Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Março 20, 2024

chamavioleta

Amante do Espírito, olha nos meus olhos

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 19 de março de 2024

 
créditos: frasesdelavida.com
 
 
O ser mais brilhante na nossa consciência é o nosso Sol, que nos dá a luz da nossa vida. O sol atua como uma estação de retransmissão para o brilho energético do centro galáctico. O brilho do sol torna possível toda a vida neste sistema solar. Suas qualidades energéticas são vitalidade e abundância, fluindo para nós em todos os momentos, como ilustrado na natureza. O nosso desafio é aceitar a sua realidade sem resistência e permitir que as suas energias fluam para a nossa consciência, dando-nos conhecimento e compreensão interior.
 
A realização da aceitação incondicional de tudo é o que nos permite transcender a consciência do ego. Nossas crenças limitantes sobre nós mesmos são criadas na consciência do ego, baseadas no medo do desconhecido e do esperado. Estas são criações imaginárias, não existindo fora da nossa própria consciência. Somos livres para explorar esta consciência, mas é difícil deixar o transe da consciência do ego. Quando o medo está presente em nossa perspectiva, nos identificamos inteiramente com a consciência do ego e não podemos nos alinhar com o divino. Nestes níveis de frequência, desconhecemos a nossa essência e capacidades.
 
Quando conhecemos nossa essência além do espaço-tempo, podemos intencionalmente ter a perspectiva de aceitação incondicional e entrega em todos os momentos. Somos actores num drama trágico com um guião que concebemos, e podemos mudá-lo controlando a nossa atenção e a nossa perspectiva escolhida. Quando procuramos a luz da vida em todos os que encontramos, podemos perceber que estamos unidos na mesma consciência. Tudo está dentro da nossa consciência e consciência potencial.
 
Quanto mais competentes nos tornarmos conscientes das energias subtis que estão no coração do nosso ser, mais fácil será entrar numa dimensão de vida mais satisfatória. Podemos mudar nosso ambiente vibratório pelo que prestamos atenção e nos alinhamos. Quando procuramos energias que melhorem a vida em todos os sentidos, podemos intencionalmente nos alinhar com suas frequências e polaridade através do que sentimos profundamente na consciência de nosso coração. É uma energia que cria toda a vida em todos os sentidos e fornece vitalidade a toda a vida consciente. É a aceitação incondicional e a melhoria da vida.
 
Uma vez que encontramos o espectro energético do brilho do nosso coração, podemos prestar atenção a ele e deixá-lo transformar nossas vidas pelo que experimentamos dentro. Sem ir a lado nenhum, passamos para um ambiente que melhora a vida. À medida que reescrevemos nosso roteiro de vida, podemos viver em um reino vibratório de pura essência de vida e eterna consciência infinita no mais profundo amor e realização.
 
Kenneth Schmitt
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Dezembro 23, 2023

chamavioleta

A atração da profunda consciência interior

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 22 de dezembro de 2023

 
créditos: frasesdelavida.com
 

Quando queremos participar num modo de vida mais amplo, podemos entrar num espaço sereno e inspirador. Enquanto respiramos profundamente, lenta e ritmicamente, podemos acalmar nossa mente algumas oitavas em atividade para que possamos entrar em um nível Teta de ondas cerebrais. A música calma e inspiradora pode ser útil, mas à medida que aprofundamos a nossa consciência, podemos querer transcendê-la e ir além do seu nível vibratório. Aqui estamos livres da nossa consciência corporal e podemos experimentar o que imaginamos e sentimos. Temos o controle de nossa atenção, que podemos direcionar para dentro de nossa consciência mais profunda. É aqui que podemos conhecer e sentir a nossa essência em união com o infinito. Se quisermos que seja, este pode ser um estado de transformação completa.
 
Podemos estar em estado teta, desde que possamos manter a vibração do amor incondicional, a mais profunda gratidão e alegria em alinhamento com a expressão energética que flui através do coração do nosso ser. Este é um tipo de transe meditativo que desativa nossa participação na consciência corporal do ego, mas abre nossa consciência de maneiras que não podemos imaginar na consciência do ego. O acesso a esta consciência dá-nos frequentemente acesso ao que realmente sabemos sobre nós próprios e sobre a nossa presença aqui. Podemos realizar nossa unidade em essência com a consciência que cria tudo.
 
Quando praticamos o suficiente e aprendemos a controlar nossos processos mentais e o foco de nossa atenção, podemos nos abrir para saber tudo e ser capazes de criar o que desejamos. Essa habilidade aparece quando podemos manter nossas vibrações pessoais alinhadas com a consciência do Criador. Significa tornar-se consciente da nossa ligação interior com a consciência infinita. Todos nós o temos, e requer a nossa atenção e apreciação em alinhamento com as suas energias que melhoram a vida. Podemos aprender a criar em alinhamento com a consciência do Criador no mais profundo amor e alegria em todas as situações e cenários imaginários. Podemos viver nessas vibrações enquanto também vivemos no mundo da experiência humana.
 
Enquanto vivemos neste espectro de energia, podemos convidar o mundo da nossa experiência a mudar em alinhamento com quem sabemos que somos. Na medida em que perdemos o foco e caímos no medo ou na dúvida, criamos experiências negativas. Se pudermos confrontá-los com gratidão pelas lições de experimentar o que criamos, podemos nos sentir além do reino das crenças limitantes e abrir nossa consciência para a consciência do Criador. Uma vez que conhecemos a presença desta consciência, já não podemos ser ameaçados. A negatividade existe apenas no Reino dualista do bem e do mal e está ausente no reino do amor e da alegria. Estes são diferentes níveis de energia e estão separados pela sua polaridade.
 
À medida que entramos no Reino da consciência divina, todos os aspectos de nossas vidas se tornam mais brilhantes e vibrantes. Podemos estar na jornada interior para o autocontrole e a expansão para a consciência infinita. A única força que pode nos impedir dessa consciência é o sistema de crenças limitantes que adquirimos e que devemos resolver e transcender para nos tornarmos verdadeiras expressões da Consciência Divina com infinita capacidade criativa.
 
Kenneth Schmitt
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Agosto 18, 2020

chamavioleta

Seja real para atrair pessoas reais.

Por Lucas Direito.

17 de agosto de 2020. 

 
 
Silhueta de mãos uma entregando flores para outra com sol refletindo.
 
 
 
 

Uma coisa é certa, sendo quem realmente somos, mostrando o nosso verdadeiro eu, iremos atrair pessoas da mesma frequência energética.

Não podemos agir sempre de uma forma que esconda nossos verdadeiros sentimentos, anseios e, ainda assim, querer que os que estão ao nosso redor sejam transparentes.

No decorrer de nossas vidas, podemos sofrer algumas decepções dolorosas e, por muitas vezes, acabamos por criar algumas camadas, penso que queremos nos proteger. Mas proteção de mais pode criar uma aparência errada.
 
 
Foto de Wilhelm Gunkel de Unsplash
 

Cebolas, isso mesmo, cebolas! Muitos de nós somos como aquelas enormes cebolas cheias de camadas e não fica difícil apenas para que outros consigam chegar em nosso coração ou até mesmo entenderem nossos sentimentos. Fica realmente complicado até para nós que somos essa cebola. É difícil olhar para dentro, é cansativo levantar todas essas camadas.

Criando todas essas zonas de confortos, não seremos originais. O engraçado dessa vida são nossas falhas, nosso jeito desengonçado, nossa risada, nossas histórias trágicas que você pode ter certeza que daqui a alguns anos não serão mais assim tão dramáticas. Tornamo-nos pessoas interessantes quando somos capazes de digerir nossos momentos de tristezas e contar sobre eles em uma roda de amigos, mas agora em uma outra perspectiva.

Não precisamos estar sempre pisando em ovos, com medo de mostrar nossas cicatrizes e alegrias.


Sejamos fiéis para conosco!

Faça um teste consigo mesmo. Quantos segredos antigos você morria de medo que descobrissem e hoje são as coisas mais estúpidas, ninguém quer saber?

Seja real, original, alto astral. Está tudo bem, seus maiores defeitos vão encantar quem quer que esteja ao seu lado.

Não tenha muito pudor para consigo, distraia-se mais. Apenas, por hoje, não leia o rótulo!

Deixando as coisas serem mais leves, os que rodearão você serão também dessa forma. Não se assuste caso algumas pessoas afastem-se, elas não são obrigadas a gostar do seu verdadeiro eu, e isso é ótimo, pois você também não é obrigado a tolerar pessoas que nada o agregam.

Deixando de ser uma cebola, você vai descobrir que ser uma banana não é nada do que dizem por aí!

Gratidão!

Sinto muito!

 
Lucas Direito
 
Lucas Direito



Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub