Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Dezembro 04, 2020

chamavioleta

O uso medicinal da maconha* na cura contra o Covid-19

Eu Sem Fronteiras

3 de dezembro de 2020

 

 
* NR: Liamba, marijuana, etc.
 
 
 
Não é recente a conversa em torno do uso medicinal da maconha. Essa prática, já legalizada em muitos lugares do mundo, como Canadá, Chile, Países Baixos e Uruguai, é útil para o tratamento de uma miríade de condições. Essa erva tem sido empregada na recuperação de pacientes de câncer e até em veteranos de guerra que lidam com síndrome do estresse pós-traumático.
 
As propriedades da Cannabis sativa têm a capacidade de aumentar o apetite, aliviar dor, relaxar músculos e controlar a ansiedade e enjoo, por isso acaba sendo eficaz não apenas como cura de doenças, mas também como auxiliar em outros tratamentos, principalmente aqueles que resultam em perda de peso ou náusea. Por ser tão versátil, é natural que cientistas e médicos tenham se engajado para investigar se essa erva pode fazer parte da solução de uma das maiores crises de saúde dos últimos tempos: a atual pandemia de Covid-19.
 
Cientistas do mundo inteiro estão focados no desenvolvimento de vacinas e na análise do comportamento do vírus e suas possíveis sequelas no corpo humano, mesmo após a recuperação. Essa doença, ainda muito misteriosa para grande parte da população, continua a devastar vidas e sua permanência agrava a atual e drástica crise econômica. Devido à gravidade da situação, é de se esperar que estudos e a população em geral contemplem todas as alternativas para lidar com o vírus. Quem sabe a maconha?
 
É isso mesmo, uma das alternativas estudadas é o uso medicinal da maconha no tratamento de infectados pela Covid-19. É um método controverso, naturalmente, tendo em vista que Cannabis sativa é ainda ilegal em muitas partes do mundo, entretanto é importante desmistificar análises de seu uso medicinal, tendo em vista que, semelhante a qualquer produto farmacêutico, essa droga apresenta a possibilidade de auxiliar o tratamento de diversas doenças. Por isso, um estudo cuidadoso de seus efeitos positivos e colaterais é bem-vindo, ainda mais quando se trata de uma doença ainda sem cura e sem vacina.
 
De acordo com cientistas da Universidade de Lethbridge, no Canadá, o canabidiol (substância química encontrada na maconha, também conhecido como CBD) teria o potencial de afetar o contato do vírus SARS-CoV-2 com a enzima ECA-2, que, por sua vez, o colocaria em contato com as células do organismo humano, agindo como receptora para que o vírus se instalasse. Se essa ligação fosse repelida, teoricamente o vírus não se hospedaria nas células.
 
Liderado pelo Dr. Igor Kovalchuk (PhD/MD), professor de biologia e especialista em biologia molecular, genética, plantas e animais, esse estudo, intitulado “In Search of Preventative Strategies: Novel Anti-Inflammatory High-CBD Cannabis sativa Extracts Modulate ACE2 Expression in COVID-19 Gateway Tissues” foi publicado em abril de 2020 no site Preprints, dedicado à divulgação de pesquisas em estágios iniciais. Kovalchuk é CEO da Pathway RX, uma empresa dedicada à pesquisa de cannabis medicinal.
 
Julia Teichmann / Pixabay
 
 
Uma pesquisa similar, na Augusta University, no estado americano da Geórgia, aponta para o potencial do canabidiol não para curar ou repelir o vírus em si, mas para minimizar e tratar seus sintomas. Por ter propriedades anti-inflamatórias, o canabidiol poderia agir no tratamento de inflamações pulmonares, resultantes da Covid-19.
 
Publicado online em setembro de 2020, pelo Mary Ann Liebert, Inc., o artigo desse estudo, chamado “Cannabidiol Modulates Cytokine Storm in Acute Respiratory Distress Syndrome Induced by Simulated Viral Infection Using Synthetic RNA”, é produzido por cientistas coordenados pelo professor Babak Baban, do Departamento de Biologia Oral e Ciências Diagnósticas da Universidade.
 
Outras instituições também têm se dedicado a desvendar as potencialidades do canabidiol no tratamento contra a Covid-19. Essas pesquisas, ainda em curso, acontecem ao redor do mundo, porém essas duas citadas são as mais evoluídas e divulgadas, com seus artigos já disponíveis para leitura, embora estejam sujeitos a atualizações.
 
Os estudos, todavia, ainda são inconclusivos e quaisquer teorias em relação à eficácia da maconha no tratamento contra a Covid-19 são ainda meramente especulativas, assim como os testes de vacinas que bombam nas notícias por aí. O que é advertido por médicos é que o cigarro de maconha definitivamente não é uma alternativa viável, já que sua concentração de canabidiol é muito baixa. É importante frisar, também, que a automedicação é arriscada e não recomendada por médicos.
 
 
M. Maggs / Pixabay
 
 
Enquanto não há uma vacina e a pandemia ainda está em curso, resta à população seguir as medidas de segurança para prevenir contágio. Cientistas e médicos, que estão dedicados a encontrar formas de combater essa doença, estão, como de costume, cogitando os caminhos mais eficazes e seguros. Os testes envolvendo a maconha e suas propriedades são prova de que, embora polêmica, essa erva ainda não foi descartada nas pesquisas científicas que buscam erradicar ou minimizar os efeitos de muitas enfermidades, incluindo a Covid-19.
 
Isso indica que pesquisas sobre o uso medicinal da Cannabis sativa podem levar a grandes descobertas, porém, ao mesmo tempo, há a possibilidade de essas serem impossibilitadas, por conta de legislações que criminalizam a maconha. É do interesse da população em geral refletir sobre o estigma que rodeia esse assunto.
 
Todos os farmacêuticos encontrados em drogarias apresentam vantagens e riscos, por que seria diferente com a maconha nesse contexto? Não é nem sobre seu uso recreacional, mas sobre a possibilidade de usar a maconha para o bem da saúde. Talvez seja a hora de autoridades do campo político e científico ponderarem sobre prioridades, o que pode servir de exemplo para uma sociedade que precisa encarar esse assunto com menos preconceito e mais responsabilidade.
 
Eu Sem Fronteiras
 




Página Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Janeiro 31, 2017

chamavioleta

A verdadeira razão por que o cânhamo é ilegal

Por EraOfLight

 

 

 

A verdadeira razão pela qual o cânhamo foi banida não tem nada a ver com seus efeitos na mente e no corpo.
 
A MARIJUANA é PERIGOSA. Maconha não é prejudicial para o corpo humano ou mente. A maconha NÃO representa uma ameaça para o público em geral. A maconha é um perigo para as empresas de petróleo, álcool, tabaco e um grande número de empresas químicas. Várias grandes empresas, com abundância de dólares e influência, têm suprimido a verdade do povo.
 
A verdade é que se a maconha fosse utilizada para sua vasta gama de produtos comerciais, criaria uma bomba atômica industrial! Empresários não foram educados sobre o potencial do produto de cânhamo. Os super ricos conspiraram para espalhar informações errôneas sobre uma planta extremamente versátil que, se usada corretamente, estragaria suas empresas.

De onde veio a palavra 'maconha'? Em meados dos anos 1930, a palavra-M foi criada para manchar a boa imagem e fenomenal história da planta de cânhamo, como você vai ler. Os fatos aqui citados, com referências, são geralmente verificáveis na Enciclopédia Britânica que foi impressa em papel de cânhamo durante 150 anos:
 
• Todos os livros escolares foram feitos de cânhamo ou papel de linho até a década de 1880; Papel de cânhamo reconsiderado, Jack Frazier, 1974.
 
• Era LEGAL PAGAR IMPOSTOS COM CÂNHAMO em América de 1631 até os meados doo anos 1800s; LA Times, 12 de agosto de 1981.
 
• A RECUSA DE CRESCER CÂNHAMO na América durante os séculos 17 e 18 era contra a lei! Você poderia ser preso na Virgínia por se recusar a cultivar cânhamo de 1763 a 1769; Cânhamo em Virginia colonial, G. M. Herdon.
 
• George Washington, Thomas Jefferson e outros fundadores GREW HEMP; Washington e Diários de Jefferson. Jefferson contrabandeou sementes de cânhamo da China para a França e depois para a América.

• Benjamin Franklin era dono de uma das primeiras fábricas de papel da América e processou o cânhamo. Além disso, a Guerra de 1812 foi travada sobre cânhamo. Napoleão queria cortar a exportação de Moscou para a Inglaterra; O Imperador não usa roupa, Jack Herer.
 
• Durante milhares de anos, 90% das velas e cordas dos navios foram feitas de cânhamo. A palavra "lona" é holandesa para a cânhamo; Dicionário do mundo novo de Webster.
 
• 80% de todos os têxteis, tecidos, roupas, lençóis, cortinas, lençóis, etc. foram feitos de cânhamo até a década de 1820 com a introdução do gim de algodão.
 
• As primeiras Bíblias, mapas, gráficos, a bandeira de Betsy Ross, os primeiros rascunhos da Declaração de Independência e a Constituição foram feitos de cânhamo; Arquivos do Governo dos EUA.
 
• A primeira colheita cultivada em muitos estados foi o cânhamo. 1850 foi um ano de pico para Kentucky produzindo 40.000 toneladas. O cânhamo foi a maior cultura comercial até o século XX; Arquivos de Estado.
 
• Os registros mais antigos conhecidos de cultivo de cânhamo voltar 5000 anos na China, embora a industrialização de cânhamo provavelmente venha do antigo Egito.
 
• Rembrants, Gainsboroughs, Van Goghs, bem como a maioria das pinturas de lona início foram principalmente pintados em linho cânhamo.
 
• Em 1916, o governo dos Estados Unidos previu que, na década de 1940, todo o papel viria do cânhamo e que não mais árvores precisariam ser cortadas. Estudos do governo relatam que 1 ha. de cânhamo equivale a 4,1 hectares de árvores. Planos estavam em obras para implementar tais programas; Departamento de Agricultura.

• Tintas e vernizes de qualidade foram feitos de óleo de semente de cânhamo até 1937. 58.000 toneladas de sementes de cânhamo foram usadas na América para produtos de pintura em 1935; Sherman Williams Paint Co. testemunho perante o Congresso contra a lei de 1937 Marijuana Tax.
 
• O primeiro modelo-T de Henry Ford foi construído para funcionar na gasolina do cânhamo e o CAR-SE FOI CONTRASTADO DO CÂNHAMO! Em sua grande propriedade, Ford foi fotografado entre seus campos de cânhamo. O carro, "crescido do solo", tinha painéis de plástico de cânhamo cuja resistência ao impacto era 10 vezes mais forte do que o aço; Mecânica popular, 1941.
 
• Cânhamo chamado 'Billion Dollar Crop.' Foi a primeira vez que uma safra comercial teve um potencial de negócios para exceder um bilhão de dólares; Popular Mechanics, fevereiro, 1938.
 
• A Revista de Engenharia Mecânica (Fev. 1938) publicou um artigo intitulado "A cultura mais rentável e desejável que pode ser cultivada." Ele afirmou que se o cânhamo fosse cultivado usando tecnologia do século XX, seria a maior safra agrícola dos EUA e O resto do mundo.
 
»As seguintes informações vêm diretamente do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos de 1942 filme de 14 minutos encorajando e instruindo" patrióticos agricultores americanos "para crescer 350.000 hectares de cânhamo por ano para o esforço de guerra:
 
'... (Quando) os templos gregos eram novos, o cânhamo já era velho ao serviço da humanidade. Por milhares de anos, mesmo assim, esta planta tinha sido cultivada para cordas e tecidos na China e em outros lugares do Leste. Durante séculos antes de cerca de 1850, todos os navios que navegaram os mares ocidentais foram manipulados com corda de cânhamo e velas. Para o marinheiro, nada menos que o carrasco, o cânhamo era indispensável ...

 
 ... Agora com Filipinas e East Indian fontes de cânhamo nas mãos dos japoneses ... cânhamo americano deve atender às necessidades do nosso Exército e da Marinha, bem como de nossas indústrias ...
 
... as reservas rapidamente diminuindo da Marinha. Quando isso se for, o cânhamo americano voltará a funcionar; Cânhamo para navios de amarração; Cânhamo para linhas de reboque; Cânhamo para equipamentos; Cânhamo para inúmeras utilizações navais, tanto em navio e costa. Assim como nos dias em que o Velho Ironsides navegava os mares vitoriosos com suas capas de cânhamo e velas de cânhamo. Cânhamo para a vitória!
 
Prova certificada da Biblioteca do Congresso; Encontrado pela pesquisa de Jack Herer, refutando alegações de outras agências governamentais de que o filme do USDA de 1942 'Hemp for Victory' não existia.
 
O cultivo e a produção de cânhamo não prejudicam o meio ambiente. O USDA Boletim # 404 concluiu que o cânhamo produz 4 vezes mais polpa com pelo menos 4 a 7 vezes menos poluição. De Popular Mechanics, fevereiro 1938:
 
"Tem uma estação de crescimento curta ... Pode ser crescido em todo o estado ... As raizes longas penetram e quebram o solo para deixá-lo na condição perfeita para a colheita seguinte do ano. O choque denso das folhas, 8 a 12 pés acima da terra, estrangula ervas daninhas.
 
... cânhamo, esta nova colheita pode acrescentar imensamente à agricultura e à indústria americanas.
 
Na década de 1930, as inovações na maquinaria agrícola teria causado uma revolução industrial quando aplicado ao cânhamo. Este único recurso poderia ter criado milhões de novos empregos gerando milhares de produtos de qualidade. Cânhamo, se não feito ilegal, teria trazido América fora da Grande Depressão.
 
William Randolph Hearst (Cidadão Kane) e a Divisão de Fabricação de Papel Hearst da Kimberly Clark possuíam extensa área cultivada de terras de madeira. A Hearst Company forneceu a maioria dos produtos de papel. O avô de Patty Hearst, um destruidor da natureza para seu próprio lucro pessoal, estava a perder bilhões por causa do cânhamo.
 
Em 1937, Dupont patenteou os processos para fabricar plásticos a partir de petróleo e carvão. O Relatório Anual da Dupont incentivou os acionistas a investir em sua nova divisão petroquímica. Sintéticos tais como plásticos, celofane, celulóide, metanol, nylon, rayon, Dacron, etc., podem agora ser feitos a partir de óleo. A industrialização natural do cânhamo teria arruinado mais de 80% dos negócios da Dupont.
 
A Conspiração
 
Andrew Mellon tornou-se o secretário do Tesouro da Hoover e o principal investidor da Dupont. Ele nomeou seu futuro sobrinho, Harry J. Anslinger, para chefiar o Departamento Federal de Narcóticos e Drogas Perigosas.
 
Reuniões secretas foram realizadas por esses magnatas financeiros. O cânhamo foi declarado perigoso e uma ameaça para as suas empresas de bilhões de dólares. Para que suas dinastias permanecessem intactas, o cânhamo teve que ir. Esses homens tomaram uma obscura palavra de gíria mexicana: 'marihuana' e a empurraram para a consciência da América.
 
Manipulação de mídia
 
Um blitz da mídia do "jornalismo amarelo" raged no final dos anos 1920 e 1930. Os jornais de Hearst publicaram histórias que enfatizavam os horrores da maconha. A ameaça da maconha fez manchetes. Os leitores aprenderam que era responsável por tudo, desde acidentes de carro para perder a moralidade.
 
Filmes como 'Reefer Madness' (1936), 'Marihuana: Assassin of Youth' (1935) e 'Marihuana: The Devil's Weed' (1936) foram propaganda projetada por esses industriais para criar um inimigo. Seu objetivo era obter apoio público para que as leis anti-marihuana pudessem ser aprovadas.
 
Examine as seguintes citações de 'The Burning Question' aka REEFER MADNESS:
 
• um narcótico violento.
• atos de violência chocante.
• insanidade incurável.
• efeitos destrutivos da alma.
Sob a influência da droga ele matou toda a sua família com um machado.
• mais cruel, mais mortal do que essas drogas destruidoras de almas (heroína, cocaína) é a ameaça da maconha!
 
Reefer Madness não terminou com o habitual "o fim." O filme concluiu com estas palavras engessadas na tela: Tell Your Children.
 
Na década de 1930, as pessoas eram muito ingênuas; Até ao ponto da ignorância. As massas eram como ovelhas esperando para serem guiadas pelos poucos no poder. Eles não desafiaram a autoridade. Se a notícia estava na imprensa ou no rádio, eles acreditavam que tinha que ser verdade. Eles disseram que seus filhos e seus filhos cresceram para ser os pais dos baby-boomers.
 
Em 14 de abril de 1937, a Lei Proibitiva do Imposto sobre Marihuana ou o projeto de lei que proibia o cânhamo foi diretamente levado ao Comitê de Medidas e Meios da Câmara. Esse comitê é o único que pode apresentar um projeto de lei ao plenário sem que ele seja debatido por outros comitês. O presidente das maneiras e meios, Robert Doughton, era um supporter de Dupont. Ele assegurou que o projeto passaria pelo Congresso.
 
Dr. James Woodward, um médico e advogado, testemunhou muito tarde em nome da Associação Médica Americana. Ele disse à comissão que a razão pela qual a AMA não havia denunciado a Lei Tributária da Marihuana mais cedo foi que a Associação acabara de descobrir que a marihuana era cânhamo.
 
Poucas pessoas, na época, perceberam que a ameaça mortal que eles estavam lendo nas páginas da frente de Hearst era de fato cânhamo passivo. A AMA entendeu que o cânhamo era uma MEDICINA encontrada em numerosos produtos de cura vendidos nos últimos cem anos.
 
Em setembro de 1937, o cânhamo tornou-se ilegal. A cultura mais útil conhecida tornou-se uma droga e nosso planeta tem sofrido desde então.
 
O Congresso proibiu o cânhamo, porque foi dito ser a droga mais causadora de violência conhecida. Anslinger, chefe da Comissão de Drogas durante 31 anos, promoveu a idéia de que a maconha faz com que os usuários agem de forma extremamente violenta. Na década de 1950, sob a ameaça comunista do macarthismo, Anslinger disse agora exatamente o oposto. A maconha vai pacificá-lo tanto que os soldados não querem lutar.
 
Hoje, nosso planeta está em apuros desesperados. A terra é sufocante à medida que grandes extensões de florestas tropicais desaparecem. Poluição, venenos e produtos químicos estão matando pessoas. Esses grandes problemas poderiam ser revertidos se industrializássemos o cânhamo. A biomassa natural poderia fornecer todas as necessidades de energia do planeta que são atualmente fornecidas por combustíveis fósseis. Consumimos 80% de nossas reservas de petróleo e gás. Precisamos de um recurso renovável. O cânhamo poderia ser a solução para o aumento dos preços do gás.
 
A planta da maravilha
 
O cânhamo tem uma fibra de maior qualidade do que a fibra de madeira. Muito menos produtos químicos cáusticos são necessários para fazer papel de cânhamo do que de árvores. O papel de cânhamo não fica amarelo e é muito durável. A planta cresce rapidamente à maturidade em uma estação onde as árvores tomam uma vida.
 
TODOS OS PRODUTOS PLÁSTICOS DEVEM SER FEITOS A PARTIR DE ÓLEO DE SEMENTES. Os plásticos Hempen são biodegradáveis! Ao longo do tempo, eles iriam quebrar e não prejudicar o meio ambiente. Plásticos à base de óleo, os que estamos muito familiarizados com, ajudar a arruinar a natureza; Eles não quebram e farão um grande dano no futuro. O processo para produzir a vasta gama de plásticos naturais (hempen) não vai arruinar os rios como a Dupont e outras empresas petroquímicas fizeram. Ecologia não se encaixa com os planos da indústria do petróleo e da máquina política. Os produtos de cânhamo são seguros e naturais.
 
OS MEDICAMENTOS DEVEM SER FEITOS DE CÂNHAMO. Devemos voltar aos dias em que a AMA apoiou curas de cânhamo. "Marijuana medicinal" é autorizada legalmente para apenas um punhado de pessoas, enquanto o resto de nós somos forçados a um sistema que se baseia em produtos químicos. Maconha é apenas saudável para o corpo humano.
 
O FOME DO MUNDO PODERIA TERMINAR. Uma grande variedade de produtos alimentares pode ser gerada a partir de cânhamo. As sementes contêm uma das mais altas fontes de proteína na natureza. TAMBÉM: Elas têm dois ácidos graxos essenciais que limpar seu corpo de colesterol. Esses ácidos graxos essenciais não são encontrados em qualquer outro lugar na natureza! Consumir sementes de maconha é a melhor coisa que você poderia fazer para seu corpo. Coma sementes de cânhamo cruas.
 
A ROUPA DEVERIA SER FEITA DO CÂNHAMO. Roupa de cânhamo é extremamente forte e durável ao longo do tempo. Você poderia entregar roupas, feitas de cânhamo, até seus netos. Hoje, existem empresas americanas que fazem roupas de cânhamo; Geralmente 50% de cânhamo. Os tecidos de cânhamo devem estar em toda parte. Em vez disso, eles estão quase nas catatumbas. Os produtos de cânhamo superior não têm permissão para anunciar na televisão fascista. Kentucky, uma vez que o estado de produção de cânhamo superior, tornou ilegal vestir roupas de cânhamo! Você pode imaginar ser jogado na cadeia por usar jeans de qualidade?
 
O mundo é louco, mas isso não significa que você tem que se juntar a insanidade. Juntar. Espalhe as noticias. Diga às pessoas, e isso inclui seus filhos, a verdade. Use produtos de cânhamo. Elimine a palavra 'maconha'. Perceba a história que a criou. Torná-lo politicamente incorreto para dizer ou imprimir a palavra-M. Luta contra a propaganda (concebida para favorecer a agenda dos super ricos) e as besteiras. O cânhamo deve ser utilizado no futuro. Precisamos de uma fonte de energia limpa para salvar nosso planeta. INDUSTRIALIZE CÂNHAMO!
 
As companhias de licor, tabaco e petróleo financiam mais de um milhão de dólares por dia para Parceria para uma América sem Drogas e outras agências similares. Nós todos vimos seus comerciais. Agora, seu lema é: "É mais perigoso do que pensávamos." As mentiras das corporações poderosas, que começaram com Hearst, ainda estão vivas e bem hoje.
 
A lavagem cerebral continua. Agora, os comerciais dizem: Se você comprar um conjunto, você contribui para assassinatos e guerras de gangues. Os mais recentes anúncios anti-cânhamo dizem: Se você comprar um conjunto ... você está promovendo o terrorismo! O novo inimigo (terrorismo) abriu caminho para lavá-lo da maneira que quiser.
 
Existe apenas um inimigo; As pessoas amigáveis ​​que você paga seus impostos; Os guerreiros e destruidores da natureza. Com o seu financiamento, eles estão matando o mundo bem na frente de seus olhos. Metade de milhões de mortes por ano são causadas pelo tabaco. Metade de milhões de mortes por ano são causadas pelo álcool. Ninguém nunca, MORREU MESMO DE FUMAR MACONHA !! Em toda a história da raça humana, não se pode atribuir uma morte ao cânhamo. Nossa sociedade tem banido o cânhamo mas tolera o uso de ASSASSINOS: TABACO e ÁLCOOL. O cânhamo deve ser desclassificado e colocado em drogarias para aliviar o estresse. O endurecimento e a constrição das artérias são ruins; Mas o uso de cânhamo realmente amplia as artérias ... que é uma condição saudável. Fomos tão condicionados a pensar que: Fumar é prejudicial. Esse não é o caso para a maconha passiva.
 
A ingestão de THC, agente ativo do cânhamo, tem um efeito positivo; Aliviando asma e glaucoma. Uma articulação tende a aliviar a náusea causada pela quimioterapia. Você é capaz de comer cânhamo. Este é um estado saudável de ser.
 
O estereótipo de uma cabeça de cânhamo é semelhante a um bêbado, bubble-brain. No entanto, a verdade é que as habilidades criativas de alguém podem ser melhoradas sob sua influência. A percepção do tempo diminui ligeiramente e pode-se tornar mais sensível. Você pode apreciar mais todas as artes; Estar mais perto da natureza e geralmente sentir-se mais sob a influência do cânhamo. É, de fato, o estado oposto exato da mente e do corpo como o estado bêbedo. Você pode estar mais consciente com o cânhamo.
 
A planta do cânhamo é uma planta de extra-terrestre. Há evidências físicas de que o cânhamo não é como qualquer outra planta neste planeta. Pode-se concluir que foi trazido aqui para o benefício da humanidade. Cânhamo é a única planta onde os machos aparecem de uma maneira e as fêmeas parecem muito diferentes, fisicamente! Ninguém fala de machos e fêmeas em relação ao reino vegetal porque as plantas não mostram seus sexos; Com excepção do cânhamo. Para determinar que sexo uma determinada planta normal, terrestre é: Você tem que olhar internamente, em seu DNA. Uma lâmina masculina da grama (fisicamente) olha exatamente como uma lâmina fêmea da grama. A planta de cânhamo tem uma sexualidade intensa. Cultivadores sabem matar os machos antes que eles fertilizam as fêmeas. Sim, pessoal ... o cânhamo mais potente vem das "armónias fêmeas."
 
A razão pela qual esta planta surpreendente, muito sofisticada e ET do futuro é ilegal não tem nada a ver com a forma como ela nos afeta fisicamente.
 
A maconha é ilegal porque os bilionários querem permanecer bilionários.
 
Ps: Eu acho que a palavra "DROGAS" não deve ser usado como um guarda-chuva da palavra que abrange todos os agentes químicos. Drogas vieram a ser conhecidas como algo MAU. Você está ciente há drogarias legais ?! Sim, em cada cidade. Inacreditável. Cada droga chamada deve ser considerada individualmente. O cânhamo é um medicamento e não uma droga. Nós devemos ousar falar a VERDADE não importa o que a lei seja.
 
Traduzido de http://violetflame.biz.ly/blog/1068431/  com a ajuda do Google.
 
 
 
 

 

 

 

Agradecimentos a: http://wp.me/p2Bdne-3xP

 

 

Recomenda-se o discernimento.

 

 

 


 



Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 

Atualização diária.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub