Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

A Chama Violeta

Sítio dedicado à filosofia humana, ao estudo e conhecimento da verdade, assim como à investigação. ~A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! ~A Chama Violeta da Transmutação

Abril 14, 2017

chamavioleta

Sobre o despertar e a iluminação 

Por Thiago Strapasson 

9 de abril de 2017

 


 
 
O despertar espiritual se dá quando o ser já não vê na trajetória terrestre a única possibilidade da vida. Ele já observa que a vida é maior do que vemos, do que sentimos. Ele desperta para a verdadeira realidade da vida. 
 
Nessa caminhada do despertar vêm à mente muitas perguntas. São tantos os questionamentos de como é feita a vida? Como se forma? Do que sou feito? Qual meu propósito nesse trajeto? Porque a humanidade ainda age assim? Tudo isso faz parte do caminho do despertar. 
 
Despertar significa começar a se libertar, já ser diferente por simplesmente ver o mais e duvidar do comum. 
 
Mas o despertar nos traz algo mais, a abertura para que o cosmo nos sirva, atenda-nos e nos guie. A ajuda que dizemos aqui, no entanto, não é o auxílio humano, onde encontraremos um amor, nos tornaremos prósperos e seremos felizes. Porque essa é ajuda que o ego quer, daquele que ainda vive na realidade planetária. 
 
Se perguntarmos aos despertos o que necessitam. Muitos dirão que precisam de um emprego melhor, um novo casamento ou uma vida mais suave. Mas poucos serão aqueles que responderão: o que necessito é minha iluminação! 
 
A expressão com o “despertar o cosmo nos servirá”, recebe outro sentido a partir da busca pela iluminação. 
 
Quando o universo começa nos servir seremos desafiados nas dores mais profundas. Perderemos o emprego, um ente querido, nos questionaremos sobre o que queremos para nossa vida. E esse questionamento é energético, o que autoriza o universo a “bagunçar” nossa vida. E bagunçar eu digo sobre nos conduzir ao caminho da iluminação. 
 
Não se trata, portanto, o despertar, do querer humano, planetário, do ego, porque no fundo o que Deus deseja é ver seus filhos livres, libertos de toda restrição. Por isso que quando despertamos sofremos e nos perguntamos: o que fiz de errado para passar por tudo isso? E o universo nos responde: nada, apenas estamos o ajudando em sua libertação! 
 
E é por isso que juntamente ao despertar geralmente recebemos um pacote de problemas financeiros, amorosos, de relacionamentos, que nos levam a confrontos duros e muitas vezes nos conduzem à noite escura da alma. Chegamos muitas vezes a questionar Deus e sua atitude conosco, a razão de ter nos tirado tudo que tínhamos. 
 
E a resposta é simples: o despertar é diferente do se iluminar. E Deus quer nos ver brilhar, felizes, por isso ele nos ajuda, ainda que seja de uma forma que muitas vezes não nos agrade. Porque ele sabe o que precisamos passar para atingirmos essa libertação. 
 
Quando despertamos simplesmente vemos que a vida não são essas regras sociais que nos disseram ser. Mas despertar não significa que a vida se torne mais suave, pelo contrário, ela se torna ainda mais dura porque já não nos encaixamos nos padrões sociais, em nosso trabalho, em nossas antigas amizades e em nossos relacionamentos. Tudo começa a ser questionado e a desabar. Por isso passamos a buscar respostas. Esse trajeto do despertar não é simples, ele é duro, porque ele nos induz a algo mais profundo, a iluminação. 
 
O trajeto do despertar nos tornará mais amorosos, compreensivos, porque serão tantas as dores que vivenciaremos que simplesmente passaremos a compreender as pessoas. Veremos nossa própria dor em suas faces, em suas perguntas. Pois graças a Deus essas dores que nos são colocas pela atitude, ainda que impensada de nossos irmãos, nos refletirá uma estrada que passamos, mas já superamos. O trajeto do despertar é duro, mas nos conduzirá ao amor, ao entendimento, à compreensão a partir de nossa própria dor. 
 
À medida que mais despertos nos tornamos, porém, ocorre um movimento inverso, deixamos de nos perguntar. Começamos aos poucos a desconfiar que não existem respostas. E mesmo que elas existam nenhuma delas nos levará ao caminho da felicidade. 
 
Descobrimos algo surpreendente, as respostas apenas nos levam a novas perguntas. Por isso paramos de nos perguntar. Desconfiamos, então, que todas aquelas perguntas, as dores que o despertar nos causou, nada diziam sobre nós. Os medos, as dificuldades que passamos ao enfrentar nossos temores mais profundos foram apenas um processo, uma tentativa do universo de nos tirar desse ambiente planetário de loucura, dessa realidade em que vivemos sem jamais ter vivido um dia sequer. 
 
As dores já não doem tanto, as dificuldades serão resolvidas, a vida então pode ser vivida simplesmente. Isso é ser iluminado. É já ser capaz de estar aqui, nesse corpo, sem se envolver com as dores, com o caos e ao mesmo tempo se sentir como parte de tudo isso. A vida se torna simples, porque nos damos conta que não haviam perguntas e nem respostas. Havia simplesmente a vida que devia ser vivida sem nos inserirmos nessa ilusão mental que as pessoas vivem em seu dia a dia. 
 
Mas até o ponto da iluminação são tantas as dores que passamos, os sintomas físicos que sentimos e que ninguém nos explica. Desde de manchas na pele, insônias, mal humor, dores físicas sem qualquer explicação, dificuldades que surgem do nada com um simples telefonema que nos desiquilibra totalmente. E pensamos, o que estou fazendo de errado? A resposta continua a mesma: você não está fazendo nada errado, apenas despertou e o universo está tentando te mostrar o sentimento de liberdade. Apenas isso! 
 
Despertar é isso, iluminar-se ainda não sei. Mas desconfio que deva ser algo muito bom, pois sinto a paz e o amor dos mestres que se iluminaram. E o sentimento que nos passam é de amor, de luz e de paz. Se é isso que nos transmitem assim eles devem se sentir. 
 
Por isso desconfio que se iluminar é desconectar de todas essas perguntas e simplesmente compreender que não existem respostas. Talvez os sintomas físicos do despertar continuem, mas seremos capazes de rir disso porque ser iluminado é estar feliz. Acredito que a vida se tornará engraçada ao nos depararmos com as palhaçadas que a humanidade apronta em seus dias. 
 
Mas algo eu tenho certeza, o ser iluminado é livre da inveja, da soberba, da luxúria, do ódio, todos esses são sentimentos que não mais o atingem. Ele compreendeu a vida e respira fora da grade planetária. As dores do despertar o purificou. As dificuldades o tornou melhor. Ele saiu da vida, embora continue em um corpo, mas agora respira acima da humanidade. Está livre a seguir o caminho, pois já nada mais o prende, a não ser um sentimento de paz e leveza e a certeza de que tudo sempre está e estará bem. 
 
Continua a viver no planeta, mas já não mais imerso. Transcendeu! O verdadeiro sentimento da iluminação deve ser o de liberdade e de alegria eterna. Liberdade que traz paz e ilumina. 
 
 
Muitos são aqueles que despertam nesses tempos, mas saibam que o caminho do despertar não é simples, pois ele os conduzirá, se forem capazes de se vencerem, à iluminação. A iluminação é nosso destino, nosso único propósito. Ser iluminado para ser feliz. Talvez seja essa a única forma de nos sentirmos felizes, plenos, vencermos a nós mesmos para nos libertar a nossa própria verdade: iluminação. 
 
Algo que parece tão simples, mas que sabemos, que aqui na terra não é, porque machuca, dói, nos conduz ao extremo, até que possamos desistir, parar de nos questionar e simplesmente aceitar a vida como ela é, viver por estar vivo sem se preocupar, apenas aceitando a única verdade: o amor.
Estejam em paz. 
 
Thiago Strapasson 
 
09/04/2017 
 
 

 
 
 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Donations via PayPal

Abril 08, 2017

chamavioleta

O verdadeiro caminho da libertação da alma.

Por Mãe Maria.

Via Michele Martini e Thiago Strapasson,

a 4 de abril de 2017.




 
Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações. 
 
Vocês sabem, meus filhos, das dores que os afligem no trajeto. Mas sabem também que aquele que trabalha para a luz, encontra em si mesmo a força do caminhar, encontra no afeto que distribui, no sorriso que se abre, o próprio ar que respira e torna isso a benção maior de sua vida. 
 
E no caminho à libertação chegam em um momento de sua própria evolução em que a matéria se torna dura, áspera, rude. Nesse momento vocês olham ao lado e já não se deslumbram com tudo aquilo que ela os oferece. Passam a buscar algo além do que lhe ensinaram e começam a se abrir a realidade maiores. 
 
Pensam, nesse dia, terem encontrado o real propósito da vida, que não é mais compreendida como algo que resultará em construir aquilo que os engrandeça e passam a buscar por sua própria libertação, tentando trazer isso a todos aqueles ao seu redor. Abrem-se ao propósito de auxílio àqueles que ainda não se abriram à verdadeira função da matéria em suas vidas, tentando lhes ensinar o caminho do amor, tentando os mostrar o caminho que trilharam e descobriram com seu próprio sofrimento, com seu suor e lágrimas de solidão. Acreditam que têm algo a passar adiante na tentativa de mostrar a todos o trajeto da iluminação. 
 
Pois quantos são aqueles que encontram na matéria o único caminho a seguirem, que buscam pela riqueza física, pelo bem-estar, acreditam que a matéria os trará amor, felicidade, e tudo o que sempre buscaram para se tornarem plenos. São aqueles que não veem esperanças de suas vidas melhorarem se não for pela sedução da vida material. Vocês descobrem que esses se enganam, meus filhos, pois já sabem que o caminho da busca do preenchimento material sempre os conduzirá ao vazio da alma. 
 
E nesse momento gostariam de compartilhar desse conhecimento a todos. E fazem isso criando um novo propósito à vida: dividir, auxiliar, doar aquilo que não tem para ajudar os carentes da maior riqueza que possuem, pois pensam terem se aberto à verdade maior da vida e que o seu propósito passará a ser de aprendiz a mestres da própria vida. 
 
Sei que muitos de vocês ainda têm uma visão turva sobre a verdadeira felicidade. Carregam a crença de que a felicidade somente poderá ser alcançada quando a vida se torna o propósito de auxílio, onde já não interessa o caminho que a matéria os conduzirá, mas sim os corações que foram capazes de atingir e elevar no meio material. 
 
Vocês tornam esse o propósito maior de suas vidas e começam a perceber que ainda há algo a ser aprendido. Que antes mesmo do propósito de levar a sabedoria e o amor em caridade ao próximo, há a própria estrada que vão construindo para que possa ser trafegada por tantos milhares de pessoas. 
 
Essa descoberta é a própria liberação, daquele fardo pesado que carregam e que é consequência de um passado vivido de tantos erros, que os faz pensarem que estão em débito com o planeta, com seus irmãos. Mas só permitem se soltar desse compromisso a partir do momento que incorporam em suas vidas a compreensão de que o que mais importa é a caminhada e a estrada que deixam no caminho após passarem por ela, a ser trilhada por aqueles que decidirem buscar a si mesmos. 
 
Nesse ponto, filhos, não possuem mais o compromisso com o planeta, com seus irmãos e tornam a sua caminhada o compromisso maior com Deus e com toda a unidade. Esse sentimento faz com que vocês se tornem plenos nesse caminho. Vocês passam a compreender o valor da riqueza espiritual, da própria elevação em detrimento a tudo o que veem ao seu redor. 
 
Por isso os digo, meus amados, que somente encontrarão a verdadeira felicidade, a que é eterna, quando se desprenderem de tudo aquilo que os restringe e os mantém vinculados ao mundo material. A matéria a que me refiro não é só o pensamento de que a felicidade é obtida no caminhar pela prosperidade material, mas também a todos aqueles compromissos que carregam em seus corações com seus irmãos, com o planeta, com tudo aquilo que acreditam. 
 
O libertar-se é pleno, solto, livre, já não carrega compromisso senão com o amor que irradia do peito e transborda pela leveza da vida. Percebam, filhos, que são vocês mesmos que se prendem a essa realidade, ao incorporarem todos os valores que lhes foram transmitidos, como se essa fosse a verdade maior da vida. 
 
Eu lhes digo de todo coração, meus amados, porque eu estive entre vocês, que no mundo material, a verdadeira felicidade é encontrada quando nos desprendemos de tudo. 
 
E a única coisa que é capaz de alimentar os nossos corações é o doar de nossas energias àqueles que nos procuram, deixando a estrada construída para ser trilhada na medida do livre arbítrio de cada um. 
 
Eis aí a grande tarefa de cada um, a de obter a liberdade a ponto da única verdade ser a própria busca que proporcionará a libertação de todos. 
 
Vocês se tornam libertos de tudo de tal forma, que nada mais importará além da felicidade e união daqueles que os procuram de forma solta e leve, a trilhar a mesma estrada, aquela de luz que deixaste pelo caminhar dessa vida. 
 
Essa é a felicidade eterna, que não substitui absolutamente nada que a matéria possa nos proporcionar, pois essa é a liberdade da alma, a de caminhar simplesmente com o propósito de deixar o rastro de luz, o exemplo da vida levada de forma leve e intensa, mas na medida do equilíbrio que apenas é obtido com o total desapego da expectativa do resultado e do retorno material. 
 
O ato de servir e se doar àqueles que cruzarem o caminho sem mesmo desviar-se do seu próprio caminho de evolução. Eis o caminho que os liberta e os conduz a unidade do amor. 
 
Assim eu os aguardo, filhos meus, livres, soltos, destituídos de todo e qualquer compromisso inclusive com essa Mãe que os fala nesse momento a os cobrir sob o manto dourado de proteção e amor. 
 
Pois a minha proteção é simplesmente de amor, não exige nada de cada um de vocês, ela os respeita para que sigam o caminho que os leva as lições da vida. E assim devem tratar a todos os seus irmãos, com liberdade para que sejam aquilo que seus corações os pedirem, pois ao assim fazerem estarão verdadeiramente a se libertar das amarras da matéria, retornando com alegria aos meus braços que sempre esteve a os amparar com amor, mas acima de tudo com liberdade.
Eu os abençoo nesse momento, meus filhos, porque Sou Maria sua mãezinha.

Michele Martini e Thiago Strapasson
 
4 de abril de 2017.
 

 



 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Donations via PayPal
esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Abril 06, 2017

chamavioleta

Destruição de Padrões Repetidos (Olumaiê) 

O Senhor Shiva (Xiva)

Via Thiago Strapasson e Michele Martini 


 


31 de março de 2017.


 

Caros, as personalidades, o ego, o apego ao Ser, é que trazem a repetição dos padrões em suas vidas.

Cada padrão pode ser observado como um bloco, a mover-se multidimensionalmente, a se manifestar em diversos momentos das suas existências. Repetem-se padrões que os motivam a ter as reações contra o fluir da vida, que na sua natureza levaria à libertação da alma.

Vocês hoje observam a se manifestarem impulsos de raiva, ou mesmo percebem a repetição de padrões de experiências antigas. Questionam-se o motivo de tais repetições, já que não se percebem mais reagindo como antes. Mesmo assim, a experiência continua a se repetir.

Mas o que não percebem, e que está mascarado pelo ego, é a real sensação despertada, que não foi colocada para fora de forma a materializar uma reação, mas que ficou guardada a causar um incômodo no seu interior, e que muitas vezes faz com que vocês criem justificativas de que devem colocar esses sentimentos para fora, através de impulsos descontrolados do ego e do desequilíbrio.

Essa energia que foi contida dentro de vocês, e que foi gerada apenas pela reação emocional movida pelo ego, está ali para ser trabalhada e limpa. Destruída.

Eu venho, com a energia da força, da destruição dos padrões repetidos que os impedem de evoluir, a trazer a forma com que vão trabalhar essa limpeza.

A energia de Shiva será trabalhada nessas situações. Essa energia, quando projetada no momento em que há a contenção da reação dentro de vocês, vem a quebrar esses padrões para que não mais se repitam em suas vidas. São antigas lições, que repetidas de tempos em tempos, necessitam ser expurgadas, e não abafadas pelo ego-personalidade, mas sim destruídas em seu interior, para que não mais se repitam, e dessa forma traga a abertura à libertação.

Após trabalharem a incorporação da energia de Krishna através do código ITSSARATIÊ, repetidamente e diariamente. Vocês vão trazendo a energia crística para o seu interior. O que possibilitará o ancoramento da energia necessária para iniciar essa nova etapa de destruição de padrões através da energia ancorada de Shiva.

Shiva vem para complementar o trabalho de auto-transformação, que cada um decide, por livre arbítrio, a aplicar em si mesmo. Sem mesmo recorrer a trabalhos externos, mas que em primeiro lugar traz a entrega total a energia do Cristo (Krishna), que possibilita que ocorra a união com a energia de entrega e abre a possibilidade de receber o tratamento de transformação.

Shiva vem, através da energia que foi aberta através do ancoramento do ITSSARATIÊ, para iniciar o processo de destruição daquilo que ainda não permite que vocês adentrem ainda mais na energia de Krishna. Aqueles pontos que ainda existem para serem tratados, e que se tornaram obstáculos na evolução e entrega ao Todo.

Dessa, forma, inicia o processo de observar para as próprias reações. A internalização das reações, pois a energia Krishna já traz a consciência amorosa que impedirá de vocês colocarem para fora em impulsos do ego e do desequilíbrio. E com isso, através do ancoramento de Krishna, vocês passam a conter essas energias de desequilíbrio do ego dentro de vocês. E isso possibilita a entrada dessa nova etapa da energia de Shiva, que vem a quebrar os padrões repetidos que ficaram contidos em vocês, e que não foram colocados para fora em impulsos de desequilíbrio.

O amor, a unidade com todas as formas de vida e o libertar-se do julgamento, traz a possibilidade de segurar essa emoção dentro de vocês. Pois há um conflito interno, que de um lado diz que vocês estão certos e portanto devem permitir que essa energia seja exposta de forma a criar reações descontroladas e desequilibradas diante dos outros, e de outro lado há a energia ancorada de Krishna que traz o momento de interiorizar a emoção, e buscar a causa desse impulso dentro de vocês mesmos, lembrando que o amor pela vida como um todo não sintoniza na energia do descontrole.

Esse ato de segurar a emoção e contê-la dentro de vocês mesmos, abre a possibilidade de trabalhar na destruição desses padrões, para que não sejam mais repetidos.

É onde vocês chamam pela energia de Shiva, e a aplicam no plexo solar, mentalizando a quebra/destruição da energia que ficou ali contida. E assim entregam-se completamente a Krishna, removendo esse obstáculo que os impedia de prosseguir com o ancoramento do verdadeiro amor universal.

É dessa forma que trabalham a limpeza, quebra e destruição desses padrões, a partir do momento em que foi identificado o gatilho emocional, e a emoção foi contida. A partir desse ponto, é necessário que o padrão seja observado, seja solto e entregue à Shiva, que virá a ancorar em você uma forte energia, que pode trazer sensações de desconforto físico, mas que, quando trabalhada juntamente com a energia de Krishna, vai sutilizando as sensações e permitindo que a destruição dos padrões ocorra.

Durante o processo, não é eliminada a causa geradora desse acúmulo energético negativo dentro de vocês, essa causa é algo que deve ser investigado e acompanhado com a auto-observação, dando continuidade no ancoramento da energia do amor universal, que mostrará a vocês mesmos, aos poucos, as causas, que são descobertas e modificadas pela autotransformação a que vocês se propuseram a buscar. Dessa forma, não permitirão que o padrão que se repete seja aquele que os destrói, mas que seja o que desmistifica a causa das dores mais profundas da alma.

Na manifestação impensada está uma defesa contra si mesmo, que insiste em preservar essa proteção em detrimento da própria felicidade.

Vocês manifestam as reações emocionais porque escondem o medo, de que sejam conhecidos naquilo que nem mesmo vocês gostariam de se conhecerem. O ego mascara a verdade do Ser, que os envolve em proteções criadas pelo ego, a se materializarem em personalidades, que são apenas ilusões, máscaras.

Então, filhos, o ego mascara a dor profunda da alma, através de reação que ataca ou que submerge. É como o bandido, que tenta tirar vantagem de uma situação, mas que no fundo esconde um medo de que seus temores da solidão e do menosprezo sejam conhecidos. Assim como o caridoso que abafa a própria essência, ao se colocar na posição servil de redenção, mas que está a camuflar a vontade de se entregar em verdade ao mundo. Eis aquilo que atormenta a alma.

Na matéria há que se fingirem de fortes, para que a alma se esconda das vistas que a investigam a todo o tempo, escondem-se dentro da ilusão da força como uma proteção a enfrentar a quebra dos padrões, que somente serão expostos e esclarecidos, no momento que o ego se dilui. Nesse caso, a alma se fecha em si mesma, para que o ego se manifeste em toda a sua personalidade, a esconder a real intenção da reação.

Muitos defendem a honra, os bens, o status, o nome, ou mesmo defendem uma posição de humildade e de resignação, que é apenas uma posição sendo defendida. Sem importância ao valor que vocês dão aos adjetivos, mas independentemente de julgarem como adjetivos positivos ou negativos, todos são adjetivos, e mascaram as suas próprias verdades, criando em vocês a ilusão de que construíram uma personalidade. Aquela personalidade da pessoa bondosa, caridosa, da pessoa desapegada de preocupações e apegos materiais, ou mesmo daquela pessoa desapegada de relacionamentos, independente e feliz. Toda essa imagem, essa personalidade foi uma criação de vocês mesmos e é usada como proteção contra os seus maiores medos. Todas essas máscaras e personalidades, sem valor perante Deus, são apenas proteções ilusórias, e por isso são irreais para Deus. Assim vocês se esquecem do maior valor de todos: O coração, que vocês assombram com as suas próprias imperfeições, e que fica preso no seu interior, escondido pela personalidade e impedido de se manifestar na sua verdade.

Quantos são aqueles que, na insígnia de forçar a si mesmos a ser o que não são, atacam antes a sua própria consciência, a ter que desmistificar tudo aquilo que guardam dentro de si.

Vocês foram assim, e ainda agem dessa forma, mas o peito arde a compreender o porquê da repetição daquilo que já não pensavam pertencer a vocês. A reação não existe, mas a restrição sim. Embora a personalidade o tenha ofuscado, o padrão se mantém fora dos olhos daquele que se dá por curado da dor em suas manifestações. Outra máscara a ofuscar os sentimentos, mas que derivará outra dor, a se manifestar em momento oportuno de diluição do ego.

Eu sei que muito do que sentem é porque ainda se escondem a ter um coração livre e aberto, desmitificado de tudo o que os prendem. Mas para isso precisam compreender a si mesmos em toda a sua escuridão. Para que as dores não sejam mascaradas, mas sim trabalhadas para que o coração seja solto dessa prisão, permitindo a integração à Unidade.

O coração livre é integral, único, destituído de personalidade. Ele já não mais alimenta a dor da alma, porque se despiu da personalidade do mocinho ou do bandido. A dor não está camuflada na personalidade, mas liberta através do coração que se uniu à verdade maior: a Unidade. Esse é o caminho da verdadeira libertação, a integração livre das amarras que sustenta o ego e camufla a cura, escondida por trás das dores aprisionadas da alma.

Eis o ponto a ser trabalhado, a integração do aprendiz à Unidade que se destitui de seus apegos e se integra à Unidade, destituído da obscuridade reservada à manifestação futura. O coração livre é transparente, ele se mostra e se integra, ele já não tem receio de ser visto, pois é cristalino e verdadeiro em sua grandiosidade.

A energia de Shiva o libera desses padrões de repetição, destruindo-os em suas vidas, permitindo que se integrem, desmistificados dos sentimentos reservados a libertar o coração da dor e do sofrimento que os aprisiona, e a manifestar a verdadeira essência que guardam dentro de si. A energia de Shiva expande e integra, a resplandecer o coração à verdade maior, livre de toda obscuridade que possa cumprir papéis sociais na matéria. Com Shiva há liberdade e verdade, na integridade da Unidade.

Estejam em paz.

Sou Shiva

 

Thiago Strapasson e Michele Martini 

31 de março de 2017.

 



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Donations via PayPal
esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Abril 05, 2017

chamavioleta

A esperança a cada esquina.

Por Thiago Strapasson

2 de abril de 2017.

 
 
 
 
Sempre há esperança guardada em nós. Quem afinal não espera por dias melhores? Em ver a manifestação do bem, da paz, do amor no mundo, ou talvez de um dia ser mais rico, mais amado. A esperança está sempre a nos mover, é o que nos mantém, pois se não tivermos a esperança por algo melhor, talvez chegaríamos ao fim.
 
Mesmo aqueles que não acreditam no melhor, ainda assim continuam a esperar, persistem aguardando por algo, e continuam a se movimentar em busca de sua felicidade. Ainda que não reconheçam a verdadeira felicidade, pois ainda não a descobriram, buscam-na incessantemente vida afora, sem compreender muito bem do que se trata, e sempre a deixando escorregar por entre os dedos.
 
Mas em cada um há essa energia de se levantar pela manhã seguinte, e iniciar uma nova jornada em busca de experiências, em busca de aprendizados, na esperança de conseguir algo melhor que então o torne pleno e feliz.
 
Eu sei que essa felicidade é encontrada nos bons momentos, nas alegrias, nas ocasiões em que nos tornamos plenos. Mas em seguida esse sentimento se esvai, porque entramos novamente nas regras, na imposição social, e em tudo aquilo que nos restringe na vida. Voltamos a esperar em busca daqueles momentos de felicidade, perseguindo algo que nem ao menos sabemos muito bem o que é, apenas esperamos e continuamos a busca.
 
Talvez isso ocorra porque idealizamos a felicidade e a fechamos numa caixa, como se apenas aquilo fosse a felicidade. A própria felicidade se torna uma regra “enlatada” na vida, mais um fardo que buscamos trazer a nossos dias de esperança.
 
Mas chego à conclusão que talvez o erro esteja aí, em buscarmos por uma felicidade já embalada, embrulhada e pronta. Como um belo presente a nossos dias pelo qual esperamos.
 
Então me questiono se talvez a felicidade não seja encontrada no dia que simplesmente compreendermos que a vida é um agregar de experiências, que não precisamos vencer, ter, ser, nos incumbir em nada, apenas experienciarmos e agregarmos sabedoria e alegria em nossas vidas. Deixamos de lado a busca pela felicidade, e aprendemos a viver tirando o melhor de cada experiência de nossos dias.
 
Pois um dia, um sábio me disse, que em debates, ele jamais buscava pela vitória em seus argumentos, por mostrar que seu ponto de vista era melhor. Mas via como um jogo no qual se divertia muito, aonde seu único objetivo era extrair para si próprio uma lição e talvez ao final expor o que havia aprendido. Me disse ser um método quase infalível porque não se fechava ao ego, mas se mantinha apenas buscando o aprendizado. Esse era o compromisso maior, aprender dentro da perspectiva do debate, aquilo que podia agregar à sua vida, buscando a perspectiva daquele que estava a lhe dizer. E assim ele sempre obtinha bons argumentos, e ao final, quase sempre retirava boas lições, por isso amava o debate de ideias.
 
Talvez a vida seja isso, um mero debate de ideias, de perspectivas, onde cada um tenta demonstrar seu ponto de vista, ao construir sua vida. Mas o erro que cometemos nesse jogo, é querer ganhar e deixar de aprender, buscamos por algo onde a maior vitória é a nossa felicidade, que já está embalada numa moldura rígida, porque temos uma preconcepção do que seja.
 
É como um debate, onde queremos mostrar que nossa vida é melhor, procuramos acertar na escolha de nossos argumentos, mas nos esquecemos de buscar o aprendizado das lições, obtendo bons argumentos à nossa felicidade naquele momento.
 
Talvez seja uma maneira de ver a vida, como um debate onde, no fundo, buscamos por argumentos, a nos convencer que fizemos aquilo que estava ao nosso alcance para trazer a felicidade à nossa vida. Mas quão mais fácil seria se, ao invés de buscarmos simplesmente essa felicidade emoldurada em nossa mente, tivéssemos como único objetivo tirar lições, agregando sabedoria e experiências e nos divertir com isso. A vida se tornaria mais suave, leve, porque nos despiríamos de estarmos certos, e aprenderíamos algo maravilho: Ouvir. Mas não ouvir o que nos dizem, e sim o nosso próprio coração.
 
Pois o aprendizado que me refiro aqui, não é aquele filosófico que está escrito nos livros, mas sim aquele onde estaríamos a todo tempo deixando o nosso coração nos dizer o que aquela experiência está a nos ensinar. Estaríamos buscando respostas, não à nossa infelicidade, mas sim ao fato de estarmos vivos. E isso se tornaria um hábito, ouvir o nosso coração a cada minuto.
 
E então talvez deixaríamos de ter esperança, porque já não estaríamos preocupados com o resultado do debate, mas apenas em ouvir, em agregar, em trazer respostas ao nosso coração para que ele se torne mais suave, mais leve. Eis talvez a nossa grande pergunta: Como sermos felizes sem buscarmos por dia melhores?
 
Talvez poderíamos buscar pela esperança a cada sorriso, a cada olhar, a cada amigo que nos cruzar o caminho, e, ao invés de debater por nossa felicidade, buscarmos extrair o melhor desse encontro, confiando, aceitando, mas sempre buscando o mais perfeito a cada segundo. Então esse se tornaria o nosso objetivo maior, ter a esperança renovada várias vezes ao dia, a cada nova experiência, a cada encontro. A esperança retornaria, não pela busca da felicidade, mas sim pela certeza que poderíamos sair daqui melhor do que chegamos, mais sábios, amorosos e coniventes com as verdades da vida. Os argumentos perderiam o sentido, e sequer precisariam existir, pois eles seriam encontrados a cada esquina.
 
Thiago Strapasson 
 
02 de abril de 2017.
 
 
 



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.



Donations via PayPal
esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Abril 01, 2017

chamavioleta

 

O planeta será curado?

Pai Joaquim de Aruanda

Via Thiago Strapasson e Michele Martini

28 e 29 de março de 2017.

 

Ler ao som de Ave Maria – Schubert

 

Olá Pai. Escutamos tantos comentários, vemos cursos, workshops e diversos encontros onde ouvimos as pessoas dizerem que não há cura para o planeta.

Escutamos as pessoas dizerem que estamos aqui para salvarmos apenas a nós mesmos, buscando pela ascensão individual, e com isso sair dessa malha energética densa que envolve o planeta em sofrimento, deixando para trás todo o resto. Afinal, há cura para o planeta? A busca é individual ou coletiva?

Salve, Filhos!

Nessa pergunta vocês esquecem, por um momento, de que vieram aqui por um motivo. Vocês vieram aqui para elevarem a vocês mesmos, independentemente de tantos comentários, missões ou objetivos, tantos são os que buscam trabalhar para auxiliar de alguma forma.

Todos estão ajudando na cura planetária, mas não ajudam somente ao cumprirem uma missão de vida, que acham ter vindo para executar. Porque a maior contribuição que cada um dá ao planeta, é sua própria cura interior, o compromentimento com o expurgo de tudo aquilo que ainda os prende aos sentimentos inferiores da matéria, como a inveja, a gula, a avareza, e outros de seus derivados como o ódio, a vingança, que vem do revanchismo, e tudo aquilo que deriva da imersão da consciência na rede planetária.

Todos contribuem sim para a ascensão planetária. Mesmo aqueles que são vistos como os vilões. Vocês, filhos, esquecem que todos foram criados da mesma forma e à Fonte retornarão. Então somente falta a lembrança de que todos os estados são provisórios. Pois todos tiveram que passar pelos traumas do primeiro contato com a matéria, para então se tornarem os vilões, exporem seus sentimentos mais duros de serem trabalhados, e então, através do amor, buscar durante vidas e vidas, a sua própria cura e a liberação de tudo o que os restringe.

O vilão de hoje é o herói de amanhã. E o herói de hoje foi, muitas vezes, o vilão de ontem. Todos vocês, filhos, tiveram que passar por grandes traumas para se inserirem na experiência material. E se revoltaram em muitos episódios contra todos, com sentimentos de vingança, impondo a todos a sua vontade, controlando as pessoas à sua volta, fingindo ser aquilo que não eram.

Tudo isso porque todos esses sentimentos deveriam ser expostos, para que pudessem se adaptar às energias planetárias, e depois trazer a cura a vocês. Todos passam por esse processo de ter contato com a dor e o sofrimento, de inserirem as próprias consciências na matéria, duvidando até mesmo da existência de Deus e do amor entre os homens, para depois se curarem, e um dia se libertarem em ascensão. Mas muitos se esquecem disso.

Muitos se esquecem de que, todos inseridos nesse mesmo planeta, em meio às experiências onde trabalham os sete pecados capitais, estão suscetíveis ao erro. Vocês deslizam sim, mas logo se levantam. Talvez sejam necessárias diversas encarnações, até centenas, para que possam compreender de uma vez o que estão fazendo aqui, ou para que possam descobrir que estão sendo iludidos pela experiência da matéria. Mas é esse o objetivo de cada um de vocês: Tomarem contato com a ilusão da matéria, e então se libertarem à irradiação de sua paz interior, e ao contato profundo com o amor de Deus.

Tudo pode ser visto como um jogo. Onde vocês entram sendo a essência do Criador Pai Mãe. Como essências, puras e brilhantes, são inseridos nas experiências de forma intensa. Pois, habitando esses corpos de carne, as sensações são todas aumentadas, e então adentram a consciência na matéria, como se essa fosse a única alternativa disponível, como se esse fosse o único caminho. Tornam-se os vilões, os vingadores, os usurpadores, os ladrões, os exploradores, imergem da realidade holográfica e vivem a experiência com profundidade.

Até que, um dia, se cansam desse processo, e começam a perceber que há algo mais, que nem tudo acontece como queremos. E nessa profunda dor de não saber aonde ir, começam a buscar a cura, através da sua própria elevação. Tornam-se a representação do amor, daquele que já possui a sabedoria de compreender do que é feita a vida, e de que a matéria sempre conduzirá ao caminho do sofrimento e da dor. Mas é a libertação que conduz à plenitude da essência e que conduz à unidade. Esse é um caminho bonito de se assistir, viu filhos.

E é por isso que, de nossa parte, vocês são lindos, belos, porque tudo que veem hoje são bloqueios, personagens, que, como uma cebola, vai tirando as cascas, e sobra um ser bonito e brilhante. Porque a vida na matéria não é o que pensam, há muito mais, não é, filhos? Há muita vida fora de seus olhos e ouvidos. E nós somente vemos isso, essa beleza que são, sem qualquer julgamento, porque nós sabemos quem vocês são.

São tantos seriados, filmes, que relatam seres sobrenaturais, ou de ficção, onde já é colocado que alguns seres, humanoides, teriam as sensações físicas aumentadas enquanto estão no estado não humano. Isso ocorre porque, ainda que de forma distorcida, vocês sentem que há uma realidade maior no universo. E é a abertura para isso que vocês vieram buscar, por desmistificar a matéria, e então se libertarem à união do amor. Mas em seu mundo são várias distorções daquilo que a intuição tenta os avisar, tenta os ensinar.

Vocês passam diversas encarnações tentando entender. Entender a vida, entender uma só encarnação. E então imaginem alguns de vocês que tentam entender várias encarnações de uma só vez… hihihi. É por isso que dizemos para vocês viverem no agora, no hoje, porque assim vocês não se preocupam com o ontem nem com o amanhã, mas somente com a cura do agora.

Quando começam a buscar a fundo os seus podres, quando tentam melhorar aqueles aspectos da personalidade que os incomodam, aqueles que por tantas vezes vocês deixam de lado, aceitando o problema em vocês mesmos, quando decidem olhar a fundo e não se contentam com pouco de vocês mesmos, vão descobrindo quem realmente são. E, então, filhos, as cascas vão caindo, vão ficando no caminho, e a cebola começa a aparecer, mais limpa. É assim que ocorre.

Mas muitas vezes, ou seja, todas as vezes, o que veem não é bonito. Alguns podem pensar: Ah! O meu é bonito! Eita ego danado! Vai mais umas encarnações aí para entender o significado dessa frase… hihihihi

Ah, o Kryon não existe! Ah, o Pai Joaquim não existe! Ah, Krishna não é azul! Hhihihihi. Tantas opiniões distorcidas de uma realidade que não é compreendida nem sequer pela metade.

Mas isso tudo, filhos, nos leva a observar o que ocorre na mente. E agora chegamos ao ponto que queríamos chegar depois de todo esse discurso. A mente, filhos, os prende, põe medo, desafia, trava, causa dificuldade, gera preocupação. Mas vocês não percebem isso, porque acham que esse é o estado natural. Então, como é que faz para ver isso? Tem que passar pela dor e pelo sofrimento para compreender que aquele não era o caminho do coração.

A coisa é simples: A mente, o ego, fica repetindo que aquele é o caminho, e então vocês até chegam a acreditar que é o coração dizendo, e acabam seguindo esse caminho, mas ele os conduzem novamente à dor e ao sofrimento. E o ciclo se repete, até que tenham sabedoria para transcender o ego e a mente, e compreender o caminho do coração.

As pessoas vivem as suas experiências, onde o maior objetivo é aprender a transcender todas as más inclinações, e descobrirem quem elas mesmas são, mas elas ainda arrumam tempo para julgamentos, para acharem isso ou aquilo. Para considerarem certo ou errado alguma crença ou alguma ideia.

Ah! Quanto tempo perdido, filhos, com todos esses pensamentos, essas preocupações, esses caminhos obscuros que sempre os conduzirão à dor. Porque esse caminho da matéria, filhos, é feito justamente para os ensinarem isso, para os deixarem exaustos, até aprenderem a lição que vieram aprender. É para isso, para se elevarem, para se liberarem, e tirarem as cascas, e todas aquelas cargas que carregam nas costas, é para isso que estão aí. E é disso que não devem se esquecer.

A vida é apenas o caminhar em busca de elevação individual e nada mais. E se elevar é buscar as experiências, a sabedoria, para lidar com os meandros de vocês mesmos, com o caminho de vocês mesmos, e assim liberarem esses pensamentos todos que os conduzem à vida material.

Vejam bem: Se a sua vida é ruim, ou se vocês têm problema por causa do seu trabalho… Epa! O problema é vocês acharem que o seu trabalho é um problema.

Ah! E se você acha que está infeliz porque o casamento não tá bom… Ops! Então olhe para você mesmo que está faltando você encontrar a você mesmo.

Nada que vem de fora é ruim, filhos. Nenhum sabor é amargo. O que é amargo é a sensação que vocês têm diante daquilo que experimentaram. É uma resposta, uma reação àquilo, e nada mais. E é isso que a matéria está o tempo todo mostrando para vocês, mostrando esses pensamentos que, no fundo, mostram as suas dores interiores, aquilo que precisa ser curado em vocês. E aprender que cada um tem o seu gosto, que cada um tem a sua escolha, mas que todos estão no caminho de sua própria cura, libertação e elevação. Uns mais adiantados, outros ainda no começo, mas todos estão nessa trilha. Vocês precisam entender que, assim como tem gente que gosta de goiaba, tem gente que não gosta. A sensação pode ser boa, como também pode ser ruim. Aí eu pergunto: O que é ruim ou bom? É mesmo a goiaba?

A goiaba é apenas aquele coitado que apareceu na frente de vocês, para vocês poderem julgar ele de ser bom ou ruim. E ele só está tentando descobrir que ele é uma goiaba. Assim como vocês também deveriam estar na sua busca individual, em descobrir quem vocês são, ao invés de olhar os outros e pensar que eles são os seus problemas.

Ninguém pode ser o problema de ninguém, filhos. O problema é apenas algo criado na mente de vocês. E da mesma forma que vocês criaram um pensamento de problema, podem olhar sob uma ótica diferente e ver uma coisa boa. Ao mesmo tempo a coisa ruim fica boa. Simples, não é?

Então vamos seguindo o pensamento junto com o pai aqui.

Vocês trabalham e acham que é muito ruim, porque as pessoas estão estressadas o tempo todo. Não é, filhos?

Mas então eu pergunto: Se o Buda estivesse nesse ambiente com as pessoas estressadas, como seria a reação do Buda?

Ah! Peguei vocês, filhos! Vocês sabem que o estado de plenitude e paz interior pode ser alcançado em todos os lugares físicos que estiverem com os seus corpos. Pois o estado de paz é interior. Nada pode abalar a paz de um Buda. Porque ele encontrou a ele mesmo. Ele é Um com o meio, com tudo o que está em volta. Ele faz parte da Unidade, do Todo.

Por isso, filhos, que para vocês alcançarem o estado búdico, elevação plena, União com o Eu Sou, precisam deixar de lado o que está acontecendo em volta de vocês, em todos os assuntos, ambientes e situações. Nada mais importa, a não ser o estado de paz interior. Todo o resto são pensamentos que te levarão de novo ao caminho da matéria, do ciclo de dor, sofrimento, para então aglutinar sabedoria e transcender em libertação. Simples, não é, filhos?

Essa paz, filhos, quando alcançada, jamais é perdida. Ela é somente alimentada. Pois no estado de plenitude, a permanência é o combustível para que continue a plenitude, e assim vai.

Por isso, filhos, qual o sentido de reclamarem das experiências, do barulho, do ambiente denso, do stress, da família, dos problemas? Hihihi. Perdeu o sentido, não é, filhos?

Perdeu o sentido porque, na verdade, tudo o que incomoda vocês, é uma coisa boa. É uma coisa que, se está incomodando, é porque está mostrando que tem algo em vocês mesmos que precisa ser visto, trabalhado, tratado, cavocado, explorado, até descobrir de onde veio essa reclamação, esse desconforto, tristeza, raiva, o que for. É o aviso.

Portanto, filhos, estejam atentos a vocês mesmos, e não aos outros, e não ao externo. Pois o externo só tem uma função na vida de vocês: Mostrar a vocês quem vocês realmente são.

Mas a gente falou, falou, e não respondeu à pergunta dos filhos… hiihih.

O planeta vai ser curado?

Vai, filhos, porque vocês vieram aqui para se curar, e se curando, vão curando o planeta. Vocês compreendem isso agora?

Se o ciclo é de imersão, cura e libertação, para onde vocês estão indo agora, depois de tanta cura que está sendo exposta? Para a libertação.

Mas entendam: A libertação é individual, mas vai deixar um rastro no planeta, um exemplo de cura que vai agregar a todos, que na hora certa também vão se libertar. E então o planeta todo vai ser curado sim, quando vocês se curarem. Mas isso vai acontecer no tempo de Deus, esse pai aqui garante que vai.

Fiquem em paz filhos do coração do velho aqui.

Pai Joaquim de Aruanda.

Thiago Strapasson e Michele Martini 

28 e 29 de março de 2017.

www.pazetransformacao.com.br

 



 
Agradecimentos a:  http://coracaoavatar.blog.br/

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Março 31, 2017

chamavioleta

Hoje é o dia que de tudo se transforma 

Arcangelina Esperança 

Via Thiago Strapasson

26 de março de 2017

Ler ao som de Hallelujah

Que o amor de Deus vos ilumine, meus amados filhos, pois hoje é um dia especial, onde tudo se modifica em suas vidas.

Apenas hoje poderá ser esse dia, jamais amanhã. E esse dia especial que vivemos, não depende de nada para ser assim. Ele é especial porque é a partir dele que construiremos uma nova vida de amor.

Eu sei, meus amados, que a partir de hoje tudo mudará, mas não porque as suas vidas se tornaram melhores, mas sim porque simplesmente vocês passaram a observar a vida.

Desse dia em diante, eu sei que vocês estarão envolvidos em laços de luz, que os adornam como lindos seres a resplandecer aquilo que trazem em seus corações. E dessas gotas de luz, sairão raios a iluminar as suas vidas. E esses raios, dia a dia, farão uma curva no trajeto das suas vidas, onde elas se tornarão mais leves e suaves. Vocês serão a paz.

Mas é hoje, eu repito. Hoje, agora, que tudo muda, porque ao lerem essas palavras, vocês terão conhecimento da maior beleza que vocês possuem. O hoje, o Ser completo no agora, com toda a gratidão que podem ter.

Eu sei, meus filhos, que vocês olharão ao lado e dirão que tudo está igual. Mas também sei que esse será um breve pensamento que se esvairá, porque nesse momento eu vejo a esperança que irradia das suas frontes, o brilho dos seus olhos e um leve suspiro a me dizer: “Sim, tudo se modifica porque creio nessas inocentes palavras de esperança. ”

Mas a esperança que digo, não é aquela que aguarda por uma vida melhor, que impõe condições, mas a que reconhece que esse dia chegou, porque vocês são capazes de se sentirem bem com as suas vidas. E ao se sentirem assim, têm a certeza que tudo está bem.

Vejam, meus filhos, que trago a vocês uma alegoria do bem-estar, do se sentir bem. Vocês olham ao lado, e procuram por aquilo que têm a agradecer, e não mais pelo que temem, que negam. Vocês procuram belo bem-estar, e esse se torna o foco do agora. Então eu os pergunto o que há em suas vidas agora, a agradecer?

Venham comigo, vamos fazer juntos uma oração de gratidão, dizer algo simples como:

“Sim eu tenho algo ou muito a agradecer, e assim eu faço agora. Nesse momento o foco de minha vida é a sombra da leitura desse texto e a vida, por um breve momento, se torna suave, leve, apenas porque vi algo a agradecer, e percebo que há sim muito de bom em minha vida. ”

“Nesse momento, eu me torno Um com a minha presença Eu Sou, pois nada importa, apenas o fato de que agora há muito a agradecer. Apenas isso. E eu me rendo a esse sentimento que me causa um profundo amor, uma alegria que termina em uma respiração de bem-estar. ”

Sim, filhos, vocês são capazes de criar as suas vidas, a partir desse sentimento, que lhes transmito, e o amanhã será ainda melhor, porque o hoje está bem. E assim é porque, ao levantar a cada dia, vocês dirão:

“Eu saio para a vida para buscar, com equilíbrio, aquilo que há de bom”.

E ao finalizarem o seu dia, agradeçam e visualizem tudo o que tiveram de bom. E esse foco no bem-estar vai gerando em vocês, mais desse sentimento, a tornar as suas vidas verdadeiramente uma busca pela gratidão, pela paz e pela transformação.

Da paz do agora, da gratidão dos seus corações, vocês transformam as suas vidas. E isso é tudo o que vocês precisam: Paz e Transformação. Da paz vocês transformam e se preenchem de bem-estar e alegria.

Então vamos comemorar o dia especial que estamos a viver, vamos agradecer a tudo que temos de bom em nossas vidas, e manter o foco naquilo que está bom nesse minuto. Pois, a partir desse minuto, tudo se transformará, e estarão a construir a vida de alegria, ancorando a presença Eu Sou no planeta, e assim ajudando toda a humanidade com o exemplo de fé e amor.

É assim é.

Arcangelina Esperança

Thiago Strapasson 

26/03/2017

 

 



 
Agradecimentos a:  http://coracaoavatar.blog.br/

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Março 30, 2017

chamavioleta

Distinguindo o propósito de alma 

Por Ashtar Sheran

Via Thiago Strapasson, 

23 de março de 2017

 

 

 

Saudações nobres almas,

Sou seu irmão, Asthar, e venho hoje a lhes dizer uma simples palavra de amor, para que continuem a jornada de luz a que se propuseram a trilhar.

São vocês, meus irmãos, que passam seus dias a se enfrentar, a trazer ao seu mundo tudo aquilo que lhes foi pedido e que aceitaram que o fariam. Eu sei que nesse trajeto enfrentam as dores humanas, a confusão que a mente os causa quando entram em conflito com o coração. Sei sim meus irmãos, pois já estive onde estão, já me utilizei de uma veste física em tempos longínquos. Foi necessário que assim o fizesse, pois como poderia lhes confiar uma missão se eu mesmo não tivesse passado pelas provas que a matéria nos impõe.

Assim como vocês suportei duros desafios da alma, a ponto de muitas vezes negar a existência de um Deus, ou até mesmo da unidade e da irmandade. Sei do que é feita a vida, de dúvidas que nos levam e arrastam o coração, que nos colocam diante de nós mesmos a duvidar do caminho a prosseguir. Na vida física confundimos o amor, que muitas vezes se torna apego por aqueles que necessitamos ao nosso lado, deixamos a coragem de lado para dar vazão a medos inimagináveis em ambientes mais sutis. Mas tudo isso é aquilo que nos enobrece a alma, pois se somos capazes de nos encontrar nesse ambiente onde permeiam as mais variadas energias, esquecidos de nosso propósito de alma, longe de nossos dons sagrados, diante da ilusão da separação e da luta para sobrevivência diária, o que se dirá da força de nossa luz, do resplandecer de nossa essência em ambientes onde a regra é o amor incondicional.

Passar pelas trilhas da alma pela vida física é a consolidação de tudo aquilo que somos, livres de todas as restrições e cristalinos no propósito. Pois, meus irmãos, viver em um ambiente tridimensional, em tempos de grandes mudanças de paradigmas é para os fortes e valentes, aqueles que sabem da paz de seus corações e confiaram que a encontrariam onde quer que fosse.

Por esse motivo é que não devem adentrar ao jogo ilusório da separação, onde focam naquilo que advém do ego, da mente, que os coloca como seres separados que brigam entre si para se manterem em um planeta. Não é isso meus irmãos, pois esse é o jogo ilusório da separação que vieram justamente a transcender em seus dias. Ao assim fazerem, adentrando aos medos coletivos, afastam-se da maior armadura de luz que possuem, a paz de seus corações, a maior proteção dada pelo Pai/Mãe a todos os seus filhos.

Devem separar tudo aquilo que sentem que são daquilo que disseram que são. Precisam ancorar o real propósito de elevação, da busca de si mesmos, do autoconhecimento, do abandonar os apegos materiais. Somente assim encontram a paz e o amor que são, independentemente de onde estiverem. Porque o propósito maior não é egóico, de se elevar para se livrar de todas as restrições e então seguir de maneira solitária. Não, meus irmãos, vocês vieram para algo mais, para deixar um legado por onde passarem, para deixarem um recado de amor. Esse é o propósito de cada um de vocês. E fazem assim ao encontrar essa paz do coração, pois dela é que parte tudo que são. Ao saírem da crítica, do julgamento, da imposição, do querer, sendo capazes de apenas se manterem em sua verdade sem discussões inúteis.

É por isso que não devem deixar se adentrar na ilusão, no revanchismo, em colocar sua consciência no julgamento, seja ele de que forma for: político, religioso, ideológico, pois vieram a aprender, mas como já trazem um conhecimento, vieram a mostrar que cada ser humano nesse planeta é livre para tomar suas decisões, sejam elas de que espécie forem, não importa. Cada ser possui o livre arbítrio de ancorar suas próprias lições. A vocês cabe seguir a vida, ancorando um propósito maior de elevação, mostrando o que é amar as diferenças, não aceitando as desigualdades impostas pelo mundo, porém mostrando a forma como deve ser feito através de atitudes e não de palavras lançadas que podem ferir outros corações os quais desconhecem a dor.

A cada palavra dita há um coração a escutar e não cabe a vocês distinguir de qualquer maneira esse irmão, julgando como sendo da luz ou não, da verdade ou não, cabe apenas buscarem a si próprios, sempre reconhecendo o conceito maior de irmandade e bem-aventurança que lhe entregamos nesses recados. Cada qual que lança uma palavra de crítica, de julgamento, de menosprezo está em verdade negando a si próprio por deixar ir mais uma oportunidade de buscar por sua verdade.

Quando se lançam no mundo a dizer a quem quer seja uma intenção de julgamento estão novamente a se espelharem, a se compararem, a se mostrarem mais sábios no caminho e no trajeto e isso quem faz é o ego, jamais o coração. Qualquer que seja a escolha deve ser honrada e permitida, ancorada num propósito maior de nós mesmos e jamais como imposição daquilo que pensamos ser o correto.

Então talvez se perguntem se devem aceitar tudo passivamente. E eu lhes digo que um coração puro e verdadeiro não aceita muito daquilo que abrigam em seus dias, pois ele sabe da sua verdade e ela é inabalável. Ele confia e a partir dessa certeza ancora o propósito maior de si mesmo e toma as providências para que a verdade de seu coração se manifeste no mundo, ele conduz com equilíbrio, com confiança, passando sobre o jogo da ilusão com a paz interior que os grandes de coração trazem dentro de si.

Sei bem que nem sempre é fácil tomarmos as decisões que necessitam ser tomadas estando em um ambiente de restrições, mas se ouvirem sua quietude interior, sua paz, ela sempre prevalecerá. Quando deixam de ouvir o medo e passam a pensar no planeta, em tudo que está a nossa volta, encontram essa paz que os digo agora e então podem ser verdadeiros com vocês mesmos.

O caminho do coração sempre será o da unidade plena e jamais da divisão, da disputa, seja ela qual for. Aqueles que adentram na disputa de palavras, do ego, por necessitarem se mostrar certos estão no fundo em grande conflito interior. Pois aquele que conhece sua verdade sabe, confia, não necessita de nada mais senão daquilo que traz dentro de si.

E foi para isso que vieram, para encontrarem esse sentimento da certeza do que são, daquilo que vieram a fazer. Não há outro motivo de estarem nesse ambiente, senão de mostrarem a si mesmos do que são feitos. Tudo o mais, meus irmãos, é a ilusão da vida, da falta de propósito e de confiança em si mesmo.

Estejam certos dessa verdade, sou seu irmão Ashtar Sheran.

Fonte: www.pazetransformacao.com.br

Canal: Thiago Strapasson – 23/03/2017

 



 
Agradecimentos a: http://coracaoavatar.blog.br/
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Março 30, 2017

chamavioleta

<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<h2 style="text-align: center;">
<span style="font-size: x-large;"><span style="color: #0c343d;">A Fênix que renasce através do medo.&nbsp;</span></span></h2>
<h3 style="text-align: center;">
<span style="color: #741b47;"><span style="font-size: large;">Mestre Saint Germain&nbsp;</span></span></h3>
<h3 style="text-align: center;">
<span style="color: #741b47;"><span style="font-size: large;">Via Thiago Strapasson e Michele Martini </span></span></h3>
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<h4 style="text-align: center;">
20 de março de 2017</h4>
<br />
<h3 style="text-align: center;">
<img alt="" class="size-medium wp-image-2369 aligncenter" data-attachment-id="2369" data-comments-opened="1" data-image-description="" data-image-meta="{&quot;aperture&quot;:&quot;0&quot;,&quot;credit&quot;:&quot;&quot;,&quot;camera&quot;:&quot;&quot;,&quot;caption&quot;:&quot;&quot;,&quot;created_timestamp&quot;:&quot;0&quot;,&quot;copyright&quot;:&quot;&quot;,&quot;focal_length&quot;:&quot;0&quot;,&quot;iso&quot;:&quot;0&quot;,&quot;shutter_speed&quot;:&quot;0&quot;,&quot;title&quot;:&quot;&quot;,&quot;orientation&quot;:&quot;0&quot;}" data-image-title="rp_saintgermain-llama-300×176-300×176-1-300×176.jpg" data-large-file="https://i1.wp.com/coracaoavatar.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/saintgermain-llama-300x176-300x176-1-300x176.jpg?fit=300%2C176" data-medium-file="https://i1.wp.com/coracaoavatar.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/saintgermain-llama-300x176-300x176-1-300x176.jpg?fit=300%2C176" data-orig-file="https://i1.wp.com/coracaoavatar.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/saintgermain-llama-300x176-300x176-1-300x176.jpg?fit=300%2C176" data-orig-size="300,176" data-permalink="http://coracaoavatar.blog.br/2016/08/chamada-para-o-despertar-mestre-saint-germain.html/rp_saintgermain-llama-300x176-300x176-1-300x176-jpg" height="176" src="https://i2.wp.com/coracaoavatar.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/saintgermain-llama-300x176-300x176-1-300x176-300x176.jpg?resize=300%2C176" width="300" /></h3>
<div style="text-align: center;">
<span style="font-family: georgia, palatino, serif; font-size: 14pt;"><i>Música para escutar durante a leitura:&nbsp;<a href="https://youtu.be/eKFTSSKCzWA">https://youtu.be/eKFTSSKCzWA</a></i></span></div>
<h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Amados irmãos,</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Do coração parte a compreensão que apenas o amor traz. Não há entendimento de absolutamente nada na criação sem o amor.&nbsp;</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Por
muitas vezes tentamos lhes trazer a extensão de algo tão simples. Mas a
compreensão dessa expressão se dá apenas por aqueles que são capazes de
olhar ao redor com os sentimentos do coração. É a partir do amor que
temos a compreensão maior da beleza que se encontra ao nosso redor,
somos capazes de ver uma mãe a cuidar de seu filho, a natureza abundante
do maravilhoso planeta que vivemos, podemos ver um sorriso, um abraço.
São atos tão simples, mas que destituídos do amor, não observamos.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Quando
saímos do sentimento do coração vemos a corrupção, a ganância, que é
vista como uma regra social, entramos na competição por sermos melhores,
pelo sucesso e por tudo aquilo que alimenta o ego. Esquecemo-nos do
amor e caímos na matriz do comportamento social que nos conduz aos
vícios morais, que nos prendem ao nosso próprio egoísmo e que mais uma
vez levará ao sofrimento.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Mas
no amor, temos um olhar compassivo, ficamos ancorados em nosso coração,
que nos mostra a verdade. E a verdade maior não é a maldade do ser
humano, o egoísmo, a ganância, mas sim a busca pelo preenchimento
interior que só o amor traz, a caridade de alma. É um preenchimento que
vem da essência, da alma, que irradia quando saímos do modelo de vida
imposto pela sociedade e ancoramos o amor de nosso coração. Então
entendemos que o que vemos são atos causados pelo medo, pelo sofrimento
de vidas, que nos torna seres mentais que se afastam do amor de Deus.
Pois a busca de cada ser humano é pelo preenchimento do amor.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Quantos
mestres estiveram na Terra e somente foram capazes de ancorar seu
propósito a partir do amor, deixando um legado ao planeta, à humanidade.
Nenhum mestre, amados, que se utilizou de um corpo físico, retornou ao
estado original senão trabalhando ao coletivo. Analisem a vida de Jesus,
Maria, João Batista, Confúcio, El Morya, Francisco Xavier, dentre
tantos outros, e percebam que todos deixaram um legado de amor. Isso os
mostra algo, amados: não existe elevação fora do amor e da compaixão,
sem deixar algo ao planeta que represente um ato de amor.&nbsp;</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Todo
o conhecimento do universo não substitui o amor, pois ele nos abre ao
coração, e a partir desse sentimento, que representa Deus em toda sua
obra, somos capazes de ter uma vida mais suave, mais leve, onde deixamos
de focar nos vícios da humanidade e somos capazes de observar a beleza
do planeta. E é esse sentimento, esse estado de alma, de simplesmente
agradecermos o que há de bom na vida, que nos abre o coração, que nos
conecta aos estados mais sutis da consciência e nos tira da matéria
coletiva de sofrimento.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Pois,
amados, toda a humanidade foi concebida sobre essa matriz, e quando a
combatemos focando naquilo que não aceitamos e que não gostamos,
estaremos na verdade, alimentando essa matriz, e a tornando ainda mais
forte. Mas, de outra maneira, quando simplesmente tiramos o foco por nos
abrir ao amor de nosso coração, ela se esvai como poeira no ar. A
antiga matriz não tem como base o amor, por isso ela teme esse
sentimento tão sublime. E por temer o amor, conduz a humanidade ao medo,
ao revanchismo, à competição, pois são esses sentimentos que a
alimentam. Mas se aprendemos amar a partir do coração, nos desligamos de
tudo isso e nos conectamos a algo maior, muito maior: O amor de Deus.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">A
porta para sentirmos o amor de Deus é o nosso próprio amor, e é ele que
nos liberta e nos permite ensinar como estar no planeta, sem alimentar
aquilo que mantém a humanidade em um estado de servidão. Ao amarmos,
ensinamos a força do amor, deixamos um legado ao planeta, e foi isso que
os mestres fizeram, aprenderam a amar e então se libertaram deixando a
trilha de luz para que outros fizessem.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Esses
Grandes Mestres, que vocês engrandecem de forma a cultuá-los como
superiores, foram tão pequeninos quanto um grão de areia. A mostrar a
vocês que todos são grandiosos perante a unidade que é Deus.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Eles
vieram, todos, manifestados de forma pequenina, mostrar a vocês como é
viver de forma livre e verdadeira, irradiando o amor que é alimentado
pela fé e confiança em Deus.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Eles
mostraram o caminho a ser seguido. E esse caminho, é a estrada que
vocês mesmos continuarão a construir, a partir do amor que cultivam em
seus corações.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">A
cada semente plantada, a cada dor acalentada, a cada lágrima
transformada em sorriso, vocês vão construindo a estrada da mestria na
história de vocês, e que trará a ascensão planetária.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">A
ascensão, amados filhos, não é algo impossível de alcançar como pensam.
Mas sim é apenas um estado de aceitação das suas próprias vidas, quando
deixam de lado aquela busca incessante em tentar ser aquilo que não
são. Aceitando as experiencias da forma que elas são apresentadas e
então compreendendo que assim deve ser para que as vidas de cada um de
vocês sejam construídas de forma perfeita.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Ao
aceitarem as vidas assim como são, e irradiarem o amor como gratidão,
verão resplandecer o foco de luz dentro dos seus corações, que iluminará
os caminhos de todos em sua volta. Vocês são os que trarão as pedras a
construir a estrada de luz que é a ascensão planetária, filhos.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Os
Grandes Mestres, que vem até vocês como Avatares a manifestar a
caridade e o amor, são apenas representações de vocês mesmos. Vem para
mostrar a vocês as suas verdadeiras essências.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Apenas
um avatar não será suficiente para transformar o planeta, mas sim um
avatar pode mostrar a vocês como a estrada deve ser trilhada para que
vocês mesmos possam ser os próprios salvadores.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Portanto,
filhos, o pensamento que cultivam de adoração, da espera pelo salvador,
é ilusória. A única realidade, filhos, é a de aceitar que vocês são os
salvadores. Vocês são os salvadores do planeta e os materializadores da
Nova Era. Através de tantos que vieram a mostrar o caminho, vocês
aprenderam como deve ser trilhada a estrada rumo à luz.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Não
temam, não permaneçam cultivando o sentimento de que tudo se resolverá
por alguém que não vocês mesmos. Pois vocês sim são os protagonistas
dessa história.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Filhos,
como sinal de agradecimento aos mestres, que não buscam louvores e
doações, busquem apenas seguirem os seus passos, rumo à ascensão
individual e planetária. Pois afinal, vocês são capazes, assim como
mostraram a vocês em tantos episódios da história.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Vocês
são os transformadores da Nova Era. Essa Nova Era que não será
governada por mestres que virão os salvar, mas sim por vocês mesmos, que
conquistaram o estado de maestria com gratidão e paz, com amor e fé.
Vencendo o medo e as barreiras do ego.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Unam-se
em uma só nação. Unam-se em nome do amor e do planeta. Sejam os
protagonistas das suas próprias histórias. Vibrem a bandeira da paz e da
fraternidade. Vibrem a bandeira do amor e da luz. Vibrem a bandeira da
verdade e da coragem. Vibrem a bandeira da União, pois vocês como Um,
brilham de forma tão intensa e poderosa, que seriam capazes de irradiar
amor a tantos outros planetas. Vocês, filhos, são os principais agentes
da transformação planetária. E estão aqui para recuperar o que pertence a
vocês, recuperar as suas próprias verdades através da entrega ao amor e
à caridade.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Vocês vencerão todas as batalhas contra o próprio medo.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">O
que vocês podem observar como sofrimento, como castigo, na verdade é
apenas vocês mesmos, as suas verdadeiras identidades, aprisionadas
dentro do ego e do medo, procurando se manifestar de todas as formas e
sair para o externo de vocês mesmos. Vocês estão lutando apenas com o
medo, que criaram a partir de uma vida de restrição e de controle. Mas
que somente pode ser removida por cada um de vocês, a partir do olhar
interior e aceitação da verdade.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Essa
verdade, filhos, é individual, cada um encontra a si mesmo no momento
perfeito, na hora perfeita, após ter vivido todas as experiências da
matéria, mergulhados em sofrimento e dor, quando o Eu Interior já não
mais suporta ser mascarado pelo ego e pelo medo. Dessa forma ele
resplandece através das suas próprias barreiras mentais, como uma Fênix a
renascer das cinzas da ilusão que criaram. O Ser resplandecente renasce
como uma Fênix a ser um poderoso agente transformador da própria vida e
também da vida de tantos outros que fizerem parte da sua caminhada, a
ser mais um que plantará sementes da Nova Era.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">A verdade os libertará, e o amor os manterá em unidade com Deus.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Sigam em paz meus filhos.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Saint Germain</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<i><span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">Thiago Strapasson e Michele Martini&nbsp;</span></span></span></i></h3>
<h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;">20 de março de 2017.</span></span></span></h3>
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><div style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span><h3 style="text-align: justify;">
<span style="font-family: &quot;Trebuchet MS&quot;,sans-serif;"><span style="font-size: small;"><span style="font-weight: normal;"><a href="http://www.pazetransformacao.com.br/">http://www.pazetransformacao.com.br/</a></span></span></span></h3>
</div>
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<br /></div>
</div>
</div>
</div>
</div>
<hr />
<br />
<br />
<div dir="ltr" style="text-align: left;" trbidi="on">
<div style="margin: 0px; outline: none; padding: 0px; text-align: justify;">
<div class="MsoNormal" style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: left;">
</div>
<div class="MsoNormal" style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: left;">
<span style="font-size: small;"><span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="background-color: #fafafa;"><span style="line-height: 18.2px;"><b>Agradecimentos</b> a: <a href="http://coracaoavatar.blog.br/2017/03/a-fenix-que-renasce-atraves-do-medo-mestre-saint-germain.html" target="_blank">http://coracaoavatar.blog.br/</a></span></span><span style="background-color: #fafafa; color: #333333; line-height: 17.8182px; text-align: left;"> </span></span></span></div>
<div class="MsoNormal" style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: left;">
<span style="font-size: small;"><span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="background-color: #fafafa; color: #333333; line-height: 17.8182px; text-align: left;">&nbsp;</span><span style="background-color: #fafafa; line-height: 18.2px;"><br /><b>Por favor, respeitem todos os créditos</b><br /><br />Arquivos deste escritor em português:&nbsp;</span>&nbsp;</span></span><br />
<br />
<span style="color: #557711; font-family: helvetica; font-size: large;"><ul style="text-align: left;">
<li><a href="http://achama.biz.ly/blog/?tags=michele+martini"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">http://achama.biz.ly/blog/?tags=<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">m</span>ichele<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+m</span>artini</span></span></a></li>
</ul>
<ul style="text-align: left;">
<li><a href="https://rayviolet2.blogspot.com/search?q=michele+martini"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">https://rayviolet2.blogspot.com/search?q=</span></span><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">m</span>ichele<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+m</span>artini</span></span></a></li>
<li><a href="http://chamavioleta.blogs.sapo.pt/tag/michele+martini"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">http://chamavioleta.blogs.sapo.pt/tag/</span></span><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">m</span>ichele<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+m</span>artini</span></span></a></li>
</ul>
<ul style="text-align: left;">
<li><a href="http://achama.biz.ly/blog/?tags=thiago+strapasson"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">http://achama.biz.ly/blog/?tags=<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">t</span>hiago<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+s</span>trapasson</span></span></a></li>
</ul>
<ul style="text-align: left;">
<li><a href="https://rayviolet2.blogspot.com/search?q=thiago+strapasson"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">https://rayviolet2.blogspot.com/search?q=</span></span><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">t</span>hiago<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+s</span>trapasson</span></span></a></li>
<li><a href="http://chamavioleta.blogs.sapo.pt/tag/thiago+strapasson"><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">http://chamavioleta.blogs.sapo.pt/tag/</span></span><span style="font-size: x-small;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;"><span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">t</span>hiago<span style="font-family: 'verdana' , sans-serif;">+s</span>trapasson</span></span></a></li>
</ul>
</span></div>
<div class="MsoNormal" style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: left;">
<div class="MsoNormal" style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: left;">
<br />
<b><span style="font-family: &quot;trebuchet ms&quot; , sans-serif;">Recomenda-se o discernimento.</span></b><br />
<br /></div>
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span></div>
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span>
<br />
<div dir="ltr" style="background-color: #fafafa; color: #333333; line-height: 15.68px; margin: 0px; outline: none; padding: 0px;">
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span>
<br />
<hr />
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span>
<br />
<div dir="ltr" style="margin: 0px; outline: none; padding: 0px;">
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
<br /><br /><b>Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.<br /><br /><br /><span style="color: #cc0000;">Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.</span><br /><br /><span style="color: #274e13;"><br />Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.</span></b></span></span><br />
<br />
<b><span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;"><br /></span></span></b>
<br />
<div style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px; text-align: center;">
<div style="margin: 0px; outline: medium none; padding: 0px;">
<b><span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">Atualização diária.</span></span></b><br />
<br /></div>
</div>
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
</span></span>
<br />
<div style="margin: 0px; outline: none; padding: 0px; text-align: center;">
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;">
Se gostou! Por favor&nbsp;<a href="http://www.recomenda.com.br/recomenda.asp?modo=0&amp;site=http://achama.biz.ly/" style="color: #009eb8; display: inline; outline: medium none; text-decoration: none; transition: color 0.3s ease 0s;">RECOMENDE</a>&nbsp;aos seus Amigos.</span></span><br />
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: small;"><br /><a href="http://pt.violetflame.biz.ly/" style="color: #009eb8; display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">achama.biz.ly</a>&nbsp;</span></span><br />
<span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif; font-size: 14px;"></span><span style="color: blue;"><span style="font-family: &quot;verdana&quot; , sans-serif;"><span style="font-size: x-small;"><br /><a href="http://achama.islands.biz.tc/" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">achama.islands.biz.tc/</a><br /><br /><a href="http://islands.biz.tc/azores/" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">http://islands.biz.tc/azores/</a><br /><br /><a href="http://achama.biz.ly/israel/israel.html" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">Israel ou Cazária!?</a><br /><br /><br /><a href="http://achama.biz.ly/" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">achama.biz.ly</a>&nbsp;email:&nbsp;<a href="https://www.blogger.com/null" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">nai@achama.biz.ly</a><br /><br />EN:&nbsp;<a href="http://violetflame.biz.ly/index.html" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">VioletFlame&nbsp;</a>*&nbsp;<a href="http://violetflame.biz.ly/illuminati/" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">The Illuminati</a> *&nbsp;<a href="http://violetflame.biz.ly/blog/794134/The_True_Shadow_Government" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">The True Shadow Government</a><br /><br />ES:&nbsp;<a href="http://islands.biz.tc/lallama/" style="display: inline; outline: medium none; text-decoration: none;">LLAMA VIOLETA</a></span></span></span></div>
</div>
<isml option="graphic_7seg" type="counter">
</isml></div>
</div>
</div>
</div><!--************CODE GEOGLOBE************-->
<script src="https://geoloc19.geo20120530.com/private/geoglobe.js?compte=613257833575" type="text/javascript"></script>
<noscript>
<a href="http://www.geovisites.com/pt/directory/sociedade_esoterismo.php?compte=613257833575" target="_blank"><img src="https://geoloc19.geo20120530.com/private/geoglobe.php?compte=613257833575" border="0" alt="esoterismo"></a>

<br>Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
<a href="http://www.geovisites.com/pt/directory/sociedade_esoterismo.php">esoterismo</a>
</noscript>
<!--************END CODE GEOGLOBE************-->

Março 30, 2017

chamavioleta

Conectando-se à essência Eu Sou.

Mensage de Mãe Maria.

Via Michele Martini e Thiago Strapasson 

18 de março de 2017

 
 
 
 
 
 

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

 

Amados filhos da unidade do Eu Sou.

 

A busca por ascensionar trazendo ao coração aquele sentimento de separação e de não pertencimento à matéria é uma ilusão.

 

O processo encarnacional é nada mais do que o agregar de experiências em um planeta para o aprendizado e evolução do Eu Sou.

 

Cada um de vocês, sendo um “braço” da sua alma, que por vez é um “braço” do Eu Superior ou Eu Sou, é apenas uma representação de uma energia mais sútil.

 

Compreendam, filhos, que vocês já estão e sempre estiveram conectados a energias mais sutis, mais suaves. Vocês, filhos, todos no não tempo, já são seres ascencionados e não há nada que os retire dessa condição. Percebam, então, que a busca desenfreada por ganhar a corrida rumo à ascensão durante a encarnação não trará as experiências a serem acumuladas no seu registro, e sim somente os manterão cada vez mais ligados à matéria, pois cultiva o sentimento de ego no coração.

 

Como representações de energia superiores que vivenciam uma experiência material, agregam experiências que se transformam em sabedoria aglutinada ao Eu Sou. Vocês vivenciam experiências que se unificam aos registros cósmicos das energias superiores a que se encontram unificados. Ancoram, assim, a prática da experiência encarnacional a toda a sabedoria teórica que já acumularam durante toda a existência Eu Sou de representação monádica.

 

A união com o Eu Sou já existe em todos vocês, e ela não precisa ser buscada no externo, mas sim vocês podem passar a olhar as suas experiências como oportunidades de aprendizado a serem levadas na bagagem que vocês carregarão ao desencarnar. 

 

Compreendam, amados, que já se encontram unificados ao Eu Sou porque essa é sua condição primordial. A única coisa que necessitam fazer, assim, é vivenciar as experiências terrestres trazendo experiências a essa unidade que são. Mas para que as experiências sejam aglutinadas como experiências da alma já transpostas vocês necessitam se desvincular da rede holográfica planetária de controle, a matriz de sofrimento.

 

Ao se desvincularem da matriz, superando as experiências da carne, cada um dos sete pecados capitais, vocês agregam experiência ao Eu Sou e se aproximam ainda mais na energia essencial que são. Abandonam a energia de representação que estão inseridos e se aproximam da essência Eu Sou que são. Vocês se elevam ao nível de alma a cada experiência que se desvinculam da matéria.

 

Essa é a única forma de retornarem ao Eu Sou, da forma que compreendem. É vivenciando às experiências na terra compreendendo-as como experiências encarnacionais que unificam sabedoria ao Eu Sou. E assim, amados, vocês respiram do lado de fora da matriz de sofrimento, mantendo a consciência em um nível superior de visão, conectados ao Eu Sou e compreendendo a experiência a partir de uma visão superior, destituída dos vínculos egóicos que os prendem à roda encarnacional.

 

Não há a possibilidade de buscar pela ascensão deixando todo o planeta para trás como uma corrida para ver quem chegará antes ao nível superior. A corrida é ilusória e os mantém presos às experiências da matéria. O Eu Sou são vocês. Vocês, em nenhum momento, foram separados do Eu Sou. Se são um com o Eu Sou então utilizem a experiência terrestre com gratidão, agregando sabedoria ao corpo de luz que são, à energia ascensa que representam no planeta. Esse é o propósito de cada ser humano, desvincular-se da matriz de sofrimento e, assim, agregando experiência superior ao Eu Sou, mas sempre vivendo a experiência material sem negá-la.

 

Acontece que a conexão com o Eu Sou a ser sentida e incorporada enquanto encarnados, somente será possível através da abertura do coração. Será abrindo o coração ao amor, à humildade, ao sentimento de igualdade e fraternidade, compreendendo a liberdade que todos os filhos são feitos. É, assim, amados, que se aproximarão da essência Eu Sou, não é deixando o planeta para trás rumo à ascensão, mas se colocando em irmandade dentro da pureza de seus corações que se elevarão ao que já são e sempre foram, mas que o véu de separação não os permite ver.

 

Quando abandonam esse sentimento de igualdade de todos, que deixam o ego a os incentivarem a correr por aquilo que é espiritual, deixando a humildade do coração de lado se fecham a verdade Eu Sou e se transformam em mais um personagem da matriz de sofrimento. O egoísmo que leva vocês a pensarem que estão mais ou menos adiantados que os demais, cultiva o ego e mantém a ilusão.

 

O desprendimento da matéria se dá a partir do momento que vocês aprendem a amar e levar o amor a todos os seres. Que compreendem que são o planeta, que já são ascensos em outros níveis dimensionais e então deixam a corrida pela ascensão e se integram em amor a serviço de todos. Assim, amados, abandonam o ego, reconhecem-se como representações de energias superiores no planeta, e se permitem amar. Esse sentimento de amor, de união os conduz para fora dos apegos da matriz de sofrimento e os colocam em unidade de amor. Vocês se tormam a própria essência Eu Sou na terra, que é destituída do ego.

 

A busca deve ser sempre por irradiar o amor e usar o seu aprendizado espiritual e evolução enquanto encarnados para levar esse amor a todos, mostrando o caminho para que se conectem também ao Eu Sou. Esse é o propósito de cada um de vocês, amados, aglutinarem as experiências como sabedoria prática do Eu Sou através da irradiação do amor a cada irmão e a todo o planeta. Mas sem necessitarem buscar por tanto conhecimento numa corrida rumo à ascensão individual.

 

Aqueles que buscam estudos, cursos, experiências, com o intuito de se desprenderem da matéria e deixar o planeta para trás permanecem conectado ao ego. Tudo que buscam, amados, deve ser para irradiarem o amor à unidade que brota de seus corações, aglutinando sabedoria ao Eu Sou e cumprindo a função de experimentar a matéria da forma como ela se apresenta.

 

Percebam que o Eu Sou não possui ego, então como seria possível a conexão com níveis superiores para abrir a possibilidade de ascensão, buscando a evolução sem o irradiar do amor ao seu externo? O amor é a porta não à ascensão, mas à simples conexão à energia que já representam aos nossos olhos.

 

Meus amados filhos, vocês permanecerão inseridos na ilusão da matéria enquanto a busca não for pela paz e pela transformação de toda a humanidade. Pois afinal, de que valeria essa experiência enquanto encarnados como representações energéticas do seu Eu Sou, se não for com o intuito de trazer mais sabedoria através do irradiar do amor a todos? Algo tão simples que aos olhos humanos se torna tão distante.

 

Trazemos a vocês a lembrança de que todos são Um. Portanto, incorporem em seus corações esse sentimento de unidade, e irradiem em amor para todos os seres do mundo encarnado.

 

Pois isso sim seria agregar sabedoria ao seu Eu Sou e se conectar a energia superiores que são.

 

Vocês não são seres individuais e sim são representações. Como representações do Eu Sou, não faria sentido a busca individual, pois não há individualidade.

 

Percebam que vocês são parte da Unidade, e por isso, a busca de forma coletiva é o caminho do agregar sabedoria irradiando amor e luz, trazendo oportunidades de elevação para todos.

 

Trilhem o caminho do amor, da humildade, da abertura do coração aos seus reais sentimentos e emoções, sejam verdadeiros em absolutamente tudo, sem mascaras, sem fugas, apenas sendo a verdade que irradia do coração e, assim, amados, aproximem-se daquilo que são: a unidade com toda a criação.

 

Estejam em paz.

 

Sou Maria sua Mãe

Michele Martini e Thiago Strapasson 
 

18 de março de 2017. 
 
 
 

 
 
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter
esoterismo

Março 25, 2017

chamavioleta

Invocação da Chama Violeta Cristal 

Divina Presença Eu Sou 

Michele Martini e Thiago Strapasson 

25 de março de 2017

 

 
Gayatri Mantra – https://youtu.be/2k_TEcUdeyE
 
 
 
A Chama Violeta-Cristal ancorada por nossa presença Eu Sou, na comunhão de duas almas, Violeta e Cristal, traz a todos a paz e transformação das restrições guardadas em nossos registros. 

A primeira função da Chama Violeta-Cristal é atuar como um indicativo daquilo que necessita ser purificado em nosso interior. Juntamente a essa função a Chama Violeta transmuta as restrições, ressaltando-as para iluminação. Em nossos registros de alma ocorre a liberação e transcendência das restrições. Ao final do processo irradiaremos a paz através da transformação dos blocos de pensamentos que nos vinculam as dores e ao sofrimento na experiência terrestre. 

A Chama Violeta-Cristal é um poderoso instrumento à disposição de todos aqueles que se dispuserem a transcender suas experiências junto à matéria, conectando-se ao Eu Sou ou ao nível de alma para compreender as experiências a partir de uma visão superior da vida. 

Ela atua como um processo alquímico, que apontando as impurezas contidas no elemento as transforma em algo diverso, mais puro e conectado ao nível Eu sou de manifestação da alma. É uma chama de elevação através da purificação e transformação de tudo aquilo que nos restringe no nível físico de manifestação. 

A Chama Violeta-Cristal nos expõe em toda a pureza, agora transformada em essência de paz, nos conduzindo à ressurreição da vida em unidade de corações e propósitos. 

Mas os alertamos, não se trata de um processo que sempre será suave, pois exige coragem de nos desnudar diante do mundo, tomando contato profundo com nossos registros que necessitam ser iluminados e aglutinados em um nível de experiência e sabedoria de alma. Exige, sim, coragem, em transformar os paradigmas que nos prendem à matriz energética planetária, aceitando nossas próprias imperfeições, nossos apegos, tudo aquilo que nos conduziu e nos manteve presos à roda cármica de encarnações. 

Ao trabalhar com a Chama Violeta-Cristal, manifestações físicas poderão surgir, como dores ou desconfortos em alguns pontos do corpo, bem como dores profundas da alma como tristeza, cansaço e sentimento de solidão. São sentimentos característicos da morte do antigo Eu e do surgimento da transformação interior que os conduzirá à paz no presente. 

Para amenizar esses sintomas é necessário a aceitação de tudo aquilo que somos, com amor, perdão e acima de tudo o entendimento de que todos nós nos vinculamos a determinadas restrições em um nível akáshico para que pudéssemos estar presente na experiência material. 

É chegada a hora da transformação, da liberação e da ressurreição à verdade de alma e a Chama Violeta-Cristal poderá ser um importante instrumento nesse trajeto de elevação da alma, transmutando nossas restrições para manifestação da pureza que somos. Ao final estaremos ancorando a chama dourada do equilíbrio, para termos sabedoria em lidar com esse processo profundo de liberação de toda nossa verdade interior, sem mascarás, sem subterfúgios, sendo apenas a verdade sem apego, liberando tudo ao entendimento que somos e sempre seremos a manifestação da unidade de Deus. 

Para invocar a chama Violeta cristal e realizar o trabalho de transmutação e retorno à pureza interior, primeiramente deve-se permanecer em estado meditativo. Para isso, sente-se confortavelmente ou em posição de lótus e respire, acalme a mente. Permaneça com as mãos sobre as pernas fazendo o Gyan Mudra. Em seguida. Invoque a proteção e presença de todos os mestres dos sete raios, antecedidos pelos Guardiões, Arcanjos e Elohins. Invoque a presença e proteção dos seus guias espirituais e da divina presença Eu Sou. Permaneça nesse silêncio aceitando os pensamentos que vierem, com calma. E ao som do Gayatri Mantra, observe como eles se vão assim como vieram, sem alterar o seu estado calmo e de paz. 

Em seguida, quando já não houverem mais pensamentos a invadir a mente, conecte-se com o sol central planetário e com a Divina Presença Eu Sou acima do coronário. Você se torna um vórtice de luz , ligado acima e abaixo, ancorado e permanecendo no momento presente e com múltiplas dimensões. Em seguida, invoque mentalmente: 

“Eu invoco a Chama Violeta Cristal,
eu invoco a Chama Violeta Cristal,
eu invoco a Chama Violeta Cristal.” 

Uma descarga eletromagnética desce até você através da sua conexão com o Eu Sou, pelo seu chacra coronário. Desce até o Sol Central, passando por todos os seus chacras. Você poderá perceber uma chama Violeta intensa a se manifestar em sua volta e em todo o seu corpo, e gradativamente vai crescendo um foco de luz Branca do seu chacra cardíaco. A Chama Branca vai se estendendo por todo o seu corpo e se mistura à chama Violeta. Esse processo pode demorar alguns minutos, mas é importante que seja feito com calma e a mente entregue ao poder da Chama. Esse trabalho pode gerar desconforto físico, e por isso deve ser feito gradativamente, com calma e quantas vezes forem necessárias até que as dores cessem. Para que então possa seguir para a segunda etapa do trabalho (descrita abaixo). Para finalizar essa primeira etapa, estabeleça um campo de proteção em sua volta com a Chama Azul, e comande para que a energia permaneça sustentada trabalhando em você, até que sejam transmutadas todas as restrições, e retorne à pureza interior. Decrete: 

“Eu ancoro a Chama Violeta-Cristal, e comando que permaneça sustentada em mim, transmutando todas as restrições do meu registro akashico, e manifestando a pureza interior. 

Eu invoco a Chama Branca que manifestará em mim a pureza interior, da qual eu fui criado e a ela retornarei. 

Eu manifesto em mim a transmutação de todas as restrições e ancoro a Chama Violeta Cristal. 

Em nome da Divina Presença Eu Sou, eu ancoro nesse momento, em meu DNA, a Chama Violeta Cristal. 

Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou.”

Na segunda etapa, trabalharemos o seu meio externo. Assim que a energia for ancorada em você, permaneça em estado meditativo. Mas você entra em um estágio onde passa a flamejar a Chama Violeta Cristal em todo o seu campo áurico. E vai se expandindo até irradiar todos os seus corpos. Partindo da verdade de que Todos Somos Um. A próxima etapa é levar essa energia para o seu meio externo, que é Um com você. Faz parte do Seu Ser. Pois você está unificado em Um com o seu meio. Você observa a energia descendo pelo coronário de forma muito intensa, onde passa a formar um espiral ao seu redor.
Esse espiral de Chama Violeta Cristal vai se expandido e crescendo, até atingir a proporção que você desejar. Você controla essa expansão. 

Por onde esse espiral se irradia, ele vai transmutando todas as restrições de todas as formas de vida desses locais. Quando dizemos todas as formas de vida, são até as energias que vocês não podem perceber com os olhos físicos, mas que estão nos ambientes. Desde a matéria que compõe os objetos, até aquelas formas de existência de outras dimensões, que estão no mesmo espaço físico. A energia irradiada flameja transmutando todas as restrições, e fazendo com que todas essas formas de existência brilhem como focos de Luz Branca, manifestando a pureza da qual foram criados. Essa pureza será mantida ao seu comando: 

“Eu comando que permaneça sustentada a pureza de cada Ser irradiado com a Chama Violeta Cristal.” 

Invoque a Chama Azul e envolva todos os focos de luz Branca em Merkabas de proteção. Comande para que permaneçam sustentados. Invoque a Divina Presença Eu Sou de todas as formas de vida trabalhadas. Entregue o trabalho realizado para a Divina Presença Eu Sou de cada forma de vida, agradecendo e pedindo o ancoramento da Chama Rubi-dourada, a manifestar a paz e o amor desses seres em suas jornadas em encontro ao Eu Sou de cada um. 

Agradeça e finalize o trabalho ancorando em ti a Chama Rubi-dourada, e ativando o Merkaba de proteção da Chama Azul. Repita: 

“Eu sou a chama Violeta Cristal manifestada, eu ancoro a transmutação e a pureza nesse planeta. 

Eu sou a paz e a transformação do planeta, eu ancoro a chama Violeta Cristal, para que todos os seres retornem à pureza da qual foram criados, transmutando todas as restrições. 

Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou.” 

Namastê 

Divina presença Eu Sou de Michele Martini e Thiago Strapasson 
 
17 e 18 de março de 2017. 
 
 
 

 
 
 

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.




Atualização diária.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub