Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Março 21, 2023

chamavioleta

Abertura da nossa consciencialização à regeneração pessoal

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 20 de março de 2023

 

 

O nosso corpo físico surge da nossa consciência, e criámos a realização do nosso corpo. Com as nossas expressões energéticas pessoais, atraímos cada redemoinho de luz que compreende a nossa presença física, das mais ínfimas entidades subatómicas, todas vibrando em ressonância com a nossa assinatura energética. Podemos sentir isto, e os nossos sentidos estão conscientes da sua estimulação empírica. Os nossos corpos são padrões de energia mantidos em forma pela nossa consciência e reconhecimento. Ao reconhecer os padrões energéticos, trazemo-los à nossa realização como reais. Se não os reconhecermos, eles não entram na nossa experiência pessoal. Se os reconhecemos, e também os admiramos e alinhamos com eles, trazemo-los para a nossa experiência do espaço/tempo; caso contrário, estão a passar ondas num espectro de energia que existe numa dimensão que não a nossa. Isto é verdade para as qualidades do nosso corpo, bem como para os defeitos que impomos a nós próprios pelas nossas crenças limitantes. 
 
Quando abrigamos qualquer tipo de negatividade, interferimos e desestabilizamos os processos de vida na nossa psique e no nosso corpo. Concentramo-nos em padrões de onda desarmoniosos. Se queremos criar ressonância dentro da nossa consciência pessoal, devemos alinhar com a nossa verdadeira essência vibratória, tal como expressa através do coração do nosso Ser. Isto resulta na eliminação da nossa consciência dos defeitos e dos pensamentos e sentimentos que diminuem a vida, decorrentes das nossas crenças limitantes sobre nós próprios. Dependendo de quão perto ressoamos da nossa verdadeira essência, transformamos a nossa presença física em alinhamento com a nossa consciência. 
 
Este tipo de transformação levou muitas vezes anos a completar, mas pode acontecer instantaneamente, se conseguirmos dirigir completamente a nossa atenção para o espectro do amor infinito, alegria e realização em todos os sentidos. Podemos usar a nossa imaginação e apelar aos nossos guias e anjos para nos inspirar. Somos todos aspectos de um mesmo Ser e podemos ter efeitos psíquicos uns sobre os outros. A nossa energia é mais poderosa quando estamos em alinhamento com as qualidades dos nossos guias e anjos, bem como com o nosso coração. Quando retiramos a nossa atenção de todos os nossos velhos padrões de pensamento e emoção, podemos abrir a nossa consciência a um reino de amor e beleza. 
 
À medida que permitimos que a nossa imaginação se desvie e que as nossas emoções surjam naturalmente com a intenção de realizar experiências que aumentem a vida de todos, podemos alinhar-nos com a nossa verdadeira presença de consciência e o nosso conhecimento intuitivo da essência da nossa consciência infinita.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub