Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Setembro 10, 2023

chamavioleta

PORTAL 9/9

Por Celia Fenn

Tradução: De Coração a Coração 

a 9 de setembro de 2023

 

 

Hoje é um dia de energia forte, o Portal 9/9 que abre passagens para o Equinócio de Outono/Primavera.
 
Hoje também houve um terremoto poderoso e destrutivo em Marrocos, com muitas pessoas mortas e desabrigadas. Muitos de nós também nos sentimos cansados depois de um longo Verão/Inverno com muitos desafios.
 
Mas a energia 9/9 nos incentiva a recorrer à nossa sabedoria e aos nossos recursos internos. É um momento de se interiorizar e permitir-se um tempo de silêncio para se conectar com seu Eu/Alma Superior e sua “Equipe”.
 
É hora de sentir a sua verdadeira conexão como um “Humano Angélico” e de sentir o seu compromisso com a Transformação e a ascensão da Nova Terra.
 
Verdadeiramente estamos num mundo diferente: precisamos de nos concentrar no Amor e na Compaixão enquanto vemos a turbulência à medida que a velha Terra muda. Mas também já podemos ver a Nova Terra. Podemos sentir as mudanças para melhor à medida que criamos um novo ambiente e uma nova Comunidade que “fiamos” a partir do nosso Sagrado Coração e do Amor Puro.
 
Neste dia Sagrado 9/9, que você possa ouvir os sussurros das asas do Anjo e que estas também sejam suas lindas asas enquanto você voa para uma Nova Realidade!
 
Tenham todos um lindo 9/9!
 
Celia Fenn
 
 

 
Transcrito por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 
 
  

Junho 23, 2023

chamavioleta

A PARÁBOLA DO QUINTAL

Por  Kryon

Canal: Lee Carroll

Tradução: De coração a coração

a 22 de junho de 2023
 
 
 
 
Saudações, queridos, Eu Sou Kryon do Serviço Magnético.
 
Eu prometi uma parábola hoje cedo e novamente minha parábola contará com o personagem chamado Wo. Se você nunca ouviu falar disso antes, Wo representa todo ser humano. Wo não é um único gênero, mas Wo é Wo-man. Wo é ambos os sexos. No entanto, neste caso, vamos chamá-lo de “ele” porque faz sentido em seu idioma fazer isso.
 
De certa forma, esta é uma história que alguns de vocês reconhecerão, mas de certa forma também é totalmente metafórica. Agora, queridos, as parábolas sempre têm uma mensagem. As parábolas sempre serão metáforas destinadas a representar outras coisas. Às vezes explicaremos o que essas metáforas significam e às vezes não. No entanto, à medida que avançamos nesta jornada específica, desejamos explicar alguns significados… à medida que avançamos.
 
Vou dar um nome a esta parábola: Wo e Seu Quintal.
 
Imediatamente você pode sentir que este “quintal” não é realmente um quintal físico e você estaria parcialmente correto. Daqui a pouco, contaremos mais sobre os significados. No entanto, na cultura do meu parceiro, um quintal físico é o espaço atrás de uma casa típica dos Estados Unidos e muitos que ouvem esta mensagem têm um. Alguns ainda têm aqueles onde cresceram.
 
Vamos começar a história: Wo tinha um quintal e durante toda a sua vida foi muito importante para ele. Como muitos de vocês que também tinham um quintal, você pode se lembrar claramente de sua infância se morasse em um lugar por tempo suficiente. Muitas das coisas que aconteceram naquele quintal são muito importantes na memória de sua juventude.
 
Talvez você se lembre do seu próprio quintal porque, quando era pequeno, era onde você brincava. Você pode se lembrar das coisas que foram adicionadas a ele ao longo dos anos e das coisas que permaneceram as mesmas.
 
Algumas dessas coisas eram a sua estabilidade e talvez você contasse com elas para permanecerem as mesmas. O quintal nesta parábola em particular representa a realidade de Wo. Para você, este quintal também representa sua realidade, como você pensa e como lida com as coisas em sua vida.
 
Claro, sua realidade é moldada cedo quando você é muito jovem, e no caso de Wo ele se lembra disso com muita clareza. Ele se lembra do dia em que seu pai trouxe a árvore. A árvore já era grande para Wo, e papai trouxe um equipamento que agora Wo sabe que era uma retroescavadeira.
 
Seu pai cavou um buraco com esta máquina e colocou a árvore. Wo lembra que todo o motivo da árvore era para Wo! Ele adorou isso! Quando Wo tinha quase cinco anos, ele se lembra de seu pai dizendo: “Wo, esta será sua casa na árvore pessoal e, quando você for um pouco mais velho, construiremos essa casa juntos”. De fato, foi isso que aconteceu.
 
Vários anos se passaram e Wo observou aquela árvore crescer. Os galhos ficaram maiores e eles poderiam eventualmente suportar ser escalados, então com o tempo seu pai e Wo começaram a construir lentamente a casa da árvore. Quando terminou, era forte e esplêndida!
 
A casa da árvore, queridos, representa a infância nesta parábola. No caso de Wo, foi uma boa infância cheia de boas lembranças e ele se lembrava muito, muito vividamente. Ele se lembrou de detalhes, como muitos de vocês também.
 
Ele se lembrou de algo que o faz rir até hoje – quando seu pai construiu a casa da árvore, muito devagar e cerimoniosamente, ele encontrou dois barris de óleo (mais parecidos com latas de lixo, na verdade) que estavam abertos no topo. Seu pai então os virou de cabeça para baixo com a ponta aberta na terra e os colocou perto da árvore para sustentar uma parte da casa da árvore – a entrada.
 
Agora, o que é significativo nisso é que, ao longo dos anos que se seguiram, os barris permaneceram. Eles eram convenientes e ficaram parados mesmo depois que a casa da árvore se foi. Mesmo na idade adulta de Wo, os barris permaneceram no mesmo lugar. Isso porque, em última análise, eles eram funcionais.
 
Eles se tornaram uma mesa de piquenique, uma mesa ocasional, e com uma tábua de madeira sobre eles, eles seguravam a comida para suas festas ao lado da árvore onde as pessoas queriam se sentar à sombra. Se Wo tinha um grande projeto no quintal ou queria construir qualquer coisa, os barris sustentavam todo o projeto. Os barris nunca se moveram.
 
Curiosamente, alguns dos vizinhos perceberam isso e brincaram: “Wo vai mover esses barris?” Wo dizia a eles: “Não, acho que não. Eles são permanentes.” Eventualmente, a piada da vizinhança se tornou esta: “No futuro, uma de duas coisas acontecerá: ou o arrebatamento virá ou Wo moverá os barris”. Os barris não se moveram.
 
Queridos, em seu quintal, nesta parábola, vocês também têm barris. Você nunca os move. Você não pode movê-los facilmente e nunca pensa em movê-los, porque eles representam as verdades centrais de sua realidade.
 
Pergunta: Nesta história, Wo colocou os barris lá ou foi seu pai?
 
Essa é uma metáfora para Wo. Seu pai representa uma pessoa significativa e importante em sua vida. Você tem o mesmo em sua vida. Houve alguém que lhe ensinou coisas que acabaram se tornando sua verdade, sua realidade estacionária e uma crença da qual você nunca se move.
 
A razão? Você usa esses barris estacionários e imóveis, essa verdade, o tempo todo porque funciona para você e sempre funcionou. A árvore, claro, é a sua estabilidade constante e os barris (verdades) nunca estão longe dela. Eles permanecerão os mesmos por toda a sua vida e são sua principal segurança.
 
Agora, deixe-me alterar um pouco a história e contar sobre o teatro. Aqui é onde temos um gênero um pouco específico e mais realista para as mulheres que ouvem a história. Wo tem uma casa na árvore porque é isso que os garotos querem, mas Wo também tem uma bela casa de bonecas independente porque é isso que as garotas querem.
 
Seu pai e amigos construíram uma casinha para ele/ela. Lembre-se, nós dissemos a você que Wo é uma mulher? Wo é ambos os sexos nesta parábola. Portanto, devemos considerar que ele também é uma menina pequena.
 
Wo também queria uma casa de boneca. Agora também estamos honrando a ideia de detalhes de gênero nesta história e o que crianças de gêneros diferentes geralmente desejam. O quintal é completo com uma casa na árvore e uma casinha de boneca.
 
O quintal também representa a criança interior de Wo e de todos vocês. É o local onde se realizavam as festas de aniversário à medida que crescia, marcando o avanço da sua vida. A casa da árvore e a casinha eram onde você brincava de casinha ou onde fingia fazer as refeições.
 
Era um forte, uma casa, um local de trabalho. Foi muitas coisas. O quintal então se torna sua infância, sua vida e seu sistema de crenças. A árvore? Ele continua crescendo e pode suportar qualquer coisa. É nisso que você se apega, porque há certas coisas na vida que você deve saber que são sólidas e imutáveis.
 
A árvore de Wo estava lá muito tempo depois que a casa da árvore se foi. Ele estava pendurado naquela árvore em sua vida e ela cresceu e cresceu, e logo aquela árvore era enorme. Na verdade, era quase tão grande quanto o próprio quintal! Tornou-se como um dossel como em uma floresta, sombreando todo o quintal.
 
Wo ia para o quintal como um adulto e pegava sua bebida e seu canudo e sentava lá em sua cadeira. “Suspiro… esta é a vida.” Sua mente estaria em paz e ele pensaria: “Isso é bom e tudo ao meu redor é bom”. Ele se sentava e relembrava em sua mente: “Eu amo esta árvore e os barris. Obrigado, memórias, por estarem lá. A casa da árvore se foi, mas a casinha ainda está aqui. Obrigado por isso também. Eu participei de tudo e é a minha vida.”
 
Agora, Wo era realista e também tinha coisas negativas acontecendo em seu quintal, mas ele era uma pessoa boa e equilibrada e não pensava muito nessas coisas. Ele se lembra dos ratos. Ele não gosta de pensar em dizer: “Temos ratos” e, claro, sabe que eles não vêm de seu quintal. Eles vêm por cima ou por baixo da cerca do quintal do vizinho. Agora Wo não vai dizer isso ao vizinho porque ele gosta e aprecia seu vizinho.
 
Wo pensa: “Existem certas coisas que você não conta ao seu vizinho e aos seus amigos. Você não conta a eles sobre seus ratos, não diz a eles como criar seus filhos, ou que eles não combinam as cores ou não têm bom gosto. Você simplesmente os ama.” Portanto, Wo sempre sentiu que poderia lidar com os ratos à sua maneira. Eles iam e vinham, embora ele não soubesse como eles passavam por baixo ou por cima da cerca.
 
Os ratos, é claro, representam os desafios feios da vida. São as coisas para as quais você olha e não quer lidar, mas lida mesmo assim. Às vezes, em alguns quintais, há ratos demais. É quando uma pessoa pode entrar em disfunção e estresse. É quando os humanos ficam com problemas de saúde. No entanto, Wo tinha um conceito de vida bom e equilibrado. Ele era uma boa mulher e lidava com os ratos da melhor maneira que podia – principalmente por não pensar neles.
 
Depois, havia as cobras. Bem, Wo não tinha ideia de como as cobras entravam em seu quintal, mas ele entendia que as cobras passavam por baixo das cercas, então era assim que elas faziam – cobras espertas. Felizmente, não havia muitas, mas quando havia alguma, ele ficava com medo. Ele odiava cobras e não queria nada com delas. Ele entrava em casa, se escondia e chamava outra pessoa para pegar as cobras. Então, quando acabasse, ele sairia.
 
Nesta história, a cobra representa o medo de algo que você não pode consertar. Era o medo da morte, de uma doença incurável ou do que quer que esteja além dos ratos. Wo diria: “Eu sei como lidar com essas coisas. Eu simplesmente me livro delas, não penso nelas e, eventualmente, volto para o lugar onde posso sentar na cadeira com minha bebida e posso beber com meu canudo e dizer: ‘Estou bem, eu estou bem.”
 
A Grande Mudança
 
Tudo estava bem e estável até uma certa data e, então, veio o terremoto. Wo pode se lembrar de estar sentado lá bebendo sua bebida, sabendo que tudo estava bem quando o terremoto aconteceu. Oh, ele tremeu e balançou, e ele sentiu a grande árvore próxima a ele estalar como um tiro. Um galho ou dois bateram na casinha, fazendo com que ela se inclinasse ligeiramente.
 
Tudo estava perturbado ao seu redor e era assustador no momento. Wo ficou satisfeito por não ter se machucado e descobriu que seus vizinhos também não estavam feridos. Ele olhou em volta e, embora todos parecessem seguros, houve algumas mudanças importantes e danos aparentes.
 
Wo olhou em volta para avaliar a condição de tudo. A árvore parecia um pouco diferente; o teatro estava em um ângulo um pouco diferente, embora parecesse estar bem. Mas ele precisava de ajuda para saber com certeza.
 
Logo chegaram os inspetores. Estes são os responsáveis ​​pela segurança dos quintais. Eles fazem as regras. Agora, os inspetores desta história representam autoridade. Mas esta é uma parábola, então tudo é possível.
 
Às vezes, a autoridade o leva a fazer coisas que se tornam um despertar. Às vezes, a autoridade não é realmente o que parece. Esse era o tipo de autoridade que pode causar mudanças. Agora, prepare-se para isso: alguns dos vizinhos de Wo NÃO tiveram o terremoto! Não é à toa que eles estavam bem. Isso diz um pouco sobre as coisas não ditas em uma parábola, não é?
 
Veja, muito parecido com aqueles que podem estar ouvindo ou lendo isso, Wo era uma alma velha. Wo era uma boa mulher. Wo tinha uma consciência que estava pronta para evoluir, e ele era uma boa mulher espiritual e gentil. Este terremoto sacudiu seu quintal, mas nem foi sentido por alguns de seus vizinhos. Talvez alguns de vocês entendam isso?
 
Os inspetores vieram e disseram a Wo: “Vamos falar sobre a árvore”. Wo imediatamente reagiu: “Se você vai me dizer que a árvore tem que cair, então você tem que ir. A árvore fica, não importa o que aconteça!” Os inspetores foram gentis e tentaram acalmar Wo.
 
Eles disseram: “Não Wo, a árvore pode ficar. É uma boa árvore. No entanto, é muito pesada para ser segura.” Então eles deram a Wo uma lição sobre como Gaia cuida de suas árvores. Eles lembraram a Wo que nas florestas de Gaia, as árvores são podadas naturalmente através do fogo, insetos ou o que for natural para permitir que sobrevivam.
 
No entanto, se um humano planta uma árvore fora do ambiente da floresta, essa pessoa é responsável pelo que Gaia normalmente faria. A árvore precisa ser podada regularmente para saúde e longevidade. “Wo, você deveria ter podado o tempo todo, então agora está instável e precisa ser retrabalhada.”
 
Queridos, se você está entendendo esta parábola até agora, você está vendo que Wo passou por uma mudança, e que “podar a árvore” significa que sua realidade precisa ser ajustada à energia que ele está vivendo dentro, não à energia de seu passado.
 
Dependendo de quem está aqui e de quem está ouvindo, podar a árvore significa que você pode ter que reavaliar sua realidade regularmente. Wo não fez isso e a maioria nunca faz. “A árvore” sempre foi simplesmente “a árvore”; no entanto, de repente, tornou-se algo que precisa ser feito.
 
Wo disse: “Eu entendo, mas não quero assistir. Você pode me garantir que a árvore ainda estará viva quando você terminar?” Eles gentilmente responderam: “Sim, Wo – não apenas viva, mas em uma nova condição onde viverá por mais décadas, mesmo além de sua própria vida. Wo, a árvore é a árvore. É uma bela árvore e nunca a machucaríamos. Vamos apenas podá-la para que cresça melhor”
 
Terminada a poda, Wo voltou e não sabia o que iria ver quando entrou no quintal. Ele abriu a porta dos fundos e caiu de joelhos, chorando. Eles não a podaram, eles a mataram! Claro, este não era o caso, mas Wo nunca tinha visto uma árvore grande depois de podada, então ele não sabia o que esperar. Não havia mais dossel e aparentemente não havia mais galhos. Tudo parecia ter desaparecido.
 
É claro que, com o tempo, a árvore continuou crescendo e um novo crescimento substituiu a árvore podada de aparência engraçada. Além disso, Wo percebeu mais tarde que os insetos não caíam mais em sua bebida (algo que sempre acontecia com o dossel)! Também não havia mais insetos (que também viviam no dossel)!
 
Wo notou outra coisa também: a bela sombra do dossel havia sumido, e agora ele tinha que usar óculos escuros – muita luz!
 
Não deixe que esta metáfora se perca em você agora. À medida que você podar a realidade daquilo a que se apegou no passado, haverá mais luz em sua vida e muito menos irritação e estresse de um velho dossel de galhos aparentemente protetores. O dossel não lhe dava sombra. Era um ninho para uma atitude imutável e abrigava seu próprio crescimento de negatividade. Ele protegeu você da luz e da maravilhosa nova verdade. Era uma árvore não podada.
 
Os inspetores, que cada vez mais eram vistos como mais sábios do que autoritários, disseram: “Oh, espero que você não se importe, mas no processo de podar a árvore, tivemos que mover os barris”. Wo ficou verde.
 
“OMG, você moveu os barris?” Wo chorou. E eles disseram: “Sim”. Wo olhou em volta para ver se o arrebatamento havia chegado e talvez ele não tivesse notado (a piada da vizinhança). Eles moveram os barris!
 
Os inspetores continuaram: “Wo, quando movemos os barris, notamos algo. Você sabia que tinha um ninho de cobras lá dentro?”
 
Wo não podia acreditar. “O que? As cobras estavam sob os barris?”
 
“Sim, Wo”, responderam os inspetores. “Elas estavam sob os barris o tempo todo. Você já olhou embaixo dessas coisas? Há quantos anos elas estão lá, Wo? Havia muitas coisas lá que só vivem no escuro, que precisávamos limpar. Parecia que os barris não eram movidos há décadas.”
 
Então Wo percebeu que durante toda a sua vida ele nunca olhou sob os barris.
É de onde as cobras vinham o tempo todo.
 
Olhem para a metáfora, queridos. As verdades e ideias que você nunca tocaria – as absolutas em sua vida – são as coisas que “seu pai” colocou lá para você. Se você as tivesse movido, seria quase um insulto para a memória dele. Você simplesmente não move essas coisas que são tão importantes para você.
 
Talvez não seja seu pai, mas sim seu pastor ou seu padre ou o professor que você tanto respeitava? Você vê? Esses barris não se movem porque é uma homenagem à sua memória. Sim, debaixo do barril estavam as cobras, porque os barris nunca foram movidos.
 
As coisas em uma energia mais antiga podem apodrecer, tornar-se obsoletas e até mesmo falsas com novas descobertas e novos pensamentos. Se você se apega ao passado, mesmo que as ideias venham daqueles que você ama e respeita, você se fecha em um armário de pensamentos antigos.
 
Quanto mais tempo você deixa de mover os barris, mais fácil é continuar em um velho paradigma de pensamento. Aqui está uma verdade: Deus é o mesmo hoje, amanhã e para sempre. Mas nossa descoberta de nosso relacionamento com Deus muda à medida que a luz fica mais brilhante.
 
Os inspetores não tinham terminado. “Wo, sinto muito em te dizer isso, mas aquela casinha é algo que você tem que se livrar. Poderíamos consertá-la, mas vai custar muito caro. Seria melhor se apenas nos livrássemos dela. Teria que ser completamente reconstruída. Realmente não tem base, pois foi construída para você como um brinquedo de criança. Vai cair em cima de você.”
 
Wo ficou paralisado com essa ideia. No entanto, logicamente ele entendeu e disse-lhes para irem em frente. Então eles a levaram embora e limparam depois.
 
Quando Wo voltou no dia seguinte, havia sumido. Conheceu os inspetores, de quem estava gostando cada vez mais, e conversaram sobre o andamento do projeto.
 
“Wo, você sabe que foi mais difícil do que pensávamos remover aquela casa de boneca.”
 
“Por que é que foi?” Wo respondeu.
 
“Bem, é porque você tinha um ninho de ratos lá dentro. Quanto tempo se passou desde que você realmente entrou lá? Por que você guardou se não usou?”
 
Wo ficou em silêncio.
Os ratos não vinham do quintal do vizinho.
Eles estavam vindo de seu palco da infância.
 
Quero que olhem para esta metáfora, queridos, pois há aqueles de vocês que ainda têm a memória da “casa de boneca” e não irão para lá. Alguém ao longo da linha de tempo lhe disse: “Se você vai ser um adulto, então aja como um adulto. Fique longe de coisas infantis. Pare de rir como uma criança ou ficar animado como uma criança. Não fique de quatro como uma criança. Agora você é um adulto responsável e deve deixar de lado as coisas de sua infância e não revisitá-las.”
 
Queridos, ouçam! Se você visitar sua criança interior regularmente e fizer dela parte de seu paradigma adulto, isso salvará sua vida! Sua criança interior é quem você é. Essa é a beleza de ser criança. A inocência de uma criança é preciosa e pura.
 
Ir para aquele lugar da criança interior e brincar regularmente o torna mais jovem e afugenta os ratos da depressão e da ansiedade. É a coisa mais equilibrada que um humano pode fazer – rir e se divertir, como se você fosse uma criança novamente.
 
Wo percebeu que nunca havia entrado naquele palco quando adulto. Wo era uma alma velha e ele estava equilibrado, mas ele ignorou essas coisas e apenas deixou que elas se tornassem obsoletas, pensando que eram muito infantis. Ele se agarrou à memória, mas nunca as revisitou em sua realidade.
 
Ele também não ria muito, como agora percebia. A metáfora dos ratos e das cobras é óbvia, pois sem nenhum cuidado com essas coisas, Wo permitiu que ficassem no escuro e permitiu que crescesse ali a ignorância, que precisa da escuridão para existir.
 
Os inspetores foram embora e Wo realmente sentiu falta deles. Era como se fossem guias e não inspetores. Eles ajudaram Wo a se encontrar depois do terremoto. Claro, os inspetores não eram autoridade alguma, mas o Deus interior e a introspecção e a consciência de uma consciência desperta. Foi o começo da “unidade” onde todas as coisas se tornam visíveis pelo que são.
 
Eventualmente, com o tempo, Wo se viu no quintal sentado em sua cadeira de jardim com sua bebida, seu canudo e seus óculos escuros. O sol estava forte, mas isso permitiu que ele visse outra coisa imediatamente – cor! As flores estavam brotando, flores que ele não tinha visto em toda a sua vida. A nova luz em seu quintal deu-lhe muito conforto e calor.
 
Wo percebeu que todas as coisas estavam bem. A árvore? Ele ainda podia agarrá-la e segurá-la, e ainda o apoiava como sempre. Os novos galhos ficaram lindos e coloridos e deram um tom diferente. Eles eram ramos que estavam crescendo na vida atual de Wo. Eram os galhos de Wo e não os de seu passado.
 
Sua árvore de segurança veio de suas próprias ideias e de suas próprias descobertas intuitivas sobre a realidade. Ele também não tinha medo de podá-la regularmente. Esta não era mais a árvore de seu pai.
 
Na mente de Wo, o palco e a casa da árvore ainda estavam lá. Ele podia se lembrar deles e podia rir e gritar de alegria ao se lembrar das horas e horas que brincou lá. Ele até as redesenhou em sua nova imaginação para serem ainda mais estelares do que eram.
 
Os barris? Os inspetores não os levaram.
Eles apenas os mudaram. Então, Wo os removeu.
Ei, quem quer barris velhos no quintal, afinal?
 
—————–
 
Essa é a parábola, queridos.
 
Como está seu quintal?
Quantos de vocês sentiram o terremoto?
 
Agora deixe-me dar-lhe outro segredo. O terremoto é diferente para todos vocês. Foi ontem para alguns; foi em 2012 para alguns; será amanhã para outros. A metáfora do terremoto é algo que abala a base de suas crenças, mas não precisa ser negativa.
 
Você pode deixar este lugar e entender tudo isso antes de ir para a cama esta noite. Você também pode iniciar uma jornada de descoberta onde essas coisas serão reveladas lentamente. Cada pessoa é única.
 
Você pode ter uma epifania profunda enquanto se senta aqui. “Reconheço meu quintal e não é bonito. Não quero que um terremoto me abale. Só quero uma árvore podada para trabalhar”.
 
Esta é a declaração da velha alma sábia que entende isso: “Não preciso chegar a zero para conseguir. Estou pronto para a revelação agora, pois tenho maior consciência de quem sou e de quem fui. Espírito, mostre-me uma nova luz em minha vida”.
 
Sempre haverá alguns que terão problemas em suas vidas que os levarão a um lugar onde terão que enfrentar coisas que não queriam enfrentar. Alguns clamarão a Deus: “O que fiz de errado? Por que isto está acontecendo comigo?”
 
Estou falando com alguém na plateia.
 
“Eu sou uma boa pessoa. Sou uma boa alma e acredito nas coisas que estão sendo ensinadas aqui. Por que isto está acontecendo comigo?”
 
E aqui está a resposta: é porque você é muito teimoso e sabe disso. É porque você precisa ser sacudido e acordado por isso e vai sair do outro lado com luz. É porque sua árvore precisa ser podada, mas não morta. Você sabe do que estou falando, querido.
 
Mas é principalmente porque Deus te ama tanto que você está tendo a oportunidade de viver mais com alegria e saúde e de fazer a diferença neste planeta. Deus sabe o seu nome. Assim é para cada Humano. Vocês são absoluta e elegantemente diferentes em todos os sentidos, mas todos vocês têm um quintal e uma escolha para mudá-lo.
 
Reflita sobre essas coisas à luz das mudanças no planeta e nas mudanças que podem ocorrer em sua consciência. Volto à mensagem que dei esta manhã: quando você começa a analisar quem você pode ser no planeta e para que você está aqui, as respostas são belas e profundas. Há majestade nas respostas e magnificência em todas as realizações quando você começa a responder as perguntas uma a uma.
 
Esta é a mensagem de Kryon e tem sido por 30 anos.
Nós apenas contamos um pouco diferente a cada vez. [Sorrindo]
 
E assim é.
 
 
Kryon
 
Lee Carroll

 
 
Arquivos:
 
Sapo tags:
kryon,   lee carroll,   serviço magnético,   
 

Fevereiro 08, 2023

chamavioleta

ATUALIZAÇÃO DAS ENERGIAS

Por Celia Fenn

Tradução: De Coração a Coração 

a 8 de fevereiro de 2023

 

* O terremoto na Turquia, mudanças na Terra, Gobekli Tepe e nossa história galáctica *
 
Quero começar expressando simpatia e apoio à Turquia pela perda de vidas sofrida no grande terremoto. Passei muito tempo na Turquia e seu povo é especial para mim.
 
No entanto, notei que o terremoto foi centrado na área de Gaziantep, que fica muito perto do antigo local de Gobekli Tepe.
 
Gobekli Tepe é importante em nossa “recente” história galáctica, pois é a mais antiga estrutura pós-Atlântida conhecida na Terra, que se acredita ter mais de 12.000 anos. Também se alinha com a constelação de Cygnus, o Cisne, em nossa Galáxia.
 
Acredita-se que Cygnus seja a constelação dos Anjos Elohim e o lugar de onde muitas almas angelicais de alta frequência descem para a Terra e retornam às estrelas.
 
Parece-me que este forte terremoto, vindo logo após o Portal 2/2 e a Lua Cheia de Leão, pode ser um aspecto das mudanças na Terra, à medida que a Terra se realinha com Cygnus no processo de se tornar multidimensional.
 
Pode ser que novas frequências importantes, positivas e cheias de Luz, cheguem a esta área que tem sido tão pesada e escura por tanto tempo à medida que as velhas energias densas são quebradas, abrindo espaço para algo novo.
 
Bênçãos e Luz para todos na Turquia e na Síria.
 
Celia
 
 
 

 
Transcrito por achama.biz.ly com agradecimentos a: 
 
 
 

 
Lembrete: 
O discernimento é recomendado

Free counters!Visitor Map
 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub