Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Fevereiro 11, 2024

chamavioleta

Como os pensamentos e emoções afetam a saúde?

Por Karen Lawson

Tradução a 10 de fevereiro de 2024

 

 

Seus pensamentos e emoções podem afetar sua saúde. Emoções que são livremente experimentadas e expressas sem julgamento ou apego tendem a fluir fluidamente sem afetar nossa saúde. Por outro lado, as emoções reprimidas (especialmente as medrosas ou negativas) podem eliminar a energia mental, afetar negativamente o corpo e levar a problemas de saúde..
 
É importante reconhecer nossos pensamentos e emoções e estar ciente do efeito que eles têm — não apenas uns nos outros, mas também em nossos corpos, comportamento e relacionamentos.
 
Emoções negativas mal geridas não são boas para a saúde
 
Atitudes negativas e sentimentos de desamparo e desesperança podem criar estresse crônico, que perturba o equilíbrio hormonal do corpo, esgota as substâncias químicas cerebrais necessárias para a felicidade e danifica o sistema imunológico. O estresse crônico pode realmente diminuir nossa expectativa de vida. (A ciência identificou agora que o stress encurta os nossos telómeros, as "extremidades" das nossas cadeias de ADN, o que nos faz envelhecer mais rapidamente.)
 
A raiva mal administrada ou reprimida (hostilidade) também está relacionada a uma série de condições de saúde, como hipertensão (pressão alta), doenças cardiovasculares, distúrbios digestivos e infecções.
 
A importância das emoções positivas
 
A cientista Barbara Fredrickson mostrou que emoções positivas:
 
Alargar a nossa perspectiva do mundo (inspirando assim mais criatividade, maravilha e opções)
 
Construir ao longo do tempo, criando resiliência emocional duradoura e florescente.
 
Fredrickson passou anos pesquisando e publicando os benefícios físicos e emocionais da positividade, incluindo uma recuperação mais rápida do estresse cardiovascular, melhor sono, menos resfriados e uma maior sensação de felicidade geral. A boa notícia não é apenas que atitudes positivas — como brincadeira, gratidão, admiração, amor, interesse, serenidade e sentimento de conexão com os outros - têm um impacto direto na saúde e no bem-estar, mas que podemos desenvolvê-las nós mesmos com a prática.
 
Superando nosso viés de negatividade
 
Como estamos preparados para nos defender contra ameaças e perdas de vidas, tendemos a priorizar o mal em detrimento do bem. Embora este seja um mecanismo de sobrevivência arrumado para alguém que precisa ficar hiper vigilante num ambiente perigoso, a verdade é que, para a maioria de nós, esse "viés de negatividade" é contraproducente.
 
Nosso "viés de negatividade" significa que passamos muito tempo ruminando sobre as pequenas frustrações que experimentamos — trânsito ruim ou um desacordo com um ente querido — e ignoramos as muitas chances que temos de experimentar admiração e gratidão ao longo do dia.
 
A fim de compensar esse viés de negatividade e experimentar um estado emocional harmonioso, Fredrickson propõe que precisamos experimentar três emoções positivas para cada negativa. Isso, ela afirma, pode ser feito intencionalmente para aqueles de nós menos "ligados" à positividade. Essas emoções positivas literalmente revertem os efeitos físicos da negatividade e acumulam recursos psicológicos que contribuem para uma vida florescente.
 
Karen Lawson 
 

 
Traduzido por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)

Free counters!Visitor Map
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub