Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Julho 22, 2023

chamavioleta

O Estouro da Bolha

Implosão Apocalíptica da Dívida pode Acontecer Rápida e Incrivelmente

Por Egon von Gruyères

Posto por Thoth3126 a 20/07/2023

,

 

O mundo experimentará uma implosão catastrófica da dívida? Assim como o Submersível Titan que implodiu recentemente, a bolha da dívida global pode implodir “em apenas uma fração de milissegundo”. Mais adiante no artigo. Estaríamos agora no terceiro círculo do Inferno de Dante? Ele descreve os 9 círculos do inferno. O 3º círculo é o da Gula, que é apropriado para um mundo ocidental auto-indulgente com consumo excessivo de recursos materiais e financeiros.

---

Cada círculo representa um aumento gradual do mal, culminando no centro da terra onde Satanás é mantido em cativeiro. Os pecadores de cada círculo são punidos por toda a eternidade de uma forma adequada aos seus crimes. Os mercados financeiros também foram dominados pela gula e também pela avareza, ganância, por um longo período. Isso levou à [criação intencional da] maior bolha de ativos da história. 

Mas, apesar dos riscos sem precedentes nos mercados de investimento, para os poucos investidores que fazem a escolha certa, agora é um período de grandes oportunidades não apenas para preservar a riqueza, mas também para aumentá-la. Veremos isso mais à frente.

O FIM DO ATUAL IMPÉRIO OCIDENTAL

 

Mas aqui estamos no século XXI com o atual Império do Ocidente [ainda uma continuação do império romano] nos estágios finais de um declínio secular que se parece muito com a queda do Império Romano do Ocidente no século V. São as Guerras, dívidas, déficits, pedofilia, moedas em colapso, LGBTQ+, decadência, transgênero, corrupção, socialismo, et caterva – “Plus ça change” (quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas). 

Se este ciclo é o fim de uma era de 100, 300 ou 2.000 anos, apenas os historiadores do futuro saberão a resposta.

TAMBOR DA GUERRA E A OTAN [G-7]

 

Para difundir as verdadeiras razões do colapso da economia e do Sistema Financeiro ocidental, nada como começar uma guerra. Os líderes adoram jogar jogos de guerra reais, embora a maioria deles nunca tenha estado perto da linha de frente. Uma guerra cria medo no povo e permite que os líderes governem o país de forma irresponsável, tanto em relação à economia quanto ao maior controle do povo. 

Assim, todos os líderes ocidentais se reuniram para a reunião da OTAN em Vilnius, na Lituânia, na semana passada, para ouvir os discursos de Zelensky sobre mais dinheiro e mais armas em uma guerra que a Ucrânia provavelmente nunca vencerá. Mas como esta é uma guerra por procuração para a batalha real entre os EUA e a Rússia, o Ocidente está cedendo a contragosto a muitas das demandas de Zelensky, escalando assim a guerra a níveis que podem ter consequências catastróficas para o mundo inteiro. 

Esta guerra poderia, na melhor das hipóteses, levar a centenas de milhares de mortes adicionais. O povo ucraniano não quer a guerra, provavelmente mais de 10 milhões deles deixaram seu país e não mais voltarão. Nem o povo russo, americano ou europeu quer a guerra, apenas os seus líderes marionetes da cabala. 

Quando se trata de guerras, os líderes têm poder supremo e também acesso ao dinheiro. Embora nenhum país tenha fundos disponíveis para esta guerra, todos eles emprestam e imprimem em detrimento dos seus próprios países e de seus povos. 

Na melhor das hipóteses, esta guerra será limitada, mas durará anos com um enorme custo de vidas e recursos. Na pior das hipóteses, poderíamos ter uma guerra global e nuclear com repercussões desastrosas. 

Os líderes ocidentais serviriam muito melhor ao seu povo se, em vez disso, enviassem pacificadores e se concentrassem em suas economias que estão à beira de uma grande implosão [intencionalmente buscada]. Voltando às dívidas, é isso que finalmente destruirá o Ocidente e provavelmente levará a décadas de miséria. 

A DÍVIDA DOS EUA AUMENTOU NO MESMO VALOR NOS ÚLTIMOS 5 ANOS COMO NOS PRIMEIROS 221 ANOS

 

A última crise financeira começou em setembro de 2019, quando o sistema bancário dos EUA ficou sob forte pressão e o Fed injetou grande liquidez no sistema quase falido. Desde então, a dívida total dos EUA aumentou em US$ 21 trilhões. 

Vamos colocar isso em perspectiva. Os Estados Unidos levaram 221 anos para passar da dívida zero em 1776 para US$ 21 trilhões em 1997 e, apenas nos últimos 4 anos, a dívida aumentou nos mesmos US$ 21 trilhões.  

Agora, alguns argumentarão que não é o mesmo dinheiro hoje de 200 anos atrás. Não, claro que não é o mesmo dinheiro. Porque todo governo destrói o valor de sua moeda criando quantias ilimitadas do nada em detrimento e confisco pela inflação, dos recursos de poupadores e pensionistas. 

O gráfico abaixo mostra a explosão da dívida durante minha vida profissional até agora. De US$ 1,5 trilhão em 1969 para US$ 95 trilhões hoje – um aumento de APENAS 63 vezes total e completamente incompreensível.  

 

Para ganhar poder, o governo em exercício deve prometer o paraíso na terra. Uma vez no poder, eles percebem que não há chance de manter a prosperidade sem comprar votos por meio de déficits crônicos e impressão de dinheiro. É por isso que houve apenas alguns anos desde 1930 em que a dívida federal dos EUA não aumentou. Mesmo nos anos de Clinton, a dívida aumentou, de modo que os superávits declarados foram devidos a falsas contas. 

Mas a dívida total dos EUA de US$ 95 trilhões é apenas parte do passivo total. Acrescente a isso passivos não financiados da Previdência Social e do Medicare de, digamos, US$ 150 trilhões. Depois, há derivativos brutos dentro do sistema bancário e no sistema bancário paralelo de provavelmente US$ 2-2,5 quatrilhões. Esta é uma forma de crédito que pode explodir facilmente quando as contrapartes falham.  

INFERNO À VISTA

 

Voltando ao Inferno de Dante, os 9 círculos do inferno são:

  • 1. Limbo – onde não há deus,
  • 2. Luxúria,
  • 3. Gula,
  • 4. Ganância,
  • 5. Ira,
  • 6. Heresia,
  • 7. Violência,
  • 8. Fraude, e
  • 9.Traição.

Todos os 9 pecados do Inferno de Dante se aplicam ao mundo de hoje, mas talvez a gula seja um dos mais adequados para um mundo ocidental auto-indulgente. 

Cerberus, a besta infernal de três cabeças, guarda os glutões que os atacam e esfolam por toda a eternidade. (Parece horrível. Uma versão mais moderna pode ser a música “Hotel California” dos Eagles – “Você pode sair a qualquer hora, mas nunca pode sair”.) Homer também escreveu sobre Cerberus.

O que sabemos é que nesta fase final que provavelmente começou em 1913 com a fundação do FeD e se acelerou a partir de 1971 quando Nixon fechou a janela do padrão ouro, criando o petrodólar com o apoio do rei da Arábia Saudita, e vimos os excessos ou glutonaria necessários que inevitavelmente levam a uma punição severa.

Vimos bolhas históricas eventualmente explodirem em todos os mercados de ativos, seja em ações, títulos, propriedades e muitos outros. Também vimos a dívida explodir, especialmente desde 1971. Como sempre nos estágios finais de um império, o crescimento real primeiro desacelera e depois para de repente e sem aviso. 

O MUNDO ATINGIU O PICO DA ENERGIA BARATA

 

O principal impulsionador do crescimento econômico desde a segunda metade do século XVIII foi a descoberta e o uso de energia em escala industrial, começando com a revolução industrial. O crescimento da economia não é impulsionado pelo dinheiro, mas pela energia e produção de bens tangíveis. 

Como afirma Tim Morgan, da Surplus Energy Economics:

“A economia é uma equação de excedente de energia, não monetária, e o crescimento da produção (e da população global) desde a Revolução Industrial resultou do aproveitamento de quantidades cada vez maiores de energia. Mas a relação crítica entre a produção de energia e o custo da energia de extração está se deteriorando tão rapidamente que a economia como a conhecemos há mais de dois séculos está começando a se desintegrar.”

O dilema é que o custo da energia está aumentando constantemente. Em 1990, esse custo era de 2,6% dos combustíveis fósseis e estima-se que seja de 12% em 2025. De acordo com o Dr. Morgan, com o atual custo energético da energia, a economia real e a prosperidade começaram a declinar e essa tendência continuará por várias décadas. Os combustíveis fósseis ainda representam 83% de toda a matrix de energia globalmente e é improvável que a energia renovável faça qualquer diferença significativa nas próximas décadas. 

Portanto, agora estamos olhando para o pico de energia barata em um momento em que os mercados de ativos estão em território de bolhas com dívidas e déficits em níveis que só podem resultar em uma implosão. Mais uma vez, deixe-me enfatizar que a energia barata e abundante é um pré-requisito para o crescimento econômico .

GOVERNOS [MARIONETES] EM PÂNICO TOMAM MEDIDAS IRRACIONAIS

 

Então, o que os governos estão fazendo sobre isso? Eles estão claramente cientes dos riscos e por isso inventam todo tipo de eventos que os permitirão controlar mais ainda as pessoas que governam. Isso inclui tirânicos bloqueios pandêmicos, imposição de injeções de venenos como vacinas, controle climático, ideologia “acordada”, inclusiva, LGBTQ+, transgenerismo, CBDCs (moedas digitais do Banco Central), guerras e regras, regulamentos e leis ilimitadas e em BREVE, MAIS VÍRUS E INJEÇÕES FORÇADAS. Os EUA, por exemplo, agora têm mais de 300.000 leis que controlam todos os aspectos da vida cotidiana e tornam todos provavelmente criminosos diários. 

REAVALIAÇÃO DO OURO

 

Já discuti em artigos anteriores a mudança sísmica que ocorrerá de oeste para leste e sul com base em commodities e manufatura, em vez de dívida e serviços. Esse será um longo processo que está apenas começando: UM RESET GLOBAL COM O OURO REVALORIZADO.

Embora muitos investidores de ouro estejam entusiasmados com a perspectiva de uma moeda do BRICS lastreada em ouro, pessoalmente acho que isso está ainda longe. O tweet de um funcionário da embaixada russa no Quênia não é suficiente para confirmar isso. 

Como já escrevi aqui, acredito que o ouro será o ativo de escolha para os bancos centrais manterem como reservas, em vez de dólares. Tal movimento teria um grande impacto no ouro, sobre o qual escrevi aqui: GRANDE REVALORIZAÇÃO DO OURO E METAIS PRECIOSOS É IMINENTE” [mas é importante TER A POSSE FÍSICA do metal amarelo].  

Assim, com os riscos enfrentados pelo mundo ocidental de uma magnitude nunca antes vista na história, incluindo geopolíticos, financeiros, energéticos, políticos, econômicos, com a maior bolha de ativos e dívidas da história chegando ao fim. É claramente impossível prever como isso vai acontecer. Não vale nem a pena especular. 

O que sabemos é que o risco está agora em um nível que torna os mercados de investimento extremamente perigosos. Nos próximos anos, grandes fortunas serão perdidas e liquidadas para sempre. 

EXPLOSÃO DE ATIVOS E DÍVIDAS – IMPLOSÃO

 

Antes de vermos como sobreviver à maior bolha global de ativos que já existiu, vamos primeiro olhar para o espetáculo que testemunhamos nos últimos 54 anos. Este é um período egoísta e reflete quando, em 1969, minha vida profissional começou no setor bancário em Genebra, na então pacata e conservadora Suíça.

 

Esse período coincide convenientemente com Nixon fechando a janela do ouro em 1971, decretando o fim do padrão ouro para o dólar. Esse foi o fim do dinheiro sólido [garantido por ouro em espécie] e o início de uma bonança gratuita para todos na impressão de dinheiro. 

Assim, durante minha vida profissional desde 1969, em 54 anos, a dívida total dos EUA aumentou 63 vezes, de US$ 1,5 trilhão para US$ 95 trilhões. 

As bolhas sempre estouram, sem exceção. Mas sabemos, é claro, que as bolhas sempre podem crescer mais ainda antes de estourar. O que poucas pessoas percebem é que, quando uma bolha de dívida explode ou, mais provavelmente, implode, pode acontecer quase tão rapidamente quanto a recente implosão do Submersível Titan. A pressão sobre esta embarcação foi notável.

Duvido que a dívida global e o sistema financeiro mundial implodam em uma fração de milissegundo, mas como já avisei muitas vezes, uma implosão dos US$ 3 quatrilhões de dívidas e derivativos pode acontecer muito, muito rápida e estrondosamente. Ela se desenrolaria em tal velocidade que nenhum banco central teria tempo de reagir. 

E, como também apontei, quando a dívida implode, o mesmo acontece com todos os ativos que foram inflados pela dívida. 

Portanto, mesmo que não aconteça em milissegundos, será muito rápido para salvar algo do inferno. Vimos isso em meados de março, quando 4 bancos, liderados pelo Silicon Valley Bank, que apesar se ser um “banco acordado” quebraram em questão de dias. E logo depois disso o Credit Suisse também implodiu [mas esse por pura corrupção e má gestão]. 

 

Como sabemos, é impossível cronometrar tal evento. Mas o bom é que não precisamos cronometrar. 

UMA GRANDE OPORTUNIDADE

 

Os investidores devem esquecer a gula e a ganância e ficar longe do inferno de Cerberus. Se eles puderem evitar os riscos atuais do sistema, as oportunidades não apenas para evitar o desastre, mas também para aumentar a riqueza são consideráveis. Portanto, esqueça o tempo de curto prazo. E esqueça a ganância. 

Apenas evite a potencial implosão dos mercados de ativos e posicione-se com segurança para oportunidades incríveis, sempre que elas acontecerem.  Pessoalmente, não acho que as coisas vão demorar muito para se desenrolar, mas não me importo com o momento, desde que esteja sentado da maneira certa.  Minhas opiniões não são recomendações, mas apenas minha avaliação de risco pessoal. 

Em primeiro lugar, dificilmente tocaria nos seguintes ativos:

Ações gerais, títulos de qualquer tipo, corporativos ou soberanos, moedas, depósitos bancários, investimentos em propriedades comerciais ou residenciais. É claro que sempre há exceções, como ações relacionadas a commodities, ações de defesa e muitas outras.   Mas lembre-se de que em um mercado de baixa real, todas as ações tendem a sofrer. 

Mesmo para as melhores empresas, os lucros podem cair pela metade e os P/L passarem de 20 para 5. Isso, por exemplo, levaria a uma queda no preço da ação de 88%! 

Quando eu estava na Dixons Plc no Reino Unido durante o colapso do mercado de ações de 1973-4, experimentei um declínio semelhante no preço de nossas ações, embora a empresa fosse financeiramente sólida. A partir daí, construímos Dixons para o varejista eletrônico líder no Reino Unido e uma empresa FTSE 100. 

Então, quem acredita que uma queda de 90% não pode acontecer com bons negócios está redondamente enganado. 

O que não possuir é fácil, mas o que devemos possuir?

A resposta é auto-evidente no que me diz respeito. 

As commodities iniciaram uma tendência de alta em 2020 e ainda têm um longo caminho a percorrer.  Sendo o ouro o único “dinheiro REAL” que sobreviveu e manteve seu poder de compra nos últimos 5.000 anos, é claramente o ativo de preservação da riqueza por excelência. 

Ficamos longe da prata principalmente nos últimos 20 anos devido à sua volatilidade. Não tem sido um bom metal se você quiser dormir bem à noite. Mas agora com a relação ouro/prata em 80 (o que significa que a prata é relativamente barata em relação ao ouro) e com uma forte demanda industrial por painéis solares, elétricos etc. mais baixo. Isso significa que a prata subirá de 3 a 5 vezes mais rápido que o ouro. 

Mas o ouro físico é o rei dos metais para fins de preservação de riqueza e um investimento menor em prata física deve ser visto como um investimento/especulação com um enorme potencial. 

Além do ouro amarelo, o ouro negro – petróleo – se move de forma muito semelhante ao metal amarelo . Assim, grandes aumentos de preço do petróleo serão prováveis.  Portanto, possuir ações em boas empresas de ouro e prata, bem como em empresas de petróleo, provavelmente será um excelente investimento por vários anos. 

Mas, novamente, devo enfatizar que a proteção contra a provavelmente maior implosão de ativos da história exige manter a maioria dos ativos de investimento em ouro físico e um pouco de prata, FÍSICOS e armazenados fora do sistema financeiro em uma jurisdição e cofre muito seguros. De preferência, a maioria dos seus metais deve ser armazenada fora do seu país de residência. Em caso de emergência, você deve poder fugir para seu ativo de reserva. 

UM MUNDO NA ENCRUZILHADA

 

O que está muito claro para mim é que o mundo ocidental está agora em uma encruzilhada. Como Brutus disse em seu discurso,  a curva à direita “leva à fortuna”, enquanto na curva errada você acaba “em águas rasas e misérias”.

Para quem percebe a gravidade da situação, a escolha deveria ser óbvia, senão “perderemos nossos empreendimentos”. Diante de um risco tão importante, proteger nossas famílias e partes interessadas deve ser a única opção.

 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

 

Janeiro 18, 2023

chamavioleta

Davos tem Medos: Globalização ‘Sob Cerco’, Kiev e Moscou concordam que Rússia está lutando contra EUA/OTAN’
Posted by Thoth3126 on 18/01/2023 thoth3126.com.br/davos-tem-medos-globalizacao
Posto aqui por achama.biz.ly

Um resumo da situação atual de pontos de conflito geopolíticos e notícias sobre energia que estamos de olho e tendências que afetam os mercados globais. Finalmente, os governos ucraniano e russo concordam em algo… mas não é um bom presságio para a perspectiva de uma Terceira Guerra Mundial. Dias atrás, o ministro da Defesa da Ucrânia chamou seu país de membro de fato da OTAN em uma entrevista na televisão.

Fonte: Zero Hedge
Mais de uma semana se passou desde que a entrevista foi publicada e até oferecida em tradução para o inglês (o que foi feito pela mídia estatal russa). E, no entanto, pouca atenção foi dada pelas pre$$tituta$ da mídia ocidental – pelo menos não no nível que os comentários mereciam. Aqui está o que Ministro da Defesa da Ucrânia Oleksii Reznikov disse …
“Na Cúpula da OTAN em Madri [em junho de 2022]… foi claramente delineado que, na próxima década, a principal ameaça à aliança da OTAN seria a Federação Russa. Hoje, a Ucrânia está “eliminando” essa ameaça. Estamos cumprindo a missão da OTAN hoje. Eles não estão derramando seu sangue. Nós estamos derramando o nosso. É por isso que eles são obrigados a nos fornecer armas“....+ thoth3126.com.br/davos-tem-medos-globalizacao

Junho 05, 2018

chamavioleta


 

  QUEDA DE ISRAEL PODE SER IMINENTE, NA MEDIDA EM QUE A OTAN RETIRA SUA PROTEÇÃO.

Por Benjamin Fulford,

Sociedade Dragão Branco 

(White Dragon Society), 

4 de junho de 2018

Fonte: https://benjaminfulford.net/

Tradução: Candido Pedro Jorge.

 

 
 

Mudanças tectônicas na paisagem geopolítica continuam num ritmo vertiginoso ao redor do mundo, na medida em que a turba satânica khazariana está sendo sistematicamente removida de todos os centros de poderes mundiais, concordam múltiplas fontes. A situação chegou tão longe que o grande Kahuna Khazari, Israel, em breve, poderá ser libertado dos satanistas, dizem fontes do Pentágono. Na Europa, as mudanças de governo na semana passada na Itália, Espanha e Eslovênia significam que apenas uns restantes na França, Alemanha e Holanda permanecem sob controle khazariano, dizem as fontes.
A libertação Ocidental é necessária, para garantir que as negociações Oriente/Ocidente, em Cingapura, na semana que vem, não resultem numa ordem mundial em que somente a China venha substituir a máfia khazariana no topo do mundo, dizem as fontes.
Vamos começar examinando a situação em Israel, onde o principal líder satanista, Benjamin Netanyahu, como seu antecessor Adolf Hitler, agora está escondido num bunker, enquanto se prepara para sua inevitável derrota. A declaração pública do Secretário-Geral da Otan, Jens Stoltenberg, na semana passada, de que a aliança não virá em defesa de Israel, no caso de ser atacado pelo Irã é um sinal visível da iminente mudança de regime em Israel.
https://nypost.com/2018/06/02/nato-chief-says-alliance-wont-protect-israel-if-iran-attacks/
O mais importante, ainda, é o não dito, segundo fontes do Pentágono, de que “a OTAN não defenderá essa entidade sionista ilegítima do urso [russos]”. De qualquer forma, Netanyahu e seu regime perderam o apoio da maioria dos judeus reais (em oposição aos satanistas armados) por causa de seu comportamento assassino.
Esta denúncia pública de Israel acontece, quando a Arábia Saudita se prepara para anunciar Mutaib bin Abdullah como seu novo governante, substituindo o sionista Bin Salman, que foi assassinado em 21 de Abril, disseram fontes do Pentágono.
https://www.reuters.com/article/us-saudi-government-defence-newsmaker/saudi-prince-relieved-from-national-guard-once-seen-as-throne-contender-idUSKBN1D40VG
https://en.wikipedia.org/wiki/Mutaib_bin_Abdullah
Isso é importante porque significa que o controle do petróleo saudita, o principal suporte do petrodólar, saiu das mãos dos sionistas, dizem as fontes. Com certeza, Bin Salman, que estava diariamente presente na imprensa, até o tiroteio em seu palácio em 21 de Abril, desapareceu da vista do público. No entanto, um anúncio público será necessário, para confirmar o que essas fontes estão dizendo. 
Todavia, uma fonte diferente do Pentágono, na semana passada, avançou com notícias relacionadas que podem afetar o gerenciamento e a propriedade da maioria das empresas ocidentais listadas publicamente. De acordo com essa fonte, os apoiadores militares do regime Trump, estão considerando dar a Leo Wanta e seu pessoal, o controle dos US $ 26 trilhões em fundos que eles alegam terem sido ilegitimamente tirados deles pela facção Bush, da máfia khazariana. Wanta foi convidado para ir a Washington DC, esta semana, para discutir esses fundos, diz a fonte. "Se conseguirem esse dinheiro para a Wanta, eles terão que retirá-lo do Vanguard Group", disse a fonte. O Vanguard (Bush?), Junto com a State Street Coprporation (Rockefeller?) E Blackrock, Inc (Rothschild?), controlam a maioria das grandes corporações ocidentais. 
http://theconversation.com/these-three-firms-own-corporate-america-77072
https://steemit.com/news/@sione/these-big-four-companies-control-the-world-yet-you-ve-probably-never-heard-of-them
O movimento dos militares dos EUA para assumirem o Vanguard e, possivelmente, a State Street, assim como a Blackrock pode estar em preparação para um confronto com uma aliança euroasiática pelo controle do sistema financeiro mundial. Neste contexto, a cúpula da próxima semana entre o presidente dos EUA, Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un é muito mais do que apenas a paz na península coreana. De acordo com os Illuminati Gnósticos, Kim Jong-um, de fato, é o líder de uma aliança que controla a China, bem como grande parte do Leste da Ásia.
Independentemente de saber se isso é verdade ou não, sobre quem Kim venha a ser, uma olhada na situação global do mundo, indubitavelmente, demonstra que o complexo militar-industrial ocidental e uma aliança eurasiana estão negociando uma nova maneira de gerir o planeta.
A chave, a respeito de quem sairá por cima, parece cada vez mais estar com a Índia. A Índia tem uma população jovem, aproximadamente, igual em tamanho ao rápido envelhecimento da população da China. É por isso que o lado dos EUA, tem tentado convencer a Índia a unir-se se unir numa aliança com o Japão, Austrália e Indonésia para "conter a China". Na semana passada, os EUA renomearam seu Comando do Pacífico para Comando Indo-Pacífico, como parte de seu apelo à Índia.
No entanto, os chineses parecem ter a vantagem, na medida em que a Índia se uniu à Rússia e à China como parte da Organização de Cooperação de Xangai, uma aliança econômica e militar na Eurásia.
Na semana passada, o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, falando no encontro de Shangri La, em Cingapura, deixou claro que a Índia não estava interessada em participar de grandes jogos de poder, dizendo que “uma Ásia de rivalidade vai nos levar de volta ao passado, enquanto uma  Ásia de cooperação moldará este século”. Recomendamos ler o discurso não muito longo de Modi, no link abaixo:
http://mea.gov.in/Speeches-Statements.htm?dtl/29943/Prime_Ministers_Keynote_Address_at_Shangri_La_Dialogue_June_01_2018
De qualquer forma, a reunião de Shangri La, em Cingapura, é apenas uma das várias reuniões de alto nível, que acontecerão na preparação para o encontro Kim Trump, na próxima semana. Nesta semana, também, será realizada uma cúpula do G7 (governo ocidental) no Canadá, bem como uma reunião de Bilderberg (governo Ocidental secreto), na Itália, enquanto o Ocidente tenta coordenar sua posição nas negociações de poder maior com a Ásia, na próxima semana.

Agora, vamos voltar para a situação Ocidental, começando pela Europa. Em primeiro lugar, provavelmente não seja coincidência que a reunião de Bilderberg deste ano, esteja acontecendo na Itália, uma vez que o novo regime italiano se opõe ao euro e, portanto, é uma ameaça existencial à União Européia, tal como se encontra agora. Em termos básicos, a matemática econômica torna muito óbvia de que o Sul da Europa (Espanha, Itália, Grécia e Portugal) estaria melhor sem o euro e essa é uma realidade que a elite secreta inevitavelmente terá de enfrentar. Além disso, a queda da casa nazista Bush, significa que, no momento atual, não há mais nenhum apoio sério da indústria militar ocidental para o projeto da UE centrado na Alemanha. Um colapso que, no entanto, acontecerá em câmera lenta.
A outra questão, é que a Eslovénia (a pátria de Melania Trump) juntou-se à Polónia e à Hungria na eleição de um regime que se opõe à atual política de imigração em massa da UE, principalmente de países muçulmanos. A tendência geral é que a Europa Central, agora, esteja se unindo ao Sul da Europa para se afastar da dominação da UE pela Alemanha (mais os lacaios franceses), embora por diferentes razões. O Reino Unido, com o seu Brexit, também já disse não à UE. Claramente, uma Europa profundamente dividida não está em posição de representar o Ocidente em grandes negociações com o Oriente.
O outro importante centro de poder do G7, o Japão, também está em profunda desordem, porque o regime lá é visto pelo submundo asiático como um governo colonial de escravos. Os norte-coreanos são vistos como o governo legítimo da Coreia e do Japão, dizem fontes de direita japonesas e, é por isso que os japoneses foram excluídos das negociações norte-americanas e norte-coreanas. Além disso,  representantes de Bush como Richard Armitage (primo de Barbara Bush) perderam  poder, o que significa que existe um vácuo na rede de controle colonial dos EUA no Japão.
É neste contexto que devemos olhar para a decisão de Trump, de impor tarifas sobre o aço e o alumínio europeus,  japoneses e canadenses. O objetivo é usar essa medida para forçar uma mudança na governança econômica do Ocidente. De certa forma, Trump está certo em dizer que, se os EUA têm um déficit comercial de US $ 800 bilhões por ano, ganhar uma guerra comercial é algo óbvio.
No entanto, o que ele está apenas percebendo, é que a economia dos EUA foi deixada de lado por enormes déficits comerciais, porque os donos do atual sistema financeiro, centrado nos petrodólares, em sua maioria, eram não americanos ou patriotas americanos. Nossas fontes sugerem que é por isso que a mudança com Wanta, se for verdade, pode ser um sinal de que Trump, finalmente, está encontrando o alvo certo. Se Trump conseguir o controle do sistema baseado no dólar, euro e iene, ele estará numa posição muito mais forte para negociar uma nova arquitetura financeira/política global com a aliança eurasiana. Seu regime só precisa reunir mais alguns oligarcas e ele pode ser capaz de fazer isso. Nessa frente, um progresso constante continua, dizem fontes do Pentágono.  
Por outro lado, "A líder nº 2 do culto sexual NXIVM, a atriz Allison Mack, pode ter cantado para derrubar Hollywood e a Bronfmans", dizem as fontes. A família Bronfman enriqueceu vendendo bebida alcoólica para Al Capone e, agora, é uma das principais famílias controladoras de gigantes da mídia como a AOL - Time Warner.
A outra grande entidade da mídia sionista sob ataque é a Disney. "Roseanne Barr, da ABC, foi 'martirizada' para derrubar Valerie Jarret, manipuladora de [Barak} Obama  e seu defensor da Disney, o CEO Bob Iger, CEO da Disney e que seu programa cancelado, pode ser passado para a Fox", dizem fontes do Pentágono. Além disso, eles acrescentam: “Harvey Weinstein e seu ex-empregador, a Disney e outros, podem ser acusados de violações da RICO, por administrarem uma empresa sexual criminosa, uma vez  que Trump pode, até mesmo, nacionalizar esse ícone cultural para proteger as crianças”.
Além disso, em Washington, DC, “agentes do Estado Profundo e Sionistas são história, na medida em que o Departamento de Defesa assume o processo de credenciamento de segurança para todo o governo, permitindo apenas chapéus brancos e patriotas”, dizem as fontes.
O que tudo isso significa é que por trás de Trump, o governo militar está solidificando sua posição como representante do Ocidente nas negociações com a Aliança Eurasiana.
No entanto, Trump precisa aprender que tentativas de intimidação e batidas na mesa não são bem vistas na Ásia. A China deixou claro que vai se encontrar com os EUA na metade do caminho, mas que qualquer tentativa de Trump de tentar causar problemas em suas metas em algum acordo, irá sair pela culatra, emitindo uma declaração que disse, em parte:
"Todos os resultados econômicos e comerciais das negociações não terão efeito se o lado americano impuser quaisquer sanções comerciais, incluindo aumento de tarifas."
http://www.xinhuanet.com/english/2018-06/03/c_137227287.htm
Não obstante, todos os movimentos descritos acima representam uma mudança fundamental de direção, na forma de como o mundo é governado. Agora que o pesadelo apocalíptico sionista está terminando, a humanidade está sendo libertada.

Fim.


Benjamin Fulford

 
 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 




Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.

 
 
geoglobe1
 
$1 via PayPal


Novembro 18, 2015

chamavioleta

Sasquatch, Bigfoot (Pé Grande) existe, afirmam cientistas

Publicado anteriormente a 17/03/2015

bigfoot

Bigfoot (ou Sasquatch – o Pé Grande) existe afirmam cientistas, depois de cinco anos de pesquisa: Veja o vídeo.



A equipe de cientistas gastou mais de £$ 300.000 (cerca de US$ 1 milhão) investigando o que eles afirmam ser uma prova de que essas míticas (até então) bestas existem.

Mas a foto, que saiu hoje, parece ter subitamente assumido um novo significado, pois os cientistas soltaram uma bomba – eles afirmam ter encontrado evidências de DNA para provar a existência dessas criaturas. John Stoneman, 57 anos, estava dirigindo seu carro na companhia de sua namorada há duas semanas quando avistaram a forma corpulenta misteriosa se movendo nas árvores a cerca de 200 metros de distância.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Bigfoot (ou Sasquatch – o Pé Grande) existe afirmam cientistas, depois de cinco anos de pesquisa: Veja o vídeo.

Fonte: http://www.mirror.co.uk/

Por Christopher Bucktin

Caminhando através de uma floresta, enquanto um transeunte que passava calhou de ter uma câmera fotográfica à mão, e fotografou este Bigfoot de sete pés de altura” (2,15 metros) e que poderia ser facilmente descartado como sendo um grande cara em um traje peludo.

Mas a foto (abaixo, a seguir), que saiu hoje, parece ter subitamente assumido um novo significado, pois os cientistas soltaram uma bomba – eles afirmam ter encontrado evidências de DNA para provar a existência das criaturas.




Caminhando através de uma floresta, enquanto um transeunte que passava calhou de ter uma câmera fotográfica à mão, e fotografou este “Bigfoot de sete pés de altura”

Os pesquisadores nos EUA têm relatado suas descobertas, depois de terem gasto £$ 300.000 e passarem cinco anos investigando os avistamentos do Bigfoot, ou Sasquatch como é conhecido na América (nos Himalayas é conhecido como Yeti).

O Dr. Melba Ketchum, um veterinário qualificado, que liderou a equipe, destacou que foi um “estudo sério”. Em seguida, acrescentou: “Não só o DNA comprova a sua existência, eu realmente o vi. Eles são um tipo de pessoa humana, um híbrido humano. ”

Talvez explique as muitas imagens borradas do Bigfoot ao longo dos anos, ela disse: “Eles podem nos iludir. Se você assim mesmo conseguir fotografá-lo, vai ser muito fugaz“. As descobertas, reveladas no Texas pelo Projeto Genoma Sasquatch, deve fazer uma leitura interessante para o homem que fotografou a criatura na floresta.




John Stoneman, 57 anos, estava dirigindo seu carro na companhia de sua namorada há duas semanas quando avistaram a forma corpulenta misteriosa se movendo nas árvores a cerca de 200 metros de distância.

Ele disse: “Eu sou um cético, mas isso não era um urso. É mais largo nos ombros e se reduz – um urso é maior no meio e fica diferente. Este estava em pé como um homem, como um Bigfoot. Tinha cerca de sete pés “(2,15 metros) de altura“.

John, um engenheiro florestal, disse que tirou as fotos em Kinzua State Park, Pennsylvania, uma vez que diminuiu a velocidade do seu carro. Algumas imagens até parecem mostrar uma segunda criatura.

Durante o anúncio do Projeto Genoma Sasquatch, os cientistas publicaram imagens do Bigfoot de uma equipe com projeto semelhante, o Projeto de Erickson, que disse que tinha um “vídeo definitivo e provas de DNA a partir de um sasquatch indescritível“.




O ieti, yeti (do tibetano yeh-teh) ou Abominável Homem das Neves é o nome dado a uma criatura mítica que supostamente vive na região do Himalaya. Segundo a lenda, seriam descendentes de um rei macaco que se casou com uma ogra[carece de fontes]. Frequentemente costuma ser relacionado a outro mito, o do bigfoot (pé-grande ou sasquatch), outra criatura misteriosa, que viveria nos Estados Unidos ou no Canadá. Até hoje, ninguém conseguiu uma prova da existência do ieti, embora muitos rumores tenham sido registrados.

O registo visual mais famoso até hoje ocorreu com o explorador Anthony Wooldridge em 1986. Ele estava acampado nas montanhas localizadas no norte da Índia. Ele teria visto o ieti a alguns metros do acampamento. Segundo ele, o ieti teria ficado imóvel por 45 minutos. Depois que o local foi examinado, foi descoberto que o ieti avistado seria apenas uma pedra coberta de neve. Anthony Wooldridge admitiu que havia se enganado. O governo de Nepal declarou oficialmente, em 1961, que o yeti existe. Teria cerca de 2 metros de altura, assim como seu parente, bigfoot, e também é relatado que possua o mesmo odor fétido, característicos das criaturas citadas em varias civilizações, assim como o mapinguari, na amazônia, o sasquach, no Canadá, o bigfoot nos Estados Unidos, Skunk Ape na Flórida e Orang Pendek, na Indonésia, todos possuem existência não confirmadas.

O Dr. Ketchum disse que tinha pelo menos uma amostra de tecido de um Bigfoot. Ela acrescentou que partes do DNA de várias amostras de sangue e cabelos eram diferente de tudo visto antes em qualquer espécie conhecida.

No ano passado, um fraudador tentando iniciar um indício de Bigfoot foi atropelado e morto enquanto estava na estrada tentando aterrorizar os motoristas.

Assista um filme a seguir de Patterson-Gimlin filmado em 20 de outubro de 1967 por Roger Patterson ( 14 fev 1926 – 15 de janeiro de 1972) e Robert “Bob” Gimlin (nascido em 18 de outubro de 1931) em Bluff Creek um afluente do rio Klamath, a cerca de 25 quilômetros de estrada ao noroeste de Orleans, Califórnia, que eles alegam ser de um Bigfoot.


Como a lenda evoluiu


1924: Prospector Albert Ostman é “seqüestrado” por yetis em British Columbia.

1924: O mineiro Fred Beck foi atacado por pedras jogadas por um “homem-macaco”, em Washington.

1941: Jeannie Chapman foge de um sasquatch com sete pés 6 polegadas de tamanho (cerca de 2,30 metros de altura) na British Columbia.

Follow us: @DailyMirror on Twitter | DailyMirror on Facebook

Publicado originalmente em outubro 2013.

Mais informações sobre o Bigfoot-Sasquatch-Yeti em:
http://thoth3126.com.br/serbatin-de-gee-parte-ii-historias-de-maldek/

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

Novembro 17, 2015

chamavioleta

Elite quer a guerra 

EUA-Europa X Rússia 

Por Ria Novosti

Publicado anteriormente a  25/05/2015 


Nota d'achama: Foi decretado ao nível do creador da galáxia a proibição do uso d armas nucleares. A cabala tudo faz para provocar uma guerra nuclear porque ela precisa da negatividade para se sustentar.  Como o estado de consciência da humanidade já está bem acima do ponto crítico, já não é mais possível uma guerra dessa escala. Somente escaramuças cármicas aqui e ali. Putin sabe disso.


UM CHAMADO DA EUROPA PELA GUERRA CONTRA A RÚSSIA

George Soros, o famoso financista e especulador judeu húngaro-norte americano por trás da rede Open Society Institutes (Institutos Sociedade Aberta), fez um apelo às armas para os povos da Europa: para que eles peguem suas armas, militarizem as suas economias, e joguem fora as correntes da paz - pois é tempo de fazer a guerra contra a Rússia.

Nascido na Hungria com o nome de Schwartz György (Literalmente NEGRO JORGE)- George Soros atualmente é o Presidente da Soros Fund Management, curador da International Crisis Group. e presidente da Open Society Institute, tendo pertencido à Administração do Council on Foreign Relations.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

A Elite quer a guerra EUA-Europa X Rússia

Fonte: http://en.ria.ru/

MOSCOU 05 de novembro (RIA Novosti)

A missiva, entregue na próxima edição da New York Review of Books, não deixa dúvidas sobre a extensão de seu belicismo; quando ele declara:

“É chegado o momento de os países membros da União Europeia de acordar e se comportarem como estados indiretamente em guerra.”


A troca de nome talvez tenha sido para minimizar a obviedade dos seus (NEGROS) interesses.

O NEGRO George – Schwartz György – Soros perdeu um processo judicial na França e no Tribunal Europeu de Direitos Humanos por Insider Trading. Nos Estados Unidos também é conhecido por ter doado montantes exorbitantes para eleger o presidente Barack Obama. No mesmo mês, em 2010, o investidor multimilionário doou US$ 1 milhão para a campanha de um referendo que visava legalizar a maconha na Califórnia. Ele financia o International Crisis Group e a Revenue Watch, que financiam campanhas eleitorais em vários países do mundo.

George Soros não é estranho a política ucraniana. Sua International Renaissance Foundation (Fundação Internacional Renascimento) na Ucrânia atua no país desde 1990, e já gastou US$ 49 milhões de dólares em seus primeiros 15 anos de operação. Desde então, um adicional de mais US$ 51 a 71 milhões de dólares foi gasto por Soros na Ucrânia – um dado desconhecido com exatidão na medida que a despesa total foi removida de relatórios anuais em 2012.

O financiamento de Soros também ajudou na execução da primeira Revolução Laranja, em 2004, onde o presidente Yushchenko declarou Stepan Bandera um herói (nacionalista de direita simpatizante e colaborador do nazismo) nacional, reenergizou as forças fascistas e neo-nazistas que abriram o caminho para o golpe final de fevereiro 2014.

O financiamento concedido influenciou as eleições, trazendo o espírito de Maidan para a esfera política, e fabricou um “movimento para a integração da Ucrânia com a Europa”, longe da Rússia O próprio Soros se regozijou com o anfitrião da CNN Fareed Zakaria em 14 de maio de que a sua fundação “tem funcionado desde então [1990] e que jogou uma parte importante nos eventos atuais”.



O Open Society Institute possui escritórios em 27 países asiáticos e europeus, incluindo a Polônia, Letônia, Estônia, e todas as três nações do Cáucaso. Esses grupos todos seguem uma declaração de missão exaltando suas crenças em “direitos humanos fundamentais, na dignidade e do Estado de Direito” e para ajudar “comunidades étnicas a pressionar por mudanças em seu próprio interesse.”

Usando essas crenças para promover a guerra em vez da “justiça e paz no mundo” é uma profunda perversão dos valores fundamentais da humanidade. A alegação de apoio à tomada de decisão a nível local é desnudada pela exigência e a conclamação de que as nações da Europa devem ir a guerra contra a Rússia.

Será que os 27 escritórios dos institutos de Soros agora apoiariam uma sociedade civil dedicada a trazer a paz para as pessoas na Ucrânia e em toda a Europa e Ásia? Ou eles vão seguir o grito de guerra de seu milionário fundador e começar a agitar suas redes para buscar pelo confronto violento?

Além de exigir que a Ucrânia se transforme a partir de um centro industrial para um campo de batalha devastado pela guerra, Soros também acredita que a chave para uma Ucrânia bem sucedida é um futuro pagamento de volta da dívida europeia. Ele imagina um empréstimo do Fundo Monetário Internacional, que iria “transformar a dívida de Eurobonds e divisas da Ucrânia em longo prazo, em títulos menos arriscados.



“Assim como Argentina e Grécia, os empréstimos do FMI e o consequente programa de austeridade vai ajudar a extrair de todos a riqueza da nação ucraniana e entregá-lo diretamente para os bolsos dos financiadores, como a história demonstra trazendo apenas e ruína econômica e pobreza para os povos destas nações.

Aceitar as exigências do FMI, em vez de olhar para Moscou ou talvez os fundos de reconstrução através do banco BRICS é a característica definidora da coligação de governo (controlado pelos EUA-OTAN) ucraniano pós-Maidan, que é facilmente explicado pelo grande apoio financeiro e pelas organizações de Soros, de sua fundação, e os seus parceiros no Ocidente .

Olhar toda a paisagem da Europa Oriental e considerar que a solução para a situação atual é mais guerra é, certamente, uma agenda extremamente perigosa. Para alguém com a voz, alcance e as finanças de George Soros fazer tal declaração leviana, ele mostra um profundo desgosto para as instituições do pós-guerra da Europa e uma falta de respeito pela dignidade da vida humana.



Os perdedores de todas as guerras são aqueles que são forçados a lutar no conflito, suas famílias e os moradores dos campos de batalha onde se lutou. Buscar e incentivar a guerra não é saudável; exigir que outros entrem em guerra é criminoso.

Para saber mais:
  1. http://thoth3126.com.br/o-ouro-e-o-fim-do-mundo/
  2. http://thoth3126.com.br/eua-barras-de-ouro-falsas-em-fort-knox
  3. http://thoth3126.com.br/o-ouro-dos-eua-nao-existe-mais/
  4. http://thoth3126.com.br/russia-investe-pesado-em-ouro/
  5. http://thoth3126.com.br/a-visao-das-provacoes-dos-estados-unidos-por-george-washington/
  6. http://thoth3126.com.br/eua-golpe-de-estado-a-vista-obama-um-ditador/
  7. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  8. http://thoth3126.com.br/barack-obama-segredos-e-mentiras-sem-fim/
  9. http://thoth3126.com.br/o-futuro-colapso-dos-e-u-a-previsto-por-jornal-da-russia/
  10. http://thoth3126.com.br/eua-a-beira-da-falencia/
  11. http://thoth3126.com.br/a-maior-fraude-financeira-da-historia-mundial/
  12. http://thoth3126.com.br/russia-e-china-assinam-acordo-de-400-bilhoes/
  13. http://thoth3126.com.br/china-um-golpe-de-estado-no-mercado-mundial-de-ouro/
  14. http://thoth3126.com.br/russia-e-china-abandonam-o-dolar-americano/


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

15Share on Facebook (Opens in new window)15
2Click to share on Twitter (Opens in new window)2
Click to share on Reddit (Opens in new window)
Click to email this to a friend (Opens in new window)

URL: http://wp.me/p2Fgqo-7yZ 

Posted by Thoth3126 on 25/05/2015 


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Ria Novosti


Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

Atualização diária 


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?
achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 

EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government
ES: LLAMA VIOLETA







Setembro 20, 2015

chamavioleta

Sinkhole enorme surgiu na Inglaterra

Publicado anteriormente a 04/03/2015

cowshill-sinkhole.01

Um enorme Sinkhole (Sumidouro) com cerca de 100 pés de largura (cerca de 30 metros) apareceu durante uma noite em Pennines e é tão profundo que você não pode ver o fundo.

O Sr. Hensby, 71, que mora em Cowshill, perto de Bishop Auckland, Durham County, disse: “Eu não sei onde isso vai acabar. “O buraco ainda está crescendo. É espantoso. Se você tivesse ouvido o barulho, da terra caindo com estrondo quando aconteceu pela primeira vez, então você entenderia como foi aterrorizante. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

Um enorme Sinkhole com cerca de 100 pés de largura (cerca de 30 metros) apareceu durante noite em Cowshill (Pennines) e é tão profundo que você não pode ver o seu fundo

Por Chris Pleasance para MAILONLINE

 
• Agricultor John Hensby, 71, diz que a sua parceira Sam Hillyard, 39, descobriu o buraco numa quinta-feira de manhã;
• Desde então o enorme buraco só tem crescido, ele esta preocupado pois há previsão de chuvas, o que poderá aumentar o colapso;
• Ele também está preocupado que seus cães ou uma das ovelhas que pastam nas pastagens ao redor poderiam cair no enorme buraco:

cowshill-sinkhole.05
Um sumidouro com cerca de 30 metros (100 pés) de largura apareceu durante a noite de quarta-feira nas Pennines e foi descoberto pela primeira vez por Sam Hillyard, 39, quando ela estava andando com seu cães na manhã do dia seguinte. 


“Minha parceira Sam estava andando com um de nossos cães, quando ela descobriu o enorme buraco na nossa terra, há cerca de 80 metros de distância da nossa casa.
“O terreno é cercado por uma fazenda de ovelhas e há duas ou três perambulando ao redor no momento. Se uma ovelha caísse no buraco, então seria o fim dela. Seria o mesmo para os dois cães. Você não seria capaz de chegar até eles ou até mesmo de vê-los”.
Sr. Hensby acredita que o colapso pode estar ligado a mineração de ferro ou de chumbo na área, do século 19, embora ele tenha sido incapaz de encontrar evidências de um eixo da mina que possa ter entrado em colapso.

cowshill-sinkhole.04
O Sr. Hensby também teme que seus cães ou uma das suas ovelhas que pastam nos campos ao redor poderiam cair no buraco, e ele não seria mais capaz de salvá-los.


Embora a mineração de chumbo começasse nos Pennines cerca de 2.000 anos atrás, as operações comerciais não começaram até meados dos anos 1800 e continuou até o início de 1900, começando de novo por alguns anos durante a Primeira Guerra Mundial.

Por esta altura o cenário estava repleto de chaminés e enormes rodas d’água que foram usados para classificar minério útil do solo e outras sucatas, embora apenas alguns permanecem até hoje.

As minas também produziram minério de zinco, minério de ferro, e fluorspar também conhecido como fluorita, embora as áreas sejam menos conhecidas para estes minérios.

Cowshill-sinkhole-Locator_Graphic_

Sr. Hensby, que vive com sua parceira Sam, um acadêmico da Universidade de Durham, acrescentou: “De tempos em tempos pequenos buracos se abrem em nossa terra, mas nunca soube que eles fossem tão grandes antes.

“Alguns especialistas do conselho municipal vieram inspecionar o buraco ontem, mas não temos certeza do que pode ser feito. Estamos cruzando os dedos para que ele não fique muito maior, mas já está se aproximando de um passeio público agora.

cowshill-sinkhole.03
O proprietário das terras, o Sr. Hensby acredita que o buraco poderia ter sido causado por uma mina de minério de ferro ou uma mina de chumbo, ambos operados na região no século 19. 

Ele acrescentou que está trabalhando para aumentar a população de aves selvagens em sua terra, e espera que o surgimento do enorme sinkhole não venha a ter um impacto negativo em seus planos.

Saiba mais aqui:
  1. http://thoth3126.com.br/category/mudanca-nos-polos-e-campo-eletromagnetico-do-planeta/
  2. http://thoth3126.com.br/buraco-sinkhole-gigante-surge-na-russia/
  3. http://thoth3126.com.br/sons-misteriosos-sendo-ouvidos-em-todo-o-planeta/
  4. http://thoth3126.com.br/poderosa-emissao-de-onda-de-energia-do-nucleo-da-terra-foi-gravado/
  5. http://thoth3126.com.br/sons-estranhos-nos-ceus-da-terra-explicados-por-cientista/
  6. http://thoth3126.com.br/poderosa-energia-emitida-pelo-centro-da-galaxia-foi-registrada/
  7. http://thoth3126.com.br/o-cinturao-de-fotons-acelera-as-mudancas/
  8. http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
  9. http://thoth3126.com.br/sinkholes-surgem-por-todo-o-planeta/
  10. http://thoth3126.com.br/sinkholes-mais-dois-buracos-surgem-na-siberia/
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.





URL: http://wp.me/p2Fgqo-79s

Posted by Thoth3126 on 04/03/2015


Por favor, respeitem todos os créditos


Arquivos em português:


http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Chris Pleasance



Atualização diária


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Setembro 18, 2015

chamavioleta

2017 – O ano do FIM dos EUA ?

Publicado anteriormente a 15/03/2015



Quando o globalismo chegar ao fim… 2017, o ano da dissolução dos Estados Unidos da América.

“A liberdade de uma democracia não é segura se o povo tolera o crescimento de poder privado ao ponto de tornar-se mais forte que o próprio Estado democrático. Isto, em essência, é fascismo – o apossamento do governo por uma pessoa, por um grupo, ou qualquer poder privado de controle” Franklin Delano Roosevelt


Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: http://www.globalresearch.ca/

Por Paul Craig Roberts - Global Research

Foi em 2017 - Os clãs governavam a América:


Os primeiros clãs organizaram-se em torno das forças da polícia local. A guerra ao crime dos conservadores durante o fim do século XX e a guerra ao terror de Bush/Obama durante a primeira década do século XXI deram como resultado a polícia tornar-se militarizada e inimputável.



Quando a sociedade se decompõe, as polícias tornam-se os senhores da guerra. A polícia do estado separou-se e os seus oficiais foram incluídos nas forças locais das suas comunidades. As tribos recém formadas expandiram-se para incorporar parentes e amigos da polícia.

O dólar como divisa de reserva mundial entrou em colapso em 2014 quando o agravamento da depressão econômica deixou claro para os credores de Washington que o déficit do orçamento federal era demasiado grande para ser financiado, a não ser pela impressão de dinheiro.

Com a morte do dólar, os preços das importações dispararam. Como os americanos eram incapazes de aceder a bens fabricados no estrangeiro, as corporações transnacionais que estavam a produzir lá fora para mercados nos EUA entraram em bancarrota, corroendo mais uma vez a base de receitas do governo.

O governo foi forçado a imprimir dinheiro a fim de pagar as suas contas, provocando a ascensão rápida dos preços internos. Confrontada com a hiper-inflação, Washington adotou o recurso de acabar com a Segurança Social (sistema de aposentadorias) e o Medicare (assistência médica) e a seguir confiscou os remanescentes das pensões privadas. Isto proporcionou um ano de alívio, mas sem mais recursos para confiscar, a criação de dinheiro e a hiper-inflação recomeçaram.


A desvalorização do dólar desde 1913.

A distribuição organizada de alimentos rompeu-se quando o governo combateu a hiper-inflação com preços fixados e a ordem de que todas as compras e vendas tinham de ser na divisa de papel dos EUA. Relutantes em comerciar bens valiosos por papel depreciado e sem valor nenhum, os bens desapareceram das lojas.

Washington respondeu tal como Lenin o havia feito durante o período do “comunismo de guerra” da história soviética. O governo enviou tropas para confiscar mercadorias para distribuição em espécie à população. Isto foi um expediente temporário até que os estoques existentes fossem esgotados, pois a produção futura foi desencorajada. Grande parte dos estoques confiscados tornou-se propriedade das tropas que apreenderam os bens.

As mercadorias reapareceram em mercados sob a proteção de senhores da guerra locais. As transações eram efetuadas em escambo (barter) e em ouro, prata e moedas de cobre. Outros clãs organizaram-se em torno de famílias e indivíduos que possuíam estoques de alimentos, barras de ouro, armas e munições. Formaram-se alianças incômodas para equilibrar as diferenças nas forças dos clãs. As traições rapidamente fizeram da lealdade um traço necessário para a sobrevivência.



A produção em grande escala de alimentos e outros bens veio abaixo e entraram em colapso quando milícias locais tributaram a distribuição dos bens transportados através dos seus territórios locais. Washington apropriou-se da produção interna de petróleo e das refinarias, mas grande parte da gasolina do governo era paga em espécie para poder passar em segurança através dos territórios dos clãs.

A maior parte das tropas nas bases militares de Washington no estrangeiro foram abandonadas. Quando os seus estoques de recursos ficaram esgotados, os soldados abandonados foram forçados a alianças com aqueles com quem tinham estado a combater.



Washington descobria que era cada vez mais difícil manter-se a si própria. Como perdia o controle sobre o país, Washington era menos capaz de assegurar qualquer abastecimento vindo do estrangeiro como tributo daqueles a quem ameaçava com ataque nuclear. Gradualmente outras potências nucleares perceberam que o único alvo a ser atacado na América era Washington. Os mais astutos anteviram acontecimentos fatais e afastaram-se para longe da antiga cidade capital dos EUA.

Quando Roma começou o seu império, a sua divisa consistia em ouro e prata cunhadas. Roma era bem organizada com instituições eficientes e a capacidade para abastecer tropas nos campos de batalha de modo a que as campanhas militares para anexar territórios e suas riquezas pudessem continuar indefinidamente, um monopólio naquele mundo do tempo de Roma.



O Império Romano perdurou por séculos. O Americano entrou em colapso da noite para o dia.

Quando o orgulho arrogante remeteu a América para a busca da formação de um império além-mares, a aventura coincidiu com a deslocamento da manufatura, da indústria e dos empregos de serviços profissionais da América para o exterior, principalmente a China, em busca de mão de obra barata e da correspondente erosão da base fiscal do governo, com o advento de déficits orçamentais e comerciais maciços, com a erosão do valor da divisa de papel fiduciário e com a dependência da América de credores estrangeiros e de governantes fantoches. A corrupção de ‘Roma’ tornou-se a força dos seus inimigos e o Império Ocidental foi invadido.

O colapso da América verificou-se quando o governo cessou de representar o povo e tornou-se o instrumento de uma oligarquia privada (Illuminatis, Bilderbergs, Skull and Bones, New World Order, Sionistas Askhenazis, Nazistas, CFR-Council Foreign Relations, CIA, N.S.A, FEMA, Rothschild, Reptilianos, etc…). As decisões eram tomadas em busca de lucros a curto prazo para poucos e com despesas de passivos não administráveis para muitos.

Esmagado pelos passivos, o governo entrou em colapso. O globalismo havia chegado ao fim. A vida foi reformada numa base local e o caos se instalou…

Paul Craig Roberts foi Editor do Wall Street Journal e Secretário Assistente do Tesouro dos EUA do governo Ronald Reagan. O seu último livro pode ser encomendado através deste link: “How the Economy Was Lost“. PaulCraigRoberts@yahoo.com

O original encontra-se em: http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=20443
poçocoletivo
 
 Os americanos estão no seu momento mais vulnerável; 
Eles são vulneráveis porque são preguiçosos mentalmente
Eles são preguiçosos mentalmente porque são ingênuos
Eles são ingênuos, porque eles são ignorantes;  
Eles são ignorantes porque são desinformados deliberadamente;  Eles são desinformados deliberadamente porque acreditam em seu governo e mídia nacional !!!   
Assim como todos os demais povos do planeta Terra…

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original  e mencione as fontes.


Posted by Thoth3126 on 15/03/2015


URL: http://wp.me/p2Fgqo-17t


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=
Paul Craig Roberts

 
Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Setembro 18, 2015

chamavioleta

Nova Ordem Mundial: 

A “missão” anglo-saxônica – 1

Publicado anteriormente a 08/03/2015

NWO-Nova-Ordem-Mundial-01

NWO (New World Order), a Nova Ordem Mundial 

 A Missão Anglo-Saxônica

Parte 1:  



Bill Ryan (B): Eu quero agradecer a você por ter concedido esta entrevista, pois que ficou muito claro para mim, depois que eu tinha lido seu relatório escrito, de que você tem alguma informação altamente significativa que precisa ser compartilhada com o público em geral.


E é nosso trabalho no Projeto Camelot de ajudar a atingir as pessoas que têm conhecimento suficiente para entender o que você está dizendo, porque é importante, e para colocar o assunto em perspectiva com outras informações que todos possam ter.





“O inferno esta vazio. Todos os demônios estão aqui na Terra.” Shakespeare (Saint Germain)

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Transcrição da entrevista Bill Ryan – Project Camelot janeiro 2010

Fonte: http://www.thetruthseeker.co.uk/?p=12308



{n.t.: ANGLO-SAXÃO é a denominação resultante da fusão de três povos germânicos, os anglos, os saxões e os jutos que invadiram e se fixaram no norte, leste e no centro da INGLATERRA no século V.





Os DRAGÕES (e reptilianos) abundam na simbologia de Londres …

Os Anglos são um antigo povo germânico cujo nome deriva-se da antiga região cultural de Ânglia, um distrito localizado em Schleswig-Holstein, hoje no norte da Alemanha. Os ANGLOS foram um dos maiores grupos a fixar-se na Britânia no período pós romano, fundando diversos reinos da Inglaterra Anglo-saxônica e instalando-se na Ânglia Oriental, Mércia e na Nortúmbria no século V d.C. Esse nome é a raiz do nome “Inglaterra”. Em relação aos SAXÕES, podemos afirmar que foram um antigo povo da Germânia, habitantes da região próxima da foz do rio Elba e correspondente à atual região do Holstein na Alemanha. O indivíduo desse povo é o saxônico, saxônio ou saxão. Jutlândia, a terra dos JUTOS historicamente é o nome da península que se projeta no Norte da Europa (Alemanha) para o resto da Escandinávia, formando a parte continental da Dinamarca . Tem o Mar do Norte a oeste, o Kattegat e o Skagerrak ao seu norte, o Mar Báltico, a leste, e a fronteira dinamarquesa com a Alemanha no sul. O estado alemão de Schleswig-Holstein é parte da Península Cimbriana mas não faz parte da Jutlândia. Fim de citação}


Bill Ryan (B): Eu quero agradecer a você por ter concedido esta entrevista com o que ficou claro para mim, uma vez que eu tinha lido seu relatório escrito que você tem alguma informação altamente significativa que precisa ser compartilhada. E é nosso trabalho no Projeto Camelot de ajudar a atingir as pessoas que têm conhecimento suficiente para entender o que você está dizendo, porque é importante, e para colocar o assunto em perspectiva com outras informações que todos possam ter.

E para apresentar tudo isso, pergunto se você poderia dizer o que é que você está preparado para nos dizer sobre os registros, sobre sua história … Aquilo que, em geral, você acha que é bom para compartilhar sobre o assunto.

A Testemunha (W): Tudo bem. A informação que eu já tenho compartilhado com você, eu sinto, não é muito chocante. Eu sinto que é algo que um monte de gente já terá apreendido com a quantidade de informações que está recebendo e já postada na internet. Se há alguma originalidade na informação que eu estou oferecendo a vocês, que me parece que deve ser compartilhada, é que é informação nova em primeira mão e é dada a vocês livremente para quem quiser usá-la e se informar. Eu acho que essa é a minha posição inicial sobre este assunto.

Pela minha parte, passei um longo tempo no Exército Inglês e em seguida em um alto cargo na administração da Cidade de Londres, e de dentro de ambas as instituições é que eu me tornei intimamente ligado com os eventos que estão sendo fabricados secretamente, acobertadamente e em nome de um grupo de pessoas – não posso dizer que é em nome de uma nação ou de uma comunidade, pois certamente não é nada disso – mas é certamente algo a ver com um grupo de pessoas cujos interesses são muito próprios e pessoais e que eles estão fazendo de tudo para forçar uma série de eventos para que aconteçam.

Olhando para trás agora, em retrospecto, na linha do tempo, eu posso ver muito claramente que eles estão sendo muito mais bem-sucedidos do que eu imaginava, em fazer o que eles estão fazendo. E eu sinto, pelo que eu sei, que o tempo está se esgotando para essas pessoas. Estamos chegando a um momento crítico agora, que todo mundo está discutindo no momento. Estou muito bem consciente disso. Mas a informação que eu trouxe pode colocar alguma luz em várias questões para as outras pessoas que deve ser considerada. E quanto à veracidade das informações, só posso dizer-lhes que o que vou dizer é verdadeiro, embora muita gente possa pensar que é apenas uma percepção. Estou muito feliz com isso também. Mas tem sido a minha experiência, e é essa experiência que eu estou compartilhando a partir de agora.

Bill Ryan: Sim. O que seria ótimo se você pode diferenciar as informações que vieram até você, em primeira mão quando você esteve fisicamente em encontros com algumas dessas pessoas, e outras informações que você tem que voce obteve através de meios mais subjetivos, e que você pode se sentir muito confiante a respeito delas. É importante separar a proveniência das informações. Mas para você, é claro, e para as muitas outras pessoas que estarão lendo isto, para que realmente formem uma imagem coerente. Certo?

Testemunha W: Sim. Eu acho que é importante. Acho que algo assim tem que ser coerente. E é claro que há um elemento subjetivo que, quero dizer, eu não posso negar isso. Mas, você sabe, tudo isso poderia ser encarado como sendo subjetivo, mas também é testemunhado pelo meu ponto de vista. Esperemos que, como eu vou descrevê-lo, as pessoas sejam capazes de ver através de qualquer sentimentos subjetivos que eu tenho sobre o assunto e cheguem no cerne do que está acontecendo.

Bill Ryan: Certo. Agora, se você poderia apenas adicionar um pouco de detalhes sobre o grupo a que se referiu. Será que este grupo tem qualquer tipo de nome que estão usando para designarem a si mesmos? É este um grupo que outras pessoas ao lerem esta entrevista iriam reconhecer quando a informação de referência fosse cruzada?

W: Eu tenho dificuldade em tentar descrever essas pessoas. Eu os chamei como um “Band of Brothers“(uma Bando de Irmãos). Eu também os chamo de “acima do governo”. Há também outros nomes que eu poderia chamá-los, alguns deles depreciativos, e que seria merecido. [Risos] Mas eu acho que o melhor modo, o caminho mais sensato para descrever essas pessoas, para que os leitores possam entender o que eles gostam de fazer, é que eles estão acima e sobre os governos, porque é isso que eles estão fazendo.



Bill Ryan: Você está falando sobre o povo britânico, ou pessoas internacionais?

W: O encontro de que participei, que me referirei mais tarde, todos eram britânicos, e alguns deles são personagens muito conhecidos e que as pessoas do Reino Unido reconheceriam imediatamente. Aqueles que são figuras internacionais, os que lerem este material podem ter que fazer um pouco de investigação sobre eles. Mas eles são figuras nacionais, alguns deles.

Bill Ryan: Eles são figuras políticas? Ou eles são figuras das “classes nobres”, por assim dizer?

W: Sim, há um pouco de aristocracia ali, e alguns deles vêm de famílias muito aristocráticas. Há quem eu identifiquei nessa reunião, um que é um político sênior. Dois outros já foram figuras importantes da polícia britânica, e um dos participantes foi um militar. Todos são conhecidos nacionalmente e todos são figuras-chave na assessoria do atual governo britânico - no tempo presente, em 2010.

Bill Ryan: E na medida em que há o elemento político participando nisso, este componente político atinge ambos os lados, todos os partidos?

W: Não, esse político sênior pertence ao partido de direita na Grã-Bretanha, o Partido Conservador.

Bill Ryan: Tudo bem. Para benefício dos leitores norte-americanos, o que seria o equivalente dos republicanos.

W: Sim.

Bill Ryan: Tudo bem. Então, é um grupo de iniciados, que funciona na Grã-Bretanha como muitos leitores americanos desta entrevista iria reconhecer, por analogia – é como o governo americano secreto. Você está falando de políticos nos bastidores que ainda são muito influentes, as ligações com a polícia, as ligações com os militares. Há também conexões com militares americanos com esse grupo?

W: Sim.

Bill Ryan: Tudo bem.

W: Uma figura militar significativa, atualmente aposentado, mas ativo na orientação do governo atual.

Bill Ryan: Tudo bem. Você está ciente de, ou você já ouviu em qualquer discussão, de qualquer participação de autoridades da Igreja ou do Vaticano ou de qualquer uma das religiões do mundo? O assunto esteve presente ou foi mencionado como parte do planejamento estratégico do grupo em tudo isso?

W: Não. De forma alguma, mas sei que a Igreja da Inglaterra, a Igreja Anglicana especialmente, é cúmplice de tudo o que está acontecendo, a cumplicidade é totalmente.

Bill Ryan: Tudo bem. E você sabe sobre isso por causa da estreita relação entre figuras eminentes da Igreja da Inglaterra e do grupo que você encontrou na cidade de Londres?

W: Com certeza. Você não precisa ser um perito forense para descobrir a conexão da igreja inglesa. Tudo foi bastante aberto.

Bill Ryan: Tudo bem. Isso é tudo “fundamentalmente maçônico” (secreto)?

W: Com certeza. Não há dúvida sobre isso. Todos são examinados por esse processo, através do processo maçônico, e então eles têm a oportunidade de reconhecer um ao outro. Isso é algo que as pessoas precisam entender. Existem vários níveis na Maçonaria. Você sabe, a maioria dos maçons não sabem absolutamente nada do que acontece nos níveis mais elevados, no topo da hierarquia, e eles estão lá fora, fazendo um bom trabalho para a maior parte e obtêm o benefício de participar de uma espécie de “clube”, por assim dizer.

Mas isso passa por vários níveis. Algumas pessoas chamam isso de “graus” (de iniciação) ou qualquer coisa assim. Mas é um quem é quem. Isso é – em quem se pode confiar, que podem estar reunidos juntos, quem detém o poder, quem esta a desenvolver mais poder ainda. E essas pessoas se atraem e eles ficam juntos, porque todos eles têm uma única causa e objetivo. Mas não é exatamente como uma causa maçônica, você sabe. É algo que pode ser comparado a ele, mas não a mesma coisa.



Bill Ryan: Você poderia explicar isso um pouco mais claramente?

W: Bem, acho que a melhor maneira de explicar isto é assim: a Maçonaria, como é do meu conhecimento, é apenas um veículo, um meio para essas pessoas. Ela permite que eles se reúnam em silêncio, em segredo, a portas fechadas, para conhecer um ao outro, se sentirem seguros e sabendo com segurança que o que é dito nestas reuniões e que não vão além dessas reuniões, de suas paredes.

Então, o grupo tem esse elemento maçônico, mas isto vai para um nível totalmente diferente. Agora, a reunião de que eu estou falando, eu nem mesmo considero essas pessoas a um nível significativo – foi bastante significativo para mim na época -, mas eles estavam discutindo as coisas que já estavam acordadas e planejadas e determinadas. Eles estavam realmente se reunindo para compartilhar informações, para saber como a implantação da agenda estava indo, se bem e o que era necessário para mantê-la na sua execução.

Bill Ryan: Então as coisas já tinham sido decididas em um nível ainda superior ao deles. É isso que você está dizendo?

W: Isso foi muito claro há época. Pelo que eu ouvi, que eles não eram um grupo de decisão. Eles eram como um grupo de ação, execução. Eram pessoas que precisavam se reunir hoje e, em seguida, para discutir em conjunto o que precisava ser feito, ou o que estava sendo feito, e o que deveria ser ainda feito, de acordo com a agenda determinada. E então eles se dispersam e voltam a fazer o que precisam fazer, como resultado dessas reuniões.

Bill Ryan: Tudo bem. E você assistiu a uma dessas reuniões?

W: Apenas uma.

Bill Ryan: E qual a capacidade para que você assistisse a esta reunião?

W: Foi por puro acaso! Eu pensei que era um encontro normal trimestral, porque eu olhei a lista de e-mail, que tinha nomes conhecidos sobre o encontro, e eu estava nela. Mas por esse tempo, por causa da posição sênior que eu tinha dentro da administração da Cidade de Londres, eu pensei que era normal para mim estar convocado para esse tipo de reunião. Então, quando eu fui para a reunião, não era o mesmo local de antes. Era no endereço de uma empresa de serviços da cidade, o que era bastante incomum, mas não muito incomum para saber o por quê do local. Fui a essa reunião e não era a reunião que eu estava esperando. Acredito que fui convidado … Foi por causa da posição que eu tinha na administração da cidade de Londres e porque eu acho que acreditaram que, como eles, eu era um deles, um integrante do grupo.

Bill Ryan: Então você foi incluído porque já o conheciam. Você foi considerado como membro seguro do grupo?

W: Com certeza. Sim. Eu era um par de mãos seguras. Eu era um fazedor, um executivo. Eu era uma das pessoas que, no meu nível na organização, fazia as coisas.

Bill Ryan: Tudo bem.

W: E eu era visto como “aquele”. Muitos integrantes me conheciam há algum tempo, até mesmo os indivíduos de posição mais elevada entre eles. Quer dizer, era os principais nomes, esse tipo de coisa. E eu também tinha sido convidado regularmente para várias funções, funções sociais, e coisas assim, onde me familiarizei com alguns deles e algumas dessas pessoas se tornaram muito familiares comigo. Assim era de trato fácil, nada muito fora do comum, quase profissional, embora os sinos começassem a tocar quando eu soube o que eles estavam fazendo e o que eles estavam planejando, o tipo de decisões que eles estavam tomando, que em grande parte, eu ignorava. Parece inusitado, mas havia uma parte de mim que queria ignorar o que estava acontecendo.



Bill Ryan: Você está dizendo que neste encontro particular de que estamos falando, as pessoas que participaram da reunião estavam familiarizados com você, em grande parte, e você participou de outras reuniões com eles antes, fora do grupo, mas este foi um encontro com uma diferença, porque estava em um local diferente e com uma agenda diferente, embora os delegados para a reunião foram basicamente o mesmo grupo? É isso que você está dizendo?

W: Não, não exatamente. Eu conhecia a maioria dos participantes na reunião, mas não todos. Havia cerca de 25 ou 30 pessoas que estavam na reunião. E parecia ser uma reunião bastante informal, você sabe, as pessoas que queiram conhecer um ao outro, se atualizando como as pessoas fazem. Não havia nada de estranho nisso. Foi quando os objetivos e assuntos reais da reunião começaram a vir à tona, para meu espanto, começou a subir a minha surpresa com o que estava sendo dito.

Bill Ryan: Foi como uma reunião formal presidida em torno de uma mesa, com notas e copos de água, e todo esse tipo de coisa?

W: Não do tipo. Nenhuma anotação foi feita – nada. Foi realmente uma reunião atrás de portas fechadas com pessoas falando uma com a outra, algumas pessoas segurando o público com seus assuntos, explicando quais eram suas preocupações, catapultando para outras coisas que eles pensavam que lhes diziam respeito. E então descrevendo, o que só posso dizer como “cronograma de eventos”, o que tinham antecipado que estava acontecendo, de estar em curso, e muitas preocupações, porque muitos não foram realizados. E o que era para já ter acontecido na linha do tempo que não havia acontecido, e que ações e providências seriam tomadas para que tudo planejado acontecesse. E é aí que as coisas começaram a ficar muito surreais para mim – porque eu nunca tinha estado na companhia de pessoas assim, falando desse jeito e sobre tais assuntos.

Agora, o grupo de pessoas de que eu estava mais familiarizado, as pessoas que fazem o trabalho dentro da cidade de Londres, eles pertencem a vários comitês financeiros conhecidos, alguns deles de bastantes e diversas comissões, mas todos eles pertencem à mesma organização. Estas são pessoas que passam desapercebidos, a maioria das pessoas não sabem quem eles são. Eu os conheço. Eu os conheço de vista, pelo nome. Conheço-os pelo que fazem. Foi em relação a outras pessoas que estavam lá no momento que me surpreenderam. Três outras pessoas, em particular. Havia mais pessoas ali que estavam em seu tipo de nível, que eu não conseguia identificar bem, mas três eram de importância, com certeza.

Bill Ryan: Ok, agora quando foi esse encontro? Vamos colocar uma data para isso.

W: Ok. Estamos falando de 2005. Foi depois da eleição geral de maio – que é quando Tony Blair foi eleito novamente. Essa reunião teve lugar definitivamente algum tempo, em junho daquele ano.

Bill Ryan: Não há problema em colocar no registro que foi em junho?

W: Foi em Junho de 2005 está bem. Sim.





Os DRAGÕES alados são um SÍMBOLO de Londres

Bill Ryan: Tudo bem. Agora eu me pergunto então se você poderia nos contar o que foi que foi discutido naquela reunião.

W: Bem, como eu mencionei, eu estava bastante surpreso ao ver a quantidade de pessoas que estavam lá. A reunião variou de várias discussões que abrangem vários itens ou coisas que estavam acontecendo no mundo naquele momento, então houve uma discussão quase muito grande sobre a segurança interna do país.

E uma dessas três pessoas-chave que mencionei anteriormente e que agora assumiu o comando sobre isso … Ele realmente está comandando esta área agora. Ele está no governo, esta lá agora. Ele está na posição agora. A grande coisa na época era o Iraque. Assunto que estava em sua agenda, mas também, surpreendentemente (para mim na época), houve muita conversa e assunto sobre o IRÃ.

E o que realmente me surpreendeu e me levantou as sobrancelhas, foi a menção, abertamente mencionado na reunião – lembre-se que eram pessoas falando confortavelmente umas com as outras, não discutindo ou gritando – mas falando calma e confortavelmente sobre a relutância de Israel para atacar o Irã e provocar a ação armada, uma GUERRA no Oriente Médio. Isso foi algo que realmente me eriçou/levantou os cabelos na parte de trás do meu pescoço. E parecia que o governo israelense estava amarrado ao que estava acontecendo aqui e tinha um papel a desempenhar e que estava sendo determinado fora das fronteiras israelenses. Um ano depois, Israel atacou as bases do Hezbollah no Líbano, que eram apoiadas pelos iranianos.

E então a segunda coisa que saiu na reunião que eu me lembro claramente era falar da relutância japonesa para criar o caos dentro dos setores financeiros chinês. Eu realmente não conseguia entender por que eles estavam falando sobre isso e por que isso tivesse qualquer importância. O que eu aprendi com isto parecia ser que o governo japonês, ou aqueles que, no Japão, estavam sendo coagidos ou ordenados a fazer algo que destruiria ou retardaria a ascensão da China como um poder financeiro global.

Foi mencionado que a China estava crescendo muito rapidamente e os principais beneficiários desse crescimento era o poderio militar chinês, que estava se modernizando rapidamente, principalmente através do dinheiro que eles estavam recebendo a partir do mercado mundial. E então as coisas … e este é o lugar onde eu não posso ajudar, mas ser subjetivo, Bill. Como na época eu lembro que eu comecei a me sentir muito doente sobre o que estava sendo falado, e muito ansioso e surpreso com o que estava sendo dito. Eu estava na periferia desta reunião e eu podia sentir a ansiedade só subir dentro de mim porque este era um assunto surpreendente que estava sendo falado de improviso. O assunto não foi anunciado antecipadamente a ninguém e era sobre coisas que eles já sabiam antecipadamente.

Então havia uma conversa aberta sobre o uso de armas biológicas, onde e quando elas seriam utilizadas, a agenda e o calendário. E o tempo sempre pareceu ser crucial. E depois houve mais conversa centrada em como o IRÃ deve ser envolvido militarmente, a fim de provocar resposta desejada dos militares a partir da China. Havia uma expectativa clara de incitar o IRÃ a algum tipo de conflito armado com o Ocidente, com a China vindo em auxílio do IRÃ. Através da resposta a esta incitação, a China ou o IRÃ iria usar uma arma nuclear tática (explosão nuclear de baixa potência centralizada e localizada) de algum tipo.

E, como já me referi, estas pessoas não estavam tomando as decisões. Eles estavam discutindo algo que já fora planejado e que estava EM EXECUÇÃO, então eles estavam simplesmente compartilhando suas informações entre si. E ficou claro que essas discussões também eram sobre a questão central desta reunião, de quando o balão subiria – quando tudo isso iria acontecer. Outras discussões estavam centradas em lidar com finanças, recursos, proteção de ativos, e um controle eficiente desses recursos e trazendo-os para ativos periféricos. E eu posso descrever essa cadeia de eventos com você agora, Bill, se você quiser.



Bill Ryan: Eu ficaria muito feliz em entrar em tantos detalhes como você achar que puder dar.

W: Ok. Agora, como já foram mencionados anteriormente, eles precisam tanto dos chineses ou dos iranianos para serem culpados de ser o primeiro no uso de armas nucleares a fim de justificar a próxima fase do plano.

Mas a minha informação vem através desta reunião, e de outros lugares, de forma positiva indica que os iranianos têm certamente uma capacidade nuclear tática agora. Eles não a estão desenvolvendo. Eles já têm isso em mãos.

Bill Ryan: Alguns dizem que poderiam ter conseguido as armas nucleares com os russos, talvez. Você tem alguma idéia sobre isso?

W: Eu acredito que foi com os chineses.

Bill Ryan: Com os chineses … ok.

W: É, porque a tecnologia chinesa tem sido, durante muitos anos, usada em seus sistemas de mísseis (do IRÃ). Eles estão adquirindo também tecnologia de mísseis da Rússia, mas esta é na maior parte em sistemas de defesa de mísseis de Terra – Ar, esse tipo de coisa – armas defensivas. O Armamento Tático de mísseis – essa tecnologia está vindo através da China.

Bill Ryan: Você tem alguma experiência neste assunto a partir de sua própria formação militar?

W: Sim, eu tenho.

Bill Ryan: Ok, então isso significa que, neste encontro você estava ouvindo essa informação, você foi capaz de ouvi-la com sua experiência militar, e entender de forma estratégica e taticamente o que eles estavam falando e por quê.

W: Ah, sim com certeza. Eu poderia ter mesmo argumentado e corrigido a terminologia usada, porque eu acredito que eles estavam recebendo algo errado, mas eles estavam apenas descrevendo o assunto da melhor maneira que podiam.

Bill Ryan: Certo.

W: Então sim, eu tenho conhecimento bastante profundo desses tipos de armas e sistemas de armamento em geral.

Bill Ryan: Ok, de volta para onde estávamos, que era uma pequena nota de rodapé que você ia colocar ali, dizendo que se sentiu, como uma piada, mas você também confia de que o IRÃ já possui uma capacidade nuclear atual.

W: Sim, se eu posso colocar isso aqui, Bill, antes que isto me escape … A discussão se inclinou em direção ao IRÃ com esse tipo de arma disponível. Penso que a distinção teria sido feita lá naquele momento se o IRÃ não tivesse a capacidade nuclear. Não foi mencionado que eles não tenham. Eles se inclinaram na direção em que o IRÃ já tenha esse tipo de arma.

 Continua …

Originalmente publicado em Agosto de 2012.

Saiba muito mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2.  http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-capitulos-8-9-e-10/
  3. http://thoth3126.com.br/c-i-a-maior-traficante-de-drogas-do-planeta/
  4. http://thoth3126.com.br/seres-hibridos-de-ets-e-humanos-viveriam-entre-nos/
  5. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-sistema-estelar-de-draco/
  6. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-entrevista-com-banqueiro-suico/
  7. http://thoth3126.com.br/angelina-jolie-e-parte-de-um-esquema-de-controle-muito-sutil-e-inteligente/
  8. http://thoth3126.com.br/pleiades-mensageiros-do-amanhecer-3/
  9. http://thoth3126.com.br/os-anjos-caidos-the-watchers-os-vigilantes/
  10. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
  11. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

Posted by Thoth3126 on 08/03/2015


URL: http://wp.me/p2Fgqo-cI


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Setembro 16, 2015

chamavioleta

Obama, o Fantoche

Publicado anteriormente a 16/03/2015

Obama é um fantoche


Não demorou muito tempo para o Lobby Israelense trazer aos calcanhares do presidente Obama o inferno a respeito de sua proibição de novos assentamentos israelenses ilegais em terras palestinas ocupadas.

Obama descobriu que um mero presidente americano é impotente quando confrontado com o lobby de Israel e que aos Estados Unidos simplesmente não é permitido uma política para o Oriente Médio separada dos interesses de Israel. Obama também descobriu que ele não pode mudar nada, se ele tencionava fazê-lo . . .

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: www.Information Clearing House.info/

Por Paul Craig Roberts:

. . . Os militares e o lobby de segurança tem em sua agenda de guerra um estado policial doméstico para os USA, e um mero presidente americano não pode fazer nada sobre isso. O presidente Obama pode condenar o fechamento da câmara de tortura, seqüestro e execução de Guantanamo para ser interrompida, mas ninguém leva a ordem a cabo, ninguém a executa.

Essencialmente, Obama é irrelevante !

O presidente Obama pode prometer que ele vai trazer as tropas para casa, e o lobby militar diz: “Não, você vai é enviá-las para o Afeganistão, e, enquanto isso, começar uma guerra no Paquistão e manobrar no Irã para uma posição que irá fornecer uma desculpa para uma guerra lá, também. As guerras são muito rentáveis para nós, para deixá-lo pará-las. “E o presidente tem a dizer apenas:” Sim, senhor! ” aos militares.



Obama pode prometer cuidados de saúde aos 50 milhões de americanos sem seguro de saúde, mas ele não pode anular o veto dos lobbies de guerra e das empresas de seguros. “O lobby de guerra diz que os lucros da guerra são mais importantes do que os cuidados com a saúde e que o país não pode permitir tanto a “guerra ao terror” e a “ socialização da medicina “.

O lobby do seguro de saúde diz que os cuidados médicos tem de ser fornecidos por empresas de seguros de saúde privados, caso contrário, não poderão permitir isso. Os lobbies da indústria da guerra e de empresas de seguros saúde sacudiram suas carteiras em contribuição de campanha para eleger Obama e rapidamente convenceram o Congresso e a Casa Branca de que o verdadeiro objetivo do projeto de saúde é para poupar dinheiro, reduzindo os benefícios da Segurança Social e Atendimento Médico, assim, os “direitos dos beneficiários ficam sob controle.”

Os Direitos são uma palavra usada pelos políticos de direita para dar impressão sobre as poucas coisas que o governo fez para os cidadãos, em um passado distante. Segurança Social e Atendimento Médico , por exemplo, são denegridos como “direitos”. O discurso da direita continua interminavelmente sobre a Segurança Social e Atendimento Médico como se eles fossem brindes de bem-estar para as pessoas sem condições que se recusam a cuidar de si próprias, enquanto que na realidade os cidadãos são muito sobrecarregados com um imposto de 15% sobre os salários e remunerações para os escassos benefícios concedidos pelo governo.

Na verdade, há décadas o governo federal tem vindo a financiar as suas guerras e os orçamentos militares com o excedente das receitas recolhidas pelos fiscais da Segurança Social sobre o trabalho. Para reclamar, como a direita faz, que não podemos permitir que a única coisa em todo o orçamento que tem constantemente produzido um excedente de receitas indica que a agenda real é de conduzir o cidadão simples para o chão de joelhos.

Os direitos reais nunca são mencionados. Os gastos com orçamento da “defesa” é um direito sagrado imutável para o complexo militar, sobre o qual o presidente Eisenhower alertou-nos desde há 50 anos. A pessoa tem que ser louca para acreditar que os Estados Unidos, “a única superpotência do mundo “, protegida por oceanos em seu oeste e no leste e pelos estados fantoches do Canadá e México em seu Norte e no Sul, necessita de um orçamento de “defesa” maior do que o gasto militar dos países do resto do mundo juntos somados.

O orçamento militar é nada mais que um direito imutável para o complexo industrial-militar. Para esconder este fato, o direito está disfarçado como defesa contra os “inimigos” e passaram pela aprovação do Pentágono. Eu digo cortem os gastos com intermediários e simplesmente atribuam uma percentagem do orçamento federal para o complexo militar. Desta forma não vamos ter de inventar razões para invadir outros países e ir para a guerra, para que o complexo industrial militar/segurança interna, use essa desculpa para obter seus direitos e recursos. Seria muito mais barato, só para dar-lhes o dinheiro imediato, e iria salvar muitas vidas e sofrimento em casa e no exterior.



A invasão do Iraque pelos E.U.A. não teve nada a ver com os interesses nacionais estadunidenses. Tinha a ver com lucros da indústria de armamentos e com a eliminação de um obstáculo para a expansão territorial de Israel. O custo da guerra, além dos US $ 3 trilhões, foi mais de 4.000 americanos mortos, mais de 30.000 americanos feridos e mutilados, dezenas de milhares de casamentos americanos quebrados e carreiras perdidas, um milhão de iraquianos mortos, quatro milhões de iraquianos deslocados, e mais um país destruído.

Tudo isso foi feito para se obter os lucros do complexo de segurança militar / e para fazer o paranóico estado de Israel, armado com CERCA DE 200 OGIVAS NUCLEARES, se sentir “seguro”. A minha proposta tornaria o complexo militar ainda mais rico pois as empresas do complexo industrial militar passariam a receber o dinheiro sem ter que produzir as armas. Em vez disso, todo o dinheiro poderia ir para vários milhões de dólares de bônus de pagamento de dividendos aos acionistas. Ninguém, em casa ou no exterior, teria que ser morto, e os contribuintes ficariam melhores.

Para saber mais:
http://thoth3126.com.br/israel-tem-submarinos-com-armas-atomicas/
http://thoth3126.com.br/e-sobre-as-bombas-atomicas-de-israel-hipocrisia-global/

Nenhum interesse nacional americano é ou foi defendido na guerra no Afeganistão. Como o antigo Embaixador britânico Craig Murray divulgou, o propósito da guerra é proteger o interesse da empresa Unocal no Gasoduto Trans-Afeganistão. O custo da guerra é muitas vezes maior do que o investimento da Unocal no encanamento de petróleo. A solução óbvia é para comprar a Unocal e dar o gasoduto para os afegãos como compensação parcial pela destruição que temos infligido a este país e sua população, e trazer as tropas para casa.



A razão pelas quais as minhas soluções sensatas não podem ser seguidas é que os lobbies pensam que os seus direitos não sobreviveriam se fossem evidentes. Eles acham que se o povo americano souber que as guerras foram travadas para enriquecer a indústria bélica de armamentos e as indústrias de petróleo, o povo iria pôr fim às guerras.

Na realidade, o povo americano não tem como dizer nenhuma palavra sobre o que o “seu governo” faz. Pesquisas de opinião pública demonstram que metade ou mais do povo americano não apoiam as guerras no Iraque, Paquistão ou no Afeganistão e não apoiam que o presidente Obama atue com medidas que aumentem a escalada da guerra no Afeganistão. No entanto, as ocupações e as guerras continuam. Segundo o general Stanley McChrystal, o adicional de 40.000 soldados são suficientes para resolver o impasse da guerra, isto é, para mantê-la indefinidamente, a situação ideal para o lobby do armamento. O povo quer saúde, mas o governo não o escuta.

O povo quer emprego, mas Wall Street quer preços mais elevados das ações e forçam as empresas americanas para transferirem os postos de trabalho para países no exterior onde o trabalho é mais barato. O povo americano não têm voz sobre qualquer coisa. Eles não podem afetar nada. Eles tornaram-se irrelevantes, como o seu presidente Obama. E eles permanecerão irrelevantes, enquanto grupos de interesses organizados podem comprar e manipular o governo dos E.U.A. à vontade

A incapacidade da democracia (???) norte-americana para produzir os resultados que os eleitores querem é um fato demonstrado. A total insensibilidade do governo para com o povo é a contribuição do conservadorismo para a democracia americana. Alguns anos atrás, houve um esforço para colocar o governo novamente nas mãos do povo, que limitava a capacidade dos grupos de interesse organizados para despejar quantias enormes de dinheiro em campanhas políticas e, assim, obrigar o funcionário eleito a trabalhar para aqueles cujo dinheiro o elegeu. Os conservadores disseram que quaisquer restrições seria uma violação da Primeira Emenda que garante a liberdade de expressão.



Os mesmos “protetores” da “liberdade de expressão” não tiveram nenhuma objeção à passagem da nota do lobby de Israel do “discurso de ódio”, que criminaliza a crítica do tratamento genocida de Israel dos palestinos e o roubo contínuo de suas terras. Em menos de um ano, o presidente Obama traiu todos os seus apoiantes e quebrou todos os seus compromissos.

Ele esta totalmente cativo da oligarquia dos grupos de interesses dominantes. A menos que ele seja salvo por um evento orquestrado internamente como o (falso) atentado de 11 de setembro, às torres gêmeas de N.York, Obama é um presidente apenas no termo da palavra. Na verdade, a economia em colapso o condenará independentemente de um evento “terrorista” interno.

Os republicanos estavam namorando Sarah Palin. Nossa possível primeira presidente do sexo feminino, que poderia ser eleita nas próximas eleições (se elas acontecerem!!!) seguindo o nosso primeiro presidente negro, irá completar a transição para um estado policial americano, detendo os críticos e os manifestantes das políticas externa e interna imoral de Washington, e ela vai completar a destruição da reputação dos Estados Unidos no estrangeiro. (poderia ser ainda pior, com a eleição de Jeb Bush)

O Primeiro Ministro Vladimir Putin, da Rússia, já comparou os E.U.A em relação a Alemanha nazista, e o premier da China, Hu Jintao chamou os E.U.A. de um devedor e perdulário irresponsável.

Cada vez mais o resto do mundo vê os E.U.A. como a única fonte de todos os seus problemas. A Alemanha perdeu o chefe de suas forças armadas e seu ministro da defesa, pois foram convencidos ou pressionados pelos E.U.A., por bem ou por mal, para o governo alemão violar a sua Constituição e enviar tropas para lutar pelo interesse da Unocal no Afeganistão.



Os alemães tinham fingido que suas tropas não estavam realmente lutando, mas que estavam engajados em uma “operação de manutenção da paz.” Esta desculpa mais ou menos funcionou até os alemães serem envolvidos em um ataque aéreo que matou 100 mulheres e crianças em uma fila para comprar uma cota de combustível .

Os britânicos estão investigando o seu líder criminoso, o ex-primeiro-ministro (n.T. e pedófilo) Tony Blair, e a decepção em seu próprio gabinete, a fim de cumprir as ordens de Bush e dar alguma cobertura para a invasão ilegal de Bush ao Iraque. Aos pesquisadores do Reino Unido tem sido negada a possibilidade de apresentar acusações criminais, mas a questão da guerra baseada inteiramente em mentiras e fraude orquestrada está recebendo uma audiência. Ele irá reverberar em todo o mundo, e o mundo vai notar que não há nenhuma investigação correspondente nos E.U.A., o país que originou a guerra com falsos motivos.

Enquanto isso, os bancos de investimentos americanos, que destruíram a estabilidade financeira de muitos governos, incluindo do próprio E.U.A., continuam a controlar, como têm feito desde o governo Clinton, a política econômica e financeira dos E.U.A. O mundo tem sofrido terrivelmente com os bandidos de Wall Street, e agora olha para a América com um olhar muito crítico.

Os Estados Unidos já não comanda com o respeito que gozava sob a presidência de Ronald Reagan ou o presidente GeOrGe Herbert Walker Bush, pai (!!!!, nesse caso o autor parece mal informado sobre Bush, outro instrumento das trevas). As sondagens pelo Mundo mostram que os E.U.A. e os seus mestres das marionetes (os sionistas) são considerados como as duas maiores ameaças à paz. Washington (os EUA) e Israel estão ranqueados na lista dos países mais perigosos como o louco regime da Coréia do Norte.

O mundo está começando a ver a América como um país que precisa ir embora, sumir, acabar. Quando o dólar é super inflado por uma Washington incapaz de pagar suas contas, o mundo será motivado por ganância a tentar nos salvar, a fim de salvar os seus investimentos também, ou vai dizer quando quebrarmos: “Graças a Deus, acabou, que alívio!!”


Para saber mais:
  1. http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
  2. http://thoth3126.com.br/midia-dos-eua-as-6-corporacoes-que-controlam-a-informacao/
  3. http://thoth3126.com.br/obama-o-fantoche/
  4. http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
  5. http://thoth3126.com.br/a-humanidade-esta-em-transe-induzido-pela-midia-controlada/
  6. http://thoth3126.com.br/e-u-a-o-exercito-dos-illuminatinova-ordem-mundial/
  7. http://thoth3126.com.br/a-farsa-da-eleicao-presidencial-de-2012-nos-eua/
  8. http://thoth3126.com.br/numero-de-leitores-de-jornais-esta-em-colapso-nos-eua/ 
Paul Craig Roberts nasceu em 03 de abril de 1939, é um norte americano, economista e colunista do Sindicato de Criadores. Ele serviu como Secretário do Tesouro no governo Reagan ganhou fama como um co-fundador da política Reaganomics“.  Ele é um ex-editor e colunista do Wall Street Journal , Business Week , e Howard Scripps News ServiceRoberts tem sido um crítico de ambos os governos democratas e republicanos dos EUA. Seus escritos freqüentemente aparecem em OpEdNewsPrisonplanet.com, Antiwar.com , VDARE. LewRockwell.com , CounterPunch , e American Free Press .




Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Compartilhe:

URL: http://wp.me/p2Fgqo-17D

Posted by Thoth3126 on 16/03/2015


Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos em português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Paul Craig Roberts

Atualização diária

Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Israel ou Cazária!?

achama.biz.ly email: nai@achama.biz.ly 


EN: VioletFlame * The Illuminati * Alternative Media * North Atlantic Islands * Indian Ocean Islands * South Atlantic Ocean Islands * Alternative Media * Creator's Map * ESU IMMANUEL * Exposing Media DesInformation * Galactic Federation * Indians, Prophecies and UFOs * Illuminati, The * Infinite Being * Israel (!?) * Jews..., the Real ones! * Khazars Jews are converted, not jenuine * Meditation * Media News * NESARA (!?) * SCIENCE, SPIRIT, Free Energy!... * UFO CONTACTS * UFOs (MORE) * USA The 4th NAZI Reich!? * Zionism Lies and The Illuminati * Light a Candle for PEACE * The Red Pill * The True Shadow Government

Agosto 31, 2015

chamavioleta

As Pedras Guias da Georgia – EUA

Posted by Thoth3126 on 01/03/2015

As PEDRAS GUIAS da GEORGIA-EUA, Os Dez Mandamentos para Implantar uma Nova Ordem Mundial-NWO ?

As Pedras Guia da Geórgia (Georgia Guidestones) é um monumento em granito localizado num cume no condado de Elbert, estado norte-americano da Geórgia. O monumento fica a 72 quilômetros de Atlanta, no estado da Geórgia, e são visíveis da Rodovia 77 (Highway 77). O granito da região é um dos melhores de todo o mundo, clima moderado e a posição geográfica (ponto mais elevado do condado) foram essenciais para a sua construção.

Tradução, edição e imagensThoth3126@gmail.com

As Pedras Guia da Geórgia, também conhecidas como Stonehenge Americano, medem 19 pés e 3 polegadas (5,88 metros), utilizam 951 pés cúbicos (26,93 m3) de granito e todas as seis pedras juntas pesam mais de 119 toneladas.

Nas pedras estão gravadas dez frases em oito idiomas: árabe, chinês, espanhol, hebraico, híndi, inglês, russo e suhaíli. No topo estão gravadas pequenas mensagens em línguas antigas: babilônio, grego clássico, sânscrito e em hieróglifos egípcios.

 
As PEDRAS GUIA da GEORGIA ver mais em: http://en.wikipedia.org/wiki/Georgia_Guidestones 

Entre os idiomas escolhidos para as mensagens foram ignoradas línguas faladas por bilhões de pessoas como alemão, francês, grego, japonês, italiano e português. A escolha dos idiomas mostra a preocupação em balancear regiões e religiões para o entendimento das mensagens. Por isso, estão incluídos o hebraico, com apenas 11 milhões de falantes, e o suhaíli, principal idioma banto com 50 milhões de falantes na África oriental, mas que não chega nem perto do total de falantes do português — sexta língua mais falada no mundo (280 milhões de falantes) — excluído das inscrições possivelmente pela proximidade lingüística ao idioma espanhol, uma das oito escolhidas.

As dez frases escritas em cada um das oito línguas modernas são: 

- Manter a humanidade abaixo de 500 milhões de habitantes em um balanço constante com a natureza.
- Controlar a reprodução de maneira sábia — aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade.
- Unir a humanidade com um novo (e único) idioma vigente.
- Controlar a paixão / fé / tradição — e todas as coisas com razão moderada.
- Proteger povos e nações com leis e cortes justas.
- Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em uma corte mundial.
- Evitar leis insignificantes e governantes desnecessários.
- Balancear direitos pessoais com deveres sociais.
- Valorizar a verdade / beleza / amor — procurando a harmonia com o infinito.
- Não ser um câncer na terra — Deixar espaço para a natureza. 


A história sobre a construção do local começou em junho de 1979, quando um bem-vestido e articulado senhor chamado Sr. Christian (Cristão) procurou pelos escritórios da empresa Elberton Granite Finishing o custo de se construir um grande monumento. A empresa Elberton foi contrata para realizar a obra por essa pessoa misteriosa, sob o pseudônimo de R. C. Christian. Especula-se que as iniciais R e C significam a ordem Rosa-Cruz, fraternidade que teria suas origens no personagem mítico do século XIV Christian Rosenkreutz, chamado também de Irmão/Frater C.R.C.

O Sr. Christian/Cristão disse que representava um pequeno grupo de americanos leais que vivem fora da Geórgia e que desejavam permanecer no anonimato para sempre. Ele contou aos construtores que os patrocinadores tinham planejado o monumento por anos e que os dez pontos das Pedras Guia eram um apelo a todos os povos para preservar a humanidade e o planeta. O local escolhido deveria ser remoto e longe dos turistas das cidades locais. Além da fartura de excelente granito (um dos materiais mais usados para lápides), clima e localização, o Sr. Christian disse que a escolha era também pessoal. Sua bisavó tinha nascido na Geórgia.

As Pedras Guia da Geórgia foram inauguradas em 22 de março de 1980 (dia do Equinócio de Primavera no Hemisfério Norte, um dia sagrado em ocultismo e para as sociedades secretas como a SKULL and BONES), com a presença de 100 pessoas. A identificação da propriedade do terreno onde se encontram os monumentos de pedra é obscura. No registro de imóveis do condado de Elbert indica que o próprio condado teria comprado o terreno de cerca de 2 hectares onde está localizado o monumento em 1º de outubro de 1979 por US$ 5 mil.

Nos últimos anos rituais de diversos tipos de diversos grupos foram feitos no local, incluindo casamentos e reuniões de nativos, cristãos, pagãos, entre outros. Pessoas chegam ao monumento para meditar, visitar, fazer turismo, tentar decifrá-lo e até depreciá-lo. Em 2008, as pedras foram pichadas com a frase “Morte a Nova Ordem Mundial”, “A elite quer matar 80% da humanidade”, “Não ao Governo Mundial” e “Jesus prevalecerá”.


A data de inauguração lembra o mesmo número contido no símbolo da Sociedade SKULL AND BONES.  Lembrar que a data nos EUA o mês vem primeiro, depois vem o dia: 3/22 é 22 de março !

Sobre Skull & Bones saiba mais:  http://thoth3126.com.br/skull-bones-sociedade-secreta-illuminati-e-nwo/

As quatro pedras exteriores são orientadas pela migração anual do Sol pelos Equinócios e Solstícios. Na coluna do centro há um furo onde a estrela POLARIS pode sempre ser vista, se as condições de tempo permitirem. A estrela POLARIS é a estrela mais brilhante (alpha) da Constelação da Ursa Menor e popularmente conhecida como Estrela Polar — chamada assim por estar muito próxima ao Pólo Celeste Norte. A estrela foi escolhida para simbolizar constância e a orientação com as forças da natureza. Há também nas pedras da Geórgia um entalhe que faz uma janela que se alinha com os solstícios e equinócios (eventos que marcam os inícios das estações). Esta janela faz com que o sol brilhe para indicar o meio-dia em uma linha curvada.

Além das inscrições das dez frases existe uma tábua de instruções cravada no chão próxima ao monumento. A tábua identifica a estrutura, características astronômicas, patrocinadores (identificados na tábua apenas como “Um pequeno grupo de americanos que procuram a idade da razão”) e as línguas usadas nas Pedras Guia da Geórgia. O mais intrigante são os dados de uma cápsula de tempo enterrada sob a tábua com espaço para preenchimento de quando a data foi/será enterrada e quando deve ser reaberta. A cápsula foi ou será enterrada conforme a instrução da tábua “a seis pés abaixo deste ponto”. Cápsula do tempo é um recipiente completamente fechado para guardar mensagens e objetos para ser encontrados por gerações futuras.

Estrela POLARIS, na Constelação da URSA MENOR, a estrela que marca O NORTE FIXO NOS CÉUS.

 Os críticos do monumento afirmam que as Pedras são “Os Dez mandamentos do Anticristo”. Segundo eles, as pedras foram construídas por sociedades secretas satânicas com o objetivo de implementar a Nova Ordem Mundial. O ativista político John Conner conclamou a destruição das Pedras da Geórgia, e que o entulho deveria ser usado em outras obras. Já entre os que defendem as Pedras Guia da Geórgia está a viúva do ex-Beatle John Lennon. Yoko Ono disse que as mensagens inscritas são “Um importante chamado ao pensamento racional” (de novo somente a RAZÃO ?).

O primeiro “mandamento” é o que mais chama a atenção dos críticos. Vários defensores de um Governo Mundial defendem a redução da população mundial e o controle da natalidade. Os mesmos grupos são acusados de fomentar a histeria do Aquecimento Global para incluir mais e mais taxas para concluir seu objetivo de acabar com a soberania dos países. Este “mandamento” além de “pedir” uma redução dos atuais 6,7 bilhões de seres humanos para apenas 500 milhões, pede que isto seja feito em harmonia com a natureza. Algumas perguntas ficam no ar? Quem serão os escolhidos para ficar no grupo dos 500.000.000? Como a população será reduzida para ficar em “harmonia” com a natureza? As mesmas pessoas e grupos que pedem um governo mundial não são as mesmas pessoas que pedem investimentos e novos impostos para combater o Aquecimento Global?

Os outros “mandamentos” não são menos aterrorizantes. O segundo pede o controle da reprodução, com a intromissão do governo mundial na esfera mais íntima e pessoal — a concepção. Controlar a reprodução de maneira sábia significa uso da inteligência de políticas de restrição ao número de filhos, incentivo ao aborto, esterilização em massa, além do claro pedido de reintrodução da eugenia (aperfeiçoando as condições físicas); o terceiro urge a criação de um novo idioma, que poderá ser seguido por apenas uma religião, uma moda, um povo. Não é de se espantar que o novo prédio que está sendo construído no lugar das Torres Gêmeas do World Trade Center fossem renomeados de Freedom Tower (Torre da Liberdade).

A inscrição acima na pedra diz que o autor é R.C. Christian, que é um pseudônimo. R.C. Christian poderia ser uma referência à Ordem Rosa Cruz, (ou a sociedades secretas) que existe desde o século XIV a.C. A (re)fundação desta ordem na Europa é atribuída à Christian Rosenkreutz – sendo a tradução para o português Christian Rosa Cruz.

O quarto mandamento pede o domínio da razão sob todas as formas abstratas. O controle da fé, tradição, paixão foi testado em regimes autoritários, onde o Governo controlará tudo e a todos, inclusive garantirá que os seus sentimentos sejam supervisionados em nome do bem comum. O quinto e o sexto mandamento pedem a proteção de povos e nações em cortes mundiais, com direito a autonomias insignificantes. Para os críticos das pedras os exemplos destas “proteções” e “liberdades” já ocorrem nos países que foram invadidos para a própria proteção e novos povos que precisam, sem querer, de uma corte mundial para o seu próprio bem.

Aparentemente a burocracia é o que deve ser combatida no sétimo mandamento. Entretanto, esta pode significar a solicitação de um Governo Mundial para combater os gastos desnecessários de leis, governos, e, conseqüentemente, emissão de monóxido de carbono! O oitavo mandato é bastante claro. Todos os governos autoritários se definiram como agentes do bem-estar social. O balanceamento entre os direitos pessoais e deveres sociais indicam que há uma desproporção e, logicamente, a balança penderá para o seu dever com a sociedade. Não espere que eles admitam que você paga impostos em excesso e que seus direitos pessoais serão aumentados. O aumento dos deveres sociais significarão trabalhos forçados, campos de concentração e aumentos de taxas para tornar a sociedade mais “justa”.

A harmonia com o infinito que fala o nono parágrafo está relacionada com o seu dever com a natureza. Mesmo que os maiores expoentes da luta pela natureza gastem em média 20 vezes mais de energia elétrica em suas mansões é o cidadão comum que terá de economizar luz, água e será sobretaxado para ajudar a combater as mudanças climáticas. Deve-se valorizar a verdade, mas qual verdade? Deve-se valorizar a beleza? Mas qual beleza eles se referem? A beleza dos padrões da eugenia que levou a morte milhões de pessoas indefesas?

O último mandamento faz um elo com o primeiro. A idéia é que nós seres humanos somos o câncer do planeta e que devemos ser reduzidos em quantidade para que a “natureza” tome conta. O ser humano visto como um mal a ser aniquilado é transmitida diariamente para conquistar corações e mentes. O propósito é que aceitemos que devemos ser eliminados para que uma pequena elite controle todo o planeta numa ditadura global que trará escravidão para quem sobreviver em nome da harmonia com o planeta. Não é o fato de negar a necessidade de preservar o planeta, mas combater os falsos ambientalistas. Estes são pessoas e grupos que utilizam algo que ninguém deseja e pode perder, nosso planeta, para chantagear a sociedade com taxas para realizar uma ditadura global, na qual os verdadeiros defensores do meio-ambiente se arrependerão por ter ajudado aqueles que, na verdade, utilizam essa bandeira para fins egoístas.

Para chegar ao ponto de equilíbrio com o planeta planejado por esses grupos é necessário que a população se reduza dos atuais 7 bilhões para apenas 500 milhões. Isto significa que eu, você, seus amigos, parentes e conhecidos teremos poucas chances de entrar no seleto grupo da harmonia, que se fosse realmente bom não seria gravado com pedras de fazer túmulos e, muito menos, pediria o abatimento de mais de 6.000.000.000 de seres humanos. Todos os pontos das pedras guias não foram feitos para você. São instruções de como o governo mundial vai controlar todos os detalhes de sua vida, restringindo ao máximo a sua privacidade através de autoridades inacessíveis e sem lugar para fugir. Lembre-se: de boas intenções o inferno está cheio.

Você deve estar se perguntando por que nunca tinha ouvido falar de um monumento como esse construído na maior economia do mundo. Uma obra que conclama a redução drástica da população, clama por uma nova religião, um governo mundial baseado na histeria ambientalista e no abusivo jogo de palavras que sugere harmonia, mas oferece escravidão. Em toda a história humana os tiranos chegaram ao poder prometendo um futuro melhor que jamais chegou, em troca pedem mais sacrifício e menos liberdade em nome da harmonia e das futuras gerações. 

Se você nunca ouviu falar nas Pedras Guia da Geórgia é porque a grande mídia tem distrações elaboradas a desviar a sua atenção como um novo reality show ou as declarações da sensação do último campeonato.


Quando você ouvir a frase “Desenvolvimento Sustentável” você deverá substituir o termo “socialismo” para compreender o que se destina. Qual é o verdadeiro significado da Stonehenge norte americana, e porque a sua mensagem é importante? Porque confirma o fato de que existe um grupo interessado em:

(1) Reduzir significativamente a população do mundo.
(2) Promover o ambientalismo exacerbado.
(3) Formar um governo mundial.
(4) A promoção de uma nova religiosidade.

Certamente, o grupo que encomendou as Pedras Guia da Geórgia (Georgia Guidestones) atua para criar uma nova ordem mundial, um novo sistema econômico mundial, e um novo mundo religioso. Por trás desses grupos, no entanto, estão obscuras forças materiais. Sem a compreensão da natureza dessas forças obscuras é impossível compreender o desenrolar dos acontecimentos mundiais. O fato de a maioria dos americanos nunca sequer ter ouvido falar das Pedras da Geórgia (Georgia Guidestones) e da sua mensagem para a humanidade reflete o grau de controle que existe hoje sobre o que (inconsciência) pensa o povo americano.

{N.T. Quem leu o material sobre o “Governo Secreto nos EUA, Parte 3″ vai lembrar das 3 alternativas propostas pelo Grupo Jason e adotadas pela Elite ALÉM de medidas drásticas para a redução da população globalSaiba mais em:

http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-ii/
http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-iii/

Extraído de “Arqueologia Bíblica” 

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br



URL: http://wp.me/p2Fgqo-18I



Por favor, respeitem todos os créditos


Arquivos em português:


http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Pedras Guias



Atualização diária


Se gostou! Por favor RECOMENDE aos seus Amigos.
achama.biz.ly 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub