Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Os Frutos do Espírito - Fé ~ Vinícius Francis.

Os Frutos do Espírito 

Fé 

Por Vinícius Francis,

21 de fevereiro de 2017 

 

 



Chegamos ao nosso último Fruto do Espírito, Fé. Uma palavra profundamente ligada à espiritualidade e religião, embora, seu princípio não tenha diretamente a ver com nada disso. Fé é acreditar. Quando falamos em acreditar no sobrenatural, temos o que seria uma fé espiritual. Mas, no tocante à vida humana, podemos ter fé em qualquer coisa.


Fé é creditar, validar, considerar, acreditar na possibilidade e probabilidade de algo acontecer, considerar real, verdadeiro, não importa o que seja. Há aqueles que são ateus e mesmo assim possuem uma fé extraordinária, muito maior que grande parte de quem diz ser uma pessoa espiritualizada. Quando você diz que acredita em si mesmo, está cultivando a fé. Quando você diz que acredita num alfinete, está cultivando a fé.


Agora, existem dois tipos de fé positiva, a comum, do tipo, eu acredito em tal coisa, que seria a fé básica, mais superficial, sem tanta força ou profundidade. E existe a fé incondicional, que é de zero dúvida, convicção plena, certeza absoluta acerca de alguma coisa. Essa fé é a mais poderosa que existe. Jesus disse que com essa fé podemos ordenar ao monte que se desloque e se lance no mar. Ou seja, ele quis dizer que podemos fazer tudo.


Quando existe 100% de certeza transcendemos a fé, já não é mais fé no sentido de meramente acreditar, é convicção, é um saber visceral, assentado com toda força. E só se chega nisso quando anula-se o medo, a dúvida, preocupação e ansiedade. Com essa fé se pode fazer tudo. Como bem disse o Mestre: Tudo é possível ao que crê. Ou seja, ao que não duvida e sustenta sua fé incondicionalmente.


Agora, existe a fé ruim? Sim. E ela se chama “medo”. O medo é uma fé, só que no mal. Quando eu tenho medo de algo é porque creio que aquilo PODE me atingir. Esse “pode” é o creditar, a validação que dou àquilo. Se eu tenho medo que o dinheiro falte, estou acreditando que ele irá faltar. Medo é uma expectativa emocional negativa, estou esperando por aquilo. Por isso sinto. E o que sinto, emano. E volta pra mim em forma de manifestação.


O medo é acreditar que o que mal acontecerá. O medo é uma das principais causas de pessoas sofrerem tantos assaltos, porque têm medo de serem assaltadas, então, o medo atrai, valida, porque esse medo diz: A qualquer momento eu POSSO ser assaltado.
Existe a possibilidade e probabilidade a partir do momento em que a pessoa abraça o "POSSO". Então, num momento de baixa frequência aquilo acontece.


O medo de viver relações difíceis lança as pessoas em relações difíceis. O medo de se endividar atrai dívida. O medo de não conseguir algo faz a pessoa não conseguir. Porque o medo de não conseguir camufla a crença na impotência, logo, se a pessoa é impotente, não tem poder, então, nada acontece.



A fé é algo que naturalmente se expressa em você. Mas, é a sua consciência, mente, foco e escolha que direcionarão o rumo para o qual ela fluirá. E pra onde ela apontar, aquilo que está lá, inevitavelmente, pra você virá.


Leia abaixo os Frutos já estudados



Crer é a chave! 
 
Vinícius Francis
 
 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.