Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Janeiro 27, 2024

chamavioleta

Ansiando pela alegria da paz

Pelas Baleias de Sirius B
Canal: Galaxygirl

Tradução a 27 de janeiro de 2024

Por Isadora Damasceno Branco

 
 

Saudações, caminhantes das margens verdes de Gaia.

Nós somos as baleias de Sirius B.

Nossa mensagem esta noite é de esperança. Você foi submerso nas águas profundas da contemplação e da paz. É pacífico na escuridão profunda, no ventre da Mãe de Todas as Coisas. Desejamos que você comece a caminhar e a acordar em meditação. O ruído do seu mundo superficial é agitado como a superfície das águas, cheio de borrifos e vento. Quando se mergulha mais fundo vê-se e sente-se o abismo do tudo, o abismo do fundo da calma, do espaço sólido, onde se aprecia o movimento e o pensamento e onde o tempo não existe.

Somos as Baleias de Sirius B. Vemos você com olhos de tristeza, espelhamos nossos olhos em seu próprio reflexo. A humanidade está triste, ansiando pelas alegrias da paz, sempre procurando por elas, sentindo falta da quietude interior. Vocês, mestres, estão cientes. Mas os outros flutuam nos mundos superficiais, no lado superficial da matriz, onde tudo é barulhento e brilhante, assustador e nítido.

Os tubarões nadam na superfície, nas águas intermediárias. Alguns tubarões nadam fundo, mas não muito fundo como as baleias do nosso mundo. Nossos oceanos são muito, muito mais profundos que os seus, e nós, grandes baleias, somos tão grandes, comparados aos seus corpos humanos, que vocês são como uma unha do mindinho para nós. Nadamos devagar, profundamente, em paz com o batimento cardíaco do Todo. E ainda assim podemos nadar rápido se quisermos, mas não escolhemos. Pois, quando se nada rápido, muita coisa pode se perder, e escolhemos saborear a experiência do profundo, da calma, das águas profundas e escuras.

Vemos a luz dos cristais refletida nas profundezas, pois nossas águas são diferentes, e há mais bioluminescência, mais coisas brilhantes em nosso mundo e por isso é lindo para nós. Acreditamos que seria lindo para você. Seu mundo é adorável para nós. As águas de Gaia estão tristes. Elas foram sujas por aqueles que não se importam com nada além de sua própria ganância. Isso está sendo remediado. Isso está sendo corrigido e não será mais permitido continuar. À medida que a consciência humana aumenta, também aumenta a qualidade do mundo em que e no qual residem. Pois deve ser assim, pois tudo é reflexo do mundo interior, do Todo.

Somos as Baleias de Sirius B. Viemos para levar uma mensagem aos da superfície. Seus gritos estão sendo ouvidos. Você não precisa, como se diz, ‘remar cachorrinho’ com preocupação na superfície, onde tudo é agitado e barulhento. Você pode meditar conosco. Nós os encorajamos a encontrar a paz da quietude profunda, muito parecida com o vazio onde alguns de vocês meditam e onde muitas das origens da vida começaram, começam e começarão. Pois tudo é um círculo de criação, uma grande expiração e inspiração de música, de luz. Podemos ouvir o zumbido da criação e isso nos atrai mais profundamente na dança. Sentimos as cordas do nosso coração tocadas pelas melodias do canto da Mãe, e isso nos acalma.

Nós, baleias, vemos que a humanidade precisa de calma, mas não podemos fazer isso por você. Vocês devem se acalmar e acalmar uns aos outros. Como você faz isso? Você é um oásis de calma e alegria em um mundo de água e som. Você é um ponto de ancoragem de paz, de calma, um barco imóvel na água, não afetado pelas ondas circundantes, calmo, imóvel. Pois você é todo o oceano em uma gota. As estrelas refletem isso para você. Elas se parecem com os padrões dos seus neurônios, os mapas estelares são muito neuronais.

Este universo exterior e interior estão conectados, respirando o mesmo sopro da criação, tecendo a mesma teia de vida. Você é sua própria galáxia, seu sangue é seu próprio oceano, suas lágrimas são sua própria fonte de sentimentos. É bom sentir. É bom limpar as águas. A humanidade sentirá e verá muitas coisas que precisam de cura. É bom. Não há outro caminho. É uma parte necessária da limpeza, da sensação de dor. E assim vocês estão e sentirão essa dor enquanto transmutam coletivamente pelas águas, pela terra, uns pelos outros, pelas criaturas das profundezas e da terra, dos lugares ocultos. Pois todos vocês fazem parte da gigantesca teia da vida e da teia planetária da vida. Tem havido dor neste mundo e vemos mais alegria chegando.

Nós somos as Baleias de Sirius B. Desejamos que você não seja tão sério. É impossível ficar sobrecarregado quando você sente o apoio das águas, do planeta, dos seus irmãos e irmãs ao seu redor. Você é apoiado. A teia da vida está apoiando. As forças destrutivas estão diminuindo. Os mundos estão a dividir-se, os oceanos estão a afastar-se, de salinidade em salinidade. Vemos a grande fenda das ondas, das placas tectônicas mergulhando alegremente através da orquestração divina. E então não há necessidade de ter medo. Gosto segue o gosto. A luz segue a luz. Gosto segue o gosto. O amor segue o amor. O ódio segue o ódio. E assim como este mundo recebe e receberá muito mais amor, não haverá mais espaço para o ódio. Não haverá mais espaço para desconforto.

(Estou vendo redes de bolhas enormes e repentinas enchendo a água azul escura ao redor, elas estão se alimentando). Sim. As nossas redes de bolhas também são comunicações entre nós, e são um sinal do grande tempo de festa onde todos nos reunimos e celebramos a generosidade do oceano, das provisões, da generosidade da Mãe. Comemoramos porque sabemos que somos cuidadas. Nós, baleias, desejamos que vocês sintam a celebração, a provisão, a grande provisão que vem ocorrendo para cada um de vocês. Você está bem provido. Seu dinheiro mudará. Você será provido. Há muitos peixes para comer para todos nós, e sempre haverá mais do que suficiente para aqueles em Gaia cujos corações estão abertos, pois eles irão manifestar isso. Vemos isto como um mundo totalmente novo para a humanidade, e isso é bom. É muito bom.

Somos as Baleias de Sirius B.

Vamos em paz.

Fiquem em paz, caminhantes da terra, pois tudo está muito bem.

 
Galaxygirl
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 
galaxygirl,    
no sapo:
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)

Free counters!Visitor Map
 

Outubro 18, 2023

chamavioleta

SEU LAR ESPIRITUAL

Por Gurujima

Tradução: Regina Drumond

a 18 de outubro de 2023

 
 
 

Há uma dor guardada secretamente dentro do coração humano, e é a dor da saudade pelo lar espiritual.

Pode-se estar imerso em práticas religiosas e sentir isso.

Pode-se ser um ateu professo e sentir isso.

Pode-se ter uma família e amigos amorosos e sentir isso.

Este desejo do "lar" é o desejo pela plenitude do amor que a alma sabe ser possível, mas a mente e o corpo não.

É o desejo de ser aconchegado, de estar imerso no amor, para que nada mais seja necessário. Esta é a felicidade que todos lembram como parte da memória de sua alma, mas de onde muitos se sentem exilados.

Ó amados, o cumprimento desta saudade não está longe de vocês. Os véus que cobriram o seu coração que os separaram do "lar" estão caindo, e à medida que caem, a saudade é sentida com mais força.

Confie nesta saudade.

Anseie com todo o coração.

Traga o universo até você através de sua saudade, pois tão certamente quanto Aquele de quem você faz parte também faz parte de você, assim também o seu anseio será satisfeito.

 

Gurujima
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 
Arquivos:
 

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.
O Google apagou meus antigos blogs rayviolet.blogspot.com e
rayviolet2.blogspot.com, sem aviso prévio e apenas 10 horas depois de eu postar o relatório de Benjamin Fulford de 6 de fevereiro de 2023, acusando-me de publicar pornografia infantil.
(Uma Grande Mentira)
Free counters!Visitor Map
 
 

Novembro 24, 2020

chamavioleta

Chega de saudade

Escrito por Paulo Tavarez

23 de novembro de 2020. 

 
 
 
 
 
 
Quase todo muito relaciona saudade a uma coisa boa, mas será que não estão enganados? Afinal, ela é um sofrimento como qualquer outro. “Ah, como dói sentir tanta saudade…” Quem já não ouviu ou sentiu isso?
 
A saudade sinaliza, pura e simplesmente, a existência de apego, revela que não conseguimos nos desvencilhar de algo ou alguém, mesmo que seja o ente mais querido ou o bem mais valioso, não importa. Tudo aquilo que nos provoca esse sentimento demonstra o quanto estamos presos àquilo que julgávamos possuir. 
 
Sentir saudade é sofrer, não podemos negar isso, então por que razão ela é tão confundida com o amor?
 
O amor não tem nada a ver com a dor, pois não provoca nem nunca provocará desconforto algum em ninguém. Não sentimos saudades por que amamos, sentimos saudades porque estamos abastecidos de remorsos, culpas, frustrações e sentimentos negativos que nos prendem ao objeto amado. Somos, nesse momento, movidos por questionamentos internos do tipo: “Gostaria de ter feito, de ter dito, de ter amado mais, de ter provado, de ter aproveitado melhor o tempo em que estive ao lado daquela pessoa. etc.”, enfim, o epitáfio é longo.
 
O amor, como explica Paulo Apóstolo nas Carta aos Coríntios, não busca os seus próprios interesses. Quem ama liberta. Esse tipo de sentimento de posse não tem nada a ver com o amor, mas com o egoísmo, significa que estamos em um cárcere emocional, presos no passado e com dificuldade se seguir sem as tábuas em que nos agarrávamos enquanto nos debatíamos no oceano da existência. Transformamos o outro em um suporte qualquer e sentimos falta desse apoio, muito mais do que da própria pessoa.
 
 
 
 
A saudade é apenas mais um tipo de paixão, pois tudo aquilo que carregamos de importância e significado não é amor é paixão; não importa se é uma ex-namorada ou uma mãe falecida, qualquer exagero que estivermos dando a esse objeto amado vai apenas demonstrar o quanto estamos presos a ele, significa portanto que, certamente, seremos compelidos a nos libertar, mesmo que com muita dor, daquilo que emocionalmente nos escraviza.
 
Quando Jesus dizia: “Quem é minha mãe e quem são os meus irmãos”, demonstrava, entre muitas coisas, que estava em um nível de desapego às pessoas ainda incompreensível para aquele povo atrasado.
 
Trazer no coração um sentimento de amor, boas lembranças, gratidão por alguém não pode ser confundido com sofrimento. Pelo contrário, isso traz um profundo bem-estar e não provoca nenhuma dor como provocaria a saudade. O poeta Vinícius retratou esse sentimento em uma canção composta em parceria com Tom Jobim: “Sem ela, não há paz, não há beleza, é só tristeza e melancolia que não sai de mim…” e é isso mesmo! É só tristeza e melancolia, portanto, é um sofrimento terrível.
 
O homem precisa entender que não é um vasilhame qualquer, compreender que não precisa de pessoas ou coisas para preenchê-lo, na verdade, precisa preencher-se de Consciência e entender que tudo aquilo que precisa ser ele já é.
 
Chega de saudade! 
 
 
Paulo Tavarez
 
Paulo Tavarez
 
Celular/Telemóvel: (11) 94074-1972
E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br
Facebook: /paulo.hanuman
Instagram: @paulo.tavarez
Site: paulotavarez.com
 
 


Agradecimentos a:  

Página Principal: http://achama.biz.ly/
 
 
Para outros artigos espirituais e denúncias por favor visite:
 
Vídeos banidos alternativos




Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.
A religião organizada é desnecessária à espiritualidade.
Excelentes ensinamentos dos mestres têm sido contaminados pelo controle dogmático dessas religiões.
Discernimento sim; julgamento não.
Com discernimento é possível alcançar o espírito da letra de qualquer escritura e é também bem mais fácil escutar a voz da alma que vem do coração.
 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.

 
Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores

 

Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.

 

Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.

 

 
Atualização diária.
 
Free counters!



geoglobe1


 


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub