Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Novembro 02, 2020

chamavioleta

A língua e o dever de refreá-la

Por Jonathan Gomes de Brito.

1 de novembro de 2020. 

 
 

 
 
 
Sempre tive como base de moral e ética o cristianismo, que de certa forma vai contra tudo que eu defendo, e sinto-me fascinado por esse motivo.
 
Vejo muitas críticas ao cristianismo, e em todos os casos discordo de todas as acusações, o fato que considero de extrema importância são os ensinamentos que são transmitidos por meio dos reais defensores desse modo de viver.
 
 
Lembro-me de uma passagem numa carta que carrega o título “Epístola de Tiago”. Segundo alguns cristãos o título deveria ser completado com o termo “justo”. O leitor poderá perceber por qual motivo esse termo deveria ser usado.
 
No terceiro capítulo, o autor dedica sua atenção para a língua e sua utilidade. Como utilizarmos esse pequeno órgão para abençoarmos e amaldiçoarmos o próximo, como diz o ditado popular:
 
 
Engin Akyurt/ Pexels
 
“Cura-se a ferida que uma espada faz; é incurável a que faz uma língua”. O ditado é correto no sentido em que estou utilizando-o. Esse pequeno órgão é capaz de destruir um corpo inteiro, o tolo faz sua própria vala, e o sábio permanece calado.
 
Aprendi, lendo Tiago, que quando conseguimos refrear nossa língua, somos capazes de refrear nosso corpo. Ele utiliza exemplos de sua época, o leme e o freio utilizados nos cavalos, ambos são pequenos instrumentos que comandam fortemente um animal selvagem e o barco em uma grande tempestade. O autor entende que esse órgão é capaz de contaminar o corpo por completo.
 
O nosso dever é refrear esse pequeno órgão, mas como isso é possível? Aprendi que podemos modificar todo esse contexto, quando aprendemos algo em nossas tribulações, adversidades etc.
 
Claro que se você não aprendeu nada, é provável que sua situação seja completamente desgastante por falta de paciência; o sentido de paciência está fortemente ligado ao controle emocional e à capacidade de suportar situações desagradáveis. Logo, compreendi que antes de tentar controlar esse pequeno órgão, deveria trabalhar algo que considero
 
um pouco difícil, que é a paciência; quando perseveramos, entendemos que a paciência e a capacidade de controlar a nossa língua estão ligadas à característica de um ser humano completamente educado e humanizado, que não caiu em suas jactâncias.
 
 
Jonathan Gomes de Brito
 
 
Email: jonathangomesdebrito@gmail.com
Facebook: Jonathan Gomes de Brito
Instagram: @eu_brito88
 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Julho 26, 2020

chamavioleta

Como eliminar vícios de linguagem e melhorar seu desempenho comunicativo!

Escrito por Eliuse Silva.

25 de julho de 2020. 

 
 
Mulher olhando para o computador sorrindo sentada no sofá.
 
 
 


Ficar repetindo continuamente “tá entendendo?”, “tipo”, “ééééé” estraga qualquer apresentação, por mais que tenha conteúdo. Falar com vícios irrita qualquer um que esteja escutando e reduz sua credibilidade, porque essas pessoas começam a prestar atenção apenas nos seus vícios e deixam de observar a mensagem de sua fala.

Por isso, esses vícios de linguagem devem ser A-BO-LI-DOS de suas conversas e sobretudo de alguma apresentação formal que você faça, seja no trabalho ou na faculdade. Para isso, você precisa comandar a sua mente, porque é ela que comanda sua vida.


Assim, experimente os passos abaixo e verifique o resultado:
 

1º passo
 
Volodymyr/Unsplash
 

Coloque sua MENTE NO MODO OBSERVAÇÃO! O que quer dizer isso? Comece reconhecendo quais são esses vícios, prestando atenção na própria fala quando estiver numa conversa espontânea ou gravando uma conversa sua para depois ouvi-la. É importante que você tome consciência de como é seu modo de se expressar. Se sentir dificuldade em perceber, peça ajuda a alguém próximo, com quem você conversa sempre, para te chamar atenção sobre isso.


2º passo
 
Etienne Boulanger/Unsplash
 

Coloque a MENTE NO MODO ALERTA! Ou seja, promova pequena punição quando falar o vício. Por exemplo: cada vez que se perceber falando, se dê um beliscão… isso, um beliscão… ou então, coloque uma pulseira de borracha e cada vez que falar, puxe a pulseira. Novamente, se tiver dificuldade de perceber, peça que alguém te alerte. Isso vai gerar motivação para parar de falar tais vícios.


3º passo
 
 
Kal Visuals/Unsplash
 

Coloque a MENTE NO MODO CELEBRAÇÃO quando conseguir falar sem vício, isto é, se agracie, se dê um presente quando você alcançar esta meta. Pode ser tomar um soverte, comer algo que você goste. É fundamental que sua mente saiba que você pretende se parabenizar e celebrar para que haja o estímulo de se promover a mudança de falar sem vícios.

É isso aí… melhore sua comunicação e conquiste mais credibilidade com sua fala. Faça brilhantes apresentações e seja bem-visto por aqueles que te ouvem.

Oratória Mestra. Pratique! Comunique-se!

 
Eliuse Silva
 
Eliuse Silva



Sítio Principal: http://achama.biz.ly/
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Outubro 01, 2019

chamavioleta

As imagens dizem PALAVRAS e Palavras mostram FOTOS.

Atrrvés de Suzanne Lie.

26 de setembro de 201

Tradução 2019/09/30
 
.

 

 

O núcleo da linguagem da luz é este.

Há imagens da realidade ao nosso redor que estão "dizendo" palavras e palavras que estão "criando" imagens em nossos corações e mentes. À medida que essas palavras e figuras se juntam ao nosso coração e mente, elas nos oferecem uma consciência mais profunda do mundo ao nosso redor.

Essas imagens e palavras entram em nossa consciência e se misturam com nossos pensamentos e emoções conscientes e inconscientes. No mesmo AGORA, as pessoas ao nosso redor estão dizendo palavras que criam imagens em nossa mente e sentimentos em nosso coração.

Quando juntamos as figuras e as palavras, também juntamos nossos corações e mentes. É essa fusão de coração e mente que nos ajuda a nos unir mais profundamente aos outros, ao nosso eu interior e à nossa realidade exterior.

De fato, nossa comunicação começou quando éramos bebês. Primeiro, pudemos ver as figuras e depois encontramos as palavras para essas figuras. Também descobrimos que as palavras que ouvimos ou dissemos frequentemente criaram figuras em nossas mentes e sentimentos em nosso coração.

Foi a união de nossos pensamentos / mentes e sentimentos / emoções que nos permitiu entender o que as palavras significavam. Também descobrimos que, quando “vimos imagens” do nosso mundo exterior e “ouvimos palavras” daqueles que estavam à nossa volta, não estávamos sozinhos.

No entanto, ainda não entendemos que as figuras criaram palavras e as palavras criaram figuras. Então, quando começamos a amadurecer ainda mais, pudemos ver como as imagens da vida que vimos nos ajudaram a entender as palavras que ouvimos ao nosso redor.

Foi através da união das figuras e palavras que expandimos nossas comunicações diárias com os outros e com o nosso eu.

Quando voltamos ao nosso EU da quinta dimensão, estamos aprendendo e lembrando que nossa linguagem da quinta dimensão é baseada em permitir que as imagens que sentimos em nosso coração e vejamos em nossa mente se conectem com as palavras e sons que ouvimos e sentimos. .

É dessa maneira que estamos começando a experimentar como podemos falar e ouvir a Linguagem da Luz através de nossas expressões dimensionais mais elevadas do EU.

Quando retornamos ao nosso EU de quinta dimensão, estamos aprendendo / lembrando nossa "linguagem de quinta dimensão / interdimensional".

Essa linguagem dimensional superior é na verdade uma "linguagem interdimensional" porque ressoa da terceira à quinta frequências dimensionais da comunicação.

A linguagem verbal permite que nossos pensamentos, sentimentos e visões se juntem a figuras que percebemos com o coração e as palavras que ouvimos em nossas mentes. Essas figuras e palavras internas e externas nos permitem ver, ouvir e conectar as palavras internas e externas que preenchem nossa realidade.

Essas imagens e palavras são percebidas dentro de nós, fora de nós e além de nós através da Linguagem da Luz da quinta dimensão, que entra na nossa consciência através de nossas expressões dimensionais superiores do EU. Então, a questão é:

Como posso me comunicar com a minha expressão Dimensional Superior do EU?



Ao refletir sobre essa questão, decidi expandir minhas percepções em direção a uma perspectiva mais alta.

Suzanne Lie




 
 



 


 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:





Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcansar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


 
 


Recomenda-se o discernimento.

 


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


 

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub