Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Março 13, 2024

chamavioleta

A ELITE SECRETA E A CRIAÇÃO DO ESTADO DE ISRAEL

Por Jim MacGregor e Gerry Docherty

Tradução de 

Pôsto a 13 de março de 2023

 

conflito entre Israel e os palestinos mal saiu dos noticiários desde que o Estado de Israel foi criado em 1948. Poucas pessoas estão cientes das negociações e arranjos secretos que ocorreram nos bastidores antes da fatídica decisão do governo britânico anunciar o seu apoio à criação de uma pátria judaica em atendimento às demandas dos Rothschilds. Os acontecimentos críticos discutidos no artigo seguinte ocorreram durante a Primeira Guerra Mundial, o primeiro conflito global em que milhões de jovens morreram no campo de batalha.

 

Jim Macgregor e Gerry Docherty, autores do livro Hidden History: The Secret Origins of the First World War, já apareceram anteriormente em New Dawn , escrevendo sobre o verdadeiro poder por trás da guerra, o grupo que eles identificaram como “A Elite Secreta” – formada por banqueiros [em sua imensa maioria de judeus khazares, como os Rothschilds] e seus lacaios e marionetes políticos.

No seguinte artigo exclusivo, eles expõem a verdade chocante por trás da controversa “Declaração Balfour” que justificou a criação de uma pátria judaica na Palestina e, posteriormente, do Estado de Israel.

CARTA DE ARTHUR BALFOUR PARA O SENHOR WALTER ROTHSCHILD

Ministério das Relações Exteriores, 2 de novembro de 1917

‘Caro Lorde Rothschild,

Tenho muito prazer em transmitir-lhe, em nome do Governo de Sua Majestade, a seguinte Declaração de simpatia pelas aspirações Judaicas Sionistas que foi submetida e aprovada pelo Gabinete:

O Governo de Sua Majestade vê com favor o estabelecimento na Palestina de um lar nacional para o povo judeu, e envidará os seus melhores esforços para facilitar a realização deste objetivo, ficando claramente entendido que nada será feito que possa prejudicar os direitos civis e religiosos das comunidades não-judaicas existentes na Palestina, ou os direitos e estatuto político desfrutados pelos judeus em qualquer outro país. Eu ficaria grato se você levasse esta Declaração ao conhecimento da Federação Sionista.

Atenciosamente,
(assinado) ARTHUR JAMES BALFOUR’ 1


A Carta de Arthur James Balfour a Lord Walter Rothschild, a primeira declaração pública do governo britânico durante a Primeira Guerra Mundial anunciando apoio ao estabelecimento de um “lar nacional para o povo judeu” na Palestina.

A carta acima foi divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores britânico e impressa no The Times em 9 de novembro de 1917.

Porque é que, nesta conjuntura crítica, o Gabinete de Guerra Britânico decidiu publicamente desfavorecer a Palestina como um lar nacional para o povo judeu? Havia uma guerra em andamento e não estava indo muito bem. Qual era o propósito deles? Onde é que isto se enquadra na estratégia da “Elite Secreta” para esmagar a Alemanha e promover a sua ambição globalista? Como é que uma pátria para um grupo e um povo religioso específico apareceu na agenda como se fosse uma solução para um problema não declarado?

Mesmo que alguém acreditasse na mentira de que os Aliados lutavam pelos direitos das nações mais pequenas, porque é que a identidade religiosa se tornou subitamente uma questão de nacionalidade? Alguém já pensou em conceder tais direitos aos católicos na Irlanda ou aos muçulmanos na Índia? O mundo seria dividido em territórios religiosos exclusivos? Claro que não. 

Para complicar ainda mais a situação, uma nação (Grã-Bretanha) prometeu solenemente um lar nacional para o que se tornaria com o tempo uma segunda nação (o Estado Judeu de Israel) em terras que pertenciam a outro povo (Árabes Palestinos) enquanto ainda era parte integrante da um quarto país (o Império Otomano/Turco). 2 

Ao favorecer um grupo relativamente pequeno de judeus sionistas, a Declaração Balfour foi bizarra, enganosa e uma traição deliberada aos árabes leais que lutavam na guerra do deserto contra os turcos. O pérfido Albion raramente havia mergulhado em profundidades tão dúbias.

A destruição absoluta da Alemanha e dos seus aliados turcos otomanos prometia abrir o caminho para um redesenho pós-guerra de mapas e esferas de influência que faria avançar a estratégia global da Elite Secreta – nomeadamente o controle dos “eleitos” de língua inglesa sobre o mundo.

As areias estratégicas da Arábia e as terras ricas em petróleo da Pérsia, da Síria e da Mesopotâmia eram há muito tempo alvos principais. Estes foram os primeiros de uma série de pré-requisitos que moldariam o Oriente Médio depois de 1919, em benefício particular da Grã-Bretanha.

Criticamente, como país neutro, a América teve de ter muito cuidado com a intervenção aberta, mesmo depois de ter entrado na guerra em 1917, e até certo ponto a Grã-Bretanha agiu como seu representante no estabelecimento de marcos para a criação de uma nova ordem mundial.

É importante lembrar que quando estavam em curso as primeiras discussões sobre o futuro de uma pátria judaica na Palestina, pouca menção foi feita ao envolvimento americano. A verdade é outra. A América [os banqueiros judeus khazares de Wall Street] estava diretamente envolvida em intrigas secretas.

O mesmo aconteceu com pequenos mas influentes grupos de políticos e empresários, ingleses, americanos, franceses, russos, homens e mulheres da fé judaica espalhados literalmente por todo o mundo, que apoiaram um movimento crescente para estabelecer uma pátria judaica permanente na Palestina. Eles foram chamados de sionistas. Tome muito cuidado com este termo e preste muita atenção ao mesmo.

Inicialmente incluía uma série de grupos judaicos que tinham diferentes pontos de vista e aspirações. Alguns viam o sionismo como uma manifestação puramente religiosa do “judaísmo”. Um grupo pequeno, mas intensamente vocal, fomentou ambições políticas. Esta última forma de sionismo incluía aqueles determinados a “reconstituir” um lar nacional para os seus correligionários. Nas palavras do ex-vice-rei da Índia, Lord Curzon, “um lar nacional para a raça ou povo judeu” implicava um lugar onde os judeus pudessem ser remontados como nação e onde “eles [gostariam] dos privilégios de uma nação independente” em uma existência nacional”. 3

Houve um pequeno número de locais sugeridos para a nova pátria proposta, incluindo um nas terras de Uganda, mas nos primeiros anos do século XX um elemento sionista mais determinado começou a concentrar a sua atenção na antiga terra da Judeia, no Oriente Médio. Falavam da criação na Palestina de um Estado Judeu autônomo, uma entidade política composta por judeus, governada por judeus e administrada principalmente no seu interesse. Por outras palavras, a recriação de um Estado Judeu mítico tal como se afirmava existir antes dos dias da chamada “diáspora”. 4 

Poucas vozes se levantaram para perguntar o que isso significava, com base em que provas era predicado ou como poderia ser justificado? Era uma verdade bíblica assumida. Nem todo judeu era sionista; longe disso, e esse é um fator importante que deve ser levado em consideração.

Frequentemente, os historiadores escrevem versões da história que implicam um evento que “acabou de acontecer”. Por outras palavras, começam num ponto que cria a impressão de que não houve nenhum preâmbulo essencial, nenhuma outra influência que subscreveu a ação central. Um exemplo é o assassinato do Arquiduque Ferdinand em Sarajevo, em 28 de Junho de 1914.

Durante gerações, os alunos aprenderam que este assassinato causou a Primeira Guerra Mundial. Tal disparate ajudou a desviar a atenção dos verdadeiros culpados e motivos. Outro exemplo pode ser encontrado na interpretação habitual da Declaração Balfour, que foi descrita como a nota de aprovação do Governo Britânico para o estabelecimento de um lar nacional para o povo judeu, como se um dia tivesse aparecido na secretária do Ministro dos Negócios Estrangeiros e fosse assinado como os outros itens em sua bandeja.

Foi minimizado, recebendo apenas uma pequena menção nas memórias e diários dos políticos que orquestraram cuidadosamente a sua única frase. A Declaração Balfour foi muito mais do que uma promessa vaga feita por políticos britânicos sob a pressão da contingência da guerra. Uma interpretação tão simples mascarou convenientemente as pressões internacionais que as potências ocultas de ambos os lados do Atlântico exerceram a favor de uma decisão política monumental que abriu a porta ao eventual estabelecimento do Estado de Israel.

‘O Movimento Sionista’

Na 261ª reunião do Gabinete de Guerra Britânico em 31 de outubro de 1917, com o primeiro-ministro Lloyd George na presidência, os membros incluíam Lord Curzon, Lord Alfred Milner, Andrew Bonar Law, (líder conservador) Sir Edward Carson, GN Barnes (Partido Trabalhista ), o general sul-africano Jan Smuts e o secretário de Relações Exteriores Arthur Balfour. Este foi o círculo interno formado principalmente pelos agentes políticos da Elite Secreta para dirigir a guerra. 5 

Eles permaneceram atrás das portas fechadas do número 10 da Downing Street depois que outros assuntos de guerra foram concluídos. Os representantes militares e navais foram demitidos antes que a cabala interna do Gabinete de Guerra começasse a discutir a questão em curso do “Movimento Sionista”.

Como sempre, o secretário do Gabinete de Guerra de Lloyd George, Sir Maurice Hankey, registrou as atas. Este círculo de imperialistas britânicos, e de membros e associados da Elite Secreta, concordou unanimemente que “de um ponto de vista puramente diplomático e político, era desejável que alguma declaração favorável às aspirações dos nacionalistas judeus fosse agora feita”. 6 

Para esse fim, foi apresentada uma forma de palavras cuidadosamente construída e o Gabinete de Guerra autorizou o Secretário dos Negócios Estrangeiros Balfour “a aproveitar a oportunidade adequada para fazer a seguinte declaração de simpatia pela aspiração judeu sionista”. Não foi coincidência que, cerca de cinco dias antes, o editor do The Times os tivesse instado a fazer esta declaração. 7

O banqueiro judeu khazar Lord Lionel Walter Rothschild (2.º Barão Rothschild)

Dois dias após a decisão do Gabinete de Guerra, foi enviada uma carta do Ministério dos Negócios Estrangeiros ao banqueiro judeu khazar Lord Lionel Walter Rothschild (2.º Barão Rothschild) em Londres, pedindo-lhe que “leve esta Declaração ao conhecimento da Federação Sionista”. Foi assinada por Arthur James Balfour e passou a ser conhecida como Declaração Balfour, embora tenha sido o produto de muito mais mentes do que apenas a do Ministro dos Negócios Estrangeiros britânico. 8 

A sua formulação precisa foi divulgada nas comunidades judaicas que saudaram a carta como o início de uma nova época na sua história. Apesar do aparente cuidado com que o Gabinete de Guerra britânico tentou estabelecer condições para proteger as comunidades não judaicas, em particular os direitos dos árabes palestinos aos quais o país pertencia e seu povo ocupava à milênios, o evento foi celebrado pelos sionistas de todo o mundo como uma Carta Nacional para uma Pátria judaica . 9 O gênio [judeu khazar sionista] saiu da garrafa.

Na verdade, a carta foi o produto de anos de lobby cuidadoso dos judeus sionistas tanto na Grã-Bretanha como na América. Não foi um começo nem um ponto final. Embora a comunicação fosse essencialmente entre o governo britânico e a Federação Sionista na Grã-Bretanha, tinha uma sensação quase casual, como se fosse simplesmente uma carta entre dois membros da “pequena nobreza” inglesa, Balfour e Rothschild. A Declaração estava longe de ser casual e muito mais artificial do que um acordo de cavalheiros.

Por todos os processos conhecidos de lei e moralidade, era ridículo. Considere a natureza sem precedentes da proposta. A Grã-Bretanha não detinha qualquer direito soberano sobre a Palestina ou autoridade para dispor da terra de terceiros para favorecer um povo específico, os judeus. 10 

Como se isto não causasse confusão suficiente, o Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico já tinha prometido partes da Palestina aos franceses, aos árabes que possuíam a terra e, finalmente, à comunidade judaica internacional. Houve algum exemplo melhor da arrogância desenfreada da classe dominante imperialista britânica?

A própria redação da Declaração Balfour era ambígua; as condições estabelecidas eram impossíveis. O que significava a frase “um lar nacional”? Não tinha um significado claramente definido no direito internacional. Como poderia um governo estrangeiro prometer conseguir a aprovação mundial para um lar nacional para judeus num país árabe sem prejudicar automaticamente os direitos dos árabes cujos antepassados ​​viveram e viviam lá durante milhares de anos? 11 A sua imprecisão deu origem a interpretações e expectativas que certamente causariam disputas acirradas. O que estava acontecendo ocultamente?

Discussões Secretas

A resposta pode ser encontrada examinando versões anteriores deste documento controverso e até que ponto os sionistas de ambos os lados do Atlântico se esforçaram para nutri-lo e protegê-lo. Longe de qualquer noção da sua súbita conversão ao sionismo, do impulso político para estabelecer uma pátria judaica nas areias do deserto, os políticos britânicos estiveram envolvidos em tais discussões durante vários anos. Este fato foi convenientemente omitido das histórias oficiais, memórias e declarações governamentais.

Uma reunião anterior do Gabinete de Guerra, em 4 de Outubro de 1917, tinha considerado um projecto de declaração quase idêntico de Lord Alfred Milner, o líder mais influente do círculo interno da Elite Secreta. Ele incluiu as palavras “favorecer o estabelecimento de um Lar Nacional para a Raça Judaica”. 12 

Membros do Gabinete de Guerra Britânico (julho de 1917). 

A capitalização do termo Casa Nacional foi posteriormente alterada, assim como a própria frase milnerita, “Raça Judaica“.  Lord Milner foi um pensador muito preciso. Embora as palavras Casa Nacional implicassem que o povo judeu em todo o mundo deveria ter uma área definida para chamar de sua, a sua versão favorecia “o estabelecimento” de tal lugar. Não implicou um regresso a uma terra sobre a qual tinham assumido direitos. Em segundo lugar, Alfred Milner tinha a raça em grande estima. Ele se definiu com orgulho como um “patriota da raça” britânica. 13 

Suas palavras foram um sinal de respeito. Outros temiam que fosse uma frase perigosa que pudesse ser interpretada de forma agressiva. Entrou em conflito com o conceito de assimilação judaica, como os judeus-americanos, e sugeriu que, como grupo religioso, os judeus pertenciam a uma raça específica de povos. Consequentemente, sua versão foi atenuada.

Secretamente, o Gabinete de Guerra decidiu procurar a opinião sobre a redação final da declaração tanto dos sionistas representativos (frase deles) como dos da fé judaica que se opunham à ideia da criação na Palestina de uma pátria nacional para os judeus. É crucial compreender claramente que dentro da comunidade judaica internacional havia uma considerável diferença de opinião, a favor e contra esta ideia de uma “pátria” judaica.

O fato de estes grupos terem aparentemente recebido posição igual sugeria que a comunidade judaica na Grã-Bretanha estava igualmente dividida sobre a questão. Eles não estavam. O número de sionistas ativos era relativamente pequeno, mas muito mais influente por causa do dinheiro dos banqueiros judeus sionistas da City de Londres, como o próprio Lorde Walter Rothschild. 

Além disso, o Gabinete de Guerra britânico solicitou a opinião do presidente americano sobre a proposta de pátria judaica na Palestina. 14 A ata da 245ª reunião do Gabinete de Guerra em Londres revelou que Woodrow Wilson esteve diretamente envolvido na redação final da Declaração. O mesmo aconteceu com o seu mentor, o coronel Edward Mandell House, 15, e o único chefe de justiça judeu khazar dos Estados Unidos, Louis Brandeis,16 que telegrafaram opiniões diferentes ao governo britânico.17 Em 10 de Setembro, Mandell House indicou que o Presidente aconselhava cautela; em 27 de setembro, o juiz Brandeis telegrafou que o presidente estava totalmente de acordo com a declaração. Muita coisa pode mudar na política em duas semanas e meia.

À medida que cada camada da cebola é lentamente retirada do núcleo oculto da Declaração epônimo, torna-se evidente que a história dada encobriu figuras-chave e questões críticas. Existem profundezas ocultas neste episódio que os principais historiadores intencionalmente mantiveram longe da vista do público e os participantes deliberadamente deturparam ou omitiram das suas memórias.

Elite Secreta Totalmente Envolvida

As atas do Comité do Gabinete de Guerra, realizada em 3 de Setembro de 1917, mostram que a reunião anterior também estava repleta de membros e associados da Elite Secreta, incluindo Leo Amery, antigo acólito de Milner na África do Sul. 18 O ponto dois da agenda revelou que “uma correspondência considerável… foi trocada entre o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros [AJ Balfour] e Lord Walter Rothschild… sobre a questão da política a ser adotada em relação ao movimento sionista.” 19 O quê? “Correspondência considerável” foi trocada entre Lord Rothschild e o Ministério das Relações Exteriores; não uma carta ou inquérito, mas uma correspondência considerável.

Uma cópia de uma dessas cartas enviada da mansão Rothschild em 148 Piccadilly em 18 de julho de 1917 sobreviveu nas atas do Gabinete de Guerra. O que a carta revela destrói a ilusão de que a promessa do governo britânico de apoio a um lar nacional judaico na Palestina resultou exclusiva e espontaneamente do Ministério dos Negócios Estrangeiros, sob a pena de Arthur Balfour. A carta de Lord Rothschild começava: 

“Prezado Sr. Balfour,

Finalmente posso enviar-lhe a fórmula que você me pediu. Se o Governo de Sua Majestade me enviar uma mensagem nos moldes desta fórmula, se eles e você a aprovarem, eu a entregarei às Federações Sionistas e também a anunciarei numa reunião convocada para esse fim…” 20

Ele anexou sua recomendação (de Rothchild) para um projeto de declaração. Compreende duas frases: “(1) O Governo de Sua Majestade aceita o princípio de que a Palestina deve ser reconstituída como o Lar Nacional do povo judeu. (2) O Governo de Sua Majestade envidará os seus melhores esforços para garantir a realização deste objetivo e discutirá os métodos e meios necessários com as Organizações Sionistas.” 21

A resposta de Balfour “aceitou o princípio de que a Palestina deveria ser reconstituída… e estará pronto para considerar quaisquer sugestões sobre o assunto que a Organização Sionista possa desejar apresentar-lhes”. O que? Como você “reconstitui” um país?

Talvez fosse interessante considerar o precedente que estava sendo criado. Poderia isto significar que um dia a América poderia ser reconstituída como uma série de reservas indígenas nativas ou partes da Inglaterra como território Viking?

{O “Punhal” judeu khazar, fincado [em azul] na Palestina cuja ponta, termina no “Mar Vermelho” do sangue perpetuamente jorrando desta região] A Assembleia Geral das Nações Unidas decidiu em 1947 a divisão da Palestina em estados judeus e árabes, com Jerusalém a ser uma cidade internacionalizada. Devido à eclosão das hostilidades, o plano foi abandonado.

Surpreendentemente, o movimento sionista foi convidado a ditar os seus planos para a política externa britânica na Palestina. 22 Isto não foi uma forma de envolvimento frouxo. Foi cumplicidade. O governo de Lloyd George, através do gabinete de guerra, conspirou com a Federação Sionista para elaborar uma declaração de intenções que encontrasse a sua aprovação (dos sionistas).

Além disso, foi acordado que uma questão tão importante, nomeadamente o futuro dos povos árabes muçulmanos da Palestina, deveria ser discutida com os aliados da Grã-Bretanha, e “mais particularmente com os Estados Unidos”. 23 Esta ação teve todas as características de uma conspiração internacional para criar o estado de Israel.

Quantas mentiras foram tecidas em torno do desenho e das origens da Declaração Balfour? O sionista, banqueiro e judeu khazar Lord Walter Rothschild foi o principal intermediário entre o governo britânico e a Federação Sionista. Nesta qualidade, esteve envolvido no processo de criação e formulação de um novo e explosivo compromisso britânico com a fundação de um lar judaico na Palestina. Mais do que isso, Rothschild e os seus associados procuraram controlar “os métodos e meios” pelos quais ele seria criado. 

A Declaração Balfour fez parte de um processo que não estava limitado pela conveniência dos prazos que dividem a história em segmentos. Politicamente, serviu às ambições da Elite Secreta, tanto a curto como a longo prazo. Eles compreenderam que uma Palestina pró-britânica protegeria a vital rota marítima ao longo do Canal de Suez; que uma declaração de apoio ao sionismo iria desbloquear os tesouros de que necessitavam desesperadamente para esmagar a Alemanha; que tanto na América como na Grã-Bretanha, jovens judeus se apresentariam para se juntar às fileiras cada vez menores dos seus exércitos.

Em tudo isto, é geralmente esquecido que, a menos que figuras poderosas apoiassem as reivindicações sionistas antes do fim da guerra e estabelecessem algum veículo através do qual pudessem influenciar a divisão do Império Otomano, um rápido fim da Primeira Guerra Mundial teria sido desastroso para a sua população e ideais de longo prazo.

No nosso livro Prolonging the Agony: How The Anglo-American Establishment Deliberately Extended WWI by Three-and-a-Half Years, toda esta questão é cuidadosamente dissecada para revelar a duplicidade e os duplos padrões que foram cruelmente impostos aos árabes da Palestina, e a latente cumplicidade dos governos britânico e americano.

Mais pertinentemente, produzimos provas documentadas que mostram claramente a forma como uma tentativa inicial de encorajar os turcos otomanos a abandonar a guerra em 1917 foi interrompida porque ainda não tinha sido estabelecida qualquer base para a inclusão sionista em qualquer acordo pós-guerra. 

A Declaração Balfour não foi um acordo de cavalheiros. 

O livro de Jim Macgregor e Gerry Docherty Prolonging the Agony: How The Anglo-American Establishment Deliberately Extended WWI by Three-and-a-Half Years, citando documentos originais, prova que a Primeira Guerra Mundial foi deliberada e desnecessariamente prolongada pela Elite Secreta. O livro é uma exposição totalmente documentada – uma história verdadeira dos acontecimentos terríveis e das mentiras vergonhosas da Elite Secreta em favorecimento do “Povo Eleito”.


Notas de rodapé:

  • 1. Documentos do Gabinete: CAB 23/4 WC 261, p. 6
  • 2. A citação original da qual esta observação foi tirada foi feita por Arthur Koestler em Promise and Fulfilment, Palestine 1917–1949 , p. 4
  • 3. Arquivos Nacionais, Memorando do Gabinete de Guerra GT 2406.
  • 4. Documentos do Gabinete: CAB 24/30; Memorando do Gabinete de Guerra GT 2406, p. 1
  • 5. ‘The Great British Coup’ no blog do autor: firstworldwarhiddenhistory.wordpress.com
  • 6. Documentos do Gabinete: CAB 23/4, WC 261 p. 5
  • 7. The Times, 26 de outubro de 1917, p. 7
  • 8. Carta de AJ Balfour para Lord Rothschild, 2 de novembro de 1917
  • 9. ‘Grã-Bretanha, Palestina e os Judeus. Celebração de sua Carta Nacional pelos Judeus’, panfleto anônimo, 1917
  • 10. Sol M. Linowitz, ‘Análise de uma Tinderbox: A Base Legal para o Estado de Israel’ American Bar Association Journal , Vol. 43, 1957, pág. 523
  • 11. Arthur Koestler, Promessa e Cumprimento, Palestina 1917–1949 , p. 4
  • 12. Documentos do Gabinete: CAB 23/4/19 WC 245, p. 6
  • 13. AM Gollin, Procônsul em Política , p. 401
  • 14. Documentos do Gabinete: CAB 23/4/19 WC 245, p. 6
  • 15. Memorando do Gabinete de Guerra: GT 2015
  • 16. Memorando do Gabinete de Guerra: GT 2158
  • 17. Documentos do Gabinete: CAB 23/4/19 p. 5
  • 18. Documentos do Gabinete: CAB 23/4/1. BANHEIRO. 227, pág. 1
  • 19. Memorando do Gabinete de Guerra: 1803 – O Movimento Sionista .
  • 20. Ibidem.
  • 21. Ibidem.
  • 22. Documentos do Gabinete: CAB 24/24/4
  • 23. Documentos do Gabinete: CAB 23/4/1. WC 227, pág. 2
 
 

 

 

Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 

 

Arquivos:

 

novos blogues:

 

As minhas notas:

Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.

Lembrete: 

O discernimento é recomendado

vindo do coração e não da mente

Base: http://achama.biz.ly/

 

Blogs: AO/BR/PT https://chamavioleta.blogs.sapo.pt/ 

https://aluzroxa.blogspot.com/ 

https://raioroxo.blogspot.com/

 

EN: http://violetflame.biz.ly

https://purpelligh.blogspot.com/

https://rayviolet11.blogspot.com/

 

gab: https://gab.com/active_me

twit: https://twitter.com/lourtavar

e-mail: site@achama.biz.ly

FB: https://www.facebook.com/mel.tavares.75

 

O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e

rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.

(Uma Grande Mentira)

 

Julho 16, 2022

chamavioleta

Mais Três Países, Arábia Saudita, Turquia e o Egito devem se afiliar ao BRICS
Fonte: Russia Today

rayviolet2.blogspot.com/2022/07/mais-tres-pai

O reino saudita, junto com a Turquia e o Egito, podem se inscrever na organização no próximo ano, disse o presidente do Fórum BRICS à mídia russa. As possíveis propostas de adesão dos três países podem ser discutidas e respondidas na cúpula do próximo ano na África do Sul, disse Purnima Anand, presidente da organização, à mídia russa nessa quinta-feira.

Mais Três Países, Arábia Saudita, Turquia e o Egito devem se afiliar ao BRICS

Fonte: Rússia Today

A Arábia Saudita, a Turquia e Egito planejam ingressar no BRICS, e suas possíveis propostas de adesão podem ser discutidas e respondidas na cúpula do próximo ano na África do Sul, disse Purnima Anand, a presidente da organização, à mídia russa na quinta-feira.

“Todos esses países demonstraram interesse em ingressar no [BRICS] e estão se preparando para se candidatar. Acredito que seja um bom passo, porque a expansão é sempre vista com bons olhos; isso definitivamente reforçará a influência global do BRICS”, disse ela ao jornal russo Izvestia.

As nações originais, criadoras do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) representam mais de 40% da população global e quase 25% do PIB mundial. Os propósitos declarados do bloco incluem promover a paz, segurança, desenvolvimento e cooperação globalmente e contribuir para o desenvolvimento da humanidade...+
rayviolet2.blogspot.com/2022/07/mais-tres-pai

Julho 15, 2022

chamavioleta

EUA Buscam Guerra Direta contra a Rússia e a Bielorrússia
Fonte: Russia Today
https://rayviolet2.blogspot.com/2022/07/mais-tres-paises-arabia-saudita-turquia.html

O reino saudita, junto com a Turquia e o Egito, podem se inscrever na organização no próximo ano, disse o presidente do Fórum BRICS à mídia russa. As possíveis propostas de adesão dos três países podem ser discutidas e respondidas na cúpula do próximo ano na África do Sul, disse Purnima Anand, presidente da organização, à mídia russa nessa quinta-feira.

Mais Três Países, Arábia Saudita, Turquia e o Egito devem se afiliar ao BRICS

Fonte: Rússia Today

A Arábia Saudita, a Turquia e Egito planejam ingressar no BRICS, e suas possíveis propostas de adesão podem ser discutidas e respondidas na cúpula do próximo ano na África do Sul, disse Purnima Anand, a presidente da organização, à mídia russa na quinta-feira.

“Todos esses países demonstraram interesse em ingressar no [BRICS] e estão se preparando para se candidatar. Acredito que seja um bom passo, porque a expansão é sempre vista com bons olhos; isso definitivamente reforçará a influência global do BRICS”, disse ela ao jornal russo Izvestia.

As nações originais, criadoras do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) representam mais de 40% da população global e quase 25% do PIB mundial. Os propósitos declarados do bloco incluem promover a paz, segurança, desenvolvimento e cooperação globalmente e contribuir para o desenvolvimento da humanidade...+
https://rayviolet2.blogspot.com/2022/07/mais-tres-paises-arabia-saudita-turquia.html

Fevereiro 24, 2021

chamavioleta

A Verdade Libertar-nos-á

Não, você não está ficando louco; Tudo é parte da Ascensão e da Mudança
ATENÇÃO: Este artigo é baseado no trabalho apresentado pela lista original de Samuel Greenberg e não é de autoria da Dra. Nickerson. https://www.nickersoninstitute.com/blog/no-you-are-not-going-crazy-its-part-of-ascension-and-the-shift Antes de ler isto, perceba que você está bem e que o que está experimentando é “A MUDANÇA”. Este é um processo normal quando a energia vibracional universal força você a se elevar acima do seu nível normal de existência 3D aqui na Terra. Está tudo be...
 
Leitura nastrológica para 22 a 28.02.2021
Semana intensa emocionalmente! Começamos com a Lua Crescente em Câncer na segunda-feira, na quinta Vênus ingressará em Peixes e no sábado teremos Lua Cheia em Virgem! Mercúrio segue no seu movimento normal em Aquário, trazendo muita clareza sobre tudo que revisamos durante sua retrogradação. Insights virão! A semana se inicia com as emoções à flor da pele! Na madrugada de segunda-feira, às 00h52, a Lua entra em Câncer, signo que representa o nosso lado emocional, a família, ancestralidade e passado....
 
O velho poder sobrevive de aparências
Amados! Quantos de vocês ainda não abriram os olhos para a verdade que já se materializa e se consolida de forma definitiva na Terra! Quantos de vocês ainda estão presos ao medo que acompanhou a humanidade por todos os tempos! Presos às velhas crenças, pois as experiências vividas durante as sucessivas encarnações, de fato foram recheadas de dores, sofrimentos e manipulações por parte daqueles que sempre estiveram no comando, ou ao menos, se apoderaram das posições onde podiam ter total controle sobre os dema...
 
Um conto de fadas que se tornará realidade…
Amados, saiam do caminho da loucura desses tempos, recolhendo-se! A única coisa que importa é que vocês não se deixem confundir, que vocês não se deixem infectar pelas energias do caos e que permaneçam em um pólo de descanso nestes dias turbulentos. É o caminho interior de paz e harmonia que devem trilhar agora, é a atitude interior de confiança e conhecimento que devem irradiar agora. O que se entende por conhecimento? – O conhecimento de q...
 
Lavagem cerebral, conduta moral, sensibilidade espiritual e cancelamento
Saudações do Comando! Falamos a partir da Alfa Jerusalém (Nave-Mãe). Comunicamos diretamente neste momento através de Neva (Gabriel RL). Agradecemos por tal transmissão. Transmitimos a nossa família em Terra que, a cada dia, tem observado grandes movimentos acontecendo na superfície, os quais têm permitido que vocês entrem mais para dentro, em busca de uma verdade mais alinhada com suas almas. Certamente, nesses últimos ...
 
Avião comercial da American Airlines encontra OVNI cilíndrico sobre o Novo México
O voo 2292 da American Airlines, um Airbus A320 voando entre Cincinnati e Phoenix em 21 de fevereiro de 2021, teve um encontro bizarro com o que sua tripulação descreveu como um “longo objeto cilíndrico que quase parecia um míssil de cruzeiro” movendo-se extremamente rápido por cima de sua aeronave navegando a 36.000 pés e 400 nós [741 km/hora] de velocidade. O incidente ocorreu no remoto canto nordeste d...
 
TENHA GRANDES SONHOS
Neste momento, os anjos querem que você pense sobre o que você quer mais do que qualquer coisa neste mundo para você e sua vida. Não queremos que você diga algo como "ah, isso é fácil, ganhar na loteria", pois embora isso possa muito bem lhe acontecer, não é algo que você possa tomar medidas para fazer acontecer, a não ser comprar o bilhete e concorrer. Compre aquele ingresso se você estiver tão inclinado ou sentir vontade, estamos falan...
 
ABANDONE O VELHO
Parte da razão pela qual você escolhe não se desfazer de suas velhas camadas é porque você não sabe o que vai se tornar. Apenas respire, Meu Amor, e abrace este pensamento; você se tornará nada menos do que o que é agora e, apenas uma compreensão profunda do Universo e sua graça esperam por você. O Criador.  ...
 
LEMÚRIA, ATLÂNTIDA, EGITO E SEU ADN EXTRATERRESTRE
Estamos muito felizes com o progresso que sentimos que vocês estão fazendo aí na Terra como um coletivo de seres. Vocês se levaram muito longe desde os tempos da Lemúria, Atlântida e Egito, e o fizeram com muito pouca interferência e muito pouca intervenção por parte dos extraterrestres. Na verdade, vocês se saír...
 
VERDADE DE QUEM VOCÊ É...
Queridos, a sua jornada espiritual não é chegar ao topo da montanha. Trata-se de encontrar o caminho de volta ao seu eu verdadeiro e autêntico, exatamente onde você está. É como uma escavação arqueológica que revela o tesouro de sua bela natureza Divina. Há uma alegria incomensurável em sua alma e, em todo O Universo, toda vez que você faz o seu caminho de volta à verdade de quem você é, pois isso cria uma expansão para sua própria jornada, além de fornece...
 
ESPAÇO PARA RESPIRAR
Pode ser fácil se preparar e se planejar para aquilo que se tornou familiar e, no entanto, a cada momento, toda a vida e tudo dentro dela estão mudando, ajustando-se e respondendo ao fluxo e refluxo contínuo da criação. Como parte integrante da criação de uma nova realidade e de uma nova Terra, devemos estar presentes e conscientes do que está se desenvolvendo a cada momento. Ao fazer isso, somos capazes de nos ajustar e adaptar às mudanças que devemos fazer. Atualmente há mais...
 
Conheça os melhores cristais para ajudar na ansiedade
Só quem já passou pelas terríveis crises de ansiedade sabe como isso pode ser desesperador. O que poucas pessoas sabem, é que os cristais podem ser muito úteis nessa batalha contra esse mal. Os cristais servem para muitas coisas e o conhecimento disso pode nos ajudar em inúmeros problemas em nossas vidas, sejam eles emocionais ou até mesmo físicos. A ansiedade está longe de ser algo que pode ser controlado por nós, então qualquer coisa que possa auxiliar nisso já faz toda a diferença, no f...
 
O AMOR É A ÚNICA FREQUÊNCIA QUE TRAZ COMPREENSÃO
Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações. Serenidade, amados, a vida vos pede serenidade! As atribulações contidas em vossas mentes e corações precisam ser apaziguadas, e este é o momento para transformá-las pela compreensão do que realmente sois. Muito do que vivestes em vossas encarnações jaz sepultado no fundo de vosso ser, e este é o tempo de trazê-las à tona para reconhecendo-as deixar que o perdão se expresse como forma de vo...
 
Fontes:

 

Agosto 05, 2020

chamavioleta

A História da Criação 

Parte 3

Sobre Lemúria, Atlântida, Egito, As Entradas para Agharta e mais…

Por Ashtar

Através de Gabriel RL.

sementesdasestrelas.com 

Revisão de texto: Marilene P. Costa  e Solange Yabushita

Continuação da parte 2
 
 
 
 

Não caiam nas velhas armadilhas. A verdade exposta na ‘loucura do fim dos tempos’. A Terra é Plana?  Mensagem de Adama, de Telos. Mensagem de Serapis Bey

Saudações, Família!  


É bom estar aqui mais uma vez. Agora está apropriado para retomarmos nossas mensagens sobre tudo que tenho a oportunidade de trazer a vocês. Como disse anteriormente a bordo da *Jerusalém (a terceira nave mãe da triangulação) vocês me pediram para relembrá-los,  neste momento. Pediram que eu entregasse um pouco da sua história que está adormecida dentro de vocês. Eu sei que alguns podem não entender e acabam entrando em negação. Quanto a isso, estes que estão neste estado também são meus companheiros missionários e podem negar agora, mas o tempo confirmará tais verdades, pois elas estão enraizadas em todos, bastando, para alguns, um pouco mais de tempo para o desabrochar e o florescer das confirmações. Já aqueles que mais rapidamente compreenderam e seus corações vibraram (mesmo que linearmente não tenham compreendido), peço que tenham paciência e amorosidade com aqueles que, de algum modo, sentem mais dificuldade. O tempo mostrará. De qualquer forma, todos que chegaram até aqui e leem ou ouvem essa minha mensagem fazem parte dessa grande transformação que está acontecendo agora - tanto na superfície do planeta quanto nas zonas astrais e galácticas - e que continuará acontecendo até o salto dimensional definitivo.
 
Antes de irmos para os tópicos que já anunciei, quero falar com vocês brevemente sobre outros pontos importantes nos tempos atuais que, de certa maneira, são temas atemporais. 
 
Não caiam nas velhas armadilhas
 
É importante que observem o tempo em que estão agora. Sejam observadores, mais observadores! Há muita energia no ar, muita transformação, muita coisa acontecendo. O vírus que colocou o planeta em reflexão surgiu para mostrar algo a vocês. Vocês saberão mais sobre esse vírus, em breve. Saberão o que está por detrás dele. Saberão por que isso aconteceu, quais são os principais responsáveis e quem apoiou tudo isso. É importante que não julguem, mas estejam em observação. As coisas voltarão à normalidade, mas, digamos que será uma normalidade diferente, pois, como já falei anteriormente, nada mais será como antes; e é muito importante que tenham isso em mente. Vocês estão diante de uma grande oportunidade de reconhecerem sua força, de saberem o poder da sua voz, de saberem que juntos são imbatíveis e seus líderes saberão disso como nunca antes.  As suas vozes unidas serão ecoadas e aqueles no topo da liderança que não desejam, realmente, colaborar nesta fase de transição, não poderão fazer outra coisa senão ceder a sua força. É inevitável; eles cederão. E saibam que vocês têm o nosso apoio. 
 
Quanto ao vírus, quando vocês souberem mais a respeito (e traremos outras informações em breve), nós iremos inspirar e intuir  muitos dos seus profissionais médicos, enfermeiros e cientistas que estiverem mais abertos para nos sentirem e nos ouvirem. Muitos deles sofrerão ameaças, mas nós estaremos bem próximos para apoiá-los quando a verdade sobre o vírus começar a surgir. Não irá tardar, visto que está ficando insustentável esconder a realidade sobre essa situação, pois eles não conseguirão mais, e vocês não serão “batidos” pelo vírus. Este trouxe uma grande oportunidade de reflexão para todos e está cumprindo seu propósito que, talvez, muitos de vocês não compreendam agora, mas logo compreenderão. Eu só quero dizer que, como sempre afirmo, vocês não estão sozinhos, não estão abandonados, não estão esquecidos. Vocês precisam confiar em todos esses processos, precisam confiar em sua alma, no seu interior que diz que está tudo bem, que é para ficarem calmos, pois está tudo sob controle. Não há motivo para pânico. Mantenham a calma. Vocês ficarão bem, eu prometo, e jamais falharia em minha palavra, Família. 
 
Desejo enfatizar também a importância de não se acusarem, não se julgarem, não se condenarem. Uma das intenções daqueles que não desejam essa transição elevada é que vocês tenham medo uns dos outros, que vocês tenham preconceito de uns com os outros. Vejam... Observem o que quero dizer. Há uma informação que diz para usarem máscaras. A maioria usa, mas se houver um que não esteja usando, muitos enviam vibrações negativas como se ele fosse alguém perigoso, ruim ou um mau exemplo. Nós vemos pensamentos desse tipo passando na cabeça de muitos. Amados, aqueles que desejam colocar vocês uns contra os outros desejam que vocês se acusem e que sejam vistos como ameaça e perigo. Querem que se julguem e se condenem. Não percebem? Se vocês seguem o que está sendo orientado pelos seus órgãos de saúde e veem alguém que não segue, o ato de julgar e condenar aquele que não está seguindo também enfraquece seu sistema imunológico, compreendem? É isso que eles (as forças negativas) querem... Não deem esse poder a eles! Nós já falamos por vários meios, queridos, através das nossas muitas mensagens. Se você faz algo que julga correto e ataca quem não o faz, você caiu na armadilha das forças escuras. Se você não come carne e ataca quem come, você caiu na armadilha. Se você não consome bebida alcoólica e julga e ataca quem bebe, você caiu na armadilha. Se você usa uma máscara e ataca quem não usa, você caiu na armadilha. Se você não usa máscara e ataca quem usa, você caiu na armadilha. Se você não concorda com essa mensagem e ataca quem concorda e acredita, você caiu na armadilha. Ou se você acredita e ataca quem não acredita, também caiu. Queridos, prestem atenção! Vocês estão expandindo. Suas energias são muito valiosas. Cada gota da sua atenção, cada fração da sua energia é muito valiosa àqueles que não desejam a sua ascensão!
 
Saibam que é importante se cuidarem da forma que sentem que precisam. E não estou falando diretamente sobre o vírus da atualidade, mas sobre qualquer situação. É importante que se respeitem e que respeitem o outro, acima de tudo. Vocês podem não concordar com ele, não aceitar e não querer certas coisas por não aprová-las, mas prestem atenção na sua energia interior durante esses momentos. Vocês estão sempre sendo observados, pelos dois lados: tanto pelo lado das forças que desejam sua ascensão, quanto pelo lado dos que não desejam. Não esqueçam que vocês estão em um sistema de dualidade, é sempre muito importante frisar isso. Eu não estou aqui para condená-los, julgá-los ou qualquer coisa assim. Eu estou aqui como representante das Forças Galácticas que assistem a Terra em sua ascensão e a todos que nela estão inseridos. Estou aqui como seu Irmão Galáctico, seu apoiador. Aquele que torce para que reacessem tudo o que lhes é de direito. Sou aquele que, sim, como um irmão que está vendo o quadro de maneira mais alargada, posso mostrar alguns pontos que, talvez, não estejam percebendo e, em meio a tudo isso, também estou aprendendo e expandindo. Como sou grato por isso em todos os níveis, tempos e dimensões, meus queridos! Eu espero que essas minhas palavras possam ajudar em suas expansões. Saibam que, acima de tudo, independentemente de qualquer coisa, nada poderá impedir que alcancem o que vocês precisam alcançar. É o destino de vocês e nós estamos aqui para garantir que assim seja.
 
As verdades expostas na “loucura do fim dos tempos”
 
As rupturas das velhas camadas trarão mais Luz para Terra, como vocês têm visto. É inevitável que essas roturas tragam mais à tona o que precisa vir. A Luz mostrará tudo. Todas as verdades. Ninguém poderá fugir de si mesmo. As suas fontes de informações que dominam a comunicação por décadas estarão também precisando encarar os fatos que omitiram e mentiram para vocês por muito tempo, usando a credibilidade que deram a elas. Certamente, muitos de vocês ficarão desapontados, irritados e alguns podem ser capazes de tomar alguma atitude mais violenta. Mas, mantenham a calma, pois todos os crimes serão expostos e os responsáveis arcarão com as consequências - eu mesmo, Ashtar, estou encarregado disso com as minhas frotas. Permaneçam centrados em seus corações, permaneçam centrados!
 
Nesta “loucura do fim dos tempos”, momento em que a Terra sacode nos níveis físicos e astrais com as verdades vindo à tona e vocês tendo que encará-las verão também muitos em quem depositavam sua confiança caírem,  porque acreditavam ter poder suficiente para se manter no topo, e agora não mais. Ninguém ficará isento de ter que assumir a responsabilidade por qualquer dano causado a Terra e às consciências, nem mesmo em relação a vocês mesmos. Todos terão que arcar com as muitas vezes que negligenciaram a necessidade de olharem mais para si mesmos e de estarem mais em conexão com as suas almas. Não desejo que leiam ou ouçam isso com pesar ou tristeza, mas de cabeça erguida, pois se lhes digo isso é com um único fim: para que assumam de vez as responsabilidades por suas vidas. Vocês alcançaram um nível de consciência mais que suficiente para isso. Chega de fugir, negar e tentar não olhar para si mesmos e não perceber que vocês têm a responsabilidade agora de ajudar a Terra a elevar-se ainda mais. Se estão aí é porque são capazes. Vocês atenderam ao chamado dela, Gaia, porque vocês são capazes. Assumam as rédeas das suas vidas, olhem de frente para os seus problemas, suas dores internas e seus medos. Encarem-nos com honra e empoderados. Tenham a certeza absoluta que eu estarei em pé do seu lado e irei passar junto com vocês tudo que precisarem passar para suas limpezas finais. Não tenham a menor dúvida disso. 
 
Outro ponto dentro deste tópico é que, com o aumentar de todas essas frequências e de todos esses sacodes, as forças não confederadas que estão ainda tentando escapar das consequências dos seus atos, ao perceberem a aproximação do momento de salto quântico, estarão desesperadas para deixar, definitivamente, o planeta. Assim, não estranhem se começarem a ver naves caindo do céu. Isso poderá acontecer algumas vezes. Eles tentarão escapar de alguma forma e, em muitos casos, estarão negando a nos dar ouvidos quando dizemos que suas fugas não serão autorizadas. Quando eles ignoram nossos alertas e disparam contra nós, nossos sistemas de defesa são ampliados. Nisso, projetam de volta esses ataques, o que, inevitavelmente, os colocam em uma situação de perda total das suas capacidades de controle - tanto dos seus próprios corpos, sejam eles astrais ou físicos, como dos seus aparelhos (naves), vindo a solo. E, como sabem, as suas autoridades do planeta ainda afinadas e determinadas a esconder essas verdades tenderão a continuar omitindo que não estão sozinhos no Universo. Neva, por favor, anexe aqui a informação que pedi para que escrevesse no caso da nave abatida em Magé-RJ
 
Vocês, todos vocês, nestes tempos, meus queridos, são aqueles que auxiliarão tantos a se curarem, a se libertarem e a se elevarem. A recomeçarem suas jornadas mais empoderados, felizes e não mais sendo ludibriados de nenhuma forma. Em meio a todas essas agitações presentes, a Luz está surgindo ainda mais brilhante. Tudo está ficando cada vez mais claro  e a nossa presença ainda muito evidenciada. Essa é outra verdade.    
 
A Lemúria e suas raízes
 
Meus queridos, vamos falar sobre a Lemúria  onde, assim como na Atlântida, estão as suas raízes, pois é também parte da sua história e é parte da história dos pleiadianos na Terra, dos sirianos, aldebaranos, capelinos e tantas outras civilizações que chegaram até aqui e participaram ativamente de toda essa experiência. Hoje, meus queridos, vocês têm o Havaí como o pico da mais alta montanha da Lemúria, e a Ilha de Páscoa como um pouco da fisicalidade que sobrou da Lemúria, visível ainda aos seus olhos. 
 
Não é preciso dizer que tanto a Lemúria como a Atlântida já existiam muito antes das semeaduras, obviamente. Eram grandes continentes. Vocês têm muito do início do desenvolvimento da experiência Terra aí, na Lemúria. Havia humanos nativos ali, no princípio, até o início das chegadas das naves do exterior do planeta. Muitos Capelinos do Sistema Estelar de Capela pousaram com suas naves nesse lugar. Houve outros de diferentes sistemas que também vieram quando seus planetas explodiram por conta de algum conflito galáctico ou mesmo de experiências mal sucedidas, e precisavam de um novo planeta. Houve ainda aqueles que precisavam recomeçar suas histórias em outro sistema, pois estavam sendo exilados dos seus planetas de origem por comportamentos que não mais se adequavam àqueles ambientes em expansão. Vocês sabem disso. Como sempre tenho falado, está tudo dentro de vocês. 
 
A Lemúria também é conhecida por outros nomes como Omeyocan, por exemplo. Vocês sabem. Está submersa no Oceano Pacífico, mas retornará, assim como a Atlântida. No momento exato e apropriado, emergirão novamente com toda a sua herança. Os tantos lemurianos que existem fisicamente, ainda presentes na Terra, mais especificamente na cidade intraterrena de Telos, verão novamente seu continente sair das profundezas. Vocês sabem. Estes lemurianos iluminados estão no Monte Shasta vivendo há milhares de anos com seus corpos ascensionais, nessa cidade intraterrena. Meus queridos, há muitas entradas protegidas para Agharta. Vocês também sabem disso. A montanha Shasta é apenas uma das entradas. Os polos da Terra também são.  Em Manaus e em Mato Grosso há outros pontos. Em Foz do Iguaçu, nas suas cataratas, nas pirâmides do Egito, nas esfinges, em Machu Picchu, México, EUA, Índia e em vários outros pontos do planeta. São Portais de entrada para iluminados  lemurianos e atlantes que vivem ainda em seus corpos na Intraterra. 
 
Vamos voltar cinquenta (50) mil anos atrás, exatamente. A Lemúria estava muito desenvolvida tecnologicamente e extremamente avançada. Era o continente mais avançado do planeta. Grandes cientistas, artesãos, astrônomos, magos e profundos conhecedores das forças do Vril e da Energia Nuclear construíam grandes cidades tecnológicas muito desenvolvidas. Eles usavam suas tecnologias para estabelecer conexão com os multiplanos. Isso mesmo! Eles conseguiam se comunicar com as outras dimensões por meio de aparelhos quânticos, teletransporte, desmaterialização e rematerialização de corpos. Eram grandes cientistas. Havia, obviamente, vários grupos por todo o continente. Alguns deles com ideias e motivações diferentes, mas o que movia todos eles era o melhoramento da espécie humana e os ajustes no DNA. Aqui é onde entram os pleiadianos, os sirianos, os aldebaranos e capelinos que irei abreviar por ATDNA (Agentes Transformadores do DNA), especialmente os pleiadianos, como falei antes, com o seu trabalho de semeadura já bem avançado. Havia uma grande mescla, muito desenvolvimento e avanço no DNA. Muitos ali eram altos para os seus padrões atuais, com mais de cinco (5) metros de altura em algumas regiões. Alguns mais baixos nos seus três (3) e dois (2) metros de altura. Nessa época, havia uma variedade deles. Seus pesquisadores encontraram, recentemente, vários corpos congelados destes que cito. Muitas dessas informações foram ocultadas de vocês pela sua mídia, ainda controladora. Eles sabem disso. 
 
Eram seres muito belos, de grande força física e com acentuada inteligência. Aqueles que vieram essencialmente “de fora” em suas espaçonaves e ali fizeram morada tinham uma constituição física muito diferente comparada aos nativos. Relembrem-se: havia tanto os nativos da Terra quanto aqueles que vinham em suas espaçonaves e pousavam na fisicalidade mesclando-se aos humanos nativos. Havia os Pleiadianos que, da mesma forma, alguns deles vinham em suas espaçonaves, como outros já estavam no processo encarnatório do planeta, passando pelos sistemas normais de existência na Terra. Era uma grande mescla; uma grande variedade, ao contrário do que alguns  informaram. Não eram apenas as duas raças específicas. Isso aconteceu por um período. Depois houve uma mescla, uma variedade que foi dividida em dois específicos grupos. Falarei mais. 
 
Uma das missões desse projeto era criar no planeta uma nova espécie humana que evoluísse e expandisse em três planos diferentes: o físico, o psíquico e o espiritual onde, ao mesmo tempo, estava havendo grande transformação na fisicalidade, nos reinos minerais, vegetais e animais. Ou seja, o objetivo era ajustar o DNA humano para que esse fosse, também, se adaptando às mudanças naturais de um planeta em evolução. A Lemúria era o grande centro de comunicações interplanetárias. Era a base central das forças de fora da Terra e, obviamente, era muito cobiçada por forças não positivas que circundavam o planeta, da mesma forma que já o estavam fazendo em direção à Atlântida em seu desenvolvimento. A Lemúria e seus grandes sacerdotes, magos, cientistas, artesãos, astrônomos, construtores e seres com toda sorte de habilidades construíram muitas pirâmides, templos de rejuvenescimento, de cura e transmutação energética. Essa civilização se desenvolveu física e intelectualmente como nenhuma outra espécie até aquele momento. Ali havia um grupo puro de humanos, de maneira iluminada, semeados pelos ATDNA.
 
Assim como ocorreria na Atlântida, ali os processos começaram a ser distorcidos com as infiltrações e outros processos. Não preciso repetir o que aconteceu. Já falo sobre isso no capítulo sobre a Atlântida. (Entreguei as informações sobre a Atlântida a Neva (Gabriel RL) primeiro, mas depois pedi que ela as colocasse no texto em ordem cronológica, para uma melhor compreensão linear.) Essencialmente, a queda foi a mesma, pelos mesmos motivos. Houve uma divisão entre os  dois grupos: aqueles que desejavam estar conectados puramente com a espiritualidade elevada, com o desenvolvimento e a iluminação; e aqueles que estavam começando a focar apenas no mental, físico e no poder, começando a criar meios para dominar os grupos que consideravam física e intelectualmente inferiores. Alguma semelhança entre Atlântida e a Segunda Guerra no seu tempo mais recente? Sim! Como já falei, muitas velhas energias foram transferidas para o seu tempo, para a sua geração, a fim de serem curadas. Então, a decadência iniciou-se e a idade de Ouro da Lemúria começou a ser finalizada.
 
Não houve meteoros caindo na água como na Atlântida. Desta vez, ocorreram ajustes ainda mais intensos das placas tectônicas que desencadearam uma sequência de explosões vulcânicas, jogando o magma para cima. Uma intensa e enorme bolha de magma quente, realmente enorme, abaixo do continente explodiu levantando literalmente todo o continente às alturas.  As placas tectônicas subiram em triângulo e   empurraram o continente para cima, na ponta. Obviamente, isso não ocorreu em alguns minutos. Levou um certo tempo enquanto outras situações semelhantes ocorriam. O continente se partiu em pedaços. Alguns foram para o fundo do Pacífico e outros resistiram às explosões vulcânicas, mas os ajustes tectônicos e maremotos que varriam as costas adentraram por todo o continente.
 




 

Site Principal: http://achama.biz.ly/
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
BitChute Channel do Jordan Sather




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Junho 24, 2020

chamavioleta

TAMBORES DE GUERRA RUFAM EM TODO O MUNDO, ENQUANTO OS EUA SÃO PARALISADOS POR LUTAS INTERNAS

Benjamin Fulford.

Relatório completo.

2020/06/22

Tradução: Candido Pedro Jorge

2020//06/24

 
 
.
 
 
 

 
A Corporação dos Estados Unidos da América, agora com quatro meses de falência, está se tornando cada vez mais disfuncional e dilacerada pelas lutas internas. Isso criou um vácuo de poder em todo o mundo e está aumentando o espectro de várias guerras regionais. Enquanto isso, as negociações Leste-Oeste para substituir a Corporação dos EUA, em DC, por algo mais funcional permanecem paralisadas, enquanto representantes asiáticos fingem “problemas de saúde”, para evitar novas negociações. Isso pode resultar num ataque combinado dos EUA, indiano, japonês e russo contra a China, se permanecer sem vigilância por muito tempo, alertam os membros da ordem militar do Sol Negro.
 
As crescentes tensões internacionais ocorrem quando o governo dos EUA, agora, está retirando ou reduzindo sua presença militar no Iraque, Afeganistão, Israel, Alemanha e outros lugares. O presidente dos EUA, Donald Trump, está fazendo isso devido a uma combinação de campanhas fracassadas, isolacionismo e falta de fundos.
 
A maior consequência da desordem norte-americana continua sendo observada no Oriente Médio, onde uma queda nas forças americanas está levando a uma tentativa multifacetada de restabelecimento do Império Otomano. A Turquia, agora, está travando guerras de conquista, de fato, (reconquista) No Iraque, Síria, Líbia e Iêmen.
 
 
Fontes militares turcas dizem que um acordo foi alcançado com o Irã para dividir o Oriente Médio. O Irã receberá as partes xiitas do Iraque e da Síria. No entanto, a Turquia está envolvida numa guerra por procuração contra o Irã no Iêmen, com o verdadeiro prêmio sendo o controle dos campos de petróleo da Arábia Saudita, nas principais províncias xiitas que fazem fronteira com o Iêmen. Dessa forma, agora, a Turquia, de fato, estaria buscando o controle da Arábia Saudita, Egito, Líbia e Israel, dizem fontes. 
 
Esse grande plano pode ser visto se desenrolando em campo aberto. No Iraque, a Turquia respondeu imediatamente à anunciada retirada dos EUA, fazendo uma grande incursão no Curdistão. A finalidade do jogo é dominar todas as partes sunitas do Iraque, dizem fontes turcas.
 
Os turcos, também, expulsaram o senhor da guerra, Khalifa Haftar, da capital de Trípoli, na Líbia e, agora, estão visando seu território no Leste da Líbia, onde estão localizados 70% das reservas de petróleo do país.
 
Como a economia da França depende em grande parte do petróleo líbio (pago com Euros fiduciários), um navio de guerra francês tentou impedir que um navio turco fornecesse armas para suas forças na Líbia na semana passada. O resultado foi que navios de guerra turcos ameaçaram um navio de guerra francês com um ataque de mísseis por três vezes, antes dos franceses se retirarem. O fato de dois supostos aliados da Otan quase começarem como batalha marítima, mostra o quanto a ausência de fato nos EUA está desestabilizando a situação. A França pediu ajuda da OTAN, no entanto, não está claro se a OTAN tem interesse em ajudar esse país a continuar roubando petróleo da Líbia.
 
 
O Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov e o Ministro da Defesa, Sergey Shoygu, queriam enviar uma delegação de oficiais militares e de segurança para a Turquia, todavia, “como não se esperava nenhum progresso por meio de qualquer tipo de negociação nesta fase, foi tomada uma decisão de adiar os estrangeiros russos. e visita do Ministro da Defesa à Turquia”, disse uma importante autoridade turca para a mídia turca. Em outras palavras, a Turquia estava optando pela guerra, assumindo que a Rússia recuaria.
 
 
A situação chegou ao ponto em que o Egito é o único país do Oriente Médio com um exército grande o suficiente para parar a Turquia. O Egito já ameaçou intervir contra a Turquia na Líbia. A mídia estatal turca respondeu dizendo que “a ameaça de intervenção militar do Presidente egípcio, Abtel Fattah el Sisi é 'inaceitável' e 'equivaleria a uma declaração de guerra'.
 

Egito ocupa o 9º ligar  no poder militar mundial, em comparação com 11º  da Turquia. Qualquer batalha entre esses países sobre o controle do Oriente Médio seria a maior guerra, desde a Segunda Guerra Mundial.
 
 
A propósito, Israel ocupa a 18ª posição  no poder militar e, agora, que não tem mais o apoio militar dos EUA, teria que se curvar ao vencedor desse conflito. É claro que os arrogantes Sionistas estão atirando nos pés (se não na cabeça) planejando anexar a Cisjordânia. Estes, estariam melhor do lado dos cripto judeus el Sisi contra a Turquia, se soubessem qual a melhor escolha para eles.
 
As coisas são ainda mais complicadas para o Egito, uma vez que a vizinha Etiópia está construindo uma barragem no Nilo Azul, ameaçando a vida do Egito. Analistas russos pensam que uma guerra entre o Egito e a Etiópia (cada país com uma população de cerca de 100 milhões) é inevitável.
 
 
O Oriente Médio não é o único lugar em turbulência agora. Também, existe a possibilidade real de uma guerra envolvendo o Paquistão e a China contra a Índia. Os confrontos mais violentos entre a Índia e a China, desde a década de 1960 estão nas notícias há várias semanas. Na semana passada, o Paquistão entrou na briga bombardeando a Índia. Parece que o Paquistão e a China estão apostando que os EUA não participariam de uma batalha pela Caxemira e disputaram territórios do Himalaia, segundo a análise do MI6.
 
 
Por sua vez, a Índia, precisa incorporar o Sri Lanka e Bangladesh para combater a influência paquistanesa e chinesa na região, dizem analistas do MI6.
 
Agora, os americanos parecem estar concentrando os seus esforços na China e na América do Sul, deixando a Europa, a Índia e o Oriente Médio para a Rússia e para quem mais quiser preencher o vazio. 
 
Na América do Sul, o regime dos EUA não conseguiu confiscar as maiores reservas mundiais de petróleo na Venezuela, uma vez que a China, Rússia, Irã e Cuba ofereceram proteção.
 
 
Como o governo corporativo norte-americano não consegue obter petróleo venezuelano, triplicou a produção de cocaína colombiana para obter sua tão necessária moeda forte. Ainda é possível, todavia, não muito provável, algum tipo de movimento conjunto colombiano e brasileiro em relação à Venezuela. 
 
 
Evidente que o verdadeiro campo de batalha é a China e o Extremo Oriente. Os EUA enviaram três grupos de porta-aviões para o Mar do Sul da China, enquanto a China iniciou sérias provocações contra o aliado dos EUA, em Taiwan 
 
 
No entanto, uma certa agência estatal secreta americana cometeu um enorme erro estratégico quando instruiu agentes sul-coreanos a utilizarem armas energéticas de alta tecnologia dos EUA para, efetivamente, “envenenar” o homem forte nortecoreano Kim Jon Un, quando este se encontrou com Trump, porque isso eliminou um grande aliado potencial. Se os americanos soubessem o que era bom para eles, puniriam os assassinos de Kim para cortar a cauda do lagarto e tentar forjar uma aliança anti-chinesa com o Japão e uma península coreana unificada. 
 
Os japoneses, que historicamente nunca fizeram parte da China, congratular-se-iam com uma tal medida. Os coreanos, também, estão receosos de se tornarem uma província chinesa. Os chineses, entretanto, procuram conquistar a Indonésia e a Austrália, de acordo com fontes da sociedade secreta asiática. Isto pode ser visto mais recentemente por um ciberataque patrocinado pelo Estado contra o Governo australiano. Fontes da CIA no Sudeste Asiático, afirmam que mais de um milhão de agentes chineses se inltraram na Indonésia nos últimos anos. 
 
 
Evidentemente que a Indonésia, também, é a chave para qualquer tipo de reinício do sistema financeiro global, objeto de negociações secretas em andamento entre o Leste e o Oeste. Até agora, o esboço acordado prevê combinar o ouro tradicional asiático e outros tesouros com o sistema financeiro vigente e agora FIAT, controlado pelo Ocidente. 
 
Na semana passada, o Secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, esteve na Indonésia, numa missão secreta para tentar ganhar o controle do ouro indonésio, de acordo com fontes maçônicas P3. No entanto, regressou de mãos vazias. Fontes dos serviços secretos Ocidentais, com autorização de segurança acima de POTUS dizem: “Foi pedido ao Sr. Trump e ao Sr. Pompeo que se afastem, uma vez uma ‘cirurgia diplomática’ está em andamento”. 
 
De acordo com estas fontes: 
 
“Prevemos que uma futura agência de planeamento tenha sede, tanto em Londres como em Tóquio, com alinhamento Ocidental e Oriental, para facilitar uma gestão sempre em funcionamento. Se as coisas se resolverem, forneceremos um orçamento de funcionamento e, então, poderemos passar aos pormenores. 
 
Neste momento, o dinheiro asiático não é “líquido e é preciso a execução de uma transação para liberá-lo em moeda FIAT existente”. O FRB, agora, é controlado pelo Tesouro dos Estados Unidos, pelo que deverá haver um comprometimento das agências americanas. Vamos trabalhar com eles em cinco olhos para que possamos analisar isso. Talvez seja por essa razão que o senhor Pompeo deu um passo em frente”.
 
Uma vez assegurado o financiamento da futura agência de planeamento, o governo disfuncional dos EUA será substituído, enraizado e ramificado, de acordo com fontes do Pentágono. O exército americano, como única parte funcional do aparelho, ajudará a supervisionar uma reorganização completa do capítulo 11 da corporação americana. Isto pode ou não envolver uma fusão dos Estados Unidos e do Canadá, dizem as fontes. 
 
Se tal fusão acontecer, “nem daqui a um milhão de anos”, será atribuído algum papel ao “Iraniano, Jesuíta-Satânico do tipo Castro”, Primeiro-Ministro canadense Justin Trudeau, segundo os serviços secretos britânicos do MI6. 
 
Talvez haja mais motivos de preocupação para o jovem Castro se, no dia 01 de Julho, se reunirem 5.000 manifestantes na Embaixada americana em Ottawa, com um pedido formal ao FBI e à Polícia Nacional Mexicana para investigar os “crimes de Justin Trudeau e a corrupção desenfreada no Canadá e no RCMP, ao abrigo do artigo 27.5 da USMCA, que entra em vigor nessa data”. 
 
Entretanto, fontes maçônicas P3 dizem que, tanto o clã Rockefeller como o Rothschild concordaram em se render e ajudar no novo sistema. O problema é que os Illuminati Gnósticos continuam a se opor a qualquer participação destes oligarcas de linhagem. A P3 está tentando mediar. 
 
De acordo com as fontes envolvidas, com tais complicações, as negociações parecem não se concluirão antes do Outono. No entanto, quando o fizerem, espera-se que uma grande festa de celebridades, com músicos, dê início ao novo sistema, acrescentaram as fontes.
 
Entretanto, preparem-se para um longo e quente Verão, especialmente nos EUA. Espera-se que a anarquia aí se agrave, todavia, as forças armadas americanas garantirão que não haja algum grande derramamento de sangue ou  guerra civil em grande escala. Qualquer eleição em Novembro exigirá uma intervenção militar em larga escala para garantir que a votação em papel em meio a liberdade de imprensa ocorra. 
 
Fim.
 

 

Benjamin Fulford

 


 

NR: Não haverá mais guerras de grande escala, tudo será de pouca duração e grandes mudanças estão à porta.




 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos

 
 

Recomenda-se o discernimento.

 

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1

 


 

Junho 17, 2018

chamavioleta


A Conexão entre a Terra e  Marte: 

construções piramidais em Gizé (Egito), Cydonia (Marte) e Teotihuacan- Mirador (México).

By: Jason Martell – O Dr. Tobias Owen, que agora é professor de astronomia na Universidade do Havaí, foi quem identificou a Face em Marte na foto do quadro da Viking 35A72.

Tradução, edição e  imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

 
 
Foto tirada em Marte (SOL 1448) pela Mastcam da sonda Curiosity mostra um estranho objeto com vértices muito bem definidos e linhas retas, semi  enterrado no solo de Marte. Os dados aqui apresentados confirmam de modo geral as histórias contadas no livro “Through Alien Eyes” – Através de Olhos Alienígenas” de Wesley H. Bateman, que relata a destruição do Planeta MALDEK e as construções das Pirâmides no Egito, Teotihuacan no México e na Planície de CYDONIA, em MARTE, pela mesma cultura extraterrestre (do Planeta GRACYEA) tudo ao mesmo tempo e a muitos milhões de anos passados.
 
A Face em Marte na foto do quadro 35A72 da Viking.
Têm uma milha (1609 metros) do ápice da cabeça à ponta do maxilar.
 
Acima, a Face na superfície de Marte, no complexo de edifícios conhecido  como a Cidadela, na planície de Cydonia, no planeta vermelho. O mesmo quadro da foto 35A72, que abrange cerca de 34 por 31 milhas – mostra também muitas outras construções características que podem ser artificiais. 
Estas construções se agrupam em torno da latitude 40 graus norte, na região de Marte conhecida pelos astrônomos como CYDONIA, e foram fotografadas de uma altitude de mais de 1.000 milhas, com resolução relativamente baixa. Uma leitura casual revela apenas um amontoado de montanhas, crateras e escarpas. 
Aos poucos, porém, como se um véu fosse levantado, a borrada cena começa a sentir-se organizada e estruturada – demasiado inteligente para ser o resultado de processos aleatórios naturais. Embora a escala seja maior, parece do mesmo modo com alguns sítios arqueológicos na Terra quando fotografada de 1.000 milhas acima delas. 
Quanto mais perto que você as examina, o que fica mais aparente é que realmente poderia se tratar de um enorme conjunto/complexo de monumentos em ruínas na superfície de Marte. Por um longo tempo depois de 1976 as fotografias Viking, da NASA e outras autoridades científicas continuaram a divulgar o que um pesquisador chama de a “falsa afirmação de que a face é um truque de luz e sombra”.

Abaixo: as construções em CYDONIA, em Marte: Face acima e à direita, pirâmide de cinco lados D&M abaixo à direita. Na foto acima no canto inferior esquerdo vemos o ”City Complex” reproduzido graficamente em maior escala no desenho abaixo de Robert Fiertek.
Essa idéia começou a ser contestada a sério só quando Vincent Di Pietro, um cientista da computação e antigo consultor da NASA, descobriu outra imagem do rosto quadro no 70A13. Esta segunda imagem, que haviam sido tomadas 35 dias marcianos depois da primeira foto e sob diferentes condições de iluminação, tornou possível exibições comparativas e medidas detalhadas do rosto/FACE.
Esta foto é completa e com distintiva aparência de esfinge com um cocar, são agora conhecidos por ter quase 1,6 quilômetros de comprimento da cabeça até o queixo, 1,2 quilômetros de largura e pouco menos de 680 metros de altura. Analistas de imagens dizem que a simetria bilateral da Face, que tem uma aparência natural, quase  humana, é mais difícil que tenha surgido por acaso. Esta impressão é confirmada por outras características que foram posteriormente identificados sob tratamento por computador.
Estas características incluem “dentes” na boca, bilateralmente, cruzando as linhas acima dos olhos, e listras regulares nas laterais do capacete – sugestivamente, para alguns pesquisadores, pelo menos, parecido com um cocar dos antigos faraós egípcios. Segundo o Dr. Mark Carlotto, um especialista em processamento de imagens, todas ‘estas características aparecem em ambas às imagens da sonda Viking, e são coerentes formas estruturalmente integrantes do objeto. Assim, a interferência aleatória, o acaso ou artefatos e no processo da restauração e melhoria da imagem não poderia ter-lhes causado estas modificações.

A “FACE” em Marte, em Cydonia e o ”trabalho” da NASA de “borrar” a imagem ao longo dos anos, desde a sua descoberta em 1976 pela sonda Viking.
O mesmo (e conectado com a região de Cydonia) também é verdadeiro para a “Pirâmide D & M ‘(em homenagem ao pesquisador  Di Pietro e seu colega Gregory Molenaar, também um ex-empreiteiro da NASA, que a descobriram).
Esta estrutura de cinco lados representa estar a cerca de dez milhas da Face e, como a Grande Pirâmide do Egito, está praticamente alinhada no sentido norte-sul ao eixo de rotação do planeta. Seu lado mais curto é uma milha, o seu eixo longitudinal se estende a quase dois quilômetros e tem meia milha de altura. 
Comentando sobre a proximidade do rosto e a Pirâmide D & M, o pesquisador americano Richard Hoagland faz uma pergunta incisiva: “Quais são as probabilidades de se encontrar dois monumentos semelhantes aos terrestres, como monumentos em um planeta alienígena (Marte) e, essencialmente, no mesmo local  e disposição?”
(Em termos de latitude e longitude da Terra e de Marte, as localizações das construções (PRINCIPALMENTE DAS PIRÂMIDES) são no mesmo local em ambos os planetas) O Dr.Richard Hoagland fez o seu próprio estudo detalhado do quadro 35A72 e identificou adicionalmente, características artificiais nos objetos.
ACIMA e ABAIXO: UM DIAGRAMA DA REGIÃO DE CYDONIA EM MARTE E AS CORRELAÇÕES ENTRE AS RUÍNAS QUE NÃO SÃO NATURAIS, REPRESENTAM A EXECUÇÃO DE UM PROJETO DE UM COMPLEXO DE EDIFÍCIOS CALCULADO INTELIGENTEMENTE.
Estes incluem a chamada Fortaleza, com suas duas distintivas bordas retas, e a Cidadela, que ele descreve como “um arranjo notavelmente retilíneo de estruturas maciças intercaladas com várias pirâmides menores ‘. Hoagland também aponta outro fato impressionante sobre a cidadela: eles parececem ter sido instalados de forma a que os habitantes teriam gostado de uma perfeita, quase cerimonial, vista da face.
A impressão de um centro de grande ritual encoberta sob a poeira dos séculos, é reforçada por outras características de Cydonia, como o Tholus, um monte CERIMONIAL enorme semelhante ao da Grã-Bretanha em  Silbury Hill (local na Inglaterra onde o fenômeno Crop Circles é epidêmico), e da Praça da Cidade, um agrupamento de quatro montes centrada em um montículo, a quinta menor. Esta configuração, de forma sugestiva de mira, acaba por ser localizada no exato centro lateral da cidade.
 
 
Além disso, um grupo de investigadores britânicos, baseados em Glasgow, Escócia, tiveram recentemente identificado o que se parece com um maciço de quatro lados da pirâmide, o chamado NK Pirâmide, 25 quilômetros a oeste da face e na mesma latitude (40,8 graus norte), como a Pirâmide D & M . Na mesma área em geral esta um recurso chamado a bacia, abordado por um carneiro cônico que tem sido comparado à escala de uma pirâmide mexicana.
“Olhando para o conjunto de Cydonia“, diz Chris O’Kane do Projeto Mars UK ‘, minha intuição é que estas estruturas têm de ser artificiais, que não são naturais e foram construídas por alguém. O palpite de O’Kane é reforçado pelo fato de que “muitas das estruturas não são fractais”. Em língua inglesa direta, sem rodeios, isso significa que os seus contornos foram examinados e avaliados como artificiais por computadores altamente sofisticados.
A geometria (sagrada) da pirâmide D e M de cinco lados em Marte
 na Planície de Cydonia
 
 
Outras características de Marte que são decididamente não-fractais incluem uma linha reta de mais de três quilômetros de comprimento definido por uma fileira de pequenas pirâmides, grandes compartimentos romboidal na região polar sul, e um estranho edifício como um castelo levantando-se com uma torre de mais de 680 metros de altura.”O que nós temos, portanto,” resume O’Kane, “é uma improvável variedade de anomalias. Alinhamentos eles são, elas estão agrupadas, e eles são não-fractais. Também não é o único portal de Cydonia em Marte que tem surtido provas fotográficas de Pirâmides incomuns e aparentemente estruturas artificiais. Foram identificados em outros lugares de Marte, especialmente na região conhecida como Elysium, no lado oposto do planeta, onde, tão cedo quanto 1971, a Sonda Mariner 9 da NASA fotografou um grupo de estruturas com cerca de uma milha de altura e três lados.
O QUE ACONTECEU?
Se tivesse havido uma civilização em Marte, capaz de criar monumentos como esse, então o que poderia ter acontecido com ela? Um cataclismo geológico é uma possibilidade. Análise de um meteorito marciano sugere que o planeta vermelho era quente e úmido – um ambiente que é provável que tenha sido favorável à vida. Hoje, é permanentemente congelado.
A mudança pode ter sido causada por uma derrapagem muito grande e rápida da crosta de Marte (a Teoria da Deriva Continental), um fenômeno que também tem sido citado como uma possível causa do fim cataclísmico do passado da Terra na Idade do Gelo 13.000 anos atrás (e que teria causado o Dilúvio de NOÉ). Dados comunicados na revista Scientific American, em 1985, confirmam que Marte teve em algum momento desconhecido da sua história, um deslocamento catastrófico de sua crosta.

Foto do que parece ser uma caveira alienígena na superfície de Marte
 Se isto tivesse acontecido durante a fase quente e úmida do planeta, qualquer civilização presente naquele momento teria quase certamente sido eliminada nas inundações e terremotos globais que se seguiram, deixando para trás apenas ruínas dispersas e monumentos que são enormes e estáveis o suficiente para sobreviverem (construções antigas feitas de um material imperecível, como nos monumentos da Terra: ROCHAS).
As pirâmides e a esfinge em Marte parece se encaixarem nesse caso. E se eles são artificiais, então as implicações para a nossa idéia de nós mesmos e nosso lugar no universo estão totalmente equivocadas.
MARTE – CONEXÃO COM A TERRA
Uma característica marcante das pirâmides e a Esfinge de Gizé no Egito é a maneira em que estão integrados em um grande plano arquitetônico, com base em dados matemáticos e astronômicos (Geometria Sagrada usada pelos construtores do Planeta GRACYEA). Não há evidência de que as pirâmides eram usadas como túmulos. O que é certo é que os dois veios estreitos que emanam do interior da Grande Pirâmide foram direcionados para duas estrelas específicas: Zeta Orionis, uma das três estrelas (Alnitak) do cinturão de Orion e para Sírius, na constelação deCanis Major.
É certo, também, que os principais monumentos de Gizé formam um mapa preciso terrestre ‘das três estrelas do cinturão de Orion como essas constelações apareciam em 10.500 aC. (veja a seguir) que poderia ter sido observado no céu da planície de Gizé em 10.500 AC e que, nessa data, os moradores da região poderiam ter tido a capacidade técnica para realizar tais obras monumentais como a Esfinge e as pirâmides?
Egiptólogos afirmam que não existia civilização na Terra naquela época, muito menos uma capacidade de planejamento e construção tão imensa, para estruturas tão bem projetadas. Se eles estiverem certos, por que os alinhamentos de Gizé são tão claramente e de forma repetitiva um espelho do céu do 11º milênio AC?  O agora ex-consultor da NASA, o Dr. Richard Hoagland está convencido de que pode haver uma “ligação terrestre”  entre Gizé e Cydonia – a região de Marte, onde as estruturas estão localizadas misteriosamente – talvez uma fonte comum, que transmitiu o legado do mesmo nível de conhecimentos e simbolismo em ambos os mundos.

Alinhamento da Grande Pirâmide em Gizé com Sírius, Órion, Draco e Ursa Maior e Ursa Menor
Hoagland cujo interesse em Gizé começou quando ele conheceu o Dr. Lambert Dolphin, um cientista do Stanford Research Institute (SRI), que tinha conduzido pesquisa com radar e de investigação sismográficas para localizar câmaras escondidas perto, sob e dentro da Esfinge. Dr. Dolphin foi cativado pela idéia de Hoagland de um “Esfinge Marciana” – a Face – e, em 1983, foi instrumento para ajudar Hoagland  a configurar o Projeto de Investigação Independente de Marte sob a égide da SRI.
Hoagland argumenta que a Face em Marte não é “apenas a imagem de um dos hominídeos terrestres… deitado onde ele não tem nenhum objetivo para existir. A meia milha à direita também é a imagem perfeita de um gato, mais especificamente um leão – o rei dos animais. Assim, a esfinge marciana é na verdade a combinação das duas “famílias”: hominídeo… e… felina.
Alinhamento entre as estrelas do cinturão de Órion,
Mintaka, Alnilan e Alnitak e as pirâmides de Quéfrem,
Queóps e Miquerinos, em Gizé-Egito.
 
 
A descrição também se combina com o corpo de leão e cabeça humana da esfinge egípcia. Outra coincidência é que os antigos egípcios terem chamado Sphinx Hor-em-akhet, que significa “Hórus no horizonte”. Horus – o falcão-deus, o filho divino de Ísis e OsírisÉ um nome derivado da palavra egípcia Heru, que se traduz como “Face”. Ajudado por um matemático, Erol TorunHoagland também identificou uma série de intrigantes conexões matemáticas e geográficas entre Cydonia e Gizé.
Torun foi um dos primeiros a perceber que uma das grandes ‘pirâmides’ em Marte, a D & M Pirâmide, contém uma variedade de funções e constantes utilizadas em um sofisticado sistema matemático conhecido como geometria tetraédrica. Provas de matemática, como elevada em estruturas supostamente naturais é fortemente sugestivo de que um projeto existiu.
Alinhamento entre as estrelas do cinturão de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak
 e as pirâmides de Quéfrem, Queóps e Miquerinos, em Gizé-Egito.
 
 
A mais importante característica recorrente encontrada na matemática de Cydonia é o valor da constante de 0,865 – derivado da relação de ‘E’ (uma importante constante matemática igual a 2,7) e PI (a constante matemática de 3,142 utilizado para trabalhar as propriedades das esferas e círculos). Estes são termos de Hoagland, a mensagem ‘da função Cydonia’ a função trigonométrica, e o arco tangente de e/pi, dá o valor de 40,8 que é a latitude de Marte em que tanto a D & M Pirâmide pentagonal e da pirâmide NK são instalados. 
Surpreendentemente, outra função trigonométrica, e do co-seno de e/pi, dá o valor de 30 – a latitude geográfica exata das pirâmides de Gizé na Terra. Hoagland demonstrou que a Grande Pirâmide de Gizé contém “funções tetraédricas idênticas às da pirâmide D & M em Marte, e Torun  mostrou que o posicionamento da Grande Esfinge, em relação às pirâmides, manifesta o Cydonian ratio e o valor de ‘/ PI.
“As probabilidades de tal correlação acontecer por acaso em dois planetas vizinhos estão em algum lugar na região de uma em 7.000, diz Hoagland. Um dos principais ângulos chave de Cydonia, repetida inúmeras vezes, é de 19,5° graus. Este é precisamente o norte (19,5°) graus norte que é também a latitude exata do local de desembarque da sonda Mars Pathfinder”.

A Esfinge na planície de Gizé
A VERDADE ESTARIA SENDO MANTIDA LONGE DE NÓS ??(sim sempre esteve!!)
A falta de interesse (APARENTE) quase inacreditável  da agência espacial sobre este Frame fotográfico 35A72  tomado de Marte pela Sonda Viking em sua órbita em 1976, e seu desprezo obstinado para as chamadas de outros cientistas para investigar o mistério da Planície de Cydonia, levantaram mais suspeitas ainda de um encobrimento por parte da NASA (a mando do governo dos EUA). E por que não?
Sabemos que nossos governos seletivamente censuram as  informações potencialmente traumáticas ou desestabilizadoras do sistema de controle implantado no planeta inteiro. Se algo foi encontrado com o potencial de perturbar os valores sociais e crenças religiosas estabelecidos, então é razoável supor que não poderia ter sido dito nada sobre isso ainda (assim como admitir vida inteligente extraterrestre).
O que torna este parecer mais provável é o fato de que a sonda da NASA, Mars Observer, programada para refotografar a região de Cydonia, em 1993, quase vinte anos depois, em resposta à pressão crescente, não conseguiu fazê-lo devido a alegados problemas técnicos  (o orbitador foi “perdido” pelo controle da missão nesse crucial momento de refazer as fotos).
Também digno de nota é o fato de que a constituição da Nasa a autoriza a cooperar com agências diretamente relacionadas com a defesa nacional e especificamente, a obriga a reter a partir da informação pública classificados como secretas para proteger a segurança nacional”. É, portanto, de forma alguma impossível de que a informação verdadeira foi retida.
Se a NASA realmente tem um interesse secreto nos monumentos de Marte, em Cydonia, seria de se esperar que tal interesse também teria se manifestado aqui na Terra, em particular, sobre as três grandes pirâmides e a Esfinge de Gizé no Egito (já que o que existe no Egito e em outros locais do planeta, como Teotihuacan, Miradol no México, estão intimamente conectados com Cydonia em Marte).
 
Em março de 1995, uma equipe científica alemã descobriu uma “porta”  misteriosa na grande Pirâmide em GIZÉ, com alças feitas de um metal desconhecidoQUE está no final de um estreito corredor (8 pol x 8 pol) 200 pés que atravessa o corpo da pirâmide da parede sul da conhecida Câmara da Rainha. Uma proposta para colocar uma câmera de fibra – ótica por baixo da porta foi misteriosamente arquivada sob o pretexto de que nada de importância seria lá encontrado.
No entanto, em março daquele ano (1995), o egípcio Farouk El Baz, um cientista e ex-consultor da NASA (!!!), foi escolhido para liderar uma equipe programada para começar a trabalhar no mês seguinte com equipamentos projetados pela empresa Spar Aerospace, que constrói os braços hidráulicos utilizados pelos ônibus espaciais da NASA.
A informação que vazou para a mídia dos EUA é de que MAIS nove câmaras e túneis tinham sido identificados e que os sensores tinham pego indicações em todos eles, da presença de objetos metálicos em seu interior.(O que quer que se encontrou lá dentro provavelmente foi mantido em segredo, assim como a verdade de nossa história planetária que vem sendo manipulada e controlada desde tempos imemoriais…). 

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.  João 8:32


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Recomenda-se o discernimento.





Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.


Abril 25, 2018

chamavioleta


Lista de países destruídos por Hillary!

20 de abril de 2018

Tradução

 
 
 

Lista de países destruídos por Hillary!

 
 
Em um e-mail enviado a Jeffrey Leeds, ex-secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, o ex-secretário de Estado americano Colin Powell, escreveu sobre Hillary Clinton: "Tudo o que a HRC diz é que ela estraga a arrogância".
 
O mandato de Clinton como secretário de Estado durante o primeiro mandato de Barack Obama foi um desastre absoluto para muitas nações ao redor do mundo.
 
Nem a campanha de Donald Trump nem a mídia corporativa descreveram adequadamente como vários países do mundo sofreram horrivelmente com as decisões de política externa de Hillary Clinton.
 
Milhões de pessoas foram prejudicadas pelas políticas equivocadas de Clinton e por suas operações “play-to-pay” envolvendo favores em troca de doações à Fundação Clinton e à Clinton Global Initiative.
 
O seguinte é um gráfico de antes e depois, ilustrando, país por país, os efeitos desestabilizadores das políticas de Clinton como Secretário de Estado:
 
Abecásia
 
Antes de Hillary: Em 2009, mais e mais nações começaram a reconhecer a independência desta nação que se separou da Geórgia e repeliu com sucesso uma invasão georgiana apoiada pelos EUA em 2008.
 
Depois de Hillary: Clinton pressionou Vanuatu e Tuvalu a romper relações diplomáticas com a Abkhazia em 2011. O Departamento de Estado pressionou os governos da Índia, Alemanha e Espanha a se recusarem a reconhecer a validade dos passaportes abecazianos e, em violação do Tratado EUA-ONU. recusou-se a permitir que diplomatas abkhazianos visitassem a sede da ONU em Nova York.
 
O Departamento de Estado de Clinton também ameaçou San Marino, Bielorrússia, Equador, Bolívia, Cuba, Somália, Uzbequistão e Peru com recriminações se reconhecessem a Abkházia.
 
 
A Geórgia estava ligada a Clinton através da representação da Geórgia em Washington - o Grupo Podesta - dirigido por Tony Podesta, o irmão do amigo íntimo de Clinton e atual presidente da campanha, John Podesta.
 
Argentina
 
Antes de Hillary: Sob o Presidente Nestor Kirchner e sua esposa Cristina Fernández de Kirchner, a economia da Argentina melhorou e a classe trabalhadora e os estudantes prosperaram.
 
Depois de Hillary: Depois da morte repentina do ex-presidente Nestor Kirchner em 2010, a embaixada dos EUA em Buenos Aires tornou-se um elo para atividades anti-Kirchner, incluindo o fomento de protestos políticos e trabalhistas contra o governo. Enquanto isso, Clinton pressionou fortemente a Argentina em suas obrigações de dívida com o FMI, o que também enfraqueceu a economia.
 
Bolívia
 
Antes de Hillary: o presidente progressista Evo Morales, da Bolívia, primeiro líder indígena aimará do país, forneceu apoio do governo aos produtores de coca do país e aos mineiros. Morales também comprometeu seu governo com a proteção ambiental. Ele manteve seu país fora da Área de Livre Comércio das Américas e ajudou a iniciar o Acordo Comercial dos Povos com a Venezuela e Cuba.
 
Depois de Hillary: Clinton permitiu que a embaixada dos EUA em La Paz provocasse revoltas separatistas em quatro províncias bolivianas de maioria descendente de europeus, bem como fomentasse greves de trabalhadores entre mineradores e outros trabalhadores no mesmo modelo usado na Venezuela.
 
Brasil
 
Antes de Hillary: os presidentes progressistas do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, inauguraram uma nova era para o país com direitos de trabalhadores e estudantes na vanguarda e proteção ambiental e desenvolvimento econômico para as grandes prioridades pobres.
 
 
Depois de Hillary: A autorização de Clinton de espionagem eletrônica maciça da embaixada dos EUA em Brasília e do consulado geral no Rio de Janeiro resultou em um "golpe constitucional" contra Dilma e o governo do Partido dos Trabalhadores, dando início a um governo corrupto apoiado pela CIA.
 
República Centro-Africana
 
Antes de Hillary: Sob o presidente François Bozize, o CAR permaneceu relativamente calmo sob um acordo de paz elaborado sob os auspícios da Líbia de Muammar Qaddafi.
 
Depois de Hillary: Em 2012, terroristas islamistas do movimento Seleka e apoiados pela Arábia Saudita conduziram uma revolta, massacrando cristãos e expulsando o governo de Bozize do poder. O CAR tornou-se um estado falido no Departamento de Estado de Clinton.
 
Equador
 
Antes de Hillary: o Equador começou a compartilhar sua riqueza em petróleo com o povo e a economia, e a situação difícil dos pobres da nação melhorou.
 
 
Depois de Hillary: Clinton autorizou um golpe da Polícia Nacional em 2010 contra o presidente Rafael Correa. A economia logo despencou quando as disputas trabalhistas afetaram os setores de mineração e petróleo.
 
 
Egito
 
Antes de Hillary: Sob Hosni Mubarak, o Egito era uma nação secular estável que suprimia a política jihadista nas mesquitas. A Irmandade Muçulmana orientada pela jihadista foi mantida à distância.
Depois de Hillary: Após a “Primavera Árabe” de Clinton em 2011 e a queda de Mubarak, o Egito viu Mohamed Morsi, presidente eleito da Irmandade Muçulmana. Imediatamente, o país secular deu início a um processo de islamização com os cristãos coptas enfrentando a repressão e a violência, incluindo massacres. A regra de Morsi resultou em um golpe militar, acabando com os movimentos anteriores do Egito em direção à democracia.
 
Alemanha
 
Antes de Hillary: A nação era um país pacífico onde a cultura alemã, assim como a liberdade religiosa e os direitos das mulheres eram garantidos.
Depois de Hillary: A “Primavera Árabe” de Clinton resultou em uma enxurrada de refugiados principalmente muçulmanos sendo acolhidos na Alemanha pelo Oriente Médio, África e Sul da Ásia. Hoje, a Alemanha é arruinada pelo crime de refugiados muçulmanos, hábitos de saúde pública insalubres e prejudiciais de migrantes, agressões sexuais de mulheres e crianças migrantes, aumento de atos de terrorismo e diminuição da cultura alemã e práticas religiosas.
 
Grécia
 
Antes de Hillary: A Grécia era uma nação que via os serviços sociais da rede de segurança do governo estendidos a todos os necessitados. Ele também permaneceu um destino turístico de topo para os europeus do norte.
 
Depois de Hillary: A crise da dívida de 2010 emagreceu a economia grega e Clinton permaneceu inflexível de que a Grécia cumprisse as medidas econômicas draconianas ditadas pela Alemanha, a União Européia e o FMI / Banco Mundial.
 
 
Para piorar as coisas, a “Primavera Árabe” de Clinton acabou resultando em uma enxurrada de refugiados principalmente muçulmanos sendo recebidos em primeiro lugar, as ilhas gregas e depois a Grécia continental, do Oriente Médio, África e Sul da Ásia.
 
Hoje, a Grécia, especialmente as ilhas de Lesbos, Chios, Samos, Symi, Rodes, Leros e Cós são destruídas pelo crime de refugiados muçulmanos, hábitos insalubres de saúde pública de migrantes, agressões sexuais de homens e mulheres migrantes, atos de incêndio criminoso e vandalismo, e uma diminuição da cultura grega e práticas religiosas.
 
Guatemala
 
Antes de Hillary: Sob o governo do presidente Álvaro Colom, o primeiro presidente progressista populista do país, os pobres receberam acesso à saúde, educação e seguridade social.
 
Depois de Hillary: Clinton autorizou a embaixada dos EUA na Guatemala a trabalhar contra as eleições de 2011 como presidente da esposa de Colom, Sandra Torres. Colom foi sucedido por um presidente corrupto de direita que renunciou por corrupção e depois foi preso.
 
Haiti
 
Antes de Hillary: O Haiti foi preparado em 2011 para re-eleger Jean-Bertrand Aristide, forçado a deixar o cargo e exilar-se em um golpe da CIA em 2004. A perspectiva do retorno de Artistide ao poder foi uma bênção para os moradores das favelas do Haiti.
 
Depois de Hillary: Clinton se recusou a permitir que Aristide retornasse ao Haiti do exílio na África do Sul até que fosse tarde demais para concorrer na eleição de 2011. Sob uma série de presidentes instalados nos EUA, todos aprovados por Bill e Hillary Clinton, o Haiti é uma vaca virtual para os Clintons.
 
 
A Fundação Clinton desviou para seu próprio uso, ajuda internacional ao Haiti, e os Clintons garantiram que seus amigos ricos nas empresas de hotéis, têxteis e construção desembarcassem contratos lucrativos para projetos haitianos, nenhum dos quais beneficiara os pobres haitianos e muitos dos quais resultou em lojas de suor e práticas trabalhistas extremamente baixas.
 
Honduras
 
Antes de Hillary: Democracia multipartidária emergente com um presidente populista progressista, Manuel Zelaya. As crianças recebiam educação gratuita, as crianças pobres recebiam refeições escolares gratuitas, as taxas de juros eram reduzidas e as famílias mais pobres recebiam eletricidade gratuita.
 
Depois de Hillary: Clinton autorizou um golpe militar contra Zelaya em 2009. O homem da família Clinton "consertar" Lanny Davis tornou-se um defensor das relações públicas para a ditadura militar. A resultante ditadura fascista envolvida em assassinatos de jornalistas, políticos e líderes indígenas por esquadrões da morte extrajudiciais seguiu o “golpe constitucional” contra Zelaya. Durante 2012, Clinton ordenou que a embaixada dos EUA em Tegucigalpa trabalhasse contra a eleição de 2013 de Xiomara Castro de Zelaya como presidente.
 
Iraque
 
Antes de Hillary: Sob o governo do primeiro-ministro Nouri al-Maliki, o Iraque passou por pequenos movimentos em direção a um alojamento com os curdos do norte e os sunitas. O Irã agiu como uma força política moderadora no país que impediu quaisquer tentativas de jihadistas apoiados pelos sauditas de perturbar o governo central em Bagdá.
 
Depois de Hillary: A Primavera Árabe de Clinton resultou na ascensão do Estado Islâmico Sunita / Wahhabista no norte e no oeste do Iraque e o mergulho do Iraque em estado de estado falido. Shi'as, curdos, yazidis, cristãos assírios e sunitas moderados foram massacrados pelos jihadistas no norte, oeste e centro do Iraque. As cidades iraquianas de Mosul, Kirkuk e Nínive caíram para as forças do EIIL, com os não-muçulmanos sendo estuprados, torturados, executados e antiguidades inestimáveis ​​sendo destruídas pelos saqueadores jihadistas.
 
Independência do Kosovo
 
Estas incluem o Paquistão, Palau, Maldivas, São Cristóvão e Névis, Dominica, Fiji, Papua Nova Guiné, Burundi, Timor Leste, Haiti, Chade, Gâmbia, Brunei, Gana, Kuwait, Costa do Marfim, Gabão, Santa Lúcia, Benim, Níger, Guiné, República Centro-Africana, Andorra, Omã, Guiné-Bissau, Catar, Tuvalu, Kiribati, Honduras, Somália, Djibuti, Vanuatu, Suazilândia, Mauritânia, Malauí, Nova Zelândia, República Dominicana, Jordânia, Bahrein e Comores.
Na capital do Kosovo, Pristina, há uma estátua de 10 pés de altura de Bill Clinton em pé sobre Bill Clinton Boulevard. Não muito longe está uma loja de roupas femininas chamada “Hillary”.
 
Líbia
 
Antes de Hillary: Sob o comando de Muammar Kadafi, a Líbia pós-sanção viu um boom na construção urbana e um novo grande aeroporto internacional para servir como um centro para a África. Planos anunciados para um dinar africano, apoiado por propriedades de ouro da Líbia, para atender às necessidades da África. Todos os líbios receberam educação gratuita e assistência médica. Houve um programa de partilha de receitas da riqueza petrolífera da Líbia com o povo líbio.
 
Depois de Hillary: As operações de mudança de Clinton em 2011 contra Kadafi, que viu o líder soviético ser agredido, espancado e baleado na cabeça por rebeldes jihadistas supervisionados pelos Estados Unidos, fizeram com que Clinton ria do incidente no infame: “Viemos, vimos, ele morreu ”comentário. A Líbia se tornou um estado fracassado onde terroristas jihadistas islâmicos disputavam o controle do país e os esconderijos de Qaddafi eram dados ou vendidos a terroristas jihadistas na Síria, Iraque, Egito, região de Pan-Sahel e África subsaariana. Após a deposição de Kadafi, os trabalhadores convidados negros africanos e suas famílias foram massacrados pelas forças jihadistas.
 
Malásia
 
Antes de Hillary: A Malásia, antes de 2009, era uma nação religiosamente tolerante, onde budistas, cristãos e hindus desfrutavam da liberdade de religião.
 
Depois de Hillary: Em 2009, Najib Razak tornou-se primeiro-ministro e começou a aceitar subornos da Arábia Saudita que totalizaram cerca de US $ 2,6 bilhões com mais dinheiro público malaio nas contas bancárias pessoais de Razak mais o caixa saudita totalizando cerca de US $ 3,5 bilhões. Razak começou a permitir que os clérigos influenciados pelos sauditas pressionassem pela sharia em toda a Malásia e os cristãos em Sarawak, Sabah e Penang começaram a sofrer a repressão wahhabista. Clinton ficou em silêncio sobre a perseguição da Malásia aos não-muçulmanos. O motivo pode ter sido um relato de várias centenas de milhões de doações do fundo secreto do Razak para os cofres da Fundação Clinton.
 
Palestina
 
Antes de Hillary: Em 2012, a Palestina recebeu status de observador não-membro nas Nações Unidas. O Relatório Goldstone de 2009 da ONU descobriu que Israel violou a lei humanitária internacional em sua guerra contra Gaza em 2009. A Palestina estava ganhando mais apoio e simpatia internacionalmente e estava conseguindo acabar com a desinformação da propaganda israelense.
 
Depois de Hillary: Hillary Clinton rejeitou o Relatório Goldstone como "unilateral". O apoio desenfreado de Clinton à expansão dos assentamentos israelenses na Cisjordânia e Jerusalém Oriental e seu silêncio sobre o desumano bloqueio israelense de Gaza encorajaram o governo de direita teocrático de Israel a invadir territórios palestinos e consolidar uma série de "bantustões" palestinos como um apartheid na Cisjordânia e um gueto a céu aberto em Gaza.
 
Paraguai
 
Antes de Hillary: O país sob Fernando Lugo começou a tirar da pobreza os camponeses rurais e trabalhadores urbanos do país. O Paraguai também iniciou um movimento firme em direção à democratização após anos de ditaduras militares.
 
Depois de Hillary: o “golpe constitucional” de Clinton contra Fernando Lugo, em 2012, trouxe de volta ao poder a oligarquia militar-industrial, com os camponeses da nação sendo forçados a voltar à pobreza e ao domínio repressivo.
 
Sudão do Sul
 
Antes de Hillary: Antes da independência em 2011, o Sudão do Sul, embora repleto de disputas intra-tribais, estava relativamente calmo.
 
Depois de Hillary: Depois de ser levado para a independência do Sudão em 2011, o Sudão do Sul, um projeto especial de Clinton, George Soros e o ator George Clooney, mergulharam na guerra civil e no caos. Ele bateu todos os registros em ser transformado de um estado recém-independente em um estado falhado.
 
Síria
 
Antes de Hillary: a Síria era um estado secular multicultural e multirreligioso que defendia o conceito de socialismo pan-árabe e políticas progressistas promovidas pelo egípcio Gamal Abdel Nasser. A Síria não era um lugar seguro para o jihadismo.
 
Depois de Hillary: Após o sinal verde de Clinton para a “Primavera Árabe” de 2011, a Síria se tornou um estado fracassado, onde o Estado Islâmico ganhou uma posição firme. Aluitas minoritários, cristãos, drusos e curdos foram massacrados por grupos jihadistas auxiliados e incentivados por ONGs e outros interesses apoiados por Clinton.
 
 
Tailândia
 
Antes de Hillary: o movimento da camisa vermelha da Tailândia era uma força poderosa que exigia um retorno à democracia na Tailândia e a restauração do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, derrubado em um golpe militar de 2006, ao poder.
Depois de Hillary: Um protesto de camisa vermelha em 2010 resultou em uma sangrenta repressão pelos militares tailandeses. Clinton permaneceu em silêncio sobre a matança de manifestantes do exército tailandês e as prisões em massa de líderes da Red Shirt. A assistência militar dos EUA ao governo tailandês foi continuada por Clinton. Quando a irmã de Thaskin, Yingluck Shinawatra, se tornou primeira-ministra em 2011, Clinton começou a trabalhar para minar ela e seu governo de uma forma não muito diferente dos subterfúgios de Clinton contra Dilma no Brasil e Cristina Kirchner na Argentina. Quando chega a mulheres líderes, Clinton só tolera conservadores que se reúnem para os Estados Unidos. A pressão contra Yingluck acabou resultando em sua saída em 2014 e ela ser acusada criminalmente da mesma maneira que viu Dilma ser cobrada no Brasil.
 
Tunísia
 
Antes de Hillary: A Tunísia era uma das nações mais seculares do mundo árabe e islâmico. Principal destino dos turistas europeus, o país era mais europeu em suas perspectivas do que o norte-africano.
 
 
Depois de Hillary: Após a “Revolução de Jasmim”, de Clinton, em 2011, uma revolução temática de livro didático elaborada pelo amigo de Clinton, George Soros, a Tunísia desceu ao domínio e violência islâmicos. Hoje, a Tunísia é o principal país para recrutas do Estado Islâmico.
 
Peru
 
Antes de Hillary: A Turquia estava se aproximando cada vez mais dos padrões europeus em direitos humanos e democracia.
Detalhes
Mesmo sob o primeiro-ministro islamista Recep Tayyip Erdogan, o país permaneceu comprometido com o pluralismo.
 
Depois de Hillary: Clinton autorizou o envio de armas líbias capturadas dos esconderijos de armas de Qaddafi aos intermediários turcos no emprego do governo de Erdogan para serem transferidos para os rebeldes jihadistas na Síria. Uma complicação nesse arranjo resultou no ataque jihadista de 11 de setembro de 2012 no depósito da CIA em Benghazi, que matou o enviado americano Chris Stevens e outros funcionários do Departamento de Estado.
Detalhes
O namoro da Turquia com os rebeldes jihadistas na Síria foi refletido pela crescente islamização da Turquia. Os eventos de 2011 e 2012 resultaram na Turquia hoje sendo governada por um líder islamista, Erdogan, com a oposição política aberta sendo reprimida.
 
Ucrânia
 
Antes de Hillary: A Ucrânia era um país estável e neutro que nem se alinhava com o Ocidente e a OTAN nem com a Rússia sob a presidência de Viktor Yanukovych, eleito em 2009 e inaugurado em 2010.
 
Depois de Hillary: Clinton tentou de tudo para garantir a derrota de 2009 de Viktor Yanukovych. O Departamento de Estado e seus amigos no campo de George Soros deram assistência à candidata favorita de Clinton, Yulia Tymoshenko, para derrotar Yanokovych. Foi essa interferência inicial nas eleições de 2009 que levou à revolução “Euromaidan” em 2014 contra o governo, resultando em guerra civil, retrocesso da Criméia de volta à Rússia e estados secessionistas no leste da Ucrânia. As políticas de Clinton levaram diretamente a um estado falido na Europa.
 
Venezuela
 
Antes de Hillary: Sob Hugo Chávez, o país prestou serviços sociais básicos aos seus cidadãos mais pobres. A Venezuela também forneceu gasolina com desconto para vários países do Caribe e da América Central através do consórcio PetroCaribe.
 
Depois de Hillary: Depois que Clinton permitiu que a embaixada dos EUA em Caracas fomentasse protestos trabalhistas e políticos anti-Chávez, o país começou a vacilar economicamente. Após o diagnóstico de câncer terminal de Chávez em 2012, o Departamento de Estado aumentou a pressão sobre a Venezuela, enfraquecendo a economia e o sistema político do país.
 
Saara Ocidental
 
Antes de Hillary: Reconhecido pela União Africana e várias nações ao redor do mundo como a República Árabe Saaraui Democrática (RASD), o Saara Ocidental via alguma esperança para uma evacuação de tropas de ocupação marroquinas ilegais de seu território.
 
Depois de Hillary: Em 2010, as tropas marroquinas começaram a entrar nos campos de refugiados sarauís e a atacar os residentes, mesmo em zonas de exclusão protegidas pela ONU, onde as tropas marroquinas eram proibidas de entrar. Clinto assegurou que as negociações da ONU e um proposto referendo popular sobre o futuro do Saara Ocidental estivessem paralisados. Clinton pressionou vários Estados a retirar seu reconhecimento da RASD, incluindo São Vicente e Granadinas, Paraguai, Haiti, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Malauí, Quênia, Maurício, Zâmbia, Panamá e Burundi. A Clinton Foundation recebeu uma doação de US $ 1 milhão em 2011 de uma empresa de fosfato marroquina pertencente ao governo marroquino e que tem operações de mineração no Saara Ocidental.
 
 
Iémen
 
 
Antes de Hillary: o Iêmen era um estado amplamente secular que estava se transformando em uma federação onde os direitos do Iêmen do Sul e dos Zaidi Houthis do norte do Iêmen estavam sendo reconhecidos.
 
 
Depois de Hillary: a “Primavera Árabe” de Clinton de 2011 e a queda de Abdullah Saleh do poder viram o Iêmen se tornar um estado falido. A Al Qaeda, na Península Arábica, e o Estado Islâmico ganharam controle sobre várias áreas do norte e do sul do Iêmen. A queda de Saleh permitiu à Arábia Saudita conduzir uma guerra genocida no país, com o total apoio de Clinton.


SE VOCÊ QUISER SALVAR A AMÉRICA (ou o seu país) - PASSE ESTE INFORMAÇÃO AOS SEUS FAMILIARES E AMIGOS E POSTAR A OUTROS SITES. ESPALHE A PALAVRA.


Fonte: http://nesaranews.blogspot.ca/


 

Recomenda-se o discernimento.





Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.


Novembro 04, 2015

chamavioleta

As Pirâmides de Gizé (Egito) e as Pirâmides de Teotihuacan (México)  

As grandes construções feitas na superfície da Terra pelos gracianos, habitantes do Planeta GRACYEA, a pedido dos maldequianos, do planeta Maldek, há incontáveis anos no passado de nosso planeta e as suas correlações e coincidências. As mesmas construções ciclópicas foram erguidas em Marte.

As PIRÂMIDES, um EXPERIMENTO com ENERGIA VRIL da TERRA

Edição e imagens:  

Publicado anteriormente a10/11/2014


A Grande Pirâmide do EGITO, chamada pelos “eruditos” de “A Pirâmide de Quéops (ou de Khufu)”, e que teria sido (conforme os “especialistas” no assunto) construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2.551 a 2.528 a.C. (século XXVI a.C.). 



A Grande Pirâmide no planalto de Gizé, no Egito, alinhada com a estrela do Cinturão de Órion, Mintaka e nomeada pelos “eruditos” como uma mera tumba do faraó Khufu (Quéops), hoje sem a Pedra de Topo de cristal Astrastone que foi retirada pela FEDERAÇÃO GALÁCTICA.

É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas atualmente é de 137,16 m, pois falta parte do seu topo e do revestimento (a pedra de topo feita de cristal Astrastone foi reirada pela FEDERAÇÃO GALÁCTICA).

——————————————————————

{n.T.: As PIRÂMIDES, um EXPERIMENTO com ENERGIA VRIL da TERRA:

… Cerca de três horas depois, Andart voltou sorrindo para nossa tenda. Contou-me que Marduk estava hesitando bastante em prosseguir com o plano de enviar a energia vril de reserva da Terra a MALDEK dali a uns dois dias (no solstício de verão no hemisfério norte de então). Andart disse que fizera o possível para encorajar Marduk a continuar conforme o plano, pois ele (Andart) pessoalmente não acreditava que o plano funcionaria, e um malogro humilharia um pouco Marduk e os governantes quains de MALDEK. Creiam-me, Andart não pensou por um momento sequer que seu incentivo conduziria à subseqüente tragédia.

Andart deixou Marduk ainda ponderando o fato de que levaria vários anos para MALDEK (deslocando-se constantemente na órbita solar, assim como os demais planetas do sistema) atingir novamente a melhor posição (em relação à Grande Pirâmide) para receber a energia vril de reserva pertencente à Terra. Quando observamos os anciãos de MALDEK chegarem no local das Grandes Pirâmides e vimos suas varas (bastão) VRIL pessoais sendo descarregadas e levadas à tenda de Marduk, soubemos que ele decidira-se a prosseguir com o plano.

Perguntei a Andart: “Acha que dará certo, ou será um fracasso? Espero que funcione, você não?” Andart disse então: “Doy, não sei se terá êxito ou não, e realmente não me importo com o que vai acontecer. Estou apreensivo com o fato de que nós, de nossa raça, talvez tenhamos proporcionado uma arma física que nosso El, Baal/Lúcifer/Marduk, de MALDEK,poderia usar para atacar e ferir outro El (o da Terra nesse caso). Ora essa, que os deuses lutem se quiserem, mas deixem a nós, humanos, fora disso.” Quando passei a considerar o que Andart dissera, uma onda de náusea tomou conta de mim. Andart e eu visitamos meu pai na véspera do grande acontecimento. Ficou contente de nos ver e muito feliz por termos nos tornado companheiros. Meu pai também estava nervoso com o que estava a ponto de acontecer no dia seguinte. Nossa visita o confortou, afastando até certo ponto sua mente da possibilidade de que ele poderia ter negligenciado algo durante as incontáveis inspeções das pirâmides ordenadas por Marduk e conduzidas por ele e seus colegas. Disse-nos várias vezes:

“Os gracianos dizem que tudo está em ordem com as estruturas, e eu não consigo imaginar o que mais fazer.” Andart e eu estávamos à margem oriental do RIO NILO juntamente com vários gracianos, que planejavam partir rumo a Miradol mais tarde naquele dia. Um jovem piloto graciano de carros aéreos nos perguntou o que nós, maldequianos, estávamos fazendo com as pirâmides do outro lado do rio. Perguntou se era um tipo de cerimônia espiritual. Andart respondeu: “Pode-se dizer que sim, mas de um tipo que, tenho certeza, você não entenderá.” Ele acabara de completar sua frase quando um pilar de LUZ de fogo arremessou-se em direção ao céu a partir do ápice da Grande Pirâmide.

Tudo era silêncio, e o pilar de LUZ de fogo era bonito de se contemplar; Eu estava exultante e fiquei repetindo: “Funciona, funciona!” Minha alegria terminou quando o solo em baixo de nossos pés começou a tremer violentamente. Víamos as pessoas fugindo das pirâmides; algumas saltaram no rio. O ar estava impregnado do cheiro de enxofre queimando. Então, surgiu um grande clarão de luz ofuscante muito distante no céu (MALDEK EXPLODIRA em pedaços incontáveis ao receber a energia VRIL transmitida da Terra pela Grande pirâmide). Andart e eu caímos de joelhos tremendo. Nós dois queríamos morrer e acabar com a tristeza existente nos profundos recessos de nossos espíritos. Os gracianos tentaram nos auxiliar e nos confortar, mas estavam totalmente confusos em relação ao que tinha acontecido. …

Texto extraído e traduzido do livro “Through Alien Eyes”, de Wesley Bateman, páginas 308 e 309, capítulo referente a DOY de MALDEK. Fim de citação}

———————————————————————–

Entre as pirâmides, a de Quéops se sobressai como uma das criações mais espetaculares e geniais da história da arquitetura, das antigas construções feitas em pedra.


O esquema da Grande Pirâmide de Gizé, Egito.

Assim como nas outras pirâmides, a de Quéops os seus lados se orientam pelos quatro pontos cardeais, limitando o Delta do Rio Nilo geometricamente com o prolongamento das duas diagonais e dividindo-o em duas seções iguais seguindo o eixo da pirâmide, ou seja: medindo a medida da vara egípcia de 0,525 metros, o lado da base da pirâmide tem 440 varas e a sua altura atinge as 280 varas.

Estas consideráveis amplitudes têm dado lugar a especulações matemáticas bastante complexas, pois é reconhecido que terão relação com o posterior desenvolvimento das matemáticas Pitagóricas.



Por outro lado, a orientação da pirâmide permitia que os raios luminosos da estrela SIRIUS (Constelação do Cão Maior), ao passar pelo meridiano, penetrassem na câmara existente no seu núcleo por meio de um conduto, no momento em que se anunciava o princípio do ano egípcio e o início das inundações do rio Nilo, durante o mês de JULHO, no dia 25 (o mesmo dia marcado como o DIA FORA DO TEMPO pelo Calendário MAIA do México, e que marcava o INÍCIO DE UM ANO NOVO para os MAIAS).

Também a luz da estrela POLARIS (n.T. Chamado pelos nodianos de estrela/sol SOST, onde orbita o seu planeta Nodia), na Constelação da Ursa Menor, entrava pelos condutos do norte. Este monumento construído em rocha tem uma superfície que cobre quase 53 mil metros quadrados, e teria uma massa/volume de cerca de 31.200.000 toneladas. É sem dúvida o MAIOR e um dos monumentos mais polêmicos de toda a Antiguidade.


Uma foto antiga da aérea das pirâmides em Teotihuacán, no México, com um “VAZIO” entre a Pirâmide da Lua e a Pirâmide do Sol.

A Pirâmide do Sol em TEOTIHUACAN, no México e a Grande Pirâmide do Egito, na Planície de Gizé, chamada de túmulo de Quéops, são quase ou quase igual a uma e outra nos seus perímetros da base. A Pirâmide do Sol é “quase” metade da altura da Grande Pirâmide. Há uma ligeira diferença. A Grande Pirâmide de Gizé, no Egito é 1,03 – vezes maior do que a base da pirâmide do sol, no México.

É possível que os layouts e as plantas dos projetos das pirâmides de Gizé, no Egito e Teotihuacán, no México tenham mais semelhanças? Ou ainda que todo o complexo de construções existentes nesses dois países tão distantes entre si tenham muito mais em comum do que suspeitamos até o momento.


Acima a disposição do Layout das Pirâmides de Gizé e o seu alinhamento, que são uma cópia perfeita do alinhamento existente entre as três estrelas do cinturão da Constelação de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak, conhecidas popularmente no Brasil como as Três Marias…

Na foto aérea antiga (mais acima) das pirâmides em Teotihuacán, no México acima existe um “vazio”. Estaria o “terreno” vazio entre as pirâmides ali existentes destinadas a construção de uma terceira pirâmide, como as que existem na Planície de Gize, no Egito?


Acima o layout e a planta das Pirâmides em Teotihuacán, no México.

E se assim fosse estariam elas também alinhadas com as três estrelas do cinturão da Constelação de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak (conhecidas como as TRÊS MARIAS no Brasil), como as pirâmides do Egito estão?


Acima: a disposição das Pirâmides de Gizé, do Egito sobrepostas no layout das pirâmides de Teotihuacan, no México.

O Vazio (aparente) em Teotihuacan preenchido pelo Palácio dos Jaguares está no mesmo local exato equivalente a terceira pirâmide do Egito, no local da pirâmide “ausente” e que marca o local equivalente da estrela Alnilan no cinturão de Órion.



Desenho e Fotos a seguir: a Constelação de Órion e o alinhamento entre as estrelas do Cinturão da Constelação de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak (as TRÊS MARIAS como são conhecidas popularmente no Brasil) e as pirâmides de Quéfrem, Queóps e Miquerinos, em Gizé-Egito.



É possível que os layouts das pirâmides de Gizé e Teotihuacán foram baseados nas mesmas “plantas” e projetos? As evidências indicam que esse é o caso e que ambos os projetos foram feitos com base nos mesmos planejamentos, dimensões e distribuição espacial dos imensos volumes de pedra.


Desenho acima do alinhamento do cinturão de Órion, entre as estrelas do cinturão da Constelação de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak (as TRÊS MARIAS) e as pirâmides de Quéfrem, Queóps e Miquerinos, em Gizé-Egito.

A diferença é que no México, está faltando a pirâmide do “meio” (correspondente à estrela Alnilan, do cinturão de Órion) que existe na Planície de Gizé, no Egito.



Abaixo: Alinhamento da Grande pirâmide em Gizé, no Egito, também com as constelações do Cão Maior e sua principal estrela Sírius, Constelação de Órion, Draco (Dragão, uma constelação de onde se originam uma espécie de reptilianos, os Draconianos), Ursa Maior e Ursa Menor com sua principal estrela Polaris (SOST).


Para saber um pouco mais sobre o por que de tantas correlações entre as pirâmides desses dois sítios arqueológicos que continuam a intrigar os “eruditos” de todos os tempos acesse os links:

http://thoth3126.com.br/a-conexao-terramaldekmarte-em-gize-cydonia-e-teotihuacanmirador/
http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-i-historias-de-maldek/
http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-ii-historias-de-maldek/
http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-iii-historias-de-maldek/
http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-iv-final-historias-de-maldek-2/
http://thoth3126.com.br/category/maldek/

Posted by Thoth3126 on 10/11/2014


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.


www.thoth3126.com.br


Por favor, respeitem todos os créditos
Arquivos em português:

 Atualização diária
 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media *   North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands  * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government  
** by Steve Beckow: 9/11 Truth, Abundance Program, Accountability, Disclosure, end times, Extraterrestrials, financial crash, Golden Age, Illuminati, Mayan Predictions, NESARA, New Paradigm, Spiritual Hierarchy, Spiritual Teachers, UFO Cover-up, Wisdom Economy   
ES: LLAMA VIOLETA

Novembro 03, 2015

chamavioleta

Cidades Annunaki encontradas no sul da Africa

Michael Tellinger

Três grandes cidades, 60 x 60 milhas (96×96 quilômetros) cada, uma das quais incluíria a Grande Zimbabwe (Zimbabuè)

Publicado anteriormente a 17 de maio de 2015.



Em 15 outubro de 2012 o Editor e Produtor Michael Tellinger (à direita ao lado de uma pegada gigante) discutiu seu estudo de ruínas antigas na ponta sul da África, que ele acredita que estejam associados com uma civilização desaparecida que visitantes Extraterrestres, conhecidos no mundo antigo como Annunakis, criaram há mais de 200 mil anos atrás, quando eles lá estiveram, no sul da África, para extrair ouro. …

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Ruínas de antigas cidades Annunaki teriam sido encontradas no sul da Africa

Fonte: http://www.forbiddenknowledgetv.com

DiscloseTruthTV

As ruínas, que ele esta investigando juntamente com Johan Heine, consiste em milhares de estruturas de pedra cobrindo uma grande área. As estruturas mostram evidências de sua extrema antiguidade através da erosão e do crescimento de microorganismos (tipo pátina), ele detalhou.

Uma das ruínas mais importantes a que ele se refere como “Calendário de Adão”, um calendário de pedra monolítica que poderia marcar a passagem do tempo pelo dia.




O local da descoberta das ruínas, no sul do continente africano está de acordo com as narrativas de culturas antigas da Mesopotâmia.

Os Annunaki cruzaram seu próprio ADN com a genética humana para criar trabalhadores (o homem atual, o Adão e a Eva de barro) das minas de ouro no sul da África, Tellinger disse, fazendo referência ao trabalho de tradução da escrita suméria publicada nos livros de Zecharia Sitchin.

Entre as ruínas existem formas hexagonais agrupadas em conjunto como favos de mel (como numa colmeia de abelhas), que ele especula que poderiam ter sido utilizados como tanques de clonagem.




O Relógio de ADÃO, clique na imagem c/botão direito para ampliar.

Além disso, ele sugeriu que muitas das estruturas feitas de pedras que contêm quartzo, foram utilizados como dispositivos de energia para os grandes assentamentos de mineração. Ao estudar a área usando mapas aéreos, Tellinger determinou que havia três grandes cidades com cerca de 60 x 60 milhas cada um, uma das quais incluía a Grande Zimbabwe.

Entre as ruínas, as primeiras pirâmides podem ser encontrados, e os detalhes esculpidos em algumas das rochas incluem o símbolo Ankh – milhares de anos antes que a civilização egípcia os usasse, relatou ele.

Veja o vídeo sobre a pegada:



Biografia: Michael Tellinger é um cientista, no verdadeiro sentido da palavra, nunca se afastando de questões controversas e examinando meticulosamente cada pista.



Depois de uma obsessão de longos 30 anos de compromisso com as origens da humanidade e as anomalias genéticas da nossa espécie, ele escreveu o livro Slave Species of God (Espécies Escravas de Deus).

Quando Johan Heine expos o mistério das ruínas de pedra da África do Sul com Michael em 2007, eles começaram um processo irreversível de pesquisa que levou Michael a algumas conclusões científicas surpreendentes e na realização de mais dois livros, Adam’s Calendar e Temples of the African Gods (Calendário de Adão e Templos dos deuses Africanos).



Os Anunnaki (também transcrito como: Anunna, Anunnaku, Ananaki e outras variações) são um grupo de divindades encontradas nas culturas antigas da Mesopotâmia (ie, sumério, acádio, assírio e babilônico). O nome é escrito de várias formas “da-nuna”, “da-nuna-ker-ne”, ou “da-freira-na”, que significa algo do tipo “os de sangue real” ou “príncipes da realeza”.

Sua relação com o grupo de deuses conhecido como Igigi não é clara pois “às vezes os nomes são usados como sinônimos, mas no mito da inundação descrito em Atra-Hasis, os Igigi são a sexta geração dos deuses que têm de trabalhar para os Anunnaki, rebelando-se após 40 dias e substituídos com a criação dos (escravos) seres humanos.




Palavras de Michel Tellinger sobre a pegada de deus: “Eu gostaria de compartilhar com vocês o que poderia ser uma das melhores peças de evidência de que havia gigantes na Terra há muito, muito tempo atrás. Os geólogos têm se maravilhado com esta cópia de pé gigante em granito bruto, com cerca de 4 metros de comprimento. Este é um lugar profundamente sagrado, místico e espiritual entre os guardiões do conhecimento africano e por isso deve permanecer intocado. Essa marca de pé é carinhosamente conhecida como a pegada de Deus. Tem cerca de 1,20 metros de comprimento, a pessoa que a teria deixado para trás deve ter sido de cerca de 24 pés ou 7, 5 m de altura. Este local na África se apresenta a nós com um dilema real e um profundo mistério que precisa ser resolvido”.

Segundo os mitos Assírio e babilônico mais tardio, os Anunnaki eram filhos de ANU e KI, deuses irmão e irmã, eles próprios sendo os filhos de Anshar e Kishar (Eixo do céu e o Eixo da Terra, os pólos Celestiais), que por sua vez eram os filhos de Lahamu e Lahmu (“os enlameados”), nomes dados aos guardiões do templo do Abzu em Eridu, o local em que a criação do homem/mulher, o Adão e a Eva de barro teria acontecido. Finalmente, Lahamu e Lahmu foram os filhos de Tiamat, a deusa do Oceano e Abzu o Deus de Água Doce.

Saiba (informe-se) mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  3. http://thoth3126.com.br/o-genesis-e-a-epopeia-de-gilgamesh/
  4. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  6. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  7. http://thoth3126.com.br/piramides-no-egito-a-sua-historia-dos-subterraneos-perdida-e-secreta/
  8. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-primeira-tabuleta-parte-1/
  9. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-enlil-04/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

267Share on Facebook (Opens in new window)267
8Click to share on Twitter (Opens in new window)8
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)


Posted under África e Egito,NIBIRU,Oriente Médio

URL: http://wp.me/p2Fgqo-2JS

Posted by Thoth3126 on 17/05/2015

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Michael Tellinger


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub