Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

O Plano de Trump de criar Força Espacial dos EUA desafia o Estado Profundo (Deep State) ~ Michael Salla


Plano de Trump de criar Força Espacial Militar dos EUA desafia o sigilo do Estado Profundo (Deep State).

Por Michael Salla

Fonte: https://www.exopolitics.org/

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch



 
A Força Espacial dos EUA se tornará um novo ramo das forças armadas que visa garantir o domínio dos EUA no espaço. Trump quer que a América retorne à Lua e chegue em Marte. Em 18 de junho, Trump fez um discurso em que pediu o desenvolvimento de uma Força Espacial dos Estados Unidos que assume as atuais funções espaciais da Força Aérea dos EUA. A Força Espacial proposta se tornaria o sexto ramo das forças armadas dos EUA e teria autoridade igual à USAF.
 
 
Na reunião do Conselho Nacional do Espaço, realizada na Casa Branca, Trump disse :
“Nós devemos ter o domínio americano no espaço … Eu estou por este meio direcionando o Departamento de Defesa e o Pentágono para iniciar imediatamente o processo necessário para estabelecer uma força espacial como o sexto ramo das forças armadas. Nós vamos ter a Força Aérea, e nós vamos ter a Força Espacial. Separados, mas iguais. Vai ser algo tão importante”.
Trump então comandou ao general Joseph Dunford, presidente do Joint Chiefs of Staff, (Estado Maior Conjunto das Forças Armadas dos EUA) para “cumprir essa missão”. A posição de Trump está em desacordo com as declarações anteriores do Secretário da Força Aérea dos EUA, Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, e James (Mad Dog) Mattis, Secretário de Defesa, que saíram em oposição a uma iniciativa do Congresso em 2017 para estabelecer um Corpo Espacial. Mattis escreveu em uma carta:
“Eu me oponho à criação de um novo serviço militar e a camadas organizacionais adicionais em um momento em que estamos focados em reduzir despesas gerais e integrar esforços conjuntos de combate”.
bases-lua-marte-ssp
A iniciativa de Trump, portanto, se destaca, uma vez que ele foi contra as recomendações de seus conselheiros militares mais antigos. Como apontado por um analista militar, Trump não tem autoridade para criar um novo serviço militar, apenas o Congresso dos EUA pode fazê-lo. Trump tem, no entanto, a autoridade para começar a planejar a criação de tal serviço, conforme demonstrou ordenando ao General Dunford que iniciasse o processo.
Existem várias questões que surgem da iniciativa de Trump. Por que ele está indo em frente num projeto que é contestado por seus conselheiros militares seniores? Como a Força Espacial proposta combina com as informações de denunciantes / insiders que afirma que a Força Aérea já possui um programa espacial secreto? Finalmente, o que dizer das alegações adicionais de que a Marinha dos EUA tem um programa de Espaço Profundo muito mais avançado com veículos espaciais de quilômetros de comprimento que usam Marines Espaciais como força de combate?
Ao encontrar respostas para essas questões, é importante entender que, ao ordenar a criação de uma Força Espacial, Trump está sacudindo a árvore burocrática e corporativa que esconde o Programa Espacial Secreto que a Força Aérea opera junto com o Escritório Nacional de Reconhecimento (NRO), o Departamento de Defesa (DoD). Agência de Inteligência da Defesa (DIA) e da Agência Nacional de Segurança (DHS).
Grandes empresas aeroespaciais, como a Lockheed Martin, a Northrup Grumman, a Raytheon, a General Dynamics, etc., (todas as empresas do Complexo Industrial Militar) já forneceriam as tecnologias e componentes para o Programa Espacial Secreto da Força Aérea e da Marinha. Consequentemente, o Complexo Industrial Militar / Estado Profundo desempenhou um papel importante na definição da política espacial devido à sua capacidade de manipular os oficiais da Força Aérea através do processo de fornecimento e aquisição.
porta-aviões-avengers-ssp
É a ficção se transformando em realidade,
Em artigos anteriores, descrevi um plano de “divulgação limitada” para revelar a existência de duas ou mais estações espaciais, juntamente com triângulos voadores antigravitacionais (espaçonave TR-3B) e outras espaçonaves exóticas construídas por essas corporações. To the Stars Academy, de Tom DeLonge, também parece ser uma iniciativa de divulgação limitada do SSP-Secret Space Program, conforme explicado anteriormente.
programa espacial secreto da Marinha dos EUA é supostamente o programa espacial secreto mais altamente classificado e avançado, e a compartimentalização tem sido tão bem sucedida que poucos oficiais da Força Aérea sabem que a Marinha dos EUA possua tal programa. Uma coisa que ficou clara, porém, é que a verdade sobre o programa da Marinha só será revelada depois que a USAF divulgar o seu Programa Espacial Secreto.
Com base em minhas análises de fotografias de embarcações feitas perto da Base da Força Aérea de MacDill (Flórida) e das experiências do fotógrafo que interagiram com os ocupantes da espaçonave, ficou evidente que o Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA fornece o pessoal para o Programa Espacial Secreto da USAF.
O Comando de Operações Especiais da Força Aérea é um dos dez Comandos Maiores que compõem a USAF. Outro Comando central para as operações espaciais é o Comando Espacial da Força Aérea. Enquanto o Comando Espacial da Força Aérea lida com a logística e as tecnologias para operações espaciais, o Comando de Operações Especiais da USAF controla o pessoal.
Portanto, o verdadeiro propósito de Trump em propor a Força Espacial é que ele quer acelerar o processo de revelação pelo qual as tecnologias e o know-how que são usados ​​no Programa Espacial Secreto da Força Aérea são tirados das múltiplas burocracias e corporações que o desenvolveram secretamente  – o Complexo Industrial Militar / Deep State.
Trump quer que o escritório do chefe do executivo, a Casa Branca, desempenhe um papel direto na definição da agenda política para futuras operações espaciais, que por décadas foram estabelecidas sem qualquer supervisão real da Casa Branca.
No planejamento e criação de uma Força Espacial dos EUA, Trump iniciou um processo pelo qual ele e a Casa Branca (o “governo”) terão um papel mais influente na futura política espacial, que até agora era controlada pelo Programa Espacial Secreto da USAF e pelo Complexo Industrial Militar. / Deep State.
jfk-citação
O último presidente a confrontar o Complexo Industrial Militar / Estado Profundo de maneira tão frontal e aberta sobre as tecnologias aeroespaciais avançadas (OVNIS) foi John F. Kennedy com seus memorandos gêmeos em 12 de novembro de 1963, iniciando operações conjuntas espaciais e lunares com a União Soviética. O trágico resultado para o presidente Kennedy é bem conhecido, eu prevejo que Trump provavelmente terá mais sucesso com sua iniciativa da criação da Força Espacial.
© Michael E. Salla, Ph.D.


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos
Recomenda-se o discernimento.





Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.