigo todos os que estão à minha volta: minhas memórias, meus sonhos, minhas ilusões, meus pensamentos.
Tudo vem comigo. Tudo se transforma comigo. Tudo amadurece comigo.
 
A Chama Violeta é a chama da iluminação, o fogo sagrado que aquece a minha alma, limpa a tristeza e me faz ser o amor.
Nesse momento, eu ofereço o meu amor a você.
Ofereço os meus braços, as minhas mãos, e convido você a seguir comigo esse caminho de amadurecimento e de luz.
Vejo à minha frente esse caminho.
E convido você, que ainda sofre por amor, por sentimentos de abandono: me dê as mãos, venha comigo, e vamos fazer dos nossos erros o grande acerto.
Eu sou Maria Padilha e ofereço o meu amor a você.
 
Sigamos na Luz, sejamos luz.
 
 







Recomenda-se o discernimento.

Por favor, respeitem todos os créditos
 

 
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião é desnecessária à esperitualidede.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle e dogmas das religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
 


Por favor, respeitem todos os créditos
 


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Recomenda-se discernimento e evitar o julgamento.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:


Atualização diária.

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
 
Visitas recentes:
 
Free counters!

geoglobe1
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.