Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

O que é libido?

O que é libido?

Por Eu Sem Fronteiras.

6 de setembro de 2020. 

 
 
Mulher sentada na cama ao lado do marido. Ambos estão com cara de bravos..
 

 


Quantas vezes você já ouviu falar em “libido”? Essa palavra, que ainda provoca timidez e constrangimento em muitas pessoas, refere-se à energia que empenhamos na hora de realizar nossos desejos. Popularmente, a libido é conhecida como um sinônimo de desejo sexual, ou seja, o que define se uma pessoa sente vontade de transar ou de se masturbar.
 
 
Como o sexo é um assunto pouco discutido, muitas pessoas não compreendem o próprio corpo ou o que está por trás dos seus desejos. Há até quem acredite que a libido é um órgão do corpo ou que ela pode ser controlada com pensamentos. A falta de informação é um desserviço no autoconhecimento, então aprenda mais sobre esse assunto e melhore a sua conexão com você mesma(o)!

Libido além do sexo

Embora o senso comum relacione a libido diretamente ao sexo, ela vai muito além disso. Ao mesmo tempo que ela representa, sim, o desejo que uma pessoa sente de realizar uma atividade sexual, em companhia ou sozinha, a libido também é caracterizada como o desejo de uma forma mais abrangente.
O desejo de dedicar a sua energia a alguma atividade que não envolve o sexo também é comandado pela libido. Você pode chamar isso de força de vontade, também, se facilitar o entendimento. É o quanto você quer direcionar a sua atenção para alguma coisa. Assim, uma pessoa pode não sentir desejo sexual e ainda assim ter a libido alta. É o que acontece com algumas pessoas assexuais! 
Entenda mais sobre isso a seguir.

Imagem de um casal (homem e mulher) deitados em uma cama. Um olhando para o outro.
Imagem de Sasin Tipchai por Pixabay

Libido para assexuais

Assexuais são as pessoas que não sentem vontade de se envolver sexual e/ou romanticamente com outras. Existem subclassificações dentro dessa sexualidade, o que pode fazer uma pessoa assexual querer transar com uma pessoa por quem ela tem sentimentos românticos, ao mesmo tempo que alguém assexual também pode nunca querer se envolver dessa forma.
Em relação à libido, consideraremos as pessoas assexuais arromânticas, que não se envolvem sexual ou romanticamente com outras pessoas. Você deve imaginar que se essa pessoa não sente desejo sexual então ela não tem libido. Esse pensamento faria sentido se a libido se referisse exclusivamente ao sexo, mas, como vimos anteriormente, ela vai além disso.
Uma pessoa assexual arromântica sentirá sua libido em ação quando realizar uma atividade qualquer com atenção plena ou quando atender a um desejo que sente. Toda a energia que ela direcionar para comer ou para, dependendo da situação, sobreviver, será proveniente da libido. É por isso que pessoas assexuais também possuem libido!

O que pode diminuir a libido?

 
Se você não é uma pessoa assexual (sente desejo sexual por outra pessoa), talvez você tenha passado por momentos da vida nos quais não queria se envolver sexualmente com uma pessoa e não queria nem mesmo se masturbar. Essas duas atividades não são obrigações, mas são desejos comuns para uma pessoa sexual.

A libido baixa é o que provoca a falta de vontade de transar, de se masturbar ou de direcionar atenção a alguma atividade. Sabe quando você sabe que gosta de alguma coisa, mas não sente vontade de fazê-la? Por exemplo: você gosta de se masturbar, mas ultimamente não tem sentido vontade de fazer isso.
Essa situação é muito comum e não deve ser considerada como um problema grave. Por mais que seja importante manter a libido equilibrada, todas as pessoas podem experienciar um momento de baixa libido, dependendo da fase da vida pela qual estão passando. No entanto, a libido baixa também pode ser um indicativo do seu corpo de que algo está indo mal.
Depressão e ansiedade são duas doenças mentais que afetam o equilíbrio da libido. Disfunções hormonais também são fatores que podem reduzir o seu desejo por sexo. Nesses casos, o mais adequado a fazer é investigar o que está causando alteração na sua libido. Se for algum problema fisiológico, é preciso tratá-lo!
Outro fator que pode diminuir a libido de uma pessoa é a ingestão de determinados medicamentos. Pílulas anticoncepcionais e psicotrópicos apresentam componentes químicos que alteram as reações do organismo, podendo reduzir por períodos curtos ou longos o desejo sexual.
Enfrentar momentos difíceis, além das questões já apresentadas, é algo que pode diminuir a libido. Quando sentimos preocupação, estresse, medo ou ansiedade, mesmo que seja por alguns dias, interpretamos que não devemos nos render ao prazer e ao relaxamento. É como se nosso corpo precisasse direcionar energia para aquilo que está nos preocupando, deixando o sexo para depois.
A única forma de identificar corretamente o que está causando a redução na sua libido é buscar auxílio médico. Converse com um(a) profissional da saúde para investigar as causas físicas ou psicológicas desse problema, se ele estiver persistindo há muito tempo ou se estiver comprometendo a sua qualidade de vida. Cuide-se!

Imagem preto e branco de um casal (homem e mulher) se beijando.
Imagem de StockSnap por Pixabay

Como aumentar a libido

Se a sua redução na libido não está relacionada a problemas que precisam ser tratados por um(a) profissional da saúde, existem algumas coisas que você pode fazer para recuperar o seu desejo sexual e se sentir melhor. Veja quais são elas!

1) Alimentação

Uma forma saborosa de aumentar a libido é a ingestão de alimentos afrodisíacos, que estimulam o desejo sexual. Pimenta, açafrão, gengibre e até ostras são responsáveis por aumentar o fluxo sanguíneo e a produção hormonal, despertando seu corpo para as atividades que envolvem prazer. Faça o teste!

2) Exercícios físicos

Os exercícios físicos são bons para toda a saúde do corpo, e podem ajudar também no aumento da libido. Com mais disposição e com a liberação de hormônios como a serotonina, que também é estimulada durante o sexo, você sentirá mais vontade de realizar práticas sexuais, sozinha(o) ou acompanhada(o). Experimente exercitar o assoalho pélvico com pompoarismo!

3) Exposição ao sol

Tomar sol por 15 minutos todos os dias é essencial. Essa prática, quando realizada antes das 10h e depois das 16h, favorece a absorção de vitamina D pelo corpo, que estimula a produção hormonal e a fixação do cálcio nos ossos. Assim, o seu organismo sentirá mais vontade de empenhar energia no sexo, aumentando sua libido.

Imagem de um casal homossexual de braços dados olhando para uma rua. Elas estão felizes e de braços abertos.
Imagem de Jess Foami por Pixabay

Libido alta pode ser ruim?

Ainda que a maioria das pessoas queira aumentar a libido, algumas delas precisam diminuí-la. Existem homens e mulheres que são viciados em sexo, e não conseguem viver a vida de forma saudável por causa disso. O consumo de pornografia é um dos causadores desse mal, e por isso precisa ser controlado até ser extinto.
Pense sobre a sua rotina e avalie qual é o papel do sexo na sua vida. Ele é essencial? Você não consegue viver sem isso? Você acredita que só é possível sentir felicidade quando está se masturbando ou transando com outra pessoa? Alguma vez uma pessoa disse que a sua relação com sexo era preocupante?
Refletir sobre a forma como nos relacionamos com o sexo e com o nosso corpo é um exercício que vai muito além de uma forma de controlar a libido. É uma prática essencial para conhecer o seu corpo, para entender os seus desejos e para se conectar com tudo que existe em você!
 
Eu Sem Fronteiras
 

 



Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.