Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Stargates (Portais Estelares) e Web Cósmica ~ David Wilcock


STARGATES (PORTAIS ESTELARES), UMA WEB (Rede) CÓSMICA.

David Wilcock

Fonte: https://spherebeingalliance.com

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
 
 
stargate--cosmo-evolução-portal
 
Bem-vindos a outro episódio de Divulgação Cósmica. Estou aqui com um insider e notável informante, Corey Goode, que está me ajudando a verificar as informações que eu coletei de uma variedade de outros informantes insiders que trabalharam em programas altamente secretos ao longo de muitos anos. E sempre houve esta pequena coisa que realmente se revelou ser algo que essas pessoas sabiam mais do que estavam me contando. Eu não sei se era segredo ou medo ou exatamente o que os restringia, mas eu nunca conseguia obter todas as respostas que eu estava procurando. E era tão frustrante. . . 
 
 
 
... Com Corey, agora existe uma Aliança dentro deste Programa Espacial Secreto (SSP) que quer que descubramos a verdade, que quer revelar sua tecnologia para nós aqui na Terra e especificamente pediu-lhe para trabalhar comigo, para avançar e para liberar as informações que podem nos ajudar a entender o que realmente está acontecendo neste tempo completamente ignorado pela imensa maioria – mesmo as pessoas que eram os mais dedicados pesquisadores neste campo sobre UFOs e vida extraterrestre.
Neste episódio vamos estar falando especificamente sobre portais e eu vou perguntar algumas coisas para Corey que eu ouvi de outros insiders e ver como nossos dados se alinham. Eu não estou colocando nenhuma palavra em sua boca, mas porque eu tenho coletado um monte de coisas sobre isso, eu quero ver como todos esses fios se entrelaçam. Entăo, Corey, bem-vindo de volta ao show.
Anunnaki-portal
Corey Goode: Obrigado.
DW : Quero mencionar, antes de tudo, que trabalhei com o insider, o Físico Henry Deacon, do Lawrence Livermore National Laboratory, e com quem falei amplamente – pelo menos 80 horas de conversas muito íntimas – uma das coisas que ele me contou o que pode ajudar a começar nesta informação é que ele disse que existem antigos stargates ou sistemas de transporte por portais, bem como sistemas de portal moderno. Eu estou querendo saber se você está familiarizado com essa definição?
CG: Sim.
DW : Está bem. Antes de eu falar sobre o que eu sei, você é o foco deste show. Você pode explicar para nós a diferença entre um portal antigo e um portal moderno em termos de como é, o que faz, como funcionam, etc.?
CG: Existem os sistemas de portal naturais que fazem parte do universo conhecido. Nós o chamamos de Web Cósmica.
DW : Está bem.
CG: E os sistemas de portais antigos e os sistemas de portal da era atual usam, ou exploram, esse sistema natural de portal da Web Cósmica para viajar de um ponto a outro no universo. Os antigos sistemas de portal … e existem vários sistemas de portal antigos que foram deixados para trás por vários grupos antigos que foram encontrados na Terra. Eles variam em sua sofisticação. Alguns deles fazem saltos de ponto a ponto muito curtos para alcançar … Digamos que você quer alcançar um planeta ou sistema solar que está em … Eles chamam de “salto”. Se houver, digamos 10 sistemas solares entre onde você quer ir e seu ponto de origem, então você pode ter que fazer três ou quatro saltos para chegar ao destino final desejado.
DW: Isso está no sistema antigo?
CG: No antigo sistema. Isso também está no início de nosso sistema da era atual – como ele funcionou tão bem quanto nós o estávamos desenvolvendo.
DW: Poderia explicar brevemente para nós o que você experimentaria em um salto? Você tem que andar de um lugar para outro quando chegar lá ou você está em uma espaçonave? Como isso funcionaria?
CG: Bem, você poderia viajar para lá em uma nave ou em uma das bolhas das quais eu já falei antes. Ou você poderia apenas se dirigir para um deles.
DW: Então a bolha está no início de sua jornada quando você está na Terra. Como o “salto” ocorre? Você pousa em um planeta ou você surge no espaço? Eu não estou realmente entendendo o “salto”.
CG: Os sistemas antigos. . . Estes são físicos, dispositivos físicos antigos. E há um outro dispositivo físico antigo como no filme Stargate e que esta espalhado para fora através de muitos sistemas solares.
DW: E quando você diz: “Como Stargate”, você quer dizer que eles tem o formato de um anel?
CG: Tem alguns que parecem muito semelhantes – em forma de um anel, mas o que eu vi foi – o que eles chamam de “ziggurats” ou eles se parecem. . .
DW: Como uma pirâmide escalonada?
CG: . . . Como uma pirâmide escalonada. Eles vêm em três direções diferentes e são escalonadas, em degraus. . . Em degraus acima em uma formato de pirâmide.
DW: Três direções diferentes como um triângulo?
CG: Quero dizer quatro direções diferentes. (Ok.) E então o portal abriria no topo (Uau!) E era plano no topo.
DW: E teria escadas subindo.
CG: Escadas indo para a área plana no topo.
DW: Este seria um local parecido com a Terra onde você tem árvores, grama, céu azul e nuvens?
CG: Estavam. . . Normalmente eles tiveram que. . . Eles foram desenterrados. Eles estavam enterrados.
DW: Em outros planetas?
CG: Sim, bem, eles foram enterrados aqui também.
DW: Oh. Eles estavam enterrados na Terra.
CG: Sim. (DW: Ok.) Eles foram enterrados aqui. Guerras têm sido travadas pelo seu controle. Encontrá-los e saber usá-los é algo totalmente diferente. Eles trabalharam em um – assim como no programa de TV Stargate – eles trabalharam em um sistema de endereçamento. Era muito parecido com o endereço MAC ou o endereço IP em sistemas de computador.
stargate-portal-estelar
DW: Isso é exatamente o que meu contato, Daniel, tinha dito. Na verdade, ele me deu o endereço numérico completo da Terra como um. . . Havia uma série de dígitos simples – três únicos dígitos – que poderia ser qualquer um entre 1 e 9. Depois, há uma série de três dígitos que estão entre 1 e 99. E, em seguida, o último número pode ser entre 1 e 999, dependendo do que você precisa.
CG: Hum, ok.
DW: E ele nunca vazou toda a seqüência, mas eu falei que o número da Terra aparentemente era 606 e que Marte era 605. Esses são os últimos três dígitos do endereço.
CG: Ok. E eu não sabia disso. (Ok.) Mas apenas para aqueles que estão assistindo, um endereço MAC é. . . Em uma rede de computadores é o endereço de hardware de uma máquina. E um endereço IP é o endereço do protocolo Internet para quando você está conectado à Internet. Há quatro octetos que identificam uma máscara de sub-rede e, em seguida, sua rede e, em seguida, o endereço do computador. Então, é como uma grande rede.
DW: Agora, Daniel me disse que quase qualquer número que você discar vai levá-lo para algum lugar, porque há uma grande quantidade de. . . Como todos os endereços são usados e ele disse que há algum tipo de raça ET antiga que coloca um desses portões antigos em um planeta e que o planeta tem um portal central. E que quando você entrar nesse endereço de número específico, ele irá encaminhá-lo para aquele stargate em particular nesse planeta. E parece que isso. . . Os seres que fazem isso vão colocar um stargate  em um planeta, quando ele começar a ter vida inteligente para que eles possam eventualmente encontrá-lo e serem capazes de viajar até lá. Isso se alinha com algo que você ouviu?
CG: Eu ouvi dizerem que havia dois portões e que, com várias idades diferentes para esses portões antigos que remonta até a presença da antiga raça construtora .
DW: Isso faz sentido porque quando você descreveu a antiga raça construtora antes, você disse que eles tinham cadeiras de pedra ou sarcófagos de pedra ou altares de pedra ou lajes de pedra, que consistentemente eram muito avançados e com capacidade de deformação e distorção de espaço tempo, que esses portais eram muito procurados depois pelos ETs em nosso sistema solar por causa disso.
CG: E havia outros sistemas de portais que foram encontrados na Terra que eram muito mais recentes e com sua forma sendo diferente, mas foram obtidos por engenharia reversa ou usam a mesma tecnologia de endereçamento como os stargates (portais) mais antigos.
DW: Então esses endereços,  me disseram. . .
CG: Agora você falou, “qualquer número”. Qualquer número aleatório que você colocar?
DW: Bem, se você discar. . . Eu não sei quanto mais ele sobe acima de 606.
CG: Tenho certeza que funciona muito como um. . . Como os endereços IP, você tem uma máscara de sub-rede, que identifica uma rede, que pode identificar uma galáxia, um sistema solar e, em seguida, o planeta de destino dentro do sistema solar.
DW: Ele disse que era algo assim, exceto que há uma espécie de GEOMETRIA SAGRADA tridimensional, que eu suponho ter a forma do dodecaedro (elemento Aether) que é usado para definir áreas em quadrantes que estão em unidades de 10.
CG: E isso corresponde a. . . Antes que pudéssemos começar realmente a entender como usar um desses portões funcionavam, tínhamos que ter matemática hiper-dimensional ou multi-. . . Eu acho que foi um modelo de matemática hiper-dimensional entregue a nós por um grupo ET que nos ajudou.
DW: Certo. Então, sim, basicamente você tem estas versões de step-down destes quadrantes de 10. Então, se o primeiro dígito é digamos 5, isso significa que você está no quinto quadrante daquela seção de 10 unidades e, em seguida, vamos restringi-lo nessa região por outro fator de 10, etc., etc.
CG: Funciona muito semelhante como uma rede de computadores (certo.) Ou uma Internet.
DW: A outra coisa que ele disse foi que há aparentemente grupos de seres extra dimensionais hiper-avançados ou ETs monitorando este sistema para que se num determinado planeta a sua civilização se gradue ou evoluam, ou de outra forma, saia de seu planeta, que esse endereço de portal então sera reciclado e dado a outro grupo nesse planeta que buscara a sua evolução. Assim, em outras palavras, digamos que o número 540 é usado – o planeta evolui ou se gradua – 540 será agora transferido para outro lugar e dado a um novo grupo humano em evolução. Então há algum tipo de inteligência, ele disse, que está por trás do . . . Quando você chegar ao número final de três dígitos.
agua-portal-luz-movimento
CG: Isso é novo para mim.
DW: Está bem. O insider Jacob, com quem conversei, disse que mesmo nos tempos antigos isso era mantido pelos celtas e druidas em segredo e coisas assim, mas que eles tinham uma tecnologia de dois ímãs permanentes instalados  em algo como um tipo de diapasão, e que os ímãs se atrairiam mais duramente ou se afastariam mais quando você estivesse perto de um portal. . . Que apenas andando pelo bosque procurando com o instrumento e seria assim que eles tentariam encontrar um portal. Você já ouviu algo sobre isso?
CG: Ouvi falar sobre o mesmo instrumento e também sobre o mesmo instrumento usado para mapear as linhas de luz e certos pontos energéticos na Terra.
DW: Uau. Você sabe o suficiente sobre isso que talvez possamos tentar reproduzi-lo? Existe um tipo específico de ímã que é necessário ou você tem alguma especificação sobre ele?
CG: Não. Basicamente ouvi o que você descreveu.
DW: Bem, isso é alucinante, porque nunca falamos sobre isso antes. Tão claramente, há algum tipo de fluxo magnético em uma área de portal.
CG: Ah, sim. A NASA lançou recentemente que nosso sol tem basicamente um portal ou uma conexão de filamento magnético para cada planeta em nosso sistema solar, e qualquer coisa que tenha massa suficiente para causar uma atração gravitacional ou uma torção em nosso espaço-tempo vai criar uma relação gravitacional magnética com o sol do sistema. E esses filamentos que o sol esta liberando agora – esses filamentos são os portais.
DW: Certo.
CG: E eles são fortes filamentos eletromagnéticos.
DW: Mas se as pessoas não incluem o componente de torção, eles não vão entender como isso funciona. Então é um tubo eletromagnético que também tem um campo de torção forte e agiria como um buraco de minhoca atravessável.
CG: Certo. E isso está acontecendo dentro do campo de torção de cada sistema solar. A galáxia é um campo de torção gigante. Todas as estrelas estão constantemente se movendo em torno do centro da galáxia e as estrelas mais próximas estão se movendo em uma velocidade ligeiramente diferente e mais rápida. E os relacionamentos magnéticos estão sempre mudando. Essas relações de filamentos estão sempre mudando entre cada estrela.
DW: Certo. É como a eletricidade. A eletricidade toma o caminho de menor resistência. E se você quiser viajar para uma estrela, sistema solar que está do outro lado do centro da galáxia, você tem que esperar ou calcular o momento certo para viajar, porque se você não fizer assim, se você começar a sua viagem e esta estrela mudou sua posição e o campo elétrico, então a conexão elétrica muda para a outra estrela – o caminho de menor resistência – você vai sair em um sistema solar diferente.
DW: Como um curto-circuito.
CG: É o caminho de menor resistência. Isso muda. É muito complicado. Quanto mais você vai, mais complicado é o cálculo.
DW: Então estávamos falando sobre tecnologia de portal antiga versus a moderna. Vou apenas comentar algo que eu ouvi, e eu quero saber se isso bate com o que você está dizendo. Henry Deacon tinha me dito que o sistema antigo envolve uma espécie de passeio ou uma experiência subjetiva que pode ser extremamente chocante. Você pode sair do outro lado no melhor dos momentos e muito desorientado e, na pior hipótese, completa e mentalmente insano e irreversivelmente danificado pelo salto. E ele tinha dito que as pessoas teriam que estudar e realmente avançar em sua capacidade de consciência para ser capaz de usar esses portais com segurança.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.