Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Abril 05, 2020

chamavioleta

Raio Violeta de Quan Yin, Arcanjo Zadequiel e todos os seres do Raio Violeta.

Por Gabriel RL (Neva).

2020/04/04. 

 
 

.
 
 
O símbolo geométrico de hoje traz a amorosidade transcendental de Kuan Yin dentro da energia do Raio Violeta! 💜💜 Esse é o símbolo específico dela.

Na quinta-feira, finalizaremos essa sequência de geométricos relacionados aos raios cósmicos com a divina Mãe Maria, na energia do Raio Verde. 

Este símbolo ajuda-o a se conectar com seu raio de essência ou missão, caso já saiba (senão, em breve, assim que possível e receber permissão dos mentores, eu estarei entregando em consagrações nos eventos e atendimentos específicos esta informação, e/ou poderá também saber através dos cursos do Luís Fernando, professor de meditação do Sementes das Estrelas). Além disso, conecta-o com os mestres, arcanjos, anjos e todos os seres que representam essa força. Por exemplo, se você deseja uma conexão maior com o Mestre Saint Germain do Raio Violeta, observar atentamente o símbolo pouco antes de entrar em meditação e/ou enquanto está meditando visualizar o símbolo, potencializará essa conexão. Poderá fazer quadros com o símbolo, imprimi-lo, desenha-lo no ar como se uma ativação de reiki, etc... por fim, é altamente recomendável não alterar as cores no caso de imprimir essa arte no próprio corpo (tatuagem), mantendo as cores originais que também é uma forma de codificação da energia. Por fim, é também considerado um símbolo de cura como todos os outros deste canal de geométricos de cura.

Pela Verdade, nada mais que a Verdade,


Em Amor e Bênçãos,

Neva (Gabriel RL)


 

Site Pincipal: http://achama.biz.ly/
 
 
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
BitChute Channel do Jordan Sather




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Janeiro 08, 2019

chamavioleta

VOCÊ ESTÁ NO MEIO DO GRANDE SILÊNCIO.

Mensagem de Mãe Quan Yin.

Através de Galaxygirl.

 

de Janeiro de 2019.

Tradução: Regina Drumond

a 8 de Janeiro de 2019. 

 
.
 


Muitos de vocês, ocidentais, podem não me conhecer, mas sou talvez mais conhecida em suas culturas orientais como  uma representante do princípio feminino e da incorporação do amor puro.
 
Quando os últimos grãos de areia escorrem pela ampulheta, o silêncio começa. Vocês estão no meio do grande silêncio, desta mudança da escuridão para a luz, do ódio para o amor, e vocês, queridos e queridas - vocês, guerreiros da luz da antiguidade, estão mantendo a luz para este espaço de paz começar aqui, neste agora. Vocês são extremamente importantes. Vocês estão mantendo a respiração, o espaço para todos começarem de novo. Pois verdadeiramente o tempo da grande mudança, do grande despertar é agora mesmo, em seu agora,nesta respiração.
 
Nós olhamos para vocês das naves acima, protegendo-os, guardando-os e oferecendo nossos serviços, sempre apaixonados. Nós olhamos para vocês, querida humanidade, com admiração. Imaginem se vocês quiserem, a flor de lótus, simples em sua beleza e resplandecente em sua durabilidade e em sua capacidade de crescer a partir de lama e de recursos aparentemente limitados. E, no entanto, quando ela floresce, é de tirar o fôlego.
 
Espiritualmente, através das eras de seu tempo, a flor de lótus tem visto muitas maravilhas místicas por muitas razões. Meditem sobre isso se vocês quiserem por algum tempo. Vocês se transformaram nos resplandecentes seres de luz que vocês são atualmente, da lama da 3D e floresceram no meio dela, apesar disso. Cercados por todos os tipos de criaturas do pântano, criaturas aquáticas que podem tentar roer seu caule enquanto nadam e pegam um pedaço de vocês, vocês crescem, fortes, robustos. Vocês reuniram seu alimento da água (a doce respiração de Gaia) e do Sol (O Sol, um portal para os reinos da luz maior acima) e vocês cresceram.
 
Muitas flores de lótus florescem sozinhas. Flores solitárias muitas vezes, buscando companheirismo dos reinos invisíveis, assim como vocês fazem e tem feito queridos. Isto aquece meu coração. Vocês sabiam que leva algum tempo para o lótus florescer? É verdade. Mas quando ela floresce, isto continua. Camada após bela camada de luz delicada e resplandecente, as pétalas continuam se abrindo de tal forma que o dia seguinte é ainda mais bonito do que o anterior. Isto é o que vocês estão fazendo - tornando-se. Vocês estão se tornando mais belos na capacidade de luz que vocês são capazes de manter, momento a momento. Ao abrirem os espaços do seu coração cada vez mais para a luz celestial que está bombardeando (mas se revelando suavemente) em seu planeta neste momento, vocês permitem que mais luz, mais amor se desenvolva e o seu desabrochar se intensifica. E então, vocês vêem que agora a flor se tornou tão forte, as raízes tão profundas, que está em paz com o ambiente, robusta e forte contra os elementos e proporcionando uma alegria radiante aos transeuntes que vislumbram a sua beleza.
 
Sua luz está se espalhando enquanto vocês a  compartilham com os outros ao seu redor, em suas comunidades, em suas escolas, igrejas, sinagogas, mesquitas, templos. Mas lembrem-se, por favor, filhos, que o seu verdadeiro templo está dentro de vocês. Vocês o estão mantendo brilhante e resplandecente com a luz de 1.000 sóis ou vocês se esqueceram deste espaço? Se vocês estão vendo estas palavras, talvez estejam mais motivados do que os outros que não estão, mas saibam que isso pode ser uma armadilha, pois o orgulho vem em todas as formas, e nós concordamos que é melhor meditar em todos os momentos e circunstâncias, mesmo quando vocês  acham que não precisam, pois talvez seja quando vocês mais precisam. Abram os brotos de lótus de seus doces espaços do coração e permitam que essa energia da 5D exploda no espaço mais interno do seu coração. Permitam que minha luz, meu amor, envolva-os em luz, em paz, em novidade, para que os brotos de lótus do seu coração nunca desapareçam, nunca murchem, sendo renovados constantemente pela graça, glória e a pura alegria do sol. Isso é tudo. Eu sou a sua Kuan Yin. Eu estou sempre perto se vocês desejarem falar comigo. Eu sou sua Kuan Yin.
 

Galaxygirl


 
artigo anterior





Agradecimentos a:  
 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



Free counters!
 
 
 
geoglobe1
 


 

Abril 14, 2017

chamavioleta

 

AS FREQUÊNCIAS COMEÇARAM A SEPARAR-SE

Por KUAN YIN (Quan Yin)

Via JENNY SCHILTZ 

31 de março de 2017 

Tradução: Ivete Adavaí






Atualização da energia e Canalização de Kuan Yin 
 
A palavra do dia para descrever nossos tempos atuais é “desconcertante”; o que significa que essa energia pode ser confusa, embaraçosa, e muitas vezes, frustrante. Muitos simplesmente sentem tudo por todo o lugar – em um momento estão cheios da mais incrível felicidade e no momento seguinte surgem incertezas e ansiedade. A falta de ritmo relativa a essa energia tornou-se um desafio para se escrever acerca dela, e de como se modifica muito rapidamente. Farei o meu melhor para resumir o que está acontecendo.



Memórias & emoções ressurgem

Seja por meio de sonhos ou de breves momentos em que surge uma memória, tudo está vindo à superfície. A intensidade disso depende do lugar em que vocês estão em seu processo. Para alguns de nós pode ser a primeira vez que realmente vimos nossas profundezas, sentimos tristeza e raiva. Honrem esses sentimentos, permitam que eles tenham uma voz independentemente de quão feios possam parecer. Para outros, há a permissão de retirar mais camadas, nos perdoando e nos amando cada vez mais. Para mim e alguns dos meus clientes, o universo orquestrou eventos que nos mostraram onde ainda temos profundas feridas ocultas, mesmo com todo o trabalho interno que temos feito, a fim de que possamos finalmente liberá-las. As boas novas é que agora temos as ferramentas para fazer exatamente isso. Perguntei aos meus guias como lidar com as emoções que estão surgindo e foi-me dito, muito claramente, que eu tenho uma escolha, que posso acessar as emoções e revivê-las ou posso vê-las sob uma perspectiva mais elevada e liberar qualquer sentido de errado que eu possa ter. Trata-se de compreender que ser capaz de ver o cenário maior (tanto quanto possamos) nos permite caminhar tranquilamente da dualidade e da vitimização para o puro poder pessoal; uma obrigação para a incorporação completa da alma.

Estava conversando com Kuan Yin acerca de como muitos estão se afogando nas ondas das emoções, incapazes de manter a cabeça acima da água. Ela me disse, de modo muito claro, que “às vezes, a pessoa deve se afogar a fim de descobrir o que a faz respirar” e lembrou-me das vezes em que eu também estava me afogando, segurando-me em coisas que não serviam por qualquer motivo, e quanto eu cresci após liberá-las. O ponto aqui é que se vocês se encontram submersos nas emoções e na negatividade deste mundo, mudem o seu foco e achem o que os faz respirar, o que faz o seu coração cantar. Podemos ficar perdidos nas profundezas da liberação, que está acontecendo neste planeta, e isso nos tira do rumo de nossa verdadeira missão, que é fundir-nos com a nossa alma.



Física e energeticamente

Uau! simplesmente uau! Encontro-me devaneando entre essas explosões de inspiração e apenas querendo me sentar e fitar a parede. Com a quantidade de luz aumentando no planeta, a cada momento, estamos sendo desafiados de muitas maneiras. Muitos estão enfrentando exacerbados sintomas de ascensão, tais como, transtornos estomacais, exaustão, insônia e um ressurgimento de antigas feridas. Onde quer que seja o seu ponto fraco, o meu é nas costas, pode estar atuando. O sistema nervoso para muitas pessoas é o mecanismo que reage ao aumento da luz. Essa sensação de cansaço, mas ligado, pode causar problemas naqueles com doenças autoimunes e outras condições crônicas.


Estamos também recebendo atualizações maciças em nossos sistemas corpóreos. Pode ser nos chacras, no funcionamento do cérebro, nos sistemas endócrino e metabólico. Estejam muito conscientes das necessidades do seu corpo. Recomendo que não sejam rígidos em nada, mas que sigam o fluxo do corpo. É preciso compreender que, em geral, se um corpo mantém tanta luz quanto possível agora, que a forma humana está sendo descartada, deixando apenas o espírito. Isso não é para ser desta vez, estamos continuando nossa jornada com nossas formas intactas e não existe manual que nos diga exatamente o que é necessário. Parte disso é vocês compreenderem que VOCÊS SÃO A AUTORIDADE sobre vocês. Podemos obter conselhos e insights de outras pessoas, mas no fim do dia, são vocês que devem confiar em si mesmos.

Do lado positivo, muitas capacidades estão se abrindo para nós, e novamente aqui devemos assumir a responsabilidade por tudo o que exibimos, e o que permitimos. Essa é a nossa realidade, nossa criação e precisamos lidar com isso. A maneira com que nos conectamos ficou também mais profunda. Nada disso está “lá fora”, e sim dentro de nós. Conectem-se por intermédio do coração e permitam que a sua alma se torne o seu maior guia.



Alterações nas Linhas do tempo

As linhas inferiores do tempo estão desmoronando-se em um ritmo muito acelerado. Estamos realmente nos mudando em termos energéticos e isso vai continuar até abril. Quando uma linha do tempo entra em colapso pode ser tão simples quanto um aparente redirecionamento para grandes mudanças de vida. Embora isso seja difícil de compreender e de aceitar, é importante confiar no fato de que tudo está acontecendo para o mais elevado bem a longo prazo. Isso também explica porque muitos estão se sentindo provocados, é para que essas emoções possam ser liberadas e a linha do tempo onde se mantêm sejam desfeitas. Tomem um momento e notem que até as coisas dolorosas são uma dádiva que demonstram que vocês estão aqui para que possam fazer escolhas diferentes. Prestem atenção nos arredores e todas as emoções que vocês estão experimentando, pois são pistas quanto a que frequência vocês estão mantendo. A maneira mais rápida para se mudar de uma frequência para outra é expressar gratidão por tudo, mesmo as partes dolorosas.

Abaixo segue uma breve canalização de Kuan Yin. Espero que todos vocês estejam bem e estejam vendo claramente onde as frequências estão se separando, para que possam escolher a sua realidade e o seu foco. Envio a todos muito amor. - Jenny Schiltz

Saudações! Sou eu, Kuan Yin. Esperamos que vocês possam sentir no horizonte os ventos da mudança que estão tocando cada parte do seu planeta. É um momento milagroso, em que cada um de vocês queriam e escolheram fazer parte. Não existe uma única área que não esteja sendo afetada por tudo o que está acontecendo. Já falamos com vocês anteriormente acerca da separação das frequências e realmente isso começou.

Para aqueles que se posicionaram nas frequências superiores, há uma facilidade mental neste momento. Isso não quer dizer que tudo esteja perfeito e alegre a cada momento, mas que vocês estão conscientes de que possuem as ferramentas para lidar com qualquer coisa que surja em seu caminho. Pensem em um barco, em uma tempestade, a onda pode cobrir a proa e vocês submergirem por um momento, mas o barco sempre se ergue novamente, e continua a flutuar. Para aqueles que estão se achando constantemente submersos, continuamente golpeados pelas ondas, nós lhes perguntamos, o que os está oprimindo? O que é que deve ser mudado e deixado de lado internamente, de modo que não os ancore mais a uma realidade que os afogue pouco a pouco? Para vocês verem, isso é simples, quando seguem o seu coração e não as limitações preconcebidas do mundo, vocês vão se descobrir elevando-se para enfrentar qualquer desafio.

À medida que as frequências continuam a se separar, é uma oportunidade para que cada um de vocês descubra exatamente o que gostaria em sua realidade pessoal. A Nova Terra tem sido construída e ancorada como uma possível realidade para cada pessoa, no entanto, cada um deve decidir como esse reino vai parecer e ser percebido por ele. Cada um de vocês é um criador, e é somente quem determina quais limitações colocar na criação. Estamos aqui para dizer que não há limitações, exceto aquelas que ainda residem em seu sistema de crenças.

Agora é o momento de perceber o seu poder, sua capacidade de interagir e mudar tudo. A manifestação é mais rápida agora para mostrar-lhes o poder que cada um de vocês sustenta. Depende de cada pessoa olhar criticamente os seus pensamentos, ações e a energia que está sendo projetada e recebida. Porque aquilo que antes era sutil, já não é mais. É por esse motivo que pedimos a cada um de vocês para ficar atento às energias que todas as influências externas trazem, porque podem afetar a sua capacidade de manter o equilíbrio e a centralização. Quando não se está centrado no próprio ser, as flutuações da luz vindoura exigirão um pedágio do seu bem-estar físico e emocional.

Estamos solicitando que cada pessoa se conecte à Grade da Nova Terra, ancore-a plenamente em seu ser, ao sustentar o amor incondicional por Todos em seu coração. Esperamos que vocês estejam sentindo entusiasmo, enquanto tudo ao seu redor muda e tudo para o qual vocês trabalharam se concretiza.

Com muito amor e admiração.

Kuan Yin.

Jenny Schiltz 
  



 
Agradecimentos a:
  1. Ivete Adavaí – adavai@me.com 
  2. www.adavai.wordpress.com
  3. http://www.sementesdasestrelas.com.br/
 
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Donations via PayPal
esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Março 08, 2017

chamavioleta

PERGUNTE AOS MESTRES nº 41

Mestres: Confúcio, Serapis Bey, Mãe Maria, Kuan Yin e Pórtia

Via Thiago Strapasson e Michelinha OM

6 de março de 2017

 

 

 

 

CORAÇÃO AVATAR E VERDADE TRANSMUTADORA

 

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

 

PAZ, TRANSFORMAÇÃO E AMOR.

 

ANSIEDADE E TROCA DE EMPREGO

Queridos Mestres. Muito grata por esta oportunidade, eu vos amo e me sinto cada vez mais conectada convosco. Pergunto-vos porque minha vida não avança. Tenho tidos alguns trabalhos, mas não me sinto bem em lado nenhum, apesar de fazer boas amizades e de conseguir adaptar-me depois de muito esforço. Este último emprego que tive foi demasiado duro em todos os aspectos, sei que vocês estiveram sempre comigo, mas parece que me falta algo. Até agora não tenho encontrado nada que me faça feliz, peço ajuda aos Mestres, que guie meus passos para aquilo onde me sinta mais sintonizada e seja mais útil. Relativamente ao amor, nunca tive ninguém, ás vezes penso: será que o problema está em mim? Será que não tenho direito a amar e ser amada ou isso não corresponde ao meu destino nesta vida? Sou demasiado ansiosa e estou lutando contra isso, seguindo vossos ensinamentos e viver no pleno amor próprio que talvez seja isso que me esteja a faltar. Muito grata meus Mestres por estarem sempre comigo e com os meus. Amo-vos muito.

Resposta:

Filha. Estás vivendo repetidas experiências nas quais inicia algo sem atentar-se ao processo que ocorre em cada etapa de transição. Atente-se aos períodos de transição, pois eles são os que estão se repetindo em sua vida. Esses períodos, onde estás saindo de uma experiência até entrar em outra, são necessários para que aprenda algo. Eles continuarão se repetindo até que olhe para o presente nesses momentos, e não para o futuro incerto que se abrirá. O que falta para ti filha, é olhar para o presente. Perceba que todas as experiências que se apresentam a ti, não são castigos ou caminhos errados tomados por ti, e sim são experiências necessárias para a sua evolução e aprendizado. Ao focar somente no futuro e na mentalização de como seria quando as coisas mudarem na sua vida está pulando a experiência do presente, o que faz com que ela se repita. Esse ancoramento no presente deve ser observado por você, só você pode encontrar os pontos que mais a incomodam nesses períodos de transição, e são justamente eles que devem ser trabalhados. Se os incomodam é porque precisam ser trabalhados, filha. Esse é o aprendizado do qual não deves mais fugir. Observe o seu presente, medite, aceite e absorva o ensinamento que está contido na sua própria experiência de vida. Isso te abrirá a encontrar a ti mesma e manifestar novas realidades em tua vida na área profissional e de relacionamentos. Fique em paz amada filha.

Sou mestra Pórtia

MUDANÇA DE CICLO

Grata aos canalizadores e aos Mestres pela oportunidade. Sei que estou iniciando um novo ciclo na minha vida, não foi tranquilo assimilar o ciclo que se encerrou, mas sou muito grata por todo suporte que eu sempre tive. Ainda estou perdida neste início de ciclo, recebi uma página em branco, mas tenho dúvidas se estou no caminho certo e se realmente, assimilei tudo do ciclo que se passou, não gostaria de repeti-lo. Gratidão, amor e luz.

Resposta:

Querida filha. Tu continuarás repetindo em sua mente enquanto não se libertar do pensamento de medo que alimentas. Esse pensamento de medo de que a experiência retorne, alimenta a realidade, e não permite que você veja o novo que está se mostrando a você agora. Medite e silencie a mente. Silencie a lembrança do que passou. Simplesmente abençoe a experiência, e cultive o sentimento de gratidão dentro de ti, toda vez em que se lembrar da experiência que contribuiu para que você se torne iluminada e mais sábia, como és hoje. Agradeça todos os que estiveram envolvidos na fase do aprendizado e as experiências. A gratidão quando criada a partir do coração de forma sincera libera as experiências, aglutinando-as em seu oitavo chacra a elevar ao nível de registro cósmico que ficará gravado em forma de sabedoria em seu DNA, para toda a sua história. Mas para isso filha, deve utilizar o sentimento puro de gratidão, iluminando o pensamento de lembrança que traz da experiência passada, e elevando ao oitavo chacra. Nesse nível estarás liberta a ver o novo que se abre diante de ti. Que hoje ainda está encoberto pela névoa do medo, da dor e da lembrança de sofrimento pela fase de construção de um novo eu que tu passaste. Esse trabalho filha, é apenas de liberação e organização das informações no seu registro akhashico. Não trará sofrimento e dor. Será apenas para sentir-se livre, leve e feliz a cada dia. Fique em paz.

Sou Kuan Yin

RELACIONAMENTOS

Mestres. Venho perguntar-lhes acerca dos relacionamentos em minha vida. Já estou sozinha há um bom tempo, e estou há mais tempo ainda sem me apaixonar. As oportunidades surgem, mas não venho me envolvendo com homens que eu percebo que não me trarão o tipo de vida que eu quero, seja por eles ainda estarem ligados à outra pessoa, ou por não serem compatíveis comigo e com o estilo de vida que me fará feliz no relacionamento. Na verdade, eu estou bem comigo mesma, com a minha vida profissional, a vida familiar vem melhorando. Mas sinto que já estou há muito tempo esperando pela pessoa certa para mim e, por outro lado, já estou esgotada de me envolver com homens que eu sei que são errados. Já fui casada, tive outros namorados também, mas ainda não fui plena no amor. E esse é o desejo maior da minha alma, sempre foi estar casada e feliz com um homem que me ama e a quem eu amo, e que também é compatível comigo e com meus desejos para a vida. Sei que estou pronta para isso, até mesmo porque não aceito mais nada menos que isso e por isso estou sozinha, mas estar sozinha não me satisfaz. Por favor, esclareçam-me sobre esses aspectos da minha vida. Muito obrigada.

Resposta:

Querida filha. A paz é a tua verdadeira busca. A ilusão que construíste em tua mente, de uma família perfeita e feliz e um casamento perfeito com o homem perfeito, é apenas a materialização do pensamento de insegurança consigo mesma. Quando coloca em uma ideia futura a sua felicidade, deixa de olhar o presente. E por isso acaba por não viver as experiências atuais. Mas o que não percebes filha, é que o futuro somente de abrirá quando aceitares o presente assim como é. As experiências surgem uma a uma. Cada momento do presente deve ser visto como um aprendizado, uma lição. E enquanto a lição do presente não for absorvida e transformada em sabedoria, a próxima não se abrirá. Assim é a escola da vida. Passarás pelo ano seguinte do calendário escolar apenas quando aprender as lições do ano letivo. As mais belas manifestações dos seus sonhos, já são realidade na sua vida, mas estão um tanto distorcidas, porque ainda cultiva pensamentos de medo e insegurança quanto ao seu autoamor. Quanto a sua capacidade de amar a você mesma e ser feliz assim como é. Os apegos materiais também se estendem aos relacionamentos. Todos aqueles baseados no apego, não serão completos em experiência de elevação do espírito, serão temporários somente para que um dos dois perceba que se trata apenas de uma forma de encontro consigo mesmo, para então ocorrer a separação. Aquele relacionamento verdadeiro somente iniciará quando encontrares a si mesma. Pois não é possível viver algo verdadeiro se não for sincera consigo mesma e não puder manifestar a verdade plena de quem você é para o outro. O verdadeiro amor se dá primeiro, por você mesma, onde encontra a sua própria verdade e a sua paz. Em seguida, o relacionando amoroso pode surgir com uma pessoa que ressoará com essa energia, aceitando quem você é. Já que a partir desse momento você já descobriu quem és. Então se dá um relacionamento baseado na verdade, na troca construtiva e na liberdade. Mas para isso, é necessário que cada um encontre em si mesmo a própria paz, o equilíbrio e a identidade própria, que farão com que aceitem a vida assim como é, no momento presente, encontrando dessa forma a verdadeira paz. Fique em paz.

Sou Mestre Serapis Bey 

SAÚDE DE MINHA FILHA

Queridos Mestres, tenho uma filha de 14 anos, e desde o ano passado ela tem tido algumas crises de pânico, ela se sente muito mal, e não conseguimos entender o que pode ter desencadeado isso. As crises aparecem a qualquer hora, já passamos em alguns médicos, ela está fazendo tratamento, mas melhora e depois volta a ter as crises. Gostaria que vocês pudessem me dizer o que podemos fazer para ajudá-la neste momento que tem sido muito difícil para ela e para todos de nossa família. Gratidão.

Resposta:

Amada filha. Peço que mostre esta carta para sua filha. Pois venho especialmente trazer a energia benéfica que ela necessita para passar por esse momento que transformará a vida dela e que será um divisor entre o velho e o novo que irá se abrir após essa transição de fase durante a experiência da encarnação.

Amada filha. Que as bênçãos do amor tragam paz ao seu corpo mente e coração. Estás só e desamparada em seu mundo protegido pelos seus medos e anseios. Já não se sente mais segura fora de seu interior, mas mesmo isolando-se em seu interior ainda sente que falta algo a completar e preencher o seu coração. Que causa o sentimento de angústia e tristeza, medo de viver a vida. Estou aqui especialmente para você, a estender o meu manto amoroso de mãe, para que permaneça contigo esse manto em forma de energia sutil, a ampará-la e protegê-la de tudo o que traz medo. Lembre-se, filha amada. Que meu manto permanecerá contigo e enquanto lês a minha carta estou ao seu lado, a irradiar o meu amor. Se entregue ao meu amor e eu a ampararei e ouvirei as suas dores, os seus anseios e as suas angústias e medos. Entregue a mim aqueles sentimentos e palavras que não consegues dizer a ninguém, pois ninguém pode compreendê-la. Estou aqui para mostrar a ti que não estás só, e que nessa caminhada de descoberta do seu eu interior, eu estarei ao seu lado, a ouvi-la e orientá-la através da intuição e das orações, dos momentos em que me chamas a auxiliar-te. Estás vivendo uma fase transitória onde é necessário que libere os medos, os anseios, que guardas dentro de ti. Enquanto guardas, minha filha, não poderá passar à próxima fase da vida, que está preparada para recebê-la em um futuro de muita luz, amor e realizações de todos os seus sonhos mais íntimos de paz e felicidade. Você é especial, minha querida, e estás simplesmente passando por um momento transitório onde deixarás para trás tudo o que não vai carregar no novo eu que você se tornará. Deixarás para trás tudo o que poderia impedir você de realizar os seus sonhos. E eu estou contigo, minha amada, a ouvir-te. Estás protegida pelo meu manto e podes conversar comigo sempre que quiseres. Irei me mostrar a ti em sonho quando necessitares, mas acredite minha amada, que estou sempre para ti. Quando passares por essa fase, nascerá uma linda moça mulher que se tornará forte e sábia a ensinar-me como é ser uma mulher corajosa que superou a transformação da vida em de tornar um novo ser de luz e amor. Você é especial minha querida. Fique em paz.

Sou Mãe Maria

TRISTEZA NAS EXPERIÊNCIAS

 

Porque a minha vida mudou tanto? Algumas mudanças foram para o bem o e outras para  o mau, tipo uma limpeza tsunami, está difícil me centrar, muita tristeza. Atenciosamente.

Resposta:

Filha. A vida é sempre uma mudança. Ela passa por nós, modifica-se, traz pesares, que são bênçãos de amanhã. Traz alegrias que nos ajudam a caminhar. Por onde estiveres assim será a vida, de altos e baixos, mas sempre de situações a qual não controlamos. O que necessita buscar são as lições que cada situação lhe traz. Olhe positivamente a sua vida, sempre lembrando que passa por situações temporárias, que continuarão a se modificar, pois assim é a vida. Tudo passa! Fique em paz.

Serapis Bey

VIDA ESTAGNADA

Olá queridos Mestres! Tenho aprendido muito com as mensagens, canalizações e sou muito grata por isso. Mas ainda sinto que estou “parada no tempo”. Tenho 37 anos, sou solteira, não tenho filhos e ainda moro com minha mãe. Tive um relacionamento longo de onze anos, que acabou de forma tortuosa há quase nove anos e, desde então, não consegui mais me relacionar com outra pessoa. Apaixonei-me por um rapaz, ficamos juntos algumas vezes, mas ele nunca quis assumir um relacionamento comigo e ainda sofro, pois continuo apaixonada por ele. Formei-me em Direito, mas nunca exerci a profissão e ainda não encontrei minha verdadeira vocação profissional. Sou grata ao meu trabalho atual, mas gostaria de me realizar profissionalmente. Enfim, aos 37 anos não consegui ter uma família, filhos e nem me realizei profissionalmente. Sinto minha vida completamente estagnada e não sei como avançar. Gostaria de saber, se isso pode ser débito de vidas passadas, ou se eu estou bloqueando o fluxo divino em minha vida de alguma forma? Gratidão!

Resposta:

A vida filha é movimentada por nossa confiança. Repare na pessoa que irradia confiança, como cativa a todos. O que lhe falta é confiança porque ainda vive condicionada e presa aos quereres de sua mãe. Precisa transcender isso filha. Chamamos isso de abandono interior. Não se trata de abandono físico, de abandono material, mas interno. Os filhos foram feitos para serem liberados em certa altura da vida. Para isso não se exige separação, ruptura, mas anconramento do propósito interior. E esse propósito somente será ancorado quando buscar sua própria verdade independentemente da opinião de sua mãe ou das demais pessoas. Não dizemos que ela lhe causa mal, mas há um relacionamento de dependência e isso precisa ser revisto para que ancore seus próprios aspectos em sua vida e então possa se descobrir. Assim se tornará cativante e liberta e então sua vida se modificará. Fique em paz filha.

Sou Confúcio

 

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 


 

Colaboração: Ilza Barreto.

 




 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Fevereiro 23, 2017

chamavioleta

 As negações das experiências 

Uma Mensagem da Mestra Kuan YinCanais: Thiago Strapasson e Michelinha OM

22 de fevereiro de 2017
 

 

Filhos do meu coração,

Gostaria de aproveitar para lhes falar sobre como as experiências são conduzidas em suas vidas. A vida na Terra é uma escola, onde decidiram vir para experimentar e para viver experiências sensoriais. Vocês todos absorvem essas experiências através dos seus sentidos físicos.

Esses sentidos, muitas vezes são despertados gerando desconforto físico, mostrando a vocês que algo precisa ser trabalhado. Estão então sendo experimentados através da experiência da matéria.

Mas as experiências somente têm servido para que possam dizer algo sobre elas. É algo simples, amados, mas como seria falar de algo que não foi vivido? Como criar uma concepção de algo pela experiência que não é sua? Então vocês decidiram experimentar por vocês mesmos tudo o que a vida tem a oferecer, como oportunidade de aprendizado.

Essas situações que se repetem nas vidas de vocês, mostrando que algo precisa ser trabalhado, mas onde não encontram uma solução, uma saída, e não conseguem compreender qual é o aprendizado que deve ser absorvido de tal experiência, estão presentes nas vidas de vocês para que possam transcendê-las.

Como transcender as experiências que não os agradam? Vivendo-as. Aceitando-as. Envolvendo-se com aquela experiência e não fugindo do contato com elas.

Todas as experiências agregam um julgamento às suas consciências. Esse julgamento pode ser válido ou inválido. Se for válido, vocês repetem, porque lhe agregou algo. Se for inválido, tentam descartar, por ser desinteressante. E aí estão os pontos que devem ser trabalhados. Todas as experiências na matéria devem ser vividas intensamente, sem a fuga que muitas vezes vocês buscam, por tentarem estar sempre envolvidos em situações que ressoam com vocês, que estão caminhando mais alinhadas com as suas naturezas.

As negações das experiências trazem os desconfortos físicos, que podem ser identificados como dores de cabeça, problemas de ansiedade e estomacais como gastrite, úlcera e outros. Todos esses problemas são apenas manifestações da retenção da energia antiga, que não se abre à mudança. Que não permite que a nova experiência chegue e faça parte das suas vidas, e é quando se fecham para experimentá-las, e então acabam retendo essa energia de contradição, que nega o novo que chega para vocês para os ensinar algo.

Mas vejam que há experiências válidas que causam dor, porque ensinam. Mas há aquelas que são válidas porque causam prazer.

Todas devem ser experimentadas e levadas na vida de forma equilibrada. Sempre são necessárias doses de cada uma, de forma a revezá-las, para que vocês possam sempre aprender e elevar-se em sabedoria.

Se estiverem sempre inseridos em meios e em experiências que os agradam, onde estaria o aprendizado e a evolução, filhos? Lembrem-se que a encarnação é uma escola que só finaliza o ano letivo quando chega o momento do desencarne, e ainda assim trazendo muitas vezes novas oportunidades futuras para complementar os aprendizados. Todos os aprendizados somente poderão ser absorvidos a partir do momento em que deixarem de lado aquele modo de ser que é a sua natureza, para então experimentarem novas formas de viver.

Mas com o passar do tempo algumas experiências válidas se tornam inválidas, porque deixam de ter sentido. Mas para isso a experiência necessita ser compreendida, assimilada e transcendida. Tornando-se inválida, ela deixará de existir, porque a sua consciência deixará de a abastecer.

Mas isso somente ocorrerá a partir do momento em que aceitarem viver as experiências, para que então absorvam os aprendizados. Então ancorarão em seus registros, mais sabedoria e informações, que servirão na sua caminhada de evolução. Quando esse estágio é atingido, então vocês passam a viver um novo momento de calmaria, onde vivem de forma intensa a sua verdade, mas que agora já se torna diferente do que era antes, pois ancoraram mais informações e crescimento em sua história.

Mas percebam o grande anseio que possuem em experimentar, de viver determinadas experiências. Pois apenas saberão se são válidas ou inválidas, se forem vividas.

A vida, então, é para se viver, é para se experimentar, para se atirar, pois todas as experiências na matéria são válidas, embora com o tempo possam deixar de ser.

Joguem-se no meio onde estão inseridos, participem das experiências que as pessoas à volta de vocês estão vivendo, permitam-se entrar nessa sintonia de alegria e aprendizado, para então trazer o conhecimento para vocês, de ter vivido algo a mais, que fará parte da sua história.

Não se restrinjam em viver fechados apenas nas suas zonas de conforto, e onde já encontraram tudo o que os agrada. Não há culpa, não há nada que não lhe agreguem no infinito. Pois no universo, toda energia recebida, jamais permanece infinitamente estável. Tudo é transitório. Até mesmo a própria experiência na matéria. E para torná-la transitória, deve aceitar viver as experiências. Para que não continuem carregando com vocês, a necessidade de repetição dos mesmos aprendizados.

Na vida, tudo se dilui, como a poeira no ar. Aproveitem para sentir os sabores, os cheiros, as texturas, a temperatura, aquilo que os seus corpos lhe proporcionam, pois isso é viver também. É ter algo para dizer, independente se é válido ou inválido.

Ninguém experiencia a vida, sentado em sua casa, pensando que a vida é apenas aquele mundo que sai de dentro uma caixa eletrônica com som e imagem.

A vida é feita de contatos, de sabores, de aventuras e, porque não, de riscos. De algo que se possa dizer válido ou inválido. Mas para isso, há a necessidade de viver, de experimentar. Portanto, vivam a vida, deixem as mágoas, os receios, as dores, e apenas sintam, sendo válido ou inválido, agregando ou não. Pois como saberiam sem terem vivido? O importante é que viveram o amor e a decepção, a amizade e a traição, o bem e o mal, pois isso é ser dual, válido ou inválido.

Ao final vocês verão que tudo os engrandeceu, e no fundo poderão dizer: Eu vivi! Não foi pela janela que vi a vida passar! Pulei na vida e o salto é válido!

Estejam em paz.

Sou Kuan Yin

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 


  




 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.



Atualização diária.

Fevereiro 17, 2017

chamavioleta

CORAÇÃO AVATAR E VERDADE TRANSMUTADORA

 

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

 

PAZ, TRANSFORMAÇÃO E AMOR. 

 Pelos Mestres: Nada, Kuan Yin, El Morya, Sidarta Gautama, Pórtia e Gregório

Canalizado via Thiago Strapasson, Michelinha OM

 16 de fevereiro de 2017

 


 

DIFICULDADE NO CASAMENTO

Mestres, eu gostaria de saber por que meu marido fica implicando comigo, tipo: fica desconfiado de mim, fica emburrado, fica sem falar comigo, fica muito nervoso, até parece que não é ele que está em seu corpo, e isso dura de dez a quinze dias, e ele está errado e fala sempre a mesma coisa, isso todo mês. Gostaria de saber o que posso fazer para ajudá-lo? 

Resposta:

Minha querida irmã, seu marido reclama, ele te desestabiliza, te causa dificuldades, mas veja que em uma relação, jamais há o certo e o errado. O que há são opiniões, são diferentes visões do mesmo fato. A manifestação dele é apenas a forma como ele se exterioriza ao mundo, em razão de algo que não o faz bem. O que precisa compreender, é que você não é responsável por ele, mas apenas por si mesma. Nós não precisamos mudar o comportamento das pessoas ao nosso lado, mas sim buscar nossa própria modificação. Agora te devolvo uma nova pergunta. Porque se submete a isso que te chateia? Se não está feliz porque permanece no relacionamento? Porque necessita de alguém que tenha esse comportamento? O que precisa trabalhar não é a forma como seu marido vê o mundo, mas sim como você o observa e como vê as experiências. Precisa se questionar porque opta por viver uma vida infeliz? O que é que te prende a isso? Muito fácil seria minha irmã, se pudéssemos resolver a vida de todos, mudar a visão daqueles que não concordamos, mas a vida não é assim. Cada qual tem o direito de ter sua própria visão de mundo, ainda que não seja aquela que entendemos como a mais acertada. Ao invés de olhar ao comportamento de seu marido, olhe o seu, questione-se como se sente nessa relação, e se é isso que quer para sua vida. Porque se for precisa ter aceitação e compaixão, pois não será capaz de modificá-lo, por mais que o queira bem. Nesse caso, seu exemplo de amor será o que ele necessita, e apenas isso. Esteja nessa confiança de que sua decisão será a mais acertada.

Irmão Gregório.

DIFICULDADE NO EMPREGO

Minha vida profissional sempre foi um motivo de muita ansiedade pra mim. Desde os últimos anos da faculdade de farmácia, eu tenho uma grande insatisfação com a área, e não gostei de nenhum dos empregos que tive. Hoje estou em um emprego que eu também não gosto, mas é o único que me possibilita fazer o curso de luteria até o final. O problema é que eu não consigo me manter disciplinada pra fazer um bom trabalho no meu atual emprego, não consigo permanecer focada, mesmo pensando nos benefícios, por ser algo que eu não gosto de fazer, não me interesso e sinto que estou desperdiçando minha vida e minhas capacidades. Sempre faço planos pra ser mais produtiva e tento me esforçar pra me manter no emprego por pelo menos mais dois anos, mas sempre falho e acabo duvidando da minha própria capacidade de conseguir me dedicar aos meus objetivos. Sinto-me constantemente esgotada e entediada. Sei que pareço uma criança mimada, mas tento entender porque isso acontece e porque eu não consigo encontrar alternativas. Muitas vezes minha vontade é de jogar tudo pro alto e só me dedicar a luteria, mas não posso fazer isso até que possa me manter financeiramente por outro meio. Isso gera em mim uma grande ansiedade e me sinto paralisada. Gostaria de um conselho sobre como conseguir controlar essa inquietação que me impede de avançar nos meus objetivos. Obrigada por todos os ensinamentos que nos passam diariamente. Estou sempre acompanhando e aprendendo muito com as mensagens. Obrigada!

Resposta:

Filha querida. Sou mestra Pórtia e venho através da irradiação da Chama Violeta, trazer a verdade para você. Estás passando por uma fase transitória, do antigo ao novo. Essa fase compreende um período de muita dualidade, onde verás a si mesma inserida em situações onde ainda existem pontos a transmutar, e ao mesmo tempo, passa a materializar gradativamente o novo. Mas o que não percebe filha, é que quanto mais o novo torna-se real e materializado para ti mais estará abastecida de recursos para transmutar o antigo, para tratar e curar o que ficou no passado e que hoje ainda é o seu presente. Essa fase ainda é necessária como algo transitório, mas é onde terá a oportunidade de ancorar o ensinamento do novo, e transmutar o antigo a partir da sua sabedoria adquirira a cada passo do novo aprendizado. Essa fase dará por concluída a cura e a transmutação do antigo, para que não retorne a ti, e sim que passe a fazer parte da sua sabedoria aglutinada e guardada nos seus registros de alma. Seja grata por essa oportunidade onde, a partir da própria sabedoria, poderá tratar e curar algo que não mais retornará, mas apenas precisa permitir que o tempo passe naturalmente e que os fatos se consolidem na sua vida. E assim será, pois assim é.

Mestra Pórtia 

DÚVIDAS

Prezados Mestres. Primeiramente gostaria de agradecer-lhes pelo privilégio de poder ter contato com seres tão grandiosos, realmente uma honra. São tantas dúvidas, pelo que não gostaria de importuná-los com tantas questões. No ano passado fiz algumas leituras dos meus registros akáshicos, e me foi revelado tantas coisas maravilhosas, que parece ficção aos meus olhos. Dúvidas a respeito de sermos tão belos e estarmos aqui num mundo de expiação e prova me traz muitas dúvidas de o porquê de tantas coisas. Passei por muitas lutas e muitas perdas de emprego e família. Não gostaria de isto voltar a acontecer, mas fico com receio. Quero conhecer o meu eu superior, mas não consigo meditar. Enfim, gostaria de uma palavra sua, a respeito da minha vida, o que vim fazer aqui e sobre todas as coisas boas que sempre sonhei. Uma vez me disseram que a vida reservou coisas maravilhosas, mas estou com 42 anos e ainda no aguardo. Fico grato pela vossa atenção e, por favor, continuem cuidando de mim.

Resposta:

Amado filho. Estás sim inserido na experiência da matéria para ver materializar verdades grandiosas diante dos seus olhos. Mas lembre-se filho, de que enquanto inserido na matéria, você como tantos outros, buscam compreender e observar o mundo com os olhos físicos ligados à mente. Mas o mundo belo e grandioso que está aqui para ti, será mostrado sim, a partir do momento em que observares a partir do coração. A abertura do coração meu querido, se dará através da sua prática meditativa. Mas não daquela a qual tem tentado buscar, filho. Mas a prática meditativa ideal para ti. Filho, a meditação é apenas um estado da mente, que é alcançado por cada um de diferentes formas. E para ti, há uma forma especificamente sua. Quando estás em contato com a natureza, a observar aquilo que o faz feliz e alegre, que traz a alegria de viver e estar aqui presente. É nesse momento em que entras em estado meditativo, no seu caso filho, pois é quando entra em comunhão com o meio onde está e passa a viver o momento presente. Meditar é nada mais do que isso, filho. A seguir, quando estiver inserido nesse estado meditativo que você já pratica filho, poderá projetar essa visão amorosa e calma, que traz o sentimento de realização e de paz, para todo o seu exterior. Esse é o poder da materialização de um mundo de paz e amor. Quando vocês, inseridos no momento presente e na paz, projetam através do coração, essa visão e o sentimento de desprendimento e liberdade, para todas aquelas cenas que por momentos anteriores, chocaram as vidas de vocês. Vão ancorando essas energias benéficas obtidas da meditação, em locais e em outras experiências passadas, para que dessa forma, vão trazendo uma nova realidade para aqueles fatos e lugares, através da projeção do pensamento. Você é capaz disso filho. Podes praticar desde o momento presente. E assim é.

Sidarta Gautama

LUGAR DE LUZ

Irmãos da Luz. Necessito sentir um pouco de  força para levar a cabo, a execução do meu plano pensado, para o lugar de Luz tanto aqui no Brasil como em Portugal. Venho humildemente pedir a vossa benção e carinho, assim como a humildade e gratidão, para bem entender e praticar os ensinamentos do que leio no Livro de Ouro. Estou pleno de amor e gratidão.

Resposta:

Filho, tu és um irmão de luz. Esteja nessa certeza. A partir disso ancore em seu coração, materialize seu desejo em seu coração e confie. Não se apegue a resultados, não crie prazos nem expectativas, pois há um plano divino a tudo. E você terá a força para fazer no momento adequado. Há peças que necessitam ser movimentadas, postas em seus lugares. Há complementos a serem manifestados. Então ancore essa confiança no plano divino e, a partir de sua própria paz, aceite que tudo se manifeste no momento adequado. Não faça disso um novo apego em sua vida. Você veio para servir, então continue fazendo para que o melhor se dê. Pleno de confiança em seu propósito.

Sou El Morya

RELACIONAMENTO COM O MARIDO

Querido S. Germain. Ando muito infeliz com o meu casamento, estou casada há 43 anos  e o meu relacionamento está pior casa vez mais. Já não há diálogo entre nós. O meu marido é muito ciumento. Frequentei um centro espirita e tive que sair. Tenho medo dele, e não consigo fazer as minhas meditações. Estou sempre com medo. Mudei em relação à maneira de ver a espiritualidade. Pois só queria estar sozinha. Ele pensa diferente de mim, não acredita em nada, gostava muito que meu amado S. Germain me ajudasse como proceder. Tinha muito para dizer, mas a escrever não sei fazê-lo muito bem. Gratidão!

Resposta:

Minha amada irmã. Sou Kuan Yin, e venho ancorar em ti a compaixão do propósito. Um olhar compassivo e de aceitação da vida, para que a partir desse olhar caridoso se liberte ao que É. Eu sei das dores que sofres por não se ver capaz de se desvincular de uma situação de dor. Eu sei das suas dúvidas, das suas restrições, sei da dificuldade que enfrenta. Mas minha filha, ninguém te salvará se não o fizer, se não resgatar sua dignidade e trabalhar as relações em seu interior. O que precisa é olhar para si, e trabalhar o apego a determinados comportamentos para que se liberte à vida, sentindo-se capaz de se desenvolver ao seu próprio caminho. Veja minha irmã, que tens a oportunidade de se resgatar e ancorar o brilho em seus olhos. Ele passa diariamente a sua frente. Mas para isso precisa trabalhar dentro de ti aquilo que te conduz às relações de medo. Porque sustentas esse medo dentro de ti, se pode por si só seguir seu caminho? Você é uma filha de Deus, e está apta a buscar sua felicidade, mas para isso precisa superar suas dores, seus medos e trilhar seu caminho nessa certeza. Olhe para dentro de ti e busque a raiz de sua dependência, de seu medo, da sua falta de amparo. Busque dentro de ti porque necessita viver assim, pois precisa superar isso minha irmã. Se de ajuda precisar, busque pelo auxílio, pela orientação profissional, mas resgate isso dentro de si, pois não há outro caminho à sua própria libertação. Envolvo-a em meu amor.

Sou Kuan Yin

SOLIDÃO

Amados mestres. Dediquei minha vida para minha família, trabalho, estudos e trabalho comunitário. Agora doente, estou longe da família, amigos e sem trabalho. Gostaria de saber o porquê de tamanha solidão, de falta de empatia das pessoas que amo. Resgate? Dívidas de vidas passadas? Grata.

Resposta:

Amada filha. Apenas perceba que através da sua experiência de vida, pode constatar, que grande parte da humanidade esta inserida no sentimento de medo e ego. Essas são as bases de todo o sofrimento. Mas que nos seus familiares, é manifestado através da carência afetiva da sua parte, filha. As pessoas na maior parte são levadas a pensar, de que precisam receber amor e afeto externo para serem felizes, e por vezes, passam a cobrar essas manifestações de sentimentos de familiares e pessoas de convívio, o que acaba se tornando a busca eterna de atenção e aceitação por parte dos outros. Você minha querida, esteve inserida nesse meio a levar amor e caridade aos demais, sem olhar para as ligações familiares que você poderia ter, mas que sabemos que havia ligações espirituais, e que fazia parte de sua missão de vida. As pessoas não estão preparadas para entender todo esse processo, o motivo pelo qual estão aqui, e por isso só consegue perceber, o que é colocado como regra da sociedade, e estabelecem as relações familiares, que por vezes podem ser tornar relações de possessão ou de carência. A sua vida foi, a manifestação da liberdade e do verdadeiro servir, e isso incomoda muitos que estão tentando viver de acordo com as regras impostas, e do que pensam ser o certo, minha filha. Todo esse sentimento por parte dos outros, é nada mais do que carência de amor, que é a expressão do sentimento do medo nascido do ego. Por isso filha, siga em paz, irradiando o seu amor em sua volta, sem pesar em sua consciência, e sim deixando que siga livre para amar a todos sem distinção. Siga em paz minha filha.

Mestra Nada

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 



Colaboração: Ilza Barreto.




 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Fevereiro 07, 2017

chamavioleta

CORAÇÃO AVATAR E VERDADE TRANSMUTADORA

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.

Pelos Mestres: Serapis Bey, Mãe Maria, Joaquim de Aruanda, Kuan Yin, Gregório e Pórtia.

Canalizado através de Thiago Strapasson e Michelinha OM

6 de fevereiro de 2017

 

 
 

 

 

 

ALIMENTAÇÃO CONSCIENTE

Olá Mestres, gratidão por este lindo trabalho! Venho me conhecendo mais profundamente nos últimos dois anos, e com isso, venho sentindo uma necessidade muito grande de deixar de me alimentar de carnes em geral. Porém, sempre gostei muito de sentir os sabores da comida, de comer com prazer, e todas as vezes que tento parar, sinto muita falta de sentir esse prazer na alimentação. Quando decido comer a carne, agradeço e honro pelo animal que ali esteve, mas sinto também um sentimento de culpa e isso me confunde. Não me sinto bem em comer esse tipo de alimento, mas ainda é muito difícil abrir mão totalmente, o que poderia fazer para aliviar esse sentimento? 
 
Resposta 1: 
 
Amada filha, vocês se encontram em um meio, onde a alimentação, com raras exceções, é densa. A alimentação é apenas um complemento do corpo para o manter ativo e vivo, na forma física. É o combustível da vida material. Precisa saber ouvir o corpo, o que ele os pede para sua própria alimentação. Não são as crenças, os receios que irão decidir o que nutri seu corpo na composição energética que ele está ou se encontra. Vocês precisam se atentar aquilo que o corpo anseia, pois ele possui sua própria sabedoria e se passar a ouvir, ele dirá o que será seu alimento. Há muita crença em torno de ser espiritual através da alimentação e com isso mais uma vez negam seus próprios anseios, seus desejos. Ouça o corpo e se entregue a ele, pois é ele que está a alimentar e não sua alma. A consciência filha será a mesma, independente da nutrição de seu corpo. Mas de fato vocês precisam estar felizes, manter seus corpos saudáveis, em equilíbrio, para que a vida na matéria se dê como ela é. Não imponha tantas restrições, e culpas a si mesma. Dê o tempo do seu corpo para que ele diga aquilo que é necessário ao seu sustento, sem culpa. Pois viver a vida na matéria também é apreciar sabores, cores, odores, sentir a textura. Isso é algo muito bom de se ter na vida. Mas tudo parte do respeito aos seus próprios anseios, seja na alimentação ou em qualquer aspecto da vida em geral. 
 
Sou Irmão Gregório, seu irmão de amor. 
 
Resposta 2: 
 
Amada irmã. 
 
Todos os mestres aplaudem o seu despertar de muita luz. O despertar para a tua verdade interior. Esse questionamento, filha, não especificamente em relação à alimentação, mas sim, em relação à qualquer aspecto que estão trabalhando para a transmutação. E que depende de cada um de vocês, é diferenciado na história de cada um, mas é único no processo maravilhoso de despertar assim como é. 
 
O desconforto, o pesar na consciência, o amor que sente partir do teu coração ao pedires permissão e agradecer pelo animal que esteve ali para alimentar-te, mostra uma atitude de mestria diante de teus impulsos mais primários, dos quais estás há diversas encarnações buscando a libertação. 
 
É chegada a hora de encontrares a tua verdade interior. Estabeleças uma meta em tua vida, uma meta onde buscarás a verdade dentro de ti. A questão aqui, filha, não é especificamente do que alimentas teu corpo, mas sim, o registro que está armazenado em ti que causa essa sensação de restrição. O sentimento que tens é de cometer algo que não é aceito por você mesma, então, busque a raiz desse sentimento em ti, para encontrares a causa raiz e trata-lo, limpá-lo. 
 
Muitas vezes, querida, o sentimento primário que chega através dos impulsos do corpo, e da mente, apenas estão aí para lhe mostrar algo. A restrição alimentar é algo que ocorre de forma natural e gradativa apenas naqueles que decidem não olhar para as verdadeiras causas desses impulsos. 
 
A decisão de olhares para isso, fará com que se liberte de sentimentos armazenados, os quais já não eram mais acessados. Talvez necessites mesmo sentires a restrição, para expor esses sentimentos, e então trabalha-los da melhor forma, para que sejam purificados e transmutados. 
 
Permita que o processo ocorra de forma natural, filha. Observe como se dará esse processo para que agregue em sabedoria para ti, para quando enfrentares outras diversas provações da vida, quando será novamente colocada diante de aspectos que deseja transcender, transmutando e purificando. 
 
Essa é a verdadeira busca pela mestria interior, esse processo de ouvir a sua própria verdade, e deixar falar o teu coração, que guiará o teu caminho com muita luz e amor. 
 
Sou Mestra Pórtia

BUSCANDO O EQUILÍBRIO FÍSICO E MENTAL

Queridos Mestres, estou em uma fase da vida em que sinto que consegui quase tudo o que eu queria, porém gostaria de saber sobre algo que me atormenta há muitos e muitos anos, que é a sensação de pânico que tira a minha paz, me desestabiliza e me incapacita de tomar diversas atitudes. Qual é a origem deste problema? Haverá um dia solução para este mal? O que preciso fazer para ficar curada? Por favor Mestres, gostaria de também saber se há algo mais que eu deva fazer na vida, ou se já estou no meu caminho certo, além de tudo isso gostaria de saber a respeito dos novos temores que surgiram recentemente, estes também me acompanharão por um longo tempo? Grata. 
 
Resposta:
Filha amada, a prática da caridade e do amor poderá te tirar desse estado. Eu digo que o amor que doamos sem qualquer intenção de retorno nos irradia e nos purifica a iluminar tudo aquilo que se encontra ao nosso redor. Essa sensação que descreve é a de não saber por onde ir, de não saber por qual caminho percorrer. Mas no amor da caridade você encontrará esse propósito. Pois se tens tudo que necessita, passe a doar o que tem de mais precioso, que é sua dedicação e seu carinho, e leve aqueles que possuem tanta falta na vida. Ao aprendermos a amar a todos incondicionalmente, a entregar amor sem perguntar a quem, veremos o quanto somos abençoados e então nos purificaremos para o encontro da vida eterna. Não importa a dúvida que traga minha irmã, pois sempre haverá um caminho através do amor e da caridade. E você verá que encontrará seu caminho na sua própria doação. Pois se Deus te deu tudo que necessitas, retribua com um pouco de amor aqueles irmãos carentes na matéria. Mas não digo apenas da doação material, mas daquele de doar seu sorriso, seu perdão, sua compaixão, sua gratidão e, assim, retribuir ao planeta tudo que tens recebido. Pois no planeta há tantos que necessitam desse seu amor, desse seu carinho. Olhe ao seu redor e veja quanta necessidade de doação há em cada esquina. Procure por completar seu tempo com essa doação da alma que verá o quão gratificante pode ser a vida. Fique em paz minha irmã.
Irmão Gregório. 
 

DEPRESSÃO E DIFICULDADE COM O PAI

Amados Mestres, gostaria de saber por que minha vida não acontece? O que tenho feito de errado? Porque esta estagnação? A única área da minha vida que houve evolução foi a espiritual, depois que tive depressão em 2013. A depressão despertou minha consciência e minha espiritualidade, porém junto veio um sentimento de não mais pertencer ao meu grupo de amigos e à minha família. Há quatro anos, vivo praticamente reclusa no meu quarto e com pouca interação social. Como não poderia ser diferente, comecei a sentir um vazio enorme e insatisfação com a vida. Sinto-me presa como um passarinho na gaiola. Dentro do meu coração eu sinto que esta pessoa não sou eu. Tenho necessidade de ir embora, de cortar o cordão umbilical com a minha família, porém de forma pacífica, mas não tenho recursos financeiros. Ainda dependo financeiramente do meu pai. Sou grata pela ajuda que ele me dá, entretanto esta ajuda muitas vezes vem com palavras negativas e que me humilham. Sinto-me um peso na vida dele. Apesar de amá-lo muito, evito o contato frequente e mantenho distância saudável para me preservar de sua “toxicidade”. Sonho com a minha independência financeira, e construir minha vida em outro lugar e com meu próprio esforço. Há um pouco mais de dois anos venho me dedicando aos concursos públicos fora de onde moro. Acredito que estou no caminho certo. Atualmente as condições financeiras do meu pai reduziram bastante e não sei se ele poderá custear minha viagem para o próximo concurso. Não quero ser egoísta, mas isto tem me deixado preocupada e um pouco desmotivada. O que posso fazer para me manter otimista e confiante? Quais lições eu preciso aprender diante do que tenho vivido e dessa relação com meu pai? Sou grata por todo ensinamento, amor e ajuda. 
 
Resposta:
Amada filha, está envolvida em situação que pode ser compreendida como depressão familiar. Está vivendo ligada a uma família que traz sofrimento simplesmente pelo fato de fechares o seu coração para que a cura familiar aconteça. A relação familiar perdurará até que supere esse sentimento em relação aos familiares. A situação está diante de ti para que possa trabalhá-la e curá-la. Escolheste esse caminho, e então busca agora uma fuga diante do desafio colocado diante de ti. Ao qual se propôs a superar. Não haverá paz interior saindo desse convívio e levando dentro de teu coração, o sentimento de que algo precisa ser finalizado. Carregará essa sensação por onde andar, filha. Portanto querida, não precisas muito para superar e então liberar-se para seguir sua vida. Os concursos que presta poderão abrir portas para o novo em sua vida, mas somente isso se manifestará, a partir do momento em que dê por encerrada a lição atual. A lição atual está simplesmente em sentir-se bem consigo mesma. Ao buscar o seu caminho de paz interior e encontra-lo, não haverá meio externo que lhe tire da tua caminhada. Por isso filha, precisa estar preparada, encontrando essa paz no meio onde vives hoje. A relação com os familiares pode ser conturbada, mas tu deves preservar a sua paz interior. Essa paz será levada como bagagem para experimentar o que a vida lhe trará, e será um aprendizado essencial para que possa prosseguir com alegria diante dos novos desafios que se abrirão. Por isso filha, trabalhe dentro de si a aceitação dessa experiência, vendo como uma escola onde está a aprender uma lição. Essa lição sendo aprendida, você estará livre para seguir para as próximas. A lição é o encontro com a sua paz interior no meio onde vives. Certo minha querida? 
 
Sou Mestra Kuan Yin. 
 

ELEVAÇÃO VIBRACIONAL

Amados Mestres, me dediquei ao Espiritismo por vários anos, e também fui bastante ajudada durante o período, quando também estudei bastante e cresci como pessoa. Trabalhei como médium, até que passei a buscar novos ensinamentos e parei com o meu trabalho mediúnico na Casa Espírita. Tenho estudado outros livros e também sobre os Mestres Ascensionados. Estou aprendendo como fazer meditação, o que me faz muito bem. Gostaria de saber como posso voltar a ter acesso aos amigos espirituais, e voltar a ter contato com eles. À noite sempre me reposto ao Arcanjo Miguel e a Jesus e também ao Mestre Saint Germain, mas não consigo vê-los ou senti-los. Será que a minha mediunidade foi prejudicada por alguma razão? Gratidão pela orientação, amados amigos. 
 
Resposta:
Amada irmã, os seres espirituais estão contigo, como sabes. Mas não sentes, apenas pelo fato de que precisas de mais tempo para afinar-se nessa energia. Cada vertente espiritual trabalha formas energéticas diferentes, e que podem ser sentidas apenas com o tempo de prática e sintonização. A tua fé é o combustível que moverá a sua vontade de persistir nessa descoberta. Se quiseres permanecer nessa caminhada, pode continuar os exercícios, praticar os decretos e orações. Manter o pensamento leve e assim abrir-se a sentir essas energias que são novas para ti. O mais importante filha é como se sentes, pois da confirmação da presença dos seres de luz ao teu lado, tu não precisas mais, certo filha? 
 
Pai Joaquim de Aruanda. 
 

RELACIONAMENTOS

Bom dia Queridos Mestres. Deixo um enorme abraço no coração de todos. Queridos Mestres, gostaria de uma orientação sobre relacionamentos. Tenho 28 anos, e nunca consegui assumir um relacionamento, conheci pessoas incríveis, pessoas especiais, mas que em um determinado momento, me sentia sufocado, angustiado. Em contrapartida, sempre senti que eu esperava por uma pessoa.
Há mais ou menos dois anos e meio, tive um encontro que defino como “Encontro do Destino”. Conheci um rapaz, e tivemos dois encontros somente. Ele mexeu e mexe até hoje comigo, sinto que é ele, vejo algo no olhar dele, fico paralisado. Até ano passado, sofria muito por não conseguir esquecê-lo, e compreender que talvez seja um processo onde eu não estava pronto, pois ano passado passei por vários processos de despertar, tentei me aproximar de todas as formas, mas não consegui, ele não me dá abertura. Brigamos, e no final do ano, quando pensei que tinha esquecido, voltamos a nos falar. Tenho muitos sonhos com ele, e hoje sinto que só de estar do lado dele me basta. A pergunta que me faço: Será que tudo isso é ilusão, será que é ego, será que é mente, ou realmente temos algo planejado para o futuro? Sinto que ele não está desperto, que preciso estar do lado dele, sinto que talvez a nossa missão juntos, seja muito maior. Gratidão queridos Mestres. 
 
Resposta:
Amado filho. A sua missão é de muito amor. Sente isso brotando eu teu coração, filho amado. Vejo-o com o coração irradiado de amor, e em processo de expansão. Portanto filho, o que importa para ti nesse momento é a tua missão, que é de amor e luz. A busca por ela é o que traz essa falsa necessidade de alguém para que possa dividir essa realização e beleza. Mas para isso filho, precisa primeiramente permitir que a tua missão aflore dentro de ti. A missão é única, filho. O seu amigo, tem a caminhada dele para trilhar. Quando tu te encontrares com o teu amor e a tua missão, em teu coração, verás como estarás preenchido do sentimento de completude e que não mais importarás, se certas pessoas se aproximarem de ti, já não esperas mais por algo, filho. Todas as vivências e experiências que tiveres durante a caminhada, serão apenas leves brisas a sentir em teu rosto, que darão o fôlego, despertarão o amor, mas que não são para serem carregadas junto a ti como algo relacionado à tua missão. Pois a tua missão é única e individual, filho. Por isso meu amado, permita que as brisas se vão assim como chegaram. Sabendo que várias ainda virão, e que trarão alegria na sua passagem pela sua vida, e farão parte da tua descoberta do amor interior. Envolvo-o nesse momento em meu manto de proteção. 
 
Sou sua Mãe Maria. 
 

VIDA FINANCEIRA

Boa tarde. Por muitos anos tenho concentrado minhas forças no trabalho, e em ajudar as pessoas que fazem parte da minha vida. Hoje estou com 48 anos, e acreditava que chegaria nesta etapa da vida, realizada e com conquistas materiais. Ainda assim, não foi o que aconteceu, e tenho diversas dúvidas em relação ao futuro. Sei que o pensamento é o primeiro ponto para que algo aconteça de fato, e no dia a dia tento ser a mais otimista possível, mas às vezes isso parece ser impossível diante dos desafios que se apresentam em minha vida. Sinto que tenho as chaves em minhas mãos, mas não sei e não consigo abrir a porta. Gostaria de uma luz, se possível. 
 
Resposta:
Minha amada irmã está a lutar pela vida material, pelas conquistas como diz. Mas como disse nosso amado irmão Jesus, o que teria para entregar hoje a Deus? O que guardas a Deus nesses 48 anos de vida? Minha irmã olhe para dentro de ti, e procure o que sua insegurança com o futuro se relaciona com a necessidade de ganhos materiais. De que adiantaria todos os bens da vida, se jamais tivesse a segurança quanto ao futuro? Pois eu te digo, que nenhuma riqueza do presente te dará a segurança do futuro. Basta que vejas quantos foram o que da riqueza perderam todas suas posses. O que busca minha irmã não são bens materiais, mas a própria supressão de um medo que guardas dentro de ti, e que precisa ser trabalhado, o medo de não ter o necessário à vida. O medo de não ter o necessário é o que te causa a angústia com o futuro. É isso que precisa buscar dentro de ti. Há um registro de que algo te faltará, e que Deus não te suprirá com o necessário ao seu sustento. Mas disse o Mestre Jesus, para que olhes os lírios do campo, que na sua simplicidade sem nunca ter tecido, guardam vestimentas mais belas que de Salomão. O Mestre nos ensinou que Deus sabe o que necessitamos a nossa vida, e que se confiarmos nele não terá receio quanto ao futuro, e nem necessidade de acúmulo no presente. Busque minha irmã, por experiências que te traga essa confiança na vida eterna, a confiança de que nesse mundo sempre haverá o suficiente para nossa evolução. Esse pensamento é o que te tirará o medo do futuro, pois saberá que Deus confia a seus filhos tudo que necessitam ao seu crescimento, e que na eternidade da vida, nada desse mundo será levado senão o amor que Ele nos doa. Esteja em paz minha irmã. 
 
Sou Serapis Bey.
 

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 

 

231 de janeiro de 2017

Colaboração: Ale Sunshine e Ilza Barreto

 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Fevereiro 01, 2017

chamavioleta

CORAÇÃO AVATAR E VERDADE TRANSMUTADORA

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

 

PAZ, LUZ E AMOR.

Pelos Mestres: Joaquim de Aruanda, Serapis Bey, Kuthumi, Kuan Yin e Saint Germain. 

Canalizado através de Thiago Strapasson e Michelinha OM

28 de janeiro de 2017

 
 

 

AFASTAR-SE DA SOCIEDADE

 

Salve queridos Mestres! Ultimamente tenho passado por momentos complicados em minha vida, na realidade isso já vem desde o ano de 2016, agora parece estar mais ameno. Eu não diria problemas, mas sim resistências em quase todas as áreas da minha vida, principalmente nos relacionamentos. Eu, desde que comecei a me espiritualizar, fiz isso com tanta intensidade que acabei esquecendo de que estou no mundo e que estou em sociedade. Acabei me afastando de muitas pessoas queridas e limitando meu contato com a sociedade, com amigos, com o mundo. E da metade de 2016 para cá, principalmente agora neste ano de 2017, meu lado espiritual está, por assim dizer, se acalmando, e com isso estou buscando um maior contato com as pessoas, com a sociedade, mas está sendo muito difícil. Sinto-me sozinho, isolado, e por mais que eu tente me socializar, muitas vezes eu não tenho como, pois moro longe de tudo e ainda sou dependente para viajar, sair de casa e etc. Creio que esse seja um dos problemas das pessoas no caminho espiritual: a solidão, o isolamento. Sempre que tento me socializar, aparecem resistências que me impedem de fazer isso. Quando tento reunir-me com meus amigos ou coisa parecida, sempre algo dá errado e me sinto triste por isso. Queria saber por que isso está acontecendo e como resolver isso. Também ando muito confuso a respeito de minha existência, de meu propósito, mas creio que aos poucos eu vá me alinhando.
Gratidão pela oportunidade! É uma honra poder ter esse contato com vocês.

Resposta:

Amado filho, sempre que se questionares o porquê não consegue seguir mais com as atividades e conviver com as pessoas que convivia antes, está trazendo dúvida no seu próprio caminho e se fechando a abertura do seu propósito, que está aí pronto para ser revelado a ti. Estás a um passo dessa desconexão com o passado e a abertura para o futuro. O que basta filho é aceitares que hoje escolheste seguir por um novo caminho, um caminho de descoberta interior, e que trará muita alegria e realização. Mas para isso, necessita que deixes para trás o que se foi. Pois juntamente com o seu antigo eu, se vão às antigas relações, as antigas práticas e atividades também. Agora, abrindo-se ao novo virão novas amizades, novas oportunidades e atividades, mas que tu não estás permitindo que se abra a ti, pois ainda tentas viver o antigo. Permita que o antigo se vá. A sua companhia basta para si nesse momento, e assim deixará com que se abram as novas relações e o seu verdadeiro propósito. Fique em paz meu filho.

Pai Joaquim de Aruanda.

 

A VIDA NÃO ANDA

 

Gratidão por conhecê-los Mestres! Ajuda ao meu coração. Dava-me bem com meus pais, mas minha mãe ficou doente em 2010 e desde então sempre cuidei dela e do meu pai, mesmo tendo irmão, sempre é eu pra tudo, e nunca me dei bem com meu irmão também. Tento esquecer, perdoá-los, mas às vezes me bate uma revolta.
Sinto que não sou amada por ninguém e não adianta dizer que pais não fazem diferença entre filhos, porque fazem sim.
Desde pequena quero ir embora dessa casa, não me sinto bem aqui. Mas é difícil, há tempos procuro emprego e não consigo,
tento estágio e nada, faço entrevista e não me chamam, às vezes sinto vontade de largar tudo e sair por aí sozinha.
Sozinha mesmo, porque não tenho família, amigos, namorado. Tenho 25 anos e nunca namorei, parece que sou invisível para os guris. Não que eu queria qualquer pessoa ao meu lado, mas já está na hora de me notarem. Fico o dia inteiro trancada dentro de casa, não tenho aonde ir, ninguém pra conversar e acabo descontando na comida. Tenho a saúde frágil desde pequena, parece que tudo acontece comigo e me sinto muito pior nessa casa.
Sou muito sensível, faço tudo pra melhorar, vou a lugares que acalmam minha mente e alma, mas quando volto pra casa me sinto mal. Sinto que não sou daqui, não pertenço a essa casa, a essa família, meu coração aperta, dá vontade de sair correndo. Parece que tem algo me segurando na frequência negativa, preciso me libertar.
Peço que vocês me escutem e que possam me dar uma resposta que acalme meu coração. Gratidão por me ouvirem.

Resposta:

Minha amada filha, você precisa estar consciente de que na vida não se deve ter tanta amargura, tanto julgamento. O que precisa começar a observar é a divindade de todos e a benevolência das experiências. O olhar de julgamento é o que te causa tanta restrição, pois a partir dele você se fecha ao mundo com o medo de também ser julgada. Quando passar a observar as experiências com maior suavidade, com entrega, você verá que a partir de um olhar compassivo elas se suavizam se amenizam, e se tornam mais sutis em nossa vida. A partir dessa visão as experiências simplesmente passam a fluir e a benevolência vem ao nosso encontro a partir de nosso coração que se suaviza. Mas enquanto tivermos um olhar tão duro com a vida, com aqueles que simplesmente tentam fazer o melhor, assim como nós, entramos nesse embate interior de falta de aceitação. A vida é para ser vivida e, por tal motivo, que a caridade da alma é tão importante. Não a caridade de dar alimento, mas aquela que parte do coração, dos gestos, das palavras, do olhar daqueles que veem na manifestação contrária a busca pelo amor. Quão fácil seria se a partir dessa visão nos entregássemos às experiências com aceitação, com compreensão, soltando a vida a fluir. Mas não, preferimos partir ao caminho do sofrimento que o julgamento nos conduz, o caminho da falta de benevolência do olhar, da ausência de compreensão do incompreensível. Veja minha filha, as experiências estão aí a te conduzir. Faça delas a sua vida que então verá a transformação vir a ti. Fique em Paz.

Sou Serapis Bey.

 

COMO AJUDAR MEU ESPOSO

 

Caros Irmãos; vejo meu esposo em um estado de estresse contínuo, e uma retenção de sentimentos que procuro há anos ajudá-lo, dentro de minhas possibilidades. Ontem expôs um estado de “ira” com relação à minha pessoa, por não concordar como eu direciono a educação dos nossos filhos, dois adolescentes de 14 e 16 anos. Temos interpretações diferentes para a criação dos filhos, ele é muito mais rigoroso, enquanto eu acredito que precisamos esperar o tempo certo de amadurecimento dos filhos, para cobrá-los ainda mais. Ainda, ele encontra-se verdadeiramente pessimista com relação à vida na terra, desesperançoso com relação aos homens, coisa que efetivamente recuso-me a acreditar. Sei que teremos momentos difíceis à frente, mas desesperar-se não é a solução. Penso que nosso trabalho é fazer o melhor dentro do que nos é dado. Gostaria se possível, de uma orientação de ação, com relação ao meu casamento, meu marido e meus filhos. Imensamente grata.

Resposta:

Filha, no seu projeto de evolução, ao qual se propôs ao encarnar nesta vida, escolheu alguns importantes personagens a fazer parte dessa construção do seu novo Eu, o qual se tornará transcendendo essa experiência. É como observar peças em um jogo. Na sua constelação familiar há quatro personagens, e um deles que é você, estabeleceu uma meta. Essa meta é desenvolver a mestria interna e o amor incondicional. O chamado do seu coração leva você a pensar diferente de seu marido, mas não somente dele, e sim de milhares de pessoas no planeta, que como ele, estão inseridos nessa malha energética de sofrimento e dor. Grande parte da humanidade filha, infelizmente não consegue perceber como a vida é bela, e como depende de cada um transformar o sofrimento em algo doce e leve. Você percebe isso filha, pois a sua natureza é essa. Não pode negar o que parte do seu coração. E o amor, a esperança e a fé partem sempre de um sentimento puro conectado ao Divino. Portanto, não duvide nunca dos seus sentimentos puros, e mantenha-se firme no seu propósito que é levar o seu exemplo, o seu olhar diante da vida, para os seus filhos e para as pessoas com quem convive. Mas para que não traga sofrimento e embates desnecessários à sua vida, permita que cada um siga o caminho o qual ressoar de acordo com a energia individual. Infelizmente filha, como exposto acima, não é possível que mostres uma realidade para quem está vivendo olhando para outro lado. Cada um abrirá o olhar à verdade no tempo certo, após viver as experiências necessárias para a evolução e essenciais para a libertação. O tempo de cada um é diferente, e basta aceitares isso para viveres em paz com filhos, marido, e com todas as pessoas em tua volta filha. Fique em paz.

Mestre Kuthumi.

 

RELACIONAMENTOS

 

Queridos Mestres, gostaria de entender o porquê dos meus relacionamentos não se desenvolverem de maneira plena. Sinto-me presa às pessoas e situações que não correspondem aos meus sentimentos. Sinto que tenho uma ligação com um parceiro do passado, porém hoje ele tem muita raiva de mim. Ele sente isso, ou só está sendo guiado pela raiva e decepção? Por diversas vezes sou visitada em sonhos por ele e não entendo o que ele realmente quer de mim. Como faço para me libertar desta situação? Obrigada.

Resposta:

Amada filha, estás trazendo para o seu tempo presente algo que já passou que já foi superado e somente precisa ser transmutado. Você amada, repetidamente traz ao presente, sentimentos relacionados a vivencias passadas, que fizeram parte da sua história sim, mas que já não fazem mais. E então precisa liberá-los e transmutá-los para se abrir ao presente. Todos os relacionamentos serão repetições das mesmas situações, pois quando você está vivenciando o novo, sempre está presa a situações passadas. Precisa simplesmente liberar, libere as lembranças, as crenças, as emoções, as mágoas. Deixe nascer no seu coração o sentimento de gratidão que virá do perdão das experiências que se foram. O perdão dos erros, o perdão das decisões enganadas ou do tempo dispensado com algo que não faz mais parte do seu presente. O que se foi minha querida, não está perdido, mas sim contribuiu para torná-la o que és hoje, portanto irradie o sentimento de gratidão envolvido na luz violeta, e então traga o equilíbrio do seu presente, despejando a cascata de luz dourada que é o ancoramento necessário para que você se abra a novas experiências, totalmente liberta do passado. Fique em paz minha filha.

Kuan Yin.

 

SONHOS

 

Tenho muitos “sonhos” estranhos que não consigo entender. Nesses sonhos a energia do ambiente remete a algo velho, antigo, muitas vezes tenebroso, ambiente sempre escuro, é sempre noite, quase sempre tem muitas cobras, sucuris gigantes, às vezes eu luto com elas, às vezes não. Na maioria das vezes estou sempre fugindo de algo que não tem forma, e eu fico sem voz para pedir ajuda. Ao acordar sinto muitos calafrios, e às vezes medo, e quando morro no “sonho” acordo com a dor que estava sentindo. Também acontece de eu ter polução noturna nesses sonhos, o que me deixa bastante pra baixo. Costumava ter esses sonhos com bastante frequência há algum tempo atrás. Comecei alguns trabalhos de transmutação, quebra de contratos, cura etc. Porém continuam acontecendo com menor frequência, coisa que eu não entendo, pois mesmo estando com a energia legal, trabalhando a energia durante o dia, fazendo os decretos antes de dormir, isso continua acontecendo. Gratidão Thiago, Michelinha, e os Mestres pela oportunidade. Grato.

Resposta:

Amado filho, tu tens buscado tantas formas de resolver o problema de maneira externa, mas não percebe que está sempre colocando todos os seus esforços em pensamentos do passado. Em situações que se foram na tentativa de curá-las. A busca verdadeira filho, deve ser pela vida melhor que pode ter a partir de agora. A superação dos obstáculos se dará a partir da manifestação do novo no presente, e não do olhar para o passado na tentativa de cura e limpeza. A sua solução é simples filho. Quando fizeres decretos, meditações, terapias, veja sempre o seu futuro, veja e manifeste no presente a vida que quer. Tenha fé filho. Ter fé é justamente parar de olhar para o passado tentando mudá-lo. Deixe o que passou para trás. As visões do velho e tenebroso que tens, traz justamente isso, essa reflexão que não teve ainda, de que estás mexendo com sentimentos e situações antigas que, quanto mais forem remexidas, mais trarão ao seu presente a manifestação dessa mesma realidade, não permitindo que sigas em frente. A polução noturna se dá pela falta de exposição dos seus sonhos, se dá pelo fato de estares tentando segurar dentro de ti, aquilo que queres ver manifestado em tua vida. Então filho, apenas esqueça tudo o que se foi. Os tratamentos, os sonhos, as terapias. E comece a partir de hoje uma nova vida. Aquela que você quer ver manifestada e que tanto quer que se realize. Só depende de ti filho.

Mestre Saint Germain.

 

TÉRMINO SEM EXPLICAÇÃO

 

Olá. Desde já agradeço pela atenção. Tem um pouco mais de um ano, que meu ex-noivo terminou comigo de surpresa. Desde esse dia sofri muito, e busquei ajuda das entidades para aprender minha lição e seguir em frente. Mas até hoje sinto uma grande ligação com ele, que eu considerava e considero o amor da minha vida. Tenho um sentimento sem explicação, que não passa, por mais que eu tenha tentado. Recentemente me consultei com algumas pessoas e nenhuma delas me afirmou que tudo acabou. Todos dizem que ele ainda me ama e sofre muito.  Algumas me dizem que ainda há volta. E no meio disso tudo continuo empacada, sofrendo ainda a perda desse amor e sem entender como duas pessoas que se amam podem ficar sofrendo separadas, quando vieram nessa vida para caminharem juntas. Obrigada.

Resposta:

Minha querida filha, seria tão simples se compreendesse algo. Você sente falta de seu noivo porque ele te traz algo que está dentro de você. Ele te remete a algo que você tem dentro de ti. Mas o que ocorre é que através da sua mente montou um plano de idealização, que te faz achar que ele é o complemento que necessita. Mas se compreendesse que esse plano é o que traz em seu coração, então se abriria à vida, as inúmeras oportunidades que passam diante de ti em seus dias. Vamos ver se te explicamos algo. Todos os sentimentos que possui, não estão em qualquer objeto externo, mas eles estão dentro de ti. E quando busca por esse relacionamento, você na verdade não busca por uma pessoa, mas sim por um sentimento que esse relacionamento desperta, dentro de ti. Mas se está em seu interior, você pode resgatá-lo sem necessitar de buscar algo externo. Ele já é seu, esse sentimento. Então o que vive é uma ilusão, de que um relacionamento de completará, quando na verdade quem precisa se completar é você mesma. Mas quando compreender isso, você verá o quão libertador será esse entendimento, pois estará livre a conhecer outras pessoas, a viver feliz, pois descobrirá que você é a pessoa suficiente para si mesma. Não há nada externo e tudo está em seu interior. Você pode resistir a essa compreensão filha, mas será ela que te conduzirá a uma vida muito mais equilibrada, saudável e de auto amor. Nesse dia já não importará se ele te ama ou não, se está junto dele ou não, pois tomará contato com o que busca nesse relacionamento, algo que já é seu. Fique em paz minha irmã.

Sou Serapis Bey.

Thiago Strapasson,

Michelinha OM.

 


231 de janeiro de 2017

 Colaboração: Ale Sunshine e Ilza Barreto

 



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Janeiro 30, 2017

chamavioleta

 

 

INICIANDO A TERAPIA TRANSFORMACIONAL 

Uma Mensagem da 

Senhora Kuan Yin (Quan Yin)

Canalizada por 

Thiago Strapasson e Michelinha OM

25 a 28 de Janeiro de 2016

 

 

A CALMA NO PROCESSO TERAPÊUTICO

Entende-se por calma, um processo que nasce no interior do espirito e acopla no corpo budico, manifestando aquela realidade no espirito. A calma parte de um estado de confiança interior, que se desdobra numa paz manifestada exteriormente. 

A calma, pode ser estabelecida como meta diária, a ser trabalhada em todas as dimensões do corpo, e também deve ser trabalhada em todas as dimensões do espirito. Pois pela calma temos um estado de entrega e confiança. É um estado de agradecimento à Deus que irradia a alma. 

Muitos acham que a calma somente é obtida com o silenciar da mente e o trabalho de olhar a si mesmo. Mas eu vos digo em verdade que não é somente trabalhando dessa forma que conseguirá atingir o que desejas. Porque a calma não está ligada ao estado de silencio interior, mas principalmente em um estado de desapego, de confiança, de entrega e gratidão à Deus por tudo que nos és dado, tanto aquilo que nosso ego considera como bom ou ruim. Tudo é um presente de Deus em nossa vida, tudo nos traz calma na resolução daquilo que momentaneamente não nos preenche, não nos agrada e que é visto como um obstáculo. A calma é um estado de confiança, onde não se vê os problemas, os atrasos, pois tudo está fluindo na mais absoluta perfeição. A calma então irradia do interior um sentimento de paz e confiança. O externo vem e olhamos a ele com calma, em paz, em confiança. 

Manifestar a calma está em um patamar diferente do que ter a calma como morada do coração. A manifestação do sentimento se dá a partir do momento em que ele pode ser expressado como a materialização de algo que já existe manifestado no interior. Seria somente a exteriorização de algo que já existe dentro de forma consolidada e com bases firmes. A calma como morada do coração requer a confiança, mas principalmente a gratidão, o reconhecimento da verdade. A calma do coração é algo lindo de se ter, ela é como uma dança de pétalas ao vento, ela flui junto dos obstáculos e com leveza vai percorrendo o caminho ao seu destino. Nada a tira do caminho embora o vento a jogue docemente de um lado a outro e vai fluindo e percorrendo o caminho. É uma dança da leveza ao vento, como algo leve a ser carregado docemente pela brisa da manhã. 

A FUNÇÃO DO TERAPEUTA

O trabalho terapêutico requer essa leveza. É um trajeto que não se controla, mas que é conduzido com a leveza do fluxo e calma do coração. O terapeuta sabe que tudo flui na mais absoluta perfeição, ele realiza a leitura energética e vai conduzindo o tratamento com leveza daquele que traz a fé e calma do coração, irradiando sua paz e confiança a ser o exemplo ao paciente. Para ele tudo está perfeito, porque a calma está em seu interior. 

E nessa calma interior vocês necessitam observar o caminhar das pessoas, as reações, os gestos. Vocês fazem a leitura energética daqueles que se relacionam o tempo todo. Nós sabemos que o simples olhar é capaz de despir muitos que cruzam seus dias a os mostrar detalhes que nem mesmo eles conhecem. 

Atentem-se, amados, a esses detalhes pois eles serão as portas que os abrirão ao primeiro contato com aquele que lhes pedem ajuda. Esse olhar que busca na profundeza a verdade já os dirá do que estamos a falar. Mostrará do amor a dor, da calma a ira, da inquietação à plenitude. São como termômetros a lhes dizer muito. Essa é a porta da primeira abordagem. A leitura energética que os trará o contato com a fonte em um simples olhar. Atente-se, pois saberão ao observar o campo energético daquele que os procura e partir daí, com a calma do coração, saberão a forma de abordar as mais diversas situações. 

Não há uma regra para isso, a abordagem. Vocês olham e veem o momento e a partir do tom energético saberão como se aproximar. Essa leitura os mostrará como abrirem os primeiros apontamentos. Pois nessa primeira abordagem alguns pontos devem ser levantados, mas não por aquilo que te dizem, pois quem está a dizer é o personagem a sua frente. A verdade será mostrada por sua intuição, onde sentirão a tristeza de seus irmãos, a imersão mental, a falsa alegria. 

O estado energético será a primeira avaliação e a partir dele podem iniciar uma abordagem mais sincera e com amor expor os pontos guardados. Vocês abrirão as portas dos sentimentos reaprendidos deixando com que o paciente fale não pelas palavras, mas por seu campo vibracional. É o campo o foco que os mostrará a verdade como ela é. A fala, a história é o acessório. Vocês sentirão a energia e a guiarão para, digamos, expor e sugestionar o direcionamento da conversa. Esse método levará a pessoa a tomar contato com suas dores por si mesma, sem que digam muitas palavras. A energia vai guiando sua fala e gentilmente apontam aquilo que sentem. É um belo exercício para iniciarem o processo de abordagem. Tudo se inicia pela abordagem. Posteriormente entrarão no processo de terapia. 

Mas a abordagem exige a calma interior, a confiança, a leveza da pétala, para que nessa ancoragem de amor vocês realizem a leitura sem o comprometimento do julgamento, da inquietação e da não paciência. A calma interior é o início da abordagem. 

Vocês abordam e iniciam a orientação, apontando os pontos que necessitarão ser trabalhados. Primeiro os mais simples, mas fáceis de lidar, depois os mais espinhosos, mais doloridos, mas um a um, sempre com calma. 

O MÉTODO TERAPÊUTICO: O ESTADO DO TERAPEUTA E DO PACIENTE

Durante o trabalho terapêutico, todas as características que necessitam serem limpas ou transformadas devem ser trabalhadas no interior das seguintes formas: repetindo o comportamento observando a si mesmo por 21 dias, e manifestando o comportamento de forma natural após os 21 dias. Esses comportamentos serão sempre trabalhados a partir de um estado de interior de confiança de que de forma leve o processo se dará. Não há exigência quando ao tempo do trajeto, pois o ciclo pode ser reiniciado e reiniciado, até que se ancore. 

As terapias que fazem com que as pessoas sejam forçadas a manifestarem o comportamento para o lado externo sem o devido tempo de trabalho interno passam a ser apenas superficiais. Podem mascarar uma situação de cura e equilíbrio simplesmente pelo fato de criarem uma programação temporária na mente do paciente que, repetindo o comportamento através de um controle da mente, passa a repeti-lo por mais determinado tempo. Até que enfim, a irradiação do comportamento antigo acaba por se manifestar novamente pois ainda está ativo no interior. Ele precisa ser limpo interiormente, por isso após a abordagem se inicia o tratamento, que é a orientação, ela se dará na leveza do fluxo e dentro do tempo de Deus. Nem sempre um único ciclo será o suficiente. Ele muitas vezes será repetido e repetido até haja a verdadeira purificação interior. 

A cura interior é o foco do trabalho. Pois tudo que é trabalhado de forma superficial só pode ser resultado de um trabalho prévio interior, onde foi transformado o comportamento que deseja ser modificado. Então a cura interior com calma, dando tempo para que o novo se projete na vida do paciente, que ele sinta suas feridas abertas, que a dor seja trazida para o purificar de tudo aquilo que o restringia. 

Mas eu advirto que não serão todos que terão a força e confiança, a calma do coração para lidar com as situações, mas o terapeuta deve se lembrar nessa situação da leveza da pétala ao vento. Não há o envolvimento, mas a permissão para que tudo se dê no tempo mais adequado. O livre arbítrio é sempre respeitado para todos, a calma é o pilar desse respeito. 

A manifestação da calma através de novos comportamentos das pessoas, só será observado como algo definitivo, a partir da cura interior. Então o terapeuta a partir da observação passará a provocar os pontos a serem trabalhados no paciente, aqueles a serem observados. Sua função é expor, para que sejam curados interiormente, do coração à alma, para que se manifeste na realidade física. 

Essa cura interior, se dá somente com a abertura dos sentimentos armazenados e que são negados pelo próprio paciente. Esses sentimentos são rejeitados de forma tão intensa que acabam por não existir mais em uma realidade ilusória criada pela mente. Mas que permanece armazenada nos registros akáshico. O terapeuta, observando calmamente os comportamentos, a partir da irradiação energética, expõe os sentimentos à reflexão calma e amorosa, sempre com a leveza da pétala ao vento. Pois saibam que estarão movimentando dores profundas, muitas vezes irreconhecíveis, mas que não devem ser julgadas, mas aceitas com graça e facilidade. E assim devem ser expostas com cuidado e fé. 

A manifestação dessas emoções, que podem vir à tona em momentos inesperados, quando já não se tem mais há algum tempo, indícios de tal comportamento, se dá pelo fato de que algo fez com que o registro fosse acessado. Alguma experiência que se repete e que de alguma forma despertava aquele sentimento, acabou sendo repetida mesmo que de forma sutil. E foi suficiente para despertar esse comportamento e então o paciente perder o estado de calma. E a perda do estado de calma do paciente é o ponto de entrada do terapeuta. É ele que mostrará aquilo que deve ser trabalhado. A abordagem conduz a esse sentimento de perda da calma. 

Mas o terapeuta permanece centrado nessa calma do coração, pois ele será o exemplo de como criar a paz a partir do interior e da confiança em Deus. Mas a provocação ao paciente se faz necessária, sempre com leveza, para que o paciente se veja nesse estado de não calma ou de irritação e desconforto. Essa é a porta aberta para adentrar nas dores mais profundas da alma. Mas lembrem-se, jamais pela fala e sempre pela leitura energética da situação. É a energia que irradiada que mostrará a perda da calma do paciente e não somente as reações. Falamos de uma abordagem energética aqui. 

Essa manifestação de impaciência está presente somente naqueles que não trabalharam os seus registros internos mais profundos. Que somente poderão ser acessados envolvidos em amor e luz. Nessa situação de não calma há o envolvimento do amor do próprio terapeuta, que se manterá nessa calma para que em equilíbrio possa se utilizar da porta de acesso que lhe foi aberta. Há que se ter equilíbrio para a leitura energética, ela não é feita por aqueles ainda fechados ao amor. Há que se ter muita compaixão nesses momentos. 

1ª ETAPA: OS PRIMEIROS 21 DIAS – OLHAR INTERIOR

Para isso, primeiramente o paciente passa pelo processo de 21 dias, onde vive a descoberta interna de todos os seus medos. Os medos serão expostos pelo terapeuta que o orientará a se observar em situações semelhantes. Passa a treinar o comportamento de calma, que quer ver manifestado em sua vida. E nesse período poderá sentir o que é viver envolvido nessa nova realidade. Nesse primeiro ciclo há apenas a observação interior com a aceitação das reações, deve ser aconselhado que não haja o envolvimento ou a reação. É a hora de treinar a calma interior. As situações são abordadas e então observadas apenas interiormente. 

A terapia inicia em a pessoa se colocar à disposição de passar 21 dias olhando para o próprio interior, silenciando a mente. 

A busca por respostas deve cessar por esses 21 dias, as perguntas onde são levantados os próprios problemas também. A pessoa não deve falar de problemas dela. Se algo incomoda, deve somente escrever e trabalhar aquela dúvida com ela mesma, buscando nela a resposta. Silenciar. Não falar dos problemas com as pessoas. Não pedir ajuda. Não fazer absolutamente nada nesses 21 dias. Simplesmente silenciar a mente. Permitir que nesses dias a chegada de informações cesse. E se abra o coração. Para então vir chegando a calma. 

Então ela terá que ficar 21 dias sem falar nada sobre ela mesma. Apenas ficar em silêncio e se algo incomoda e tiver muita vontade de falar ou de conversar, deve escrever e ler o que escreveu a si mesma e buscar pela resposta. Imaginar como se estivesse presa em uma ilha ou algum lugar sozinha onde não tivesse ninguém para olhar ou falar ou ouvir, além de ela mesma. Esses 21 dias deve ser de encontro com ela mesma, que é o que as pessoas evitam olhar, arrumam distrações para não olhar para elas. Elaboram perguntas, divagações, reclamações, como distração para não olhar para dentro de si mesmas. Por isso ela deve silenciar a busca por informações tanto na internet quanto em livros e com as outras pessoas também. Apenas manter leituras de mensagens de autoajuda dos mestres. Por 21 dias. Após isso começaremos a próxima fase. 

Após essa etapa, virão as oportunidades de manifestação desse comportamento para o meio externo. Pois antes era algo que permanecia real somente no processo interior. A exposição a fatos que despertam esse sentimento, foi cessada por esse período de 21 dias, para que pudesse ser ancorada a realidade que o paciente quer ver manifestada e vivida, experienciada. Essa seria a fase 1 do processo. 

2ª ETAPA: 21 DIAS – IDENTIFICAÇÃO DOS GATILHOS EMOCIONAIS E ACESSO AOS REGISTROS AKÁSHICOS TRABALHANDO COM A CHAMA VIOLETA/CRISTAL

Após esses primeiros 21 dias, há então a abertura ao externo. Essa abertura será como o trabalho de campo. Onde o paciente perceberá situações ocorrerem onde não consegue manter aquele estado de calma. Começa a alimentar um sentimento de desespero por não saber o que fazer a respeito. Está diante do combustível que desperta o sentimento negativado e não sabe como trabalhar com isso. Afinal, a realidade é essa e agora, em campo, não é capaz de manter o padrão de pensamento conquistado anteriormente. Agora a dor está aberta, o desiquilíbrio será sentido, pois ele verá que não controla suas reações e isso será causa de profundo pesar. Causará as mais diversas reações, como tristeza, ira, desespero, mas esses são os sentimentos da ferida exposta. 

Nessa segunda etapa virão os questionamentos, o paciente deve ser orientado a se questionar, a ouvir a opinião das pessoas sobre seus comportamentos. Deve buscar pelas respostas, tentar resolver as situações pendentes muitas vezes encarando todos as restrições de frente, com verdade absoluta. 

Percebam, que primeiramente a pessoa experimenta o estado de perfeição que quer para a própria vida, para que tome conhecimento que é possível e é real. Então é colocado diante de situações onde percebe que não é capaz de permanecer naquele estado conquistado. E esse desafio é o que movimentará a mudança e permitirá a liberação. Pois como disse o livre arbítrio deve ser respeitado. E a purificação deve partir de uma profunda necessidade de mudança. Esse ciclo então pode ser repetido até que se torne algo que realmente fará o paciente a ver a necessidade de mudança interior para sua própria melhora. 

Mas agora já vive uma realidade diferente, pois não mais é um desconhecedor de suas próprias capacidades. Percebe que em algum lugar dentro de si mesmo reside aquela pessoa com o comportamento desejado, mas não consegue encontrar a porta que abre a esse caminho novamente. 

Pois então é quando começamos a identificar os gatilhos que despertam tais sentimentos. O terapeuta observa todos os relatos e comportamentos pois aí estão as causas dos comportamentos que contribuem para que a pessoa não consiga se libertar da malha energética de sofrimento. 

Passa então a identificar em quais pontos necessita trabalhar os acessos aos registros akáshico. Percebe onde existem as restrições e os temas que devem ser investigados. 

Nesse ponto, são trabalhados os registros na limpeza da chama violeta-cristal. E juntamente com a terapia que limpa e desconecta os registros que são os gatilhos de sofrimento, o terapeuta segue trabalhando na pessoa a melhora de comportamento naquela restrição anotada para que não repita o comportamento que já não é mais alimentado pelo registro akáshico. 

Ao final do segundo ciclo de 21 dias será o momento da liberação do akáshico. Da limpeza interior. Então inicia-se um novo ciclo de 21 dias, o terceiro. 

3ª ETAPA – 21 DIAS – LIMPEZA ENERGÉTICA DO CORPO FÍSICO E MANIFESTAÇÃO DO NOVO “EU”

A pessoa começa a entrar em uma nova fase, que seria a fase 3 da terapia presencial, que é simplesmente viver como viveu os seus primeiros 21 dias, em meio àquelas situações que despertavam o sentimento reativo, mas agora sabendo como atingir o estado de plenitude e calma, e não mais permitindo a atuação de lembranças dolorosas que estavam armazenadas no akáshico. A pessoa torna-se capaz de transformar a própria vida de acordo com a perfeição experimentada nos primeiros 21 dias. 

Nessa terceira etapa, serão intensamente trabalhados os sentimentos de perdão e liberação, aceitação do novo recomeço e manifestação do novo nas vidas dos pacientes. 

A pessoa já começa a perceber que se tornou um novo Ser, que já vive de forma mais leve diante dos mesmos gatilhos emocionais que causavam a manifestação de comportamentos indesejados. Aqueles gatilhos já não causam mais reações. O paciente começa a perceber como já se tornou mais forte, mais equilibrado diante dos desafios da vida. 

As experiências da matéria não cessam, elas permanecem e a exposição do paciente às situações onde eram despertados sentimentos inferiores continuam. O que muda a partir daqui é simplesmente a reação do paciente diante desses mesmos fatos, onde ele já se percebe conseguindo preservar a calma e o equilíbrio.
Em alguns momentos, pode haver desequilíbrios devido ao período de adaptação ao novo, e devido ao fato do paciente ter permanecido durante toda essa encarnação reagindo de forma diferente diante dos mesmos fatos. Portanto, a necessidade de trabalhos de limpeza dos corpos e acompanhamento terapêutico. 

Essa é a fase de implementação do novo na vida do paciente, e naturalmente haverá a necessidade desse período de 21 dias de adaptação, para então surgir o empoderamento, onde o paciente começa a descobrir-se uma nova pessoa com novas reações diante dos mesmos fatos. Isso começa a ancorar nessa pessoa a confiança e a fé. Todas as experiências pelas quais o paciente passar nesse período, serão aglutinadas no oitavo chacra, vão alimentando o registro com experiências positivas e de empoderamento, que vão construindo a sabedoria interior, a mestria.
Todo esse processo, compreendido por essas três etapas, é o que fará a liberação dos aspectos que hoje não permitem que as pessoas se encontrem com elas mesmas. Ao encontrarem-se e trabalharem na prática essa nova realidade de Ser através desses exercícios e dessa terapia, a pessoa já não repetirá mais os mesmos erros, pois a terapia proposta também faz com que sejam agregadas experiências de sabedoria ao registro do paciente, que o fará caminhar com as próprias pernas e seguir em sua vida com mais confiança e força. 

Em todas as etapas o terapeuta fará a limpeza dos corpos com a recomendação de exercícios de purificação interior. Em todos as etapas serão recomendadas as limpezas necessárias dos pontos do corpo interligados ao registro akáshico que causa a restrição. A limpeza dos corpos trará o desacumulo energético a permitir que o processo se dê com leveza e ancoragem. Até o ponto que o paciente já não necessite dessa ajuda e esteja purificado a caminhar com suavidade pela vida, irradiando seu novo modo de ser, já manifestando a sabedoria adquirida em sua própria vida e também levando isso às suas experiências. 

Sou Kuan Yin 

Thiago Strapasson 
Michelinha Om



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Fevereiro 13, 2016

chamavioleta


 

FORAM-LHES MOSTRADAS ÁREAS INTERNAS QUE NECESSITAM DE AMOR.

Mensagem de Kuan Yin 

através de Jenny Schiltz

9 de fevereiro de 2016 

Tradução de Ivete Brito.

 


Saudações! Temos o prazer de poder relatar esse tremendo progresso que todos aqueles que despertaram e que estão despertando fizeram. Para alguns, isso virá como surpresa, porque eles sentem como se estivessem em uma cavalgada interminável, que apenas se intensifica. Queremos que vocês compreendam que a partir de nossa perspectiva, podemos ver como essas energias trouxeram muita coisa à tona para ser curada e permitiu que aspectos seus simplesmente fossem deixados para trás, se assim decidissem. Enquanto muito sentem que retornaram ao lugar em que estiveram certa vez, precisam compreender isso de modo que tenham a oportunidade de escolher de modo diferente, para criar um novo caminho para si mesmos.

Neste momento está acontecendo muita coisa em seu período de sonho. Podem lhes ser mostradas possibilidades em sua vida, em áreas que precisam ser abordadas, e, mais importante, vocês podem estar trabalhando em curar vidas passadas. Se vocês acordam e não se lembram dos seus sonhos, isso não é motivo de alarme, e, em alguns casos, é para a sua proteção para que vocês não se recordem dos traumas que enfrentaram. Para aqueles que estão prontos, vidas passadas muito importantes estão vindo à tona, vidas que se poderia considerar sombrias ou muito oposta à sua alma. Compreendam que todos vocês possuem ambas. Vocês tiveram vidas repletas de alegria e luz e tiveram vidas cheias de escuridão. Ambos os tipos são valiosos para o crescimento da alma. Como vocês podem apreciar um sem o outro, para servir de contraste? Todavia, a lição mais importante para que compreendam, é que vocês são todas as coisas: luz, escuridão, e algo intermediário. Não existe julgamento para aquelas vidas, visto que elas permitiram que vocês crescessem e se tornassem as almas ascendentes que são hoje. Muitos de vocês, quando confrontados com a sua vida mais sombria, passam a sentir ódio e recriminação por si mesmos. Até aqueles que desconhecem o lhes foi mostrado, estão achando que a sua dignidade e autoestima sofreram. Muitos experimentam dúvidas intensas devido a essas questões que voltam à tona. Compreendam que o propósito não é que vocês vejam o que está faltando em vocês, mas para que vocês amem e perdoem todos os aspectos de si mesmos. Pretende-se que vocês vejam onde a dualidade serviu e lhes permitiu experimentar muito.

À medida que vocês trabalham para se perdoar e começam a compreender que não são nem luz nem escuridão, enquanto uma alma, vocês descobrirão o equilíbrio interno. Conforme deixarem para trás o julgamento da dualidade sobre si mesmos, vocês poderão também deixar para trás as visões que ainda mantêm do julgamento sobre os seus companheiros. Quando compreenderem que as mais brilhantes das almas experimentaram vidas sombrias e que isso apenas fez com elas brilhassem ainda mais, vocês finalmente serão capazes de perdoar realmente. Ao compreender que a dualidade não precisa existir, poderão criar novos sistemas, novas maneiras de ser que sejam amorosas e não julgadoras daqueles que não entendem a necessidade de mudança neste momento. Serão capazes de criar novos caminhos em si mesmos e no mundo, e não a partir de um espaço de luz, mas de um espaço de amor. Quando criarem a partir dessa vibração, o trabalho atrairá muitos, revelará muitos para começar a explorar a própria alma.

Nunca antes, amar a si mesmos e todos os seus aspectos, a luz e a escuridão, foram mais importantes. Muitos de vocês estão emergindo de seus casulos, mais fortes e prontos para criar a realidade que vocês querem, mesmo que a direção ainda não esteja clara. Isso é maravilhoso e nos sentimos entusiasmados ao ver o que será criado. Mas os incentivo a se certificarem de que deixarão para trás todos os julgamentos, inclusive daqueles que vocês consideram sombrios. A fim de que suas criações e visões do futuro atinjam o seu potencial pleno, elas devem ser centradas em seu coração, que não sustenta mais a dualidade.

Este também é um momento importante para se conectar a almas semelhantes. Muitos de vocês estiveram em isolamento, exceto pelas conexões através da internet. Muitos estão despertos e mais estão despertando a cada dia, vocês não precisam mais se sentir tão sozinhos. Encontrem grupos ou criem um próprio, que lhes permita conectar-se física, social e espiritualmente. À medida que cada um emerge mais poderoso e capaz de permanecer em sua verdade, vocês vão aumentar isso quando começarem a se conectar com os outros. Para alguns, pode parecer assustador, deixem de lado, visto que se trata da velha programação que já não tem mais lugar em seu futuro. Permitam a si mesmos conectar-se, sonhar e construir o futuro que vocês querem, sem medo.

Com toda a minha devoção,

Kuan Yin

Jenny Schiltz.


 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.

achama.biz.ly 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub