Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Setembro 02, 2023

chamavioleta

Os segredos das civilizações antigas: revelando a história cósmica da Terra

Da Terra às Estrelas

Por Aurora Ray 

Tradução De Coração a Coração [br]

a 1 de setembro de 2023

 
 
 
Por mais de meio milhão de anos, a Terra tem sido uma tela para civilizações de estrelas distantes. Cada uma destas civilizações fazia parte de um grande plano e a sua chegada foi cuidadosamente cronometrada.
 
Eles conseguiram romper uma barreira protetora que mantinha a Terra isolada. Depois de entrarem, eles prosperaram por determinados períodos – como 500 anos, 5.000 anos, ou mesmo 10.000 anos – antes que as forças controladoras do planeta os expulsassem ou os derrotassem. Essas civilizações deixaram dicas e passos para desbloquear a biblioteca oculta do planeta. Eles não podiam possuir a Terra, mas abriram o caminho para que o fizéssemos.
 
Essas pistas carregam as chaves da nossa existência cósmica. Culturas antigas como os egípcios, gregos e nativos americanos, entre outros, deixaram para trás essas peças do quebra-cabeça que apontam para cima – em direção aos céus. Se decifrarmos estas pistas, poderemos recuperar a propriedade da Terra.
 
Cada cultura acrescentou sua marca única, uma peça do grande quebra-cabeça gravado em nossa memória coletiva. Mas de onde vieram essas civilizações? Não eram como flores silvestres; eles nasceram do pensamento. Criadas por Game Masters engenhosos, essas civilizações surgiram.
 
Esses Game Masters os imaginaram nos mínimos detalhes, dando vida a sua imaginação. Eles plantaram essas civilizações na Terra, integrando perfeitamente os seres das estrelas após alinhá-los com a genética humana.
 
Os Game Masters criam realidades, moldando civilizações inteiras que então inserem em planetas. Esses Mestres se reúnem, como amigos reunidos para um jogo, para projetar civilizações. Eles ajustam e distorcem esses mundos, introduzindo variações que influenciam a forma como as civilizações evoluem. No entanto, todos estes impulsos fazem parte de planos predefinidos.
 
Assim como a Família da Luz, que segue seu próprio plano, esses Game Masters projetam civilizações, infundindo nelas sua própria essência.
 
O brilho dos Game Masters cintila. Eles concebem o jogo e projetam meticulosamente civilizações inteiras, desde os maiores governantes até os cidadãos mais humildes. As suas civilizações espelham sociedades com complexidades que vão desde artesãos a mendigos.
 
Além do mais, estes Mestres mergulham nestas civilizações. O seu trabalho fica completo quando as suas identidades se fundem com o tecido da civilização. Eles criam, moldam e existem nesta intrincada dança da criação.
 
A ideia de liberdade assumiu várias formas em diferentes mundos e domínios. A Terra não foi exceção. Há meio milhão de anos, a noção de que os humanos poderiam ser possuídos e maltratados criou raízes aqui. Essa ideia prevaleceu em muitos cantos, levando ao uso de humanos como escravos e sujeitos a emoções manipuladas.
 
Com o passar do tempo, os ideais foram moldados para atender às necessidades em evolução da humanidade. O maior ensinamento foi que todo ser humano é igual e a vida em todas as suas formas é sagrada. Embora este ideal tenha encontrado apoio em algumas sociedades, não permeou todas as facetas da vida.
 
Alguns prezavam não apenas seus semelhantes, mas também os elementos da natureza. No entanto, para muitos, a questão chave era como honrar-se – os seres sencientes destinados a compreender a maravilha do planeta.
 
Para recuperar a Terra e incutir o valor da vida, os Game Masters desenvolveram estratégias inventivas. Eles conceituaram civilizações inteiras, elaborando-as meticulosamente. Depois, integraram essas civilizações à Terra, incorporando seres de estrelas distantes. Esses seres foram moldados para se alinharem com a genética humana, tornando-os um conosco.
 
A essência da nossa história cósmica está ao nosso alcance. Ao desvendar as pistas deixadas por estas civilizações antigas, podemos desbloquear as chaves para uma coexistência harmoniosa. Estas civilizações não foram acidentais; eles nasceram com um propósito.
 
Os Game Masters entrelaçaram sua criatividade na estrutura do universo, semeando planetas com civilizações e infundindo sua essência em cada reino. Assim como nós, a Família da Luz, seguimos nosso próprio caminho, os Mestres dos Jogos moldam as realidades, infundindo-as com sua sabedoria, criando civilizações que se entrelaçam com o próprio cosmos.
 
À medida que descobrimos as histórias ocultas de civilizações antigas, encontramos um mapa das nossas raízes cósmicas. Essas civilizações, de estrelas distantes, deixaram rastros de conhecimento para seguirmos. Ao reunir as suas pistas, podemos fortalecer o nosso vínculo com a Terra e o universo.
 
Assim como um quebra-cabeça se junta, nossa compreensão de quem somos e de onde viemos fica mais clara. Vamos abraçar esta jornada de descoberta, conectando o nosso passado com o nosso presente e iluminando um futuro melhor para todos.
 
Nós os amamos muito.
Estamos aqui com vocês.
Somos sua família de Luz.
Nós somos a Federação Galáctica.
 
A’HO
 
Aurora Ray
Embaixadora da Federação Galáctica
 
 
Direitos autorais 2023 Aurora Ray – 
Por favor respeite todos os créditos ao compartilhar

Nota minha: 
Temos ADN dos pleiadianos por eles terem colonizado este planeta na antiguidade remota, algo parecido como os brasileiros têm dos portugueses.

Junho 15, 2023

chamavioleta

ATLÂNTIDA

Por Aurora Ray 

Tradução De Coração a Coração

a 14 de junho de 2023

 
 
 
Um Portal para outros reinos — revelando os Portais enigmáticos
 
Atlântida é uma cidade perdida envolta em mistério por milhares de anos.
 
Atlântida é uma cidade lendária e suas origens estão envoltas em mistério. Dizia-se que a ilha continente era a sede da civilização durante a Idade do Bronze, mas mais tarde foi engolida pelo mar. Hoje, apenas ruínas espalhadas contam sua existência.
 
Acredita-se que esteja localizado em algum lugar no Oceano Atlântico, na costa de Portugal. Diz a lenda que a cidade foi construída por uma raça de pessoas que viveu na Terra há milhares de anos. Dizem que eles são muito brilhantes e também possuem tecnologia avançada.
 
Os atlantes também tinham um vasto conhecimento de astronomia, razão pela qual construíram uma pirâmide gigante no meio de sua cidade. A pirâmide foi chamada de Grande Pirâmide e existe ainda hoje!
 
Mas e se houvesse mais na história? E se essa civilização perdida não fosse apenas um mito? E se realmente existisse? Isso pode parecer uma afirmação absurda, mas considere o seguinte: ainda hoje, estamos descobrindo novas evidências que sugerem que a Atlântida existiu. E à medida que mais informações são descobertas sobre sua história, nossa compreensão das civilizações antigas se tornará mais complexa e refinada.
 
A Atlântida foi destruída por um terremoto por volta de 1450 AC e depois afundou no oceano. Segundo a lenda, algumas pessoas sobreviveram à catástrofe e fugiram para outros países, onde continuaram seus estudos sobre a Atlântida e seus mistérios. Eles também mantiveram registros de tudo o que sabiam sobre esta antiga civilização para que as gerações futuras pudessem aprender mais sobre o que aconteceu lá!
 
O nome, é claro, vem da Atlântida, um continente submerso que foi uma civilização avançada em algum momento da história da humanidade. Há muitas coisas interessantes sobre esta terra perdida que ainda não descobrimos.
 
Foi uma grande civilização que floresceu por muitos anos antes de ser destruída por terremotos. No entanto, suas ruínas inspiraram alguns estudiosos a acreditar que havia outras dimensões acessíveis da Atlântida – um reino onde as viagens no tempo e no espaço poderiam ser realizadas!
 
Um aspecto notável da proeza tecnológica da Atlântida foi sua capacidade de aproveitar as energias interdimensionais. Dispositivos intrigantes encontrados entre as ruínas indicam o domínio dos atlantes sobre a manipulação do tecido da realidade.
 
Essas engenhocas avançadas, infundidas com intrincada tecnologia de cristal e harmonizadas com as frequências vibratórias de outras dimensões, serviram como canais para atravessar os limiares entre os mundos.
 
Desde então, os arqueólogos descobriram um grande número de artefatos deixados por esta misteriosa civilização, incluindo tecnologia avançada e uma compreensão das viagens interdimensionais.
 
À medida que as camadas da história são retiradas, as relíquias da Atlântida continuam a cativar nossa imaginação. Esses artefatos fornecem vislumbres de uma civilização que possuía uma compreensão profunda das viagens interdimensionais.
 
Maquinário intrincado, gravuras intrincadas e símbolos enigmáticos gravados em tabuletas antigas revelam a existência de um sistema de conhecimento que mergulhou nos mistérios de reinos paralelos.
 
As implicações das buscas interdimensionais da Atlântida vão além da mera curiosidade. Eles apresentam uma mudança profunda em nossa compreensão da realidade e a potencial interconexão de reinos ainda a serem explorados.
 
As relíquias deixadas para trás sugerem a existência de portais que transcenderam as limitações de tempo e espaço, oferecendo um vislumbre tentador dos reinos que estão além de nossa percepção.
 
Cada descoberta nos aproxima de desvendar os segredos guardados na cidade perdida de Atlântida. À medida que continuamos a juntar os fragmentos de seu passado, a possibilidade de viagens interdimensionais se torna menos uma invenção de nossa imaginação e mais uma perspectiva tentadora esperando para ser realizada!
 
Atlântida é um testemunho das capacidades ilimitadas da engenhosidade humana, lembrando-nos que ainda existem reinos inexplorados, aguardando nossa exploração e desvendando os mistérios que eles contêm.
 
A descoberta da cidade perdida de Atlântida demorou muito. Em nossa era moderna, estamos acostumados a explorar além de nosso entorno imediato e fazer descobertas incríveis sobre o mundo ao nosso redor. No entanto, quando se trata desta antiga civilização que desapareceu da história há tantos séculos, algumas coisas ainda permanecem um mistério.
 
Atlântida não é apenas um dos locais mais misteriosos existentes, mas também um dos lugares mais intrigantes da Terra. A lenda da Atlântida capturou a imaginação de pessoas em todo o mundo durante séculos, levando-as a se perguntarem quais segredos essa civilização perdida guarda.
 
Hoje em dia, temos muitas ferramentas à nossa disposição que nos permitem aprender mais sobre esses segredos e até usá-los para explorar outras dimensões. Muito foi escrito sobre a Atlântida ao longo dos anos, e seus muitos mistérios foram revelados um a um.
 
No entanto, ainda há tantas coisas que permanecem desconhecidas sobre este lugar fascinante porque seus segredos foram guardados por deuses poderosos que estavam ansiosos para mantê-los escondidos da humanidade para sempre.
 
Nós te amamos muito.
Estamos aqui com você.
Somos sua família de Luz.
Nós somos a Federação Galáctica.
 
A’HO
 
Aurora Ray
Embaixadora da Federação Galáctica
 
(Nota minha: Eu também sinto. Manuel.)
 
Direitos autorais 2023 Aurora Ray – 
Por favor respeite todos os créditos ao compartilhar
 

Setembro 17, 2020

chamavioleta

Atlântida, o Continente Perdido.

Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch. 

 
 

 

Milhares de anos após ter submergido (em 10.986 a.C.) nas profundezas frias e escuras do oceano Atlântico, o continente insular da Atlântida continua sendo um dos mistérios mais intrigantes da História.

A história antiga da humanidade em grande parte se constitui um enigma, enigma esse devido à ignorância das pessoas que a escreveram e dataram certos eventos. Podemos perceber isto tendo em vista, por exemplo, o que dizem a respeito da esfinge, pois atualmente estudos provam que ela data de 12.000 a.C. a 10.500 a.C., enquanto a história que divulgam a datam com uma idade de apenas desde 4.000 a.C. …
 
 
 

Do Mito à Realidade (A Magnífica Tróia)

 
 
 

… Outra indagação que deve ser feita diz respeito à distribuição de pirâmides no mundo. Elas são encontradas não somente no Egito, mas também na China, Europa e na América Central, mostrando a interligação dessas culturas no passado. O que interliga todas essas civilizações antigas? A única resposta que melhor responde a essas perguntas, e outras a respeito do mundo antigo, é a existência da Atlântida. Mas antes de continuarmos no assunto Atlântida, vamos discorrer rapidamente por Troia:

Por muito tempo se acreditou que a História de glória e da destruição de Troia, com suas altas muralhas, não passasse de um mito. As epopéias que descrevem a cidade, a llíada e a odisséia de Homero, são anteriores a 700 a.C. Embora os gregos antigos lessem o grande poeta como apenas literatura.

Coube a Heinrich Schliemann, um milionário, um pseudo arqueólogo diletante e sonhador do século XIX, provar que os “eruditos e especialistas” estavam errados (e na maioria das vezes eles estão errados…). Obstinado e romântico, o negociante alemão tinha certeza que Homero contara a verdade sobre Troia. No final da década de 1860, Schliemann convenceu-se de que a aldeia turca de Hissarlik, com suas colinas semelhantes a fortins, lembrava a cidade descrita na llíada. Em 1871 deu início às escavações.

Logo descobriu que realmente havia uma cidade sob as “fortalezas” de Hissarlik. Na verdade, vários estágios de uma antiga cidade estavam enterrados em camadas superpostas. E uma dessas camadas, queimada por fogo, parecia-se muito com a Troia de Homero. A primeira fonte de informação que chegou ao mundo moderno é sem dúvida os escritos de Platão.

Foi ele quem primeiro falou da existência de uma ilha então submersa à qual foi dado o nome de Atlântida. Platão tomou conhecimento da Atlântida através de Sólon, que, por sua vez lhe foi referido por sacerdotes egípcios, num dos templos da cidade egípcia de Saís. Na verdade a Atlântida data de pelo menos 100.000 a.C., então constituindo não uma ilha e sim um imenso continente que se estendia desde a Groenlândia até o Norte do Brasil.

Pressupõem que os atlantes chegaram a conviver com os lemurianos, que viviam num continente no Oceano Pacifico aproximadamente onde hoje se situa o Continente Australiano. Naquele continente Atlante havia muitos terremotos e vulcões e foi isto a causa de duas das três destruições que acabaram por submergi-lo. A terceira destruição não foi determinada por causas naturais. Na primeira destruição, em torno de 50.000 a.C. várias ilhas que ficavam junto do continente atlante afundaram, como também a parte norte do continente que ficava próximo a Groenlândia, em decorrência da ação dos vulcões e terremotos.

A segunda destruição, motivada pela mudança do eixo da Terra, ocorreu em torno de 28.000 a.C., quando grande parte do continente afundou, restando algumas ilhas, das quais uma que conectava o continente Atlante à América do Norte. E a terceira foi exatamente esta onde floresceu a civilização citada por Platão e que por fim foi extinta, em uma só noite, afundando-se no mar restando apenas as partes mais elevadas que hoje corresponde aos Açores descrita por Platão. Para se estudar bem a Atlântida deve-se considerar que esse nome diz respeito a três civilizações distintas, pois em cada uma das destruições os que restaram tiveram que recomeçar tudo do início.

Atlântida 100.000 a.C. a 50.000 a.C.

Sobre a Atlântida antes da primeira destruição (antes de 50.000 a.C.) pouco se sabe. Diz-se haver sido colonizada pelos lemúrios que haviam fugido do continente onde habitavam, também sujeito a cataclismos imensos, quando então se estabeleceram correntes migratórias fugitivas das destruições que ocorriam na Lemúria, algumas delas dirigiram-se para o Sul Atlântida.

Estes primeiros Atlantes julgavam a si pelo caráter e não pelo que tinham e viviam em harmonia com a natureza. Pode-se dizer que 50% de suas vidas eram voltadas ao espiritual e os outros 50% para o lado prático, vida material.

Edgar Cayce afirma que dois grupos diversos tiveram grande poder nessa época, um deles chamados de “Os Filhos de Belial” (os filhos das Trevas). Estes trabalhavam pelo prazer, tinham grandes posses, mas eram espiritualmente imorais. Outro grupo chamado de “As Crianças da Lei do Uno“( os filhos da Luz), era constituído por pessoas que invocavam o amor e praticavam a reza e a meditação juntas, esperando promover o conhecimento divino. Eles se chamavam “As Crianças da Lei Um” porque acreditavam em Uma Religião, Um Estado, Uma Casa e Um Deus, ou melhor, que Tudo é Um.

Logo após essa divisão da civilização atlante, foi que ocorreu a primeira destruição da Atlântida, ocasião em que grande número de imensos vulcões entrou em erupção. Então uma parte do povo foi para a África onde o clima era muito favorável e possuíam muitos animais que podiam servir como fonte de alimentação. Ali os descendentes dos atlantes viveram bem e se tornaram caçadores. A outra parte direcionou-se para a América do Sul onde se estabeleceu na região onde hoje é a Bacia Amazônica.

Biologicamente os atlantes do grupo que foi para a América do Sul começaram a se degenerar por só se alimentarem de carne pensando que com isso iriam obter a força do animal, quando na verdade o que aconteceu foi uma progressiva perda das habilidades psíquicas. Assim viveram os descendentes atlantes até que encontraram um povo chamado Ohlm, remanescentes dos descendentes da Lemúria, que os acolheram e ensinaram-lhes novas técnicas de mineração e agricultura.

As duas partes que fugiram da Atlântida floresceram muito mais do que aquela que permanecera no continente, pois em decorrência da tremenda destruição os remanescentes praticamente passaram a viver como animais vivendo nas montanhas durante 4.000 anos, após o que começaram a estabelecer uma nova civilização.

Atlântida 48.000 a.C. a 28.000 a.C.

Os atlantes que estabeleceram uma nova civilização na Atlântida começaram de forma muito parecida com o inicio da colonização que os Lemúrios fizeram na Atlântida. Eles se voltaram a trabalhar com a natureza e nisso passaram milhares de anos, mas com o avanço cientifico e tecnológico também começaram a ficar cada vez mais agressivos, materialistas e decadentes. Os tecnocratas viviam interessados em bens materiais e desrespeitando a religião. A mulher se tornou objeto do prazer; crimes e assassinatos prevaleciam, os sacerdotes e sacerdotisas praticavam o sacrifício humano.

Os atlantes se tornaram uma civilização guerreira. Alguns artistas atlantes insatisfeitos fugiram para costa da Espanha e para o sudoeste da França, onde até hoje se vêem algumas de suas artes esculpidas nas cavernas. Em 28.000 a.C. com a mudança do eixo da Terra, os vulcões novamente entraram em grande atividade acabando por acarretar o fim da segunda civilização atlante. Com isso novamente os atlantes fugiram para as Antilhas, Yucatan, e para a América do Sul.

Ilustração de Lloyd K. Townsend de como seria Atlântida.

 Atlântida 28.000 a.C. a 11.000 a.C.

Esta foi a Civilização Atlante descrita por Platão. Mais uma vez tudo se repetiu, os que ficaram recomeçaram tudo novamente, recriando as cidades que haviam sido destruídas, mas inicialmente não tentando cometer os mesmos erros da florescente civilização passada. Eles unificaram a ciência com o desenvolvimento espiritual a fim de haver um melhor controle sobre o desenvolvimento social.

Começaram a trabalhar com as forças da natureza, tinham conhecimento das hoje chamadas linhas Hartman e Linhas Ley que cruzam toda a Terra, algo que posteriormente veio a ser muito utilizado pelos Celtas (também descendentes dos atlantes) que construíram os menires e outras edificações em pedra.  Vale salientar que eles acabaram por possuir um alto conhecimento sobre a ciência dos cristais, que usavam para múltiplos fins, mas basicamente como grandes potencializadores energéticos, e fonte de registro de informações, devido a grande potência que o cristal tem de gravar as coisas. Os Atlantes tinham grande conhecimento da engenharia genética, devido a isso tentaram criar “raças puras”, raças que não possuíssem nenhum defeito. Esse pensamento persistiu até o século XX para ser uma das bases do nazismo e persiste no mito do “Povo Eleito”.

Os Atlantes detinham grandes conhecimentos sobre as pirâmides, há quem diga que elas foram edificadas a partir desta civilização e que eram usadas como grandes condutores e receptores de energia cósmica, o que, entre outros efeitos, fazia com que uma pessoa que se encontrasse dentro delas, especialmente a Grande Pirâmide, entrava em estado alterado de consciência quando então o sentido de espaço-tempo se alterava totalmente.  É certo que os habitantes da Atlântida possuíam um certo desenvolvimento das faculdades psíquicas, entre as quais a telepatia, embora que muito aquém do nível atingido pelos habitantes da primeira civilização. Construíram aeroplanos, mas nada muito desenvolvido, algo que se assemelharia mais ao que é hoje é conhecido como “asa delta“.

Isto foi confirmado através de gravuras em certos hieróglifos egípcios e maias. Também em certa fase do seu desenvolvimento os atlantes foram grandes conhecedores da energia lunar, tanto que faziam experiências muito precisas de conformidade com a fase da Lua. A par disto foram grandes conhecedores da astronomia em geral. Na verdade os atlantes detiveram grandes poderes, mas como o poder denigre o caráter daquele que não está devidamente preparado para possuí-lo, então a civilização começou a ruir.

Eles começaram a separar o desenvolvimento espiritual do desenvolvimento científico. Sabedores da manipulação dos gens eles desenvolveram a engenharia genética especialmente visando criar raças puras.

Isto ainda hoje se faz sentir em muitos povos através de sistemas de castas, de raça eleita ou de raça ariana pura. Em busca do aperfeiçoamento racial, como é da natureza humana o querer sempre mais os cientistas atlantes tentaram desenvolver certos sentidos humanos mediante genes de espécies animais detentoras de determinadas capacidades.

Tentaram que a raça tivesse a acuidade visual da águia, e assim combinaram genes deste animal com genes humano; aprimorar o olfato através de genes de lobos, e assim por diante. Mas na verdade o que aconteceu foi o pior, aqueles experimentos não deram certo e ao invés de aperfeiçoarem seus sentidos acabaram criando bestas-feras, onde algumas são encontradas na mitologia grega e em outras mitologias e lendas.  Ainda no campo da engenharia genética criaram algumas doenças que ainda hoje assolam a humanidade.

A moral começou a ruir rapidamente e o materialismo começou a crescer. Começaram a guerrear. Entre estas foi citada uma que houve com a Grécia, da qual esta foi vitoriosa. Enganam-se os que pensam que a Grécia vem de 2 000 a.C. Ela é tão velha quanto  o Egito e isto foi afirmado a Sólon pelo sacerdote de Sais. Muitos atlantes partiram para onde hoje é a Grécia e com o uso a tecnologia que detinham se fez passar por deuses dando origem assim a mitologia grega, ou seja, constituindo-se nos deuses do Olimpo.

Por último os atlantes começaram a fazer experimentos com displicência de forma totalmente irresponsável com cristais e como conseqüência acabaram canalizando uma força cósmica, que denominaram de “Vril”, sob a qual não tiveram condições de controlá-la, resultando disso a destruição final de Atlântida, que submergiu em um único dia.

Para acreditar que um continente tenha submergido em uma noite não é muito fácil, mas se analisarmos pelo suposto lado tecnológico que utilizavam, veremos até que provavelmente seria mais avançado que o nosso, o poder do cristal é muito maior do que imaginamos, os cristais estão presentes no avanço tecnológico, um computador é formado basicamente de cristais e o laser é feito a partir de cristais.

Mas antes da catástrofe final os Sábios e Sacerdotes atlantes, juntamente com muitos seguidores, cientes do que adviria daquela ciência desenfreada e conseqüentemente que os dias daquela civilização estavam contados, partiram de lá, foram para vários pontos do mundo, mas principalmente para três regiões distintas: O nordeste da África onde deram origem a; para América Central, onde deram origem a; e para o noroeste da Europa, onde bem mais tarde na Bretanha deram origem à Civilização Celta.

No centro do painel o rei sacerdote de Atlântida, depois o sacerdote e escriba dos “deuses” no Egito chamado de Thoth (o criador dessa civilização, após o Dilúvio – afundamento de Atlântida- obedecendo as instruções dos Mestres da Grande Fraternidade Branca).

A corrente que deu origem a civilização egípcia inicialmente teve muito cuidado com a transmissão dos ensinamentos científicos a fim de evitar que a ciência fora de controle pudesse vir a reeditar a catástrofe anterior. Para o exercício desse controle eles criaram as “Escolas de Mistérios”, onde os ensinamentos eram velados, somente sendo transmitidos às pessoas que primeiramente passassem por rigorosos testes de fidelidade.Os atlantes levaram com eles grandes conhecimentos sobre construção de pirâmides, e sobre a utilização prática de cristais, assim como conhecimentos elevados de outros ramos científicos como, a matemática, geometria, etc.

Pesquisas recentes datam a Esfinge de Gizé sendo de no mínimo 10.000 a.C. e não 4.000 a.C. como a “egiptologia clássica” afirma. Edgar Cayce afirmou que embaixo da esfinge existe uma sala na qual estão guardados documentos sobre a Atlântida, atualmente já encontraram uma porta que leva para uma sala que fica abaixo da esfinge, mas ainda não entraram nela. A Ordem Hermética (Hermes=Thoth) afirma a existência não de uma sala, mas sim de doze.

A corrente que deu origem a civilização maia, foi muito parecida com a corrente que deu origem a civilização egípcia. Quando os atlantes que migraram para a Península de Yucatã antes do afundamento final do continente, eles encontraram lá povos que tinham culturas parecidas com a deles, o que não é de admirar, pois na verdade lá foi um dos pontos para onde já haviam migrado atlantes fugitivos da segunda destruição.

Também os integrantes da corrente que se direcionou para o Noroeste da Europa, e que deu origem mais tarde aos Celtas, tiveram muito cuidado com a transmissão do conhecimento em geral. Em vez de optarem para o ensino controlado pelas “Escolas de Mistérios” como acontecera no Egito, eles optaram por crescer o mínimo possível tecnologicamente, mas dando ênfase especialmente o conhecimento sobre as Forças da Natureza, sobre as energias telúricas, sobre os princípios que regem o desenvolvimento da produtividade da terra.

Conheciam bem a ciência dos cristais, e da magia, mas devido ao medo de fazerem mal uso dessas ciências eles somente utilizavam-nos, mas no sentido do desenvolvimento da agricultura, da produtividade dos animais de criação, etc. Atualmente as pessoas vêem a Atlântida como uma lenda fascinante, como algo que mesmo datando de longa data ainda assim continua prendendo tanto a atenção das pessoas. Indaga-se do porquê de tanto fascínio? Acontece que ao se analisar a história antiga da humanidade vê-se que há uma lacuna, um hiato, que falta uma peça que complete toda essa história.

Muitos estudiosos tentam esconder a verdade com medo [e MUITA preguiça] de ter que reescrever toda a história antiga, rever conceitos oficialmente aceitos. Mas eles não explicam como foram construídas as pirâmides, como existiram inúmeros artefatos e achados arqueológicos encontrados na Ásia, China, Índia, África e Américas e que estão todos inter-relacionados; e outros monumentos que até hoje são um enigma. 

Os menires encontrados na Europa, as obras megalíticas existentes em vários pontos da terra, os desenhos e figuras representativas de aparelhos e até mesmo de técnicas avançadas de várias ciências, os autores oficiais não dão qualquer explicação plausível. Os historiadores não acreditam que um continente possa haver afundado em uma noite, mas eles esquecem que aquela civilização foi muito mais avançada que a nossa.

Foram encontradas, na década de 60, ruínas de uma civilização no fundo do mar perto dos Açores, onde foram encontrados vestígios de colunas gregas e até mesmo um barco fenício. Atualmente foram encontradas ruínas de uma civilização que também afundou perto da China.

As pessoas têm que se conscientizar de que em todas as civilizações em que a moral ruiu, elas começaram a se extinguir, e atualmente vemos isso na nossa civilização, e o que é pior, na nossa civilização ela tem abrangência mundial, logo se ela ruir vai cair todo o mundo.

Ruínas submersas em Yonaguni, no Japão.

Então o mais importante nessa história da Atlântida não é o acreditar que ela existiu e sim aprender a lição para que nós não enveredemos pelo mesmo caminho, repetindo o que lá aconteceu. Segundo Platão, o continente era cercado de ilhas, e era tão grande quanto a Asia e a Líbia juntas, a Atlântida era regida pelo deus Poseidon:

“Atlântida, a ilha, situada a oeste das Colunas de Hércules (o atual Estreito de Gibraltar). “Quando os deuses fizeram a partilha do mundo, a Atlântida coube a Netuno [Poseidon], que ali viveu em companhia de Cleito [ou Clito]. De sua união com a mortal nasceram dez filhos, dos quais o mais velho era Atlas. Atlas recebeu do pai a supremacia da ilha, que dividiu em 10 partes, tomou uma para si e dividiu as restantes entre seus irmãos. “Punida por seus vícios e seu orgulho, a Atlântida foi engolida pelo oceano”.

A capital da nação (Poseidonis) era uma verdadeira maravilha da arquitetura e engenharia, a cidade era composta de uma série de canais e muros concêntricos. Platão pretendia fazer um grande relato sobre Atlântida, uma narrativa digna do relato de Sólon. Porém o filósofo morreu antes que pudesse terminar seu trabalho.

Atlântida,  a origem do Antigo Egito

A menção mais conhecida sobre o continente de Atlântida, é a do filósofo grego Platão, que descreveu Atlântida como sendo um reino situado a oeste das colunas de Hércules (hoje, o estreito de Gibraltar no mar Mediterrâneo). Platão tomou conhecimento de Atlântida através de Sólon, que ouviu a história de sacerdotes egípcios num templo na antiga cidade egípcia de Saís.

O filósofo jamais revelou se a história do reino que foi completamente submerso nas profundezas do mar, era real ou não. Usou uma série de personagens para expressar suas idéias, dentre eles, estava Kritias que dizia que Atlântida era uma história que estava em sua família passada de geração para geração.

Bimini Road, uma estrada submersa encontrada no leito oceânico em Bimini, no Mar do Caribe

No centro da capital havia um monte, e no topo, um templo com uma estátua de Posseidon com seis cavalos alados, completamente feitos de ouro. Platão descreve os atlantes como um povo pacífico, mantinham comércio com os povos dos outros continentes, porém, com o passar do templo, se tornaram cobiçosos e corruptos. O deus Posseidon castigou os atlantes jogando o continente inteiro nas profundezas do mar, para que ninguém jamais encontrasse a civilização novamente.

No diálogo de Timaeus, Platão narra que Atlântida iria expandir seus domínios:

“Agora nesta ilha de Atlântida havia um grande e maravilhoso império que governou em toda a ilha e em várias outras, e em partes do continente”

“e depois, os homens da Atlântida dominaram as partes da Líbia dentro das colunas de Hércules até o Egito e a Europa, até a Tyrrhenia (mar que banha a costa oeste da Itália).”

“Mas depois ocorreram ali violentos terremotos e inundações e num único dia e noite de infortúnio, todos os seus guerreiros afundaram na terra e a ilha de Atlântida desapareceu nas profundezas do mar.”

Registros Egípcios

Existem antigos registros egípcios sobre uma nação que foi submersa  no oceano por conseqüência de uma catástrofe,  Kaftiu. As duas histórias são semelhantes. Kaftiu ficava a oeste do antigo Egito, e Atlântida a oeste no oceano atlântico. Kafkiu era uma ilha enorme que ficava no oceano atlântico, mas não necessariamente a oeste do mediterrâneo. Parece que as ilhas relacionadas (ex. Santorini/Thera que foi parcialmente destruída por erupção vulcânica em 1.650 a.C.) podem ter sido parte da mesma cultura. A nação da lenda egípcia também era pacífica, e possuía elefantes.

Existem registros do povo minóico que poderiam fazer parte da mesma cultura atlante. Os minóicos vendiam marfim para os egípcios 20 séculos antes de cristo. Os mapas da Atlântida feitos por Platão teriam semelhança com a geografia da antiga Creta.

A região do Triângulo das Bermudas é um local onde se vê muitos UFOs mergulhando no oceano, se deslocando submersos na água como submarinos e saindo de dentro do oceano e disparando para fora do espaço terrestre em altas velocidades.

Outros fatos

Antigos escritos Maias e aztecas também falam sobre a destruição de uma nação que foi tragada pelo mar. Os hieróglifos fenícios foram encontrados em numerosas ruínas na América do Sul que são tão antigas que o povo indígena que vive lá não sabe mais quem as construiu.

O historiador grego Timagenus escreveu sobre a guerra entre Atlântida e Europa. Antigas tribos da frança diziam que Atlântida era seu lar original, e pinturas brilhantes em cavernas antigas mostram pessoas usando roupas do século 20. Também existem relatos dos Incas sobre a destruição de Atlântida que possuía uma tecnologia avançada, mas foi destruída por terremotos e gigantescas ondas.

Também existem menções sobre Atlântida em antigas tribos indígenas dos EUA e do México, no Tibete e na ilha de páscoa também existem citações. Os alemães e os escandinavos nórdicos falaram de um continente desaparecido no Oceano Atlântico Norte, chamado Thule.

O médium Edgar Cayce e Atlântida

Cayce foi um sensitivo americano que nasceu em 1877 e morreu em 1945. Ele conseguia dizer para as pessoas o que elas tinham sido em outras vidas, quando era criança, conversava com pessoas que ninguém mais via, inclusive seu falecido avô. Também curava, bastava dar a ele o nome e o endereço que ele medicava e relatava o diagnóstico exato da enfermidade que a pessoa possuía. Muitas vezes durante as sessões, Cayce dizia:

-não posso atender fulano, pois ele não se encontra nesse endereço, e mais tarde se averiguava que a pessoa havia saído naquele exato instante mesmo. Cayce sabia o que as pessoas haviam sido em vidas passadas graças a um estado hipnótico que ele se auto-impunha, só conseguia prever e enxergar coisas quando estava em transe. No dia-a-dia era um homem normal e religioso.

É importante lembrar que Cayce vaticinou com precisão o estouro da bolsa em 1929, o assassinato do presidente Kennedy e muitos outros acontecimentos que realmente ocorreram. Para ele, passado, presente e futuro era uma coisa só. Não se detinha nas coisas que sabemos e conhecemos, ultrapassava as barreiras do tempo, avançando e voltando em mundos dos quais só nos restam conhecimentos fragmentários através de lendas e vagas alusões…

Previu em 1940 que cerca de 28/29 anos depois, ou seja, em 1968/69, um templo da Atlântida viria a superfície próximo a Bimini. Tal não foi a reação da imprensa e dos meios científicos quando em 1968, assim como havia sido previsto por Cayce, diversas construções submarinas começaram a aparecer nas proximidades de Bimini. próximo a cuba, foi encontrada uma estrada que parece ser um antigo muro, que desaparece nas profundezas do mar (Bimini Road, Ver mais em: 

  1. http://thoth3126.com.br/bimini-road-atlantida-misterios-nao-resolvidos-do-mundo/.

Ao descrever a Atlântida, Cayce disse que a parte afundada estava localizada no fundo do Oceano perto das Bahamas e que estas constituíam os picos da ilha afundada de Poseidia. Cayce afirmou também que as terras próximas a Bimini, seriam as terras mais altas do continente afundado. A isso se junta o fato de ao sul deste ponto haver um abismo de cerca de 18 mil pés (aproximadamente 5400 metros de profundidade).

Concepção artística do que seria Poseidonis, capital da Atlântida

Outras ruínas submarinas posteriormente encontradas, próximas a outras ilhas do Caribe, incluindo o que parece ser uma cidade inteira submersa perto da costa do Haiti e outra ainda, no fundo de um lago. Ainda em 1968, foi descoberta uma espécie de estrada submarina, ao norte de Bimini, desaparecendo nas profundezas do mar.

Pesquisas estão sendo levadas a cabo, para descobrir se as ruínas são dos Maias ou se fazem parte realmente dos feitos de outra e mais antiga civilização. Segundo Edgard Cayce, o fim da civilização atlante deu-se devido a fatores como descontentamento do povo, escravidão dos trabalhadores e “misturas” (experiências genéticas entre humanos e animais), sacrifícios humanos, adultério, fornicação generalizada e mau uso das forças da natureza, práticas que hoje identificamos como Magia Negra da pior espécie.

Cayce relatou também, que os habitantes de Atlântida possuíam cultura elevada, e sua tecnologia superava em muito a de nossa época. Consta que sabiam enfeixar a luz solar em grandes cristais, empregando essa energia como força motriz, fonte de calor e armamento. Poderia tratar-se de uma espécie de raio laser, inventado após a morte de Cayce. Portanto, ele nada sabia a respeito. Cayce descrevia o cristal:

– A pedra foi ativada pelos raios do sol. Ela enfeixa a luz e o cristal atua sobre instrumentos conectados aos diversos meios de transportes, assim como funciona o telecomando através do rádio.

Construções submersas em Bimini no Mar do Caribe

O rubi, conforme Cayce denominava às vezes o cristal, estava instalado em grandes edifícios, com cúpulas e telhas corrediças. Seus raios atravessavam pedra e aço-Os raios não eram visíveis aos olhos, porém atuavam sobre cristais nos motores. Cayce descreve aeronaves movidas a gás, fala de veículos para recreação, que deslizavam pouco acima do chão, e de veículos submarinos. Ele fala de uma ampla reunião de cúpula de numerosas nações na Atlântida, há cerca de 50.000 anos. Diz que o assunto principal da conferência era estudar medidas preventivas contra os grandes bandos de animais gigantescos que dominavam a terra. A Atlântida os teria eliminado com seus raios da morte.

Como construíram cidades cada vez maiores, os recursos naturais destinados à alimentação começaram a escassear. A exploração predatória das montanhas, vales e depois no mar levou a acelerada degradação das terras e da população. Em sua aflição, o povo da Atlântida aumentava cada vez mais a carga de cristais energéticos.  Por fim eles se tornaram excessivamente potentes e desencadearam forças da natureza. O continente foi primeiro despedaçado por violentas erupções vulcânicas, que lançaram pelos ares rochas enormes e por fim mergulhou no mar. Neste mesmo evento cataclísmico houve a inversão dos pólos magnéticos e inclinação do eixo norte/sul de 23° do planeta.

Alguns milhares de pessoas sobreviveram a catástrofe, diz Cayce: -A primeira migração foi para a região dos pireneus. Isto explicaria a existência dos bascos, um povo entre a frança e Espanha, que pouco tem em comum com seus vizinhos. O idioma basco é totalmente estranho na Europa. O povo jamais conseguiu se adaptar e se entrosar. Mais tarde emigraram os que se misturaram a povos negros ou mestiços, constituindo posteriormente a dinastia egípcia e os grupos dos quais descendem os incas.

O famoso triangulo das bermudas fica próximo a Bimini. Exatamente o local onde o médium Edgar Cayce disse que encontrariam parte de Atlântida. O triangulo das bermudas é uma área de 3.950.000 km² (do tamanho da Índia) no oceano atlântico. Existe uma grande anomalia magnética nesta região, muitos navios e aviões perdem-se no triângulo por que suas bússolas, equipamentos de rádio e radares ficam desorientadas. Também é comum navios e aviões desaparecerem por lá. O caso mais famoso do triangulo das bermudas é o desaparecimento do vôo 19.

Provável localização de Atlântida à oeste da África no Atlântico norte.

Curiosidades e coincidências

A famosa história bíblica do dilúvio passa a história de um descontentamento de Deus com os rumos que a civilização humana estava tomando, e conseqüentemente a humanidade foi tragada por águas que cobriram o planeta inteiro (não pode-se deixar de reparar na semelhança com Atlântida). A esfinge, no antigo Egito (estatua colossal, que ninguém sabe até hoje como os egípcios conseguiram construir, ou o quê ela significa) pode ser uma construção derivada da cultura dos atlantes, que era muito presente em muitos povos daquela época.

As próprias pirâmides são construções encontradas nos sete cantos do mundo. Pirâmides podem ser encontradas no Egito, na China e na América Central (recentemente foram descobertas na Europa, na Bósnia-Herzegóvina), provando que todas essas civilizações tinham uma conexão antigamente. Existem construções maias com desenhos de elefantes nas paredes. Como? como poderiam saber sobre a existência de um animal que só pode ser encontrado na África?

“Serão tudo isso coincidências, ou alguma coisa conectava realmente todas essas civilizações?”

"Os escritos em sânscrito da Índia antiga contem várias descrições da Atlântida, e até mesmo afirmam que a Atlântida foi destruída como resultado de uma guerra entre os deuses e os Asuras (entre os deuses e os Titãs). O Vishnu Purana, um dos mais antigos, fala de “Atala, a Ilha Branca” … Outro nome, Saka Dwipa, é usado nos Puranas e de acordo com o dicionário sânscrito (1974), Saka Dwipa significa “ilha das pessoas de pele clara.” Embora originalmente descrita no Mahabharata como uma ilha no extremo Oeste (da Índia), em linguagem moderna Atala tornou-se um “inferno”, e seus habitantes originais (Daityas, Danavas, Asuras) “demônios”. Estes eram tribos de pessoas que viviam em Atlântida".

 
Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Agosto 13, 2020

chamavioleta

REUNIÃO DO CONSELHO DE ANTIGAS CIVILIZAÇÕES (SUBTERRÂNEAS) DA TERRA E MEMBROS DO SSP-PROGRAMA SECRETO ESPACIAL 

PARTE II

A TERRA, UMA COLMEIA DE ABELHAS.

Por Corey Goode.

Fonte: https://spherebeingalliance.com

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch. 

 
 
terra-interior-mundo-goode.
 
 
 
 

 

Isso levou alguns desses membros da Super-Federação a pedir que Gonzales tomasse meu lugar em futuras reuniões, um pedido que foi negado. Nunca fui dito para eu não compartilhar esta informação, mas foi jogado na minha cara mais tarde durante uma reunião com o conselho da aliança de SSP como uma das razões pela qual quiseram Gonzales ser o delegado e não eu.
Eu nunca tive problema em admitir que Gonzales é mais diplomata e um orador público melhor do que eu sou. Essa decisão, porém, não cabia ao Conselho da Aliança SSP, Gonzales ou a mim mesmo – a menos que eu tivesse recusado o convite feito pelos seres Blue Avians no início. Vou compartilhar os símbolos que estavam nos pingentes das pessoas presentes na reunião. Quando voltei para casa, desenhei todos os símbolos em um pedaço de papel e enviei um e-mail ao meu administrador da web, que também é muito bom em renderizar gráficos.
saturn_green-joia-goode
Os pingentes com o formato de Saturno e suas gemas inscrustradas
A partir dessa folha de papel, ele criou ou encontrou as imagens neste relatório, que são uma excelente representação do que vimos sobre os pingentes destes vários grupos subterrâneos. Essas pessoas diferentes eram obviamente humanas, mas elas pareciam etnicamente diferentes do que qualquer pessoa que você veria na superfície.
Havia pessoas com compleições resistentes, características africanas e pele de bronze. Havia também pessoas que pareciam asiáticas e indianas, com tons de pele diferentes, incluindo um azul muito pálido, e tipos de corpo normalmente não associados a grupos étnicos na superfície. Havia um grupo que parecia muito mediterrâneo. Havia um grupo que parecia muito com um caucasiano normal da superfície da terra. Havia também as pessoas altas, magras e pálidas com cabelos brancos, loiros, pretos e castanhos que estavam hospedando este evento.
A civilização separatista antiga de Maia que descrevi em relatórios anteriores não estava presente nesta reunião. Dentro do grupo que usava os pingentes de Saturno, havia também pessoas que pareciam semelhantes, mas tinham tipos de corpo ligeiramente diferentes. Além dos símbolos de Saturno, havia também uma estrela prateada, uma suástica dourada (embora este não fosse um grupo separatista nazista), um símbolo Omega com uma estrela dourada de oito pontas no centro e um símbolo que parecia como uma ampulheta. Este poderia ser uma representação estilizada da constelação de Orion.
swastika_goode-suastica
Devo admitir que ver que o símbolo da suástica, junto com alguns de seus outros termos e conjuntos de símbolos, era perturbador o suficiente para que eu quase enterrado este relatório inteiro. Eu não sou de forma alguma anti-semita, e nenhum destes grupos – embora parecem ver todos nós na superfície com diferentes graus de desdém. Quando eu mencionei a suástica para David Wilcock , ele compartilhou comigo que os alemães cooptaram este símbolo (da cultura da Índia, onde é um símbolo sagrado) depois de vê-lo em uma palestra de Gurdjeff no início do século XX.

Gurdjeff revelou a espantosa prevalência deste mesmo símbolo de culturas antigas em toda a terra – os hindus, os hopis, os japoneses, os esquimós, os gregos, os romanos, o fato é – em todos os continentes, exceto na Antártida. Este era um dos símbolos principais que seus “deuses” lhes deram para representarem-se. Gurdjeff via isso como uma prova óbvia de uma civilização avançada, inteligente no mundo, que atraiu os alemães para ela.
Gurdjeff provavelmente tirou de um estudo da Universidade de Yale altamente controversa de 1898 [ http://www.richardcassaro.com/tag/1898-yale-university-study] que mais tarde foi banido quando os nazistas chegaram ao poder. Esforços generalizados foram feitos para sanitizar este estudo a partir do registro acadêmico, embora ele ainda sobreviva. 
Depois que uma pessoa na mesa fez as apresentações, percebi que sete grupos diferentes estavam sendo representados – mesmo que três deles fossem obviamente aliados ou geneticamente relacionados. Cada grupo era composto por três representantes. O salão em que estávamos foi repetidamente referido como “O Útero de ISIS”. Descobri mais tarde que se tratava de um complexo de templos reservado para eventos espirituais, diplomáticos e políticos. A maioria dos grupos era formada por uma ou duas mulheres, exceto o grupo com o símbolo da estrela de oito pontas dentro do símbolo grego do Omega, composto inteiramente de homens.
Isiscosmi
Representação de ÍSIS, a mãe CÓSMICA de TODOS OS SÓIS, o Princípio Sagrado Feminino
O líder óbvio deste grupo fez referência ao “Príncipe de Vênus, a Estrela da Manhã e ao Portador da Luz” (Lúcifer) várias vezes. Isso foi profundamente perturbador para mim por causa da óbvia associação de Lúcifer com esses termos. Eu entrei na energia dos outros grupos, e todos eles pareciam muito desconfortáveis com este grupo em particular, o que não era surpreendente. Um dos outros grupos tem uma bem conhecida e poderosa frota de espaçonaves que os programas espaciais secretos têm desenvolvido um saudável respeito – e eu reconheci-os e seu símbolo imediatamente.
As discussões entre esses grupos começaram então. Eles foram perguntado pela pessoa fazer as introduções para falar inglês para os seus hóspedes, mas isso não durou muito tempo. Eles falam inglês e, em seguida, mudam para algum outro idioma. Gonzales mais tarde me disse que era uma língua pré-acadiana que há muito morreu na superfície do planeta. Em seguida, eles iriam voltar para o inglês novamente.
Houve também trocas em um par de outras línguas há muito desaparecidas. A comunicação telepática ocorreu também entre os indivíduos da sala. Era naturalmente muito confuso e difícil para mim seguir tudo. Pude perceber que estavam discutindo os ataques que haviam ocorrido contra várias cidades subterrâneas, e as baixas que ocorreram. Eles também discutiram as traições que sofreram de certas sociedades secretas e grupos na superfície que eles pensavam que tinham sob seu controle.
Eu era capaz de determinar que seus inimigos na superfície agora tinham tecnologia que lhes permitiu localizar suas cidades e contornar suas defesas. As pessoas na superfície tinham desenvolvido armas exóticas que podiam penetrar até as maiores profundidades e causarem grandes danos. Isso significava que todas as apostas estavam desligadas. Esses grupos de superfície tornaram-se seus inimigos violentos e implacáveis. Agora eles se sentiam vulneráveis e ameaçados, e precisavam confiar uns nos outros para proteção mútua.
Eles também falaram sobre a civilização da superfície construindo mais e mais de suas próprias cidades sob a superfície (para enfrentar a grande mudança planetária), e poluindo o ecossistema subterrâneo muito delicado no processo. Eles também estavam tendo que lidar com escaramuças recentes com uma variedade de grupos subterrâneos não-humanos muito desagradáveis. Isso estava causando-lhes uma grande preocupação.
omega_goode
Tornou-se claro que todas essas pressões crescentes os fizeram aliar-se uns aos outros – algo que até então parecia quase impossível de entender. Esta discussão durou cerca de duas horas, e nós só pudemos seguir uma pequena quantidade do que foi dito. Então, o líder do grupo “Omega / Estrela de Oito Pontas (antigo símbolo SUMÉRIO para o planeta NIBIRU)” convidou Gonzales para falar.

Gonzales mais tarde me disse que essa pessoa não estava mostrando o devido respeito aos seus anfitriões ao assim proceder. Gonzales conhecia os protocolos entre esses grupos, e procurava segui-los o mais cuidadosamente possível. Gonzales olhou para a mulher que usava o pendente de Saturno com a jóia cor de rosa, e ela deu-lhe o aceno para prosseguir. Ele então se levantou e falou de onde ele estava sentado ao meu lado. Eu não estava em posição de olhar para ele quando ele falou, então eu olhei ao redor da sala enquanto ele estava falando.
Gonzales dirigiu-se a cada grupo pelo nome e agradeceu o convite para participar como representante da Aliança SSP. Ele expressou seu agradecimento ao grupo que estava hospedando esta reunião do conselho. Ele afirmou ainda que foi uma honra receber e hospedar sua pequena delegação, que havia viajado para um dos postos avançados da Aliança SSP no Cinturão de Kuiper em grande risco pessoal nas semanas anteriores.
Gonzales disse que, apesar de algumas diferenças significativas nos pontos de vista, e as antigas alianças que estavam em conflito direto com o que todos nós agora esperamos alcançar, ele estava aqui para transmitir as esperanças do Conselho da Aliança SSP de que um entendimento poderia ser alcançado Entre todas as partes.
Isso inclui mudanças na forma como esses grupos se engajaram com os governos e civis com os quais estavam em contato na superfície do planeta. Ele fez uma pausa, e eu podia ver que ele estava escolhendo suas palavras cuidadosamente. Ele estava tentando o seu melhor para não transmitir seus pensamentos e emoções para o público altamente perspicaz.
hourglass_dois-triângulos-goode
Ele então olhou para cima e entregou o que parecia ser um discurso frouxamente preparado, que era curto, e ainda chegou direto ao ponto. Ele abordou a história complicada que estes e outros grupos humanos antigos de separatistas tiveram com as civilizações de superfície – remontando ao longo de dezenas de milhares de anos.

Ele também se dirigiu a cada grupo na sala, envolvendo-os abertamente em suas decepções passadas e atuais com governos, militares e civis. Ele terminou seu discurso sobre a nota que estamos entrando em uma nova era que deve envolver cooperação aberta e honestidade. Eu podia sentir a subida repentina de tensão e emoções e energia misturadas na sala enquanto ele dizia isso. Gonzales curvou a cabeça e sentou-se ao meu lado, enquanto mantinha seu olhar para a delegação ao redor da mesa.
Eles começaram a falar entre si em um par de línguas diferentes. Às vezes falavam um do outro ou falavam um sobre o outro. Eles estavam muitas vezes fazendo sinal para Gonzales e para mim no processo. Eles estavam falando calmamente, mas era óbvio que eles não estavam satisfeitos com pelo menos alguns dos pontos que Gonzales tinha acabado de comunicar. Recebemos então uma palestra muito condescendente de cada um deles sobre como não temos o direito de julgá-los com a nossa limitada compreensão e conhecimento.
Ambos descreveram suas percepções daqueles de nós na superfície como bárbaros incivilizados que estão doentes e que somos geneticamente impuros. Eles disseram que eram os únicos que haviam preservado as várias linhagens humanas originais da terra. Onda após onda de refugiados de planetas vizinhos desde então misturaram sua genética com os seres humanos originais deste planeta e tomaram o mundo superficial como uma praga.
Eles declararam que nos quase 20 milhões de anos desde que as linhagens humanas originais haviam surgido na Terra, houve quatro grandes cataclismos que tinham mudado o eixo polar da Terra, sua rotação ou trajetória orbital original ao redor do Sol. Cada vez que um desses eventos ocorreu, a “elite” ou casta sacerdotal manteve sua linha genética pura, isolando-se sob o solo. Esses pequenos grupos sobreviveram enquanto suas civilizações na superfície perecia. Sobre os oceanos do tempo e pequenos eventos destrutivos na superfície, que ainda eram obviamente muito catastróficos, quase todos os sinais de suas civilizações anteriores foram apagados das memórias dos sobreviventes. Somente mitos e lendas de deuses avançados permaneceram.
2012-movie-poster
Em breve um novo final de ciclo se encerra no planeta e a COLHEITA será efetuada …
Afirmaram que emergiriam de vez em quando para dar início à civilização dos sobreviventes que eram os mais estreitamente relacionados com eles em termos de sua genética. Eles alegaram que essas raças sobreviventes assumiram que eram os deuses de suas próprias lendas antigas. Decidiu-se que permitiriam que aqueles que estavam ajudando acreditassem que eram deuses, a fim de manter suas civilizações subterrâneas secretas e seguras.
Eles também declararam que havia outros planetas em nosso sistema solar que foram habitados durante este período de tempo e que também estavam sofrendo de cataclismos extremos. Para acrescentar a esta história incrível, eles declararam que mais e mais grupos avançados começaram a chegar de fora do nosso sistema solar durante e após estes eventos cataclísmicos.
Estes novos grupos começaram a aproveitar a situação, como cultivar e manipular a genética dos nativos deste sistema solar. Eles alegaram que a Terra se tornou o destino dos refugiados desses outros planetas habitados. Os ETs avançados deslocaram estes refugiados aqui em várias ondas enquanto os cataclismos ocorreram em seus planetas nativos.
As raças de refugiados eram geneticamente semelhantes aos seres humanos originais da Terra, mas eram muito mais agressivas. Descobriu-se que muitos desses refugiados eram de uma civilização muito avançada que se destruíra através da guerra e do uso de alta tecnologia.  O uso de algumas dessas armas não só causou destruição em uma escala interplanetária, mas gerou uma assinatura de energia única.
Essa assinatura de energia atraiu a atenção dos grupos ETs que agora estavam entrando no nosso Sistema Solar em massa, e que então iniciou uma experiência de cultivo genético. Os grupos subterrâneos alegaram que havia uma civilização antiga que tinha protegido esta região da galáxia por literalmente bilhões de anos. Eles foram referidos como “The Guardians”(Os Guardiões), e os membros do SSP-Programa Espacial Secreto referiu-se a eles como a “Ancient Builder Race”(Antiga Raça Construtora). Isso foi abordado em episódios anteriores de divulgação cósmica e em outros post neste site.
Esta raça dos Guardiões era extremamente avançada. Não havia outros grupos ET que pensassem em violar sua região do espaço. Os Guardiões haviam desaparecido há muito tempo de nossa freqüência. Eles tinham criado um campo de proteção ou tecnologia dentro de seu domínio que o manteve seguro para uma grande quantidade de tempo depois de terem desaparecido fisicamente.
De acordo com aqueles que contam essa história, os moradores de outros planetas habitados em nosso sistema solar inconscientemente interromperam esta tecnologia protetora posta em prática pelos Guardiões. Quando eles usaram suas armas avançadas em conflitos contra outras raças, isso causou uma cadeia massivamente destrutiva de eventos para ocorrer. Isso teve a consequência infeliz de desativar o campo de proteção que estava em vigor, garantindo sua proteção e sobrevivência.
inner-earth-goode-corey
Quando o campo caiu, este enviou um sinal para o resto do cosmos como um farol. Os sobreviventes daqueles mundos habitados dentro do nosso sistema solar deslocaram-se para a Terra. Eles eram extremamente agressivos, e começaram a se reproduzir e cruzar com os seres humanos originais que estavam na superfície da Terra.
Não demorou muito para que os grupos subterrâneos vissem esta nova raça misturada como uma ameaça à sua existência. Esta nova raça mista é a atual população superficial da Terra hoje. Agora mais do que nunca, eles sabiam que tinham de manter suas civilizações subterrâneas secretas para preservar sua integridade genética e a segurança de centenas de seus templos e cidades subterrâneas antigas e apreciadas.
Eles tinham as tecnologias avançadas para se esconder e se defender desses grupos Extraterestres. Eles começaram a jogar um jogo estratégico de longo prazo contra eles, usando a nossa raça de superfície que os ETs estavam tão interessados como peões. Eles continuaram a aparecer a certos distantes parentes genéticos na superfície como deuses e ascenderam os professores, para ajudá-los a desenvolver suas civilizações e a si mesmos espiritualmente. Isso foi feito na esperança de que eles poderiam ser capazes de superar a parte agressiva de sua programação genética. Este esforço continuou até à atualidade.
Eles decidiram começar a apresentar-se como ETs de outros sistemas estelares quando a população da superfície tornou-se tecnologicamente mais sofisticada. Eles dizem que vvão continuar a fazer isso para manter as pessoas que fazem contato com o seu olhar voltado para as estrelas, em vez de olhar debaixo dos seus pés. Eles afirmaram ainda que a nossa recente divulgação sobre suas atividades será contrabalançada com informações contraditórias e comunicações que eles farão aos seus contatos de superfície. A desinformação plantada irá afirmar que de fato há impostores, mas eles estão em contato com o grupo ET real, enquanto os outros contatados estão apenas se comunicando com os vigaristas.
(Para ser perfeitamente claro, isso não quer dizer que todos os contatados se enquadram nesta categoria, mas o número é bastante vasto. Na próxima parte, descreverei a área onde me foi mostrado centenas de pessoas que estavam reclinadas e estendendo a mão para as pessoas na superfície com suas mentes. Eles tinham uma série de programas adicionais onde eles estavam fazendo contato físico com civis na superfície em suas espaçonaves.)
Eles disseram que vão continuar esta prática até que certas condições tenham sido cumpridas. Uma dessas condições é que a população de superfície deve remover o sistema de controle atual, que é executado por esses mesmos grupos ETs contra quem eles têm trabalhado. Em segundo lugar, eles também precisam ver que a população superficial supere seu comportamento bárbaro (que EVOLUA), não civilizado e sua programação genética (para a violência).
foton-belt-cinturão-de-fotons (1)
“Mas o dia do Senhor (a “colheita”) virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as OBRAS que nela há, se queimarão“. 2 Pedro 3:10
Eles afirmaram que não estão otimistas de que seremos capazes de fazer isso, mesmo com as mudanças energéticas CHEGANDO DESDE O SOL CENTRAL DA GALÁXIA ou com o retorno e a assistência dos Guardiões. Isso foi bastante surpreendente de se ouvir, como eles estavam obviamente referindo-se à Aliança Esfera como os Guardiões. [ David Wilcock me contou que a série “Law of One”(Lei do Um) indicou que sua civilização evoluiu para um estado altamente avançado desde suas origens no planeta Vênus, há 1,2 bilhões de anos.]
Desde que fui pessoalmente incentivado pela Sphere Alliance para ler a “Law of One”(Lei do Um), esta é uma correlação muito interessante. David disse que é um “trocador de jogos” que amarra juntas as muitas pontas soltas da história. A “Ancient Builder Race”(Antiga Raça Construtora-original de URANO) deixou atrás de si uma vasta coleção de pirâmides, obeliscos (construídos de acordo com a GEOMETRIA SAGRADA) e outras estruturas semelhantes em todo o nosso sistema solar, muitas vezes feitas de uma liga de vidro de alumínio transparente. Uma variedade desses artefatos ainda existem dentro de vastas cavidades subterrâneas abaixo da superfície da Terra.]
Esses grupos subterrâneos têm a impressão de que, após um evento de divulgação completa e a remoção dos ETs negativos e manipuladores do nosso sistema solar, ainda levarão várias gerações para que possamos nos curar e evoluir como uma civilização saudável. Só então poderemos ter contato aberto com suas civilizações como iguais. Eles não estavam exatamente entusiasmados com a formação deste novo conselho, ou chegar ao Conselho da Aliança SSP para solicitar contato com os recém-retornados “Guardiões”. Aparentemente os Guardiões não iriam contatá-los por conta própria. Se eles queriam qualquer acesso, eles tinham que trabalhar conosco como uma equipe.
Eles declararam categoricamente que estavam fazendo isso sob coação. Sua aliança foi forçada a existir pela vasta gama de problemas que estavam enfrentando. Isso incluiu a resistência letal que eles estavam encontrando de vários refugiados ET subterrâneos e “antigas raças pré-humanas da Terra”. Seus problemas foram agravados pelas recentes traições que sofreram de certas sociedades secretas e reis da população da superfície.
Eles declararam estar bem cientes de que vários membros da Aliança SSP estavam envolvidos em crimes contra a humanidade antes de se separarem – para resistir às atividades de vários grupos de extraterrestres e grupos mistos de raças da superfície. Eles estavam se reservando do julgamento de nós, e de nosso ponto de vista, assim como devemos nos reservar do julgamento deles e de seu ponto de vista.
Este era obviamente um tópico que não poderia ir mais longe. Gonzales se levantou e rapidamente inclinou a cabeça para cada uma das pessoas que estavam ao redor da mesa e estava falando. Ele sentou-se de novo, inclinou-se e sussurrou: – Tudo correu bem, não foi? Eu não respondi, porque eu estava sentado lá com toda essa informação que eu tinha acabado de ouvir fluindo através da minha mente fervendo. Eu estava tentando amarrá-la com o conhecimento estabelecido que eu tinha adquirido a partir dos smart glass pads e as reuniões com vários outros grupos.
Muito disso era novo, ou pelo menos muito mais detalhado do que qualquer coisa que eu tinha ouvido antes. Eu também estava me perguntando o quão preciso era tudo isso, uma vez que era proveniente de um grupo que reconhecidamente tem estado enganando a população da superfície da Terra por muitos milhares de anos.
Estes são realmente tempos para cada um de nós discernir novas informações em um nível mais profundo do que nossos sistemas de crença estabelecidos e usando apenas a MENTE INFERIOR. É claro que vai demorar mais do que falar e promessas para que possamos confiar em pessoas que admitiram enganar-nos e que só formaram uma aliança com o medo de sua própria aniquilação imediata porque a transformação que em breve acontecerá no planeta será de uma dimensão sem precedentes, pois nem mesmo o ambiente da Terra Oca (Hollow Earth) vai resistir desta vez: TUDO SERÁ TRANSFORMADO !
emissãoenergiasolcentral
 
O CINTURÃO DE FÓTONS: O novo telescópio NuSTAR- Nuclear Spectroscopic Telescope, gravou esta expansão violenta de energia emitida pelo supermassivo (Sol Central da Galáxia) buraco negro chamado de Sagitário A do Centro da nossa Galáxia Via Láctea no final de julho de 2012. A imagem de fundo mostra um amplo campo de visão, em infravermelho do centro da Galáxia. Inserções de zoom no buraco negro gravou como a energia se inflama desde o centro em repouso, explodindo para em seguida, desaparecer. O gás mais quente, localizado perto do buraco negro, pulsa como o ponto branco central visto nas imagens de raios-X. O gás um pouco mais frio fica associado com um gás remanescente de uma velha explosão de uma supernova nas proximidades e é responsável pela existência da nuvem circundante (da cor do RAIO feminino do AMOR, da Deusa) O ROSA. Foto: NASA / JPL-Caltech. Fonte: 
http://www.nasa.gov/mission_pages/nustar/main/index.html
Eu estava pensando profundamente quando ouvi algumas vozes que agora soavam a uma milha de distância. Todo mundo em torno da mesa se levantou e colocou seus capuzes de volta em suas cabeças, então eu rapidamente fiz o mesmo. Cada um dos sete grupos pronunciou uma declaração muito breve nesta língua pré-acadiana. Eles então começaram a se alinhar na única entrada do quarto – este “Útero de ÍSIS”.
Ninguém estava falando, e tudo o que você podia ouvir era o baralhar de pés e vestes como eles esperaram para os anfitriões para descartar todos da sala. Depois de alguns momentos, todos começaram a se mover lentamente pela porta. Eu ainda estava passando por cima de todas as informações na minha cabeça que eu tinha acabado de ouvir. Todos nós trabalhamos o nosso caminho de volta da forma como viemos, através da série de enrolamento escadas, torções e curvas. Voltamos para onde tínhamos originalmente nos encontramos no corredor principal.
Agora nós estávamos andando acima de uma inclinação ligeira para o salão com a característica cerimonial da água e a estátua da deusa. Esse, então, levou-nos diretamente para o grande salão com cúpula, o local em que eu tinha originalmente chegado. Eu mentalmente me preparei para ter que voltar para a sala de limpeza e enfrentar a possibilidade de outro cenário de nudez pública – desta vez com um público muito maior.
Então notei que o grupo à nossa frente passava pela porta do salão e se dirigia diretamente para outro grande salão abobadado. Assim como eu estava sentindo um pouco de alívio, senti uma batida em meu braço esquerdo por Gonzales. Eu olhei para trás para vê-lo agora parado um par de passos atrás de mim. Ele estava ali, junto com duas mulheres impressionantes do grupo de acolhimento. Ele estava olhando além de mim para o resto do grupo, enquanto segurava o dedo nos lábios. Ele estava claramente indicando que queria que eu ficasse em silêncio. Olhei para trás e pude ver claros reluzentes de luz vindo da grande sala abobadada para o qual o resto do grupo tinha se mudado.
Virei-me e me movimentei para ficar ao lado de Gonzales. Ele estava quietamente em pé ali à vontade, com uma mão segurando seu pulso. Eu já tinha notado que uma das mulheres continuava olhando para mim de vez em quando. Agora eu sentia que ela tinha algo a dizer. Assim que as luzes pararam de piscar no final do corredor, a mulher que me cumprimentou na chegada e entregou as roupas na sala de limpeza deu um passo à frente.
Ela me disse: “Por favor, venha comigo. Eu tenho um pedido pessoal”. Foi-me dito que a delegação estava visitando cada um de seus domínios locais e alguns deles estariam de volta para outra purificação ou cerimônia de limpeza e eu imagino que para recuperar suas roupas. Gonzales estava olhando para mim com uma expressão confusa no rosto. Desde que ela me dirigiu diretamente, eu disse a ela que ficaria feliz em ouvir seu pedido. Ela sorriu e disse: “Ande comigo.” Ela começou a caminhar em direção ao grande salão em que eu tinha chegado.

Gonzales e a outra mulher caminharam atrás de nós, por cerca de cinco passos. Eu esperava uma explicação, ou ouvir um pedido, mas em vez disso, começamos a andar por algum tempo em silêncio. Nós caminhamos através da grande sala abobadada no final do corredor, fomos em frente através do salão e passamos através da porta para o outro lado. O quarto estava vazio. Ninguém estava sentando nas quatro portas. Continuamos por outro corredor que tinha mais portas do que o anterior. Esqueci-me de contar os passos e as portas, ou quaisquer outros métodos de coleta de informações que deveríamos fazer em uma nova instalação por procedimento operacional padrão (SOP).
Eu podia dizer que ela tinha algo sério para me perguntar. Todos os tipos de coisas estavam passando pela minha mente. Eu estava definitivamente nervoso sobre o que quer que fosse acontecer. Isso tirou o foco de minha mente sobre todos os novos dados que eu estava tentando processar alguns minutos antes. Cada um dos salões neste corredor tinha algum tipo de campo de energia ou “luz dura” cobrindo-os o que me impediu de ver dentro deles.
Finalmente paramos em uma das portas depois de algumas voltas no corredor. Ela bateu no pingente, e a porta ficou translúcida. Então eu pode ver dentro do quarto. Parecia ser algum tipo de lounge ou quartos privados do que eu poderia dizer vendo a partir da porta. Ela olhou para Gonzales e sua escolta, e disse: “Por favor, fique aqui.” Então ela entrou, virou-se e olhou para mim.
Olhei para Gonzales, que parecia ainda mais confuso. Eu então caminhei para dentro do quarto com ela. Ela bateu no pingente e a barreira energética reapareceu sobre a entrada. Sendo um introvertido e um pouco tímido na companhia das mulheres eu não sei bem, eu comecei a me sentir nervoso e um pouco auto-consciente. Ela então começou a se comunicar telepaticamente comigo. Ela me pediu para relaxar. Ela queria saber se eu compartilharia uma experiência de infância com ela.
Ela passou a me comunicar que havia um lugar muito especial para o seu povo e que tem estado fora dos limites para eles por muitas centenas de anos. Ela comunicou que um grupo subterrâneo não-humano tinha tomado posse deste lugar. Eles são uma espécie antiga que são nativos da Terra, que ela chamou de “Dal-Azag” (Serpentes Emplumadas). Ela me enviou uma imagem mental de um deles. Mesmo que eu nunca tivesse interagido com um, eu os reconheci de um banco de dados que eu tinha visto em uma smart glass pad inteligente como sendo os Raptors.
Como eu disse antes, estes são alguns dos grupos subterrâneo mais tenaz e perigoso que estamos confrontando. Para nós, eles parecem hediondos. Eles são carnívoros, altamente agressivos e atacarão e consumirão seres humanos imediatamente. Ela me mostrou uma imagem de uma de suas castas governantes. Esta raça tem plumas de penas que se localizam abaixo da parte traseira de suas cabeças e pescoços, quase como a crista de um pássaro.
Eu tinha lido como eles se movem de uma forma irregular como pássaros. Agora, sua imagem mental me deu uma visão muito mais clara de como eles realmente se parecem e se movem. Era definitivamente perturbador. Ela comunicou que esta raça teve uma tênue aliança com algumas das facções da civilização humana de superfície. Esses seres permitiram que esse grupo de superfície se aventurasse em seu domínio. Entretanto, esta raça exigiu um presente de carne humana, apenas um pouco de tempo antes que os espanhóis conquistassem a Terra acima.
Essas sociedades secretas humanas da superfície não tinham nenhuma compunção moral contra o fornecimento de tais dons. Eu tinha ouvido tudo isso antes. Embora fosse horrível, Eu fiquei chocado. Outros grupos têm arranjos semelhantes. Ela finalmente chegou à parte que me preocupava em meu presente imediato. Ela estava bem ciente de que quando eu era adolescente, fui levado para uma profunda caverna de cristal onde me disseram que os cristais estavam vivos. Eu estava com um grupo de outras crianças na época.
Disseram-nos para não tocar nos cristais, porque isso os prejudicaria ou poderia nos prejudicar. Fomos convidados a tentar telepaticamente fazer interface com os cristais. Eu era um de muitos que tinham sido capazes de conseguir a interface com sucesso com estas formas de vida cristalinas. [David Wilcock compartilhou que esta é outra correspondência intrigante com a informação contida na “Law of One” (Lei do UM). A série nos diz que quando a Terra foi preparada pela primeira vez para a vida humana, cristais hiper-avançados foram colocados dentro da terra e que eles tinham sua própria forma de sensibilidade e consciência.
A Lei do Um disse que esses cristais foram destinados a funcionar quase como o que nós agora pensamos como servidores de Internet. Eles respondem aos chamados espirituais que as pessoas na superfície fazem quando começam a despertar e elevar a sua consciência. Os cristais são programados para encorajar as pessoas a serem mais amorosas e meditativas. Essas mensagens aparecerão em uma variedade de formas, incluindo sonhos, sincronicidades e visões.
Se as direções são seguidas, os cristais sinalizam grupos benévolos mais avançados para se moverem e fornecerem instruções espirituais muito mais detalhadas aos postulantes à senda evolutiva. Eu nunca tinha encontrado essa informação antes até quando David me disse isso. Foi uma das dezenas de correlações fascinantes que surgiram quando começamos a falar uns com os outros.] Comuniquei de volta que me lembrei da experiência. Mandei-lhe uma imagem mental da caverna, assim como as estranhas auroras de energia que vi ao redor dos cristais.
Ela fechou os olhos e sorriu. Uma grande lágrima rolou por sua fina bochecha. Ela perguntou se eu compartilharia minha memória completa dessa experiência com ela. Eu não tinha certeza do que ela queria dizer. Perguntei-lhe o que isso implicaria. Ela comunicou que precisaria segurar minhas mãos, e que eu precisaria abrir minha mente para ela. Ela comunicou que ao fazê-lo, sua mente se abriria para mim. Este era considerado um ato muito íntimo de compartilhamento entre seu povo.
kaaree_holding_out_hands
Kaaree, a sacerdotisa que acessou as memórias de Goode
Eu comuniquei que eu não estava confortável com a abertura completa da minha mente para ninguém, e que eu respeitosamente teria que recusar. Ela explicou que ela é uma alta sacerdotisa, e que eu estaria dando-lhe um presente que ela poderia então compartilhar com os outros. Seria também um longo caminho para estabelecer a confiança entre o nosso povo, uma vez que tínhamos tido muito pouco a oferecer-lhes até agora nas nossas negociações.
Ela comunicou que a informação residual que eu tinha de minha experiência entre estes cristais era muito importante para eles. Eu me virei e passei pelo salão. Eu estava com tudo isso em minha cabeça, e freneticamente calculando como isso poderia dar errado em qualquer número diferente de maneiras. Se eu me abrir assim com uma mulher estrangeira que acabo de conhecer, de uma cultura que tinha sido antagônica para com a maioria de nós até que nossos inimigos comuns os forçaram a formar uma aliança, como vou confiar com informações sensíveis no futuro?
CONTINUA…

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Agosto 13, 2020

chamavioleta

REUNIÃO DO CONSELHO DE ANTIGAS CIVILIZAÇÕES (SUBTERRÂNEAS) DA TERRA E MEMBROS DO SSP-PROGRAMA SECRETO ESPACIAL 

PARTE I

A TERRA, UMA COLMEIA DE ABELHAS.

Por Corey Goode.

Fonte: https://spherebeingalliance.com

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch. 

 
 
terra-interior-mundo-goode.
 
 
 
 
 

A existência de um programa espacial secreto (SSP-Secret Space Program) foi meticulosa e cuidadosamente escondida do público norte americano, e do mundo em geral, por mais de 75 anos. Como sabe, se frequenta este site ou ler nossa série semanal de Divulgação Cósmica, nós vivemos num mundo que está muito além dos limites da imaginação da maioria das pessoas presas ao “consciente das massas” em que eles imediatamente classificariam minhas experiências como mera ficção. Corey.

 

 
A maioria dos entusiastas e pesquisadores do assunto UFO acredita que o governo dos EUA adquiriu capacidade de ter espaçonaves operacionais do acidente de uma nave extraterrestre de Roswell em 1947 – há quase 70 anos atrás (em julho de 1947). Muitos também acreditam que estas espaçonaves sofreram engenharia reversa de sua tecnologia com sucesso, dando a capacidade aos militares dos EUA de navegar sem esforço por todo o nosso sistema solar – e além.
secret-space-program-UFOs
Mesmo com a crua tecnologia de foguetes com propulsão à fissão da década de 1960, fomos capazes de enviar pessoas para a Lua, no Projeto Apollo e dirigir rovers em torno da superfície lunar. No entanto, as pessoas ainda tem um enorme e grave bloqueio mental para aceitar de que nossas próprias espaçonaves obtidas por engenharia reversa nos levam para a Lua, Marte e outros lugares, e foram usadas para construir bases permanentes lá com materiais locais.
É possível que um programa secreto espacial poderia ter existido sem que nós nada soubéssemos sobre ele? Absolutamente SIM.
O Projeto Manhattan desenvolveu a bomba nuclear. Esteve em operação por sete anos, empregava bem mais de 120.000 pessoas, recrutou várias instalações secretas em todo o território dos Estados Unidos, e quase nenhum de seus próprios funcionários sabia no que eles estavam trabalhando até que as bombas atômicas detonassem.
Lembre-se: nenhuma pessoa no Manhattan Project falou. Nenhuma. Nunca. A pena por falar fora era aterrorizante o suficiente para garantir a conformidade e segredo completo. Portanto, é absolutamente possível que a existência de um programa espacial secreto ainda mais avançado poderia ter sido gerado, em uma escala muito maior, e ainda existir até hoje – sem qualquer consciência pública.
Deixe-me assegurá-lo: o Programa do Espaço Secreto [ SSP ] é um fato absoluto. As bases estão lá fora, na Lua, em Marte …. Eles são vastos em tamanho, escopo e tecnologia. Nosso planeta está agora desintegrando-se em uma Grande Depressão, porque a maioria de nossa riqueza planetária foi dragada (pelo Complexo Industrial Militar) para construir esta vasta infra-estrutura de operações interplanetária.
Será que custou à NASA US$ 209 bilhões de dólares para lançar o ônibus espacial algumas vezes por ano? Não. Os bombardeiros Stealth realmente custaram US$ 2 bilhões de dólares cada um para serem construídos? Não. O Pentágono realmente “perdeu” US$ 2,1 trilhões de dólares, como Donald Rumsfeld anunciou no dia anterior ao 11 de Setembro? Não.
Tenho visto as vastas e brilhantes instalações que nosso dinheiro construiu com meus próprios olhos – através das janelas e painéis transparentes dessas naves espaciais avançadas. Eu desembarquei dessas espaçonaves e andei com minhas próprias pernas nessas bases. Eu conheci as pessoas que vivem e trabalham lá. Eu vi seus rostos e lhes falei exatamente como eu estou falando com vocês agora.
solar_warden_hillenkoetter-usss
Ilustração com base em testemunho ocular © Copyright 2015 TheObjectReport.com | Alta Resolução Imagem. O Almirante Roscoe Hillenkoetter foi o primeiro diretor da CIA, e foi também um membro de uma organização de pesquisa UFO, o Comitê Nacional de Investigações de Fenômenos Aéreos (NICAP). Em 1960, o New York Times relatou que Hillenkoetter tinha enviado uma carta ao Congresso que incluía a seguinte declaração: “Nos bastidores, oficiais de alta patente da Força Aérea estão sobriamente preocupados com fenômeno UFOs Mas através de segredo oficial e do ridículo, muitos cidadãos são levados a acreditar que os desconhecidos objetos voadores não fazem sentido“. Embora Hillenkoetter lutasse pelo fim do sigilo UFO, ele finalmente parou de comentar sobre o assunto. Alegados documentos secretos que vazaram para ufólogos listam Hillenkoetter como um membro do grupo Majestic 12, uma organização composta de altos oficiais militares das forças armadas e civis criado pelo presidente Truman para gerenciar inicialmente a questão UFO e nossas relações com extraterrestre. O MJ-12 foi o embrião do que mais tarde se tornou o GOVERNO (DE FATO) OCULTO DOS EUA.
Há milhões de outras pessoas, originalmente nascidas aqui na Terra, que têm compartilhado minhas experiências. Lamentavelmente, quase nenhum deles falou até agora – uma vez que a ameaça de fazê-lo pode muito facilmente ser letal, e é quase impossível para se voltar à Terra depois de entrar neste mundo.
Muitos têm sido uma parte deste mundo apenas para ser “em branco”, ter memórias de tela implantado, em seguida, voltou a viver vidas bastante mundanas. Algumas das pessoas que tiveram apagadas suas memórias destes programas e das suas experiências surpreendentes são alguns dos mais fortes céticos destes tópicos aqui comentados.
Nós rapidamente descobrimos que nosso próprio sistema solar está literalmente repleto de civilizações extraterrestres inteligentes – de muitos pontos (planetas de sistemas solares) de origem diferentes. Alguns deles são extremamente benevolentes, alguns são extremamente negativos e outros estão apenas visitando, sem realmente escolher um lado, são neutros. A razão pela qual tantos tipos diferentes tipos de UFOs foram vistos é que existem muitas, muitas civilizações diferentes operando em nosso espaço aéreo terrestre e nas imediações da Terra – com uma enorme diversidade de tecnologias disponíveis para eles.
SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto) foi tomado e controlado por um aspecto muito negro de nosso planeta por algum tempo – um culto intergeracional extraterrestre que data de pelo menos desde o princípio do Império Romano (século III a.C). Muitos chamaram esses como os “Sindicatos Secretos do Governo (oculto) da Terra”, os Illuminati, a Cabala.
Seu principal negócio é a construção e desenvolvimento de tecnologia hiper-avançada – e eles começaram muito bem nisso. Por mais impossível que isso possa parecer, me disseram que agora estão envolvidos no comércio regular com mais de 900 diferentes civilizações extraterrestres inteligentes. Se alguém se apresentar com algo mais novo e melhor do que o antigo, eles encontrarão rapidamente uma maneira de adquiri-lo e produzi-lo em massa – não importa quão antiético ou brutal sejam os métodos necessários.
Desde que estes sindicatos secretos das trevas do governo da Terra têm crenças espirituais muito negativas seguidores do “LADO NEGRO” DA FORÇA), terminaram aliando-se com o grupo mais maligno, trevoso e o mais poderoso de todos – uma confederação de raças humanoides reptiliana conhecidas coletivamente como Dracos, cuja origem é a estrela/sol Thuban (Alpha Draconis), na Constelação do DRAGÃO (DRACO).
constelação-draco-thuban
É um fato triste, mas preciso, que a grande maioria daqueles que se juntaram ao SSP são levados a tomar parte em situações brutais e aterrorizantes destinadas a garantir que nunca possam escapar e nunca falarão mesmo se o fizerem. Fui pessoalmente forçado a muitas situações que foram profundamente traumáticas e alteraram para sempre a minha perspectiva sobre a realidade. Vários anos atrás, foi formada uma aliança de dissidentes dentro deste grupo do SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto) para restaurar a paz e a liberdade em nosso planeta, e liberar as novas e maravilhosas tecnologias que estão sendo mantidas em segredo e retidos – mas eles enfrentaram e enfrentam grandes obstáculos e desafios.
Durante muitos anos, filmes de Hollywood, financiados por esses mesmos interesses corporativos, inundaram-nos com filme após filme sobre o assunto de uma “invasão alienígena” na Terra. Todos esses visitantes eram retratados como vilões terríveis e cruéis que devem ser destruídos a todo custo. Esses filmes foram destinados a semear nossa consciência coletiva com medo e terror – um ódio xenófobo de todas as civilizações inteligentes diferentes da nossa.
O plano era finalmente nos atingir em massa num evento estilo “Alien 11/9”, com a utilização de enormes armadas de espaçonaves do SSP obtidas pela engenharia reversa (um típico evento False Flag Attack, só que global). Neste caso, eles poderiam aniquilar quaisquer áreas opostas ou países que eles queiram – apenas destruiriam-nos até nivelá-los ao solo (ground zero). A fênix que esperavam renascer dessas cinzas de nossa civilização atual seria com a implantação de uma “Nova Ordem Mundial” global para lutar contra essa ameaça chamada “alienígena”.
Claro, que eles próprios controlariam acoisa toda. Esse era o plano, manipulação e controle total. No entanto, eles não perceberam que as civilizações (confederados, de diferente níveis de consciência, mas mais elevados do que nós, humanos da Terra) de extraterrestres benevolentes os mantiveram em uma teia muito apertada, e eles nunca seriam autorizados a realizar esses planos sinistros. Uma esfera gigante, do tamanho do planeta Netuno, visitou os planetas exteriores do nosso sistema solar já nos anos 80. Eles foram confrontados pelo pessoal do SSP que pediu para eles abandonassem nosso sistema solar, o que foi feito de bom grado. Mas muitas outras esferas começaram a aparecer no final dos anos 90 e no início dos anos 2000.
Em seguida, aproximadamente pelo ano de 2012, chegaram mais 100 esferas. Essas esferas eram de tamanho colossal – com três categorias de tamanho aproximadas correspondentes à Lua, Netuno e Júpiter em diâmetro de circunferência. Os seres associados a essas esferas eram muito avançados. Eles não necessitam de tecnologia para viajar pelo universo ou realizar qualquer um de seus objetivos. Mesmo para os ETs mais avançados em contato com nosso programa SSP, esses novos seres estão em um nível completamente diferente – e muito mais avançados.
Os integrantes do SSP acreditavam que os ETs benevolentes estavam vinculados por uma “Diretriz Primária” que os forçava a não interferir (O respeito total a LEI DE NÃO INTERFERÊNCIA). Por muitos anos, isso foi verdade. Como se verifica, a  “Diretriz Primária” sempre foi concebida para a nossa própria proteção – por isso estes grupos negativos E SERVINDO ÀS TREVAS nunca seriam capazes de conquistar e derrubar completamente o nosso planeta.
sphere-being-alliance
Duas das ESFERAS gigantescas são visíveis acima. Estas esferas gigantes foram capturadas próximas do nosso sol por câmeras no satélite SOHO LASCO em 14 de fevereiro de 2016.
David Wilcock trabalhou desde meados da década de 1990 para espalhar a palavra sobre a maior realidade em que vivemos, e ao longo do caminho entrou em contato com muitos insiders informantes de alto nível com um conhecimento surpreendentemente profundo desses assuntos classificados e altamente secretos.
Depois que comecei a revelar meu conhecimento a ele, e encontrar inúmeras conexões com o que outros insiders lhe disseram, uma montanha-russa selvagem de eventos imprevistos levou-me a avançar e revelar meu verdadeiro nome e identidade para o mundo – a um grande custo pessoal.
Apenas alguns meses depois disso, os seres dentro dessas esferas entraram em contato com a SSP e me pediram pelo nome. Eu não estava mais  trabalhando para eles durante muitos anos e este foi o evento que mais profundamente acabou alterando a minha vida pelo qual eu já passei desde que fui contactado pelos seres extraterrestres benevolentes Blue Avians um pouco mais de quatro 4 anos antes.
Protocolo e papelada foi jogado para o lado na medida que eu fui trazido de volta para um mundo que eu tinha abandonado e apenas tinha rara e brevemente mantido contato desde a década de 1980.
De repente, eu estava sendo convidado a falar em nome desses seres – Blue Avians da Aliança Esfera – como seu delegado. Isso incluiu endereçar o SSP, bem como um grupo de mais de 40 diferentes civilizações inteligentes extraterrestres conhecidas como a Super-Federação, que têm executado 22 programas genéticos diferentes sobre a humanidade durante milhares e milhares de anos.
Mais uma vez … Eu entendo que esta história parece extremamente rebuscada e inverossímel. Deixe-me lembrá-lo que eu tinha tudo a perder – incluindo um salário de seis dígitos por ano – e nada a ganhar por vir à público como um informante insider.
O trabalho de GaiaTV não me paga o suficiente para sustentar minha família. Só através de suas conscientes doações eu consegui continuar fazendo isso. As pessoas da Aliança SSP tinham um membro da equipe que estamos chamando de Tenente Coronel Gonzales, que tinha estado em contato com os seres da Aliança Esfera por cerca de quatro anos – aproximadamente o mesmo tempo que eu tinha estado.
Gonzales foi a escolha do pessoal do SSP para desempenhar uma função de seu delegado. Eu era um pária, que faltou ao treinamento e sem perícia para ser trazido em tal papel. Esse era o sentimento deles. Como resultado, eu fui ridicularizado e assediado quando fui trazido de volta ao seu mundo dos projetos espaciais secretos.
Tensões e situações foram criadas enquanto eles continuaram a procurar falhas em mim e me ver como indigno do papel que me foi designado. Suponho que é da natureza humana procurar defeitos de caráter em outros, particularmente se a alguém foi dada alguma posição de autoridade – independente de se querer ou não o trabalho.
Para compreender completamente o fundo de todas as minhas experiências, é necessário ler artigos anteriores neste site e / ou assistir a série de Divulgação Cósmica. Eu me encontrava em uma posição embaraçosa nas últimas semanas depois que eu tive algumas reuniões com o Conselho de Aliança SSP que se tornou muito aquecido e pessoal. Disseram-me, de plano, que não queriam que eu estivesse envolvido em futuras reuniões de delegação – e que Gonzales tinha provado ser muito mais hábil como diplomata do que eu.
blue-avians
Além disso, eu fiquei chateado com alguns dos membros da Super Federação, fornecendo informações detalhadas sobre alguns deles em nossa mais recente gravação Gaia TV na Divulgação cósmica , que ainda não foi ao ar. Ficou bastante claro que eles estavam tentando me forçar a sair da posição em que eu estava, e para Gonzales tomar o meu lugar.
Recentemente, a Sphere Being Alliance (Aliança Esfera) indicou de que eles não honrariam os pedidos do Conselho da SSP (SSP Alliance Council) e do Conselho da Super Federação para que eu fosse substituído. Isso levou a uma tensa e explosiva reunião onde eu realmente perdi a minha calma, bem como eles também. Houve gritos, agressões e imprecações. Eu não sou espiritualmente superior, e isso tem sido tão estressante para mim como tem sido para eles.
Nós tivemos um par de reuniões depois deste primeiro encontro explosivo onde as coisas se estabeleceram, e nós trocamos desculpas mútuas. Em última análise, todos nós queremos a mesma coisa – libertar a humanidade, e todo o nosso sistema solar, do governo destes sindicatos corruptos de humanos que servem as trevas do governo (extraterrestre) secreto da Terra  e os grupos (reptilianos de Draco) malignos que os têm controlado.

“Todos os funcionários do hotel estão, durante o evento, basicamente existindo para servir as necessidades dos participantes durante a reunião. Então, não foi incomum para o Sr. B lhe ser dada uma tarefa que ele então foi o responsável para executar. Inicialmente, ao Sr. B foi lhe recusada a entrada na sala de reuniões e ao mesmo tempo ele foi convidado para entregar a mensagem para outra pessoa. O Sr. B insistiu que ele estava sob estritas ordens para entregar a mensagem pessoalmente ao destinatário. Depois de alguma discussão acalorada, foi dada permissão ao Sr. B para entrar na sala de reuniões. É quando as coisas ficam muito bizarras:
“O Sr. B alegou, que ao entrar na sala, viu cerca de 24 (3×8) pessoas sentadas ao redor de uma grande mesa retangular. Eles estavam falando em meio a uma cacofonia de sons, nenhum dos quais era inteligível. Não se parecia com qualquer língua que o Sr. B tivesse ouvido falar antes. O Sr. B também não conseguia ver nenhum rosto dos que estavam sentados ao redor da mesa. Ele podia ver seus corpos físicos vestidos com seus ternos, e etc, mas os rostos estavam envolvidos em algo nebuloso, devido a algum tipo de neblina ou nevoeiro. O Sr. B relatou que havia um campo de intensa energia que permeava e envolvia toda a sala – aquilo tudo era definitivamente muito incomum e ele sentiu como se fosse oriundo de outro mundo. O Sr. B sentiu um forte ressentimento sendo projetado em sua direção e sobre a sua indesejada presença. Ele foi dirigido para a pessoa a quem ele tinha que entregar a mensagem. O Sr. B entregou a mesma e prontamente deixou o local. Ele não tinha conhecimento do conteúdo da mensagem.”
GRUPO-BILDERBERG-controlado-por-aliens
Grupo BILDERBERG, uma das facções da ELITE QUE SERVE ÀS TREVAS e é controlada pelos alienígenas reptilianos DRACOS
“Logo após sair da sala, o Sr. B experimentou uma enorme dor de cabeça, que durou vários dias e ele teve que tirar uma folga por causa disso.” Essa “experiência” do Sr. B sugere que um elemento dentro do Grupo BILDERBERG tem uma composição e agenda de outro mundo. É muito provável que o Sr. B tenha assistido o misterioso Comitê Executivo do Grupo BILDERBERG em sessão ordinária, e que as pessoas que comandam o Grupo BILDERBERG podem estar em contato com e/ou são controladas por uma força externa de um outro PLANETA !!! (n.t. Ou nível de consciência, nesse caso das trevas ???). O que seria essa força sobrenatural? Nenhum dos principais pesquisadores do Grupo BILDERBERG trabalhou em cima desse elemento”. Fim de citação}

Como grupo, o SSP tem compartilhado idéias e orientação para ajudar a moldar meu próprio futuro, bem como o da humanidade como um todo, de uma maneira mais construtiva. Eu sou simplesmente o primeiro de muitos insiders informantes que estarão vindo à público e revelando o escopo total do que existe secretamente por muito tempo.
Como eu disse antes, a NSA-National Security Agency (Agência de Segurança Nacional)  possui um vasto tesouro de documentos sobre o SSP para fins de chantagem. Edward Snowden capturou todos esses dados em seu corte épico. A criptografia foi quebrada muito recentemente.
Uma vez que o público esteja ciente e irritado o suficiente para ouvir e conhecer a verdade, como no rescaldo de um colapso econômico altamente perturbador, esta documentação será lançada em um vasto dumping de informações secretas. E transformará completamente a realidade como a conhecemos em questão de alguns dias apenas.
A sociedade após o DAD ou “Day After Disclosure” (o Dia após a Divulgação) será tão radicalmente diferente que cada filme, cada programa de TV, cada blog, cada vídeo do YouTube, cada livro, cada artigo, tudo a partir de antes do evento será tão antigo e pitoresco como um filme mudo em preto e branco com uma trilha sonora arranhada e com música de piano.
Vamos perceber o incrível escopo de decepção que trabalhou contra nós não centenas, mas literalmente milhares de anos. Será um tempo de dor e de cura, à medida que formos forçados a aceitar a verdade do nosso passado e finalmente vamos dirigir nossa atenção para a co-criação de um futuro muito maior e mais brilhante. Nessas mesmas reuniões, descobri que Gonzales tinha participado de algumas conferências da Super Federação sem meu conhecimento. Ele também participou de um conselho recém-formado de antigas civilizações separatistas da Terra.
smart-glass-pads
Temos agora acesso através do Complexo Industrial Militar {através dos “Smart Glass Pads”– (Pastilhas de vidro inteligentes), que é uma nova tecnologia obtida dos ETs que exibe imagens no que parece ser um simples pedaço de plexiglass. Eles também são dispositivos pessoais usados para transmitir informação, música e filmes.}
Eu estava ciente de que civilizações avançadas tinham vindo e desaparecido da superfície da Terra em nosso passado distante. Eles usaram sua própria tecnologia avançada para transformar (Terraforming) vastos bolsões dentro da Terra com todos os confortos que uma residencia necessita. Isto forneceu-lhes uma barreira protetora contra todos os seus inimigos, naturais e (outros) extraterrestres, que os ameaçavam na superfície – incluindo cataclismas e desastres naturais recorrentes e cíclicos.
Durante o meu tempo de serviço no SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto), eu tinha acesso a “smart-pads de vidro” que eram semelhantes a um IPad, que revelou algumas das civilizações que vivem e guerreiam dentro da terra. Algumas delas eram mais humanas e familiares, enquanto outras eram reptilianas. Uma raça particularmente desagradável era chamada de Raptors, era formada por répteis hediondos, com uma pluma de penas escorrendo por suas costas.
Este Conselho das Antigas Civilizações da Terra, por comparação, era composto de grupos mais humanos. Eles estavam cientes de algumas das outras facções opostas, mas não estavam em aliança com eles. Os grupos humanos decidiram resolver suas diferenças uns com os outros por necessidade após um aumento de conflitos com vários outros grupos subterrâneos.
Fui informado de que estaria participando de reuniões com este Conselho das Antigas Civilizações da Terra num futuro próximo. Isso me deixou muito animado e aguçou a minha curiosidade. Ao mesmo tempo, essas reuniões me trouxeram cara a cara com grupos altamente negativos, incluindo os Dracos “Royal White” (reptiliano Branco Real), então eu sempre tenho um certo sentimento de medo ao enfrentar novas experiências desse tipo.
Não muito tempo depois que eu descobri que eu estaria encontrando este novo e imprevisto grupo, eu fui contatado e me foi informada a dada a hora para quando aconteceria o encontro. Não recebi nenhuma outra informação sobre os grupos que eu iria encontrar ou o que esperar, fato com que eu comecei a me acostumar. Na data da reunião eu esperava viajar através de um orbe azul, como eu faria normalmente para qualquer reunião. Não é assim que as pessoas do SSP costumam viajar por qualquer meio. É um sistema de portal usado pelos seres da Sphere Alliance que parece envolver o uso de um ser vivo e consciente – o orbe azul – como facilitador de uma viagem quase instantânea aonde quer que eu precisasse ir.
reptiliano-real-draco-branco-goode
Reprodução de um ser extraterrestre reptiliano, um Draco Royal White, com cerca de 4,25 metros de estatura, espécie no topo do comando do governo oculto da Terra. Sua origem estelar é o sol Thuban, na Constelação de DRACO  (dragão)
Eu me assegurei de que eu estivesse acordado e fora da cama na hora certa, no meio da noite. Eu esperava experimentar o procedimento de viagem que agora se tornou uma ocorrência normal. Passaram dez minutos e nada aconteceu. Fui para minha sala. Fiquei na sala por mais alguns minutos e nada aconteceu. Houve momentos no passado em que as reuniões foram agendadas e elas simplesmente nunca ocorreram, e só mais tarde eu descobriria que houve interferência ou problemas que exigiram seu atraso.
Eu decidi que desde que eu já estava acordado, e a reunião não ia acontecer, eu iria ficar no computador e verificar e-mails e postagens no Facebook. Eu estava parado ao pé do meu sofá quando houve um clarão brilhante de luz. Senti uma sensação estranha de eletricidade estática por um momento e então notei que não estava mais em minha casa. Meus olhos estavam um pouco desfocados, tanto por ser muito cedo da manhã e pelo inesperado flash de luz. Eu me encontrei em um quarto de granito muito grande e perfeitamente polido que era redondo, com um teto abobadado.
Havia dois homens vestidos com bonitos mantos de seda e sandálias de seda. Eles estavam de pé em cada lado de uma porta em arco. Havia portas semelhantes em todos os quatro lados da sala com dois homens em pé de sentinela. Cada um dos dois homens parecia um pouco diferente em etnia e compleição física. Cada homem também estava usando um grande pingente de ouro com um símbolo diferente sobre ele. Fiquei ali de pé e olhei de porta em porta. Nenhum dos homens me reconheceu ou agiu na medida que eles mesmo perceberam que eu tinha acabado de aparecer do nada com eles na sala.
Fiquei ali em silêncio, sem saber se os chamaria e faria qualquer pergunta. Eu mais uma vez me encontrei em uma situação sem preparação ou inteligência sobre o que esperar ou como comprometer aqueles que eu encontrei. Logo depois, ouvi o som de pessoas descendo o que soava como um corredor na direção de uma das portas. Vi então cinco figuras surgir pela porta e se dirigirem em minha direção. Todos eles tiraram os capuzes ao mesmo tempo em que se aproximavam de mim.
sentinelas-terra-interior-goode
Eu imediatamente vi o coronel Gonzales andando acompanhado de uma mulher bastante alta e bonita, de cabelos brancos. Ela tinha traços faciais estreitos e grandes olhos azuis. Ela parecia ter cerca de trinta anos de idade. Gonzales tinha um sorriso no rosto. Eu imediatamente soube que era porque os papéis estavam invertidos e me vi em uma desvantagem. É muito comum para os soldados jogados em circunstâncias extremas ter uma relação camarada que pode envolver tiradas sarcásticas uns dos outros para ajudar a dissipar a tensão.
No passado, eu tinha sido o ponto focal e ele estava se sentindo um pouco confuso e mantido no escuro. Agora a situação era invertida, as mesas tinham virado. Eu estava na mesma posição desconfortável que Gonzales tinha estado antes. O grupo parou há cerca de 20 metros de distância de mim. Gonzales conversou com eles e então se aproximou sozinho.
A mulher e dois outros se viraram e deixaram o caminho. Isso deixou um homem, com as mesmas características básicas da mulher, estando a 20 metros de distância de mim. Quando Gonzales se aproximou, eu estendi a mão para cumprimentá-lo. Ele levantou ambas as mãos e deu um passo para trás.
“Nós temos que te limpar e nos trocar primeiro. Eu não quero ter que passar por todo o processo novamente”, ele disse. Ele então se virou e começou a caminhar em direção à pessoa que estava perto, e fez um gesto para que eu o seguisse. Perguntei-lhe o que estava acontecendo. Ele disse que eles são muito sérios sobre suas cerimônias de limpeza antes de entrar no “útero de ÍSIS“. Eu tentei não fazer uma expressão estranha e apenas o segui.
Caminhamos até a entrada pela qual ele surgiu. Quando entramos, pude ver que havia um símbolo gravado sobre a arcada com precisão semelhante a um laser. Este símbolo aparecia sobre todas as portas na área que nós gastamos nosso tempo dentro. Eram dois círculos em interseção (vesica piscis, da Geometria Sagrada) dentro de um oval.
vesica-piscis-goode
A Vesica Piscis
A porta conduzia a um corredor longo e liso, que também era esculpido na mesma rocha de granito. Eu podia ouvir o som ecoando de água correndo sobre pedras enquanto percorria o corredor tipo túnel. Quando chegamos ao que parecia ser o ponto intermediário, havia uma porta à esquerda que conduzia a uma sala iluminada, onde o som da água estava vindo.
Esta porta tinha uma estrela de oito pontas em cada lado. Havia uma estrela dourada no lado esquerdo e uma vermelha à direita. A estrela dourada era ligeiramente maior e posicionada um pouco mais alta do que a estrela vermelha. O homem que estava caminhando atrás de nós parou na porta e virou as costas para ele. Entramos na sala e eu vi uma bela cachoeira que estava fluindo através de uma espécie de abertura no teto.
Havia estalactites esbranquiçadas penduradas na abertura e o que parecia ser uma água branca de leite derramando sobre uma estátua de uma deusa. A água então corria para fora da estátua e era drenada para uma piscina dentro da qual a estátua estava em pé. A estátua da deusa tinha um acúmulo visível de depósitos minerais. A piscina circundante tinha uma abertura que criava outra cachoeira pequena, que caia em uma piscina mais larga que estava mais perto do nível do chão.
Depois que eu tinha tomado uma vista da característica da água, eu olhei para Gonzales. Ele me disse para retirar toda a minha roupa e colocá-lo ao lado da sua – em um pedestal de pedra que se levantava cerca de 3 metros do chão de pedra polida. Notei outros pedestais com roupas dobradas de cores diferentes colocadas em cima deles. Havia também o que pareciam finas coroas de ouro ou tiaras colocadas sobre essas roupas. Eu olhei para ele e disse-lhe que não tinha ideia do que estava acontecendo. Eu realmente apreciaria uma explicação, de imediato, a respeito de porque eu estava sendo convidado a me despir. Eu também queria saber quais outras solicitações estranhas eu poderia receber. Gonzales parecia estar se divertindo um pouco demais às minhas custas, e isso não melhorou o meu humor.
Ele então sorriu e disse-me para relaxar. Ele afirmou que estes grupos subterrâneos veneram muito Vénus e a adoração de deusa, e que eles referem seus santuários como sendo o “ventre da Terra”. É terra santa – e devemos respeitar suas práticas culturais e espirituais. Eu já estava tremendo um pouco por usar os shorts de exercício preto e camiseta azul no ambiente já legal. Gonzales viu a hesitação em meu rosto. Ele me disse para não ser tão tímido. Ele disse que iria se virar, mas que tinha que me instruir no processo de limpeza.
Ele me disse que se eu não estivesse confortável por ele me ver nu, ele iria sair da sala e enviar outra pessoa que me assistisse e guiasse através do processo. Eu balancei minha cabeça e tirei minhas roupas, dobrei e as coloquei no pedestal. Eu estava lá, totalmente nu e humilhado. Gonzales estava rindo e tentando não olhar diretamente para mim.
Justo quando eu pensei que não poderia ficar pior, uma mulher entrou com um roupão dobrado, sandálias e toalhas em suas mãos. Eu exalei em desagrado e olhei para Gonzales, que ainda estava gostando muito da minha situação. Ele deu um passo atrás para que a mulher pudesse se aproximar de mim. Ela sorriu e me entregou a roupa e as toalhas. Ela inclinou a cabeça, virou-se e inclinou a cabeça para Gonzales, e depois saiu do quarto. Depois que ela saiu do quarto, Gonzales estourou rindo. Ele andou, pegou os itens de mim e colocou-os de lado.
Ele fez uma piada sobre como estava frio no quarto. Ele então começou a me guiar através do processo de banho e limpeza. A água estava gelada. Depois que eu tinha me secado e colocado o roupão e sandálias do pedestal, ele me disse que eu precisava ficar calmo e respeitoso durante esta primeira visita e apenas observar. Ele disse que esses grupos formaram recentemente esse conselho por necessidade. Alguns deles têm uma história muito longa e complicada na relação de uns com os outros. Ele também me disse que esses grupos tinham uma história ainda mais complicada com as civilizações da superfície – remontando a milhares de anos. Fui informado de que eles não têm a visão mais positiva de nós.
Ele afirmou ainda que esses grupos muitas vezes se consideram elitistas e preconceituosos contra a população superficial, e que eu precisava manter minhas opiniões sobre o assunto para mim mesmo. Eu estava tentando não deixar o meu ego ser um fator na equação. No entanto, eu estava me sentindo um pouco desgastado após o banho público, sendo ridicularizado e depois tendo Gonzales se preocupar se eu iria falar fora de hora como eu fiz em uma reunião anterior quando houve uma ameaça velada contra a minha família. Esta reunião foi no Comite dos 300 que teve lugar no castelo, detalhada em post anterior neste site.
Eu sei que Gonzales não significava nenhum dano e isso era uma parte de sua personalidade, mas ainda havia um pouco de mágoa. Algumas feridas ainda estavam frescas das duas reuniões anteriores que tive com o Conselho da Aliança SSP, quando as coisas ficaram bem acesas. Respirei fundo e limpei minha mente da bagagem emocional anterior, para que não fosse detectada pelos nossos atuais anfitriões, que tinham habilidades intuitivas maiores do que qualquer ser humano comum como nós. Eu disse a Gonzales que eu entendi, e estava pronto se ele não tivesse mais nada a acrescentar.
Ele então pegou em como eu tinha ficado abatido, e parecia um pouco preocupado. Ele olhou para mim, inclinou a cabeça e começou a dizer alguma coisa. Naquele momento, a mulher e os três homens caminharam alguns passos entrando na sala. Eles inclinaram a cabeça e olharam para nós. Gonzales então virou-se e caminhou em direção a eles, fazendo sinal mais uma vez para que eu o seguisse. Poucos metros antes de os alcançarmos, eles se viraram e saíram pela porta à nossa frente. Eles viraram à esquerda, e depois continuaram pelo corredor. O corredor começou então a inclinar-se para baixo e curvar-se para a direita, onde então se alargou finalizando em uma sala retangular com teto alto. Uma porta maior estava diretamente à frente.
Então me perguntei a mim mesmo de onde toda a luz estava vindo. O corredor e os quartos eram bem iluminadas, mas eu não tinha visto qualquer fonte para a iluminação do ambiente. Paramos no quarto e ninguém estava falando. Eu procurava a fonte de luz quando a mulher se virou e falou comigo. Sua voz tinha um sotaque que eu nunca tinha ouvido antes. Em inglês, ela disse que “a luz visível é criada pela freqüência”.
Fiquei surpreso e olhei para ela, mas antes que eu pudesse dizer algo em resposta, outra mulher atravessou a grande porta. Ela estava usando o mesmo manto branco de seda, e estava usando o capuz sobre o topo de sua cabeça. Ela olhou para cada um de nós, fazendo contato visual com um por um. Então ela se virou e saiu pela porta sem dizer uma palavra.
De alguma forma eu soube imediatamente que era para colocar o meu capuz, como todos os outros. Nós caminhamos pela porta e, em seguida, uma escadaria de pedra em curva, um nível. A escada estava inclinada para a esquerda. No fundo, havia outra entrada com o mesmo símbolo (vesica piscis) anterior sobre a arcada da porta. Começamos a passar pela porta e entrar na sala, dois por dois. Havia várias pessoas com as mesmas vestes sentadas ao redor de uma mesa oval. Outras pessoas estavam de pé e sentadas em bancos de pedra, e também usavam as mesmas vestes.
stars-corey-goode-inner-earth
Então eu comecei a notar que cada pessoa estava usando um pingente. Os pingentes eram muitas vezes diferentes na aparência, e tinham vários símbolos sobre eles. Percebi que estes eram os símbolos de seus grupos. Eu notei alguns deles tocando e batendo seus pingentes. Eles, então, olhavam para baixo no que só poderia ser descrito como hologramas.

Estes pingentes não eram apenas uma joia que representava a sua civilização ou grupo. Eles também eram uma tecnologia. Gonzales e eu estávamos sendo indicados o nosso assento na frente da sala, eu tive um bom olhar para a mesa de pedra. Ela tinha uma grande estrela dourada de oito pontas no centro, com uma estrela de gema vermelha de oito pontas menor na parte inferior direita da estrela de ouro – da nossa perspectiva.
As pessoas que nos guiaram até este ponto pareciam ser as anfitriãs da reunião. Todos usavam pingentes que pareciam apresentar uma imagem estilizada de Saturno, incluindo os anéis. Cada um desses pingentes tinha uma única gema que estav colocada em um local diferente na superfície do planeta. Gonzales mais tarde me disse que a localização e tipo de gema representava onde sua região particular de cada grupo estava localizada sob a Terra.
Uma das pessoas com os pingentes no formato de Saturno que tinha uma rosa cor de rosa na parte inferior levantou-se da mesa. Ele apresentou Gonzales e eu, assim como os nomes, designações e nomes de grupo daqueles ao redor da mesa e na sala. Na medida em que cada pessoa presente foi apresentada, eles removido seu capuz. Gonzales pediu que eu retivesse esses nomes, designações e nomes de grupo por algumas razões. A principal razão é que ele queria manter sua confiança. Ele não queria uma repetição de nomes para não perturbar ninguém, como aconteceu recentemente quando eu entrei em detalhes sobre os tipos de não-terrestres que participam da Conferência da Super-Federação.

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos



Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub