Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

O QUE DEVO PERGUNTAR?

O QUE DEVO PERGUNTAR?

 Mensagem de KRYON 

Canal: Lee Carroll

 

Tradução: Regina Drumond

a 27 de anril de 2020

fonte da imagem



Para ajudar o leitor, esta canalização foi revisada [por Lee e Kryon] para fornecer uma compreensão ainda mais clara. Em algum momento, as informações são enriquecidas ou condensadas. Muitas vezes, o que acontece ao vivo implica energia nele, o que acarreta um tipo de comunicação que a página impressa não possui. Então aprecie esta mensagem dada em Reykavik.
 
 
Saudações, meus queridos, eu sou Kryon, do Serviço Magnético. Se você acabou de entrar em sintonia, esta é a nona canalização da série apresentado na ilha da Islândia.
 
O grupo se reúne pela última vez e desejo falar com o grupo e dizer o seguinte: Atualmente, meus queridos, algumas sementes foram plantadas em cada um de vocês. As sementes são boas e, como qualquer outra semente neste planeta, quando são enterradas, o fazendeiro tem a opção de regá-las ou não - deixá-las crescer  - ou cuidar delas.. Este é o livre arbítrio de cada um de vocês.
 
Algumas sementes foram plantadas naqueles que nunca chegariam a uma canalização de Kryon sem esse passeio. Algumas sementes foram para aqueles que estavam curiosos e queriam saber um pouco mais sobre coisas esotéricas. Muitas sementes também foram plantadas nos mais esotéricos de vocês, e essas sementes destinam-se ao crescimento de percepções no passado onde vocês estão percebendo atualmente.
 
Cada um de vocês é conhecido por Deus, conhecido pelo Espírito e conhecido pela Fonte Criativa. Você não é conhecido pelo nome ou pelo rosto que carrega, mas pelos atributos de sua alma, algo que você tem que é reconhecido por quase toda a humanidade. Os seres humanos reconheceram intuitivamente a alma como algo que é eterno. Todo sistema de crenças do planeta fala sobre onde a alma vai depois da morte. Faz parte de você; está acima de você; e, mesmo que você não acredite, as tradições de eras de marítimos  sempre falam sobre almas a bordo. A existência da alma é assumida; é inata; é algo que toda a humanidade, em algum nível, reconhece como real. E o humano que está conectado à alma também é bem conhecido por nós. Sabemos por que você pode estar aqui, o que pensa e o que precisa.
 
Livre arbítrio é a frase que usamos agora. Significa que nada acontece, nenhuma semente cresce, a menos que você peça.  Nada espiritual lhe acontece, a menos que você esteja disposto a olhar além do que foi ensinado e, talvez, dizer para si mesmo: Eu duvido que isso seja verdade, mas quero saber mais. E se este for você, você será como meu parceiro que agora está sentado na cadeira.
 
Gostaria de repetir brevemente uma parábola que lhes dei há muitos anos, porque é pertinente ao seu tempo. Estamos aqui agora em um momento no planeta que está preocupado com o vírus. [Março de 2020] Muito está acontecendo com relação à tentativa de desacelerar, e muitos estão torcendo as mãos imaginando o que virá a seguir. Eles estão com medo.
 
Parábola da Mãe e do Filho
A parábola que dou agora também foi dada há muitos anos, mas é uma parábola que precisa ser repetida. A parábola é sobre a mãe e o filho. Imagine, por um momento, nesta alegoria, nesta história, que uma mãe tem um filho pequeno, de três ou quatro anos. Inquisitivo, ele é, e ele está apenas aprendendo a falar melhor. A mãe, como todas as mães, passará um tempo olhando para ele e dizendo: “Oh, você tem muito a aprender, meu filho. Eu gostaria de poder lhe dar um conselho que você possa entender e saber agora. Eu gostaria de poder falar sobre coisas que você irá encontrar que poderão assustá-lo - e lhe mostrar que tudo está bem. Eu gostaria de poder contar sobre as armadilhas da vida - o que não fazer e o que fazer - se você ouvir. Eu gostaria de poder ter um momento com sua alma. Eu gostaria de poder ter uma comunicação que eu sei que não está disponível no momento, e que você terá quando crescer. Eu sei que você chegará a uma certa idade em que não ouvirá. Você seguirá o seu próprio caminho e, depois, ouvirá mais tarde; e, então, terá que aprender suas próprias coisas do seu jeito. ”
 
Toda mãe deseja estes tipos de coisas ao olhar nos olhos dos recém-nascidos e dizer: “Que vida está diante de você! Que coisas bonitas você irá descobrir. Eu adoraria lhe mostrar mais. "
 
Imagine, neste momento, que um anjo aparece e diz à mãe:
 
"Querida, irei lhe conceder o seu desejo, por apenas um momento. Não vai durar muito, então faça valer a pena. Quero que você olhe para seu filho porque, quando você olhar para ele e ele olhar para você, ele terá a mente de um adulto por apenas alguns momentos. Ele poderá lhe fazer três perguntas, e você poderá lhe responder, porque o intelecto dele será o mesmo que o seu.
 
Isso é exatamente o que ela pediu! No entanto, ela não poderia fazer nada além de responder à pergunta dele. Ela não poderia falar nada além disso. Ela não poderia ensiná-lo ou aconselhá-lo sobre o que fazer ou o que não fazer. Ele deveria perguntar. Ele receberia três perguntas.
 
A mãe ficou surpresa! "É isso aí", ela pensa. “Era isso o que eu queria o tempo todo. Isso irá acontecer! Que oportunidade de ajudá-lo!
 
A mãe se prepara emocionalmente e entra no quarto com o filho. Ela olha nos olhos dele, e ele olha também e sorri. "Saudações, mãe, eu a amo muito." Oh meu! Você pode imaginar por um momento o intelecto que fluiu nele como um adulto de trinta anos ou mais? Foi incrível e ela vê que ele está muito ciente do que está acontecendo.
 
A mãe então diz: “Oh, este é um ótimo momento, filho. Por favor, faça suas perguntas. ” O garoto olha em volta do quarto e olha para a mãe, decidindo o que perguntar. Ele olha para todas as coisas ao seu redor, depois se vira e olha pela janela. Ele diz:
 
"Mãe, há algo que eu sempre quis saber. Por que o céu é azul?"
 
A mãe fica quase mortificada com a pergunta! Ah não! Essa não pode ser a pergunta! Chegue a algo importante. Quem se importa porque o céu é azul! Ele desperdiçou a primeira pergunta.
 
Ela faz o possível para responder, como qualquer mãe faria. A próxima pergunta vem e é sobre as ondas no oceano. De novo não! O anjo disse que ele deveria ter um intelecto! Ele deveria ser como eu sou. Ele deveria saber o que perguntar. Ele é esperto. Por que ele não pergunta algo sábio?
 
A mãe discute sobre as marés do oceano e as coisas sobre o mar e a lua. Ele ouve e obviamente entende o que ela está dizendo. Ele está tão feliz por ter essa conversa! Ele está completamente satisfeito e é um momento muito amoroso para os dois.
 
A terceira pergunta vem e é tão simples quanto as outras duas. A mãe tenta se manter firme e esconder o seu desapontamento pelo fato do menino não saber o que perguntar ou como capturar esse momento profundo para descobrir algo realmente importante para a vida.
 
O que a criança fez, meus queridos, é olhar em torno de sua realidade, resumir o que já viu e experienciou em três anos e fazer as melhores perguntas que podia. Ele pergunta aquelas que são mais importantes para o seu nível de realidade e seu nível de experiência.
 
A mãe, apesar de decepcionada, teve a conversa de uma vida com seu filho pequeno e sempre ficará feliz por ter tido um tempo "mágico" com ele. Ela percebe que ele simplesmente não sabia o que perguntar [o que ela sente que é de vital importância para ele saber].
 
 
 

A história, queridos, é uma metáfora. A metáfora é sobre você e sobre o seu tempo agora.
Então, eu lhe perguntarei: E se você tivesse agora, a opção de fazer três perguntas ao Criador do Universo. Como um ser humano com o intelecto que você tem agora, o que você perguntaria?
 
A parábola indicaria que as perguntas mais comuns seriam sobre sua situação agora, enquanto vocês se aconchegam em suas casas longe de um vírus. Vocês poderiam perguntar: “Por que isso aconteceu? Como sairemos dessa bagunça mundial? O que virá a seguir?" Em outras palavras, você desperdiçaria todas as chances e perguntas, porque só faria perguntas a partir da sua perspectiva de ser humano, pegas em sua própria realidade da época.
 
Você não saberia o que perguntar, porque não sabe o que não sabe.
 
Portanto, a parábola termina com uma solução: qual é a melhor pergunta a ser feita? Qual é a única pergunta a fazer? A resposta sempre foi a mais sábia a perguntar:
 
Querido Deus, querido Espírito, querido Criador,  diga-me o que eu preciso saber.
 
Não é realmente uma pergunta, é? Você pode postar como uma, se desejar, pois ainda é uma solicitação:
Querido Espírito, o que eu preciso saber? Então, você  será informado ou será amado. É muito profundo, porque é uma solicitação que abre uma porta para todos os ensinamentos sobre os quais você não sabia como perguntar.
 
OUÇA: Se o garoto tivesse feito essa pergunta ou pedido, ela ainda estaria conversando agora ... talvez por horas ou dias. Você entende isso? A questão não é limitante, sensível ao tempo ou linear. Uma porta é aberta para os mistérios da vida, com a intenção da pergunta. Ela lhe dá o que você precisa, mesmo sem saber o que perguntar!
 
Pode ser sobre o seu próximo passo na vida, ou sobre como cuidar de si mesmo. Talvez ainda melhor, onde encontrar as pessoas certas ou encontrar as coisas certas para o seu futuro. Algumas destas que você pode encontrar podem estar aqui [no seminário], mas você ainda não as conheceu ou as ouviu. Há muito conhecimento transmitido pelos trabalhadores da luz nesses grupos, queridos. Estou diante de muitas velhas almas.
 
"Querido Espírito, diga-me o que preciso saber."
 
Então sente-se. Não espere uma caligrafia na parede ou uma voz do além. Em vez disso, fique em silêncio e continue sua vida. Aguarde a sincronicidade que lhe pertence, para fornecer as respostas que você não esperava. Essa é a pergunta mais madura, sábia e profunda que um ser humano pode fazer - mas, muitas vezes, não a fazem. Em vez disso, perguntam sobre a realidade imediata e coisas lineares, que nada têm a ver com sua magnificência.
 
Como uma Velha Alma, você sabe a diferença ou não estaria lendo essas palavras ou ouvindo esta mensagem. Eu digo isso porque, quando você sair deste lugar, essas coisas serão necessárias.
Deixe as sementes desta mensagem se firmarem e florescerem dentro de você. Deixe as sementes desta mensagem que foram plantadas neste dia em cada um de vocês, criar soluções em sua vida que irão durar para sempre. Parta diferente do que  quando você veio.
 
E assim é.
 
KRYON


 


Agradecimentos a:  


Página Principal: http://achama.biz.ly/

 


 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.