Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Outubro 30, 2023

chamavioleta

8 sinais de que alguém está a fingir se importar contigo

Por Sherrie Hurd, A.A.

 

learning-mind.com

Tradução a 30 de Outubro de 2023

 

 
Você já sentiu que alguém está fingindo se importar com você? Bem, se tiveres, há uma hipótese de teres razão. Nem todas as pessoas têm boas intenções.
 
Vivo no sul dos Estados Unidos e posso dizer-vos, por experiência própria, que algumas pessoas estão apenas a fingir que se preocupam consigo. Onde eu moro, há uma coisa chamada "hospitalidade do Sul" e, basicamente, significa,
 
"Eu vou fazer você se sentir confortável enquanto eu descobrir.”
 
Estou a falar a sério. Tive de aprender isto à medida que cresci, e depois revirar os olhos quando vejo as pessoas que me rodeiam receberem pessoas de fora. Senti-me mal por estes recém-chegados.
 
E para o resto de vocês que não vivem no sul dos Estados Unidos, Este é também o caso. Há pessoas ao seu redor que realmente não se importam. Sei que é difícil de ouvir, mas é verdade. E embora possa se manifestar de forma diferente de acordo com o local onde você mora, os sinais serão Universais ou muito próximos.
 
Estão a fingir que se preocupam contigo?
 
Você já sentiu que alguém de quem gosta está dizendo as coisas certas, mas há algo errado? Bem, pode ser que estejam a fingir. Vamos dar uma olhada em alguns sinais de que alguém está fingindo se importar com você.
 
1. Fingindo ouvir
 
Só porque você socializa com alguém não significa que eles dão a mínima para o que você diz. Eles podem acenar com a cabeça e dizer: "mm-hmm", mas isso não significa que eles entendam ou concordem. Uma dica é que eles nunca discordam de você, e isso é porque eles não estão realmente ouvindo. Esta é uma enorme bandeira vermelha.
 
Outra maneira de reconhecer que eles realmente não se importam com as coisas que você diz é que eles não se lembram de nada disso. Para eles, o que você diz não é importante porque eles não se importam com você.
2. Eles estão apenas por perto durante o seu sucesso
 
Se seu amigo está apoiando você enquanto você é bem sucedido, mas quando você falha, eles desaparecem, eles não são seus verdadeiros amigos. Este é um sinal enorme.
 
Amigos falsos se alimentam da energia positiva dos outros. Se você está ganhando muito dinheiro, recebendo atenção ou recebendo presentes caros, eles estarão lá para prosperar com suas bênçãos. Você pode dizer quando alguém está fingindo se importar com você quando está presente em sua vida.
 
3. Linguagem corporal estranha
 
Talvez você não seja um especialista em linguagem corporal, mas mesmo o novato pode dizer quando alguém não é genuíno. Quando alguém está fingindo se importar com você, eles terão uma linguagem corporal aberta. Isso significa braços estendidos, bom contato visual e expressões atenciosas. Haverá um indício de uma conexão profunda entre amigos genuínos.
 
No entanto, aqueles que não são verdadeiros amigos terão expressões exageradas e risos falsos, e podem até ser mais fechados fisicamente. Nem todos esses indicadores se aplicam a todas as situações, mas você saberá quando a linguagem corporal de alguém é obscura.
 
4. Eles usam iluminação a gás sutil
 
Tenho a certeza que já estás farto de ouvir falar de gaslighting. Esta técnica manipuladora ataca com tanta frequência que parece que está a espalhar-se como um incêndio.
 
Quando alguém está fingindo gostar de você, eles vão marcar todas as caixas de uma amizade, oh sim. Mas, eles vão polvilhar elementos de gaslighting ao longo de sua vida. É tão fino e sutil que você levará um tempo para reconhecê-lo. Bem, agora que tem esta lista, pode estar atento a ela e convidá-los para esta acção.
 
5. Dizem a mesma coisa a todos
 
Não fique animado quando aquele amigo questionável disser que você é especial. Você pode descobrir que eles dizem isso a todos os seus conhecidos, até mesmo estranhos. Quando alguém se preocupa com você, e quero dizer, realmente se importa, eles terão coisas que eles só dizem para você. Essas são coisas que têm um significado profundo em seu relacionamento.
 
Você conhecerá um amigo falso pela maneira como ele usa declarações de "cortador de biscoitos". Eles vão elogiar e adorar você enquanto usam as mesmas palavras para elogiar e adorar outra pessoa mais tarde.
 
6. Nunca se lembre das coisas importantes
 
Você pode perceber como seu amigo está sempre esquecendo coisas importantes que você precisa que ele se lembre. Eles vão usar desculpas como,
 
"Você sabe que minha memória está ficando ruim", ou " não me lembro de tudo!”
 
Não se deixe enganar por isso. Os falsificadores não se importam com as coisas que você quer que eles se lembrem. Provavelmente esquecem-se logo depois de lhes dizeres. Embora algumas pessoas realmente tenham dificuldade em se lembrar das coisas, Ah, sim, essas pessoas que fingem se importar com você só se lembram do que mais as beneficia.
 
7. Incoerência
 
Amigos de verdade geralmente ajudam você assim como você os ajuda, certo? Bem, uma pessoa que está fingindo se importar com você não será consistente nesta área.
 
Por exemplo, se eles precisam de alguém para conversar, você provavelmente ficaria mais do que feliz em apoiar. No entanto, quando você está tendo problemas, eles sempre estarão ocupados demais para falar com você. Essa relação será unilateral na maioria das vezes, com reciprocidade suficiente para mantê-lo pendurado no caso de eles precisarem usá-lo.
 
8. Eles são auto-absorvidos
 
Se todos estes outros indicadores não apontassem para o egocentrismo, então eu teria apenas de o dizer. Eles só se preocupam verdadeiramente consigo próprios.
 
Um sinal disso é quando você percebe como tudo tem que voltar para o que eles precisam, o que eles querem e o que eles pensam. Pode levar algum tempo para entender isso, mas você vai. Será fácil de ver, uma vez que os holofotes Irão incidir sobre eles.
 
Não entretenha pessoas falsas!
 
Quer se trate de seus amigos, entes queridos, ou colegas de trabalho, apenas não entreter seu absurdo. Eles realmente não se importam com você da maneira que você pensa. Na verdade, eles geralmente não se importam. Para eles, você é simplesmente um pano de fundo para o show de cocô deles. Sei que pareço duro, mas é o que é.
 
Quando alguém está fingindo se preocupar com você, eles vão perder seu tempo, roubar seus outros amigos, e, eventualmente, prejudicar a sua auto-estima. E lembre-se, não se trata apenas de pessoas no sul dos Estados Unidos, com sua falsa hospitalidade. Pessoas falsas estão por todo o lado.
 
Então, ajudaria se você fizesse seu objetivo reconhecê-los e depois ficar longe.
 
Sherrie Hurd

 

 
About the author:
 

Redator da equipe da Learning Mind
Sherrie Hurd é uma escritora e artista profissional com mais de 20 anos de experiência. Como sobrevivente de traumas na infância e de vários tipos de abuso, ela é uma defensora da conscientização sobre a saúde mental. Sherrie gerenciou várias doenças mentais, incluindo transtorno de ansiedade, transtorno bipolar e TEPT. Com esse histórico e experiência pessoal, ela se esforça para ajudar outras pessoas a superar traumas e abusos, lidar com doenças mentais e curar com o tempo.

Copyright © 2012-2023 Learning Mind. Todos os direitos reservados. Para autorização de reimpressãocontacte-nos. 
 
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Fevereiro 06, 2023

chamavioleta

Ainda está em pé

Hakann através de A. S.

Tradução a 6 de fevereiro de 2023

 

 

Meus caríssimos irmãos e irmãs,
 
Fala Hakann. Saúdo-vos em paz e amor.
 
Hoje gostaria de vos lembrar o quanto já passaram, e de vos lembrar que apesar de tudo isto, ainda estais de pé. Com isto, espero lembrar-vos o quão forte e impressionante sois.
 
Espero lembrar-vos que não tendes falhas, não estais quebrados, não sois fracos - acabastes de passar por muita coisa e talvez ainda carregais muito peso. Da minha perspectiva, não tens ombros fracos, tens ombros fortes - só tens muito peso sobre eles. Mas estás a lidar com isso de forma impressionante.
 
Então, quais são as necessidades dum humano? Uma delas é a segurança emocional. Como Tunia discutiu na sua mensagem: "Tunia, relações românticas", a grande maioria das pessoas à sua volta terão provavelmente sido na sua maioria emocionalmente inseguras. É inteiramente possível que nunca tenha tido uma ligação próxima com um humano terrestre que, na sua maioria, estivesse emocionalmente seguro. Isto inclui pessoas que apenas o deixam ser você, sem tentar mudá-lo ou dizer-lhe o que deve fazer ou ser ou acreditar.
 
Outra necessidade dos humanos é que eles recebam amor incondicional. A grande maioria dos humanos da Terra, incluindo os pais, infelizmente, não expressam amor incondicional quase suficiente. Muito frequentemente o amor é condicional, o que descrevi numa mensagem anterior como amor de treino de cão: se a criança ou cão se comportar bem, então o adulto dá-lhes afecto, mas se a criança ou cão se comportar de uma forma inconveniente para o adulto, então o adulto retira o afecto. Para mim, é bastante desolador que tantos humanos da Terra não tenham tido esta necessidade básica, de receber amor incondicional.
 
Assim, a maioria dos humanos da Terra não tem as mesmas necessidades fundamentais satisfeitas de ter à sua volta pessoas emocionalmente seguras e de receber amor incondicional. Além disso, muitos seres humanos da Terra não estão autorizados a expressar as chamadas emoções negativas que inevitavelmente se seguem a isso, e são por vezes incitados pelos seus pais a pensar que há algo de errado com eles, quando na realidade a criança simplesmente não recebeu o amor incondicional de que necessitava.
 
Muitos humanos da Terra também não recebem algumas ferramentas muito básicas para lidar com as suas chamadas emoções negativas, tais como o que partilhei na minha mensagem: "Hakann: o caminho da observação". Algumas pessoas só descobrem algo assim na casa dos 30, e têm de sair pelo mundo para encontrar algo assim - enquanto que isso é algo que ensinamos aos nossos filhos quando eles são muito novos.
 
Assim, as pessoas não recebem a segurança emocional e o amor incondicional de que necessitam, depois por vezes são levadas a pensar que há algo de errado com elas quando inevitavelmente experimentam dor emocional devido à falta dessas coisas, e as pessoas também não recebem sequer algumas ferramentas e informações muito básicas sobre como lidar com a sua dor.
 
Os psicólogos muitas vezes não estão disponíveis e a preços acessíveis, além de haver um estigma contra admitir que se está em sofrimento psicológico, apesar de quase toda a gente na Terra o estar. Alguns psicólogos e certas abordagens da psicologia dominante francamente também não são muito bons. Em alguns casos, os sintomas são abordados, mas a causa principal não o é. Continuamos a recomendar ir a um psicólogo se acharmos que precisamos, porque há absolutamente bons psicólogos por aí, mas ainda é triste que algumas pessoas possam tentar procurar ajuda e depois acabem com um psicólogo que ou não é muito bom ou que não está numa boa combinação, e acabem por não ser bem ajudados ou até mesmo magoados ainda mais.
 
Além disso, as pessoas são forçadas a sentar-se paradas como crianças numa sala aborrecida durante anos a fio, estudando algo que na maioria dos casos não lhes interessa. À maioria das crianças é oferecida pouca escolha naquilo que desejam aprender ou fazer quando entram na escola, sendo tratadas quase como escravas.
 
As pessoas também são constantemente alimentadas com informações falsas e de toda a parte. Os principais meios de comunicação social, políticos, professores e livros escolares, muitas religiões organizadas, etc., todos dizem constantemente falsidades às pessoas. Claro, algumas dessas pessoas apenas repetem o que lhes foi dito a si próprias e não se apercebem que estão a espalhar informações falsas, mas o resultado líquido continua a ser que quase todos são constantemente informados de coisas que não são verdadeiras.
 
Depois, quando as pessoas se tornam adultas, são colocadas numa situação económica muitas vezes dura, onde é nadar ou afundar-se, em águas infestadas de tubarões. A maioria das pessoas está ligada à necessidade de uma comunidade amorosa à sua volta para se sentir bem psicologicamente, mas a maioria das pessoas não tem tal comunidade e não é fácil encontrar uma lá na Terra.
 
Eu poderia continuar. Sabe todas estas coisas - de facto, conhece-as melhor do que eu, porque está a viver através delas.
 
E ainda assim. Apesar do facto de, do meu ponto de vista, os humanos da Terra não estarem a conseguir satisfazer a maioria das suas necessidades - ainda assim a maioria das pessoas não só conseguem criar uma vida tolerável para si próprias, como também conseguem manter um coração fundamentalmente bom.
 
Para mim, isto é incrivelmente impressionante. Francamente, surpreende-me por vezes que não haja mais crime e egoísmo na Terra. Penso genuinamente que todos vós sois espantosos e que estais de facto muito bem.
 
Não vos acho fracos. Penso que são incrivelmente fortes - provavelmente só têm muito sobre os vossos ombros. Isso não vos torna fracos.
 
Acho que são todos espantosos. Estou muito orgulhoso de vós, e estou contente por vos poder chamar meus irmãos e minhas irmãs.
 
Não penso absolutamente que seja melhor do que vós, porque desde o meu nascimento quase todas as minhas necessidades foram satisfeitas. Nasci num luxo físico e emocional, enquanto vocês tiveram de construir uma vida a partir de quase nada.
 
Por favor, dêem algum crédito a vós próprias. A alma média do universo não poderia genuinamente ter feito o que já fez - a alma média teria apenas partido psicologicamente, e certamente não teria despertado o suficiente para ir e procurar por este tipo de mensagens. Está a fazer muito melhor do que a alma média teria feito, se elas estivessem no seu lugar.
 
E se alguma vez sentir que precisa de descansar e isso for possível no contexto da sua vida, por favor, faça-o. Estou a dar-lhe permissão, embora, claro, não precise dela. Todos vocês já passaram por uma quantidade incrível de dificuldades e é inteiramente compreensível que por vezes precisem de algum descanso. Por muito forte que seja a alma, o corpo e o sistema nervoso central e o corpo emocional e a criança interior precisam todos de descansar de vez em quando.
 
Amo-vos muito e estou muito orgulhoso de vós. Está a sair-se surpreendentemente bem.
 
O teu irmão estelar,
 
Hakann
 
A. S.
 
Fonte: Era da Luz
Estas canalizações são submetidas exclusivamente ao EraofLight.com pelo canalizador. Se desejar partilhá-las noutro local, por favor inclua um elo de retorno a este post original.
 

 
Traduzido por achama.biz.ly com agradecimentos de: 
 

 

Dezembro 19, 2021

chamavioleta

Os Escritos do Criador

de 12 a 18/12/2021

Através de Jennifer Farley

Tradução

 

 

18 de Dezembro de 2021
 
  
 
 

Deixe-se saber

 
 
Quando um pássaro voa, não há guerra em si sobre se pode voar ou não, nenhum ato de concentração. 
 
É algo que um pássaro faz sem pensar. 
 
Se só se permitir saber que pode, poderá fazer qualquer coisa! 
 
 
 
 
 

17 de Dezembro de 2021
 
 
 
 
 

Concluído... Por enquanto

 
 
Pode senti-lo?  
 
Tem havido um aligágio da energia esmagadora...
[More]

Tags: autodestruicao, crescimento, criador, escritos do criador, jennifer farley, momento perfeito, o criador, reestruturar, verdadeira paz


Posted at: 22:51 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

Tome o crescimento espiritual dos seus desafios

2021-12-18

  

Tome o crescimento espiritual dos seus desafios

Conselho Arcturiano da 9ª Dimensão

Canalizado por Daniel Scranton

Tradução a 18 de dezembro 2021

 
 
 
Saudações. Somos o Conselho Arcturiano. Temos o prazer de nos conectarmos com todos vós.
 

Continuamos a explorar as diferentes maneiras que todos têm de enfrentar desafios para si mesmos, a fim de crescerem espiritualmente. Vemo-los a fazer isto sem querer na maioria das áreas das vossas vidas. Vais criar o desafio sem querer, e depois terás de te levantar e tornares-te mais do que realmente és para enfrentar esse desafio e ultrapassar...

[More]

Tags: conselho arcturiano, crescimento espiritual, daniel scranton, desafios


Posted at: 22:50 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

A PAZ EM MEIO A FORÇAS CONFLITANTES

2021-12-18

      

A PAZ EM MEIO A FORÇAS CONFLITANTES

Mensagem dos Anjos

Através de Ann Albers

Tradução: Regina Drumond

a 18 de dezembro de 2021

 
 
 
 

Ao olhar para o seu mundo e testemunhar a turbulência, saiba que você pode ser a paz. Ao ver as tempestades causadas pelas forças conflitantes dentro dos corações humanos, você pode ficar calmo. Ao ver a doença, você pode escolher ser portador do bem-estar. Pois em cada situação, queridos, há um fluxo de grande amor e graça tentando conduzir cada indivíduo - e a raça humana coletiva - para...

[More]

Tags: ann albers, calma, mensagem dos anjos, mudancas, os anjos, paz


Posted at: 22:48 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

SOLSTÍCIO – PORTAL 21/12/2021

2021-12-18

 

SOLSTÍCIO – PORTAL 21/12/2021 

Por Kejraj

Tradução: De coração a coração

a 18 de dezembro de 2021
 
 
 
.
 
 
 

Saudações!

De coração a coração, neste momento em que falamos, eu sou Kejraj. As informações aqui expressas são da minha perspectiva, do meu ponto de vista. Pois toda verdade espera por você em seu coração. Sintonize a luz dentro de você.

A empolgação continua a crescer conforme nos aproximamos rapidamente de um Portal de energia muito poderoso. Falamos do Portal 21/12/2021, cuja luz se fará sentir no âmago de todos os seres.

Todas as principais...
[More]

Tags: kejraj, luz, novos portais, ondas energeticas, portais, portal 2112, solsticio


Posted at: 22:47 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

ENCERRANDO CICLOS

2021-12-18

 

ENCERRANDO CICLOS

Por Augusto Cury

Publicado a 18 de dezembro de 2021

 
 
 
 
 



Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final…

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.

Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho?
Terminou uma relação?
Deixou a casa dos pais?
Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente...
[More]

Tags: alegria, amizade, augusto cury, ciiclos, deixar ir, desprender, encerrar, soltar


Posted at: 22:46 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

A RECONEXÃO

2021-12-18

  

A RECONEXÃO

Arcanjo Gabriel

Canalizada por Natalie Glasson

Escola Sagrada de OmNa

Traduzido por De Coração a Coração 
a 18 de dezembro de 2021
 
 
 
 
 
Saudações, estendo Minhas Bênçãos, Meu Amor, para você agora, Eu Sou o Arcanjo Gabriel. É uma honra estar em sua presença amorosa, seu esplendor e sua luz brilhante. Eu, em troca, emano minha luz brilhante e todo Meu amor para você.
 
Em uma comunicação anterior, o Arcanjo Metatron falou sobre a Iniciação da Separação, que está se desenrolando agora. É uma iniciação muito poderosa que pode ser...
[More]

Tags: abundncia, arcanjo gabriel, ascensao, despertar, lei do um, natalie glasson, omna, perspectivas, presente, presentes de ascensao, reconexo, unicidade


Posted at: 22:45 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

DESPERTAR E PERCEPÇÃO CONSCIENTE

2021-12-18

       

DESPERTAR E PERCEPÇÃO CONSCIENTE

 

Mensagem de Kryon

Atrvés de Lee Carroll

Tradução: De Coração a Coração

 a 18 de Dezembro de 2021

 
 
Saudações, queridos, Eu Sou Kryon do Serviço Magnético.
 
A questão é esta: os atributos do despertar neste planeta são muitos, e alguns são estranhos. Quando dizemos estranhos, é porque não é esperado de você uma espiritualidade que você tenha estudado, nem se espera que a espiritualidade dê ou faça algo por você.
 
Se dissermos que despertaram para uma ideia maior sobre Deus, quais seriam os atributos que esperariam? Vocês...
[More]

Tags: circulo dos doze, despertar, esperito, kryon, lee carroll, percepcao consciente, segredo, servio magnetico


Posted at: 22:43 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

UMA MENSAGEM PARA OS PORTADORES DA LUZ

2021-12-18

     

UMA MENSAGEM PARA OS PORTADORES DA LUZ

UMA MENSAGEM AOS TRABALHADORES DA LUZ

Do Coletivo de Luz via Caroline Oceana Ryan

Tradução: De coração a coração 

a 13 de dezembro de 2021

 
 
 
 
A mensagem de hoje é um trecho do novo livro do Coletivo, “Novas Jornadas à Terra: O Coletivo Fala sobre como Lidar com Crises Pessoais e Globais”.
 
O livro “New Earth Journeys: The Collective Speak on Dealing with Personal and Global Crises” será lançado na Amazon na terça-feira, 21 de dezembro de 2021. A versão do Kindle já está disponível para...
[More]

Tags: caroline oceana ryan, coletivo de luz, espirito, eus superiores, luz bilhando, o coletivo, psique, solsticio, trabalhadores da luz


Posted at: 22:42 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

UMA BÊNÇÃO PARA SI

2021-12-18

 

UMA BÊNÇÃO PARA VOCÊ

Arcanjo Gabriel

Transcrito por Shelley Young

Tradução: Maria Stela Lecocq Müller

a 17 de dezembro de 2021

 
 
 
Nota de Shelley: Devo dizer que a mensagem diária de hoje foi uma surpresa total para mim. Em quase dez anos recebendo essas mensagens, Gabriel nunca ofereceu nada assim. Acho que fala não só da importância dos tempos em que vivemos, mas também de quanto apoio temos em tudo isso. Que você desfrute de sua bênção e que ela o ajude a surfar as ondas rumo ao novo.
 
 
Queridos, gostaríamos de lhes oferecer...
[More]

Tags: arcanjo gabriel, bencao, shelley young


Posted at: 22:40 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

Discernimento, a Chave para entender a ‘Desinformação Alienígena’ (6)

2021-12-18

  

Discernimento, a Chave para entender a ‘Desinformação Alienígena’ (Parte 6)

Fonte: Montalk.Net

Posto por Thoth3126 a 17/12/2021.

 
 
Reptilianos, Greys, Insetoides (mantis) e Nórdicos Tall Whites
 
Partes : IIIIIIIVVVI,
 

Nas cinco partes anteriores deste material, concentrei-me nos alienígenas negativos para enfatizar a prevalência, sofisticação e sutileza de seus métodos de controle. Eles podem promover agendas hostis sem necessariamente serem violentos ou assustadores na aparência. Em vez disso, eles maximizam seu apelo para construir falsas percepções e crenças em seus alvos para que, incapazes de tomar...

[More]

Tags: alienigenas, desespero, discernimento, greys, insetoides, mantis, medo, montalk, nordicos, panico, reptilianos, tall whites


Posted at: 22:38 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

Carl Jung — Quem foi, o que pensava e contribuições com a humanidade!

2021-12-18

  Carl Jung — Quem foi, o que pensava e contribuições com a humanidade!

Eu Sem Fronteiras

Publicado a 18 de dezembro de 2021
 
 
 
 
 
 
Se você já classificou alguém, foi classificado ou ouviu alguém ser chamado de introvertido ou extrovertido em relação à personalidade, saiba que isso aconteceu por causa de um homem chamado Carl Jung, um dos maiores nomes da história da psicologia e da psiquiatria.
 
Entre outras ideias sobre as quais Jung escreveu e que definitivamente mudaram os rumos do estudo da mente humana, estão as sincronicidades, aquelas coincidências que nos...
[More]

Tags: carl jung, eu sem fronteiras, jung, psicologia


Posted at: 22:36 | 0 Comments | Add Comment | Permalink RSS | Digg! | del.icio.usdel.icio.us

Dezembro 02, 2020

chamavioleta

 

A diferença entre a voz do ego e a do Eu Superior (parte II)

Por Dulcineia Santos

1 de dezembro de 2020. 

 
 

 
 
 
Em 2019 escrevi este texto falando sobre intuição e ego: como distinguir se a voz que está falando com você pertence a um ou a outro?
 
Esse é um dos meus artigos mais acessados, e acho que a razão para isso é que quanto mais as pessoas se aproximam do autoconhecimento, mais essa dúvida aparece, afinal, quem nunca se pegou questionando se aquele pensamento era um alerta ou uma autossabotagem? Resolvi, então, incluir neste artigo alguns ensinamentos que reuni no último ano sobre o assunto e que têm me ajudado imensamente a fazer essa distinção.
 
O que é o ego?
 
O ego tem a ver com o seu senso de eu: “eu”, “meu”, “comigo”, “para mim”, “sou assim”; é aquilo com o qual você se identifica (“meu prêmio”, “minha dor” etc.).
 
Adyashanti, professor e autor americano, diz que o ego é um verbo, ele “acontece”. Além disso, está sempre negociando com a vida.
 
A essência, por sua vez, está mais relacionada ao “ser” do que ao “fazer”, e à aceitação do que é.
 
Ego também está relacionado com inconsciência: Eckhart Tolle faz essa distinção ao dizer que a partir do momento que nos apercebemos de um padrão do ego, o que temos é o “corpo de dor”. Talvez ainda ajamos de maneira condicionada (por exemplo, a pessoa que se acostumou a brigar ainda não consegue parar de fazê-lo), mas agora já nos damos conta de que aquilo é um condicionamento do ego.
 
Davidgarrison/ Pexels
 
 
Uma outra maneira de dizer isso foi colocada pela Del Mar Franco, quando afirma que o ego é formado por um conjunto de necessidades não atendidas, a partir das quais a pessoa passa a experienciar o mundo.
 
Além disso, o ego apresenta uma resposta reativa: tenta controlar e manipular a situação pelo drama.
 
 
Complicação x simplicidade
 
O ego complica as coisas; a essência simplifica. Na essência, há um estado de “não resistência”, muitas vezes chamado de fluxo, ou flow. O ego está sempre resistindo ao que “é”, por medo de perder o seu senso de identidade.
 
Rick Jarow diz que o ego é como um porteiro que afasta coisas e pessoas. Consigo ver isso com facilidade quando, por exemplo, alguém me telefona. Se vou para o ego, penso que sou introvertida (meu senso de identidade) e prefiro ser deixada quieta. Se vou para o ser, exercito a compaixão e penso que nem tudo é sobre mim: aquela pessoa pode estar sentindo-se sozinha, precisando de um conselho, e está em meu poder contribuir para o bem dela (que, no fim, acaba por ser o meu também).
 
Karolinagrabowska/ Pexels
 
 
Externo x interno
 
O ego se prende a coisas externas para sentir-se seguro (Deepak Chopra): trabalho, título, status etc. Há ainda uma sensação de que sou “eu” contra o mundo.
 
A essência se sustenta em si mesma, no mundo interno: confiança (em si, no Universo, no futuro), independentemente do que se tenha ou do que esteja acontecendo lá fora.
 
Ele diz ainda que a falta de confiança (ou esperança) e o medo são qualidades do ego e baseiam-se no passado. A essência está sempre no presente.
Conquistas e desejos do ego x do ser
 
Quando você conquista algo que queria e continua insatisfeito, dá para reconhecer ali um desejo do ego.
 
Existem exceções, como a adaptação hedônica, quando a insatisfação se dá por um motivo evolutivo, conforme tratamos neste texto. Pense em Da Vinci, por exemplo: provavelmente ele não criava a próxima coisa por uma questão egoica, mas por uma necessidade maior que ele.
 
Glennon Doyle, no livro Untamed, diz: “Nossos desejos mais profundos são sábios, verdadeiros, belos, e coisas que podemos nos conceder sem abandonar o nosso Saber.”
 
Andreapiacquadio/ Pexels
 
 
Por que saber isso é importante?
 
Para funcionarmos no mundo, a autoestima é necessária. A verdadeira autoestima vem do reconhecimento do seu valor verdadeiro, e isso reside além do ego.
 
Outra razão seria a exposta no começo deste artigo: saber identificar respostas e situações favoráveis.
 
Mas, saindo um pouco do nosso umbigo egoico, Del Mare diz que “um coletivo saudável depende de indivíduos que consigam transcender o ego”. Neste momento polarizado, a importância disso é imensa!
 
 
Uma última dica
 
Na parte I deste artigo, dei algumas dicas sobre como identificar a intuição através do corpo ou da escrita, por exemplo.
 
Deixo aqui mais uma sugestão que pode ajudar, dada tanto pelo Tolle quanto pelo Chopra, que é assistir às coisas sem nomeá-las.
 
Se um motorista passa por você um pouco distraído e você nomeia aquilo como uma afronta, ou uma falta de respeito, foi feito um julgamento, que tem o peso de todas as suas vivências. Se é simplesmente um carro passando em alta velocidade (e mesmo assim a velocidade está sendo julgada), não é nada contra você ─ e seu senso de “eu”.
 
Tentei isso com a meditação também: se eu pensasse “a minha perna está formigando”, sentia que tinha que fazer algo a respeito, como mudar de posição. Se eu dizia “é só uma sensação”, como ensina Kim Eng, o formigar não me incomodava mais.
 
Que nesta época de fim de ano, entendendo um pouco mais sobre os nossos egos, possamos controlá-los, na alegria de estarmos vivos! Obrigada a você que leu meus artigos durante este ano atípico, e feliz 2021!
 
 
Dulcineia Santos
 

 
 
 
 
 
 
 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Novembro 24, 2020

chamavioleta

Chega de saudade

Escrito por Paulo Tavarez

23 de novembro de 2020. 

 
 
 
 
 
 
Quase todo muito relaciona saudade a uma coisa boa, mas será que não estão enganados? Afinal, ela é um sofrimento como qualquer outro. “Ah, como dói sentir tanta saudade…” Quem já não ouviu ou sentiu isso?
 
A saudade sinaliza, pura e simplesmente, a existência de apego, revela que não conseguimos nos desvencilhar de algo ou alguém, mesmo que seja o ente mais querido ou o bem mais valioso, não importa. Tudo aquilo que nos provoca esse sentimento demonstra o quanto estamos presos àquilo que julgávamos possuir. 
 
Sentir saudade é sofrer, não podemos negar isso, então por que razão ela é tão confundida com o amor?
 
O amor não tem nada a ver com a dor, pois não provoca nem nunca provocará desconforto algum em ninguém. Não sentimos saudades por que amamos, sentimos saudades porque estamos abastecidos de remorsos, culpas, frustrações e sentimentos negativos que nos prendem ao objeto amado. Somos, nesse momento, movidos por questionamentos internos do tipo: “Gostaria de ter feito, de ter dito, de ter amado mais, de ter provado, de ter aproveitado melhor o tempo em que estive ao lado daquela pessoa. etc.”, enfim, o epitáfio é longo.
 
O amor, como explica Paulo Apóstolo nas Carta aos Coríntios, não busca os seus próprios interesses. Quem ama liberta. Esse tipo de sentimento de posse não tem nada a ver com o amor, mas com o egoísmo, significa que estamos em um cárcere emocional, presos no passado e com dificuldade se seguir sem as tábuas em que nos agarrávamos enquanto nos debatíamos no oceano da existência. Transformamos o outro em um suporte qualquer e sentimos falta desse apoio, muito mais do que da própria pessoa.
 
 
 
 
A saudade é apenas mais um tipo de paixão, pois tudo aquilo que carregamos de importância e significado não é amor é paixão; não importa se é uma ex-namorada ou uma mãe falecida, qualquer exagero que estivermos dando a esse objeto amado vai apenas demonstrar o quanto estamos presos a ele, significa portanto que, certamente, seremos compelidos a nos libertar, mesmo que com muita dor, daquilo que emocionalmente nos escraviza.
 
Quando Jesus dizia: “Quem é minha mãe e quem são os meus irmãos”, demonstrava, entre muitas coisas, que estava em um nível de desapego às pessoas ainda incompreensível para aquele povo atrasado.
 
Trazer no coração um sentimento de amor, boas lembranças, gratidão por alguém não pode ser confundido com sofrimento. Pelo contrário, isso traz um profundo bem-estar e não provoca nenhuma dor como provocaria a saudade. O poeta Vinícius retratou esse sentimento em uma canção composta em parceria com Tom Jobim: “Sem ela, não há paz, não há beleza, é só tristeza e melancolia que não sai de mim…” e é isso mesmo! É só tristeza e melancolia, portanto, é um sofrimento terrível.
 
O homem precisa entender que não é um vasilhame qualquer, compreender que não precisa de pessoas ou coisas para preenchê-lo, na verdade, precisa preencher-se de Consciência e entender que tudo aquilo que precisa ser ele já é.
 
Chega de saudade! 
 
 
Paulo Tavarez
 
Paulo Tavarez
 
Celular/Telemóvel: (11) 94074-1972
E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br
Facebook: /paulo.hanuman
Instagram: @paulo.tavarez
Site: paulotavarez.com
 
 


Agradecimentos a:  

Página Principal: http://achama.biz.ly/
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Outubro 29, 2020

chamavioleta

Lei na psicologia pode desvendar que quem fala em racismo pode ser racista

Por Fabiano de Abreu.

29 de outubro de 2020. 

 
 
 
 
 
Jamais se pode generalizar, isso não é uma afirmação definida para todo caso, mas está relacionado a um fato que é cabível de raciocínio.
 
Já vi relatos de preconceito de branco com negro, negro com branco, negro com negro, branco com branco, assim como de asiáticos e de outras etnias. Baseado nisso, fiz uma observação para chegar a essa conclusão.
 
Uma das observações é que as pessoas que não demonstram ter preconceito não falam sobre o tema. Cognitivamente não demonstram ter preconceito e esse tema não faz parte do vocabulário, já que quando não se vê diferença não chama a atenção para comentários.
 
Foto de Anna Shvets no Pexels
 
Há quem defenda causas por ter sofrido uma injustiça ou por seguir uma onda que o introduz culturalmente nesse objetivo. Mas muitos dos que seguem uma ideologia podem tornar-se fanáticos por ela e acabar por introduzir o preconceito na própria cultura.
 
Na psicologia, a lei do espelho estabelece que o nosso inconsciente nos faz pensar que o defeito ou desagrado que percebemos nos outros existe somente “lá fora”, não em nós mesmos. A projeção psicológica é um mecanismo de defesa por meio do qual atribuímos a outras pessoas os nossos sentimentos, pensamentos, crenças ou até mesmo ações próprias que são inaceitáveis para nós.
 
Essa projeção psicológica acontece, pois a nossa mente entende a ameaça física e emocional à integridade mediante a nossa personalidade social, e emite assim um sinal de rejeição para o meio externo, projetando no outro essas características que não a nós mesmos, e assim retirando a ameaça de nós próprios.
 
O preconceito é algo do passado, na realidade no passado distante havia menos preconceito. Mas enfatizar o tema preconceito é uma forma de ligar o alerta nas mentes perversas, chamando a atenção sobre ele, que passam a ver diferenças onde não existem. Quando falamos em preconceito, falamos de problemas que pessoas têm sobre a diferença, fazendo com que mentes perversas analisem a diferença, externando assim seu lado obscuro, o preconceito.
 
Fabiano de Abreu
 
Fabiano de Abreu



Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Outubro 27, 2020

chamavioleta

Terapia é coisa de louco

Por Ana Cerqueira

27 de outubro de 2020
 



 
Hoje vou falar sobre um problema comum e que ainda (infelizmente) é carregado de muito preconceito e falta de conhecimento: a resistência em fazer terapia.
 
Nossa sociedade se diz “moderna”, “aberta ao novo”, à inclusão e à diversidade, mas quando se fala em procurar um terapeuta, a sobrancelha franze, as mãos cobrem o rosto, e aquele medo profundo toma conta do nosso ser. Afinal, para muitos, terapia é coisa de louco!
 
Sofremos, choramos, nos deprimimos e não procuramos ajuda. É melhor se sentir um peso, um lixo, um nada, do que quebrar o orgulho e passar por cima do que os outros vão pensar. É melhor nos afastarmos de quem amamos, fugirmos do problema e focarmos apenas na solução mágica, do que nos enfrentar. É melhor o fundo do poço do que fazer terapia. E por quê?
 
 
Porque, no fundo, temos medo do que vamos encontrar dentro de nós. Temos medo de descobrir que não somos os “santinhos perfeitos” que mostramos para o mundo, temos medo de perceber que o responsável pelas nossas escolhas somos nós mesmos, e não o outro. Nos justificamos dizendo que estamos mal por causa do trabalho, do marido, da esposa, do filho. NÃO! O trabalho, o marido, a esposa, o filho não são responsáveis por esta situação. O caminho só pode ser trilhado por você! As pessoas estão presentes em sua vida para te mostrar em quais aspectos você ainda precisa evoluir. Agradeça-os!
 
Se decidir evoluir é ser louca, prefiro ser! Se trabalhar para aceitar minhas imperfeições e a do outro, esperar menos da vida e amar mais a mim e ao próximo é ser louca, prefiro ser. Se descobrir meu verdadeiro ser, tornando-me uma pessoa mais tranquila e capaz de tomar decisões conscientes é ser louca, sou louca e feliz!
 
Amigos, deixem de lado o medo e o preconceito. Terapia não é bicho de sete cabeças. O analista está lá para te ajudar a ver as coisas por outra perspectiva, para te ajudar a se conhecer melhor e a transformação é maravilhosa. Permita-se, descubra-se, e poderá se impressionar ao perceber como seu diamante interior pode brilhar, quando lapidado com amor e dedicação.
 
Um grande abraço no coração de cada um de vocês. Que possamos ajudar os que precisam, libertando-os do peso deste estigma tão ultrapassado.


 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Outubro 22, 2020

chamavioleta

Dicas para evitar crises de pânico

Eu Sem Fronteiras.

22 de outubro de 2020. 


 
 
Considerada o “mal do século”, a ansiedade é um problema que afeta pessoas no mundo inteiro. Alguns a sentem de forma moderada; outros praticamente pausam a vida por causa dela. Primeiramente é preciso entender que a ansiedade consiste em preocupação excessiva e medo intenso diante de situações cotidianas que comumente não apresentam nenhum tipo de risco. Ela é vista como uma sensação anormal quando evolui, prejudica a qualidade de vida da pessoa ou se torna uma patologia. A ansiedade ainda tem algumas vertentes, como o transtorno de ansiedade generalizada e a síndrome do pânico, por exemplo – e é extremamente importante diferir cada uma delas.
 
Hoje detalharemos o que é a síndrome do pânico e como evitar e amenizar as crises causadas por ela. Antes disso, entenda melhor o que é a ansiedade e como ela nos afeta no dia a dia.
 
(Já fique avisado de antemão que, no final deste artigo, tem algo que vai acalmá-lo!)
 
O que é a ansiedade?
 
Samer Daboul / Pexels
 
A ansiedade é uma reação natural do organismo humano a estímulos que são entendidos pelo cérebro como perigo. Ela causa reflexos fisiológicos e emocionais como sudorese, medo irracional, palpitação, tremores, pensamentos acelerados, entre outros sintomas desconfortáveis que causam aflição. Quando “normal”, a ansiedade possui uma função extremamente significativa: ela nos faz reagir diante de ameaças; mas, quando ela se apresenta em situações que não “oferecem” risco ou perigo reais, acaba prejudicando a nossa vida de forma muito relevante.
 
É válido ressaltar que inicialmente a ansiedade e o medo não são um problema! Imagina se você nunca sentisse medo na vida. Se assim fosse, ninguém temeria andar em um parapeito no vigésimo andar de um edifício, por exemplo. Por isso, quando controlados, a ansiedade e o medo nos tornam pessoas mais cautelosas. Mas o problema começa quando as desordens surgem e as sensações proporcionadas por elas são excessivas, acentuadas e começam a ser físicas e constantes – intituladas como crises de ansiedade ou de pânico.
 
Muitas pessoas confundem a crise de ansiedade com a crise de pânico, mas, por mais que apresentem sintomas similares, elas possuem intensidades diferentes e começam de formas distintas. Confira o que é a síndrome do pânico para entender melhor a diferença entre as duas.
 
O que é a síndrome do pânico?
 
Resumidamente a síndrome do pânico é um transtorno de ansiedade que promove crises repentinas e constantes de desespero e de medo excessivo. A pessoa que tem uma crise de pânico acredita que algo de ruim acontecerá, mesmo que não existam motivos ou perigos reais e iminentes. Mas uma pessoa só pode ser diagnosticada com o transtorno do pânico se ela tiver crises repetidas. Portanto é possível alguém ter uma crise sem que sofra desse transtorno.
 
Andrea Piacquadio / Pexels
 
O que é uma crise de pânico?
 
Quem sofre com a síndrome do pânico tem crises que surgem repentinamente, literalmente “do nada” – diferentemente das crises de ansiedade, que se iniciam a partir de algum “gatilho” reconhecido pela pessoa ou de qualquer fator externo, são crescentes e não são imprevisíveis como as de pânico.
 
Crises de pânico costumam ser intensas e inesperadas e geralmente não têm qualquer explicação. Proporcionam medo e inúmeros outros sintomas físicos e emocionais. Confira os principais sintomas desse tipo de crise:
  • sensação de medo irracional e intenso;
  • sensação de que algo ruim está prestes a acontecer;
  • sensação de morte ou medo de morrer;
  • despersonalização (sensação de estar fora do próprio corpo, de observar a si mesmo fora do corpo ou de notar que o mundo à sua volta não é real);
  • coração acelerado;
  • formigamento ou dormência nas mãos, nos pés ou no rosto;
  • medo de perder o controle;
  • falta de ar;
  • tremores;
  • sensação de sufocamento;
  • sudorese;
  • hiperventilação;
  • ondas repentinas de calor;
  • náusea;
  • calafrios;
  • dores ou desconforto no peito;
  • tontura;
  • desmaio;
  • pensamentos excessivos;
  • dificuldade na hora de engolir algum alimento;
  • inquietação;
  • sensação de desespero.
 
O psiquiatra Bruno Pascale Cammarota afirma que o transtorno do pânico provém da junção de fatores genéticos e sociais que possuem algum tipo de ligação com situações estressantes. Mesmo ocorrendo “do nada”, as crises dessa síndrome podem ter uma origem decorrente do estresse, mas se desencadearem em momentos aleatórios – não precisamente quando a pessoa estiver estressada.
 
Obs.: As crises de pânico tendem a durar de 10 a 20 minutos, assim como podem durar segundos. Esse tempo varia de pessoa para pessoa.
 
O que acontece no cérebro durante uma crise de pânico?
 
David Garrison / Pexels
 
A amígdala, que é uma estrutura do cérebro implicada à manifestação de emoções, de reações e à aprendizagem de tudo o que é relevante no âmbito emocional, é acionada quando não deveria ser. É ela quem “avisa” que existe algum perigo – e, no caso do pânico, incorretamente. Com essa desordem, o corpo e a mente perdem a sintonia: a nossa mente não identifica um perigo, mas o corpo sente que pode ser atacado. Com isso, o medo e a ansiedade fazem com que o nosso organismo libere indevidamente adrenalina, e assim a pessoa entra em pânico. É como se o cérebro alertasse o nosso corpo de que algo ruim ocorrerá. É como um alarme falso!
 
O que fazer durante a crise?
 
Lidar com uma crise de pânico não é fácil, mas o primeiro passo para controlar as sensações causadas por ela é reconhecer que o que você está sentindo no momento é apenas uma crise que logo passará. Nada de ruim vai acontecer, por mais que você esteja sentindo uma sensação de morte ou de perda do controle. Em seguida, vá para um lugar diferente de onde você estava quando a crise começou. Este momento é desesperador, sim, mas você pode tentar “burlá-lo”. Algumas pessoas indicam sentar, respirar com pausas, respirar fundo e tentar focar em alguma coisa específica para controlar os pensamentos, internalizando que o que está acontecendo com o seu corpo é momentâneo. Mas a verdade é que nem todo mundo funciona do mesmo jeito: alguns conseguem se acalmar, enquanto outros sentem vontade de sair correndo.
 
Andrea Piacquadio / Pexels
 
Existe uma dica muito valiosa para os momentos de crise: tentar focar no agora! Falando assim, pode parecer impossível, pois a sensação de medo costuma invadir o pensamento durante os ataques de pânico. Mas tente apurar os seus sentidos com as dicas a seguir:
 
1. olhe ao seu redor e procure por cinco coisas que você consiga enxergar e nomear;
 
2. agora procure por quatro coisas de que você consiga sentir o cheiro;
 
3. busque por três coisas que você consiga tocar e sentir a textura;
 
4. preste atenção em dois sons que estão ao seu redor e permita-se ouvir detalhadamente cada um;
 
5. encontre uma coisa de que você consiga sentir o sabor.
 
Esse exercício faz com que você retorne ao presente e mude o foco dos seus pensamentos: usar os cinco sentidos é uma ótima tática de retornar ao que é real.
 
É indicado também se permitir sentir frio, pois assim o seu cérebro vai focar nessa sensação específica. Além disso, se você estiver com alguém durante a crise, peça para que ele abrace você bem forte – de preferência de lado, como se o rosto dele ficasse em uma de suas orelhas. O abraço forte diminui a pressão arterial e desacelera os batimentos cardíacos.
 
Como ajudar alguém que enfrenta uma crise de pânico?
 
Karolina Grabowska / Pexels
 
Se você estiver junto de uma pessoa que apresenta os sintomas de uma crise de pânico, as dicas anteriores são válidas. Você pode pedir para que ela se concentre nos sentidos e procure pelos “objetos” indicados acima, além de abraçá-la forte e, se possível, pedir para que ela tome um banho gelado. Mas, antes de qualquer coisa, você precisa simplesmente estar com ela. Não faça questionamentos, não encha ela de muitas perguntas. O principal: não entre em desespero! Demonstre calmaria, mas não diminua o que ela está sentindo. A crise é psicológica, mas os sintomas são reais e físicos!
 
Baixe o seu tom de voz e diga a ela que logo tudo de ruim que ela está sentindo passará. Afrouxe as roupas dela para que ela fique confortável. Tente distraí-la falando sobre assuntos leves e de interesse dela. Se você for íntimo e próximo a ela, pegue na sua mão para que ela sinta o seu toque. Ajude-a a respirar com calma, faça uma oração, técnicas de relaxamento, tudo o que ela permitir que você faça: mas com calma! Faça ela se sentir segura! O importante é estar presente e ser compreensivo.
 
Confira uma técnica de respiração eficaz no alívio da crise e no controle da síndrome a curto e a longo prazo:
Respiração diafragmática
 
Também conhecida como respiração profunda, a respiração diafragmática amplia o diafragma e leva o ar rico em oxigênio para o abdômen. A capacidade dos pulmões aumenta o dobro e todo o corpo fica mais oxigenado – ela é ótima para crises de pânico. Outra indicação do exercício é para quem sofre de insônia. Veja o passo a passo:
  • a pessoa deve estar sentada ou deitada;
  • coloque a mão na barriga perto do umbigo;
  • com os olhos fechados, concentre-se na respiração (mesmo que você sinta medo ou tenha dificuldade de se concentrar, faça um esforcinho; a primeira vez sempre será mais difícil);
  • inspire pelo nariz e encha os pulmões de ar; leve o ar para o abdômen até sentir uma movimentação; para ajudar no exercício, faça de conta que enche uma bexiga em sua barriga;
  • inspire contando mentalmente até quatro, até que os pulmões e o abdômen fiquem aumentados;
  • prenda o ar contando mentalmente até dois; deixe o abdômen e os pulmões cheios;
  • expire devagar pela boca; conte mentalmente até cinco e esvazie totalmente os pulmões e o abdômen;
  • retenha os pulmões e faça os exercícios outra vez por dois tempos.
 
Observações.
 
  • Faça os exercícios pelo menos uma vez ao dia!
  • Tente fazer menos movimentos torácicos (movimento do peito) e mais movimentos abdominais.
  • Cada respiração deve ser feita dez vezes. Cada exercício também pode ser repetido por três ou cinco minutos. Não se assuste ao sentir tonturas ou ver “bolinhas” após abrir os olhos. Os sintomas indicam maior oxigenação cerebral.
 
Como a crise de pânico é repentina, não existe uma fórmula mágica para evitar o seu surgimento. Mas, se você mudar os seus hábitos rotineiros, focar em uma boa alimentação, praticar exercícios físicos regularmente, praticar técnicas de respiração e não deixar nenhum sentimento negativo acumular no seu peito ou permear pela sua mente, saiba que ela ocorrerá com menos frequência até o momento em que você se libertar totalmente do pânico.
 
Evite o consumo de café e elimine o consumo de álcool e o uso de drogas da sua vida. A ausência dessas coisas é extremamente importante!
 
Consequências do pânico
 
Pixabay / Pexels
 
Uma das principais consequências de crises de pânico e, por conseguinte, do transtorno do pânico é a pessoa deixar de frequentar determinados lugares comuns. Isso ocorre porque ela sente um medo intenso de reviver a crise que teve em um lugar específico, fazendo com que evite retornar a esse ambiente. Quando um indivíduo tem uma crise de pânico no ônibus, por exemplo, é bem provável que ele decida não andar mais de ônibus, pois sempre pensará que poderá ter uma nova crise ali. É como se o ambiente promovesse a sensação de perigo mais uma vez.
 
Em casos mais sérios, a pessoa pode desenvolver problemas como depressão, alcoolismo, fobias, entre outros. Mas atente-se: ela PODE. Isso não significa que desenvolverá. Tais doenças podem surgir pelo fato de que a sensação de impotência sentida após as crises pode ser muito grande, e assim a pessoa se sente desmotivada e triste e busca fugir de alguma forma da situação ou simplesmente acha que nunca ficará bem – mas isso é uma mentira!
 
Como é o diagnóstico da síndrome do pânico?
 
Andrew Neel / Pexels
 
O paciente que tem crises de pânico precisa ir primeiramente a um médico, que lhe pedirá exames físicos para conferir o bom funcionamento do organismo (os principais pedidos são exames de tireoide e eletrocardiograma). É importantíssimo consultar um psiquiatra para que o diagnóstico seja confirmado e concluído – nesse caso o especialista fará perguntas sobre os sintomas sentidos e as crises sofridas. É válido lembrar que crises isoladas não constituem o transtorno! Para ser diagnosticado com a síndrome, é preciso apresentar crises que são recorrentes e que afetam a rotina, proporcionando incômodos físicos e emocionais constantes.
 
Tratamento
 
O tratamento da síndrome do pânico conta com medicamentos e psicoterapia. É de extrema importância ter acompanhamento de um psicólogo nesse momento, para entender a origem dos medos e dos sentimentos que costumam causar ansiedade excessiva. Assim será possível se afastar do que lhe causa mal e aprender a controlar de certa forma a sua mente.
 
Para acalmar você
 
Kristina Paukshtite / Pexels
 
Acalme-se! Sabemos que esse pedido é um pouco difícil, pois as crises de pânico nos desmotivam e nos dão a impressão de que nunca teremos uma vida normal de novo. Mas isso passa! Pânico não é bobagem, como muitas pessoas dizem, mas, por mais que o que você sinta seja real, todas as sensações físicas que você sente são apenas alarmes falsos do seu corpo. O desespero machuca e nos deixa tristes, mas, quanto mais você enfrentar, mais forte você ficará!
 
Todos nós somos seres humanos frágeis! Se você sente medo de retornar a algum lugar onde teve uma crise de pânico, está tudo bem! Mas não deixe o pânico dominar você! Peça para que um amigo ou uma pessoa de confiança o(a) acompanhe em passeios e dê os primeiros passos contra o medo aos pouquinhos. Não se cobre tanto! Você é muito maior do que a ansiedade! Você pode muito mais do que imagina!
 
Se hoje você enfrenta o pânico, amanhã estará ajudando outras pessoas que também sofrem com ele. Não é só você que está passando por isso neste momento. Então não se sinta sozinho(a) ou “bobo(a)” por não conseguir AINDA levar uma vida normal, sem medos. Logo você se sentirá pleno(a) e tranquilo(a) diante de qualquer situação e, se duvidar, nem se lembrará do pânico!
 
Compartilhe este artigo com os seus amigos e crie um círculo de pessoas que têm esses problemas. Falar sobre o assunto é extremamente válido. Mas não absorva novos gatilhos e afaste-se de tudo o que lhe proporcionar algum tipo de sentimento negativo.
 
 
Eu Sem Fronteiras
 

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Outubro 17, 2020

chamavioleta

O Mito e a Psicologia 

em Stargate SG-1.

Camila Picheth.

15 de outubro de 2020. 

 
 

 
 
 
 
No livro "Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo", de Carl Jung, o autor afirma que “tanto nos mitos e contos de fadas, como nos sonhos, a alma fala de si mesma e os arquétipos se revelam em sua combinação natural”. Dessa maneira, podemos dizer que em qualquer tipo de história haverá elementos da alma/psique humana, mesmo que o autor não tivesse a intenção de colocá-los. A série de televisão Stargate SG-1 (1997–2007) trata da descoberta de um grande círculo de metal capaz de criar “buracos de minhoca” estáveis, possibilitando uma viagem pelo tempo-espaço até outros planetas. Há várias características da mitologia grega e egípcia propositalmente colocadas no roteiro, como o encontro com um grupo de mulheres guerreiras agindo como Amazonas ou a nomeação da primeira nave espacial da Terra de Prometeu, mas é possível encontrar ainda outros elementos da psicologia analítica nas entrelinhas. O mais potente encontra-se no objeto que dá o nome ao seriado: o próprio Stargate (Portal das Estrelas). De várias maneiras ele representa o inconsciente, forçando uma evolução e uma ampliação da consciência de todos que passem pelo seu interior. O simbolismo referente ao Stargate fica claro primeiramente pelo seu formato. Jung descreve que “os corpos redondos são formas semelhantes às que o inconsciente traz à tona através dos sonhos, das visões, etc”. Além disso, uma vez que é feita uma conexão entre a Terra e outro planeta, o interior do círculo enche-se com uma substância semelhante a água, a qual nada mais é o símbolo mais comum do inconsciente. Na mitologia grega, a água sempre foi um forte elemento nas tramas, como visto na gravidez de Etra, na morte de Egeu ou na aprovação de Minos como rei de Creta. “É o mundo da água, onde todo vivente flutua em suspenso, onde começa o reino “simpático” da alma de todo o ser vivo”.

O grupo militar da Terra que está em posse do dispositivo o usa para explorar outras civilizações, tentando trazer conhecimentos e tecnologia que ajudem tanto os habitantes da Terra quanto na guerra contra os Goa’uld (raça parasita alienígena que usa seres humanos como escravos). Sempre que os grupos passam pelo stargate, eles encontram novas sociedades, as quais fazem com que os personagens e o telespectador reflitam sobre a sua própria. Jung coloca que, para se conhecer a fundo, é necessário encontrar-se com a sua sombra. Ela representa o lado oculto e reprimido de uma pessoa (para os fãs de Dexter, seu dark passenger). A sombra será cruel e não poupará quem a encontrar, mas é vital para que esse autoconhecimento aconteça. Ao se deparar com terríveis sociedades que discriminam e matam parte de seus habitantes ou ingênuas populações que usam tecnologia avançada para se destruir no lugar de viver pacificamente, os membros que viajaram pelo “inconsciente” percebem não apenas suas sombras projetadas em outros indivíduos, mas também a sombra da sociedade como um todo. Sendo forçados a dialogar com essas pessoas, o grupo toma consciência de suas próprias ações, causando uma transformação pessoal.
 
Ao decorrer das temporadas (10 no total), descobrimos que quem criou a rede de stargates foi uma velha raça denominada “Os Anciões”. Eles dominaram as galáxias durante muito tempo, até serem surpreendidos por uma praga. Alguns morreram, enquanto outros ascenderam para um plano de existência superior, tornando-se energia. Tais fatos se encaixam na Psicologia Junguiana, uma vez que o círculo, a mandala, representa “um símbolo de totalidade por excelência, um redondo, um completo, um absoluto”. Assim como “Os Anciões”, é algo que sempre foi onipresente. Tendo essa imagem ligada ao fogo e à luz, os povos da antiguidade ligariam tais objetos (ou pessoas que saíssem por eles) com os deuses. Para manter os humanos em seu controle, os Goa’uld se passavam por deuses egípcios, como Rá, Apófis, Hathor e Anúbis. A crença era mantida pelos humanos justamente porque esses seres se locomoviam por meio dos stargates, sem contar que também possuíam grandes naves espaciais num formato parecido, novamente ligando o redondo ao supremo.
 
Nesse breve texto, escolhi trazer um pouco da série sob a ótica da Psicologia Analítica, mas quem está mais em contato com o holístico já deve ter percebido que a narrativa da série traz muitos outros elementos intrigantes e reais. Stargate-SG1 é um seriado clássico de ficção científica que revelou muitas verdades sobre a história humana e galáctica, seja de forma direta ou metafórica. Há também um filme homônimo de 1994 que serve como início dessa história, e também outras duas séries derivadas: Stargate: Atlantis e Stargate: Universe. Material riquíssimo para quem assiste com a perspectiva adequada.  
 
Nenhuma história existe como tabula rasa, uma vez que são criações de mentes que possuem um inconsciente consideravelmente autônomo. A mitologia, a psicologia analítica e todo o conteúdo akáshico estão presentes em qualquer coisa desenvolvida pela mente humana, já que, no mínimo, ela está conectada a arquétipos coletivos (como um banco de dados de conteúdos que todas as pessoas têm acesso desde seu nascimento). 
 
Camila Picheth
 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Setembro 15, 2020

chamavioleta

9 causas da depressão.

Por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

14 de setembro de 2020.

 

Mulher deitada na cama com olhar triste..
 
 

 
A depressão, apesar de muitas vezes não ser considerada como tal, é uma doença, e atinge milhares de pessoas ao redor do mundo. As causas do desenvolvimento de quadro depressivo são diversas e muito dependentes de fatores que nem imaginamos. Podem estar associadas ao clima, ao ambiente, às companhias, à alimentação e a outras variáveis.
 
Muitos indivíduos nem mesmo a percebem ou a admitem, mas a depressão exige sim atenção e tratamento, pois pode desencadear outras doenças e/ou quadros irreversíveis, afetando a vida de quem sofre com ela e de todos aqueles que cercam esta pessoa.
 
 
Causas comuns
 
TORWAI Suebsri / 123RF
 
 
Na rotina em que vivemos, muitos fatores influenciam para que o desânimo e a decepção estejam presentes em nosso dia a dia. Se não nos atentarmos para desenvolver autoconfiança e fortalecer nossas habilidade, a fim de nos esquivar de certas situações, caímos na tristeza e entregamos os pontos.
 
Ao contrário do que se imagina, normalmente, a depressão não necessita de grandes traumas ou eventos para acontecer. Ela pode se desenvolver a partir de pequenos fatores e, principalmente, da junção de vários deles. Ela pode ainda estar relacionada a fatores genéticos e falhas nos neurotransmissores cerebrais, provenientes de inflamações em certas regiões do cérebro.
 
 
Conheça alguns dos fatores que podem contribuir para a evolução do quadro:
 
1. Cigarro
 
 
Basil MK / Pexels
 
 
Apesar de parecer proporcionar relaxamento, estudos britânicos comprovaram que o cigarro tende a deixar os fumantes mais ansiosos e levá-los até mesmo à depressão, devido à abstinência.
 
 
2. Compaixão em exagero
 
Kat Jayne / Pexels
 
 
Isso mesmo, pessoas preocupadas demais com os outros podem esquecer de cuidar de si mesmas. Neste quadro, a autoconfiança e autoconhecimento vão lá em baixo e a pessoa passa a não querer cuidar de si e colocar o interesse alheio sempre em frente ao seu. É importante se preocupar com os outros, mas, antes de tudo, você deve estar bem consigo mesmo.
 
 
3. Outras doenças
 
LinkedIn Sales Navigator / Pexels
 
 
Outras doenças podem ser tanto causa como consequência da depressão. Indivíduos que sofrem de doenças crônicas tendem ao quadro depressivo pela dificuldade de tratamento, queda da autoestima e outros efeitos que tais doenças possam trazer à vida e rotina.
 
É comum observar casos de depressão entre indivíduos com câncer, diabetes e aqueles que sofrem de dores crônicas.
 
 
4. Sedentarismo
 
Pixabay / Pexels
 
Além de todos os males que o sedentarismo pode trazer, ele pode também impulsionar a depressão. O nosso corpo precisa de movimento para funcionar bem, para ter bom humor e saúde, tanto física quanto mental.
 
A prática de qualquer atividade física que te tire do sofá já é válida, e proporciona bem-estar para ficar longe do desânimo e da depressão.
 
 
5. Alimentação
 
Adrienn / Pexels
 
 
Assim como a atividade física, a alimentação influencia em todas as atividades de seu corpo, afinal, é nosso combustível.
 
Uma pessoa que se alimenta mal, fica períodos muito longos sem comer ou não tem a quantidade de nutrientes suficientes para suprir seu corpo, passa a ter problemas físicos e mentais. O humor é alterado e a disposição também, o que são características propensas para um início de depressão.
 
Para as pessoas que já sofrem de depressão, a alimentação também fica alterada, para um dos dois polos: excesso ou falta de apetite. Ela é, portanto, importante não só na prevenção, como no tratamento da depressão.
 
 
6. Disfunção cerebral
 
Andrea Piacquadio / Pexels
 
 
Como já foi dito, a depressão é uma doença que pode ser causada por alguma falha na organização e trabalho dos neurotransmissores. Isso se deve a inflamações cerebrais, que podem ser ocasionadas por outros tipos de doença e/ou lesões. A inflamação é uma reação natural do corpo, como alerta para outros problemas no organismo. Sendo assim, é importante cuidar do corpo todo, para que tal resposta não seja desencadeada.
 
 
7. Noites mal dormidas
 
cottonbro / Pexels
 
 
Não é novidade que a falta de sono nos deixa de mau humor. Para aqueles que passam longas temporadas sem dormir sequer uma noite inteira, o mau humor e outras consequências, como dores no corpo, se tornam crônicos e são porta de entrada para a depressão.
 
 
8. Selva de pedras
 
Kaique Rocha / Pexels
 
 
A vivência com o ambiente urbano é capaz de deixar qualquer um louco e também depressivo! A correria das grandes cidades, além da falta de contato com a natureza, são fatores que contribuem para sintomas negativos em seu humor e comportamento.
 
É importante ter refúgios e momentos de calma, a fim de bloquear tais interferências.
 
 
9. Pressões sociais e digitais
 
mikoto.raw / Pexels
 
 
As pressões sociais provenientes dos padrões impostos, seja em relação à aparência, ao modo de vida, às aquisições ou a outros fatores, traz cobranças excessivas e comparações inconscientes. Nunca estamos satisfeitos com nós mesmos e vivemos correndo atrás de uma cogitada perfeição.
 
No mesmo caminho, a internet e a mídia em geral nos cobra sem nem mesmo percebermos, fazendo com que a autoestima e autoconfiança estejam sempre decadentes.
Outros desencadeamentos
 
Ela pode ocorrer em vários níveis, pode passar “desapercebida” ou ser intensa e explícita. Cada um reage de maneira diferente ao quadro depressivo, alguns tem tendência a se render, outros a resistir e essa resposta está associada, também, às causas que levaram o indivíduo a viver tal situação.
 
O diagnóstico de depressão está entre os mais elevados dentre diversas doenças, principalmente no Brasil, em suas regiões metropolitanas.
 
As consequências de um quadro depressivo são diversas e podem afetar muito a vida social e profissional do doente.
 
A pessoa que está com depressão costuma se afastar do trabalho por falta de vontade ou até mesmo impossibilidade de realizar as tarefas de que é encarregado. Na vida pessoal, também afasta-se das pessoas com quem costumava conviver e deixa de realizar atividades simples.
Cuidados
 
Assim como qualquer outra doença, a depressão necessita de tratamento. Sendo suas causas multifatoriais, o seu tratamento deve levar a mesma linha.
 
Profissionais de psiquiatria afirmam que os cuidados para a cura de um quadro depressivo devem abordar os mais diversos fatores motivadores da doença. Ou seja, quanto mais pontos da vida do indivíduo depressivo forem tratados, mais efetiva será sua melhora. Isso refere-se ao âmbito biológico, com tratamento psiquiátrico e, se necessário, tratamento químico por parte de um médico neurologista, até o âmbito da rotina profissional e pessoal. Esta pessoa deverá ter o apoio de seus amigos e familiares, para que traumas e medos possam ser eliminados e para que as atividades da rotina voltem a ser normais, e não um fardo.
 
Aos poucos, a junção destes cuidados permitirá que a pessoa com depressão passe a ter melhor percepção de coisas que podem lhe fazer bem, mesmo dentro de seu dia a dia “normal”. Assim, construirá motivação própria para continuar e curar-se. Quanto mais inserido na rotina comum, sem gerar problemas ou motivos de tristeza em volta do que antes era normal, melhor será a recuperação do paciente.
 
É imprescindível ter automotivação, assim como apoio externo. A recuperação é delicada, entretanto, desenvolve-se muito bem, quando sustentada e planejada.
 

 
Eu Sem Fronteiras 
 

 




Sítio (site) Principal: http://achama.biz.ly/
e-mail: site@achama.biz.ly
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub