Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Dezembro 04, 2023

chamavioleta

O Campo De Deus

Por Owen Waters

Tradução a 3 de dezembro de 2023

 
 

 
A limpeza pode estar próxima da piedade, mas a curiosidade aproxima-o ainda mais. Fomos dotados do sentido de curiosidade do nosso Criador e é isso que nos confere o desejo de compreender a natureza da realidade.
 
Neste artigo, você verá que uma filosofia baseada no criador de cima para baixo pode fornecer respostas para os mistérios que escapam à ciência materialista hoje. A questão-chave que se precisa fazer para desvendar os mistérios do universo é primeiro dizer: "como o criador fez isso?”
 
Ao olhar para a criação de cima para baixo, este artigo irá mesmo fornecer a resposta a dois dos mistérios mais perturbadores da ciência da física hoje: como é transmitida a luz e qual é a natureza da gravidade?
 
A criação foi alcançada separando a consciência Original em dois aspectos distintos – pensamento puro e amor puro, colocando-os em movimento complementar. É o aspecto do amor puro que é comprimido neste reino físico como o campo que forma o próprio tecido do espaço.
 
Até há um século, a ideia de um campo omnipresente era geralmente aceite pela ciência. Foi considerado um meio de transporte de luz e foi chamado de éter, até o momento em que foi abandonado por causa de uma experiência mal compreendida.
 
Considere isto: o senso comum diz que a luz deve ser transportada por algum tipo de meio. Afinal, as ondas sonoras são transportadas através do ar e as ondas de água são transportadas através de corpos de água. Há sempre um meio que transporta qualquer tipo de onda de energia. Ondas de luz são vibrações em algum tipo de meio, então o que é acenar? Actualmente, a ciência é incapaz de responder a essa pergunta de qualquer forma que satisfaça o bom senso.
 
O experimento de Michelson-Morley de 1887 foi o ponto de viragem na opinião científica sobre o éter. Este experimento assumiu que, se a terra se move através de um sistema solar preenchido com um campo de éter estático, então a velocidade da viagem orbital da terra deve afetar a velocidade da luz na Terra. Se você acender um feixe na direção do deslocamento orbital, ele deve ter uma velocidade diferente quando comparado a um feixe brilhou lateralmente na direção do deslocamento, pois um feixe ganha algum benefício com a velocidade da terra enquanto o outro não. Como não foi detectada qualquer diferença, presumiu-se que não existia um campo éter.
 

 
A falha fatal no experimento é que ele faz a suposição de que a terra se move através de um campo de éter estático no espaço, mas e se um enorme corpo físico como a Terra carrega seu próprio campo de éter com ele? Não é difícil imaginar uma aura etérica ao redor do corpo da Terra, assim como a aura que existe ao redor do seu corpo. Se você operar este experimento dentro de um campo etérico que viaja com a terra, então qualquer movimento através do éter não será aparente porque seu campo está viajando com você.
 
 
Hoje, tendo abandonado o conceito de Éter, A ciência postula que o espaço é preenchido com um vácuo. Por definição, um vácuo não é nada, por isso não pode ser um meio para a propagação de algo, de modo que essa ideia não faz nada para preencher o buraco que apareceu na ciência da física.
 
A teoria da relatividade, actualmente em voga, afirma que as suas equações misteriosas não requerem um meio para a propagação da luz. Em vez disso, introduz a ideia de espaço-tempo como um tecido de espaço, seja qual for o espaço-tempo que se supõe ser. Do ponto de vista do senso comum, faz tanto sentido quanto dizer: "Vou ter a certeza de arrumar uma caixa de tempo para ter com o meu almoço!”
 
Enquanto isso, a grande dica de Deus sobre a natureza exata do campo de éter tem se destacado à vista há mais de um século. Em 1862, Maxwell descobriu que a luz é eletromagnética por natureza. Desde então, descobrimos que os electrões e os fotões de luz são notavelmente intercambiáveis. Então, se as ondas de luz são ondas elétricas que viajam pelo espaço, então de onde vem a parte magnética de uma onda eletromagnética? Obviamente, é a natureza magnética do éter – o tecido do espaço – que fornece as ondas magnéticas complementares que compõem as ondas de luz electromagnéticas.
 
Uma palavra de cautela aqui: a palavra éter, ou sua grafia moderna éter, causa muita confusão porque soa muito como o termo energia etérica, que é uma energia totalmente diferente. A energia vital etérica ou vital é a energia vital utilizada no trabalho de cura e no qigong.
 
O que podemos fazer para distinguir entre o éter como tecido do espaço e a energia etérica como energia vital utilizada pelos curadores? Traga Deus para o quadro!
 
O melhor nome para o campo onipresente da energia do amor divino que preenche o nosso universo é, naturalmente, o campo de Deus!
 
Aqui está a minha definição da expressão física do campo de Deus, anteriormente conhecido como éter:
 
O campo de Deus é o tecido do espaço. É uma energia sutil, fluida e magnética que preenche todo o espaço. Intensifica-se dentro e à volta da matéria, onde a sua natureza atractiva produz a força da gravidade.
 
Este e outros mistérios da vida são explicados no manual faltante para a vida neste mundo, metafísica espiritual de Owen Waters.

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Outubro 11, 2023

chamavioleta

SOB O GELO ANTÁRTICO ESTÃO MARAVILHAS, MISTÉRIOS E MAGIA

Por Irinehalla

Canal: Galaxygirl

Tradução a 10 de outubro de 2023

 
 
 
Irinehalla, deusa do gelo, do vento e do mar, fala.
 
Tenho presidido a vossa Antártida há eras, desde a última grande mudança que cobriu os locais tropicais com gelo. Eu presido como protector sobre eles e agora é tempo para a sua revelação, assim como é quase tempo para vós próprios. Sois criadores em forma. Sois muito poderosos, fortes, corajosos, para vir a um mundo assim em tal momento. Todos nós vos honramos.
 
Eu Irinehalla falo sobre o vento, sobre as ondas da Antártida. Muito tem sido escondido que será revelado. Está a chegar o momento em que todos verão claramente, pois não haverá mais ilusões. Sob o gelo estão maravilhas, mistérios e magia. Assim como existem essas coisas dentro de vós, estais apenas a arranhar a superfície do que sois. De quem és.
 
Eu, Irinehalla vejo claramente com olhos ancientes que viram civilizações passadas. Vejo através das profundezas e ondas do tempo, de grandes mudanças. Fui alta sacerdotisa em Lumeria. Depois dessa encarnação, escolhi a minha forma de deusa presidindo as maravilhas ocultas da Antártida como protetora, como transmutadora. Meus ventos transmutam a raiva na superfície, minhas ondas fazem o mesmo. Há uma grande calma nas profundezas. Há maravilhas nas profundezas. Os vossos cientistas de muitos países vêm ao meu domínio e estudam. Cada um deles pensa que tem o maior tesouro de segredos para as suas próprias alianças.
 
O congelamento instantâneo ocorreu durante a idade do gelo e muitas maravilhas estão totalmente bem preservadas. Existem gigantes, existem tecnologias que foram escondidas de vocês, tecnologias únicas que poderiam curar e estabilizar a Terra, poderiam curar a fome através da manipulação do tempo para o melhoramento de todos. Muitas dessas maravilhas foram difamadas a partir de sua intenção original. Isso também vai sair. Gaia deve ser valorizada. Muitos desses, como eu, são protetores do reino, do reino dela. Também vós sois protetores dela, da grande causa.
 
Eu sou Irinehalla, deusa dos lugares frios esquecidos. Onde os humanos vêem terrenos baldios, vejo admiração. Há muito escondido sob os campos de gelo. Há muitas maravilhas demasiado numerosas para nomear. A própria Gaia é um planeta catacumba de maravilhas ocultas, de mundos dentro de mundos, terras e reinos dentro de terras e reinos. Muitos planetas são tais em que suas civilizações habitam dentro. Gaia não é diferente.
 
Haverá mais mudanças planetárias. Assim como os corações da espécie humana mudam, Gaia também muda. E haverá dificuldades e alegria com isso. Alegria sabendo que a mudança está sobre vós. Alegria de saber que suas profecias são verdadeiras. Alegria de saber que estais no vosso caminho.
 
Eu, Irinehalla, tenho mãos frias, e um coração quente como vocês dizem no vosso reino. Eu amo a humanidade. Amo Gaia, e é por isso que ajudei na proteção, no equilíbrio e, mais importante, na transmutação de suas turbulências no Pólo Sul. Há muitos de nós que servimos nesta qualidade. Muito mais vida senciente vos rodeia do que vos foi dito para acreditar. Todas as coisas têm consciência em vários graus. Os silfos limpam o vento. As ninfas limpam a água e enchem-na de alegria e pureza. Os elementais afiam a terra com os gnomos, os duendes, as dríades, et.. Todas as criações originais respiram potencial infinito, força vital e amor pela sua mãe planetária. Houve invasões, modificações, manipulações. Não é disso que falo. É isso que vem à luz.
 
Há muita luz aqui. Nos meses mais quentes, tudo é luz. Nós estivemos na noite escura e agora estamos vindo para a luz, assim como a humanidade está a chegar à sua realização de quem ela é. Não temais as descobertas a transmitir. Deve ser um grande alívio para a humanidade saber que não estão sós no universo, que não são os mais avançados e que não têm todas as respostas. A humanidade terá que aceitar isso. Quando alguém é humilde, está maduro para aprender. É hora de se abrir para mais aprendizado de verdades passadas que se lembrará novamente. É tempo de recordar.
 
Lembrem-se de que gelo e escuridão são tudo sobre percepção. A escuridão não pode existir na presença da luz. Estou a mostrar a esta espeleologia de gelo, quão vitais são as baterias das lanternas, e quão escura é sem a luz, e quão incrivelmente bela é quando a luz brilha nos cristais. Há maravilhas no gelo que estão além das palavras. Maravilhas e belezas abundam no meu reino. Há muito a ser descoberto e discutido entre as pessoas. Os líderes já sabem, e é por isso que estão tanto na quarentena do mundo.
 
Nas cavernas de gelo, há momentos em que o líder apaga a luz para que esses aventureiros possam experimentar a escuridão. Se eles estão quietos e seguros, é um momento de paz, quase como no útero, onde se é trazido para o rebanho do Criador. É a energia do vazio da qual brota toda a criação. Vocês são seres criadores, foi-lhes dito e, no entanto, eu acho que parece que vocês não entendem o poder dessas palavras, da incorporação dessas palavras. Sois a luz das estrelas em forma. Sois faíscas do Criador na forma. Como tal, estais a criar um novo mundo, a humanidade. Coletivo humanos estais a acender todas as luzes e a olhar em todos os lugares escuros e a ver com novos olhos. O processamento do material será um desafio para muitos. Não é fácil perceber e aceitar que foram muito enganados durante tanto tempo. E, no entanto, sois a equipa de resgate.
 
Estou a falar de Irinehalla. Eu mantenho as energias para o Pólo Sul. A minha irmã tem as energias para o Pólo Norte. Isso cria estabilidade espinhal para Gaia. Servimos nesta função desde a queda de Lumeria. Estamos a servir à nossa maneira, tal como o estais a servir. Transmuto com a minha presença. Respiro luz e amor nos cristais de gelo e na terra, no vento, na chuva, nas tempestades que estão cheias de luz da Fonte. Isso equilibra Gaia e mantém seus pólos mais estáveis. Eles têm estado a balançar. Há actualmente instabilidade planetária, pois ela está a passar por esta mudança. Sabeise disso como o sentis. O sol é anormalmente brilhante, tal como é antes de uma emissão maciça. E todas as coisas estão alinhadas, impulsionadas pela Fonte, impulsionadas pela criação, impulsionadas pelo amor.
 
Crianças estejam em paz. O mundo está às avessas e continuará assim por algum tempo. Mas não para sempre. Nunca para sempre. Há sempre esperança. Nunca estais sozinhos. As baleias que nadam nas minhas águas geladas viajam em vagens. Tens de encontrar o teu pessoal, as tuas cápsulas. Encontrem as vossas vagens, amados das profundezas, que estão a trazer luz aos lugares escuros. É hora da tripulação de terra se encontrar. Quando acenderem as vossas luzes, os outros irão vê-los e encontrá-vos-ão mais facilmente.
 
Há muitos segredos que estão prestes a revelar-se. Há gigantes, há muitas naves, há civilizações no vosso mundo que estão aqui há mais tempo do que vós. E estas são coisas boas. É bom conhecer a verdade, vê-la, senti-la e promovê-la. É a sua hora de criar, de explorar as profundezas interiores de si mesmos, do seu próprio Ser, e encontrareis uma força tremenda lá nas profundezas. Eu sei. Já a vi. Somos um. Todos nós servimos Gaia e a Fonte à nossa maneira. O tempo está a passar, ouviram isto. Continuem a ser verdade.
 
Eu, Irinehalla, abraço-vos com o calor de mil corações e coloco uma brisa fresca e suave nas vossas costas, impulsionando-vos ainda mais ao longo da vossa viagem. Estejam em paz. Não deixe que outros escrevam sua história para vós. Dirija a vossa própria nave, brilhe sua própria luz, fale sua própria verdade e veja um novo mundo se desenrolar.
 
Namaste.
 
Galaxygirl
 
 

 
Traduzido por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 
galaxygirl,    
no sapo:
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Janeiro 14, 2021

chamavioleta

Professor universitário revela fotografias de fadas voando em campo na Inglaterra

Esta poderia ser uma das descobertas mais importantes da história humana!

Por https://tonocosmos.com.br a 13 de janeiro de 2021

 
 

 
 
 
 
 

John Hyatt, um professor de 53 anos de idade da Universidade Metropolitana de Manchester, afirma ter tirado fotos de fadas minúsculas no campo. Suas imagens mostram pequenas criaturas humanóides aladas flutuando em enxames. O professor está agora em uma missão de convencer mais e mais pessoas a acreditar que as fadas são reais, para “trazer um pouco de magia em suas vidas”.

Hyatt é o diretor do Instituto Manchester de Pesquisa e Inovação em Arte e Design (MIRIAD) da Universidade Metropolitana. Ele fez as imagens enquanto estava fotografando as paisagem nos arredores de Lancashire ao longo dos últimos dois anos. As fotografias estão agora em exibição em uma exposição especial chamada “Fadas Rossendale” no Museu Whitaker no parque de mesmo nome, em Rossendale. Hyatt insiste que elas são 100% reais e não são produtos do Photoshop.

– “Fiquei em estado de choque quando soprei e fotografei duas vezes”, disse ele. – “Eu havia tirado outras fotos de moscas e insetos e elas simplesmente não tinham a mesma aparência. As pessoas podem decidir por si mesmos o que são.”

Professor universitário afirma ter fotografado fadas minúsculas voando em campo inglês

 

 
Hyatt, um ex-membro da banda punk The Three Johns nos anos 80 e 90, disse que a mensagem para as pessoas é que se aproximem dessas criaturas com uma mente aberta:
 
 “Eu acho que é uma daquelas situações em que você precisa acreditar para ver”, admitiu.
 
A história de Hyatt lembra bastante das famosas fadas de Cottingley que foram fotografadas por duas estudantes, décadas atrás. 60 anos depois, elas revelaram que tinham falsificado as fotos usando recortes de papelão. Mas Hyatt diz que as criaturas que ele fotografou são muito diferentes das fadas retratadas em livros infantis.
 
– “Tudo é estereotipado, mas há mais coisas estranhas na vida do que fadas, e a vida cresce em toda parte”, disse ele sem dizer coisa com coisa.
 
– “Eu não acredito que elas sejam apenas versões menores de nós e que vão para casa e tomam uma xícara de chá no final do dia”, apontou Hyatt. – “E ninguém está sugerindo que elas têm poderes especiais. Por experiência própria, posso dizer que estavam apenas se divertindo e dançando na luz do sol. Elas são apenas criaturas belas e beleza pode fazer as pessoas acreditarem”.

 

Professor universitário afirma ter fotografado fadas minúsculas voando em campo inglês

 

 
**********************

 

 

Inglaterra, terra de magia e mistério, e o mesmo encanto das fadas nos faz recordar da magia dos crops circles nesta nação peculiar.

 

Contudo, aos entomólogos de plantão na área de comentários, antes de dizerem que são apenas insetos, devo alertar que “todos os insetos possuem três pares de patas” e não dois.
Todos os insetos têm 6 patas, e não 4, em forma de braços e pernas, como claramente vemos nas imagens.

 

“Há mais mistérios, fadas, elementais, UFOs, Anjos, magia e sobrenatural entre o céu e a Terra do que imagina a nossa ciência míope”.

JP

 





Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Dezembro 15, 2020

chamavioleta

Quais são os Mistérios de Ísis?

Por Isidora

Tradução de Assulus.

 
 
 
 
 
 
Quais são os Mistérios de Ísis?

No equinócio de outono, quando começamos a lenta descida solar para a escuridão do ano, acho que meus pensamentos muitas vezes se voltam para o Mistério e os Mistérios, pois, como Dionísio (o próprio deus do Mistério) diz em Eurípides; “A escuridão inspira temor.”

Hoje, quando falamos dos mistérios disto ou daquilo, geralmente nos referimos a algo importante, mas um pouco vago, desconhecido ou mal compreendido: os mistérios da origem do universo, os mistérios da vida, os mistérios do psique humana.

No entanto, os mistérios que chamam minha atenção agora são os antigos Mistérios das deusas e dos deuses. E embora seja verdade que nossa compreensão desses Mistérios seja incompleta, um tanto vaga, e muito é realmente desconhecido, quando os próprios antigos falaram dos Mistérios, eles tinham algo bastante específico em mente.

Para eles, os Mistérios eram rituais de iniciação e os segredos dos Mistérios eram segredos do ritual e da experiência pessoal desse ritual.

Por mais de mil anos, os Mistérios foram uma parte importante da espiritualidade pagã para um número incontável de mulheres, homens e crianças. Sabemos também que os Mistérios envolviam muitas camadas de significado. Suas origens antigas deram-lhes uma base na religião da natureza. Eles honraram o funcionamento das deusas e deuses através da vida e morte, sexo e nascimento, crescimento e decadência. Havia aspectos da magia da fertilidade em vários Mistérios. Mito, alegoria da natureza e cosmologia foram outras camadas simbólicas importantes.

Havia vários Mistérios famosos no mundo antigo. Os mais proeminentes foram os Mistérios de Elêusis de Deméter e Perséfone, os Mistérios de Dionísio / Orfeu, os Mistérios da Grande Mãe Cibele e Átis, os Mistérios Mitraicos, os Mistérios Samotrácios e, é claro, os Mistérios de Ísis.

Os antigos tinham esperanças e expectativas específicas sobre sua participação nos Mistérios. Eles esperavam um aprofundamento de seu relacionamento com a deidade dos Mistérios. Eles também podiam e podem ser iniciados para obter um novo começo na vida ou para obter cura. Muito importante, a iniciação do Mistério oferece esperanças de uma vida melhor após a morte, trás um entendimento prático dos mundos extra-físicos elevados e como acessá-los. Atrevo-me a dizer que os iniciados modernos podem concordar sinceramente com essas razões como muito boas para a iniciação.

Até hoje, os Mistérios mantiveram muitos de seus segredos. Não sabemos ao certo como era o ritual iniciático de qualquer um dos Mistérios. Não encontramos scripts de rituais antigos. Os próprios iniciados juraram segredo e mantiveram seus votos. Na verdade, algumas das poucas dicas preciosas que temos sobre os Mistérios muitas vezes vêm daqueles que são hostis aos Mistérios: os primeiros escritores cristãos que não se preocupavam com o segredo e revelaram pequenos detalhes sobre os Mistérios para zombar deles. (Imagine como nossos próprios rituais seriam fáceis de rir: “e então cortam uma maçã ao meio e revelam as sementes dentro! O grande mistério é uma maçã!”)

No entanto, com pistas como essas, bem como referências literárias e informações arqueológicas, podemos formar uma imagem de alguns dos Mistérios. Por exemplo, os estudiosos têm motivos para acreditar que muitos ou mesmo a maioria dos Mistérios antigos tinham os iniciados participando de uma imitação da deusa ou deus dos Mistérios. Assim, o iniciado de Elêusis pode ter imitado a busca de Deméter por Perséfone e celebrado sua alegria em encontrar sua filha. O iniciado isíaco teria um bom assunto para imitação Divina na busca de Ísis por Osíris.

A melhor fonte de informação sobre os Mistérios de Ísis vem de um romance chamado ‘Metamorfoses”, também chamado de “O Asno de Ouro”, de Lúcio Apuleio. Apuleio foi um escritor romanizado do norte da África com grande interesse por religião e mistérios. O último capítulo de seu livro (que é o único romance antigo que sobreviveu em sua totalidade, aliás) é sobre como Ísis salva o personagem Lúcio e Lúcio então se torna um iniciado de Seus Mistérios. Os estudiosos geralmente concordam que as descrições de Apuleio da adoração e dos Mistérios Isíacos são uma visão privilegiada.

Como qualquer bom iniciado no Mistério, Apuleio não revela os segredos de sua iniciação. No entanto, o que ele nos diz se tornou famoso como uma declaração que sugere como pode ter sido a experiência de iniciação nas antigas tradições des Mistério:

“Ouça então, mas acredite, pois o que eu digo é verdade. Aproximei-me dos confins da morte e, trilhando o limiar de Prosérpina, fui conduzido por todos os Elementos e voltei; Eu vi o sol brilhando com luz branca e brilhante à meia-noite. Aproximei-me muito dos deuses acima e dos deuses abaixo, e falei com eles cara a cara. Veja, eu disse a você coisas sobre as quais, embora você as tenha ouvido, é inevitável que você ainda deva ser ignorante.” (Tradução de Adam P. Forrest)

Nos muitos séculos desde que Apuleio escreveu isso, essa declaração se tornou a espinha dorsal de muitos, muitos ritos iniciáticos – de algumas formas da Maçonaria aos modernos círculos e templos neopagãos. Se quiser, você pode meditar sobre essa passagem e, da próxima vez, veremos algumas possíveis interpretações do que essa dica nos Mistérios de Ísis pode nos dizer.

Artigo complementar, “Os Mistérios de Ísis”, pelo COBRA:

https://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/01/cobra-portal-2012-os-misterios-de-isis.html

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Outubro 09, 2019

chamavioleta


O livro do Jaguar.

 Do Livro: “A CRÔNICA de AKAKOR“ 

(Die Chronik von Akakor – 1978)

 por Karl Brugger, prefácio de Erich Von Daniken, 

tradução de Bertha Mendes.

Este é o jaguar;
Poderoso é seu salto;
E forte as suas patas.
É o senhor das florestas.
Todos os animais são seus súditos.
Não tolera resistência.
Destrói o desobediente

E devora-lhe a carne!. 

 
 
.
 
 
 
O mistério de uma antiga civilização subterrânea perdida da Amazônia que não existe “oficialmente” … que muitos exploradores MORRERAM tentando encontrar. Se a história da busca pela cidade perdida de Akakor e sua tribo Ugha Mongulala soa como o roteiro de ficção de um filme de Indiana Jones, é justamente porque ela foi usada como base para o quarto e último filme da série, “Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull” (O Reino da Caveira de Cristal). É uma história  envolta em muitos mistérios. Ela é contada em um polêmico livro, “A Crônica de Akakor”, que passamos a publicar em capítulos …
 
 

 
I- O REINO DOS DEUSES – 600.000 a. C. – 10.481 a. C.
O início da história da humanidade é uma questão de há muito contestada. De acordo com a Bíblia, Deus “criou o mundo em seis dias” para o seu próprio deleite e para o bem da humanidade. Então ele moldou o homem do pó {corpo} e deu-lhe o sopro {a Alma} da vida. Mas de acordo com o Popol Vuh, o Livro dos Maias, o homem {físico} só surgiu na quarta criação divina, depois de três mundos anteriores {corresponde com os três primeiros Yugas – eras – da cronologia indu} terem sido destruídos por medonhas catástrofes.
A historiografia tradicional coloca o início da história da humanidade em cerca de 600.000 a. C., e os primeiros seres humanos não conheciam ferramentas nem o uso do fogo. Segue-se, cerca de 80.000 a. C., o homem de Neandertal, que avançara extraordinariamente e conhecia o uso do fogo, tendo desenvolvido ritos funerários. A Pré-História, a primitiva história do homem, começa em cerca de 50.000 a. C.; de acordo com achados arqueológicos, tem sido dividida em Idade da Pedra, do Bronze e do Ferro. Durante a Idade da Pedra, o homem era caçador e pastor; caçava o mamute, cavalos selvagens e rangíferos {família dos Cervídeos}.
Com a lenta regressão da camada de gelo, o ancestral do homem gradualmente foi seguindo os animais que se dirigiam para o sul: o assentamento às margens dos grandes rios, a agricultura e os animais domésticos eram-lhe ainda desconhecidos. No entanto, as suas pinturas rupestres nas paredes dos abrigos em cavernas são evidência de uma arte surpreendentemente sofisticada, baseada nos ritos de caça mágico-religiosa. Está assente que em torno de 25.000 a. C. as primeiras tribos da Ásia Central atravessaram o estreito de Bering em direção às Américas.
OS MESTRES ESTRANGEIROS DE SCHWERTA

A Crônica de Akakor, a história escrita do meu povo, começa na hora zero, quando os deuses nos deixaram. Nessa época, Ina, o primeiro príncipe dos Ugha Mongulala, resolveu que tudo quanto acontecesse fosse narrado com boas palavras e numa escrita clara. E assim, A Crônica de Akakor é testemunha perante a história de um dos povos mais antigos do mundo, desde o seu início, a hora zero, quando os Primeiros Mestres nos deixaram, até ao momento atual, quando os Bárbaros {europeus} Brancos {esde 1500 d.C.} estão destruindo o nosso povo.
Explica o testamento dos Antigos Pais – o seu saber e a sua prudência. E descreve a origem do tempo, quando o meu povo era o único do continente e o Grande Rio ainda corria de um e de outro lado, quando o país era ainda plano e suave como o lombo de um cordeiro. Tudo isto está escrito na crônica, a história do meu povo, desde a partida dos deuses, a hora zero, que corresponde ao ano de 10.481 a. C. de acordo com o calendário dos Bárbaros (europeus) Brancos.
Esta é a história de meu povo. Esta é a história dos Servidores Escolhidos. No início era o caos. Os homens viviam como animais, sem razão, sem conhecimento, sem leis, e sem trabalhar o solo, sem se vestirem, nem sequer cobrindo a sua nudez. Não conheciam nada dos segredos da natureza. Viviam em grupos de dois a três, como o acaso os ajuntava em cavernas ou nas fendas das rochas. Caminhavam semi curvados apoiados com os pés e as mãos até a chegada dos deuses. Eles trouxeram a Luz.
Não sabemos quando tudo isto aconteceu. Donde vieram esses seres estranhos é um tênue conhecimento. Um denso mistério envolve a origem dos Primitivos Mestres, que nem sequer o conhecimento dos antigos sacerdotes consegue esclarecer. De acordo com a tradição, a época de sua chegada deve ter sido cerca de 3.000 anos antes da hora zero {13.481 a. C., segundo o calendário dos Bárbaros (europeus) Brancos}. De repente, navios brilhantes, dourados, apareceram no céu. Enormes línguas de fogo iluminaram a planície. A terra tremeu e o trovão ecoou sobre as colinas. O homem baixou a cabeça em sinal de veneração, perante as poderosas e estranhas criaturas que vinham tomar posse da Terra.
Estes estranhos indivíduos disseram que a sua pátria se chamava Schwerta, um mundo muito distante, situado nas profundezas do universo, onde viviam os seus antepassados e donde eles tinham vindo com a intenção de espalhar conhecimento pelos outros mundos. Os nossos sacerdotes dizem que era um poderoso império constituído por muitos planetas como inúmeros grãos de pó numa estrada. Também dizem que ambos os mundos, o dos Primitivos Mestres e a própria Terra, se encontravam de seis mil em seis mil anos. Quando então os deuses voltam à Terra.
Com a chegada dos estranhos visitantes ao nosso mundo começou a Idade do Ouro. Cento e Trinta famílias dos Antigos Pais vieram para a Terra para libertar o homem da escuridão da ignorância e da barbárie. E os deuses vindos das estrelas reconheceram-nos como seus irmãos. Instalaram as tribos errantes; deram-lhes bons quinhões de todos os comestíveis. Trabalharam diligentemente para ensinar ao incivilizado homem as suas leis, mesmo quando o seu ensino encontrava oposição. Por todo este labor, e por causa de tudo quanto sofreram pela humanidade e por quanto nos trouxeram e nos esclareceram, nós os veneramos como os iniciadores da nossa Luz. E os nossos artistas mais hábeis reproduziram imagens dos deuses que testemunham através de toda a eternidade a sua verdadeira grandeza e maravilhoso poder. E assim a imagem dos Primitivos Mestres ficou descrita e gravada até aos nossos dias.
Aparentemente, esses deuses oriundos de Schwerta não eram diferentes do homem. Tinham uns corpos graciosos e pele branca. O seu rosto nobre era emoldurado por uma cabeleira de um preto azulado. Uma barba espessa cobria-lhes o lábio superior e o queixo. Tal como os homens, os Antigos Pais eram seres vulneráveis, com carne e sangue. Mas o sinal que os distinguia decisivamente dos homens da Terra era terem seis dedos nas mãos e nos pés, uma característica da sua origem divina.
 
Corpo de extraterrestre resgatado do acidente em ROSWELL POSSUÍA SEIS DEDOS NOS PÉS E NAS MÃOS…
FONTE
Quem pode aprender a penetrar os pensamentos e os atos dos deuses? Quem pode aprender a compreender os seus feitos e desígnios? Seguramente, eles eram poderosos e incompreensíveis para os então vulgares e rústicos mortais humanos. Os deuses conheciam o curso das estrelas e as leis universais da natureza. Na realidade, eram-lhes familiares as mais altas leis do universo. Cento e trinta famílias dos Antigos Pais vieram para a Terra e trouxeram a Luz da civilização consigo para a região das Américas que viria a ser conhecida como a amazônia do Brasil.
AS TRIBOS ESCOLHIDAS
A memória dos nossos mais antigos antepassados torna-me assombrado e triste. O meu coração pesa-me porque agora estamos sós, abandonados que fomos pelos nossos Primitivos Mestres. Devemos-lhe a nossa força e tudo quanto sabemos e criamos. Antes de estes estranhos virem das estrelas, desde Schwerta, os homens vagueavam como crianças que perderam o lar, cujos corações não albergavam amor. Eram quase como animais, juntavam raízes, bulbos e frutos selvagens; viviam em cavernas e buracos cavados no solo; e tinham disputas com os vizinhos por causa das peças caçadas. Depois vieram os deuses e estabeleceram uma nova ordem no mundo. Ensinaram aos homens a cultivar a terra e a criar animais. Ensinaram-lhes a tecer e fixaram lares permanentes às famílias e aos clãs. E foi assim que as tribos se desenvolveram. Este foi o início da era da Luz, da vida e das tribos. Os deuses juntaram os homens. Deliberaram, consideraram e fizeram reuniões. Depois tomaram decisões. E entre o povo escolheram os criados que deviam viver com eles, servos para servi-los e a quem legaram parte do seu saber.
Com as famílias escolhidas pelos deuses, eles  fundaram uma nova tribo, a que deram o nome de Ugha Mongulala, que na língua dos Bárbaros {europeus} Brancos significa “Tribos Escolhidas Aliadas”. Como penhor dos seus eternos acordos, ligaram-se aos seus servos. Portanto, os Ugha Mongulala parecem-se com os seus divinos antepassados mesmo ainda hoje. São altos; o rosto é caracterizado por maçãs salientes, um nariz bem delineado e olhos em forma de amêndoa. Tanto os homens como as mulheres têm um espesso cabelo preto azulado. A única diferença eram os cinco dedos dos mortais, tanto nas mãos como nos pés, diferentemente de seus mestres que possuem seis dedos. Os Ugha Mongulala são o único povo de pele branca do continente das três Américas.
Se bem que os Primitivos Mestres guardassem muitos segredos, a história do meu povo também explica a história dos próprios deuses. Os estranhos seres vindos de Schwerta fundaram um poderoso império. Com o seu vasto conhecimento, a sua superior sabedoria e os seus misteriosos utensílios, foi-lhes fácil modificar a Terra de acordo com as suas próprias idéias e necessidades. Dividiram o país e construíram estradas e canais. Semearam plantas até então  desconhecidas pelo homem. Ensinaram aos nossos antepassados que um animal não é só presa de caça, mas que também pode constituir uma posse valiosa e indispensável contra a fome e fornecer alimento e força de tração. Pacientemente, partilharam o conhecimento necessário, de modo que o homem pudesse entrar na posse dos segredos da natureza.
Baseados nesta sabedoria, os Ugha Mongulala sobreviveram durante milênios, apesar das horríveis catástrofes que se sucederam ao longo dos milênios e das terríveis guerras. Como os Servos Escolhidos dos Primitivos Mestres, determinaram a história da humanidade durante 12.453 anos, tal como foi escrito na Crônica de Akakor:
“A linhagem dos Servos Escolhidos pelos deuses não desapareceu. Os chamados povos Ugha Mongulala  sobreviveram. Muitos dos seus filhos podem ter morrido em medonhas catástrofes e guerras devastadoras; que se sucederam nos seus domínios. Mas a força dos Servos Escolhidos permaneceu intacta. Eram os senhores. Eram os descendentes dos deuses”.
O IMPÉRIO DE PEDRA
A Crônica de Akakor, a história escrita do povo dos Ugha Mongulala, só começa depois da partida dos Primitivos Mestres, no ano zero. Nesta altura, Ina, o primeiro príncipe dos Ugha Mongulala, ordenou que todos os acontecimentos fossem registrados com boas palavras e numa escrita clara, e com a devida veneração pelos Primitivos Mestres. Mas a história dos Servos Escolhidos remonta a mais tarde, à Idade de Ouro, quando os Antigos Pais ainda governavam o Império. Desta época muito poucos testemunhos se têm conservado. Os deuses devem ter estabelecido um poderoso império, quando então foram distribuídas tarefas para todas as tribos. Os Ugha Mongulala atingiram o seu mais elevado grau de desenvolvimento. Era povo de grande sabedoria, o que o tornava superior a todos os outros. No ano zero, os deuses legaram as suas cidades e templos às Tribos Escolhidas. Duraram doze mil anos.
Poucos Bárbaros {europeus} Brancos têm visto estes monumentos ou a cidade de Akakor, capital do meu povo... 
 
Clique para continuar a leitura: 

Novembro 03, 2015

chamavioleta

Triângulo das Bermudas e seus mistérios (ecos de Atlântida?)

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

O Triângulo das Bermudas e os seus Mistérios. Definido geralmente como uma área triangular cujos vértices se assentam sobre a costa da Flórida-EUA, Puerto Rico e Ilhas Bermudas, respectivamente.


Fonte: http://www.electronicfog.com/

Publicado anteriormente a 15/05/2015





O Triângulo das Bermudas e os seus Mistérios


Definido geralmente como uma área triangular cujos vértices se assentam sobre a costa da Flórida-EUA, Puerto Rico e Ilhas Bermudas, respectivamente.

O Triângulo das Bermudas é um dos mitos modernos mais populares e é tido como um dos mais insondáveis mistérios do nosso planeta ou, pelo menos, assim nos querem fazer crer, havendo também quem o ligue e aos seus fenômenos com o mito da Atlântida, o continente perdido.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

O Triângulo das Bermudas e os seus Mistérios. Definido geralmente como uma área triangular cujos vértices se assentam sobre a costa da Flórida-EUA, Puerto Rico e Ilhas Bermudas, respectivamente.

Fonte: http://www.electronicfog.com/

Diz-se que, neste triângulo, ocorreram fenômenos inexplicáveis, entre os quais o desaparecimento de vários navios e aviões após terem relatado “anomalias no horizonte e no céu e avaria nos seus instrumentos de navegação”.

A região do Triângulo demarcada no mapa, entre Fort Lauderdale, Porto Rico e Bermuda, (Bimini fica dentro dessa área) onde ocorreu a maior incidência de desaparecimentos de pessoas, barcos, navios e aviões com seus tripulantes e cargas.



O início do mistério: desaparecimento de vários navios e de uma esquadrilha de 5 aviões bombardeiros Avenger, o famoso Vôo 19

Foi em 1950 que num artigo da autoria de E.V.W. Jones, o Mundo tinha pela primeira vez conhecimento de que estranhos fenómenos ocorriam naquela zona do Oceano.

Dois anos depois, George Sand, num artigo para a revista Fate, usa pela primeira vez a expressão “Triângulo das Bermudas” para relatar o estranho desaparecimento de vários navios e de uma esquadrilha de 5 aviões bombardeiros Avenger, o Vôo 19, semelhantes ao da foto do lado. Estes aviões teriam desaparecido após uma última comunicação do líder da esquadrilha via rádio com a sua base em terra: “Estamos entrando em águas brancas. Nada parece normal. Não sabemos onde estamos. A água está verde. Não! Branca.” Destes homens nunca mais se voltou a ser encontrado o menor vestígio.

Explicações sobrenaturais

O Triângulo das Bermudas (também conhecido como Triângulo do Diabo) é uma área que varia de tamanho, aproximadamente de 1,1 milhão de km² até 3,95 milhões de km². Essa variação ocorre em virtude de fatores climáticos, geográficos e geofísicos da região, que influem decisivamente no cálculo de sua área, situada no Oceano Atlântico, acima de Cuba, entre as ilhas Bermudas, Porto Rico e Fort Lauderdale (Flórida-EUA). A região notabilizou-se como palco de diversos desaparecimentos de aviões, barcos de passeio e navios, alguns com a tripulação completa também desaparecendo, para os quais se popularizaram explicações extrafísicas e/ou sobrenaturais.

Uma das possíveis explicações para estes fenômenos de desaparecimento são os distúrbios no campo eletromagnético da Terra que esta região sofreria. Um dos casos de desaparecimentos mais famosos é o chamado voo 19 da USAF. Muito embora existam diversos eventos anteriores, os primeiros relatos mais sistemáticos começam a ocorrer entre 1945 e 1950 (n.T. – coincide com o começo das pesquisas do Projeto Philadelphia, da Marinha dos EUA). Alguns traçam o mistério até Colombo. Mesmo assim, os incidentes vão de 200 a não mais de 1000 nos últimos 500 anos. Howard Rosenberg afirma que em 1973 a Guarda Costeira dos EUA respondeu a mais de 8.000 pedidos de ajuda na área e que mais de 50 navios e 20 aviões se perderam na zona, durante o último século.

Muitas teorias foram dadas para explicar o extraordinário mistério dos aviões e navios desaparecidos. Extraterrestres, resíduos de cristais da Atlântida, humanos com armas antigravidade ou outras tecnologias esquisitas, vórtices da quarta dimensão, estão entre os favoritos dos escritores de fantasias. Campos magnéticos estranhos, flatulências oceânicas (gás metano do fundo do oceano) são os favoritos dos mais técnicos. O clima no local (tempestades, furacões, tsunamis, terremotos, ondas, correntes marítimas), e outras causas naturais e humanas são as favoritas entre os investigadores céticos.

História e evolução

Desde a era das Grandes Navegações, nos séculos XV e XVI, as naus que viajavam da Europa para as Américas passavam continuamente por esta área para aproveitar os ventos da Corrente do Golfo. Depois, com o desenvolvimento das máquinas a vapor e dos barcos com motores de combustão interna, grande parte do tráfego do Atlântico Norte já não passava mais por esta área.





A Corrente do Golfo, uma área com clima instável (conhecida por seus furacões), também passa pelo triângulo ao sair do Mar do Caribe em direção ao norte. A combinação de um intenso tráfego marítimo e o clima instável pode ter feito com que alguns barcos entrassem em tempestades e se perdessem sem deixar pistas, principalmente antes do desenvolvimento das telecomunicações, do radar e dos satélites no final do século XX.

A primeira obra documentada sobre os desaparecimentos nesta área foi lançada em 1950, por E. V. W. Jones, jornalista da Associated Press, que escreveu algumas matérias sobre o sistemático desaparecimentos de barcos no triângulo. Jones disse que os desaparecimentos de barcos, aviões e pequenos botes eram “misteriosos”. E deu a esta área o nome de “Triângulo do Diabo”. Em 1952, George X. Sand afirmou em um artigo da Revista do Destino que nesta área aconteciam “estranhos desaparecimentos marinhos”.

Em 1964, o escritor sensacionalista Vincent Gaddis criou o termo “Triângulo das Bermudas” em um artigo da revista Argosy. Um ano depois publicou o livro Invisible Horizons: True Mysteries of the Sea (“Horizontes Invisíveis: os Verdadeiros Mistérios do Mar”), onde incluía um capítulo chamado “O Mortal Triângulo das Bermudas”. Geralmente, Gaddis é considerado o “inventor” do nome Triângulo das Bermudas.

Mas foram dez anos depois, em 1974, que o mistério tornou-se um mito, através de Charles Berlitz e seu livro “O Triângulo das Bermudas”, onde ele pegou alguns textos de Gaddis e recompilou alguns casos de desaparecimentos. Foi depois da publicação desse livro que os eventos foram conhecidos através da imprensa de uma forma mais abrangente. Após acharem a cabeça de um homem no mar todos afirmaram que havia coisas sobrenaturais. Recentemente um canal de TV americano, especializado em ficção científica, produziu uma mini-série com o nome de The Bermuda Triangle: Startling new secrets…(2005).

Possíveis explicações “naturais”

Note que algumas não são ”cientificamente” aceitas.

- Anomalias no campo eletromagnético do planeta Terra; restos de cristais ainda ativos geradores de energia em Atlântida, o continente perdido, que teria afundado naquela região, que ainda poderiam estar ativos; a teoria conspiratória forjada para desenvolver reações no mundo da Guerra Fria EUAxURSS; Alienígenas extraterrestres; monstros marinhos; redemoinhos gigantes no oceano, etc.

Alguns escritores têm usado alguns conceitos sobrenaturais para explicar os eventos no triângulo. Uma explicação é de uma suposta tecnologia do continente perdido de Atlântida. Às vezes conecta-se esta história à formação rochosa submersa conhecida como Bimini Road (“Estrada de Bimini”), perto da ilha de Bimini, nas Bahamas, que está inserida dentro da área do triângulo em alguns casos. Seguidores do médium psíquico Edgar Cayce (o Profeta Adormecido) tiveram a previsão de que a evidência de Atlântida seria encontrada em 1968, referindo-se à descoberta de Bimini Road. Alguns descrevem a formação como uma estrada, uma parede, ou outra estrutura, apesar dos geólogos considerarem isso como sendo de origem natural.





Nesta região o fenômeno UFO também é muito testemunhado, inclusive com grandes espaçonaves entrando, navegando sob as águas do oceano e alçando voo desde o fundo do mar.

Outros escritores atribuíram os eventos aos OVNIs. Esta ideia foi usada por Steven Spielberg em seu filme de ficção científica Contatos Imediatos de Terceiro Grau, que mostra os tripulantes do voo 19 como alienígenas abduzidos. Charles Berlitz, neto de um ilustre poliglota e autor de vários livros de fenômenos anormais, tem deixado em linha com sua extraordinária explicação, e atribuiu os desaparecimentos no triângulo como uma anomalia ou forças inexplicáveis.

Também tem sido pensado que o triângulo é um buraco de minhoca (Wormhole-uma anomalia eletromagnética que criaria um buraco em nosso espaço/tempo)

Variações e defeitos nas bússolas

Os problemas com bússolas são um dos mais citados em vários incidentes no triângulo. Enquanto alguns têm teorizado que anomalias magnéticas locais incomuns podem existir nesta área, tais anomalias não têm sido reveladas como existentes. Também deve ser lembrado que as bússolas têm variações magnéticas naturais em relação aos pólos magnéticos. Por exemplo, nos Estados Unidos os únicos lugares onde o pólo norte magnético e o pólo geográfico são exatamente os mesmos estão em uma linha passando do estado do Wisconsin até o Golfo do México. Navegadores têm sabido disso por séculos. Mas o público pode não estar informado, e as pessoas pensam que lá existe alguma coisa misteriosa sobre a “mudança” na bússola sobre uma área tão larga quanto o triângulo, o que naturalmente pode acontecer.

Listagem de eventos

- 1840 – Rosalie – embarcação francesa encontrada meses após o seu desaparecimento, na área do Triângulo das Bermudas, navegando com as velas recolhidas, a carga intacta, porém sem vestígios de sua tripulação.

- 1872 – Mary Celeste – Apesar do navio ter sido abandonado na costa de Portugal, ele teria antes supostamente batido em um recife perto da costa de Bermuda.

- 1880 – Atlanta – Fragata britânica, desapareceu em Janeiro, com 290 pessoas a bordo.

- 1902 – Freya – embarcação alemã, ficou um dia desaparecida. Saiu de Manzanillo, em Cuba no dia 3 de outubro. Foi encontrada no dia seguinte, no mesmo local de onde havia saído, porém sem nenhuma pessoa a bordo: todos os tripulantes desapareceram.

- 1909 – The Spray – pequeno iate do aventureiro canadense Joshua Slocum, que desapareceu nesta área.

- 1917 – SS Timandra – embarcação que iria para Buenos Aires que tinha partido de Norfolk (Virgínia) com uma carga de carvão, e uma tripulação de 21 passageiros. Não emitiu nenhum sinal de rádio.

- 1918 – Cyclops – embarcação carregada com 19.000 toneladas de aprovisionamentos para a Marinha Norte-americana, com 309 pessoas a bordo. Desapareceu com tripulantes e carga a 4 de março em mar calmo, sem emitir aviso, mesmo dispondo de rádio. Ele partiu do Rio de Janeiro em 16 de fevereiro e, após uma rápida parada em Barbados, entre 3 e 4 de março, nunca mais foi visto. Todos as 306 pessoas, entre passageiros e tripulação, desapareceram sem deixar rastro.





O USS Cyclops ancorado no rio Hudson em 3 de outubro de 1911 Imagem cedida pelo New York Navy Yard/Navy Historical Center

- 1921 – Carroll. A. Deering – cargueiro que afundou no cabo Hatteras, cerca de 1000 km a oeste das ilhas Bermudas.

- 1925 – Raifuku Maru – embarcação que afundou em uma tempestade a cerca de 1000 km ao norte das ilhas Bermudas.

- 1925 – Cotopaxi – embarcação desaparecida próximo a Cuba.

- 1926 – SS Suduffco – embarcação que afundou em um furacão no triângulo.

- 1931 – Stavenger – cargueiro desaparecido com 43 homens a bordo.

- 1932 – John and Mary – embarcação desaparecida em Abril. Foi encontrada posteriormente à deriva, a cerca de 80 quilômetros das ilhas Bermudas.

- 1938 – Anglo-Australian – embarcação desaparecida em Março, com uma tripulação de 39 homens. Pediu socorro quando estava próxima ao Arquipélago dos Açores.

- 1940 – Gloria Colite – embarcação desaparecida em Fevereiro. Foi encontrada com tudo intacto, mas sem a tripulação.

- 1942 – Surcouf – submarino francês que foi atacado pelo cargueiro norte-americano Thompson Lykes perto do Canal do Panamá, cerca de 1800 km do triângulo

- 1944 – Rubicon – cargueiro cubano desaparecido em 22 de outubro. Foi encontrado mais tarde pela Guarda Costeira Norte-americana próximo à costa da Flórida.

- 1945 – Super Constellation – aeronave da Marinha Norte-americana desaparecida em 30 de Outubro, com 42 pessoas a bordo.

- 1945 – Voo 19 ou Missão 19 (“Flight 19″) – esquadrilha de cinco aviões TBF Avenger, desaparecida em 5 de Dezembro.

- 1945 – Martin Mariner – hidroavião enviado na busca do Vôo 19, também desapareceu em 5 de dezembro, após 20 minutos de vôo, com 13 tripulantes a bordo.

- 1947 – C-54 – aeronave do Exército dos Estados Unidos, jamais foi encontrado.

- 1948 – DC-3 – aeronave comercial, desaparecida em 28 de dezembro, com 32 passageiros.





Um Douglas DC-3, o mesmo modelo do avião que desapareceu sobre o Triângulo das Bermudas em 1948

- 1948 – Tudor IV Star Tiger – aeronave que desapareceu com 31 passageiros.

- 1948 – SS Samkey – embarcação que afundou a 4200 km a nordeste do triângulo e a 200 km a nordeste dos Açores.

- 1949 – Tudor IV Star Ariel – aeronave que desapareceu no triângulo.

- 1950 – Sandra – cargueiro transportando inseticida, desapareceu em Junho e jamais foi encontrado.

- 1950 – GLOBEMASTER – Avião desaparecido em março. Era um avião comercial dos Estados Unidos.

- 1952 – YORK – Avião de transporte britânico. Desaparecido em 2 de fevereiro. Tinha 33 passageiros a bordo fora a tripulação. Sumiu ao norte do Triângulo das Bermudas.

- 1954 – Lockheed Constelation – aeronave militar com 42 passageiros a bordo que desapareceu no triângulo.

- 1955 – CONNEMARA IV – Desapareceu em setembro e apareceu 640km distante das bermudas, também sem tripulação.

- 1956 – MARTIN P-5M – Hidroavião desaparecido em 9 de novembro. Fazia a patrulha da costa dos Estados Unidos. Sumiu com 10 tripulantes a bordo nas proximidades do Triângulo das Bermudas.

- 1957 – CHASE YC-122 – Desaparecido em 11 de janeiro. Era um avião cargueiro com 4 passageiros a bordo.

- 1962 – Um avião KB-50 desapareceu em 8 de janeiro. Tratava-se de um avião tanque das Forças Aéreas dos Estados Unidos. Desapareceu quando cruzava o Triângulo.

- 1963 – MARINE SULPHUR QUEEN – Cargueiro que desapareceu em fevereiro sem emitir nenhum pedido de socorro.

- 1963 – SNO’BOY – Desaparecido em 1º de Julho. Era um pesqueiro com 20 homens a bordo. Nunca foi encontrado.

- 1963 – 2 STRATOTANKERS KC-135 desapareceram em 28 de agosto. Eram 2 aviões de quatro motores cada, novos, a serviço das forças aéreas americanas. Iam em missão secreta para uma base no Atlântico, mas nunca chegaram no local.





Um avião KC-135 Stratotanker, avião de reabastecimento igual aos que desapareceram no Triângulo das Bermudas

- 1963 – CARGOMASTER C-132 – Desaparecido em 22 de setembro perto das ilhas Açores.

- 1965 – FLYNG BOXCAR C-119 – Desaparecido em 5 de junho. Era um avião comercial com 10 passageiros a bordo.

- 1967 – WITCHCRAFT – Desaparecido em 24 de dezembro. Considerado um dos casos mais extraordinários do Triângulo. Tratava-se de uma embarcação que realizava cruzeiros marítimos. Estava amarrado a uma bóia em frente ao porto de Miami, Flórida, a cerca de 1600 metros do solo. Simplesmente desapareceu com sua equipe e um passageiro a bordo para nunca mais ser visto assim como as pessoas.

- 1970 – Milton Latrides – cargueiro francês que partiu de Nova Orleans em direção à Cidade do Cabo. Levava uma carga de azeite vegetal e refrigerante. Afundou no triângulo em Abril.

- 1973 – ANITA – Desaparecido em março. Era um cargueiro de 20.000 toneladas que estava circulando próximo ao Triângulo com 32 tripulantes a bordo.

- 1976 – Grand Zenith – petroleiro, afundou com pessoas e bens a bordo. Deixou uma grande mancha de petróleo que, pouco depois, também desapareceu.

- 1976 – SS Sylvia L. Ossa – embarcação que afundou em um furacão a oeste das ilhas Bermudas.

- 1978 – SS Hawarden Bridge – embarcação que foi encontrada abandonada no triângulo.

- 1980 – SS Poet – embarcação que afundou em um furacão no triângulo. Transportava grãos para o Egito.

- 1995 – Jamanic K – cargueiro que afundou no triângulo, depois de sair de Cap-Haïtien.

- 1997 – Iate – É encontrado um iate alemão abandonado.

- 1999 – Genesis – cargueiro que afundou depois de sair do porto de São Vicente; sua carga incluía 465 toneladas de tanques de água, tábuas, concreto e tijolos; informou de problemas com uma bomba um pouco antes de perder o contato. Foi realizada uma busca sem sucesso em uma área de 85.000 km² (33.000 milhas quadradas).Outros eventos:

Um Cessna 172 é “caçado” por uma nuvem, que o persegue o que resulta em funcionamento defeituoso de seus instrumentos, com conseqüente perda de posição e morte do piloto, como informaram os passageiros sobreviventes da queda do avião.

Um 727 da National Airlines fica sem radar durante dez minutos, tempo em que o piloto informa estar voando através de um leve nevoeiro. Na hora de aterrissar, descobre-se que todos os relógios a bordo e o cronômetro do avião perderam exatamente dez minutos, apesar de uma verificação da hora cerca de trinta minutos antes da aterrissagem.

Casos de desaparecimentos mais recentes:
Avião DC-3 N407D, sumiu em 21 de setembro de 1978
Aeronave Fighting Tiger 524, sumiu em 22 de fevereiro de 1978
Avião Beechcraft N9027Q, desaparecido em 11 de fevereiro de 1980
Avião Ercoupe N3808H, sumiu em 28 de junho de 1980
Um Beech Bonanza, sumiu em 5 de janeiro de 1981
Avião Piper Cherokee N3527E, desaparecido em 26 de março de 1986
Avião Grumman Cougar Jet, último contato realizado em 31 de outubro de 1991
Um barco a motor Jamanic K, desaparecido quando ia de Cape Haitian para Miami, em 20 de março de 1995
Um barco a motor Genesis, que sumiu no caminho de Port of Spain, em Trinidad, para St. Vincent, em 21 de abril de 1999
Avião Cessna 210, desapareceu do radar quando ia de Freeport a Nassau, em 14 de junho de 1999.

O incrível Caso Gernon

Um avião monomotor Beechcraft Bonanza voa para dentro de uma monstruosa nuvem cúmulos nimbus ao largo de Andros, perde o contato pelo rádio e logo recupera-o, quatro minutos depois, mas descobre que agora está sobre Miami, com mais vinte e cinco galões de gasolina do que deveria ter-quase exatamente a quantidade de gasolina que seria gasta pelo aparelho numa viagem Andros-Miami. Foi em 4 de dezembro de 1970, Bruce Gernon e seu pai decolaram a bordo de um monomotor Beechcraft Bonanza modelo A 36 do aeroporto da cidade de Andros, Bahamas e voavam para Bimini, uma ilha das Bermudas, mais próxima do continente.



O céu estava claro quando viram uma nuvem estranha com extremidades quase que perfeitamente arredondadas pairando sobre o mar. E conforme voavam em direção a ela, a nuvem começou a se espalhar. A 3.505 metros de altura, notou que ela havia formado um túnel, e a única possibilidade de fuga parecia ser passar por esse túnel. E quando estavam lá dentro, viram linhas nas paredes que giravam no sentido anti-horário, os instrumentos de navegação ficaram descontrolados e a bússola também passou a girar no sentido anti-horário.



Como a nuvem lenticular surgiu a partir do ponto de vista do Gernon enquanto voava sobre Andros Island. Courtesy of Bruce Gernon .

Gernon disse que havia “percebido a ocorrência de algo muito estranho. Em vez do céu azul e limpo que esperávamos no final do túnel, tudo parecia branco-acinzentado.

Além disso, a visibilidade parecia ser de 3 quilômetros, mas não havia absolutamente nada para ver. Não havia oceano, horizonte ou mesmo céu, somente um nevoeiro cinza”, disse ele.

Quando Gernon conseguiu entrar em contato com o controle de tráfego aéreo de Miami para obter uma identificação de radar e saber sua posição, o controlador disse não haver aviões aparecendo no radar entre as regiões de Miami, Bimini e Andros. Após mais alguns instantes, Gernon ouviu o controlador dizer que um avião havia acabado de aparecer diretamente sobre Miami.



Gernon não achou que poderia já estar sobre Miami Beach, já que o tempo normal de viagem é de 75 minutos usando velocidade máxima de seu avião, 300 km/h, para chegar até lá e só tinham se passado uns poucos minutos desde o início do incidente e da decolagem.

Nesse mesmo momento, a névoa cinza começou a se desfazer, os instrumentos começaram a operar normalmente e logo viram Miami Beach abaixo deles. E foi essa passagem de tempo confirmada por seus relógios e pelos instrumentos do avião.

Depois de pousarem em Palm Beach, Gernon conferiu novamente seus instrumentos e constatou que havia gasto menos de 45 minutos numa viagem que levaria quase uma hora e meia e que havia consumido 12 galões a menos de combustível do que seriam necessários para aquele trajeto.



O ” nevoeiro eletrônico” se dissipa e Miami Beach vem à vista. Courtesy of Bruce Gernon

Detalhe interessante é que o pequeno monomotor de Gernon não tinha potência de motor nem resistência estrutural para se deslocar a uma velocidade de mais de 3.000km/h (quase 3 vezes a velocidade do som e mais rápido que a velocidade de cruzeiro de um Concorde). Bruce Gernon talves seja o único sobrevivente do Triângulo das Bermudas.

Explicações científicas para tal fato??? Mais de 40 anos depois do acontecido, continuamos sem elas. O que há são especulações das mais variadas. O fato aconteceu?

Veja o vídeo: Bermuda Triangle, The Bruce Gernon Story, Time Travel ?



Sim…os registros do momento da decolagem de Gernon feitos pelo aeroporto de Andros, até o momento em que surgiu nos céus de Miami comprovam esse vôo impossível.

Mais informações sobre esse caso ver em: http://www.bermuda-triangle.org/html/bruce_gernon.html

Mais informações sobre Atlântida em:
  1. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade/
  2. http://thoth3126.com.br/uma-vida-em-atlantida/
  3. http://thoth3126.com.br/atlantida-e-os-deuses-da-antiguidade/
  4. http://thoth3126.com.br/atlantida-triangulo-das-bermudas/
  5. http://thoth3126.com.br/a-historia-secreta-do-planeta-terra/
  6. http://thoth3126.com.br/atlantida-o-continente-perdido/
  7. http://thoth3126.com.br/bimini-road-atlantida-misterios-nao-resolvidos-do-mundo/
  8. http://thoth3126.com.br/monte-shasta-outra-visita-a-terra-interior/
  9. http://thoth3126.com.br/aghartha-o-reino-da-terra-interior/
  10. http://thoth3126.com.br/grand-canyon-misterios-de-uma-imensa-caverna-revelados/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.


www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

233Share on Facebook (Opens in new window)233
12Click to share on Twitter (Opens in new window)12
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)


Posted by Thoth3126 on 15/05/2015


URL: http://wp.me/p2Fgqo-2GE



Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Triângulo das Bermudas

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

   
Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Setembro 07, 2015

chamavioleta

Grupo Bilderberg

Mistérios e controle Extraterrestre

Posted by Thoth3126 on 19/03/2015

Grupo BILDERBERG: 

Mistérios, controle Alienígena e grandes Bancos internacionais.



Manifestantes e críticos acreditam que a reunião anual do Grupo Bilderberg é um fórum onde as políticas mundiais estão sendo secretamente decididas e implementadas. A mais importante entre essas políticas seria a criação de um GOVERNO MUNDIAL e a criação do seu banco central mundial.

“Portanto, não os temais; porque não haverá nada encoberto que não seja revelado, nem oculto que não seja descoberto”. Mateus, 10:26.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Grupo BILDERBERG: Muitos mistérios, controle Alienígena e grandes Bancos internacionais.

Por Michael E. Salla, Ph.D.

Fonte: http://news.exopoliticsinstitute.org/

{Michael E. Salla-Melbourne-Austrália, 25 de setembro de 1958- Em 1983, recebeu grau de Bacharel em Ciências da Universidade de Melbourne-Austrália . Em 1984 ele recebeu um Diploma de Graduação em Educação no Melbourne College of Advanced Education . Em 1987 ele recebeu um grau de BA da Universidade de Melbourne. Em 1990 ele recebeu um MA-Masters of Arts licenciatura em Filosofia pela Universidade de Melbourne. Em 1993, ele recebeu um grau de PhD – Doutor em Filosofia da Universidade de Queensland, Austrália.}



O Grupo Bilderberg concluiu sua reunião anual de 2012 em Chantilly, na Virginia (um subúrbio na área metropolitana de Washington DC) para discutir uma série de questões quentes da agenda internacional. A reunião (de maio 31 – a junho 03) atraiu um bom número de manifestantes, muitos dos quais acreditam que a reunião anual do Grupo BILDERBERG serve para expandir os interesses e influência de cartéis dos grandes bancos internacionais…

Manifestantes e críticos acreditam que a reunião do Grupo BILDERBERG é um fórum onde as políticas mundiais estão sendo secretamente decididas, e implementadas. A mais importante entre essas políticas é a criação de um GOVERNO MUNDIAL e a criação do seu banco central mundial. Em contraste, o site do Grupo BILDERBERG afirma que as suas reuniões são apenas “um pequeno, flexível, fórum informal internacional, sem registros oficiais em que diferentes pontos de vista podem ser expressos e a compreensão mútua ser reforçada.”

O site do Grupo BILDERBERG aponta para mais, de que nenhuma “resolução” e votações são propostas, e não há emissão de declarações políticas. Então, qual é a agenda real por trás do Grupo BILDERBERG? É para promover os interesses dos cartéis de grandes bancos (e banqueiros) internacionais e um governo mundial?

Alternativamente, esse grupo de grandes financistas, lordes, industriais e até cabeças coroadas da Europa simplesmente se reúnem em um fórum anual de líderes industriais, banqueiros, gurus Hi-tech, e velhos e novos políticos para apenas se conhecerem, aprender uns com os outros, e melhor entenderem os acontecimentos internacionais?



A resposta final PODE ESTAR VERDADEIRAMENTE, e literalmente “FORA DO NOSSO PLANETA”.

Segundo os críticos do Grupo BILDERBERG, como Alex Jones, que liderou um protesto Ocupy BILDERBERG, o encontro anual serve aos interesses da banca internacional na intenção desse cartel na criação de um governo mundial e um banco central global. Para atingir estes objetivos a longo prazo, o Grupo BILDERBERG se reúne anualmente para implementar as políticas internacionais em que eles secretamente manipulam a política nacional dos países, suas finanças e economias e os principais eventos globais.

Os principais objetivos são todos muito mundanos: um Governo Mundial controlado por um Banco Central Mundial. As famílias de banqueiros internacionais que fornecem grande parte do capital para a criação do Banco Mundial Central criando assim riqueza virtualmente ilimitada para as futuras gerações de banqueiros internacionais. Esta riqueza seria mais do que suficiente para satisfazer a ganância, as ambições de poder e necessidades políticas de interesses bancários internacionais no controle da humanidade. O Grupo BILDERBERG já se tornou, de acordo com o escritor Daniel Estulin, um governo mundial paralelo na sombra (e das trevas):


…” Eles se reúnem anualmente sempre em algum luxuoso hotel em algum lugar do mundo para tentar decidir e gerenciar o futuro da humanidade … O Grupo BILDERBERG cresceu além de suas origens idealistas para se tornar um governo mundial nas sombras, que decide em total sigilo nas suas reuniões anuais como os seus planos vão ser realizados e implantados. Eles ameaçam nos tirar o direito de nós dirigirmos os nossos próprios destinos”.

Portanto, estariam Alex Jones, Daniel Estulin e outros críticos corretos? A reunião anual do Grupo BILDERBERG é apenas uma fachada para os interesses dos banqueiros internacionais que formam a espinha dorsal de um governo mundial das trevas? Se não vejamos atentamente:

A seguinte história me foi contada por um ex-funcionário de hotel que havia trabalhado em um local onde o Grupo BILDERBERG esteve reunido em um determinado ano. Este foi o ano (O ANO FOI 1991, no ano seguinte ele foi eleito presidente dos EUA) em que Bill Clinton participou da reunião de acordo com esse funcionário. Eu conheço este antigo funcionário de hotel e simplesmente vou me referir a esta pessoa como o Sr. B, para manter em sigilo a sua identificação. Eu conheço o Sr. B como uma pessoa muito confiável, e ele não tinha nenhuma razão para fabricar o fato que se segue e que descreveu.



Enquanto estava no trabalho durante aquela reunião anual do Grupo BILDERBERG, o Sr. B foi instruído para entregar uma mensagem importante para uma pessoa específica que estava participando de uma reunião em uma das salas menores para reuniões, sendo utilizadas pelos membros do Grupo BILDERBERG. Como agora já é um fato bem conhecido, é uma tradição dos membros do Grupo BILDERBERG o hábito de contratar um hotel inteiro para seu uso exclusivo durante essa sua reunião anual.

Todos os funcionários do hotel estão, durante o evento, basicamente existindo para servir as necessidades dos participantes durante a reunião. Então, não foi incomum para o Sr. B lhe ser dada uma tarefa que ele então era o responsável para executar. Inicialmente, ao Sr. B foi lhe recusada a entrada na sala de reuniões e ao mesmo tempo ele foi convidado para entregar a mensagem para outra pessoa. O Sr. B insistiu que ele estava sob estritas ordens para entregar a mensagem pessoalmente ao destinatário. Depois de alguma discussão acalorada, foi dada permissão ao Sr. B para entrar na sala de reuniões. É quando as coisas ficam muito bizarras:


“O Sr. B alegou, que ao entrar na sala, viu cerca de 24 pessoas sentadas ao redor de uma grande mesa retangular. Eles estavam falando em meio a uma cacofonia de sons, nenhum dos quais era inteligível. Não se parecia com qualquer língua que o Sr. B tivesse ouvido falar antes. O Sr. B também não conseguia ver nenhum rosto dos que estavam sentados ao redor da mesa. Ele podia ver seus corpos físicos vestidos com seus ternos, e etc, mas os rostos estavam envolvidos em algo nebuloso, devido a algum tipo de neblina ou nevoeiro. O Sr. B relatou que havia um campo de intensa energia que permeava e envolvia toda a sala – aquilo tudo era definitivamente muito incomum e ele sentiu como se fosse oriundo de outro mundo. O Sr. B sentiu um forte ressentimento sendo projetado em sua direção e sobre a sua indesejada presença. Ele foi dirigido para a pessoa a quem ele tinha que entregar a mensagem. O Sr. B entregou a mesma e prontamente deixou o local. Ele não tinha conhecimento do conteúdo da mensagem. Logo após sair da sala, o Sr. B experimentou uma enorme dor de cabeça, que durou vários dias e ele teve que tirar uma folga por causa disso.”

Essa “experiência” do Sr. B sugere que um elemento dentro do Grupo BILDERBERG tem uma composição e agenda de outro mundo. É muito provável que o Sr. B tenha assistido o misterioso Comitê Executivo do Grupo BILDERBERG em sessão ordinária, e que as pessoas que comandam o Grupo BILDERBERG podem estar em contato com e/ou são controladas por uma força externa de um outro PLANETA !!! (n.t. Ou nível de consciência, nesse caso das trevas ???).

O que seria essa força sobrenatural? Nenhum dos principais pesquisadores do Grupo BILDERBERG trabalhou em cima desse elemento. Portanto, neste ponto, vou descrever o que a minha pesquisa em exopolitics revelou sobre este elemento sobrenatural nas reuniões do Grupo BILDERBERG.



A primeira reunião do Grupo BILDERBERG foi em 1954, e teve vários motivos para a sua convocação. A justificação pública é que ela foi realizada para promover a cooperação política e econômica entre a Europa e a América do Norte como a melhor defesa do que foi percebido então como uma ameaça a longo prazo do comunismo. Para esse fim, os líderes proeminentes de negócios e políticos têm sido regularmente convidados para participarem do Grupo BILDERBERG em uma base anual para discutir formas de coordenação das políticas nacionais e antecipando as tendências mundiais.

Entre os muitos indivíduos notáveis envolvidos com reuniões do Grupo BILDERBERG ao longo das décadas desde a sua formação, o escritor Daniel Estulin dá especial destaque para o papel de Henry Kissinger, que é um protegido dos irmãos Rockefeller que foram fundamentais na criação do Grupo. Enquanto Estulin identifica alguns dos principais jogadores do Grupo BILDERBERG, ele não discute as origens sobrenaturais do Grupo BILDERBERG e seus objetivos.

O pessoal-chave e agências envolvidas na formação do Grupo BILDERBERG revelam que seu propósito oculto era incentivar a cooperação global em resposta a percepção de uma ameaça à longo prazo conhecido apenas pelos criadores do Grupo BILDERBERG: a CIA-Agência Central de Inteligência; os irmãos Rockefeller; o príncipe Bernhard dos Países Baixos; e Kissinger. A existência de uma grave ameaça de longo prazo só foi compartilhada em uma base com a necessidade de se saber a respeito, e emanava eventos desde a Segunda Guerra Mundial, envolvendo programas avançados de tecnologia da Alemanha nazista.

Eventos que Nelson Rockefeller, Kissinger, e eventualmente, a CIA e o governo dos EUA, se tornaram profundamente conhecedores durante e imediatamente após a Segunda Guerra Mundial – as tentativas feitas pelos nazistas de reversão de tecnologia de engenharia extraterrestre para o seu esforço de guerra.



A principal tarefa do Grupo BILDERBERG era a de coordenar as nações do mundo, para que qualquer informação obtida por qualquer nação que tivesse relação com a vida e tecnologia extraterrestre era para ser enviado para o lugar certo para pesquisa e desenvolvimento.

Um SEGUNDO e altamente secreto Projeto Manhattan que tinha sido começado nos Estados Unidos sob o presidente Truman (http://exopolitics.org/Study-Paper-13.htm) para lidar com a vida e tecnologia extraterrestre foi expandido para incluir outras nações em um esforço globalmente coordenado. A Eleição de Eisenhower, em novembro de 1952, ofereceu aos seus principais defensores, a família Rockefeller, a oportunidade de ter um maior envolvimento de suas empresas no agora ‘global’ Projeto Manhattan.

Os irmãos Rockefeller (Nelson e David), juntamente com Henry Kissinger, foram determinantes na formação da resposta do governo de Eisenhower às tecnologias extraterrestres usando as operações secretas da guerra fria como uma cobertura e ajudando a criar o Grupo BILDERBERGpara esse propósito. O Grupo BILDERBERG então se reuniria anualmente para coordenar as políticas nacionais, de modo que a humanidade teria a melhor chance de sobreviver aos desafios colocados pela visitação de SERES EXTRATERRESTRES de diferentes facções com agendas extraterrestres desconhecidas.

Uma parte vital da agenda do Grupo BILDERBERG era assegurar que os meios de comunicação globais e as legislaturas nacionais não iriam aprender/descobrir nada sobre a presença extraterrestre, ou das contribuições nacionais coordenados a um Segundo Projeto Manhattan coordenado globalmente. O financiamento de um semelhante Projeto global, apenas com os EUA em seu núcleo seria uma tarefa monumental.

O Projeto Manhattan mundial custaria centenas de bilhões já a partir dos anos 1950, e eventualmente cresceria para trilhões para ser financiado a cada ano. Teria que ser financiado de uma forma que os meios de comunicação e os legisladores nacionais não iriam descobrir o que estava acontecendo.

Este financiamento veio de fontes diversas, tais como empresas de fachada da CIA, uso e abuso de informação, “ouro negro” e no comércio internacional de drogas, etc. Esta foi uma das principais razões por que os banqueiros internacionais sempre estiveram em destaque nas reuniões anuais do Grupo BILDERBERG. Os grandes bancos e banqueiros Internacionais oferecem os meios para a transferência de enormes somas de dinheiro (lavagem ilegal) ilicitamente gerado para este Projeto Manhattan e não reconhecido globalmente.

Se o conhecimento da existência de vida extraterrestre e da sua tecnologia foi a verdadeira razão por trás da formação do Grupo BILDERBERG, em seguida, exatamente como é que este elemento transcendental se relaciona com aqueles comandando os membros do Grupo BILDERBERG, e as famílias dos banqueiros internacionais?



Essas Respostas emergem através de uma pessoa misteriosa chamada de “A Mão Invisível” (Hidden Hand) que participou de um diálogo público no fórum de internet popular, Above Top Secret em Outubro de 2008. De acordo com ele ou ela, grupos secretos de elite controlam o nosso planeta e vêm fazendo isso há milênios. A ideia básica é a de que um seleto grupo de famílias com distintas linhagens sanguíneas acumularam poder e passam esse poder de uma geração para outra. “A Mão Invisível“ revela o número de linhagens principais que compõem “A Família“: São 13 grupos.

Das treze linhagens da base, a Mão Invisível, diz que apenas três são nativas do planeta TERRA. O restante tem origem fora do nosso planeta, nos chamados Anjos Caídos ou Nephilim como descrito no Livro de Enoch. Ele ou Ela (“A Mão Invisível”) claramente identifica onde o maior poder é encontrado entre os membros das treze linhagens:

“Eu quero ser claro sobre esta questão de linhagem sanguínea (Bloodlines). Os que vocês conhecem, eles são de linhagem da TERRA. Sim, eles têm o seu lugar na família, mas as linhagens com o poder real, não se originam a partir deste planeta”.

Então será que o Sr. B de fato testemunhou uma reunião onde os membros dessas famílias das linhagem dominantes estavam falando em sua língua nativa não-humana em um evento do Grupo BILDERBERG?

Houve muitos e importantes eventos e processos globais que foram discutidos na reunião de 2012 em Chantilly do Grupo BILDERBERG. Para a maioria dos participantes, as discussões do Grupo são apenas um meio de promover a cooperação internacional nas principais questões políticas, financeiras e tecnológicas do dia (para consumo externo).

Aqueles que protestavam contra a reunião do Grupo BILDERBERG os veem como uma ferramenta para alcançar os objetivos de interesses bancários internacionais e podem justamente apontar para a presença de indivíduos-chave, tais como David Rockefeller em reuniões do Grupo BILDERBERG. Afinal, Rockefeller afirmou em suas memórias (2003):



“Alguns acreditam mesmo que somos parte de uma cabala secreta trabalhando contra os melhores interesses dos Estados Unidos, caracterizando a minha família e eu como globalistas ‘internacionalistas e de conspirar com outros ao redor do mundo para construir uma estrutura global mais integrada política e econômica – um governo mundial, se você quiser. Se essa for a acusação, eu sou culpado, e eu estou orgulhoso disso.”

Em um exame mais profundo no mistério do Grupo BILDERBERG e as principais pessoas envolvidas com ele, em última análise, se encontra um fator sobrenatural em sua gênese e discussões confidenciais. A incrível experiência relatada pelo Sr. B lança luz sobre este elemento sobrenatural ou extraterreste (n.t. Ou literalmente, lança LUZ sobre as trevas).

Os indivíduos proeminentes, governos e agências envolvidas originalmente na criação do Grupo BILDERBERG, em 1954, o fizeram com a intenção de promover a coordenação internacional para responder a uma presença extraterrestre sem aviso prévio que aparentemente ameaçava os interesses globais dessa própria elite. Para saber mais sobre acordos com Extraterrestres veja em:
http://thoth3126.com.br/o-iraque-babilonia-ira-persia-e-a-luta-pela-heranca-extraterrestre/
http://thoth3126.com.br/o-programa-de-intercambio-com-serpo-zeta-reticuli/
http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-ii/
http://thoth3126.com.br/aliens-eles-estao-entre-nos/

Na verdade, estes próprios interesses das elites globais pode ter uma origem sobrenatural, que veem os visitantes extraterrestres como concorrentes para tomar o controle da Terra e da humanidade. É importante ressaltar que esses interesses das elites globais intimamente envolvidos no Grupo BILDERBERG têm objetivos muito diferentes do que seriam os interesses globais da humanidade. Lançar (n.t. Nesse caso muita) luz sobre as reuniões desse grupo é um passo na direção certa de se aprender sobre o passado escondido da humanidade, o nosso possível futuro e (sermos capazes de enfrentar) uma presença sobrenatural.

© Copyright 2012. Michael E. SallaExopolitics.org

contagem-regressiva

Saiba MUITO mais em
  1. http://thoth3126.com.br/profecia-de-1912-sobre-fim-dos-eua-e-obama/
  2. http://thoth3126.com.br/o-ouro-dos-eua-nao-existe-mais/
  3. http://thoth3126.com.br/eua-golpe-de-estado-a-vista-obama-um-ditador/
  4. http://thoth3126.com.br/obama-seria-muculmano/
  5. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  6. http://thoth3126.com.br/obama-o-fantoche/
  7. http://thoth3126.com.br/barack-obama-segredos-e-mentiras-sem-fim/
  8. http://thoth3126.com.br/obama-comunista/
  9. http://thoth3126.com.br/o-projeto-comunista-nos-eua-nwo-nova-ordem-mundial/
  10. http://thoth3126.com.br/o-futuro-colapso-dos-e-u-a-previsto-por-jornal-da-russia/
  11. http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
  12. http://thoth3126.com.br/eua-a-beira-da-falencia/
  13. http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/ 


Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e cite as fontes.

www.thoth3126.com.br

Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Michael E. Salla

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub