Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Janeiro 17, 2024

chamavioleta

O Património Atlântido

Mensagem de Jeshua
Canal: Pamela Kribbe

Tradução a 17 de janeiro de 2024

 
Caros Amigos, Eu sou Jeshua. Estou diante de vós e envio - vos a minha energia e o meu amor. Gostaria de lhe apoiar nestes tempos difíceis. Este tempo de transição na terra traz muitas coisas antigas à superfície. As velhas energias emergem de tempos longínquos, tempos em que estiveram encarnados e tiveram vidas em que muito experimentaram. Todas essas camadas antigas agora ressurgem.
 
Gostaria de falar hoje destes velhos tempos, para vos levar a uma compreensão mais profunda de vós mesmos, de quem sois aqui e agora. Vocês são seres ancientes, antigos, que carregam consigo uma grande experiência. Fizeram longas viagens no tempo e no espaço, e não apenas no planeta Terra.
 
Por favor, deixe-me levá-lo de volta ao início
 
Nunca houve um começo, mas por causa desta história, falo de um começo no tempo, porque houve um ponto de partida para o grande ciclo de vidas em que vocês estão agora presos.
 
Estou a levá-los ao momento do seu nascimento como uma alma individual, como um 'eu' separado. O 'eu-ser' que é tão familiar para você agora, era um fenômeno totalmente novo no universo. Ser separado e individual, permite reunir uma infinidade de experiências e, sim, ilusões também. Mas isso não o torna menos valioso. É precisamente em ser um 'eu', em estar separado do todo e experimentar as ilusões que o acompanham, que se pode descobrir o que não é. Você pode descobrir uma ilusão e experimentá-la de dentro para fora. No início, isso não foi possível. No início, havia o um e nada fora dele, como um oceano indiferenciado de amor e unidade. Agora tente experimentar o medo e a ignorância de lá!
 
Ao ser vulnerável e propenso à ilusão, você reúne uma enorme quantidade de experiência, o que lhe permite realmente entender o que significa unidade, o que significa amor no nível da experiência.
 
Compreendereis o que é o amor, não como um Conceito abstracto, mas como uma força viva e criativa que vos move e enche o vosso coração e espírito de um profundo sentimento de alegria e satisfação. Este é o objectivo final da vossa viagem, O Regresso A Casa Que desejais: ser Deus como vós, experimentar a unidade como um 'eu'. Não quer desistir do seu eu. É através da conexão do seu 'eu' com o todo, que você experimenta a alegria mais profunda e que adiciona seu próprio selo de energia único a toda a criação. Deus-como-vós acrescenta algo novo e precioso à criação.
 
Peço-lhe que volte ao tempo em que este 'ser um eu' tomou forma pela primeira vez.
 
Naquela época, vocês eram, ou foram criados como, anjos. Podeis sentir a ternura e a inocência dessa energia original, daquele começo distante em que primeiro fostes 'moldados', conhecestes a 'forma'. De repente, você era' você', distinto e separado dos outros ao seu redor, e experimentou o milagre de ser um indivíduo. Estavas ainda tão perto da fonte da luz divina, que estavas cheio de amor e transbordado de alegria e criatividade. Havia um desejo incrível em vocês de experimentar, conhecer, sentir e criar. Por favor, entre por um momento e veja se consegue sentir a verdade disso: que você é um anjo na parte mais profunda de você....
 
Agora dou um grande salto no tempo, pois só posso dar um grande esboço desta extensa história. Levo-vos ao início do planeta Terra.
 
Você estava presente lá, você é mais velho do que a existência da terra como um planeta físico. O vosso nascimento como uma consciência-eu primitiva está muito mais distante do que a origem da Terra.
 
Agora imagine que você estava contribuindo para o desenvolvimento da vida na Terra. Lentamente, a vida evoluiu na terra, através da presença de elementos materiais que ofereciam uma ampla gama de possibilidades para as consciências encarnarem em formas ou corpos materiais: minerais, plantas e, mais tarde, animais. E estavas profundamente envolvido neste processo de criação. Como?
 
Fostes os anjos e os devas que apoiaram e alimentaram o reino vegetal, que conheciam intimamente a 'teia da vida' na terra e cuidavam dela profundamente. Deste também amor, cuidado e alimento etérico às formas de vida animal.
 
As memórias que Carregais do paraíso ou do Jardim do Éden, de natureza perfeitamente equilibrada, em que participastes como cuidador e guardião da vida, provêm desta Antiguidade. Vocês ainda não estavam encarnados, mas pairando entre os reinos etéreo e físico. Eras um anjo prestes a nascer na matéria.
 
Lembrem-se da inocência daquela época, lembrem-se de como era ser este anjo-deva-consciência e como vocês amavam a terra e todas as manifestações da vida nela. Sinta o aspecto infantil de sua consciência naquela época. Vocês eram como crianças brincando no paraíso, sempre com disposição para aventuras, brincando, rindo, experimentando a alegria de se expressar livremente em um ambiente seguro. Apesar da sua ludicidade, V. Exa.estava muito admirado com as leis orientadoras da vida e não pensaria em tratar as formas de vida com nada menos do que profundo carinho e respeito.
 
Então, vocês foram, em certo sentido, os pais da vida na Terra. Isto explica porque é que podemos ficar profundamente chocados com as perturbações da natureza pelas tecnologias modernas e com o abuso geral das forças da natureza.
 
Por que isso o afeta tanto?
É porque vocês têm estimulado e nutrido essas mesmas energias desde o início. A partir de sua essência, você está conectado a ela, à terra e suas muitas formas de vida, como um pai é para seu filho e um criador para sua criação. E naquela época, quando vocês eram anjos alimentando a vida na Terra, vocês não sabiam por que estavam fazendo isso. Agiram como crianças que se sentiram atraídas pelo chamado de mais uma aventura, a emoção do novo, e deixaram-se guiar simplesmente pelo que lhes pareceu alegre e excitante. Você plantou sua energia onde quer que ela se sentisse bem-vinda.
 
Deste modo, ajudastes a criar o paraíso na terra: o esplendor da vida, a abundância dos reinos vegetal e animal, a diversidade das formas de vida e o desenvolvimento irrestrito de tudo isto.
 
Por favor, mantenha esta imagem por um momento....... lembra-te de quem és.
 
Mesmo que pareça demasiado grandioso, quando lhe digo isto, permita-se apenas fantasiar que fez parte disto, que esteve presente como um anjo naquele jardim da vida, brincalhão, inocente, que nutre e aprecia a vida.
 
Fora do Paraíso - a primeira queda na experiência
Muitos desenvolvimentos ocorreram na terra ao longo de milhões de anos, que são difíceis de descrever em poucas palavras. Mas, a certa altura, a vossa feliz aventura no Jardim do Éden foi perturbada por uma influência externa, que pode ser chamada de 'má' ou 'sombria'.
 
De outras dimensões do universo, os seres começaram a se intrometer na Terra. Seu propósito era exercer poder e influência sobre a vida na Terra.
 
Este acontecimento, a interferência de poderosas energias escuras que emergiram do nada do vosso ponto de vista, chocou profundamente os vossos eus angélicos. Não estavas preparado. Este foi o vosso primeiro encontro com o 'mal' e abalou o vosso mundo até aos seus alicerces. Pela primeira vez, você experimentou o que era não se sentir mais seguro. É preciso conhecer as emoções humanas: medo, choque, raiva, decepção, tristeza, indignação: o que é isso?, o que está acontecendo aqui?!
 
Sinta como as sombras caíram sobre você nesse encontro com a escuridão, o lado escuro da dualidade.
 
Lentamente, o desejo de poder, que o chocou e horrorizou, começou a tomar posse de você mesmo. Isto porque sentiu indignação e indignação em relação aos agressores, e queria defender e proteger a terra contra esta estranha invasão.
 
Falo de uma influência extraterrestre, de uma certa raça, por assim dizer, cuja origem não importa muito para a nossa história.
 
O que importa é que vocês absorveram parcialmente a energia desses seres, e assim fizeram uma queda. Não falo de uma queda Bíblica, pois esta frase está associada ao pecado e à culpa, mas de uma queda na experiência, na escuridão, que foi em certo sentido 'predestinada' porque vocês faziam parte do mundo da dualidade. Ao ser um 'eu', ao experimentar a separação do todo, as sementes da dualidade nasceram dentro de você. Faz parte da lógica da criação que explorem todos os extremos da dualidade, uma vez que estejam nela.
 
Gradualmente, tornaram-se guerreiros, pois desejavam o poder de proteger o seu'território'
 
Seguiu-se uma nova etapa na vossa história, na qual foram apanhados em várias guerras e lutas galácticas.
 
Por favor, tome um momento para sentir isso acontecendo, a queda da energia lúdica da criança-anjo para a energia dura e Irada do guerreiro galáctico. Estamos a falar de longos períodos de tempo. Pode parecer grandioso e insondável que tenha passado por tudo isto, mas peço-lhe que permita que a sua imaginação viaje comigo durante algum tempo.
 
Foste apanhado numa batalha feroz e grandiosa. Parte da literatura de ficção científica familiar para você, descreve tudo isso e é realmente inspirada por eventos reais em um passado distante. Não é mera ficção. Na verdade, muita coisa aconteceu e o Senhor esteve profundamente envolvido nisso. Perdestes-vos na luta pelo poder e, durante esta fase da vossa história, experimentastes profundamente a energia do ego.
 
Já falei disso antes na série dos trabalhadores da luz, e agora quero dar outro grande salto e dizer-lhes qual foi a próxima etapa importante.
 
Depois de muito, muito tempo, cansaste-te de lutar. Já tinhas o suficiente. Vocês estavam ficando tristes e cansados da batalha, e uma espécie de saudade de casa penetrou em seus corações. Há muito que estavas obcecado com as guerras e conflitos em que estavas envolvido. A ilusão de poder pode exercer uma influência hipnótica sobre uma mente ainda não testada. Estavas a sentir-te e a não teres sido testado quando experimentaste a tua primeira queda na escuridão.
 
Mas então, em um certo ponto, um despertar ocorreu dentro de você. Uma vaga recordação dos velhos tempos no paraíso despertou-vos na mente e no coração, recordando-vos a alegria e a inocência que outrora conhecestes. Desejou poder voltar para lá e não quis lutar mais.
 
Pode-se dizer que as energias do ego se esgotaram em você, pela experiência completa dele. Conhecestes todos os lados da batalha, toda a gama de emoções relacionadas com ganhar e perder, controlar e render-se, ser matador e morto. Desiludiste-te com o poder e descobriste que o poder não te dá o que promete: amor, felicidade, realização. Acordou do seu sono hipnótico e ansiava por algo novo.
 
Quando chegastes a elevar-vos acima da energia da luta e a ligar-vos à energia do coração, estais de novo na7vee e 'não testados'. Fostes como crianças que saltaram a cabeça sobre o muro de um país totalmente novo, em que não a luta ou o poder eram as forças principais, mas o amor e a ligação. Seguiste o chamado da tua alma e subiste o muro. E vocês começaram a se encontrar novamente e a se reconhecer como almas gêmeas, membros da mesma família. Uma vez que você tinha jogado juntos como anjos no Jardim do Éden.
 
Os membros da família dos trabalhadores da luz, que fazem parte da mesma onda de nascimento de almas, voltaram a olhar uns para os outros e sentiram-se atraídos por um chamado comum, uma missão partilhada.
 
Você sabia que tinha que fazer algo para fazer o grande passo em direção à consciência do coração, o retorno ao paraíso, realmente acontecer para você. Vocês sentiram que tinham relações com a terra mais uma vez, mas desta vez como um ser humano, encarnado num corpo humano, para experimentar de dentro o que tinha acontecido na Terra devido às guerras galácticas e ao seu abuso de poder.
 
Em sua luta pelo poder, a terra sempre foi o ponto focal da atenção. Muitos partidos galácticos lutaram pelo domínio na terra e isso afetou negativamente a terra, toda a vida sobre ela e a alma coletiva da humanidade em evolução.
 
A razão pela qual a terra foi um alvo tão importante para todas estas partes em conflito não é tão facilmente explicada.
 
Resumidamente, a terra é o ponto de partida de algo novo: é um lugar que reúne muitas dimensões e realidades diferentes e, portanto, constitui uma encruzilhada para o futuro. Muitas, muitas energias se encontram e se misturam na terra-dentro do reino vegetal, animal e especialmente humano. Isto é muito especial. Quando essas energias puderem coexistir pacificamente, isso provocará uma enorme explosão de luz em todo o cosmos.
 
É por isso que a Terra desempenha um papel fundamental e que esteve no centro de uma grande batalha
 
Vocês já fizeram parte desta batalha, como criminosos, tentando manipular a vida e a consciência na terra de uma forma bastante agressiva.
 
Isso causou danos ao ser humano em desenvolvimento. A humanidade estava então em seu estágio infantil, o'estágio da inocência'. A humanidade era 'habitada' por almas que eram de uma onda de nascimento diferente da vossa. Nós os chamamos de 'Almas da terra' na série trabalhadores da luz. Foi um grupo de almas mais jovens do que vocês, que se manifestaram na terra desde cedo e tiveram de lidar com manipulações extraterrestres externas que reduziram as capacidades do ser humano. As forças extraterrestres projetaram energias de medo e inferioridade na consciência aberta e jovem do homem. Isso permitiu que eles ganhassem controle sobre eles.
 
Volto agora à sua decisão de encarnar na terra como ser humano.
 
Tinha dois motivos. Primeiro, você sentiu que estava pronto para uma mudança e transformação interior. Você queria deixar de lado a atitude de luta do ego e crescer em direção a outra maneira de 'ser'. Não sabíeis exactamente o que isto significava; ainda não podíeis compreendê-lo plenamente, mas sentistes que encarnar na terra vos ofereceria precisamente os desafios e as possibilidades de que necessitavam.
 
Em segundo lugar, sabias que tinhas de compensar as coisas que aconteceram na terra, em parte por causa do que fizeste. De alguma forma, sentiu que, originalmente, tinha um vínculo profundo com a terra, baseado no amor e no respeito mútuo, e que tinha sido corrompido quando se deixou enredar na guerra e na batalha por esta mesma terra.
 
Os dois extremos de vocês, de criança-anjo e guerreiro endurecido, precisavam ser reunidos e transformados, e que lugar poderia ser mais adequado para isso do que a Terra?
 
Sentiste-te profundamente ligado a este planeta e sentiste também uma 'obrigação Cármica' de melhorar as condições na Terra. Desejastes mudar e elevar o estado de consciência na Terra. Então vocês se tornaram'trabalhadores da luz'.
 
Vocês encarnaram na terra na época da Atlântida.
 
Atlântida - a segunda queda na experiência
A Atlântida foi uma civilização que se encontra muito mais para trás no tempo do que a era histórica familiar. a Atlântida gradualmente surgiu há cerca de 100.000 anos e terminou há cerca de 10.000 anos. Os primeiros começos são anteriores a 100.000 anos.
 
A Atlântida evoluiu gradualmente quando as raças extraterrestres começaram a invadir a Terra, mas na verdade encarnaram em corpos humanos. Essas almas, em geral, tinham um alto nível de desenvolvimento mental.
 
Naquela época, as sociedades e comunidades na terra eram em grande parte constituídas por almas da terra, e eram 'sociedades primitivas' como vocês as chamam.
 
Houve, mesmo antes da Atlântida, muitas influências extraterrestres na terra, de reinos galácticos que enviaram Formas-Pensamento para a terra de maneiras diferentes. As formas-pensamento são energias que se conectam aos seres humanos no nível etéreo ou áurico e, portanto, influenciam os pensamentos e emoções das pessoas.
 
Isso acontece continuamente à medida que você absorve ideias e crenças de sua educação e sociedade. Estes o cercam como uma teia infecciosa. Mas também pode acontecer a partir dos' níveis Astrais ' que o rodeiam.
 
As formas-pensamento projetadas a vocês pelos guerreiros galácticos eram, em geral, controladoras e manipuladoras, mas sempre houve influências de luz e gentileza também. É o próprio ser humano quem decide o que permite e o que não permite.
 
Em certo momento, os partidos galácticos desejavam ter uma influência mais profunda na terra e havia uma oportunidade para eles habitarem realmente corpos humanos, em suma, encarnarem na Terra. O espírito ou a vida abriram-lhes esta possibilidade porque se enquadram no seu caminho interior de desenvolvimento. Foste uma destas festas. Em sua literatura espiritual, as pessoas que derivam desses reinos galácticos são muitas vezes referidas como 'pessoas estelares' ou 'sementes estelares'.
 
Atlântida foi o resultado de uma união, uma mistura das sociedades nativas da terra e do influxo de almas que vieram de fora. Vocês, a onda das almas dos trabalhadores da luz, encarnaram na terra porque desejavam trazer mudanças e progresso e porque queriam crescer a si mesmos, de uma consciência baseada no ego para uma consciência baseada no coração.
 
Quando chegou, sentiu-se muito estranho e desconfortável no início, estar dentro de corpos humanos phyiscal.
 
Viver em uma matéria física tão densa lhes dava uma sensação de opressão e prisão, pois estavam acostumados a corpos muito mais fluidos e voláteis, que possuíam mais poder psíquico. Em frequências ou dimensões mais altas (menos materiais ou densas), sua psique tem uma influência direta muito maior no ambiente material. Simplesmente pensando ou querendo algo, você pode criar ou atrair imediatamente para você nesses planos. Sua mente estava acostumada a criar muito mais rápido do que era possível na Terra.
 
Poder-se-ia dizer que o tempo de reacção na terra é muito mais lento.
 
Assim, quando se está aqui pela primeira vez, tem-se a sensação de que, de alguma forma, está preso a um corpo sólido e inflexível e fica-se inseguro, uma vez que aquilo que se deseja e aspira já não se materializa tão facilmente e o seu domínio sobre a sua vida e as suas circunstâncias parece ser bastante limitado.
 
Ficou confuso quando chegou aqui. Ao mesmo tempo, tinham capacidades mentais altamente treinadas que foram desenvolvidas durante as vossas vidas galácticas anteriores.
 
Para enviar formas-pensamento e projetá-las a outros seres vivos, é necessário que você possua algum poder psíquico. Sua mente era como um conjunto de facas afiadas, que tinham que provar seu valor em um ambiente completamente diferente. Suas capacidades mentais treinadas eram uma conquista antiga, e por causa do sentimento de alienação e opressão que você experimentou na terra, você instintivamente tentou encontrar o seu caminho aqui usando essa antiga conquista. Assim, vocês começaram a exercer seus poderes mentais na Terra. Originalmente, sua intenção era conectar-se com a realidade da Terra a partir do coração. Antes de encarnares, sabias que, apesar dos teus formidáveis poderes analíticos e psíquicos, as bases do teu coração estavam em pousio e precisavam de sementes, pequenas mudas de luz. Isso, no entanto, você' esqueceu ' quando mergulhou na realidade da terra e sua consciência ficou velada.
 
Na terra, vocês tiveram que lidar com as almas da Terra, que ali viviam como seres humanos, e vocês não as compreendiam bem.
 
Pensavam que eram seres instintivos e bárbaros. Não compreendeu a forma directa e espontânea de expressar emoções. Eram primitivos aos vossos olhos, estavam mais sintonizados com as suas emoções e instintos do que com as suas mentes. Você tinha habilidades e dons diferentes das disposições naturais das pessoas na Terra.
 
Mesmo que muitas vezes nascessem e fossem criados como filhos deles (quando nasceram de pais da alma da terra), gradualmente desenvolveu-se uma divisão social entre vocês e eles. Por causa de suas habilidades mentais superiores, você desenvolveu tecnologias que antes eram desconhecidas. Tudo isto aconteceu lenta e naturalmente. Falamos de milhares, até dez mil anos.
 
Sem entrar nos pormenores deste processo, quero pedir-lhe que sinta a essência do que estava a acontecer ali.
 
Imagina que fez parte disso?
 
Podem imaginar o que deve ter sido acabar num sítio onde não se sentem verdadeiramente em casa e saber: há algo que planeei fazer aqui, mas o que foi...?
 
Permitam-me que veja, tenho certas capacidades e poderes ao meu comando. isso distingue-me de muitos outros no meu ambiente. Utilizarei estes talentos para me afirmar. Reconhece este tipo de orgulho e ambição dentro de si? Lembras-te que era teu?
 
Esta é uma energia Atlante típica.
 
Gradualmente, uma nova cultura surgiu na terra, uma civilização que trouxe um desenvolvimento tecnológico sem precedentes que afetou todas as partes da sociedade.
 
Gostaria de falar um pouco mais sobre o tipo de tecnologia que evoluiu na Atlântida
 
O que vocês, como' povo das estrelas', ainda se lembravam brilhantemente, apesar do véu do esquecimento, era que vocês podem influenciar a realidade material usando o poder da sua mente, especificamente o terceiro olho. O terceiro olho é o centro de energia (chakra) da intuição e da consciência psíquica, e está localizado atrás de seus dois olhos físicos.
 
O poder do terceiro olho ainda era muito familiar para vocês nessas primeiras encarnações, como uma segunda natureza para sua alma. Sabia como funcionava. Você sabia que a matéria (realidade física) tem uma forma de consciência, é Consciência em um certo estado de ser. Através deste insight essencial sobre a unidade da consciência e da matéria, você poderia afetar e formar a matéria, fazendo contato interno com a consciência no pedaço de matéria. Dessa forma, você poderia literalmente mover a matéria, manipulá-la da mente.
 
Conheciam um segredo que foi esquecido em tempos mais recentes.
 
Atualmente, você vê a matéria (realidade física) como separada da consciência (a mente). Influenciados pela ciência moderna, esqueceram-se de que todos os seres são animados: tudo o que é tem alguma forma de consciência com a qual podem ligar-se e cooperar de uma forma criativa. Esse conhecimento era evidente para você naqueles tempos antigos.
 
Mas durante a Atlântida, quando os seus centros cardíacos não tinham sido totalmente despertados, o seu terceiro ete era predominantemente controlado pelo centro da vontade ou ego (o plexo solar ou chakra do Terceiro Olho).
 
Estais à porta de uma nova realidade interior, a realidade da consciência baseada no coração, mas devido ao choque de estardes submersos na densa realidade da terra, as vossas ternas e frescas inspirações perderam-se temporariamente. Deixastes-vos desviar pelo uso excessivo da vontade misturada com o poder do Terceiro Olho. Aspirastes a melhorar as coisas a uma escala maior (trabalho leve), mas fê-lo de uma forma egocêntrica, com uma atitude autoritária em relação às almas da terra e à natureza.
 
No auge da Atlântida, havia muitas possibilidades e a tecnologia era altamente avançada, em algumas áreas ainda mais do que a sua tecnologia atual, porque o poder da telepatia e da manipulação psíquica era muito melhor usado e compreendido. A comunicação telepática instantânea poderia ocorrer entre pessoas diferentes a grande distância umas das outras. Foi possível deixar seu corpo conscientemente e viajar. A comunicação com civilizações extraterrestres foi prosseguida e efectuada.
 
Muito se tornou possível durante a Atlântida, mas muito deu errado também.
 
Em geral, havia uma divisão entre a elite político-espiritual e as 'pessoas comuns', que eram constituídas predominantemente por almas terrestres. Eles eram vistos como seres inferiores, meios para um fim, e na verdade eram usados para experimentos genéticos que faziam parte da ambição Atlante de manipular a vida no nível biológico, para que formas de vida mais superiores pudessem ser criadas.
 
Um aspecto positivo da sociedade Atlante, aliás, foi a igualdade de homens e mulheres durante essa idade. A luta pelo poder do homem e da mulher, na qual as mulheres foram terrivelmente oprimidas durante a última etapa, não fazia parte da Atlântida. A energia feminina foi totalmente respeitada, especialmente porque está diretamente relacionada ao poder do Terceiro Olho (intuição, clarividência, poder espiritual).
 
Quero levá-lo à queda da Atlântida. Estavam em acção energias com as quais ainda estão a tentar chegar a acordo. O Senhor esteve profundamente envolvido no que correu mal nessa fase.
 
Na Atlântida, vivestes dos centros da vontade e do Terceiro Olho. A energia do seu coração não se abriu significativamente. A certa altura, apaixonou-se pelas possibilidades da sua própria tecnologia e pela ambição de criar formas de vida mais superiores. Aplicou a engenharia genética e experimentou várias formas de vida, e não foi capaz de compreender, de sentir que era desrespeitoso com a vida. Os que experimentaste não podiam contar com a tua empatia e compaixão.
 
A energia presente nesta fase de perversão na civilização Atlante voltou especificamente no século 20 como o Regime Nazista na Alemanha.
 
A experimentação Cruel e uma atitude geral de frieza clínica em relação às 'formas de vida inferiores' constituíam uma parte substancial desse regime. A falta de compaixão e empatia demonstrada em relação aos perpetrados, a falta de emoção e a forma mecânica de 'lidar com' as vítimas eram semelhantes à atitude Atlante. Isto enche-vos agora de um profundo sentimento de horror. Vocês viram e sentiram o outro lado, o lado da vítima, em vidas que vieram depois da Atlântida.
 
Mas durante a Atlântida, foste o agressor.
 
Foi aí que um determinado 'karma' se seguiu. Atlântida é a chave para as vossas 'vidas ofensivas', o vosso lado negro. Estou a dizer-vos isto, para não vos fazer sentir envergonhados ou culpados, de modo algum. Todos fazemos parte desta história, assumindo vários papéis e disfarces, e é assim que é estar na dualidade. É experimentar e desempenhar todos os papéis pensáveis, de muito claros a muito escuros. Se se permitirem conhecer o seu lado negro, se puderem aceitar que também desempenharam o papel de perpetrador, estarão mais equilibrados, livres e alegres. É por isso que vos digo isto.
 
A certa altura, os desenvolvimentos tecnológicos que o Senhor – e outros grupos de almas – perseguiram tiveram um impacto tão grande sobre a natureza, que os sistemas ecológicos da Terra foram perturbados. A queda da Atlântida não ocorreu de uma só vez. Havia muitos sinais de alerta-a natureza acenando – mas quando não foram ouvidos, ocorreram enormes desastres naturais através dos quais a civilização Atlante foi inundada e destruída.
 
Como isso o afetou no nível interno? Foi uma experiência chocante, uma experiência traumática; foi outra queda, uma segunda queda da experiência nas profundezas.
 
Durante as suas encarnações na Terra, acabaram por perder a ligação com a energia do coração que tinham alcançado.
 
Mais fortes do que nunca, aperceberam-se, após a queda da Atlântida, que a verdade não se encontrava no controlo da vida, mesmo que o propósito parecesse nobre. Então começastes realmente a abrir-vos à voz calma do coração, que vos diz que existe uma sabedoria que opera através da própria vida, que não precisa de gerir nem controlar. No fluxo da própria vida, no fluxo do coração e dos sentimentos, há uma sabedoria com a qual você pode sintonizar ou alinhar-se ouvindo e entregando-se. Não é uma sabedoria criada a partir da cabeça ou pela vontade, é uma sabedoria que vem de permitir, numa perspectiva mais elevada, a voz do amor.
 
Este conhecimento místico, que é acompanhado por um sentimento de humildade e entrega, você lentamente começou a sentir de dentro. Mas, mesmo assim, o tempo ainda não estava maduro para um alegre despertar das energias do coração. Uma sombra caiu sobre vós durante a Atlântida, a sombra de ter afectado negativamente outros seres.
 
Os efeitos disso teriam que ser profundamente sentidos e experimentados por vocês antes que o despertar pudesse ocorrer.
 
Mais uma vez dou mais um grande passo nesta velha história, e levo-vos ao momento em que regressam à terra, depois de a Atlântida ter desaparecido, arrastada pelas ondas do oceano.
 
Mais uma vez encarnaram em corpos humanos, a memória da Atlântida enterrada no fundo da memória da vossa alma, amarrada com um sentimento de vergonha e insegurança. A queda da Atlântida tinha-vos atordoado e perplexo, mas também tinha aberto um pouco mais os vossos corações.
 
Que desenvolvimentos imensos estão a acontecer numa escala de tempo tão grande!
 
Rejeição como trabalhador da luz - a terceira queda na experiência
O próximo ciclo importante começou com a vinda da energia Crística na terra, mais visivelmente representada por mim. Muitos de vós estiveram presentes nessa altura ou nessa altura. Alguns séculos antes do meu nascimento, começastes a encarnar de novo em grande número. Uma voz do teu coração seduziu-te, convocou-te. Sentiste que 'tinhas de estar lá', que era altura de dares mais um passo na tua jornada espiritual, que ficou tão entrelaçada com a Terra.
 
A vinda da energia Crística, a minha vinda à terra, foi parcialmente preparada por vós. Eu não poderia ter vindo sem uma camada de energia presente na Terra que me receberia, 'Pegue-me', por assim dizer.
 
A energia fornece o canal através do qual eu poderia ancorar a energia Crística na Terra. Foi um esforço conjunto, na verdade.
 
Seus corações se abriram para mim, para o que eu representava. Naquele tempo, fostes a parte da humanidade mais aberta a receber do coração O amor e a sabedoria.
 
Uma certa humildade surgiu dentro de vós, no melhor sentido da palavra: uma entrega ao não saber, não querer controlar ou 'gerir' as coisas, e uma abertura genuína a algo novo, algo que se destaca do poder e do controlo, algo diferente.
 
E por causa desta confiança e abertura nos vossos corações, podeis receber-me.
 
Eu era como um feixe de luz caindo na Terra, lembrando aqueles que estavam prontos de sua natureza angelical, seu núcleo divino. Você foi movido por mim, pelo que eu expressei e irradiei para você do meu núcleo interno, e a energia Crística a partir de então o afetou profundamente, naquela vida ao redor de Cristo e nas vidas seguintes, até agora. Em todas essas vidas, procurastes trazer a energia Crística para a terra, difundi-la através do ensino e da cura sob diferentes formas.
 
Vocês foram trabalhadores da luz inspirados e apaixonados, trabalhando arduamente para trazer mais justiça, justiça e amor a este planeta.
 
Naquela época, a era do despertar da energia Crística, vocês eram os que se opunham às religiões que eram muito bem organizadas, às formas autoritárias de subjugar as pessoas. Lutastes pela liberdade, pela emancipação da energia feminina, pelos valores baseados no coração numa época que ainda mal se apercebia disso.
 
Nos últimos dois mil anos, fostes combatentes da Liberdade e fostes rejeitados e perseguidos por isso. Foste castigado e torturado por quem eras e acabaste frequentemente na estaca do andaime. Você carrega muitos traumas emocionais deste episódio da história.
 
Nas lutas e na resistência que encontraste, o carma Atlante (e galáctico) estava a funcionar.
 
Os papéis foram agora invertidos. Tornastes-vos vítimas e atravessastes as profundezas da solidão, do medo e do desespero.
 
Você conheceu intimamente a profunda dor emocional da rejeição.
 
Esta foi a sua terceira queda, uma terceira queda na experiência, e aquela que os levou ao cerne da sua missão: compreender a unidade subjacente à luz e à escuridão, aprender o que o amor realmente significa. Esta terceira queda levou-vos ao presente, a quem sois agora.
 
Hoje, à beira de um novo ciclo, nestes tempos transformadores, estais verdadeiramente abertos ao significado da energia Crística.
 
Em seu coração, está brotando uma sabedoria que abraça e transcende os opostos e reconhece o único fluxo divino em todas as diferentes manifestações. O vosso amor não é um mero conhecimento abstracto, mas um fluxo real, puro e sincero do coração, que se estende aos outros e à Terra.
 
Reconhece - se agora no semblante do outro, quer seja 'claro' ou 'escuro', rico ou pobre, trabalhador da luz ou alma, homem, animal ou planta.
 
O amor incorporado na Consciência Crística preenche a lacuna entre os opostos e dá-lhe uma sensação palpável da interconexão de tudo o que é.
 
Como um anjo, você já guardou o paraíso na Terra. Vocês se isolaram desse estado de inocência, quando se engajaram na dança do poder com energias que queriam roubar o paraíso de vocês. Através disso, abandonastes o reino espiritual e encarnastes mais profundamente na realidade material da forma e da ilusão.
 
De anjo você se tornou guerreiro.
 
Quando encarnaram na terra e passaram a experimentar o que era ser humano, foram novamente tentados pelo desejo de controlar as coisas e isso levou à queda da Atlântida e de vocês como guerreiros.
 
Voltastes à terra para experimentar o lado negativo do jogo de poder, para sentir como é ser vítima de agressão e violência.
 
As consequências desta última parte do ciclo ainda estão claramente presentes na vossa forma de experienciar as coisas e todos estão a trabalhar arduamente para superar o trauma da rejeição dentro de vós.
 
Com isso, estão a dar um ciclo completo, até ao ponto em que começou.
 
Você volta à sua verdadeira natureza como um anjo, mas agora um anjo totalmente encarnado, com um conhecimento real e VIVO dos extremos da luz e da escuridão, do amor e do medo. Você é um anjo sábio e compassivo, um anjo humano…
 
Tenho um grande respeito por si, pela incrível viagem que fez. Estou diante de vocês agora como seus iguais. Estou aqui como professor e guia, mas também como irmão e amigo. Gostaria de vos oferecer o meu amor e a minha amizade, não de forma abstracta, mas como uma energia tangível de companheirismo e compreensão. Sei quem é. Reconheçam - se agora no meu semblante.
 
Vocês estão no fim de grandes ciclos de tempo, nos quais passaram por muitas experiências.
 
Hoje eu queria falar de Atlântida, como o reconhecimento das energias que você incorporou lá, você pode ajudá-lo a entrar em um estado de paz e integridade consigo mesmo.
 
A energia Atlante é a energia de grande poder mental, combinada com um orgulho e arrogância distintos.
 
Atreva-se a reconhecer esta 'energia escura' interior, atreva-se a aceitar que a experimentou e viveu uma vez. Sinta que foi infrator e perpetrador, bem como vítima. Permitir que esse fato entre em sua consciência abre a porta de entrada para a maior sabedoria que você pode abraçar em sua vida: a sabedoria da não-julgamento.
 
Ao estar ciente do seu lado negro, você deixará de julgar os outros, por estar certo ou errado, ou mesmo por si mesmo.
 
Todos os motivos de julgamento desaparecerão. O julgamento abre caminho para a compreensão e a compaixão. Então você realmente começa a entender o que é o amor, o que significa 'trabalho leve'. A palavra 'trabalho de luz' sugere, de facto, falsamente que existe algum tipo de luta entre a luz e a escuridão, e que o trabalhador da luz é quem vence a escuridão. Mas o verdadeiro trabalho leve não é nada disso. O verdadeiro trabalho leve implica que você é capaz de reconhecer a luz do amor e da consciência em tudo o que é, mesmo que esteja escondido atrás de máscaras de ódio e agressão.
 
Muitas vezes, continuam a ser tentados a julgar a realidade da terra, por exemplo, a forma como a Política funciona ou a forma como as pessoas tratam o ambiente. É fácil dizer que está tudo errado e sentir-se um estranho neste planeta Terra, alienado e sem-abrigo.
 
Tente fazer contato com a energia do agressor dentro de você nesses momentos.
 
Permita-se acessar a energia Atlante, que ainda está lá na memória da sua alma, e sinta que você também foi assim, e até mesmo que estava tudo bem.
 
Todas as suas 'quedas na experiência' eventualmente lhe trazem um círculo completo e abrem seu coração para a essência da criação de deus: amor, criatividade, inocência. Vós, que experimentastes os extremos das trevas e da luz, durante todo o vosso caminho não fostes outra coisa senão uma criança inocente do paraíso, partindo com espírito de franqueza, curiosidade audaciosa e entusiasmo pela vida. Nesta jornada, você só poderia aprender com a experiência. As 'quedas na experiência' não poderiam ter sido evitadas, pois eram os meios para alcançar algo novo e mais gratificante. A essência de sua jornada é que você alcança a sabedoria através da experiência. Portanto, por favor, reconheçam e honrem a coragem deste menino-anjo que vocês foram. Ver a sua vitalidade, coragem e perseverança em aventurar-se no desconhecido, e depois sentir a sua própria inocência, mesmo no seu lado mais sombrio.
 
Peço-lhe que respeite a si mesmo, incluindo o seu lado negro.
 
Apenas sinta o poder e a autoconsciência da energia Atlante por um momento. Há também um lado positivo. Foste dotado de muitas maneiras. Convidem essa energia, aqui e agora.
 
Permita que o senso de auto-estima e auto-comando volte para você e perdoe-se pelas atrocidades que ocorreram no passado.
 
Sim, infligiste dor aos outros, foste o agressor de lá ... mas sentiste também como chegaste a lamentar-te profundamente, e quanto te abriste agora ao respeito genuíno por tudo o que vive.
 
Quando você se perdoa, você se abre para a alegria de deixar de julgar.
 
Eis a consequência: se reconheces a parte obscura de TI e consegues perdoar-te a ti mesmo, não precisas de julgar a ti mesmo nem aos outros. Isso é um deleite para a sua alma.....
 
Muitas vezes continua a colocar-se na prateleira dos seus julgamentos. Você diz a si mesmo que há muito que você tem que realizar ainda.
 
Hoje, peço-lhe que olhe para trás e veja o que já realizou.
 
Estejam conscientes da profundidade da vossa viagem ao longo destes grandes ciclos de tempo. E não me olhes mais como mestre. Cumpri esse papel, há dois mil anos, mas esse tempo acabou.
 
Vós sois os Cristos desta nova era, trareis paz num mundo de dualidade e polaridade, irradiando a paz que está dentro dos vossos próprios corações.
 
Sinta como está pronto para este papel e deixe-me simplesmente oferecer-lhe algum apoio e encorajamento como seu amigo e irmão.
 
Somos um.
 
Jeshua
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)

Free counters!Visitor Map
 

Outubro 05, 2023

chamavioleta

COMUNICANDO-SE COM SEU CORPO

 

Mensagem da Mãe Terra

Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração [br]

a 4 de outubro de 2023

 

 

 
Queridas pessoas,
 
Eu as saúdo de coração. Sou sua mãe, a Terra, e me alegro com a presença de vocês aqui comigo.
 
Eu englobo todos vocês. Sintam a minha presença como uma consciência que permeia tudo que vive na Terra. Essa consciência está em vocês e em tudo que os cerca: os minerais, as plantas, os animais. Estou em tudo que vive. Tudo o que assumiu forma material é estimulado e vivificado pela consciência interior, e eu vivo nessa consciência e a sustento.
 
Eu sou a presença básica, constante, por trás de todas as coisas, que possibilita o desenvolvimento da consciência da alma em cada mineral, planta, animal e ser humano. Eu sou a mãe que dá vida a todas e cada uma das formas de consciência. 
 
No final, tudo – cada partícula ou forma material – se mantém vivo por meio da consciência. E na minha essência, eu também sou essa consciência. O que se pode perceber é a matéria, a forma material, mas a essência de todas as formas é a consciência subjacente à matéria.
 
Quero lhes contar mais uma coisa a respeito dessa consciência que eu sou… Sou uma consciência feminina. Sou fluida e fluente, e não conheço nenhuma limitação. E sendo eu a alma por trás de toda a vida na Terra, eu sou um fluxo de unidade que permeia tudo. Em contraposição a essa unidade, estão todas as almas individuais únicas.
 
E como você é um indivíduo único, há uma dança entre nós, assim como entre todos os indivíduos e a corrente única que eu sou. Mas essa dança só funciona, só é criativa e produtiva, se as almas individuais estiverem cientes da sua conexão comigo. É como no caso de um grande rio: você só pode relaxar e fluir com ele se souber que faz parte desse rio, se puder sentir essa corrente e confiar nela.
 
Mas a maioria das pessoas da sua sociedade está em conflito com o fluxo de vida que eu sou. Elas não confiam nessa corrente: resistem, tentam sair dela, agarram-se às margens do rio, porque sentem que essa corrente é turbulenta e incontrolável.
 
Na verdade, essa corrente é o fluxo da sua própria natureza terrena – os seus sentimentos, seus instintos, sua paixão – mas vocês não foram ensinados a confiar na sua natureza. Em geral, as pessoas sentem uma grande desconfiança em relação à sua natureza terrena, bem como uma certa suspeita em relação à corrente de vida que flui na Terra.
 
O resultado dessa desconfiança é que a camada fundamental que eu sou, e que eu posso me tornar para a humanidade, não é explorada… ou não é suficientemente explorada. É como se eu estivesse aguardando para dançar com você, mas você, como o ser humano em geral, afastou-se de mim, tentando criar sua vida independente de mim. 
 
Acima de tudo, o ser humano quer ser o mestre da vida, usando a energia mental da cabeça em vez de mover-se com a corrente da vida, que é natural, leve e fluida – se não se resistir a ela.
 
Mas como as pessoas, coletivamente e em grande escala, voltaram suas costas para o fluxo vivo que permeia tudo, as coisas não estão indo bem na Terra. Formou-se um vazio entre os seres humanos e a natureza, que causou a destruição de grande parte dela, no reino vegetal e animal. 
 
Além disso, existe uma devastação no mundo interior das próprias pessoas… elas ficam deprimidas e inquietas se não conseguem mais encontrar sua própria conexão com o poder da Terra.
 
Então, por que estou dizendo-lhes isto? Porque vocês, que estão aqui, estão cientes da importância do relacionamento comigo, a Terra; e entendem, inclusive, que eu tenho consciência, que não sou simplesmente matéria morta.
 
Só quando o ser humano entrar em contato comigo, e sua própria energia começar a fluir de dentro dele mesmo – sua criatividade, sua autoconfiança, sua entrega à vida – só então eu poderei cumprir a minha tarefa; só então, eu poderei cuidar e apoiar vocês, de modo que a dança entre seres humanos e a Terra possa finalmente acontecer e tomar forma – uma dança criativa, da qual toda a vida se beneficiará, inclusive eu mesma.
 
Vocês são, essencialmente, canais que ajudam a moldar uma nova energia, uma nova unidade entre seres humanos e a Terra, uma nova consciência. Gostaria que vocês estivessem cientes das suas próprias qualidades relacionadas com esse processo.
 
Mas, às vezes, vocês duvidam muito de si mesmos, e isto bloqueia parcialmente o canal, mesmo que já estejam bem adiantados nesse processo. Entretanto, vocês não precisam ser perfeitos; não é imprescindível que tenham resolvido todos os seus problemas para entrar em contato comigo e contribuir, de alguma forma, com o contexto geral, no nível universal e não apenas no individual.
 
Peço, então, que cada um de vocês se conecte agora, conscientemente, com o meu coração. Imagine que há raízes na sola dos seus pés, que penetram profundamente no meu âmago, no meu coração. Sinta como você é sustentado por mim e como eu o encorajo a se entregar a esta vida e confiar em mim.
 
A vida no mundo humano, na sociedade, com todas as suas regras e padrões, e com tantos medos que foram impressos em você quando criança… essa vida social despertou medo em você e criou um certo vazio entre a sua cabeça e a própria vida. 
 
É difícil você se entregar ao seu coração, aos seus sentimentos, à sua intuição. Mas é possível. E assim que você se conectar conscientemente comigo, poderei ajudá-lo; você poderá, então, sentir como a minha energia flui através de suas pernas, desde as raízes sob seus pés.
 
Imagine que você está flutuando de costas em um rio grande e largo, e que se deixa levar pela correnteza, sentindo-se calmo. Você está seguro, embora não veja para onde está indo. Imagine essa situação de uma forma muito real. 
 
Enquanto está à deriva nesse grande rio, você olha para o céu, e sente e ouve os sons da natureza ao seu redor. Sinta como eu o carrego, e simplesmente deixe de lado os pensamentos que surgem na sua cabeça.
 
Dirija sua atenção para o seu abdome. Nas suas entranhas vive um sentido instintivo do que é verdadeiro. É a partir desse instinto que você consegue saber ou sentir algo imediatamente, antes mesmo de ter pensado nele. 
 
Este é o nível que você está buscando, e é aquele que o torna livre – sentir sem pensar. Conecte-se silenciosamente com esse ponto do seu abdome. Respire dentro dele e sinta como o canal que você é se abre.
 
Com pureza, tranquilidade e silêncio, sinta qual é a sua contribuição na Terra, o que você tem para oferecer à humanidade, à natureza. Sinta a energia das suas dádivas exclusivas e confie nessa energia, e nos sentimentos que a acompanham.
 
Você veio aqui para trazer um fluxo que conecte sua alma única com a alma da Terra, comigo; e é nesse ponto tranquilo de conexão que nossos destinos se encontram e nós trabalhamos juntos. Eu receberei seus sentimentos profundos e sua inspiração; e você, por sua vez, receberá meu apoio e nutrição, e a minha base de força e segurança. É isto que eu quero ser para você.
 
Muito obrigada pela sua presença aqui e agora.
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Setembro 22, 2023

chamavioleta

COMUNICANDO-SE COM SEU CORPO

 

Mensagem da Mãe Terra

Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 21 de setembro de 2023

 

 

 
Queridos amigos, queridos filhos da Terra. Eu Sou a voz da Terra e lhes dou as boas-vindas. Gostaria que vocês me reconhecessem como sua mãe, pois eu os carrego e sustento carinhosamente, como uma mãe o faz, só que de um jeito que é também poderoso e forte.
 
Peço a cada um de vocês que sinta o solo sob seus pés, por meio destes, pois os pés são os órgãos dos sentidos que podem perceber a energia da Terra. Sinta a vibração da Terra neste lugar e permita que ela o penetre de maneira pura e limpa.
 
Sinta o elemento Ar e o elemento Água, do mar que está tão perto daqui; sinta o elemento Terra, das pedras sob seus pés; e o elemento Fogo, do Sol sobre sua cabeça. Sinta as grandes forças da natureza à sua volta e repouse nelas. Você é bem-vindo aqui na Terra – seu lugar é aqui! Às vezes você se esquece disto, mas seu corpo sabe que você pertence à Terra; ele se move com os ritmos e ciclos da sua natureza terrena.
 
Quando você consegue vivenciar a alma como uma fonte de luz que desce à Terra e, uma vez aqui, aprende a aproveitar e ter prazer com as coisas terrenas, você pode perceber que o corpo é o guia da alma. O corpo recebe a alma e esta imbui o corpo de consciência; e embora essa consciência seja divina, ela não é onisciente.
 
A ideia de um Deus onisciente lhes foi ensinado pelas suas tradições religiosas, mas Deus é algo totalmente diferente; Ele é a Fonte de uma brilhante energia amorosa de vida. Esta energia divina flui da Fonte como a água flui de uma nascente, e embora essa energia esteja imbuída de poder infinito, ela sempre encontra novos caminhos para percorrer. Ela não sabe tudo de antemão, mas descobre aventuras sempre novas à medida que flui.
 
Você é uma gota em uma corrente de luz brilhante e infinita; uma gota que agora está residindo em um corpo terreno. E embora essa gota esteja cheia de luz e sabedoria, é sempre uma nova aventura para a alma quando ela volta a habitar um corpo, quando ela se encontra novamente encarnada e descobre novas coisas para se enriquecer.
 
Olhe para si mesmo e veja como sua alma, como essa gota de luz da Fonte eterna, se funde com seu corpo. Observe em quais partes do seu corpo a luz é mais clara; onde o corpo está mais vivo, relaxado e fluido; onde ele flui com o ritmo da natureza, com o ritmo deste planeta. Perceba esses lugares do seu corpo, onde tudo está fluindo bem. É aí que sua alma e seu corpo estão dançando juntos em harmonia.
 
Veja como a sua alma está feliz por estar aqui; ela quer entrar nesta aventura! Isto não é um castigo, uma obrigação ou um “deveria” – sua alma quer estar aqui. Este seu corpo é o parceiro de sonhos da sua alma. Sua alma é grata por este corpo, mesmo que, do seu ponto de vista humano, a experiência às vezes possa ser muito difícil.
 
Então, vamos procurar locais do seu corpo onde a luz da sua alma flui com menos liberdade; onde possa haver uma separação entre a luz da sua alma e o seu corpo. Percorra seu corpo, com total consciência, e vá até os locais onde haja tensão ou angústia. Percorra-o com uma mente inquiridora, e olhe, de forma muito aberta e honesta, para esses locais do seu corpo.
 
Muitos desejam entender a linguagem do corpo, entender quais as mensagens que o corpo lhes traz, mas estão acostumados a tentar fazer isso através do pensamento.
 
Você quer inspecionar e analisar tudo por meio do pensamento, mas o corpo não funciona desse jeito. Ele reside em um outro nível, o mesmo nível da natureza externa a você – as árvores, as plantas, as pedras, os animais – e estes não pensam como os humanos. Certamente há uma consciência viva, sensitiva, perceptiva em tudo isso, mas a parte pensante não existe; e é por isto que a natureza se rende com mais facilidade ao fluxo da vida.
 
O ser humano, entretanto, tem uma opção, já que há sempre espaço no seu interior para espontaneidade e diversão, as quais fazem parte da natureza humana. Mas, em muitas pessoas, esse espaço é preenchido por elas estarem ocupadas demais com a mente. Se for este o seu caso, você não habita verdadeiramente o seu corpo até que ele chame a sua atenção através de uma dor, um padecimento ou uma doença. Ele quer lhe dizer alguma coisa, mas você não consegue entendê-lo com sua mente.
 
É por isto que eu o incentivo a descer àqueles lugares do seu corpo onde as coisas não fluem bem, e buscar outra linguagem para se comunicar com ele. Isto, por si só, já traz a cura, porque você libera os pensamentos da sua cabeça e, através do corpo, conecta-se comigo, a Terra. Eu vivo no seu corpo – eu tenho minha própria sabedoria, e sigo leis e ritmos dos quais você se esqueceu.
 
Desça até mim, a Terra, e permita-me residir em você. Desça até mim, e permita que um animal apareça naquele lugar onde a energia está bloqueada. E observe o que surge em você. Como se parece esse animal? O que ele lhe diz? Ele fala em uma linguagem muito simples, mas não é uma linguagem de palavras e pensamentos. Ele quer sua atenção e está aqui para ajudar a restaurar a harmonia em seu campo de energia, sua aura.
 
É um animal curador que só pode fazer seu trabalho se você confiar nele e permitir que ele restaure seu equilíbrio. Este animal incorpora a sabedoria da natureza; absorva a energia que ele tem a oferecer. Faça isto sem palavras e esteja realmente aberto à energia desse animal. Preencha todo o seu corpo e aura com a energia dele.
 
Perceba como esse animal o aterra e o conecta comigo – sua mãe – e com todos os elementos da natureza. Transforme-se nesse animal por um momento, tornando-se um com ele. Sinta o que é preciso para amenizar a dor ou enfermidade que você está vivenciando, e para solucioná-la. O animal traz em si uma força instintiva, que lhe permite saber o que você necessita.
 
Seus pensamentos podem afastar você desse conhecimento, porque são cheios de julgamentos, comandos e proibições. Mas você é uma alma que se conectou com um corpo terreno que contém elementos das plantas, dos animais e dos minerais. Todos os níveis da natureza estão representados em você, então sinta a sua unidade com a Terra.
 
Peço-lhe, agora, que se conecte com um dos quatro elementos: terra, água, ar ou fogo. Todos os elementos estão representados aqui; entretanto, há um que você precisa mais atualmente. Será o poder do fogo, com seu entusiasmo e paixão, ou a natureza suave e fluida da água? Será a força e o aterramento da terra ou a vastidão e o espaço do céu, o elemento do ar?
 
Imagine, por um instante, uma figura para representar cada um dos quatro elementos, e então, deixe que uma delas se destaque espontaneamente para lhe oferecer alguma coisa. Conecte-se com esse elemento. Receba o poder curativo desse elemento com admiração e reverência, para que ele possa mostrar-lhe o que é importante para você neste momento.
 
Finalmente, peço-lhe que esteja atento aos vários guias que você possui aqui na Terra: seu corpo, que sempre fala com você em sua linguagem própria; e a consciência dos animais, plantas, minerais e elementos ao seu redor.
 
Todos eles são igualmente seus guias, muito tangíveis, muito próximos. Você é bem-vindo aqui, e quando perder temporariamente essa sensação de acolhimento, volte-se totalmente para dentro de todo o seu corpo. Seu corpo sabe que você está em casa aqui, que você não está só, e que você está sempre rodeado de recursos e forças que o sustentam.
 
Eu Sou a Mãe Terra e eu mesma sou uma mistura de energias celestiais e forças físicas – sou uma criatura com alma. E quando vejo vocês, que também são criaturas com alma, se conectarem com as forças da Terra e irradiarem sua luz aqui e se divertirem fazendo isso, fico imensamente feliz!
 
Cercá-los com os guias que lhes ofereço é a minha alegria, minha paixão. Portanto, recebam minha energia. Vocês são meus filhos, e nada deixa uma mãe mais feliz do que ver seus filhos crescerem e florescerem.
 
Muito obrigada!
 
Mãe Terra
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Agosto 09, 2023

chamavioleta

DESAPEGUE-SE DO TEMPO

Mensagem de Mãe Maria
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 9 de agosto de 2023

 

 

 
Queridos amigos,
 
Eu Sou Maria. Estou aqui para lhes trazer a energia da alegria e leveza que pertence ao coração de cada um de vocês. Lembre-se como era ser criança. Seu cérebro ainda não havia se desenvolvido tanto, de modo que, para você, era natural estar no centro dos seus próprios sentimentos e fluir com eles. Sua energia se concentrava muito menos na sua cabeça e muito mais no seu corpo e membros. Uma criança precisa literalmente mover-se e brincar, porque há muita energia em seu corpo.
 
Enquanto falo com você, permita que o foco da sua atenção e energia desça ao seu coração, braços e pernas, e conecte-se com a Terra. Sinta como as energias da natureza desejam apoiá-lo, porque você também faz parte da natureza. Por meio do seu corpo, você é parte dos reinos animal e vegetal. Lembre-se da sabedoria do seu corpo, que é simples e clara.
 
Bem no meio do seu corpo está a fonte da vida – a energia vital. Conecte-se com ela agora. Permita que sua respiração simplesmente toque-a cada vez que você inspirar. Quando criança, você estava naturalmente em contato com essa fonte.
 
Seu propósito essencial, seu propósito espiritual, é conectar-se novamente com essa criança que é parte de você. A vida na Terra é para ser alegre! E eu gostaria de lhe contar agora como é possível carregar fardos pesados e, ao mesmo tempo, ter alegria e leveza em sua vida.
 
A primeira chave é desapegar-se do tempo. Muitas vezes você se pressiona porque sente que precisa realizar algum objetivo espiritual ou de outra natureza em um determinado espaço de tempo. Mas este é um pensamento muito humano; à medida que você se aproxima mais da sua alma, o tempo vai se tornando menos importante; tende a evaporar-se.
 
Lembre-se de quando era criança e estava brincando ou se divertindo… você se perdia ali; não havia nenhum tempo na sua consciência. Então, quando você vive desse jeito, quando vive no momento, você se deixa levar muito mais pelo fluxo natural da vida.
 
Existem momentos na vida, em que você tem que enfrentar emoções internas intensas, como medo ou raiva, resistência ou tristeza. Se simplesmente permanecer presente com a emoção, sem pensar muito a respeito dela, perceberá que ela terá um início e um fim; e que após esse encontro profundo com essas camadas, haverá um momento de leveza e desejo de viver a vida divertidamente.
 
Atreva-se a ser como uma criança novamente, e sinta isso agora mesmo. Pergunte-se “O que preciso na minha vida para sentir mais alegria, de maneira muito simples?” E não tenha medo de oferecer isso para si mesmo, de se mimar um pouco. Sua criança interior muitas vezes deseja tomá-lo pelas mãos e levá-lo para o agora, para o presente. É tão frequente você ser pego em pensamentos sobre o passado, ou problemas que precisa resolver; mas a vida é aqui e agora.
 
Como almas, todos vocês estão no final de um ciclo de encarnações. E, como já mencionamos antes, este é um tempo de transição, bem como um tempo de conclusão – cada um de vocês está gerando um novo você. É verdade que as feridas e traumas de vidas passadas precisam revisitá-lo, de modo a serem curadas e liberadas, mas ao tentar alcançar o novo você que está nascendo, é possível que também alcance a alegria e a leveza do futuro. Gostaria de convidá-lo a fazer exatamente isto agora.
 
Imagine que a Nova Terra já se manifestou com mais clareza neste planeta. Há mais abertura de coração para coração; é mais fácil confiar em outras pessoas e mostrar-lhes abertamente a sua confiança e amor. Há mais alegria e cooperação entre as pessoas.
 
Ainda existem energias que precisam ser resolvidas e equilibradas, mas o peso e a dor do passado já foram transformados em sabedoria e compaixão. Sinta a energia desse futuro neste instante; sinta como esse futuro o convida a chegar mais perto; sinta a energia da Terra viva sob seus pés; e sinta a alegria dela e a paixão dela pelo futuro.
 
Veja-se de pé na Nova Terra. Seu coração está aberto e seus pés firmemente enraizados no solo. Agora siga seu primeiro impulso – o que você amaria fazer neste lugar? Existe algum tipo de trabalho ou arte que o atraia? Você ama trabalhar com crianças, com outras pessoas, ou talvez fazer algo sozinho? Tudo é possível neste lugar!
 
E, acima de tudo, sinta o amor da Terra acolhendo-o. Ela o reconhece como o professor e curador que você é e, ao mesmo tempo, deseja nutrir sua parte criança, a parte alegre e divertida em você.
 
Obrigada por estar aqui hoje.
 
E lembre-se sempre de que a alegria dos Reinos Celestiais está por perto.
 
Mãe Maria
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Agosto 08, 2023

chamavioleta

SEGMENTOS DA ALMA

Mensagem de Maria Madalena 
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 8 de agosto de 2023

 
 
 
Queridos amigos,
 
Eu Sou Maria Madalena e acolho todos vocês neste círculo de pessoas de mentes afins. Vocês estão passando por um período de transição que não se limita ao mundo que os rodeia, mas acontece também no interior de cada um. Cada um de vocês está se movendo ativamente em direção ao seu Eu Maior.
 
 
Este Eu não está limitado a tempo e espaço, mas é livre, ilimitado e capaz de abrir suas asas e adquirir percepção, energia e conhecimento das outras dimensões nas quais já viveu. A riqueza dessa herança está cada vez mais ao seu alcance, porque você está se expandindo internamente, tornando-se mais vasto, mais espaçoso. Sua consciência ultrapassa cada vez mais fronteiras.
 
Esta amplidão acontece através do seu trabalho interior, da sua disposição de seguir o caminho da sua alma, e também, graças à sua busca constante das suas próprias sombras. Como resultado, sua conscientização está aumentando e você está sendo, cada vez mais, quem você realmente é.
 
Você está criando a transição de uma personalidade terrena – presa ao tempo e ao espaço, limitada pela era e cultura em que vive – para uma personalidade sustentada pela alma, isto é, uma personalidade inspirada pelo nível da alma, e que está livremente em contato com muitas outras dimensões além desta.
 
É justamente pelo fato de você estar passando por esta transição e sua alma estar despertando neste corpo no decorrer desta vida, que suas encarnações passadas estão vindo à sua consciência – seja através de sentimentos (por vezes ambíguos), seja através de imagens ou lembranças. E a razão disto é muito simples: suas encarnações passadas ainda estão vivas.
 
Essas personalidades que você foi, em todos esses tempos e lugares, não estão realmente mortas – elas são segmentos da sua alma e ainda vivem em outra dimensão. Sua alma é um instrumento que possui vários segmentos, constituídos pelas diversas personalidades que você já foi. A partir dos lugares em que se localizam agora, esses segmentos da sua alma percebem uma luz ao longe, e essa luz é você neste momento.
 
Essas vidas passadas percebem o que ainda não foi resolvido no seu Eu – aquilo que ainda dói e foi mal compreendido na época em que elas viveram. Tudo o que não foi resolvido tem agora a oportunidade de ser entendido por você, internamente, e ficar claro, de modo que velhas dores possam ser liberadas.
 
No momento em que você deliberadamente fizer a transição para uma autoconsciência maior, essas partes da sua alma, que se sentiram perdidas em vidas anteriores, encontrarão seu caminho até você na sua vida atual e, algumas vezes, elas o confrontarão com sentimentos violentos e até bloqueios.
 
Mesmo que você não consiga aceitá-las literalmente como suas, elas voltam através do tempo e espaço para bater à sua porta, porque sentem que você tem a capacidade de redimi-las.
 
Para realizar verdadeiramente este trabalho de modo que ocorra uma redenção autêntica, primeiro você precisa estar ciente do fato de que você é a sua alma. Precisa saber que está se tornando essa totalidade, que inclui todas as vidas que estão procurando tornar-se parte da imensa tapeçaria que compõe a sua alma – você é uma personalidade terrena e, ao mesmo tempo, uma alma.
 
Esta vida tem o potencial de lhe oferecer a oportunidade de integrar todo tipo de aspectos antigos de si mesmo. E em todos esses aspectos, em todas essas vidas passadas, existe algo belo, algo especial: um talento único, uma energia, um brilho que possui algo extraordinário para acrescentar a você como alma, e ao mundo também.
 
Todos esses aspectos únicos desejam tornar-se realidade. Alguns deles foram, por assim dizer, “cortados pela raiz” e abortados. As condições não eram adequadas na ocasião… e algumas vezes é até necessário que você experimente as dinâmicas das energias de luz e trevas na Terra, antes de poder entender esses aspectos de um modo mais completo.
 
Tudo que fica trancado em um trauma dentro de você sempre busca redenção e renovação. E assim, por esta razão, você acaba sofrendo e sentindo-se desanimado, mas este nunca é o objetivo. Agora é importante que você perceba que tem a capacidade, o poder dentro de si, de se libertar e se redimir.
 
Você tem a amplidão em seu coração e sua alma para libertar aqueles velhos segmentos presos na história da sua alma, de modo que os frutos e talentos desses segmentos estejam finalmente livres.
 
E como agora você se tornou tão grandioso, tudo isso é possível nesta vida. Mas você ainda não percebeu totalmente este fato, e então pode ficar tão consternado pela dor, a energia bloqueada do passado, que perca toda a coragem. E, assim, não acredite em si mesmo e suas habilidades como o curador que você se tornou agora.
 
Você está pronto para isso! Assumir o seu poder significa, em primeiro lugar, enxergar e reconhecer a sua própria força. Poder é consciência, e consciência é a maior força que existe. Tudo vem da consciência.
 
Se isto é confuso para você é porque, no seu mundo terreno – especialmente nesta sociedade – o poder é mais frequentemente associado a fazer e agir do que ao que é visto como mera consciência. Isto é um grande engano, porque fazer e agir, quando não alimentados pela verdadeira consciência, levam ao caos e ao desequilíbrio.
 
Isto é uma coisa que você pode ver claramente ao seu redor na Terra. Há tanto caos e desequilíbrio porque existem forças que não são guiadas pelo conhecimento da alma e pelo amor. Geralmente são forças cegas, muito explosivas, mas essencialmente impotentes. Em geral, elas não são nada poderosas.
 
A maior força que existe é a consciência. E o que quero dizer com “consciência”? Em primeiro lugar, significa estar completamente aberto e presente. Uma consciência totalmente aberta envolve tudo; não divide as coisas em “boas” e “más”; não exclui.
 
Uma consciência aberta é também muito curiosa; ela deseja explorar tudo e quer ir sempre ao âmago das coisas, não ficando apenas no exterior, mas indo ao fundo de tudo. Uma consciência aberta não diz “não” às emoções pesadas e expressões sombrias. Ela quer se aprofundar e entender o porquê, pois está perfeitamente ciente de um amor todo-abrangente.
 
A consciência arquetípica, que é a consciência central da vida de Deus, tem certeza desse amor e busca a luz por trás de tudo e aquilo que precisa de luz. Ela nunca divide as coisas em “boas” ou “ruins”; em vez disso, faz uma distinção entre maturidade e imaturidade. Por trás das muitas manifestações do “mal” existe uma criança carente; e uma consciência expansiva sabe disso.
 
Você pode trabalhar em si mesmo da mesma maneira. Abordar sua própria dor, suas próprias feridas, a partir de uma consciência aberta, é a coisa mais poderosa que você pode fazer. Porque, quando você está aberto ao amor do Eu e olha para seu Eu com a mente aberta, a transformação acontece, simultaneamente, nos lugares onde dói.
 
Tudo é permitido, porque uma consciência aberta é abrangente; dá-lhe uma sensação de relaxamento e de volta ao Lar, e isso é realmente curativo. Curar não é tornar as coisas “melhores”, ou consertar alguns problemas, ou colocar band-aid em um trauma.
 
Curar é estar presente em plena e pura consciência, para começar gradualmente a entender por que as coisas estão acontecendo do jeito que estão. Esse campo de cura da consciência é onde sua alma desponta, onde sua alma também está crescendo. É isso que está nascendo em todos vocês na Terra, nesta vida.
 
Convido-o, neste momento, a entrar nesse campo de “amor consciente” ou “consciência amorosa” dentro de si mesmo, e imaginar que todas as células do seu corpo estão abertas para essa energia, que, na verdade, é a sua alma. Ela tem a energia do Lar, da sua origem.
 
Procure uma cor, ou uma sensação particular, e sinta que, nesse campo, vive uma certeza profunda: a certeza de que, no final, tudo nada mais é do que amor. Tudo descobre seu próprio lugar; tudo acaba voltando para o Lar.
 
Em sua essência, essa consciência está livre de todos os cuidados. Ela certamente conhece a profundidade da dor e da perda que você pode experimentar como ser humano, mas também sabe que tudo isso vai acabar, que todas as partes voltarão para Casa enriquecidas por sua jornada através do tempo e do espaço.
 
Agora, sinta que está tornando-se muito forte. Concentre-se em seu Eu Interior e sinta uma âncora em seu abdome e nos seus chacras inferiores. Permita que esse campo de energia de cura desça até seu chacra raiz.
 
Sinta o quanto a Terra fica feliz quando você conhece sua alma: a Terra deseja sustentar esse conhecimento. Respire profundamente pelo seu abdome e sinta como você está seguro nesse campo de amor, essencialmente intocável. Independentemente do que as pessoas façam com você ou contra você, este campo se mantém; ele é inatacável; ele é eterno.
 
Gostaria de encorajá-lo, agora, a visitar, dentro de si mesmo, uma situação sombria que esteja pronta para ser liberada. Algumas partes suas podem estar profundamente escondidas e ainda não prontas para a redenção.
 
Mas há outras que estão ansiosas para serem livres, para que a alegria original da vida, que permanece presa nessa dor ou trauma, possa ser liberada. Você precisa dessa sua parte que está pronta para a libertação, para se tornar mais feliz e otimista; então encoraje-a a dar um passo à frente em sua consciência.
 
Visualize essa sua parte como uma figura, ou uma energia, ou uma cor, um símbolo – o que vier à sua mente. Pode, inclusive, senti-la em um lugar do seu corpo, mas dê-lhe olhos e imagine que esses olhos expressam a sua dor, ou sua raiva, frustração e resistência. Ou, talvez, você veja algo muito tênue e etéreo, algo que não consegue expressar-se muito bem. Seja o que for, saúde-o imediatamente e tente não mudá-lo; simplesmente faça-o sentir-se acolhido.
 
É possível que essa sua parte tenha permanecido na escuridão por muito tempo; e que, agora, ela talvez precise acostumar-se com a sua atenção. Provavelmente, ela sente necessidade de segurança, pois quando se viveu muito tempo como um segredo sombrio, a luz pode machucar, no começo, criando uma sensação de medo ou vergonha.
 
É por isto que é bom lhe perguntar o que você pode fazer por ela. Permita que essa sua parte fale. Pergunte-lhe: “O que você precisa de mim? O que posso fazer por você?”
 
Observe como você permanece calmo. Independentemente de quanta dor ou desconforto se irradie dessa sua parte, você está numa situação de compreensão e amplidão. Inclusive, sente que não precisa fazer nada, que só precisa estar presente. Prometa, então, a esta sua parte, que você vai realizar o que ela lhe pedir, o que ela desejar; que você vai atender às suas expectativas tanto quanto possível.
 
Quando fizer este trabalho interior, deixe-se guiar pelo que essa sua parte ferida precisa e deseja. Pense nisso como um jogo precioso que você joga com esse aspecto seu. Ou seja, não comece tentando limpar-se freneticamente; dê-se tempo para isso.
 
Sua alma está numa dimensão que não depende do tempo terreno, e geralmente tem um sentido de tempo melhor do que o seu espírito humano, que quer agir logo, quer ver resultados imediatos no mundo exterior, porque foi assim que você foi criado – quase como se passasse por uma lavagem cerebral.
 
A dinâmica e o ritmo da vida emocional não funcionam em linha reta. Os melhores veículos para a mudança são paciência, compreensão e compaixão. E quando você consegue oferecê-los a si mesmo, sem nenhuma expectativa, sem se preocupar com os resultados, então as coisas acontecem sem que você tente fazê-las acontecer. Mais uma vez, este é o grande poder da consciência pura, da presença pura… ela faz o que faz sem empurrar, puxar ou forçar.
 
Se a sua vida na Terra – e estou me referindo à vida de TODAS as pessoas desta Terra – fosse mais ancorada na consciência, este mundo seria um lugar muito diferente. As pessoas permaneceriam mais sintonizadas com sua própria amplidão interior e se manteriam abertas e alertas.
 
E com esta consciência aberta e alerta, novas inspirações emergiriam sem esforço, após um período de silêncio e quietude. Viriam de um coração puro e fariam com que o indivíduo chegasse à seguinte conclusão: “É isto que eu quero fazer! É isto que realmente me fará feliz!”. Tal decisão sempre contribuirá para o bem-estar de todas as pessoas e da Terra.
 
Entretanto, como essa amplidão não é utilizada e o poder da consciência é subestimado, as pessoas se apressam demais e, muitas vezes, agem a partir do medo e da ansiedade. Como resultado, as ações obtidas são caóticas, ou até mesmo destrutivas, e isto não é doloroso apenas para os seres humanos, mas também para a Terra que sofre por isso.
 
Perceba, também, que essa consciência que descrevi, quando aplicada à sua própria vida como resultado do processamento de velhos traumas, não afeta apenas você. Quando você dá esse passo para trás, para dentro de si, e experimenta essa força da consciência em sua própria vida, o que acontece é que o campo de consciência da Terra, o campo coletivo, também muda.
 
Não importa se sua contribuição lhe parece pequena demais, minúscula em uma população de bilhões de pessoas – ela sempre faz uma grande diferença! Novas aberturas são criadas através do trabalho que você faz, e assim fica mais fácil para outros fazerem o mesmo também. Você dá o exemplo.
 
Gostaria de lhe agradecer pela sua presença e sua dedicação a este trabalho interior. Ele significa muito para nós, para você e para a Terra. Muito obrigada!
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Julho 19, 2023

chamavioleta

DOENÇA E SAÚDE

Mensagem de Jeshua
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 19 de julho de 2023

 

 

 

 

 
Queridos amigos, dou-lhes as boas-vindas calorosamente e envio-lhes todo o meu amor. Eu amo todos vocês com tanto carinho. Meu amor por você não é apenas universal por natureza, mas também tem um toque pessoal, pois conheci muitos de vocês quando estava aqui na Terra entre vocês.
 
Eu Sou Jeshua. Eu vivi na Terra como Jesus e estive entre as pessoas para testemunhar o amor que está disponível para todos nós da Fonte que está dentro de nós mesmos.
 
Agora chegou a hora de você assumir a tocha. Vocês são as sementes que florescem hoje. Este é o significado do renascimento de Cristo. Eu, o único homem que já viveu na Terra, não sou aquele que está destinado a retornar; em vez disso, o poder universal da energia Crística agora está nascendo dentro de você. Estou muito feliz em apoiá-lo neste processo por estar com você desta forma.
 
No início desta sessão, Pamela e Gerrit me perguntaram quais assuntos eu gostaria de abordar e eu disse a eles: “Não importa, eu só quero estar com vocês”.
 
Eu simplesmente quero tocá-los com minha energia e lembrá-los de sua própria grandeza. Ao estender minha energia a você, meu único propósito é que você sinta a chama da clareza interior, a chama da sua verdade. Essa é a essência da energia Crística. Eu fui um dos primeiros portadores desta chama, mas agora é hora de você carregarem a tocha.
 
É importante reconhecer quem você é por dentro.
 
Você carrega esta tocha com você e deve perceber que chegou a hora de mostrá-la ao mundo, pois o mundo está esperando por isso. Este é um tempo de transformação, um tempo de grandes mudanças que mostram muitas faces, tanto escuras quanto claras.
 
A hora é chegada para as pessoas que têm uma visão mais ampla, que podem observar todas as manifestações da escuridão e da luz a partir de um estado de espírito calmo e pacífico e que são capazes de estar presentes no amor, sem julgamento.
 
Hoje falarei sobre doença e saúde.
 
Mas lembre-se, basicamente, é minha preocupação deixá-lo sentir que estou aqui, deixá-lo sentir que você é igual a mim e que eu sou igual a você. Somos um, somos portadores de uma determinada energia de Luz e temos trabalhado por muito tempo, durante muitas vidas, para aterrar esta energia e ancorá-la na Terra. Esse é o seu trabalho. Essa é a sua missão.
 
Chegou a hora de me deixar ir como alguém que você admira. Sou um irmão e um amigo para você, não um mestre que você deve seguir. Quero envolvê-lo com as energias do amor e da verdade. Isso é tudo que posso fazer. Agora é a sua vez de se levantar e deixar a Luz de sua tocha brilhar.
 
Doença e saúde – este é um assunto que surge na vida de todas as pessoas, mais cedo ou mais tarde. Em primeiro lugar, gostaria de dizer algo sobre o que realmente é a doença.
 
Todas as doenças têm origem espiritual. Vou explicar isso fazendo uma distinção entre os diferentes corpos que você tem. Além do corpo físico visível a todos vocês, vocês também possuem um corpo emocional, um corpo mental e algo que podem chamar de corpo espiritual.
 
A doença começa principalmente no corpo emocional. É a partir daqui que certos bloqueios se instalam no corpo físico no plano material. Frequentemente, as crenças do corpo mental contribuem para o desenvolvimento de bloqueios emocionais e, portanto, para a manifestação da doença. Estou falando de crenças ou hábitos de pensamento profundamente arraigados. Frequentemente, essas são crenças sobre o que é certo e errado em você.
 
Os julgamentos podem literalmente criar um bloqueio em seu sistema de energia emocional. Nos lugares onde surgem os bloqueios, onde a energia emocional não pode fluir livremente, uma espécie de energia escura torna-se visível na aura. Essa energia pode se estabelecer no corpo.
 
Não precisa necessariamente ser assim, pois esse processo leva algum tempo e há oportunidade suficiente para equilibrar as coisas emocionalmente, antes que uma doença se manifeste.
 
Geralmente, suas emoções lhe dizem quando sua energia não está fluindo, e quando você volta sua atenção para a mensagem deles e a honra, o bloqueio é liberado. Por exemplo, você pode se sentir chateado ou com raiva toda vez que precisa fazer uma coisa específica e, se olhar mais de perto para essas emoções, elas dirão que você está se forçando a fazer coisas que não afirmam verdadeiramente quem você é e quem você quer ser.
 
No entanto, se você ignorar sistematicamente sua raiva e se forçar a fazer coisas com as quais realmente não se sente bem, então a emoção vai para o submundo, por assim dizer. Ela se remove de sua consciência e se expressa em seu corpo físico. A emoção reprimida é uma energia que quer ser ouvida por você. Quando se expressa através do corpo, manifesta-se como uma queixa física.
 
Geralmente, uma queixa física, ou doença, aponta para uma emoção dentro de você da qual você não tem consciência. O sintoma físico a torna visível para você em outro nível e, dessa forma, realmente o ajuda a entrar em contato com o bloqueio.
 
Desta forma, os sintomas físicos ou a dor são a linguagem da alma. A alma anseia por comunicação total entre todas as suas partes. A alma se sente feliz quando há um fluxo livre de energia e uma renovação contínua de todos os aspectos de si mesma. Os bloqueios impedem que a energia flua livremente e isso deprime a alma.
 
A doença, portanto, tem a função de um indicador: mostra onde você precisa de cura.
 
Embora a doença pareça ser negativa no sentido de que você é incomodado por todos os tipos de sintomas e dores, a chave é interpretá-la como uma mensagem ou um sinal. Ao fazer isso, torna-se mais fácil cooperar com a doença em vez de resistir a ela.
 
A alma tem muitas maneiras de se comunicar com você. A maneira favorita da alma é falar com você por meio de sua intuição: tons de sentimentos tranquilos, palpites, sussurros suaves do coração. Se não puder alcançá-la dessa forma, você será alertado por suas emoções. As emoções falam uma linguagem mais alta.
 
Elas mostram claramente que você deve olhar para dentro e descobrir o que está provocando essa resposta emocional. Sempre que você for fortemente afetado emocionalmente, você precisa descobrir por que e o que isso significa para você.
 
Se você ficar em silêncio e ouvir com atenção, a alma lhe dirá. Se você resistir ou negar suas emoções, a alma falará com você através de seu corpo. O corpo é um ser inteligente, altamente responsivo não apenas às coisas materiais (como alimentos e líquidos) que você ingere, mas também às emoções, sentimentos e pensamentos que você tem. O corpo deve ser um comunicador.
 
Como você pode aprender a entender a linguagem da sua alma se ela se expressa através do corpo como uma doença?
 
No momento em que a doença se manifesta, pode não estar claro qual mensagem ela transmite a você. Na verdade, você negou a emoção que ela representa consistentemente por um longo tempo, então, por definição, não é óbvio o que sua doença tem a lhe dizer.
 
Compreender o significado espiritual da doença é um processo. É uma busca, uma jornada interior na qual você gradualmente restaura o processo de comunicação.
 
Para embarcar nessa jornada, primeiro você precisa aceitar sua doença. A reação inicial à doença costuma ser de negação ou resistência. Você preferiria que a doença desaparecesse o mais rápido possível porque ela o assusta. Você tem medo do fracasso, do declínio, da imperfeição e, finalmente, da morte.
 
O pânico que se apodera de você quando você se depara com uma falha física ou doença o impede de se abrir para uma perspectiva mais ampla sobre a doença. Você poderia considerar a doença sob outra luz. Você pode experimentá-la como uma mensageira da mudança, como um convite para retornar a algo precioso que você perdeu.
 
Para compreender e cooperar com a “função sinalizadora” da doença, é muito importante dizer sim aos sintomas e dores que se manifestam em seu corpo. Ao dizer sim, ao aceitar o estado de seu corpo físico e ao estar disposto a ouvir a linguagem de sua alma através dele, você realmente resolveu metade do problema.
 
O verdadeiro problema não é a doença em si, mas o que ela representa, o(s) bloqueio(s) subjacente(s). A doença prende você, por assim dizer, e o força a olhar para o bloqueio subjacente.
 
Ao se voltar para a doença e dizer sim de alma e coração, você já terá resolvido parte do bloqueio, mesmo sem saber exatamente o que a doença quer lhe dizer. Parte da comunicação está sendo restaurada apenas por sua disposição, sua paciência e determinação para fazer esta jornada interior sobre você.
 
COMO?
 
Você pode encontrar-se resistindo a isso, ficando com raiva ou desesperado com isso e, portanto, não ouvindo o que o efeito já está lhe dizendo. Frequentemente você obtém pistas específicas. Por exemplo, as incapacidades do corpo indicam que você deve abrir mão de certas obrigações, passar mais tempo sozinho, ser menos ativo e mais atento às suas necessidades.
 
Embora você ainda não saiba como interpretar sua situação física a partir de um nível espiritual, muitas vezes o comportamento que a doença impõe a você é uma grande pista. Limitando-se em certas áreas, está colocando um holofote em coisas que antes estavam no escuro.
 
Como é a sua capacidade de ser paciente e gentil consigo mesmo? Você realmente consegue cuidar bem de suas necessidades físicas e emocionais? A doença sempre traz essas questões.
 
Para realmente iniciar o processo de cura, você deve dizer sim a tudo: a dor, o desconforto, a ansiedade, a insegurança e a raiva. Você tem que olhá-lo nos olhos, ser amigável com ele e estender as mãos para ele. Ele está vindo a você para a cura. Não é algo que você tenha de sair do caminho o mais rápido possível. Não é por acaso que ele entrou em sua vida agora.
 
Se você ignorar a linguagem do seu corpo e continuar resistindo à doença, será muito difícil chegar à essência espiritual e ao significado da doença. Há muita raiva e medo em torno dela. Você só alcança a verdadeira liberdade interior ao ficar cara a cara com sua doença, com sua dor e desconforto e também com seus sentimentos de medo e repulsa. Abrace-os e pergunte-lhes calmamente e com a consciência aberta: o que você quer me dizer?
 
Em sua sociedade, não é evidente ter intimidade com seu próprio corpo. Falar com seu corpo como um ser que merece amor e respeito não é considerado natural. Você construiu muitas imagens idealizadas em sua sociedade sobre como seu corpo deveria ser, o que a boa forma e a saúde implicam e o que você deve ou não comer e beber. Existem todos os tipos de regras e padrões sobre como é uma vida longa e saudável.
 
Mas todas essas imagens idealizadas não têm nenhuma relação com o caminho da alma. O caminho da alma é altamente individual. Portanto, para descobrir a verdade sobre qualquer doença, enfermidade ou angústia que você sofre em seu corpo, você precisa sintonizar-se de maneira muito íntima, deixando para trás todos esses padrões e regras gerais, muitas vezes artificiais.
 
Você é solicitado a liberar todos esses padrões externos e procurar sua própria verdade internamente.
 
Este é um grande desafio para você, pois o medo e o pânico que se apoderam de você no caso de uma doença fazem com que você procure rapidamente autoridades externas a você.
 
Você procura autoridades externas para obter conselhos e conforto. Pode ser um médico ou um especialista em tratamentos alternativos; basicamente não faz diferença. A chave é que, por medo, você tende a desistir de sua própria responsabilidade e entregá-la parcialmente a outra pessoa.
 
Claro que não há nada de errado em ouvir o conselho de um especialista e, muitas vezes, isso é uma coisa muito sensata a se fazer. Mas você sempre precisa levar esse conhecimento para dentro de você e pesá-lo em seu próprio coração.
 
Sinta se o conselho ressoa com você ou não. Somente você é o verdadeiro criador de sua vida, o mestre de seu próprio corpo. Só você mesmo sabe o que é melhor para o seu próprio corpo. No sentido mais profundo da palavra, você é o criador de seu próprio corpo.
 
Como a doença representa uma emoção estagnada que está parcialmente além do alcance de sua consciência, nem sempre é fácil entender o que a doença ou o sintoma representam. Às vezes parece muito difícil descobrir o que a alma está tentando lhe dizer por uma doença específica.
 
Nesse ponto, você precisa se interiorizar e se examinar minuciosamente, no sentido de gradualmente tomar consciência do tipo de energia que se manifesta na doença e do que ela está tentando lhe dizer.
 
Recuperar a intimidade com seu próprio corpo requer prática; não é auto evidente. Não desista facilmente. Quando você estiver lidando com queixas persistentes, tente examiná-las novamente. Reserve um momento para relaxar e, em seguida, viaje com consciência neutra para os locais do corpo onde a doença está se expressando.
 
Peça à dor ou à doença que assuma a forma de um ser vivo para que você possa falar com ela. Peça-lhe para aparecer como um animal, uma criança ou um ser humano. Ou peça que apareça como um guia, em qualquer forma. Use sua imaginação! A imaginação é um instrumento precioso para descobrir os movimentos mais profundos de sua alma.
 
Se você fizer isso e perceber que seu corpo responde – com imagens ou sentimentos – você sentirá alegria. Você sentirá felicidade pela intimidade reconquistada. O corpo fala com você e seu papel de comunicador é restaurado! Este é um avanço.
 
Assim que você perceber que é capaz de conhecer seu corpo por dentro e que é o único que pode fazer isso por si mesmo, você se sentirá mais confiante. Essa autoconfiança torna mais fácil para você sentir o que a doença está tentando lhe dizer.
 
Isso o impede de deixar de lado as respostas que recebe de seu eu interior, porque elas não se encaixam nas ideias gerais do mundo exterior. A intimidade com o corpo é muito preciosa em todas as circunstâncias, mas principalmente quando o corpo está doente ou em perigo.
 
A maneira de deixar seu corpo falar é o amor. Você não estimulará a comunicação com seu corpo se tentar eliminar a doença repetindo ardentemente afirmações ou visualizações de cura para si mesmo. Isso ainda é forma de luta ou resistência.
 
A chave é que você entenda o significado da parte doente do seu corpo. Se você entender isso, as coisas serão transformadas e os bloqueios emocionais poderão ser removidos.
 
É assim que funciona o processo de cura – não lutando contra a doença, de uma forma ou de outra, mas aceitando-a como um amigo que quer lhe mostrar a direção certa. Isso é difícil de entender, pois a doença assusta e aflige você. No entanto, aceitar e compreender sua doença é o único caminho para a verdadeira cura. A doença quer levá-lo de volta para casa.
 
DOENÇA CRÔNICA E TERMINAL
 
O propósito da doença é obter uma compreensão melhor e mais profunda de si mesmo. Depois de fazer isso e acompanhar o processo de cura interior, o resultado geralmente é a recuperação física. No entanto, nem sempre funciona dessa maneira. Algumas doenças não desaparecem mesmo quando parece que você atingiu a raiz do bloqueio emocional subjacente. É o caso das doenças crônicas.
 
No caso de uma doença crônica, há problemas físicos persistentes que se repetem. Especialmente durante os períodos vulneráveis ​​em que você mais ou menos perde o contato com seu eu interior, os sintomas recorrem às vezes, até mesmo em grau crescente. Isso pode ser bastante desmotivador. Portanto, é importante considerar a doença de uma perspectiva mais ampla.
 
Pessoas com uma doença crônica realizam uma tarefa bastante árdua. No nível da alma, eles concordaram em confrontar os medos que surgem no contexto de sua doença e em confrontar imagens idealizadas de como alguém deveria se comportar na vida. Aceitar este desafio mostra grande coragem.
 
Muitas vezes acontece que uma alma escolhe uma doença crônica para resolver um problema específico de uma forma altamente focada. A doença o joga de volta em emoções específicas a cada vez. Existe um padrão emocional que acompanha a doença. Lidar com essas emoções repetidamente é uma tarefa bastante pesada, mas traz muitos frutos para a alma.
 
Muitas vezes, essas vidas têm uma grande profundidade e uma riqueza interior que nem sempre é perceptível para os outros. Portanto, não é favorável lutar constantemente ou esperar uma melhora da condição médica.
 
O fato é que a doença geralmente ocorre em um movimento espiral, ajudando você a crescer no nível interno em movimentos circulares para cima, embora aparentemente você recaia nos mesmos sintomas físicos todas as vezes.
 
No nível espiritual, você não retrocede, mas atinge profundidades cada vez maiores ao lidar com emoções que possivelmente passaram despercebidas por você no passado, mesmo em vidas passadas.
 
Isso também se aplica a defeitos físicos hereditários ou congênitos. A esse respeito, você às vezes fala de karma, mas sou cuidadoso com esse conceito, pois você tem a tendência de associar karma a crime e punição. Não é assim que funciona.
 
A alma tem o desejo sincero de se conhecer ao máximo e ser livre. Este é o seu desejo mais profundo. A partir desse desejo ardente, a alma às vezes contrai doenças e defeitos físicos que a ajudam a alcançar seu objetivo.
 
Certamente não é uma questão de pagar suas dívidas. Ser libertado é uma intenção profunda e, às vezes, a melhor maneira de chegar lá é vivenciar circunstâncias extremamente difíceis em seu próprio corpo.
 
Por esta intenção, só podemos ter o maior respeito, especialmente em sua sociedade, onde são acalentadas imagens ideais desumanas de como ser funcional, útil, linda e bem sucedida. Essas ideias idealistas tornam ainda mais difícil viver sua vida com uma deficiência e, no entanto, experimentá-la como significativa e alegre.
 
Finalmente, quero dizer algo sobre a doença terminal incurável.
 
Às vezes, será óbvio que alguém não sobreviverá mais a uma doença. O corpo gradualmente sucumbe à doença. A “estrutura terrena” não persiste. Nesse momento, o que faz a alma que se encontra dentro do corpo?
 
Enquanto você continuar resistindo à doença, não poderá entrar em contato com sua alma e seu conhecimento interior que lhe diz que é hora de dizer adeus. Às vezes você sente de antemão que deve partir, mas a ideia o atinge com tanto horror e tristeza que você continua lutando. Você está ansioso para tentar outro tratamento ou espera que esse novo medicamento seja lançado.
 
Isso é perfeitamente compreensível e certamente não quero condenar essa atitude, mas você está se prejudicando de maneira terrível. Se você deixar ir e permitir que a morte se aproxime, perceberá que a morte não é um oponente, mas sim uma amiga. A morte te liberta da luta.
 
Se você concordar com o que a morte quer lhe dizer, você passará por vários estágios antes que o processo real de morrer ocorra. Esses estágios têm a ver com uma liberação gradual de todas as coisas terrenas – de seu amado, de seu ambiente terreno, de seus sentidos com os quais você observa tudo ao seu redor. Este é um processo bonito e natural.
 
Seria uma pena ofuscar esse processo com uma atitude de batalha na qual você tenta manter a vida a qualquer custo. Muitas vezes, a essa altura, o corpo já se tornou tão frágil que a vida não vale mais a pena ser vivida. Deixe para lá. A morte é um libertador que está aí para servi-lo. A morte não é sua inimiga. A morte traz uma nova vida.
 
Quando você estiver com alguém que está com uma doença incurável e sentir que essa pessoa sabe que vai morrer, tente falar sobre isso com suavidade e cuidado. É um alívio para a pessoa que está passando por isso.
 
A coisa mais querida e preciosa que você pode fazer por uma pessoa que está morrendo é sentar ao lado dela e segurar sua mão. Não há mais nada que você precise saber ou ser capaz de fazer para acompanhar um moribundo.
 
O cuidado terminal é muito importante em sua sociedade. Um dia todos vocês enfrentarão isso em sua própria família ou em seu círculo de amigos. Simplesmente esteja presente com uma pessoa que está morrendo e sinta a jornada que está chegando. Sinta o poderoso, poderoso momento em que a alma deixa o corpo e retorna aos outros reinos, ao seu lar.
 
Não considere uma doença que leva à morte como um inimigo para quem você perderá no final. Não é uma batalha. Com bastante frequência, a morte vem para libertá-lo de ainda mais dor e miséria. Você certamente não é um perdedor. Você simplesmente continuará seu caminho de outra maneira.
 
Às vezes, há problemas específicos que você gostaria de ter vivido ou superado durante esta vida e esses problemas não podem ser resolvidos. Isso pode afligir você e não apenas você, mas também aqueles que ficam para trás.
 
No entanto, peço-lhe que deixe isso em paz, pois há uma sabedoria mais profunda em ação que o está guiando e que reunirá você e seus entes queridos em circunstâncias novas e melhores. Um dia vocês estarão juntos novamente e celebrarão a vida.
 
Hoje, meu maior apelo em relação à doença é realmente abraçar sua doença. Envolva a doença com amor e consciência e deixe-a conduzi-lo a uma compreensão mais profunda de si mesmo. Entregue-se à doença e permita-se entrar em uma comunicação mais profunda consigo mesmo. Entregar-se não significa ser passivo ou amargo em relação à sua doença, mas cooperar com ela de maneira ativa, como uma amiga.
 
Abraço a todos com Meu Amor e peço que sintam Minha presença hoje, a presença da energia Crística. Sinta o amor disponível para todos vocês na saúde e na doença.
 
Há tanto amor em todos os lugares ao seu redor e você pode senti-lo assim que deixar de lado seus julgamentos. Você tem tantos julgamentos sobre o que faz e não merece, sobre o que está fazendo certo e o que está fazendo errado, sobre todas as coisas que ainda precisa fazer e conquistar. Deixe para lá. O amor está presente aqui e agora para todos vocês.
 
Jeshua
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Julho 17, 2023

chamavioleta

O PODER DA ALMA

Mensagem de Mãe Maria
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 16 de julho de 2023

 

 

 
Saudações queridos amigos.
Eu Sou Maria.
 
De nossa parte, estamos plenamente conscientes de como, às vezes, a realidade da Terra pode parecer pesada e densa para vocês. Mas saiba que estamos consigo e chegamos o mais próximo possível de você para apoiá-lo. Sinta nossa energia nesta sala. Sinta que há uma certa leveza que quer chegar até você, então permita.
 
Eu venho com o mesmo número de crianças ao meu lado quantas pessoas aqui presentes. Estas são as crianças que representam a sua energia. Em cada um de vocês vive uma criança; é a sua essência mais original; ela contém algo de sua inspiração mais profunda. Vejo-as ao meu redor, sorrindo, dançando, alegres.
 
Os filhos de Pamela e Gerrit também estão aqui e juntos formamos um círculo. Observe a criança que pertence a você e permita que ela se aproxime de você e se sente ao seu lado ou no seu colo. Permita que esteja com você e sinta como algo vive nesta criança que não é tocada pelo peso da realidade terrena.
 
A criança tem algo que é original, despreocupado e ilimitado. Sinta o riso borbulhante daquela criança e dê-lhe as boas-vindas. A vida é para ser celebrada, para ser vivida com alegria. Você tem permissão para experimentar alegria em sua vida, e isso geralmente envolve as coisas mais simples.
 
Diga “sim” a si mesmo como você é agora, com os problemas que você enfrenta, os sintomas físicos, talvez, e o estresse e a preocupação. Apenas diga “sim” para si mesmo. Você está completamente bem do jeito que você é.
 
Olhe nos olhos da criança em você e veja a beleza dela, a natureza intocada, a esperança, a vitalidade. A criança em você não desiste, ela quer viver.
 
Frequentemente, são seus próprios pensamentos que o aprisionam e interrompem o movimento da vida dentro de você. Sempre que você se sente preso, não são realmente os sentimentos que estão presos, mas os pensamentos que chegaram a certas conclusões e interpretações que o fazem decidir: “Estou preso”
 
A vida é um fluxo de energia fluindo, e há algo em você que também quer fluir. Isso não quer dizer que a vida sempre pareça boa e agradável, mas que sempre há uma corrente presente em sua alma que flui junto com os altos e baixos, a escuridão e a luz. Sempre que você resiste a essa corrente, você fica preso e cria uma situação que parece estática. No entanto, mesmo assim, a vida nunca está realmente parada.
 
O que acontece quando você é pego em resistência, quando diz a si mesmo que as coisas não vão dar certo, quando faz um julgamento muito severo sobre sua situação?
 
Na pior das hipóteses, acontece que você se sentirá péssimo consigo mesmo e se convencerá a se sentir desanimado. Você então se encontra em um campo de energia que é o início da depressão; você se sente vazio e sombrio, obscuro e confuso. Isso é o que acontece quando você reprime a energia e ela não consegue fluir; torna-se uma zona crepuscular nebulosa.
 
Observe a si mesmo quando isso acontecer com você e veja se esse é um padrão que você reconhece. Com algumas pessoas, isso acontece com mais frequência do que com outras.
 
Quando houver momentos em sua vida em que você se sentir desanimado e pensar: “Estou muito sobrecarregado, não posso mais fazer isso”, vá lá com sua atenção e respire profundamente e expire completamente.
 
Sinta que há tanto dentro de você que quer se mover, que quer viver, que quer experimentar alegria e confiar nesse fluxo. Observe quando você está tirando certas conclusões e em que ponto você fica preso. Sinta a diferença entre o que quer estar vivo em você e aquela sensação de opressão.
 
Por trás desse julgamento está a dor, então torne essa dor palpável. Sinta a tristeza por trás disso, o medo. Permita que esse sentimento venha à tona: “Estou com medo; Eu me sinto tão sozinho.” Ouse enfrentar esses sentimentos, porque fazer isso é a sua salvação.
 
No momento em que você permite que esses sentimentos se revelem é quando você se conecta novamente com a vida, com o que fluiria em você. Quando essas emoções são sentidas em seu corpo, é quando você pode trazer conforto com sua luz interior – então experimente.
 
Imagine que você traz luz à dor que sente em relação à sua vida. Crie um círculo de luz em torno dessas supostas falhas: os sentimentos de incerteza, solidão e medo. Imagine que você olha para eles com compaixão e diz “sim” a todos: “Esta dor me pertence e eu a aceito como parte de mim”.
 
Que alívio é permitir que a dor esteja lá! Quando você observa a dor, a resistência, sem julgamento, as coisas podem começar a fluir novamente. É quando você está em oposição à sua negatividade que surgem os problemas e você permanece preso lá por mais tempo do que o necessário. Desista da resistência.
 
Tudo o que existe tem uma razão de existir, tem uma origem que é válida. Abrace aquelas partes de você que você acha mais difíceis, que têm as emoções mais pesadas. Imagine que você faz isso com uma energia viva e permita que essa energia veja a criança em você que ainda é alegre, vibrante e aberta à vida no mais profundo de seu ser.
 
Essa criança em você é um símbolo da vida: sua força, sua vitalidade, e nunca pode ser quebrada, é indestrutível. É o próprio Deus que flui através de você.
 
Permita que essa energia o limpe de preocupações e do que o oprime. Sinta-a como uma fonte em cascata ao seu redor. Você tem permissão para ser quem você é. Reserve um momento para olhar para trás nos últimos meses. Sinta como você tem sido corajoso, como você olhou diretamente para certas coisas. Por favor, veja o que você realizou. Há sempre algo que você aprendeu ou alcançou.
 
Se você não vê isso, significa que você não está olhando honestamente. Veja uma coisa concreta, algo que você administrou bem, algo com o qual está satisfeito, e permita que apareça por si mesma. Encontre aquele algo do qual você sente algum orgulho.
 
Encontre algo com o qual você se sinta bem e dê a si mesmo esse reconhecimento. Cite as qualidades que você demonstrou. Foi coragem, foi perseverança? Foi honestidade, sinceridade, confiança? Reconheça essa qualidade dentro de você.
 
Eu digo, ouse, e isso provavelmente soa um tanto exagerado, porque em um nível você não quer nada melhor do que pensar positivamente. Mas também existe um nível em que você se apega ao negativo porque é quase uma espécie de vício. A negatividade às vezes pode ser uma espécie de esconderijo, porque permite que você não precise fazer nada.
 
Se você sempre diz a si mesmo: “Eu não posso fazer isso”, então o que você está dizendo, na verdade, é: “Eu não preciso mais viver a vida, eu posso me retirar para aquele pequeno lugar que assegurei para mim e não preciso ser ou fazer mais nada.” Pode, portanto, ser uma espécie de escravidão, uma desculpa para julgamentos negativos.
 
Considere por um momento qual é a recompensa quando você olha para si mesmo de forma tão crítica. Por que você faz isso? Existe alguma coisa nele, mesmo que seja uma coisinha que de alguma forma faz você se sentir seguro, lhe dá um certo tipo de segurança, mesmo que seja apenas de uma forma ligeiramente distorcida?
 
Às vezes, pode parecer seguro se tornar pequeno e ficar na rotina, mas esse é realmente o seu medo do que pode acontecer se você participar totalmente da vida.
 
Ao participar da vida, queremos dizer que você realmente se abre para as experiências que surgem em seu caminho, ousando explorar novos territórios, entrando no desconhecido e sentindo autenticamente – e isso é grandeza!
 
Não tem nada a ver com o quão bem você atua no mundo, ou o que você realiza, mas com o que você se permite sentir plenamente, e mergulhar nesse sentimento. É grandeza entrar na profundidade de tudo o que a vida tem a oferecer em termos de sentimentos e emoções.
 
Entrar abertamente nessa grandeza é o verdadeiro significado da vida, embora às vezes pareça demais para você. Veja o que você faz a si mesmo quando se fecha e se cerca de certos julgamentos em sua cabeça sobre o que pode e o que não pode acontecer para você e quais estradas estão fechadas para você.
 
Na verdade, é uma pseudo morte em que você entra quando não quer mais se envolver na vida e não estar mais aqui. Mas isso não pode ser; vai contra a própria vida. A morte realmente não existe; não existe uma paralisação absoluta, uma inexistência, um não-ser. Tudo o que é, é – existe.
 
E por isso a vida está sempre em movimento e em evolução, continua seu caminho e ganha novas experiências. Peço que se abra para esse fluxo. É um fluxo de amor, um fluxo de alegria que quer estar com você.
 
Pegue a criança pela mão e confie nela. Precisamente em sua inocência, abertura e vulnerabilidade, é a parte mais sábia de você, porque sempre escolhe a vida, repetidamente. A criança está cheia de vida! Permita-se ser novamente entusiasmado por esta criança interior. Abra-se para a vida.
 
Mãe Maria
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Julho 12, 2023

chamavioleta

ABRAÇAR A SI MESMO

Mensagem de Jeshua
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 12 de julho de 2023

 

 

 

 

 
Caros amigos,
 
Eu Sou Jeshua. Sinta minha energia e sinta meu abraço. Eu amo todos vocês profundamente. Eu me curvo a você e me ajoelho diante de você, porque reconheço a coragem necessária para descer a um corpo humano e viver sua vida aqui. Eu os reconheço de coração, porque somos um, como irmãos e irmãs.
 
Você não deve olhar para mim como um mestre superior a você. Estou aqui para enfatizar nossa semelhança, nossa unidade. Você foi ensinado a se considerar pequeno e meu desejo é que você reconheça sua grandeza, a centelha divina dentro de você.
 
Você não pode viver sua vida com realização e satisfação sem se conectar a essa centelha interior, sua divindade. Quando você está fora de conexão com ela, você se sente perdido e alienado.
 
Falamos hoje de uma energia masculina e feminina e é um triste fato que em sua sociedade, a energia feminina foi reprimida, e até suprimida, por muito tempo. Você se acostumou a vencer a vida com sua mente analítica, mas a mente não foi feita para agir de forma independente; a mente foi feita para ser um instrumento da alma.
 
Quando a mente age por conta própria, ela perde suas raízes, sua conexão com a Terra e com o coração. A mente pode ser incrivelmente esperta e inteligente, mas se perder sua conexão com o coração, torna-se destrutiva de várias maneiras. Estou aqui para convocá-lo a restaurar a conexão entre sua mente e seu coração, entre o masculino e o feminino.
 
Em primeiro lugar, peço que agora se conecte com o seu coração. Simplesmente imagine que sua atenção, sua consciência, desce de sua cabeça para seu coração, e saiba que tudo em que você focalizar sua atenção se animará e crescerá por causa dessa consciência.
 
Assim, ao focar sua atenção em seu coração, seu centro cardíaco se abrirá como uma flor. E porque agora estamos todos juntos, nossa energia combinada reforçará o poder que você pode sentir em seu coração.
 
Sinta como cada um de nós presentes tem sua própria dor, sua própria alegria, suas próprias lutas na vida. Cada um de nós anseia por conexão, por significado, por fazer parte do todo. Esse anseio de significado, de calor, de amor é, na verdade, a maior esperança para a humanidade, porque esse anseio de totalidade, esse desejo de conexão, é verdadeiro e está levando você a uma outra forma de viver.
 
Sinta a dor que está presente dentro do seu coração, a solidão que está aí. Eu gostaria que você encarasse isso abertamente. Em todos os seus corações há uma sensação de estar perdido e confuso, de não entender: “Por que estou aqui, qual é o sentido da vida?” Sinta essa solidão, esse anseio em seu coração e imagine que você coloca suas mãos ao redor dele com muita delicadeza.
 
No fundo do seu coração, você pode ver o rosto de uma criança, com saudade ou talvez até chorando. Estenda a mão e toque-a suavemente na bochecha. Você tem energia angelical dentro de você, a energia de um anjo. Todos vocês são anjos que desceram à forma humana, e este mundo precisa de anjos. Você deve primeiro tocar sua própria dor, seu próprio coração ferido, antes de poder trazer a cura para os outros.
 
Portanto, reconheça essa criança ferida dentro de você e comece a acariciá-la, a confortá-la. Cerque-a com as cores que ela gosta enquanto trabalha com ela em um nível de energia e diga a esta criança: “Você é bem-vinda na Terra, precisamos de você. Precisamos da sua espontaneidade; precisamos da sua originalidade, da sua singularidade.”
 
Sua alma é uma parte única do universo e está aqui na Terra neste momento para trazer algo especial para este planeta e você só poderá fazer isso quando reconhecer sua beleza interior, sua grandeza, sua força.
 
O primeiro passo para viver de acordo com a sua alma é reconhecer que você é uma alma e que você é muito mais do que apenas uma personalidade humana que se encaixa na sociedade.
 
Ao se conectar com sua grandeza como alma, você também descobre a criança ferida sobre a qual acabei de falar. Você se torna consciente de todas as maneiras pelas quais você não se encaixa na sociedade.
 
É sempre o caso que quanto mais você se conecta com seu ser interior, mais você se sente um estranho para a sociedade. É preciso coragem e determinação para seguir a jornada espiritual que vai para os níveis internos.
 
Gostaria agora de falar sobre relacionamentos homem/mulher, ou relacionamentos de parceiros sexuais em geral. Todos vocês têm esse buraco interior, essa ferida em seu coração e, quando não estão cientes disso, inconscientemente a trazem para seus relacionamentos.
 
Você tem aquele desejo de união completa com outra pessoa. Essa é a promessa que você sente quando se apaixona por outra pessoa. Você sente uma espécie de êxtase, sente tanta esperança de redenção, de libertação completa de seu sentimento de solidão, que nutre grandes esperanças quando inicia um relacionamento romântico. Mas depois de algum tempo, muitas vezes, você descobre que há mal-entendidos e brigas entre vocês.
 
Muitos desses mal-entendidos se devem ao fato de você não ver sua própria criança interior ferida. Quando você não assume a responsabilidade de olhar conscientemente para suas próprias feridas emocionais, isso criará uma barreira em seu relacionamento com a outra pessoa. Você ainda tem a esperança de que a outra pessoa o compreenda completamente, o salve, o liberte, mas, por outro lado, você se sente frustrado porque isso não acontece.
 
Então, paradoxalmente, quando você quer ter um relacionamento verdadeiramente curador, primeiro precisa saber como se abraçar. Você tem que enfrentar verdadeiramente sua solitude e sua solidão, e abraçá-la.
 
Quando você realmente se conecta com sua própria alma e sente a alegria disso, você se sente abundante, mesmo que esteja sozinho. Seu coração está transbordando e você não precisa dessa outra pessoa para preencher o vazio em seu coração. Você ainda terá problemas ou desequilíbrios, e a outra pessoa pode realmente ajudá-lo a se tornar mais completo, mas basicamente você sabe que precisa cuidar de si mesmo.
 
Para todos vocês, sejam homens ou mulheres, é de vital importância que reconheçam a dor que está naturalmente dentro de vocês como ser humano e cuidem dela. Conforme você se trata com gentileza, você começa a reconhecer sua própria energia de cura. Você primeiro tem que dar essa energia de cura para si mesmo.
 
Então agora imagine que um anjo está atrás de você com suas asas sobre você. Esta é você, sua energia feminina superior. Você vem dos reinos mais elevados e é por isso que digo que somos iguais, porque me ajoelho diante de você e louvo sua coragem.
 
Sinta a energia do anjo e deixe-a fluir para o seu corpo. Talvez você veja cores ou sinta uma certa vibração e perceba se há áreas em seu corpo que não estão muito abertas a essa vibração, que talvez estejam um pouco relutantes.
 
Quando você vir que há partes de você que relutam em receber a energia de sua própria alma, sua energia superior, não tente forçá-la. Torne sua consciência ainda mais gentil, mais terna e gentil.
 
Envolva sua consciência em torno desse bloqueio e diga: “Eu te aceito, há uma razão para você estar aí”.
 
Quando uma parte de você se sente bloqueada, ela tem uma razão para estar assim por causa de sua história. Esta parte de você pode estar com medo, pode sentir resistência ou raiva, e não cederá raciocinando com ela, falando com ela a partir da mente. Além disso, você não pode discipliná-la ou puni-la, porque isso não funcionará.
 
Para alcançar a parte mais escura de si mesmo, a parte de você que sente mais medo e solidão, você precisa de amor – o amor é a chave. Olhe para o rosto do anjo atrás de você. Esta é a face do amor: total gentileza e compreensão. Reserve um momento para realmente sentir a presença da compaixão e permita que essa energia flua para as partes mais profundas de você.
 
Esta é a energia que trará mudanças para a humanidade: a energia do amor.
 
Quando olho para vocês, vejo almas velhas e sábias, vejo tristeza e sabedoria em seus seres. Alguns de vocês ficaram bastante desanimados com a vida e eu quero muito que saibam que são amados imensuravelmente e que precisamos de vocês aqui.
 
Vocês são a esperança de um novo mundo.
 
Por favor, aceitem esta Minha mensagem e abracem-se, reguem-se com compaixão e encorajamento.
 
Obrigado a todos por estarem aqui hoje.
 
Jeshua
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Junho 15, 2023

chamavioleta

VOCÊ ESPERAVA POR ESSE TEMPO

Mensagem de Jeshua
Canal: Pamela Kribbe

Tradução: De Coração a Coração

a 23 de março de 2023

 

 

 

 

 
Caros amigos,
 
Eu vos saúdo de coração. Eu Sou Jeshua e estou no meio deste círculo e saúdo pessoalmente todos vocês. Eu te admiro por quem você é, pela coragem necessária para estar novamente aqui na Terra. Vocês são meus colegas trabalhadores da luz.
 
Os tempos em que você vive são importantes. Você, como alma, esperou que este tempo chegasse, porque sabia que este poderia ser um momento de conclusão. Você passou muitas vidas na Terra tentando encontrar uma maneira de canalizar sua luz aqui.
 
Você encontrou resistência e, devido a isso, tornou-se profundamente familiarizado com as emoções humanas de se sentir rejeitado e abandonado. Estou aqui para lidar com essa dor, porque ela está impedindo você de seguir em frente.
 
Agora é hora de você brilhar, se levantar e irradiar sua luz para o mundo, mas vejo muitos de vocês presos em dúvidas e abnegação. Peço que você tenha compaixão pelas partes machucadas e feridas de si mesmo. Você tem que cuidar das feridas dentro de você, mas precisa ter cuidado para não ser dominado por elas, e é por isso que quero lembrá-lo de sua verdadeira força e poder.
 
Você não é as feridas que foram infligidas a você – você é o curador delas. Agora sinta a parte de si mesmo que é o curador, aquela parte que é capaz de curar feridas. Sinta o calor e a quietude em seu coração.
 
Existe uma profunda consciência dentro de você da unicidade da vida, porque você carrega a Consciência Crística dentro de si, e isso significa que você aprecia profundamente todas as expressões da vida. Existe um grande cuidado dentro de você por toda a vida na Terra. Agora sinta esse cuidado em si mesmo e dê-o às suas partes feridas.
 
Você fez uma longa jornada ao longo de muitas encarnações e, por causa de todas as experiências que teve, seu coração agora se tornou maduro com a compreensão. Imagine essa qualidade do coração como uma chama, como em uma vela, e envolva-se com a luz dessa chama.
 
Sinta a qualidade da chama, sua energia; é calorosa, amorosa e não queima você. Envolva-se totalmente com esta energia, esta luz, e sinta como esta chama, esta luz de vela, conecta você com todo o universo. Você faz parte do mundo e é divino. A luz que você sente agora quer carregá-lo, guiá-lo. É muito silenciosa, muito silenciosa, mas é sábia e conhecedora, e você pode chamá-la de sua intuição.
 
Neste estágio de sua evolução, quero lembrá-lo profundamente de que você deve confiar em sua própria chama interior, em sua própria luz. O tempo em que você costumava olhar para as autoridades espirituais fora de você, ou acima de você, acabou.
 
Estou aqui, como amigo e alma gêmea, simplesmente para lembrá-lo de seu próprio conhecimento, de sua própria intuição. Vocês são almas maduras, tendo adquirido conhecimento e sabedoria ao longo de muitas vidas. Convido você a confiar em sua luz interior e usá-la em sua vida cotidiana para encontrar seu caminho.
 
Imagine que a luz dessa chama silenciosa, mas poderosa, flui agora para o seu corpo e para a sua barriga. Veja se consegue se conectar com a criança interior que vive ali, ainda com medo das outras pessoas ou do mundo.
 
Olhe bem de perto e esteja ciente de que esta luz que você carrega dentro de si é a ferramenta mais poderosa que você tem. É a essência da energia Crística na medida em que atravessa todas as camadas e véus e vai ao coração de todas as coisas.
 
Portanto, mesmo que haja uma parte de você que considere completamente inaceitável, seja uma doença, uma dor ou pensamentos negativos contínuos, envolva-a agora com a luz suave de sua chama divina. Não tente mudá-la, apenas deixe estar e envolva-a com amor.
 
O fato de você ter pensamentos e emoções negativas e dor mostra que você é muito humano. E faz parte do seu propósito, como alma, experimentar como é ser humano, sabendo por dentro como é sentir dor, ter medo ou dúvida. Isso permite que você se relacione profundamente com outras pessoas. Portanto, sua dor também é seu maior professor. Somente alguém que experimentou e compreendeu a dor profunda tem abertura suficiente em seu coração para receber verdadeiramente o amor e sua divindade.
 
É como se você primeiro tivesse que quebrar completamente e se render à sua própria chama divina. E, de fato, não é você quem deve sucumbir, mas seu medo e relutância, sua desconfiança. Então, quando você estiver com dor ou sentir medo, tente deixá-la ser – não é você. Lembre-se de quem você é – você que está se tornando a luz de Cristo. A dor e a luta se dissolverão por causa dessa luz, à medida que você se render lentamente ao seu Eu Superior, ao seu verdadeiro ser.
 
Eu sei que muitos de vocês agora estão passando por uma transformação profunda. Muitos de vocês às vezes sentem que é demais para lidar, e eu imploro a vocês que mantenham sua fé! Sinta minha energia, sinta minha presença. Eu te vejo do coração, da alma. Eu tenho fé em você – sinta minha fé em você. Você merece receber amor e bondade, então permita-se receber plenamente as energias de cura.
 
Ao permitir que essa energia de cura o envolva, você começará a irradiar luz para os outros. É quando você se torna um trabalhador da luz no mundo externo. Mas o passo mais importante é primeiro permitir que a luz entre e que a dê a si mesmo. Agora é hora de deixar de lado os julgamentos sobre si mesmo. Volte a ser criança, cheio de alegria e expectativa, confiante de que todos os sonhos se tornarão realidade.
 
Sinta a alegria que também está em seu coração, ao lado da dor. Reconecte-se novamente com sua criança interior. Você acabou de dar luz e conforto, agora veja se ela tem uma mensagem para você. Pergunte à sua criança interior o que você pode fazer agora para afirmar seu valor próprio, sua beleza.
 
A criança interior é uma ponte entre o Céu e a Terra. Ele fala a linguagem humana, simples e direta, então permita que ela fale diretamente com você e confie na orientação de sua criança interior. Faz parte do seu papel, trabalhador da luz, de sua jornada, abraçar totalmente sua parte humana e viver uma vida de equilíbrio.
 
Quero terminar esta mensagem pedindo que sintam nossa energia mútua – agora mesmo. Sinta a energia de nossas almas juntas e sinta como todos estamos indo em uma nova direção. Você está preparando a consciência para a chegada da Nova Terra. Tenha fé em si mesmo – você é o professor e o curador. Não procure mais fora de si mesmo em busca de orientação. Sinta sua chama interior. Você está pronto.
 
Eu os saúdo como meus colegas trabalhadores da luz e permaneço conectado a vocês de coração, como um irmão.
 
Obrigado.
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Abril 23, 2023

chamavioleta

O CENTRO CARDÍACO DA TERRA

Mensagem da Terra
Canal: Pamela Kribbe

Tradução de Vera Corrêa 

a 23 de março de 2023

 


 

Querido Amigo,
 
Eu Sou a Terra. Falo com você a partir das profundezas sob seus pés. Eu também possuo um chacra cardíaco, e você pode visualizá-lo no meio do meu corpo físico, ou seja, no meio deste planeta. Viaje mentalmente até lá; desça ao centro da Terra e faça uma conexão energética consciente com ele, porque meu coração não é essencialmente material, mas espiritual.
 
Assim como o seu coração faz parte da sua alma, do seu Eu Divino, meu coração também não é apenas físico; ele faz parte da minha alma. Sinta meu coração; sinta o meu amor pela vida. Eu aprecio todas as coisas da vida que brotam, passam pelo processo da vida, crescem e finalmente morrem fisicamente.
 
A vida é uma grandiosa dança, e essa dança é elegante e bela. Nessa dança existe harmonia e lógica. Você foi feito para dançar, embora algumas vezes, os movimentos que você faz sejam desconfortáveis ou dolorosos. Mas nem tudo que tem efeito bloqueador vem de fora.
 
Você também tem uma história; você é mais velho do que esta sua vida física atual; você carrega uma herança consigo. Sua alma possui uma profundidade que você ainda não compreende. Muito da grandeza e mistério da sua alma ainda permanece oculto de você. Portanto, você não pode saber tudo, mas ainda pode se render e se entregar ao movimento da sua alma.
 
Às vezes, sua alma quer que você lide com negatividades que vêm tanto de dentro quanto de fora de você. É possível que ainda exista em você uma antiga bagagem de dor emocional, mal-entendidos e confusão, que sua alma entende que precisa vir para o primeiro plano nesta vida. E estes encontros podem ir contra seu anseio pessoal por luz ou por uma vida produtiva, prazerosa e agradável.
 
O propósito de enfrentar negatividades pode não ser captado e assimilado pela personalidade terrena ou pela mente, devido à dificuldade de se entender esse propósito dessa maneira. Assim, lhe é solicitado que se abra para um nível mais profundo de entrega, a fim de poder compreender e aceitar essa negatividade. Peço-lhe que faça isso agora. Encorajo-o a sentir essa negatividade da perspectiva do meu coração, do meu centro.
 
Vejo muito sofrimento na Terra e sobre ela, mas há uma parte de mim que não é afetada por esse sofrimento. Existe essa parte de mim que simplesmente o testemunha, com benevolência e profunda aceitação, que entende que há uma lógica em tudo o que acontece. Sem lhe pedir que perceba essa lógica com a sua mente, incentivo-o a sentir a energia do meu centro cardíaco. Perceba que essa energia também cria um espaço para o sofrimento e para tudo que é sombrio e parece incompreensível.
 
Eu estou muito envolvida com os seres humanos e não nego o sofrimento da humanidade, bem como o dos animais, plantas e rochas. Tudo que vive na Terra é sensível à vibração, à energia. Medo, desconfiança, ódio, solidão são vibrações que afetam profundamente a mim e a toda vida; por outro lado, existe algo em mim que transcende essas vibrações – eu sou sua mãe.
 
Ao se conectar com essa minha parte que olha para o sofrimento e a tristeza com compaixão, você fortalece essa parte de mim… e a de você mesmo. E, então, começa literalmente a canalizar, a tornar-se um canal. Seu coração se abre ao grande fluxo de compaixão que existe no universo. Não apenas a minha compaixão, mas também a de muitos outros seres.
 
Quando você faz parte dessa corrente de compaixão, você permanece conectado com esse fluxo; não se afasta do que existe na Terra – a luz e as trevas. Este é o seu maior e mais profundo dom: permanecer aqui, estar presente e não julgar, mas tornando seu coração cada vez mais aberto e expandido, de modo que você possa entender por que as pessoas – inclusive você – fazem coisas que vão contra a vida.
 
Uma consciência que consegue entender isso e se mantém nesse entendimento, pode derrubar barreiras e remover bloqueios simplesmente através da compaixão, através de uma empatia profundamente sentida. Fazer isto o torna forte. E não se engane, o amor é uma força poderosa!
 
Estar aberto à negatividade, à dor e ao sofrimento, não significa afogar-se nisso. O poder do amor é o que permite que ele mantenha distância e se eleve acima do sofrimento. Ao mesmo tempo, as asas do amor sempre tocam a Terra e as outras pessoas.
 
Peço-lhe que seja um Anjo na Terra, e sei que você pode sê-lo. Todos os seres da Terra estão trabalhando para completar sua própria dança, aquela que seja perfeitamente apropriada à natureza única de cada um. E você tem a sua própria dança particular. Para você há sempre o passo seguinte, que se ajusta à sua vida e está alinhado com quem você é agora. Sinta isto por um instante.
 
Você está disposto a dar esse passo, mesmo que não saiba o que lhe é pedido? Você está pronto para dar o próximo passo para abrir seu coração e curar a velha dor? Você não precisa saber como isso vai acontecer; não precisa ser capaz de perceber a profundidade da sua alma para dar esse próximo passo. Ele vem através da confiança; sinta que é bom fazer isso.
 
É isto que lhe peço; não para salvar o mundo, mas para dar esse único passo, seu próximo passo. É este que se encaixa exatamente no ritmo e caminho de desenvolvimento da Terra como um todo, em toda esta esfera de ser. Nós fazemos isso juntos. Se cada ser individual completar sua própria dança, isto trará a maior dádiva para o Todo.
 
 
Por esta razão, é extremamente importante que você conheça a si mesmo. Não olhar cegamente para o que você deveria ser ou gostaria de ser, mas para quem você realmente é, aqui e agora; para o que se passa dentro de si; para as emoções que você experimenta com mais frequência: a tristeza que você sente, seus desejos ardentes, suas visões e belos sentimentos.
 
Se você se interiorizar profundamente, com coração e mente abertos, vai perceber a dança em seu interior, que não é uma dança que você criou, mas uma dança que sua alma criou para você. Então ficará mais sintonizado com ela, e saberá que ela não precisa ser “perfeita”. Você está aqui para aprender a sintonizar-se com ela, de modo a mantê-la simples. Basta reconhecer os sinais do seu corpo que vêm da sua alma através dos seus pensamentos e emoções.
 
Observando em silêncio o que se passa dentro de si, aos seus pensamentos e emoções, você se aprofundará mais em seu próprio centro e descobrirá o que lhe dá a maior alegria. A alegria é a resposta simples para muitas dúvidas que você tem.
 
Quando estiver lutando com uma dúvida, como por exemplo, “Devo fazer isto ou aquilo?” ou “Devo me conter?”, pergunte-se, em vez disso: “Isso me traz alegria? Isso aumenta a minha alegria?”
 
A dança natural da vida nasce da alegria. Pense em uma bailarina. Em última análise, a fonte de sua paixão é a alegria. Dançar lhe traz alegria e satisfação; preenche sua alma. Entretanto, ela também precisa aprender a superar a dor, exercitando seus músculos e praticando movimentos incômodos, treinando seu corpo.
 
A dor não entra em conflito com a alegria; é uma coisa que a bailarina está disposta a suportar porque está concentrada em seu objetivo de se expressar perfeitamente através da dança.
 
Ao permanecer em contato com a alegria, você se conecta com sua essência e com o motivo de todos os tipos de preocupações em sua vida. Você passa a perceber se certas coisas fazem parte do seu objetivo e merecem ser feitas, mesmo que lhe causem dor. Ou se há coisas que você prefere evitar porque não contribuem para o seu propósito de vida.
 
Atreva-se a perguntar-se: “Posso viver de alegria? A alegria pode ser meu guia?”
 
Saúdo-o do fundo do meu coração, da minha alma. Respeito-o, seja qual for o seu caminho na vida. Peço-lhe que tome minha mão, para que possamos dançar juntos. Existe um fluxo em mim, em você e em toda a vida, que conecta todas as coisas da Terra. Amo você.
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub