Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Janeiro 08, 2024

chamavioleta

Enfrentar a morte com uma perspectiva esclarecida

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 7 de janeiro de 2024

 
créditos: frasesdelavida.com
 

Quando sabemos que estamos prestes a mudar nossa presença em uma densidade energética de dualidade empírica para liberdade completa em todos os sentidos, é como se o cenário da peça em que atuamos estivesse mudando e começássemos a participar de um ato totalmente novo. Estamos a ser convidados a abandonar todos os apegos de todos os tipos, Porque já não precisamos deles. Temos a capacidade de influenciar o nosso destino apenas com a forma como somos. A forma como pensamos e o que sentimos determinam a nossa presença energética e atraem energias ressonantes.
 
O tipo de situação em que nos encontramos não tem importância. O que importa é a nossa atitude e perspectiva. Se pudermos manter o nível energético de gratidão, amor e alegria, sairemos dos dramáticos desafios da dualidade para uma presença de realização. Neste domínio, os desafios não existem, porque não há medo. Uma vez que somos os directores da nossa cena, podemos criar o cenário que quisermos. Não precisamos de limitações. Somos a nossa presença eterna de consciência para além do espaço-tempo.
 
Sem presença física, nossa consciência se expande até onde queremos ir. Não há limites. Guiados pelo nosso conhecimento e sentimento mais profundos, podemos entrar num ambiente de grande alegria, compaixão e amor. Podemos sentir a liberdade da consciência alargada. Se praticarmos isto, podemos sentir-nos confiantes e abertos perante a morte física. É a nossa transição de um acto para outro numa peça diferente.
 
A mudança das eras também é assim. Estamos a avançar para uma dimensão sem negatividade. Quanto mais positivos pudermos ser, mais fácil nossa vida se torna emocionalmente e mais satisfeitos nos sentimos. Sabendo que nossa intuição faz parte da consciência infinita, somos capazes de agir livremente de qualquer maneira que nos sintamos guiados. Não somos apenas indivíduos, estamos intimamente ligados em consciência a todas as entidades existentes e sabemos ler as energias que nos rodeiam. Podemos prestar atenção àqueles que mais amamos em todos os momentos.
 
Nossas vidas inteiras estão ocorrendo dentro da consciência da humanidade, e nós participamos tanto quanto desejamos ou nos sentimos responsáveis. A nossa pessoa humana é uma expressão física da nossa presença de consciência para além do espaço-tempo. No momento entre acordar e dormir, podemos experimentar essa consciência. É como morrer fisicamente por um tempo. Durante essa experiência, todos os apegos em nossas vidas desaparecem e começamos a direcionar nossa participação em sonhos lúcidos.
 
Kenneth Schmitt
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Junho 14, 2023

chamavioleta

Realizando a Liberdade Completa

Por Kenneth Schmitt

Traduzido a 13 de junho de 2023

 

 
Na projeção do nosso destino, que desejávamos experimentar antes da nossa encarnação, encontramo-nos nas nossas condições e situações atuais. Inatamente sabemos que não temos que viver dentro das limitações que criamos para nós mesmos. Uma vez que percebemos isso, podemos reconhecer e aceitar quem acreditamos ser e ser gratos por cada experiência que tivemos. Aprendemos a reconhecer padrões de energia e experimentar como eles se sentem. Sabemos a diferença entre as energias que melhoram a vida e as que diminuem a vida. O que precisamos aprender aqui é como usar nosso poder e escolha de foco mental e emocional com o conhecimento da criação constante de padrões de energia que se manifestam em nossa experiência.
 
Uma vez que sabemos o que é, não somos obrigados a nos alinhar com negatividade. É uma escolha, que muitas vezes fizemos a partir de uma perspetiva baseada em programação consciente e subconsciente, incluindo herança ancestral. Somos tão livres quanto nos permitimos ser. Não percebemos que somos espíritos completamente livres, sem restrições de qualquer tipo. Por natureza, somos constantemente criados dentro da consciência universal e dotados de consciência infinita e poder criativo.
 
Porque somos livres para usar nossas habilidades como quisermos, podemos criar e destruir. Para evitar que sejamos, em última análise, terminais, experimentamos energias destrutivas e que diminuem a vida dentro de uma consciência limitada. Agora que tivemos experiências profundas no reino da dualidade, podemos confiar em nós mesmos para conhecer e escolher o tipo de energias que preferimos experimentar. Isso exige que queiramos transcender nossas crenças limitantes sobre nós mesmos, especialmente a crença de que cada um de nós tem uma consciência separada e limitada que é mortal.
 
Quando percebemos nossa verdadeira natureza e habilidades, devemos ser capazes de confiar em nós mesmos para sermos claros e alinhados com a perceção que melhora a vida. Porque aprendemos que estas são as energias que amamos, queremos criar mais delas, sendo a forma como amamos em cada momento do nosso dia-a-dia. À medida que nos alinhamos com nosso conhecimento interior mais profundo, é isso que estamos intencionalmente fazendo. Uma vez que sabemos que podemos criar o que quisermos, direcionando nossas vibrações, somos completamente livres e podemos expressar a alegria de experimentar a vida de maneiras novas e inspiradoras.
 
Kenneth Schmitt
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub