Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Julho 15, 2020

chamavioleta

Como os EUA se tornaram um estado escravo babilônico.

Benjamin Fulford.

Relatório completo.

2020/07/13

Tradução: Candido Pedro Jorge

2020//07/14

 
 
.
 
 
Nota aos leitores: As próximas três edições deste boletim serão pré-escritas para que eu possa tirar meu período sabático anual. Se algo realmente importante acontecer, irei informa-los com uma atualização.
 
 
Minha batalha contra a máfia cazariana começou no Japão, onde durante mais de 30 anos como jornalista de linha de frente, vi o primeiro-ministro depois que o primeiro-ministro foi assassinado e um sistema econômico bem-sucedido foi desmontado. 
 
Em 1985, quando comecei a trabalhar no Japão, este país tinha a maior renda per capita do mundo e a menor diferença entre ricos e pobres entre aqueles desenvolvidos. Esse foi o resultado de décadas de crescimento econômico de dois dígitos: o chamado milagre japonês. Agora, o Japão é governado por fundos de hedge de gângsteres cazarianos e seus escravos. O país agora tem a segunda maior lacuna entre os ricos e os pobres da OCDE (depois dos EUA) e os japoneses médios mal conseguem se equilibrar.
 
Foi a raiva pelo que havia sido feito aos japoneses que me colocou no caminho da libertação este país, tentando convencê-los a parar de homenagear seus opressores. Isso foi algo pessoal, porque muitos jornalistas japoneses, banqueiros centrais e políticos que eu conhecia e respeitava haviam sido assassinados por essas pessoas. Descobri isso dos chefes japoneses da Yakuza que me disseram que eram subcontratados da máfia cazariana.
 
Quando as sociedades secretas asiáticas concordaram em ajudar a libertar o Japão e o resto do mundo do domínio cazariano, todo tipo de pessoa de todos os tipos de sociedades secretas saíram, do esconderijo para conversar conosco.
 
Uma fonte particularmente influente foi um veterano agente britânico, Dr. Michael Van de Meer, também conhecido como Michael Meiring. Ele me deu algumas tarefas de leitura para que eu soubesse exatamente com o que estava lidando. Van de Meer lutava contra os cazarianos por décadas e pagou um preço alto. Ele teve as duas pernas arrancadas por uma bomba, segundo ele, por agentes de George Bush Pai e David Rockefeller.
 
As informações que ele forneceu me fizeram perceber que o que testemunhei em primeira mão no Japão foi um processo gradual de escravização que já estava completo nos Estados Unidos. Essas foram as pessoas que assassinaram Abraham Lincoln, John F. Kennedy, Martin Luther King e muitos outros.
 
É interessante notar que, embora, documentos oficiais sobre o assassinato de Kennedy tenham sido divulgados com grande expectativa, nenhum meio de comunicação informou quem ordenou seu assassinato pelo, então, o Primeiro Ministro israelense David Ben Gurion. Por sua vez, Ben Gurion,  estava recebendo ordens da máfia cazariana, como parte de seu plano de matar 90% da humanidade,  escravizar o restante e governar o mundo a partir de Jerusalém.
 
Antes de entrarmos em citações-chave dessas matérias de leitura, permitam-me explicar por que eles estão errados quando culpam os judeus em geral pelos acontecimentos a elas imputados. A resposta é porque essas pessoas que simplesmente se chamam de judias, na realidade são adoradoras de Satanás.
 
Minha própria família é judia. Familiares de minha mãe, originalmente eram Horstein, que significa cavalareiro das pedras ou cavalareiro das montanhas. Eram descendentes de cavaleiros cazarianos, derrotados pelos russos e mongóis. Minha avó tinha tanto medo de ser identificada como judia que carregava um documento declarando que havia sido batizada como anglicana. A mãe de meu pai, também era judia e não contou isso a meu pai até que estivesse no leito de morte. Meu pai também não me contou até morrer.
 
Eles tinham muito medo de alguma coisa e, essa coisa era os satanistas cazarianos. Eles haviam escapado da escravidão e relutavam em voltar a ela, sendo por isso que mantinham em segredo os seus ancestrais, mesmo dos parentes mais próximos. A maioria dos judeus religiosos ainda são seus escravos. Aquele que estudar a história real da Babilônia, saberá que a circuncisão era uma castração ritual para identificar homens de tribos derrotadas como escravos.
 
De qualquer forma, meus ancestrais anglo-saxões eram descendentes dos invictos reis guerreiros do planeta Terra, e não estávamos dispostos a deixar que as mulheres de uma tribo derrotada nos dissessem o que fazer e não fomos circuncidados ou escravizados.
 
A outra coisa a saber é que vivemos pela regra de ouro: "Faça aos outros o que gostaria que outros fizessem a você". Éramos morais, não porque tínhamos medo do inferno ou tentados por subornos prometidos do céu, mas porque era do nosso interesse ser moral. Não roubar nem matar para poder viver numa sociedade em que não é assaltado ou assassinado.
 
Não éramos cristãos porque Jesus Cristo havia sido torturado até a morte e seus assassinos ainda estavam no poder. Além disso, não podíamos acreditar que um Deus justo permitiria tanta miséria e sofrimento na Terra. Então, éramos ateus, o tipo de judeu mais perseguido que existia.
 
Pessoalmente, sei que não nos criamos espontaneamente, então deve haver um criador. Para respeitar o criador, devemos respeitar a criação, em outras palavras, respeitar outras pessoas e todos os seres vivos.
 
De qualquer forma, vamos citar três importantes pessoas sobre os "judeus", com a condição de que estão falando sobre a Sinagoga de Satanás e não sobre os verdadeiros judeus.

Vamos começar com um aviso do pai fundador, Benjamin Franklin:
 
Concordo plenamente com o General Washington em que devemos proteger esta jovem nação ... de influência e intrusão insidiosas.
 
A ameaça, senhores, são os Judeus.
 
Em todos os países onde os Judeus se estabeleceram em grande número, reduziram o tom moral e diminuíram sua integridade comercial. Segregaram e não assimilaram a religião cristã, na qual esta nação é fundada, zombam e tentam miná-las desafiando suas limitações pela resistência, construíram um estado dentro de um estado e, tentam estrangular financeiramente este país, como no caso da Espanha e Portugal.
 
Se não forem expulsos desses Estados Unidos, estarão nesta Constituição em menos de 200 anos, os EUA estarão repletos de pessoas em números tão grandes que dominarão e devorarão terras e mudarão nossa forma de governo, para a qual nós “Os Americanos” derramamos nosso sangue, damos nossas vidas, substância e liberdade ameaçada.
 
Se não forem descartados, em menos de 200 anos nossos descendentes trabalharão nos campos para ganhar a vida, enquanto eles estarão no... Estarão esfregando suas mãos nas casas de contagem. Eu os aviso, senhores, se permitirem que os judeus fiquem, que seus filhos os amaldiçoem em seus túmulos.
 
Franklin estava muito certo. Agora, confirmamos isso com uma citação exata de Harold Wallace Rosenthal, ex-assistente administrativo chefe do ex-senador Jacob Javits:
 
A maioria dos judeus não gosta de admitir, mas nosso Deus é Lúcifer. Rosenthal, que mais tarde foi assassinado por ter revelado muitas coisas, também, disse que a maioria dos judeus não gosta de admitir isso, mas nosso Deus é Lúcifer:
 
Nós, judeus, apresentamos ao povo americano questões após questões. Depois, promovemos os dois lados do problema para criar confusão. Com sua fixação nos problemas em seus olhos, eles não veem quem está por trás de cada cena.
 
Nós judeus brincamos com o público americano como um gato brinca com um rato. O sangue das massas fluirá enquanto esperamos nosso dia de vitória mundial. Dinheiro é mais importante que moralidade.
 
Com dinheiro, podemos fazer qualquer coisa.
 
Nosso poder foi criado através da manipulação do sistema monetário nacional.
 
E criamos a citação.
 
Dinheiro é poder. Conforme declarado em nosso plano diretor, para nós era essencial estabelecer um banco nacional privado.
 
O Federal Reserve System se encaixa bem em nosso plano, pois está em nossa posse, embora, o nome implique que seja uma instituição estatal.
 
Desde o início, nosso objetivo era confiscar todo o ouro e prata e substituí-lo por notas inúteis e irremediáveis para troca. Adquirimos um monopólio completo da indústria cinematográfica, das redes de transmissão e da mídia televisiva em desenvolvimento.
 
A indústria gráfica, os jornais, as revistas e os jornais comerciais já haviam caído em nossas mãos. A ameixa mais rica viria quando assumimos a publicação de todos os materiais escolares. Com a ajuda deste veículo, fomos capazes de moldar a opinião pública de acordo com nossas próprias ideias.
 
As pessoas são apenas porcos estúpidos que ouvem as músicas que damos a elas, seja verdade ou mentira, grunhindo e gritando.
 
O texto completo da entrevista pode ser lido aqui:
 
 
Em seguida, temos o aviso do importante Sionista, Benjamin Freedman (um homem que foi libertado da khazariaion = escravidão Sionista).
 
Os Sionistas e seus comparsas religiosos governam os Estados Unidos como se fossem monarcas absolutos deste país.
 
Os [Sionistas] disseram à Inglaterra: Bem, garantimos que os Estados Unidos entrarão na guerra como seu aliado e que lutarão do seu lado se vocês nos prometerem a Palestina depois de sua vitória.
 
O que estamos enfrentando agora? Se começarmos uma guerra mundial nuclear, a humanidade estará destruída. E por que isso acontecerá?
 
Será sobre o terceiro ato.
 
A cortina sobe no terceiro ato.
 
O primeiro ato foi a Primeira Guerra Mundial.
 
O segundo ato foi a Segunda Guerra Mundial.
 
O terceiro ato seria a Terceira Guerra Mundial.
 
Os Judeus do mundo, os Sionistas e seus companheiros de fé, em todos os lugares estão determinados a novamente usarem os Estados Unidos para ajudá-los a tornar a Palestina uma base permanente para o governo mundial que receberiam.
 
Como os Estados Unidos - cerca de cinco por cento do mundo - vão e fazem de oitenta a noventa por cento do mundo em seus países de origem?
 
Como podemos fazer isso... Enviando nossos meninos lá para serem massacrados?
 
Para quê? Para que os judeus possam ter a Palestina como sua comunidade?
 
Eles os enganam tanto que vocês nem sabem se estão indo ou vindo.
 
Eu não os chamo de Judeus.
 
Eu os chamo de, assim chamados  Judeus, porque sei o que eles são [Satanistas].
 
Ok, então os Estados Unidos agora estão numa luta desesperada de libertação, depois de serem lentamente escravizados nos últimos 200 anos ou mais.
 
Os julgamentos estão a todo vapor.
 
Uma grande parte da liderança da máfia cazariana nos EUA foi morta ou presa.
 
No entanto, a inteligência militar japonesa estima que haja cerca de um milhão de mafiosos cazarianos dominando os Estados Unidos.
 
Eles fingem ser judeus, muçulmanos, cristãos etc., mas adoram Satanás.
 
Agora, eles estão lutando por suas vidas. Ativistas da Antifa e da Black Lives Matter, que têm atuado de tumultos e ações de sabotagem, segundo fontes da NSA, são agentes cazarianos ou seus agentes.
 
Por exemplo, uma análise da Pew, mostra que apenas um em cada seis ativistas, chamados Black Lives Matter é afro-americano.
 
Em outras palavras, são agentes cazarianos.
 
O mesmo pode ser dito sobre a Antifa.
 
 
Se os Estados Unidos desejam se retirar do sistema babilônico de escravidão por dívida, isto é  livre dos Satanistas cazarianos, essas pessoas devem ser neutralizadas.
 
Na próxima semana, continuemos a olhar para quem está lutando contra eles e como não combatê-los, não apenas nos Estados Unidos, e libertar o mundo inteiro desse horror.
 
Os baluartes mais importantes a serem conquistados são os meios corporativos, tais como: A indústria farmacêutica, os monopólios de alta tecnologia, os mega bancos, a elite política de Washington, a burocracia da saúde e muitas das empresas de energia.
 
Fim.
 

 

Benjamin Fulford

 


 

NR: Não haverá mais guerras de grande escala, tudo será de pouca duração e grandes mudanças estão à porta.



 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos

 
 

Recomenda-se o discernimento.

 

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1

 


 

Outubro 03, 2019

chamavioleta

Teri Wade.

Traduzido por Adriano Pereira

a 2 de outubro de 2019.

 
 
.


 
Livro da revelação...* O livro mais estranho da Bíblia.
 
Um livro de visões, um livro de sonhos, um livro de horrores. Alguns descreveram-no como uma viagem ruim via consumo de drogas alucinógenas, enquanto para outras traz à mente o surrealismo. Mas ainda para outros é como a imaginação de uma pessoa com transtorno de stress pós-traumático induzido pela guerra.
 
"...uma voz alta como um trompete. Um homem cujo cabelo é branco como a neve com olhos como chamas de fogo. Deus no seu trono, rodeado por quatro feras, cada uma com seis asas e olhos nas asas. Sete Pergaminhos e sete selos a serem abertos. Uma mulher vestida pelo sol, dando à luz, e um grande dragão pronto para atacar o bebê assim que ele nascer. Uma grande batalha no céu. Uma besta com sete cabeças e dez chifres. Uma meretriz que monta sobre a besta, chamada "Babilônia, a grande." Cristo em um cavalo branco liderando um exército vestido de vestes brancas, lutando contra as tropas liderados pelo dragão que agora é chamado de Satanás. Satanás fora jogado em um poço sem fundo. Satanás foi libertado e, na última batalha, satanás é vencido."
 
Pense nessas palavras... é tudo simbolismo.... "Babilônia, a grande" o todo poderoso cristianismo e seu Salvador Jesus Cristo que se monta em um cavalo branco liderando um exército de vestes brancas liderando pelo dragão? Quem é agora chamado de Satanás? Quem é Satanás... eu acredito que a grade arconte é a quem eles estão se referindo... o cristianismo não é o que as pessoas pensam que é. O Núcleo desta religião, e de todas as religiões organizadas, são a adoração da escuridão, mas eles te fazem pensar o contrário. É tudo uma manipulação, uma manipulação da verdadeira mensagem.
 
Assim que o bebê nascer o dragão vai atacar? Significado: o escuro vai sequestrar a consciência de Cristo e controlar o mundo, e cobri-lo de medo e desespero. Hmmm? Além disso, como diz nesta revelação.... estamos na última batalha com Satanás (o escuro) de novo, uma vez que você começa a questionar o que lhe foi dito, e começar a pesquisar a si mesmo sobre sua percepção disso, tudo muda completamente.
 
Mais uma vez, a bíblia não deve ser tomada como um texto literal... é tudo alegórico e simbólico. A Bíblia e a revelação são para ser um guia para a humanidade, mas as igrejas é que são responsáveis por distorcer a mensagem, tudo com o propósito de controlar a mente humana através do medo. Eles são os traficantes da grande mentira.
 
Se as pessoas apenas lerem a Bíblia/Revelação, e ficarem de fora de qualquer igreja, eles iriam entender que o que a igreja está pregando está tudo errado, é tudo apenas uma história, um conto de fadas.
 
Porque pense nisso... se a igreja deixasse você entender o segredo de que a bíblia está cheia de contatos extraterrestres, de simbolismos e informações sobre quem e o que você realmente é, como é que eles poderiam nos controlar.
 
Teri Wade.
 
 
Fonte: Facebook de Teri Wade
 
 
Teri Wade
NR: * O Apocalipse de João Evangelista.



 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos

 
 

Recomenda-se o discernimento.

 

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 
 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1

 


 

Fevereiro 22, 2017

chamavioleta


 

AGORA, ALGUMAS DÚZIAS DE PRISÕES PODEM SER ‘O TODO NECESSÁRIO’ PARA A LIBERTAÇÃO DA HUMANIDADE

Por BENJAMIN FULFORD

20 de fevereiro de 2017

Tradução: Candido Pedro Jorge




A batalha para derrubar a máfia cazariana está se intensificando e chegando ao ponto em que as prisões de apenas algumas dúzias de líderes das redes de pedofilia seriam suficientes para libertar a humanidade do flagelo dos adoradores de satanás.


Anos de pesquisa forense e testemunhos de várias fontes de agências de inteligência, na Rússia, Japão, China, Estados Unidos, Inglaterra, França, etc., agora se concentram nos principais líderes da máfia cazariana, que precisam ser presos.


Antes de citar nomes, porém, em primeiro lugar, precisamos identificar claramente o alvo principal. Esse, é um subconjunto, descrito no Livro de Rute, no Antigo Testamento ou Torá. Estas são as pessoas que adoram a satanás (Baal, Molech etc.) e praticam, tanto o sacrifício humano quanto o canibalismo. Possuem milhares de anos de experiência em sociedades infiltradas e o controle secreto dos altos níveis de poder através do assassinato, chantagem, suborno e propaganda. O pesadelo de sua regra, finalmente, está terminando.


No entanto, não se enganem. Essas pessoas são extremamente perigosas, muito inteligentes e agora, literalmente, lutando por suas vidas. A razão para isso é que elas sabem que quando o povo americano descobrir que esses bandidos têm torturado e matado seus filhos numa escala industrial, as pessoas irão exigir justiça. É por isso que a batalha que agora está ocorrendo dentro da estrutura de poder de Washington DC é tão cruel.


Esta facção satânica criou o ISIL para convencer os ocidentais a odiarem suficientemente o Islã, para apoiarem uma invasão militar contra o Irã. O plano era roubar o petróleo dessa nação, consolidar seu controle do Oriente Médio e estabelecer um governo mundial com sede em Jerusalém, a capital de sua grande e planejada Babilônia. Esta facção inclui alguns judeus que adoram satanás e pelos seus servos sionistas cristãos de cérebros lavados. Se isso parece exagero, então perguntem: Por que 4.000 líderes mundiais de 130 países estão se reunindo na frente de um Arco de Baal, para discutir a criação de um governo mundial?


http://www.blacklistednews.com/This_Week_The_%E2%80%98Arch_Of_Baal%E2%80%99_Was_Displayed_For_The_Third_Time_In_Honor_Of_%E2%80%98The_World_Government_Summit%E2%80%99/56911/0/38/38/Y/M.html


O grupo que luta contra eles, deseja a paz mundial, a democracia, a meritocracia, o respeito pela lei, os direitos humanos e as relações amistosas entre todas as nações. Também deseja libertar o mundo do controle dos assassinos adoradores de satanás da máfia cazariana.


De acordo com certos membros da família real, o chefe da facção adoradora de satanás, nos Estados Unidos, é Lewis M. Eisenberg, escolhido por Donald Trump para embaixador dos EUA na Itália. Sem dúvida, enquanto na Itália, Eisenberg esteve planejando conspirar com outros grandes satanistas (de acordo com fontes da CIA e da NSA) como os irmãos Agnelli, Victor Emmanuel, Leo Zagami e outros, contra o papa Francisco. Leo Zagami, por sinal, uma vez me disse que havia comido um feto humano.


Eisenberg também foi rastreado de forma forense pela inteligência militar japonesa, pelo ministro das Finanças japonês Taro Aso, até um conglomerado de cimento, controlado pelo ramo francês da família Rothschild. Fontes japonesas do submundo, dizem que Aso está a ponto de ser publicamente executado, porque estaria, publicamente vendendo recursos hídricos públicos japoneses às companhias controladas por Rothschild. A água é essencial para a vida e roubá-la do povo japonês em troca de suborno não será perdoado, dizem fontes do submundo.


Por sua vez, fontes de inteligência dos EUA, dizem que Eisenberg estaria chantageando Donald Trump com um vídeo dele, fazendo sexo com uma garota de 13 anos.


http://www.thedailybeast.com/articles/2016/06/30/the-billionaire-pedophile-who-could-bring-down-donald-trump-and-hillary-clinton.html


É por isso que Trump fez com que o diretor norte-americano de Inteligência Nacional Michael Flynn pedisse demissão, quando estava prestes a começar a prender os principais pedófilos na estrutura de poder dos EUA, dizem essas fontes. É também por isso que Trump está tentando colocar Steve Feinberg, chefe da empresa mercenária DynCorp, como responsável pelo aparato militar e de inteligência dos EUA.


http://www.veteranstoday.com/2017/02/19/neo-has-trump-been-secretly-stripped-of-his-presidency/


É também esta chantagem que está impedindo a Administração Trump de processar os autores de incidentes de assassinato em massa como o 11/09 e Fukushima, dizem as fontes.


No momento da redação deste artigo, não conseguimos entrar em contato com o Sr. Eisenberg, para comentar sobre essas alegações, todavia, continuaremos nossos esforços em fazê-lo.


De qualquer forma, a detenção de mais de 1000 membros de redes de pedofilia de baixo escalão nos EUA, Canadá, Noruega, Gana etc. (muitos deles ligados à Fundação Clinton) está sendo usada para coletar evidências contra pedófilos de nível superior, dizem fontes do FBI e da CIA.


https://thegodofrage.wordpress.com/2017/02/15/pizzagate-arrests-and-busts-occurring/


http://yournewswire.com/fbi-sex-trafficking-sting-detroit/


http://yournewswire.com/fbi-pedo-ring-adoption-agency/


Meu conselho para os escalões de média para baixa hierarquia das autoridades policiais dos EUA é como, depois dos peixes grandes, devem começar a olhar para pedofilia. Em termos legais, a pedofilia pode ser referida a qualquer coisa tal como: Um menino de 16 anos de idade, tendo relações sexuais com sua namorada de 15 anos de idade, a um homem de meia idade estuprar e estrangular um menino de 2 anos (Um caso que minha mãe, que é psicóloga infantil, realmente tratou).


Também, tenham em mente que as tradicionais sociedades, em todo o mundo e, historicamente, muitas vezes usaram a puberdade, especialmente a menstruação em meninas, como um sinal de que pessoas estariam em idade de casar. Com isso em mente e, para obterem provas contra o núcleo duro dos violadores e assassinos de crianças, as autoridades podem ter de considerar oferecer imunidade, em troca de testemunho de bilionários que estão sendo chantageados com vídeos deles tendo relações sexuais com meninos ou meninas pós-púberes.


É por isso que o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, se reuniu com o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, durante o G20, na Alemanha, na semana passada, disseram fontes do Pentágono. Além disso, o general americano, Joseph Dunford, encontrou-se com o chefe militar russo, Valéry Gerasimov, em Baku, no dia 16 de Fevereiro, "para discutir a derrubada final do ISIL, dos cartéis de drogas e da cabala", disseram fontes do Pentágono.
Dunford, também, se reuniu com Azerbaijanos de alto nível, para impedir operações secretas israelenses no Oriente Médio, dizem as fontes.


https://en.wikipedia.org/wiki/Azerbaijanis


No Departamento de Segurança Interna dos EUA, o chefe John Kelly, está considerando a mobilização de 100 mil soldados da Guarda Nacional para "deportar ilegais e depois assumirem a cabala e os cartéis da droga", acrescentam as fontes do Pentágono.


Este esforço iminente contra a cabala e os cartéis da droga, provavelmente resulta do fato de Bill Gates, na semana passada, fazer ameaças veladas de matar milhões de pessoas com armas biológicas.


https://www.theguardian.com/technology/2017/feb/18/bill-gates-warns-tens-of-millions-could-be-killed-by-bio-terrorism


O fato, é que a cabala tem tentado e falhado de criar uma pandemia por anos e que continuará a falhar. Então, se as autoridades dos EUA quiserem ir em frente e prender Gates, não há necessidade de temerem. Eles também podem ir em frente com investigação de vacinas tóxicas e outras partes maléficas da indústria farmacêutica.


Já os nazistas entraram em contato com a Sociedade do Dragão Branco, na semana passada, para dizer que não estiveram por trás dos ataques pandêmicos. Eis o que um deles disse:


“Todos os antigos nazistas que escaparam para a América do Sul, já morreram no final dos anos 90. Muitos deles, que viveram até os anos 90, eram muito fortes e morreram de idade avançada. A base secreta, nas montanhas da América do Sul, foi reabastecida com jovens machos nazistas, na época, com seus 30 anos de idade. Esses novos nazistas não são como os antigos e não desejam conquistar o mundo. Eles são reclusos e, assim, vivem para si mesmos e continuam trabalhando e voando ao redor da Terra com suas naves em forma de disco, etc."


A fonte também disse que o vencedor da batalha, em andamento pelo poder mundial, será decidido até 2020. Também sugeriu que os nazistas iriam compartilhar sua tecnologia com o mundo, uma vez que a poeira tenha baixado. Além da tecnologia antigravidade e clonagem, os nazistas também dispõem de tecnologia de células-tronco que poderia curar muitas doenças, etc., diz ela.


Na semana passada, a SDB, também foi contatada pelos illuminati gnósticos com uma mensagem sobre a Coréia do Norte. Eles disseram que o meio-irmão de Kim Jon Un, Kim Jong Nam, foi morto na semana passada, porque os chineses planejavam usá-lo para assumir o governo da Coréia do Norte. Essa morte, combinada com o disparo de um míssil com mais 550 quilômetros de alcance, foi uma mensagem aos chineses para ficarem fora da Coréia do Norte, disse a fonte illuminati. Também disse que agora os norte-coreanos tinham a capacidade de enviar um míssil nuclear para qualquer lugar da Terra e que, se os chineses invadissem a Coréia do Norte, "Pequim seria incinerada". A mensagem, em seu conteúdo implícito seria para "deixá-los em paz".


Por sua vez, a inteligência militar japonesa disse que tudo isso faz parte de uma guerra por procuração pela Coréia do Norte, entre os EUA e a China. Uma delegação norte-coreana logo visitará os EUA e a unificação da Península Coreana com Kim como Imperador será discutida, disseram as fontes.


Fontes japonesas também estão dizendo que a família imperial japonesa se opõe ao regime de Shinzo Abe e que reuniões secretas estavam sendo realizadas para discutirem como remover esse regime, antes de saquear completamente o Japão, em nome da máfia khazariana.

Benjamin Fulford
 
  1. http://benjam20infulford.net
  2. http://conspireplanet.blogspot.com.br/
  3. http://violetflame.biz.ly/blog/1069966/
 
 



Agradecimentos a: Sementes das Estrelas
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Novembro 22, 2015

chamavioleta

A Guerra pela Herança 

Extraterrestre de Nibiru 

no Iraque (Babilônia e Suméria) 

e no no IRÃ (Pérsia)

Posted by Thoth3126 on 09/01/2015

 


Em 1976, um linguista judeu russo, um erudito e estudioso que traduziu antigos textos cuneiformes sumérios e publicou o primeiro de seus livros, O 12º Planeta, nele o autor Zecharia Sitchin descreveu as maravilhas tecnológicas e conhecimento em todas as áreas da antiga civilização da Suméria, hoje o atual IRAQUE.

O que fez o seu trabalho controverso foi que ele alegou que os sumérios foram ajudados para começar a sua (e a atual civilização da Terra) civilização por uma raça avançada de seres chamados Anunnaki (palavra suméria significando “aqueles que vieram dos céus para a Terra“) …



O IRAQUE (antiga Suméria e Babilônia), o IRÃ (antiga Pérsia) e a luta pela controle da Herança Extraterrestre de NIBIRU !

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

http://www.exopolitics.org/Exo-Comment-5.htm

http://www.bibliotecapleyades.net/exopolitica/esp_exopolitics_a_3.htm

Por Michael E. Salla , PhD – Março de 2003 – de Exopolitics site

{Michael E. Salla - Melbourne-Austrália, 25 de setembro de 1958- Em 1983, recebeu grau de Bacharel em Ciências da Universidade de Melbourne-Austrália . Em 1984 ele recebeu um Diploma de Graduação em Educação no MelbourneCollege of Advanced Education . Em 1987 ele recebeu um grau de BA da Universidade de Melbourne. Em 1990 ele recebeu um MA-Masters of Arts licenciatura em Filosofia pela Universidade de Melbourne. Em 1993, ele recebeu um grau de PhD- Doutor em Filosofia da Universidade de Queensland, Austrália.}

 
Ele descreveu as maravilhas tecnológicas possuídas pelos Anunnakis, e uma guerra de facções entre os próprios Anunnakis, que final e definitivamente saíram do planeta por volta de 1.700 a.C. …

… Além disso, Sitchin descreve o mundo de origem desses seres como um planeta misterioso, que periodicamente retorna para o coração do sistema solar a cada 3.600 anos. As traduções de Zecharia Sitchin, quando combinadas com registros bíblicos e históricos que apoiam a existência de raças de ETs nos assuntos humanos, deixou claro o importante papel que teve esta raça alienígena antiga na gênese da humanidade (na própria criação do homem FÍSICO, do corpo humano). As traduções de Sitchin provaram ser muito controversas e os principais historiadores e arqueólogos rejeitaram o seu trabalho como muito especulativo.

No entanto, organizações não oficiais (principalmente do governo dos EUA) muito influentes consideraram o trabalho de Sitchin muito mais a sério (ele foi EMPREGADO PELA NASA COMO CONSULTOR). Desde pelo menos o ano de 1947, essas organizações clandestinas com sede nos EUA foram se envolvendo na busca pela engenharia reversa das tecnologias das espaçonaves (UFOs/OVNIs) ETs abatidas e/ou acidentadas e em comunicação com diferentes raças de ETs.

O mais proeminente (e de melhor sucesso) dos esforços de engenharia reversa de organizações (governamentais, principalmente dos EUA) clandestinas no envolvimento com uma raça de ETs foi com a raça comumente descritas como ‘ Greys‘, similares na aparência ao ET que é mostrado no famoso filme de Steven Spielberg, Contatos Imediatos do Terceiro Grau. A tecnologia já desenvolvida pela civilização dos Greys é muito avançada comparada com qualquer coisa desenvolvida pela humanidade, e imediatamente se começou esforços para aprender e fazer a engenharia reversa desta tecnologia (fundamentalmente para uso em aplicação militar).

O conteúdo do trabalho de Sitchin descrevendo uma antiga raça ET na antiga Suméria certamente teria despertado a curiosidade dessas organizações clandestinas dos EUA e em outros países (Alemanha, Rússia, China, Inglaterra, ISRAEL). A possibilidade de que os Anunnaki descritos por Sitchin terem atingido um nível de sofisticação tecnológico ainda mais avançado do que o atingido pelos Greys era algo que deveria ser seriamente explorado. Ainda mais desconcertante para essas organizações, foi a ideia de que esta raça avançada poderia um dia voltar para a Terra e novamente interagir com a humanidade como fizeram no passado não muito remoto. É muito provável que os esforços dos vários serviços de inteligência de diferentes países confirmaram a validade de algumas suposições, se não de quase todas as hipóteses levantadas por Zecharia Sitchin.

Organizações e serviços secretos de governos europeus e dos EUA, sem dúvida, transformaram em prioridade máxima o ter livre acesso a esses antigos locais de atividade e intervenção extraterrestre (antiga civilização suméria) no sul do Iraque para aprender sobre a tecnologia avançada utilizada pelos Anunnakis. Além disso, eles também teriam se interessado em aprender mais sobre o suposto planeta, a casa dos Anunnakis, (chamado de NIBIRU), que de fato já estaria em sua órbita de retorno para o interior do nosso sistema solar em futuro próximo (n.T. Aqui o autor esta um pouco equivocado, a última passagem de NIBIRU se deu em torno de 160 a.C, devendo retornar somente em torno de 3.440, ou seja, daqui a mais 1.428 anos).


Local onde se localizava as antigas civilizações da Suméria e depois Babilônia, a Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates (citados na Bíblia várias vezes) hoje o Iraque.

O problema, no entanto, foi que a Guerra Fria ainda existia e o IRAQUE estava firmemente sob a esfera da influência soviética da antiga URSS. Com a total improbabilidade de que o IRAQUE viesse a cooperar com a curiosidade dessas organizações clandestinas dos EUA / Europa e permitir o acesso a esses antigos locais de civilizações criadas pelos ETs, essas organizações clandestinas dos EUA e da Europa se viram com um enorme e preocupante dilema político a ser confrontado.

Se o status quo político internacional se mantivesse, então em algum ponto a União Soviética poderia encontrar esses antigos locais e sites ETs, e fazer a engenharia reversa da tecnologia que existisse e fosse encontrada e, assim, equilibrar quaisquer vantagens tecnológicas que o Ocidente pudesse se assegurar. Além disso, se o planeta NIBIRU, o local de origem desta raça voltasse, desse modo a antiga URSS-União Soviética estaria em melhor posição para responder a qualquer contingência que esse fato criasse. Dado o cenário acima, teria sido quase inimaginável que as organizações secretas norte americanas e europeias não tivessem se envolvido em um conjunto de metas de política externa, cujo objetivo era conseguir para os EUA / Europa o acesso à tecnologia ET enterrada/abandonada em locais de sítios históricos no Iraque.

O sucesso na busca da execução dos objetivos secretos da política externa dessas organizações dos EUA / Europa para ter o acesso a herança ET do antigo IRAQUE (civilização suméria) e se preparando para um possível retorno dos Anunnaki, estava na promoção de condições internacionais que permitissem que os EUA / Europa ganhassem o acesso irrestrito aos locais históricos no Iraque sem provocar a intervenção soviética e uma enorme crise internacional em meio da Guerra Fria.

A forma como isso poderia ser feito seria a de promover uma série de crises políticas e étnicas regionais que acabaria por tornar o IRAQUE dependente da assistência de países ocidentais. A solução para o dilema da política dos EUA / Europa era para patrocinar uma reviravolta na casa da força rival regional e principal do Iraque, o IRÃ (a antiga PÉRSIA), que inevitavelmente forçaria o IRAQUE em um confronto militar com seu vizinho mais poderoso, e, assim, criar a oportunidade para uma maior INFLUÊNCIA DOS EUA/EUROPA na histórica região do IRAQUE .

O foco principal dessa agenda secreta era a de que o xá do IRÃ (Reza Pahlevi) deveria ser derrubado e substituído por um regime religioso islâmico fundamentalista, que criaria o caos na região do Golfo Pérsico. O sucesso deste plano radical descansou em uma dupla estratégia de primeiro retirar o apoio tradicional dos EUA para o regime do Xá (o rei) do IRÃ, que manteve um firme controle do poder político no IRÃ por meio de suas poderosas forças de segurança e, segundo, fomentando uma revolução islâmica no país.


Recentemente se especulou que pedaços e peças de um Vimana antigo (um UFO) teria sido encontrado por soldados dos EUA nesta caverna no Afeganistão…

O sucesso na implantação desta dupla e clandestina estratégia (hoje pertencendo à história) levou ao colapso do regime do Xá Reza Pahlevi (o rei do IRÃ), que teve de fugir do país em 16 de janeiro de 1979. A nova República Islâmica do IRÃ que então surgiu (sob a chefia do líder fanático religioso o Aiatolá Ruhollah Musavi Khomeini) era uma terrível ameaça à integridade territorial do IRAQUE e era um rival ideológico para o sistema político socialista do regime Baath do Iraque. O novo regime iraquiano sob o comando de Saddam Hussein compreendeu instintivamente a ameaça representada pelo IRÃ revolucionário e fanático religioso para o Iraque, e decidiu agir enquanto o regime islâmico estava preocupado em se consolidar no comando do IRÃ. O IRAQUE (instigado por “conselheiros” de serviços secretos do ocidente) lançou um ataque devastador em setembro de 1980 contra o IRÃ, que resultou em uma sangrenta guerra de oito anos de duração que rapidamente se deteriorou em um impasse. Os países ocidentais, conjuntamente com os ricos países árabes então começaram a apoiar abertamente o regime iraquiano de Saddam Hussein.

O fim da guerra IRÃ (antiga PÉRSIA) -IRAQUE (antiga SUMÉRIA e BABILÔNIA) em 1988 ocorreu simultaneamente com uma rápida transformação e reviravolta do clima político global. Os países do leste europeu do bloco comunista estavam começando a entrar em colapso junto com os poderes da URSS-União Soviética que já estava nos estágios iniciais de sua desintegração e no surgimento de 15 repúblicas (países) independentes.

Com o regime político comunista da URSS-União Soviética-RÚSSIA entrando em colapso, a Rússia começou rapidamente a perder influência política na esfera global, os estados ocidentais (EUA/EUROPA) ganharam maior destaque na participação dos eventos no IRAQUE. Isso foi especialmente verdadeiro para a FRANÇA e a ALEMANHA, sendo que ambos desempenharam papéis importantes no financiamento direto e na ajuda dada ao IRAQUE (BABILÔNIA) na sua longa guerra de oito anos com o IRÃ (PÉRSIA).

Logo após a elevação de Saddam Hussein ao poder em 1979, ele iniciou a construção de uma sofisticada rede de bunkers e túneis subterrâneos na região de Bagdá. Estas elaboradas construções foram também motivadas tanto pela ameaça representada pelo ataque de mísseis iranianos, bem como a consciência de Saddam e seus seguidores mais próximos sobre a antiga história e o patrimônio de tecnologia antiga extraterrestre do IRAQUE (BABILÔNIA), muitas das quais estavam enterrados, em sítios arqueológicos que era também uma chave para os seus próprios (e megalomaníacos) planos grandiosos para o domínio regional do Oriente Médio.

É muito provável que em algum ponto na construção destes abrigos subterrâneos por todo o território do Iraque, as provas da existência da civilização extraterrestre que criou a Suméria e depois BABILÔNIA no IRAQUE foram encontradas pela primeira vez. A complexa tarefa de engenharia, de estudo e análise e, eventualmente, a reversão da tecnologia alienígena Annunaki de NIBIRU encontrada teria se iniciado. Apesar de seu tácito apoio para o IRAQUE (BABILÔNIA) na guerra contra o IRÃ (PÉRSIA), os Estados Unidos tinham uma desvantagem em relação aos seus parceiros europeus / rivais no acesso aos sítios arqueológicos extraterrestres existentes e encontrados no IRAQUE(BABILÔNIA) e que tinha um longo histórico em “ajudar” o regime ditatorial do IRAQUE.


O sítio arqueológico de UR e o seu Zigurate (atual Tell el-Mukayyar), antiga cidade onde teria residido o patriarca bíblico Abraão, que teve um encontro com “deus”, quando recebeu orientação para se dirigir às terras ao oeste, para a hoje Palestina, antiga Canaã. A função dos Zigurates era para ser o centro religioso e de adoração ao “deus” patrono da cidade. Eventualmente essa “divindade” poderia descer à Terra e pernoitar no edificio e até mesmo manter relações com mulheres previamente escolhidas pelos sacerdotes.

Isto significava que as organizações secretas e clandestinas (n.t. do governo secreto e clandestino) dos EUA tinham de ‘orquestrar‘ eventos internacionais de uma forma em que eles viessem atender o seu objetivo político secreto de ter acesso irrestrito à herança tecnológica, cultural e religiosa extra terrestre existente na herança suméria de NIBIRU do IRAQUE/BABILÔNIA. Sob o primeiro presidente Bush, o pai, o IRAQUE e o Kuwait se tornaram envolvidos em uma crise diplomática sobre o excesso de petróleo produzido pelo Kuwait, em 1991.

A superprodução de petróleo do Kuwait fez com que os preços mundiais do petróleo ficassem deflacionados e caíssem e a produção de petróleo do IRAQUE não fosse mais capaz de gerar a receita necessária para o país iniciar o dispendioso processo de reconstrução após os elevados custos de sua guerra com o IRÃ/PÉRSIA. Isto resultou que tornou o Iraque mais dependente de financiamentos dos países ocidentais e das suas organizações secretas e clandestinas, um resultado que Saddam não teria ficado satisfeito com o seu conhecimento dado indubitável que a independência financeira lhe daria poder de negociação máximo sobre o qual ele permitiu explorar os recursos ET em seu território.



Ainda mais irritante para o regime de Saddam Hussein, o Kuwait estava exigindo o reembolso dos empréstimos de guerra que tinham sido feitos para o Iraque durante o conflito de oito anos com o IRÃ. Para forçar uma mudança sobre a política de produção de petróleo do Kuwait o Iraque decidiu adotar uma atitude temerária e juntou um grande Exército na fronteira com o Kuwait. Neste ponto crítico, onde o Iraque estava indicando sua intenção de invadir o Kuwait, possivelmente, se esse país não mudasse suas políticas de produção de petróleo, o embaixador dos EUA no Iraque fez o que aparentemente seria um “erro crucial”. Ao aconselhar o Iraque sobre qual seria a opinião dos EUA sobre o conflito com o Kuwait, ela disse:

“Nós não temos opinião sobre os conflitos entre países árabes … como a sua disputa com o Kuwait. O Secretário [de Estado James] Baker me orientou a enfatizar essa instrução … que o Kuwait não está associado com a América“ Dada a história da relação do Iraque com o Kuwait, a psicologia pessoal da “tomada de riscos” de Saddam Hussein, e a política antagônica da liderança do Kuwait, poderia ter sido previsto que Saddam poderia interpretar isso como um sinal verde para invadir o Kuwait. O próprio Presidente Bush(pai), era um ex-chefe da (Diretor Geral) Agência Central de Inteligência ( CIA ) e, portanto, ciente de, e provavelmente, um membro das organizações clandestinas, criadas nos EUA para fazer engenharia reversa da tecnologia ET obtida .

É sem dúvida, o caso que o secretário Baker, como um amigo próximo e ex-chefe de gabinete do presidente Bush, também teria tido conhecimento da necessidade de acesso dos EUA ao Iraque para fazer engenharia reversa de qualquer tecnologia ET que fosse encontrada. Figuras-chave do governo Bush eram mais do que prováveis terem o conhecimento de qualquer linha do tempo que existia em termos de um possível retorno dos Anunnaki ao nosso planeta.

Posteriormente, Hussein foi adiante e iniciou uma guerra contra o Kuwait em agosto de 1990, e ao contrário da mensagem entregue pela Embaixadora Glaspie , ele descobriu que os EUA estavam se opondo à invasão do Kuwait pelo Iraque e não tinha feito nenhum compromisso sobre o Kuwait. Nas posteriores negociações diplomáticas sobre a retirada do Iraque do território do Kuwait, a primeira administração Bush descartou qualquer concessão para o Iraque. Isto significava que a diplomacia russa, motivada pela consciência de que uma guerra iria sensivelmente diminuir a vantagem relativa da Rússia no acesso a tecnologia ET para fazer a reversão da engenharia, acabaria por falhar.



Os EUA finalmente liderou a intervenção militar multinacional no Iraque, que começou em janeiro de 1991 e levou à expulsão do Iraque do Kuwait, e resultou em que os EUA pela primeira vez teria uma posição estratégica no Iraque apoiada com uma série de resoluções do Conselho de Segurança da ONU, dando legitimidade à presença (total) dos EUA. A crise política e militar que tomou conta do Iraque e do Kuwait, e levou a primeira intervenção militar por parte do Iraque, e depois pelos EUA, foi orquestrada pelas organizações clandestinas (Governo secreto paralelo dos) EUA que desejavam ter acesso irrestrito pelas suas organizações no (herança extraterrestre da Babilônia e Suméria) Iraque.

Infelizmente para os objetivos políticos secretos da primeira administração Bush, eles não puderam forçar a mudança de regime no Iraque. Isso significava que então as organizações clandestinas (Governo secreto e paralelo dos) EUA estavam agora em um dilema estratégico em termos de acesso e exploração da tecnologia ET sob o controle do regime de Saddam. Os EUA não tinham autoridade internacional para forçar a substituição do regime de Saddam e ele, sem dúvida, se sentiu traído pelos EUA. Outros grupos clandestinos e obscuros com origem na Europa, juntamente com seus parceiros russos estavam em uma forte posição estratégica em relação aos EUA eram rivais no acesso e na exploração de qualquer antiga tecnologia alienígena que existisse no Iraque. Saddam tinha a intenção de ter a sua vingança contra os EUA e a Grã-Bretanha, negando todos os acessos aos locais de escavação e pesquisa aos norte americanos e ingleses.

Dado que os EUA tinham o programa de engenharia reversa mais sofisticada no planeta de tecnologia alienígena e foi se desenvolvendo rapidamente a sua preponderância global como única superpotência (econômica e militar) do mundo que restou, este era um cenário que era profundamente perturbador para os funcionários norte-americanos cientes das possíveis implicações da tecnologia ET no Iraque ser tomada por países rivais dos EUA para mudar o equilíbrio global de poder. Ao mesmo tempo, grupos clandestinos europeus e russos estavam preocupados sobre o potencial dos EUA para se consolidar ainda mais na sua superioridade tecnológica e no domínio global, se obtivesse acesso irrestrito à tecnologia alienígena existente no Iraque/Babilônia/Suméria.

Outro obstáculo para o plano das organizações clandestinas norte-americanas para obter acesso à tecnologia alienígena no Iraque foi a eleição surpresa do presidente Bill Clinton em 1992. Ao contrário do primeiro presidente Bush (o pai, Republicano), Bill Clinton (Democrata) não teve o privilégio de receber as informações sobre os programas clandestinos que envolviam uso de tecnologia Extra Terrestre pelos militares dos EUA.

Previsivelmente, pouco aconteceu durante o período da administração Clinton para completar a agenda secreta de ter acesso irrestrito a herança ET do Iraque. A eleição do segundo governo Bush (o filho) fez com que a agenda das organizações clandestinas dos EUA para ter acesso a herança ET da antiga Babilônia poderia ser retomada. Muitos ex-funcionários do primeiro governo Bush e das administrações republicanas anteriores que apoiavam a mudança de regime no Iraque foram nomeados na nova administração. Na construção de uma nova guerra preventiva no Iraque, uma série de eventos ocorreu que indicou que as organizações clandestinas da Europa / Rússia estavam em desacordo com os seus parceiros (no saque) rivais dos EUA.

A Alemanha foi o primeiro país importante que publicamente se comprometeu a descartar uma guerra preventiva contra o Iraque, independentemente dos progressos realizados no processo de inspeção de armas, que começou após a votação da Resolução 1441 do Conselho de Segurança da ONU de 08 de Novembro de 2002. A posição firme da Alemanha contra uma guerra tornou possível para a França, e depois a Rússia, para ocupar a posição mais moderada de apenas clamar para uma intervenção militar, se o Iraque não cumprisse a resolução 1441 da ONU. A França e a Rússia, efetivamente impediram os esforços dos EUA em aprovar uma nova resolução no Conselho de Segurança da ONU exigindo a intervenção militar internacional no Iraque, para remover quaisquer armas proibidas de destruição em massa.

Muitos viram na oposição diplomática do poderoso Trio da França, Rússia e Alemanha a uma guerra preventiva como sendo claramente nos interesses da comunidade mundial unida contra o horror de uma guerra desnecessária que iria devastar mais ainda a região do Golfo Pérsico, e inaugurar mais atos de terrorismo no Oriente Médio e em outros lugares. Há, porém, evidências de que o que secretamente também motivou essas nações é a consciência de que o acesso irrestrito dos EUA a tecnologia alienígena antiga no Iraque constituiria uma ameaça devido ao crescente poder das organizações clandestinas dos EUA e seus projetos de engenharia reversa secretos.



Acima e abaixo: “Um Ancient Vimana e a aeronave Top Secret desenvolvida pelos E.U.A., código TR-3B (Astra) com formato triangular aeroespacial movida a propulsão nuclear com três reatores (descrição Edgar Fouché) combinado com a criação de um campo de vórtice de pulso eletromagnético gravitacional, criado por plasma de mercúrio para interromper / neutralizar os efeitos da gravidade sobre a massa do veículo e em suas proximidades“ (Mirahorian)


Nessas fotos do UFO americano, TR-3b foram tiradas quando sobrevoava a Bélgica.

Para saber mais:
http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-ii/
http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair/
http://thoth3126.com.br/vimana-antigo-20-mil-anos-trem-de-pouso-descoberto/
http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair-parte-2/
http://thoth3126.com.br/vimanas-ufos-da-antiga-india-baratha/

Os sucessos tecnológicos em engenharia reversa ET dos EUA certamente deve ter sido uma preocupação para os países parceiros e rivais menos bem financiados e tecnicamente proficientes / rivais na Rússia, França e Alemanha. É importante ressaltar que as organizações europeias / russas foram capazes de trabalhar dentro de quaisquer restrições impostas pelo regime de Saddam Hussein no Iraque e chegar a um entendimento preliminar do uso dos recursos dessa tecnologia. A guerra preventiva que equivaleria a uma ação unilateral pelos EUA e a Grã-Bretanha para assumir o controle do Iraque, era algo que as organizações europeias não apoiariam. É muito provável que as organizações clandestinas europeias havia “sinalizado publicamente” com os seus homólogos norte-americanos de que uma aquisição unilateral do Iraque pelos EUA não era aceitável.

A destruição do ônibus espacial Columbia em 1 de fevereiro de 2003 foi muito provavelmente um resultado dessa luta clandestina sobre quem teria acesso e controle sobre a herança ET do Iraque. Em 5 de março de 2003 uma quantidade incomum de atividade sísmica começou ocorrendo ao redor do planeta. Embora rodeado de muita especulação a causa e gravidade destas anomalias sísmicas, vale a pena explorar se as anomalias foram causadas por armas de tecnologia avançada que foi ou estão sendo testadas ou usadas extensivamente em todo o planeta.

A existência de armamento avançado que poderia produzir atividade sísmica, ativar vulcões e as condições climáticas severas foi reconhecido publicamente por um discurso proferido pelo ex-secretário de Defesa dos EUA, William Cohen, em 1997, onde em uma conferência para discutir a ameaça representada pelo terrorismo internacional, ele disse: “Outros [os terroristas] estão se engajando mesmo em um tipo de terrorismo ecológico em que eles podem alterar o clima, provocar terremotos, erupções de vulcões (n.T. e provocar até mesmo tsunamis), remotamente através do uso de ondas eletromagnéticas (e armas escalares-como o HAARP)”…

Em uma série de livros e artigos que discutem a utilização de armas escalares do que elas são capazes e os efeitos descritos por Cohen. Tom Bearden sugere que essa tecnologia foi desenvolvida há décadas pela antiga União Soviética e outros países. Ele fornece provas de que anomalias sísmicas e do CLIMA ao longo dos últimos trinta anos têm sido muitas vezes causado por essas armas escalares. Se a atividade sísmica anormal desde 5 de março foi causada por armas escalares, então é muito provável que uma guerra secreta está ocorrendo entre grupos clandestinos para ter mais acesso e controle sobre a tecnologia extraterrestre no Iraque . É provável que as organizações clandestinas europeias estão ativos em uma guerra que está sendo usado para reduzir os esforços dos EUA para assumir o controle total e exclusivo da herança ET do Iraque/Babilônia/Suméria.

Se uma guerra secreta está de fato ocorrendo, então é provável que nesse ínterim antes de um novo acordo sobre o acesso e controle da utilização da tecnologia ET no Iraque, que continuará acontecendo e será uma luta violenta entre as organizações clandestinas que é mantida distante do espaço e do conhecimento público. Dado o poder das armas “exóticas” possuído por estes grupos clandestinos, isto significa que o planeta está entrando em um período muito perigoso. Enquanto existe discordância, e os EUA continuarem a projetar o seu poder e controle militar em todo o planeta, uma violenta oposição por povos não americanos baseados em grupos clandestinos é provável que ocorra.

O fracasso de uma solução diplomática para a crise no Iraque, deu origem a um período de intenso conflito entre os EUA, centrado em organizações clandestinas, com seus ex-sócios e agora rivais na Europa continental que se alinharam com a Rússia (n.T. e ultimamente com a CHINA). Há evidências de que poderosas armas exóticas, tais como dispositivos ESCALARES eletromagnéticos (HAARP) estariam sendo usados ao redor do planeta, em um esforço para alertar os EUA e para “incentivar” uma solução diplomática para a crise atual sobre o acesso e controle da herança ET do Iraque. No atual clima político que se seguiu a administração Bush, agora com Barack Obama (reeleito), aparece com a intenção de uma política externa unilateral apoiado por um pequeno número de aliados leais, há probabilidade de um conflito global crescente, dada a ameaça representada por organizações clandestinas dos EUA ganhando uma vantagem estratégica sobre seus rivais europeus e Russos.



Se as previsões de que o planeta NIBIRU, o mundo de origem da raça avançada de ETs descritos nos livros por Sitchin de que ainda é cedo para a sua volta forem precisos, isso pode ajudar a explicar a intensificação do conflito entre as organizações clandestinas que governam os EUA e a Europa / Rússia que existe atualmente. Todos os grupos clandestinos podem estar disputando a melhor posição em uma corrida por tecnologia e conhecimento dos ETs que pode ser necessário em um próximo confronto e/ou encontro com os próprios ETs que vai determinar o futuro da civilização humana como a conhecemos.

A invasão dos EUA ao Iraque representa o sucesso de uma política de segredo existente à longo tempo (últimas décadas) que visa garantir o acesso dos EUA a herança (tecnológica) Extraterrestre dos Annunaki/Nephilin existente no Iraque e por toda região do Oriente Médio.

Para saber mais, veja em:
http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-primeira-tabuleta-parte-2-final/

Copyright© Michael E. Salla, PhD – É dada permissão para circular entre indivíduos e grupos privados, postar em todos os sites da Internet e publicar na íntegra em todas as publicações sem fins lucrativos. Falar com o autor para todos os demais direitos, que são reservados. Este artigo é um extrato de “America’s Triumph and Europe’s Angst” http://www.exopolitics.org/Study-Paper3.htm

Para link on-line para este artigo e para informação sobre o autor, acesse: http://www.exopolitics.org/Exo-Comment-5.htm

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br



Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária


 

Novembro 18, 2015

chamavioleta

Grécia: descoberta tumba dos tempos de Alexandre, o Grande

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com 

Giorgos Christides – Da BBC em Anfípolis, Grécia, dia 22 setembro 2014. 

Publicado anteriormente a 22/03/2015

alexandre

Descoberta de tumba misteriosa e antiga anima gregos em meio à crise econômica



O mistério sobre quem está enterrado em uma enorme tumba dos tempos de Alexandre, o Grande, descoberta no início de agosto na Grécia.

A descoberta da antiga tumba entusiasmou os gregos e trouxe esperanças de melhora no cenário de crise econômica que o país enfrenta. O túmulo, o maior já encontrado no país, fica na região de Anfípolis.


Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

GRÉCIA, a descoberta de uma misteriosa e antiga tumba anima gregos em meio à crise econômica

Giorgos Christides – Da BBC em Anfípolis, Grécia, dia 22 setembro 2014

Fonte: http://www.bbc.co.uk/

A expectativa de que possa ser de alguém da família de Alexandre, o Grande – ou, para os habitantes do local, até mesmo do próprio Alexandre – possa estar nele enterrado trouxe turistas e já valorizou terrenos nas cidades de Anfípoli e Mesolakkia. 



Arqueólogos acreditam que alguém ligado a Alexandre, o Grande está enterrado na tumba

“Podemos ter ganhado na loteria”, diz o prefeito de Mesolakkia.


ANFÍPOLIS
437 AC: Fundada por moradores de Atenas próximo às minas de ouro e prata de Pagaion
357 AC: Conquistada por Felipe 2º da Macedônia, pai de Alexandre, o Grande
Sob Alexandre, serviu como uma base naval de onde saíam barcos para a Ásia
1964: Começa a primeira escavação oficial no local

Os moradores afirmam que já foram procurados com ofertas para vender suas terras na região da descoberta. A maioria precisa do dinheiro, mas está esperando até que os arqueólogos que encontraram a tumba façam o anúncio final sobre a identidade de seu dono.

“Antes da descoberta, a terra não valia quase nada. Mas agora ninguém quer vender”, diz o morador Menia Kyriakou. A descoberta também deu início a uma onda de orgulho e patriotismo.


Esta imagem feminina está preservada, mas o rosto da outra figura foi destruído.

O ministro da cultura, Konstantinos Tasoulas, disse que a descoberta é um lembrete de que a Grécia é o “berço de uma civilização insuperável e um país que merece, com este capital (cultural) único e suas realizações atuais, reivindicar o seu retorno ao progresso e prosperidade”.

A DESCOBERTA

A tumba foi descoberta após dois anos de trabalho comandado pela arqueóloga Katerina Peristeri. O monte onde está localizada fica na antiga Anfípolis, uma grande cidade do reino da Macedônia, a 100 km a leste de Thessaloniki, a segunda maior cidade da Grécia.

A estrutura remonta ao final do século 4 AC e o muro ao redor dele tem 500m de circunferência, superando o local do enterro do pai de Alexandre, Filipe 2º, em Vergina, a oeste de Salônica.

“Essa é uma tumba de dimensões únicas e impressionante maestria artística. Os mais belos segredos estão escondidos logo abaixo de nossos pés”, disse à BBC o ministro da Cultura, Tasoulas.


Desenho mostra duas esfinges na frente e duas cariátides guardando o local atrás

Dentro da tumba, os arqueólogos descobriram duas cariátides (esculturas com figuras femininas que funcionam como pilastras). Cada uma foi esculpida com um braço estendido, provavelmente para desencorajar intrusos a adentrar na câmara principal do túmulo.

Os equivalentes modernos das cariátides ficam em um carro da polícia, a cerca de 200m da entrada do túmulo – o sítio arqueológico é protegido 24 horas por dia por dois policiais.


ALEXANDRE, O GRANDE 

Nascido em 356 AC em Pella, filho de Felipe da Macedônia e Olímpias, educado por Aristóteles
Se tornou rei da Macedônia, reino da Grécia antiga, aos 20
 
Obteve vitórias militares nos territórios persas da Ásia Menor, Síria e Egito – era o “Grande Rei” da Pérsia aos 25 anos

Fundou 70 cidades e expandiu o império para leste até Punjab, na Índia
Morreu de febre em 323 AC na Babilônia 



Territórios do império conquistado por Alexandre.

Sua missão é manter longe as dezenas de jornalistas e turistas que chegam ao local por uma estrada de terra sinuosa da aldeia vizinha de Mesolakkia. Mas isso não impediu que a mídia, os arqueólogos e curiosos se envolvessem em um jogo de adivinhação animado.

Os arqueólogos concordam que a magnificência do túmulo significa que ele foi construído para uma pessoa importante – talvez um membro da família imediata de Alexandre; pode ser sua mãe, Olímpia, ou sua esposa, Roxana -ou algum nobre macedônio.

Outros dizem que ele poderia ser um cenotáfio, memorial fúnebre construído para homenagear uma pessoa enterrada em outro local.

Mas só a equipe de escavação pode dar respostas definitivas, e o progresso dos trabalhos tem sido lento desde que os trabalhadores descobriram uma terceira câmara, que está em perigo de desabamento.

Os especialistas não chegaram a um veredito, mas, para as poucas centenas de habitantes da moderna Anfípoli e Mesolakkia, as duas aldeias mais próximas ao local onde foi encontrado o monumento, não há dúvida: enterrado dentro do túmulo de mármore perto de suas casas está o próprio Alexandre, o Grande.

“Só Alexandre merece um monumento tão grandioso”, diz o agricultor Antonis Papadopoulos, de 61 anos. 



As cariátides, duas figuras femininas em esculturas que servem de pilares dentro do túmulo encontrado.Essas figuras femininas no monumento medem mais de 2m de altura

Arqueólogos e o Ministério da Cultura grego alertam sobre as especulações, especialmente porque é sabido que Alexandre, o Grande, foi enterrado no Egito.

“Estamos naturalmente ansiosos para descobrir a identidade de residente da tumba, mas isso será revelado no tempo certo pelos escavadores,” disse o ministro.

Permitida a reprodução desde que mantido a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Posted by Thoth3126 on 22/03/2015

URL: http://wp.me/p2Fgqo-7h3

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Outubro 22, 2015

chamavioleta

Um helicóptero negro.

Parte II  Capítulo XV do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.com


inanna-maça-serpente-direita
“Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento?” – Provérbios 1:22

O Retorno de Inanna: “Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família deNibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.
Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”
Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.com
Parte II – Capítulo XV do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson
“Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução”.
Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.
Sumeria-zigurate-inanna

Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER, Bel)“.
Partes iniciais:
  1. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
  2. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
  3. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-ninhursag-03/

SEGUNDA PARTE: Capítulo XV – UM HELICÓPTERO NEGRO
De sua cabana Graciela observava o céu estrelado. O fogo ardia com vigor e seus cães sonhavam comodamente sacudindo suas patas. Graciela ficou sem fôlego ante a beleza de uma estrela cadente fugaz que caiu com o passar do céu noturno. Tratou de recordar o que isso significava. Acaso era boa sorte? Nesse momento só pôde pensar em objetos voadores não identificados. Em 1975 ela tinha visto um ovni sobre oMonte Shasta na Califórnia. Não era estranho ver ovnis neste lugar; a gente os via todo o tempo, mas Graciela tinha visto a espaçonave a plena luz do dia e não tinha esquecido essa experiência.
Ela tinha saído a caminhar com alguns amigos e logo decidiu seguir sozinha. Olhou o formoso céu azul claro e viu um disco grande como de prata que flutuava por cima dela. Em vez de emocionar-se, ela sentiu pânico e a adrenalina se acelerou por todo seu corpo. Nesse mesmo instante, a nave subiu vertical e rapidamende e desapareceu. Graciela correu para seus amigos e com a voz entrecortada lhes perguntou: “Voces viram, viram?” Mas nenhum tinha visto nada; somente ela tinha visto o ovni esse dia. Nunca pôde esquecer nem resolver este mistério, o qual a tinha obcecado depois.
É obvio ela tinha lido todos os livros que tinha encontrado sobre os ovnis e as experiências que outras pessoas tinham tido com eles, mas isto não pareceu ajudar. Muitas pessoas trataram de convencer de que só tinha sido sua imaginação posto que a sua era muito viva, mas ela sabia o que tinha visto esse dia e ninguém pôde persuadi-la do contrário.
Mt_Shasta_California_Sacred_Mountains
Monte Shasta, próximo à Sacramento, na Califórnia-EUA
Até mais estranhas eram as imagens que Graciela tinha pintado antes do avistamento, e quando tinha escassos 16 anos. As pinturas eram de grupos de seres que se viam exatamente como os extraterrestres Greys que mais tarde eram desenhados pelas pessoas que alegavam te-los visto ou que tinham sido raptados por eles. Graciela se desgostou quando viu os extraterrestres cinzas de suas pinturas em um filme muito da moda e na capa de um livro best seller.
Ela não recordava se a tinham abduzido, como a muitos outros, embora tratasse de recordar. Tampouco lhe inspiravam temor estes pequenos amigos cinzas. De uma forma misteriosa, todas as pinturas que ela tinha feito neste período foram furtadas. Essas pinturas constituíam sua série mais popular. Deu-se conta de que seus olhos estavam já cansados de observar as estrelas e os fechou. 
Em sua mente, viu-se voando pelo espaço, as galáxias lhe apareciam zumbindo, ou era ao contrário? Ela sentiu que se aproximava mais e mais de um planeta em particular. Suas cores eram muito estranhas, algo assim como animação surrealista por computador, mas não eram cores da Terra. O planeta era deserto, vazio de vida ou seres viventes. Rapidamente se cansou dessas paisagens solitárias tão estéril.
Retornou ao espaço e sentiu que descansava dentro do que parecia ser sua nave privada. Havia uma cadeira reclinável que estava à frente de um painel de controle, mas tudo era escuro e escassamente iluminado na parte interior. A nave parecia funcionar unicamente com os pensamentos da Graciela e, o ser no que ela se converteu, quem pilotava este veículo, sabia exatamente como lhe dar ordens com sua mente.
merkabah-anahata
A nave como objeto material desapareceu misteriosamente dos arredores da Graciela e sua consciência começou a mover-se com facilidade através do espaço para explorar outro planeta. Este planeta tinha cores similares, mas havia grandes atoleiros de líquido e seres que tomavam forma a partir desses atoleiros. Os seres de líquido eram muito amáveis e amistosos. Ela sentiu que podia permanecer lá muito tempo e aprender deles.
Graciela escutou uma voz em sua cabeça: “São os seres líquidos!” A aventura da Graciela tinha atraído a Atilar, já que este planeta era um de seus favoritos. Sorria para Graciela, saudava seus amigos e um por um os apresentava. Isto era muito para Graciela. Sentou-se desconcertada e assustou a seus cães. Tratou de recuperar o controle de si mesma e decidiu que era hora de ir para a cama e dormir um pouco. De vez em quando as coisas apareciam muito pesadas e ela não podia controlá-las.
Foi para sua pequena cama e se acomodou debaixo das mantas quentes. Olnwynn apareceu para protegê-la. Chamou a atenção de Atilar e o acusou de sobrecarregar a pobre moça. O grande guerreiro celta se sentou ao pé da cama de Graciela entre os dois cães para montar guarda esta noite.
Marduk flutuava sobre as águas cor turquesa de sua piscina no Sri Lanka. Gostava especialmente desta ilha no oceano Índico porque quando puseram o nome de Ceilão, tinha sido o lar do demônio Rakshasa Ravanna, que tinha causado grandes dificuldades ao deus Rama (Krishna) e a Sita em uma época anterior ao dilúvio, épico contado no Ramayana.
vimana-Rama
Rama e Sita desembarcam de seu VIMANA
Enquanto sorria de suas lembranças, Marduk observou um pássaro chamativo e estranho que voava pelo céu. Também amava ao Sri Lanka porque era um lugar de conflito como todo o Oriente Médio, o Norte da Irlanda e mais recentemente a Síria, o Egito e o Iraque. Todas estas áreas de conflito constituíam delicioso prazer para Marduk e seus exércitos, os quais se alimentavam do medo e o desespero de seus habitantes manipulados e controlados pelo FANATISMO RELIGIOSO.
Um servente andróide entrou no jardim de Marduk: “Senhor, algo está aparecendo na unidade exploradora e eu acredito que o senhor deva vê-lo. Há evidência de uma consciência interdimensional entre os terrestres”. “Como?” Marduk se levantou bruscamente de seu salva-vidas inflável e tombou seu copo de Martini de cristal francês. “Me siga ao quarto de exploração”, ordenou.
Marduk conduziu o andróide em volta do quarto de exploração, ninguém se atrevia a guiar Marduk a nenhum lugar. A unidade exploradora estava no centro subterrâneo de comunicações e controle, um dos tantos que ele tinha construído. Ele tinha convertido a arquitetura subterrânea em toda uma arte. Suas novas máquinas para construir túneis faziam que os velhos túneis do Povo da Serpente se vissem toscos e patéticos. Os túneis de Marduk eram sem par e estavam forrados com um material que parecia mármore italiano fino mas que emitia um amplo espectro de luz e freqüências eletromagnéticas.
O quarto de exploração estava mobiliado com um escritório estilo Luis XIV, ornamentado com ouro real e uma cadeira de trono que fazia jogo. Cadeiras de mão antigas chinesas adornavam a parede do quarto e um toalha de mesa persa cobria o piso de lápis lázuli. A unidade exploradora emitia um sinal que mostrava o lugar da consciência interdimensional. Mostrou o lugar: Montanha Perdida, a Noroeste do Pacífico, eles tinham localizado Graciela.
Marduk estava furioso. Esta nova consciência que começava a se ampliar, mas Marduk sabia que tinha que extingui-la imediatamente antes que crescesse, se expandisse e se espalhasse para influenciar os outros como um “câncer”. Se os seres humanos se davam conta de que havia outras dimensões e outras formas de vida, seus cérebros poderiam abrir-se além de sua lastimosa capacidade normal média de meros 5% e já não poderiam mais ser controlados. E Marduk vivia para e do controle ABSOLUTO.
Black-Magician-trevas-darkReptilianoolhargif
Ordenou que se enviasse um helicóptero Black Hawck negro à Montanha Perdida com a dupla função de fotografar a área e de assustar ao ser humano que por lá vivia. Possivelmente ele poderia espantá-la da montanha e fazê-la retornar às cidades onde as freqüências eletromagnéticas ELF (frequência extremamente baixas) eram mais fortes, mais hostis e a fariam voltar para o modo de sobrevivência dos zumbis que vivem no planeta, o que esmagaria este novo estado de consciência que florescia.
Graciela despertou. Seus cães ladravam furiosamente. Através da janela de seu quarto se filtrava um jogo de luz que caía sobre as mantas da cama da Graciela. A luz vinha de um helicóptero negro que flutuava ruidosamente no ar por fora da janela. Ela saltou da cama e correu para baixo. Que diabos se passava?
Aí estava, um enorme helicóptero negro que não era como os helicópteros que ela tinha visto antes. Era liso, detestável, ameaçador, algo como tirado de uma novela de ficção científica. Sua escuridão se via mais sinistra por causa do desenho aerodinâmico de sua estrutura.
A máquina negra continuava derramando seu raio de luz para a cabana da Graciela. Por um momento pensou em uma arma para defender-se mas logo se deu conta de que isso não lhe serviria para nada. Um helicóptero como esse certamente teria a bordo armaa sofisticadas, pelo menos fuzis M-16. Ela se obrigou a respirar profundamente. O helicóptero voou ao largo do vale onde Graciela vivia muito sozinha. Enviou uma poderosa luz infravermelha a um estábulo e galinheiro abandonados que havia na parte baixa da estrada.
Finalmente, depois de colocar jogar outra vez o jato de luz, o desagradável helicóptero negro desapareceu, aparentemente rumo para o norte. Graciela não sabia a que ponto exatamente. Sentou-se rendida e tratou de acalmar a seus cães. Definitivamente necessitava um gole de vinho! Enquanto Graciela corria para sua cabana, Olnwynn chamou a atenção de Inanna para o helicóptero negro.
“Marduk!”, exclamou Inanna. “Como se atreve? Se chegar a tocar a Graciela, levarei-o ante o Conselho antes de que possa piscar. O que não daria para apontar minha arma de plasma para seu perfeito nariz!” Melinar deteve esses pensamentos em Inanna. “Inanna, querida, estamos no processo de evolução. Não é apropriado que abrigue pensamentos de vingança neste momento”.
navemãe-interior
Desenho do interior de uma Nave Mãe real da Confederação, em órbita da Terra (à esquerda na imagem)
“Queria envolver a esse réptil filho da…. Está bem, Melinar, vou me acalmar; estou pensando como Olnwynn”. Este riu. Agora vai jogar a culpa em mim, pensou ele, quando foi ela quem me criou para começar. “Inanna, temos que proteger Graciela”, suplicou-lhe Olnwynn.
Inanna foi a suas telas e chamou Anu, que estava nas naves dos Etéreos com Enlil. Para Atilar tudo isto pareceu muito interessante e, quando viu que a nave Nodriza dos Etéreos entrou na consciência de Inanna, com emoção se projetou a si mesmo a bordo. Imediatamente estava parado ao lado de Anu e Enlil na sala de comunicações e nesse momento lhes estavam informando sobre o incidente do helicóptero.
“Atilar, o que faz?”, gritou Inanna. Anu respondeu por Atilar:
“Oh, lhe permita que fique. Sempre quis falar com um de seus Eus multidimensional Inanna, e este me parece bastante apropriado. Não se preocupe com Graciela; vou ordenar amparo imediatamente. Esse safado, embora seja meu neto não lhe permitirei que destrua o que poderia ser nossa última esperança”.
“Oh, Anu, não diga essas palavras, última esperança. Muito certamente os Eu multidimensionais de Enki, Ninhursag ou dos outros se estão se aproximando para a ativação de seus genes divinos”, disse Inanna.
“Bom, parece ser questão de sincronicidade e sinergia, querida. Se só um acorda, os outros que também o desejem despertarão simultaneamente. A transformação é interconectada. Cada humano está conectado a outro, e por isso cada um é parte dos outros. Todos são vitais para nossa missão”.
“Você é diferente, Anu. Dê meu amor a minha bisavó Antu. Fecharei a transmissão já. Não deixe que Atilar te incomode”.
stargate--cosmo-evolução-portal
Anu se voltou para seu filho Enlil com toda sua majestade e beleza. Os dois eram tão parecidos por natureza que inclusive o cabelo dourado de Enlil estava começando a branquear como o de Anu. Tinha sido uma época difícil para ambos os líderes. Anu tinha perdido o comando de Nibiru e Enlil à Terra, ambos agora controlados pelo usurpador Marduk. Os dois, pai e filho, tinham passado os últimos séculos conformando um exército de renegados para reclamar o controle de Nibiru das mãos de Marduk e seus tiranos.
Estavam planejando a volta e trabalhavam ombro a ombro com o Conselho e muitos outros líderes nibiruanos que também estavam no exílio. Mas primeiro tinham que curar as feridas, que não eram poucas,  que a família de Anu tinha causado ao planeta Terra.
Anu e Enlil, assim como Enki e os outros, tinham sido obrigados a pensar introspectivamente. Tinham que chegar a um acordo com a etapa adolescente de sua evolução e tinham que mudar o suficiente para ir além da tirania. Anu e Enlil foram para a porta e ordenaram a Atilar que os seguissem para encontrar-se com os Etéreos …

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  3. http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
  4. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  6. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  7. http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
  8. http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
  9. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  11. http://thoth3126.com.br/baalbek-antiga-plataforma-de-pouso-para-espaconaves-extraterrestres/
  12. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  13. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
  14. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
  15. http://thoth3126.com.br/insider-da-dhs-fala-de-crise-de-magnitude-sem-precedentes-sendo-preparada-nos-eua/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione autor e fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

68Share on Facebook (Opens in new window)68
2Click to share on Twitter (Opens in new window)2
Click to share on Google+ (Opens in new window)
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

Posted by Thoth3126 on 21/10/2015



Agradecimentos a  http://wp.me/p2Fgqo-9tq



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=V.S. Ferguson

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media Creator's Map ESU IMMANUEL Exposing Media DesInformation Galactic Federation Indians, Prophecies and UFOs Illuminati, The Infinite Being Israel (!?) Jews..., the Real ones! *Khazars Jews are converted, not jenuine Meditation Media News NESARA (!?) SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... UFO CONTACTS UFOs (MORE) USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA 

Julho 23, 2015

chamavioleta

O Retorno de Inanna

III

Olnwynn





“Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento?” – Provérbios 1:22

O Retorno de Inanna: “Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”.


Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Parte II – Capítulo III do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

“Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução”.

Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.



Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER, Bel)“.

Partes iniciais:
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-ninhursag-03/

SEGUNDA PARTE: Capítulo III – OLNWYNN

Inanna e Melinar passaram ao ovóide transparente e se sentaram em silêncio. Ela observou as formas geométricas de Melinar que se moviam de uma maneira tão rápida que, embora ela se esforçasse, não pôde reduzir sua velocidade o suficiente para distinguir uma forma das outras. Não obstante, deu-se conta de que muitas das formas eram estranhas. O grupo estava composto de algo mais que cubos, pirâmides, ou inclusive formas rombóides. Muitas das formas eram totalmente desconhecidas para ela, formas cuja memória não alcançava.

Melinar lhe recordou que sua geometria de brilhantes representava uma linguagem codificada. À medida que se formavam seus pensamentos apareciam formas correspondentes cheias dos matizes complicados de seus modelos de pensamento. Quanto mais rapidamente se formavam seus pensamentos, com mais rapidez trocavam as formas geométricas e aparecia um arco- íris que se fazia mais intenso quando seus pensamentos eram mais ferventes ou sua curiosidade se satisfazia.

Ele podia produzir sons de um idioma falado, mas lhe parecia que o pensamento puro era muito mais interessante já que transmitia muito mais do que as palavras pudessem fazê-lo. Estes pensamentos se criaram automaticamente na mente de Inanna em forma de conhecimento.

Inanna estava muito feliz de ter a seu velho amigo de novo em sua realidade. Por um tempo os dois simplesmente trocavam informação, recordando os velhos tempos. Inanna recordou quão cativante era ser uma forma como a de Melinar. Para ela era difícil compreender agora por que tinha desejado sair desse estado puro de beleza.



Uma estranha energia interrompeu suas lembranças nostálgicas.

Um guerreiro muito alto com uma tocha na mão parou frente a eles. Tinham-lhe cortado o pescoço de orelha a orelha, o que não era muito atrativo. O homem estava obviamente perplexo e terrivelmente confundido.

“Quem demônios são vocês?”, perguntou.

Inanna o reconheceu. Era Olnwynn, um dos seus Eus dimensional. Ela o tinha projetado no norte da Irlanda no século II. Seu DNA parecia prometedor mas tudo tinha saído errado. Ele se negava a escutá-la sem se importar em que forma lhe aparecesse. Era óbvio que a forma em que ela estava agora tampouco serviria de muito. A Olnwynn parecia muito atrativo o corpo sensual mas firme dela.

“Hey, o que temos aqui? É a garota mais formosa que jamais tinha visto. Por Deus! Sua pele é azul!”

Rapidamente Inanna trocou o holograma na mente de Olnwynn. Deixou Melinar em sua forma geométrica pensando que Olnwynn o poderia identificar como a luz de uma fada. Ela tomou a forma de um sacerdote druida, alto e que inspirava temor mas não muito estrito ou julgador.



Olnwynn olhou fixamente ao sacerdote em meio da confusão. “Aonde se foi ela? Quem demônios é você?” “Que mau este dia!”, pensou. Depois de um de seus acostumados excessos de doçura, deprimiu-se e lhe aconteceu algo estranho. Primeiro houve uma dor aguda e rápida e logo começou a flutuar por cima de seu forte e formoso corpo. De cima olhava uma cena horripilante.

Seu próprio filho estava de pé ao lado de seu corpo com uma adaga larga, afiada e ensangüentada em sua mão. Confuso, o filho tremia e chorava em agonia. Olnwynn olhava para baixo e via que o sangue saía abundante de sua garganta, a qual estava totalmente aberta. Ele estava acostumado a estas cenas, mas esta era diferente; desta vez era a sua garganta e o seu sangue que esguichava.

A porta se abriu de par em par quando sua esposa e seu irmão entraram no quarto. A esposa abraçou a seu filho, lhe agradecendo por ter vingado sua honra. O tio lhe deu um tapinha nas costas e lhe prometeu que algum dia seria rei. O filho se voltou histérico e caiu ao lado do corpo soluçando: “Pai, assassinei-te! Pai!”

Olnwynn flutuou ao redor de seu corpo enquanto sua concentração o permitia. Pôde ver a verdade de todo o drama: sua bela esposa tinha estado dormindo com seu irmão e os dois tinham conspirado para assassiná-lo, apoderar-se do castelo e do reino, e colocar a seu irmão no trono. A única pessoa que podia aproximar-se o suficiente para assassiná-lo era seu próprio filho. A esposa passou muitas horas lhe contando histórias cruéis e outros dramas para convencê-lo de que teria que acabar com Olnwynn. Finalmente teve êxito. Inclusive Olnwynn sabia que se excedeu ao golpeá-la, mas agora estava morto e flutuava por cima do que uma vez foi seu castelo.



As celebrações que houve ao redor do castelo lhe pareceram abomináveis e seu filho não se recuperava. Pouco depois sentiu que uma força estranha o devorava, a qual o confundiu. Decidiu seguir a força para onde quer que ela fosse. Ele nunca tinha permitido que o temor o vencesse, de modo que agora estava frente a um sacerdote druida rodeado do que pareciam ser luzes de fadas.

O sacerdote druida falou: “Olnwynn, estavamos-lhe esperando. Deve relaxar e te acalmar. Aqui lhe cuidaremos. Ninguém te julgará; está entre amigos”.

Inanna olhou a garganta aberta e decidiu curá-la imediatamente, principalmente porque era algo grotesco. De todos os modos Olnwynn tinha sofrido o suficiente e não precisava andar por aí com o gogó pendurado para lhe recordar que não tinha ido muito bem em sua vida.

Olnwynn sentiu que sua garganta tinha sido restaurada. “Como fez isso?” Com um suspiro soltou sua tocha e desabou cansado e sedento ante o sacerdote druida. Fazia três dias que não tomava nada. Ou eram três anos?

O sacerdote falou de novo: “Agora, Olnwynn, possivelmente deveríamos repassar os dados de sua memória. Sente-se o suficientemente forte para esta experiência?” “Estou morto?”, perguntou Olnwynn. Sempre é o mesmo, explicou Inanna a Melinar. Nem sequer sabem que estão mortos e eu pouco a pouco tenho que fazer que se sintam cômodos em seu novo estado. É muito mais trabalho do que eu pensei que seria.

“Sim, Olnwynn, está morto. Mas como vê, é só seu corpo o que está morto. Você, quer dizer, seu ser consciente e a experiência total de sua vida, estão aqui conosco em outra dimensão. Não é algo tão mau”.



“Pode-me conseguir um gole? Vinho? Cerveja? Algo servirá”. O vício do licor tinha sido a causa de muitas de suas dificuldades, mas Inanna produziu um corpo de cerveja para o estremecido guerreiro. A tragou como se não houvesse um amanhã, o que para ele era certo. deu-se conta de que não tinha o sabor apropriado, não o fazia sentir tão bem como antes, mas se alegrou de tê-la e pediu outra.

O sacerdote druida falou: “Haverá muito tempo para isso, nos concentremos agora em sua história, sua aventura no continuum do espaço/tempo. Temos um trabalho por fazer, você sabe”.

“Um trabalho. Que trabalho? Ninguém me disse nada de trabalho algum. Eu simplesmente estava vivendo minha vida quando meu próprio filho me assassinou. Perdi meu reino e minha vida. O que quer dizer com isso de um maldito trabalho?”

“Te acalme, observemos sua vida, Olnwynn”. Rodeou-os um holograma bastante grande e ambos observaram como o tempo se desenvolvia ante seus olhos.

Inanna tinha estado pendente das aventuras amorosas de uma sacerdotisa druida no século II a.C. na Irlanda. Na parte ocidental da ilha vivia uma raça de seres em uma paisagem remota e rústica. Eles veneravam a natureza. Despenhadeiros altos ao lado do mar, ventos fortes e bosques verdes lhe davam um sabor poético e místico a esta terra bela e rústica. Sua gente amava a beleza selvagem de sua terra. Eles eram apaixonados e beligerantes.

Inanna se tinha decidido a nascer como homem através de uma sacerdotisa druida que era de sua antiga linhagem. Fazia muitos séculos os antepassados da moça tinham vindo dos muitos meninos que Inanna tinha produzido em suas cerimônias de matrimônio sagrado. A sacerdotisa estava apaixonada por um guerreiro valente e nobre, mas ele já estava casado. Sua paixão deu origem a um menino varão, mas a pequena sacerdotisa morreu no parto. O pai nunca reconheceu ao filho e por isso Olnwynn, um dos Eu multidimensionais de Inanna, nasceu como órfão sem ninguém que o cuidasse. Os druidas o tinham adotado e o converteram em um homem forte.



Até em menino era muito formoso e desde que começou a caminhar cativou a todos os que o rodeavam. Com seu sorriso encantava às mulheres e as fazia rir. Todos o queriam e o povo inteiro o adotou. Ele tinha nascido com o dom de poder falar espontaneamente em rima. Este talento era respeitado como sinal de que Olnwynn era amado pelos deuses, como na verdade o era, especialmente pela Inanna.

Olnwynn chegou a ser um homem forte e alto, formoso, de cachos de cabelo dourados. Começou a seduzir às damas logo que pôde, mas foi sua habilidade com o machado o que lhe outorgou fama e fortuna. Na batalha entrava em uma espécie de transe, convertia-se em uma força e, em um arrojo frenético, derrubava inimigo atrás de inimigo, decapitando-os de um só golpe. À medida que crescia sua reputação, as pessoas chegaram a pensar que ele era um deus. Correu o rumor de que os deuses o tinham engendrado e que era imortal.

Tudo o que sabia de sua habilidade ele aplicava nas batalhas. Também desafiava a todo aquele que falasse em rima e sempre ganhava. Como continuava derrotando a todo mundo em rima e em batalha, foi lógico que a gente o proclamasse como seu rei. Mudou-se para um castelo grande em cujas paredes colocou sua coleção de cabeças cortadas. Um costume muito peculiar. Podem imaginar-se que aspecto horrível que apresentavam essas paredes faria pensar duas vezes a quem queria atrever-se a atacar o castelo.

Olnwynn sempre tinha sido aficionado à bebida. Agora era o rei e ninguém podia evitar que bebesse ou que fizesse o que lhe viesse à cabeça. Não prestava contas a ninguém. Sem muito esforço tinha todas as mulheres que queria. Elas virtualmente se entregavam. Nenhuma pôde acreditar quando ele finalmente se casou. Todas diziam que sua esposa deve tê-lo enfeitiçado ou que lhe tinha posto ervas em sua cerveja. Era certo que sua bela esposa vinha de uma extensa linhagem de bruxas. Algumas se atreviam a dizer que o poder de sua sedução sexual procedia da magia. Ela queria a Olnwynn, mas também queria riqueza e posição. Além disso, deu ao Olnwynn o filho que lhe tinha pedido.

Um dia, um homem que se parecia com o Olnwynn se aproximou do portão do castelo afirmando que ele era o filho do guerreiro que supostamente tinha sido pai de Olnwynn. Eles sim se pareciam muito, embora Olnwynn fosse muito mais atraente e mais alto do que seu misterioso novo irmão.


Reprodução da deusa suméria Inanna em uma estela da Mesopotâmia

Olnwynn era muito crédulo por natureza, aceitou ao irmão e se alegrou de ter alguém com quem beber e farrear. Seria muito bom que seu filho tivesse um tio e este irmão era rico, uma vantagem para sua corte. Olnwynn não se deu conta da atração que havia entre sua bela esposa e seu novo irmão, mas todos os outros perceberam. O irmão passou muitas horas ensinando ao sobrinho história e da arte da luta com espada. Por um tempo foram uma família.

Inanna, que tinha encarnado em Olnwynn e simultaneamente o estava observando através do seu Eu total, começou a dar-se conta de que estava perdendo a batalha contra os baixos instintos dele. A poderosa programação que havia em sua carne e sangue chegou a dominá-lo. A matéria e os cinco sentidos estavam controlando a alma.

Durante este período, Inanna se esforçou por inspirá-lo; lhe apareceu em forma de dragão, de deus, de deusa (um grande engano), e finalmente como guerreiro antigo. Animou-o a que ficasse sozinho, que contemplasse a fonte de sua poesia e de sua grandeza. Mas inclusive quando conseguia convencê-lo de que a escutasse, o que não era muito freqüente, e quando lhe prometia que o faria, imediatamente ia beber. E então esquecia tudo o que tinham praticado. Inanna se sentia muito frustrada.

Olnwynn possuía os gens apropriados. Era dotado; poderia ter tido acesso a todas as dimensões, inclusive com o corpo humano. Poderia ter trazido freqüências de iluminação ao planeta Terra. Mas não, preferiu sucumbir aos vícios ao embebedar-se e seduzir as mulheres. Que desperdício tão descomunal! Inanna esteve a ponto de deixar de observar sua vida; era tão aborrecida e repetitiva. Com o tempo até sua poesia se tornou monótona.

O matrimônio não evitou que Olnwynn seguisse procurando por outras mulheres. Tinha a tendência a pensar que qualquer ser em saias pertencia a ele, embora fosse só por uma noite. Podem imaginar as cenas que se apresentavam com sua esposa no castelo. Ela tinha um caráter irritável que desabava sobre Olnwynn quando o considerava necessário. À medida que passavam os anos, convertia-se mais e mais em uma harpia rabugenta; até chegou a irritar a Inanna.

Não terá que culpar à mulher, mas, por Deus, suas diatribes de ciúmes e seus chiliques eram mais do que qualquer um podia suportar no castelo. Todo mundo sabia que Olnwynn era rebelde, mas sempre tinha sido assim. Depois de tudo, era tão encantador e tão formoso. Todos viam sua esposa como uma bruxa e pensavam que não era estranho que procurasse a outras mulheres.



Então a bebida começou a ter seus efeitos daninhos inevitáveis na mente de Olnwynn. Ele começou a deteriorar-se. Começou a bater na sua esposa quando ela o repreendia. Ele era grande e ela pequena e a cenas se tornaram grotescas. Ela corria a procurar o irmão de Olnwynn e chorando lhe mostrava o sangue e os machucados. Com o tempo obteve que seu filho, o irmão e a maior parte da corte se voltassem contra o rei e ficassem a seu favor.

Ele se tornava cada vez mais e mais violento. Cada noite bebia até ficar na letargia e perdia a consciencia. Seu fiel servente, que teria matado a qualquer um que se atrevesse a tocar seu rei, levava-o cada noite a seu quarto. Olnwynn tinha salvado a vida deste homem muitas vezes em batalha. Ninguém se atrevia a atacar Olnwynn frente a frente, mesmo bêbado ele era temível. Só havia uma pessoa que tinha permissão para entrar no dormitório do rei, seu filho. A esposa do Olnwynn sabia que a única oportunidade de matar a seu marido era convencer a seu filho de que lhe cortasse a garganta enquanto dormia indefeso.

Olnwynn observou vagamente o holograma de sua vida. Inanna esteve a ponto de voltar para seu corpo azul mas rapidamente se converteu na forma familiar do sacerdote druida. “Então, meu filho, vê como foram as coisas para ti”.

Ao princípio Olnwynn não pôde orientar-se e se sentiu enjoado pelo filme transparente que se apresentava ante seus olhos. Não quis voltar a ver a parte em que o sangue saía em jatos de sua garganta. O sacerdote apagou essa repetição e por uns momentos reinou um silêncio infinito. Olnwynn recuperou a serenidade e falou: “O que disse quanto a que terei que fazer um trabalho?”

Pelo menos sua curiosidade não estava extinta.

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  3. http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
  4. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  6. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  7. http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
  8. http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
  9. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  11. http://thoth3126.com.br/baalbek-antiga-plataforma-de-pouso-para-espaconaves-extraterrestres/
  12. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  13. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
  14. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
  15. http://thoth3126.com.br/insider-da-dhs-fala-de-crise-de-magnitude-sem-precedentes-sendo-preparada-nos-eua/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione autor e fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

4Share on Facebook (Opens in new window)4
1Click to share on Twitter (Opens in new window)1
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

Posted by Thoth3126 on 23/07/2015

Agradecimentos a  URL: http://wp.me/p2Fgqo-8IS



Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=V.S. Ferguson


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA







Abril 06, 2015

chamavioleta


O Retorno de Inanna

Enlil – 04

Posted by Thoth3126 on 06/04/2015

“Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento?” – Provérbios 1:22

O Retorno de Inanna: Enlil – 04



“Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”…



Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com


Capítulo IV do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson


… “Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução.


Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.





Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER)“.

Partes anteriores:
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/
http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-ninhursag-03/


IV – ENLIL


Enlil é o primogênito de Anu e Antu, o primeiro candidato para herdar o poder e trono de Anu. É, sem sombra de dúvidas, o filho de minha bisavó, Antu, pois é uma pessoa muito minuciosa que se sobressai na logística. De Anu, Enlil herdou seu caráter apaixonado, o amor à ordem e uma grande beleza masculina. Seu cabelo é como o ouro e cai nos cachos mais perfeitos. É alto inclusive para nós que medimos em torno de 4 metros de altura. Sua destreza física se reflete em sua restrição e apego a sua própria integridade. Enlil é o pai de meu pai, Nannar.


Parece que em toda sua história, meu avô cometeu somente um engano: violou a minha avó. Em minha família todos temos inclinações sexuais muito ardorosas. Quando Enlil ainda estava jovem, deu um passeio ao lado do rio e se encontrou com uma formosa mulher que nadava nua. Seu corpo brilhava à luz do sol, seu cabelo ondeava molhado em correntes de ouro. Quando Enlil viu seus seios cheios e rijos sob as águas, a luxúria incontrolável o invadiu.





O pobre Enlil tinha caído em uma armadilha. A mãe daquela bela nadadora a tinha convencido sua filha a seduzir Enlil desta maneira para que ela ficasse bem casada, e o plano funcionou perfeitamente. Enlil a forçou a ter uma relação sexual com ele, o que vai contra nossas leis. Enlil foi perseguido e o prenderam, foi levado à julgamento perante um conselho dos seus pares, o condenaram e a pena foi ser enviado para o exílio. Não acredito que tenha esquecido a humilhação que lhe produziu esse castigo. Estava apaixonado pela garota e suplicou a seus pais que lhe permitissem casar-se com ela. Depois das bodas, perdoaram-no, mas ele nunca esqueceu o fato e, até onde eu sei, jamais voltou a cometer um engano desse tipo novamente.


Foi possivelmente esta experiência de paixão e erotismo desenfreado que deixou Enlil com a tendência a julgar as paixões dos outros. À medida que os Lulus se multiplicavam, os Anunnaki e os membros de minha família começaram a copular com eles. O nível de interesse sexual saiu do controle e isto zangou a Enlil. Ele nunca esteve de acordo com que nós lhes déssemos a capacidade de se reproduzir sem nosso controle total. Os rasgos inimitáveis das capacidades telepáticas dos Lulus lhe adicionavam uma emoção desconhecida à experiência sexual, especialmente depois de que eu os treinei nas artes da sedução.


A notícia se espalhou. Correu o rumor de que os “deuses” estavam indo aos bosques para brincar e reproduzir-se com os Lulus. De vez em quando, os Anunnaki perdiam o julgamento e expressavam suas paixões desenfreadas ali mesmo pelas ruas da Suméria! Os Lulus eram tão lindos! Tudo parecia muito divertido e nos proporcionava grande prazer.


Naqueles dias, o nascimento não era o processo doloroso que conhecem hoje; o nascer de um novo ser era fácil e um momento mágico para ser Um com a Deusa de toda a vida. Era um momento para expressar união com todo o cosmos, para formar mais manifestações do Primeiro Criador. Não era um momento de dor! Certamente não nos envergonhávamos de nossos corpos e das suas funções. As Nibiruenses e as Lulus desfrutavam da situação. Cada nascimento nos trazia mais Lulus e mais festividades, mais diversão e mais cerveja! Mencionei que com os grãos silvestres que cresciam na Terra desenvolvemos bebidas fermentadas, refrescos com mel (hidromel) e as cervejas mais deliciosas? Nós dávamos essas bebidas aos Lulus como recompensa por seu trabalho e nós mesmos as bebíamos.


Cada vez mais Enlil se sentia muito incomodado com a copulação desenfreada entre os Anunnaki e os Lulus. Isto lhe causou uma obsessão, pensou que nossa estirpe se estava corrompendo por causa deste cruzamento descontrolado, e se zangou pela proliferação dos Lulus. Insone, Enlil começou a pensar em maneiras de reduzir a população dos Lulus, depois de todo o trabalho que eu realizei para educá-los.





Já por esse momento se tinham estabelecido muitas hierarquias sociais entre os Lulus. Havia muita discussão quanto a quem tinha mais “sangue divino”, quem estava aparentado com qual “deus” e até onde se prolongava sua linhagem, assim como hoje em dia muitos humanos pretendem pertencer a tal ou qual realeza.


Nós estamos sobre e orbitando o planeta Terra durante quase meio milhão de seus anos. Os Lulus só começaram a escrever a respeito de nós nessas tabuletas de argila faz cerca de 5.000 anos. Pensem nisso: transcorreram séculos enquanto as histórias referentes a nós passavam de geração para geração, sendo apenas uma recordação na lembrança. Nos primeiros tempos os Lulus tinham uma maior capacidade de memorizar dados; não obstante, a consciência que eles tinham de nós como “deuses” oniscientes era “controlada por nós”.


Voces foram criados para não questionarem nada, e aqueles Lulus que não obedeciam e eram questionadores simplesmente eram “eliminados”. Nós necessitávamos de operários e não queríamos que os Lulus chegassem a ser iguais a nós; então nós os mantínhamos limitados. As tabuletas de argila registram somente o que nós lhes permitíamos ser registrado pelos escribas.


A ideia de que a população Lulu se espalhasse por toda a Terra perturbou mais a Enlil. Ele queria desfazer-se de voces Lulus, mas como? E quem deveria ser morto e eliminado?


Enlil convocou uma reunião da família de Nibiru. Exigiu que se fizesse algo quanto aos Lulus, e começou a expor seus solenes pontos de vista quanto ao assunto. O obvio aconteceu, a velha rivalidade de irmão contra irmão começou a esquentar. Enki como criador dos Lulus junto com Ninhursag se opôs firmemente! Queixou-se de que depois de todo o trabalho que ele e Ninhursag tiveram para produzir trabalhadores tão eficientes, era algo absurdo sequer pensar em destruí-los. Possivelmente havia muito mais ruído lá fora provocados pelos Lulus, mas pelo menos agora havia mãos suficientes para cavar nas minas de ouro. Os irmãos gritaram suas razões, discutiram e se enfureceram como de costume.





A ira de Enlil não arrefecia apesar das súplicas de seus irmãos. Os filhos de Enlil e Enki se uniram à disputa, tomando cada qual o partido de seu pai e houve muita irritação em ambos os lados, mas ao final, como Enlil é o filho número um na ordem de sucessão de Anu, sua opinião prevaleceu. Seu plano não mataria a todos os Lulus, somente àqueles desafortunados que morreriam de fome, o modo que ficou estabelecido pra elimar grande número de Lulus e então se provocou a primeira escassez de alimentos.


Quando Enki e seus filhos saíram da reunião, já estavam forjando um plano para bloquear as ações de Enlil, porque mesmo que a fome resultante provocasse que o canibalismo se pulverizasse por todo o país, Enki e seus pares conseguiram fornecer comida secretamente aos Lulus e a maior parte deles sobreviveu. Supõe-se que Enlil tenha autoridade inapelável sobre o resto de nós por ser o herdeiro primogênito, mas não era assim tão fácil, porque somos uma família de indivíduos de caráter muito forte.


Todos nós somos muito obstinados em acrescentar nossos poderes e influência, e nós não gostamos muito de fronteiras ou limitações de nenhum tipo. Enlil é igual; é filho de Anu, que nunca seguiu a ninguém em nenhum assunto. Uma vez que Enlil tivesse tomado uma decisão e fixado seu rumo, era improvável que pudéssemos dissuadi-lo ou que ele desse um passo atrás e recuasse de suas decisões.


Enlil também era o chefe de comunicações da estação espacial que orbitava a Terra e foi o primeiro a saber da mudança do eixo polar da Terra que se aproximava. Orbitando muito acima do planeta, os astronautas da estação orbital começaram a observar as flutuações magnéticas e os bamboleios inevitáveis do planeta em sua rotação. O eixo do planeta estava a ponto de tombar. Isto o tínhamos notado antes, mas nunca tinha havido uma população tão numerosa no planeta para evacuar.


Enlil guardou tudo em segredo e decidiu aguardar até o último momento possível, de modo que só houvesse tempo suficiente para transportar as famílias de Anu e aos Anunnaki para a estação de embarque. Ele assegurou-se de que não houvesse tempo suficiente para resgatar aos Lulus. Enlil queria desta forma, fazer que a sua vontade prevalecesse sobre Enki, sem se importar com as conseqüências.





De uma forma muito rápida e inesperada o Grande Dilúvio se abateu sobre a Terra como consequência da inclinação do eixo planetário. Enki enviou a seu piloto, Matali, para que me recolhesse. Eu nem sequer tinha “feito as malas”! Lembro de quando estava de pé em meu quarto tratando de decidir quais jóias levar. Tinha tantos colares de ouro, lápis lázuli, braceletes de esmeralda e marfim; se só pudesse levar uns baús a mais. Matali se esquivava de minha frustração e me dizia que me apressasse. Eu não conseguia compreender a gravidade do que estava acontecendo.


Lembro muito bem quando já estava sentada dentro da estação orbital, chorando nos braços de Ninhursag. Dos portais da espaçonave vimos como uma onda gigantesca tragava as planícies da Terra e arrastava os nossos preciosos Lulus para a morte. Nunca antes tinha experimentado uma perda tão grande, eu não estava pronta para sentir uma dor e tristeza assim. Era como se eu também me estivesse afogando junto com os meus amados Lulus.


Em meu coração ouvia os gritos dos Lulus desesperados; em minha imaginação via as mulheres sacerdotisas do amor, que eu tinha treinado em meus Templos Sagrados, encostadas nas suas colunas, rezando para mim, mais do que tudo implorando por suas vidas e a de seus entes queridos. Mas as suas orações não foram respondidas e as imensas colunas de águas revoltas a tudo inundaram com o manto da morte; suas túnicas brancas flutuaram por um momento em bolhas ondulantes e tudo terminou.


O desespero e a dor partiram o meu coração. Até então eu não sabia o quanto eu amava aos Lulus; não sabia que uma parte de mim permaneceria com eles debaixo desse cruel dilúvio. Ninhursag era a única que parecia compartilhar minha tristeza. Choramos de desespero. Quem nos prepararia deliciosas cervejas? Quem procuraria o ouro para nós? Quem nos serviria??





Mas desta vez a rivalidade entre os irmãos Enlil e Enki tinha servido para algo. Os espiões de Enki lhe tinham informado da iminente mudança do eixo polar da Terra (algo que esta acontecendo de novo exatamente agora …). Em todas as culturas antigas da Terra há histórias sobre um dilúvio e um homem e sua família que se salvaram em um “arca”. Enki escolheu “esse homem”(a humanidade). Informado de que haveria um grande dilúvio, Enki resolveu salvar pelo menos uma família dos Lulus.


E em meio a sua vaidade, escolheu um homem de sua mesma herança genética. Todas essas histórias dizem que Noé foi escolhido por sua bondade e justiça, pois bem, não foi assim, Noé inclusive se parecia com Enki fisicamente. E não houve um arca, foi um submarino, e os animais “em pares” era realmente material genético armazenado apropriadamente para que pudessem se recriados mais tarde. Desafiando a Enlil, assim Enki resgatou os Lulus da extinção.


Quando Enlil descobriu os Lulus sobreviventes, enfureceu-se. Com seus filhos, lançou acusações de traição e outros crimes abomináveis contra Enki e seus filhos. Enlil sustentava que Enki tinha desafiado as leis de Anu. Por conseguinte, Enki pronunciou o melhor discurso de sua vida, astutamente elogiando e lisonjeando a Enlil por seu plano “divino”. Disse que Enlil, em meio da grandeza de sua sabedoria visionária, tinha escolhido o material genético de entre o lixo das espécies e chegou até ao melhor grupo que havia entre os Lulus. E que se esses sobreviventes solitários tinham suportado os horrores do dilúvio, então seus genes deveriam ser dignos de servir a Anu e ao povo de Nibiru.


Para nossa surpresa, Enlil acreditou! Penso que naquele momento de destruição e caos ele estava mudando de opinião, pois onde conseguiria os operários para recomeçar a construir seus monumentos e os trabalhos de mineração nas minas?





Cada membro da família de Nibiru jurou solenemente nunca mais voltar a destruir os Lulus. Em um momento de generosidade sincera, e possivelmente por causa de um pouco de culpa, Enlil concedeu a vida eterna a Noé, pelo menos como a conhecemos. Preparou-se então todo tipo de leis para regular a reprodução dos Lulus. Embora tudo resultasse em bem para as duas partes em conflito, houve uma mudança, uma piora e um acirramento da rivalidade entre Enlil e Enki. Nós sabíamos que essa grande rivalidade ocasionaria outras dificuldades no futuro.
Continua…

“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE”  Sidhartha Gautama (o Buddha)

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  3. http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
  4. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  6. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  7. http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
  8. http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
  9. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  11. http://thoth3126.com.br/baalbek-antiga-plataforma-de-pouso-para-espaconaves-extraterrestres/
  12. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  13. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru-inanna-fala/
  14. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-nibiru/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione autor e fontes.


www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

11Share on Facebook (Opens in new window)11
1Click to share on Twitter (Opens in new window)1
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)



URL: http://wp.me/p2Fgqo-8oA

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=V.S. Ferguson

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Março 27, 2015

chamavioleta

O Retorno de Inanna (Nibiru)

Posted by Thoth3126 on 27/03/2015


1995 --- Snake and Forbidden Fruit --- Image by © Don Mason/CORBIS
“Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria?  E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento?” - Provérbios 1:22

O Retorno de Inanna (Nibiru): Inanna fala:



“Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original. Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos atômicos), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”…

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Capítulo I do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

… “Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução.

Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.



Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER)“.

PRIMEIRA PARTE: A FAMÍLIA DE ANU, de NIBIRU

I.- INANNA FALA


‘Eu, Inanna, sou tão amada. Eu sou o próprio amor’.

Nós como pleiadianos sempre soubemos que o amor é a essência da criação. Tudo o que nós sempre fomos é o amor; amor à aventura, amor ao poder e amor à diversão. Esta é a história de minha família, a família de Anu, que chegou a seu planeta vindo de Nibiru faz mais de 500.000 anos terrestres. E como voces poderão ver, a nossa história é também a história de voces da Terra, porque em nossos laboratórios, minha família criou sua espécie tal como voces existem agora. Nós de Nibiru nunca fomos realmente superiores a vocês, simplesmente somos muito mais experientes do que voces. Minha família tinha estado divertindo-se no universo muito tempo antes de que chegássemos à Terra. Vocês foram nosso experimento genético na periferia desta galáxia.

Retornemos ao começo. O tempo é o campo de jogo dos “deuses” e, qual tempo usaremos? O de voces na Terra ou o nosso em Nibiru? Em realidade o tempo não existe, mas é útil porque se não delinearmos certas fronteiras, tudo se funde e a compreensão das experiências se perderia. O pensamento é projetado para o espaço através das freqüências infinitas de tempo que são variáveis. Existe uma multiplicidade de freqüências de tempo (ciclos menores dentro de ciclos maiores, ad eternum), e o tempo terrestre é muito diferente ao tempo que nós vivemos em nosso planeta Nibiru. Da perspectiva humana, parece que nós vivemos para sempre, que somos eternos, o que nos facilita muito poder fazer experiências com os habitantes da Terra.


Uma estela suméria representando Nibiru (estrela no círculo) e seu rei ANU, o gigante sentado no trono.

Como criamos a raça humana em sua forma atual sem ativar todo seu DNA em potencial, nunca nos ocorreu que voces jamais se tornassem em algo mais que brinquedos (ou escravos), ou que poderiam executar tarefas mais complicadas que cozinhar, limpar ou extrair ouro. Considerávamos o planeta Terra como apenas uma operação de mineração remota de minério de ouro. Começamos a ensinar a nossos humanos, e os chamamos de Lulus. Como desfrutávamos tanto do jogo com os nossos Lulus (voces), apegamo-nos muito a eles e começamos a nos acasalar com voces. Nós nos apaixonamos pela nossa própria criação.

Mas nós não podíamos deixar de brigar entre nós mesmos. Os Lulus nos adoravam como a deuses, uma prática que fomentávamos, e os enviávamos às batalhas para lutarem e morrerem por nós como peões em uma partida de xadrez (algo que imbecil e obedientemente voces ainda fazem). Eles estavam mais que dispostos a enfrentar-se até a morte só para nos agradar, e os víamos como uma fonte renovável, pois sempre podíamos criar mais Lulus.

Então, nós finalmente cometemos o engano de usar a Grande Arma Radioativa, a Gandiva. Como resultado, ondas de radiação letal fluíram para o sistema solar, para a galáxia, o que chamou a atenção do Conselho da Federação Intergaláctica para o nosso comportamento irresponsável. Quando se deram conta de nosso comportamento imprudente, interferiram. Eles diriam “interviram”. Minha família tinha estado tão ocupada lutando, competindo e jogando que se esqueceu por completo da existência do chato Conselho (e de algumas LEIS UNIVERSAIS). E afinal, a Terra era nossa.


Os deuses manipularam o DNA humano

Os membros do Conselho da Federação Intergaláctica argumentaram que a Terra tinha sido colonizada muito antes de que nós aqui chegássemos (há cerca de 500 mil anos passados), e que tínhamos infringido e desrespeitado a Lei do Criador Primordial ao pôr em perigo outros mundos com nossas maravilhosas e destrutivas armas.

Também nos acusaram de alterar as capacidades genéticas da espécie humana, despojando-os assim da habilidade para evoluir. Acusaram-nos de violar a Lei de Não Interferência, a mais importante para a Hierarquia Espiritual. Enredados em meio de nossos próprios problemas, pareceu-nos que isto não era assunto deles. A nossa “família”, a de Anu de Nibiru, estava em guerra, irmão contra irmão.

Para nós, o Conselho da Federação Intergaláctica e sua opinião não importava em nada, até que nos vimos rodeados e presos pela MURALHA (Barreira) DE FREQUÊNCIA INVISÍVEL. Não era uma parede real, como uma parede de tijolo; esta era uma parede de freqüência invisível e, por conseguinte, para nós tudo começou a mudar.

A magia desapareceu por completo de nossas vidas; já não havia faísca, não havia ação. A magia se escapou completamente de nossas vidas, deixou de circular, não havia mais nenhuma fagulha, nenhum movimento. A vida se tornou muito sólida e densa, ela cessou seu fluxo. A Deusa da Sabedoria se preparava para nos ensinar algo que tínhamos esquecido, ou que possivelmente nem sequer tínhamos começado a aprender ainda.





No princípio essa nova situação causou aborrecimento e nos confundiu, pois não a havíamos experimentado antes, e nós não gostamos. Tornamo-nos irascíveis, quase humanos, o que verdadeiramente nós não gostávamos. Eternamente tínhamos estado nos expandindo e explorando o universo, criando com facilidade, nos divertindo. Nossas vidas tinham sido emocionantes com o poder infinito que tínhamos disponível, e logo nos sobreveio um estado de aniquilamento e estagnação que nos deixou perplexos.

Nós tínhamos deixado de evoluir. A Barreira de Frequência nos foi imposta para nos ensinar por meio da experiência o que tínhamos feito aos Lulus na Terra, a Barreira era a disciplina que nossas próprias (Karma) ações tinham magnetizado para nossa existência.

Não podíamos acreditar que realmente tínhamos cessado de evoluir. Com muita relutância, dirigimo-nos ao Conselho da Federação Intergaláctica para fazer perguntas que foram formuladas para nos fazer parecer sábios, para dissimular o fato de que não sabíamos nada do que nos estava acontecendo. Mas ELES sabiam. Possivelmente porque os membros do conselho sejam muito mais avançados do que nós, mas não gostamos nada dessa ideia tão deprimente.

Cuidadosamente o Conselho nos explicou que teríamos que outorgar a voces terrestres (nossos “Lulus”) os mesmos poderes que nós possuímos! Informaram-nos que nós éramos responsáveis pelo que tínhamos feito. Que enorme tolice! Isso nós definitivamente não poderíamos aceitar. Podem imaginar que coisa chata seria se seus animais domésticos e de estimação fossem iguais a vocês? Poderiam começar a falar e inclusive lhes dizer o que gostariam de jantar. Onde isso terminaria, com um jantar de quatro pratos, regado a vinhos finos à luz de velas e trufas de chocolate como sobremesa?


Concepção artística de uma Nave mãe gigante da Federação Galáctica em órbita da Terra, supervisionando a nossa evolução e a dos “deuses”(Clique para ampliar)

Muito chateados com a situação voamos para casa e, para variar, e como era nosso costume, brigamos entre nós mesmos. Alguns imaginaram que a Federação estava conspirando com nossos inimigos; outros pensaram que o Conselho obviamente queria ficar com a Terra. Os de Sírius (Constelação do Cão Maior) eram mais antigos no Conselho do que nós os nibiruanos, os pleiadianos (Aglomerado estelar M-45 Plêiades) ou, eram os arcturianos (Constelação de Bootes)? Alguns de nós cremos que era algo pessoal e começamos a nos culpar uns aos outros. Nós somos uma família fracionada, dividida, na verdade.

Tentamos dissolver a Parede por meio de um enorme e colossal sacrifício ritual, algo belo e realmente horripilante, bem ao gosto dos que se consideram entendidos nestes assuntos. Mas nada aconteceu; nada se modificou, a Barreira de Frequência ainda estava ali e nós ficamos ainda mais aborrecidos, perplexos e desorientados. O desespero, anteriormente desconhecido para nós, cravou suas garras profundamente dentro de nossas almas, das nossas almas reptilianas, para sermos mais exatos.

Então e por isso mesmo, eu, Inanna, a Rainha dos Céus — eu adoro esse título —, retorno para falar. Retorno a vocês, meus terrestres, meus amados Lulus. Retorno para prepará-los para a mudança que já esta ACONTECENDO em seu DNA, para a transformação completa de seu planeta Terra e de seus formosos corpos.



E, naturalmente, também espero me liberar (do Karma) a mim mesma nesse processo! Suponho que se uma mãe não nutrir, educar e acalentar a seus filhos devidamente, isto a perseguirá até que ela encontre a maneira de equilibrar a balança. Parece que eu também devo equilibrar o que criei, e de certo modo ser como uma mãe para vocês. O que me recorda minha maravilhosa infância em nosso planeta lar, Nibiru, e todas aquelas que foram como mães para mim.

Continua…

“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE”  Sidhartha Gautama (o Buddha)

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  3. http://thoth3126.com.br/cidades-annunaki-encontradas-na-africa/
  4. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  6. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  7. http://thoth3126.com.br/cientistas-encontram-genes-extraterrestre-em-dna-humano/
  8. http://thoth3126.com.br/emmanuel-origens-da-humanidade-racas-de-ets-arcanjos/
  9. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  11. http://thoth3126.com.br/baalbek-antiga-plataforma-de-pouso-para-espaconaves-extraterrestres/
  12. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  13. http://thoth3126.com.br/africa-reator-nuclear-com-18-bilhoes-de-anos-foi-descoberto/


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione autor e fontes.

www.thoth3126.com.br
URL: http://wp.me/p2Fgqo-8mX
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=V.S. Ferguson

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub