Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Março 24, 2024

chamavioleta

OS MILAGRES PODEM AJUDAR A CURAR UM CORAÇÃO FERIDO?

Por Jennifer Hoffman

Tradução: Regina Drumond

a 29 de março de 2024

 
about Jennifer Hoffman

 

 

Um coração partido é uma coisa terrível, eu já passei por isso e sei que você também. Os sentimentos de perda, abandono, traição, tristeza e arrependimento permanecem conosco por muito tempo.
Às vezes, depois de um desgosto, queremos entrar em outro relacionamento para que possamos nos sentir melhor em relação a nós mesmos e isso é uma distração bem-vinda.
Isto não é uma boa ideia porque encontraremos alguém igual ao nosso parceiro anterior (é verdade).
Eu gostaria de poder dizer que milagres podem curar um coração partido, mas eles não podem. Só o tempo pode fazer isso. Acabamos superando aquele que partiu nosso coração – mas, às vezes, leva muito tempo. E podemos usar milagres para acelerar um pouco esse processo.
Embora provavelmente não conjuremos milagrosamente outro parceiro para substituir aquele que acabou de partir (embora isso possa ser possível, não estou dizendo que não acontecerá), podemos usar os milagres para nos ajudar a superar a tristeza, a dor, e o sofrimento.
Podemos usar o nosso poder milagroso para trazer à tona algo que temos ignorado, ou colocado em segundo plano, ou adiado porque estávamos envolvidos em um relacionamento.
Você já teve um relacionamento profundo com alguém e se esqueceu de seus sonhos, objetivos e planos?
Seja honesto aqui.
É difícil perceber naquele momento, mas, às vezes, os relacionamentos desmoronam porque nos esquecemos das nossas necessidades, perdemos o contato com nós mesmos e nos doamos demais. Você pode usar seu poder milagroso para recuperar essa energia, para criar algo que o ajudará a se sentir poderoso, realizado e feliz novamente.
E esse novo caminho se torna um novo foco para o seu coração partido, algo em que você pode direcionar sua energia, para que você se cure e se recupere.
E então, quando você não estiver procurando e não esperar, um novo amor poderá surgir em sua vida.
O processo funciona e milagres podem ajudá-lo a curar seu coração partido e a seguir um novo caminho.
E se você está pensando em fazer mudanças, foque nos milagres porque é assim que movimentamos a energia com a ajuda do Universo. Lembre-se do seu parceiro co-criativo agora, ele é a sua fonte de energia.
O Grande Despertar está avançando e o trem da ascensão está saindo da estação. Todos a bordo!
Muitas bênçãos lindas e brilhantes,
 
Jennifer Hoffman
 
 
Direitos Autorais: Site original: http://www.enlighteninglife.com/     
Direitos reservados © 2004/2022 para Jennifer Hoffman. Todos os direitos são reservados. Todo o material desta página está protegido pela lei dos direitos internacionais dos Estados Unidos da América e não podem ser parcialmente o integralmente reproduzidos sem a permissão escrita e expressa da autora. Todas as reproduções autorizadas, parciais ou em cópias, por inteiro ou em parte, devem fazer referência ao nome da autora e ao website de Curas Uriel
 

 


 
 
 
Transcrito por achama.biz.ly, com agradecimentos a:  
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso das [algumas?] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Fevereiro 26, 2024

chamavioleta

Arcanjo Fé

Notas de amor do Acaxá
Por Brynne E. Dippell, Ph. D.

Tradução a 25 de fevereiro de 2024

 

 
 
Estou a enviar-vos muitos bons pensamentos e votos neste dia. Hoje gostaria de partilhar uma experiência do poder transcendente do amor.
 
Arcanjo Fé
 
Ontem tive uma conversa com uma mulher muito bonita. Ela falou de muitas coisas esotéricas com clareza e um senso de autoridade silenciosa, e eu sabia que havia algo diferente nela.
 
Quando lhe perguntei quem ela era, na verdade, ela disse que era a personificação do Arcanjo Fé. Ela disse que sua chama gêmea, que vivia a cerca de uma hora de distância, era a personificação do Arcanjo Miguel. No espaço que partilhávamos, parecia certo. Fazia sentido.
 
Ela era adorável. Conversei com ela sobre uma experiência que tive no domingo à noite, na qual fui espontaneamente guiada a ter espaço para um amigo que estava a passar por alguma coisa.
 
Não me senti compelida a consertar ou a resolver os seus problemas. Eu deveria apenas mantê-lo apaixonado, aceitar toda a emoção que estava surgindo através dele, e depois através de mim, e apenas estar com ele.
 
Eu fiz isso por um bom tempo, e todo tipo de emoção se moveu através de mim - tristeza, medo, ansiedade, dor, confusão e perda, e então tudo se estabeleceu. Senti que algo mudou nele e, por extensão, por causa da profundidade de nossa conexão, algo mudou em mim. Então, curiosamente e lindamente, senti-me a expandir-me para fora. De repente, simultaneamente, eu estava mantendo espaço para a unidade. À medida que essas coisas se moviam através dele e depois através de mim, o Todo também foi curado. Foi lindo.
 
A fé encarnada do Arcanjo disse-me que isso era realmente verdade, que eu estava trabalhando para mudar os modelos de relacionamento, mantendo o que havia surgido nele e em mim em amor.
 
Ela disse-me que a velha forma de relações amorosas estava a desmoronar-se e que precisava de ser reformulada de forma muito mais fluida e expansiva.
 
Fiquei surpresa e humilhada ao saber que fazia parte da missão maior de recriar os modelos do amor, e isso encheu meu coração. Apercebi-me de que estamos todos a fazer contribuições de formas que muitas vezes não temos consciência, e isso significou que, à medida que fazemos o nosso próprio trabalho, com amor, todos beneficiam. Duma forma muito literal, a Terra e todos os seus habitantes beneficiam. Senti esta noite de domingo.
 
Falei com o meu amigo dois dias depois. À medida que a conversa avançava, estávamos a falar de escrever as nossas histórias, tal como estou a fazer agora, e de começar a partilhá-las com os outros. Isso é algo que eu estou procurando ganhar coragem em torno.
 
Enquanto falava com ele, senti um fluxo de amor entrar pelo topo da minha cabeça e fluir para o meu coração e depois para fora. Eu disse-lhe que algo estava a acontecer.
 
Ele continuou a conversa, perguntando-me se eu estava disposta a assumir um compromisso de escrever. Não fui capaz de o fazer neste momento, porque estava a acontecer algo que não conseguia compreender.
 
Naquele momento, o que estava a ser revelado era que a escrita era um acto de amor. Ao contrário de qualquer crença que eu tivesse, escrever era um ato de amor, e começar a compartilhar aspectos da minha experiência, no mínimo, tocaria o coração de outras pessoas. O que eles fazem com as minhas palavras depende deles, sempre, mas o que eu senti é que o amor vem através das palavras. E para mim, para transmitir amor, bem, não há maior dom.
 
Hoje, neste momento, saibam que esta é a minha oferta de amor a vocês. Respire fundo e deixe uma luz rosada suave fluir para o topo da sua cabeça. Deixe-a cair em seu coração e sinta-o completamente, suavemente, com ternura, abrindo-se.
 
Respire novamente e deixe seu coração se abrir ainda mais. A suavidade doce está sempre lá, está sempre disponível para si. Entraremos e sairemos como o mundo nos chama, mas a suavidade, a ternura, o amor, estão sempre lá.
 
Muito amor,
 
Brynne
 
 
The Illumined Heart, Inc.
Orientação espiritual para o coração e alma
ⒸBrynne E. Dippell, Ph.D. 2024
 
 
Traduzido por achama.biz.ly com ajuda de translate.yandex.com/ e agradecimentos a:
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)

Free counters!Visitor Map
 

Janeiro 21, 2021

chamavioleta

OPORTUNIDADES PERDIDAS?

Arcanjo Gabriel

Transcrito por Shelley Young

Tradução: Adriano Pereira

a 21 de janeiro de 2021

 
 
 

 
 
 
Querido, não há oportunidades perdidas.
 
Se alguém não deseja continuar com você, seja no relacionamento, nos negócios, na amizade ou na evolução espiritual, O Universo irá absolutamente honrar o livre arbítrio dessa pessoa e amorosamente substituí-la por alguém que pode lhe oferecer tanto quanto essa pessoa/oportunidade lhe oferecia, se não mais.
 
Você sempre será compatível e apoiado em seu crescimento e expansão!
 
Seu caminho nunca pode ser atrapalhado pela falta de cooperação de outra pessoa, nunca, então confie que se algo ou alguém deixou sua vida, O Universo sempre responderá imediatamente a esse vazio de maneiras que apenas apoiarão você e sua expressão de vida.
 
Permita-se ter a curiosidade de descobrir e acolher o que agora é possível, mantendo-se aberto à evolução contínua que é inerentemente sua.


Arcanjo Gabriel

 
Shelley Young 
 

 


 

Transcrito por achama.biz.ly, com agradecimentos, de:  

Arquivos:
  1. Por estiquetas: Arcanjo GabrielShelley Young,

Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

 

 

Março 28, 2017

chamavioleta

 

Como lidar com a perda?

Por Vinícius Francis,

27 de março de 2017

 
 
 
 
Uma delicada situação que todos nós em algum momento da vida enfrentamos. E eu decidi falar sobre esse assunto logo no começo do ano, porque se queremos um 2017 feliz e com uma energia mais positiva é necessário que aprendamos a lidar com as “perdas”. Claro que nós, no ego, não queremos perder nada. Nosso "cérebro reptiliano" é naturalmente dominador porque está ligado à parte instintiva do nosso ser.
 
 
Queremos ter cada vez mais de tudo, jamais perder. No entanto, a vida nos mostra através das experiências que as coisas não são bem assim. Perder ou pelo menos aquilo que chamamos de “perda” faz parte da nossa vida. Porque eu percebo que muito do sofrimento nisso vem justamente da crença na perda. E eu pergunto aqui, será que perdemos mesmo? Ou será que as ditas “perdas” são apenas ciclos que se fecham, mudanças, afastamento natural de pessoas ou situações? Eu acredito que seja mais a segunda opção.
 
 
Quando um ente querido desencarna, principalmente se for alguém de nosso convívio diário e de quem gostamos muito, dói bastante. A separação é difícil. Porque o apego nos faz sofrer. Mas é natural da vida humana sofrer a saudade que o desencarne de alguém (ou animal) amado deixa na gente. Porém, o meu foco aqui é na ideia da perda. É nisso que precisamos trabalhar.
 
 
A grande verdade é que só perdemos aquilo que não é nosso. O que é nosso nunca se vai. E o que é nosso? Nós, nossos sentimentos, nossos sonhos. Nada disso perdemos, as coisas na gente se transformam, mas nunca se perdem. Contudo, tudo o que está fora não nos pertence, sejam pessoas, coisas, circunstâncias, trabalhos. Essas coisas vêm e vão, participam da nossa história, mas têm um início e um fim de interação conosco.
 
 
Porque a vida se recicla, se renova sem parar. Nada pode permanecer o mesmo pra sempre. O sofrimento maior brota aí, quando tentamos segurar as coisas e pessoas por tempo indefinido. O nome disso é apego. Amar é bom, trocar é maravilhoso, cultivar relações é fabuloso, mas com desprendimento. A separação de alguém ou o fim de algum ciclo por si só já é uma tarefa desafiadora pra gente. Agora, com nosso apego em cima, fica bem mais complicado deixar ir o que tiver que ir.
 
 
Pois, querendo ou não, uma hora vai embora. Seja quem for e o que for, vai sair da nossa vida uma hora. Ou pelo menos não será mais como agora é. Por isso, a gente pode se ajudar no processo de uma perda, trabalhando o desapego antes que ela dê as caras. Isso fará a dor ser menor, assim como ajudará bastante no processo de tocar a vida pra frente. E mesmo se a “perda” já bateu à sua porta, é possível minimizar seu sofrimento. O caminho mais funcional pra isso é a aceitação, o adeus. Saber dizer adeus não é pôr fim a um bom sentimento ou experiência, mas sim, deixar ir ou se transformar em algo diferente.
 
 
Dizer adeus a um ente que já partiu desta vida não é desistir de amá-lo, mas entender que a etapa dele terminou aqui nesse plano. Mas a vida continua e um dia o reencontro certamente acontecerá. Dizer adeus a uma experiência de vida, uma relação, um trabalho, um lugar, também não é invalidar e desconsiderar tudo o que se viveu, mas saber que embora tenha sido ótimo, acaba, passa, muda. É preciso aceitar. Aceitar é sofrer menos. Aceitar é ser humilde. E quem é humilde guarda o que é bom de tudo o que findou e se mantém aberto ao novo que sempre vem.
 
 
Que o Amor nos cure!
 
Vinícius Francis
 
 
 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub