Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

PÉS DE GALINHA NO MENU DA VIDA.


PÉS DE GALINHA NO MENU DA VIDA.

Jennifer Hoffman.

Tradução: Regina Drumond

a 30 de julho de 2020. 

 
 
about Jennifer Hoffman
 
 

 

 

Julho está quase terminando e estamos nos aproximando do mês de Agosto, que normalmente é o mês de clima mais quente  (no hemisfério norte), e também apresenta o Portal de Leão 8 - 8 e o alinhamento do Sol com Siriús, a estrela mais brilhante de nossa galáxia. Essa é uma oportunidade de expansão para novos potenciais, mas começa com uma jornada interior de cura para a totalidade. Tivemos um ano agitado até agora e Agosto aumenta o calor, de várias maneiras, além de trazer maior conscientização e novos portais de empoderamento. Mas primeiro temos mais alguns dias para concluir em Julho.
 
Estarei fazendo algo novo nos próximos 10 dias. Estou vasculhando os arquivos para escolher os 10 artigos e canalizações mais amados que forneci entre os mais de 5.000 que escrevi desde que comecei a publicar o meu boletim em 2004. Toda jornada que se inicia começa a partir da base que criamos do passado, então vamos rever alguns de nosso passado, juntos. E se você tem um favorito que gostaria de ver publicado, deixe uma mensagem na minha página do Facebook. O primeiro artigo está abaixo; você receberá um artigo todos os dias pelos próximos 10 dias. É uma ótima maneira de comemorar alguns dos seus favoritos e recordar enquanto avançamos.
 
O primeiro artigo é um dos seus favoritos de todos os tempos, que aborda a questão de manter a soberania energética, independentemente do que acontece ao seu redor ou do que os outros fazem. Conto isso através da história de como tive que recusar educadamente comer pés de galinha em um restaurante de dim sum em Sydney sem insultar meus anfitriões. Fui convidada de honra neste jantar e os pés de galinha eram considerados uma verdadeira iguaria. E como eu iria recusar porque não ia comer os pés de galinha, não importa o quê.   
 
Há outro lado deste artigo, que foi escrito em resposta à situação de uma cliente em que ela queria se libertar completamente do ex-marido e não achava que ela poderia fazê-lo, a menos que ele desaparecesse para sempre da vida (e do planeta).  Ela teve que aprender a permanecer firme em sua soberania energética sem sentir que a única maneira de se sentir segura e protegida era acreditar que nunca mais teria que ver seu ex-marido. Nossa soberania energética não depende de nada, a não ser de nossa firme convicção de que somos energicamente soberanos em qualquer situação e temos uma escolha de como nos conectamos e respondemos em todas as circunstâncias.
 
Voltando à história dos pés de galinha, eu amo dim sum e os pés de galinha geralmente estão presentes nos carrinhos dos quais você escolhe seu dim sum. Eu nunca mais poderia visitar um restaurante de dim sum porque poderia haver um prato de pés de galinha ou simplesmente não poderia pedir.
 
No programa de rádio há algumas semanas, uma pessoa perguntou por que seu ex-marido não a deixava em paz. Ela estava feliz por estar fora de um casamento difícil e queria que ele fosse embora e nunca mais a incomodasse.
 
Vários clientes pensam que, uma vez que estivessem fora de uma situação desafiadora, nunca mais precisariam ver ou lidar com ela. Nossos problemas anteriores não desaparecem, geralmente precisamos enfrentá-los novamente, mas não precisamos convidá-los para nossas vidas. Eles aparecerão como opção no menu da vida, mas podemos escolher outra coisa.
 
Isso me lembra minha primeira experiência com pés de galinha, um prato  servido em restaurantes chineses. Fui apresentada pela primeira vez ao dim sum, ou yum cha, quando morava em Sydney, na Austrália. Uma amiga me convidou para almoçar com a família em um dos melhores restaurantes yum cha de Sydney.
 
Depois que nos cumprimentamos e nos sentamos, uma multidão de funcionários começou a circular no restaurante com carrinhos carregados com rechaud e pratos de muitos tipos diferentes de alimentos. Tudo o que escolhemos do carrinho foi colocado na mesa. Após a primeira rodada de seleções, minha amiga colocou uma pequena travessa no meu prato com o que parecia ser batata frita.
 
Eles eram pés de galinha, uma iguaria yum cha e um agrado para mim, como hóspede de honra.
 
Agora, não há muitos alimentos que eu não coma (todos vocês sabem que eu não gosto de tomate ou quiabo), e eu não sou uma degustadora exigente, mas eu não poderia sequer considerar colocar um pedaço daqueles pés de galinha na minha boca .
 
No começo eu pensei que eles estavam brincando - quem come pés de galinha? Mas eles não estavam brincando, eram pés de galinha de verdade, fritos, estavam no meu prato e esperava-se que eu os comesse.
 
Depois de ponderar minhas opções por alguns minutos, disse a minha amiga que era impossível comer pés de galinha e que ficaria feliz em compartilhar minha boa sorte com outra pessoa. Eu os dei para a avó dela, que ficou feliz em tê-los. No final da refeição, olhei para o prato dela e os pés de galinha sumiram. Eu acho que ela realmente gostou dos pés de galinha e não teve nenhum problema em comê-los.
 
Eu poderia ter me forçado a comê-los para fazer todo mundo feliz e não incomodar meus anfitriões, mas então eu teria que viver com a memória de ter comido 'pés de galinha' e não poderia fazer isso comigo mesma. Desde então, comi bastante yum cha e rio quando vejo que os pés de galinha são uma opção, mas não os peço. Sei que algumas pessoas os consideram uma iguaria, mas não me atraem. Eu poderia me recusar a ir ao dim sum porque há pés de galinha no menu ou poderia deixar alguém que goste de pés de galinha encomendá-los enquanto eu escolheria entre muitos outros itens deliciosos no carrinho de alimentos.
 
Há muitas coisas assim na vida, e só porque elas estão lá não significa que você precise convidá-las para sua vida. Mas apenas porque você não os quer, ou não quer lidar com eles, não significa que eles desaparecerão ou partirão. Para a mulher que queria que seu ex-marido desaparecesse da face da terra para se sentir segura em seu fechamento, ele é como os pés de galinha no cardápio. Não é a opção de menu mais apetitosa se você não gosta de pés de galinha, mas não precisa escolhê-los. Isso não significa que alguém em sua mesa não ficará feliz em tê-los, mas isso não o afeta.
 
Por outro lado, se a única maneira de você se sentir seguro e vitorioso é desaparecer todos os seus problemas anteriores, então há mais cura a fazer antes de se sentir confiante em relação à sua conclusão e fechamento. A crença de que estamos curados e que encerramos quando todas as pessoas e situações que antes nos desafiaram desaparecem de nossas vidas, podem nos fazer acreditar que nunca estamos curados ou que nosso caminho de cura está incompleto.
 
Estes são os 'pés de galinha' no menu da vida. Não é realista querer que eles desapareçam do menu para sempre. Perceber que eles aparecerão e iremos notá-los, mas saber que podemos optar por ignorá-los e escolher outra coisa, é onde temos a confirmação de que temos o fechamento e estamos prontos para seguir em frente. Abençoe os 'pés de galinha' do menu da vida pelas lições que aprendeu, depois siga em frente e escolha outra coisa.
 
 
 
Jennifer Hoffman
 
 
 


 
 
 
 
 

 
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1