Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Junho 13, 2024

chamavioleta

Sua infância foi realmente boa?

Hakann através de A. S.

Traduzido a 12 de junho de 2024

 

 
 
Meus queridos irmãos e irmãs, Fala o Hakann. Saúdo-vos com paz e amor. Do nosso ponto de vista, é um tanto horripilante a forma como os pais comuns da Terra tratam os seus filhos. Agora, certamente bons pais da terra lá fora. No entanto, em muitos casos, as crianças da Terra são tratadas como se fossem pequenos prisioneiros ou como se não fossem totalmente humanas. Por exemplo, forçar uma criança a ficar parada durante uma grande parte do dia, por exemplo, durante a escola, é algo que pensamos que beira o abuso infantil. Agora, sim, algumas crianças não sofrem realmente com isso, mas outras crianças realmente não estão ligadas dessa forma. As pessoas nem pensariam que era aceitável forçar todos os adultos a ficarem parados em uma mesa por horas a fio, então por que sujeitar seus filhos a isso? Além disso, alguns pais deixam os filhos passarem demasiado tempo atrás dos ecrãs. Então você tem situações em que uma criança cresce com apenas um dos pais, o que naturalmente leva uma criança a se perguntar: Eu não era bom o suficiente para que um dos pais ficasse por aqui? Eu não era bom o suficiente para os meus pais ficarem juntos? Crescer com um dos pais é normal no sentido de que acontece na terra o tempo todo, mas não é normal no sentido de que está tudo bem. Pode ser traumático para uma criança crescer com apenas um dos pais, e as estatísticas refletem que os filhos de pais solteiros têm resultados muito piores. Muitas pessoas não percebem o quão prejudicial isso pode ser para uma criança. A escola também treina as crianças a não seguirem os seus interesses naturais, porque as escolas dizem às crianças: não importa o que querem estudar, vão estudar isto. Desta forma, as escolas entorpecem as crianças à sua própria curiosidade e interesses naturais. Então, muitas crianças são treinadas para parar de ouvir seus corpos, porque lhes dizem: você vai comer isso, quer queira ou não. Você vai dormir durante esses momentos, quer queira ou não. Agora, é claro, não estou a dizer que as crianças devam poder comer doces e ver televisão o dia todo. Esse é o outro extremo. Deve encontrar-se um meio-termo feliz e saudável entre esses dois extremos. Além disso, algumas crianças são mais ou menos doutrinadas nas opiniões dos seus pais, não sendo realmente apresentadas a visões de mundo ou religiões alternativas. Ou o pai pode ter uma atitude de: você é tecnicamente livre para escolher o que você quer, É só que se você não acredita na minha religião, então você está indo para o inferno. Ou se você não adotar minha visão de mundo política, então você é parte do problema e prejudicial para a sociedade em geral. E enquanto isso é novamente "normal", isso é realmente muito doloroso se você pensar sobre isso. Você quase poderia chamar isso de chantagem emocional. Não é de admirar que os adolescentes da terra às vezes se rebelem tão fortemente contra seus pais. A negligência emocional é chocantemente comum na terra, do meu ponto de vista. É apenas que é difícil perceber algo que não estava lá — neste caso, amor e atenção suficientes — e, portanto, muitas pessoas não sabem que foram emocionalmente negligenciadas. Felizmente, o abuso físico direto é algo raro, mas uma criança que não recebe amor e atenção suficientes é muito comum, e isso por si só pode ser muito prejudicial. Ou uma criança só recebe amor se conseguir algo, ou só recebe atenção se tiver problemas. Na verdade, não é bom dar a uma criança muito amor e louvor Se ela conseguir algo, e ser fria e crítica em relação a ela se ela falhar. Isso é quase como um pai tratando seu filho como um cão que precisa de treinamento. Por um lado, faz um tipo frio de Sentido racional. No entanto, por outro lado, pode deixar as pessoas ansiosas para experimentar coisas novas, porque os seus pais e, mais tarde, os seus pais internalizados podem ser duros com eles se falharem. Então, para evitar a dor, é mais seguro simplesmente não tentar. E, claro, há crianças a intimidarem-se umas às outras, ou a excluírem-se umas às outras, e os adultos não abordam isto correctamente. Então, por que estou dizendo tudo isso? Estou a dizer tudo isto porque alguns de vós estão a ser retidos pela crença de que a vossa infância foi boa, ou que foi muito boa, quando realmente não foi. Claro, algumas pessoas realmente tiveram uma boa infância. E algumas pessoas já estão dolorosamente conscientes de que a sua infância lhes foi prejudicial. E para essas pessoas, lamento muito. Vocês são todos lindos e incríveis, e mereceram muito melhor. Nenhuma criança merece sofrer e, como pai, parte-me o coração e toca-me a alma pensar em quanto sofrimento passam algumas crianças. A infância realmente não deveria ser uma prisão, mas para algumas crianças, foi. Tem o meu convite para examinar e interrogar-se se a sua infância foi realmente boa. porque você não foi abusado diretamente, só porque sua infância foi "normal", não significa que sua infância foi realmente boa. Você recebeu o amor que uma criança precisa? Teve uma liberdade razoável? Seus pais ficaram juntos e se trataram com amor e respeito? Seus pais estavam presentes, não apenas fisicamente, mas também no sentido de que eles viram o verdadeiro você? Como se sentiu durante a sua infância? Lembras-te? E como foi a sua adolescência? Você ficaria bem com seus próprios filhos vivendo sua infância? Se não, porque não? A triste verdade é que as crianças ainda não têm as ferramentas psicológicas, a maturidade e a perspectiva que os adultos têm e, portanto, mesmo quantidades relativamente pequenas de dor ou negligência podem ter consequências profundas, potencialmente ao longo da vida. E isso é realmente lamentável, e isso também torna importante que as pessoas examinem a sua infância. Porque a consciência é o primeiro passo para a cura. É claro que as pessoas geralmente não querem concluir que sua infância foi prejudicial para elas. Não só isso pode ser uma realização muito dolorosa por si só, mas também muitas vezes coloca uma pessoa em conflito com seus pais, que muitas vezes pensam que seu filho teve uma infância normal e, portanto, boa. E, claro, as pessoas geralmente amam seus pais e não querem entrar em conflito com eles ou machucá-los. No entanto, só porque as crianças da Terra são feridas e controladas e ligeiramente negligenciadas emocionalmente o tempo todo — só porque essas coisas são "normais" no sentido de que acontecem com frequência — não significa que essas coisas estejam bem. Essas coisas podem, de facto, ser profundamente dolorosas e prejudiciais. porque algo acontece o tempo todo, não significa que esteja tudo bem ou inofensivo. porque algo é normal, não significa que esteja tudo bem. A boa notícia aqui é que mesmo apenas a consciência, e sentindo suas emoções, pode ser a cura em si. Então: como foi a sua infância, realmente? Se você quiser, você está convidado a compartilhar na seção de comentários. Com todo o meu amor e toda a compaixão do mundo, Seu irmão estelar, Ashtar
 
 

A. S.

Para Era da Luz 

 
 
Esses canalizações são enviados exclusivamente para EraofLight.com pelo canalizador. Se você deseja compartilhá-los noutro lugar, inclua o elo ao pôsto original.
 
 

 
Traduzido por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)

Free counters!Visitor Map
 

Dezembro 03, 2023

chamavioleta

SEMPRE HÁ ALGO COM QUE SE SENTIR BEM

MENSAGEM DOS ANJOS

Canal: Ann Albers

Tradução: Regina Drumond

a 2 de dezembro de 2023

 
 
 

ESTA SEMANA O MEU MANJERICÃO SUPER ABUNDANTE ME DEU GRANDE ALEGRIA!

Muitos de vocês nos ouviram discutir sobre a importância de sua vibração nos últimos anos. A nenhum de vocês foi ensinado na infância que suas ações importam muito menos do que sua vibração energética. Apenas alguns de vocês foram encorajados a seguir a sua bússola interior em vez de se esforçarem para agradar aos outros. Não é de admirar que aceitar o paradigma da 5D seja um desafio para muitos de vocês. Hoje, queremos ajudá-lo e encorajá-lo, explicar as coisas mais profundamente e oferecer-lhe um novo jogo para ajudá-lo a aprender mais sobre o poder da sua sintonização.

Imagine que você tenha um sonho em seu coração. Imagine agora que há um filme na televisão sobre como você saiu de onde está agora para a realização desse sonho. É um lindo filme de sincronicidade, alegria e triunfo. Temos certeza de que você gostaria de assistir a este filme!

Agora, em um canal totalmente diferente, há um noticiário. Ele fala repetidamente sobre o seu passado, presente e as pessoas ao seu redor como elas são agora. Ele compartilha notícias sobre o mundo ao seu redor, como ele está agora. Ele não tem compreensão da manifestação. Como resultado, quando ele se projeta para o futuro, simplesmente refaz o presente ou o passado. Não é tão provável que você prefira assistir a este canal!

Agora, suponha que você tenha um controle mágico. Quando você pensa em algo que lhe faz feliz, você sintoniza o lindo filme sobre sua vida se revelando graciosamente! Quando você pensa em algo que o deixa infeliz, o bom filme faz uma pausa e você se sintoniza com a estação de notícias deprimente, no momento em que ela corresponde aos seus próprios pensamentos negativos.

Como você pode imaginar, diariamente, a maioria de vocês alterna entre o bom filme e a notícia deprimente mil vezes, se não mais. Compreendendo que o bom filme só é reproduzido enquanto vocês têm pensamentos bons, muitos de vocês poderiam facilmente inferir que vocês nunca chegariam ao fim! Para frente e para trás, para frente e para trás vocês seguem.

Na realidade, é assim que muitos de vocês vivem suas vidas. Vocês são a primeira geração a tomar consciência do valor da sua sintonização. Você está aprendendo uma nova habilidade. É razoável esperar que você tenha que tentar, tentar, tentar novamente antes de aprender a valorizar os seus sentimentos e entrar em sintonia com coisas que o façam se sentir melhor. Requer tempo, persistência e prática para desenvolver um novo hábito.

Agora, suponha que você realmente queira ver o seu final feliz. Como uma criança jogando um videogame, você começa a praticar suas habilidades de “ajuste”. Você interage com os seus pensamentos para encontrar aqueles que são bons. Você se desafia para ver se consegue encontrar algo que pareça bom o suficiente para fazer o bom filme começar a ser reproduzido novamente.

Você começa a perceber pensamentos que "o tiram do sério". Aos poucos, por mais frustrante que possa ser no início, você aprende a administrar a sua sintonia até poder assistir ao bom filme por longos períodos de tempo e, quando você se afasta dele, fica mais confiante em sua capacidade de sintonização com o bom.

Eventualmente, com a prática, você se torna tão bom na sintonização que pode assistir aquele bom filme até o fim.

Queridos, sua vida é aquele bom filme esperando por vocês para sintonizá-lo. A maioria de vocês aprendeu a entrar em sintonia com o passado ou com o presente à sua frente, não importa o quanto seja bom ou desagradável. Raramente você aprendeu a se preocupar mais com como se sente.

Você pode imaginar? Você quer um relacionamento e, em vez de se concentrar nele (porque isso o envia para aquela oscilação de vibração), você se desafia a encontrar coisas para amar na vida, a encontrar maneiras de compartilhar o amor na vida, e pouco a pouco, sem nem mesmo tentar manifestar um relacionamento, você se sintoniza com aquele bom filme com todos os seus finais felizes.

Você não está se contentando em se sentir “apenas bem”, mesmo que não tenha o que deseja. Você se desafia a encontrar maneiras de se sentir bem – aqui e agora com o que você tem. Você pode usar sua mente brilhante para escolher um entre um zilhão de pensamentos positivos possíveis, aqui e agora. Você pode perceber e apreciar o sol em seu rosto. Você pode se maravilhar com as abelhinhas ocupadas que polinizam suas plantações para que você possa se alimentar. Você pode refletir sobre a incrível conexão com milhões de pessoas que colocaram seu amor no café que você colocou na xícara. Você pode sentar, respirar e receber nosso amor e assistência.

Diariamente, você está cercado por milhões de pequenas oportunidades para se sentir bem. Não faz muito sentido privar-se dos bons sentimentos e do bom filme que levará ao bom final, simplesmente porque você está chateado porque o bom final não está aqui agora. Todos vocês querem ser felizes. Escolha isto agora, e agora, e agora novamente, e o bom filme será exibido, trazendo ainda mais para você.

Alguns de vocês acham que isso não é justo e nós entendemos. No entanto, não se pode aplicar a lei humana a um universo que opera em termos de vibração e esperar que funcione como um ser humano funcionaria.

Como resultado, é difícil para muitos de vocês confiar no universo para realizar seus sonhos. Nós entendemos. À medida que esses novos conceitos foram introduzidos na consciência humana, muitos de vocês ainda aceitaram o paradigma da 3D de “fazer” enquanto tentavam aplicá-lo às leis da 5D de “ser”.

Você aprendeu a "fingir até conseguir". Se isso o ajuda a alcançar a vibração do que deseja, nós encorajamos isso! No entanto, você não pode falsificar a vibração. Nenhuma ação, falsa positividade ou agir “como se”, importaria, se não o fizesse se sentir maravilhoso. Muito melhor, como alguns de vocês disseram ao longo dos anos, "F*#! até conseguir!" Ignore quaisquer sonhos com os quais você não se sinta bem e concentre-se nas coisas que o fazem se sentir melhor! Nós, os anjos, acabamos de dizer isso? Sim, queridos. Dizemos isso com amor, humor e com a percepção de que muitos de vocês se sentirão mais inspirados a mudar o seu foco do que se esforçando mais para se sentirem bem sobre um assunto sobre o qual ainda não se sentem bem!

Se você não consegue se sentir bem com o relacionamento que está “tentando manifestar” desde sempre e que ainda não chegou, concentre-se em tudo e qualquer coisa que pareça melhor. Você se atormenta, tentando se sentir bem com o que não acontece. Desvie o olhar. Vire a outra face. Encontre a felicidade onde ela é fácil de encontrar e deixe sua vibração se elevar naturalmente.

Muitos de vocês aprenderam a visualizar, e isto pode ser uma ferramenta maravilhosa se ajudá-los a encontrar o sentimento que desejam! Se visualizar os faz se sentir pior porque faz com que pensem mais no que ainda não tem, é melhor visualizar um bom almoço que lhes entusiasme!

Você aprendeu a criar murais. Nós os amamos se eles lhe trazem alegria, capacitam-no a antecipar seus sonhos e a elevar sua vibração! Mas se vocês olharem para um mural e pensarem sempre: “Sim, certo, isso nunca acontece comigo”, então, queridos, retirem o mural e, em seu lugar, coloquem uma obra de arte inspiradora que os eleve, a cada vez que vocês olharem para ela!

Você aprendeu a silenciar a mente e a meditar, mas se ao tentar isso o frustrar, encontre uma alternativa. Ouça músicas que você gosta. Dê um passeio. Prepare uma boa refeição. Se você tentar honestamente, cada um de vocês poderá encontrar algo que acalme a negatividade e lhe permita estar presente no momento. Não desista e diga que você não pode. Você pode. Você só precisa exercitar o poder de escolha que Deus lhe deu e experimentar um pouco até encontrar sua própria maneira de se sentir presente e bem.

Você aprendeu a ser bom e a fazer o bem, e nós encorajamos isso completamente porque é da sua natureza amar, mas quando suas ações “amorosas” deixarem de parecer amor, então pare de praticá-las! Se você está ajudando um amigo ingrato, isso pode parecer maravilhoso por um tempo, mas quando deixar de ser maravilhoso, pare de fazê-lo ou desista.

Muitos de vocês se doaram tanto que se sentem amargos e ressentidos porque os outros não retribuem, mas, queridos, foram vocês que escolheram continuar se doando quando não se sentiam mais bem. Foram vocês que escolheram colocar seu coração mais na vida dos outros do que na sua. Muitos de vocês aprenderam que é “melhor dar do que receber” quando, na realidade, é melhor estar em um fluxo equilibrado – encher e derramar, encher e depois derramar. Quanto mais você recebe do Espírito, mais você deseja dar. Quanto mais você dá, mais deseja receber do Divino. Observe e ouça seus sentimentos para ajudá-lo a permanecer nesse fluxo.

À medida que você aprender a ser mais honesto sobre seus sentimentos, você se doará quando for uma alegria e reabastecerá o poço quando necessário. À medida que sua vibração se tornar de se doar com alegria, você atrairá outros que também estão na vibração de dar com alegria. Mas se a sua vibração for de dar porque você “tem que” ou “deveria” (mesmo quando, “suspiro”, você não tem vontade), então você atrairá outros que se sentem igualmente vazios e querem que você lhes retribua, como você deseja que eles lhe retribuam.

É um mal-entendido pensar que porque você “dá”, você atrairá outros que “dão”. Esta seria uma “lei do fazer”, mas o universo opera segundo a “lei da vibração”.

Não existe uma “lei do fazer”. Não existe nenhuma lei no universo que diga que se você fizer mais, o universo fará mais por você. Não existe nenhuma lei que diga que se você fizer o bem constantemente, você receberá o bem constantemente. Não existe nenhuma lei que diga que se você der, você receberá. Existe apenas uma lei vibracional. Não importa o que você faça, a energia com que você faz isso é infinitamente mais importante do que as próprias ações.

Se você comprar sapatos sentindo-se abundante, atrairá mais abundância do que se der o dízimo com (“suspiro”) um sentimento de justo martírio. Se você se entrega às suas atividades favoritas com alegria ou explora novas que o encantam, você encontrará um parceiro mais cedo do que se marchasse infeliz pelos sites de namoro online! Se você adora a caça e a ideia de conhecer várias pessoas novas a cada fim de semana e analisá-las, você poderia facilmente conhecer alguém em um site de namoro, mas poucos de vocês honestamente se sentiriam assim. Deus organizou reuniões durante séculos. Seu “fazer” não é importante. Sua vibração é.

Se você está curando uma condição física e ama seus médicos e os cuidados que eles oferecem, é provável que eles trabalhem bem com você. Se você desconfia dos médicos, mas adora terapias alternativas, elas provavelmente funcionarão melhor para você. Se você preferir ignorar sua condição e se concentrar em outras coisas que lhe trazem alegria, isso lhe trará alegria e, possivelmente, a cura também.

O que não funciona é focar em pensamentos ruins e forçar-se a fazer coisas que vão contra sua vontade. Mesmo se você morresse, você teria vivido feliz até fazer uma transição feliz e seguir em frente para uma realidade extremamente feliz. Sua jornada eterna pode ser divertida agora. Sua jornada eterna pode ser feliz agora.

A única coisa que importa, queridos, em relação ao que vocês verão no futuro é a vibração. Sejam gentis com vocês. Vocês são aventureiros corajosos. Vocês encarnaram na Terra durante algumas das maiores mudanças de paradigma que a humanidade já viu na história registrada. Vocês estão aprendendo a serem sintonizadores em vez de executores e a permitirem que suas ações nasçam de alegria e inspiração.

Deus os abençoe. Nós os amamos muito.

Os Anjos
 
 

 
 
Transcrito por achama.biz.ly, com agradecimentos, de: 
 
Arquivos: 
As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 

Novembro 16, 2023

chamavioleta

Sinais de maturidade pessoal

 

O Intermediário Ezequias

É o Mestre

Recebido por Valdir Soares

Tradução a 15 de novembro de 2023

 

 

 

Bacolod City, Filipinas, 28 De Junho De 2017
 
Mestre Ezequias: "se for permitido atingir a velhice, uma vida humana normal geralmente se estende por quatro fases durante sua experiência terrena em aspectos intelectuais, emocionais e espirituais: infância, juventude, maturidade e antiguidade. A infância é o início, a juventude os anos de formação, a idade adulta, a fase de sedimentação e a antiguidade, os anos de acabamento. À medida que o corpo físico amadurece através das experiências da vida, o Eu busca a maturidade intelectual, emocional e espiritual. A maturidade é, pois, o objectivo da experiência de vida. Quais são os sinais de ter atingido a maturidade pessoal?
 
"O primeiro e mais importante sinal de que uma pessoa está a atingir a maturidade na vida é, de facto, a capacidade pessoal de autocontrole. A experiência de vida é mais do que controlar situações para torná-las adequadas à sua vida. A qualidade excepcional de um ser humano que efetivamente quer controlar as situações da vida é controlar a si mesmo, em vez de tentar controlar outras pessoas e circunstâncias. O Eu é a única coisa que os seres humanos podem, de facto, controlar, porque está totalmente sujeito à vontade pessoal, enquanto as vontades e situações de outras pessoas nunca podem ser totalmente sujeitas.
 
"Um segundo sinal muito importante de uma maturidade saudável é mostrar consideração pelos outros. A diferença entre ser atencioso com os outros e ser egoísta e egocêntrico é clara: o último resulta em usar as pessoas e manipulá-las para os próprios interesses egoístas, enquanto o primeiro Busca companheirismo, cooperação, unidade e fazer dos projetos uma conquista comunitária. A Consideração Pelos Outros também permite uma melhor compreensão do relacionamento com as pessoas; não apenas permitindo que elas participem de sua vida, mas também se alistando nos projetos e interesses de outras pessoas. Ser atencioso com os outros resume-se a ser sensível, evitar conflitos, promover a paz e um bem-estar geral, em vez do estritamente pessoal.
 
"Um terceiro, essencial, mas dificilmente a característica final da maturidade é a disposição de estar a serviço dos outros. Pode-se ver prontamente essa qualidade vindo diretamente de ser atencioso. No entanto, estar ao serviço é um passo em frente: é tornar o serviço aos outros um ministério, o valor mais elevado nas relações, mesmo que isso signifique restringir benefícios justos ou limitações a si mesmo. Ser útil é, de fato, sair do seu caminho para ajudar os outros, tornando o bem-estar de seus companheiros humanos uma alta prioridade em sua vida. Só somos realmente felizes quando promovemos a felicidade dos outros, enquanto desfrutamos com gratidão do serviço devolvido aos outros.
 
"Portanto, meu amigo, a maturidade está de fato ligada à idade e à experiência, mas principalmente está sujeita a uma atitude equilibrada em relação a si mesmo, colocando-o firmemente sob controle (o mais difícil), e uma atitude positiva em relação aos outros, considerando-os dignos de participar e receber contribuições em sua vida. Finalmente, um sinal sólido de maturidade na vida é uma disposição calorosa para o serviço a qualquer outro ser humano, ajudando-o o melhor que puder em quaisquer dificuldades que possam ter. Certifique-se de que esses sinais estejam presentes em sua vida à medida que você passa pela fase de maturidade, para que possa torná-los sua marca registrada à medida que atinge a antiguidade. Sou seu amigo Ezequias, que uma vez governou sobre os outros, mas aprendi que é melhor governar a si mesmo.”
 
 

© The 11:11 Progress Group.

Tenha certeza, eu não vou culpá-lo; tenha certeza que você também, não me culpe

 

- Thought Adjuster, Março ee 2014.

http://www.1111angels.net 

 
 

 
Traduzido por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
 
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Outubro 29, 2020

chamavioleta

10 coisas que meu cachorro me ensinou

Por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

29 de outubro de 2020. 



 
 
O sábio psicanalista Sigmund Freud disse: “Cães amam seus amigos e mordem seus inimigos, bem diferente das pessoas, que são incapazes de sentir amor puro e têm sempre que misturar amor e ódio em suas relações”.
 
Reconhecidos por sua boa companhia, ingenuidade e amor puro, os cachorros são o tipo de pet que todo mundo ama. Difícil encontrar aquele que não se encanta com os ensinamentos e alegrias que um cãozinho pode trazer.
 
Sem nem mesmo perceber, seu cão pode ter lhe ensinado muito sobre a vida. Abaixo, 10 dos mais valiosos aprendizados que um cão pode trazer:
 
Amor incondicional
 
Expresso pela lealdade destes animais com seus donos, o famoso “amar sem esperar nada em troca” é evidente.
 
 
Dominika Roseclay / Pexels
 
Sentir-se amado
 
Cães são capazes de expressar tanto carinho que fazem com que seus companheiros aumentem a autoestima e sintam-se insubstituíveis.
Simples desfrutes de prazer
 
Sem notar, nossos pets nos fazem rir, ficar tranquilos ou nos agitar de forma boa. Pequenos gestos ou olhares nos trazem um sensação muitas vezes perdida, a de sentir prazer por pequenas coisas.
Comunicação sem palavras
 
Com a incrível habilidade de se comunicar pelo olhar ou por gestos, os animais nos fazem desenvolver outras maneiras de expor nossos sentimentos e emoções. O mais incrível é o quanto eles compreendem esta expressão.
 
Nada de rancor
 
Independentemente do quão duro se dirija a ele, ou quão desatento o seu dono seja, o cachorro não guarda rancor. Está sempre ao lado de seu dono e parece respeitar seus momentos. Grande exemplo aos seres humanos!
 
Demonstrar carinho
 
Sem pudor, esses animais exageram nas lambidas e carinhos e não há quem não goste. A expressão do carinho é sempre um bem e deve ser exercida entre os pets e os humanos.
 
Gustavo Fring / Pexels
 
Brincar
 
É sempre bom voltar a ser criança. Boa companhia para isso, os cachorros tem sempre fôlego para simplesmente se divertir. Um bom caminho para aliviar as pressões do dia a dia.
 
Cumprimentar e reparar nas pessoas ao redor
 
Os animais nunca deixam de lado a presença de alguém no ambiente. Este é um bom exemplo para nós darmos mais valor e atenção àqueles que estão a nossa volta.
 
Não fingir nada
 
Os cães confessam até mesmo no olhar quando algo foi feito errado e parecem se redimir da situação. Esta postura é ensinamento para tomar frente de suas atitudes sejam elas boas ou ruins e arcar com as consequências.
 
Não ter preconceitos
 
Os cães são animais extremamente sociáveis e que se relacionam bem com todos os outros animais exceto em casos específicos. Eles nos ensinam como viver sem nenhum preconceito ou pré-julgamentos.
 
 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Agosto 25, 2020

chamavioleta

Qual é a importância da brincadeira na infância

Eu Sem Fronteiras.

24 de agosto de 2020. 

 
 
Grupo de crianças com quatro meninos e três meninas correndo em gramado durante o dia..
 
 



 
 
Embora o Dia das Crianças seja uma data aguardada durante o ano todo, existe um outro dia especial para pensar sobre a infância e para refletir sobre a forma de criar os filhos.
 
O Dia Mundial da Infância, celebrado anualmente em 21 de março, foi criado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com o objetivo de conscientizar as famílias e os governos mundiais sobre a necessidade de educar corretamente as crianças.
 
 
Sendo assim, o Dia Mundial da Infância não deve ser celebrado com presentes para os filhos e para as filhas, mas com análises e reflexões sobre a educação, o lazer e a formação social das crianças.
 
Lukas / 123RF
 
 
Dois dos pilares fundamentais da infância são a construção de relações com outras pessoas e o exercício da imaginação. É por meio dessas duas atividades que uma criança desenvolve a empatia, o ato de ouvir, as descobertas sobre o mundo, as histórias que desejam contar e as sensações que vão acumular ao longo da vida.
 
Esses processos podem ser norteados e incentivados por um ato simples, e muitas vezes subestimado: brincar. De acordo com Marcia Nanaka, especialista em educação infantil, é a partir das brincadeiras, sobretudo aquelas em grupo ou em família, que uma criança aprende a respeitar os outros, a definir limites e a sentir o espaço.
 
Além disso, as brincadeiras são essenciais para aprimorar a fala e a coordenação motora, para que a criança desenvolva a tomada de decisões e aprenda a lidar com derrota, frustração, competitividade e vitória.
 
Não são só os profissionais em educação infantil que recomendem a inclusão das brincadeiras na rotina de uma criança. A pesquisa Valor do Brincar Livre, promovida pela marca OMO, em 2016, revelou que, em dez países, 98% das famílias entrevistadas usam brincadeiras no processo de educação dos filhos.
 
Cerca de 94% das famílias brasileiras ouvidas pela pesquisa acreditam que, sem a possibilidade de brincar, as crianças podem ter o aprendizado comprometido. Mas será que as crianças estão, de fato, brincando? Ou estão se rendendo a outros estímulos?
 
 
Quais são as ameaças?
 
Michael Morse / 123RF
 
 
A pesquisa Valor do Brincar Livre revela que, ainda que as famílias de dez países do mundo reconheçam a importância da brincadeira na formação de uma criança, mais de 80% dos pequenos se divertem por menos tempo do que o mínimo necessário para desenvolver todas as habilidades.
 
Os familiares reconhecem o problema: 87% deles acreditam que as crianças precisam de mais tempo para brincar. Os obstáculos para isso estão em dois fatores principais: tempo e espaço. Entre os entrevistados, 48% dos familiares não têm tempo para brincar com os filhos e 40% não encontram um lugar seguro e adequado para deixar as crianças se divertindo.
 
Com isso, surge um novo problema. A facilidade e a comodidade das telas (televisão, computador, tablet e celular) limitam as brincadeiras durante a infância. Os dados ainda apontam que 21% das crianças passam todo o tempo livre de frente para a televisão e que 89% dos familiares brasileiros afirmam que os filhos preferem esportes virtuais aos que podem praticar na vida real.
 
Em contrapartida, para 85% das famílias as crianças são mais criativas quando não usam a tecnologia. Isso não significa que as telas são proibidas para os pequenos, mas que é preciso controlar o tempo de uso desse recurso. O que mais as famílias podem fazer contra a limitação do brincar?
 
 
Qual é opapel  da família?
 
Com uma rotina exaustiva de trabalho, chegar em casa e ainda ter que brincar com o(s) filho(s) pode ser desafiador. O uso das telas, que não exigem um acompanhamento direto da criança, é tentador. Parece ser a forma mais fácil e rápida de controlar o filho, mas as consequências podem ser desastrosas.
 
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os bebês de até um ano de idade sequer devem ter contato com telas. Para as outras idades, até os cinco anos, é recomendado que a criança dedique mais tempo a outras atividades: praticar esportes, descansar, brincar e conversar.
 
Deixar o filho brincar com os amigos, por exemplo, é uma solução para as famílias que não têm tempo para divertir as crianças. É uma forma de estimular a interação entre elas, exercitar a fala, o respeito e a empatia. Com a supervisão de uma pessoa adulta, as crianças serão capazes de brincar sem perigo.
 
Outra possibilidade é estimular a criança a desenhar, a ler, a se exercitar ou até a ajudar nas tarefas de casa. É claro que uma pessoa não deve colocar o filho para limpar um banheiro, por exemplo, mas ele pode ajudar na hora de arrumar a cama ou guardar os brinquedos.
 
Para as crianças, até a mais simples tarefa pode ser transformada em brincadeira. O ato de comer, de tomar banho, de se vestir… tudo isso pode adquirir novas características com um pouco de imaginação. Estimular a invenção é uma forma eficaz de criar uma brincadeira que não será desgastante.
 
As palavras-chave para as famílias são: supervisão, controle e paciência. A supervisão é importante para que as crianças brinquem com segurança e não recorram às telas. O controle é essencial para que os filhos aprendam limites e regras sobre as atividades, mesmo para aquelas que forem inventadas por eles. E a paciência é um fator essencial para que as crianças tenham o direito de errar e de aprender com os erros.
 
 
O brincar para cada idade
 
Tendo compreendido a importância de realizar brincadeiras, a família deve aprender quais são as atividades recomendadas para cada fase da criança. Confira cada uma delas e aplique com os pequenos!
 
 
1) Para os 2 anos de idade
 
 
zgmorris13 / Pixabay
 
 
Nessa idade, os melhores brinquedos são os que envolvem: audição (instrumentos musicais), tato (massa de modelar, desenho e pintura), atividade física (passeios ao parque, brinquedos de puxar ou de empurrar) e contação de histórias.
 
 
2) Para os 3 anos de idade
 
 
FeeLoona / Pixabay
 
 
Os brinquedos que estimulam o tato ainda são válidos para essa idade. As novidades são o estímulo ao raciocínio, com quebra-cabeças simples, brinquedos de montar e atividades que envolvem a criação de personagens ou de cenários.
 
 
3) Para os 4 anos de idade
 
StockSnap / Pixabay
 
 
As atividades físicas devem ganhar um estímulo especial nessa fase. Pular corda, correr, se balançar e escorregar por um escorregador são atividades essenciais. O desenho e a pintura não devem ser abandonados, assim como os brinquedos de montar.
 
 
4) Para os 5 anos de idade
 
 
Kamille Sampaio / Pexels
 
 
Brincadeiras mais complexas, como amarelinha, esconde-esconde e ciranda devem ser aprendidas e praticadas nessa idade. É quando a criança estará preparada para conviver com outras pessoas e poderá criar as próprias dinâmicas de brincadeira.
 
 
5) Dos 6 aos 10 anos de idade
 
 
Pixabay
 
 
Na última fase antes da pré-adolescência, as crianças podem continuar brincando com tudo o que já aprenderam a usar antes, mas trazendo alguma sofisticação para as brincadeiras e para os brinquedos. Quebra-cabeças mais complexos e desenhos com uso de novos materiais são boas sugestões.
 

Eu Sem Fronteiras.


 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub